Publicado por: Djalma Santos | 20 de maio de 2011

Testes de associações biológicas (3/4)

01.                                OBSERVE A TABELA ABAIXO

ESPÉCIES EM INTERAÇÃO

TIPO DE INTERAÇÃO

1. cupins x protozoários I. Predatismo
2. boi x ovelha II. Mutualismo
3. sapo x mosca III. Comesalismo
4. rêmora x tubarão IV. Competição

Indique a alternativa que associa os tipos de interação com as interações descritas.

a) 1 I, 2 II, 3 IV e 4 III.

b) 1 I, 2 III, 3 IV e 4 II.

c) 1 II, 2 IV, 3 III e 4 I.

d) 1 II, 2 IV, 3 I e 4 III.

e) 1 III, 2 II, 3 I e 4 IV.

02. (UFAM) As raízes de leguminosas normalmente estão infectadas por bactérias do gênero Rhizobium. Essas bactérias são fixadoras de nitrogênio. Em situações normais, a relação entre essas plantas e estas bactérias é considerada:

a) Competição, pois tanto plantas como bactérias utilizam o mesmo recurso: oxigênio.

b) Mutualismo porque o nitrogênio fixado pelas bactérias contribui para a produtividade destas plantas em solos pobres.

c) Parasitismo, pois estas bactérias obtêm a sua alimentação diretamente da planta.

d) Nitrificação, pois a amônia é transformada em nitrito.

e) Desnitrificação, pois o nitrato é transformado em nitrogênio gasoso.

03. (UEPA) “Uma pesquisa feita pelas Universidade de Oxford (Reino Unido) e de Turim (Itália) demonstrou que as formigas “conversam” no formigueiro. A rainha emite um som que provoca reações nas operárias. As operárias ficam em estado de alerta ao ouvir certos sinais sonoros.” (Adaptado de Planeta, Abril/09, p.57).

Nesse sentido, afirma-se que a relação acima exemplificada denomina-se:

a) Mutualismo.

b) Colônia.

c) Parasitismo.

d) Sociedade.

e) Comensalismo.

04. (UEFS) O esquema abaixo representa interações bióticas que podem ocorrer de forma direta e indireta entre determinadas populações de um ecossistema.

04

A respeito dessas alelobioses, pode-se considerar que:

a) A população de carvalhos faz parte do único elo nessa cadeia, que deverá crescer permanentemente próximo ao seu potencial biótico.

b) A relação entre os camundongos e os carvalhos interfere tanto na curva de crescimento da população de mariposas como na curva da população de predadores desses camundongos.

c) A relação entre as mariposas-cigana e os carvalhos se configura como um exemplo de parasitismo, já que não interfere na produção de novos descendentes para as árvores de carvalho.

d) Os predadores de camundongos e as mariposas-cigana são prejudiciais ao equilíbrio das populações envolvidas.

e) O aumento da população de mariposas-cigana garante, de forma aparentemente contraditória, o incremento da população de camundongo que, por sua vez, é o seu principal predador.

05. (UFAL) Numa pastagem, há uma cadeia alimentar na qual o boi se alimenta de capim, tem seu sangue sugado pelo carrapato, que se aloja na superfície do seu corpo, e que, por sua vez, serve de alimento a certas aves que pousam sobre os bois. As interações ecológicas entre boi e capim, carrapato e boi, carrapato e aves e aves e bois, são respectivamente:

a) Predatismo, parasitismo, predatismo, protocooperação.

b) Predatismo, predatismo, parasitismo e comensalismo.

c) Herbivorismo, parasitismo, comensalismo e simbiose.

d) Herbivorismo, parasitismo, predatismo e protocooperação.

e) Predatismo, predatismo, predatismo e mutualismo não obrigatório.

06. (UNEAL) Os seres vivos estão adaptados não apenas ao ambiente físico, mas também uns aos outros. Dentro de uma biocenose, as interações entre os organismos podem ser de diversos tipos e se estabelecem tanto entre indivíduos da mesma espécie como entre indivíduos de espécies diferentes. Sobre as relações entre os seres vivos, correlacione corretamente os itens a seguir.

a. Sociedade

b. Comensalismo

c. Mutualismo

d. Amensalismo

( ) São grupos de organismos da mesma espécie que têm plena capacidade de vida isolada mas preferem viver na coletividade. Seus indivíduos têm independência física um dos outros. Pode ocorrer, no entanto, certo grau de diferenciação de formas entre eles, e de divisão se trabalho. Ex.: abelhas.

( ) Ambas as espécies que interagem na relação obtêm benefícios. A associação é permanente e indispensável à sobrevivência dos indivíduos associados. Ex.: Liquens.

( ) Também chamada antibiose, ocorre quando os membros de uma espécie eliminam substâncias que prejudicam o crescimento ou a reprodução de outra espécie com as quais convivem. Ex.: fungo Penicillium notatum elimina a penicilina que ataca bactérias.

( ) Ocorre quando uma das espécies é beneficiada sem causar prejuízo ou benefício ao outro. Ex.: rêmora (peixe piloto) com o tubarão.

Informe a opção que apresenta corretamente a sequência dos itens, de cima para baixo.

a) acdb.

b) adcb.

c) bcda.

d) dbca.

e) abcd.

07. (UFGD) Os seres vivos vivem em constantes relações no ambiente. Essas relações são as interações ecológicas. Elas podem ser harmônicas e desarmônicas, interespecíficas (quando envolvem seres vivos de diferentes espécies) e intraespecíficas (quando envolvem seres vivos da mesma espécie). Relacione as colunas (I e II) a partir dessas considerações.

COLUNA I

(1 ) Sinfilia

(2 ) Parasitismo

(3 ) Protocooperação

(4 ) Colônias

(5 ) Sociedade

COLUNA II

(  ) Algas

(  ) Garças e gado bovino

(  ) Formigas e Pulgões

(  ) Abelhas

(  ) Bernes e Bovinos

Assinale a alternativa que indica a ordem correta na coluna II.

a) 12345.

b) 52341.

c) 43152.

d) 42153.

e) 52143.

08. (UEL) No nível de organismo, a ecologia procura saber como os indivíduos são afetados pelo seu ambiente e como eles os afetam. No nível de população, a ecologia se ocupa da presença ou ausência de determinadas espécies, da sua abundância ou raridade e das tendências e flutuações em seus números. A ecologia de comunidade, então, trata da composição ou estrutura de comunidades ecológicas.

                             (Adaptado de: TOWNSEND, C. R. Fundamentos em ecologia. 2ª Ed. Porto Alegre: ARTMED, 2006. p.28)

Com base no texto e nos seus conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas abaixo.

I. No mimetismo mülleriano, os organismos palatáveis se desenvolvem de forma idêntica aos impalatáveis, que são rejeitados pelos predadores. Os complexos mimetismos batesianos compreendem as espécies nocivas que usam aparências semelhantes entre si para anunciarem que são impalatáveis.

II. A competição é o uso ou a disputa de um recurso por um ou mais indivíduos consumidores. Quando os indivíduos pertencem à mesma espécie, sua interação é chamada competição interespecífica. Quando pertencem a espécies diferentes, é chamada de competição intraespecífica.

III. Na protocooperação, duas populações são beneficiadas pela associação, embora as relações não sejam obrigatórias. Quanto ao mutualismo, o crescimento e a sobrevivência de duas populações são beneficiadas, sendo que nenhum delas consegue sobreviver em condições naturais sem a outra.

IV. A competição pode ser inferida por uma mudança no tamanho populacional de uma espécie após a adição ou remoção de outra. Quando duas espécies competem fortemente, a população da primeira espécie é sensível à mudança nos números da segunda, e vice-versa.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e III são corretas.

b) Somente as afirmativas III e IV são corretas.

c) Somente as afirmativas I e II são corretas.

d) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas.

e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

09. (UEMG) Estratégias diferentes podem apresentar a mesma finalidade. Observe as imagens a seguir:

09

As plantas insetívoras capturam insetos em suas folhas e as leguminosas têm nas suas raízes nódulos formados por bactérias Rhizobium. As relações dessas plantas com outros seres são justificadas para a obtenção de:

a) Glicose.

b) Nitrogênio.

c) Fosfatos.

d) Magnésio.

10. (MACK)

– Liquens

– Micorrizas

– Epifitismo

– Parasitismo

A respeito das relações ecológicas acima, considere as afirmações:

I. Em duas delas há o envolvimento obrigatório de fungos.

II. Em duas delas há o envolvimento obrigatório de bactérias.

III. Em nenhuma delas há o envolvimento de plantas superiores.

Assinale:

a) Se apenas I está correta.

b) Se apenas II está correta.

c) Se apenas III está correta.

d) Se apenas I e II estão corretas.

e) I, II e III estão corretas.

11. (UNIMONTES) Na natureza, existem diversos tipos de relações entre os seres vivos, sendo algumas benéficas e outras prejudiciais a cada um dos envolvidos. Essas relações são classificadas como positivas, quando há ganho para um dos envolvidos ou para ambos, e, como negativas, quando há prejuízo pelo menos para um dos envolvidos. A figura a seguir exemplifica uma relação entre dois seres vivos. Analise-a.

11

 Considerando a figura e o assunto abordado, analise as afirmativas a seguir e assinale a alternativa correta.

a) A relação exemplificada na figura é semelhante à existente entre um líquen e uma alga.

b) O compartilhamento pelo mesmo alimento caracteriza a relação de comensalismo apresentada na figura.

c) Competição intraespecífica é a relação contemplada nessa figura.

d) A relação contemplada na figura é desarmônica, do tipo inquilinismo.

12. (UNEMAT) Nas áreas com ocorrência de vegetação natural e cultivada são encontrados espécimes de orquídeas estabelecidos sobre galhos de árvores e caules de palmeiras. Assinale a alternativa que explica a relação ecológica entre a orquídea e a respectiva hospedeira.

a) Comensalismo.

b) Predação.

c) Parasitismo.

d) Competição.

e) Inquilinismo.

13. (UNIRIO) Num ambiente que concentra várias espécies vegetais, ocorre a predominância de uma fanerógama arbórea, cujo tronco serve de suporte para o crescimento e desenvolvimento de outros vegetais, como briófitas e pteridófitas. Assinale a alternativa que apresenta a relação ecológica entre a fanerógama e os dois grupos de vegetais que vivem sobre seu tronco.

a)Endoparasitismo.

b)Ectoparasitismo.

c)Epifitismo.

d)Sociedade.

e)Mutualismo.

14. (UFMT) Alguns seres vivos apresentam entre si relações ecológicas consideradas benéficas (harmônicas) ou então prejudiciais (desarmônicas). Assinale a alternativa que apresenta somente relações harmônicas.

a) Competição, predação, colônia e mutualismo.

b) Comensalismo, parasitismo, predação e sociedade.

c) Colônia, comensalismo, parasitismo e mutualismo.

d) Colônia, mutualismo, comensalismo e sociedade.

e) Competição, parasitismo, comensalismo e sociedade.

15. (UEM) Identifique o que for correto sobre as relações ecológicas entre os seres vivos de uma comunidade.

I   II

0  0 – A competição intraespecífica, na qual os indivíduos de uma mesma espécie competem por recursos do ambiente, não ocorre entre vegetais.

1  1 – Sociedade é uma relação entre indivíduos de uma mesma espécie, em que há divisão de trabalho, como observado em abelhas e em formigas.

2  2 – No inquilinismo e no comensalismo, ambos os participantes da relação são prejudicados.

3  3 – A relação entre a lombriga e o ser humano é do tipo parasitismo.

4  4 – A relação entre herbívoros ruminantes e as bactérias que digerem a celulose no seu tubo digestório é exemplo de predatismo.

16. (UDESC) Os indivíduos de uma comunidade podem estabelecer relações harmônicas e desarmônicas entre indivíduos da mesma espécie, ou entre indivíduos de espécies diferentes. Essas relações ecológicas são denominadas relações intraespecíficas e interespecíficas, podendo ser exemplificadas, respectivamente, por:

a) Mutualismo e herbivorismo.

b) Sociedade e parasitismo.

c) Predatismo e colônia.

d) Protocoperação e mutualismo.

e) Colônia e sociedade.

17. (CEFET-PI) “Todos nós já ouvimos dizer que o homem é um ser social, que, com o passar do tempo, aprendeu a viver em comunidade.”

      UZUNIAN, A. & BIRNER, E. Biologia 2. Ed. 3ª. São Paulo: Harbra, 2005, p. 485

De um modo geral, a sociedade pode ser entendida como um conjunto de relações dinâmicas dos seres humanos entre si e com o meio em que vivem. Assim como o homem, os animais, na natureza, também desenvolvem suas relações de sobrevivência, sendo elas harmônicas ou desarmônicas. Marque a alternativa que apresenta, respectivamente, as corretas relações citadas abaixo.

1. Associação entre algas e fungos, denominada Líquens.

2. Os pulgões introduzem seus estiletes bucais no floema da planta hospedeira retirando seiva bruta. Posteriormente, pela região anal, liberam o excesso de líquido coletado na forma de gotículas açucaradas o que atrai formigas, que recolhem as gotas para sua alimentação. Em troca, as formigas protegem os pulgões das joaninhas, que são predadores dos pulgões.

3. Peixes conhecidos como rêmoras prendem-se a tubarões e aproveitam os restos da alimentação destes para os quais não há nenhum tipo de prejuízo.

a) Forésia, esclavagismo, amensalismo.

b) Protocooperação, mutualismo, inquilinismo.

c) Protocooperação, esclavagismo, sinfilia.

d) Mutualismo, sinfilia, comensalismo.

e) Mutualismo, inquilinismo, parasitismo.

18. (PUC-RIO) As sardinhas da Califórnia foram comercializadas pela primeira vez no começo do século XX. Em 1930, mais de 60.000 toneladas eram trazidas à superfície terrestre, a c ada ano. Em 1950, poucas sardinhas restaram. Curiosamente a quantidade de outro peixe – a anchova – cresceu rapidamente.A relação existente entre a sardinha e a anchova é de:

a) Mutualismo.

b) Competição.

c) Comensalismo.

d) Canibalismo.

e) Protocooperação.

19. (UFPR) Associe os tipos de relação ecológica da coluna 2 com as situações apresentadas na coluna 1.

COLUNA 1

1. Um pássaro que se alimenta de carrapatos que vivem sobre grandes mamíferos, como bois ou búfalos.

2. Uma epífita (por exemplo, uma orquídea) que cresce sobre uma grande árvore.

3. Uma rêmora que vive em associação com um tubarão, sendo transportada por ele e aproveitando-se dos restos da alimentação do carnívoro.

4. Protozoários que vivem no interior do intestino de cupins, onde digerem a celulose.

COLUNA 2

(    ) Inquilinismo.

(    ) Comensalismo.

(    ) Protocooperação (ou cooperação).

(    ) Mutualismo.

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta da coluna 2, de cima para baixo.

a) 1 3 2 4.

b) 4 2 1 3.

c) 2 3 1 4.

d) 2 4 3 1.

e) 1 2 4 3.

20. (UERJ) Traíras são predadoras naturais dos lambaris. Acompanhou-se, em uma pequena lagoa, a evolução da densidade populacional dessas duas espécies de peixes. Tais populações, inicialmente em equilíbrio, sofreram notáveis alterações após o início da pesca predatória da traíra, na mesma lagoa. Esse fato pode ser observado no gráfico abaixo, em que a curva 1 representa a variação da densidade populacional da traíra.

20

A curva que representa a variação da densidade populacional de lambaris é a de número:

a) 2.

b) 3.

c) 4.

d) 5.

21. (UEPB) As relações ecológicas entre os seres vivos mantêm interações tanto entre indivíduos de uma mesma população, pertencentes à mesma espécie, quanto entre indivíduos de espécies diferentes. Analise as alternativas abaixo:

I. As garças vaqueiras (Bulbucus íbis) são abundantes na BR 230, trecho João Pessoa–Campina Grande-PB, porque encontram alimento e abrigo nas fazendas construídas pelo ser humano.

II. Algumas espécies de baleias foram caçadas no litoral paraibano até meados de 1980.

III. No pantanal mato-grossense, os fazendeiros contratam peões para proteger as fazendas de gado, por causa das várias espécies de felinos que atacam as criações (bovinos, equinos, suínos).

Podemos associá-las, respectivamente, aos tipos de interação denominados:

a) Competição, parasitismo e comensalismo.

b) Comensalismo, predação e competição.

c) Comensalismo, predação e amensalismo.

d) Parasitismo, predação e competição.

e) Mutualismo, amensalismo e parasitismo.

22. (UFES) A ilustração abaixo representa uma forma de associação de indivíduos da mesma espécie, encontrada na Physalia caravella.

22

Nessa associação:

a) Cada tipo de indivíduo deve apresentar constituição genética diferente.

b) Os indivíduos representados constituem uma sociedade.

c) A diversidade morfológica dos indivíduos favorece a sobrevivência da espécie.

d) A perpetuação da espécie é assegurada por um processo de reprodução assexuada.

e) A distribuição do alimento pelos diferentes indivíduos se faz por meio de uma extensa rede de capilares.

23. (UNIFOR) A concha de um mexilhão vivo serve apenas de suporte para uma colônia de Obelia (celenterado). Esses organismos mantêm uma relação comparável à existente entre:

a) Orquídeas e árvore.

b) Carrapatos e boi.

c) Pulgas e cachorro.

d) Cipó-chumbo e arbusto.

e) Erva-de-passarinho e cafeeiro.

24. Analise os gráficos abaixo. No gráfico 1, são apresentadas duas populações (pop.) vivendo isoladas em ambientes com as mesmas características; no gráfico 2, são apresentadas as mesmas populações vivendo no mesmo ambiente.

24

A relação que provavelmente ocorre entre as duas populações, quando juntas (gráfico 2), é de:

a) Mutualismo.

b) Inquilinismo.

c) Comensalismo.

d) Protocooperação.

e) Parasitismo.

25. (UFPB) Muitas espécies animais e vegetais têm sido introduzidas em determinados ambientes sem uma avaliação dos riscos que essa prática pode causar. A algaroba (Prosopis juliflora), a abelha africana (Apis mellifera scutellata) e a tilápia (Tilapia niloticus), introduzidas no Brasil, são casos exemplares dessa prática. Os maiores efeitos causados pela introdução de espécies estranhas a um ambiente são as possíveis relações ecológicas entre essas espécies e a comunidade nativa. Acerca das relações ecológicas entre cada uma das espécies exóticas citadas acima e as espécies nativas, pode-se afirmar:

I. A competição é a principal relação ecológica entre a algaroba e as plantas nativas da caatinga.

II. A herbivoria é a única relação ecológica entre a abelha africana e as espécies polinizadas pela mesma.

III. A predação é uma das relações ecológicas entre a tilápia e alguns peixes nativos.

Está(ão) correta(s):

a) I, II e III.

b) Apenas II e III.

c) Apenas I e II.

d) Apenas I e III.

e) Apenas III.

26. (UFRRJ) A garça-boiadeira (Bubulcus ibis) é um animal muito comum no Brasil, porém é proveniente do norte da África. Alimenta-se dos insetos, aracnídeos e pequenos vertebrados que fogem durante o revolvimento da grama causado por mamíferos pastadores. Considerando as diferentes relações tróficas existentes, identifique a resposta correta.

a) Durante a captura de alimentos, existe uma relação harmônica entre a garça-boiadeira e suas presas.

b) Ao capturar um aracnídeo que fugia com o revolver da grama por um boi, a garça-boiadeira tem uma relação desarmônica com o ruminante.

c) As garças-boiadeiras que acompanham o pastoreio de um mesmo ruminante agem como predadoras em relação a esse animal.

d) A garça-boiadeira age como predadora ao capturar e ingerir um pequeno sapo.

e) Duas garças-boiadeiras acompanham um mesmo cavalo. A relação entre essas garças–boiadeiras é de comensalismo.

27. (PUC-MG) As ervas-de-passarinho constituem um grupo variado de plantas parcialmente parasitas, ou seja, são capazes de realizar fotossíntese, mas não obtêm água do solo ou da chuva. Elas possuem raízes especiais, que retiram água e alguns nutrientes diretamente de outros vegetais, seus hospedeiros. A maioria das espécies de ervas-de-passarinho depende de pássaros para a disseminação de suas sementes. Assinale a afirmativa correta sobre essas ervas.

a) São plantas heterótrofas, pois usam nutrientes de outras plantas.

b) Sua fonte de alimento é a seiva elaborada, retirada de seus hospedeiros.

c) São vegetais do grupo das Angiospermas, com flores, frutos e sementes.

d) Utilizam compostos orgânicos das outras plantas através de suas raízes sugadoras.

28. (UPE) Todos os organismos buscam adaptar-se ao meio em que vivem, seja nos aspectos anatômicos, fisiológicos ou comportamentais. Analise os exemplos de adaptação abaixo.

I. A pelagem das raposas-do-ártico, que é branca durante o inverno e acinzentada em outras épocas do ano, quando não há neve.

II. As flores de orquídea Ophrys apifera, que se assemelham às fêmeas de uma espécie de abelhas e atraem zangões, que transportam o pólen, agindo como polinizadores.

III. A falsa-coral (Erithrolampus aesculapi), serpente sem dentes injetores de peçonha, e a coral-verdadeira (Micrurus coralinus) altamente peçonhenta.

IV. O inseto conhecido como bicho-pau, que se assemelha a gravetos.

Assinale a alternativa correta.

a) I, II e III são exemplos de mimetismo.

b) II e III são exemplos de mimetismo.

c) Todos são exemplos de camuflagem.

d) Apenas o IV é exemplo de camuflagem.

e) III e IV são exemplos de camuflagem.

29. (PUC-RS) “A metade sul do Estado do Rio Grande do Sul é caracterizada pelo bioma dos Campos Sulinos, onde as principais atividades econômicas são a agricultura e a pecuária. Na pecuária, destaca-se a criação de gado bovino, que se alimenta de material de origem vegetal rico em celulose. Como esses herbívoros ruminantes não produzem a celulase, enzima que hidrolisa a celulose, a digestão de seu alimento ocorre com o auxílio de microrganismos que vivem em seu sistema digestório. As figuras abaixo mostram parte do aparelho digestório desses ruminantes.”

29

Qual o tipo de interação interespecífica existente entre o gado bovino e os microrganismos que vivem em seu aparelho digestório?

a) Parasitismo.

b) Inquilinismo.

c) Comensalismo.

d) Mutualismo.

e) Herbivoria.

30. (UEL) Considere as descrições a seguir, referentes a quatro diferentes espécies vegetais.

I. Vegetal com folhas verdes, cujas raízes cresçam aderidas à casca de uma árvore.

II. Vegetal com folhas verdes, com raízes imersas no xilema dos ramos de uma árvore.

III. Vegetal sem clorofila, com raízes imersas no floema dos ramos jovens de uma árvore.

IV. Vegetal sem clorofila, com raízes imersas na matéria vegetal morta depositada sobre o solo.

As espécies vegetais descritas anteriormente correspondem, respectivamente, a:

a) Ectoparasita, endoparasita, saprófita, epífita.

b) Epífita, hemiparasita, holoparasita, saprófita.

c) Hemiparasita, epífita, holoparasita, saprófita.

d) Epífita, endoparasita, ectoparasita, micorriza.

e) Orquídea, bromélia, parasita, cogumelo.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

D

B

D

B

D

A

C

B

B

A

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

C

E

C

D

FVFVF

B

D

B

C

D

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

B

C

A

D

D

D

C

B

D

B

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: