Publicado por: Djalma Santos | 3 de dezembro de 2010

Testes de botânica (2/5)

01. (URCA) Observe atentamente o gráfico abaixo e selecione a alternativa correta a respeito do mesmo.

01

a) Entre o ponto A e B a transpiração é estomática e cuticular.

b) Entre os pontos A e C a transpiração é apenas cuticular.

c) Entre B e C a transpiração é apenas estomática.

d) Entre B e C a transpiração é estomática e cuticular.

e) Entre A e B a transpiração é apenas estomática.

02. (UFAC) A folha é uma estrutura resultante da expansão lateral do caule, a qual é responsável pelo processo da fotossíntese. As folhas completas são formadas por pecíolo, bainha, limbo e estípulas. Na natureza existem certos tipos de folhas que são classificadas como “folhas modificadas”. Nesse cenário, assinale a alternativa que apresenta um tipo de folha modificada.

a) Estômato.

b) Cloroplasto.

c) Nervura primária.

d) Coletora.

e) Célula companheira.

03. (UFJF) Uma angiosperma arbórea foi atingida acidentalmente por um tiro de revólver. A bala ficou alojada no cerne, a 10 cm da casca e bem no centro do tronco da árvore. Em relação ao solo, a altura de entrada da bala foi de 1,0 m. Considerando que essa árvore aumenta a sua espessura em 1,0 cm ao ano e a sua altura em 1,0 m ao ano, em que posição, aproximadamente, a bala deverá se encontrar 5 anos após o ocorrido?

a) A 5 cm da casca e a 6,0 m do solo.

b) A 10 cm da casca e a 1,0 m do solo .

c) A 10 cm da casca e a 6,0 m do solo.

d) A 15 cm da casca e a 1,0 m do solo.

e) A 15 cm da casca e a 6,0 m do solo.

04. (UNIFAL-MG) Diferentemente das algas e dos musgos, as pteridófitas, as gimnospermas e as angiospermas são plantas vasculares. Considerando esses organismos e suas características, assinale a alternativa correta.

a) As plantas vasculares apresentam tecidos condutores de água e de matéria orgânica, denominados xilema e floema.

b) Os musgos e as algas pluricelulares macroscópicas pertencem ao reino das Briófitas.

c) Os soros, distribuídos na superfície das folhas dos esporófitos das pteridófitas, contêm os gametângios.

d) As gimnospermas e as angiospermas produzem frutos e sementes contendo o embrião resultante da fecundação interna.

e) As flores, contendo os estames e os carpelos, são as estruturas reprodutivas das pteridófitas, das gimnospermas e das angiospermas.

05. (UFPB) A figura abaixo representa o experimento desenvolvido pelo cientista italiano Marcello Malpighi, para verificar a translocação dos solutos orgânicos no caule de plantas vasculares.Com base na figura e nos processos de condução através dos tecidos vasculares, assinale a(s) alternativas(s) correta(s).

05

I    II

0   0 – O xilema continua transportando água e sais minerais para a folha.

1   1 – O xilema acumula os solutos orgânicos na parte superior do caule, como indicado pela seta na figura B.

2   2 – O floema está situado mais externamente em relação ao xilema.

3  3 – O floema deixa de transportar compostos orgânicos para as raízes e, por esse motivo, a planta poderá morrer.

4  4 – O floema, responsável pela translocação, continua levando os compostos orgânicos dos locais onde se encontram em baixa concentração para os locais de alta concentração.

06. (UFJF) Mandioca, arroz e feijão são básicos na culinária brasileira. Sobre esses vegetais é correto afirmar que:

a) caule da mandioca e fruto de arroz e feijão são as principais partes comestíveis.

b) apesar de outros constituintes, o amido é a fonte de reserva em maior quantidade nas partes comestíveis dos três vegetais.

c) esses vegetais se tornaram básicos devido à influência de colonização europeia e asiática no país.

d) a nível celular, as reservas obtidas desses vegetais estão armazenadas nos vacúolos.

e) a reserva nutritiva consumida pelo homem seria consumida na propagação sexuada desses vegetais.

07. (UEPG) Sobre frutos, assinale o que for correto.

I   II

0  0 – Os frutos são estruturas auxiliares no ciclo reprodutivo das angiospermas: protegem as sementes e auxiliam em sua disseminação.

1  1 – Os frutos constituem o ovário amadurecido e geralmente ocorrem após a fecundação.

2  2 – Nos casos em que o ovário origina o fruto sem que tenha ocorrido a fecundação, não há formação de sementes, como acontece com a banana e a laranja-da-baía. O fruto assim formado chama-se partenocárpio.

3  3 – A parede desenvolvida do ovário é denominada mesocarpo, que corresponde ao fruto propriamente dito.

4  4 – Os frutos classificam-se em carnosos (uva, mamão, ameixa, manga, etc.) e secos (leguminosas, trigo, milho, arroz, etc.).

08. (UFERSA) Responda esta questão com base na ilustração abaixo que representa um desenho infantil.

08

Sobre as características dos vegetais pertencentes ao filo do pinheiro é incorreto afirmar que

a) são lenhosos.

b) apresentam sementes nuas.

c) são os mais abundantes no planeta.

d) existem desde o tempo dos dinossauros.

09. (UNIVASF) Da semente do milho é feito o fubá, muito apreciado no Nordeste. No Sul e no Sudeste, o pinhão, que é a semente do pinheiro-do-paraná, é muito apreciado. As plantas das quais se obtém a matéria prima para o fabrico do fubá e para a obtenção do pinhão pertencem, respectivamente, aos grupos vegetais denominados:

a) Angiosperma e gimnosperma.

b) Briófita e pteridófita.

c) Angiosperma e pteridófita.

d) Gimnosperma e briófita.

e) Gimnosperma e angiosperma.

10. (UFPI) A flor é o órgão de reprodução sexuada, usualmente com estruturas protetoras e reprodutoras, ainda que um ou mais destes verticilos possam faltar. Sua morfologia é bastante variável entre as plantas, refletindo a especialização no uso de diferentes polinizadores. Com relação à presença de flores nas angiospermas, é correto afirmar:

a) Espécies com flores aclamídeas ou aperiantadas são aquelas que apresentam apenas um verticilo de proteção.

b) Em espécies monoicas, um mesmo indivíduo apresenta tanto flores estaminadas quanto flores carpeladas.

c) Em espécies dioicas, as flores estaminadas e carpeladas ocorrem no mesmo indivíduo.

d) Indivíduos que possuem flores homoclamídeas apresentam sépalas e pétalas distintas; nesse caso, o perianto é denominado perigônio.

11. (UFRPE) Na figura, ilustra-se a folha de uma angiosperma, em corte transversal. Nela, estão indicados três tecidos do vegetal (1, 2 e 3) e uma estrutura importante para a ocorrência das trocas gasosas (4). Assinale a alternativa que indica, respectivamente, a denominação de 1, 2, 3 e 4.

11

a) Epiderme, meristema primário, meristema secundário, estômato.

b) Cutícula, parênquima, colênquima, hidatódio.

c) Meristema primário, colênquima, esclerênquima, mesófilo.

d) Epiderme, parênquima clorofiliano paliçádico, parênquima clorofiliano lacunoso, estômato.

e) Cutícula, parênquima, colênquima, hidatódio.

12. (UFPI) As plantas possuem a capacidade de responder e fazer ajustes a uma ampla faixa de alterações em seu ambiente externo. Essa capacidade é manifestada principalmente nas mudanças dos padrões de crescimento. Com relação aos principais tipos de movimentos ou respostas de crescimento aos estímulos externos nas plantas, é correto afirmar:

a) Gravitropismo é o crescimento para baixo das raízes e do caule, aparentemente causado pela redistribuição vertical da auxina para o lado superior do caule e da raiz induzida pela gravidade.

b) Fototropismo é o crescimento do sistema caulinar em direção à luz. Pode ser causado por uma redistribuição lateral da auxina para o lado sombreado da estrutura, induzida pela luz.

c) Hidrotropismo é o crescimento de caules em direção a regiões de maior potencial hídrico. As células sensoras estão localizadas no ápice caulinar.

d) Tigmonastia é o movimento resultante do estímulo mecânico, tal como o fechamento de folhas de plantas sensitivas e carnívoras. Resulta da mudança de turgor das células do mesofilo foliar.

e) Nictinastia é o movimento de dormir das folhas, resultante de mudanças de turgor das células vasculares. O fitocromo e o relógio biológico controlam esse movimento.

13. (MACK) A sequência abaixo, do ciclo reprodutivo dos vegetais, ocorre apenas em:

13

a) Angiospermas.

b) Gimnospermas.

c) Angiospermas e Gimnospermas.

d) Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas.

e) Dicotiledôneas.

14. (UFCG)A flor é um ramo especializado das angiospermas, onde se encontram os elementos reprodutores. O diagrama floral representa a disposição desses elementos, que de fora para dentro são respectivamente:

a) Tépalas, corola, gineceu e androceu.

b) Androceu, tépalas, corola e cálice.

c) cálice e corola.

d) Cálice Gineceu, perianto, corola, androceu e gineceu.

e) Corola, pétalas, gineceu e androceu.

15. (UEPG) A respeito das folhas, assinale o que for correto.

I    II

0  0 – As nervuras das folhas das dicotiledôneas são diferentes das nervuras das folhas das monocotiledôneas. As folhas das dicotiledôneas são paralelinérveas (apresentam nervuras paralelas), ao passo que as folhas das monocotiledôneas são peninérveas (apresentam nervuras ramificadas).

1  1 – As folhas de dicotiledôneas geralmente são invaginantes e se prendem ao ramo caulinar por uma bainha; as folhas de monocotiledôneas são pecioladas e seu limbo prende-se ao ramo caulinar por meio de um pecíolo.

2  2 – Uma folha completa é constituída de limbo, pecíolo, bainha e estípulas. Qualquer uma dessas partes pode não estar presente numa folha, mas é raro ocorrer a falta de limbo.

3  3 – Gavinhas são folhas modificadas cuja função é prender a planta a um suporte, como se verifica com o maracujá e a orquídea.

4  4 – Brácteas são folhas presentes na base das flores. Elas geralmente são pouco vistosas, ainda que possam ser coloridas, e atuam como estruturas de atração de insetos e pássaros.

16. (UFPR)

LEIA O QUADRINHO.

16

Considerando as estruturas mencionadas, a primeira reprodução descrita ocorre:.

a) nas gimnospermas e angiospermas e promove a variabilidade genética.

b) em todas as plantas vasculares e possibilita a formação de semente.

c) apenas em gimnospermas, e a segunda ocorre em todas as plantas.

d) em algumas angiospermas, e a segunda ocorre nos esporófitos das pteridófitas.

e) apenas nas angiospermas e possibilita a formação de sementes e frutos.

17. (UEM) Sobre fungos e plantas, é correto afirmar que:

I   II

0  0 – Apenas as pteridófitas, dentre as plantas vasculares, dependem da água para o processo de fecundação.

1   1 – Nas samambaias e nas gimnospermas o esporófito é (2n).

2  2 – Angiospermas,  as únicas  plantas com  flores e  frutos, não  apresentam  reprodução assexuada.

3   3 – Rizoide, filoide e cauloide fazem parte do gametófito dos musgos.

4   4 – Fungos não estabelecem relação de parasitismo com organismos clorofilados.

18. (UFPel)    O TEXTO A SEGUIR SERVE BASE PARA ESTA QUESTÃO.

Descobertas recentes de pesquisadores israelenses mostram que a figueira foi a primeira planta a ser cultivada pelo homem, há mais de 11 mil anos. Nas florestas tropicais, ela se destaca pelo importante papel ecológico que desempenha, alimentando grande número de aves, morcegos e macacos, entre outros animais. Além disso, a forma como se reproduz é considerada excepcional entre as plantas. A polinização é feita exclusivamente por diminutas vespas-de-figo, pertencentes à família Agaonidae, que em geral têm menos de 2 mm. Os ovos dessas vespas só se desenvolvem dentro do figo.

Ciência Hoje, vol. 42, nº 249 – junho 2008.[Adapt.]

O figo – onde se desenvolvem as larvas da vespa-do-figo – pode ser classificado como um:

a) fruto simples, desenvolvido a partir do receptáculo de uma flor com muitos ovários.

b) pseudofruto múltiplo, proveniente do desenvolvimento dos ovários de muitas flores de uma inflorescência, que crescem juntos em uma única estrutura.

c) fruto agregado ou composto, desenvolvido a partir do pedúnculo ou do receptáculo de uma só flor.

d) pseudofruto carnoso do tipo baga, com várias sementes facilmente separáveis dele.

e) pseudofruto deiscente, apresentando a característica de abrir-se naturalmente quando atinge a maturidade.

19. (UEPG) O caule é uma estrutura vegetal que liga as partes aéreas com as subterrâneas da planta, promovendo um intercâmbio de substâncias. Sobre essa importante estrutura, assinale o que for correto.

I   II

0  0 – O caule se forma a partir de um meristema apical situado no embrião, e que dá origem à gema apical na planta adulta. Além da gema apical, que participa do crescimento da planta em altura, existem gemas laterais, que promovem a ramificação.

1  1 – Alguns caules sofrem modificações ou adaptações, assumindo funções específicas, como os espinhos observados nas roseiras, que atuam na defesa da planta.

2  2 – A mangueira, a palmeira e a cana-de-açúcar, que são classificadas como vegetais de caules aéreos, representam, respectivamente, os tipos: tronco, colmo e estipe.

3  3 – A região do caule que contém as gemas laterais compõe os nós, e o intervalo entre um nó e outro é chamado entrenó. O crescimento do caule em comprimento ocorre principalmente por meio do aumento das células dos entrenós mais próximos do ápice das plantas.

4  4 – A presença de gemas caracteriza o caule e permite distingui-lo da raiz, pois esta não as possui. As gemas também dão origem às folhas e às flores.

20. (UFPI) Folhas são estruturas aéreas de crescimento determinado, usualmente laminar, com função principal de órgão fotossintético. São extremamente variáveis e importantes na adaptação das plantas a diferentes ambientes. Com relação à folha, é incorreto afirmar:

a) As folhas de xerófitas geralmente contêm maior número de estômatos; isso permite uma taxa mais elevada de trocas gasosas durante os períodos, relativamente raros, de suprimento de água.

b) Pelos epidérmicos podem ocorrer em uma ou em ambas as superfícies foliares. Juntamente com resinas que são secretadas por alguns pelos, eles podem retardar a perda de água pelas folhas.

c) Algumas folhas apresentam em suas margens hidatódios responsáveis pela eliminação do excesso de água na planta em forma de vapor. Esse fenômeno é conhecido como gutação.

d) No mesofilo, encontramos espaços intercelulares que estão conectados com a atmosfera através dos estômatos, os quais facilitam as trocas gasosas, e os cloroplastos, que são particularmente especializados para a fotossíntese.

e) No mesofilo, encontramos numerosos feixes vasculares, ou nervuras. Em muitas eudicotiledôneas, o padrão reticulado é mais comum; já nas monocotiledôneas, o arranjo de nervuras mais comum é paralelo.

21. (UFMS)As plantas também têm seus truques de comunicação! Algumas exalam perfumes, fabricam óleos, néctar,mudam suas formas, tudo para chamar seus polinizadores e avisar que estão prontas para a reprodução(oferecendo recompensas); além disso, abastecem seus frutos de artifícios para que suas sementes sejam levadas por animais, por exemplo, para bem longe da planta-mãe. Observe as afirmativas a seguir.

I. Nesse sentido, as Briófitas economizam esforços, porque só precisam de água para dar um impulso no seu ciclo reprodutivo.

II. As Pteridófitas e as Gimnospermas, de maneira geral, também não investem em propagandas ou recompensas, pois usam o vento para polinizar e para promover o encontro de seus gametas.

III. Grande parte das Angiospermas investe muito na comunicação com polinizadores e dispersores de suas sementes, inventando cores, cheiros e sabores para atraí-los; até mesmo o vento, para quem tudo isso é desnecessário, serve de mensageiro, por exemplo, no processo de dispersão de certas sementes.

Está(ão) correta(s)

a) apenas I.

b) apenas II.

c) apenas III.

d) apenas I e III.

e) apenas II e III.

22. (FURG) O município de Rio Grande possui uma vegetação, em geral, associada a ambientes aquáticos. Entre estes, destacam-se os banhados, onde se desenvolvem plantas aquáticas, com as seguintes características:

I. Epiderme dotada de cutícula espessa.

II. Parênquima aerífero bem desenvolvido.

III. Estômatos grandes e situados predominantemente na face inferior da epiderme da folha.

IV. Tecido vascular extremamente desenvolvido.

V. Tecido de sustentação (fibras esclerenquimáticas) pouco desenvolvido.

Marque a alternativa que representa características comuns e adaptativas das plantas de ambientes aquáticos.

a) III e V.

b) I e II.

c) I e III.

d) II e IV.

e) II e V.

23. (FURG) Em relação às gimnospermas, pode-se afirmar que:

a) Possui caule verdadeiro, porém, as raízes ainda caracterizam-se como rizoides.

b) É o primeiro grupo, entre os vegetais, a apresentar o sistema de vasos condutores (xilema e floema).

c) As sementes são o veículo de dispersão.

d) Os frutos são o meio de dispersão.

e) Apresentam um sistema reprodutivo desenvolvido, porém, somente reproduzem-se assexuadamente.

24. (CEFET-MG) Os itens abaixo apresentam aspectos identificadores dos grupos vegetais.

I. Esporângios situados em soros.

II. Ocorrência de dupla fecundação.

III. Sementes nuas e ausência de frutos.

IV. Gametófito dominante em relação ao esporófito.

V. Surgimento, pela primeira vez, de vasos condutores de seiva.

VI. Órgão reprodutivo frequentemente com atrativos para animais.

As características das Briófitas, Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas estão, respectivamente, em:

a) II, IV, VI, III.

b) III, V, I, IV.

c) IV, I, VI, II.

d) IV, V, III, VI.

e) V, I, II, VI.

25. (UEM) Assinale o que for corretosobre os vegetais.

I   II

0 0 – O verticilo androceu constitui o sistema reprodutor masculino das flores das angiospermas.

1 1 – Ao conjunto formado pelo felogênio, pelo súber e pela feloderme dá-se o nome de epiderme.

2 2 – Musgos, samambaias e feijão são exemplos de briófitas, pteridófitas e angiospermas, respectivamente.

3 3 – O xilema, além do transporte de seiva, tem função de sustentação nas plantas com crescimento secundário.

4  4 – Colocando-se uma célula vegetal em meio hipotônico, ela absorverá água, por osmose, até se tornar túrgida ou saturada de água.

26. (UEPA) A popular carnaúba (Copernicia prunifera (Miller) H.E.Moore) é apontada como um dos mais valiosos vegetais, do ponto de vista econômico da Região Nordeste. É uma palmeira, cujo caule (1) é usado na construção de casas, e as palhas, são usadas para cobertura de telhados e confecção de chapéus. De suas sementes (2), extrai-se óleo comumente utilizado na fabricação de margarinas. Das folhas obtêm-se ceras (3), empregadas em cremes de polir e encerar, na fabricação de papel-carbono e, ainda, na cosmetologia, farmacologia e indústria eletrônica.

Sobre o texto acima, afirma-se que:

I. A substância de número 3 pode ser encontrada no tecido epidérmico, tem função impermeabilizante e evita perda excessiva de água pelo vegetal.

II. A estrutura de número 2 é resultante da fecundação do óvulo.

III. A referida planta, membro da divisão Anthophyta, pertence à classe das dicotiledôneas, porque apresenta a estrutura de número 2.

IV. A estrutura de número 1 desse vegetal é do tipo tronco, por ser ramificado desde a base.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) I, II, III e IV.

b) II, III e IV.

c) I, II e III.

d) II e III.

e) I e II.

27. (UEPA) Analisando o padrão de desenvolvimento vegetal ilustrado a seguir, sobre as estruturas enumeradas, afirma-se que:

27

(Fonte: Purves et al. 2006)

I. O alongamento da estrutura 4 é estimulado pela ação das auxinas.

II. O crescimento da estrutura 3 e o retardamento de seu envelhecimento são estimulados pela ação das citocininas.

III. Na germinação epígea, a estrutura 2 é lançada acima do solo.

IV. A medida que a planta se desenvolve, vai consumindo as reservas contidas na estrutura 2, e as novas folhas formadas começam a realizar fotossíntese.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) I, II, III e IV.

b) II, III e IV.

c) II e III.

d) I, III e IV.

e) I, II e III.

28. (UEPA)

O TEXTO ABAIXO DEVE SER UTILIZADO PARA RESPONDER ESTA QUESTÃO.

O miriti (Mauritia flexuosa L.) (1) é uma das palmeiras mais típicas e belas da Amazônia. Suas folhas (2) apresentam um tipo de pecíolo, popularmente conhecido como “braço” ou “talo”, constituído por um material leve e flexível, de natureza esponjosa. Esse material é muito utilizado no artesanato regional, na confecção de brinquedos comercializados durante os festejos do “Círio de Nazaré”. Seus frutos (3), com apenas uma semente, apresentam polpa da qual é possível extrair um óleo comestível, muito utilizado no preparo de doces.

(www.istoeamazonia.com.br – Com modificações. Acessado em 04/10/2008)

Leia as afirmativas a seguir.

I. Órgão geralmente fotossintetizante, adaptado à captura de luz.

II. Os sistemas de classificação biológica estabelecem categorias taxonômicas para os organismos.

III. É resultado do amadurecimento ovariano.

IV. Designação nomenclatural, na qual a segunda palavra refere-se ao epíteto específico.

V. Em forma de leque podem apresentar estômatos em ambas as superfícies.

VI. Morfologicamente, apresentam-se como drupas ovoides e carnosas.

Assinale a alternativa que relaciona corretamente os termos destacados no texto e as afirmações acima.

1 2 3
a II e IV V e VI V e VI
b I e V II e III III e V
c II e III III e VI I e VI
d II e IV I e V III e VI
e I e III III e V III e V

29. (UEM) Identifique o que for corretosobre tecidos e órgãos das plantas.

I   II

0  0 – No caule de uma dicotiledônea de porte arbóreo, o floema secundário ocupa posição mais interna do que o xilema secundário.

1   1 – As folhas das plantas xerófitas, como medida de economia de água, apresentam o tecido denominado de súber com grande espessura.

2  2 – Colênquima é um tecido de sustentação com paredes constituídas de celulose e impregnadas de lignina.

3  3 – Células com paredes finas, citoplasma denso, núcleo volumoso e com grande capacidade de divisão constituem os tecidos meristemáticos.

4  4 – Os elementos férteis das flores são os carpelos (formam os grãos de pólen) e os estames (formam os óvulos).

30. (UEA) A pimenteira-do-reino adapta-se e desenvolve-se em diversos tipos de solos, e neste particular a maioria dos solos da Amazônia presta-se ao seu cultivo. O ideal para a cultura são solos profundos, bem drenados, porosos. Em solos com camada adensada ou compactada dentro de 30 a 40 cm de profundidade, pode haver a redução do sistema radicular, falta de oxigênio e morte das raízes.

(Embrapa Amazônia Oriental, Sistemas de Produção, 01.12.2005. Adaptado.)

Como visto no texto, o grau de compactação do solo e, consequentemente, a pressão de oxigênio (O2) neste solo, são fundamentais à difusão desse gás para o interior da planta. O gráfico apresenta o valor relativo da respiração celular de raízes, sob diferentes condições de solo e pressão de oxigênio.

30

Pode-se afirmar que:

a) Raízes em solos compactos devem apresentar o mesmo valor relativo de respiração que as partes aéreas da planta.

b) Quanto maior a compactação do solo, maior a pressão de O2 e, consequentemente, maior o valor relativo de respiração das raízes.

c) Quanto menos compactado e mais arejado o solo, maior a facilidade para difusão do O2 e maior o valor relativo de respiração das raízes.

d) Em solos compactados, onde a pressão de O2 é menor, a respiração das células das raízes é reduzida, o que pode comprometer o desenvolvimento da planta.

e) Em solos menos compactados, pressões mais elevadas de O2 podem dificultar a respiração das células das raízes, o que pode comprometer o desenvolvimento da planta.

GABARITO

 

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
A D D A VFVVF B VVVFV C A B
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
D B C D FFVFV E VVFVF B VFFVV C
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
D E C D VFVVV E A D FFFVF D

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: