Publicado por: Djalma Santos | 22 de outubro de 2013

Testes de programa de saúde

01. (IFTM) Os meios de comunicação tentam levar os conhecimentos das descobertas científicas para a sociedade. Por isso, são muito importantes na prevenção, tratamento de várias doenças e na melhoria da qualidade de vida. A escola também é um veículo importante de informações para constituir a base do conhecimento científico. Observe a charge a seguir:

01

Com base nas informações divulgadas na mídia e seus conhecimentos, assinale a alternativa que contém uma informação incorreta:

a) A malária é causada por um protozoário e transmitida pela fêmea do mosquito do gênero Anopheles, por isso, uma medida profilática é evitar áreas endêmicas como a Amazônia.

b) A febre amarela é causada por um arbovírus, cujos sintomas são febre, vômitos, pele e mucosas amareladas e certamente pode ser evitada com a vacinação da população.

c) A gripe é causada pelo vírus influenza. Evite lugares fechados e com grandes aglomerações, pois a doença se transmite pelas gotículas de saliva eliminadas no espirro. O tratamento é feito com analgésico e antibiótico.

d) A melhoria nas condições de moradia pode diminuir os casos de doença de Chagas, causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e transmitida pelo barbeiro. A doença de Chagas ainda não tem cura.

e) A dengue é uma doença viral transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Ainda não existe vacina, por isso é muito importante remover recipientes com água parada evitando a formação das larvas desse mosquito.

02. (UEG) A incidência na população brasileira de toxoplasmose e leptospirose é preocupante. Anualmente, são notificados mais de quatro mil casos de leptospirose – e a taxa de mortalidade é de cerca de 12%, de acordo com o Ministério da Saúde. Já a toxoplasmose é uma infecção humana discreta, que atinge mais de 60% da população. Os agentes causadores da toxoplasmose e da leptospirose são, respectivamente:

a) Bactéria-fungo.

b) Protozoário-bactéria.

c) Protozoário-vírus.

d) Vírus-bactéria.

03. (UFPB) O processo de globalização aumentou o fluxo de pessoas em todo o mundo, e possibilitou a troca de experiências entre distintas populações. O aumento do fluxo de pessoas também acarretou a disseminação rápida de diferentes doenças, antes restritas a algumas regiões, podendo levar ao surgimento de pandemias, em diversas espécies, causadas por diferentes agentes infectantes. Nesse contexto, identifique os agentes infectantes que estão corretamente caracterizados como possíveis causadores de pandemias:

I   II

0  0 – Vírus, pelo seu alto poder de disseminação.

1  1 – Archaea, por apresentar diversos cromossomos, aumentando seu poder de infecção.F

2  2 – Protozoários flagelados, pela alta mobilidade.F

3  3 – Fungos, pela fácil disseminação de seus esporos.

4  4 – Bactérias, por serem transmitidas pelo contato entre pessoas e apresentarem resistência a diversos antibióticos.

04. (UFTM) A Organização Mundial de Saúde classifica 432 agentes como cancerígenos ou potencialmente cancerígenos. Eles estão divididos em três grupos, sendo que no grupo 1 estão agentes comprovadamente associados ao desenvolvimento de câncer, entre eles podem ser citados: bebidas alcoólicas, tabaco, radiação ultravioleta, vírus da hepatite B, vírus da hepatite C e outros.

(Veja, 08.06.2011. Adaptado.)

Dos agentes que são comprovadamente associados ao desenvolvimento de câncer, pode-se afirmar que:

a) As bebidas alcoólicas e o tabaco causam câncer especificamente em órgãos dos sistemas digestório e circulatório.

b) A radiação ultravioleta danifica moléculas de RNA, presentes no interior do núcleo das células epiteliais, e isso desencadeia o câncer de pele.

c) Uma vez desencadeado o câncer em uma pessoa, que consiste em divisões meióticas descontroladas, seus descendentes também irão herdar essa característica.

d) Somente o etanol, álcool presente em bebidas destiladas, pode desencadear sucessivas divisões celulares, enquanto que o metanol, presente em bebidas fermentadas, não possui efeito mutagênico.

e) Os vírus, ao se reproduzirem no interior das células hepáticas, podem alterar o controle gênico celular e, com isso, promover divisões celulares descontroladas.

05. (IFPE) “A vacina contra a malária está em fase final de testes. Quando for comprovada a sua eficácia, sem efeitos colaterais para o ser humano, em torno de 250 milhões de pessoas deixarão de ser infectadas anualmente – e pelo menos 1 milhão de mortes poderão ser evitadas em todo o mundo”.

Os brasileiros que mudaram as regras do jogo ajudando a criar um mundo novo – Revista VEJA, edição 2232, de 31 de agosto de 2011.

A vacina em questão está sendo desenvolvida por Ruth e Victor Nussenzweig, pesquisadores formados em São Paulo e que trabalham na Universidade de Nova York. Sobre a malária, a produção e a utilização de vacinas na prevenção de doenças, assinale a única afirmativa correta:

a) A malária é uma doença endêmica do Norte do Brasil e a vacinação consiste em injetar, nas pessoas que se deseja imunizar, antígenos específicos para induzir à produção de anticorpos, como forma preventiva da doença.

b) A malária é transmitida aos humanos pelo mosquito do gênero Anopheles. É epidêmica, principalmente na região Norte do Brasil, e a vacinação consiste em injetar no paciente acometido anticorpos específicos para destruir o agente patogênico.

c) A malária é causada por um parasita do sangue, um protozoário do gênero Plamodium, transmitida pela picada de insetos vetores, e a vacinação consiste em estimular a produção de antígenos pelo paciente, inoculando-o com o próprio agente patogênico.

d) Embora a vacinação seja um método eficiente no combate a várias doenças como a malária, o uso de medidas simples pela população, tais como lavar bem as mãos antes das refeições e lavar bem os alimentos, principalmente os ingeridos crus, seriam medidas suficientes para minimizar os efeitos da doença em questão.

e) Como a bactéria causadora da malária é transmitida através da tosse e espirros da pessoa contaminada, além da vacinação – uma eficiente forma de prevenção da doença -, a população deverá evitar aglomerados humanos que é a forma mais comum de propagação da malária.

06. (UFPB) O Brasil hoje apresenta um quadro peculiar em relação ao perfil epidemiológico da população. Problemas de saúde considerados de países desenvolvidos, como câncer, convivem com problemas de saúde característicos de países subdesenvolvidos, a exemplo de parasitoses. Nesse contexto, um conjunto de fatores, como falta de condições sanitárias adequadas, ausência de água tratada e descuido com a higiene pessoal podem levar ao surgimento de:

a) Doença de Chagas.

b) Malária.

c) Amebíase.

d) AIDS.

e) Tuberculose.

07. (UCS) Nem mesmo os produtos orgânicos ficam fora da desconfiança que cerca os alimentos em geral. Há pouco tempo, um lote de espinafre orgânico contaminado por um microrganismo foi responsável, nos Estados Unidos, por uma gastrenterite, intoxicação que causou diversas mortes. O microrganismo em questão e uma variação de:

a) Um vírus (Infuenza).

b) Um protozoario (Vibrio cholerae).

c) Uma bacteria (Escherichia coli).

d) Um nematelminto (Taenia soliun).

e) Um vírus (Coliformes termotolerantes).

08. (UESPI) A Tenia saginata e a Tenia solium são vermes prevalentes em comunidades humanas de várias partes do mundo. Considerando o ciclo de vida das tênias, ilustrado abaixo, é correto concluir que:

08

a) Ovos (1) depositados pelo homem, através das fezes, em solo ou vegetação, tornam-se a fonte de infecção de hospedeiros intermediários.

b) Animais mamíferos (2 e 3) são susceptíveis à doença, pois os ovos de tênia ingeridos eclodem no intestino causando infecção gastrintestinal.

c) Quando a infecção do hospedeiro intermediário se dá através do sangue, o cisticerco pode migrar para os tecidos musculares através da circulação.

d) Após o consumo de carne suína contaminada com a tênia adulta (5), o homem contrai a infecção e se torna o hospedeiro definitivo.

e) Os vermes adultos (6) migram do intestino humano para outros órgãos, produzindo uma infecção sistêmica que pode levar à morte.

09. (UEPA) A criação da vacina contra alguns tipos de Papilomavírus Humano (HPV), auxilia na prevenção do câncer de colo uterino, estimulando a produção de proteínas específicas (anticorpos), contra este agente causador de Doença Sexualmente Transmissível. Essa produção de proteínas específicas não ocorre para a bactéria causadora da Gonorreia, que se expande amplamente em número de casos, por apresentar resistência a muitos antibióticos utilizados em seu combate. A respeito dos fatos abordados no enunciado, afirma-se que:

a) Os glicídios são as unidades básicas formadoras dos anticorpos imunizantes.

b) Os anticorpos são sintetizados no interior das células humanas pelos ribossomos.

c) O HPV e a bactéria causadora da Gonorreia apresentam a mesma estrutura celular.

d) O Dispositivo Intra Uterino (DIU) previne a gravidez indesejada e as doenças referidas.

e) A presença de mitocôndrias confere às bactérias da Gonorreia resistência aos antibióticos.

10. (MACK) Hepatite é toda e qualquer inflamação do fígado, que pode resultar desde uma simples alteração fisiológica, até uma doença fulminante e fatal. Os tipos mais conhecidos são as hepatites A, B e C. A grande maioria das hepatites agudas é assintomática ou leva a sintomas inespecíficos como febre, mal estar, desânimo e dores musculares. Outras doenças, como a leptospirose, a malária, a febre amarela, têm sintomas semelhantes. Hepatite A, leptospirose, malária e febre amarela são causadas, respectivamente, por:

a) Bactéria, bactéria, protozoário e bactéria.

b) Bactéria, vírus, protozoário e vírus.

c) Vírus, bactéria, protozoário e bactéria.

d) Vírus, bactéria, protozoário e vírus.

e) Bactéria, protozoário, protozoário e vírus.

11. (PUC-RS) Sidney Harris é um reconhecido cartunista norte-americano que publica em periódicos dedicados à pesquisa científica desde 1955. Seu humor gráfico ilustra casos fictícios que remetem a fatos conhecidos da ciência de forma leve, engraçada e inteligente. Algumas questões desta prova tiveram como inspiração os cartuns do seu livro “A Ciência Ri”, publicado em 2007 pela editora UNESP.

11

Responda esta questão, referente a vacinas, assinalando os parênteses com V (verdadeiro) ou F (falso).

( ) Vacinas compõem-se de bactérias, de vírus ou, ainda, de microrganismos patogênicos inteiros, enfraquecidos ou mortos, que são introduzidos em animais.

( ) Vacinas simulam infecções patogênicas, pois desencadeiam a produção de um agente infeccioso que deixará o organismo imune ou resistente ao agente verdadeiro.

( ) O organismo vacinado é protegido graças à memória imunológica, a qual reconhecerá o agente patogênico em futuras infecções, aumentando a eficiência do sistema imune para combatê-lo.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

a) V – V – V.

b) F – V – F.

c) V – F – F.

d) F – F – V.

e) V – F – V.

12. (UENP) Observe o ciclo da verminose que pode acometer o homem.

12

Adaptado de: http://dpd.cdc.gov/dpdx/HTML/ImageLibrary/Ascariasis_il.htm

Assinale a alternativa correta, atentando para as indicações numéricas do esquema.

a) Trata-se da doença chamada teníase (4), a qual é causada pela penetração ativa de larvas do parasita.

b) Trata-se da doença chamada ascaridíase (6), em que as larvas, depois de eclodirem dos ovos no intestino delgado, caem na corrente sanguínea atingindo fígado, coração e pulmões.

c) Trata-se da doença chamada teníase (2), em que os ovos, eliminados nas fezes, contaminam a água de consumo e os alimentos utilizados pelo homem.

d) Trata-se da doença chamada ascaridíase (3), em que os vermes adultos já estão contidos no interior dos ovos que serão ingeridos pelo homem.

e) Trata-se da doença teníase (7), em que as larvas, após abandonarem os alvéolos pulmonares, passam para os brônquios, traqueia e faringe, provocando tosse.

13. (UFPB) O grande consumo de álcool pela população, especialmente a jovem, causa graves problemas sociais, como o aumento da violência doméstica e de acidentes de trânsito com vítimas fatais. Além dos problemas sociais, o álcool afeta diversos órgãos do indivíduo que o ingere. Nesse sentido, identifique a(s) afirmativa(s) que apresenta(m) corretamente os possíveis efeitos decorrentes do consumo excessivo de álcool:

I   II

0  0 – Nos rins, aumenta a diurese, podendo levar à desidratação.

1  1 – Nos pulmões, diminui a capacidade respiratória, levando ao enfisema pulmonar.

2  2 – No fígado, pode causar morte celular e inflamação do órgão.

3  3 – No sistema nervoso central, causa perda do poder de resposta e pode acarretar morte celular.

4  4 – No estômago, pode levar ao desenvolvimento de câncer gástrico.

14. (UNIOEST) Sobre o ciclo de vida da Taenia solium, e correto afirmar que:

a) A oncosfera (larva) e encontrada na musculatura do hospedeiro definitivo.

b) O hospedeiro definitivo e infectado pela ingestão de carne mal cozida contendo os ovos da tênia.

c) A proglótide grávida e liberada nas fezes do hospedeiro intermediário.

d) O cisticerco aloja-se no intestino do hospedeiro definitivo e forma a tênia.

e) O homem e o porco são os hospedeiros intermediários e definitivos, respectivamente.

15. (UPE) “Se nadou e depois coçou, é porque pegou.” Este ditado popular faz uma alusão à contaminação por cercárias comuns nas chamadas lagoas de coceiras, que servem de abrigo aos caramujos, hospedeiros intermediários dos vermes causadores da Esquistossomose, doença muito comum no Brasil. Sobre isso, analise as afirmativas abaixo.

I. A postura dos ovos ocorre nos capilares do intestino do hospedeiro. Eles são dotados de pequeno espinho, que perfura os vasos capilares e permite sua passagem para cavidade intestinal, de onde são eliminados junto com as fezes.

II. Na água, os ovos eclodem e libertam os miracídios, larvas ciliadas, que ao encontrarem o caramujo da família dos Planorbídeos, que lhes serve de hospedeiro intermediário, nele penetram, perdem os cílios e transformam-se no esporocisto primário.

III. O esporocisto primário gera o esporocisto secundário e este, as cercárias, que atravessam os tecidos do caramujo, saindo para a água. Se uma pessoa entrar em contato com a água, as cercárias podem penetrar pela sua pele, por ação de enzimas, que elas produzem, gerando uma coceira característica.

IV. Ao penetrarem no corpo humano, as cercárias perdem a cauda, são esquistosômulos, que passam para os vasos sanguíneos ou linfáticos, migrando para o fígado. O ciclo se completa com a migração dos vermes adultos para os vasos mesentéricos do hospedeiro, iniciando a postura de ovos.

V. Na fase aguda da doença, os sintomas são coceiras, dermatites, febre, vômito e emagrecimento, sendo a fase crônica, assintomática. A doença pode evoluir para quadros mais graves com o aumento do baço e do fígado. As medidas profiláticas mais eficazes no combate à doença são: uso de calçados, construção de instalações sanitárias e ingestão de carnes cozidas, para evitar a ingestão de ovos do parasita.

Sobre o ciclo de vida do parasita causador da doença e das mediadas profiláticas mais importantes no combate à doença, assinale a alternativa correta.

a) Apenas II, IV e V.

b) Apenas I, III e V.

c) Apenas I, II, III e IV.

d) Apenas I e V.

e) Apenas a III.

16. (PUC-SP) Abaixo são apresentadas três informações a respeito de um parasita humano:

I. Tem como hospedeiro intermediário um inseto.

II. A doença causada por esse parasita é adquirida por contato com as fezes do hospedeiro intermediário.

III. O parasita instala-se no músculo cardíaco, provocando insuficiência no funcionamento do coração.

Os itens I, II e III têm relação com o protozoário:

a) Plasmodium falciparum e com o mal de Chagas.

b) Trypanosoma cruzi e com o mal de Chagas.

c) Plamodium falciparum e com a malária.

d) Trypanosoma cruzi e com a malária.

e) Leishmania brasiliensis e com o mal de Chagas.

17. (UFRN)                            Leia o texto que segue:

“A esquistossomose mansônica é uma endemia mundial, ocorrendo em 52 países e territórios, principalmente na América do Sul, Caribe, África e Leste do Mediterrâneo, onde atinge as regiões do Delta do Nilo, além de países como Egito e Sudão. No Brasil, a transmissão ocorre em 19 estados, numa faixa contínua ao longo do litoral, desde o Rio Grande do Norte até a Bahia, na região Nordeste, alcançando o interior do Espírito Santo e Minas Gerais, no Sudeste.”

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de vigilância epidemiológica / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde. 6ª ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2005.

O texto ressalta a grande ocorrência da esquistossomose no Mundo e no Brasil, permitindo pensar suas formas de prevenção. Sabe-se que as ações de educação em saúde e a mobilização comunitária são muito importantes no controle desse mal, e que o saneamento ambiental é da maior eficácia para as modificações de caráter permanente das condições de transmissão da esquistossomose. Com o objetivo de quebrar o ciclo de vida do parasita, para prevenir essa doença, deve-se:

a) Exterminar as populações de caramujos que infectam os hospedeiros intermediários.

b) Incentivar o uso de água potável e construir aterros para eliminar coleções hídricas que sejam criadouros de mosquitos.

c) Impedir que os ovos do parasita presentes nas fezes de uma pessoa contaminem corpos aquáticos.

d) Controlar as populações de nematódeos, hospedeiros intermediários do parasita.

18. (UNEMAT) A obesidade já pode ser considerada uma epidemia no Brasil. Segundo dados do IBGE, em 2010, quase metade da população brasileira acima dos 20 anos está com sobrepeso. Isso tem acarretado uma série de problemas de saúde conhecida como síndrome metabólica. Sobre esse tema, assinale a alternativa correta.

a) Uma boa maneira de perder peso consiste em eliminar da dieta os carboidratos e praticar muita atividade física aeróbica.

b) As proteínas têm sua digestão iniciada na boca, por ação da ptialina (amilase), dai a importância da mastigação.

c) O sedentarismo resulta em ganho de peso, devido ao aumento de massa muscular.

d) O açúcar ingerido em excesso é transformado em gordura pelo fígado e se deposita sob a pele ou ao redor dos órgãos.

e) Como a quantidade de energia tende a aumentar ao longo da cadeia alimentar, uma laranja tem menos calorias do que um filé.

19. (FAVIP) Alguns casos de doença de chagas têm sido atribuídos ao consumo do açaí, fruta típica da Amazônia. Sobre esse assunto, é correto afirmar que:

a) O barbeiro é um inseto hematófago que transmite a doença de chagas e a febre amarela.

b) O açaí é um reservatório natural do protozoário Trypanosoma cruzi.

c) A ingestão de açaí com fezes do barbeiro contaminadas pelo Trypanosoma cruzi provoca a doença.

d) Logo a pós o contágio, a doença provoca perda de peso progressiva que pode levar à morte.

e) Para a doença ser erradicada, o consumo do açaí deve ser proibido.

20. (MACK) Em setembro de 2011, foram noticiados casos de pessoas que morreram em Sauipe, na Bahia, vitimadas por meningite. A respeito dessa doença, considere I, II, III e IV, abaixo.

I. Pode ser provocada por bactéria, por vírus ou por outros tipos de microrganismos.

II. Algumas formas podem ser prevenidas por meio da vacinação.

III. O tratamento habitual para a meningite bacteriana é a pronta administração de antibióticos.

IV. Remédios à base de ácido acetilsalicílico (AAS) são recomendados em casos mais graves.

Estão corretas:

a) I, II, III, apenas.

b) I, II e IV, apenas.

c) II, III e IV, apenas.

d) I, III e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

21. (PUC-RIO) “A malária é reconhecida como grave problema de saúde pública no mundo, ocorrendo em quase 50% da população, em mais de 109 países e territórios. Sua estimativa é de 300 milhões de novos casos e 1 milhão de mortes por ano, principalmente em crianças menores de 5 anos e mulheres grávidas do continente africano. A região amazônica é considerada a área endêmica do país para malária. A maioria dos casos ocorre em áreas rurais, mas há registro da doença também em áreas urbanas (cerca de 15%)”.

Fonte: http://portal.saude.gov.br

Entre as medidas propostas pelo Ministério da Saúde para prevenir a doença acima noticiada, estão:

a) Usar mosquiteiros e repelentes, fazer obras de saneamento, controlar a vegetação de corpos d’água.

b) Usar inseticidas e substituir casas de pau a pique por casas de alvenaria.

c) Promover vacinação coletiva e usar inseticidas.

d) Evitar o contato com pessoas infectadas.

e) Evitar o consumo de alimentos crus e lavar as mãos sempre que entrar em contato com animais.

22. (UFPR) A esquistossomose é uma doença parasitária considerada grave, por ser a que mais causa morte em humanos dentre as causadas por organismos multicelulares. Uma forma de se combater essa doença é o controle biológico pelo uso de peixes como o tambaqui. De que maneira esse peixe ajuda a combater a doença em humanos?

a) O peixe serve como o hospedeiro definitivo do verme da esquistossomose, do gênero Schistosoma, no lugar do homem.

b) O tambaqui se alimenta da cercária, forma do parasita que infecta ativamente o humano.

c) O miracídio, forma que infecta o caramujo (hospedeiro intermediário), passa a infectar o peixe e nele não consegue completar seu ciclo vital.

d) O caramujo (hospedeiro intermediário) é comido pelo peixe, e o parasita não tem como completar seu ciclo de vida.

e) O peixe e o caramujo (hospedeiro intermediário) competem pelos mesmos recursos naturais e o primeiro elimina o segundo por competição.

23. (UNICENTRO) Vírus são organismos que podem se adaptar rapidamente para ultrapassar as barreiras à infecção. Pesquisas recentes têm encontrado vestígios antigos de alguns vírus no genoma de determinados animais. Um novo estudo descreve a evidência de um hepadnavírus (grupo de vírus que inclui hepatite B, que infecta os seres humanos, bem como outros mamíferos e algumas aves) oculto no genoma dos pássaros modernos. Os pesquisadores responsáveis pelo novo trabalho dizem que a estimativa pode ser de, pelo menos, 19 milhões de anos.

(FÓSSEIS de vírus…, 2010).

Os dados estimam que mais de 50% da população mundial já foi contaminada com o vírus da Hepatite B, causada pelo Hepadnavirus. Com relação a esse vírus e seu modo de infecção, pode-se afirmar:

a) A contaminação por Hepadnavirus dar-se-á por meio da ingestão de água e alimentos contaminados com fezes de portadores do vírus, levando à ocorrência de sintomas subclínicos.

b) As formas mais frequentes de contaminação desse vírus, dentre a população humana, estão associadas ao compartilhamento de agulhas e seringas e ao estabelecimento de relações sexuais sem o uso de preservativos.

c) A Hepatite B ocasionada pelo Hepadnavirus é uma doença de fácil tratamento e lenta evolução clínica, dificilmente evoluindo para o câncer hepático.

d) Um dos principais modos de detecção da doença é a redução da liberação de bilirrubina nos portadores, apresentando, desse modo, a icterícia.

e) O tratamento e a vacinação para doenças ocasionadas pelo Hepadnavirus ainda não apresentam eficácia devido ao seu intenso processo de replicação viral.

24. (UECE) Dados do Ministério da Saúde revelam que o número de brasileiros que procurou a rede pública de saúde para fazer teste de HIV aumentou nos últimos anos e que essa realidade se deve a testes que utilizam nova tecnologia, oferecidos pela rede pública brasileira. Analise as afirmações a seguir.

I. A AIDS não tem cura e é causada por um retrovírus.

II. Portadores do HIV podem, mesmo sem apresentar sintomas da doença, transmitir o vírus para seus parceiros.

III. Filhos de mães infectadas pela AIDS fatalmente nascem com a doença.

IV. Ao se desenvolver, a AIDS enfraquece o sistema imunológico e diminui a resistência do indivíduo que fica suscetível a infecções por microrganismos.

É verdadeiro o que se afirma

a) Somente em I, II e III.

b) Somente em II, III e IV.

c) Somente em I, II e IV.

d) Somente em I, III e IV.

25. (UCPel) Uma das dietas mundialmente conhecidas proíbe o consumo de leite e derivados e limita muito o consumo de proteínas. Essas restrições levam à carência de minerais, especialmente de ferro e cálcio. Um indivíduo adulto, que, por um longo período, adotou essa dieta, pode apresentar:

a) Anemia e osteoporose.

b) Cegueira noturna e cãibras.

c) Bócio e hemorragia.

d) Beribéri e pelagra.

e) Escorbuto e xeroftalmia.

26. (PUC-PR) A dengue aparece como um problema de saúde pública principalmente no norte do Estado do Paraná. Embora estejamos atualmente no inverno, conhecendo o causador da dengue e seu vetor, podemos usar como medidas profiláticas a:

a) Vacinação em massa da população contra a bactéria causadora dessa doença.

b) Exterminação de ratos, vetores do vírus causador dessa doença.

c) Eliminação dos insetos vetores da bactéria causadora dessa doença.

d) Distribuição de antibióticos contra a bactéria causadora dessa doença.

e) Eliminação dos insetos vetores do vírus causador dessa doença.

27. (MACK) A respeito das consequências do uso do cigarro para a saúde humana, muitas pesquisas têm sido publicadas, muitas delas voltadas ao mecanismo de ação de um dos principais componentes, a nicotina, enquanto outras procuram esclarecer a população a respeito dos efeitos colaterais dos demais componentes do cigarro. A tabela abaixo mostra alguns desses componentes e seus efeitos no organismo humano.

COMPONENTE

EFEITO

NICOTINA

Destrói o colágeno da pele; provoca perda de elasticidade dos vasos sanguíneos; tem ação no sistema nervoso central.

ALCATRÃO

Deposita-se nas vias aéreas; contém várias substâncias cancerígenas.

MONÓXIDO DE

CARBONO

Liga-se ao átomo de ferro da molécula de hemoglobina.

AMÔNIA

Provoca irritações nas mucosas da boca e das vias aéreas.

SOLVENTES E

METAIS PESADOS

Por serem lipossolúveis, depositam-se no tecido adiposo; juntamente com a nicotina, os solventes têm ação no sistema nervoso central.

Assinale a alternativa correta:

a) A nicotina e os solventes causam dependência, por agirem no sistema nervoso central.

b) O monóxido de carbono prejudica o transporte do CO2 produzido nos tecidos.

c) O aumento do risco de desenvolver doenças coronárias se deve ao acúmulo de resíduos tóxicos do cigarro nas paredes dos vasos sanguíneos.

d) O depósito de alcatrão ajuda na filtração do ar que passa pelas vias aéreas.

e) As lesões provocadas pela amônia não podem ser relacionadas aos casos de câncer de laringe em fumantes.

28. (IFTO) É uma medida/são medidas de prevenção da doença chamada ancilostomose (amarelão):

a) Vacinação.

b) Higiene pessoal e uso de sanitários.

c) Evitar o contato da pele com areia frequentada por cães e gatos.

d) Borrifação no interior da residência.

e) Uso de calçados e de sanitários.

29. (UFSCar) Ao viajar para uma região muito pobre do Brasil, uma pessoa adotou as seguintes precauções:

1. Evitou comer carne de porco mal cozida.

2. Evitou nadar em lagoas.

3. Evitou andar descalço.

4. Lavou cuidadosamente frutos e verduras antes de comê-los.

Essas medidas profiláticas ajudam a prevenir, respectivamente:

a) Ascaridíase, ancilostomíase, esquistossomose e teníase.

b) Ascaridíase, esquistossomose, ancilostomíase e teníase.

c) Teníase, esquistossomose, ancilostomíase e ascaridíase.

d) Teníase, esquistossomose, ascaridíase e ancilostomíase.

e) Esquistossomose, teníase, ascaridíase e ancilostomíase.

30. (URCA) Muitos vertebrados são parasitados por invertebrados, principalmente no seu trato intestinal. Assinale a alternativa que apresenta apenas invertebrados parasitas do intestino humano.

a) Giárdia lamblia e Wulchereria bancrofti.

b) Trypanossoma cruzi e Taenia saginata.

c) Strogiloides stercoralis e Triatoma infestans.                          

d) Ascaris lumbricoides e Ancylostoma duodenale.

e) Wulchereria bancrofti e Oxyurus vermicularis.

31. (UFPR) Observe as figuras abaixo, extraídas de folhetos distribuídos à população por órgãos públicos:

31

As figuras A e B representam, respectivamente, medidas de prevenção da:

a) Doença de chagas e cisticercose.

b) Ancilostomose e cólera.

c) Malária e dengue.

d) Esquistossomose e febre amarela.

e) Teníase e ascaridíase.

32. (UECE) O AVC é causado pela obstrução ou ruptura de uma artéria, que ocasiona a falta de irrigação em determinada área do cérebro, podendo, dessa forma, provocar morte celular dos neurônios pela ausência de nutrientes e de oxigênio. Dentre as alternativas a seguir, assinale a que contém somente fatores que predispõem um indivíduo à ocorrência de AVC.

a) Hipotensão, diabetes mellitus, tabagismo, obesidade.

b) Hipertensão, obesidade, tabagismo, colesterol elevado.

c) Hipotireoidismo, hipotensão, doenças cardiovasculares, alcoolismo.

d) Hipertensão, elevada taxa glicêmica, HDL elevado, hipotireoidismo.

33. (UEM) No Brasil, as verminoses têm grande importância socioeconômica, estando diretamente vinculadas às condições precárias de saneamento básico e de moradia. É urgente que o governo canalize recursos financeiros para esse setor. Dentre as verminoses que ocorrem em nosso país, é correto afirmar que:

I   II

0  0 – A cisticercose é transmitida pelo consumo de carne contaminada por larvas encistadas, os cisticercos.

1  1 – A esquistossomose pode ser evitada pela destruição dos criadouros de larvas dos mosquitos transmissores.

2  2 – A lombriga, Ascaris lumbricoides, é adquirida ao andar-se descalço, visto que a larva penetra pelos pés.

3  3 – O amarelão, causado pelo Ancylostoma, é uma doença que se pode adquirir pela picada do bicho barbeiro.

4  4 – A teníase é uma doença causada pelo verme adulto de Taenia saginata, através da ingestão de carne bovina contaminada com os cisticercos.

34. (UFSCar)      Instrução: o texto refere-se a esta questão

MUNDO VIVE EPIDEMIA OCULTA DE TUBERCULOSE RESISTENTE A REMÉDIOS

Só 22 dos 46 países do continente africano têm dados sobre a epidemia, o Brasil é uma das 69 nações afetadas pela doença.

(Folha de S.Paulo, 21.05.2011. Adaptado.)

Pode-se afirmar corretamente que a tuberculose é provocada:

a) Por meio da inalação de microrganismos presentes no ar.

b) Pela exposição prolongada do corpo humano a baixas temperaturas.

c) Por doenças respiratórias pré-existentes como a pneumonia, doença de origem bacteriana.

d) Pelo excesso de partículas poluentes na atmosfera, que penetram nos pulmões causando infecções.

e) Por gripes não tratadas convenientemente, onde os vírus remanescentes no organismo humano sofrem mutações causando essa doença.

35. (UFPR) As enchentes do Litoral do Paraná se caracterizaram como uma verdadeira catástrofe, não só do ponto de vista ambiental como também social. As chuvas e a lama causaram mortes e desabamentos, com um grande número de pessoas desalojadas atualmente vivendo em abrigos. Além dessas questões, do ponto de vista sanitário as enchentes estão relacionadas à proliferação de diversas doenças e outros riscos à saúde da população. Sobre esses riscos, considere as seguintes afirmativas:

1. As hepatites, que são um grande risco em ambientes com enchentes, estão geralmente associadas à contaminação fúngica, devido à alta umidade a que os ambientes atingidos por enchentes estão submetidos.

2. Além das doenças, acidentes com animais peçonhentos e ferimentos que podem evoluir para tétano são riscos para as pessoas em locais atingidos por enchentes.

3. A dengue, malária e febre amarela são transmitidas por insetos, e o fato de terem origem bacteriana faz com que sejam altamente perigosas em regiões atingidas por enchentes.

4. A leptospirose, causada por uma bactéria presente na urina dos ratos, é um das doenças que mais preocupa em locais atingidos por enchentes.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente a afirmativa 2 é verdadeira.

b) Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas 1, 2 e 4 são verdadeiras.

36. (UNICENTRO) Interações biológicas em que seres vivos se nutrem de tecidos ou fluídos corporais de outros, causando-lhes prejuízo, são caracterizadas como relações de parasitismo. A ocorrência de parasitoses é um importante indicativo das condições de vida da população humana, sendo, no Brasil, um dos principais problemas de saúde pública. Analise as afirmativas a seguir relacionadas a essa temática:

I. A relação de parasitismo menos eficiente é aquela em que o parasita bem adaptado se beneficia do hospedeiro, sem provocar-lhe a morte.

II. A profilaxia mais indicada para a maioria das doenças parasitárias está relacionada à vacinação em massa da população de risco.

III. As doenças parasitárias possuem maior incidência em países de terceiro mundo, devido ao saneamento precário nessas regiões.

IV. O uso devido de instalações sanitárias e o tratamento adequado da água são medidas que podem levar à prevenção da ocorrência de parasitoses.

A alternativa que apresenta apenas as afirmativas corretas é:

a) I e II.

b) I e III.

c) I e IV.

d) II e III.

e) III e IV.

37. (UEMG)           BRASIL OBESO – UM PAÍS FORA DE FORMA

O peso do brasileiro está longe do ideal e, em pouco tempo, poderá ganhar proporções ainda maiores se hábitos saudáveis não entrarem, definitivamente, no cardápio das famílias. A Pesquisa do Orçamento Familiar (POF), divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que o excesso de peso pode alcançar dois terços da população adulta no país em cerca de 10 anos e chegar a patamares semelhantes aos dos Estados Unidos. Hoje, 49% dos brasileiros com 20 anos ou mais têm sobrepeso. A projeção considerou os últimos seis anos, período no qual a frequência de pessoas com problemas com a balança aumentou em mais de um ponto percentual ao ano – foi feito um comparativo entre a última POF, de 2002-2003, e a de 2008-2009.

(Jornal Estado de Minas, sábado 28 de agosto de 2010.)

Assinale, a seguir, a alternativa em que não se justificou corretamente o grande aumento de peso da população brasileira, nos últimos anos.

a) Está havendo uma tendência crescente de substituição de alimentos básicos e tradicionais na dieta brasileira – arroz, feijão e hortaliças – por bebidas e alimentos industrializados, como refrigerantes, biscoitos, carnes processadas e comida pronta.

b) Houve melhora na distribuição de renda nos últimos anos, o que possibilitou para as populações, antes menos favorecidas, o acesso a alimentos mais calóricos, como refrigerantes, sorvetes e guloseimas em geral.

c) Com a maioria da população brasileira vivendo em cidades e tendo que trabalhar fora, houve um aumento de refeições em lanchonetes, à base de salgadinhos, refrigerantes e fast-food, aliado, também, à diminuição das atividades físicas.

d) Houve um grande aumento nas campanhas de vacinação e grandes melhorias nas áreas da saúde e da educação, além das obras de saneamento básico que diminuem a incidência de várias doenças na população.

38. (PUC-RIO) Algumas doenças são consideradas como autoimunes porque as pessoas que as possuem:

a) Não são capazes de produzir anticorpos.

b) Têm alergia a medicamentos estranhos.

c) Produzem anticorpos contra as próprias partes de seu corpo.

d) Não podem receber transfusão sanguínea de nenhum doador.

39. (ASCES) A esquistossomose, doença comum na região nordeste do Brasil:

1. É transmitida ao homem pelo inseto vetor Anopheles.

2. É produzida por helmintos do gênero Schistosoma

3. Tem como hospedeiro intermediário o caramujo. 

4. Tem, no homem, como sintomas característicos, o aumento do fígado e do baço.

Estão corretas apenas:

a) 1, 2 e 4.

b) 2 e 4.

c) 1, 2 e 3.

d) 1 e 3.

e) 2, 3 e 4.

40. (IFTM) Com base no texto abaixo e em seus conhecimentos, responda a questão:

Campanha contra poliomielite teve resultado abaixo do esperado em Brasília

“A campanha nacional de vacinação contra a poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, teve resultado abaixo do esperado em Brasília. Segundo balanço parcial do Ministério de Saúde, 148.711 menores de cinco anos foram imunizados nesta primeira etapa, realizada entre 8h e 17h deste sábado (12/6). O número corresponde apenas a 67,26% da meta, que era de 95% (210 mil crianças). O percentual de 95% é o esperado nos parâmetros exigidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e, em geral, é atingido e até superado no DF, que não registra casos de paralisia infantil desde 1987. No país, o último registro da doença ocorreu em 1989.

Gripe H1N1

A Secretaria de Saúde do DF aproveitou a campanha contra a poliomielite para vacinar crianças de 2 a 4 anos contra a gripe A (H1N1). A imunização para a faixa etária começou há três semanas, mas só 24% das crianças foram vacinadas, percentual distante da meta de 80% estabelecida pelo Ministério da Saúde. Segundo Allan Kardec, a vacinação continuará à disposição na rede de saúde local até que o percentual seja alcançado”.

(Correio Brasiliense publicado em 12/06/2010).

A imunização contra diversos tipos de doenças é atingida através de vacinação, que consiste em injetar no organismo:

a) O soro obtido através do sangue de animais criados em laboratório, como cavalos, onde recebem grande quantidade de antígenos e anticorpos específicos.

b) Microrganismos vivos para provocar a doença de forma branda. O corpo imunizado produzirá antígenos específicos.

c) Microrganismos mortos ou atenuados que, reconhecidos pelo corpo como antígenos, induzam a produção de anticorpos específicos.

d) Um agente químico eficaz no combate a doença já instalada e que produza no corpo uma reação para a fabricação de anticorpos específicos.

e) Vírus ou bactérias vivos, em quantidade pequena, para provocar a doença de forma branda, pois o corpo imunizado produzirá antígenos específicos.

41. (UECE) Sabemos que durante o período chuvoso o número de doenças infecciosas tende a aumentar, principalmente em ambientes fechados.  Dentre as alternativas abaixo, assinale a que contém apenas doenças transmissíveis por gotículas de saliva, tosse ou espirros.

a) Sarampo, gripe, rubéola, AIDS.

b) Tuberculose, leptospirose, pediculose, ascaridíase.

c) Hanseníase, varicela, escarlatina, meningite.

d) Catapora, dengue, lepra, candidíase.

42. (UFSCar)           Instrução: o texto refere-se a esta questão

MUNDO VIVE EPIDEMIA OCULTA DE TUBERCULOSE RESISTENTE A REMÉDIOS

Só 22 dos 46 países do continente africano têm dados sobre a epidemia, o Brasil é uma das 69 nações afetadas pela doença.

(Folha de S.Paulo, 21.05.2011. Adaptado.)

Na prevenção da tuberculose, principalmente em crianças recém-nascidas, evita-se o convívio com pessoas afetadas pela doença e recomenda-se o consumo de leite pasteurizado e fervido, além do processo de vacinação. Ao receber, no período de um mês, duas doses do mesmo antígeno, o organismo reage produzindo anticorpos. O gráfico que melhor representa essa produção de anticorpos é:

42

43. (UNEMAT) Atualmente a mídia noticiou o aparecimento de diversos casos de dengue do tipo 4. Ao que tudo indica este tipo de vírus era comum há 28 anos, mas quase se extinguiu recentemente. Assinale a alternativa correta.

a) A dengue é causada pelo vírus Aedes aegypti, que se reproduz em água parada.

b) O vetor (agente transmissor) da dengue pertence à ordem fanerógama do Filo Insecta.

c) Eliminar focos de água parada de uma casa é suficiente para evitar a contaminação de seus moradores.

d) Os vírus apresentam em seu citoplasma tanto RNA quanto DNA.

e) O fato de haver tantos tipos de vírus da dengue pode ser considerado uma adaptação à defesa imunológica humana.

44. (UEMG) A ancilostomose (ou amarelão, opilação ou ainda “doença do Jeca Tatu”) é uma doença ainda muito disseminada em nosso país, tendo como agentes patogênicos o Necator americanus e o Ancylostoma duodenale. Com relação ao ciclo de vida desses helmintos e à doença causada por eles, podemos afirmar corretamente que:

a) Seu ciclo de vida é heteroxeno, porque possui dois hospedeiros: o homem, que age como hospedeiro intermediário, e o mosquito Culex fatigans, como hospedeiro definitivo.

b) Esses vermes são parasitas intestinais, porém alimentam-se de sangue, causando uma anemia profunda, típica da doença.

c) A principal forma de contaminação no meio rural se faz pela ingestão de seus ovos embrionados, que foram eliminados pelas fezes de seus hospedeiros, tanto o definitivo quanto o intermediário.

d) Além da higiene alimentar e do uso de calçado, a vacinação da população também é uma importante medida profilática para se evitar a ocorrência dessa doença.

45. (UEL) Leia o texto a seguir e responda esta questão.

No Konso [Etiópia], o homem carrega água apenas nas duas ou três semanas subsequentes ao nascimento de seu bebê. Garotos pequenos pegam água também, mas apenas até os 7 ou 8 anos. Essa regra é seguida à risca – por homens e mulheres. “Se garotos mais velhos carregam água, as pessoas começam a fofocar que a mãe deles é preguiçosa”, diz Aylito. A reputação de uma mulher do Konso, diz ela, assenta-se no trabalho duro. “Se eu ficar sentada em casa e não fizer nada, ninguém vai gostar de mim. Mas, se eu correr para cima e para baixo com 45 litros de água, eles dirão que sou uma mulher sábia que trabalha duro”. Lemeta, tímido, para na casa de Aylito Binayo e pede permissão ao marido dela, Guyo Jalto, para checar seus galões. Jalto leva-o até a palhoça onde eles são guardados. Lemeta abre a tampa de um deles e cheira, balançando a cabeça em aprovação – a família está usando WaterGuard, um aditivo à base de cloro. Uma tampinha cheia do produto purifica um galão de água. O governo passou a distribuir WaterGuard logo no começo da mais recente epidemia de diarreia. Lemeta também verifica se a família possui uma latrina e fala aos moradores sobre as vantagens de ferver a água de beber, lavar as mãos e banhar-se duas vezes por semana.

Adaptado de: ROSENBERG, Tina. O fardo da sede. Revista National Geographic. ed.121, 2010. Disponível em: <http://viajeaqui.abril.com.br/national-geographic/edicao-121/busca-agua-propria- 542206.shtml?page=3>. Acesso em: 3 ago. 2011.)

A diarreia, citada no texto, é um dos sintomas mais comuns de parasitoses do trato digestivo humano. A maior incidência dessas doenças ocorre em regiões sem água tratada e sistema de esgoto sanitário. Assinale a alternativa correta que contém apenas doenças cuja medida preventiva está associada a instalações sanitárias adequadas.

a) Ascaridíase, difteria, doença de Chagas e teníase.

b) Amarelão, dengue, esquistossomose e teníase.

c) Amebíase, cólera, esquistossomose e giardíase.

d) Ascaridíase, cisticercose, leishmaniose e oxiurose.

e) Ancilostomose, cólera, febre tifoide e malária.

46. (UFT) Uma reportagem da Veja na seção Medicina (no 11, março de 2011) anunciava “o fim de um pesadelo” ao destacar novos testes que rastreiam a presença do vírus HPV e antecipam o diagnóstico do câncer do colo de útero em dez anos, comparado ao tradicional exame papanicolau. Transmitido principalmente nas relações sexuais, o HPV está associado a 99% dos casos de câncer de colo uterino e parece estar associado ao câncer de pênis no homem. Marque a alternativa que aponta corretamente outras doenças causadas por vírus e que podem ser transmitidas sexualmente.

a) AIDS, hepatite B, hepatite C.

b) AIDS, hepatite B, cancro mole.

c) AIDS, sífilis, hepatite C.

d) AIDS, hepatite A, herpes genital.

e) AIDS, hepatite B, gonorreia.

47. A cada ano, 300 mil pessoas morrem de doenças cardiovasculares no Brasil. A causa de metade dessas mortes é a hipertensão ou pressão alta. O mais grave é que cerca de 15 milhões de adultos hipertensos e 3,5 milhões de crianças e adolescentes não sabem que estão com a doença. Analise as seguintes afirmações a respeito de doenças cardiovasculares:

I. Um dos fatores que levam um indivíduo a desenvolver doenças cardiovasculares é a obesidade que está relacionada tanto à hereditariedade quanto a aspectos socioculturais.

II. Para diminuir o risco de acidentes cardiovasculares é importante estimular-se o consumo de fibras vegetais, de queijos amarelos e de carnes vermelhas magras nas refeições diárias e a prática de atividades físicas, mesmo de maneira irregular.

III. Os vasos sanguíneos de crianças obesas são mais rígidos do que o normal e estão mais propensos a doenças cardiovasculares típicas de pessoas mais velhas.

É correto o que se afirma em:

a) I e II, apenas.

b) II e III, apenas.

c) I, II e III.

d) I e III, apenas.

48. (UEFS) As células que constituem o sistema imune atuam em conjunto de uma forma orquestrada para assegurar proteção ao corpo humano. De acordo com os conhecimentos relacionados às características das células que compõem o sistema imunitário humano e seu modo de ação, pode-se afirmar:

a) Linfócitos B, por meio da sua ação fagocitária, são as primeiras células que reconhecem proteínas de superfície de células estranhas capazes de causar danos ao corpo humano.

b) Citocinas inflamatórias produzidas por monócitos ativados promovem a inibição da produção de toxinas pelos agentes estranhos ao corpo.

c) A liberação de interleucinas pelos macrófagos estimula a multiplicação de linfócitos T auxiliares para o reconhecimento de agentes agressores e o recrutamento de linfócitos especializados em destruir células alteradas do corpo.

d) A diferenciação dos linfócitos T em plasmócitos maduros capacita-os a produzir anticorpos capazes de inativar substâncias nocivas ao corpo humano produzidas pelos microrganismos invasores.

e) A movimentação contínua de fagócitos entre os tecidos favorece a sua ligação aos anticorpos e a consequente ativação de antígenos específicos presentes na superfície de linfócitos matadores.

49. (UCB)

49

De tempos em tempos, a população corre o risco de contaminação por bactérias cada vez mais perigosas, por serem mais contagiosas e levarem a quadros clínicos mais graves. É o caso recente da bactéria Streptococcus pyogenes, que pode ter sido responsável por uma série de mortes no Distrito Federal. A figura apresenta os principais sintomas da doença ocasionada por S. pyogenes. Considerando a figura, o texto e conhecimentos correlatos, assinale a alternativa correta:

a) O uso indiscriminado de antibióticos pela população aumenta a taxa de mutação nas bactérias, o que tem como consequência direta o desenvolvimento de bactérias mais patogênicas.

b) De acordo com a figura, a bactéria causa problemas principalmente nos seguintes sistemas: digestivo, muscular, cardíaco e circulatório.

c) As bactérias como S. pyogenes são classificadas, considerando a nutrição, como autotróficas.

d) O gênero a que essa bactéria pertence indica que a sua forma é a de cocos enfileirados como um colar de contas.

e) Para evitar a infecção por essas bactérias, deve-se evitar o consumo de alimentos como laticínios e carnes.

50. (UNESP) Em 2008, a Secretaria Estadual de Saúde e pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz, ambas do Rio de Janeiro, confirmaram um caso de dengue adquirida durante a gestação. A mãe, que havia adquirido dengue três dias antes do parto, deu à luz uma garotinha com a mesma doença. O bebê ficou internado quase um mês, e depois recebeu alta. Pode-se afirmar corretamente que esse caso:

a) Contradiz a hipótese de que a criança em gestação receba, por meio da barreira placentária, anticorpos produzidos pelo organismo materno.

b) Contradiz a hipótese de que a dengue é uma doença viral, uma vez que pode ser transmitida entre gerações sem que haja a participação do Aedes aegypti.

c) Confirma que a dengue é uma doença infecto-contagiosa, que só pode ser transmitida de pessoa para pessoa através de um vetor.

d) Demonstra a possibilidade da transmissão vertical, de pessoa para pessoa, através do contato da pessoa sadia com secreções da pessoa doente.

e) Demonstra a possibilidade de o vírus da dengue atravessar a barreira placentária, sem que seja necessária a presença de um vetor para sua transmissão.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

C

B

VFFVV

E

A

C

C

A

B

D

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

E

B

VFVVV

D

C

B

C

D

C

A

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

A

D

B

C

A

E

A

E

C

D

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

D

B

FFFFV

A

C

E

D

C

E

C

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

C

E

E

B

C

A

D

C

D

E


Responses

  1. Caro Professor! Excelente as questões e foram muito válidas para o momento. Obrigada!

  2. Por que “obras de saneamento” como profilaxia contra a Malária, na questão 21 ??

    • 21. (PUC-RIO) “A malária é reconhecida como grave problema de saúde pública no mundo, ocorrendo em quase 50% da população, em mais de 109 países e territórios. Sua estimativa é de 300 milhões de novos casos e 1 milhão de mortes por ano, principalmente em crianças menores de 5 anos e mulheres grávidas do continente africano. A região amazônica é considerada a área endêmica do país para malária. A maioria dos casos ocorre em áreas rurais, mas há registro da doença também em áreas urbanas (cerca de 15%)”.
      Fonte: http://portal.saude.gov.br
      Entre as medidas propostas pelo Ministério da Saúde para prevenir a doença acima noticiada, estão:
      a) Usar mosquiteiros e repelentes, fazer obras de saneamento, controlar a vegetação de corpos d’água.
      b) Usar inseticidas e substituir casas de pau a pique por casas de alvenaria.
      c) Promover vacinação coletiva e usar inseticidas.
      d) Evitar o contato com pessoas infectadas.
      e) Evitar o consumo de alimentos crus e lavar as mãos sempre que entrar em contato com animais.
      Arthur
      Veja, a seguir, a explicação que você solicitou.
      – A malária é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Anopheles. Entre as medidas de prevenção a essa doença, estão o combate e a proteção contra os mosquitos adultos e o COMBATE ÀS LARVAS AQUÁTICAS.
      – Ver os textos abaixo:
      I. “ … eliminar criadouros do inseto vetor, o que pode ser feito evitando deixar água acumulada, pois esse inseto coloca seus ovos na água, eclodindo uma larva aquática que só depois da metamorfose passa a viver em ambiente aéreo; …”.
      (Sônia Lopes, vol.2, p.122).
      II. “ … Pode-se combater o mosquito mediante o aterro de lagoas e poças d’água que servem de criadouro para as larvas, …”
      (Amabis e Martho, vol. 2, p. 108).
      III. “ … O controle aos criadouros dos mosquitos é importante no controle da malária. Requer obras de drenagem de águas, aterros … “.
      (Avancini e Favaretto, vol. 2, p. 611).
      Djalma Santos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: