Publicado por: Djalma Santos | 20 de novembro de 2010

Testes de sistema muscular (2/4)

01. (UERJ) Mediu-se a concentração do íon cálcio no interior do retículo sarcoplasmático e no sarcoplasma de células de músculo esquelético, adequadamente preparado e submetido a pulsos de estímulo contrátil. Parte dos resultados obtidos estão mostrados no gráfico a seguir.

O músculo testado está sob contração máxima no seguinte intervalo de tempo:

a) T1T3.

b) T3T5.

c) T5T8.

d) T9 – T11.

02. Em vertebrados, a musculatura lisa:

a) não está em conexão com o esqueleto, não está sob o controle nervoso voluntário e contrai-se lentamente.

b) está em conexão com o esqueleto, não está sob o controle nervoso voluntário e contrai-se lentamente.

c) não está em conexão com o esqueleto, está sob o controle nervoso voluntário e contrai-se lentamente.

d) não está em conexão com o esqueleto, está sob o controle nervoso voluntário e contrai-se rapidamente.

e) não está em conexão com o esqueleto, está sob o controle nervoso voluntário e contrai-se rapidamente.

03. Em relação aos músculos estriados esqueléticos, os quais respondem pelos movimentos do corpo, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

I   II

0  0 – O costureiro, o mais longo músculo do corpo humano, movimenta a perna para a frentes, no ato de andar ou de correr.

1  1 – Os gastrocnêmicos localizam-se na parte anterior do abdome e protegem as vísceras, além de contribuir para a micção.

2   2 – Os músculos mentonianos são responsáveis pelo enrugamento do queixo.

3   3 – A contração do deltoide provoca o levantamento do braço.

4  4 – Os flexores e os extensores dos dedos são responsáveis pelo ato de virar a palma da mão para cima (como quem pede esmola).

04. (PUCCAMP) Considere os seguintes músculos:

I. lisos, responsáveis pelo peristaltismo.

II. estriados, responsáveis pelos movimentos do esqueleto.

III. cardíaco, responsável pelos movimentos de sístole e diástole.

Precisam estar dispostos em pares antagônicos para serem eficientes em sua função:

a) I, somente.

b) II, somente.

c) I e III, somente.

d) II e III, somente.

e) I, II e III.

05. (PUC-MG) São dados, abaixo, algumas características de três tipos de tecidos musculares animais.

I. Possui apenas um núcleo, com contração relativamente lenta.

II. Apresenta células cilíndricas extremamente longas, multinucleadas, de contração rápida e voluntária.

III. Tem células normalmente mononucleadas, de contrações rápidas e involuntárias, com presença de discos intercalares.

As características se referem, respectivamente, aos seguintes tecidos musculares:

a) liso, estriado esquelético e estriado cardíaco.

b) estriado esquelético, liso e estriado cardíaco.

c) estriado cardíaco, liso e estriado esquelético.

d) liso, estriado cardíaco e estriado esquelético.

e) estriado cardíaco, estriado esquelético e liso.

06. (MACK) As afirmações a seguir, referem-se aos três tipos de tecido muscular humano.

I. Todos apresentam as miofibrilas, que são estruturas proteicas com capacidade de contração.

II. Como consequência da contratilidade, esses tecidos apresentam células com grande quantidade de mitocôndrias.

III. Actina e miosina são as proteínas responsáveis pela contração desses tecidos, num processo que necessita da presença de íons cálcio e magnésio.

Assinale:

a) se todas estiverem corretas.

b) se apenas I e II estiverem corretas.

c) se apenas I e III estiverem corretas.

d) se apenas II e III estiverem corretas.

e) se apenas III estiver correta.

07. (UC-MG) Esta questão deve ser respondida de acordo com os desenhos a seguir, que representam esquemas de tipos de músculos.

a) 1, 2 e 3 são involuntários.

b) 1, 2 e 3 são voluntários.

c) 1 e 3 são involuntários.

d) 1 e 3 são voluntários.

e) 2 e 3 são involuntários.

08. (UCDB-MT) Considere as proposições.

I. O tecido muscular estriado esquelético é de contrações rápidas e involuntárias.

II. O tecido muscular estriado cardíaco é de contrações rápidas e voluntárias.

III. O tecido muscular liso é de contrações lentas e involuntárias.

É correto afirmar que:

a) apenas I e II são verdadeiras.

b) todas são falsas.

c) apenas I e III são verdadeiras.

d) todas são verdadeiras.

e) somente III é verdadeira.

09. (UESPI) Sobre o tecido muscular, assinale a afirmativa incorreta:

a) a fibra muscular estriada apresenta vários núcleos periféricos, forma filamentar e contração rápida e voluntária.

b) a fibra muscular lisa apresenta um núcleo central, forma fusiforme, contração lenta e involuntária.

c) a fibra muscular cardíaca apresenta vários núcleos periféricos, forma fusiforme e contração lenta e involuntária.

d) a fibra muscular lisa forma camadas evolvendo órgãos e não apresenta discos intercalares.

e) a fibra muscular cardíaca tem forma ramificada com núcleo central e discos intercalares.

10. Sabe-se que um músculo:

- sem ATP e sem fosfocreatina não se contrai.

- não se contrai apenas com fosfocreatina.

- sem ATP mas com fosfocreatina e ADP se contrai.

- sem fosfocreatina mas com ATP se contrai até que todo o ATP tenha sido consumido.

Com base nos dados experimentais apresentados, qual deverá ser a função específica da fosfocreatina?

I   II

0  0 – Fornecer radical fosfato ao ATP.

1  1 – Decompor o ATP durante a contração muscular.

2  2 – Fornecer energia para a glicólise.

3  3 – Reserva energética para refazer o ATP.

4  4 – A reação: ADP + fosfocreatina ATP + creatina, resume o papel da fosfocreatina.

11. (UFSCAR) Se um músculo da perna de uma rã for dissecado e mantido em uma solução isotônica em recipiente hermeticamente fechado, o músculo é capaz de se contrair algumas vezes quando estimulado, mas logo deixa de responder aos estímulos. No entanto, se a solução for arejada, o músculo readquire a capacidade de se contrair quando estimulado. A explicação para o fenômeno é que o ar fornece o gás

a) nitrogênio, necessário à transmissão do impulso nervoso ao músculo.

b) nitrogênio, necessário à síntese dos aminoácidos componentes da miosina.

c) oxigênio, necessário à oxidação da miosina e da actina que se unem na contração.

d) oxigênio, necessário à respiração celular da qual provém a energia para a contração.

e) carbônico, necessário à oxidação do ácido lático acumulado nas fibras musculares.

12. A diminuição do tamanho do miômero de fibra muscular esquelética resulta de:

a) estreitamento das linhas Z, pela saída de actina da miofibrila.

b) estreitamento da zona H, devido ao deslizamento da actina sobre a miosina.

c) aumento das bandas I, e consequente redução das linhas Z e da zona H.

d) aumento da zona H e redução das bandas I, devido à saída de miosina da miofibrila.

13. (UNESP) As lâminas I, II e III representam o aspecto de três tipos de tecido muscular de cães, quando analisados sob microscópio.

As fibras observadas nas lâminas I, II e III foram retiradas, respectivamente, dos músculos:

a) do estômago, do coração e da pata.

b) do coração, da pata e do estômago.

c) da pata, do estômago e do coração.

d) do coração, do estômago e da pata.

e) do estômago, da pata e do coração.

14. (PUCCAMP) As afirmações a seguir referem-se ao tecido muscular.

I. Encontra-se em órgãos viscerais e nas paredes dos vasos sanguíneos.

II. Constitui a maior parte da musculatura dos vertebrados.

III. Apresenta miofilamentos de actina e de miosina.

IV. Possui numerosas estrias transversais.

V. Contrai-se sempre involuntariamente.

Assinale a alternativa que classifica corretamente cada tipo de tecido muscular quanto a essas características.

a) ESTRIADO: IIV

CARDÍACO: IIII

LISO: IIV

b) ESTRIADO: IIV

CARDÍACO: IIIIV

LISO: IIIIIV

c) ESTRIADO: IIIIIV

CARDÍACO: III - IV

LISO: IIIVV

d) ESTRIADO: IIIII - IV

CARDÍACO: IIIIVV

LISO: IIIIV

e) ESTRIADO: IIIIIV

CARDÍACO: IIVV

LISO: IIII

15. Associar os músculos com as funções que desempenham,

A. bíceps

B. costureiro

C. trapézio.

D. deltoide

E. tríceps

I. movimenta a perna para frente

II. sua contração levanta o braço

III. flexiona o antebraço sobre o braço

IV. sua contração levanta o ombro

V. sua contração distende o antebraço

Assinale a resposta cuja associação está correta:

a) A – I / B – II / C – III / D – V / E – IV .

b) A – II / B – V / C – I / D – III / E – IV.

c) A – III / B – I / C – IV / D – II / E – V.

d) A – V / B – III / C – II / D – IV / E – I.

e) A – IV / B – II / C – I / D – III / E – IV.

16. (UFES) Muitas academias de ginástica estimulam seus alunos a passar horas “malhando pesado”, o que pode acarretar fadiga muscular e dores. Esses sintomas devem-se

a) À diminuição da concentração do ATP e consequente acúmulo de ácido lático nas fibras musculares, devido à glicólise anaeróbia.

b) Ao rompimento das fibras musculares, o que impede o deslizamento das miofibrilas.

c) A estimulações repetidas e involuntárias que produzem uma contração muscular uniforme mantida.

d) À queda na concentração plasmática de íons cálcio, impedindo a interação entre a miosina e a actina.

e) Á exaustão da substância neurotransmissora acetilcolina na placa motora.

17. De modo geral, o exercício físico ajuda a reduzir gordura do corpo, que é consumido na “produção” de energia. Energia que pode também ser suprida ao organismo a partir de hidratos de carbono. O gráfico a seguir dá a porcentagem de energia fornecida ao organismo pela gordura e pelo hidrato de carbono, em função do tempo de um exercício físico (numa esteira, por exemplo).

Pela análise do gráfico e seus conhecimentos, podemos afirmar que:

I   II

0   0 – Em repouso, o organismo metaboliza mais um dissacarídeo do que um triglicerídeo.

1   1 – Após 40 minutos de exercício, a glicose deve contribuir energeticamente tanto quanto os ácidos graxos.

2  2 – Com o aumento do  tempo de  exercício, a tendência é consumir mais gordura do que hidratos de carbono.

3  3 – A reserva imediata de energia para a atividade muscular rápida (corrida de 100 m, por exemplo) é a creatina-fosfato,encontrada em grande quantidade nos músculos estriados esqueléticos.

4 4 – O músculo esquelético “branco” apresenta fibras ricas em mioglobina e bem-vascularizadas, tendo uma grande eficiência nos trabalhos musculares prolongados.

18. (UFPI) Com base nas figuras a seguir, assinale a alternativa correta:

a) A figura A representa componente básico na estrutura das artérias.

b) A figura B indica componente básico na estrutura das paredes do coração.

c) A figura C indica componente básico na estrutura das glândulas endócrinas.

d) A figura C apresenta os discos intercalares, característicos de músculos lisos.

e) A figura C indica componente básico na estrutura das glândulas exócrinas.

19. (COVEST) A estriação transversal das fibras musculares esqueléticas é uma expressão da natureza e organização das miofibrilas. O sarcoplasma apresenta faixas claras (isotrópicas), em cuja porção central distinguimos a linha Z e faixas mais densas (anisotrópicas), que apresentam em sua porção central a zona H. Podemos afirmar que o sarcômero está delimitado:

a) Por duas zonas H.

b) Por duas faixas A.

c) Pelos limites de cada faixa A.

d) Por duas linhas Z.

e) Pelos limites de cada faixa.

20. (COVEST) Um pesquisador realizou a seguinte experiência com uma preparação neuro-muscular: aplicou estímulos maximais repetidos no nervo até não mais obter a contração do músculo, em seguida, estimulou o músculo diretamente com estímulos maximais até vê-lo deixar de se contrair. Após alguns segundos, fez nova estimula indireta, não obtendo qualquer contração do músculo, de posse destes resultados admitiu que:

1. O glicogênio muscular havia sido desdobrado.

2. O mediador químico da junção mio-neural tinha sido reduzido ou mesmo se esgotado.

3. Novas moléculas de colinesterase haviam sido formadas.

4. O processo resultante da estimulação maximal repetida era irreversível.

5. O ácido lático havia se acumulado no músculo.

Um outro pesquisador, mais experiente, analisando as suposições do seu colega, concluiu que:

a) Apenas as suposições 1, 2 e 3 estavam corretas.

b) Todas as suposições estavam corretas.

c) Apenas as suposições 1 e 5 eram corretas.

d) Excetuando a suposição 3, as demais estavam corretas.

e) As suposições 3 e 4 eram falsas.

GABARITO

01

02 03 04 05 06 07 08 09

10

C

A VFFFV B A A C E C

FFFVV

11

12 13 14 15 16 17 18 19

20

D

B B D C A FVVFF A D

E

About these ads

Responses

  1. Olá, tenho dúvida na questão 6, será que você pode me explicar?

    • Razi
      06. (UFA) No homem, a atividade contrátil do músculo resulta primariamente da interação de duas proteínas denominadas.
      a) Queratina e miosina.
      b) Actina e miosina.
      c) Gastrina e actina.
      d) Ptialina e actina.
      e) Tripsina e miosina.
      Actina e miosina são proteínas contráteis do músculo (alternativa b).
      Sucesso
      Djalma Santos

  2. Matheus.
    Tenho duvida na questao 1, pode me ajudar ?

    • Caro Matheus
      Veja abaixo a explicação que você solicitou.
      - As células musculares são tão diferenciadas e têm características tão peculiares que seus componentes recebem nomes especiais. A membrana é denominada sarcolema, o citoplasma é chamado sarcoplasma, o retículo endoplasmático é conhecido como retículo sarcoplasmático e as mitocôndrias tomam o nome especial de sarcosomas. Uma das propriedades do tecido muscular é a contratilidade que a capacidade que esse tecido apresenta de responder, como uma modificação de tensão ou de comprimento, a um estímulo eficaz. É dessa propriedade que trata esta questão.
      - Descrição resumida de uma contração muscular.
      1. Inicialmente, um impulso nervoso via neurônio motor, provoca a liberação de acetilcolina dos botões sinápticos, excitando a fibra muscular. A despolarização iniciada na membrana plasmática vai se propagar para o interior da célula por uma rede complexa de inervações tubulares do sarcolema (sistema T). Na extremidade desses túbulos transversais o “sinal” despolarizador passa para o retículo sarcoplasmático, que libera para o sarcoplasma grandes quantidades de íons cálcio que estavam armazenados no seu interior.
      2. A presença dos íons cálcio livre no sarcoplasma e em contato direto com os miofilamentos permite a degradação do ATP, que se transforma em ADP + P, liberando energia. A própria miosina dos filamentos atua como catalisador da reação de degradação do ATP.
      3. A energia liberada com a degradação do ATP é utilizada para o deslizamento das moléculas de actina sobre as de miosina, formando o complexo actomiosina. Assim, cada sarcômero encurta-se e o músculo se contrai. A manutenção do complexo actomiosina demanda “gasto” de energia, isto é, o músculo continuará contraído apenas enquanto houver moléculas de ATP para fornecer energia para a contração.
      - Como você pode deduzir do exposto acima, a contração muscular ocorre quando o cálcio é transportado do retículo sarcoplasmático para o sarcoplasma. Analisando o gráfico, percebe-se que no intervalo de tempo T5 – T8 (alternativa C) há uma elevada quantidade de cálcio no sarcoplasma e uma baixa quantidade no retículo sarcoplasmático, indicando que o cálcio passou do retículo sarcoplasmático para o sarcoplasma.
      Um forte abraço
      Djalma Santos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 180 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: