Publicado por: Djalma Santos | 13 de abril de 2012

Testes de sistema digestório

01. (UFMS) Habilidoso, o homem representou todo o corpo humano em desenhos para estudá-lo. O esquema a seguir representa o processo de deglutição. Sobre esse processo, e correto afirmar:

01

a) O bolo alimentar, constituído por alimento mastigado e misturado a saliva, e empurrado pela língua para o fundo da faringe, rumo ao esôfago.

b) Durante a deglutição, entra em ação um mecanismo que fecha a faringe, canal que conduz ar aos pulmões, evitando que o alimento ingerido penetre nas vias respiratórias.

c) Para não haver passagem do alimento em direção ao sistema respiratório, a epiglote abre a glote e orienta a passagem do alimento para o esôfago.

d) A deglutição ocorre com a passagem do alimento da epiglote para a traqueia e depois para o esôfago.

e) Após devidamente umedecido e lubrificado pela saliva, o bolo alimentar passa pela laringe e vai para o esôfago.

02. (IFPE) A digestão consiste na quebra de moléculas complexas, convertendo-as em moléculas simples para serem absorvidas. Na espécie humana, essa quebra se dá pela ação de enzimas hidrolíticas liberadas durante o percurso do bolo alimentar pelo tubo digestivo. A sincronização entre a passagem do alimento e a liberação de enzimas nos humanos é feita pela ação de alguns hormônios. Sobre esses hormônios e suas respectivas ações, assinale a única afirmativa correta.

a) O hormônio secretina é produzido no duodeno, conduzido até ao estômago, estimulando a secreção do suco gástrico.

b) O hormônio gastrina é produzido no estômago e atua na vesícula biliar estimulando a liberação de bile.

c) O duodeno libera o hormônio secretina que, levado ao pâncreas, estimula a liberação de suco pancreático.

d) É o hormônio enterogastrona que, produzido no intestino delgado, é transportado ao estômago onde estimula a liberação do suco gástrico.

e) O hormônio colecistocinina produzido no fígado estimula as contrações da vesícula biliar e, consequentemente, a liberação de bile para o duodeno.

03. (UERJ) A atividade das enzimas no organismo humano varia em função do pH do meio. Observe o gráfico:

03

A curva que representa a variação da atividade da quimiotripsina, enzima proteolítica encontrada no suco duodenal é a identificada pela seguinte letra:

a) W.

b) X.

c) Y.

d) Z.

04. (UFRN) Os tumores desenvolvidos nas vias biliares podem provocar diferentes sintomas de acordo com a localização específica. Um indivíduo acometido por um tumor que obstrua o ducto comum (indicado com um círculo na figura abaixo) terá como consequência:

04

a) A evacuação de fezes com grande quantidade de gordura.

b) O comprometimento da digestão de gorduras e proteínas.

c) O prejuízo na absorção de aminoácidos.

d) A lesão das células do duodeno.

05. (UFPR) Considere a figura abaixo, que apresenta as principais porções do sistema digestório. A tabela mostra o gradiente de pH e a biomassa bacteriana em algumas dessas porções, listadas em ordem aleatória.

05

A partir das informações apresentadas, é correto afirmar:

a) O pH mais ácido favorece a proliferação bacteriana.

b) A porção 12 apresenta o menor número de células bacterianas por mL.

c) Ao longo do trajeto pelo tubo digestório, o alimento é exposto a um gradiente decrescente de pH.

d) O maior número de células bacterianas por mL é encontrado nas porções 10 e 11.

e) O número de células bacterianas por mL encontrado na porção 7 é maior do que o encontrado na porção 4.

06. (UEM) Sobre o sistema digestório, assinale o que for correto.

I    II

0  0  As vilosidades intestinais, ricamente supridas por capilares sanguíneos e linfáticos, têm como principal função aumentar a superfície de contato, favorecendo a absorção dos nutrientes.

1  1 – Em ruminantes, a obtenção de glicose dos alimentos é favorecida por bactérias e protozoários simbiontes que vivem em seus estômagos produzindo enzimas para a digestão de celulose.

2  2 – O pâncreas é uma glândula que, além de secretar enzimas digestivas, secreta também os hormônios insulina e glucagon.

3  3 – Após uma cirurgia de emergência, uma pessoa teve sua vesícula biliar retirada. Dessa forma, espera-se que essa pessoa deixe de produzir a bile.

4  4 – No intestino delgado do homem, as células das paredes internas secretam vários tipos de fluidos, entre os quais, a pepsina e o ácido clorídrico.

07. (FUVEST) No Egito, muitos artefatos de pedra são vendidos como provenientes dos tempos dos faraós são falsificados. O processo de fabricação consiste em esculpir pequenas pedras e misturá-las com a comida oferecida às galinhas. Atravessando todo o tubo digestório da galinha, as pedras adquirem o aspecto de objetos antigos e desgastados pelo uso. Esse processo de “envelhecimento mecânico” deve-se à ação:

a) Do bico.

b) Do papo.

c) Do estômago químico.

d) Da moela.

e) Do intestino.

08. (PUC-CAMPINAS)

Atenção: Para responder esta questão considere o texto apresentado abaixo.

Nossa dieta é bastante equilibrada em termos de proteínas, carboidratos e gorduras, mas deixa a desejar em micronutrientes e vitaminas. “O brasileiro consome 400 miligramas de cálcio por dia, quando a recomendação internacional é de 1 200 miligramas,”(…). É um problema cultural, mais do que socioeconômico, já que os mais abastados, das classes A e B, ingerem cerca da metade de cálcio que deveriam.

(Revista Pesquisa Fapesp, junho de 2010, p. 56)

No processo digestivo dos seres humanos, moléculas de proteínas, carboidratos e gorduras são quebrados em moléculas menores, respectivamente, pelos sucos:

a) Entérico, gástrico e pancreático.

b) Salivar, salivar e entérico.

c) Salivar, entérico e gástrico.

d) Gástrico, gástrico e entérico.

e) Gástrico, salivar e pancreático.

09. (FEI) A enzima pepsina começa a decompor as proteínas em cadeias muito menores de aminoácidos quando o alimento chega ao estômago. Assinale alternativa que explica o motivo pelo qual a pepsina não destrói as proteínas que compõem o trato digestivo:

a) Porque a pepsina é secretada na forma inativa, chamada pepsinogênio.

b) Porque a pepsina é secretada na forma ativa, chamada pepsinogênio.

c) Porque a pepsina é secretada na forma inativa, chamada tripsinogênio.

d) Porque a pepsina é secretada na forma ativa, chamada tripsinogênio.

e) Porque a pepsina é secretada na forma ativa, chamada enteroquinase.

10. (UECE) O hormônio envolvido no controle da digestão, que é produzido no intestino delgado — estimulado pela acidez do quimo presente no interior deste órgão — e que age (I) no estômago, inibindo a secreção de suco gástrico; (II) no intestino, reduzindo a sua mobilidade e induzindo a secreção de suco entérico; (III) no pâncreas, estimulando a secreção de suco pancreático rico em bicarbonatos; e (IV) no fígado, estimulando a produção de bile é o(a):

a) Secretina.

b) Gastrina.

c) Colecistoquinina.

d) Inibidor gástrico.

11. (UNIMONTES) Quem está de dieta precisa ficar de olho não só no que come, mas também no que bebe. Nos EUA, especialistas em nutrição elaboraram uma espécie de guia sobre bebidas, no qual declaram que 21% das calorias ingeridas por um americano, por dia, vêm daquilo que ele bebe. O esquema a seguir mostra várias opções de líquidos que estão relacionados com esse assunto. Observe-o.

11

De acordo com o esquema apresentado e o assunto abordado, analise as afirmativas abaixo e assinale a que representa uma relação correta com o líquido indicado.

a) V – Fornece apenas proteínas.

b) IV – Não acrescenta calorias e nutrientes à dieta.

c) III – Ingerir a sua matéria-prima é mais recomendado.

d) II – Não tem caloria, mas pode lesar o organismo humano.

12. (PUC-SP) “Após o processo de digestão, moléculas de glicose são armazenadas no ….I…. na forma de glicogênio. Daí, a glicose é encaminhada para o sangue, sendo sua taxa controlada pela insulina, hormônio produzido no ….II…. .”

No trecho acima, as lacunas I e II devem ser preenchidas, correta e respectivamente, por:

a) fígado e duodeno.

b) fígado e pâncreas.

c) pâncreas e fígado.

d) pâncreas e duodeno.

e) duodeno e pâncreas.

13. (COVEST) Observe as proposições abaixo sobre o processo digestivo dos animais:

I  II

0 0 – Os artrópodes e moluscos  são os  primeiros  animais na  escala evolutiva a apresentarem glândulas como fígado e pâncreas, que secretam grandes quantidades de enzimas digestivas.

1 1 – O início  da digestão dos  alimentos nos  seres humanos se dá na boca, onde o amido é transformado em fragmentos menores e maltose, por ação da amilase salivar.

2 2 – No estômago dos seres humanos, o ácido clorídrico ativa o tripsinogênio, transformando-o em tripsina que degrada proteínas em peptídeos e aminoácidos.

3 3 – Nos seres  humanos, o  quimo,  quando  entra  em contato  com a parede intestinal, estimula a produção de colecistocinina e secretina que agem sobre o pâncreas e a vesícula biliar, estimulando-os a lançar no duodeno o suco pancreático e a bile, respectivamente.

4 4 – A finalização  do processo  digestivo  ocorre, nos seres humanos, no intestino grosso por ação do suco intestinal que contém maltase, sacarase, lactase, erepsina, aminopetidases e lipases.

14. (MACK) Assinale a alternativa correta a respeito do processo digestivo.

a) A digestão enzimática de carboidratos só se inicia no duodeno.

b) O pH ácido do estômago inativa todas as enzimas digestivas.

c) A retirada da vesícula biliar pode provocar dificuldade de digestão de lipídios, devido à falta de enzimas.

d) A superfície interna do jejuno-íleo apresenta dobras para facilitar a absorção de nutrientes.

e) As bactérias presentes no intestino grosso são parasitas, mas só provocam sintomas quando seu número se eleva muito.

15. (FEI) A moela, porção do sistema digestório de alguns animais, é uma estrutura muito musculosa que atua fragmentando os alimentos duros. Na moela, podem ser encontradas pedras ingeridas pelo animal. Assinale a alternativa que apresenta representantes portadores de moela:

a) Aves e mamíferos.

b) Minhocas e mamíferos.

c) Moluscos e minhocas.

d) Minhocas e aves.

e) Aves e moluscos.

16. (COVEST) No Brasil o número de adeptos do vegetarianismo estrito, ou seja, aqueles que somente admitem vegetais na dieta vêm crescendo nos últimos anos. Considerando este tipo de dieta e o processo de digestão dos alimentos realizado pelos órgãos ilustrados abaixo, considere as afirmativas a seguir:

16

I   II

0  0 – Dietas vegetarianas são ricas em vitaminas, tais como Riboflavina (B2) e Filoquinona (K), que são importantes na respiração celular e na coagulação sanguínea, respectivamente.

1 1 – O consumo estrito de legumes, frutas, verduras e cereais não fornece todos os aminoácidos essenciais, necessários à constituição de proteínas e enzimas.

2 2 – Proteínas vegetais ingeridas são degradadas por ação da pepsina, produzida pelo órgão “1”, e da quimotripsina e tripsina, secretadas pelo órgão “2”no intestino.

3  3 – A ausência do órgão “3”, não compromete a capacidade de digerir gorduras vegetais, mas a ausência do órgão “4”, impede a secreção de enzimas tais como a RNAse, DNAse e Lipase.

4 4 – A redução cirúrgica do tamanho do órgão “1”em pessoas com obesidade mórbida, diminui a produção de gastrina, o que leva a redução de peso de forma semelhante a quem somente ingere vegetais.

17. (UPE)

17

“A pior experiência recente em que a interferência humana se provou desastrosa aconteceu na criação de vacas e bois. Esses animais são vegetarianos estritos. Os criadores europeus, para apressar e aumentar a engorda transformaram-nos em carnívoros ao alimentá-los com rações produzidos com restos de outros animais. O uso de animais doentes para alimentar sadios gerou a atual epidemia vaca louca….”

Revolução dos Bichos – Revista Veja 18/04./01

Quais informações abaixo confirmam ou não a adaptação desses animais ao hábito alimenta herbívoro?

I   II

0   0 – O alimento é deglutido e conduzido diretamente ao rúmen ou pança, uma das pastes do estômago que apresenta 3 outros compartimentos, denominados: retículo ou barrete, omaso ou folhoso e abomaso ou coagulador.

1   1 – A digestão ocorre pela ação de microrganismo presentes no rúmen e no retículo, que produzem celulase, uma enzima que digere a celulose.

2  2 – A associação entre os microrganismos e esses animais estabelece uma interdependência fisiológica característica do mutualismo obrigatório, um exemplo de relação harmônica interespecífica.

3  3 – No coagulador, conhecido como estômago químico, a ação do ácido clorídrico e da pepsina, ai produzidos, causa a fermentação do alimento ingerido e consequente digestão das proteínas e lipídios, liberando ácidos graxos, metano e dióxido de carbono.

4  4 – Apresentam intestino mais curto em relação aos animais carnívoros do mesmo tamanho, razão pela qual a maior parte do processo de digestão acontece nos compartimentos do estômago.

18. (UECE) Ruminantes são mamíferos herbívoros que se diferenciam de outros mamíferos por serem capazes de digerir a celulose ingerida na alimentação. Esses animais são capazes de digerir a celulose dos vegetais porque:

a) Em seu intestino existem glândulas capazes de produzir enzimas que hidrolisam a celulose.

b) Em sua saliva existem fungos capazes de digerir a celulose durante os períodos de ruminação.

c) Em suas câmaras gástricas existem vermes que se alimentam do vegetal e defecam o material digerido e preparado para a absorção.

d) Ao longo do seu aparelho digestivo, existem bactérias e protozoários que realizam a digestão do polissacarídeo presente na parede celulósica dos vegetais.

19. (UEL)Durante o processo de digestão da celulose por alguns microrganismos presentes no estômago dos ruminantes, há a produção de gás metano.

Com base no enunciado e nos seus conhecimentos sobre o sistema digestório dos artiodáctilos ruminantes, assinale a alternativa correta.

a) Os microrganismos celulolíticos se multiplicam na câmara chamada coagulador.

b) O estômago dos ruminantes é dividido em cinco câmaras.

c) Os microrganismos metanogênicos pertencem ao grupo das bactérias.

d) O suco gástrico é secretado na câmara denominada barrete.

e) Um papo ou proventrículo precede o estômago desses animais.

20. Em três tubos de ensaio foram colocadas as seguintes misturas:

Tubo 1:clara de ovo, saliva, hidróxido de sódio.

Tubo 2:macarrão, suco gástrico, ácido acético.

Tubo 3:batata, suco pancreático, hidróxido de amônio.

Todos esses tubos foram mantidos por quatro horas a uma temperatura de 37oC. Após esse tempo, onde poderia ser encontrada maltose?

a) No tubo 1, apenas.

b) Nos tubos 1 e 2, apenas.

c) Nos tubos 1 e 3, apenas.

d) Nos tubos 2 e 3, apenas.

e) No tubo 3, apenas.

21. (COVEST) Observe o diagrama abaixo e assinale a alternativa que indica os órgãos que produzem enzimas proteolíticas:

21

a) 1 e 2.

b) 4 e 5.

c) 3, 5 e 6.

d) 1, 2 e 3.

e) 2 e 3.

22. (UNICENTRO) Os mamíferos ruminantes possuem trato digestivo especializado para a digestão da celulose. Considerando aspectos anatômicos e fisiológicos, pode-se apontar, como uma característica dos ruminantes:

a) A regurgitação do bolo alimentar para eliminação de substâncias fibrosas e indigestas pela boca.

b) A presença de bactérias e protozoários que fazem respiração aeróbica para acidificar o abomaso.

c) A relação de simbiose com leveduras especializadas na degradação de celulose e outras fibras vegetais.

d) A produção de saliva que serve como meio de fermentação para manter bactérias e protozoários no rúmen.

e) O estômago ser seguido por um único compartimento, o rúmen, onde a celulose é absorvida pelo organismo.

23. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0 0 – Da secreção de certa região do tubo digestivo de um cachorro foi purificada certa enzima, a qual foi distribuída por quatro tubos de ensaio contendo as substâncias especificadas na figura a seguir. Após duas horas, à temperatura de 38oC, ocorreu digestão apenas no tubo 2. Com base no resultado obtido, podemos afirmar que a citada enzima foi retirada do estômago do animal.

23

1 1 – A existência  de  uma doença degenerativa no pâncreas prejudicará a digestão de proteínas, lipídios e açúcares.

2 2 – Considerando o sistema digestivo humano, os aminoácidos passam para a corrente sanguínea no intestino delgado.

3 3 – Com relação ao processo nutricional, podemos afirmar que a assimilação antecede a digestão.

4  4 – Dos sucos digestivos, o mais rico em enzima é o suco gástrico.

24. (UFOP) Para certo experimento, quatro tubos de ensaio foram montados da seguinte maneira:

Tubo 1 – solução de água e açúcar de cana

Tubo 2 – emulsão que contém triacilgliceróis

Tubo 3 – solução de caseína

Tubo 4 – solução de amido

Para que ocorra reação enzimática com formação específica de produtos, a ordem correta de enzimas adicionadas deverá ser a seguinte:

a) Lipase, sacarase, tripsina e amilase.

b) Sacarase, lipase, tripsina e amilase.

c) Amilase, tripsina, lipase e sacarase.

d) Sacarase, tripsina, lipase e amilase.

25. (CESGRANRIO) O esquema a seguir representa interações hormonais que auxiliam na liberação de secreções no sistema digestivo humano.

25

Assinale a única opção que não está de acordo com o processo digestivo no homem.

a) A colecistocinina desencadeia o esvaziamento da vesícula biliar no duodeno.

b) A secretina estimula a liberação do suco pancreático no duodeno.

c) A gastrina propicia o aumento das secreções gástricas com seu conteúdo proteolítico.

d) A vesícula biliar libera suas enzimas lipolíticas estimulada pela colecistocinina.

e) O pâncreas, estimulado pela secretina, possibilita a alcalinização do intestino delgado.

26. (UEM) Assinale o que for corretosobre a alimentação e o sistema digestório de vertebrados.

I   II

0  0 – Desde a fase larval até a fase adulta, as lampreias são ectoparasitas de peixes, cuja boca tem forma de ventosa e sua glândula salivar produz uma substância anticoagulante.

1  1 – A função da válvula espiral em condrictes é a de retardar o trânsito dos alimentos, dando mais tempo à digestão, além de aumentar a área intestinal de absorção de nutrientes.

2  2 – Os actinopterígios têm sistema digestório incompleto, semelhante ao dos condrictes, inclusive com válvula espiral.

3  3 – Os anuros adultos são carnívoros, alimentando-se, em geral, de insetos, vermes e outros invertebrados.

4  4 – O estômago das aves, independente do hábito alimentar, é dividido em três partes: papo, proventrículo e moela.

27. (COVEST) Para que haja absorção de nutrientes pelo organismo humano, é necessário que os alimentos sejam digeridos e metabolizados. Em relação à digestão, pode-se afirmar que:

I   II

0   0 – Secretina é um hormônio lançado na circulação após estimulação da parede do duodeno pelo quimo ácido. Atinge o pâncreas, estimulando-o a produzir uma secreção rica em bicarbonato de sódio.

1   1 – O suco pancreático é um importante suco digestivo composto por várias enzimas, entre elas a tripsina, que atua sobre as proteínas.

2  2 – O intestino delgado também produz enzimas digestivas que agem sobre lipídios e carboidratos, sendo a pepsina intestinal o principal agente atuante sobre as proteínas.

3   3 – Ácido clorídrico e pepsina são substâncias fundamentais na digestão de alimentos. Eles são produzidos pelo estômago.

4  4 – O hormônio enterogastrona atua estimulando a contração da vesícula biliar, que determina a expulsão da bile.

28. (CEFET-SP) O processo da digestão humana consiste na transformação de macromoléculas em micromoléculas para que possam ser assimiladas e aproveitadas pelas células. A respeito de dois nutrientes, X e Y, sabe-se que depois de ingeridos, o primeiro é parcialmente digerido na boca, enquanto o segundo não sofre modificação no aparelho digestivo. Os nutrientes X e Y são, respectivamente:

a) As vitaminas e as proteínas.

b) Os carboidratos e as vitaminas.

c) Os lipídeos e as proteínas.

d) Os lipídeos e os carboidratos.

e) Os sais minerais e as vitaminas.

29. (F. F. O. Diamantina) Quando o alimento chega ao I, estimula a secreção de II, que, em seguida, é levado pelo sangue, provocando então a alta secreção de III. As palavras que substituem corretamente os números I, II e III são, respectivamente:

a) Duodeno, secretina, ptialina.

b) Estômago, gastrina, suco gástrico.

c) Fígado, colecistoquinina, suco pancreático.

d) Estômago, tripsina, ácido clorídrico.

e) Pâncreas, colecistoquinina, suco pancreático.

30. (PUCCAMP)

A MÁQUINA A VAPOR: UM NOVO MUNDO, UMA NOVA CIÊNCIA.

1. As primeiras utilizações do carvão mineral verificaram-se esporadicamente até o século Xl; ainda que não fosse sistemática, sua exploração ao longo dos séculos levou ao esgotamento das jazidas superficiais (e também a fenômenos de poluição atmosférica, lamentados já no século XIII). A necessidade de se explorarem jazidas mais profundas levou logo, já no século XVII, a uma dificuldade: a de ter que se esgotar a água das galerias profundas. O esgotamento era feito ou à força do braço humano ou mediante uma roda, movida ou por animais ou por queda d’água. Nem sempre se dispunha de uma queda d’água próxima ao poço da mina, e o uso de cavalos para este trabalho era muito dispendioso, ou melhor, ia contra um princípio que não estava ainda formulado de modo explícito, mas que era coerentemente adotado na maior parte das decisões produtivas: o princípio de se empregar energia não alimentar para obter energia alimentar, evitando fazer o contrário. O cavalo é uma fonte de energia melhor do que o boi, dado que sua força é muito maior, mas são maiores também suas exigências alimentares: não se contenta com a celulose – resíduo da alimentação humana-, mas necessita de aveia e trevos, ou seja, cereais e leguminosas; compete, pois, com o homem, se considera que a área cultivada para alimentar o cavalo é subtraída da cultivada para a alimentação humana; pode-se dizer, portanto, que utilizar o cavalo para extrair carvão é um modo de utilizar energia alimentar para obter energia não alimentar. Daí a não economicidade de sua utilização, de modo que muitas jazidas de carvão que não dispunham de uma queda d’água nas proximidades só puderam ser exploradas na superfície. Ainda hoje existe  certo perigo de se utilizar energia alimentar para se obter energia não alimentar: num mundo que conta com um bilhão de desnutridos, há quem pense em colocar álcool em motores de automóveis. Esta será uma solução “econômica” somente se os miseráveis continuarem miseráveis.

2. Até a invenção da máquina a vapor, no fim do século XVII, o carvão vinha sendo utilizado para fornecer o calor necessário ao aquecimento de habitações e a determinados processos, como o trato do malte para preparação da cerveja, a forja e a fundição de metais. Já o trabalho mecânico, isto é, o deslocamento de massas, era obtido diretamente de  outro trabalho mecânico: do movimento de uma roda d’água ou das pás de um moinho a vento.

3. Aaltura a que se pode elevar uma massa depende, num moinho a água, de duas grandezas: o volume d’água e a altura de queda. Uma queda d’água de cinco metros de altura produz o mesmo efeito quer se verifique entre 100 e 95 metrosde altitude, quer se verifique entre 20 e 15 metros. As primeiras considerações sobre máquinas térmicas partiram da hipótese de que ocorresse com elas um fenômeno análogo, ou seja, que o trabalho mecânico obtido de uma máquina a vapor dependesse exclusivamente da diferença de temperatura entre o “corpo quente” (a caldeira) e o “corpo frio” (o condensador). Somente mais tarde o estudo da termodinâmica demonstrou que tal analogia com a mecânica não se verifica: nas máquinas térmicas, importa não só a diferença temperatura, mas também o seu nível; um salto térmico entre 50°C e 0°C possibilita obter um trabalho maior do que o que se pode obter com um salto térmico entre 100°C e 50°C. Esta observação foi talvez o primeiro indício de que aqui se achava um mundo novo, que não se podia explorar com os instrumentos conceituais tradicionais.

4. O mundo que então se abria à ciência era marcado pela novidade prenhe de consequências teóricas: as máquinas térmicas, dado que obtinham movimento a partir do calor, exigiam que se considerasse um fator de conversão entre energia térmica e trabalho mecânico. Aí, ao estudar a relação entre essas duas grandezas, a ciência defrontou-se não só com um princípio de conservação, que se esperava determinar, mas também com um princípio oposto. De fato, a energia, a “qualquer coisa” que torna possível produzir trabalho – e que pode ser fornecida pelo calor, numa máquina térmica, ou pela queda d’água, numa roda/turbina hidráulica, ou pelo trigo ou pela forragem, se são o homem e o cavalo a trabalhar – a energia se conserva, tanto quanto se conserva a matéria. Mas, a cada vez que a energia se transforma, embora não se altere sua quantidade, reduz-se sua capacidade de produzir trabalho útil. A descoberta foi traumática: descortinava um universo privado de circularidade e de simetria, destinado à degradação e à morte.

5. Aplicada à tecnologia da mineração, a máquina térmica provocou um efeito de feed-back positivo: o consumo de carvão aumentava a disponibilidade de carvão. Que estranho contraste! Enquanto o segundo princípio da termodinâmica colocava os cientistas frente à irreversibilidade, à morte, à degradação, ao limite intransponível, no mesmo período histórico e graças à mesma máquina, a humanidade se achava em presença de um “milagre”. Vejamos como se opera este “milagre”: pode-se dizer que a invenção da máquina a vapor nasceu da necessidade de exploração das jazidas profundas de carvão mineral; o acesso às grandes quantidades de carvão mineral permitiu, juntamente com um paralelo avanço tecnológico da siderurgia – este baseado na utilização do coque (de carvão mineral) – que se construíssem máquinas cada vez mais adaptáveis a altas pressões de vapor. Era mais carvão para produzir metais, eram mais metais para explorar carvão. Este imponente processo de desenvolvimento parecia trazer em si uma fatalidade definitiva, como se, uma vez posta a caminho, a tecnologia gerasse por si mesma tecnologias mais sofisticadas e as máquinas gerassem por si mesmas máquinas mais potentes. Uma embriaguez, um sonho louco, do qual só há dez anos começamos a despertar.

6. “Mais carvão se consome, mais há à disposição”. Sob esta aparência inebriante ocultava-se o processo de decréscimo da produtividade energética do carvão: a extração de uma tonelada de carvão no século XIX requeria, em média, mais energia do que havia requerido uma tonelada de carvão extraída no século XVIII, e esta requererá mais energia do que uma tonelada de carvão extraída no século XVII. Era como se a energia que se podia obter da queima de uma tonelada de carvão fosse continuamente diminuindo.

7. Começava a revelar-se uma nova lei histórica, a lei da produtividade decrescente dos recursos não renováveis; mas os homens ainda não estavam aptos a reconhecê-la.

(Laura Conti. Questo pianeta, Cap.10. Roma: Editori Riuniti, 1983. Traduzido e adaptado por Ayde e Veiga Lopes)

O texto compara o cavalo com o boi como fonte de energia para o trabalho. Sobre esses dois animais, fizeram-se as seguintes afirmações:

I. São mamíferos ruminantes.

II. Seus sucos digestivos não contêm celulase.

III. A digestão de celulose é efetuada por microorganismos simbiontes em ambos os animais.

IV. No cavalo, os microrganismos localizam-se no ceco intestinal, enquanto que no boi localizam-se no estômago.

São corretas:

a) I, II e III, somente.

b) I, II e IV, somente.

c) I, III e IV, somente.

d) II, III e IV, somente.

e) I, II, III e IV.

31. (MACK) A nutricionista Valéria Ribeira, da Universidade Federal de Viçosa,em Minas Gerais, avaliou o padrão alimentar de 185 calouros da instituição, dos quais 85% moram sozinhos ouem repúblicas. Comprovouo desmazelo típico da fase dos 18 anos. A maioria deles despreza alguma refeição principal (57%), rejeita hortaliças (79%) e só 25% consomem frutas cinco ou mais vezes por semana. Cerca de 57% levam vida sedentária e a maioria consome álcool.

                                                 (Revista Época – 26/03/2003)

Esse modo de vida pode provocar várias alterações no equilíbrio do organismo. Dentre essas alterações não se pode citar:

a) O aumento do risco de infarto, pela combinação de ingestão de álcool e hábito sedentário.

b) A desnutrição, por não realizar refeições principais regularmente.

c) A diminuição dos movimentos peristálticos, por falta de fibras vegetais obtidas das hortaliças.

d) As hipovitaminoses, como consequência da falta de frutas, importantes fontes de vitaminas.

e) A diminuição da massa muscular, por falta de proteínas obtidas dos vegetais.

32. (UEL) “A maior parte dos nutrientes encontrados nos alimentos apresentam-se na forma de grandes moléculas que não podem ser absorvidas pelo intestino, devido ao seu tamanho ou pelo fato de não serem solúveis. O sistema digestório humano é responsável por reduzir essas moléculas em unidades que são prontamente absorvidas. Os mecanismos absortivos e de transporte são cruciais para a liberação de produtos de digestão para as unidades celulares. Mesmo na presença de uma dieta adequada, os desarranjos deste sistema podem resultar em desnutrição.”

(Adaptado de: MAHAM, L.K.; ESCOTT-STUMP, S. “Alimentos, nutrição e dietoterapia”. 9. ed. São Paulo: Roca. 1998.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, assinale a alternativa correta.

a) A água, os dissacarídeos e os polissacarídeos são absorvidos na sua forma original, ao passo que os monossacarídeos, vitaminas e minerais precisam ser degradados para serem absorvidos.

b) A absorção é um processo simples, no qual os nutrientes passam através das células mucosas para dentro da corrente sanguínea pelo processo de transporte ativo.

c) O contato do quimo com a mucosa intestinal estimula a liberação de enteroquinase, uma enzima que transforma o tripisinogênio pancreático ativo em tripisina ativa, a qual tem por função ativar outras enzimas proteolíticas.

d) A enzima ptialina hidrolisa o amido e os ácidos graxos em dextrinas e maltoses. Esta reação se dá no estômago quando em contato com o ácido clorídrico, pois a hidrolisação dessas substâncias se dá em meio de pH baixo.

e) A celulose, hemicelulose, pectinas e outras formas de fibras são parcialmente digeridas pelos humanos através da ação das amilases salivar e pancreática, pois as mesmas degradam as paredes celulares.

33. (COVEST) A motilidade e as secreções do sistema digestivo são controladas por mecanismos neurais e hormonais que garantem a perfeita digestão e a absorção do alimento. Sobre esse assunto, analise as afirmativas abaixo.

I   II

0   0 – A secreção salivar começa a ser estimulada pela presença do alimento na cavidade oral.

1  1 – A presença de alimento no estômago estimula a secreção do hormônio gastrina, que induz a produção do suco gástrico, rico em ácido clorídrico e pepsina.

2  2 – A acidez do quimo que chega ao duodeno estimula a produção de secretina, que é levada pelo sangue ao pâncreas, estimulando, assim, a secreção de bicarbonato de sódio.

3  3 – A presença de gorduras no alimento estimula a produção de colecistoquinina, que vai inibir a secreção pancreática e a liberação de bile pela vesícula.

4 4 – A função da enterogastrona é estimular o esvaziamento gástrico pelo aumento dos movimentos peristálticos.

34. (UECE) Assinale a alternativa em que há uma correspondência correta da segunda coluna com o enunciado da primeira coluna:

Primeira Coluna

I. Tem função no processo digestivo e armazena glicogênio

II. Digestão de proteínas

III. Tripsina

IV. Absorção de sais

V. Ptialina

Segunda Coluna

(   ) Intestino grosso

(   ) Boca

(   ) Pâncreas

(   ) Fígado

(   ) Estômago

a) IV, II, III, I e V.

b) IV, V, III, I e II.

c) II, IV, III, V e I.

d) V, IV, III, I e II.

35. (PUCCAMP) Na época de Colombo, a batata era cultivada nas terras altas da América do Sul e se tornou um dos mais importantes alimentos da Europa durante dois séculos, fornecendo mais do que duas vezes a quantidade de calorias por hectare do que o trigo. Atualmente, se o convidarem para saborear um belo cozido português, certamente a última coisa que experimentará entre as iguarias do prato será a batata, pois ao ser colocada na boca sempre parecerá mais quente. … Mas será que ela está sempre mais quente, uma vez que todos os componentes do prato foram cozidos juntos e saíram ao mesmo tempo da panela?

(Adaptado de P. H. Raven, et all: Biologia Vegetal. Guanabara: Koogan-2001 e Anibal Figueiredo e Maurício Pietrocola. “Física – um outro lado – Calor e temperatura”. São Paulo: FTD, 1997)

Quando se come um cozido, as batatas e a carne começam a ser digeridas, respectivamente:

a) No estômago e na boca.

b) Na boca e no estômago.

c) Na boca e no duodeno.

d) No estômago e no duodeno.

e) no duodeno e no estômago.

36.  Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0  0 – A vesícula biliar produz uma substância que emulsiona as gorduras.

1  1 – O suco pancreático é levado ao duodeno pelo colédoco e a bile, pelo canal de Wirsung.

2 2 – A válvula  espiral,  encontrada no tubo  digestivo de certos peixes corresponde, funcionalmente, à moela das aves e à bolsa denominada coagulador, do estômago dos ruminantes.

3 3 – Os açúcares, as gorduras, a água e as proteínas são considerados nutrientes essencialmente energéticos.

4  4 – O estômago químico das aves é a moela, onde tem início a digestão das proteínas.

37. (PUC-CAMPINAS) “A reação comum na digestão é a ….X…. na qual proteínas são convertidas em ….Y…., hidratos de carbono em monossacarídeos e gorduras em ácidos carboxílicos e ….Z…. . A reação desses substratos com a água é catalisada por ….W…. que são proteínas”.

Completa-se corretamente o texto acima substituindo-se X, Y, Z e W, respectivamente, por:

a) oxidação, aminoácidos, etanol e vitaminas.

b) hidrólise, vitaminas, glicerol e enzimas.

c) redução, aminoácidos, glicerol e vitaminas.

d) hidrólise, aminoácidos, glicerol e enzimas.

e) oxidação, vitaminas, etanol e enzimas.

38. (PUC-MG) A seguir estão representados os tubos digestórios de dois diferentes animais.

38

De acordo com seus conhecimentos sobre nutrição e sistemas digestórios de vertebrados, é incorreto afirmar:

a) A digestão de proteínas, de origem animal ou vegetal, inicia-se no estômago e deve terminar no intestino delgado, onde ocorre a absorção dos aminoácidos.
b) No intestino grosso dos dois animais, ocorre reabsorção de água e de alguns sais.
c) O grande tamanho do ceco do herbívoro quando comparado ao do carnívoro relaciona-se com o aproveitamento da celulose.
d) Devido à grande quantidade de fibras vegetais na sua dieta, os herbívoros representados são ruminantes.

39. (PUCCAMP) Uma determinada enzima, retirada de um órgão do aparelho digestivo de um mamífero, foi distribuída igualmente em 8 tubos de ensaio. O tipo de alimento e o pH de cada tubo estão informados na tabela a seguir.

Tubos de ensaio

Alimentos adicionados

pH

I

Pão

12,0

II

Pão

7,0

III

Carne

3,0

IV

Carne

7,0

V

Arroz

12,0

VI

Arroz

3,0

VII

Ovo

12,0

VIII

Ovo

7,0

Os tubos de ensaio foram mantidos a37°C e após 10 horas observou-se digestão do alimento apenas no tubo III. Com base nesses dados, é possível concluir que a enzima utilizada e o órgão de onde foi retirada são, respectivamente:

a) Amilase pancreática e intestino.

b) Maltase e estômago.

c) Tripsina e intestino.

d) Ptialina e boca.

e) Pepsina e estômago.

40. (PUCCAMP) Celulose, amido e glicogênio são polissacarídeos que fazem parte de muitos alimentos. Ruminantes e outros herbívoros utilizam como nutrientes esses três polissacarídeos. Isso porque são capazes de transformar (I) e (II) em glicose e, nos seus tubos digestivos vivem, em associação mutualística, microrganismos capazes de digerir (III). Para completar essa frase corretamente, basta substituir I, II e III, respectivamente, por:

a) Amido, glicogênio e celulose.

b) Amido, celulose e glicogênio.

c) Glicogênio, celulose e amido.

d) Celulose, glicogênio e amido.

e) Celulose, amido e glicogênio.

41. (PUC-PR) Com o nome de laterna-de-aristóteles, conhece-se o órgão animal que ocorre:

a) No olho de certos peixes que habitam o fundo dos oceanos.

b) No sistema ovopositor de certos crustáceos.

c) No sistema sensorial dos rotíferos.

d) Nas antenas dos aracnídeos.

e) No sistema digestivo de equinodermos, mais propriamente no ouriço-do-mar.

42. Ao ingerirmos um sanduíche (pão, alface, queijo, carne e tomate), introduzimos substâncias que são essenciais para o nosso organismo. Sobre esse assunto é incorreto afirmar que:

a) Como o pão contém amido, um carboidrato, ele vai começar a ser “quebrado” na boca pela saliva que contém a enzima ptialina.

b) A alface contém fibras que auxiliam na formação do bolo fecal.

c) O queijo contém muita gordura que é classificada como carboidrato.

d) As proteínas da carne são digeridas no estômago pela pepsina.

e) O tomate é rico em caroteno, licopeno, sais minerais e vitaminas.

43. (COVEST) Tarde da noite, estudando para o vestibular, Luís fez uma pausa para um lanche. Foi à cozinha e se serviu de um pão com queijo e um copo de leite. Enquanto comia, aproveitou para revisar mentalmente uma das lições que havia estudado. Aplicando o que havia aprendido ao alimento que estava consumindo, concluiu que:

I   II

0  0 – O bolo alimentar formado na boca, umedecido pela saliva, era empurrado pela língua para a faringe, seguindo para o esôfago, de onde, por ação da gravidade, passava para o estômago.

1  1 – No estômago, as proteínas e a gordura do queijo irão sofrer a ação das enzimas pepsina e lipase, respectivamente.

2  2 – A ação da pepsina é favorecida pelo ácido clorídrico, contido no suco gástrico, que mantém o pH adequado para a atuação desta enzima.

3  3  – Os peptídeos resultantes da degradação das proteínas, no estômago, serão convertidos em ácidos graxos e glicerol no intestino delgado.

4 4  – A lactase, enzima encontrada no estômago atuará sobre a lactose do leite, transformando-a em sacarose.

44. (UNIRIO) O esquema a seguir apresenta partes do aparelho digestivo humano com órgãos numerados de I a V.

44

Em relação à bile, podemos afirmar corretamente que é produzida no órgão:

a) I e armazenada no órgão II.

b) I e secretada para o órgão IV.

c) I e contém enzimas que digerem as gorduras.

d) II e armazenada no órgão I.

e) II e secretada para o órgão IV.

45. (PUC-RJ) “Quando os alimentos passam pelo esôfago, uma espécie de tampa de cartilagem fecha a traqueia. Com a idade, a perda progressiva do tônus muscular leva a um fechamento menos perfeito, aumentando o risco da entrada de alimentos líquidos ou sólidos na traqueia”.

    Adaptado de Scientific American – Brasil, no 4, setembro de 2002.

Em relação ao texto acima, indique a opção que apresenta o nome correto dessa tampa protetora do tubo respiratório, e a condição que justifica sua existência.

a) Glote, em função de a boca ser um órgão comum de passagem tanto do aparelho digestório como do respiratório.

b) Proglote, em função de o esôfago ser um órgão comum de passagem tanto do aparelho digestório como do respiratório.

c) Epiglote, em função de a faringe ser um órgão comum de passagem tanto do aparelho digestório como do respiratório.

d) Glote, em função de a faringe ser um órgão comum de passagem tanto do aparelho digestório como do respiratório.

e) Epiglote, em função de a boca ser um órgão comum de passagem tanto do aparelho digestório como do respiratório.

46. (CEFET-PR) “POR QUE SALIVAMOS DIANTE DE UMA COMIDA APETITOSA?”

Isso acontece porque o organismo já está se preparando antecipadamente para a digestão. A visão do prato e seu cheiro estimulam o cérebro que, por sua vez, aciona as glândulas produtoras de saliva, secreção que tem a função de ajudar o aparelho digestivo a decompor a comida ingerida. Essa reação é um exemplo de reflexo condicionado.

(Superinteressante, ed .177, julho 2002, pág. 31)

A pergunta acima foi enviada à revista, e a respeito desse assunto poderíamos complementar a resposta correta afirmando o seguinte:

a) A ação da ptialina ocorre em meio com pH ácido, tanto na boca quanto no estômago.

b) A saliva contém uma enzima, a ptialina, que inicia a digestão do amido formando maltose.

c) A digestão do amido realiza-se exclusivamente na boca.

d) A saliva contém enzimas, como as lípases, que digerem gorduras.

e) A ptialina presente na saliva realiza a digestão das proteínas.

47. (MARCK) Num experimento, uma quantidade de margarina foi colocada em um tubo de ensaio contendo soro fisiológico. A esse tubo foi adicionada certa quantidade de uma secreção digestiva. Após alguns minutos, em estufa a 37oC, verificou-se que havia inúmeras gotículas gordurosas, mas não havia ocorrido digestão química. Indique a alternativa que apresenta o nome dessa secreção e o órgão de onde ela foi retirada.

a) Saliva; boca.

b) Bile; vesícula biliar.

c) Suco pancreático; intestino grosso.

d) Suco gástrico; estômago.

e) Suco entérico; duodeno.

48. (UEL) Muitos vertebrados apresentam notáveis modificações estruturais no aparelho digestório, de forma que seja possível aproveitar mais eficientemente os recursos alimentares. Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir:

I. O papo do pardal é uma parte dilatada do estômago no qual ocorrem acúmulo e digestão química do alimento, permitindo, desta forma, servi-lo já digerido aos seus filhotes.

II. O intestino do tubarão-branco é relativamente curto, mas, para aumentar a superfície de absorção de nutrientes por esse órgão, apresenta uma estrutura conhecida como válvula espiral.

III. A ausência de dentes nas aves restringe a exploração de diferentes itens alimentares, limitando o número de grupos tróficos nessa classe, ao contrário do que ocorre nos mamíferos, que apresentam dentes.

IV. Carneiros apresentam estômago dividido em quatro câmaras e uma associação mutualística com microrganismos produtores de celulase.

A alternativa que contém todas as afirmativas corretas é:

a) I e II.

b) I e III.

c) II e IV.

d) I, II e IV.

e) II, III e IV.

49. (UNIMONTES)  Aparelho digestivo ou sistema digestório, como recomenda a nova nomenclatura, é composto de uma série de órgãos tubulares interligados, formando um único tubo que se estende desde a boca até o ânus. Alguns órgãos que compõem esse sistema estão evidenciados na figura abaixo. Observe-a:

49

Considerando a figura e o assunto abordado, analise as alternativas abaixo e assinale a que representa o órgão em que é produzida a enzima pepsina.

a) II.

b) III.

c) IV.

d) I.

50. (UFPR) Seja uma refeição composta de arroz, salada de folhas verdes e um pedaço de carne com uma grande camada de gordura. Sobre o processo de digestão dos alimentos apresentados, considere as seguintes afirmativas:

1. A carne é digerida principalmente pela pepsina, no estômago, e depois pela tripsina, no duodeno.

2. A celulose proveniente das folhas verdes é digerida pela boca, originando glicose e maltose.

3. O arroz é rico em carboidratos, que são degradados principalmente pela enzima amilase salivar.

4. A camada de gordura da carne é degradada, principalmente, no duodeno, pela enzima lipase, secretada pelo pâncreas.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente a afirmativa 1 é verdadeira.

b) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras.

e) As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras.

51. (UNIFOR) Uma pessoa fez uma refeição da qual constavam as substâncias I, II e III. Durante a digestão ocorreram os seguintes processos: na boca iniciou-se a digestão de II; no estômago iniciou-se a digestão de I e a de II foi interrompida; no duodeno ocorreu digestão das três substâncias. Com base nesses dados, é possível afirmar corretamente que I, II e III são, respectivamente:

a) Carboidrato, proteína e lipídio.

b) Proteína, carboidrato e lipídio.

c) Lipídio, carboidrato e proteína.

d) Carboidrato, lipídio e proteína.
e)  Proteína, lipídio e carboidrato.        

52. (UPE) Os alimentos gordurosos estimulam a parede do duodeno a produzir um hormônio que, levado pelo sangue ao fígado e à vesícula biliar, provoca fortes contrações na musculatura lisa da vesícula, determinando a expulsão da bile. Dentre as alternativas abaixo, assinale a que apresenta corretamente o hormônio citado.

a) Gastrina.

b) Enterogastrona.

c) Secretina.

d) Colecistocinina.

e) Mucina.

53. (UFMT) Sobre o processo digestório, assinale a afirmativa correta.

a) Nos organismos menos complexos, como as esponjas, o alimento em suspensão na água é capturado por pseudópodos e a digestão se dá no interior das células.

b) A ação das enzimas sobre os alimentos transforma moléculas complexas em moléculas menores capazes de serem absorvidas pelas células.

c) Os produtos da digestão intracelular em seres humanos são absorvidos pelas microvilosidades da parede interna do intestino grosso.

d) No pâncreas, são produzidas apenas enzimas como insulina e glucagon.

e) No estômago, o bolo alimentar é misturado ao suco gástrico que é uma solução aquosa, rica, principalmente em hormônio secretina.

54. (CESGRANRIO) As enzimas atuam de forma mais eficiente quando o pH do meio é ideal. O gráfico a seguir representa a ação de três enzimas.

54

Pode-se afirmar que a enzima.

a) A é produzida sob a forma de zimogênio.

b) A desdobra polissacarídeos em dissacarídeos.

c) B desdobra lipídios em ácidos graxos.

d) B é produzida sob estímulo da gastrina.

e) C inicia a digestão de protídios.

55. (UFU) O processo de digestão nos humanos é composto por duas fases: uma mecânica, na qual a correta mastigação é essencial, e outra enzimática, controlada por hormônios da digestão. Sobre esses hormônios, analise as afirmações a seguir e marque a alternativa correta.

a) As gorduras parcialmente digeridas, presentes no quimo, estimulam as células do duodeno a liberarem o hormônio secretina, que provoca a eliminação da bile pela vesícula biliar.
b) A acidez do quimo, que chega ao duodeno, estimula certas células da parede intestinal a liberar, especialmente, o hormônio colecistoquinina, que agirá no pâncreas, estimulando-o a liberar, principalmente, bicarbonato de sódio.
c) A secreção do suco gástrico é estimulada por impulsos nervosos e pelo hormônio gastrina, produzido no estômago.
d) A digestão de proteínas inicia-se no estômago e completa-se no duodeno por ação de três proteases secretadas pelo pâncreas: enteroquinase, pepsina e procarboxipeptidase.

56. (VUNESP) Em um laboratório, quatro ratos foram submetidos a cirurgias experimentais no pâncreas, conforme descrição a seguir:

Rato I: remoção total do pâncreas.

Rato II: obstrução total dos canais pancreáticos.

Rato III: destruição das células de Langerhans.

Rato IV: abertura do abdome, mas o pâncreas permaneceu intocado.

Após as cirurgias, provavelmente:

a) Os ratos I e II serão prejudicados apenas no processo digestivo.

b) Os ratos II e III terão insuficiência de apenas determinados hormônios produzidos pelo pâncreas.

c) Os ratos III e IV não receberão determinados hormônios e desenvolveram diabetes mellitus.

d) Os ratos I e III deixarão de receber certas enzimas digestivas e ficarão privados de determinados hormônios.

e) Apenas o rato I ficará prejudicado em suas funções digestivas e hormonais.

57. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

I    II

0  0 – A pepsina e a secretina (no estômago), a tripsina e a quimotripsina (no intestino) são enzimas envolvidas na digestão das proteínas.

1  1 – Os alimentos gordurosos estimulam à parede do duodeno a produzir um hormônio (colecistoquinina) o qual é levado pelo sangue ao fígado e à vesícula biliar, havendo a liberação de bile.

2   2 – A bile, produzida por células hepáticas e armazenada na vesícula biliar, é uma solução que contém pigmentos e sais biliares, água e colesterol, mas não contém enzimas.

3  3 – As principais artérias que saem do intestino levam o sangue, primeiramente, ao baço, que metaboliza as substâncias tóxicas (função antitóxica), e, só depois, vai para a circulação geral.

4   4 – Os produtos finais da digestão ficam em solução e em condições de serem absorvidos pela mucosa do intestino, e enquanto aminoácidos e açúcares simples caem na circulação sanguínea, os ácidos graxos caem na circulação linfática.

58. (CESGRANRIO) Assinale a afirmação correta relativa à digestão e absorção de substâncias no homem.

a) O amido é digerido pela ptialina existente na saliva e o produto da digestão é absorvido, principalmente, na boca e esôfago.

b) As proteínas são digeridas pela pepsina, produzida nas glândulas gástricas e sua absorção ocorre, principalmente, no estômago.

c) Os lipídios são digeridos pela lipase produzida na vesícula biliar e sua absorção ocorre, principalmente, no intestino grosso.

d) A celulose é absorvida integralmente no intestino grosso, sem necessidade de sofrer a ação de enzimas digestivas.

e) A glicose não necessita de desdobramento por enzimas digestivas e sua absorção ocorre, principalmente, no intestino delgado.

59.  (UFGD) Na praça de alimentação de um Shopping Center, um jovem casal resolveu lanchar. O rapaz comeu um sanduíche de carne bovina, ovo frito, bacon e queijo e tomou um refrigerante. A moça comeu um pedaço de pizza de rúcula e tomou suco natural. Analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa que indica as corretas.

I. O pão do sanduíche do rapaz começou a ser digerido quimicamente no estômago.
II. O processo digestivo da refeição da moça teve início na boca, pois era rica em carboidratos.
III. O rapaz necessitou de maiores quantidades de pepsina e tripsina para concluir a sua digestão.
IV. O intestino delgado não é o local que ocorre o final da digestão das proteínas, lipídios e carboidratos.

a) I e III.

b) I, III e IV.

c) II e III.

d) II, III e IV.

e) III e IV.

60. (UNISA-SP) O esquema a seguir apresenta um conjunto de órgãos, numerados, do aparelho digestivo. As funções de absorção de água e produção de bile são realizadas, respectivamente, por:

60

a) V e I.

b) IV e I.

c) II e III.

d) V e II.

e) I e II.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

A

C

B

A

E

VVVFF

D

E

A

A

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

C

B

VVFVF

D

D

VFFVF

VVVFF

D

C

E

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

C

D

VVVFF

B

D

FVFVF

VVFVF

B

B

D

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

E

C

FVVFF

B

B

FFFFF

D

D

E

A

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

E

C

FFVFF

A

C

B

B

C

B

D

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

B

D

B

A

C

E

FVVFV

E

C

A

 

About these ads

Responses

  1. Professor, o que está errado na alternativa 1.1 da questao 43 ? Desde já agradeço, abraço.

    • Caro Felipe
      – O esclarecimento de sua dúvida requer uma análise detalhada do enunciado da questão, que transcrevo a seguir: “Tarde da noite, estudando para o vestibular, Luís fez uma pausa para um lanche. Foi à cozinha e se serviu de um pão com queijo e um copo de leite. ……..”
      – Perceba que enunciado se refere a alguém que está estudando para o vestibular e não a uma criança lactente (que ainda mama). Muito menos a um neonato (criança recém-nascida).
      “1 1 – No estômago, as proteínas e a gordura do queijo irão sofrer a ação das enzimas pepsina e lipase, respectivamente.F”
      Veja a seguir algumas citações acerca do assunto.
      – Bioquímica Ilustrada (Pamela C. Champe e Richard A. Harvey)
      “A digestão de lipídios inicia no estômago, catalisada por uma lipase resistente a pH ácido, a maior parte da qual se acredita ser originária das glândulas na parte posterior da língua (“lipase lingual”). Entretanto, a velocidade de hidrólise é lenta, porque o lipídio ainda não está emulsificado e a enzima pode somente degradar o triacilglicerol na interface lipídio-água. As moléculas de triacilglicerol contendo ácidos graxos de cadeia curta ou média (como as encontradas no leite), podem ser degradados por uma lipase gástrica. Esta enzima é ativa em pH neutro, e, assim sem uso no estômago de adulto, onde o pH é baixo. Entretanto, em lactentes, cujo pH gástrico é próximo da neutralidade e cujas dietas frequentemente contêm lipídios do leite, a lipase gástrica desempenha um papel na digestão dos lipídios. Nos adultos, os lipídios da dieta não são digeridos, mesmo parcialmente, na boca ou estômago, mas progridem de modo intacto até o intestino delgado.”
      – ”Em crianças lactentes o pH gástrico aproxima-se bastante da neutralidade o que indica que a lipase gástrica pode ter ação na digestão das gorduras do leite. Mesmo assim, essa digestão não é eficiente devido as gorduras não estarem emulsificadas, o que dificulta a ação desta enzima hidrolítica. …..”
      – ”Lipase gástrica: secretada pela mucosa gástrica, age nos neonatos. ….”
      – Tratado de Fisiologia Médica (Guyton e colaboradores). “…. A lipase gástrica tem pouca importância quantitativa. Na realidade, trata-se de uma tributirase, visto que atua principalmente sobre a tributirina, que é a gordura da manteiga: por outro lado, quase não possui atividade lipolítica sobre outras gorduras. …..”
      – Acredito que sua dúvida foi esclarecida.
      Um abraço
      Djalma Santos

  2. Bela explicação professor, fico muito feliz pela atençao e dedicação gratuita. Abraço !

    • Felipe
      Disponha do nosso blog.
      Sucesso
      Djalma Santos

  3. Professor não entendi o gabarito da questão 23, se o senhor poder conferir..

    • Prezada Monique
      0 0 – No estômago, que tem pH ácido, ocorre digestão de proteínas. CORRETA.
      1 1 – O suco pancreático possui: (1) tripsina e quimiotripsina (têm como substrato as proteínas); (2) lipase pancreática (tem como substrato os lipídeos); (3) amilase pancreática (tem como substrato o amido). Possui ainda nucleasse [RNase e DNase (que têm como substrato os ácidos nucleicos)]. CORRETA.
      2 2 – Os aminoácidos, resultantes da digestão das “proteínas”, passam à corrente sangiuínea no intestino delgado. CORRETA.
      3 3 – A digestão antecede à assimilação. INCORRETA
      4 4 – O suco gástrico, dotado, basicamente, de pepsina, gastricina, tributirase (lipase) e renina (labfermento), é menos rico que o suco pancreático e suco entérico. INCORRETA
      Boa sorte
      Djalma Santos

  4. Professor, na questão 16, como que a ausencia da vesicula biliar nao interfere na digestão de gorduras vegetais ?

    • Caro Ruldney
      A vesícula biliar apenas armazena a bile, que é produzida no fígado.
      Um fora abraço
      Djalma Santos

    • Caro Ruldney
      A vesícula biliar apenas armazena a bile que é produzida no fígado.
      Um forte abraço
      Djalma Santos

      • Eu sei professor, mas caso não haja a Vesícula, como a bile poderá praticar a emulsificação de gorduras? Ela iria direto do figado para o intestino, sem ser armazenada é?

      • Prezado Ruldney
        Veja as citações abaixo:
        I. Dr. Marcelo Averbach – médico-cirurgião (Hospital Sírio-Libanês de São Paulo).
        “É óbvio que a vesícula biliar tem uma função e não deve ser retirada se estiver saudável. No entanto, quando a colicistectomia (retirada cirúrgica da vesícula biliar) é necessária, o colédoco dilata e passa a armazenar a bile. Daí em diante, o indivíduo operado pode levar vida absolutamente normal.”
        II. Fisiologia Médica – Willian F. Ganong
        “A liberação periódica de bile pela vesícula biliar auxilia a digestão, porém não é essencial para ela. Os pacientes submetidos a colicistectomia mantêm uma boa saúde e nutrição, com liberação lenta e constante no duodeno, embora com o decorrer do tempo, o ducto biliar sofra ligeira dilatação, com entrada de maior quantidade de bile no duodeno após as refeições do que em outros momentos. Os pacientes colecistectomizados podem mesmo tolerar alimentos fritos, embora, de um modo geral, devam evitar alimentos com conteúdo particularmente elevado de gordura.”
        Um abraço
        Djalma Santos

  5. Prezado Djalma, gostaria de saber se a resposta da 2 (facilmente identificada por eliminatória) não estaria incoerente, pois na verdade a Secretina atua no Pancreas e estimula a liberação de HCO3- e não necessariamente de suco pancreatico. Generalisar seria uma erro, não??

    • Prezado Carlos
      – A secretina exerce várias funções tanto inibidoras como estimuladora. Entre elas, estimular a secreção de SUCO PANCREÁTICO RICO EM BICARBONATO (SUCO PANCREÁTICO CONTENDO BICARBONATO).
      – Observe que a alternativa C menciona apenas SUCO PANCREÁTICO. Não há, portanto, uma generalização, como você destacou.
      – Para melhor esclarecimento, veja a citação abaixo.
      Tratado de Fisiologia Médica (Guyton & Hall)
      “…… Embora as enzimas do suco pancreático sejam inteiramente secretadas pelos ácinos das glândulas pancreáticas, os outros dois componentes importantes do suco pancreático – íons bicarbonato é água – são secretados em grandes quantidades principalmente pelas células epiteliais dos dútulus e dutos que se originam dos ácinos. ….”
      Sucesso
      Djalma Santos

      • Muito Obrigado e dúvida esclarecida! Impressionado pelo Blog, parabéns pela qualidade das postagens e das questões, além da rápida resposta.

        /Carlos

      • Carlos
        Nosso blog está a disposição dos estudantes, particularmente dos vestibulandos, que, creio, deve ser o seu caso.
        Sucesso
        Djalma Santos

  6. Professor, referente a questão 23, porque podemos dizer que a secreção intestinal é restrita a digestão de proteínas?

    • Cara Patrícia
      – A secreção intestinal ou entérica contém peptidases (carboxipeptidase, aminopeptidase, dipeptidase) para clivagem de oligopeptídeos e dipeptídeos em aminoácidos; sacarase, maltase, isomaltase e lactase para o desdobramento de dissacarídeos; e pequenas quantidades de lipase intestinal para a clivagem das gorduras neutras em glicerol e ácidos graxos. Dessa forma, a secreção intestinal não é restrita à digestão de proteínas.
      Um abraço
      Djalma Santos

  7. Professor, o gabarito da questão 56 está correto? Ela diz que “apenas o rato I ficará prejudicado em suas funções digestivas e hormonais”. Pq os ratos II e III não ficariam prejudicados também??
    Abraços.

    • Prezado Luiz Fernando
      A seguir as explicações que você solicitou.
      – ” a) Os ratos I e II serão prejudicados apenas no processo digestivo.” INCORRETA
      * O rato I será prejudicado também em termos de função hormonal, pois não há produção de insulina/glucagon pelas ilhotas de Langerhans.
      – “b) Os ratos II e III terão insuficiência de apenas determinados hormônios produzidos pelo pâncreas.” INCORRETA
      * O rato II sofrerá problemas digestivos, devido à obstrução da passagem do suco pancreático rico em enzimas digestivas que atuam no duodeno.
      – “c) Os ratos III e IV não receberão determinados hormônios e desenvolveram diabetes mellitus.” INCORRETA
      * O rato IV não desenvolverá diabetes mellitus.
      – ” d) Os ratos I e III deixarão de receber certas enzimas digestivas e ficarão privados de determinados hormônios.” INCORRETA
      * Conquanto o rato I vá desenvolver deficiência de enzimas digestivas e de certos hormônios, o rato III não vai deixar de receber enzimas digestivas, porque é a porção exócrina do pâncreas que é responsável por produzir o suco pancreático. Como o pâncreas exócrino e os ductos pancreáticos estão preservados, o rato III não tem sua função enzimática digestiva comprometida.
      – “e) Apenas o rato I ficará prejudicado em suas funções digestivas e hormonais.* CORRETA
      Um abraço
      Djalma Santos

  8. professor, você poderia me ajudar a justificar a questão 1 por favor?

    • Prezada Dália
      – a) O bolo alimentar, constituído por alimento mastigado e misturado a saliva, e empurrado pela língua para o fundo da faringe, rumo ao esôfago. – CORRETO
      * Ver explicações contidas na alternativa E.
      – “b) Durante a deglutição, entra em ação um mecanismo que fecha a faringe, canal que conduz ar aos pulmões, evitando que o alimento ingerido penetre nas vias respiratórias.” – INCORRETO
      * Durante a deglutição um mecanismo fecha a laringe, impedindo que o alimento engolido penetre nas vias respiratórias.
      – “c) Para não haver passagem do alimento em direção ao sistema respiratório, a epiglote abre a glote e orienta a passagem do alimento para o esôfago.” – INCORRETO
      * Durante a passagem de o bolo alimentar, a epiglote se abaixa, fechando a entrada da laringe.
      – “d) A deglutição ocorre com a passagem do alimento da epiglote para a traqueia e depois para o esôfago.” INCORRETO
      * Na entrada da laringe há uma válvula de cartilagem, chamada epiglote, e a função da epiglote é controlar a passagem do bolo alimentar para o esôfago e evitar que o alimento entre no sistema respiratório.
      – “e) Após devidamente umedecido e lubrificado pela saliva, o bolo alimentar passa pela laringe e vai para o esôfago.” INCORRETO
      * Dentro da boca, os alimentos são triturados pelos dentes, umedecidos pela saliva e misturados pela língua, formando o bolo alimentar. A língua empurra os alimentos, que passam pela faringe e caem no esôfago. O esôfago conduz os alimentos para o estômago, através de contrações, chamadas de movimentos peristálticos.
      Um abraço
      Djalma Santos

  9. Na questão 33, alternativa 1.1 “Gastrina induz produção de suco gástrico”…..

    o correto não seria inibe produção de suco gástrico e induz produção de suco pancreático??

    obrigada!!!!

    • Prezada Betina
      ALTERNATIVA 1 1 (“A presença de alimento no estômago estimula a secreção do hormônio gastrina, que induz a produção do suco gástrico, rico em ácido clorídrico e pepsina.”) – CORRETA
      – Ao chegar ao estômago, o alimento, através de receptores químicos e mecânicos, estimula a secreção de gastrina (hormônio), que, por sua vez, estimula a produção de suco gástrico.
      – Gastrina
      * Local de produção: estômago.
      * Estímulo: alimento no estômago.
      * Efeito: estimula a secreção e a motilidade gástrica.
      * Trata-se de um hormônio que atua no mesmo órgão no qual é secretado.
      – O efeito que você se refere é exercido pela enterogastrona (peptídeo inibitório gástrico).
      * Local de produção: intestino delgado.
      * Estímulo: quimo ácido no duodeno.
      * Efeito: inibe a secreção e a motilidade gástrica.
      Um abraço
      Djalma Santos

  10. Professor, o senhor pode fazr um comentario justificando a alternativa da questão 56? Obrigada

    • Prezada Gabriella
      Ver resposta ao comentário de Luiz Fernando, no dia 01/08/2013, às 00:21.
      Um abraço
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 246 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: