Publicado por: Djalma Santos | 4 de junho de 2011

Testes sobre a biosfera (3/4)

01. (UFLA) Um bioma é um tipo peculiar de ecossistema com características distintas em relação à temperatura, pluviosidade, tipo de solo e grau de luminosidade da região onde ele ocorre. O gráfico abaixo representa valores médios de temperatura (em graus centígrados) e pluviosidade (em milímetros de chuva) em quatro biomas amostrados durante o período de um ano. Baseado nesses valores, pode-se esperar que os pontos 1, 2, 3 e 4 refiram-se, respectivamente, aos biomas:

01

a) Floresta boreal; deserto; floresta temperada; floresta tropical.

b) Deserto; floresta boreal; floresta temperada; floresta tropical.

c) Floresta boreal; floresta temperada; deserto; floresta tropical.

d) Floresta tropical; deserto; floresta temperada; floresta boreal.

e) Floresta temperada; floresta tropical; deserto; floresta boreal.

02. (UFRS) O bioma caracterizado como campos cerrados ocupa, aproximadamente, 25% do território nacional e vem sendo estudado por muitos pesquisadores brasileiros. Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações que seguem, referentes a esse bioma.

(   ) O aspecto xeromórfico apresentado pelas plantas é causado pela escassez de água.

(   ) A vegetação é composta de árvores e arbustos de pequeno porte, que apresentam caules retorcidos e com casca grossa.

(   ) Os solos são ácidos, pobres em nutrientes minerais e ricos em alumínio.

(   ) O fogo, que ocorre naturalmente nesse tipo de bioma, provoca inibição das florações.

(   ) Alguns representantes  característicos  da  fauna  do cerrado  são a ema,  a anta, o  lobo-guará, o tucano e o veado-campeiro.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) F F V V F.

b) F V V F V.

c) V F F V V.

d) V F V F F.

e) F V F V V.

03. (FATEC-SP) “Nos estuários brasileiros desenvolve-se um ecossistema que apresenta plantas típicas como Rhizophora sp com raízes escoras e Avicennia sp como pneumatóforos, características que lhes permitem melhor fixação e obtenção de O2 no solo lodoso desse ambiente.”

O texto se refere a(à):

a) Cerrado.

b) Caatinga.

c) Mangue.

d) Floresta Atlântica.

e) Floresta de Araucária.

04. (UNIFESP) O jornal Folha de S. Paulo (28.07.2004) noticiou que o aumento do dióxido de carbono (CO2) atmosférico pode induzir árvores da Amazônia a crescerem mais rapidamente. O aumento do CO2 é global e, no entanto, o fenômeno é verificado na Amazônia e não nas florestas temperadas da Europa. Para explicar tal fenômeno, quatro afirmações foram feitas.

I. O aumento do CO2 promove aquecimento, porém bloqueia parte dos raios solares que chegam ao solo. Esse bloqueio, associado às noites mais longas, faz com que as florestas temperadas sejam menos eficientes na fotossíntese.

II. As florestas temperadas estão sujeitas a um inverno mais longo e, portanto, a menor quantidade de luz. Como as plantas fazem fotossíntese de dia e respiram à noite, a taxa de respiração é maior que a de fotossíntese.

III. A maior quantidade de CO2 disponível, associada às altas temperaturas presentes na Amazônia, permite uma elevação da taxa fotossintética, o que promove maior crescimento das plantas.

IV. As temperaturas mais baixas, a menor biomassa por área e a menor incidência de luz nas florestas temperadas fazem com que, ali, o fenômeno seja menos evidente que na Amazônia.

Entre as quatro afirmações apresentadas, estão corretas somente:

a) I e II.

b) I e III.

c) II e III.

d) II e IV.

e) III e IV.

05. (FUVEST) Qual das alternativas indica corretamente o tipo de bioma que prevalece nas regiões assinaladas?

05

a) Floresta tropical em I, III e IV.

b) Floresta tropical em I, III e V.

c) Savana em I, III e IV.

d) Savana em II, III e IV.

e) Savana em II, IV e V.

06. (UFPI)                           CONSIDERE O TEXTO A SEGUIR.

“São encontrados(as) desde o Amapá até Santa Catarina, nos estuários de vários rios, apresentando solos alagados e instáveis, ricos em matéria orgânica e pouco oxigenados e são áreas de reprodução de diversas espécies marinhas.”

O texto refere-se:

a) Às florestas tropicais.

b) Às florestas temperadas.

c) Aos cerrados.

d) Aos manguezais.

e) Às matas de araucária.

07. (UFMG) Observe este mapa, em que estão demarcados alguns dos tipos de biomas do Brasil:

07

Cada um dos biomas demarcados apresenta vegetação característica, relacionada com o ambiente onde é encontrada. Considerando-se essas informações, é correto afirmar que a vegetação característica de grande parte dos estados de Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás consiste em:

a) Árvores muito espaçadas; ervas com caules subterrâneos, raízes superficiais e folhas estreitas.

b) Árvores baixas, espaçadas e com raízes profundas; arbustos com raízes armazenadoras e folhas grandes e duras.

c) Árvores em número reduzido, com caules lenhosos e grossos; arbustos suculentos, com folhas reduzidas.

d) Árvores com troncos finos e pouco ramificados; e outras com raízes suporte e folhas grandes, de pontas afiladas.

08. (UFRS) A figura a seguir representa gráficos climáticos que relacionam a temperatura média anual e a precipitação média anual dos principais biomas terrestres, numerados de 1 a 6.

08

             Adaptado de: ODUM, E. P. “Ecologia”. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara, 1988.

Os biomas assinalados com os números 3 e 6 correspondem, respectivamente, a:

a) Campo e taiga.

b) Floresta tropical e deserto.

c) Deserto e tundra.

d) Taiga e floresta decídua temperada.

e) Tundra e floresta tropical.

09. (UERJ)

NAVIO É PREPARADO PARA VIRAR RECIFE ARTIFICIAL

O projeto prevê que, com o tempo, a fauna marinha se prolifere em torno do casco.

                                                                        (O Globo, 07/10/2003)

Os organismos marinhos são classificados em três comunidades, de acordo com o tipo de relação que mantém com o habitat que ocupam, sendo chamados de organismos planctônicos, bentônicos e nectônicos. O papel desempenhado por uma dessas comunidades marinhas na ocupação do casco do navio está adequadamente descrita em:

a) O bentos inicia a sucessão ecológica.

b) O nécton cobre a estrutura externa.

c) O plâncton oxida a estrutura metálica.

d) O nécton fixa-se em microhabitats internos.

10. (PUC-RJ) O estado do Rio de Janeiro apresenta diversos ecossistemas, em função da grande variabilidade de suas paisagem. Dentre as características listadas abaixo, destaque a alternativa errada.

a) A Mata Atlântica é a formação dominante do Rio de Janeiro.

b) As restingas se desenvolvem sobre solos arenosos e constituem o ecossistema mais ameaçado de todos os demais.

c) Os campos de altitude estão localizados principalmente nas serras dos Órgãos e Itatiaia e apresentam grande número de endemismos.

d) A Mata Atlântica é constituída por florestas secundárias na maior parte do trecho fluminense.

e) Os manguezais estão ligados à existência de um ciclo de marés e apresentam alta diversidade de espécies vegetais.

11. (UFRS)                                LEIA O PARÁGRAFO ADIANTE.

“Foi pro brejo”. Essa expressão denota preconceito, dizem os pesquisadores da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul (FZB), em entrevista ao jornal “Agir Azul”. Tal expressão pejorativa refere-se a áreas frequentemente consideradas inúteis, devido a características como a pobreza visual e a produção de muita umidade. Ao contrário do que se pensa, esses ambientes são considerados ricos reservatórios genéticos, por apresentarem alta diversidade biológica. No Rio Grande do Sul, um subprograma do Projeto Pró-Guaíba, coordenado pela FZB, tem como alvo essas áreas de solo cobertas por uma delgada lâmina de água e vegetação palustre, que são o hábitat de muitas espécies de plantas e animais.

A que tipo de ecossistema o parágrafo se refere?

a) Ao banhado.

b) Ao mangue.

c) Aos campos rupestres.

d) Ao cerrado.

e) À mata com araucárias.

12. (UPE) Analise o bioma cujo número está destacado por um círculo. Assinale a alternativa que apresenta a denominação correta do bioma analisado e um representante da sua flora e da sua fauna.

12

a) Pampa – gramínea – seriemas.

b) Pantanal – ipê-roxo – capivara.

c) Floresta Amazônica – seringueira – peixe-boi.

d) Caatinga – mandacaru – cascavel.

e) Cerrado – pequizeiro – lobo-guará.

13. (UFC) “A vegetação do ecossistema manguezal do rio Cocó está ficando seca, (…) as árvores predominantes, com altura entre 10 e12 metros, estão perdendo a folhagem e a tendência é que morram (…) a causa principal da situação degradante é a própria existência da avenida (…) que intercepta as trocas laterais do mangue, cuja dinâmica é imposta pela ação das marés”.

                        (Jornal O Povo, em matéria do dia 22 de agosto de 2003)

A partir da leitura do texto, analise as assertivas adiante e, a seguir, assinale a alternativa correta.

I. As marés, quando entram no estuário, fornecem os nutrientes que alimentam o manguezal.

II. A perda da folhagem não influenciará a diversidade das espécies animais ocorrentes no mangue.

III. As espécies vegetais com raízes aéreas não são afetadas pela interrupção do fluxo das marés.

a) Somente I é verdadeira.

b) Somente II é verdadeira.

c) Somente I e II são verdadeiras.

d) Somente I e III são verdadeiras.

e) Somente II e III são verdadeiras.

14. (UFES) Um dos assuntos mais veiculados nos jornais e revistas neste final de século é a falta de água no mundo. Um professor de Biologia, para chamar a atenção dos seus alunos sobre o assunto, apresentou no início de sua aula a charge adiante.

14

Em seguida fez um longo discurso sobre a Mata Ciliar, citando inicialmente o seguinte texto: “… A vegetação que margeia os rios ou que contorna os lagos, nascentes e açudes é denominada Mata Ciliar, […] Sua presença é de vital importância para a conservação e funcionamento da bacia hidrográfica, porque atua na regularização dos fluxos de água e de sedimentos, na manutenção da qualidade da água …”

                                                                  (Garcia e Moraes, 1999)

Na história anterior, pode parecer uma contradição: a despreocupação de ontem com o corte das árvores, o desperdício de água do dia-a-dia e a conservação das Matas Ciliares. No entanto, existe uma forte correlação entre eles. Assinale a afirmativa que não destaca essa correlação.

a) O sistema radicular e as copas das árvores da Mata Ciliar constituem a proteção mais eficiente do revestimento do solo, evitando seu esgotamento e o assoreamento dos rios.

b) A eliminação da Mata Ciliar nas nascentes dos rios pode comprometer o volume de água de uma bacia hidrográfica.

c) A capacidade respiratória dos seres vivos pode ser aumentada, quando se evita o fenômeno da inversão térmica com o controle da derrubada de árvores.

d) A substituição das Matas Ciliares por uma agricultura predatória contribui para que milhões de toneladas de solo sejam arrastados para o leito dos rios, causando o assoreamento.

e) A destruição de grandes áreas de Mata Ciliar pode alterar o regime de chuvas da região, interferindo, assim, no volume de água dos rios.

15. (UNESP) Observe o mapa, onde estão delimitadas as áreas de distribuição de três importantes ecossistemas brasileiros I, II e III.

15

Leia os três textos seguintes, 1, 2 e 3, que descrevem características de ecossistemas diferentes.

1. Vegetação composta por árvores de pequeno porte e arbustos esparsos, tortuosos, de casca grossa, e por plantas herbáceas, com predominância de gramíneas. Fauna representada por alguns animais como o lobo guará, a ema, o tatu-canastra e o tamanduá-bandeira.

2. Vegetação densa, predominantemente composta por árvores de grande porte, medindo até20 mde altura, com presença marcante de pteridófitas no sub-bosque. Fauna representada por alguns animais como o mono-carvoeiro, a jaguatirica, os micos-leões-dourados e da-cara-preta, e a jacutinga.

3. Vegetação composta por árvores baixas e esparsamente distribuídas, arbustos tortuosos com muitos espinhos e presença marcante de cactáceas. Fauna representada por pequenos roedores como o preá e o mocó e aves como as avoantes.

A alternativa que relaciona corretamente o nome dos ecossistemas representados no mapa pelos algarismos I, II e III, respectivamente, com as características apresentadas em 1, 2 e 3, é:

a) Cerrados, 2; Manguezais, 3; Caatinga, 1.

b) Cerrados, 1; Mata Atlântica, 2; Caatinga, 3.

c) Caatinga, 1; Mata Atlântica, 2; Cerrados, 3.

d) Caatinga, 1; Manguezais, 2; Cerrados, 3.

e) Pantanal, 1; Mata Atlântica, 2; Caatinga, 3.

16. (PUC-PR) Os animais e vegetais apresentam, geralmente, adaptações morfofisiológicas, a fim de sobreviverem num determinado Biociclo Terrestre (Epinociclo). Analise as características abaixo enunciadas:

– Dos vegetais: redução da superfície foliar, estômatos com ação mais rápida e capacidade de armazenamento de água.

– Dos animais: formação de urina e fezes concentradas, escassez ou ausência de glândulas sudoríparas e capacidade de utilização de água metabólica.

As adaptações acima descritas são características dos vegetais e animais que habitam:

a) As florestas temperadas decíduas.

b) A taiga.

c) As florestas tropicais.

d) As tundras.

e) Os desertos.

17. (UFF) A fotossíntese é o processo biológico predominante para a produção do oxigênio encontrado na atmosfera. Aproximadamente, 30% do nosso planeta são constituídos por terra, onde se encontram grandes florestas, e 70% por água, onde vive o fitoplâncton. Considerando-se estas informações e o ciclo biogeoquímico do oxigênio, pode-se afirmar que:

a) As florestas temperadas e a Floresta Amazônica produzem a maior parte do oxigênio da Terra.

b) A Floresta Amazônica é a principal responsável pelo fornecimento de oxigênio da Terra.

c) As algas microscópicas são as principais fornecedoras de oxigênio do planeta.

d) A Mata Atlântica é a maior fonte de oxigênio do Brasil.

e) As manguezais produzem a maior parte do oxigênio da atmosfera.

18. (FEPA) Os seres integrantes das faixas 1, 2 e 3, indicadas abaixo, são classificados, respectivamente, como:

18

a) Nectônicos, bentônicos e planctônicos.

b) Bentônicos, nectônicos e planctônicos.

c) Planctônicos, bentônicos e nectônicos.

d) Planctônicos, nectônicos e bentônicos.

e) Pectônicos, planctônicos e bentônicos.

19. (FATEC) “Apresenta vegetação arbórea esparsa, com arbustos e pequenas árvores, que têm, em geral, casca grossa e troncos retorcidos. O solo, na estação chuvosa, é relativamente quente, com média anual por volta de 26º C e índices pluviométrico entre 1.100 e 2.000 mmpor ano. Entre as espécies mais comuns, estão o ipê, a peroba-de-campo e a caviúna”.

O texto descreve a seguinte formação fitogeográfica brasileira:

a) Mata de Araucárias.

b) Mata Atlântica.

c) Cerrado.

d) Caatinga.

e) Pantanal.

20. (COVEST) O Brasil é um país que apresenta elevada biodiversidade. Considerando apenas os biomas terrestres, destacamos: a floresta amazônica, a mata atlântica, o cerrado e a caatinga. Sobre este tema, analise as proposições abaixo, relacionado-as com a distribuição apresentada no mapa.

20

1. Entre as árvores de grande porte da floresta amazônica (A), cita-se a castanheira-do-pará e a seringueira. Do tronco desta última extrai-se o látex, utilizado na fabricação de borracha natural.

2. Extensas áreas de mata atlânticas (B) foram totalmente destruída e substituídas por plantações de cana-de-açúcar, cacau e banana, e exploradas para extração de palmito.

3. O cerrado (C) tem uma fisionomia de deserto, com árvores baixas e arbustos que, em geral, perdem precocemente as folhas.

4. A caatinga (D) apresenta vegetação arbórea esparsas com muitos arbustos. O solo, na época das chuvas, apresenta-se coberto por gramíneas.

Estão corretas apenas:

a) 1 e 2.

b) 3 e 4.

c) 1 e 4.

d) 1, 2 e 3.

e) 2, 3 e 4.

21. (FUVEST)

I. As florestas tropicais possuem maior diversidade biológica que as temperadas.

II. As florestas tropicais possuem maior diversidade vegetal e menor diversidade animal que as savanas.

III. As florestas temperadas possuem maior biomassa que a tundra.

IV. As savanas possuem maior biomassa que as florestas tropicais.

Está correto apenas o que se afirma em:

a) I e II.

b) I e III.

c) I e IV.

d) II e III.

e) III e IV.

22. (OSEC-SP) Das regiões fitogeográficas do Brasil, uma delas está situada no Ceará, em Pernambuco, na Bahia, em Sergipe, no Rio Grande do Norte e em outros Estados, caracterizando-se por possuir árvores pequenas, arbustos e muitos cactos. Na época das secas, a vegetação é bem diferente da vegetação da época das chuvas, ficando com aspecto de mata espinhosa e agreste, à semelhança de um deserto. Lá cresce bem o juazeiro, a maniçoba, o mandacaru e o xique-xique. Estamos relatando alguns aspectos:

a) Do cerrado.

b) Do deserto.

c) Da savana.

d) Da caatinga.

e) Da estepe.

23. (COVEST) Cada alternativa abaixo discorre sobre uma área específica do Brasil, identificada com a mesma letra da alternativa. Assinale a alternativa cuja associação e descrição estão corretas.

23

A) O desmatamento pode levar ao empobrecimento do solo, tornando-o inadequado para a agricultura, pois este solo não é rico em nutrientes, devido à rápida degradação e ao reaproveitamento da matéria orgânica que cai no solo concentrando-se no corpo das plantas.

B) Ecossistema praticamente extinto devido à exploração descontrolada da madeira.

C) Região quente com solos ácidos, pobres em minerais e com grande quantidade de alumínio útil para agricultura, desde que fertilizado e  corrigido em sua acidez pela adição de calcário.

D) Apesar de sua flora estar preservada, a fauna possui espécies em extinção como a ararinha-azul.

E) Denomina-se mata dos cocais onde o babaçu é explorado e a carnaúba produz cera.

24. (PUC-RJ) Apesar de sua exuberância, as florestas tropicais estão geralmente localizadas sobre solos pobres em nutrientes. Destaque a alternativa que esclareça esse aparente paradoxo.

a) Onde o solo é de baixa fertilidade, a biomassa vegetal e o número de espécies são sempre reduzidos.

b) O número de espécies vegetais está relacionado à pobreza do solo e à temperatura.

c) Uma taxa elevada de biodiversidade está ligada a solos ricos em nutrientes.

d) A maioria dos nutrientes da floresta encontra-se estocada na biomassa vegetal e não no solo.

e) As florestas sobre solos pobres sobrevivem por causa da taxa elevada de fotossíntese.

25. (UFES) O manguezal é um ecossistema litorâneo, característico das regiões tropicais, que se localiza ao redor de ambiente aquático. Sobre esse ecossistema, analise as afirmativas abaixo:

I. O solo lodoso e o mau cheiro que os manguezais muitas vezes exalam transformam-nos em ambientes inúteis, o que justifica seu aterro para construção de áreas residenciais.

II. Nos manguezais, muitas espécies de animais encontram áreas para reprodução, desova, crescimento e alimentação.

III. O manguezal, por ser coberto pelas águas na maré alta, é considerado uma área boa para depositar lixo e para lançar esgoto.

IV. Muitos caranguejos, peixes e moluscos passam toda sua vida no manguezal.

Assinale:

a) Se apenas I e IV estiverem corretas.

b) Se apenas II e III estiverem corretas.

c) Se apenas I e II estiverem corretas.

d) Se apenas I e III estiverem corretas.

e) Se apenas II e IV estiverem corretas.

26. (UFMG) Plantas xerófitas ocorrem, geralmente, em regiões desérticas, assim como em caatinga e cerrado. Essas plantas estão intimamente relacionadas com fatores externos importantes ao seu desenvolvimento e que correspondem essencialmente a:

a) Baixo teor de água e condições atmosféricas que ocasionam rápida perda de água.

b) Alto teor de água que evapora pelo alto grau de insolação térmica.

c) Baixo teor de nutrientes inorgânicos no solo, ocasionado pela deficiência de chuvas.

d) Solo superficialmente bastante arenoso, com embasamento de rochas impermeáveis.

e) Alto teor de água em grandes profundidades em solos deficientes de nutrientes orgânicos.

27. (UFPE) As subdivisões ecológicas do mar podem ser consideradas sob vários aspectos, dependendo do critério utilizado. Assim, com relação aos seres vivos e à profundidade temos que:

I   II

0  0 –  Plâncton – seres sem movimentos próprios e que são arrastados passivamente pelas correntes, são microscópicos e vivem nas camadas superficiais.

1  1 – Benton – seres que  possuem  movimentos  próprios: peixes, mamíferos marinhos, tartarugas, diversos crustáceos, etc.

2   2 –  Nécton – seres que vivem no fundo do mar, fixos ou rastejantes junto aos sedimentos, rochas ou entre algas fixas, como moluscos, celenterados, equinodermos, etc.

3  3 –  Sistema Nerítico – que vai abaixo da linha das marés até a aproximadamente 200 metros e é a região de maior importância econômica.

4   4 – Sistema  Batial – que  vai  de  200  até,  aproximadamente,  a  2.000  metros  e sistema abissal, até 11.000 metros, onde há poucos animais, com curiosas adaptações.

28. (PUCCAMP) Chegariam a uma terra desconhecida e civilizada, ficariam presos nela. E o sertão continuaria a mandar gente para lá. O sertão mandaria para cidade homens fortes, brutos, como Fabiano, Sinhá Vitória e os dois meninos.

                                                                           (G. Ramos, “Vidas Seca”.)

A caatinga, adaptada às condições naturais sertanejas, é uma vegetação que apresenta:

a) Árvores de caules retilíneos, folhas perenes e raízes pouco profundas.

b) Queda das folhas na estiagem, espinhos e raízes profundas.

c) Espinhos e raízes aéreas para absorver a umidade do ar.

d) Folhas perenes, espinhos e raízes tabulares.

e) Grandes arbustos, com folhas largas e poucos galhos.

29. (UFPB) As áreas em destaque nos mapas abaixo representam a distribuição mundial de diferentes biomas terrestres.

29

Entre esses biomas, um é caracterizado por apresentar densa cobertura vegetal disposta em estratos, rápido processo de decomposição de matéria orgânica e solo pobre, e desenvolver-se em clima de temperaturas elevadas e altos índices de precipitação. O bioma caracterizado é:

a) O manguezal, no mapa C.

b) A mata dos cocais, no mapa B.

c) A floresta temperada, no mapa B.

d) A floresta tropical, no mapa C.

e) Taiga ou floresta de coníferas, no mapa A.

30. (CESGRANRIO) Os principais fotossintetizadores marítimos fazem parte do plâncton. Constituem o fitoplâncton, que compreende número incomensurável de algas com grande importância biológica. Esse fitoplâncton, provavelmente, sintetiza mais alimentos do que todas as plantas terrestres. Assinale a alternativa correta relacionada com o fitoplâncton:

a) O fitoplâncton só sobrevive em profundidades que não sejam atingidas pela luz solar, pois a fragilidade de seus componentes torna-o incapaz de resistir à elevação da temperatura provocada pela luz solar.

b) Os componentes do fitoplâncton são dotados de intensa motilidade, indispensável para que possam locomover-se e captar as substâncias necessárias a sua nutrição.

c) Os componentes do fitoplâncton constituem os primeiros produtores no ambiente marinho.

d) Necessitando de substâncias orgânicas para sua nutrição, os componentes do fitoplâncton nutrem-se de animais microscópicos que constituem o zooplâncton.

e) Os componentes do fitoplâncton constituem o exemplo clássico de vegetais aclorofilados, pois suas dimensões diminutas tornam impossível a existência de clorofila em suas células.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

A

B

C

E

B

D

B

E

A

E

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

A

E

A

C

B

E

C

D

C

A

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

B

D

A

D

E

A

VFFVV

B

D

C

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: