Publicado por: Djalma Santos | 30 de novembro de 2010

Testes de reprodução (1/5)

01. (UFAL) Durante a fase reprodutiva da mulher, a cada vinte e oito dias, aproximadamente, seu organismo prepara-se para a reprodução, que consiste na produção de óvulo e no desenvolvimento do revestimento da parede uterina, para receber o embrião que eventualmente se forme. Se a fecundação não ocorre, o revestimento do endométrio é eliminado, pela menstruação, e o organismo reinicia outro ciclo de preparação. Com relação aos hormônios que participam desse processo, analise as figuras e as proposições apresentadas.

01

1. Durante o período da menstruação, a hipófise começa a aumentar a produção do hormônio FSH (1), o qual induz o desenvolvimento de alguns folículos ovarianos. A taxa de estrógeno (3) se eleva na circulação sanguínea.

2. A presença do hormônio (3) no sangue começa a induzir o espessamento do endométrio. Quando a taxa desse hormônio atinge um determinado nível, a hipófise é estimulada a liberar grande quantidade de gonadotrofinas (1) e (2).

3. O hormônio LH (2), presente no sangue em taxas elevadas desde a ovulação, induz as células do folículo ovariano rompido a se transformarem no corpo amarelo.

4. Os hormônios sexuais, estrógeno (3) e progesterona (4), atuam em conjunto sobre o útero, continuando sua preparação para uma eventual gravidez. A elevação da taxa desses hormônios exerce um efeito inibidor sobre a hipófise que diminui a produção dos hormônios (1) e (2).

Estão corretas:

a) 1 e 2, apenas.

b) 2 e 3, apenas.

c) 3 e 4, apenas.

d) 1, 2 e 3, apenas.

e) 1, 2, 3 e 4.

02. (UFPB) O esquema a seguir ilustra o processo de formação dos gametas a partir de células germinativas, o que ocorre em indivíduos humanos do sexo masculino (espermatogênese).

02

De acordo com o processo esquematizado, é correto afirmar:

a) As espermatogônias formam-se por divisão meiótica de células da linhagem germinativa.

b) O espermatócito I forma-se por fusão das espermatogônias.

c) Os espermatócitos II formam-se ao final do processo de divisão meiótica.

d) As espermátides formam-se pelo crescimento e diferenciação dos espermatócitos II.

e) Os espermatozoides formam-se pela diferenciação das espermátides, sem que ocorram novas divisões celulares.

03. (COVEST) A reprodução humana envolve aspectos biológicos, culturais e religiosos que são considerados na escolha do casal por ter filhos. Sobre aspectos ligados ao controle da natalidade, pode-se afirmar o que segue.

I    II

0  0 – A pílula-do-dia-seguinte é abortiva, pois a interação de seus princípios ativos com o embrião fertilizado produz a destruição do mesmo.

1  1 – Mulheres com ciclo menstrual regular de 28 a 30 dias podem ter relações sexuais do primeiro ao nono dia do ciclo com chances mínimas de engravidar.

2  2 – Os testes de farmácia para detecção da gravidez identificam a presença do hormônio gonadotrofina coriônica na urina, produzido em maior quantidade em mulheres grávidas.

3  3 – A utilização de “camisinha” somente previne a gravidez se for utilizada em associação com uma pomada espermicida.

4  4 – A promiscuidade e a falta de uso da “camisinha”, além de aumentarem as chances de uma gravidez indesejada, acentuam a probabilidade de incidência do vírus HIV e da AIDS.

04. (UNESP)                 LEIA O TEXTO.

Esqueci a pílula! E agora?

Tomo pílula há mais de um ano e nunca tive horário certo. Em geral, tomo antes de dormir, mas, quando esqueço, tomo de manhã ou, na noite seguinte, uso duas de uma só vez. Neste mês, isso aconteceu três vezes. Estou protegida?

(Carta de uma leitora para a coluna Sexo & Saúde, de Jairo Bouer, Folha de S.Paulo, Folhateen, 29.06.2009.)

Considerando que a pílula à qual a leitora se refere é composta por pequenas quantidades dos hormônios estrógeno e progesterona, pode-se dizer à leitora que:

a) Sim, está protegida de uma gravidez. Esses hormônios, ainda que em baixa dosagem, induzem a produção de FSH e LH e estes, por sua vez, levam à maturação dos folículos e à ovulação. Uma vez que já tenha ocorrido a ovulação, não corre mais o risco de engravidar.

b) Sim, está protegida de uma gravidez. Esses hormônios, ainda que em baixa dosagem, induzem a produção de FSH e LH e estes, por sua vez, inibem a maturação dos folículos, o que impede a ovulação. Uma vez que não ovule, não corre o risco de engravidar.

c) Não, não está protegida de uma gravidez. Esses hormônios, em baixa dosagem e a intervalos não regulares, mimetizam a função do FSH e LH, que deixam de ser produzidos. Desse modo, induzem a maturação dos folículos e a ovulação. Uma vez ovulando, corre o risco de engravidar.

d) Não, não está protegida de uma gravidez. Esses hormônios, em baixa dosagem e a intervalos não regulares, inibem a produção de FSH e LH os quais, se fossem produzidos, inibiriam a maturação dos folículos. Na ausência de FSH e LH ocorre a maturação dos folículos e a ovulação. Uma vez ovulando, corre o risco de engravidar.

e) Não, não está protegida de uma gravidez. Esses hormônios, em baixa dosagem e a intervalos não regulares, não inibem a produção de FSH e LH os quais, sendo produzidos, induzem a maturação dos folículos e a ovulação. Uma vez ovulando, corre o risco de engravidar.

05. (COVEST) Com relação a alguns aspectos da reprodução e do desenvolvimento humano, analise o que é afirmado a seguir.

I   II

0  0 – Após a fecundação e subsequentes divisões celulares do zigoto, forma-se a mórula, na qual se observa uma camada externa de células denominadas trofoblastos.

1   1 – Na gravidez, o hormônio que prepara o útero para a nidação é a progesterona.

2  2 – A proliferação do trofoblasto na mucosa uterina dá formação às chamadas vilosidades coriônicas.

3  3 – Enquanto a mulher estiver grávida, o estrógeno e a progesterona mantêm a hipófise inibida, impedindo a liberação de FSH e de LH e, consequentemente, a maturação de folículo ovariano e a ovulação.

4  4 – Nos vertebrados, com exceção dos mamíferos eutérios, os anexos embrionários são formados a partir da blástula.

06. (UNESP) No homem, a cada ejaculação são liberados milhões de espermatozoides, cada um deles carregando um lote haploide de 23 cromossomos. Considerando-se apenas a segregação independente dos cromossomos na prófase I da meiose, podemos afirmar corretamente que, em termos estatísticos, no volume de um ejaculado estarão presentes até:

a) 2 elevado a 23 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide, uma vez que cada um deles carrega cromossomos de diferentes pares.

b) 2 elevado a 23 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide na sua composição de alelos.

c) 23 elevado a 2 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide, uma vez que cada um deles carrega cromossomos de diferentes pares.

d) 23 elevado a 2 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles com apenas um dos homólogos de cada par.

e) 23 x 23 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide na sua composição de alelos.

07. (UFCG) Importantes segmentos da sociedade, grupos religiosos e científicos, fervorosamente, discutem os diversos métodos contraceptivos. Atualmente, as controvérsias se destacam em relação à ação da pílula do dia seguinte, que funciona como anticoncepcional de emergência. Em relação aos métodos e alternativas de controle da natalidade, analise as afirmativas:

I. O Dispositivo Intra-Uterino (DIU), colocado no útero da mulher, impede que os espermatozóides alcancem o óvulo.

II. O coito interrompido é um método convencional que consiste em evitar a ejaculação dentro da vagina.

III. A vasectomia, como método de esterilização masculina, consiste na secção dos ductos deferentes.

IV. A “camisinha” é um método preservativo usado exclusivamente pelo homem.

V. O diafragma deve ser colocado no pênis antes da relação sexual.

VI. O aborto induzido é liberado no Brasil, quando a mulher apresentar riscos de vida ou gravidez por estupro.

VII. A pílula do dia seguinte contém hormônios que favorecem a fecundação.

Assinale a alternativa que apresenta as afirmativas corretas:

a) I, II, III e VI.

b) II, III, IV e VII.

c) IV, V, VI e VII.

d) I, III, V e VI.

e) III, IV, V e VI.

08. (UEMA) O Filo Cnidaria apresenta uma grande diversidade de processos reprodutivos que lhe garante sucesso no povoamento dos ambientes. Com base nos seus conhecimentos e no esquema de reprodução do gênero Obelia, apresentado a seguir, é correto afirmar que nas fases indicadas pelas letras A, B, C e D ocorrem, respectivamente,

08

Adaptada de: AMABIS, José Mariano. MARTHO, Gilberto Rodrigues. Biologia dos organismos. v. 2. São Paulo: Moderna. 1996.

a) reprodução assexuada por estrobilização; reprodução sexuada; fecundação externa e desenvolvimento indireto.

b) reprodução assexuada por brotamento; reprodução sexuada; fecundação interna e desenvolvimento indireto.

c) reprodução assexuada por brotamento; reprodução assexuada; fecundação externa e desenvolvimento indireto.

d) reprodução assexuada por bipartição; reprodução sexuada; fecundação externa e desenvolvimento direto.

e) reprodução assexuada por estrobilização; reprodução sexuada; fecundação interna e desenvolvimento indireto.

09. (PUC-RS) Qual das seguintes alternativas descreve a formação de um zigoto?

a) Fusão de núcleos haploides de duas células compatíveis (cariogamia).

b) Promoção da replicação do DNA e mitose.

c) Sucessão de divisões celulares que forma uma massa sólida de células.

d) Divisão da célula com 46 cromossomos para a formação de células com 23 cromossomos cada.

e) Promoção da transcrição do DNA e meiose.

10. (UFCG) O esquema abaixo representa as fases de fecundação, clivagem, e formação do bastocisto.

10

Os gêmeos resultantes de cada série têm respectivamente:

a) Dois âmnios e duas placentas – Dois âmnios e uma placenta – Um âmnio e uma placenta.

b) Dois âmnios e uma placenta – Dois âmnios e duas placentas – Um âmnio e uma placenta.

c) Dois âmnios e duas placentas – Um âmnio e uma placenta – Dois âmnios e uma placenta.

d) Dois âmnios e duas placentas – Dois âmnios e duas placentas – Dois âmnios e uma placenta.

e) Dois âmnios e uma placenta – Dois âmnios e uma placenta – Dois âmnios e uma placenta.

11. (CEFET-MG) As figuras abaixo representam processos que ocorrem nas gônadas humanas.

11

Os hormônios hipofisários diretamente relacionados aos processos representados na figura 1 e 2, são:

a) FSH e LH.

b) HCG e LH.

c) ACTH e LH.

d) ADH e FSH.

e) FSH e ACTH.

12. (UFT) O esquema abaixo mostra a série de transformações que resultam na formação dos gametas maduros durante a gametogênese. Observe o esquema para responder esta questão.

12

Com base no esquema abaixo, assinale a alternativa correta:

a) As espermatogônias são células haplóides que aumentam em número por meio das divisões mitóticas.

b) O espermatócito I sofre divisão mitótica, originando o espermatócito II.

c) As espermátides são produtos da meiose I da gametogênese masculina.

d) Os espermatozoides são produtos da meiose II.

e) O processo de maturação das espermátides em espermatozoides ocorre por divisão meiótica.

13. (UEPG) A gametogênese é um processo que ocorre na espécie humana, assim como em todos os animais, seres que apresentam normalmente reprodução sexuada. Ela consiste na produção de células especiais, os gametas feminino e masculino, que ao fundir-se formam o zigoto, a primeira célula de um novo organismo. A respeito desse processo, assinale o que for correto.

I    II

0  0 – No início da gametogênese, no período de multiplicação, ocorre um grande número de mitoses das células germinativas primordiais, resultando as gônias, que são células diploides.

1  1 – No período de crescimento, as gônias acumulam substâncias de reserva e aumentam em volume, denominando-se citos I, ainda diploides. Durante a sua maturação ocorrerá a meiose.

2 2 – A gametogênese masculina e a gametogênese feminina são processos muito semelhantes, diferindo apenas com relação ao tamanho dos gametas. O gameta feminino é microscópico e o gameta masculino é macroscópico.

3  3 – Na ovogênese, das quatro células resultantes da meiose, apenas a maior, o óvulo, é fértil. As outras três menores, os polócitos, são estéreis.

4  4 – Na metáfase originam-se os citos II, e no final, na anáfase, já estão formados os óvulos e as espermátides, ambos haploides.

14. (UFPA) O ciclo menstrual feminino é quase mensal e ocorre a partir da interação hormonal entre a hipófise, o ovário o útero, preparando o último para a implantação de um embrião. Entretanto, se houver a fecundação, surgem novas interações hormonais que provocam grandes alterações no organismo materno, preparando para a gravidez. Uma das primeiras mudanças é a inibição da ovulação, que é provocada pelo(a):

a) diminuição dos níveis do hormônio progesterona, que provoca o aumento da produção do hormônio FSH, impedindo a maturação de novos folículos ovarianos.

b) manutenção de altos níveis de progesterona, que impede a secreção do hormônio FSH e, consequentemente, a maturação de novos folículos ovarianos.

c) manutenção de altos níveis de FSH, que impede secreção de progesterona e, consequentemente, a maturação de novos folículos ovarianos.

d) aumento da produção do hormônio LH, que provoca a atrofia do corpo amarelo.

e) elevação da síntese do hormônio FSH, estimulada pelos níveis baixos de progesterona que deixam de ser liberados pela hipófise.

15. (UFPA) As pílulas anticoncepcionais contêm combinações de hormônios que:

a) inibem a ovulação por estimularem a produção de gonadotrofinas.

b) estimulam a produção do hormônio luteinizante (LH), que inibe a ovulação.

c) inibem a produção de progesterona, impedindo a formação da placenta.

d) inibem as gonadotrofinas e, consequentemente impedem a maturação dos folículos e a ovulação.

e) bloqueiam a ação dos estrógenos sobre o endométrio, impedindo a fixação da blástula.

16. (UEPA) O conhecimento científico sobre a “reprodução humana” garante à população a possibilidade de controlar conscientemente sua reprodução, utilizando para isso vários métodos contraceptivos desenvolvidos a partir de tecnologias que agem em diferentes etapas do processo reprodutivo.

(Fonte: Amabis e Martho: Biologia das células, 2004)

Considerando o termo destacado no texto acima, afirma-se que:

I. A ovulogênese tem início antes do nascimento da mulher.

II. Na puberdade surgem as características sexuais secundárias.

III. A pílula do dia seguinte impede tanto a ovulação quanto a implantação do embrião na parede uterina.

IV. Na vasectomia ocorre o seccionamento do ducto deferente, interrompendo a passagem dos espermatozoides.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) I, II e III.

b) I, III e IV.

c) I, II e IV.

d) II, III e IV.

e) I, II, III e IV.

17. (UNEMAT) A reprodução é o mecanismo responsável pela perpetuação da espécie e consiste fundamentalmente no processo em que um ou dois organismos originam um novo indivíduo. Sobre a reprodução humana e desenvolvimento embrionário, é correto afirmar.

a) Os espermatozoides são produzidos no epidídimo.

b) A fecundação ocorre no útero.

c) É através da placenta que o organismo materno fornece ao embrião nutrientes e oxigênio, e o embrião elimina excretas na circulação materna.

d) Após a formação do zigoto, inicia-se o processo de gastrulação, onde a célula-ovo sofre sucessivas divisões mitóticas, proporcionando um aumento significativo do número de células.

e) A segmentação é o estágio embrionário que se caracteriza pela formação dos folhetos embrionários: ectoderme, mesoderme e endoderme.

18. (UFAL) No ser humano, a fecundação, ou fertilização ocorre quando o ovócito e o espermatozoide se encontram na tuba uterina. Dos milhões de espermatozoides lançados na vagina em uma relação sexual, somente algumas centenas costumam chegar ao ponto da tuba uterina em que vai ocorrer a fecundação e a formação de uma célula-ovo ou zigoto. Os espermatozoides produzem enzimas que facilitam o acesso até o óvulo que, por sua vez, produz substâncias que impedem a entrada de outros espermatozoides. O zigoto recém-formado é levado para o útero pelas contrações musculares da tuba e também pelo movimento dos cílios existentes nas células desta região.

18

Sobre a reprodução humana, assinale a opção correta.

a) Se ocorre gravidez, o embrião recém-implantado produz um hormônio denominado prolactina, que estimula a atividade do corpo-amarelo e mantém elevados no sangue da gestante as taxas de estrógeno e de progesterona, o que impede a menstruação.

b) A gravidez ou gestação somente tem início por volta do 7º dia após a concepção, com a implantação do blastocisto na mucosa uterina, fenômeno chamado de nidação.

c) Após a formação do zigoto, ocorre a primeira divisão meiótica, da qual resultarão as duas primeiras células, ou blastômeros, que irão compor a mórula.

d) A placenta promove a comunicação nutricional entre a mãe e o filho, produzindo estrógeno e progesterona, em quantidades cada vez menores, até o final da gravidez.

e) Na 4a semana de vida, o embrião já tem 2,5 cm de comprimento e aparência tipicamente humana, passando a ser chamado de feto.

19. (UEMS) “O declínio dramático de algumas populações de sapos está diretamente ligado ao aquecimento global”, concluiu uma pesquisa publicada na revista científica Nature (13/02/2006). Neste trabalho, uma equipe internacional de cientistas analisou pontos de grande biodiversidade na América Central e na América do Sul e descobriu ligações entre a extinção de sapos e mudanças na temperatura.

Sobre as características reprodutivas dos sapos, pode-se afirmar que possuem:

a) fecundação interna e desenvolvimento indireto.

b) desenvolvimento direto com dimorfismo sexual.

c) vesícula vitelínica, âmnio, cório e alantoide.

d) fecundação externa, desenvolvimento indireto e dimorfismo sexual.

e) fecundação externa, desenvolvimento indireto e sem dimorfismo sexual.

20. (UPE) A perpetuação da vida no nosso planeta deve-se à característica mais típica dos seres vivos, que é a capacidade de reprodução, ou seja, produzir descendentes semelhantes a si mesmos. Identifique, nos esquemas, o tipo de reprodução característico destes organismos.

20

Assinale a alternativa correta.

a) Assexuada por: A– divisão binária; B– brotamento; C- esporulação.

b) Sexuada por: A– mitose; B– brotamento. C– cissiparidade.

c) Assexuada por: A– mitose; B– cissiparidade; C– brotamento.

d) Sexuada por: A– esporulação; B– esporulação; C– mitose.

e) Assexuada por: A– cissiparidade; B– mitose; C– esporulação.

21. (UFT) Com relação à reprodução de elasmobrânquios pode-se afirmar:

I. São animais de sexo separados e apresentam dimorfismo sexual.

II. No macho, a nadadeira pélvica está modificada num órgão copulador, denominado clásper.

III. A fecundação é interna, com desenvolvimento indireto.

IV. Existem espécies ovíparas, ovovivíparas e vivíparas.

Aponte a alternativa que traz as assertivas corretas:

a) I, II, III e IV.

b) I, II e IV, apenas.

c) II, III e IV, apenas.

d) I e II, apenas.

e) I, III e IV, apenas.

22. (UFAL) Com relação à atuação dos hormônios no ciclo menstrual feminino, é correto afirmar que:

a) o aumento de progesterona estimula a ovulação.

b) o aumento de estrógeno estimula a formação do corpo lúteo (amarelo).

c) o aumento do hormônio progesterona inibe a produção de hormônio folículo estimulante (FSH) e de hormônio luteinizante (LH).

d) o aumento do hormônio luteinizante (LH) estimula a produção de estrógeno no início do ciclo

menstrual.

e) o aumento de estrógeno no sangue estimula a menstruação.

23. (UEPG) Sobre fecundação, assinale o que for correto.

I   II

0  0 – Em muitos animais, inclusive vertebrados, como peixes e anfíbios, a fecundação é externa, ocorrendo no meio aquático, fora do corpo da fêmea.

1  1 – Em répteis, aves e mamíferos, a fecundação é interna, pois o encontro dos gametas acontece no sistema genital feminino após a cópula.

2  2 – Atualmente, com técnicas especiais, consegue-se a chamada fecundação in vitro em praticamente todas as espécies animais, inclusive no ser humano. O esperma coletado é colocado junto a óvulos preservados em solução fisiológica, numa placa de Petri.

3  3 – Para que haja o encontro dos gametas são necessárias substâncias especiais produzidas pelos óvulos e que atraem os espermatozoides. Estes, por sua vez, dispõem de enzimas que permitem a penetração no óvulo.

4  4 – Os invertebrados, como os insetos, apresentam exclusivamente fecundação externa, já que a fusão dos gametas ocorre obrigatoriamente fora do organismo da fêmea.

24. (UNIFAL-MG) Em relação aos métodos contraceptivos utilizados pela espécie humana, assinale a afirmativa incorreta:

a) O Método da Tabela se fundamenta em evitar manter relações sexuais durante os dias que correspondem ao período considerado fértil da mulher, que abrange cerca de dez dias antes e depois da ovulação.

b) A utilização de preservativos de látex (camisinha) impõe a presença de uma barreira física à passagem do esperma e apresenta a vantagem de proteger contra doenças sexualmente transmissíveis.

c) A utilização da pílula anticoncepcional necessita de acompanhamento médico, uma vez que a ingestão de hormônios que inibem a ovulação pode conduzir a efeitos colaterais prejudiciais à saúde da mulher.

d) A utilização do Dispositivo Intra-Uterino (DIU) consiste na instalação de uma peça metálica ou de plástico na parede interna do útero, de forma a evitar a instalação do embrião no endométrio.

25. (UNIPAM)

25

Embora muitos pesquisadores acreditem que os estímulos visuais que a mídia e a televisão oferecem às crianças interferem na sua maturação sexual e na idade da primeira menstruação — a menarca —, outros afirmam que o fato da sociedade estar mais erotizada não exerce influência na idade da menarca. Entretanto é consenso que a menarca precoce pode gerar diversos problemas, entre eles, a baixa estatura, a gravidez precoce, a endometriose e o câncer de mama, além das mudanças psicológicas que são seguidas de iniciação sexual precoce.

Considerando o texto e a figura a acima, que apresentam informações acerca do ciclo menstrual, julgue as alternativas abaixo.

I   II

0 0 – É correto inferir do texto que a menarca precoce aumenta a exposição às doenças sexualmente transmissíveis.

1  1 – Em uma terapia que procure evitar a menarca precoce, é correto que se inclua o hormônio folículo estimulante.

2  2 – Entre os hormônios mencionados na figura, o que apresenta a menor variação ao longo do ciclo menstrual é produzido nos ovários.

3  3 – Antes da menarca, o aparelho reprodutor feminino sofre modificações em sua morfologia, que ocorrem de forma periódica.

4  4 – Sabendo-se que os hormônios sexuais são produzidos a partir do colesterol, é correto concluir que as células ovarianas das meninas cuja menarca foi precoce são pobres em retículo endoplasmático liso.

26. (UFCG) Considerando que o esquema abaixo representa a espermatogênese, afirma-se:

26

I. A e B são células com 2n cromossomos.

II. D e E são as mesmas células em fases diferentes da maturação.

III. C e D são células com n cromossomos.

IV. Somente E são células com n cromossomos.

Assinale a alternativa correta:

a) I e II.

b) II e III.

c) II e IV.

d) I e III.

e) IV.

27. (IFSEP) A gametogênese feminina produz as células que devem acessar a tuba uterina (trompa de Falópio) para o processo de fertilização. O ovócito que alcan­ça a tuba uterina da mulher sofreu o processo de:

a) mitose.

b) primeira divisão da meiose.

c) segunda divisão da meiose.

d) expulsão de três corpúsculos polares.

e) divisão binária ou amitose.

28. (IFSUL) A reprodução sexuada começa com a formação dos gametas, processo denominado gametogênese. Neste processo, a formação de óvulos é chamada de ovogênese, enquanto que a formação de espermatozoides é chamada de espermatogênese. Na gametogênese, a partir de um ovócito I e de um espermatócito I, são originados, imediatamente após a meiose I, respectivamente,

a) 1 ovócito II e 1 glóbulo polar; 2 espermatócitos II.

b) 1 óvulo e 3 glóbulos polares; 4 espermatozoides.

c) 2 ovócitos II e 2 glóbulos polares; 4 espermatócitos II.

d) 2 óvulos e 2 glóbulos polares; 4 espermatozoides.

29. (UTFPR) Em organismos eucariontes unicelulares ou multicelulares, a reprodução pode estar associada à mitose. Em alguns fungos, como leveduras, surge por mitose uma célula menor que se destaca da célula inicial originando um novo organismo. Assinale a alternativa correta sobre este tipo de reprodução.

a) É uma reprodução sexuada e os descendentes serão geneticamente iguais entre si e em relação aos ascendentes.

b) É uma reprodução assexuada e denomina-se cissiparidade ou bipartição.

c) É uma reprodução por gemiparidade ou brotamento e os descendentes serão geneticamente idênticos entre si.

d) Esta reprodução denomina-se conjugação e é assexuada.

e) As células menores que surgem por mitose são gametas, portanto é uma reprodução sexuada.

30. (UNIVASF) Abaixo se ilustra o processo da ovulação humana. Correlacionando esse processo com o processo da ovulogênese, analise as proposições dadas.

30

1. No ovário, cada ovócito primário (I) está contido em um folículo (II).

2. A cada ciclo menstrual, um folículo ovariano inicia a maturação, formando um ovócito secundário (III).

3. Na ovulação, um folículo não elimina um óvulo, mas, sim, um ovócito secundário (IV)

4. Após a ovulação, o folículo transforma-se no corpo lúteo ou corpo amarelo (V).

Está(ão) correta(s) apenas:

a) 1 e 4.

b) 2 e 4.

c) 1, 2, 3 e 4.

d) 3 e 4.

e) 1 e 2.

GABARITO

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
E E FVVFV E FVVVF B A B A A
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
A D VVFVF B D E C B D A
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
B C VVVVF A VFFFF D B A C C

Responses

  1. nossa eu so queria um resume não um texto muito grande .fiquei desapomtada …mas tudo bem vou procurar ou ajuda ;/

  2. professor, poderia explicar a questão 6 e a afirmativa-III da questão 16?
    Obrigado.

    • Prezado Filipe
      Abaixo as explicações que você solicitou:
      QUESTÃO 06
      – “Na meiose I, mais especificamente na metáfase I, os 46 cromossomos pareiam-se ao acaso na placa equatorial, o que permite a obtenção de 223 possibilidades diferentes de combinações – o que contribui muito para a variabilidade genética da espécie. Cada espermatozoide assim formado, terá 23 cromossomos, porém, os alelos que cada espermatozoide possuirá vai depender do lote cromossômico herdado”.
      Resposta: B
      – Resolução: Prof. Evandro Marques de Oliveira (Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela UFV-MG; Pós-Graduado em Biologia pela UFLA-MG; Professor do Ensino Médio)
      AFIRMATIVA III – questão 16
      – Caso mulher ainda não tenha ovulado, a pílula impede a liberação do óvulo. Se ela já tiver ovulado, a pílula altera a secreção vaginal, agindo no muco cervical e no endométrio, tornando o ambiente hostil, impedindo, dessa maneira, a fecundação. Caso a fecundação já tenha ocorrido, a pílula provoca alterações no endométrio impedindo a implantação do óvulo fecundado.
      Um abraço
      Djalma Santos

  3. professor boa tarde gostaria muito de uma explicaçao da questão 2 achei que a resposta fosse a letra d desde já obrigada

    • Cara Rosangela
      – A alternativa d (“… As espermátides formam-se pelo crescimento e diferenciação dos espermatócitos II. …”) está incorreta. Veja a explicação a seguir.
      – Os espermatócitos II (espermatócitos secundários) entram em meiose II (segunda divisão da meiose) e originam às espermátides. Em seguida, cada espermátide se transforma em um espermatozoide, como mostra a figura da questão em foco.
      Um abraço
      Djalma Santos

  4. Essa afirmativa está correta? A presença do estrógeno estimula a hipófise a produzir, ainda, uma grande quantidade de FSH?

    2. A presença do hormônio (3) no sangue começa a induzir o espessamento do endométrio. Quando a taxa desse hormônio atinge um determinado nível, a hipófise é estimulada a liberar grande quantidade de gonadotrofinas (1) e (2).

    • Cara Valdenice
      – Questão 01
      – Todos os conteúdos contidos nas cinco alternativas estão corretos, como consta na publicação.
      Um abraço
      Djalma Santos

  5. Professor, na questão 17 é correto afirmar que as excretas são liberadas na circulação materna? Não seria esta a função do alantoide?

    • 17. (UNEMAT) A reprodução é o mecanismo responsável pela perpetuação da espécie e consiste fundamentalmente no processo em que um ou dois organismos originam um novo indivíduo. Sobre a reprodução humana e desenvolvimento embrionário, é correto afirmar.
      a) Os espermatozoides são produzidos no epidídimo.
      b) A fecundação ocorre no útero.
      c) É através da placenta que o organismo materno fornece ao embrião nutrientes e oxigênio, e o embrião elimina excretas na circulação materna.
      d) Após a formação do zigoto, inicia-se o processo de gastrulação, onde a célula-ovo sofre sucessivas divisões mitóticas, proporcionando um aumento significativo do número de células.
      e) A segmentação é o estágio embrionário que se caracteriza pela formação dos folhetos embrionários: ectoderme, mesoderme e endoderme.
      Cara Anna
      O alantoide é um anexo embrionário que ocorre nos repteis, nas aves e nos mamíferos. Nos dois primeiros e nos mamíferos ovíparos (prototerianos ou monotrematas) é bastante desenvolvido e promove o armazenamento de excretas e a mobilização de parte do cálcio presente nas cascas do ovo, que é usado para a formação do esqueleto. Nesses seres, ele também participa, em associação o cório (alantocórion), das trocas gasosas entre o embrião e o meio ambiente. Nos placentários, entretanto, é pouco desenvolvido e não possui as funções descritas acima. Parte do alantoide se associa ao córion e seus vasos sanguíneos se incorporam ao cordão umbilical, formando as artérias e as veias umbilicais.
      A placenta, encontrada nos mamíferos placentários (metaterianos e euterianos), é uma estrutura bastante vascularizada que une mecânica e metabolicamente, o embrião ao organismo materno, via útero. A conexão embrião-placenta é feita através do cordão umbilical, onde os sangues embrionário e materno circulam bem próximos, sem, contudo, haver mistura entre eles. As duas circulações estão, em verdade, separadas pelas paredes dos vasos e por vilosidades, efetuando-se, neste local, as trocas metabólicas. Catabolitos, como gás carbônico e ureia, passam para circulação materna, enquanto oxigênio, substâncias nutritivas (glicose, aminoácidos, ácidos graxos, etc.), anticorpos e outros elementos, necessários ao feto, movimentam-se em direção contrária. A placenta tem, dessa forma, por função promover a nutrição, a excreção e a respiração do feto, através de duas artérias que levam sangue venoso (rico em dióxido de carbono) do feto à placenta e uma veia que leva sangue arterial (rico em oxigênio) da placenta ao feto, presentes no cordão umbilical. Além disto, a placenta atua também como uma glândula endócrina, secretando vários hormônios, entre eles a progesterona e os estrógenos.
      Um abraço
      Djalma Santos

  6. Professor,

    1 – A resposta da alternativa 8 não é a letra C?

    2 – Na questão 12, a meiose 2 não ocorre dos espermatócitos II para as espermátides?

    3- Na questão 19, o dimorfismo sexual dos sapos ocorre em poucas espécies e na maioria é quase imperceptível, não é mesmo?

    Abraço 🙂

    • Cara Vitoria
      Veja a seguir as explicações que você solicitou.
      QUESTÃO 08
      – A: reprodução assexuada por brotamento.
      – B: reprodução sexuada. Observe que o esquema mostra envolvimento de gametas.
      – C: o esquema mostra que ocorre uma fecundação interna. Ela não se processa no meio ambiente.
      – D: desenvolvimento indireto. Há formação de larva.
      – ALTERNATIVA CORRETA B
      (“reprodução assexuada por brotamento; reprodução sexuada; fecundação interna e desenvolvimento indireto.”).
      QUESTÃO 12
      – A espermatogênese [processo formador do gameta masculino (espermatozoide)] que ocorre no interior dos túbulos seminíferos, costuma ser dividida em quatros fases (ou períodos): proliferação (ou multiplicação), crescimento, maturação e espermiogênese.
      I. Proliferação: tem início na fase intrauterina e se prolonga, praticamente, por toda a vida. Nessa fase, as células primordiais do testículo se dividem por mitose, convertendo-se em espermatogônias, células diploides que aumentam em número.
      II. Crescimento: nesta fase ocorre um aumento no volume citoplasmático, transformando as espermatogônias em espermatócitos primários (espermatócitos de primeira ordem ou espermatócitos I), também diploide.
      III. Maturação: esta é a fase onde ocorre e meiose. Cada espermatócito primário sofre a meiose I, dando origem a dois espermatócitos secundários (espermatócitos de segunda ordem ou espermatócitos II), que são haploides, embora cada cromossomo seja constituído por duas cromátides-irmãs (cromossomo duplicado). Tem lugar, então, a meiose II, onde cada espermatócito secundário dá origem a duas espermátides haploides, com cromossomos não duplicados. Dessa forma, ao fim da meiose são formados quatro espermátides, a partir de uma espermatogônia que iniciou a maturação.
      IV. Espermiogênese: após o período de maturação, ocorre a espermiogênese, que se caracteriza pela diferenciação das espermátides em espermatozoides. Nesta fase, as espermátides perdem grande parte do seu citoplasma e desenvolvem a cauda ou flagelo. Percebe-se, também, que as mitocôndrias se agrupam no início da cauda (peça intermediária). Este conjunto de transformações torna as células leves e móveis, capazes de se deslocar, com grande velocidade em direção ao “óvulo”.
      ALTERNATIVA CORRETA: D
      (“Os espermatozoides são produtos da meiose II.”)
      JUSTIFICATIVA
      – ALTERNATIVA A (“As espermatogônias são células haploides que aumentam em número por meio das divisões mitóticas.”) – INCORRETA
      * As espermatogônias são células diploides, resultantes da proliferação das células primordiais do testículo, que se dividem por mitose, aumentando-as em número.
      – ALTERNATIVA B (“O espermatócito I sofre divisão mitótica, originando o espermatócito II.”) – INCORRETA
      * Na transformação do espermatócito I em espermatócito II não ocorre por divisão mitótica e sim por meiose (meiose I ou primeira divisão da meiose).
      – ALTERNATIVA C (“As espermátides são produtos da meiose I da gametogênese masculina.”) – INCORRETA
      * As espermátides (haploides) são formadas a partir dos espermatócitos secundários, graças à meiose II (equacional) e não à meiose I (reducional).
      – ALTERNATIVA D (“Os espermatozoides são produtos da meiose II.”) – CORRETA
      * Os espermatozoides (haploides) se formam por espermiogênese (ou maturação) processo de diferenciação das espermátides, produtos da meiose II (segunda divisão da meiose).
      – ALTERNATIVA E (“O processo de maturação das espermátides em espermatozoides ocorre por divisão meiótica.”) – INCORRETA
      * A maturação das espermátides em espermatozoides é denominada espermiogênese, na qual não há meiose nem mitose. Nela, podemos destacar que as espermátides perdem grande parte do seu citoplasma e desenvolvem a cauda ou flagelo.
      QUESTÃO 19
      19. (UEMS) “O declínio dramático de algumas populações de sapos está diretamente ligado ao aquecimento global”, concluiu uma pesquisa publicada na revista científica Nature (13/02/2006). Neste trabalho, uma equipe internacional de cientistas analisou pontos de grande biodiversidade na América Central e na América do Sul e descobriu ligações entre a extinção de sapos e mudanças na temperatura.
      Sobre as características reprodutivas dos sapos, pode-se afirmar que possuem:
      a) fecundação interna e desenvolvimento indireto.
      b) desenvolvimento direto com dimorfismo sexual.
      c) vesícula vitelínica, âmnio, cório e alantoide.
      d) fecundação externa, desenvolvimento indireto e dimorfismo sexual.*
      e) fecundação externa, desenvolvimento indireto e sem dimorfismo sexual.
      – Observe que a questão solicita as características reprodutivas dos sapos (“Sobre as características reprodutivas dos sapos, pode-se afirmar que possuem:”). Considerando o que está sendo solicitado, a alternativa correta é D (“fecundação externa, desenvolvimento indireto e dimorfismo sexual.”).
      Um abraço
      Djalma Santos

  7. Professor Djalma, por que a 8º questão não seria a letra E, já que, pelo que eu sei, essa liberação da medusa pelo pólipo se chama estrobilização? Por favor, corrija-me onde estiver errado, obrigado.

    • Paulo
      Ver resposta ao comentário de Vitória no dia 25/08/2014.
      Djalma Santos

  8. Como saber, na questão 6, que o número de espermatozoides é 2 elevado a 23?

    • 06. (UNESP) No homem, a cada ejaculação são liberados milhões de espermatozoides, cada um deles carregando um lote haploide de 23 cromossomos. Considerando-se apenas a segregação independente dos cromossomos na prófase I da meiose, podemos afirmar corretamente que, em termos estatísticos, no volume de um ejaculado estarão presentes até:
      a) 2 elevado a 23 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide, uma vez que cada um deles carrega cromossomos de diferentes pares.
      b) 2 elevado a 23 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide na sua composição de alelos.
      c) 23 elevado a 2 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide, uma vez que cada um deles carrega cromossomos de diferentes pares.
      d) 23 elevado a 2 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles com apenas um dos homólogos de cada par.
      e) 23 x 23 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide na sua composição de alelos.
      Prezada Isabele
      Veja, a seguir, a explicação que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: B (“2 elevado a 23 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide na sua composição de alelos.”).
      – Como se pode constatar, na alternativa não consta que o número de espermatozoide é 2 elevado a 23, como você menciona no seu comentário, mas sim 2 ELEVADO A 23 ESPERMATOZOIDES DIFERENTES.
      JUSTIFICATIVA
      Por ocasião da meiose I (divisão I da meiose), especificamente na metáfase I, os cromossomos homólogos se dispõem na zona equatorial da célula, formando a placa equatorial ou placa metafásica. Isto permite a obtenção de 2 elevado a 23 possibilidades diferentes de combinações, contribuindo, dessa forma, para a variabilidade genética da espécie. Assim sendo, cada espermatozoide formado terá 23 cromossomos, cujos alelos que cada um deles possui dependerão do lote cromossômico herdado. Em última análise, podemos concluir que existem 2 elevado a 23 combinações diferentes em relação à composição dos genes alelos.
      Sucesso
      Djalma Santos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: