Publicado por: Djalma Santos | 24 de outubro de 2010

Testes de ecologia (4/4)

01. (PUC-PR) Não é difícil perceber que os modelos econômicos adotados pelo Brasil ao longo da história têm provocado fortes concentrações de riqueza, com exclusão de expressivos segmentos sociais. Dessa distribuição desigual resulta grande parte dos problemas que o país enfrenta. Ao mesmo tempo em que degradam o homem, sua qualidade de vida e seu estado de saúde, esses padrões de desenvolvimento vêm favorecendo a degradação ambiental por meio da exploração predatória de recursos naturais e da poluição, as quais, por sua vez têm gerado impactos nas condições de saúde e qualidade de vida da população.

01

Com relação à degradação ambiental, analise as seguintes afirmações:

a) Chuva com alto teor de acidez provocado pela emissão de óxidos de enxofre e óxidos de nitrogênio provenientes de parques industriais, automóveis, metalúrgicas e siderúrgicas que quando lançados para a atmosfera se combinam com o CO2 e o NO, gerando ácidos nítrico e sulfúrico.

b) A condição atmosférica em que o ar frio permanece próximo ao solo, preso sob camadas de ar mais quente é conhecida como efeito estufa. Nessa condição os poluentes deixam de ser exauridos, concentrando-se próximos à superfície, aquecendo-a.

c) O desflorestamento por queimadas promove a redução da biodiversidade e libera toneladas de CO2 para a atmosfera, além de impedir que haja uma fixação de CO2 por parte das plantas destruídas, aumentando a quantidade desse gás na atmosfera, contribuindo para o aumento da intensidade do efeito estufa.

d) A destruição da camada de ozônio leva a um aumento de raios infravermelhos que, ao atingirem os seres vivos na Terra, promovem a destruição de proteínas e do DNA, provocando câncer de pele, catarata, alterações no sistema imunológico, danos nas colheitas, nos peixes e no plâncton de que se alimentam.

e) Eutrofização hipereutrófica é um fenômeno que ocorre na água em virtude do aumento intenso da concentração de fosfatos e nitratos originados por resíduos agrícolas ou esgotos promovendo uma proliferação exagerada de algas que, apesar de alterar o sabor dessas águas, também promove um aumento considerável da biodiversidade por aumentar a disponibilidade de alimento.

02. No estado do Espírito Santo, as lagoas costeiras estão ameaçadas pela poluição aquática, que pode acarretar um eutrofização artificial. Nesse caso, destacam-se os eventos seguintes:

I. Proliferação de algas e plantas aquáticas superiores.

II. Redução de oxigênio dissolvido.

III. Aumento da concentração de nutrientes.

IV. Risco de mortandade de peixes.

V. Decomposição anaeróbica e formação de gás sulfídrico (H2S).

A ordem em que esses processos normalmente ocorrem é:

a) I → III → IV → II → V.

b) II → V → III → I → IV.

c) III → II → I → IV → V.

d) III → I → II → V → IV.

e) II → V → IV → III → I.

03. (URCA) Observe atentamente o gráfico abaixo que representa curvas de sobrevivência diferentes para três espécies e assinale a alternativa correta.

03

a) A espécie I possui sobrevivência baixa entre indivíduos jovens e alta entre os adultos.

b) A espécie II possui sobrevivência alta até a velhice.

c) A espécie III possui sobrevivência constante.

d) As espécies I e III possuem sobrevivências altas até a velhice.

e) As espécies I e III possuem sobrevivências constantes.

04. (COVEST)Estima-se que, em média, dois quilos de lixo sejam produzidos, a cada dia, por pessoa, incluindo o lixo doméstico. Apesar dos programas de reciclagem e do aproveitamento de produtos do lixo, a quantidade do mesmo vem aumentando perigosamente. Com relação à questão do lixo e do seu tratamento, analise as afirmações a seguir.

1. A maior vantagem da compostagem é a transformação de materiais não biodegradáveis em compostos úteis como fertilizantes.

2. Para que um aterro sanitário possa ser eficiente por muitos anos, periodicamente, deve ser feita a incineração dos resíduos orgânicos e inorgânicos.

3. Os lixões a céu aberto constituem-se em eficiente meio de tratamento do lixo porque as pessoas os utilizam para a garimpagem de produtos.

4. Uma alternativa eficaz para tratar o problema do lixo urbano envolve a redução da utilização de produtos descartáveis.

Está(ão) correta(s):

a) 4, apenas.

b) 1 e 2, apenas.

c) 3 e 4, apenas.

d) 2, apenas.

e) 1, 2, 3 e 4.

05. (MACK) A presença de certos gases na atmosfera tem preocupado cada vez mais a humanidade. A respeito deles, considere as afirmações I, II e III abaixo.

I. O gás ozônio (O3), na alta atmosfera, protege contra a radiação ultra-violeta, mas, em baixas altitudes, ele é poluente.

II. O CO2 é apontado como principal causador do efeito estufa.

III. O dióxido de nitrogênio (NO2) e o gás metano (CH4) pouco influem para o efeito estufa, pois suas concentrações são insignificantes.

Assinale

a) se apenas I estiver correta.

b) se apenas II estiver correta.

c) se apenas III estiver correta.

d) se apenas I e II estiverem corretas.

e) se apenas II e III estiverem corretas.

06. (UPE) Em determinado pomar de laranjas-cravo, foi aplicado DDT contra uma praga de lagartas que afetava os cultivares. Analise a teia alimentar encontrada na região e responda.

06

Qual nível trófico apresenta maior concentração do poluente em seus tecidos?

a) Laranjeiras.

b) Lagartas.

c) Sapos.

d) Cobras.

e) Corujas.

07. (UFPB) As diversas atividades humanas têm causado inúmeras alterações ambientais, entre elas: o derretimento das geleiras; a poluição dos lagos, rios e oceanos; a redução das florestas; e, em especial, o aumento do efeito estufa. Considerando o efeito estufa, é correto afirmar:

a) A queima de combustíveis fósseis aumenta a concentração de CHna atmosfera e afeta consideravelmente o efeito estufa.

b) O efeito estufa tem sido aumentado pelo acréscimo das concentrações de gases na atmosfera, como o CO2, NOe CH4.

c) O acréscimo da concentração de gelo, nos últimos tempos, nas regiões polares deve-se também ao aumento na concentração dos gases do efeito estufa na atmosfera.

d) A concentração de COvem diminuindo na atmosfera desde a revolução industrial e, atualmente, é um dos fatores responsáveis pelo aumento do efeito estufa.

e) A diminuição do efeito estufa provocaria um aumento na temperatura da superfície terrestre.

08. (UFCG) A poluição nos dias atuais representa uma das maiores agressões ao ambiente. O lançamento de lixo é um das principais. A poluição industrial, hospitalar, agrícola, nuclear e urbana são alguns exemplos importantes. A poluição urbana, por exemplo, tem merecido a atenção de todos os governantes, pois é a que mais tem afetado a natureza. Sobre o lixo urbano, leia as assertivas abaixo e assinale as corretas:

I. A maior parte desse lixo é de matéria orgânica, que pode ser decomposta por microrganismos como fungos e bactérias. Outra parte é formada por componentes de matéria não biodegradável e substâncias tóxicas, como tintas, solventes e remédios.

II. Uma das formas mais eficazes de lidar com o lixo urbano é a incineração, que diminui o volume do lixo, elimina micróbios causadores de doenças e representa um método barato e relativamente simples de ser adotado.

III. Uma outra forma de lidar com o lixo é a adoção de aterros sanitários. Nesta técnica, o lixo é lançado em depressões formadas por uma camada de argila ou asfalto. A cada dia, esse procedimento tem-se mostrado uma importante técnica contra a lixiviação.

IV. Um outro método de gerenciamento do lixo é a reciclagem, com o aproveitamento total ou parcial de materiais recuperáveis. Nesse procedimento o lixo orgânico é separado do lixo inorgânico e usado na produção de compostagem e gases (CH4) combustíveis.

V. A melhor prática para lidar com o lixo urbano é a reciclagem. Assim, a coleta seletiva, o uso racional dos recursos naturais, o uso de materiais biodegradáveis, a adoção de matrizes energéticas renováveis e a informação são requisitos primordiais.

Estão corretas as assertivas:

a) I, II, III, IV e V.

b) I, IV e V.

c) II, III e V.

d) II, III e IV.

e) I, II e III.

09. (PUC-RIO) Os pássaros abaixo são de espécies diferentes e co-existem na mesma floresta. Cada um deles se alimenta de insetos de espécies diversas que vivem em diferentes locais da mesma árvore.

09

Isto é possível porque:

a) apresentam protocooperação.

b) competem entre si.

c) ocupam nichos ecológicos diferentes.

d) ocupam diferentes habitats.

e) apresentam parasitismo.

10. (UFPR) Algumas populações de humanos têm sua dieta baseada em carne de peixe. Para as populações que vivem à beira de rios poluídos por mercúrio, por exemplo, é mais prejudicial comer peixes carnívoros do que peixes herbívoros porque:

a) os peixes carnívoros se alimentam de qualquer tipo de organismo, aumentando a chance de contaminação por substâncias tóxicas além do mercúrio.

b) os peixes herbívoros não ficam expostos ao mercúrio por muito tempo, diminuindo as chances de contaminar os humanos.

c) os peixes carnívoros ficam expostos também ao mercúrio presente no ar.

d) os peixes carnívoros acumulam o mercúrio em seu organismo quando se alimentam de outros organismos, inclusive os peixes herbívoros.

e) os peixes herbívoros não acumulam mercúrio em seus tecidos.

11. (MACK) Alga deixa água com gosto ruim. Lavar as mãos, tomar banho, beber água ou um simples cafezinho virou um tormento para quase 4 milhões de moradores das regiões sul e leste de São Paulo. …O desconforto é recorrente. Basta chegar a época de estiagem e as algas proliferam ¨por causa do excesso de nutrientes nas águas¨. Tais ¨nutrientes¨ são, na realidade, esgoto. …O problema está localizado na Represa do Guarapiranga (zona sul). … A “alga” é uma cianobactéria, que libera uma toxina chamada geosmina. … “cheiro e o sabor aparecem após o tratamento com aplicação de carvão ativado em pó e permanganato de potássio”, explicou o gerente da Unidade de Tratamento de Água.

Jornal da Tarde – 19/09/2008

Algas e Cianobactérias são bem diferenciadas evolutivamente, mas têm algumas características comuns, dentre as quais

a) a presença de clorofila e, portanto, capacidade de realizar a fotossíntese.

b) a presença de organelas citoplasmáticas como cloroplastos.

c) parede celular, basicamente constituída de celulose e hemicelulose.

d) organização filamentosa pluricelular com divisão de trabalho.

e) capacidade de fixação do nitrogênio atmosférico.

12. (UFJF) A figura a seguir representa a produção primária em dois ecossistemas aquáticos distintos ao longo de um perfil de profundidade. Em relação à figura, é correto afirmar que:

12

a) a zona fótica do ecossistema A é maior que a zona fótica do ecossistema B e, consequentemente, apresenta maior concentração de nutrientes.

b) maior profundidade das zonas afóticas resulta em maior produção fitoplanctônica por causa dos nutrientes.

c) na zona afótica do ecossistema A, temos maior produção primária por causa da intensidade de luz.

d) a intensidade de luz e a produção primária são máximas na camada superficial (0 m).

e) o pico máximo de produção primária não tem relação com a profundidade máxima da zona fótica.

13. (MACK) O efeito estufa, de grande preocupação atual, decorre da emissão exagerada de certos gases na atmosfera, principalmente o CO2. Em dezembro de 1997, representantes de 160 nações, reunidos em Kyoto, no Japão, concordaram em reduzir, até 2012, as emissões de CO2 a níveis inferiores aos de 1990. Dentre as propostas apresentadas, está o chamado sequestro de carbono, que consiste em aumentar o consumo de CO2 na biosfera. Para isso, a melhor maneira seria

a) manter florestas maduras, como a Amazônica, pois elas consomem, pela fotossíntese, mais CO2 do que produzem no processo de respiração.

b) aumentar a prática do reflorestamento, porque as florestas em crescimento aumentam a sua massa, incorporando mais carbono e, assim, utilizam mais CO2 do meio.

c) aumentar a quantidade de algas clorofíceas, pois são elas as principais consumidoras do CO2 tanto do ambiente terrestre quanto do ambiente aquático.

d) aumentar as áreas de lavoura, como as de cana-de-açúcar, que permitem a reciclagem rápida do CO2.

e) plantar mais árvores em áreas urbanas, locais que apresentam maior concentração do CO2.

14. (UFF) No meio ambiente coexistem seres com diferentes características e que estão sujeitos a diversos fatores abióticos. Dentre eles, destacam-se as variações de temperatura, que são maiores no ambiente terrestre do que no ambiente aquático. A manutenção da temperatura do corpo é fundamental para os vertebrados terrestres, sendo mantida por dois tipos de mecanismos termorreguladores: a ectotermia e a endotermia. A tabela abaixo mostra a quantidade de calorias diárias retiradas dos alimentos para manter a temperatura corpórea de dois animais terrestres A e B.

ANIMAL

CALORIAS DIÁRIAS

PESO CORPÓREO (G)

A

20

500

B

100

500

Analisando o texto e a tabela, pode-se afirmar que:

a)o animal B é ectotérmico, pois a maioria das calorias necessária para manter a sua temperatura corpórea é obtida do meio ambiente.

b)o animal A é ectotérmico, pois a maioria das calorias necessária para manter a sua temperatura corpórea é obtida do meio ambiente.

c)o animal A é endotérmico, pois a maioria das calorias necessária para manter a sua temperatura corpórea é obtida do meio ambiente.

d)o animal B é endotérmico, pois a maioria das calorias necessária para manter a sua temperatura corpórea é obtida do meio ambiente.

e)os animais A e B são endotérmicos, pois a maioria das calorias necessária para manter suas temperaturas corpóreas é obtida do meio ambiente.

15. (UFPI) Com o crescimento demográfico, o lixo urbano também vem crescendo. Em breve, não haverá mais locais para depositá-lo, e isso acarretará vários problemas para a população. É cada vez mais importante educar a população nesse assunto. Sobre o lixo, é incorreto afirmar:

a) A reciclagem é o aproveitamento do lixo. Nesse processo, é feita uma triagem para separar os diferentes tipos de lixo para serem reaproveitados depois.

b) O Brasil é um dos países que mais reciclam latas de alumínio do mundo. A reciclagem de plásticos e papel também tem crescido nos últimos anos.

c) A parte orgânica do lixo pode ser degradada por microrganismos em tanques chamados de biodigestores. Na biodigestão, forma-se o metano (CH3), também chamado de gás natural, que pode ser aproveitado como combustível.

d) Para alguns produtos, o processo de reciclagem ainda custa caro; entretanto, a degradação ambiental aumenta a cada dia, o que acarretará um custo altíssimo para as gerações futuras, caso não haja uma conscientização urgente da importância da reciclagem do lixo.

e) O poder público e a população terão a cada dia que conjugar esforços para resolver o problema do lixo, seja por meios tecnológicos de reciclagem, seja por meios de ações educativas e de campanhas de conscientização.

16. (UTFPR) Os líquens são capazes de viver em alguns dos mais inóspitos ambientes da Terra. O “musgo das renas” (Cladonia subtenuis) é um líquen abundante nos campos gelados do Ártico. Esses líquens são capazes de concentrar grande quantidade de substâncias radioativas, após testes nucleares atmosféricos ou acidentes com reatores nucleares. As renas que se alimentam desses líquens concentram ainda mais essas substâncias e as passam aos seres humanos e a outros animais que consomem sua carne ou, principalmente, através do leite e do queijo. Baseando-se no texto, assinale a alternativa em que está correta a informação dada.

a) Os campos gelados citados no texto correspondem ao bioma conhecido por Taiga.

b) O aumento da concentração de substâncias radioativas ao longo da cadeia alimentar é chamado de eutrofização.

c) Líquens são associações mutualísticas entre fungos e raízes de plantas rasteiras.

d) Os líquens compõem as espécies pioneiras numa sucessão ecológica primária.

e) A relação ecológica encontrada entre as renas e os líquens é denominada de comensalismo.

17. (CEDERJ) A vida surgiu na Terra há cerca de 3,5 x 109 anos. Nessa época praticamente não existia oxigênio na atmosfera. Como o ozônio [O3] é formado quando o oxigênio [O2] é irradiado por raios ultravioleta provenientes do Sol, podemos concluir que a camada de ozônio não existia naquela época. O ozônio absorve a radiação de onda curta, como a radiação ultravioleta. A presença da camada de ozônio impede que a radiação ultravioleta atinja a superfície da Terra. A radiação ultravioleta causa grandes alterações das moléculas dos ácidos nucleicos. Em relação ao tema, avalie as afirmativas a seguir:

I. O oxigênio presente na atmosfera atualmente é, em grande parte, o oxigênio produzido pelo processo de fotossíntese desde o aparecimento de seres clorofilados.

II. Quando os primeiros organismos vivos surgiram na Terra não havia oxigênio na atmosfera, logo os primeiros seres vivos eram anaeróbicos.

III. A água tem a capacidade de absorver grande parte da radiação ultravioleta, logo podemos concluir que os primeiros seres vivos não poderiam estar na superfície da Terra, mas sim dentro da água, pois a radiação ultravioleta provocaria mutações nocivas.

IV. O ozônio é o principal gás do efeito estufa. A sua eliminação provocará o resfriamento da Terra.

Estão corretas as afirmativas:

a) I e II, apenas.

b) III e IV, apenas.

c) I, II e III, apenas.

d) II, III e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

18. (COVEST) Todas as espécies exploram recursos do meio ambiente, causando algum tipo de “impacto” sobre ele. A espécie humana não se constitui em exceção. Todavia, nos últimos dois séculos, o desenvolvimento da sociedade industrial e a explosão do tamanho populacional têm causado impactos ambientais sem precedentes. O grande desafio da humanidade neste século XXI é o de modificar o antigo conceito desenvolvimentista de progresso. Com relação a esse assunto, analise as proposições seguintes.

I   II

0   0 – Uma das consequências decorrentes da destruição da camada ozônio pelo homem é o aumento da incidência da radiação ultravioleta proveniente do sol, relacionada à manifestação de alguns tipos de câncer de pele.

1   1 – O lançamento de esgotos e de resíduos de adubos fertilizantes nos rios e represas pode desencadear o fenômeno da eutroficação e conduzir a desequilíbrios ecológicos.

2  2 – Como consequência da adição do composto tetraetila de chumbo à gasolina, observou-se que vegetais cultivados à beira das estradas continham 20 vezes mais chumbo que aqueles de terrenos mais afastados, confirmando o fato de que, num ecossistema, a maior concentração de resíduos tóxicos se dá nesse nível trófico da cadeia alimentar.

3  3 – Um dos problemas ambientais decorrentes da industrialização é a poluição atmosférica; chaminés altas lançam ao ar, entre outros materiais, o dióxido de enxofre, o qual pode ser transportado por alguns quilômetros e ocasionar chuvas ácidas em regiões distantes.

4  4 – A exploração do ouro na Amazônia fez com que toneladas de mercúrio fossem despejadas no meio ambiente e ingressassem nas cadeias tróficas. Esse poluente pode também ser lançado nas águas por indústrias de tintas e de pesticidas.

19. (COVEST) No inverno, uma espécie de “manto” de partículas poluentes pode ser formada sobre as cidades, o que dificulta a entrada da luz solar e retarda o aquecimento do solo e do ar. Sendo diminuída a movimentação ascendente do ar, a camada de poluentes permanece por mais tempo sobre essas cidades, fato conhecido por Inversão Térmica, ilustrado na figura abaixo. Nessa figura, 1, 2 e 3 representam, respectivamente:

19

a) ar frio, ar quente (camada de inversão térmica) e ar frio.

b) ar quente, ar frio (camada de inversão térmica) e ar quente.

c) ar muito frio, ar frio e ar muito quente (camada de inversão térmica).

d) ar muito quente, ar quente (camada de inversão térmica) e ar frio.

e) ar muito quente, ar frio e ar quente (camada de inversão térmica).

20. (UFMS) Um dos principais fatores que levaram ao desenvolvimento e evolução da espécie humana foi a comunicação.Com isso, a humanidade aumentou drasticamente seus níveis populacionais no planeta, o que acarretouinúmeros problemas. Sobre os processos de dinâmica populacional e os impactos decorrentes da ação humana,é possível afirmar:

a) As diversas substâncias poluentes no ambiente, decorrentes da ação humana, concentram-se mais nos níveis superiores da cadeia trófica, como ocorre no fitoplâncton.

b) Em condições naturais, o crescimento de uma população não é limitado pela disponibilidade de recursos do meio, nem pela ação de parasitas e de competidores.

c) A saída de populações europeias para novos continentes, como a Austrália, pode ser denominada como imigração; lá os imigrantes se depararam com uma praga local: o canguru.

d) Não existe um tamanho mínimo populacional que a espécie deve atingir antes de ser extinta, ou seja, uma espécie está fadada à extinção desde que sofra desequilíbrio ecológico.

e) Carga biótica máxima do ambiente é o tamanho máximo de determinada população que um ambiente pode suportar.

21. (UEMS) É um produto renovável e limpo que contribui para a redução do efeito estufa e diminui substancialmente a poluição do ar, minimizando os seus impactos na saúde pública. No Brasil, o uso intenso do álcool restringe a emissão de poluentes da crescente frota de veículos, principalmente de monóxido de carbono, óxidos de enxofre, compostos orgânicos tóxicos como o benzeno e compostos de chumbo.

http://www.unica.com.br (27/7/09)

No Brasil, o álcool combustível é obtido principalmente com a utilização da cana-de-açúcar através do processo de

a) fermentação do açúcar por leveduras.

b) respiração anaeróbia do amido por protozoários.

c) respiração aeróbia do açúcar por bactérias.

d) acidificação do amido de suas sementes.

e) oxidação do amido de suas sementes.

22. (UFG)                     Observe a figura a seguir.

22

A culpa atribuída aos animais (quadro 1) deve-se, principalmente, ao fato de que esses animais eliminam quantidades expressivas de

a) amônia.

b) cloreto de sódio.

c) gás sulfídrico.

d) ácido úrico.

e) gás metano.

23. (UFPI) Apenas 5% da energia solar que chega à Terra são capturados pela fotossíntese. A energia restante ou é irradiada de volta para a atmosfera como calor ou é consumida pela evaporação da água das plantas ou de outras superfícies. A energia que é capturada pela fotossíntese potencia os processos ecossistêmicos. O fluxo de energia na maioria dos ecossistemas origina-se com a fotossíntese. Sobre o fluxo de energia, é correto afirmar:

a) A energia flui através dos ecossistemas à medida que os organismos a capturam e armazenam e a transferem para outros organismos quando são ingeridos.

b) Uns poucos ecossistemas das profundezas oceânicas e cavernas são movidos pela fotossíntese.

c) A quantidade de energia que flui através de um ecossistema depende apenas da transferência de energia de um nível trófico para outro.

d) Por meio da agricultura, os seres humanos manipulam a produtividade dos ecossistemas a fim de diminuir o fornecimento de produtos úteis para nós. Na agricultura moderna, a energia necessária para fazer esse trabalho é fornecida pelos combustíveis fósseis.

e) A produção anual de uma área é determinada pela temperatura e umidade, que são os únicos fatores determinantes.

24. (UFC) Um pesquisador interessado em descobrir se o fósforo representava o elemento químico responsável pelo aumento da população de cianobactérias (bactérias aeróbicas) causadoras do processo de eutrofização realizou o seguinte experimento: separou dois conjuntos de lagos e, em metade deles (grupo 1), adicionou grandes quantidades de nitrogênio e carbono. Nos lagos correspondentes à outra metade (grupo 2), ele adicionou grandes quantidades de nitrogênio, carbono e fósforo. Se o fósforo realmente for o elemento responsável pelo aumento da população de cianobactérias, qual deveria ser o resultado esperado depois de algumas semanas após o início deste experimento?

a) Os lagos do grupo 2 deveriam apresentar maior abundância de peixes vivos que os lagos do grupo 1.

b) Os lagos de ambos os grupos deveriam se tornar turvos e apresentar menor disponibilidade de oxigênio.

c) Nos lagos do grupo 2, diferentemente dos lagos do grupo 1, deveria haver alta mortalidade de peixes.

d) Nos lagos do grupo 1, deveria haver alta mortalidade de peixes, e os lagos do grupo 2 deveriam permanecer inalterados.

e) Os peixes e os invertebrados deveriam morrer mais rapidamente nos lagos do grupo 1 se comparados aos dos lagos do grupo 2.

25. (UEPA) A substituição do diesel por biodiesel se justifica, principalmente, por razões ambientais. O aumento da concentração de CO2 na atmosfera agrava o efeito estufa. As figuras abaixo apresentam esquemas da produção de dióxido de carbono por veículos automotivos, utilizando combustíveis fósseis (a) e derivados de biomassa (b).

25

(Fonte: Adaptado de OLIVEIRA, F. C. C; SUAREZ, P. A. Z; SANTOS, W. L. P. dos. Biodiesel: Possibilidades e desafios. Química Nova na Escola maio/2008)

Considere as afirmativas abaixo:

I. O Efeito estufa é um fenômeno natural que consiste na ação do dióxido de carbono e de outros gases sobre os raios infravermelhos refletidos pela superfície da Terra, mantendo assim uma temperatura estável no planeta.

II. O aumento da concentração dos gases nitrogênio (N2) e oxigênio (O2) pode provocar uma intensificação do efeito estufa.

III. O uso de derivados de petróleo aumenta a concentração de CO2 na atmosfera, o que traz como resultado o aquecimento global.

IV. A produção e o uso de biodiesel como combustível permite uma reabsorção do CO2 liberado durante sua queima, possibilitando uma redução na poluição atmosférica quando comparado com a queima de combustíveis fósseis.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) I e II.

b) I, II e III.

c) I, II e IV.

d) I, III e IV.

e) II, III e IV.

26. (COVEST) As comunidades são formadas por populações de diferentes espécies que vivem juntas e interagem entre si, de forma harmônica ou não. Todas as interações, no entanto, são importantes para a manutenção do equilíbrio ecológico. A preservação da natureza e o respeito à manutenção desse equilíbrio é dever de todo cidadão. Analise as afirmações seguintes.

I   II

0  0 – Sucessão ecológica secundária pode ocorrer em locais anteriormente habitados por outras comunidades, onde existiam condições favoráveis ao estabelecimento de seres vivos, como é o caso, por exemplo, de áreas destruídas por queimadas.

1   1 – A derrubada de florestas só se constitui em uma ação benéfica para o ambiente quando pode promover o espessamento da camada de húmus, anteriormente consumida pelos organismos existentes.

2  2 – Embora condenáveis sob o ponto de vista da poluição ambiental, as queimadas anuais, realizadas para diferentes cultivos vegetais, propiciam a renovação de micronutrientes e agilizam uma atividade agrícola autossustentável.

3  3 – Alterações no tamanho da população de uma espécie podem determinar alterações em outras populações que com ela coexistem e interagem em uma comunidade, provocando desequilíbrios ecológicos.

4  4 – De acordo com o princípio da exclusão competitiva, ou princípio de Gause, duas espécies de uma comunidade podem ter o mesmo nicho ecológico, mas não podem apresentar o mesmo habitat por muito tempo, havendo exclusão de uma delas.

27. (FURG) Os navios de carga podem contribuir para um tipo de desequilíbrio ecológico pouco conhecido pela maioria das pessoas: a introdução de espécies exóticas. Esses navios possuem tanques onde a água do mar é armazenada para atuar como água-de-lastro. Chegando em um determinado porto, essa água pode ser liberada para restabelecer o equilíbrio do navio após seu carregamento. Essa água liberada, em geral, foi retirada de uma região distante e pode possuir larvas de invertebrados, peixes e outros organismos que serão lançados em diferentes partes do mundo. Esses organismos podem agir como competidores, predadores ou até parasitas da fauna local, gerando distúrbios ambientais por vezes catastróficos. São exemplos desses organismos:

NOME POPULAR

NOME CIENTÍFICO

ORIGEM

LOCAL DO IMPACTO

AMBIENTAL

Mexilhão-zebra

Dreissena polymorpha

Europa

Grandes Lagos ao norte dos Estados Unidos

Estrela-do-mar

Asterias amurensis

China e do Japão

Nova Zelândia

Mexilhão-dourado

Limnoperna fortunei

Ásia

Brasil

Siri-do-Pacífico

Charybdis hellerii

Oceanos Índico e

Pacífico

Brasil

A respeito dos organismos listados acima, assinale a alternativa que contém informações corretas.

a) Dreissena polymorpha, quando adulto, é transportado como parte do fitoplâncton.

b) Limnoperna fortunei é um molusco facilmente transportado pela água-de-lastro, pois quando adulto não possui concha.

c) Asterias amurensis deve causar pouco impacto, pois é um animal marinho filtrador.

d) Charybdis hellerii é um animal que pode ter sido transportado na forma de larva, pois possui desenvolvimento indireto.

e) Siri-do-Pacífico costuma viver preso (incrustado) no casco dos navios.

28. (UEA) Um pesquisador mediu a concentração de testosterona nas fezes de machos de peixe-boi-da-Amazônia (Trichechus inunguis) ao longo de vários meses. Verificou que os picos de concentração, de modo geral, coincidiam com o período chuvoso (outubro, novembro e dezembro), e a concentração fecal de testosterona diminuía ao final do período de grandes precipitações de chuvas. Também verificou que as concentrações de testosterona fecal eram menores a partir de fevereiro e março, quando do início de período de temperaturas mais elevadas na região. A partir desses dados, pode-se sugerir que

a) não há sazonalidade no ciclo reprodutivo do peixe-bo-da-Amazônia.

b) os peixes-boi-da-Amazônia devem mostrar maior atividade sexual a partir de fevereiro e março.

c) a subida do nível das águas e temperaturas mais baixas devem favorecer o início do período reprodutivo do peixe-boi-da-Amazônia.

d) o período de baixa precipitação pluviométrica e temperaturas mais elevadas devem favorecer o início do período reprodutivo do peixe-boi-da-Amazônia.

e) o peixe-boi-da-Amazônia, por se tratar de uma espécie de gestação longa, não tem o seu ciclo reprodutivo regulado pelo ciclo pluvial da região.

29. (UFJF) A lagartixa doméstica (Hemidactylus mabouia) e o mosquito doméstico (Aedes aegypti) vivem dentro de casa e perto do homem. As lagartixas são répteis de hábitos noturnos que apresentam um papel ecológico muito importante, pois se alimentam de vários artrópodes, incluindo o mosquito hospedeiro do vírus causador da dengue. Os adultos de Aedes aegypti têm hábitos diurnos e as fêmeas alimentam-se de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. Com relação ao texto acima, é incorreto afirmar que:
a) A lagartixa e o mosquito da dengue têm o mesmo nicho ecológico.
b) A lagartixa e o mosquito da dengue ocupam o mesmo hábitat.
c) A lagartixa é considerada um predador e atua no controle biológico.
d) A lagartixa não é um consumidor primário.

30. (UNEMAT) É comum a observação de jacarés aquecendo-se ao sol nas margens dos rios, durante o dia, no Pantanal mato-grossense. À noite, os jacarés submergem nas águas mais cálidas do rio, pois a água esfria mais lentamente que a terra. Assinale a alternativa que explica esse comportamento dos jacarés no Pantanal matogrossense.

a) Nos répteis não há respiração cutânea, apenas a pulmonar, pois a pele é seca, protegida por escamas de origem epidérmica ou placas ósseas de origem dérmica.

b) Os seres ectotérmicos, como os jacarés, dependem de fontes externas de calor como a energia do sol e as superfícies aquecidas do solo ou da água para regulação da temperatura corporal.

c) Eliminam ureia na excreção, composto nitrogenado de alta toxicidade.

d) Produzem ovos grandes, ricos em matéria nutritiva, resistentes e permeáveis aos gases respiratórios, que necessitam de cuidados.

e) Os jacarés são ovovivíparos, e a temperatura mais alta do ambiente está relacionada ao desenvolvimento de machos.

GABARITO

 

01

02 03 04 05 06 07 08 09

10

C

D A A D E B B C

D

11

12 13 14 15 16 17 18 19

20

A

E B B C D C VVFVV A

E

21

22 23 24 25 26 27 28 29

30

A

E A C D VFFVF D C A

B

 

 

 

 


Responses

  1. Obrigado…
    Esse site me ajudou bastante.
    Adorei, belo trabalho 😀

  2. Professor, tenho uma duvida na questão 3. O senhor pode verificar o gabarito para mim? Obrigado

    • Prezado Rafael
      – A compreensão desta questão para, obrigatoriamente, pelo conceito de sobrevivência já que na alternativa “a” consta: “A espécie I possui sobrevivência baixa entre indivíduos jovens e alta entre os adultos.”
      – Sobrevivência corresponde ao número de indivíduos de uma população que passam de intervalos de idade preestabelecidos para outros.
      – As curvas de sobrevivência das populações são importantes porque nos permitem visualizar quais os períodos de vida em que os indivíduos são mais vulneráveis e, como consequência, compreender melhor a dinâmica das populações.
      – Na população I verifica-se, proporcionalmente, um decréscimo maior (menor sobrevivência) na fase jovem do que na fase adulta. Tornando a alternativa “a” correta.
      Um abraço
      Djalma Santos

  3. Claro, claro!!
    Agora tudo faz sentido!

    Professor, o senhor é o mestre dos mestres!
    Um grande abraço!

  4. Professor, eu não entendi muito bem a questão 24, poderia me ajudar ?

    • Cara Raissa
      – Veja a seguir a explicação que você solicitou
      – O processo de eutrofização ocorre quando um corpo de água recebe grandes quantidades de nutrientes (principalmente fósforo), permitindo que haja um grande aumento da população de cianobactérias. O aumento da população de cianobactérias reduz a disponibilidade de oxigênio na água (como consta no enunciado, as cianobactérias são aeróbicas). Essa redução de oxigênio causa a morte de uma série de vertebrados e invertebrados aquáticos. Dessa forma, uma das consequências da eutrofização é a elevada mortalidade de peixes. De acordo com o experimento descrito na questão, se o fósforo realmente for o elemento responsável pelo aumento da população de cianobactérias, a sua deposição em lagos permitirá o aumento populacional desses microrganismos. Esse aumento populacional desencadeará o processo de eutrofização, que culminará no aumento da mortalidade de peixes. Esse padrão, entretanto, não deverá ocorrer nos lagos do grupo 1, que não receberam fósforo. Portanto, a alternativa correta é a C (“Nos lagos do grupo 2, diferentemente dos lagos do grupo 1, deveria haver alta mortalidade de peixes.”)
      Um forte abraço
      Djalma Santos

  5. Não entendi muito a questão 19 !! o Senhor Explica por favor ??

    • Caro José
      ALTERNATIVA CORRETA: A (“ar frio, ar quente (camada de inversão térmica) e ar frio.”).
      JUSTIFICATIVA
      Usualmente, os poluentes emitidos por diferentes fontes são conduzidos para o alto através do ar quente presente nas camadas mais próximas do solo. Conduzidos para o alto, onde o ar é mais frio, os citados poluentes se dispersam. No caso da inversão térmica, assunto focado na questão, como consta no enunciado “… fato conhecido por Inversão Térmica, …”, uma camada de ar quente, denominada camada de inversão térmica, forma-se sobre uma camada de ar frio, mais próxima ao solo. Como mostra a figura, isso dificulta a subida do ar com os poluentes, bem como a esperada dispersão desses poluentes, que ficam retidos por mais tempo nas camadas mais próximas do solo.
      Um abraço
      Djalma Santos

  6. Prof. Djalma.
    A questao n.2 nao tem alternativa correta.

    • 02. No estado do Espírito Santo, as lagoas costeiras estão ameaçadas pela poluição aquática, que pode acarretar um eutrofização artificial. Nesse caso, destacam-se os eventos seguintes:
      I. Proliferação de algas e plantas aquáticas superiores.
      II. Redução de oxigênio dissolvido.
      III. Aumento da concentração de nutrientes.
      IV. Risco de mortandade de peixes.
      V. Decomposição anaeróbica e formação de gás sulfídrico (H2S).
      A ordem em que esses processos normalmente ocorrem é:
      a) I → III → IV → II → V.
      b) II → V → III → I → IV.
      c) III → II → I → IV → V.
      d) III → I → II → V → IV.
      e) II → V → IV → III → I.
      Caro João Moreira
      Veja, a seguir, a resolução da questão que você solicitou.
      ALTENATIVA CORRETA: D (“III → I → II → V → IV.”).
      EUTROFIZAÇÃO OU EUTROFICAÇÃO
      A eutrofização é um fenômeno que decorre, via de regra, da presença de grandes quantidades de esgotos despejados em um ecossistema. Entrando em decomposição, por ação de bactérias e de fungos, a matéria orgânica presente no esgoto se transforma em nutrientes minerais (evento III). Utilizando esses nutrientes, as algas da superfície passam a exibir uma intensa proliferação (evento I), fenômeno conhecido como floração das águas. O aumento exagerado desses organismos na superfície dificulta a entrada de luz, o que pode acarretar a morte das algas e de outros produtores do fundo aquático. Essa proliferação pode, simultaneamente, provocar um decréscimo na quantidade de nutrientes, levando a que as algas morram e sejam decompostas. Durante a eutrofização há dois momentos em que a decomposição ocorre. Inicialmente, quando a matéria orgânica presente no esgoto é lançada na água. Essa decomposição é, até certo ponto, benéfica para todo o ecossistema, pois contribui para o aumento do número de algas e de animais diversos, inclusive de peixes. Em um segundo momento, verifica-se a decomposição da matéria orgânica que proliferou a partir do esgoto. Essa segunda decomposição, onde atuam microrganismos aeróbicos, provoca um maior impacto no ecossistema, em relação à primeira. A redução da quantidade de oxigênio dissolvido na água (evento II) aumenta a proliferação de bactérias anaeróbicas que, decompondo a matéria orgânica animal e vegetal morta, leva à produção de resíduos, como o ácido sulfídrico [H2S (evento V)], o que torna a água imprestável para o homem e como habitat de outros organismos (evento IV).
      Um abraço
      Djalma Santos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: