Publicado por: Djalma Santos | 23 de julho de 2011

Testes de reprodução (4/5)

01. (UERJ) Durante o ciclo menstrual, as concentrações sanguíneas de hormônios hipofisários e ovarianos sofrem notáveis variações. Os gráficos abaixo ilustram essas variações, ocorridas durante um ciclo de 28 dias. O gráfico que representa o hormônio progesterona, em um ciclo menstrual normal, está indicado pela seguinte letra:
01
a) W.

b) X.

c) Y.

d) Z.

02. (UFCG) Determinadas espécies possuem reprodução sexuada numa fase e assexuada em outra, fenômeno denominado alternância de gerações. A fase assexuada da reprodução, em que o pólipo libera fragmentos que originarão exemplares morfologicamente diferentes, é denominada de:

a) Regeneração.

b) Esporulação.

c) Cissiparidade.

d) Propagação vegetativa.

e) Estrobilização.

03. (UEA) Pedro, casado com Fátima, adquiriu AIDS durante uma transfusão sanguínea. O casal mantém vida sexual ativa, mas pretende evitar filhos e evitar que Fátima, soronegativa para o HIV, adquira AIDS. Para que ambos objetivos sejam atingidos, utilizando-se de um único método, é aconselhável que:

a) Pedro realize uma vasectomia.

b) Fátima submeta-se a uma intervenção cirúrgica para uma laqueadura.

c) Fátima não deixe de tomar a pílula anticoncepcional.

d) Pedro não deixe de tomar o coquetel de drogas antivirais.

e) Pedro use preservativo (camisinha) em suas relações sexuais com Fátima.

04. (UTFPR) Em organismos eucariontes unicelulares ou multicelulares, a reprodução pode estar associada à mitose. Em alguns fungos, como leveduras, surge por mitose uma célula menor que se destaca da célula inicial originando um novo organismo. Assinale a alternativa correta sobre esse tipo de reprodução.

a) É uma reprodução sexuada e os descendentes serão geneticamente iguais entre si e em relação aos ascendentes.

b) É uma reprodução assexuada e denomina-se cissiparidade ou bipartição.

c) É uma reprodução por gemiparidade ou brotamento e os descendentes serão geneticamente idênticos entre si.

d) Essa reprodução denomina-se conjugação e é assexuada.

e) As células menores que surgem por mitose são gametas, portanto é uma reprodução sexuada.

05. (UECE) O processo de reprodução sexuada aumenta a variabilidade genética das espécies. Ocorre de forma mais notável nos organismos multicelulares. Identifique o filo no qual ocorre o seguinte tipo de reprodução: “Os espermatozoides penetram no corpo da fêmea, fundindo-se com coanócitos, os quais se transformam em amebócitos, que se deslocam pelo meso-hilo até o óvulo, transferindo para este o núcleo do espermatozoide, caracterizando um tipo de fecundação interna”.

a) Poríferos.

b) Cnidários.

c) Artrópodas.

d) Anelídeos.

06.  (PUC-RS) Na espécie humana e em outros mamíferos placentários, o embrião é fixado na placenta coriônica por um cordão umbilical, através do qual esse embrião recebe da mãe _________ e _________, e libera para a mãe _________ e _________.

a) água – ureia – oxigênio – amônia

b) água – amônia – dióxido de carbono – ureia

c) nutrientes – água – oxigênio – monóxido de carbono

d) nutrientes – oxigênio – dióxido de carbono – ureia

e) nutrientes – ureia – dióxido de carbono – oxigênio

07. (CEFET-PI) No início de cada ciclo menstrual, que coincide com o começo da menstruação, a hipófise produz alguns hormônios que posteriormente estimulam a produção de hormônios ovarianos. Após analisar o gráfico abaixo que representa o ciclo reprodutivo de uma mulher podemos afirmar que os hormônios 1, 2, 3 e 4 são, respectivamente:

07

a) FSH, progesterona, LH, estrógeno.

b) FSH, estrógeno, LH, progesterona.

c) LH, estrógeno, FSH, progesterona.

d) Estrógeno, FSH, LH, progesterona.

e) Progesterona, estrógeno, FSH, LH.

08. (PUC-RIO) Indique a opção que descreve corretamente a variação hormonal que ocorre durante o ciclo menstrual.

a) A diminuição do LH estimula a formação do corpo lúteo.

b) O aumento do FSH estimula a maturação do folículo ovariano.

c) O aumento da progesterona estimula a descamação do endométrio.

d) A diminuição do estrogênio inibe a ovulação.

e) O aumento da testosterona auxilia a descamação do endométrio.

09. (UDESC) Analise as afirmativas abaixo, em relação à reprodução animal.

I. Na reprodução assexuada os descendentes são formados por mitoses. Os platelmintos e equinodermas possuem esse tipo de reprodução.

II. Na espermatogênese, a meiose produzirá, para cada espermatócito, quatro células haploides.

III. Em muitos peixes, e na maioria dos anfíbios, os machos e fêmeas lançam seus gametas fora do corpo, caracterizando a fecundação externa.

IV. Na ovulogênese, a segunda divisão da mitose produz o ovócito secundário (2n).

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I, II e III são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.

10. (CEFET-AL) Por meio da reprodução – assexuada ou sexuada – um organismo produz descendentes, passando para eles os seus genes. Sobre esse assunto, assinale a afirmativa correta.

a) Na reprodução assexuada, há participação de apenas um indivíduo, e os descendentes são formados por meiose.

b) Na reprodução sexuada, exceto quando ocorrem mutações, são produzidos indivíduos geneticamente iguais.

c) Na reprodução sexuada, pode ser produzida grande quantidade de indivíduos em curto intervalo de tempo.

d) O brotamento é um tipo de reprodução assexuada em que os descendentes são formados por meiose.

e) Na reprodução sexuada, ocorre maior variedade genética, porque os gametas são geneticamente distintos.

11. (PUC-RIO) Circula na Internet uma notícia verídica: uma inglesa negra, com ancestrais brancos, deu à luz a duas gêmeas em 2005, uma negra e a outra branca. Tanto a mãe, quanto o pai são filhos de casais mistos (negro e branco). Sendo as gêmeas filhas do mesmo pai e da mesma mãe, a explicação para este fato é que:

a) Dois espermatozoides fecundaram cada um, um óvulo, formando embriões que se desenvolveram independentemente e simultaneamente no mesmo útero.

b) Um só espermatozoide fecundou um óvulo, que se dividiu posteriormente formando gêmeos univitelinos.

c) Dois espermatozoides fecundaram um só óvulo, formando dois embriões que se desenvolveram independentemente no mesmo útero.

d) Dois espermatozoides fecundaram um só óvulo, formando dois embriões que deram origem a gêmeos dizigóticos.

e) Um espermatozoide fecundou dois óvulos, formando dois embriões que se desenvolveram independentemente e simultaneamente no mesmo útero.

12. (UFPB) A figura abaixo serve de suporte para esta questão e mostra a parede de um túbulo se­minífero humano, em corte transversal. Nessa figura estão representadas as diversas fases de formação dos espermatozoides (espermatogê­nese).

12

Considerando os processos de proliferação, divisão e diferenciação celular ocorridos durante a espermatogênese, é correto afirmar que o número cromossômico é:

a) 23, nos espermatócitos primários.

b) 46, nos espermatócitos primários, e 23, nos espermatócitos secundários.

c) 46, nos espermatócitos primários e secundários, e 23, nas espermátides.

d) 23, nos espermatócitos primários e secundários.

e) 23, nos espermatócitos secundários, e 46, nas espermátides.

13. (UFLA) Um coelho possui a seguinte constituição genética: AaBbCcDdEE. Qual o número de espermatozoides com constituições genéticas diferentes será produzido, quando as células desse animal sofrerem meiose?

a) 8.

b) 32.

c) 2.

d) 16.

e) 64.

14. (PUC-MG) O esquema a seguir mostra um processo de multiplicação celular em humanos.

14

Analisando o esquema de acordo com seus conhecimentos, é incorreto afirmar:

a) Na figura acima, estão representadas divisões mitóticas e meiótica da gametogênese feminina.

b) A multiplicação das ovogônias ocorre durante a fase intra-uterina de desenvolvimento fetal.

c) Cada célula que entra em meiose produz quatro gametas funcionais com dois diferentes conjuntos genômicos.

d) Hormônios produzidos pela hipófise e o processo da fecundação controlam progressões da meiose acima esquematizada.

15. (FATEC) O gráfico a seguir evidencia a produção e flutuação dos quatro diferentes hormônios sexuais envolvidos no ciclo menstrual.

15

Baseando-se nas curvas do gráfico e em seus conhecimentos sobre fisiologia animal, assinale a alternativa correta.

a) Os hormônios gonadotróficos são produzidos no ovário.

b) Durante esse ciclo menstrual ocorreu a fecundação do óvulo, pois a taxa de progesterona diminui sensivelmente, o que prepara a mucosa uterina para a gravidez.

c) Quando a taxa de estrógeno no sangue atinge um nível elevado, a liberação de FSH e LH diminui e ocorre a menstruação.

d) A ovulação ocorre ao redor do 14o dia do ciclo e caracteriza-se pela saída do óvulo do folículo ovariano e consequente diminuição das taxas de estrógeno e progesterona.

e) Nos primeiros 14 dias do ciclo, pela ação do FSH ocorre a maturação do folículo ovariano, que secreta quantidades crescentes de estrógeno, provocando a proliferação das células do endométrio.

16. São considerados monoicos e dioicos os seres vivos que têm, respectivamente:

a) Sexos separados e sexos unidos.

b) Sexos separados e sexos separados.

c) Sexos unidos e sexos unidos.

d) Sexos unidos e sexos separados.

e) Sexos unidos e hermafroditas.

17. (UFTPR) De acordo com o aparelho reprodutor masculino representado, quais são os órgãos respectivamente designados pelos números 1, 2, 3 e 4?

17

a) Vesícula seminal, próstata, epidídimo e testículo.

b) Próstata, epidídimo, vesícula seminal e testículo.

c) Epidídimo, próstata, vesícula seminal e testículo.

d) Próstata, vesícula seminal, testículo e epidídimo.

e) Vesícula seminal, epidídimo, próstata, testículo.

18. (FUVEST) Com relação à gametogênese humana, a quantidade de DNA:

I. Do óvulo é a metade da presente na ovogônia.

II. Da ovogônia equivale à presente na espermatogônia.

III. Da espermatogônia é a metade da presente no zigoto.

IV. Do segundo corpúsculo polar é a mesma presente no zigoto.

V. Da espermatogônia é o dobro da presente na espermátide.

São afirmativas corretas apenas:

a) I e II.

b) IV e V.

c) I, II e V.

d) II, III e IV.

e) III, IV e V.

19. (UNEMAT) Com relação à gametogênese é correto afirmar.

I. A gametogênese masculina (espermatogênese) e a gametogênese feminina (ovogênese) são processos muito semelhantes, diferindo basicamente em relação ao tamanho das células e ao número de gametas férteis resultantes das meioses, ao final do processo.

II. No momento da ovulação, o que é expelido não é o óvulo, mas um ovócito II, pois a meiose ainda não está terminada.

III. As espermátides são células imóveis que se transformarão em espermatozoides flagelados, capazes de fecundar.

IV. No acrossomo acumulam-se as secreções indispensáveis à fecundação.

Assinale a alternativa correta.

a) Apenas I, II e III.

b) Apenas I, II e IV.

c) Apenas II, III e IV.

d) Apenas II, IV.

e) Todas estão corretas.

20. (UFPR) Usualmente, denomina-se a célula liberada pelas mulheres durante a ovulação de óvulo, mas o termo correto é ovócito secundário, pois a meiose ainda não foi completada. Sobre o assunto, considere o relato a seguir. Quatorze dias após a última menstruação de Maria, um ovócito secundário foi liberado de um de seus ovários, seguindo pela tuba uterina. Como Maria tivera relação sexual há alguns minutos, havia uma quantidade considerável de espermatozoides no interior da tuba uterina. Considerando que o ovócito e os espermatozoides não apresentam nenhum tipo de alteração morfológica ou genética, assinale a alternativa correta.

a) Poderia ocorrer fecundação, havendo a fusão dos núcleos diploides do ovócito secundário e do espermatozoide, formando um zigoto triploide.

b) Poderia ocorrer fecundação, formando o zigoto, que iniciaria uma série de divisões mitóticas, denominadas clivagens, para formar um embrião multicelular.

c) Não ocorreria a fecundação, pois isso só acontece quando óvulo e espermatozoides se encontram no útero.

d) Não ocorreria fecundação, pois o ovócito secundário não está ainda pronto para receber o espermatozoide.

e) Poderia ocorrer a fecundação, se o espermatozoide penetrasse completamente no ovócito secundário e seu flagelo fosse a seguir digerido pelos lisossomos do ovócito para a formação do zigoto.

21. (UPE)                           LEIA O TEXTO ABAIXO.

 

MAS SÃO ELAS QUE FICAM GRÁVIDAS.

            “A gravidez precoce é considerada um problema de saúde pública no Brasil e no mundo. No Brasil, cerca de uma dentre quatro mulheres que dão à luz nas maternidades tem menos de 20 anos de idade…

            Há possibilidade de gestações sucessivas, riscos de aborto provocado e dificuldades para a amamentação. Por isso, a gravidez entre adolescentes deve ser encarada como um problema social, não apenas médico…”

               (Texto adaptado, UZUNIAN, Armênio e BIRNER, Ernesto. Biologia 1, 3ª edição, Ed. Harbra. 2006)

Dentre as alternativas abaixo, qual a que descreve, comenta ou justifica os fenômenos relacionados à fecundação, à gravidez e ao parto.

a) O colostro, liberado pelas glândulas mamárias, nos primeiros dias após o parto, é um fluido rico em lactose e gorduras, embora, pobre em anticorpos.

b) A vesícula amniótica, popularmente conhecida como bolsa d’água, é um anexo embrionário que protege o embrião e, uma vez cheia de líquido, amortece choques que podem afetá-lo.

c) Na gravidez de gêmeos univitelinos, dois óvulos diferentes são fecundados por dois espermatozoides diferentes, gerando crianças do mesmo sexo e geneticamente idênticas.

d) No parto natural, a cabeça e o corpo do feto distendem o colo uterino, estimulando receptores dessa região. Os impulsos nervosos são enviados ao hipotálamo, promovem a liberação de oxitocina para o sangue, atingem a musculatura estriada do útero e induzem sua contração voluntária.

e) A oxitocina, liberada pela porção anterior da hipófise, estimula a produção de leite pelas glândulas mamárias, e sua expulsão é estimulada pela sucção do recém-nascido e pela prolactina que age sobre a musculatura lisa, que circunda as glândulas mamárias.

22. (U. F. Uberlândia) Baseado no processo da ovulogênese humana, assinale a alternativa incorreta.

a) A redução do número de cromossomos da espécie, à metade, ocorre devido à separação das cromátides-irmão dos cromossomos.

b) A divisão II da meiose termina se ocorrer o processo de fecundação.

c) O ovócito II tem a mesma quantidade de cromossomos que o óvulo.

d) O processo de multiplicação das ovogônias ocorre por mitose, mantendo o número de cromossomos da espécie.

e) A fase da meiose chamada anáfase I é responsável pela redução do número de cromossomos da espécie à metade.

23. (PUC-PR) No esquema abaixo são apresentadas as diferentes fases de uma gametogênese.

23

Considere as afirmações:

I. A letra B indica um processo citológico em que o número de cromossomos passa a ser haploide e onde eventualmente ocorre o crossing-over.

II. A sequência numérica pode ser substituída pelos termos espermátide, espermatócito primário, espermatócito secundário e espermatozoide.

III. No estágio 4, o acrossomo completa a sua formação, como resultado da modificação do complexo de Golgi.

É ou são verdadeira(s):

a) todas.

b) apenas I e II.

c) apenas I e III.

d) apenas II e III.

e) apenas III.

24. (UFSC) O processo de formação de células especializadas para a reprodução, no sexo feminino, denomina-se oogênese e está representado no esquema abaixo. Observe e assinale as proposições corretas:

24

I   II

0  0 – As etapas assinaladas por I, II e III são, respectivamente, os períodos de crescimento, maturação e proliferação.

1 1 – As etapas assinaladas por I, II e III também ocorrem na espermatogênese, com características próprias.

2  2 – Na etapa I, as células se dividem por mitose.

3  3 – Na etapa III, a divisão celular ocorre em duas partes: uma reducional e outra equacional.

4  4 – No  final  da etapa III,  as  quatro  células  formadas  são  funcionais  e  geneticamente idênticas, o mesmo ocorrendo na espermatogênese.

25. (UNIRIO) Os pulgões (afídeos) são insetos que sugam a seiva de uma grande variedade de plantas. No Brasil, como em outras regiões de clima quente, a sua reprodução depende da fêmea sem a participação do macho. A esse tipo de reprodução chamamos:

a) Partenogênese.

b) Neotenia.

c) Poliembrionia.

d) Conjugação.

e) Fecundação.

26. (FUVEST) A gravidez em seres humanos pode ser evitada:

I. Impedindo a ovulação.

II. Impedindo que o óvulo formado se encontre com o espermatozoide.

III. Impedindo que o zigoto formado se implante no útero.

Dentre os métodos anticoncepcionais estão:

A. As pílulas, contendo análogos sintéticos de estrógeno e de progesterona.

B. A ligadura (ou laqueadura) das tubas uterinas.

Os métodos A e B atuam, respectivamente, em:

a) I e II.

b) I e III.

d) II e I.

d) II e III.

e) III e I.

27. (UESPI) Abaixo se mostra esquematicamente um ovário humano e são dadas algumas indicações sobre o processo da ovulogênese. Com relação a esse assunto, é incorreto afirmar que:

27

a) No ovário, cada ovócito está contido em um folículo (A) e, a cada ciclo menstrual, um desses folículos sofre maturação (B).

b) O folículo, depois da eliminação do ovócito (C), transforma-se no corpo lúteo, ou corpo amarelo (D).

c) O ovócito II (C) é eliminado do ovário após ter iniciado a 2ª divisão meiótica, com esse processo interrompidoem metáfase II.

d) Na espécie humana, após a ovulação (E), o ovócito completa a 2ª divisão meiótica ao penetrar na tuba uterina, dando o sinal químico para que a fecundação ocorra.

e) Na ovulogênese, que ocorre no ovário (E), não há um período de diferenciação, pós-divisão meiótica, como ocorre na espermatogênese.

28. (UFV) A ocorrência de gêmeos é um fato relativamente comum entre os mamíferos. No tatu, por exemplo, a ocorrência de gêmeos idênticos (ou unizigóticos) é uma regra, mas na maioria dos mamíferos os gêmeos fraternos (ou dizigóticos) são mais esperados. Tendo por base essas informações, indique a afirmativa incorreta:

a) Gêmeos fraternos surgem da fecundação de dois ou mais ovócitos.

b) Gêmeos idênticos podem ser considerados, do ponto de vista genético, clones.

c) Gêmeos idênticos podem surgir da separação de dois ou mais blastômeros.

d) Gêmeos fraternos podem ou não ser do mesmo sexo.

e) Gêmeos idênticos resultam da fecundação de um ovócito por dois espermatozoides.

29. (UFPB) Os mamíferos, em relação ao tipo de reprodução que apresentam, podem ser classificados em 3 grupos:

I. Placentários: vivíparos, apresentando desenvolvimento completo do embrião dentro do útero materno, ao qual se liga através de uma placenta. Ex.: baleia, peixe-boi e golfinho.

II. Marsupiais: vivíparos, cujos embriões desenvolvem-se parcialmente no útero materno, completando seu desenvolvimento numa bolsa externa localizada no ventre materno – o marsúpio. Ex.: gambá e cuíca.

III. Monotremados: ovíparos, com desenvolvimento embrionário completamente realizado fora do corpo materno. Ex.: ornitorrinco e équidna.

Está(ao) correta(s):

a) I, II e III.

b) apenas II e III.

c) apenas I e III.

d) apenas I.

e) apenas I e II.

30. (PUC-MG) O esquema a seguir representa a reprodução em abelhas.

30

Sobre ele é correto afirmar, exceto:

a) A formação de gametas pode ocorrer com meiose ou mitose.

b) A probabilidade de maior variabilidade genética pode ocorrer em operárias e rainhas.

c) No esquema apresentado, a partenogênese ocorre apenas nos zangões.

d) Os zangões, por serem haploides, não apresentam variabilidade genética.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

A

E

E

C

A

D

B

B

A

E

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

A

B

D

C

E

D

A

C

E

B

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

B

A

E

FVVVF

A

A

D

E

A

D


Anúncios

Responses

  1. professor, comente a afirmativa 1 da questão 9,tenho dúvida sobre a reprodução dos equinodermos,obrigado.

    • Caro Filipe
      Os equinodermos são, geralmente, animais dioicos (sexos separados), com reprodução sexuada e fecundação externa que ocorre na água. O desenvolvimento é do tipo indireto, havendo passagem por estágios larvais, como as larvas plúteo e biplanárias, sendo todas de vida livre e nadantes. Além disto, esses animais possuem um grande poder de regeneração. Na maioria das espécies, caso o disco central esteja intacto, algumas estrelas-do-mar conseguem se locomover e se alimentar com alguns braços a menos. Os braços perdidos, por seu turno, vão se regenerando por meio de divisões mitóticas. Caso esses braços ainda retenham parte do disco central, podem regenerar uma estrela completa, tratando-se, portanto, uma reprodução assexuada.
      Um forte abraço
      Djalma Santos

  2. Olá professor.
    Poderia comentar a questão 30.

    • Caro Ricardo Marinho
      – Lembro que a questão pede a alternativa incorreta.
      – “… d) Os zangões, por serem haploides, não apresentam variabilidade genética.” INCORRETA.
      – A variabilidade genética pode, também, resultar de alterações no DNA (mutações) e não apenas de recombinações que ocorrem durante o “crossing-over”.
      Um abraço
      Djalma Santos

  3. Olá professor. Obrigado por responder!
    Djalma, o crossing-over só ocorre em cromossomos homólogos?Se sim, porque?
    Professor, a permutação (crossing-over) pode ser uma alteração genética, ou essa expressão somente pode ser usada em casos de MUTAÇÃO?
    Abraço

    • Prezado Ricardo Marinho
      – Crossing over é um fenômeno que ocorre durante a prófase I da meiose, envolvendo cromátides homólogas. Ela consiste na quebra dessas cromátides em certos pontos, seguida de uma troca de pedaços correspondentes entre elas, contribuindo para a geração de maior variabilidade nas células resultantes da meiose. Sobre essa variabilidade atua a seleção natural, favorecendo a sobrevivência de indivíduos dotados de características genéticas adaptadas ao meio. Neste contexto, quanto maior a variabilidade gerada na meiose, por meio de recombinação gênica provocada pelo crossing over, maiores serão, a princípio, as chances para a ação seletiva do meio. Não tem sentido, portanto, falar de crossing over entre cromátides não homólogas. Quando a troca ocorre entre não homólogas temos uma alteração cromossômica (mutação cromossômica) estrutural denominada translocação. Dessa forma, as translocações ocorrem quando há quebra entre não homólogos, seguida da troca dos segmentos, diferentemente do que ocorre no crossing over, que não é um processo patológico.
      – Como você pode constatar no trecho acima, o crossing over não altera o gene, não sendo, portanto, considerado uma mutação gênica (ver “Mutação Gênica”, matéria publicada neste blog no dia 15/04/2001). Ressaltamos que os dois processos (crossing over e mutação gênica) contribuem para a variabilidade genética.
      Um forte abraço
      Djalma Santos

  4. professor na questao 20, o senhor poderia comentar a letra a e a letra d?

    • Prezada Flávia
      A fecundação ocorre, via de rega, na tuba uterina, com a entrada de um espermatozoide haploide (n) no ovócito secundário. O ovócito secundário finaliza a meiose, formando o segundo glóbulo polar e, o agora pronúcleo feminino haploide (n), une-se ao pronúcleo masculino (n), formando o zigoto (2n) que imediatamente inicia o processo de clivagem.
      Um abraço
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: