Publicado por: Djalma Santos | 16 de julho de 2011

Testes de membrana e permeabilidade celular (4/5)

01. (UFRGS) Os peixes teleósteos podem ser encontrados em ambientes de água doce e em ambientes marinhos. O comportamento osmótico desses animais e de extrema importância para sua sobrevivência. Considere as afirmações abaixo, referentes ao comportamento osmótico desses peixes.

I. Os peixes teleósteos marinhos são menos concentrados que o ambiente.

II. Os peixes teleósteos de água doce fazem a captação de sais pelas brânquias.

III. Os peixes teleósteos marinhos perdem água para o ambiente por osmose.

IV. Os peixes teleósteos de água doce bebem água para realizar a regulação osmótica.

Quais estão corretas?

a) Apenas I e II.

b) Apenas I e III.

c) Apenas III e IV.

d) Apenas I, II e III.

e) I, II, III e IV.

02. (UNESP) Suponha que “células” sanguíneas, hemácias, foram colocadas em três recipientes contendo soluções aquosas com diferentes concentrações de NaCl:

– Recipiente A: uma solução 0,9% de NaCl.

– Recipiente B: uma solução 3,2% de NaCl.

– Recipiente C: uma solução 0,15% de NaCl.

Sabendo-se que a concentração de NaCl nas hemácias é 0,9%, teremos fluxo de solvente devido ao fenômeno de:

a) Osmose em B.

b) Osmose em C.

c) Osmose em B e C.

d) Transporte ativo em B.

e) Transporte ativo em A e C.

03. (UNIFOR) A figura abaixo representa uma ameba em diferentes etapas da sua alimentação.

03

Em I e II são mostrados, respectivamente, os processos de:

a) Clasmocitose e pinocitose.

b) Fagocitose e pinocitose.

c) Pinocitose e fagocitose.

d) Clasmocitose e fagocitose.

e) Fagocitose e clasmocitose.

04. (UFRGS) Verificou-se que, entre as moléculas que formam as membranas plasmáticas das células epiteliais do intestino delgado, há algumas que reagem com dissacarídeos, transformando-os em monossacarídeos; outras reagem com polipeptídeos curtos, “formando” aminoácidos. Esses dados permitem supor que esses componentes das membranas:

a) São inibidores enzimáticos e devem influir no pH dos alimentos.

b) São catalisadores e devem ser lipídios.

c) Só têm função estrutural e podem ser proteínas e lipídios.

d) Têm função enzimática e devem ser proteínas.

e) Não têm função estrutural e são carboidratos.

05. (UNIRIO) Os tubarões acumulam ureia no sangue, como artifício de sobrevivência ao meio marinho, porque:

a) A água do mar é hipotônica em relação ao seu meio interno, o que favorece a desidratação.

b) Os vacúolos pulsáteis das células branquiais não são eficientes na expulsão do excesso de água absorvida.

c) Tornando-se isotônicos em relação ao mar, a osmorregulação é controlada.

d) O sangue elimina os sais absorvidos pelo intestino por osmose.

e) Há excessiva eliminação de urina, e a perda da ureia diminui a concentração de sais no sangue.

06. (CESGRANRIO) O aparelho representado na figura a seguir possui no interior do tubo de vidro, de extremidade inferior afunilada, uma solução concentrada de sacarose (xarope) separada da água contida no recipiente externo por uma membrana semipermeável. De acordo com os princípios de osmose, podem ser tiradas as seguintes conclusões:

06

I. É a passagem de água do recipiente externo para o interior do tubo que provoca a elevação da coluna de xarope a um nível que está acima do nível da água no recipiente externo.

II. A altura da coluna líquida no interior do tubo depende tão somente da pressão atmosférica que se exerce sobre a superfície ampla do recipiente externo compensando a maior densidade da solução do açúcar na coluna do xarope.

III. A diferença entre a altura da coluna liquida no interior do tubo e o nível de água no recipiente externo é proporcional à diferença de concentração da água em cada lado da membrana e é uma medida indireta da pressão osmótica.

Assinale:

a) Se somente I estiver correta.

b) Se somente II estiver correta.

c) Se somente III estiver correta.

d) Se somente I e II estiverem corretas.

e) Se somente I e III estiverem corretas.

07. (FUVEST) O gráfico abaixo mostra as concentrações de três tipos de íons no suco celular de uma planta aquática e na água do lago onde ela vive. Nos três casos, a diferença entre as concentrações iônicas nos dois meios é mantida por:

07

a) Osmose.

b) Difusão passiva.

c) Transporte ativo.

d) Pinocitose.

e) Difusão simples.

08. (UFRJ) A fim de estudar possíveis diferenças entre a osmose nas células animais e vegetais, foram colocadas hemácias no frasco A e células vegetais no frasco B, igualmente cheios com água destilada:

08

Transcorrido algum tempo após o início do experimento, pôde-se verificar lise celular no frasco A, mas não no frasco B. Tal fato pode ser explicado pela presença, em células vegetais, da seguinte estrutura:

a) Retículo endoplasmático.

b) Vacúolo.

c) Parede celular.

d) Cloroplasto.

e) Membrana plasmática.

09. (UFMG) A figura abaixo representa uma batata-inglesa crua seccionada, com uma escavação central. Em um experimento, colocou-se uma colherinha de sal de cozinha na escavação feita na batata, como mostra a figura. Após cerca de 20 minutos, a escavação encontrava-se preenchida por substância líquida. Em relação ao fato observado, todas as afirmativas são corretas, exceto:

09

a) A ocorrência do fenômeno independe da luminosidade do ambiente.

b) Ocorre passagem de água através da membrana das células.

c) O acúmulo de líquido deve-se ao processo de transpiração.

d) O mesmo fenômeno será observado se a batata-inglesa for substituída por batata-doce.

e) O mesmo fenômeno será observado se o sal for substituído por açúcar.

10. (UFMG) A desidratação é caracterizada pela perda de grandes quantidades de líquidos corporais. Se considerarmos, hipoteticamente, que nesses líquidos corporais há perda de água, o liquido extracelular se caracterizará como hipertônico em relação ao liquido intracelular. Um indivíduo adulto foi recebido em um hospital, apresentando um grave quadro de desidratação. O médico que o atendeu pediu-lhe um exame de sangue (hemograma), no qual a forma das hemácias pôde ser avaliada. Assinale a alternativa que melhor explica o resultado desta análise de sangue.

a) Hemácias aumentadas pela entrada de água através de osmose.

b) Hemácias diminuídas e murchas pela entrada de água através da difusão facilitada.

c) Hemácias diminuídas e murchas pela perda de água através de osmose.

d) Hemácias aumentadas pela perda de água através de osmose.

11. (PUC-SP) O esquema abaixo se refere às diferentes concentrações dos íons sódio e potássio no meio extracelular (ME) e no meio intracelular (MI). Essa situação é constatada em vários tipos celulares.

11

Se, em uma célula nessa condição iônica, for bloqueada a produção de ATP, espera-se que:

a) Ocorra passagem de toda a quantidade de íons potássio para o meio extracelular.

b) Ocorra passagem de toda a quantidade de íons sódio para o meio intracelular.

c) As concentrações desses íons se tornem, aproximadamente, iguais nos dois meios.

d) Diminua ainda mais a concentração de potássio no meio extracelular e de sódio no meio intracelular.

e) Essa situação permaneça inalterada.

12. (UFSM)

ÁGUA, MEIO AMBIENTE E TECNOLOGIA

A água dos rios, lagos, mares e oceanos ocupa mais de 70% da superfície do planeta. Pela absorção de energia na forma de calor, principalmente a proveniente do sol, parte dessa água evapora, sobe, condensa-se e forma as nuvens, retornando à Terra através de chuva ou neve. A água, por ser absorvida pelo solo, chega às plantas que, através da transpiração e respiração, passam-na para a atmosfera. Também os animais contribuem para a circulação da água no ambiente, pois, ao ingerirem água, devolvem-na pela respiração e excreção. De forma menos visível, a água ocorre ainda, em grande quantidade, no citoplasma das células e nos demais fluidos biológicos onde regula a temperatura e atua como solvente universal nas reações químicas e biológicas. Por estar a água relacionada à maioria das ações que ocorrem na natureza, é ela também a responsável, muitas vezes, por problemas ambientais. Os processos tecnológicos de geração de energia são fontes importantes de impactos ambientais. A queima de combustíveis derivados de petróleo, como a gasolina e o óleo diesel, lançam, na atmosfera, grandes quantidades de dióxido de carbono, um dos gases responsáveis pelo efeito estufa. É, pois, relevante que nos interessemos pela água que, paradoxalmente, é fonte de vida e veículo de poluição. Num meio hipotônico, a água pode ser um problema para certas células animais, que romperiam por absorção excessiva de água. Nas células vegetais, no entanto, a resistência e elasticidade do(a) ……… impedem sua deformação e eventual rompimento.

Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna.

a) Membrana plasmática.

b) Parede celular.

c) Citoesqueleto.

d) Retículo endoplasmático.

e) Vacúolo.

13. (UFF) Uma nova descoberta brasileira pode ajudar no tratamento da malária. Essa descoberta mostrou que, ao invadir o eritrócito, o plasmódio carrega parte do sistema de transporte de Ca++ existente na membrana dessa célula vermelha. Dessa forma, o parasita consegue regular o nível de Ca++, que é um fator importante na sua multiplicação e que normalmente se encontra baixo no interior do eritrócito.

(Modificado de “Ciência Hoje” Vol 33, No196, agosto de 2003)

Um pesquisador, ao ler a reportagem acima, resolveu fazer uma experiência para entender como se comportava o nível de Ca++ nos eritrócitos. Para isso, submeteu hemácias normais, em meio de cultura contendo glicose, às seguintes condições:

I. Oxigenação adequada (controle).

II. Ausência de oxigênio.

III. Oxigenação adequada em presença de fluoreto (inibidor da glicólise).

Os resultados obtidos foram descritos na tabela a seguir:

Condição

Nível de Ca++

intracelular

Nível de Ca++

extracelular

I (controle)

+

+++++++

II

+

+++++++

III

++++

++++

Os resultados indicam que o transporte de Ca++ pela membrana do eritrócito normal é:

a) Por difusão passiva e independente da síntese de ATP.

b) Por difusão facilitada, dependente da síntese de ATP em condições aeróbicas.

c) Ativo e dependente da síntese mitocondrial de ATP.

d) Por difusão facilitada e dependente da energia derivada da fermentação láctica.

e) Ativo e dependente de energia derivada da glicólise.

14. (UERJ) Um pesquisador verificou que a substância por ele estudada apresentava como efeito, em meio de cultura de linfócitos, a diminuição da concentração intracelular do íon potássio. A explicação admitida pelo pesquisador para essa diminuição foi a ocorrência de alterações na função de, pelo menos, um dos seguintes sistemas: a bomba de sódio-potássio, os canais de transporte passivo de potássio ou a síntese de ATP na célula. Os gráficos a seguir mostram possíveis alterações nas funções de cada um desses sistemas; o ponto 0 representa a função normal, na ausência da substância estudada, e os sinais positivo e o negativo representam, respectivamente, o aumento e a diminuição da função.

14

O gráfico no qual cada um dos três sistemas apresenta uma alteração compatível com o efeito da substância é o de número:

a) I.

b) II.

c) III.

d) IV.

15. Com base no esquema abaixo que representa mecanismos de transporte através das biomembranas, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

15

I   II

0   0 – O transporte mostrado em (a) é do tipo uniporte.

1  1 – Em (b) está representado uma proteína de canal, promovendo um deslocamento do tipo simporte.

2  2 – Em (c) está representado uma proteína carreadora promovendo um transporte do tipo antiporte.

3  3 – Em (b) está representado um transporte unidirecional de solutos, conhecido como uniporte.

4  4 – As proteínas (a), (b) e (c), indicadas no esquema, são classificadas como periféricas ou extrínsecas.

16. (COVEST) A concentração de íons Na+ no meio extracelular é maior do que no meio intracelular. O oposto é observado na concentração de íons K+, como ilustrado abaixo. Essa diferença de concentração é mantida por transporte ativo. Todavia, há também deslocamento desses íons do local onde estão em maior concentração para o de menor concentração, por um processo de:

16

a) Clasmocitose.

b) Fagocitose.

c) Osmose.

d) Difusão.

e) Pinocitose.

17. (UEL) Células vegetais foram mantidas, por algum tempo, em solução isotônica e, em seguida, transferidas para soluções de NaCl de concentrações desconhecidas (frascos 1 e 2). Os gráficos a seguir representam as variações de volume encontradas nessas células:

17

De acordo com os dois gráficos acima, foram feitas as seguintes afirmativas:

I. As soluções de NaCl dos frascos 1 e 2 são, respectivamente, hipotônica e hipertônica em relação às células vegetais.

II. A pressão de turgor em T2 é menor nas células imersas no frasco 1 do que nas células imersas no frasco 2.

III. Ocorre um aumento crescente na pressão de turgor a partir do momento em que as células são mergulhadas no frasco 2.

IV. Ocorre um aumento crescente da resistência da parede celular a partir do momento em que as células são mergulhadas no frasco 1.

Das afirmativas acima, são corretas apenas:

a) I e II.

b) II e III.

c) III e IV.

d) I, II e III.

e) II, III e IV.

18. (UERJ) Células do tipo X absorvem a substância S apenas por transporte ativo. Essa absorção, em células do tipo Y, é feita por transporte passivo mediado por um transportador específico. Num experimento, foram medidas as velocidades iniciais de transporte de S através das membranas plasmáticas de X e de Y, em função de concentrações crescentes dessa substância no meio extracelular. O experimento foi repetido, então, em presença de um inibidor da geração de ATP nas células. Observe a tabela, que resume as condições do experimento, e o gráfico a seguir.

Inibidor

de ATP

Tipos de célula

X

Y

Ausente

I

III

Presente

II

IV

18

As curvas que representam as medidas obtidas, respectivamente, nas condições experimentais I, II, III e IV, são:

a) 1 2 1 3.

b) 2 3 2 2.

c) 2 3 2 3.

d) 3 3 1 1.

19. (UNIRIO) Algumas pessoas, após constatarem que o feijão que prepararam ficou muito salgado, colocam pedaços de batatas para torná-lo menos salgado. Durante esse procedimento, ocorre o seguinte processo no caldo do feijão:

a) O sal passa para a batata por osmose, diminuindo o gosto salgado.

b) O amido da batata, pela fervura, é transformado em glicose, “adoçando” o feijão.

c) O sal passa, por transporte ativo, para a batata, diminuindo o gosto salgado.

d) O amido da batata se dissolve, diminuindo o gosto salgado.

e) O sal se difunde pela batata, diminuindo sua concentração.

20. (U. F. UBERLÂNDIA) Os desmossomos são especializações da membrana plasmática e têm como função:

a) Aumentar a área de absorção celular.

b) Secretar enzimas.

c) Firmar ligações intercelulares.

d) Permitir troca de citoplasma entre células vizinhas.

e) Promover movimentação celular.

21. (COVEST) Nicholson e Singer foram dois cientistas que estudaram em detalhe a estrutura celular e propuseram um modelo de membrana plasmática, constituído por:

a) Um folheto triplo, em que uma camada bimolecular de lipídeos se localiza entre duas camadas de proteínas.

b) Dois folhetos ligados por pontes de hidrogênio, um de polissacarídeos e outro de ácidos graxos de peso molecular elevado.

c) Três folhetos lipídicos, sendo dois de triglicerídeos e um de fosfatídeos.

d) Uma camada bimolecular de lipídios, com proteínas variando de posição, de acordo com o estado funcional da membrana.

e) Duas camadas bimoleculares de lipídeos e duas de proteínas.

22. (PUC-SP) As microvilosidades, presentes nas células do epitélio intestinal têm a função de:

a) Aumentar a aderência entre uma célula e outra.

b) Produzir grande quantidade de ATP, necessária ao intenso metabolismo celular.

c) Sintetizar enzimas digestivas.

d) Secretar muco.

e) Aumentar a superfície de absorção.

23. (UFRGS) Na figura encontra-se o esquema de uma célula do ápice de planta do milho, observada ao microscópio eletrônico. A estrutura apontada pela seta A, denomina-se:

23

a) Miofibrila.

b) Plasmodesmo.

c) Desmossomo.

d) Microvilosidade.

e) Citóstoma.

24. (UFES) Colocou-se em um osmômetro X uma solução de açúcar e água e em um osmômetro Y, água destilada. Em seguida, os dois osmômetros foram mergulhados em frascos contendo água destilada. O que deve acontecer:

a) O volume do osmômetro X aumenta e o do Y fica constante.

b) O volume do osmômetro Y aumenta e o do X fica constante.

c) O volume do osmômetro Y diminui e o do X fica constante.

d) Os volumes dos dois osmômetros aumentam.

e) Os volumes dos dois osmômetros diminuem.

25. (CESGRANRIO) O esquema abaixo representa o processo de:

25

a) Osmose, onde as moléculas de solvente migram da solução mais concentrada para a solução menos concentrada.

b) Osmose, onde as moléculas de soluto migram da solução menos concentrada para a solução mais concentrada.

c) Difusão, onde as moléculas de soluto tendem a se distribuir homogeneamente, migrando da região mais concentrada para a região menos concentrada.

d) Difusão, onde as moléculas de soluto tendem a se distribuir homogeneamente, migrando da região menos concentrada para a mais concentrada.

e) Transporte ativo, onde as moléculas de soluto tendem a se distribuir homogeneamente, já que ocorre “gasto” de energia.

26. Suponha que um distúrbio congênito tenha reduzido drasticamente os microvilos das células epiteliais intestinais. Esperar-se-ia que:

a) As descamações celulares fossem maiores, devido à frouxa adesão entre as células.

b) A capacidade de secreção de grânulos de zimogênios fosse aumentada.

c) A renovação celular fosse reduzida devido à menor capacidade de divisão mitótica.

d) Houvesse diminuição da capacidade de absorção dos nutrientes.

e) As trocas metabólicas entre as células epiteliais adjacentes fossem diminuídas, aumentando a adesão entre elas.

27. (PUC-PR) Na figura abaixo, as duas soluções de concentrações diferentes estão separadas por uma membrana que, através da osmose, tende a igualar suas concentrações. Os números 1, 2 e 3 representam, respectivamente.

27

a) Solução hipotônica, solução hipertônica e membrana semipermeável.

b) Solução isotônica, solução hipertônica e membrana impermeável.

c) Solução hipertônica, solução hipotônica e membrana permeável.

d) Solução hipotônica, solução isotônica e membrana impermeável.

e) Solução hipertônica, solução isotônica e membrana impermeável.

28. (COVEST) Analise as considerações sobre os processos osmóticos representados nas figuras abaixo.

28

1. Enquanto as células 1 e 4 estão em meio isotônico, a célula 2 está em meio hipotônico.

2. As células 3, 5 e 6 estão em meio hipertônico.

3. Acélula 6, originária de uma planta xerófita, não sofre plasmólise, apesar da perda de água para o meio externo, devido à íntima ligação do citoplasma à membrana celulósica.

4. Os processos de osmose, representados em todas as figuras acima, dependem da concentração do meio externo, da concentração da célula e da resistência da parede celular.

Está(ão) correta(s) apenas:

a) 1.

b) 2 e 3.

c) 1 e 4.

d) 3 e 4.

e) 3.

29. (UNIFOR) Hemácias foram colocadas em três tubos de ensaio contendo uma solução de NaCl. Após algum tempo, as hemácias estavam:

I. Enrugada no tubo I.

II. Normais do tubo II.

III. Rompidas no tubo III.

Assinale, na tabela abaixo, a alternativa correta quanto à concentração da solução de NaCl nos três tubos de ensaio.

TUBO I

TUBO II

TUBO III

a

Hipertônica  Hipotônica  Isotônica

b

Hipertônica  Isotônica  Hipotônica

c

Isotônica  Hipertônica  Hipotônica

d

Hipotônica  Isotônica  Hipertônica

e

Hipotônica  Hipertônica  Isotônica

30. (UFSE) As figura abaixo representam hemácias em soluções de diferentes concentrações.

30

Observando as figuras, é possível afirmar que as soluções I, II e III são, respectivamente:

a) Isotônica, hipertônica e hipotônica.

b) Hipertônica, hipotônica e isotônica.

c) Hipotônica, isotônica e hipertônica.

d) Isotônica, hipotônica e hipertônica.

e) Hipotônica, hipertônica e isotônica.

31. (PUC-SP) Sabendo-se que na ameba, ser unicelular, existe uma estrutura denominada vacúolo contráctil, cuja função é regular a quantidade de H2O no interior da célula, podemos afirmar que, se colocarmos a ameba numa solução hipotônica, este vacúolo apresentará:

a) Atividade menor.

b) Atividade igual.

c) Atividade nula.

d) Atividade maior.

e) Transporte ativo.

32. (FCC) Em células vegetais, a pressão osmótica de seu suco celular é representada por PO; a pressão de turgor por PT e o seu déficit de pressão de difusão por DPD.

Considere duas células com os seguintes valores:

I. PT = 0; DPD = PO.

II. PO = PT; DPD = 0.

Analisando-se as duas equações, pode-se afirmar que:

a) Apenas I está túrgida.

b) Apenas II está túrgida.

c) I e II estão túrgidas.

d) Nem I nem II estão túrgidas.

e) II está murcha.

33. (CESGRANRIO) No desenho abaixo, observamos três tubos de ensaio contendo soluções de diferentes concentrações de NaCl e as modificações sofridas pelas hemácias presentes no seu interior. Em relação a esse desenho, assinale a alternativa correta.

33

a) Em1 asolução é isotônica em relação à hemácia; em2 asolução é hipertônica em relação à hemácia e em3 asolução é hipotônica em relação à hemácia.

b) As hemácias em 1 sofreram alteração de volume, porém em 2 ocorreu plasmólise e em 3 turgescência.

c) Considerando a solução isotônica de NaCl = 0,9%, a  solução 2 certamente possui uma concentração de NaCl inferior a 0,9% e a solução 3, uma concentração de NaCl superior a 0,9%.

d) As hemácias do tubo 2 sofreram perda de água para a solução, enquanto as do tubo 3 aumentaram seu volume, depositando-se no fundo.

e) A plasmólise sofrida pelas hemácias do tubo 2 ocorreu em razão da perda de NaCl para o meio.

34. (CESCEM) Considerando-se a célula vegetal como um sistema osmótico, são feitas as seguintes afirmações:

I. Quando uma célula está completamente túrgida, o potencial osmótico do conteúdo celular (PO) é igual à pressão de turgescência (PT).

II. Quando a célula perde água, o déficit de pressão de difusão (DPD) tende a se igualar à pressão de turgescência (PT).

III. Quando a célula começa a ganhar água, o DPD vai diminuindo seu valor até que o PO se iguala ao PT.

a) I, II e III são verdadeiras.

b) I e III são verdadeiras, II é falsa.

c) II e III são verdadeiras, I é falsa.

d) I e II são falsas, III é verdadeira.

e) II e III são falsas, I é verdadeira.

35. (UNIP-SP) A sequência a seguir mostra variações observadas, ao microscópio, numa célula vegetal vacuolada, depois de mergulhada em determinado meio.

35

Qual das alternativas indica o meio em que a célula foi mergulhada e o fenômeno observado?

MEIO

FENÔMENO

a

  Hipotônico  Turgescência

b

  Hipertônico   Absorção

c

  Isotônico   Gutação

d

  Hipotônico   Murchamento

e

  Hipertônico   Plasmólise

36. (COVEST) Assinale a alternativa incorreta.

a) A difusão simples é um tipo de transporte passivo através da membrana plasmática que ocorre quando existem condições de gradiente de concentração sem haver “gasto” de energia.

b) A difusão facilitada utiliza proteínas carreadoras para o transporte de açúcares simples e aminoácidos através da membrana constituindo, por essa razão, um processo de transporte ativo.

c) A membrana plasmática é formada por uma camada bimolecular de fosfolipídios onde estão dispersas moléculas de proteínas globulares, dispostas em mosaico.

d) Qualquer processo de captura por meio do envolvimento de partículas é chamado endocitose.

e) Na fagocitose a célula engloba partículas sólidas através da emissão de pseudópodes que as englobam formando um vacúolo alimentar denominado fagossomo.

37. (FGV) O gráfico abaixo mostra as concentrações relativas de alguns íons no citoplasma da alga verde Nitella e na água circundante. A partir dos conhecimentos sobre permeabilidade da membrana celular, qual a melhor interpretação para os dados mostrados no gráfico?

37

a) Os íons difundem-se espontaneamente através da membrana.

b) A diferença de concentração iônica deve-se à osmose.

c) A diferença de concentração iônica deve-se à pinocitose.

d) A carga elétrica atrai os íons para dentro da célula.

e) Ocorre transporte ativo dos íons através da membrana.

38. (EFOA-MG) O desenho abaixo representa uma célula vegetal normal colocada em 3 meios distintos, que denominamos A, B e C. Durante a sua passagem por esses meios, naquela ordem, ocorrem 2 fenômenos conhecidos, respectivamente, como:

38

a) Turgescência e plasmólise.

b) Plasmólise e osmose.

c) Plasmólise e desplasmólise.

d) Osmose e hemólise.

e) Desplasmólise e turgescência.

39. (UFMG) O esquema abaixo representa a interação entre uma partícula sólida e uma célula. As setas indicam as fases sucessivas que foram observadas. Baseando-se na interpretação do esquema, é possível afirmar que:

39

a) Está ocorrendo autólise, decorrente da penetração da partícula estranha no interior da célula.

b) Está ocorrendo pinocitose e o material englobado pela célula poderá ser digerido sem entrar em contato direto com enzimas existentes livres na matriz citoplasmática.

c) A célula está realizando autofagia, com a finalidade de obter substâncias nutritivas.

d) A penetração da partícula estranha só é possível após a ruptura da membrana plasmática e, em consequência, ocorrerá morte celular.

e) A célula está fagocitando uma partícula estranha e esta poderá ser digerida sem entrar em contato direto com a matriz citoplasmática.

40. (COVEST) Observe atentamente para o modelo esquemático de membrana plasmática abaixo proposto:

40

Os elementos representados pelas letras A, B, C e D, correspondem, respectivamente, à:

I   II

0  0 – Camada   bilipídica;  porção  polar  dessa bicamada; porção apolar  dessa bicamada e proteínas.

1  1 – Camada de proteínas; porção globular das  proteínas; porção bifurcada das proteínas e dos lipídios.

2  2 – Camada bilipídica; porção apolar dessa camada; porção polar  dessa camada e proteínas.

3  3 – Camada bilipídica; extremidade  hidrofílica dessa   bicamada; extremidade hidrófoba dessa bicamada e proteínas.

4 4 – Camada biproteica; porção polar dessa bicamada; porção apolar dessa bicamada e lipídios.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

D

C

E

D

C

E

C

C

C

C

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

C

B

E

A

VFVFF

D

B

B

E

C

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

D

E

B

A

C

D

A

E

B

A

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

D

B

C

B

E

B

E

C

E

VFFVF


Anúncios

Responses

  1. Professor, não compreendi a questão 14 , o senhor poderia me explicar?

    • Jade
      – A questão trata da bomba de sódio-potássio [transporte ativo (requer o uso de ATP)].
      – O gráfico I mostra atividade da bomba de sódio-potássio e síntese de ATP abaixo do ponto zero, incompatível com o que está abordado no enunciado.
      – O enunciado se refere a transporte de potássio: “…diminuição da concentração intracelular do íon potássio. ..”. Os gráficos II, III e IV mostram permeabilidade dos canais de potássio abaixo do ponto zero, estando, portanto, incorretos.
      Um abraço
      Djalma Santos

  2. Professor, por que na questão 33, não pode ser a letra A?

    • Prezada Luana
      Veja, abaixo, a resolução da questão que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: C (“Considerando a solução isotônica de NaCl = 0,9%, a solução 2 certamente possui uma concentração de NaCl inferior a 0,9% e a solução 3, uma concentração de NaCl superior a 0,9%.”)
      JUSTIFICATIVA
      1. Hemácia não sofreu alteração de volume: meio isotônico (NaCl = 0,9%).
      2. Hemácia sofreu ruptura (hemólise): meio hipotônico (NaCl inferior a 0,9%).
      2. Hemácia ficou crenada (murcha): meio hipertônico (NaCl superior a 0,9%).
      Boa sorte
      Djalma Santos

  3. Professor Djalma, poderia me explicar por favor o motivo de na questão 6, o item III estar correto?

    • Prezado Victor
      Veja, a seguir, a resolução da questão que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: E (“Se somente I e III estiverem corretas.”)
      – O aparelho mostrado nesta questão, denominado osmômetro, é usado para medir a pressão osmótica. A pressão gerada pelo fluxo de água através de uma membrana semipermeável [livremente permeável à agua (solvente), mas totalmente impermeável à substância dissolvida (soluto)] para um compartimento aquoso contendo soluto em uma concentração maior, como mostra o esquema, é denominada pressão osmótica. Lembramos que osmose é a migração de solvente, tal como água, de uma solução hipotônica (de menor concentração de partículas de soluto) para uma solução hipertônica (de maior concentração de partículas de soluto). A osmose é, em última análise, um caso particular de difusão simples, que pode ser interpretada como um movimento de uma substância, de uma região de alta concentração para uma região de baixa concentração, na ausência de proteína carreadora (permease).
      JUSTIFICATIVA
      – AFIRMATIVA I (“É a passagem de água do recipiente externo para o interior do tubo que provoca a elevação da coluna de xarope a um nível que está acima do nível da água no recipiente externo.”) – CORRETA
      * No esquema mostrado, a água migra do “recipiente externo”, contendo apenas água, para o interior do tubo de vidro contendo xarope (solução hipertônica), elevando a coluna de xarope acima do nível de água no referido recipiente. A pressão gerada pelo fluxo de água através de uma membrana semipermeável para um compartimento aquoso contendo soluto em uma concentração maior é denominada pressão osmótica, como dissemos anteriormente.
      – AFIRMATIVA II (“A altura da coluna líquida no interior do tubo depende tão somente da pressão atmosférica que se exerce sobre a superfície ampla do recipiente externo compensando a maior densidade da solução do açúcar na coluna do xarope.”) – INCORRETA
      * A altura da coluna líquida no interior do tubo está relacionada, como mostramos na afirmativa anterior, com a concentração da solução (xarope) contida no tubo de vidro.
      – AFIRMATIVA III (“A diferença entre a altura da coluna liquida no interior do tubo e o nível de água no recipiente externo é proporcional à diferença de concentração da água em cada lado da membrana e é uma medida indireta da pressão osmótica.”) – CORRETA
      * A diferença entre a altura da coluna liquida no interior do tubo e o nível de água no recipiente externo é, realmente, proporcional à diferença de “concentração” da água em cada lado da membrana e é uma medida indireta da pressão osmótica, como mostramos acima.
      Um forte abraço
      Djalma Santos

  4. Professor, não compreendi porque a quarta afirmativa da questão 28 não está correta

    • Kaílla
      PROPOSIÇÃO 4 (“Os processos de osmose, representados em todas as figuras acima, dependem da concentração do meio externo, da concentração da célula e da resistência da parede celular.”) – INCORRETA
      – 1, 2 e 3 mostram células que não possuem parede celular.
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: