Publicado por: Djalma Santos | 24 de maio de 2012

Testes de sistema endócrino

01. (UESPI) Sobre a integração hormonal necessária para equilibrar os níveis de glicose no sangue, observe a figura abaixo e assinale a alternativa correta.

01

a) Alimentos ricos em carboidratos (1) inibem as células alfa (2) a produzirem insulina e estimulam (3) células beta a produzirem glucagon.

b) A produção de insulina por células beta (4) estimula a glicogenólise no fígado (5).

c) Alimentos pobres em carboidratos (6) inibem células beta (7) e estimulam células alfa (8) a produzirem glucagon.

d) A secreção de insulina por células beta (4) estimula a glicogênese, enquanto que a secreção de glucagon por células alfa (9) estimula a glicogenólise.

e) Por estimulo da insulina (9), alimentos pobres em carboidratos induzem a liberação de glicose na corrente sanguínea pelo fígado (10).

02. (UFPB) O estilo de vida nas grandes cidades provoca um constante estado de tensão, devido ao transito, às exigências no trabalho, à crescente violência, entre outros fatores. Essa permanente tensão tem como uma de suas consequências o aumento de problemas cardiovasculares na população, hoje considerado pela Organização Mundial de Saúde como uma das principais causas de óbitos. Dentre os mecanismos para diminuir o efeito do estresse diário, em pessoas com problemas cardiovasculares, o uso de β-Bloqueadores é considerado uma opção bastante eficiente por diminuir a ação dos hormônios produzidos em situações de estresse que levam ao aumento da pressão sanguínea. Nesse sentido, admite-se que o uso de β-Bloqueadores diminui a ação do hormônio:

a) Testosterona.

b) Insulina.

c)Tiroxina.

d) Adrenalina.

e) Hidrocortisona.

03. (UDESC) Os hormônios agem como mensageiros químicos e atuam em receptores específicos nas membranas celulares. Associe as colunas abaixo:

1. Paratormônio.

2. Somatrotófico.

3. Cortisol – glicocorticoide.

4. Calcitonina.

5. Ocitocina.

(  ) Promove a conversão de aminoácidos e lipídeos em glicose pelo fígado.

(  ) Estimula a liberação de leite e a contração do útero.

(  ) Controla a concentração de cálcio no sangue.

(  ) Diminui a liberação de cálcio no sangue.

(  ) Estimula o crescimento corporal, a síntese proteica e é hiperglicemiante.

Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo.

a) 4 1 2 5 3.

b) 3 2 4 1 5.

c) 1 5 4 2 3.

d) 3 5 1 4 2.

e) 1 4 5 3 2.

04. (UFG) O esquema a seguir relaciona o aleitamento materno exclusivo a um benefício para a mãe puérpera no início da lactação.

04

Os números 1, 2 e 3 desse esquema correspondem, respectivamente, à estimulação de uma glândula, à produção de um hormônio e a uma ação fisiológica no organismo da mãe puérpera, sendo:

1

2

3

a

Hipotálamo

GnRH

Produção de FSH/LH

b

Adeno-hipófise

FSH

Foliculogênese

c

Adeno-hipófise

LH

Ovulação

d

Neuro-hipófise

Prolactina

Ejeção do leite

e

Neuro-hipófise

Ocitocina

Contração uterina

05. (UEMG)                              Leia o texto a seguir:

HORMÔNIO DO CRESCIMENTO

O que é? É um hormônio existente em todas as pessoas normais, que é produzido pela glândula hipófise, situada na base do crânio. A sua estrutura de aminoácidos é conhecida há mais de 40 anos e há mais de 10 anos foi sintetizado através de técnicas transgênicas, estando disponível para uso em diversas situações.

Qual a sua função no organismo? É importante para o crescimento desde os primeiros anos de vida até o fechamento das cartilagens de crescimento dos ossos (epífises), o que ocorre no final da puberdade, em geral, entre os 15 e os 20 anos de idade.

Possui também importantes funções no metabolismo, principalmente:

– aumento da síntese de proteínas (principalmente nos ossos e músculos);

– diminui a deposição de gorduras em algumas regiões do organismo, como o abdômen e o tronco;

– aumento das necessidades de insulina pelo organismo;

– retenção de sódio e eletrólitos;

– aumento da absorção intestinal e eliminação renal de cálcio.

Extraído de: http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php? Acesso em 12/9/2010

As informações fornecidas no texto acima e outros conhecimentos que você possui sobre o assunto permitem concluir corretamente que o hormônio do crescimento:

a) Tem efeito proteinolítico.

b) Tem ação hipoglicemiante.

c) Estimula o metabolismo anabólico.

d) Reduz a pressão sanguínea.

06. (COVEST) A associação entre adrenalina (epinefrina) e as emoções tornou-se tão popular que este hormônio passou a ser sinônimo de esportes radicais, situações de risco e sentimentos fortes. Identifique abaixo as propriedades da adrenalina.

I   II

0  0 – Mobiliza as reservas energéticas, de sorte a baixar os níveis de glicose na corrente sanguínea.

1   1  – Aumenta os batimentos cardíacos e diminui os movimentos respiratórios.

2 2 – É secretado pelo córtex da glândula adrenal e pelas terminações do sistema nervoso simpático.

3  3 – Reduz o diâmetro dos brônquios pelo relaxamento de sua musculatura.

4  4 – Aumenta a pressão arterial sistólica.

07. (UFAM) A secreção de hormônios é essencial para a manutenção da homeostase dos organismos face às alterações nutricionais, minerais e hídricas às quais os corpos são submetidos diariamente. Graças a Claude Bernard (1813-1878), a disciplina Fisiologia foi reconhecida como uma das bases para o entendimento da vida. Dada a sua importância, relacione as colunas abaixo:

COLUNA I

1. Tireoide.

2. Pâncreas.

3. Ovários.

4. Testículos.

5. Glândula pineal.

COLUNA II

a. Testosterona.

b. Calcitonina.

c. Progesterona.

d. Melatonina.

e. Glucagon.

A sequência que relaciona corretamente a coluna I com a coluna II é:

a) 1 – b; 2 – e; 3 – c; 4 – a; 5 – d.

b) 1 – a; 2 – b; 3 – c; 4 – d; 5 – e.

c) 1 – e; 2 – b; 3 – c; 4 – a; 5 – d.

d) 1 – c; 2 – d; 3 – e; 4 – a; 5 – b.

e) 1 – d; 2 – e; 3 – c; 4 – a; 5 – b.

08. (UECE) A glândula que estimula a liberação do cálcio dos ossos, por meio do hormônio que produz é o(a):

a) Pâncreas.

b) Paratireoide.

c) Hipófise.

d) Supra-renal.

09. (UNCISAL) A regulação endócrina no homem tem uma grande importância fisiológica. Com relação aos hormônios antidiurético e a aldosterona, respectivamente, assinale a alternativa correta.

a) Aumenta a reabsorção renal de sal e de água.

b) Ocasiona diabetes insípidos e diabetes melito.

c) Ocasiona diabetes melito e retenção de sal.

d) Hormônio mineralocorticoide e hormônio proteico.

e) Liberado pela neurohipófise e pela suprarrenal.

10. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0 0 – No acidente  ocorrido  na usina  atômica de Chernobyl, a população local recebeu doses de um composto iodado. Esse procedimento foi realizado com o objetivo de “saturar” de iodo a hipófise, a fim de evitar a incorporação de iodo radioativo.

1 1 – O pâncreas,  a exemplo  de outras  glândulas  como a  tiroide,  ovário, testículo e adrenal, é controlado, diretamente, pela hipófise.

2 2 – Retirando-se  o lobo  posterior da  hipófise de um animal de laboratório, antes de seu desenvolvimento, espera-se que o animal apresente diabete insípida por falta de ADH (hormônio antidiurético).

3 3 – A  secreção do paratormônio  é regulada,  basicamente, pela concentração de sódio no sangue.

4 4 – As  paratireoides tem  por função  regular  a concentração  de cálcio e fosfato no plasma sanguíneo e influenciar seu metabolismo.

11. (UFT) A fisiopatologia do diabetes está relacionada a importantes alterações metabólicas induzidas por hormônios. Analise as assertivas a seguir e marque a alternativa correta:

a) A captação de glicose pelas células é facilitada pelo glucagon na ausência de insulina.

b) Na ausência de insulina, ou de receptores de insulina, a glicose fica acumulada no fígado até ser eliminada pela urina.

c) A insulina produzida e secretada pelas células beta do pâncreas se liga ao seu receptor na membrana plasmática permitindo a entrada da glicose na célula-alvo.

d) O diabetes é causado pela falta do hormônio insulina e por uma fraca responsividade do glucagon nos tecidos-alvo deste hormônio.

e) Altos níveis de glicose no sangue causam o movimento de água do sangue para as células por osmose, e os rins diminuem a eliminação de urina.

12. (UDESC) Assinale a alternativa corretaem relação aos hormônios que atuam no ciclo menstrual.

a) Estrogênio, progesterona, hormônio luteinizante e hormônio folículo estimulante.

b) Estrogênio, prolactina, testosterona, hormônio luteinizante e hormônio folículo estimulante.

c) Testosterona, hormônio luteinizante, hormônio folículo estimulante, ocitocina e progesterona.

d) Tiroxina, calcitonina, testosterona e progesterona.

e) Progesterona, triiodotiroxina, estrogênio e testosterona.

13. (UNICENTRO) É função do paratormônio no organismo humano:

a) Estimular a liberação de cálcio nos ossos.

b) Reduzir a absorção de cálcio no intestino.

c) Diminuir a reabsorção de cálcio nos rins.

d) Aumentar a taxa de glicose no sangue.

e) Elevar a pressão sanguínea.

14. (UFERSA) Após uma refeição, o organismo apresenta um aumento da glicose sanguínea, o que estimula o __________ a produzir __________.

a) pâncreas – insulina.

b) pâncreas – glucagon.

c) estômago – insulina.

d) estômago – glucagon.

15. (UFPI) O hormônio masculino denominado testosterona é produzido no interior dos testículos por células:

a) De Sertoli.

b) Intersticiais de Leydig.

c) Do epidídimo.

d) Que formam bulbo uretrais.

e) Que formam vesículas seminais.

16. (CEFET-MG) Hormônios são substâncias químicas que transferem informações e instruções entre as células, em animais e plantas. No quadro seguinte, a glândula associada corretamente ao hormônio produzido está na alternativa.

GLÂNDULAS

HORMÔNIOS

a

Pâncreas

Adrenalina

b

Hipófise

Somatotrófico.

c

Testículo

Progesterona

d

Ovário

Calcitocina

e

Tireoide

Paratormônio

17. (UDESC) Assinale a alternativa incorreta quanto às glândulas endócrinas e aos seus hormônios.

a) Glândulas suprarrenais – adrenalina, glândula paratireoide – hormônio paratormônio.

b) Hipófise – hormônio luteinizante, glândula paratireoide – hormônio paratormônio.

c) Tireoide – hormônio do crescimento, hipófise – hormônio calcitonina.

d) Glândulas suprarrenais – adrenalina, hipófise – hormônio do crescimento.

e) Tireoide – tiroxina e triiodotironina, glândula paratireoide – hormônio paratormônio.

18. (PUC-SP) Na tira de quadrinhos abaixo, faz-se referência a um caráter sexual secundário em uma espécie de felinos, cuja manifestação:

18

 

a) É típica de animais que apresentam nível baixo de andrógenos.

b) É típica de animais com constituição cromossômica XX.

c) Não acentua o dimorfismo sexual entre os representantes da espécie.

d) Deve-se à ação dos hormônios estrógeno e progesterona.

e) Tem relação com a atividade hipofisária e gonadal dos animais.

19. (CEFET-GO)                DIFERENTES ATÉ NO STRESS

A Ciência descobre por que homens e mulheres reagem de maneira oposta diante das tensões e aponta estratégias para diminuir os conflitos. Sob tensão, o corpo masculino produz menos testosterona. Isso eleva a irritação. No organismo feminino cai a serotonina. Ela fica mal-humorada.

(Revista Isto É)

Sobre a testosterona e a serotonina, assinale a alternativa correta.

a) A testosterona e a serotonina são hormônios produzidos na adeno-hipófise.

b) Tanto a testosterona quanto a serotonina são hormônios que estimulam a atividade sexual de homens e mulheres.

c) O hormônio testosterona é produzido nos testículos, responsável pelos caracteres secundários do homem, enquanto a serotonina é um neurotransmissor que existe naturalmente em nosso cérebro e está relacionada aos transtornos do humor.

d) Os hormônios testosterona e serotonina são respectivamente produzidos nos testículos e nos ovários.

e) A testosterona e a serotonina são neurotransmissores que agem no córtex cerebral de homens e mulheres, atuando no humor.

20. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

I   II

0   0 – O cortisol é um corticoide produzido pelas suprarrenais.

1  1 – O hormônio antidiurético (ADH) é produzido no hipotálamo, passa para o lóbulo posterior da hipófise (neuroipófise) e daí pode ser liberado no sangue.

2  2 – Se a taxa de ADH liberada na circulação diminuir muito, torna-se grande o volume de urina (aumenta a diurese).

3  3 – O hormônio aldosterona é produzido na região cortical da hipófise e tem a função de diminuir a reabsorção do sódio e da água nos túbulos renais.

4  4 – Na liberação do hormônio aldosterona, duas outras substâncias estão implicadas, a renina (rins) e a angiotensina (plasma sanguíneo).

21. (UNIMONTES) O glucagon, hormônio secretado pelas células alfa das ilhotas de Langerhans, é muito importante, principalmente para evitar que ocorra uma hipoglicemia acentuada no organismo de uma pessoa. Um dos mecanismos que o glucagon utiliza para aumentar a glicemia é:

a) O aumento na utilização de glicose pelas células.

b) O aumento da glicogenólise.

c) O aumento da gliconeogênese.

d) O aumento no transporte de aminoácidos através da membrana celular.

22. (CEFET-PE) A figura abaixo mostra a localização de uma importante glândula endócrina. Essa glândula apresenta duas porções: uma anterior e uma posterior e está relacionada com o controle de diversas outras glândulas na espécie humana. Sobre essa glândula, seus hormônios e respectivas funções, assinale a única alternativa correta.

22

a) A adenoipofise ou porção anterior da hipófise produz o hormônio luteinizante que age sobre as gônadas.

b) A neuroipofise produz a prolactina ou hormônio lactogênico que age sobre as glândulas mamarias.

c) A neuroipofise produz o hormônio antidiurético que age sobre os rins, diminuindo o volume de urina produzido.

d) A adenoipofise produz o hormônio tiroxina (T4) que age sobre a tireoide, estimulando o seu funcionamento.

e) A neuroipofise produz o hormônio adrenocorticotrófico que age sobre o córtex das glândulas adrenais, controlando as suas funções.

23. (UFPI) A vasopressina causa a reabsorção de água pelos rins; a ocitocina aumenta a contração do músculo uterino, durante o parto, e a ejeção de leite pela glândula mamária, durante a lactação. Marque a alternativa que contém a informação correta sobre o local que armazena e libera os hormônios citados.

a) Adeno-hipófise.

b) Neuro-hipófise.

c) Córtex adrenal.

d) Paratireoide.

e) Ovários.

24. (UFPR) Observe no quadro abaixo as concentrações de glicose no sangue (glicemia) de dois animais, antes e após a administração de um hormônio. O animal X recebeu insulina e o animal Y adrenalina (epinefrina). Os efeitos desses hormônios nesses animais são semelhantes aos observados em humanos.

Concentração de glicose no sangue (mg/dL)

Animal

Hormônio

Antes

Depois

X

Insulina

90

70

Y

Adrenalina

95

130

Um paciente diabético é tratado com doses diárias de insulina para controle de sua glicemia. Após ter sido assaltado, é encaminhado a um hospital sob efeito de um grande estresse. Com base nas ações dos hormônios insulina e adrenalina sobre a glicemia dos animais e nas alterações hormonais em situações de estresse, considere as seguintes questões:

1. Como está a glicemia do paciente quando ele dá entrada no hospital, comparada aos valores de antes da tentativa de assalto?

2. O médico deve alterar a dose de insulina que o paciente deverá receber naquele dia? Como?

Assinale a alternativa que apresenta as respostas corretas.

Assinale a alternativa que apresenta as respostas corretas.

a) 1 = Aumentada – 2 = Sim, deve aumentar.

b) 1 = Aumentada – 2 = Sim, deve diminuir.

c) 1 = Diminuída – 2 = Não, deve manter.

d) 1 = Diminuída – 2 = Sim, deve diminuir.

e) 1 = Inalterada – 2 = Não, deve manter.

25. (FCM-PB) Durante uma blitz no aeroporto de Congonhas – SP, R.F.S, 18 anos, sexo masculino, foi preso carregando drogas disfarçadas em suas roupas. A polícia desconfiou de R.F.S. por ele apresentar comportamento estranho ao ser abordado: transpirava bastante, estava visivelmente pálido, ritmo respiratório e batimentos cardíacos aumentados além de mostrar-se muito trêmulo. Diante dos sintomas apresentados por R.F.S., assinale abaixo qual o hormônio que o “denunciou” e qual a glândula produtora:

a) Epinefrina – tireoide.

b) Adrenalina – suprarrenal.

c) Adrenalina – pâncreas.

d) Somatotrofina – adrenal.

e) Glucagon – paratireoide

26. (UEPB) A hipófise possui 2 lobos bem desenvolvidos: o anterior ou adenoipófise, e o posterior ou neuroipófise. São hormônios produzidos pela adenoipófise:

a) Folículo estimulante (FSH), luteinizante (LH), adrenocorticotrópico (ACTH), tireoideotrópico (TSH), somatotropina e prolactina.

b) Folículo estimulante (FSH), luteinizante (LH), oxitocina, tireoideotrópico (TSH), somatotropina e prolactina.

c) Folículo estimulante (FSH), oxitocina, vasopressina, tireoideotrópico (TSH), somatotropina e prolactina.

d) Vasopressina, adrenocorticotrópico (ACTH), tireoideotrópico (TSH), somatotropina, luteinizante (LH) e prolactina.

e) Folículo estimulante (FSH), luteinizante (LH), adrenocorticotrópico (ACTH), tireoideotrópico (TSH), oxitocina e prolactina.

27.  (UFV)  Considere as seguintes afirmativas, relacionadas com o sistema endócrino humano:

I. A tireoide é a glândula produtora do hormônio tiroxina, também denominado de paratormônio, que participa da regulação de cálcio e fosfato no sangue.
II. O glucagon e a insulina são hormônios produzidos por grupos de células do pâncreas, denominados Ilhotas de Langerlhans, que participam do controle dos níveis de glicose no sangue.
III. A hipófise produz vários hormônios, como o gonadotrófico, o adrenocorticotrófico e o tireotrófico, que participam da regulação da atividade de outras glândulas endócrinas.
IV. As gônadas (ovários e testículos) também são glândulas endócrinas, que produzem hormônios responsáveis pelo amadurecimento sexual e pelas características sexuais secundárias da espécie.

Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I, II e III.

b) II, III e IV.

c) I, II e IV.

d) I, III e IV.

28. (UESPI) Pessoas diabéticas geralmente têm como um dos sintomas da doença a produção de urina com açúcar. Sobre o mecanismo de regulação hormonal do açúcar sanguíneo, observe a figura abaixo e aponte a alternativa correta.

28

a) A liberação de glucagon pelas células alfa pancreáticas, mostrada em 1, estimula a formação de glicogênio no fígado.

b) A liberação de insulina por células beta pancreáticas, mostrada em 2, estimula a liberação de açúcar pelas células adiposas.

c) A quebra de glicogênio do fígado é estimulada pela tripsina intestinal liberando açúcar no sangue, como mostrado em 3.

d) As células adiposas estimuladas por insulina absorvem glicose sanguínea diminuindo os níveis do açúcar circulante, como mostrado em 4.

e) Os níveis normais de açúcar no sangue em diabéticos somente podem ser obtidos com a administração mútua de insulina e glucagon.

29. (UPE) “Um estudo põe na berlinda o GH (hormônio do crescimento), uma das substâncias mais populares no combate ao envelhecimento”. Dentre os benefícios, estariam o ganho de massa muscular e o aumento do colágeno e do tônus da pele. Já outros estudos advertem que, em pessoas sem deficiência do hormônio, a utilização do GH possibilitaria o aparecimento de diabetes, lesões cardíacas e câncer de próstata.”

(Veja, fev.2007. Adaptado)

Após a leitura do texto acima sobre o hormônio GH, analise as afirmativas e conclua.

I    II

0   0 – Sendo um corticosteroide, é produzido pelo córtex das adrenais.

1   1 – É produzido no hipotálamo pelas células neurossecretoras.

2   2 – Também conhecido como somatotrofina, age no crescimento de vários tecidos e órgãos, particularmente nos ossos.

3   3 – É um hormônio hipofisário, e o seu excesso no adulto causa gigantismo.

4  4 – Atua acelerando o metabolismo, e sua deficiência na infância leva ao cretinismo com retardamento físico e mental.

30. (CEFET-PE) “Muitos medicamentos são lançados no mercado sem que passem por testes clínicos adequados e podem apresentar efeitos colaterais sérios e indesejáveis. Um dos melhores exemplos dos perigos envolvidos é o que ocorreu com o Rezolin, indicado para o tratamento de diabetes tipo 2. … Lançado em meio a uma campanha publicitária agressiva, o Rezolin foi consumido por cerca de 700000 americanos. Depois de três anos, noventa casos de cirrose, dez transplantes de fígado e sessenta e três mortes, essa bomba finalmente foi proibida.”

(Medicamentos condenados – Revista VEJA, Edição 2085, no. 44, de 05 de novembro de 2008)

O texto acima se refere a um medicamento usado para o controle da diabete mellitus. Sobre essa doença, e correto afirmar que:

a) É causada pela deficiência na produção do hormônio insulina pelas ilhotas pancreáticas. Esse hormônio estimula a glicogênese no fígado e o aumento da absorção de glicose pelos tecidos, fazendo reduzir a glicemia.

b) É causada pela deficiência na produção de insulina pelos ácinos pancreáticos e, consequentemente, pelo aumento da glicemia.

c) Caracteriza-se pela elevada taxa de glicose no sangue (hiperglicemia), provocada pela insuficiência renal, que não consegue eliminar a glicose acumulada no sangue.

d) Por apresentar uma elevada taxa de glicose no sangue, o portador da diabete mellitus deve ingerir diariamente uma dosagem do hormônio pancreático insulina que, agindo sobre o fígado, estimula a glicogenólise, fazendo diminuir a glicemia.

e) A diabetes mellitus não possui nenhuma relação com a produção de hormônios pancreáticos. Assim sendo, a única forma de reduzir a glicemia e o controle na ingestão de açúcares.

31. (UCPE) Numere os hormônios de acordo com os sítios onde são liberados:

1. Pâncreas.

2. Suprarrenal.

3. Hipófise.

4. Tireóide.

5. Rim

(   ) Insulina.

(   ) Hormônio do crescimento.

(   ) Hormônio tireotrófico.

(   ) Aldosterona.

(   ) Adrenalina.

a) 1, 5, 2, 2, 4.

b) 2, 3, 2, 2, 5.

c) 4, 1, 3, 3, 3.

d) 1, 3, 4, 3, 2.

e) 1, 3, 3, 2, 2.

32. (UESPI) Vários fatores interagem no processo de formação e estruturação definitiva dos ossos, sendo mais importantes a nutrição (vitamina D, cálcio e fósforo) e os hormônios da tireoide e da paratireoide. Tais hormônios mantêm a taxa de cálcio e fósforo no plasma sanguíneo, regulando as trocas desses dois elementos entre a matriz óssea e o plasma. (A) remove o cálcio do plasma, incorporando-o à matriz óssea e (B) remove o cálcio da matriz óssea, levando-o ao plasma, como mostra a figura abaixo.

32

(A) e (B) são respectivamente:

a) Tirocalcitonina e paratormônio.

b) Paratormônio e tirocalcitonina.

c) Ocitocina e somatotrofina.

d) Somatotrofina e ocitocina.

e) Tirocalcitonina e somatotrofina.

33. (FGV)                                   FORÇA ARTIFICIAL.

Dois ídolos são pegos usando testosterona e mostram que “doping” é regra, não exceção. Dois casos de “doping” envolvendo ídolos americanos chamaram a atenção não apenas pela fama dos acusados, mas também pela substância detectada nos exames de ambos: a testosterona.

(“Veja”, 09.08.2006)

A presença de testosterona no organismo dos atletas pode ser considerada “doping”:

a) Quando em atletas homens na idade adulta, pois ela é produzida e só pode ser detectada no organismo no início da puberdade.

b) Apenas quando em atletas mulheres, uma vez que o organismo feminino não a produz.

c) Apenas quando em atletas homens, uma vez que o organismo masculino não a produz.

d) Quando em atletas homens ou mulheres, caso sua concentração esteja muito acima da normal.

e) Se for detectada em qualquer concentração no organismo, pois assim que é produzida pela tireoide, é imediatamente metabolizada.

34. (PUC-MG) O esquema abaixo mostra a localização de glândulas em um boneco, que representa a espécie humana. É correto afirmar sobre as glândulas do esquema, exceto:

34

a) As estruturas 4 e 5 produzem hormônios que atuam em caracteres sexuais masculinos.

b) O hormônio produzido em 3 atua no metabolismo basal e, em altas taxas, pode provocar agitação e nervosismo.

c) Os hormônios produzidos em 2 podem atuar também nas glândulas 3, 5, 6 e 7 estimulando a produção de outros hormônios.

d) Os hormônios produzidos pelas glândulas 3 e 8 regulam o nível de cálcio no sangue.

35. (OLIMPÍADA BRASILEIRA DE BIOLOGIA) Quando um animal superior (como qualquer um dos mamíferos domésticos) apresenta uma deficiência fisiológica tal que obrigue o criador a lhe fornecer uma dieta que contenha quantidades elevadas de íons sódio (na+), isso significa que:

a) A deficiência está relacionada à hipófise, que apresenta uma redução da taxa de secreção de somatotrofina.

b) A deficiência está relacionada à tireoide, que apresenta uma secreção excessiva de tiroxina.

c) A deficiência está relacionada ao pâncreas, que apresenta uma secreção excessiva de bicarbonato.

d) A deficiência está relacionada às suprarrenais, que apresenta uma secreção excessiva de adrenalina.

e) A deficiência está relacionada às suprarrenais, que apresenta uma redução da taxa de secreção de aldosterona.

36. (UEL) Os consumidores de cerveja sabem que, depois de algum tempo de consumo, é inevitável o desejo de micção. Esse fenômeno é decorrente da diminuição da secreção de ADH (hormônio antidiurético), levando a um aumento do volume de urina. Os usuários de cerveja também sabem que, se tomada em excesso, o álcool nela presente causa distúrbios comportamentais que só se extinguem, paulatinamente, com a degradação metabólica do álcool. Com base nessas informações e nos conhecimentos sobre o tema, assinale a alternativa que indica, correta e respectivamente, o efeito do ADH nos túbulos renais e o local de degradação metabólica do álcool.

a) Aumento de secreção de água para o filtrado glomerular; peroxissomos de células tubulares do rim.

b) Diminuição da reabsorção de água do filtrado; retículo liso de células tubulares renais.

c) Aumento da reabsorção de sódio do filtrado glomerular; retículo granular de macrófagos hepáticos.

d) Aumento da reabsorção de água do filtrado glomerular; retículo liso de células hepáticas.

e) Diminuição da reabsorção de sódio do filtrado glomerular; lisossomos de células das glândulas sudoríparas.

37. (UEL) “Eu amava Capitu! Capitu amava-me! E as minhas pernas andavam, desandavam, estacavam trêmulas e crentes de abarcar o mundo. Esse primeiro palpitar da seiva, essa revelação da consciência a si própria, nunca mais me esqueceu, nem achei que lhe fosse comparável a qualquer outra sensação da mesma espécie”.

(ASSIS, Joaquim Maria Machado de. “Dom Casmurro”. São Paulo: Mérito, 1962. p. 41.)

Ao descrever: “E as minhas pernas andavam, desandavam, estacavam trêmulas e crentes de abarcar o mundo” Machado de Assis relatava a sensação de Bentinho ao pensarem Capitu. Combase nos conhecimentos sobre hormônios, é correto afirmar que o comportamento descrito é devido à liberação de.

a) Adrenalina pela região medular da adrenal, que promove aceleração no ritmo cardíaco e lividez na pele.

b) Aldosterona pela medular da adrenal, que promove a formação de urina hipertônica e aumenta a pressão arterial.

c) Acetilcolina pela placa motora, que promove contração muscular e aumento da irrigação da derme.

d) Tiroxina pela tireoide, que reduz a atividade respiratória das células e diminui a sudorese.

e) Testosterona pelas células de Leydig do testículo, que aumenta a massa muscular e reduz a frequência respiratória.

38. (UNIRIO) Se um extrato fresco, proveniente de um macerado de tecido adrenal, for injetado em ratos anestesiados, constata-se um grande aumento da reabsorção de sódio pelos néfrons. Como consequência direta deve-se esperar que ocorra:

a) Maior formação de urina.

b) Redução da reabsorção de água.

c) Diminuição da pressão arterial

d) Aumento da pressão osmótica sanguínea.

e) Perda de solutos do sangue.

39.  (UFPR) O esquema abaixo contém dados sobre a função endócrina na mulher.

39

Com base nesse esquema, é correto afirmar:

I   II

0  0 – A glândula X, ou hipófise produz, entre outros, o hormônio H1, ou adrenocorticotrópico (ACTH).

1  1 – O ovário produz H2, ou estrógeno, se for estimulado pelo hormônio folículo-estimulante (FSH), proveniente da glândula X.

2  2 – O hormônio luteinizante (LH) é capaz de manter a produção de progesterona pelo corpo lúteo ovariano.

3  3 – A glândula Z, ou adrenal, pode liberar também a adrenalina, um hormônio importante no preparo do organismo para reação de alarme e fuga.

4  4 – Altos níveis plasmáticos de hormônios tireoidianos levam a uma redução na produção do hormônio estimulante da tireoide (TSH), fenômeno denominado retroalimentação e essencial na homeostase do organismo.

40. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s)

I  II

0 0 – O  pâncreas é uma das glândulas que tem sua secreção regulada diretamente pela hipófise.

1 1 – A concentração  de glicose é  mantida  no sangue  por ação,  apenas,  de insulina e adrenalina.

2 2 –  Nos mamíferos, os hormônios cortisol e cortisona, atuam, principalmente, no metabolismo dos minerais e são produzidos pelo córtex adrenal, sob ação do ACTH, hormônio hipofisário.

3 3 – Atuando no metabolismo dos carboidratos, a tiroxina,  tem como principal papel funcional regular a glicemia.

4 4 – O  cretinismo  e o  nanismo  estão  relacionados,  respectivamente  com alteração funcionais da hipófise e da tireoide.

41. (FUVEST) O gráfico abaixo mostra os níveis de glicose no sangue de duas pessoas (A e B), nas cinco horas seguintes, após elas terem ingerido tipos e quantidades semelhantes de alimento. A pessoa A é portadora de um distúrbio hormonal que se manifesta, em geral, após os 40 anos de idade. A pessoa B é saudável. Qual das alternativas indica o hormônio alterado e a glândula produtora desse hormônio?

41

a) Insulina; pâncreas.

b) Insulina; fígado.

c) Insulina; hipófise.

d) Glucagon; fígado.

e) Glucagon; suprarrenal.

42. (UFMG) A disfunção das glândulas 1, 2, 3 e 4 representadas no esquema abaixo, poderá causar, respectivamente:

42

a) Nanismo, bócio, diabetes e pressão alta.

b) Diabetes, pressão alta, bócio e nanismo.

c) Pressão alta, nanismo, diabetes e bócio.

d) Pressão alta, bócio, nanismo e diabetes.

e) Bócio, pressão alta, nanismo e diabetes.

43. (CESGRANRIO) A concentração de glicose no sangue depende da atuação de dois hormônios, como mostra o esquema abaixo:

43

Estes hormônios, representados pelas letras A e B são, respectivamente:

a) Insulina e glucagon.

b) Insulina e adrenalina.

c) Adrenalina e glucagon.

d) Adrenalina e insulina.

e) Glucagon e insulina.

44. (MACK) Assinale a alternativa correta a respeito das estruturas A e B do esquema abaixo.

44

 

a) Todos os hormônios secretados por B são produzidos em A.

b) A diabetes insípida é causada por uma disfunção de A.

c) B é responsável pela regulação do funcionamento do pâncreas.

d) A produz a prolactina, hormônio responsável pela produção de leite.

e) B indica o hipotálamo.

45. (UFPB) O estilo de vida nas grandes cidades provoca um constante estado de tensão, devido ao transito, às exigências no trabalho, à crescente violência, entre outros fatores. Essa permanente tensão tem como uma de suas consequências o aumento de problemas cardiovasculares na população, hoje considerado pela Organização Mundial de Saúde como uma das principais causas de óbitos. Dentre os mecanismos para diminuir o efeito do estresse diário, em pessoas com problemas cardiovasculares, o uso de β-Bloqueadores é considerado uma opção bastante eficiente por diminuir a ação dos hormônios produzidos em situações de estresse que levam ao aumento da pressão sanguínea. Nesse sentido, admite-se que o uso de β-Bloqueadores diminui a ação do hormônio:

a) Testosterona.

b) Insulina.

c)Tiroxina.

d) Adrenalina.

e) Hidrocortisona.

46. (COVEST) Na figura abaixo, os órgãos produtores de hormônios estão indicados por números.

46

Os números de1 a 5 correspondem, respectivamente, a:

a) Hipófise, tireoide, pâncreas, adrenal, testículo.

b) Hipófise, amígdala, pâncreas, adrenal, testículo.

c) Tálamo, tireoide, baço, adrenal, testículo.

d) Tálamo, amígdala, pâncreas, baço, próstata.

e) Hipófise, tireoide, pâncreas, baço, próstata.

47. (VUNESP) Considere as seguintes funções de controle do sistema endócrino:

I. Concentração de cálcio e fósforo.

II. Crescimento geral do corpo.

III. Atividade das gônadas.

IV. Metabolismo do açúcar no corpo dos mamíferos.

As glândulas que correspondem a estas funções são, respectivamente:

a) Paratireoides – hipófise – hipófise – timo.

b) Tireoide – hipófise – hipófise – pâncreas.

c) Hipófise – suprarrenal – pâncreas – tireoide.

d) Supra-renal – hipófise – timo – pâncreas.

e) Paratireoides – hipófise – hipófise – pâncreas.

48. (PUC-CAMPINAS) Uma dieta baseada em carboidratos, é desaconselhada para indivíduos portadores de diabetes mellitus. Isso porque o organismo desses indivíduos tem:

a) Dificuldade para filtrar o sangue, deixando grande quantidade de impurezas que contamina a glicose.

b) Facilidade em absorver a glicose do sangue, levando ao ganho excessivo de peso e provável obesidade.

c) Facilidade em produzir insulina, o que pode levar a uma intoxicação por falta de açúcar.

d) Dificuldade para remover a glicose do sangue e enviá-la para dentro das células.

e) Dificuldade para transportar o gás oxigênio pelo sangue, levando à asfixia dos tecidos e à morte das hemácias.

49. (FUVEST) O hormônio ADH atua sobre os túbulos renais promovendo absorção de água do filtrado glomerular. A deficiência na secreção desse hormônio faz com que a pessoa produza:

a) Muita urina, com alta concentração de excreções.

b) Muita urina, com baixa concentração de excreções.

c) Pouca urina, com alta concentração de excreções.

d) Pouca urina, com baixa concentração de excreções.

e) Concentração normal de urina, com alta concentração de excreções.

50. (UECE) Associe as colunas.

HORMÔNIOS

1. Prolactina.

2. Glucagon.

3. Tiroxina.

4. Ocitocina.

5. ADH.

AÇÃO PRINCIPAL

(   ) Contrai a musculatura uterina.

(   ) Estimula a glicogenólise (quebra de glicogênio) no fígado.

(   ) Estimulante da produção de leite nas glândulas mamárias.

(   ) Controla a excreção de água pelos túbulos renais.

(   ) Eleva o metabolismo basal.

A correta sequência numérica da segunda coluna, de cima para baixo, de conformidade com a primeira, é:

a) 5, 3, 2, 1, 4.

b) 4, 2, 1, 5, 3.

c) 3, 4, 2, 1, 5.

d) 2, 1, 3, 5, 4.

e) 4, 2, 3, 1, 5.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

D

D

D

E

C

FFFFV

A

B

E

FFVFV

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

C

A

A

A

B

B

C

E

C

VVVFV

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

C

A

B

A

B

A

B

D

FFVFF

A

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

E

A

D

A

E

D

A

D

VVVVV

FFFFF

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

A

A

A

B

D

A

E

D

B

B

Anúncios

Responses

  1. Olá, encontrei o seu blog recentemente e adorei as listas de exercícios, ótimo trabalho!
    Porém, tenho algumas dúvidas… a 21 não deveria ser a b? Até onde eu aprendi a gliconeogênese era realizada apenas em momentos de inanição extrema; no caso da 24, eu poderia dizer que a d também é incorreta, visto que a neuroipófise não produz hormônios, apenas os secreta? E na questão 44, a alternativa a) também poderia ser considerada correta? Se não, por que?

    Ah, e as questões 02 e 45 estão repetidas! Grato desde já!

    • Prezado Arthur
      – Explicação da questão 21.
      O glucagon ajuda a manter os níveis de glicose no sangue ao se ligar aos receptores do glucagon nos hepatócitos (células do fígado), fazendo com que o fígado libere glicose – armazenada na forma de glicogênio – através de um processo chamado glicogenólise. Assim que estas reservas acabam, o glucagon faz com que o fígado sintetize glicose adicional através da gliconeogênese. Essa glicose é então lançada na corrente sanguínea. Estes dois mecanismos levam à liberação de glicose pelo fígado, prevenindo o desenvolvimento de uma hipoglicemia. Perceba que a questão diz respeito ao glucagon (“Assim que estas reservas acabam, o glucagon faz com que o fígado sintetize glicose adicional através da gliconeogênese”).
      – “no caso da 24, eu poderia dizer que a d também é incorreta, visto que a neuroipófise não produz hormônios, apenas os secreta?“
      – Tenho impressão que você quer se referir à questão 25.
      Neste caso você tem razão. Acredito que a comissão de vestibular da UDESC, estava pensando na palavra LIBERA e não PRODUZ.
      – Explicação da questão 44.
      No hipotálamo (“encruzilhada neuro-endócrina”) há dois grupos de células endócrinas. Um deles responde pela produção dos hormônios liberados pela neurohipófise, como vimos acima. O outro produz os fatores liberadores (RF) que regulam a produção dos hormônios da adenohipófise. Neste caso, os hormônios são produzidos na própria adenohipófise, sob o controle dos fatores liberadores hipotalâmicos, que podem atuar inibindo ou estimulando a produção. Portanto, está incorreta a alternativa A.
      Um abraço
      Djalma Santos

      • OK, agora entendi! E sim, estava me referindo à questão 25 mesmo. Muito obrigado, divulgarei seu blog sempre que puder!

      • a questao 21 fiquei com duvida tambem e nao entendi sua explicaçao, pois o glucagon aumenta a glicemia atraves do processo de glicogenolise e a insulina diminui a glicemia no processo de gliconeogenese

      • Prezado Luiz Otávio
        – Gliconeogênese (“formação de novo açúcar”) é a rota pela qual é produzida glicose a partir da conversão de compostos aglicanos (não açúcares ou não carboidratos), sendo a maior parte deste processo realizado no fígado (principalmente sob condições de jejum). Em humanos, os principais precursores são: lactato, glicerol e aminoácidos, principalmente alanina.
        – O glucagon faz com que o fígado sintetize glicose adicional através da gliconeogênese (aumenta a gliconeogênese). Esta glicose é então lançada na corrente sanguínea, elevando a glicemia.
        – A insulina inibe a gliconeogênese, pois reduz a quantidade e a atividade das enzimas hepáticas necessárias a esse processo.
        – A insulina aumenta a permeabilidade da membrana, permitindo a entrada de glicose nas células, especialmente as musculares, as adiposas e as hepáticas, o que diminui a glicemia.
        Um abraço
        Djalma Santos

      • Acho que a dúvida da maioria na questão 21, professor, nao seria por que as duas alternativas então estariam corretas? Tanto o aumento da glicogenólise quando da gliconeogenese iriam gerar o aumento glicêmico.
        Abraço!
        Big fan, Professor Djalma!!

      • Gez
        A hipoglicemia acentuada referida na questão, diz respeito, especificamente, a situação em que as reservas armazenadas de glicogênio acabam por ação da glicogenólise realizada pelo glucagon. Nessa situação, esse hormônio faz com que o fígado sintetize glicose adicional através da gliconeogênese. Essa glicose é então lançada na corrente sanguínea. Dessa forma, a gliconeogênese é a rota pela qual é produzida glicose a partir da conversão de compostos aglicanos (não glicídicos). Nos humanos, os principais precursores são piruvato, lactato, glicerol e aminoácidos, principalmente a alanina. A gliconeogênese é, em última análise, uma via substituta da glicogenólise, para quando os níveis de glicogênio já não podem mais diminuir, uma vez que estes possuem um limite máximo de seu consumo.
        Djalma Santos

  2. Professor, porque a letra E da questao 2 está falsa ? Como faço para saber nessa questao a afirmativa correta, já que tanto a hidrocortisona como a adrenalina aumentam em situaçoes de estresse e ambos provocam aumento de pressao arterial….

    • Prezado Felipe
      Observe o que a questão solicita: “…………….. Dentre os mecanismos para diminuir o efeito do estresse diário, em pessoas com problemas cardiovasculares, o uso de β-Bloqueadores é considerado uma opção bastante eficiente por diminuir a ação dos hormônios produzidos em situações de estresse que levam ao aumento da pressão sanguínea. Nesse sentido, admite-se que o uso de β-Bloqueadores diminui a ação do hormônio:”
      – Como você pode constatar é solicitada a ação de β-Bloqueadores para reduzir a ação dos hormônios produzidos em situações de estresse. Tenha muita atenção no que é solicitado em cada questão.
      – Leia o que está escrito a seguir que:
      “…. Os bloqueadores beta ou antagonistas beta são um grupo de fármacos que têm em comum a capacidade de antagonizar os receptores β (beta) da noradrenalina. ….”
      – É por esta razão que a alternativa “d” está correta.
      Um abraço
      Djalma Santos

      • Obrigado professor, mesmo assim acho um absurdo uma questão dessa para o nível de ensino médio. Grande abraço.

      • Felipe
        Concordo com você em parte. Sou a favor que o nível das provas dos vestibulares, em geral, deve ser um pouco maior que vem ocorrendo ultimamente.
        Um forte abraço
        Djalma Santos

  3. Adoro seu blog e sempre utilizo na preparação das minhas avaliações. Parabéns.

  4. professor me ajuda por favor!!

    glicogênese, glicogenólise, glicólise e gliconeogênese

    estou confundindo muito

    • Caro Pedro Henrique
      I. GLICOGÊNESE
      Glicogênese é processo de síntese de glicogênio, sobretudo, no músculo (glicogênio muscular) e no fígado (glicogênio hepático), no qual moléculas de glicose são adicionadas à cadeia do glicogênio. Todas as células do organismo, a princípio, têm a capacidade de armazenar, pelo menos, algum glicogênio. As células hepáticas são capazes de armazenar até 5 a 8% de seu peso sob a forma de glicogênio e as musculares, podem armazenar até 1 a 3% de seu peso sob a forma de glicogênio. A maior parte do glicogênio precipita sob a forma de grânulos sólidos. Essa conversão dos monossacarídeos em um composto precipitado de alto peso molecular torna possível o armazenamento de grandes quantidades de carboidratos sem modificar, de modo significativo, a pressão osmótica dos líquidos intracelulares. A presença, por outro lado, de altas concentrações de monossacarídeos solúveis de baixo peso molecular iria prejudicar as relações osmóticas entre os líquidos intracelular e extracelular.
      Após sua absorção pelas células, a glicose pode ser utilizada imediatamente para liberar energia para as células, ou ser armazenada sob a forma de glicogênio, que consiste, em última análise, num grande polímero de glicoses. Essa síntese ocorre a partir de moléculas de gligose-6-fosfato e é ativada pela insulina em resposta aos elevados níveis de glicose sanguínea. Dessa forma, a insulina desempenha papel importante no armazenamento do excesso de substâncias energéticas. Neste contexto, todo o excesso de carboidrato que não pode ser armazenado como glicogênio é convertido, também, sob estímulo da insulina, em gorduras e armazenado no tecido adiposo. No caso das proteínas, a insulina tem efeito direto promovendo a captação de aminoácidos pelas células e a conversão desses aminoácidos em proteínas. Além disso, ela também inibe a degradação das proteínas que já se encontram nas células.
      O glicogênio presente no músculo é uma fonte imediata de energia dentro de condições metabólicas anaeróbias e aeróbias. Durante uma atividade muscular vigorosa, esse glicogênio pode ser exaurido em menos de uma hora. O glicogênio hepático, por seu turno, serve como reservatório de glicose para os demais tecidos quando a glicose da alimentação não está disponível, durante o jejum ou entre as refeições. Este expediente é particularmente importante para os neurônios cerebrais que não usam os ácidos graxos como fonte de energia. Vale ressaltar que o glicogênio hepático pode ser exaurido entre 12 e 24 horas e que os músculos apresentam cerca de 4 vezes mais glicogênio do que o fígado em razão de sua grande massa. Nos seres humanos, a quantidade total de energia acumulada como glicogênio é muito menor que a de energia acumulada como gordura. As gorduras, entretanto, não podem ser convertidas em glicose nos mamíferos nem submetidas a catabolismo em condições anaeróbias.
      II. GLICOGENÓLISE
      A glicogenólise consiste na despolimerização do glicogênio armazenado no citossol do fígado e dos músculos para formar novamente glicose (glicose-6-fosfato), que é liberada para o sangue, que pode, a seguir, ser utilizada para fornecer energia. A glicogenólise não ocorre por reversão das mesmas reações químicas que foram utilizadas para produzir o glicogênio. Em verdade, cada molécula sucessiva de glicose, em cada ramificação do glicogênio é clivada por um processo de fosforilação, catalisado pela enzima fosforilase. Em condições de repouso, esta enzima encontra-se na forma inativa, de modo que o glicogênio pode ser armazenado, mas não degradado em glicose. Por ocasião da formação da glicose a partir do glicogênio, a fosforilase é ativada. A adrenalina e o glucagon podem ativar especificamente a fosforilase e, dessa forma, provocar rápida glicogenólise. O efeito inicial de cada um desses hormônios consiste em induzir a formação de AMP cíclico no interior das células. Esta substância, em seguida, desencadeia uma cascata de reações químicas que ativam a fosforilase.
      III. GLICÓLISE
      Na glicólise, também conhecida como via de Ebden-Meyerhof, uma molécula de glicose é oxidada, no citoplasma das células, em uma série de reações catalisadas por enzimas para liberar duas moléculas de ácido pírúvoco, cada uma delas contendo três átomos de carbono. Durante a série de reações, parte da energia livre liberada pela glicose é conservada na forma de ATP (posto a disposição das funções celulares) e de 2 NADPH, que serão introduzidos na fermentação ou na cadeia respiratória.
      Em anaerobiose, os ácidos pirúvicos podem ser convertidos em álcool etílico (fermentação alcoólica) ou em ácido láctico (fermentação láctica ou glicólise muscular). Em aerobiose, eles são convertidos em duas moléculas de Acetilcoenzima A (Acetil-COA), que vão alimentar o ciclo de Krebs, que com compõe, juntamente com a cadeia respiratória, a parte aeróbia da respiração.
      IV. GLICONEOGÊNESE
      Gliconeogênese (“formação de novo açúcar”) é a rota pela qual é produzida glicose a partir da conversão de compostos aglicanos (não açúcares e não carboidratos), sendo a maior parte desse processo realizado no fígado (90%) e no rim (10%). Em jejum prolongado o rim chega a 40% da gliconeogênese. O glicogênio hepático pode satisfazer a glicemia (glicose no sangue) por apenas 10 a 18 horas na ausência de ingestão de carboidratos, depois inicia a gliconeogênese. Em humanos, os principais precursores são: piruvato, lactato, glicerol e aminoácidos, principalmente alanina. A gliconeogênese é uma via substituta da glicogenólise, para quando os níveis de glicogênio já não podem mais diminuir, uma vez que estes tem um limite máximo de seu consumo. Tanto a glicogenólise quanto a gliconeogênese são, portanto, respostas defensivas ou adaptativas para combater uma hipoglicemia.
      Exceto por três sequências específicas, as reações da gliconeogênese são inversas às da glicólise:
      IVa. Gliconeogênese é o processo através do qual precursores como lactato, piruvato, glicerol e aminoácidos são convertidos em glicose.
      IVb. Durante o jejum, toda a glicose deve ser sintetizada a partir desses precursores não-glucídicos.
      IVc. A gliconeogênese é a síntese de glicose a partir de compostos como lactatado, alanina e glicerol, com consumo de ATP. É realizada nas células hepáticas, e o ATP utilizado é proveniente da oxidação de ácidos graxos. Como a glicólise e a gliconeogênese são vias praticamente opostas, e que compartilham a maioria de suas enzimas, é necessário que uma funcione quando a outra estiver inativada.
      O glucagon faz com que o fígado sintetize glicose adicional através da gliconeogênese (aumenta a gliconeogênese). Esta glicose é então lançada na corrente sanguínea, elevando a glicemia. Mesmo após a exaustão de todo o glicogênio hepático, a infusão contínua de glucagon ainda causa hiperglicemia continuada. Isso decorre do efeito do glucagon sobre o aumento da captação de aminoácidos pelas células hepáticas e, a seguir, da conversão de muitos desses aminoácidos em glicose pela gliconeogênese, particularmente, a ativação do sistema enzimático utilizado na conversão de muitos desses aminoácidos em fosfoenolpiruvato, etapa que limita a velocidade da gliconeogênese.
      A insulina inibe a gliconeogênese, pois reduz a quantidade e a atividade das enzimas hepáticas necessárias a esse processo. Ela também aumenta a permeabilidade da membrana, permitindo a entrada de glicose nas células, especialmente as musculares, as adiposas e as hepáticas, o que diminui a glicemia.
      Espero que as considerações acima, embora resumida, tenha dirimido suas principais dúvidas.
      Um abraço
      Djalma Santos

  5. Professor muito obrigado,desculpa ter mandado duas vezes a pergunta porque eu não sabia que a minha pergunta ia sumir!!aproveitando,queria agradecer pela a resposta completa,esta muito bem explicado resolveu todas as minhas duvidas e confusões que eu tinha!!

    e agradece-lo novamente por possuir um blog tão excelente como este!!o senhor acha q uma boa maneira de estudar para discursivas eh fazendo exercício objetivo mesmo?? porque eu venho reparando que não muda muito a pergunta!!

  6. Quero parabenizá-lo pelo seu blog

  7. Adorei a seleção de questões.

  8. Está de Parabéns professor Djalma. O blog está sendo muito útil para mim. Estou me preparando para o Enem, e estou resolvendo bastante questões. Estou em busca do meu grande sonho, que é ser professor de Biologia. E além de elaborar minhas próprias questões, usarei muito de suas questões. Um excelente trabalho. Abraço, José .

  9. Na questão 1, por que a letra “c” está errada? Se as células beta produzem insulina e as alfa glucagon, quando ingerimos um alimento pobre em carboidratos (6), precisamos de mais glucagon para que este realize a glicogenólise. Por isso, acho que tanto a letra D como a C estão certas. Obrigada.

    • Prezada Ana Luiza
      – ALTERNATIVA C [Alimentos pobres em carboidratos (6) inibem células beta (7) e estimulam células alfa (8) a produzirem glucagon.”).
      – A figura constante desta questão não está indicando que 6 se refere a alimento, com no caso de 1. 6 dá a entender, apenas, que há uma baixa taxa de glicose plasmática (hipoglicemia). A produção de glucagon pode ocorrer em situações de hipoglicemia decorrente de horas sem alimentação. Exercício físico intenso também aumenta os níveis séricos de glucagon.
      Um abraço
      Djalma Santos

  10. Prof. Pq a 0 da 10 questão está errada? Obrigada

    • Prezada Andrea
      – ALTERNATIVA 0 0 (“No acidente ocorrido na usina atômica de Chernobyl, a população local recebeu doses de um composto iodado. Esse procedimento foi realizado com o objetivo de “saturar” de iodo a hipófise, a fim de evitar a incorporação de iodo radioativo.”) – INCORRETA
      * “Saturar” a glândula tireoide e não hipófise.
      Um abraço
      Djalma Santos

  11. Professor não conhecia seu blog, mas está me ajudando muito a montar minhas avaliações. Está de parabéns. Sucesso, voltarei sempre.

  12. professor não entendi a questão numero 1, nao pode ser a letra c?

    • Diogo
      Ver resposta ao comentário de Ana Luiza, neste blog.
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: