Publicado por: Djalma Santos | 5 de dezembro de 2010

Testes de programa de saúde (2/5)

01. (FUVEST) Ao noticiar o desenvolvimento de mecanismos de prevenção contra a esquistossomose, um texto jornalístico trouxe a seguinte informação:

Proteína do parasita da doença “ensina” organismo a se defender dele.

Folha de S. Paulo, 06/08/2010.

Traduzindo a notícia em termos biológicos, é correto afirmar que uma proteína, presente:

a) No platelminto causador da doença, ao ser introduzida no ser humano, estimula resposta imunológica que, depois, permite o reconhecimento do parasita no caso de uma infecção.

b) No platelminto causador da doença, serve de modelo para a produção de cópias de si mesma no corpo do hospedeiro que, então, passa a produzir defesa imunológica contra esse parasita.

c) No molusco causador da doença, estimula a produção de anticorpos no ser humano, imunizando-o contra uma possível infecção pelo parasita.

d) No molusco causador da doença, atua como anticorpo, no ser humano, favorecendo a resposta imunológica contra o parasita.

e) No nematelminto causador da doença, pode ser utilizada na produção de uma vacina capaz de imunizar o ser humano contra infecções por esses organismos.

02. (UFT) O termo vitamina é empregado para substâncias orgânicas necessárias em pequenas quantidades, desempenhando importante função biológica. Abaixo temos exemplos de vitaminas, principais funções e sintomas de deficiência.

VITAMINA PRINCIPAIS FUNÇÕES SINTOMA DE DEFICIÊNCIA
I Mantém a integridade da pele e de epitélios Cegueira noturna, pele escamosa e seca
C. Ácido ascórbico II Escorbuto
D. Calciferol Absorção de cálcio e fósforo III
E. Tocoferol IV Anemia e esterilidade

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta para I, II, III e IV.

a) A – retinol; Síntese de queratina; Raquitismo; Pró-oxidante.

b) B8 – Biotina; Síntese de colágeno e antioxidante; Raquitismo; Pró-oxidante.

c) A – retinol; Síntese de colágeno e antioxidante; Raquitismo; Antioxidante.

d) A – retinol; Síntese de queratina e antioxidante; Raquitismo; Antioxidante.

e) B8 – Biotina; Síntese de colágeno e antioxidante; Cegueira noturna; Antioxidante.

03. (MACK) As verminoses representam um grande problema de saúde, principalmente nos países subdesenvolvidos. A falta de redes de água e de esgoto, de campanhas de esclarecimento público, de higiene pessoal e de programas de combate aos transmissores, leva ao aparecimento de milhares de novos casos na população brasileira. Dentre as verminoses humanas causadas por nematódeos, citam-se, corretamente,

a) teníase, ascaridíase e ancilostomose.

b) filariose, ancilostomose e ascaridíase.

c) esquistossomose, ascaridíase e ancilostomose.

d) esquistossomose, filariose e oxiurose.

e) teníase, filariose e esquistossomose.

04. (UNIVASF) Correlacione as doenças relacionadas abaixo com seus respectivos agentes etiológicos: vírus ou bactérias, citados em 1 e 2.

1. Vírus

2. Bactéria

(   ) Dengue

(   ) Febre amarela

(   ) Raiva

(   ) Febre tifoide

(   ) Crupe ou difteria.

A sequência correta é:

a) 2, 1, 1, 2, 2.

b) 1, 1, 1, 2, 2.

c) 2, 2, 1, 1, 2.

d) 1, 2, 1, 2, 1.

e) 1, 1, 2, 1. 1.

05. (UFRP) Uma das consequências da infecção pelo vírus A (H1N1), causador da doença que ficou conhecida como “gripe suína”, é a inflamação dos alvéolos pulmonares. Com essa inflamação:

a) haverá obstrução da passagem do ar da traqueia aos brônquios.

b) haverá obstrução da passagem do ar dos brônquios aos bronquíolos.

c) o transporte de gases entre os pulmões e as células não ocorrerá adequadamente.

d) a difusão de gases entre o sangue e o ar ficará comprometida.

e) o monóxido de carbono presente no ar atingirá o sangue com maior facilidade.

06. (UFSC) O corpo do ser humano é composto por células de diversos tipos. Quando algumas delas sofrem qualquer tipo de alteração, as funções dos tecidos e órgãos dos quais elas fazem parte também podem se alterar. Este eventual desequilíbrio no funcionamento de determinadas células, tecidos, órgãos ou sistemas do organismo é entendido como doença ou enfermidade. As doenças ou enfermidades são classificadas em dois grupos: infecciosas e não infecciosas.  Com relação aos vários tipos de doenças existentes, assinale o que for correto.

01. Doenças como tabagismo, anemia e derrame cerebral são classificadas como infecciosas.

02. A leptospirose, o tétano e a raiva (hidrofobia) são doenças infecciosas causadas por bactérias.

04. O dengue é causado por um protozoário e sua transmissão ocorre pela picada do mosquito Aedes aegypti.

08. A malária, a amebíase e a doença de Chagas são enfermidades causadas por protozoários.

16. A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) é causada por retrovírus que possuem uma enzima chamada transcriptase reversa que, ao contrário do que ocorre normalmente em uma célula, possibilita a transcrição do RNA viral em DNA.

32. A elefantíase (ou filariose) é uma doença causada por um platelminto chamado Schistosoma mansoni.

TOTAL:

07. (UEM) Sobre os agentes causadores de doenças e suas relações com a espécie humana, assinale o que for correto.

I   II

0  0 – A gripe é uma doença causada por variedades do vírus Influenzavirus, que são altamente mutagênicos e, por isso, as vacinas contra gripe devem ser tomadas todos os anos.

1  1 – No ciclo do Plasmodium, causador da malária, o mosquito é o hospedeiro intermediário e o ser humano é o hospedeiro definitivo, pois é nesse que o parasita se reproduz sexuadamente.

2 2 – As riquétsias são bactérias que vivem no interior ou na superfície de artrópodes e de vertebrados. Uma das doenças que elas causam em seres humanos é o tifo epidêmico.

3  3 – Os protozoários flagelados, causadores da giardíase, da tricomoníase e da leishmaniose, são transmitidos pelo mesmo mosquito.

4  4 – O nematódeo Taenia saginata, um parasita do sistema muscular, desenvolve todo o seu ciclo de vida no interior de um único hospedeiro, o homem ou o boi.

08. (PUC-RS)

RESPONDER ESTA QUESTÃO COM BASE NAS INFORMAÇÕES E AFIRMATIVAS A SEGUIR.

A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus transmitido por mosquitos. Ela possui dois tipos: a febre amarela urbana, erradicada do Brasil por volta da década de 1960, e a febre amarela silvestre. Os agentes responsáveis pela transmissão da forma silvestre são mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes, enquanto a forma urbana pode ser transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. A febre amarela silvestre já provocou a morte de algumas pessoas e de muitos bugios em uma extensa área do Rio Grande do Sul desde o final de 2008. Ao contrário da maioria das pessoas, os bugios são extremamente sensíveis à doença, morrendo poucos dias após contraí-la.

(Adaptado de Bicca-Marques)

A propósito do tema, afirma-se:

I. A morte de bugios por febre amarela pode alertar os órgãos de saúde sobre a circulação do vírus em determinada região.

II. Mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes são hospedeiros da febre amarela.

III. A febre amarela pode ser reintroduzida nas áreas urbanas com presença do dengue.

IV. A presença de bugios representa perigo, pois são vetores da forma silvestre da febre amarela.

Estão corretas apenas as afirmativas

a) I e II.

b) I e III.

c) I e IV.

d) II e III.

e) II e IV.

09. (UEPB) A malária continua sendo um dos principais problemas de saúde pública do mundo, ceifando cerca de 2 milhões de vidas anualmente. O sintoma clássico da doença são as febres periódicas. Considerando o ciclo de vida do parasita no homem, em que forma infecciosa e por que iniciam-se os sintomas clássicos de febres periódicas?

a) Esporozoíto, e a febre é o resultado da ruptura das hemácias após a divisão do parasito em seu interior.

b) Esporozoíto, e a febre é o resultado da sua multiplicação no fígado.

c) Merozoíto, e a febre é o resultado da sua multiplicação no fígado.

d) Merozoíto, e a febre é o resultado da ruptura das hemácias após a divisão do parasito em seu interior.

e) Tanto na fase de esporozoíto quanto de merozoíto, com febres desencadeadas tanto pela ruptura de células hepáticas quanto das hemácias.

10. (UFMS) Em relação às doenças parasitárias que afetam o homem, é correto afirmar:

01. O nematódeo Necator americanus é causador da oxiurose no homem.

02. O popular “bicho-geográfico” é causado por larvas do nematódeo Ancylostoma duodenale que penetram na pele humana causando intensa coceira e deixam linhas sobre o corpo semelhantes a traçados de mapas.

04. O trematódeo Schistosoma mansoni provoca no homem a esquistossomose, caracterizada por aumento abdominal, popularmente conhecido como “barriga d’água”.

08. No Brasil, o nematódeo Wuchereria bancrofti causa a filariose doença também conhecida como “elefantíase”.

16. No caso da teníase no homem, o bovino é hospedeiro intermediário da Taenia solium, e o suíno é hospedeiro intermediário da Taenia saginata.

32. A doença ancilostomíase, conhecida por “amarelão”, é causada pelo nematódeo Ascaris lumbricoides.

TOTAL:

11. (UEMS) Tanto a dengue quanto a febre amarela há muito foram praticamente erradicadas dos grandes centros urbanos; no entanto, Mato Grosso do Sul (MS) registrou aumento no número de casos de dengue nas primeiras 23 semanas de 2009 em relação ao mesmo período de 2008; fato revelado no balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, MS-Agência

Saúde, em 09/7/2009.

A explicação para o aumento da ocorrência da dengue no MS foi:

a) A ingestão de águas contaminadas pela população sul-matogrossense.

b) A existência de condições favoráveis à rápida proliferação de mosquitos transmissores.

c) A ingestão de alimentos contaminados, diminuindo a resistência das pessoas.

d) O alto nível de poluição atmosférica, que acelera o desenvolvimento do mosquito.

e) Somente devido à elevação da temperatura nos grandes centros urbanos.

12. (UEMS)

CONSIDERE OS FRAGMENTOS DO POEMA DE CORDEL, DE AUTORIA DE FERNANDO LIANZA DIAS.

“… É doença é perigosa

E pode até ser fatal

Atinge muito o homem

E também o animal

Os animais atingidos

São tatu, morcego e rato

A cutia e o gambá

O cão, o macaco e o gato

O transmissor é um inseto

Que vem picar o vivente

Para sugar o seu sangue

Deixando a pessoa doente …

(…)

E depois que chega a noite

Quando o povo vai dormir

Ele sai do esconderijo

E já começa a agir

Procura logo a pessoa

Pra sua pele picar

Para lhe sugar o sangue

E dele se alimentar

Depois de sugar o sangue

O ferimento fica aberto

O inseto ali defeca

Deixando as fezes por perto

Se a pessoa coçar

Onde ele deu a picada

O parasita penetra…

http://www.fiocruz.br (15/7/09)

Os versos acima se referem, respectivamente, à doença, transmissor e causador da:

a) doença de Chagas, Trypanosoma cruzi e Triatoma infestans.

b) leishmaniose, Triatoma brasiliensis e Leishmania braziliensis.

c) doença de Chagas, Triatoma infestans eTrypanosoma cruzi.

d) leishmaniose, Trypanosoma cruzi e Leishmania braziliensis.

e) doença de Chagas, Trypanosoma cruzi e Triatoma brasiliensis

13. (PUC-RIO) O Governo Federal do Brasil anunciou que em breve estarão disponíveis doses de vacinas contra o vírus do tipo A (H1NI), conhecido popularmente como o vírus da gripe suína. Até o momento, os indivíduos que contraem a gripe causada por esse vírus estão sendo medicados com antivirais. Qual a diferença entre a ação da vacina e dos medicamentos antivirais?

a) A vacina é uma imunização ativa enquanto os antivirais fazem uma imunização passiva.

b) Os antivirais fazem uma imunização ativa enquanto a vacina é uma imunização passiva.

c) A vacina deve ser ministrada após o contato do indivíduo com as partículas virais, enquanto os antivirais devem ser ministrados preventivamente.

d) Os antivirais agem estimulando a produção de anticorpos contra os vírus, enquanto a vacina já contém anticorpos contra as partículas virais.

e) Tanto vacina quanto qualquer medicamento antiviral devem ser ministrados preventivamente.

14. (UNIFESP) Analise o gráfico:

14

O HIV, vírus causador da AIDS (síndrome da imunodeficiência adquirida), ataca principalmente um tipo de célula denominado linfócito CD4. No gráfico, Z indica a quantidade de …….. e Y, a quantidade de ………. no sangue de um portador que não recebeu tratamento ao longo da infecção. Os tratamentos da AIDS, que ainda não tem cura, incluem drogas que, entre outras ações, interrompem a síntese de ácidos nucleicos. No caso do HIV, portanto, em última instância será interrompida a síntese de ………. a partir do …….. viral. As palavras que completam corretamente as lacunas do texto são, respectivamente,

a) HIV….. linfócitos CD4 …. RNA ….. DNA.

b) HIV….. linfócitos CD4 ….. DNA ….. RNA.

c) HIV…. linfócitos CD4 … proteínas … DNA.

d) linfócitos CD4 …. HIV ….. DNA …. RNA.

e) linfócitos CD4 …. HIV ….. proteínas ….. RNA.

15. (UFC) A AIDS é uma doença infecciosa que afeta o sistema imunológico e cujo agente etiológico é o vírus HIV. Assinale a alternativa que apresenta duas formas de transmissão do vírus da AIDS.

a) Inalação de ar contaminado; uso de seringas não esterilizadas.

b) Transfusão de sangue contaminado; ingestão de água contaminada.

c) Picada de inseto; contaminação do bebê por meio da amamentação.

d) Contato sexual sem o uso de preservativo; uso de talheres e copos contaminados.

e) Contaminação do feto, pela mãe, por meio da placenta; contato sexual sem o uso de preservativo.

16. (UEPA) A recomendação para que pessoas não tomem banho, nadem, plantem ou lavem roupas em rios, riachos, valas de irrigação e lagoas são medidas profiláticas para evitar que elas contraiam o organismo, cujo ciclo de vida está representado no esquema a seguir. Analise-o e assinale a alternativa correta.

16

I. O número 2 representa organismos de corpo alongado, monoicos com extremidades afiladas.

II. O número 3 representa o hospedeiro intermediário da patogenia.

III. O número 2 são agentes causadores da patogenia em seu estágio adulto.

IV. O número 1 é considerado o hospedeiro definitivo da patogenia.

V. O número 4 representa o agente infectante para o ser humano em sua forma larvar.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) III, IV e V.

b) I, II, III, IV e V.

c) II, III, IV e V.

d) I, III, IV e V.

e) I, II, III e IV.

17. (UPE) Leia o diálogo abaixo entre um paciente e seu médico.

– Toda doença sem causa aparente é virose?– Não. As viroses são doenças causadas por vírus. Dentre elas, temos algumas muito comuns, como a gripe e o resfriado. Existem, também, doenças virais fatais. Fique atento às campanhas de vacinação.

Sobre os vírus e as doenças virais, abordados acima, analise as afirmativas e conclua.

I   II

0  0 – Doenças virais, como a tuberculose, podem se tornar uma epidemia, quando o número de casos for acima dos registros para determinada área, em curto espaço de tempo.

1 1 – A vacinação é um método passivo de imunização contra doenças virais, como poliomielite, rubéola e tétano. Ainda não existe vacinação contra herpes e AIDS.

2  2 – Os vírus são organismos unicelulares com grande capacidade de mutação. Parasitas intracelulares obrigatórios podem causar doenças tanto no homem como em plantas e outros animais.

3  3 – A profilaxia envolve métodos de prevenção contra determinada doença. O controle do mosquito Aedes é uma profilaxia contra dengue e febre amarela, que são doenças causadas por vírus.

4  4 – O Condiloma Acuminado (crista-de-galo) e a Aids são doenças virais, sexualmente transmissíveis.

18. (UEPA) O esquema a seguir representa uma patologia ocorrente no Brasil, com maior incidência nas Regiões Norte e Nordeste.

18

Após a análise do esquema acima, julgue as afirmativas a seguir:

I. O esquema representa a malária.

II. 1 e 2 diferenciam-se pela queratinização superficial do tecido.

III. 3 e 4 produzem células que estão no sangue e são relacionadas à defesa do organismo.

IV. A manipulação e conservação adequadas de alimentos diminuem a contaminação dessa patogenia para o homem.

V. 6 é o local de formação de células transportadoras de gases, enquanto 5 é um dos locais de destruição delas.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) II, III e V.

b) II, III, IV e V.

c) I, II, III, IV e V.

d) I, II e III.

e) II, III e IV.

19. (UEPA) Os papilomavirus humanos (HPV) são vírus transmitidos por contato direto com o revestimento corporal de pessoas infectadas. Ocasionam lesões de pele ou mucosa, podendo as lesões apresentar a forma de verrugas. Alguns subtipos desses vírus podem causar na região genital, principalmente no colo do útero, alterações celulares pré-cancerígenas. A adoção da vacina pela rede pública de saúde no Brasil atuará na prevenção da ocorrência dessa doença sexualmente transmissível (DST). Sobre o fato descrito acima, afirma-se que:

a) O lisossomo viral é responsável pelas lesões da pele.

b) O causador da doença é um microrganismo unicelular.

c) A porção do órgão feminino citado é local de implantação do zigoto.

d) A prevenção proposta induzirá nas pessoas a formação de proteínas de defesa.

e) A utilização do dispositivo intra-uterino (DIU) pode evitar a infecção dessa DST.

20. (UEA) Um técnico da SUSAM, Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas, recebeu duas lâminas contendo esfregaços sanguíneos de dois ribeirinhos. No esfregaço I, o técnico observou a presença de merozoítos e no esfregaço II, além de merozoítos, foram observados organismos portadores de flagelos e membrana ondulante. Pode-se sugerir que:

a) Ambos os ribeirinhos foram picados por um mesmo vetor e apresentam em seu sangue um único parasita, que causa a malária. Contudo, o ribeirinho II apresenta um estágio mais avançado dessa doença.

b) Ambos os ribeirinhos foram picados por um mesmo vetor e apresentam em seu sangue um único parasita, que causa a doença de Chagas. Contudo, o ribeirinho II apresenta um estágio mais avançado dessa doença.

c) Ambos os ribeirinhos foram picados pelo mesmo vetor, que lhes transmitiu o parasita que causa a malária. Contudo o ribeirinho II também foi picado por um outro vetor que lhe transmitiu o parasita que causa a doença de Chagas.

d) Ambos os ribeirinhos foram picados por um mesmo vetor. Contudo, este vetor transmitiu ao ribeirinho I apenas o parasita que causa a malária, e transmitiu ao ribeirinho II dois diferentes parasitas, os quais causam a malária e a doença de Chagas.

e) Cada ribeirinho foi picado por um vetor diferente. No caso do ribeirinho I, o vetor lhe transmitiu o parasita que provoca a doença de Chagas. No caso do ribeirinho II o vetor lhe transmitiu os parasitas que causam a doença de Chagas e a malária.

21. (UFSM) Sobre os invertebrados causadores de doenças nos seres humanos, analise as afirmativas abaixo:

I. Se uma pessoa, através do consumo de carne crua, ingerir ovos de tênia, um nematódeo como a lombriga, ela pode contrair a “teníase”.

II. As principais medidas preventivas da esquistossomose, conhecida popularmente com “barriga d’água” e causada por um verme platelminto, consistem em: construir instalações sanitárias adequadas que impeçam a contaminação de corpos d’água por ovos do esquistossomo; combater o caramujo transmissor; evitar o contato com água onde haja caramujos transmissores.

III. A ascaridíase é causada pela lombriga, um verme nematódeo, sendo a construção de instalações sanitárias adequadas e o uso de calçados as principais medidas preventivas da doença.

Está(ão) correta(s)

a) apenas I.

b) apenas II.

c) apenas III.

d) apenas I e II.

e) apenas II e III.

22. (UFT) O processo de imunização de populações é amplamente utilizado para a promoção da saúde. Análise o esquema (simplificado) abaixo e assinale a alternativa errada.

22

a) As etapas A e B podem corresponder a um processo de produção de uma vacina.

b) As etapas D e E podem corresponder a um processo para obtenção de anticorpos.

c) O evento C desencadeia o processo de imunização ativa.

d) O evento F induz um processo de estimulação do sistema imunológico para produção de anticorpos.

23. (UFU) A malária ou impaludismo é uma doença infecciosa, causada por esporozoários do gênero Plasmodium. Essa doença acomete milhares de pessoas em todo o mundo, gerando altas taxas de morbidade e mortalidade. O esquema abaixo representa o ciclo biológico do parasito em questão.

23

CLÉZIO; BELLINELLO. Biologia. São Paulo: Atual, 2003. p. 106. v. único.

Marque a alternativa que preenche corretamente o ciclo esquematizado.

I II III IV V VI
a Anopheles Ciclo no inseto vetor Ciclo no homem Zigoto Esporozoítos Merozoítos
b Triatoma Ciclo no inseto vetor Ciclo no homem Gametócito Merozoítos Taquizoítos
c Culex Ciclo no inseto vetor Ciclo no homem Trofozoíto Esporozoítos Bradizoítos
d Plebotomo Ciclo no inseto vetor Ciclo no homem Oocisto Trofozoítos Esquizonte

24. (UFOP) As campanhas de vacinação são importantes, pois nos garantem uma proteção maior contra algumas doenças. Abaixo há três afirmações em relação a conceitos envolvendo a vacinação:

I. A vacina pode conter substâncias isoladas de microrganismos causadores de doenças ou os próprios microrganismos previamente atenuados.

II. A vacina desencadeia no organismo vacinado uma resposta imunitária primária.

III. Graças à vacinação, o organismo é capaz de reagir com maior rapidez e eficiência contra qualquer patógeno.

Baseando-se nas afirmações acima, assinale a alternativa correta.

a) Apenas II e III são afirmações verdadeiras.

b) Apenas as afirmações I e II são verdadeiras.

c) Apenas as afirmações I e III são verdadeiras.

d) I, II e III são afirmações falsas.

25. (UEPA) Pombos e morcegos estão envolvidos na disseminação do fungo Cryptococcus neoformans, causador da criptococose, e do fungo Histoplasma capsulatum, causador da histoplasmose. No ser humano, a criptococose apresenta acometimento pulmonar (pneumonia) e nervoso (meningite), enquanto a histoplasmose poderá, além destes, atingir outros sistemas, sendo mais grave o quadro clínico pulmonar por assemelhar-se à tuberculose pulmonar.

Sobre o texto, afirma-se que:

I. Os microrganismos disseminados diferem quanto à espécie, porém não quanto ao reino.

II. Os vertebrados disseminadores são animais ovíparos de desenvolvimento indireto.

III. A visualização de um núcleo diferenciado nas células distingue os agressores da histoplasmose e da tuberculose.

IV. O Sistema Nervoso Central pode ter seu revestimento membranoso afetado pela criptococose.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) I, II, III e IV.

b) I, III e IV.

c) I, II e IV.

d) II, III e IV.

e) I, II e III.

26. (UNESP) Parte da população brasileira vive na periferia das grandes cidades, onde os serviços de saneamento básico, como sistema de esgoto e coleta do lixo, são precários. Nesses ambientes, podem ser observadas com facilidade as características seguintes:

I. Locais com água parada.

II. Aumento da população de ratos.

III. Liberação de esgotos a céu aberto.

Assinale a alternativa que lista, respectivamente, as doenças que estão associadas a essas características.

a) I – febre amarela, causada por uma bactéria transmitida por mosquito que se reproduz em água parada; II – doença de Chagas, cujo protozoário causador utiliza ratos como transmissores; III – febre maculosa, cujas bactérias se concentram em água contaminada.

b) I – dengue, causada por uma bactéria transmitida por um mosquito que se reproduz em água parada; II – toxoplasmose, cujos ratos são vetores; III – tétano, causado por bactérias que se concentram em água contaminada.

c) I – dengue, causada por vírus transmitido por um mosquito que se reproduz em água parada; II – leptospirose, causada por uma bactéria transmitida por ratos; III – cólera, causada por uma bactéria que pode ser ingerida com água ou alimentos contaminados.

d) I – doença de Chagas, cujo transmissor se reproduz em água parada; II – cólera, causada por uma bactéria transmitida por ratos; III – leishmaniose, causada por protozoários que se concentram em água contaminada.

e) I – hepatite A, causada por vírus presentes em água parada; II – amebíase, causada por amebas que são transmitidas por ratos; III – sífilis, causada por bactérias que se concentram em água contaminada.

27. (UFV) Nas colunas abaixo constam distintas enfermidades (I, II, III, IV e V), agentes etiológicos (A, B, C, D e E) e vias típicas de transmissão (O, R, S, P e G), que podem ou não estar associados.

ENFERMIDADE AGENTE ETIOLÓGICO VIA DE TRANSMISSÃO
I. Rubéola A   Bordetella pertussis O   oral
II. Sífilis B   Necator americanus R   respiratória
III. Coqueluche C   Morbilivirus S   sexual
IV. Malária D   Treponema pallidum P   picada de mosquito
V . Sarampo E   Rubivirus G   genética

Assinale a alternativa em que todas as associações estão corretas:

a) I-E-R, II-D-S, III-A-R, V-C-R.

b) I-C-O, II-D-G, III-A-R, IV-B-P.
c) II-D-S, III-E-R, IV-B-P, V-C-R.

d) I-A-G, II-D-G, III-E-R, IV-D-P.

28. (PUC-RIO) A dengue é uma doença causada por um vírus, transmitido de uma pessoa para outra, através do mosquito Aedes aegypti. Há pouco tempo, os municípios do estado do Rio de Janeiro enfrentaram um surto de dengue. Uma das estratégias para o controle de uma possível epidemia de dengue é a erradicação de seu transmissor. Entretanto os inseticidas aplicados hoje em dia e eficientes há 10 anos ou mais, apresentam, cada vez mais, menor eficiência na eliminação de larvas e de mosquitos adultos. Identifique a opção que apresenta a explicação correta para esse fato.

a) Algumas larvas resistentes aos inseticidas sobreviveram gerando descendência também resistente a esses mesmos inseticidas.

b) As larvas e os mosquitos adultos se adaptaram, ao longo do tempo, para sobreviver à aplicação desses inseticidas.

c) As larvas e os mosquitos adultos foram induzidos a criar resistência aos inseticidas ao longo de inúmeras gerações.

d) Os inseticidas usados induziram resistência nos mosquitos à infecção pelos vírus da dengue.

e) Com a utilização intensa de inseticidas, os vírus tornaram-se resistentes causando aumento na frequência de casos de dengue hemorrágica.

29. (FGV) Flávio, que é portador do vírus da AIDS, mantém uma relação estável com Simone, que não é portadora do vírus. O casal não pretende ter filhos e deseja se precaver contra o risco de Simone também adquirir o vírus. Neste caso, o procedimento mais adequado é:

a) Flávio submeter-se à vasectomia, procedimento adequado tanto para se evitar uma gravidez indesejada, quanto para proteger sua companheira do risco de lhe transmitir o vírus.

b) Simone submeter-se à laqueadura, procedimento adequado tanto para se evitar uma gravidez indesejada, quanto para se proteger do risco de adquirir o vírus de seu companheiro.

c) Flávio submeter-se à vasectomia e Simone submeter-se à laqueadura. O primeiro evita que Flávio transmita o vírus para sua companheira, e o segundo protege Simone de uma gravidez indesejada.

d) Simone tomar regularmente anticoncepcionais hormonais (pílulas anticoncepcionais) e, quando de suas relações sexuais, utilizar um creme espermicida. As pílulas protegem contra uma gravidez indesejada, e o creme garante a inativação dos espermatozoides e vírus.

e) Flávio e Simone se protegerem, utilizando, quando de suas relações sexuais, a camisinha masculina (condom) ou a camisinha feminina (femidom), adequadas tanto para se evitar uma gravidez indesejada, quanto para se proteger do risco de adquirir o vírus.

30. (UNESP)

LEIA A NOTÍCIA.

DENGUE TIPO 4 REAPARECE APÓS 25 ANOS

A dengue é causada por quatro tipos de vírus: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4. O tipo DENV-4 não era encontrado no país desde 1982, mas exames de sangue feitos em Manaus mostram que a dengue tipo 4 está de volta ao país. Embora a infecção causada pelo DENV-4 não seja, por si só, muito agressiva, o retorno dela é, ainda assim, uma má notícia para a saúde pública brasileira. Isso porque aumenta a possibilidade de que as pessoas desenvolvam a forma hemorrágica da doença, muito mais letal.

(Notícia veiculada por diferentes agências, março de 2009.)

Em razão do contido na notícia, pode-se afirmar que, antes do reaparecimento do vírus DENV-4:

a) Eram menores as possibilidades de as pessoas desenvolverem a forma hemorrágica da doença, pois os tipos virais, embora mais agressivos que o vírus DENV-4, raramente levavam ao quadro hemorrágico. Com o reaparecimento de uma quarta variante viral, menos agressiva, porém letal, a questão da dengue no Brasil agravou-se.

b) Havia no Brasil apenas três tipos virais e, portanto, eram três as diferentes possibilidades de uma pessoa adquirir dengue. Com o reaparecimento de um quarto tipo, a possibilidade de se adquirir dengue passou a ser 25% maior. A dengue adquirida a partir de qualquer um desses quatro tipos de vírus, se não tratada pode evoluir para a forma hemorrágica da doença.
c) Havia no Brasil apenas três tipos virais e, portanto, a possibilidade de as pessoas virem a adquirir a dengue era menor. O reaparecimento do vírus DENV-4 aumentou a possibilidade de as pessoas terem um primeiro contato com qualquer uma das variantes virais e, consequentemente, desenvolver a dengue, que, se não tratada, pode evoluir para a forma hemorrágica da doença.

d) Uma pessoa que tenha adquirido dengue poderia vir a desenvolver a forma hemorrágica da doença se entrasse em contato com mais um dentre os dois outros tipos virais. Com o reaparecimento de um quarto tipo viral, aumenta a possibilidade de que esta pessoa entre em contato com um tipo diferente e desenvolva a forma hemorrágica da doença.

e) Uma pessoa que tenha adquirido dengue poderia vir a desenvolver a forma hemorrágica da doença se entrasse novamente em contato com o tipo a partir da qual desenvolveu a doença. Com o reaparecimento de um quarto tipo viral, aumenta a possibilidade de que esta pessoa entre em contato com uma variante de mesmo tipo e desenvolva a forma hemorrágica da doença.

GABARITO

 

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
A C B B D 24 (08,16) VFVFF B D 12 (04,08)
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
B C A B E C FFFVV A D C
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
B D A B B C A A E D

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: