Publicado por: Djalma Santos | 1 de julho de 2011

Testes de divisão celular (4/5)

01. (UEL) Em uma população de organismos diploides, foram encontrados quatro alelos diferentes para um determinado locus gênico, denominados S1, S2, S3 e S4. A figura a seguir mostra, à esquerda, as diferenças na sequência de DNA que caracterizam cada um desses alelos e, à direita, o par de cromossomos homólogos (metafásicos) onde esse gene é encontrado. Diante dessas informações, se um único indivíduo dessa população for escolhido ao acaso, qual combinação alelo/posição cromossômica poderia ser encontrada no par de cromossomos metafásicos desse indivíduo?

01

a

(S1 – A)

(S1 – B)

(S3 – C)

(S3 – D)

b

(S1 – A)

(S2 – B)

(S3 – C)

(S4 – D)

c

(S4 – A)

(S4 – B)

(S4 – G)

(S4 – H)

d

(S3 – A)

(S3 – B)

(S3 – E)

(S3 – F)

e

(S2 – A)

(S2 – F)

(S3 – E)

(S3 – G)

 02. (PUC-CAMPINAS) Para responder esta questão considere o texto abaixo.

POLUIÇÃO

A poluição atmosférica tem se mostrado nociva para os seres humanos e animais. Por um lado, pode reduzir o peso dos bebês quando as gestantes são expostas a níveis elevados de monóxido de carbono e partículas inaláveis no primeiro trimestre de gestação. Por outro lado, os anfíbios também têm sofrido os efeitos desses poluentes: a chuva ácida é uma ameaça para embriões e larvas. Outra ameaça são os clorofluorcarbonos, que permitem o aumento das radiações UV-B, retardando as taxas de crescimento e causando problemas em seu sistema imunológico.

Além disso, nas áreas agrícolas que usam extensivamente fertilizantes e inseticidas, tem-se observado um aumento de deformidades em rãs, sapos e salamandras.

                            Adaptado de Evangelina A. Vormittag. Diversidade de Impactos na Saúde Pública. Scientific American Brasil, ano 6, n. 74, julho/2008. p. 78 e de Carlos Roberto Fonseca et alli. Metamorfose Ambulante. Scientific American Brasil, ano 6, n. 72, maio/2008. p. 88.

A radiação UV-B causa mutações no DNA. Se uma célula sofrer uma mutação que impede a organização das fibras do fuso mitótico, o processo de divisão celular será interrompido na fase de:

a) Intérfase, G1.

b) Intérfase, G2.

c) Citocinese.

d) Metáfase.

e) Anáfase.

03. (UNIFOR) O esquema abaixo mostra o núcleo de uma célula que pode sofrer mitose ou meiose.

03A

Os aspectos diferentes das anáfases estão ilustrados a seguir:

03B

A anáfase II da meiose e a anáfase da mitose estão representados, respectivamente por:

a) I e III.

b) II e I.

c) II e III.

d) III e I.

e) I e II.

04. (UCDB-MT) Quando uma célula finaliza a primeira divisão meiótica e a segunda divisão meiótica, resultam respectivamente em:

a) Duas células diploides, quatro células haploides.

b) Duas células diploides, quatro células diploides.

c) Quatro células haploides, quatro células haploides.

d) Duas células haploides, quatro células haploides.

e) Duas células haploides, quatro células diploides.

05. (UFV) Com relação aos processos de divisão celular mitótico e meiótico, nos animais, indique a afirmativa correta:

a) Durante a meiose, a separação das cromátides irmãs ocorre na anáfase I.

b) Durante a mitose, a separação das cromátides irmãs ocorre na anáfase II.

c) Na meiose, as células germinativas produzem células haploides, visando à formação de gametas.

d) Na mitose, as células somáticas produzem células haploides após duas divisões consecutivas.

e) Durante a mitose, a separação dos cromossomos homólogos ocorre na meiose I.

06. (UEPA) Uma pessoa sofreu acidente de carro e fraturou o osso de uma das pernas, em várias partes. Após alguns meses de tratamento clínico, cirurgias, internações hospitalares, etc., o osso recuperou a sua forma normal, ou seja, as partes fraturadas foram soldadas, ficando apenas uma espécie de cicatriz que é denominada de calo ósseo. Considerando o processo de divisão celular podemos afirmar que essa recuperação óssea foi possível porque as células:

a) Multiplicaram-se por meiose, originando novas células, num processo chamado de renovação celular.

b) Renovaram-se e substituíram as células mortas por meio do crescimento do volume celular.

c) Por mitose, reproduziram-se repondo aquelas que foram mortas, num processo chamado de regeneração celular.

d) Reproduziram-se continuamente, por reprodução sexuada, originando novas células, que substituíram as que morreram.

e) Dividiram-se continuamente por meiose, originando novas células, num processo denominado desenvolvimento celular.

07. (PUC-RS) O cobalto-60 é um tipo de radioisótopo utilizado nas estratégias de avanço científico do homem. A radiação gama emitida pelo cobalto-60 é usada na medicina para destruir células cancerosas que apresentam proliferação anormal. O câncer é causado por uma proliferação descontrolada de um grupo de células somáticas decorrentes de mutações no DNA. Tais mutações acabam ou por estimular o ciclo celular ou por impedir a morte celular. Uma predisposição herdada para o câncer poderia ocorrer em pessoas que já nascem com mutações que alteram o gene de uma proteína, cuja função seria:

a) Interromper o ciclo celular em G1.

b) Promover a fase S.

c) Impedir a apoptose.

d) Induzir a fase G1.

e) Permitir a entrada em G2.

08. (UNIPAC) Analise o esquema abaixo onde estão representados os cromossomos X e Y da espécie humana:

08

O esquema acima procura explicar a origem da:

a) Síndrome de Down.

b) Síndrome de Klinefelter.
c) Síndrome de Turner.

d) Distrofia Muscular de Duchene.

09. (UFJF)Um pesquisador deseja estudar os cromossomos mitóticos de uma planta. Para isso, é preciso que os mesmos sejam visualizados ao microscópio óptico (de luz)em metáfase. Que tecido ele deverá utilizar?

a) Esclerênquima.

b) Meristema.

c) Traqueídeo.

d) Súber.

e) Ritidoma.

10. (UPE) O esquema abaixo representa as fases da mitose.

10

Assinale a alternativa que corresponde corretamente às fases indicadas pelos numerais 1 e 4.

a) 1 – intérfase; 4 – metáfase.

b) 1 – prófase; 4 – metáfase.

c) 1 – metáfase; 4 – anáfase.

d) 1 – intérfase; 4 – telófase.

e) 1 – prófase; 4 – anáfase.

11. (UNICENTRO) A ilustração abaixo evidencia o papel da mitose e da meiose no ciclo reprodutivo.

11

A partir da análise da ilustração, pode-se concluir:

a) A mitose é um processo que restabelece a diploidia da espécie.

b) A fecundação caracteriza-se como a fusão de células diploides para formar o zigoto.

c) A espermatogênese e a ovogênese produzem igualmente o mesmo número de gametas férteis.

d) O cariótipo normal do zigoto humano inclui 22 pares de cromossomos autossômicos e mais um par XX ou XY.

e) A herança genética da célula-ovo recebida do pai e da mãe é produto da mitose.

12. (UFPA) A segregação dos genes alelos e sua distribuição para diferentes células sexuais, conforme prevê a Primeira Lei de Mendel, ocorrem devido:

a) À separação das cromátides-irmãs na mitose.

b) À separação das cromátides-irmãs na primeira divisão da meiose.

c) À duplicação semiconservativa do DNA na intérfase.

d) Ao fato de os alelos estarem em cromossomos não homólogos.

e) À segregação dos cromossomos homólogos na primeira divisão da meiose.

13. (UFMS) Um bioquímico mediu a quantidade de DNA em células cultivadas em laboratório e verificou que a quantidade de DNA na célula duplicou:

a) Entre as fases G1 e G2 do ciclo celular.

b) Entre a prófase e anáfase da mitose.

c) Durante a metáfase do ciclo celular.

d) Entre a prófase I e a prófase II da meiose.

e) Entre a anáfase e a telófase da mitose.

14. (FIUbe-MG) Se um organismo de reprodução sexuada deixasse de realizar meiose e produzisse gametas diploides, o número de cromossomos:

a) Aumentaria de 1/8 nas gerações seguintes.

b) Dobraria na primeira geração e permaneceria constante nas demais, devido à mitose.

c) Dobraria de geração em geração.

d) Conservaria invariáveis as características da espécie.

e) Ficaria reduzido a 1/2 nas gerações seguintes.

15. (UNIR-MT) A segunda divisão da meiose é dita equacional porque:

a) Os cromossomos homólogos trocam partes entre si em um fenômeno denominado crossing-over.

b) As células-filhas diploides, resultantes da primeira divisão, dão origem a duas células igualmente diploides.

c) O número de cromossomos das células-filhas reduz-se à metade.

d) As células-filhas haploides, resultantes da primeira divisão, dão origem a duas células igualmente haplodes.

16. (ECMAL/UNCISAL) O diagrama abaixo se refere a eventos que ocorrem em fases sucessivas no decorrer de um processo meiótico.

16

Um acontecimento meiótico sugerido pelo diagrama e que caracteriza o processo é:

I    II

0 0 – O intercâmbio de genes entre cromátides-homólogas, gerando cromossomos recombinantes.

1  1 – A segregação dos cromossomos homólogos, pareados na metáfase II.

2  2 – O deslocamento das cromátides-irmãs para polos opostos da célula.

3  3 – O movimento dos cromossomos impulsionados pelo cinetócoro.

4  4 – O deslocamento dos cromossomos movidos pelos quiasmas.

17. (UFGO) Relacione as fases da mitose: anáfase, telófase, metáfase e prófase, com os respectivos números das figuras abaixo.

17

a) 4 3 2 1.

b) 3 4 2 1.

c) 1 2 3 4.

d) 2 3 4 1.

e) 3 1 2 4.

18. (UFMA) Sabendo-se que:

I. A molécula de DNA é composta por duas fitas complementares de desoxirribonucleotídeos.

II. A espécie humana apresenta 46 cromossomos.

III. Na fase S do ciclo celular, o material genético é duplicado.

IV. Na anáfase, o material genético é distribuído igualmente para as células-filhas.

Pode-se afirmar que, durante a metáfase mitótica na espécie humana, ocorrem:

a) 46 cromossomos, 92 cromátides, 92 moléculas de DNA e 184 fitas de DNA.

b) 23 cromossomos, 46 cromátides, 46 moléculas de DNA e 92 fitas de DNA.

c) 92 cromossomos, 184 cromátides, 184 moléculas de DNA e 368 fitas de DNA.

d) 46 cromossomos, 92 cromátides, 184 moléculas de DNA e 368 fitas de DNA.

e) 92 cromossomos, 184 cromátides, 368 moléculas de DNA e 736 fitas de DNA.

19. (MACK) Para analisar a forma e o tamanho dos cromossomos, interrompe-se a divisão celular na fase em que eles estão mais condensados. Isso ocorre:

a) Na anáfase.

b) Na metáfase.

c) Na prófase.

d) Na telófase.

e) Em qualquer fase, pois os cromossomos não sofrem modificações durante a divisão.

20. (FUVEST) Admitamos como correta a hipótese de que a causa da divisão celular seja a duplicação do DNA (que é interfásica). Se pudéssemos, nos organismos adultos, bloquear especificamente síntese de DNA, em determinados locais, estaríamos tentando:

a) Impedir que o organismo crescesse.

b) Induzir o organismo a aumentar suas mitoses.

c) Bloquear o desenvolvimento de um eventual tumor.

d) Favorecer o desenvolvimento normal do organismo

e) Produzir células com menos quantidade de DNA.

21. (PUC-SP) O ciclo de vida das bactérias completa-se normalmente em 20 minutos. Usando-se determinado antibiótico, retardou-se em 10 minutos tal ciclo. Ao fim de 3 horas, uma bactéria na presença desse antibiótico deverá ter produzido um total de bactérias igual a:

a) 60.

b) 180.

c) 26.

d) 230.

e) 2180.

22. (MACK) O esquema abaixo é um esquema resumido da meiose.

22

Assinale a alternativa incorreta.

a) A redução do número de cromossomos é observada na etapa V.

b) Por não conter cromossomos homólogos, as células da etapa VII poderão dividir-se apenas por mitose.

c) A célula-mãe é 2n = 4.

d) O rompimento do centrômero é observado logo após as etapas III e VI.

e) Na etapa II, observam-se duas permutações (ou crossing-over).

23. (UNAERP-SP) Sobre a meiose na espécie humana, marque a opção incorreta.

a) Igualmente à mitose, a meiose ocorre somente após a duplicação do DNA.

b) A meiose ocorre apenas nas células germinativas.

c) A meiose produz células com o número cromossômico idêntico ao da célula-mãe.

d) A meiose contribui para o aumento da variabilidade genética dos indivíduos.

e) Durante a meiose ocorre a permutação, que é a troca entre segmentos cromossômicos paternos e maternos.

24. (UFC) Sabendo-se que uma determinada espécie de vertebrado possui número cromossômico 2n = 50, indique a alternativa que associa corretamente o tipo de célula à sua quantidade de cromossomos.

a) Hepatócito 25.

b) Ovogônia 25.

c) Neurônio 50.

d) Fibra muscular 25.

e) Óvulo 50.

25. (FAZU-MG) Entre as frases a seguir, em relação à divisão celular por mitose, uma é incorreta. Aponte-a:

a) É um processo muito importante para o crescimento dos organismos.

b) Ocorre nas células somáticas tanto de animais como de vegetais.

c) A célula-mãe dá origem a duas células-filhas com metade do número de cromossomos.

d) Na metáfase, todos os cromossomos, cada um com duas cromátides, encontram-se no equador da célula em maior grau de condensação.

e) As células-filhas não idênticas às células-mãe.

26. (UFU) A ilustração a seguir representa os tipos de ciclos de vida com fases haploides e diploides existentes na natureza.

26

Com relação ao assunto abordado, analise as afirmativas a seguir.

I. O ciclo de vida haplonte apresenta meiose espórica, pois leva à formação dos esporos a partir do zigoto.

II. O ciclo de vida diplonte apresenta meiose gamética, pois leva à formação dos gametas a partir de células de um indivíduo diploide.

III. O ciclo de vida haplonte-diplonte apresenta meiose espórica, pois leva à formação dos esporos a partir de células de um indivíduo diploide.

Assinale a alternativa que apresenta somente afirmativa(s) correta(s).

a) I e III.

b) I e II.

c) II e III.

d) II.

27. (UEPA) A análise do diagrama abaixo, que representa um modelo de ciclo celular de uma célula diploide, permite afirmar que:

27

a) Células do tecido nervoso em estado G0 podem sofrer ação da ciclina G1 e entrar em divisão celular para regenerar áreas lesionadas.

b) As ciclinas são produzidas pelas células e permitem dar início ao processo de divisão celular, pois controlam eventos importantes como: duplicação do DNA, e formação do fuso mitótico.

c) Ao passar pela fase M, a célula representada no diagrama originará, obrigatoriamente, duas células-filhas com metade do cariótipo da célula-mãe.

d) A fase M do diagrama compreende uma sequência de eventos denominados prófase, anáfase, telófase, metáfase e cariocinese.

e) A variedade nas características de um indivíduo é resultado do crossing-over, ocorrido durante a fase S, como resultado da ação da ciclina G1.

28. (UEMS) Na meiose ocorre o crossing-over que é um mecanismo evolutivo importante, porque proporciona para a maioria dos seres vivos a recombinação de seus genes, durante o processo de produção de suas células germinativas. Esse processo ocorre na:

a) Prófase da mitose.

b) Metáfase I da meiose.

c) Prófase II da meiose.

d) Metáfase da mitose.

e) Prófase I da Meiose.

29. (MACK) Uma das causas possíveis de abortamentos espontâneos são as aneuploidias. A respeito de aneuploidias, assinale a alternativa correta.

a) São alterações nas quais a ploidia das células se apresenta alterada.

b) Sempre são causadas por erros na meiose, durante a gametogênese, não sendo possível sua ocorrência após a fecundação.

c) Há casos em que um indivíduo aneuploide pode sobreviver.

d) Em todos os casos, o indivíduo apresenta cromossomos a mais.

e) A exposição a radiações não constitui fator de risco para a ocorrência desse tipo de situação.

30. (PUC-RIO) Em um experimento hipotético, foram retirados os centríolos de uma célula animal. Em seguida, foi observado que essas células haviam perdido a capacidade de realizar:

a) Divisão celular.

b) Respiração aeróbica.

c) Eliminação de resíduos.

d) Endocitose de partículas granulares.

e) Duplicação de seu material genético.

31. (UPE) O crossing-over ou permutação é importante para a variação numa espécie. Esse processo se dá naturalmente, em nosso corpo, ocorrendo nas células:

a) Somáticas.

b) Embrionárias.

c) Germinativas.

d) Modificadas.

d) Tronco.

32. (UNIR) Vê-se a ocorrência de emparelhamentos dos cromossomos homólogos na formação das células reprodutoras (gametas). Este processo ocorre durante a:

a) Metáfase II.

b) Telófase I.

c) Prófase I.

d) Prófase II.

e) Metáfase I.

33. (IF-GO) Assinale a alternativa correta.

a) Na ovulogênese, uma ovogônia forma dois óvulos e dois corpúsculos polares.

b) Na prófase da divisão celular, os cromossomos estão localizados no “equador” celular.

c) Na anáfase da divisão celular, os cromossomos estão localizados nos polos celulares.

d) Na gametogênese humana, uma espermatogônia forma quatro espermatozoides.

e) A separação de cromossomos irmãos ocorre na metáfase.

34. (UEPA) A mitose é um tipo de divisão celular que compreende uma série de fenômenos nos quais os componentes celulares são primeiro duplicados e, depois, divididos em proporções iguais. Considere as fases desse processo de divisão celular nos animais.

1. Adisposição dos cromossomos ao longo de um plano, formando a placa equatorial, é característica da…… .

2. Amembrana nuclear se rompe ao final da …… e volta a se organizar quando a célula entra em telófase.

3. Areorganização do nucléolo e da carioteca caracterizam a ….. .

4. Adivisão longitudinal dos centrômeros dos cromossomos marca o início da …… .

Indique a opção que completa corretamente as lacunas, respectivamente:

a) prófase, metáfase, anáfase, telófase.

b) metáfase, prófase, telófase, anáfase.

c) anáfase, telófase, prófase, metáfase.

d) metáfase, telófase, prófase, anáfase.

e) prófase, anáfase, metáfase, telófase.

35. (UEL) Analise a figura a seguir:

35

Com base na figura e nos conhecimento sobre os eventos da mitose, é correto afirmar:

a) A fase 1 corresponde à prófase, onde cada cromátide diminui sua condensação.

b) A fase 2 mostra cromossomos homólogos pareados em metáfase.

c) A fase 3 evidencia a atividade cinética dos microtúbulos.

d) A fase 4 evidencia a ausência de citocinese em telófase.

e) A fase 4 evidencia a progressiva eliminação dos centríolos.

36. (UNESP) Um bebê apresenta cerca de 1 trilhão de células. Esse mesmo indivíduo, quando adulto, irá apresentar:

a) Menor número de células, pois, com o tempo, ocorre perda de células por apoptose.

b) Menor número de células, pois, com o tempo, ocorre perda de células por descamação de superfícies (pele e vias respiratórias e digestivas).

c) O mesmo número de células, porém elas serão maiores em decorrência de especializações, nutrientes e organelas.

d) Maior número de células, em decorrência de divisões mitóticas, que permitem o crescimento de órgãos e tecidos.

e) Maior número de células, em decorrência da ingestão, na alimentação, de células animais e vegetais, as quais se somam àquelas do individuo.

37. (PUC-RS) Agentes externos como a nicotina do cigarro, que causa câncer de pulmão, e os raios ultravioleta, que causam câncer de pele, são exemplos de fatores externos também desencadeadores do processo canceroso. Uma célula cujo DNA foi mutado por qualquer fator prolifera-se por divisão …… e caracteriza-se por ser rica em …… , devido à elevada taxa de síntese proteica. Além da radioterapia, outras estratégias buscam matar células malignasem divisão. Drogas como o Taxol, ao serem administradas no sangue, chegam ao tumor e bloqueiam a divisão celular ao impedirem a organização dos fusos acromáticos, os quais são formados por …… . Indique a alternativa que completa o enunciado:AP.

a) meiótica; centrossomos; microfilamentos de actina.

b) mitótica; ribossomos; microtúbulos.

c) mitótica; centrossomos; microfilamentos de actina.

d) meiótica; ribossomos, microtúbulos.

e) mitótica; ribossomos; microfilamentos de actina.

38. (UFRS)

ASSINALE A ALTERNATIVA QUE COMPLETA CORRETAMENTE A AFIRMAÇÃO ABAIXO.

   “Durante a gametogênese, quando ocorre a primeira divisão meiótica (anáfase I),…….”

a) As cromátides separam-se, dirigindo-se para polos opostos do fuso, resultando em uma divisão equacional que origina duas novas células, no caso da espermatogênese.

b) As cromátides separam-se, sendo desigual a divisão do citoplasma, no caso da ovogênese, o que dá origem a um ovócito e dois corpúsculos polares.

c) Os cromossomos homólogos separam-se, dirigindo-se para polos opostos do fuso, resultando em uma divisão reducional que origina, no caso da espermatogênese, duas novas células.

d) Formam-se quatro novas células, cada uma com um cromossomo de cada par de homólogos, no caso da ovogênese.

e) Formam-se quatro novas células, cromossomicamente idênticas, que, no caso da espermatogênese, sofrerão transformações estruturais originando quatro espermatozoides.

39. (PUC-PR) Na espécie humana podem aparecer certas anomalias cromossômicas originadas durante a meiose, com a produção de gametas anormais. Com relação à Síndrome de Turner e à Síndrome de Klinefelter, relacione as colunas considerando as suas respectivas caracterizações:

(a) Síndrome de Klinefelter      

(b) Síndrome de Turner

(     ) Cariótipo 2A XXY.

(     ) Sexo feminino, baixa estatura, pescoço curto e largo.

(     ) Cariótipo 2A X0.

(     ) Sexo masculino, esterilidade, braços e pernas longos, ausência de pelos.

Assinale a alternativa que contém a sequência correta:

a) a, b, a, b.

b) a, b, b, a.

c) a, a, b, b.

d) b, a, a, b.

e) b, b, a, a.

40. (UERJ) Considere que um óvulo de abelha possui 5 × 10-14 g de DNA. Nesse inseto, embora as fêmeas se originem de reprodução sexuada, os machos originam-se de óvulos não fecundados, por partenogênese. A quantidade de DNA encontrada em uma célula somática de zangão, no período correspondente à prófase da mitose, é, em mg, igual a:

a) 1,0 × 10-10.

b) 2,5 × 10-9.

c) 5,0 × 10-11.

d) 5,0 × 10-17.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

A

D

C

D

C

C

A

B

B

E

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

D

E

A

C

D

VFFFF

B

A

B

C

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

C

D

C

C

C

C

B

E

C

A

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

C

C

D

B

C

D

B

C

B

A


Responses

  1. A primeira divisão meiotica não dá origem a duas celulas diploides nao?

    • Caro Gutermberg
      – A meiose, simbolizada por R!, é um tipo de divisão que forma quatro células filhas, com metade do número de cromossomos presentes na célula mãe, sendo por isso considerada, ao contrário da mitose, uma divisão reducional. Nela, ocorre apenas uma duplicação de DNA, para duas divisões celulares, denominadas meiose I (divisão I da meiose) e meiose II (divisão II da meiose). A primeira divisão é reducional (reduz o número de cromossomos à metade) e a segunda, a exemplo da mitose, é equacional (o número de cromossomos das células formadas é o mesmo da célula que iniciou a divisão II). Assim sendo, a partir de uma célula diploide (2n), por exemplo, formam-se, após a meiose I, duas células haploides (n). Cada uma dessas, após a meiose II, produz duas células haploides. A meiose tem início depois de uma interfase que não difere muito daquela que antecede a mitose.
      Boa sorte
      Djalma Santos

  2. Djalma, você pode por favor me explicar a questão 21?

    • Josi
      Em função de o referido antibiótico retardar a divisão em 10 minutos, o ciclo de vida da bactéria passou a ser completado a cada 30 minutos. Dessa forma, a cada 30 minutos uma bactéria produz duas células. Ao fim de 3 horas ela promoverá 6 ciclos, portanto 2 elevado a 6 (alternativa C).
      Um abraço
      Djalma Santos

  3. Pode me explicar a questão 40, por favor??

    • Caro André
      Veja abaixo a explicação que você solicitou
      * 5 x 10 elevado a -14 g = 5 x 10 elevado a -11 mg [número haploide (ovo da abelha)], como consta no enunciado. Na prófase da mitose os cromossomos estão duplicados, portanto, 5 x 10 elevado a -11 mg x 2 = 10 x 10 elevado a -11 mg = 1,0 x 10 elevado a -10 mg (ALTERNATIVA A).
      Um abraço
      Djalma Santos

  4. Nao entendi a questao 3, poderia me explicar por favor

    • Caro Mateus
      – Na anáfase da mitose e na anáfase II da meiose migram cromátides irmãs (não duplicadas). Nelas ocorre duplicação de centrômeros.
      – Na anáfase I da meiose migram cromossomos homólogos (duplicados). Nela não há duplicação de centrômeros.
      – A questão solicita a anáfase II da meiose e a anáfase da mitose, respectivamente (“A anáfase II da meiose e a anáfase da mitose estão representadas, respectivamente por:”).
      – A ilustração II mostra migração de cromossomos não duplicados e as células filhas resultantes terão apenas um cromossomo, metade do número de cromossomos da célula inicial que possui 2 cromossomos. Dessa forma, trata-se de uma divisão reducional (meiose).
      – A ilustração III mostra, a exemplo da ilustração II, migração de cromossomos não duplicados. As células filhas resultantes, entretanto, terão dois cromossomos, mesmo número de cromossomos da celula inicial. Assim sendo, trata-se de divisão equacional (mitose).
      – Com base no exposto, podemos concluir que II ilustra a anáfase II (meiose) e III a anáfase mitótica (mitose).
      – ALTERNATIVA CORRETA: C
      * A anáfase II da meiose e a anáfase da mitose estão representadas, respectivamente, por II e III.
      Um abraço
      Djalma Santos

  5. Profesasor, me explique a questão 29, pf?

    • 29. (MACK) Uma das causas possíveis de abortamentos espontâneos são as aneuploidias. A respeito de aneuploidias, assinale a alternativa correta.
      a) São alterações nas quais a ploidia das células se apresenta alterada.
      b) Sempre são causadas por erros na meiose, durante a gametogênese, não sendo possível sua ocorrência após a fecundação.
      c) Há casos em que um indivíduo aneuploide pode sobreviver.
      d) Em todos os casos, o indivíduo apresenta cromossomos a mais.
      e) A exposição a radiações não constitui fator de risco para a ocorrência desse tipo de situação.
      Cara Larissa
      Veja, a seguir, a explicação que você solicitou.
      – Mutações cromossômicas: além das modificações que atingem o DNA propriamente dito, denominadas, especificamente, mutações gênicas, pontuais ou puntiformes (ver MUTAÇÃO GÊNICA, matéria publicada neste blog no dia 15/04/2011), existe uma série de outras que afetam diretamente os cromossomos, chamadas mutações cromossômicas ou aberrações cromossômicas, que podem ser agrupadas em: numéricas e estruturais. As mutações cromossômicas numéricas, objeto desta questão, estão relacionadas com alterações no número de cromossomos e são classificadas em euploidias e aneuploidias. Nas euploidias [haploidia (n), triploidia (3n) e tetraploidia (4n), por exemplo] ocorre acréscimo ou perda de lotes cromossomos (genomas) completos. Nas aneuploidias [nulissomia (2n – 2), monossomia (2n – 1), trissomia (2n + 1) e tetrassomia (2n + 2), por exemplo] há perda ou acréscimo de um ou mais cromossomos, mas não todo o genoma.
      – ALTERNATIVA A (“São alterações nas quais a ploidia das células se apresenta alterada.”) – INCORRETA
      * Como vimos acima, alteração na ploidia [haploidia (n), triploidia (3n) e tetraploidia (4n),] caracteriza uma euploidia e não uma aneuploidia, como consta nesta alternativa.
      – ALTERNATIVA B (“Sempre são causadas por erros na meiose, durante a gametogênese, não sendo possível sua ocorrência após a fecundação.”) – INCORRETA
      * As aneuploidias podem ocorrer na mitose após a fecundação, levando à formação dos mosaicos, seres que apresentam células normais e aneuploides. Neste caso, ocorre, via de regra, não disjunção cromossômica nas primeiras divisões de um zigoto normal.
      – ALTERNATIVA C (“Há casos em que um indivíduo aneuploide pode sobreviver.”) – CORRETA
      * Há vários exemplos de indivíduos aneuploides que sobrevivem. Dentre eles citamos o portador da síndrome de Dow (trissomia do cromossomo 21).
      – ALTERNATIVA D (“Em todos os casos, o indivíduo apresenta cromossomos a mais.”) – INCORRETA
      * Como vimos acima, nem todos os aneuploides apresentam um cromossomo a mais, como consta nesta alternativa.
      – ALTERNATIVA E (“A exposição a radiações não constitui fator de risco para a ocorrência desse tipo de situação.”) – INCORRETA
      * A exposição a radiações (agente mutagênico físico) não constitui fator de risco para a ocorrência desse tipo de situação, como consta nesta alternativa. Ela está associada, essencialmente, às mutações gênicas (ver MUTAÇÃO GÊNICA, matéria publicada neste blog no dia 15/04/2011).
      Um abraço
      Djalma Santos

  6. 32 não é na metáfase 2??

    • 32. (UNIR) Vê-se a ocorrência de emparelhamentos dos cromossomos homólogos na formação das células reprodutoras (gametas). Este processo ocorre durante a:
      a) Metáfase II.
      b) Telófase I.
      c) Prófase I.
      d) Prófase II.
      e) Metáfase I.
      Prezado João Aurélio
      ALTERNATIVA CORRETA: C (“Prófase I.”)
      JUSTIFICATIVA
      – Como você pode constatar, pelo enunciado, a questão se refere à meiose [“Vê-se a ocorrência de emparelhamentos dos cromossomos homólogos na formação das células reprodutoras (gametas). Este processo ocorre durante a:”].
      – O emparelhamento de cromossomos homólogos ocorre na prófase I [subfase zigóteno [do grego, “zygos”, par, juntos)].
      – Veja, a seguir, uma descrição, sumária, dessa subfase:
      – “ Zigóteno ou zigótene: esta subfase se caracteriza pelo pareamento entre os cromossomos homólogos, fenômeno denominado sinapse cromossomial, que não ocorre na mitose. No final do zigóteno, todos os cromossomos homólogos, ainda parecendo ser únicos (parecendo não duplicados), encontram-se pareados. Lembramos que, na zigótene, ainda não é possível visualizar, ao microscópio óptico, as quatro cromátides dos cromossomos homólogos emparelhados, em face de elas estarem pouco condensadas e intimamente associadas. Esse conjunto, chamado tétrade ou bivalente, torna-se bem visível na paquítene, subfase seguinte. A microscopia eletrônica mostrou que as sinapses cromossômicas ocorrem graças à formação de uma estrutura, de natureza proteica, denominada complexo sinaptonêmico. Essa estrutura, descoberta por Moses em 1956, é formada por dois braços laterais e um elemento central (medial ou axial). Esse elemento, considerado a base estrutural do pareamento, está interposto entre os cromossomos homólogos, associando-os como se fosse um “zíper”. O complexo sinaptonêmico garante que o emparelhamento seja altamente específico, de modo que cada ponto de um cromossomo fique exatamente ao lado do ponto correspondente em seu homólogo, permitindo a ocorrência de “crossing-over” entre as cromátides homólogas. Desse modo, a sinapse ocorre ponto a ponto, cromômero a cromômero, de forma bastante precisa.
      Um forte abraço
      Djalma Santos

  7. Professor Djalma, qual a explicação da resposta da questão 1?
    Obrigado desde já!

    • Caro Pedro
      Cada um dos cromossomos homólogos, indicados na figura, está duplicado, ou seja, dotado de duas cromátides-irmãs (iguais), presas pelo centrômero. Dessa forma, os alelos A – B são iguais, bem como os alelos E – F, C – D e G – H. Do exposto, podemos concluir que a alternativa A [(S1 – A), (S1 – B), (S3 – C), (S3 – D)] está correta.
      Um abraço
      Djalma Santos

  8. professor, você poderia explicar a questão 27?

    • Caro Kaick
      Veja, abaixo, a explicação que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: B (“As ciclinas são produzidas pelas células e permitem dar início ao processo de divisão celular, pois controlam eventos importantes como: duplicação do DNA, e formação do fuso mitótico.”)
      – Células nervosas, que não se dividem por mitose, mantêm-se permanentemente na interfase, estacionadas no período denominado G0.
      – A passagem de uma fase para outra é controlada por fatores de regulação – de modo geral proteicos – que atuam nos chamados pontos de checagem do ciclo celular (ver CONTROLE DA PROGRESSÃO DO CICLO CELULAR, matéria publicada neste blog no 13/09/2010). Dentre essas proteínas, se destacam as ciclinas, que controlam a passagem da fase G1 para a fase S e da G2 para a mitose (ver diagrama contido na questão). Dessa forma, as ciclinas controlam importantes eventos envolvidos com o ciclo celular, como duplicação do DNA (que ocorre no período S) e formação do fuso mitótico, como consta na alternativa B.
      Um abraço
      Djalma Santos

  9. Professor, vc poderia me explicar a questão 7?

    • 07. (PUC-RS) O cobalto-60 é um tipo de radioisótopo utilizado nas estratégias de avanço científico do homem. A radiação gama emitida pelo cobalto-60 é usada na medicina para destruir células cancerosas que apresentam proliferação anormal. O câncer é causado por uma proliferação descontrolada de um grupo de células somáticas decorrentes de mutações no DNA. Tais mutações acabam ou por estimular o ciclo celular ou por impedir a morte celular. Uma predisposição herdada para o câncer poderia ocorrer em pessoas que já nascem com mutações que alteram o gene de uma proteína, cuja função seria:
      a) Interromper o ciclo celular em G1.
      b) Promover a fase S.
      c) Impedir a apoptose.
      d) Induzir a fase G1.
      e) Permitir a entrada em G2.
      Prezada Luiza
      ALTERNATIVA CORRETA: A (“Interromper o ciclo celular em G1.”)
      – A alteração do gene associado à síntese de uma proteína que interrompe o ciclo celular no período G1 (ver CICLO CELULAR e CONTROLE DA PROGRESSÃO DO CICLO CELULAR, matérias publicadas neste blog nos dias 13/08/2015 e 13/09/2010, respectivamente), estimula a divisão celular, podendo levar a uma prolifera celular descontrolada, como consta no enunciado (“… O câncer é causado por uma proliferação descontrolada de um grupo de células somáticas decorrentes de mutações no DNA. …”).
      Um abraço
      Djalma Santos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: