Publicado por: Djalma Santos | 20 de fevereiro de 2011

Testes de respiração celular (1/3)

01.  (UFV) Enquanto os organismos superiores utilizam a respiração aeróbia para obter energia, algumas bactérias e fungos utilizam a fermentação. Esses processos compreendem um conjunto de reações enzimáticas,nos quais compostos orgânicos são degradados em moléculas mais simples. As afirmativas a seguir estão relacionadas a esses processos.

I. A glicólise é o processo inicial da respiração e fermentação.

II. As leveduras fermentam açúcares para produzir álcool etílico.

III. A fermentação é mais eficiente em rendimento energético do que a respiração.

Com relação às afirmativas, assinale a alternativa correta.

a) I e II são verdadeiras.

b) II e III são verdadeiras.

c) I, II e III são verdadeiras.

d) I e III são verdadeiras.

e) Apenas a II é verdadeira.

02. (UESPI) A figura abaixo mostra um processo metabólico que ocorre dentro das células de um menino, após a digestão das batatas fritas que ele consumiu durante o lanche. Tal processo:

02

a) Demonstra o consumo de calorias da célula em reações anabólicas da glicólise.

b) Ocorre durante o Ciclo de Krebs e mostra o acúmulo de saldo energético celular.

c) É típico das reações catabólicas exotérmicas que ocorrem devido ao consumo de alimentos ricos em carboidratos.

d) É típico das reações anabólicas endotérmicas que ocorrem devido ao consumo de alimentos ricos em proteínas.

e) Gera um saldo energético de 4 ATPs.

03. (UNIOESTE) Relativo ao processo de “produção” de energia nas células e incorreto afirmar que:

a) A sequencia das etapas da respiração celular e: glicólise no citosol, ciclo de Krebs na matriz mitocondrial e fosforilação oxidativa no citosol.

b) A glicólise e uma etapa metabólica que ocorre tanto no processo de fermentação quanto no processo de respiração celular.

c) A síntese da maior parte das moléculas de ATP esta acoplada a reoxidaçâo das moleculas de NAD+ e FAD.

d) O ciclo de Krebs se inicia com uma reação entre a molécula de coenzima A e uma molécula de acido oxalacético.

e) A reação que converte o ácido pirúvico em acido láctico produz menos energia (ATP) que a fosforilação oxidativa.

04. (UFJF) A maior parte do ATP é produzida na etapa denominada fosforilação oxidativa, que ocorre nas mitocôndrias. Por que essa fase é assim chamada?

a) Os prótons expulsos para o espaço intermembranas oxidam o ADP e, consequentemente, promovem a sua transformação em ATP.

b) Ocorre uma etapa intermediária em que é adicionado fósforo a proteínas da cadeia transportadora de elétrons, promovendo a sua oxidação.

c) Há a formação de radicais livres na matriz mitocondrial, o que induz a fosforilação do ADP.

d) Ocorre a adição de fósforo ao ADP em consequência de reações de oxidorredução.

e) O oxigênio oxida a ATPsintase, estresse que induz o aumento da síntese de ATP.

05. (PUC-MG) Observe atentamente o esquema abaixo.

5a

Com base no esquema e em seus conhecimentos sobre o assunto, assinale a alternativa incorreta.

a) Glicose e ácidos graxos são substratos importantes para iniciar as vias das reações químicas que acontecem dentro das mitocôndrias, porém a glicose não entra nessa organela.

b) A cadeia respiratória, que ocorre nas mitocôndrias, depende de oxigênio para produção de ATP e água, representada por B.

c) O Ciclo de Krebs é uma etapa comum para a oxidação completa de carboidratos e de lipídeos como os triglicerídeos ou fosfolipídios representados por A.

d) A oxidação de componentes orgânicos para a produção de NADH2 não ocorre fora da matriz mitocondrial.

06. (PUC-RS) O oxigênio é extremamente importante para a sobrevivência dos animais porque a maioria deles satisfaz suas necessidades de energia por meio da oxidação de alimentos. A oxidação final dos compostos orgânicos pelas células (denominada de Ciclo de Krebs ou Ciclo do Ácido Cítrico) e a formação de ATP ocorrem:

a) No citoplasma.

b) Nas mitocôndrias.

c) No complexo de Golgi.

d) No retículo endoplasmático.

e) Nos lisossomos.

07. (UFPB) Um atleta apresentou um quadro de fadiga muscular excessiva e exames laboratoriais revelaram alta produção de ácido lático (lactato) e carência da vitamina B2 (riboflavina). Para amenizar um futuro quadro de fadiga muscular excessiva, foi indicada uma dieta suplementada com riboflavina, pois essa vitamina.

a) Auxilia no acúmulo de proteínas.

b) Aumenta a respiração celular.

c) Degrada o ácido lático.

d) Aumenta as reservas lipídicas.

e) Diminui a massa muscular.

08. (UNICENTRO) Sobre a respiração, assinale a alternativa incorreta.

a) Pode-se considerar a respiração aeróbica um processo realizado em três etapas: glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória.

b) Nos eucariontes a glicólise ocorre no citosol, e o ciclo de Krebs e a cadeia respiratória nas mitocôndrias, respectivamente na matriz mitocondrial e nas cristas mitocondriais.

c) Nas transferências de hidrogênio ao longo da cadeia respiratória, há liberação de elétrons excitados que são capturados pelos transportadores de elétrons, exemplo dos citocromos, e parte da energia é utilizada na fosforilação oxidativa.

d) Na respiração aeróbica o aceptor final dos hidrogênios na cadeia respiratória é o nitrogênio.

e) Algumas bactérias desnitrificantes do solo, como Pseudomonas denitrificans, realizam respiração anaeróbica e participam do ciclo do nitrogênio devolvendo N2 à atmosfera.

09. (UEFS) A figura abaixo ilustra algumas etapas de determinadas reações oxidativas presentes em células eucarióticas.

09

Em relação a esse processo e às reações associadas a ele, é possível afirmar:

a) O processo biológico representado é o da fotossíntese e ocorre no interior dos cloroplastos.

b) As reações ilustradas da cadeia transportadora de elétrons são responsáveis por uma intensa fosforilação dependente da ação da enzima ATP sintase.

c) A figura ilustra etapas da síntese de cadeias polipeptídicas no interior do retículo endoplasmático.

d) A glicose é o principal produto resultado da redução química do CO2 utilizado como reagente da reação.

e) O gradiente de prótons gerado no interior das membranas internas garante a produção intensa de ATP a partir da energia luminosa fixada previamente pela clorofila.

10. (UFPB) Durante as olimpíadas de Sydney, em 2000, o anabolizante nandrolona ganhou destaque após seu uso ser detectado em exame de urina de vários atletas, o que caracterizou doping. Substâncias anabolizantes podem produzir efeitos, como o aumento da força física e aumento do número de hemácias, fatores importantes no desempenho dos atletas. Considerando os efeitos citados, identifique os processos possíveis de serem desencadeados no organismo de atletas que fazem uso de anabolizantes:

I   II

0  0 – Aumento da divisão mitótica.

1  1 – Diminuição do número de mitocôndrias.

2  2 – Aumento de tamanho das fibras musculares.

3  3 – Aumento da respiração celular.

4  4 – Aumento da fermentação láctica.

11. (UNICENTRO) Observe a reação química não balanceada abaixo:

C6H12O6 + O2 → CO2 + H20

Sobre ela é correto afirmar que:

a) Representa a equação básica da fotossíntese.

b) Ocorre apenas em seres vivos pluricelulares.

c) É uma reação que não ocorre no interior dos seres vivos, apenas em laboratórios de produção de água.

d) Representa a quebra da glicose na presença do oxigênio no processo conhecido como respiração celular.

e) Indica a principal causa do aumento na concentração do CO2 na atmosfera, a queima de glicose realizada pelos bovinos.

12. (PUC-RIO) Muitas contaminações do solo por combustíveis orgânicos chegam ao solo sub-superficial, onde a disponibilidade de oxigênio é mais baixa. Assim, uma das propostas existentes no Brasil é a de que a atividade de degradação por microrganismos anaeróbicos presentes nesses solos seja estimulada, já que são ricos em ferro oxidado. Nessa situação, o ferro exerceria função fisiológica equivalente à do oxigênio, que é a de:

a) Reduzir os poluentes orgânicos.

b) Catalizar as reações de hidrólise.

c) Aceitar elétrons da cadeia respiratória.

d) Doar elétrons para a respiração anaeróbia.

e) Complexar-se com os poluentes orgânicos.

13. (UEPB)Os principais processos pelos quais ocorre liberação da energia armazenada nas ligações químicas dos compostos orgânicos são a fermentação e a respiração aeróbia. Sobre esses processos podemos afirmar:

I. Os dois processos acima citados iniciam-se com a glicólise, ou seja, com a degradação da molécula de glicose em duas moléculas de piruvato. Nesse processo cada molécula de glicose libera energia para formar quatro moléculas de ATP.

II. Por meio da fermentação, a glicose é parcialmente degradada na ausência de oxigênio, originando substâncias mais simples, como o ácido lático, o ácido acético e o álcool etílico, produtos respectivamente da fermentação lática, acética e alcoólica. Nesses processos, há saldo de apenas duas moléculas de ATP.

III. Nos procariontes, a glicólise e o ciclo de Krebs ocorrem no citoplasma, e a cadeia respiratória ocorre associada à face da membrana plasmática voltada para o citoplasma. Já nos eucariontes, a glicólise ocorre no citosol, e toda a fase aeróbia ocorre no interior das mitocôndrias.

Assinale a alternativa que apresenta a(s) proposição(ões) correta(s).

a) I, II e III.

b) Apenas I.

c) Apenas II.

d) Apenas III.

e) Apenas II e III.

14. Uma célula, com o auxílio de enzimas, degrada moléculas orgânicas ricas em energia em produtos mais simples que contêm menos energia. Existem diferentes caminhos pelos quais uma célula pode obter essa energia. Um dos processos mais simples utilizados pelos seres vivos é a fermentação, na qual um dos possíveis produtos é o álcool etílico (etanol). Assinale a alternativa que contém a equação que representa a fermentação etílica e um organismo que realiza este processo.

a) C6H12O6 → 2 C2H5OH + CO2 + energia ; leveduras.

b) C6H112O6 → 2 C2H5OH + CO2 + energia ; cianobactérias.

c) 12H2O + 6CO2 + luz → C6H12O6 + 6O2 + 6H2O; bactérias e fungos.

d) 12H2O + 6CO2 + luz → C6H12O6 + 6O2 + 6H2O; vegetais e algas.

e) C6H12O6 + 6O2 → 6CO2 + 6H2O + energia; bactérias e fungos.

15. (UEPB)A dança representa um dos importantes meios de liberação de energia corporal. Surgiu pela necessidade do homem extravasar suas emoções. No contexto histórico servia antigamente como meio de comunicação, sendo, portanto, a mais antiga das artes, e talvez a mais completa também. Como atividade aeróbica, em 1 hora de dança do ventre, por exemplo, uma pessoa bem condicionada fisicamente, com 58 kg, pode perder 334,95 kcal. Notar que durante o inverno a perda calórica pode ser maior, pois o organismo despende quantidade maior de energia para manter a temperatura corporal por volta de 36 e 37 graus. Considerando o exposto acima, pode-se afirmar corretamente que:

a) Após 3 h de exercícios, dependendo do estado físico da pessoa, uma dançarina de dança do ventre não sofrerá com acidose láctea, presente no sistema muscular, após realizar respiração anaeróbica.

b) Após 3 h de exercícios, dependendo do estado físico da pessoa, uma dançarina de dança do ventre não sofrerá com acidose láctea, presente no sistema muscular, após realizar respiração aeróbica.

c) Após 3 h de exercícios, independentemente do estado físico da pessoa, uma dançarina de dança do ventre sofrerá com acidose láctea, presente no sistema muscular, após realizar respiração anaeróbica.

d) Após 3 h de exercícios, independentemente do estado físico da pessoa, uma dançarina de dança do ventre não será acometida de acidose láctea, presente no sistema muscular, após realizar respiração aeróbica.

e) Após 3 h de exercícios, dependendo do estado físico da pessoa, uma dançarina de dança do ventre poderá sofrer com acidose láctea, presente no sistema muscular após realizar respiração anaeróbica.

16. (IFMT)                             EM BUSCA DE AR FRESCO

Cerca de 360 milhões de anos atrás, Acanthostega, um tetrápode primitivo, sobe à tona em um pântano onde é hoje a Groenlândia. Embora esse animal tivesse quatro pernas, ele não seria capaz de sustentar seu próprio peso fora da água. Desse modo, parece que seus membros inicialmente funcionaram para ajudar o animal a erguer a cabeça para fora da água mal oxigenada do pântano, para poder respirar. Somente mais tarde eles descobriram sua utilidade em terra firme.

16

 

(EM BUSCA DE AR FRESCO. Revista Scientific American Brasil, [s.l.], a. 4, n. 44.)

Com relação à matéria acima e seus conhecimentos a respeito da respiração celular, marque a alternativa correta.

a) A realização de exercícios extenuantes leva ao acumulo de ácido carbônico, que, depois, é metabolizado pelas mitocôndrias, através do ciclo de Krebs.

b) O ganho energético pelo processo de fermentação é maior do que o realizado pelo processo de respiração aeróbica e ainda tem a vantagem de formar alimentos e bebidas.

c) Todos os eucariontes utilizam amido e triglicerídeos como fonte de reserva energética intracelular.

d) O oxigênio, indispensável para a formação de ATP pela respiração aeróbica em nossas células, entra nelas através de um mecanismo de difusão, independente de transportadores proteicos presentes na membrana plasmática.

e) A produção de ATP por fosforilação oxidativa é um processo presente tanto na respiração aeróbica quanto na anaeróbica.

17. (UNICENTRO) As mitocôndrias são corpúsculos citoplasmáticos extremamente importantes para o funcionamento celular, pois participam diretamente do metabolismo energético responsável por gerar moléculas de ATP para o uso da célula. Sobre esse processo metabólico, é correto afirmar:

a) A glicólise é uma etapa aeróbia de processo de degradação da glicose, pois necessita de oxigênio para ocorrer.

b) A quebra da glicose em moléculas de ácido pirúvico depende do aparato enzimático das mitocôndrias.

c) A fosforilação oxidativa representa a etapa de maior rendimento energético para a célula.

d) O ciclo do ácido cítrico ocorre nas cristas mitocondriais, com saldo de duas moléculas de ATP.

18. (UFV) Com relação à respiração celular, é correto afirmar que:

a) Consiste nas trocas gasosas entre o ar dos pulmões e o sangue.

b) Não ocorre nas plantas durante o dia, já que nesse período elas realizam fotossíntese.

c) Ocorre em três etapas principais: glicólise, ciclo de Krebs e cadeia transportadora de elétrons.

d) Ocorre exclusivamente nas mitocôndrias na ausência de oxigênio.

19. (UNINOEST) Com relação aos processos de respiração e fermentação nos organismos vivos, pode-se afirmar que:

a) Através dos dois processos ocorre produção de glicose.

b) Em ambos os processos ocorre formação de ácido pirúvico.

c) Na respiração anaeróbica não ocorre produção de ATP.

d) A respiração aeróbica produz menos ATP do que a fermentação.

e) Na respiração aeróbica não ocorre produção de ATP.

20. (UFPB) O esquema a seguir mostra parte das reações da cadeia respiratória que ocorre nas membranas internas das mitocôndrias, com detalhe para a produção de ATP (adenosina trifosfato), de acordo com a teoria quimiosmótica. Considerando a estrutura mitocondrial, o processo destacado na figura e a utilização do ATP pelas células, identifique as afirmativas corretas:

20

I    II

0  0 – O ADP é transformado em ATP, a partir da energia resultante de um gradiente de prótons, liberada durante as reações da cadeia respiratória.

1  1 – A síntese de ATP é maior em células que realizam intenso trabalho, como as células da musculatura cardíaca.

2  2 – O ATP é a moeda universal de transferência de energia entre os produtores de bens (respiração celular) e os consumidores de bens (trabalho celular).

3  3 – A quantidade de invaginações (cristas) da membrana interna é inversamente proporcional à atividade celular.

4  4 – O cianeto, um veneno de ação rápida que bloqueia o transporte de elétrons, não altera a síntese do ATP.

21. (UNIR) Sobre o processo respiratório de uma célula vegetal, analise as afirmativas.

I. Na glicólise, são produzidos ATP e Piruvato.

II. A cadeia respiratória ocorre na matriz mitocondrial.

III. Fosforilação oxidativa é quando se dá a liberação de CO2.

IV. O oxigênio é o aceptor final dos elétrons da cadeia respiratória.

Estão corretas as afirmativas

a) I e II, apenas.

b) II e III, apenas.

c) I e IV, apenas.

d) II, III e IV, apenas.

e) I, II e III, apenas.

22. (UNCISAL) Considere 1 para fermentação lática e 2 para respiração celular:

(   ) ciclo de Krebs.

(   ) não utiliza oxigênio.

(   ) não há formação de água.

(   ) “produz” CO2 e próton.

Assinale a alternativa que corresponde à sequência correta, de cima para baixo.

a) 2, 1, 1 e 1.

b) 2, 2, 1 e 1.

c) 1, 1, 2 e 2.

d) 1, 1, 2 e 1.

e) 2, 1, 1 e 2.

23. (PUC-RIO) Sabe-se que um indivíduo da espécie humana não pode ficar sem realizar respiração sistêmica por muito tempo, sob pena de sofrer lesões cerebrais. Assinale a alternativa que descreve corretamente o processo metabólico celular que ocorre nesse caso.

a) Na ausência de oxigênio molecular, as células iniciam um processo fermentativo de respiração aeróbica.

b) O gás carbônico produzido na respiração se acumula provocando diminuição do pH celular.

c) O oxigênio molecular é consumido, e sua diminuição causa aumento do pH celular.

d) O oxigênio molecular começa a se transformar em ácido carbônico, diminuindo o pH celular

e) Na ausência de oxigênio molecular, a célula passa a fazer digestão aeróbica para gerar energia.

24. (UEA)A mandioca-brava (Manihot utilíssima) é bastante utilizada na região norte do país para o preparo de farinha, pois seu rendimento é maior. Porém, apresenta um princípio ativo tóxico, da classe dos cianogênicos que, quando ingerido, provoca cansaço, falta de ar, fraqueza e confusão mental, podendo levar à convulsão e morte. A preparação artesanal ou industrial do produto faz com que o princípio ativo seja eliminado, técnica dominada pelos índios da Amazônia desde antes da época do descobrimento. Considerando-se os sintomas apresentados por aqueles que ingerem a mandioca-brava in natura e a classe a que pertence o princípio ativo, pode-se sugerir que este atua, primariamente, impedindo a:

a) Utilização do oxigênio na cadeia respiratória.

b) Utilização do oxigênio no ciclo de Krebs.

c) Associação do oxigênio com as moléculas de hemoglobina.

d) Difusão do oxigênio alveolar para o tecido sanguíneo.

e) Formação de ATP durante a glicólise.

25. (UEG) Na fabricação de pão caseiro, costuma-se colocar uma bolinha de massa ainda crua num copo com água. Essa bolinha, inicialmente, vai ao fundo do copo. Enquanto ela fica na água, os pães descansam e o fermento biológico utilizado na massa promove a liberação de CO2. Em relação a esse processo, é correto afirmar:

a) Com a produção de CO2, ocorre a formação de pequenas bolhas no interior da massa, diminuindo sua densidade.

b) Com a liberação do CO2 na bolinha, o empuxo diminui fazendo com que ela suba para a superfície.

c) A bolinha desce devido à diferença de pressão entre a boca e o fundo do copo.

d) A bolinha vai ao fundo pois a densidade dela é menor que a da água.

26. (OBJETIVO-SP) Existem muitas espécies de leveduras (fermentos) usadas na fabricação de bebidas, pães, bolos etc. Na produção da cerveja, utilizam-se duas espécies: Saccharomyces cerevisae, para a cerveja de maior teor alcoólico, e Saccharomyces carlsbergensis, para a cerveja com baixo teor alcoólico. O processo biológico referido no texto caracteriza-se por:

a) Ocorrer no interior das mitocôndrias dos fermentos produzindo teores variados de álcool etílico.

b) Utilizar o oxigênio como aceptor final de hidrogênio.

c) Ocorrer no citosol (hialoplasma) dos fungos Saccharomyces quando o teor de oxigênio no meio ambiente é insuficiente para a respiração aeróbica.

d) Realizar-se nas células de fungos, bactérias e protozoários quando a quantidade de glicose é insuficiente para a respiração aeróbica.

e) Ocorrer apenas nas células de procariontes e produzir um baixo rendimento energético.

27. (UFT) Em quase todos os seres vivos, as enzimas que participam da glicólise são muito semelhantes, o que nos dá uma evidência importante da origem comum dos organismos vivos. O esquema abaixo representa a degradação da glicose, que culmina com a formação de duas moléculas de ácido pirúvico, que podem seguir três vias metabólicas distintas.

27

As vias metabólicas representadas por I e II são formas de fermentação, e a III é a respiração aeróbica. Os processos I, II e III são realizados por:

a) Fungos e bactérias/Bactérias, fungos e células musculares/Animais, plantas e microrganismos.

b) Fungos/Bactérias/somente Células Musculares.

c) Fungos e Bactérias/Células Musculares/somente Animais.

d) Células Musculares/Fungos /Plantas e Animais.

28. (PUC-CAMPINAS) Considere as afirmações abaixo sobre a “produção” de energia nas células.

I. Somente no metabolismo energético de eucariotos ocorre liberação de CO2.

II. A respiração anaeróbia é exclusiva de procariotos.

III. O metabolismo de gorduras tem um rendimento energético maior que o metabolismo da mesma quantidade de carboidratos.

Está correto o que se afirma somente em:

a) I.

b) II.

c) III.

d) I e II.

e) II e III.

29. (ASCES) Para “produzir” a energia que necessitam para seu funcionamento, os organismos vivos realizam reações metabólicas, como a fermentação. Considerando este processo, é correto afirmar que as células:

a) Produzem etanol a partir de ácido pirúvico.

b) Geram quatro moléculas de ATP de saldo energético a partir do catabolismo da glicose.

c) Musculares humanas geram ácido lático como produto final após exercício intenso.

d) “Produzem” energia simultaneamente em aerobiose e em anaerobiose, somente variando o saldo energético.

e) Realizam fermentação devido à vantagem energética frente à respiração aeróbica.

30. (UFAC) Em 1980, Umberto Eco publicou o livro O nome da rosa, romance ambientado em ummosteiro medieval, onde vários crimes aconteceram.Os mortos eram encontrados com a língua e osdedos escuros, indicando que folhearam livros compáginas envenenadas por cianureto (cianeto depotássio). Essa substância é extremamente tóxica,pois compromete a produção do ATP feita na célula,ligando-se ao citocromo a3.A alternativa que indica a etapa inibida pelo cianureto e o local onde ocorre, respectivamente, é:

a) Cadeia respiratória, cristas mitocondriais.

b) Ciclo do ácido tricarboxílico, citosol.

c) Cadeia respiratória, matriz mitocondrial.

d) Glicólise, citoplasma.

e) Cadeia respiratória, citoplasma.

GABARITO

 

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
A A A D D B B D B VFVVF
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
D C A A E D C C B VVVFF
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
C E B A A C A C C A

 

Anúncios

Responses

  1. E o gabarito?

    • O gabarito está incluso na publicação.
      Djalma Santos

      • DJALMA: A QUESTÃO *8′ TEM DUAS ALTERNATIVAS ERRADAS… POIS TEM A LETRA ”D” COMO VC COLOCOU NO GABARITO, MAS TAMBEM TEM A LETRA ”A”. vISTO QUE A GLICÓLISE É UM PROCESSO QUE OCORRE SEM A PRESENÇA DE O² , ENTAO ESTA NAO PODE SER INCLUSA NO PROCESSO AERÓBIO CITADO! ME CORRIJA SE EU ESTIVER ERRADA!

      • Cara Raquel
        08. (UNICENTRO) Sobre a respiração, assinale a alternativa incorreta.
        a) Pode-se considerar a respiração aeróbica um processo realizado em três etapas: glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória.
        b) Nos eucariontes a glicólise ocorre no citosol, e o ciclo de Krebs e a cadeia respiratória nas mitocôndrias, respectivamente na matriz mitocondrial e nas cristas mitocondriais.
        c) Nas transferências de hidrogênio ao longo da cadeia respiratória, há liberação de elétrons excitados que são capturados pelos transportadores de elétrons, exemplo dos citocromos, e parte da energia é utilizada na fosforilação oxidativa.
        d) Na respiração aeróbica o aceptor final dos hidrogênios na cadeia respiratória é o nitrogênio.*
        e) Algumas bactérias desnitrificantes do solo, como Pseudomonas denitrificans, realizam respiração anaeróbica e participam do ciclo do nitrogênio devolvendo N2 à atmosfera.
        – Leia o texto a seguir e você perceberá que a alternativa A (“… Pode-se considerar a respiração aeróbica um processo realizado em três etapas: glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória.”) está correta.
        – A respiração aeróbia consiste de uma série de reações enzimáticas, através das quais os produtos da glicólise (fase anaeróbia) são metabolizados para proporcionar uma maior liberação de energia. A respiração aeróbia está estritamente relacionada com a glicólise, sendo esta, na realidade, um preparatório para a degradação total da glicose. O ácido pirúvico, formado na fase anaeróbia, após sofrer algumas modificações químicas, entra na fase aeróbia propriamente dita, na qual é degradado a CO2 e H2O. As várias reações que compõem essa fase ocorrem no interior das mitocôndrias e constituem o ciclo de Krebs (ciclo do ácido cítrico ou ciclo do ácido tricarboxílico) e a cadeia respiratória (cadeia oxidativa ou cadeia transportadora de elétrons). Dessa forma, a respiração aeróbia pode ser dividida em três etapas: glicólise, ciclo de Krebs (ciclo do ácido tricarboxílico ou ciclo do ácido cítrico) e cadeia respiratória (cadeia oxidativa ou cadeia transportadora de elétrons). Durante a glicólise, também chamada de ciclo de Embden e Meyerhoff, a glicose se transforma em duas moléculas de ácido pirúvico, graças a uma série de reações idênticas, com exceção da etapa final às que ocorrem na fermentação. A glicólise se constitui, em última análise, o primeiro estágio da degradação completa da glicose. A diferença entre a fermentação e a glicólise aeróbia (glicólise seguida do ciclo do ácido cítrico e da cadeia transportadora de elétrons) está no destino dos hidrogênios removidos durante o processo. Enquanto os NADH2, formados na glicólise aeróbia, são oxidados pelo O2 na mitocôndria, formando H2O, os gerados na fermentação cedem seus hidrogênios ao ácido pirúvico, dando como produto final o álcool etílico (fermentação alcoólica) ou o ácido láctico (fermentação láctica).
        Um forte abraço
        Djalma Santos

  2. Professor, na fermentação é liberado água também?? Muito obrigada!

    • Cara Amanda
      Na fermentação não há liberação de água como produto. Como ilustração veja, abaixo, as equações da fermentação láctica e da fermentação alcoólica:
      I – LÁCTICA
      C6H12O6 → 2 C3H6O3
      II – ALCOÓLICA
      C6H12O6 → 2 C2H5OH + 2 CO2
      Um abraço
      Djalma Santos

  3. Muito bom!!

  4. Professor Djalma, o senhor acha que a alternativa D da questão 5 é controversa?

    • Prezada Sandra
      A alternativa D não é controversa. Veja a explicação a seguir
      Durante a degradação da glicose até ácido pirúvico, etapa conhecida como glicólise e que ocorre fora da mitocôndria (ver esquema mostrada na questão), há formação de 2 NADH2, quando da desidrogenação do gliceraldeído-3-fosfato. Nesta reação, cada uma das duas moléculas de gliceraldeído-3-fosfato sofre desidrogenação, reduzindo o NAD+ (nicotinamida adenina dinucleotídeo), indicado habitualmente, embora de forma incorreta, por NAD, a NADH (habitualmente representado, embora incorretamente, por NADH2), bem como, recebe um fosfato “inorgânico” (pi), formando o ácido-1,3-difosfoglicérico. Essa reação, mostrada abaixo, é catalisada pela gliceraldeído 3-fosfato desidrogenase.
      2 gliceraldeído-3-fosfato + 2 NAD + 2 Pi → 2 ácidos-1,3difosfoglicérico + 2 NADH2
      Portanto, a alternativa D está incorreta, pois como mostramos acima, ocorre produção de NADH2 fora da mitocôndria.
      Um forte abraço
      Djalma Santos

  5. Obrigadooooooooooo!!!!!!!!!!!!

  6. Olá, gostaria primeiramente de agradecer pelo material disponibilizado,está me ajudando muito…
    Bom…acho que a questão nove está errada no gabarito…vou justificar e se o senhor não concordar poderia me explicar pq está certo?
    ”b) As reações ilustradas da cadeia transportadora de elétrons são responsáveis por uma intensa fosforilação dependente da ação da enzima ATP sintase.”
    ATP SINTASE não é uma enzima, é uma proteína. Logo acho que não tem resposta.

    • Prezado Gabriel
      – ATP sintase é o nome genérico dado a enzimas que sintetizam ATP (adenosina trifosfato) a partir de ADP (adenosina bifostato) e de fosfato inorgânico, utilizando para isso alguma forma de energia. Dessa modo, a ATP sintase é uma proteína com atividade enzimática.
      – Ver: “ Ribozima (RNA super star) – Principais publicações iniciais”, matéria publicada neste no dia 10.06.2011.
      Veja, também, a citação abaixo: Princípios de Bioquímica – Lehninger – 4ª edição – pag.708.
      “A ATP sintase executa a catálise rotativa, nela o fluxo de prótons através de Fo faz com que cada um dos três sítios de ligação para o nucleotídeo em F1 execute um ciclo entre as conformações que se ligam com ADP + Pi, que se ligam com o ATP e que permanecem vazias.”
      Um abraço
      Djalma Santos

  7. Muito Obrigado !!
    Desculpe pelo incômodo

  8. Djalma obrigado pelo material disponivel esta me ajudando muitoooo
    só tenho a agradescer um abraço

  9. Djalma santos , boa tarde, eu gostaria de saber quais são as vantagens de se fazer a respiração celular em 3 etapas, ao invés de se fazer apenas 1 etapa como na fermentação? Desde já agradeço pela sua atenção.

    • Prezada Márcia
      A fragmentação da respiração celular em várias reações intermediárias faz com que a energia seja liberada gradativamente e não de uma só vez de modo semelhante a uma combustão. A liberação de energia em grande quantidade em pouco tempo poderia matar a célula.
      Um abraço
      Djalma Santos

  10. Olá professor, na alternativa D da questão 3 esta dizendo que o ciclo de Krebs vai iniciar com a reação entre a coenzima A e uma molécula de acido oxalacético, no caso não seria a reação do acetil com o oxalacetato ? Já que a coenzima A vai ser liberada assim que entrar na mitocôndria ?

    Grato!

    • Caro Rodrigo
      – Em face de o acetil ser pouco reativo, combina-se com a coenzima A (CoA), que é reativa e constitui a substância “alimentadora” do ciclo de Krebs. Nesse ciclo a acetil-CoA se combina com o oxaloacetato dando origem ao citrato mais a CoA, que regenerada se recombina com um novo grupo acetil. Leia os textos abaixo.
      I. Princípios de Bioquímica – Lehninger – 4ª edição – pag.594.
      “… Produção do Acetil-CoA (acetado ativado). Nos organismos aeróbios, a glicose e outros açúcares, ácidos graxos e a maioria dos aminoácidos são oxidados, em última instância, a CO2 e H2O através do ciclo do ácido cítrico. Entretanto, antes que possam entrar no ciclo, os esqueletos carbônicos dos açúcares e ácidos graxos precisam ser degradados até o grupo acetil-CoA, a forma na qual o ciclo do ácido aceita a maior parte de seu combustível. Também entram no ciclo por essa via muitos outros átomos de carbono provenientes dos aminoácidos, embora vários deles sejam metabolicamente degradados em outros intermediários do ciclo. …”
      II. Bioquímica Ilustrada – Pamela C. Champe e Richard A. Harvey – 2ª edição – pag.112.
      “… Síntese de citrato a partir de acetil CoA e oxaloacetato. A condensação de acetil CoA e oxaloacetato é catalisada pela citrato sintase. Esta condensação aldólica possui um equilíbrio voltado na direção da síntese de citrato. A reação utiliza um intermediário do ciclo de Krebs (oxaloacetato) e produz outro intermediário do ciclo (citrato). …”
      III. Tratado de Fisiologia Médica – Guyton & Hall – 9º edição – 775.
      “… Na etapa inicial do ciclo do ácido cítrico, a acetil-CoA combina-se com o ácido oxaloacético para formar ácido cítrico. A coenzima A da acetil-CoA é liberada e pode ser utilizada repetidamente para a formação de quantidades ainda maiores de acetil-CoA… . “
      Um abraço
      Djalma Santos

  11. Muito bom esses textos. Obrigado professor.
    Abraço!

  12. Oi professor, gostaria de saber por que essa alternativa da questão 4 está errada?

    a) Os prótons expulsos para o espaço intermembranas oxidam o ADP e, consequentemente, promovem a sua transformação em ATP.

    Muito obrigado por disponibilizar o material. Ajudou muito.

    • Prezada Ianka
      – Veja o enunciado da questão: ” A maior parte do ATP é produzida na etapa denominada fosforilação oxidativa, que ocorre nas mitocôndrias. Por que essa fase é assim chamada?”
      Atente: “……Por que essa fase é assim chamada?”
      – Com base na indagação da questão a resposta é D (“Ocorre a adição de fósforo ao ADP em consequência de reações de oxidorredução.”)
      – É verdade que enquanto os elétrons saltam de um componente para outro na cadeia respiratória, os prótons H+ passam para o espaço existente entre as membranas interna e externa da mitocôndria (processo quimiosmótico). Ao longo da cadeia respiratória, entretanto, não se formar ATP nas passagens de todos os citocromos (transportadores de elétrons) que compõem a cadeia oxidativa.
      Um abraço
      Djalma Santos

  13. Professor Djalma Santos.Gostaria de saber por que o cianeto provoca a morte celular e tambem gostaria de saber Qual a função do O2 alem de ser o ultimo receptor de eletrons?

    • Caro Murilo
      – AÇÃO DO CIANETO
      * Ver enunciado da questão 30 desta publicação (“….. Essa substância é extremamente tóxica, pois compromete a produção do ATP feita na célula, ligando-se ao citocromo a3. …”).
      – FUNÇÃO DO OXIGÊNIO NA RESPIRAÇÃO CELULAR. LEIA AS CITAÇÕES ABAIXO
      I. MOLECULAR BIOLOGY OF THE CELL – ALBERTS, B., BRAY, D., LEWIS, J., RAFF, M., ROBERTS K. & WATSON, J. D. – THIRD EDITION – GARLAND PUBLISHING, INC. NEW YORK & LONDON – PAG. 672
      “ … When NADH, ADP, and inorganic phosphate are added, such preparations transport electrons from NADH to O2 and couple this oxidation to ATP, catalyzing the reaction ADP + Pi → APT. …”.
      II. PRINCÍPIOS DE BIOQUÍMICA – LEHNINGER – 4ª EDIÇÃO – ED. SARVIER – PAG. 593.
      “ … Esses elétrons são conduzidos ao longo de uma cadeia de moléculas transportadora de elétrons, conhecida como cadeia respiratória, até o O2 – o receptor final de elétrons. …”;
      III. BIOLOGIA DAS CÉLULAS – VOLUME 1 – AMABIS, JOSÉ MARIANO & MARTHO, GILBERTO RODRIGUES – EDITORA MODERNA – PAG.214.
      “ … e possam, ao final da cadeia, combinar-se com o gás oxigênio (O2), produzindo água na reação. O gás oxigênio só participa efetivamente da respiração nesta última etapa. …”
      – De acordo com as citações acima a única função do oxigênio na respiração celular é atuar como aceptor de hidrogênio, formando a água.
      – Apesar de o oxigênio participar, apenas na cadeia respiratória, como aceptor final de hidrogênio, sua ausência leva à parada do transporte de hidrogênio e, por conseguinte, ao bloqueio da fosforilação oxidativa. Ele é, sem dúvida, um reagente fundamental na sequência das reações que ocorrem na respiração aeróbia. Na sua ausência, alguns seres e até células do nosso tecido muscular continuam a realizar a glicólise, desviando o metabolismo para a fermentação.
      Um abraço
      Djalma Santos

  14. Professor,
    Na questão 2, o que esta errado na alternativa C?

    Qual a relação entre o aumento das divisões mitóticas e do tamanho das fibras musculares com o desempenho de atletas?

    Abraço!

    • Vitoria
      QUESTÃO O2
      ALTENATIVA C (“É típico das reações catabólicas exotérmicas que ocorrem devido ao consumo de alimentos ricos em carboidratos.”) – INCORRETA
      * O processo descrito nesta questão ocorre durante a glicólise, que se processa no hialoplasma. Nele, há conversão de glicose-6-fosfato em frutose-1,6-difosfato, com hidrólise de ATP que passa a ADP. Dessa forma, a conversão de glicose-6-fostato em frutose-1,6-disfosto, absorve energia proveniente da hidrólise do ATP, sendo, portanto um processo endoenergético (endotérmico).
      CONTROLE DA PROGRESSÃO DO CICLO CELULAR (13/09/2010)
      QUESTÃO 03
      ALTERNATIVA C (“Em indivíduos adultos, a musculação provoca a hipertrofia muscular porque o exercício físico acelera o ciclo celular.”) – INCORRETA
      * A hipertrofia muscular é uma resposta fisiológica caracterizada pelo aumento do volume dos músculos decorrente de estímulos gerados pelo exercício físico e não resultante de divisões celulares, cuja denominação é hiperplasia celular. Na hipertrofia não se desenvolve células musculares novas. Há apenas aumento do tamanho das que já existem. Na hiperplasia, ao contrário, são produzidas novas células.
      Um forte abraço
      Djalma Santos

  15. Professor, a questão 13 está bastante confusa, achei que somente a alternativa II estivesse correta. Tive, inclusive, a curiosidade de olhar no site da UEPB a questão, e o gabarito (faz parte da prova de 2011 se nao me engano), e lá a questão foi anulada. Gostaria de saber como chegou ao gabarito, ou se realmente foi mal formulada e deve ser anulada.
    Desde já, obrigada

    • 13. (UEPB) Os principais processos pelos quais ocorre liberação da energia armazenada nas ligações químicas dos compostos orgânicos são a fermentação e a respiração aeróbia. Sobre esses processos podemos afirmar:
      I. Os dois processos acima citados iniciam-se com a glicólise, ou seja, com a degradação da molécula de glicose em duas moléculas de piruvato. Nesse processo cada molécula de glicose libera energia para formar quatro moléculas de ATP.
      II. Por meio da fermentação, a glicose é parcialmente degradada na ausência de oxigênio, originando substâncias mais simples, como o ácido lático, o ácido acético e o álcool etílico, produtos respectivamente da fermentação lática, acética e alcoólica. Nesses processos, há saldo de apenas duas moléculas de ATP.
      III. Nos procariontes, a glicólise e o ciclo de Krebs ocorrem no citoplasma, e a cadeia respiratória ocorre associada à face da membrana plasmática voltada para o citoplasma. Já nos eucariontes, a glicólise ocorre no citosol, e toda a fase aeróbia ocorre no interior das mitocôndrias.
      Assinale a alternativa que apresenta a(s) proposição(ões) correta(s).
      a) I, II e III.*
      b) Apenas I.
      c) Apenas II.
      d) Apenas III.
      e) Apenas II e III.
      Cara Yasmin
      Veja a seguir as explicações que você solicitou.
      – Afirmativa I (“Os dois processos acima citados iniciam-se com a glicólise, ou seja, com a degradação da molécula de glicose em duas moléculas de piruvato. Nesse processo cada molécula de glicose libera energia para formar quatro moléculas de ATP.”) – CORRETA
      * Tanto a fermentação quanto a respiração aeróbia se inicia com a glicólise, que forma duas moléculas de piruvato. Na glicólise, há formação, realmente, de quatro moléculas de ATP. Observe que a alternativa não se refere a saldo, que seria dois ATPs e sim a formação.
      – Afirmativa II (“Por meio da fermentação, a glicose é parcialmente degradada na ausência de oxigênio, originando substâncias mais simples, como o ácido lático, o ácido acético e o álcool etílico, produtos respectivamente da fermentação lática, acética e alcoólica. Nesses processos, há saldo de apenas duas moléculas de ATP.”) – CORRETA
      * Na fermentação, que ocorre na ausência de oxigênio livre, formando ácido lático (fermentação lática), ácido acético (fermentação acética) e álcool (fermentação alcoólica), há um saldo de duas moléculas de ATP. Observe que alternativa, ao contrário da anterior, refere-se a saldo (2 ATPs) e não à formação de ATP, que seria quatro.
      – Afirmativa III (“Nos procariontes, a glicólise e o ciclo de Krebs ocorrem no citoplasma, e a cadeia respiratória ocorre associada à face da membrana plasmática voltada para o citoplasma. Já nos eucariontes, a glicólise ocorre no citosol, e toda a fase aeróbia ocorre no interior das mitocôndrias.”) – CORRETA
      * Nos procariontes, que não possuem mitocôndria, em se tratando de procariontes aeróbios, a glicólise ocorre, realmente, no citoplasma e a cadeia respiratória se processa associada à face da membrana plasmática voltada para o citoplasma. Nos eucariontes, que são dotados de mitocôndria, em se tratando de eucariontes aeróbios, a glicólise ocorre, realmente, no citosol e fase aeróbia (ciclo de Krebs e cadeia respiratória) se processa no interior da mitocôndria. No caso, o ciclo de Krebs ocorre na matriz mitocondrial e a cadeia respiratória ocorre nas cristas mitocondriais.
      – Como você pode constatar, as três afirmativas estão corretas (alternativa A). Dessa forma, a questão não deve ser anulada.
      Um forte abraço
      Djalma Santos.

  16. Boa noite, professor Djalma!

    Fiquei com dúvida na questão 10.
    O gabarito diz que a afirmativa 4 (Aumento da fermentação láctica.) é falsa, porém eu coloquei que era verdadeira, pois como a questão diz que o uso do anabolizante aumenta o número de hemácias, logo, aumentaria a fermentação láctica, já que hemácias fazem esse tipo de fermentação.

    Por que está errada a minha linha de raciocínio?!

    Obrigada desde já!
    Michele

    • 10. (UFPB) Durante as olimpíadas de Sydney, em 2000, o anabolizante nandrolona ganhou destaque após seu uso ser detectado em exame de urina de vários atletas, o que caracterizou doping. Substâncias anabolizantes podem produzir efeitos, como o aumento da força física e aumento do número de hemácias, fatores importantes no desempenho dos atletas. Considerando os efeitos citados, identifique os processos possíveis de serem desencadeados no organismo de atletas que fazem uso de anabolizantes:
      I II
      0 0 – Aumento da divisão mitótica.
      1 1 – Diminuição do número de mitocôndrias.
      2 2 – Aumento de tamanho das fibras musculares.
      3 3 – Aumento da respiração celular.
      4 4 – Aumento da fermentação láctica.
      Prezada Michele
      – Embora as hemácias possam realizar fermentação láctica, esse processo, além de pouco rentável, levaria a uma fadiga muscular, prejudicando o rendimento do atleta e não aumentando o seu desempenho, como consta no enunciado (“… , fatores importantes no desempenho dos atletas. …”). O aumento das hemácias está relacionado, verdadeiramente, com um maior transporte de oxigênio, levando a um aumento da respiração aeróbia, como consta na alternativa 3 3 (“Aumento da respiração celular.”) e não com o aumento da fermentação láctica, como consta na alternativa 4 4 (“Aumento da fermentação láctica.”). Dessa forma, a energia necessária para o desempenho do atleta provém do aumento do número de mitocôndrias, ao contrário do que consta na alternativa 1 1 (“Diminuição do número de mitocôndrias.”), responsável por um maior rendimento energético.
      Um abraço
      Djalma Santos

      • Muito obrigada mesmo, professor!
        Abraços!

  17. UFT) Em quase todos os seres vivos, as enzimas que participam da glicólise são muito semelhantes, o que nos dá uma evidência importante da origem comum dos organismos vivos. O esquema abaixo representa a degradação da glicose, que culmina com a formação de duas moléculas de ácido pirúvico, que podem seguir três vias metabólicas distintas. Sabe me responder justificando ?

    • Prezado Bruno
      Veja, a seguir, a resolução da questão que você solicitou.
      – ALTERNATIVA CORRETA: A
      (“Fungos e bactérias/Bactérias, fungos e células musculares/Animais, plantas e microrganismos.”)
      JUSTIFICATIVA
      I. Fermentação alcoólica
      Embora haja diferentes espécies de seres dotados da capacidade de realizar a fermentação alcoólica, inclusive certas bactérias, o organismo mais utilizado pelo homem é o Saccharomyces cerevisiae (lêvedo de cerveja), fungo microscópico usado na produção de bebidas fermentadas. Nesse caso, ele transforma açúcares contidos em sucos de uva e de malte, em vinho e cerveja, respectivamente. Ele também é utilizado para crescer a massa de pão, sendo por isso conhecido, popularmente, como fermento de padaria. Assim, o CO2 produzido na fermentação fica armazenado no interior da massa, em pequenas câmaras, fazendo-a crescer. Ao se assar a massa, as paredes dessas câmaras se enrijecem, mantendo a estrutura alveolar. Deve ainda ser mencionado que a fermentação do caldo da cana e sua posterior destilação produzem aguardente e álcool etílico, este último, largamente utilizado na indústria e como combustível.
      II. Respiração aeróbia
      Realizada por bactérias aeróbias, fungos e células musculares em aerobiose. Lembramos que as células do fungo Saccharomyces cerevisiae, conhecido como lêvedo de cerveja, quando estão em presença de O2, utilizam-no em sua respiração. Quando o meio é desprovido de oxigênio, elas degradam os açúcares por via anaeróbia, produzindo etanol através da fermentação alcoólica ou fermentação etílica. Seres que se comportam dessa forma são conhecidos como anaeróbios facultativos.
      III. Fermentação láctica
      Essa fermentação é realizada por bactérias, protozoários, fungos e plantas, bem como por células do tecido muscular esquelético do corpo humano em anaerobiose. Como exemplo de fermentação láctica, podemos citar o processo de “azedamento” do leite, resultante do desenvolvimento de determinadas bactérias, algumas das quais do gênero Lactobacillus, que produzem ácido láctico como resíduo final. Na produção da coalhada, do iogurte e de alguns tipos de queijo, a lactose (dissacarídeo do leite) é fermentada por microrganismos, levando a produção do ácido láctico e tornando o leite ácido. Bactérias produtoras de ácido láctico também participam da produção de conservas do tipo picles e de chucrute.
      Um abraço
      Djalma Santos

  18. Legal

  19. Professor, por que a alternativa C da questão 24 está incorreta? Obrigado e parabéns pelo ótimo trabalho!

    • 24. (UEA) A mandioca-brava (Manihot utilíssima) é bastante utilizada na região norte do país para o preparo de farinha, pois seu rendimento é maior. Porém, apresenta um princípio ativo tóxico, da classe dos cianogênicos que, quando ingerido, provoca cansaço, falta de ar, fraqueza e confusão mental, podendo levar à convulsão e morte. A preparação artesanal ou industrial do produto faz com que o princípio ativo seja eliminado, técnica dominada pelos índios da Amazônia desde antes da época do descobrimento. Considerando-se os sintomas apresentados por aqueles que ingerem a mandioca-brava in natura e a classe a que pertence o princípio ativo, pode-se sugerir que este atua, primariamente, impedindo a:
      a) Utilização do oxigênio na cadeia respiratória.
      b) Utilização do oxigênio no ciclo de Krebs.
      c) Associação do oxigênio com as moléculas de hemoglobina.
      d) Difusão do oxigênio alveolar para o tecido sanguíneo.
      e) Formação de ATP durante a glicólise.
      Veja, a seguir, a explicação que você solicitou.
      ALTERNATIVA C (“Associação do oxigênio com as moléculas de hemoglobina.”) – INCORRETA
      JUSTIFICATIVA
      – Plantas cianogênicas, como a mandioca-brava (Manihot utilíssima), são aquelas que contêm como princípio ativo o ácido cianídrico (HCN), liquido incolor e muito volátil. Esse ácido é, sem dúvida, uma das mais poderosas substâncias inibidoras da respiração. Ele se combina com o citocromo a3, inutilizando-o para o transporte de elétrons na cadeia respiratória, que se constitui de NAD, FAD e uma cadeia de citocromos (b, c, a e a3). Sendo significativa a contaminação pelo HCN, a cadeia respiratória é bloqueada, o que provoca a parada na produção de ATP e a morte do indivíduo. Dessa forma, a morte sobrevém por paradas respiratória dentro de 15 minutos a poucas horas, após o aparecimento dos primeiros sinais. Quando ingerido em doses abaixo da letal, por longo período, ele pode causar lesão no sistema nervoso e na tireoide.
      – Como você constatar, a ação do referido princípio ativo não está relacionada com a associação do oxigênio com as moléculas de hemoglobina, como consta na alternativa C e sim com a utilizada do oxigênio na cadeia respiratório, como se observa na alternativa A.
      Djalma Santos

  20. Olá professor Djalma, tudo bem? poderia me explicar essa questão: Existem muitas espécies de leveduras (fermentos) usadas na fabricação de bebidas, pães, bolos etc. Na produção da cerveja, utilizam-se duas espécies: Saccharomyces cerevisae, para a cerveja de maior teor alcoólico, e Saccharomyces carlsbergensis, para a cerveja com baixo teor alcoólico. O processo biológico referido no texto caracteriza-se por:

    a) Ocorrer no interior das mitocôndrias dos fermentos produzindo teores variados de álcool etílico.

    b) Utilizar o oxigênio como aceptor final de hidrogênio.

    c) Ocorrer no citosol (hialoplasma) dos fungos Saccharomyces quando o teor de oxigênio no meio ambiente é insuficiente para a respiração aeróbica.

    d) Realizar-se nas células de fungos, bactérias e protozoários quando a quantidade de glicose é insuficiente para a respiração aeróbica.

    e) Ocorrer apenas nas células de procariontes e produzir um baixo rendimento energético.

    • 26. (OBJETIVO-SP) Existem muitas espécies de leveduras (fermentos) usadas na fabricação de bebidas, pães, bolos etc. Na produção da cerveja, utilizam-se duas espécies: Saccharomyces cerevisae, para a cerveja de maior teor alcoólico, e Saccharomyces carlsbergensis, para a cerveja com baixo teor alcoólico. O processo biológico referido no texto caracteriza-se por:
      a) Ocorrer no interior das mitocôndrias dos fermentos produzindo teores variados de álcool etílico.
      b) Utilizar o oxigênio como aceptor final de hidrogênio.
      c) Ocorrer no citosol (hialoplasma) dos fungos Saccharomyces quando o teor de oxigênio no meio ambiente é insuficiente para a respiração aeróbica.
      d) Realizar-se nas células de fungos, bactérias e protozoários quando a quantidade de glicose é insuficiente para a respiração aeróbica.
      e) Ocorrer apenas nas células de procariontes e produzir um baixo rendimento energético.
      ALTERNATIVA CORRETA: C [“Ocorrer no citosol (hialoplasma) dos fungos Saccharomyces quando o teor de oxigênio no meio ambiente é insuficiente para a respiração aeróbica.”]
      – Os Saccharomyces (fermentos) são fungos eucariontes que podem apresentar fermentação alcoólica ou respiração aeróbica, dependendo da concentração de O2 do meio em que vivem. – – Eles são conhecidos como seres anaeróbios facultativos, estando em presença de O2, utilizam-no em sua respiração. Quando o meio é desprovido de oxigênio, elas degradam os açúcares por via anaeróbia, produzindo etanol através da fermentação alcoólica ou fermentação etílica.
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: