Publicado por: Djalma Santos | 15 de abril de 2011

Testes sobre evolução (2/5)

01. (PUC-RS) Na Inglaterra, a espécie de mariposa Biston betularia apresentava indivíduos claros e escuros. Coletas realizadas por biólogos antes do período industrial mostraram que indivíduos claros eram mais frequentes, pois sobreviviam ao se camuflarem entre os líquens dos troncos das árvores. Após a industrialização, a fuligem e a fumaça mataram os líquens e escureceram os troncos, o que, ao longo das gerações, resultou no benefício da forma escura e na vulnerabilidade da forma clara, que diminuiu sua frequência por ser mais visível e predada pelos pássaros. Essa pesquisa demonstrou a contribuição diferenciada da descendência para as gerações futuras pelos tipos genéticos que pertenciam à mesma população, processo conhecido como:

a) Mimetismo.

b) Competição.

c) Predação.

d) Nicho ecológico.

e) Seleção natural.

02. (UFT) As diferenças entre os bicos e os hábitos alimentares de diferentes espécies de tentilhões da ilha Darwin de Santa Cruz em Galápagos, exemplifica o conceito de:

a) Lei do uso e desuso.

b) Irradiação adaptativa.

c) Mimetismo.

d) Ontogenia.

e) Lei da recapitulação.

03. (UFAM)              Analise o quadro a seguir:

ALELOS

FENÓTIPO

C

Pelagem castanho-amarelado (selvagem)

cch

Pelagem cinza-claro

ch

Pelagem branca de extremidades negras (Himalaia)

c

Albino

Ordem de dominância: C > cch > ch > c

O quadro apresenta 4 alelos para o mesmo locus cromossômico que afetam a cor da pelagem de coelhos. Os alelos são dominantes uns sobre os outros conforme a ordem de dominância estabelecida (> indica “dominante sobre”). Os coelhos Himalaia e albinos são mais suscetíveis aos predadores. Baseado nessas informações, quais dos genótipos seguintes irão produzir coelhos com menos chance de sobreviver?

a) chc.

b) Ccch.

c) cchc.

d) Cc.

e) cchcch.

04. (UFSM) Considerando a evolução biológica, relacione a coluna I com a coluna II.

COLUNA I

1. Especiação alopátrica

2. Seleção natural

3. Gradualismo filético

4. Explosão cambriana

COLUNA II

(  ) considera que o primeiro passo para a formação de duas novas espécies é a separação geográfica entre populações de uma espécie ancestral.

( ) a evolução ocorre de modo lento e contínuo, com os seres vivos adaptando-se gradualmente ao ambiente.

(  ) é um fenômeno marcado por aumento significativo no número de fósseis, quando a maioria dos filos animais teria surgido.

( ) ocorre preservação dos indivíduos com variações favoráveis à sobrevivência no ambiente e eliminação dos que apresentam variações desfavoráveis.

A sequência correta é:

a) 1 2 34.

b) 2143.

c) 1 342.

d) 3 214.

e) 3412.

05. (UNIMONTES) A figura a seguir ilustra diferentes tipos de “seres vivos”. Observe-a.

05

Considerando a figura e o assunto abordado, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta.

a) I, II, III e IV apresentam a mesma sequência de bases encontradas em V.

b) II representa um anfíbio originado a partir de répteis.

c) V não pode ser usado para definição de novas espécies de seres vivos.

d) III e IV pertencem à classe Mammalia.

06. (UEFS) O material genético propriamente dito é o genoma (haploide) ou o genótipo (diploide) e controla a produção dos tecidos de um organismo e todos os seus atributos, o fenótipo. Esse é o resultado da interação do genótipo com o ambiente durante o desenvolvimento. A amplitude das variações produzidas no fenótipo por determinado genótipo em diferentes condições ambientais é chamada de norma de reação. […] As populações que se reproduzem sexuadamente apresentam duas fontes de variação, superpostas uma a outra: do genótipo e do fenótipo.

(MAYR, 2009, p. 117-118).

A partir do entendimento das interações existentes entre o genótipo e o ambiente na expressão das informações genéticas, é correto afirmar:

a) As fontes de variação na reprodução sexuada dificultam a expressão de caracteres genéticos que sejam evolutivamente vantajosos.

b) Diferentes normas de reação podem levar a comportamentos semelhantes nas mesmas condições ambientais.

c) O controle das funções celulares ocorre a partir da ativação dos genes que lhe são exclusivos na composição de cada tipo de tecido presente nos organismos.

d) A interação do fenótipo com o ambiente produz genótipos que variam sua expressão ao longo do desenvolvimento do indivíduo.

e) Populações de reprodução sexuada potencializam a ação do ambiente, independentemente da seleção natural, no estabelecimento de diferentes normas de reação.

07. (IFMT)           O texto abaixo está relacionado com esta questão

CRIATURA É FUSÃO DE ANIMAL E VEGETAL

Molusco “rouba” DNA de algas e se transforma em híbrido: vive como animal, mas se alimenta como planta. Um molusco esquisito e feio, que vive no litoral oeste dos EUA, pode redefinir tudo o que se sabe sobre a divisão entre animais e vegetais. Isso porque esse animal, cujo nome científico é Elysia chlorotica, não é bem um animal: é um híbrido de bicho com planta. Esse híbrido conseguiu incorporar o gene psbO das algas e por isso desenvolveu a capacidade de realizar fotossíntese. Antes de se transformarem em híbridos, os moluscos dessa espécie costumavam engolir algas e usar os cloroplastos para fazer fotossíntese. Tudo indica se tratar de um caso clássico de seleção natural. Um indivíduo da população sofreu mutação e transferiu essa habilidade aos descendentes. Pura Teoria da Evolução. Darwin continua irretocável. Mas a árvore da vida e suas divisões entre gêneros e espécies podem precisar de um pequeno adendo.

07

(Adaptado de: GARATTONI, Bruno. Criatura é fusão de animal e vegetal. Superinteressante, [s.l.], n. 276, mar. 2010. Disponível em: <http://super.abril.com.br/mundo-animal/criatura-fusao-animal-vegetal 543145.shtml>. Acesso em: 1 abr. 2010.)

Com relação a aspectos evolutivos, assinale a alternativa correta.

a) Existe a possibilidade de a simbiose descrita no texto já ter ocorrido antes, há alguns milhões de anos, quando o então organismo mitocôndria foi incorporado pela célula eucariótica, de acordo com o que afirma a hipótese endossimbiótica.

b) Mutações ocorrem espontaneamente ao longo de sucessivas gerações de seres vivos, apresentando sempre caráter deletério à sobrevivência da espécie.

c) Variações que ocorrem nos ambientais não interferem no processo evolutivo das espécies.

d) A teoria sintética da evolução substitui conceitualmente todos os aspectos propostos por Darwin.

e) A seleção natural é capaz, por si só, de aumentar a variabilidade genética de determinada população.

08. (UPE) Sir Alexander Fleming, o descobridor da penicilina, realizou um experimento, expondo bactérias a baixos níveis de penicilina, aumentando a dosagem gradativamente. A cada geração sucessiva, mais bactérias eram capazes de suportar os efeitos do antibiótico, até um ponto em que sobreviveram algumas bactérias cujas doses regulares de penicilina não eram suficientes para exterminá-las. Em relação à resistência das bactérias aos antibióticos, analise as afirmativas e conclua.

I   II

0 0 – A resistência é um fenômeno  pós-adaptativo  que  se desenvolve  por seleção de indivíduos raros que podem sobreviver à aplicação de determinada dose de um antibiótico.

1 1 – Uma população de bactérias desenvolve resistência a determinado antibiótico, independentemente da alta pressão de seleção.

2  2 – A variabilidade  genética é  importante para  a sobrevivência  da população, pois, se houver indivíduos pré-adaptados a certo tipo de antibiótico, o risco de extinção da população é menor.

3  3 – Uma das possibilidades nocivas de automedicação é o uso de doses muito pequenas, de tal forma que, ao invés de eliminar a infecção, as bactérias se tornam resistentes ao antibiótico.

4  4 – Normalmente, um mutante para resistência a antibiótico não seria favorecido pela seleção natural em um ambiente, sem a presença da droga, mas, ao enfrentar o antibiótico, sua prole pode se tornar bem-sucedida.

09. (UEPB) “Observando a gradação e a diversidade da estrutura de um pequeno grupo de pássaros intimamente relacionado é realmente possível imaginar que de uma pequena parcela de pássaros no arquipélago, uma espécie tenha sido selecionada e modificada para diferentes fins” (Charles Darwin – O diário do Beagle). Darwin traduziu, há 150 anos, sua compreensão da adaptação dos tentilhões às condições ambientais nas diferentes ilhas em uma teoria da evolução, enfatizando a força da seleção natural para garantir que traços mais favoráveis perdurem em sucessivas gerações. A respeito da Teoria da evolução das espécies, analise as proposições:

I. A seleção natural atua sobre o organismo como um todo e não sobre suas partes.

II. Os organismos estão sendo continuamente selecionados de modo a se adaptarem às condições ambientais nas quais vivem, assim a evolução deverá fazer que as populações se tornem, como o passar do tempo, cada vez mais capazes de sobreviverem nesses ambientes, alcançando, por fim, uma condição ótima na qual os organismos e suas características estarão perfeitamente adaptados à vida nessas condições.

III. A diversidade de fenótipos existentes em uma população, sobre as quais atua a seleção natural, é mantida por mutação e recombinação gênica.

IV. Em um ambiente qualquer, os indivíduos com características que tendem a aumentar sua capacidade de sobrevivência têm maior probabilidade de atingir a época da reprodução. Assim, em cada geração, podemos esperar uma diminuição na proporção de indivíduos de maior variabilidade, isto é, que possui maior número de características favoráveis à sobrevivência dos mais aptos.

Estão corretas apenas as proposições:

a) I e III.

b) I e II.

c) II e III.

d) II e IV.

e) I, II e IV.

10. (UFJF) Uma pessoa com infecção ocular foi medicada com um antibiótico na forma de colírio. Esse antibiótico foi ministrado por tempo e dose além do recomendado. No final do tratamento, essa mesma pessoa apresentou um quadro clínico de diarreia. Estudos anteriores demonstraram que, embora o colírio seja de aplicação local, o antibiótico é transferido para as diferentes partes do corpo humano através da corrente sanguínea. Assinale a alternativa correta que explica a correlação entre essas enfermidades.

a) Algumas bactérias, através de mutação ao acaso, já teriam genes de resistência ao antibiótico aplicado, levando ao seu aumento populacional, tornando-as patogênicas no intestino.

b) As bactérias presentes no olho, por não possuírem valor adaptativo, foram extintas e esse nicho foi ocupado por uma espécie nova que migrou para o intestino, tornando-se patogênica.

c) Como as bactérias são diploides, no momento da conjugação, houve transferência do alelo que confere resistência ao antibiótico para a bactéria patogênica, levando à colonização de outra parte do corpo humano.

d) Como as bactérias estão ainda num processo de especiação, não há isolamento reprodutivo completo. Assim, as bactérias do olho migraram e transferiram seus genes de resistência para as bactérias do intestino, causando a diarreia.

e) O uso do antibiótico induziu o surgimento de genes de resistência nas bactérias do intestino que foram selecionadas positivamente e, por seu alto valor adaptativo, tornaram-se competidoras, levando à exclusão de outras espécies.

11. (UFPB) Sabe-se que a primeira etapa da reprodução das angiospermas é a polinização e que, desde o seu surgimento, essas plantas têm utilizado diversas estratégias para terem sucesso em sua reprodução. Uma delas é bem representada pela relação entre a estrutura das peças florais e as características morfológicas do agente polinizador, como ocorre no caso de plantas que apresentam flores com corola de formato tubular e longo e o bico dos beija-flores, ilustrado na figura abaixo.

11

A interação entre planta e agente polinizador, relatada no texto e demonstrada na figura, é denominada:

a) Coevolução.

b) Convergência evolutiva.

c) Homologia.

d) Competição interespecífica.

e) Polimorfismo.

12. (URCA) No cladograma abaixo o que significa anagênese na seta à esquerda?

12

a) Processo de ruptura da coesão original de uma população.

b) Processo de surgimento das modificações de caracteres (novidades evolutivas).

c) Processo de surgimento de barreiras reprodutivas.

d) Processo de seleção natural com caracteres adquiridos.

e) Processo de origem das espécies por intercruzamento.

13. (UFCG) As figuras abaixo esquematizam o desenvolvimento em ambientes diferentes de uma espécie vegetal em que são oferecidas condições edafoclimáticas distintas.

13

Do esquema apresentado, podemos chegar à seguinte dedução:

a) As diferentes condições ambientais oferecidas, como temperatura, qualidade dos solos e umidade relativa do ar, são por si suficientes para determinarem o surgimento de uma nova espécie.

b) As condições diversas do ambiente determinaram o surgimento de duas novas espécies: no ambiente-X, uma variedade com folhas estreitas e raízes longas e no ambiente-Y com folhas longas e raízes normais.

c) Se, por alguma razão, as três populações de plantas permanecerem isoladas, elas poderão evoluir separadamente. Contudo e a qualquer momento, podem se cruzar entre si recombinando seus genes e suas características.

d) A especiação caracterizada no esquema apresentado é o resultado do isolamento reprodutivo entre as raças geográficas ou subespécies, as quais não podem mais se cruzar entre si.

e) Populações de plantas, por ocasião de isolamento geográfico longo, desenvolverão diferenças em suas características genéticas e essas podem ser tão profundas a ponto de caracterizar duas ou mais raças geográficas.

14. (UFCG)A biodiversidade tem fascinado a humanidade ao longo de sua história. Explicações religiosas e científicas têm sido formuladas para a origem dos seres vivos e de sua diversidade. Em 2009 foram comemorados os 150 anos de “A Origem das Espécies”, o livro do naturalista Charles Darwin (1809-1882), que revolucionou o pensamento acerca da existência da vida e estabeleceu os fundamentos do evolucionismo. A Teoria Darwinista defende as ideias expressas em:

I. A seleção natural favorece, ao longo das gerações sucessivas, a permanência e o aprimoramento de características relacionadas à adaptação.

II. O ambiente natural impõe limites ao crescimento das populações, mantendo-as constante ao longo do tempo, porém, morrendo a cada geração grande número de indivíduos, muitos deles sem deixar descendentes.

III. As características adquiridas pelo uso intenso ou pela falta de uso dos órgãos poderiam ser transmitidas à descendência, caracterizando-se como a “lei da transmissão de caracteres adquiridos”.

IV. A seleção artificial não podia, segundo as observações de Darwin, ser comparada à seleção que a natureza exerce sobre as espécies selvagens.

V. A adaptação resulta do fato de os indivíduos portadores de características adaptativas terem mais chance de sobreviver e de deixar descendentes, aos quais transmitem suas características.

Assinale a alternativa correta:

a) II, III e IV.

b) I, II e V.

c) I, IV e V.

d) I, III e IV.

e) III, IV e V.

15. (UEPG) A noção de que os seres vivos mudam ao longo do tempo é, atualmente, tão natural quanto à ideia de que as células são as unidades da vida e de que o DNA é o material genético dos seres vivos. Essa forma de pensar caracteriza o transformismo, doutrina segundo a qual as espécies se transformam gradualmente no decorrer do tempo, sendo todas provenientes de ancestrais comuns, por evolução. A respeito desse tema, assinale o que for correto.

I   II

0  0 – O fixismo é a teoria que contraria o conceito da evolução. Essa teoria defende que cada espécie viva teria surgido por um ato de criação divina, tendo hoje exatamente as mesmas características que possuía na época primitiva. As espécies biológicas, assim, seriam fixas e imutáveis.

1  1 – As ideias fixistas perduraram desde a antiguidade até o século XIX, quando o naturalista Charles Darwin publicou “A Origem das Espécies”, obra que causou muita polêmica no mundo científico da época.

2  2 – Para o filósofo grego Aristóteles, cada espécie viva podia ser “arrumada” num dos degraus de uma escada, no sentido de uma complexidade cada vez maior. Cada degrau da escada teria, assim, seu ocupante definitivo, não podendo haver nenhuma mudança de lugar, já que as espécies biológicas eram perfeitas e não sofriam transformações no decorrer do tempo.

3  3 – Lineu, inventor do sistema de classificação usado até hoje, era fixista. Seu sistema taxonômico, porém, criado com base na maior ou menor semelhança entre os grupos biológicos, seria usado por Darwin cem anos depois para elaboração de sua teoria da seleção natural.

4  4 – O biólogo francês Jean Baptiste Lamarck, encarregado da coleção de invertebrados no Museu de História Natural de Paris, foi o primeiro cientista a propor uma ideia coerente, um mecanismo que explicava como os seres vivos evoluíam. Em vez de uma “escada” única com degraus fixos, Lamarck acreditava na existência de várias “escadas” e, o mais importante, na possibilidade de as espécies serem capazes de “mudar de degrau”, em outras palavras, de se transformar. Embora suas ideias sobre o mecanismo da evolução sejam hoje rejeitadas, ele teve o mérito de propor pela primeira vez uma ideia de evolução que foi levada a sério.

16. (UFSCar) Considere o esquema a seguir, que representa um réptil fóssil, um peixe cartilaginoso e um mamífero.

16

Esses animais constituem exemplo de uma convergência adaptativa, ou seja:

a) Apresentam o mesmo ancestral que deu origem aos três tipos de vertebrados.

b) Tiveram a mesma origem embrionária e apresentam as mesmas funções.

c) Embora pertençam a grupos diferentes, apresentam a forma do corpo em comum.

d) Representam um processo genético baseado na diferença física entre grupos irmãos.

e) Constitui exemplo de um mecanismo de mutação por isolamento geográfico.

17. (UFU) Por meio da anatomia e da embriologia comparadas, é possível verificar que os ossos dos membros anteriores de alguns vertebrados têm origem evolutiva comum, embora possam desempenhar funções diferentes. Nas aves, por exemplo, esses ossos atuam no voo, enquanto, no homem e na baleia, podem ser usados para a natação. Por outro lado, as asas dos insetos e das aves têm origem evolutiva e embrionária diferentes, mas têm a mesma função (voo). Com relação à origem evolutiva e à função desempenhada, assinale a alternativa correta.

a) As asas dos insetos e as asas das aves são estruturas homólogas.

b) As estruturas análogas podem, por mutação, ser transformadas em estruturas homólogas.

c) Os membros superiores do homem, membros anteriores da baleia e as asas das aves são estruturas homólogas.

d) As asas dos insetos são análogas aos membros superiores do homem.

18. (UPE) Em 2009, foram comemorados o bicentenário do nascimento de Darwin e os 150 anos do seu famoso livro “A origem das Espécies”, que engloba, pelo menos, cinco teorias independentes: evolução propriamente dita, ancestralidade comum, gradualismo, variação das espécies e seleção natural. Em relação a Darwin e suas teorias, analise as afirmativas e conclua.

I   II

0 0 – Durante a viagem do Beagle, Darwin encontrou diferentes espécies de pássaros que variavam de ilha para ilha, no arquipélago de Galápagos, e diferiam significantemente daquelas encontradas no continente sul-americano, o que causou forte impressão e desencadeou reflexões que resultaram em suas ideias sobre a evolução da vida.

1  1 – O livro Ensaio sobre o princípio da população, de Thomas Malthus foi crucial para o desenvolvimento da teoria da seleção natural, pois, segundo a tese do crescimento exponencial de Malthus: “As populações crescem menos rapidamente do que os recursos dos quais dependem”.

2  2 – Com a descoberta da similaridade entre o código genético para procariotos e eucariotos, atualmente se passou a ter um consenso de que todos os organismos existentes no planeta Terra possuem características adquiridas pelo uso ou desuso.

3  3 – Darwin percebeu dois aspectos importantes para a evolução: a anagênese – processo gradual de transformação das espécies e a cladogênese – processo de diversificação de novas espécies a partir de uma espécie ancestral.

4 4 – Dentre as cinco teorias, a da seleção natural foi a mais difícil de ser aceita, principalmente pela ausência de um mecanismo convincente de herança, o que foi solucionado pelas leis da hereditariedade descobertas por Mendel.

19. (UFJF) As ilhas Galápagos são consideradas, desde 1978, patrimônio mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Em 2007 passaram a integrar a lista dos patrimônios em risco, devido ao crescente turismo e imigração. Desde 1991, o número de turistas saltou de 41 mil por ano para 160 mil. Outra grande ameaça são organismos transportados involuntariamente do continente para ilhas. Um novo estudo destaca o mosquito Culex quinquefasciatus, conhecido popularmente no Brasil como pernilongo ou muriçoca. O inseto teria sido introduzido nas Galápagos em meados da década de 1980, levado por aviões, e continua a ser transportado regularmente desde então, cruzando com populações locais desta espécie. De acordo com o texto, podemos afirmar que os indivíduos que chegam às ilhas:

I. São considerados exemplo de uma espécie invasora.

II. Podem aumentar sua diversidade genética cruzando com as populações locais.

III. São exemplos de radiação adaptativa por ser espécie descendente de um ancestral comum da espécie local.

Marque a alternativa correta.

a) Somente a afirmativa I está correta.

b) Somente a afirmativa II está correta.

c) Somente a afirmativa III está correta.

d) Somente as afirmativas I e II estão corretas.

e) Somente as afirmativas I e III estão corretas.

20. (UFPR) A técnica de hibridização de DNA permite identificar o parentesco que existe entre diferentes organismos. Ela consiste em produzir fragmentos de DNA de um determinado organismo, separar as duas fitas de DNA desses fragmentos e promover a ligação entre esses fragmentos de DNA de fita simples e os fragmentos de DNA de fita simples de outro organismo, correspondente a um mesmo gene para ambos os organismos estudados. Para qual dos pares de organismos apresentados abaixo deve ser mais fácil separar as duas fitas de DNA após um processo de hibridização?

a) Beija-flor e crocodilo.

b) Minhoca e ouriço-do-mar.

c) Chimpanzé e humano.

d) Anêmona e medusa.

e) Tubarão e lambari.

21. (UFAL) Rãs, crocodilos e hipopótamos, quando estão com seus corpos submersos na água, mantêm os olhos e as narinas alinhados, rente à superfície da água. Mas, eles descendem de ancestrais diferentes. Logo, a semelhança observada resulta de:

a) Irradiação adaptativa.

b) Convergência adaptativa.

c) Mimetismo.

d) Variabilidade genética.

e) Deriva genética.

22. (UEL)       RESPONDA ESTA QUESTÃO COM BASE NO TEXTO ABAIXO

Darwin, empolgado com as maravilhas da natureza tropical, em Salvador e no Rio, registrou: A viagem do Beagle foi sem dúvida o acontecimento mais importante de minha vida e determinou toda a minha carreira. As maravilhas das vegetações dos trópicos erguem-se hoje em minha lembrança de maneira mais vívida do que qualquer outra coisa.

(Adaptado de: MOREIRA, I. C. Darwin, Wallace e o Brasil. In Jornal da Ciência, Ano XXII, n. 625, p. 6, 11 jul. 2008.)

Darwin, em sua teoria de seleção natural, forneceu uma explicação para as origens da adaptação. A adaptação aumenta a capacidade de um organismo de utilizar recursos ambientais para sobreviver e se reproduzir. Com base na série de observações e conclusões de Darwin e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas:

I. O tamanho das populações naturais mantém-se constante ao longo do tempo, sendo limitado por fatores ambientais, como a disponibilidade de alimento, locais de procriação e presença de inimigos naturais.

II. Uma luta contínua pela existência ocorre entre indivíduos de uma população e a cada geração muitos morrem sem deixar descendentes; os que sobrevivem apresentam determinadas características relacionadas à adaptação.

III. Os indivíduos de uma população possuem as mesmas características, o que influencia sua capacidade de explorar com sucesso os recursos naturais e de deixar descendentes.

IV. Os indivíduos mais adaptados se reproduzem e transmitem aos descendentes as características relacionadas a essa adaptação, favorecendo a permanência e o aprimoramento dessas características ao longo de gerações sucessivas.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e II são corretas.

b) Somente as afirmativas I e III são corretas.

c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.

d) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas.

e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

23. (UNESP) Cogumelos iluminam a floresta, é o título da reportagem de capa da Revista Pesquisa Fapesp de fevereiro de 2010. Na reportagem, os pesquisadores descrevem algumas espécies de fungos bioluminescentes encontrados no Brasil. Antes de entregar a revista para que os alunos lessem a reportagem, a professora de biologia pediu-lhes que apresentassem hipóteses sobre o desenvolvimento da bioluminescência na evolução desses fungos. Foram apresentadas três hipóteses:

I. A bioluminescência, resultante de reações de oxirredução que consomem oxigênio, poderia desempenhar um papel antioxidante que protegeria os fungos bioluminescentes de radicais livres produzidos por seu metabolismo.

II. A bioluminescência poderia servir como um sinalizador de perigo, similar ao existente em algumas espécies de insetos, o qual alertaria os eventuais predadores tratar-se de um fungo venenoso.

III. A bioluminescência teria se desenvolvido para promover a iluminação da floresta, favorecendo inúmeras espécies de hábitos noturnos, como algumas aves e mamíferos, que dependem da luz para suas atividades.

Pode-se afirmar que, do ponto de vista evolutivo, são plausíveis as hipóteses:

a) I, II e III.

b) I e II, apenas.

c) II e III, apenas.

d) I, apenas.

e) III, apenas.

24. (UFJF) O grau de semelhança entre os organismos sempre foi o principal critério para os seus agrupamentos. Com o advento da ideia de evolução entre os seres vivos, o grau de semelhança também passou a significar grau de parentesco evolutivo. O grau de parentesco evolutivo entre os metazoários é determinado por semelhanças exclusivas fundamentais que caracterizam os grupos. As letras A, B e C representam as seguintes características, respectivamente:

24

a) Simetria bilateral; boca derivada do blastóporo; presença de notocorda.

b) Simetria radial; boca derivada do blastóporo; tegumento quitinoso.

c) Simetria bilateral; ausência de celoma verdadeiro; presença de um pseudoceloma.

d) Presença de celoma; metamerizados; ausência de apêndices articulados.

e) Simetria radial; com três folhetos germinativos; ausência de metameria.

25. (UEPG) Há um número muito grande de fatos que comprovam que a evolução realmente ocorreu e continua ocorrendo. Sobre tal assunto, assinale o que for correto.

I   II

0  0 – Semelhança quase sempre sugere parentesco. Foi observando essa constante que o estudo intensivo da anatomia comparada acabou por reforçar a ideia da evolução.

1  1 – Órgãos que possuem a mesma origem evolutiva, embora suas funções sejam diferentes, são denominados homólogos. É o caso do esqueleto dos membros anteriores dos vertebrados.

2 2 – A embriologia comparada evidencia a evolução quando se estudam embriões e se percebe que quanto mais precoce a fase embrionária observada, mais parecidos são os embriões de grupos diferentes dentro de uma mesma classificação.

3  3 – Nas últimas décadas foram desenvolvidas algumas técnicas bioquímicas que permitem o estudo da evolução. Todos os métodos se baseiam na ideia de que espécies muito próximas evolutivamente, que descendem de um ancestral comum, têm maior semelhança na sua composição química do que espécies mais distantes.

4  4 – Quanto maior a semelhança entre DNAs de espécies cujo parentesco evolutivo se quer determinar, mais relacionadas estarão as espécies. Um dos métodos mais simples de fazer essa comparação consiste em “hibridizar”, em tubos de ensaio, as fitas isoladas de seus DNAs. Determina-se em que medida houve pareamento entre os DNAs diferentes. Quanto maior a taxa de pareamento, maior a semelhança entre as sequências do DNA e mais próximas portanto estarão as espécies em termos evolutivos.

26. (UFPB) A figura a seguir representa uma filogenia provável para alguns grupos pertencentes aos cordados.

26

Com base na figura, nos princípios da filogenia e considerando que cada característica herdada evoluiu uma única vez, é correto afirmar que as características:

a) Herdadas por dois grupos distintos e derivadas do mesmo ancestral são consideradas análogas.

b) Ocorrentes em vários grupos e herdadas do mesmo ancestral são resultado de homoplasia.

c) Ausentes no ancestral comum, como pulmões, e presentes em vários grupos são denominadas derivadas.

d) Herdadas de um ancestral mais recente devem ser compartilhadas por mais grupos do que aquelas de um ancestral mais distante.

e) Presentes no camundongo e no chimpanzé, como coração com quatro cavidades, pelos e glândulas mamárias, são denominadas ancestrais.

27. (UNESP) No filme Avatar, de James Cameron (20th Century Fox, 2009), os nativos de Pandora, chamados Na’Vi, são indivíduos co 3 metros de altura, pele azulada, feições felinas e cauda que lhes facilita o deslocar por entre os galhos das árvores. Muito embora se trate de uma obra de ficção, na aula de biologia os Na’Vi foram lembrados. Se esses indivíduos fossem uma espécie real, sem parentesco próximo com as espécies da Terra, e considerando que teriam evoluído em um ambiente com pressões seletivas semelhantes às da Terra, a cauda dos Na’Vi, em relação à cauda dos macacos, seria um exemplo representativo de estruturas:

a) Homólogas, resultantes de um processo de divergência adaptativa.

b) Homólogas, resultantes de um processo de convergência adaptativa.

c) Análogas, resultantes de um processo de divergência adaptativa.

d) Análogas, resultantes de um processo de convergência adaptativa.

e) Vestigiais, resultantes de terem sido herdadas de um ancestral comum, a partir do qual a cauda se modificou.

28. (UFPB) O processo de evolução atua sobre a variação genética que se encontra disponível nas populações, favorecendo principalmente aquelas formas de maior valor adaptativo dentre a amplitude de variedades disponíveis. Desse modo, a evolução acontece, porque alguns indivíduos sobrevivem e se reproduzem com mais sucesso nas novas condições ambientais. Com base no texto apresentado e nos processos de evolução biológica e adaptativos das espécies às diferentes condições ambientais, identifique as afirmativas corretas:

I   II

0  0 –  Os indivíduos que compõem a população de uma dada espécie são todos idênticos.

1  1 – Parte da variação entre indivíduos é herdável, isto é, tem base genética e, por isso, capaz de ser transferida aos descendentes.

2  2 – Ancestrais diferentes deixam um número diferente de descendentes, porém nem todos estes contribuem igualmente para as gerações seguintes.

3  3 – Todas as populações poderiam crescer a uma taxa que saturaria o ambiente, mas, devido às condições ambientais e aos potenciais bióticos das espécies, parte dos indivíduos morre antes.

4  4 – A evolução significa mudança das características herdáveis de uma população ou espécie ao longo do tempo.

29. (UEPG) Uma população ou uma espécie que vive em certa área tende a dispersar-se, ocupando o maior número de habitats possível. Como as condições ambientais são diferentes em cada hábitat, a seleção natural faz com que esses grupos, ao longo do tempo, se diferenciem bastante um do outro, já que cada um deles se adapta a um ambiente diferente. A respeito desse fenômeno, assinale o que for correto.

I   II

0  0 – Essa diversificação de formas, originadas de uma espécie única, chama-se poliploidia.

1  1 – Na irradiação adaptativa observa-se que organismos de origens diferentes, que vivem no mesmo ambiente há muito tempo, sendo submetidos a pressões de seleções semelhantes, acabam por se parecer.

2  2 – O fenômeno apresentado é conhecido por irradiação adaptativa e permite que uma única espécie origine uma grande variedade de espécies, cada qual adaptada a certo conjunto de condições de vida.

3  3 – O melhor exemplo da irradiação adaptativa é o cão, animal associado à espécie humana há milhares de anos, e portanto o mais diversificado, já que é o mais submetido à seleção artificial. Cada uma das muitas raças de cães é adaptada a determinada função, como pastoreiro, guarda, guia, tração e caça. Dessa forma passam a pertencer a espécies diferentes,devido a sucessivas modificações e transformações que sofrem.

4  4 – As espécies na condição selvagem, na natureza, são notavelmente uniformes, enquanto aquelas domesticadas e criadas pelo ser humano mostram imensa diversificação de formas, cores, tamanhos, aptidões, resistência, agilidade, força e capacidade reprodutiva. Isso ocorre devido ao tipo de seleção distinta que elas sofrem.

30. (UEPA) Por meio de tecnologias, como o melhoramento genético, variedades de plantas e animais surgem como poliploides e podem ser explorados das mais variadas formas a fim de servir aos nossos propósitos, como no caso do trigo, um alimento bastante consumido no mundo.

30

Com base no texto acima, observe a figura e analise as afirmativas a seguir:

I. O “trigo duro” Triticum durum, com um conjunto de 28 cromossomos, é um híbrido de duas espécies diferentes.

II. A figura representa a formação de novas espécies em consequência de eventos que ocorrem durante a meiose.

III. A diminuição do número cromossômico, ao longo das gerações exemplificadas na figura, foi significativo para a mudança fenotípica dos novos indivíduos.

IV. A poliploidia caracteriza um tipo de mutação cromossômica numérica, como fonte de variabilidade genética.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) I e II.

b) I, II e IV.

c) I, II e III.

d) I, II, III e IV.

e) II, III e IV.

GABARITO

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
E B A C D B A FFVFV A A
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
A B E B VVVVV C C VFFVV B B
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
B D B A VVVVV C D FVVVV FFVFV B
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: