Publicado por: Djalma Santos | 3 de fevereiro de 2012

Testes de hormônios vegetais (4/4)

01. (UCDB-MT) Considere o ápice caulinar, representado esquematicamente na figura abaixo, dividido em zonas 1, 2, 3 e 4.

01

Submetendo-se esse caule a uma fonte de luz unidirecional, qual deve ser a zona responsável pelo fototropismo positivo do caule?

a) A zona 2, onde ocorre maior concentração de auxina.

b) A zona 1, onde ocorre maior concentração de auxina que de ácido abscísico.

c) A zona 4, onde a auxina é sintetizada.

d) A zona 3, pois aí se concentra mais giberelina.

e) Nas zonas 1, 2, 3 e 4 a concentração de auxina é sempre a mesma, portanto, a inclinação do caule em direção à luz se deve a outro fator ainda não conhecido.

02. (CESGRANRIO) Ao preparar uma cerca viva, o jardineiro tem o cuidado de fazer podas periódicas, assim que as pontas dos galhos atingem determinada altura. Ao fim der algum tempo, resulta uma cerca densa através do surgimento de novos galhos. Verifique as afirmativas a seguir para explicar, cientificamente, o procedimento do jardineiro.

I. As podas periódicas possibilitam um suprimento extra de nutrientes que estimula a produção de novos galhos.

II. Nas pontas dos galhos, são fabricadas auxinas que, em altas concentrações, inibem o surgimento de novos galhos.

III. A prática das podas periódicas serve para manter as partes inferiores da planta igualmente iluminadas, produzindo mais nutrientes.

Está(ão) correta(s) somente a(s) afirmativa(s):

a) I.

b) II.

c) III.

d) I e II.

e) I e III.

03. (UNIFOR) Alguns fruticultores guardam os produtos de suas colheitas em ambientes onde ocorre queima de combustíveis como querosene, gasolina e madeira, que libera no ar uma substância estimulante da maturação dos frutos. Essa substância, considerada um fitormônio, é:

a) O etileno.

b) Uma auxina.

c) Uma citocinina.

d) Uma giberelina.

e) O ácido abscísico.

04. Cultivando-se uma plantinha em ambiente escuro provido de uma pequena abertura, de modo a permitir uma iluminação unilateral, verifica-se que o vegetal cresce, inclinando-se em direção à fonte luminosa. Acerca do assunto, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

I    II

0  0  – A ausência de um tecido de sustentação, suficientemente desenvolvido, capaz de manter o vegetal em sua posição normal.

1   1 – Maior atividade meristemática na face iluminada resultante da presença de pigmentos.

2   2 – Maior concentração de clorofila na face iluminada.

3   3 – Menor concentração de auxina na face iluminada, provocando seu menor crescimento e consequente inclinação vegetal.

4  4 – Distribuição desigual de auxina nas faces iluminada e escura do vegetal, ocorrendo maior concentração hormonal na face sombria.

05. (LONDRINA) Considere o seguinte gráfico que representa o crescimento de raízes de uma mesma planta tratada ou não com hormônio de crescimento (auxina).

05

Qual das seguintes afirmativas pode ser feita com base nos dados fornecidos pelo gráfico?

a) O hormônio normalmente produzido pelas raízes determina o crescimento máximo.

b) O conteúdo normal de hormônio nas raízes é menor do que o necessário para sua velocidade máxima de crescimento.

c) O aumento da quantidade de auxina determina um aumento correspondente na velocidade de crescimento.

d) As raízes excretam auxina e assim controlam o seu crescimento.

e) Pequenas quantidades de auxina determinam um aumento da velocidade de crescimento.

06. (UERJ) O esquema a seguir representa uma experiência com hormônios vegetais.

06A

Uma plântula foi retirada da sua caixa de germinação e colocada horizontalmente sobre um suporte de madeira durante certo tempo, suficiente para permitir seu crescimento. O resultado desse experimento está representado pela seguinte figura.

06B

07. (UMC-SP) Assim como as folhas novas são produzidas pela planta, à medida que ela cresce, as folhas senescentes geralmente se destacam do caule e caem ao solo. Nas folhas senescentes verifica-se:

a) O aumento do teor auxínico e desaparecimento da camada de abscisão.

b) Queda do teor auxínico e desaparecimento da camada de abscisão.

c) Manutenção do teor auxínico e formação da camada de abscisão.

d) Queda do teor auxínico e formação da camada de abscisão.

e) Aumento do teor auxínico e formação da camada de abscisão.

08. (ACAFE-SC) As auxinas são hormônios relacionados com o crescimento dos vegetais.

08

O gráfico acima demonstra que:

I. A auxina nem sempre estimula o crescimento, podendo também inibi-lo, dependendo da sua concentração e do órgão onde atua.

II. Concentrações maiores de auxina estimulam o crescimento do caule e passam a inibir o da raiz.

III. O ótimo de concentração de auxina não varia para as diferentes partes de uma mesma planta.

Estão corretas:

a) I e II.

b) I, II e III.

c) I e III.

d) apenas I.

e) Apenas II.

09. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0  0 – A  aplicação  de auxina  no ovário  de uma  flor não fecundada, determina a formação de frutos com sementes.

1 1 – A auxina é responsável, através de distribuição desigual, pela curvatura de órgãos vegetais em resposta à luz e à gravidade.

2  2 – As auxinas são produzidas nos meristemas apicais.

3  3 –  Quando  o nível  de auxina de  uma folha  baixa  acentuadamente, podemos pressupor que ela esteja atingindo a fase senescente.

4 4 – Nas folhas senescente verifica-se manutenção do teor de auxina e formação da camada de abscisão.

10. (UNESP) Ao se fazer uma cerca viva, podam-se os ápices das plantas. Essa técnica, desenvolvida pelos agricultores muito antes de se conhecer os hormônios vegetais, consiste em:

a) Estimular a dominância apical.

b) Estimular a dormência das gemas laterais.

c) Estimular a produção de auxina para manter a dominância apical.

d) Impedir a quebra da dormência das gemas laterais.

e) Impedir a produção de auxinas pelas gemas apicais, que inibem as gemas laterais.

11. (MARCK) Carros frigoríficos são usados para transportar frutos a grandes distâncias, sem que amadureçam. Isso é possível, pois a baixa temperatura:

a) Acelera o processo de respiração e aumenta a auxina.

b) Inibe a síntese do gás etileno e reduz a respiração.

c) Aumenta a quantidade de ácidos e interrompe a fotossíntese.

d) Inibe a decomposição da clorofila e aumenta a produção do etileno.

e) Inibe a respiração e acelera a fotossíntese.

12. (UEL) Muitas pessoas cortam folhas de violeta-africana e as enterram parcialmente para que enraízem e formem novos indivíduos. Em relação a este fato, é correto afirmar:

a) Só as gemas na planta adulta produzem auxinas para o enraizamento.

b) O ácido abscísico é o principal fitormônio envolvido na formação das plantas-filhas.

c) As giberelinas inibem a dominância apical.

d) As auxinas estimulam o enraizamento e também o alongamento celular.

e) Só se formam raízes se a citocinina estiver em concentração elevada.

13. (COVEST) Iluminando-se uma plântula unilateralmente, um determinado hormônio vegetal tende a migrar de modo a ficar mais concentrado no lado menos iluminado da planta, o que estimula o crescimento das células desse lado, provocando o encurvamento do coleóptilo em direção à fonte de luz, como mostrado na figura abaixo. Este efeito é denominado de fototropismo positivo e é causado pelo seguinte hormônio:

13

a) Auxina.

b) Ácido abscísico.

c) Giberelina.

d) Etileno.

e) Citocinina.

14. (COVEST) Sobre os hormônios vegetais, pode-se afirmar:

I   II

0  0 – As auxinas  são  fitormônios  de  crescimento  e entre  elas o  Ácido Indolacético (AIA) é o mais conhecido.

1  1 – O AIA apresenta  um  deslocamento   polarizado  circulando   no  sentido ápice – base de um determinado órgão – ou seja, das regiões onde é produzido para as regiões onde promoverá o crescimento.

2  2 – O etileno é um hormônio vegetal que provoca o crescimento do caule e das folhas e acelera a germinação das sementes.

3  3 – As citocininas  regulam a abscisão  de folhas e  provocam  a maturação de frutos.

4  4 – Alguns hormônios como as giberelinas são usadas como  herbicida seletivo, provocando a morte de dicotiledôneas herbáceas.

15. (FATEC) O gráfico a seguir representa o efeito da concentração de auxina (AIA – Ácido Indol-Acético) sobre o crescimento de diferentes estruturas de uma planta.

15

De acordo com esses dados, pode-se afirmar que:

a) A concentração de auxina, que causa um crescimento ótimo no caule, inibe fortemente o crescimento da raiz.

b) A auxina em grandes concentrações acelera o crescimento radicular.

c) A mesma concentração de auxina promove crescimento igual e uniforme do caule e da raiz.

d) A auxina sempre inibe o desenvolvimento das gemas.

e) O ótimo de concentração de auxina não varia para as diferentes estruturas da planta.

16. (UFGO) As experiências de Fritz Went, em relação ao crescimento vegetal, mostraram que esse crescimento é controlado pelos hormônios (auxinas). Analise a experiência que seque e depois assinale a alternativa correta. “Cortou-se a ponta de um coleóptilo de gramínea e, em seguida, colocou-se a ponta sobre um pedaço de ágar-ágar (meio de cultura); depois de certo tempo, colocou-se esse ágar-ágar sobre outro coleóptilo recentemente decapitado e este cresceu normalmente”. O experimento de Went mostra que:

a) Os coleóptilos recentemente decapitados aproveitam o ágar-ágar em seu desenvolvimento.

b) Os ápices dos coleóptilos produzem determinadas substâncias de crescimento que se difundem no ágar-ágar.

c) Os aminoácidos do ágar-ágar foram capazes de evitar o processo de crescimento.

d) A formação de hormônios de crescimento ocorre no meio de cultura, independentemente da presença dos coleóptilos.

e) Nenhuma das anteriores.

17. (FUVEST) O ponto vegetativo apical de um grupo de plantas foi retirado e substituído por uma pasta de lanolina misturada com um hormônio. Para verificar se é esse hormônio que inibe o desenvolvimento das gemas laterais, o procedimento adequado é usar um outro grupo de plantas como controle e nesse grupo, após o corte:

a) Colocar uma pasta de ágar misturada com o hormônio.

b) Aspergir uma solução nutritiva na região cortada.

c) Colocar apenas lanolina na região cortada.

d) Retirar também as gemas laterais.

e) Colocar a mesma pasta utilizada no grupo experimental, mantendo as plantas no escuro.

18. (UFRN) Quando a planta é podada, geralmente as gemas laterais se desenvolvem porque:

a) A produção de citocinina aumenta, principalmente nos ramos podados.

b) A planta passa a ser estimulada pelo etileno liberado pela região ferida.

c) A planta passa a produzir ácido giberélico, para haver abscisão foliar.

d) A perda da dominância apical reduz a concentração da auxina.

19. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I    II

0  0 – Após o amadurecimento do fruto, geralmente ocorre aumento do teor de auxina e formação da camada de abscisão.

1  1 – Uma raiz jovem, colocada horizontalmente, exibe um geotropismo positivo quando a auxina se concentra na sua região inferior.

2  2 – Um caule jovem, colocado horizontalmente, exibe um geotropismo negativo, quando a auxina se concentra na sua região superior.

3  3 – Os caules  em crescimento  se voltam  para a luz  porque  há aumento  de produção de hormônios no lado não iluminado.

4  4 – As auxinas em doses altas sempre aceleram o crescimento e em doses baixas sempre retardam o crescimento.

20. (UFSM) “No processo de poda das plantas, o corte da gema apical promove o desenvolvimento das gemas laterais, originando muitos ramos, flores e frutos.” O texto refere-se ao fenômeno de:

a) Dominância apical, controlado pela auxina.

b) Abscisão, controlado pela giberelina.

c) Dominância apical, controlado pela água.

d) Abscisão, controlado pelo etileno.

e) Dominância apical, controlado pela ficoeritrina.

21. (FCC) Uma planta envasada é colocada em posição horizontal como mostra o esquema abaixo:

21

Espera-se que a raiz:

a) E o caule parem de crescer.

b) E o caule continuem a crescer horizontalmente.

c) E o caule apresentem geotropismo positivo.

d) Apresente geotropismo positivo e o caule geotropismo negativo.

22. (UFF) Dividiu-se um cacho de bananas verdes em duas partes: a primeira foi colocada em um saco pouco arejado e a segunda foi exposta ao ar. Após alguns dias, verificou-se que as frutas colocadas no saco amadureceram mais rapidamente. Isto se deu em consequência:

a) Da diminuição da pressão parcial de O2 que estimula a liberação de auxina.

b) Do aumento da pressão parcial de CO2 que estimula a liberação de giberelinas.

c) Da liberação de um hormônio de natureza gasosa.

d) Da liberação de ácido abscísico, hormônio de natureza proteica.

e) Da diminuição da ação das auxinas que são ativadas pela luz.

23. (CESCRANRIO) Cultivando-se uma plantinha em ambiente escuro provido de uma pequena abertura, de modo a permitir uma iluminação unilateral, verifica-se que o vegetal cresce inclinando-se em direção à fonte luminosa. Tal curvatura é explicada:

a) Pela maior concentração de clorofila na face iluminada.

b) Pela ausência de um tecido de sustentação, suficientemente desenvolvido, capaz de manter o vegetal em sua posição normal.

c) Pela maior concentração de auxina na face iluminada, provocando seu maior crescimento e consequente inclinação do vegetal.

d) Pela maior atividade meristemática na face iluminada resultante da presença de pigmentos.

e) Pela distribuição desigual de auxina nas faces iluminada e escura do vegetal, ocorrendo maior concentração na face escura.

24. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

I   II

0   0 – Alguns hormônios como as giberelinas são usados como herbicida seletivo, provocando a morte de dicotiledôneas herbáceas.

1   1 – Caules e raízes apresentam a mesma sensibilidade à auxina.

2  2 – O efeito produzido pelas auxinas, sobre diferentes partes dos vegetais, independe sempre de sua concentração.

3  3 – A auxina nem sempre estimula o crescimento, podendo também inibi-lo, dependendo da sua concentração e do órgão onde atua.

4  4 – A aplicação de auxina no ovário de uma flor não fecundada, determina a formação de frutos sem sementes.

25. (UNIRIO) O gráfico abaixo relaciona o efeito de diferentes concentrações de auxina sobre o crescimento de uma raiz:

25

A análise do gráfico permite identificar como concentração ótima de estimulação o ponto de número:

a) I.

b) II.

c) III.

d) IV.

e) V.

26. (FCC) Considere as seguintes afirmações:

I. O crescimento nas plantas ocorre em regiões onde existem meristemas.

II. As auxinas influenciam diferentemente o crescimento do caule e da raiz.

III. Nas plantas, o crescimento é regulado por hormônios.

Dessas afirmações:

a) Apenas I é verdadeira.

b) Apenas II é verdadeira.

c) Apenas III é verdadeira.

d) Apenas II e III são verdadeiras.

e) I, II e III são verdadeiras.

27. (PUC-SP) O mecanismo de brotamento nos vegetais após a realização da poda baseia-se no fato de terem sido eliminados órgãos:

a) Formadores de AIA, cujo excesso inibe o crescimento de outras gemas.

b) Inibidores da formação de AIA, que provia o crescimento de outras gemas.

c) Que utilizavam todo AIA da planta, promotor de crescimento.

d) Que destruíam todo AIA da planta.

e) Que impediam a síntese de AIA.

28. (FCC) Numa experiência, retirou-se o limbo de metade das folhas de certo número de plantas da mesma espécie, que foram divididas em dois lotes. Nas plantas do lote I, os pecíolos foram recobertos com lanolina e, nas do lote II, usou-se uma mistura de lanolina com um hormônio, o ácido indolilacético (AIA). Os pecíolos das plantas do lote I caíram logo e os do lote II permaneceram nas plantas tanto tempo quanto as folhas normais. Com esses dados, pode-se supor que a queda das folhas deve-se:

a) À presença de um hormônio sintetizado pelo limbo.

b) À presença de um hormônio sintetizado pelo pecíolo.

c) À perda de água pelo pecíolo.

d) A um excesso de hormônio no pecíolo.

e) À falta de hormônios no pecíolo.

29. (COVEST) Com relação a hormônios vegetais, é verdadeiro afirmar que:

I   II

0  0 – Dentre as auxinas, a mais comum é o AIA (Ácido Indolilacético), cuja síntese é sempre realizada nos meristemas da planta e tem transporte polarizado no sentido ápice-base dos centros de produção.

1  1 – O AIA nem sempre estimula o crescimento vegetal e, dependendo de sua concentração e do órgão onde atua, pode também inibi-lo.

2  2 – A chamada “Poda de Produção” dos fruticultores, com a finalidade de aumentar o número de ramos e, consequentemente, o de flores e de frutos, fundamenta-se na remoção da gemas laterais dessas plantas, para que seja cessada a ação inibidora do AIA sobre o crescimento da gema apical.

3  3 – A quantidade de AIA numa folha é diretamente proporcional a sua idade, e, quando esta concentração atinge um valor maior do que o existente no caule, no ponto de inserção no pecíolo, a folha cai.

4  4 – O etileno é um hormônio vegetal que induz a abscisão de folhas, flores e frutos, sendo a abscisão foliar mais acentuada em folhas mais vermelhas, pobre em auxinas.

30. (FUVEST) Para se obter a ramificação do caule de uma planta, como a azaleia, por exemplo, deve-se:

a) Aplicar adubo com alto teor de fosfato na planta, de modo a estimular a síntese de clorofila e maior produção de ramos.

b) Aplicar o hormônio auxina nas gemas laterais, de modo a estimular o seu desenvolvimento e consequentemente produção de ramos.

c) Manter a planta par algum tempo no escuro, de modo a estimular a produção de gás etileno, um indutor de crescimento caulinar.

d) Cortar as pontas das raízes, de modo a evitar seu desenvolvimento e permitir maior crescimento das outras partes da planta.

e) Cortar as pontas dos ramos, de modo a eliminar as gemas apicais que produzem hormônios.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

A

B

A

FFFVV

C

D

D

A

FVVVF

E

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

B

D

A

VVFFF

A

B

C

D

FVFFF

A

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

D

C

E

FFFVV

A

E

A

E

VVFFV

E

Anúncios

Responses

  1. Professor este assunto é bem específico certo? Comecei ontem meus estudos para o enem deste ano e meus professores falaram em sala que detalhes não serão mais cobrados no ENEM. Estou confuso, continuo estudando por estas questões que o sr. posta ou devo procurar questões voltadas especificamente para o ENEM. Eles disseram tb que para passar pra medicina agora, que é o que e quero, vc tem q saber mais português e matemática do que biologia e química, procede a informação?

    Obrigado pela atenção.

    • Caro Diego
      Se você pretende ter sucesso no vestibular, particularmente de medicina, deve estudar bastante. Só dessa forma, você alcançará seus objetivos. Esta é a minha orientação.
      Abraços
      Djalma Santos

  2. Mas o Sr. acha que estes assuntos são importantes ou devo focar mais as questões ambientais que o que enem cobra?

    Obrigado.

    • Prezado Diogo
      Veja minha opinião na resposta ao seu comentário do dia 02.02.2012. O vestibular exige sacrifício.
      Muito estudo.
      Djalma Santos

  3. Professor Djalma, na produção de frutos patenocarpos usa-se apenas Giberelinas?

    • Caro Daniel
      As auxinas induzem, artificialmente, a produção de frutos na ausência de fecundação, originando frutos desprovidos de sementes, denominados partenocárpicos. Dessa forma, não são apenas as giberelinas que produzem frutos partenocárpicos.
      Um forte abraço
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: