Publicado por: Djalma Santos | 18 de novembro de 2013

Testes sobre evolução

01. (UEPG) A partir da teoria da evolução é aceito que os organismos são aparentados e descendem de um ancestral comum. Com relação às evidências da evolução, assinale o que for correto.

I   II

0  0 – Os órgãos de mesma origem embrionária e com semelhanças anatômicas são chamados de homólogos.

1 1 – As comparações de DNA entre as diferentes espécies não têm revelado grau de semelhança entre os genes e não podem ser utilizados em estudos evolutivos.

2 2 – Órgãos análogos são aqueles que têm a mesma origem embrionária e funções semelhantes.

3 3 – Os órgãos vestigiais não são utilizados nos estudos de evolução por, em nenhum momento, indicarem relações evolutivas.

4 4 – O braço humano, a nadadeira do golfinho e a asa do morcego são consideradas estruturas homólogas.

02. (FAVIP) Considerando as ideias evolutivas de Lamarck, a “Lei do uso e desuso” defende que:

a) Órgãos pouco utilizados desaparecem durante o ciclo de vida de um organismo.

b) Órgãos muito utilizados se desenvolvem e permanecem na população ao longo da evolução.

c) Caracteres adquiridos no ciclo de vida são repassados aos descendentes formando novas espécies.

d) Organismos mais adaptados ao meio sobrevivem, enquanto os menos aptos são extintos.

e) As mutações são responsáveis pelo surgimento de estruturas ou órgãos, formando novas espécies.

03. (URCA) Assinale a alternativa correta a respeito dos reptilianos conhecidos popularmente como dinossauros.

a) Nunca coexistiram com os mamíferos.

b) Foram extintos no final da Era Mesozoica.

c) Apareceram no registro paleontológico no Período Devoniano.

d) Tiveram o seu apogeu em porte e número de espécies no final da Era Paleozóica.

e) Os crocodilianos são filogeneticamente os representantes vivos mais próximo dos dinossauros.

04. (UEG) Considere a seguinte situação hipotética: de uma usina termonuclear escapa radiação nuclear para uma área desabitada e contamina a grama da região, alterando a sua cor de verde para amarela, após alguns anos. Na região, vive uma espécie de grilos verdes que são alvos de predadores, como aves. Nesse contexto, essa espécie de insetos sobreviverá às mudanças no ecossistema quando acorrer o seguinte fenômeno:

a) Pelo uso e desuso, as gerações consecutivas de grilos verdes se adaptarem à irradiação.

b) Os genótipos melhor adaptados forem selecionados por uma condição ecológica, eliminando os que são desvantajosos.

c) Forem dotados de reguladores internos que oscilam com a frequência específica da radiação nuclear e possibilitarão a mudança de sua cor.

d) A prole dos grilos irradiados herdar um mecanismo de mimetização de cor, provocado por lesões na superfície corporal.

05. (UPE) A diversidade biológica e genética e a seleção natural são fundamentais para que haja evolução. É por meio da evolução que surgem novas espécies. Em relação às palavras e expressões sublinhadas, analise as afirmativas e conclua.

I  II

0  0 –  Diversidade biológica: também denominada biodiversidade. As fontes primárias da variabilidade dos seres vivos são as mutações gênicas que podem ocorrer espontaneamente e ao acaso.

1  1 – Seleção natural: age sobre o genótipo do indivíduo, independentemente de seu fenótipo. Na seleção do tipo estabilizadora, são favorecidos os genótipos extremos, com consequente diminuição dos tipos intermediários.

2  2 – Evolução: a evolução tende a aumentar a capacidade dos seres vivos em relação à sobrevivência ao meio em que vivem. A capacidade de adaptação corresponde ao modo harmônico de relação do organismo com o ambiente.

3  3 – Novas espécies : são formadas por processo denominado especiação. A anagênese é um processo da especiação em que um caráter hereditário surge ou se altera em uma população ao longo do tempo. Essas alterações que modificam as características de uma espécie são pequenas e graduais.

4  4 – Genética: ciência estudada por Gregor Mendel, que propôs também o estudo da Genética de Populações, ligando essa ciência à evolução das espécies.

06. (UFV) As variações (ou alterações) cromossômicas estruturais, considerando-se a evolução da espécie, serão?

a) Sempre benéficas.

b) Sempre maléficas.

c) Algumas benéficas e a maioria maléfica.

d) Sempre recessivas.

07. (MACK)

07

A ilustração mostra uma situação conhecida como convergência adaptativa, em que os indivíduos envolvidos possuem estruturas análogas. Nesse caso, é correto afirmar que:

a) Esses indivíduos possuem ancestrais comuns.

b) O ambiente provoca mutações semelhantes, resultando nessas estruturas análogas.

c) Esses indivíduos são híbridos.

d) A convergência adaptativa é um importante mecanismo de especiação.

e) A convergência adaptativa reflete a ação de pressões seletivas semelhantes, levando ao surgimento de analogias.

08. (UFPB) O desenvolvimento da Biologia Molecular, a partir de 1950, transformou radicalmente a maneira pela qual o homem modifica os organismos. Hoje, é possível introduzir genes de uma espécie em outra para adicionar-lhe características de interesse. Essa tecnologia é baseada no processo evolutivo dos seres vivos. Utilizando os conhecimentos sobre evolução, é correto afirmar que a funcionalidade de um gene de uma espécie em outra só é possível devido à (ao):

a) Lei do uso e desuso.

b) Processo de especiação.

c) Ancestralidade comum.

d) Gradualismo.

e) Efeito fundador.

09. (UESPI) Dentre as ideias evolucionistas que prevaleceram no século XX e ainda são objeto de discussão atual, a teoria do “equilíbrio pontuado” dos paleontologistas americanos Niles Eldredge e Stephen Jay Gould, defendia que a evolução dos organismos ocorreu:

a) De forma lenta e gradual, mas sem alterações expressivas em suas características.

b) De forma lenta e gradual, com alterações expressivas em suas características.

c) De forma rápida, com alterações expressivas em suas características.

d) De forma rápida, mas sem alterações expressivas em suas características.

e) De forma lenta e gradual em alguns períodos, intercalados por uma evolução rápida com alterações expressivas.

10. (UEPG) Na evolução biológica, o isolamento reprodutivo é um forte mecanismo para assegurar a especiação. Em relação aos mecanismos de isolamento reprodutivo das espécies, assinale o que for correto.

I  II

0  0 – O cavalo (Equus caballus) tem 64 cromossomos, já o asno (Equus asinus) tem 62 cromossomos. Do cruzamento entre uma égua e um asno nasce a mula. A mula é considerada uma espécie nova por apresentar fertilidade normal e gerar muitos descendentes.

1  1 – O isolamento etológico é uma barreira pré-zigótica à reprodução, onde o comportamento (por exemplo, dança, canto, etc.) do macho de uma espécie não atrai a fêmea da outra espécie, ou vice-versa, mesmo que estas coexistam.

2  2 – Em libélulas, o órgão copulador do macho é adaptado às peças genitais da fêmea. Machos de espécies diferentes apresentam a anatomia do órgão copulador diferenciada. Esse é um exemplo de isolamento mecânico à reprodução.

3  3 – No conceito reprodutivo, uma espécie é quando um grupo de organismos apresentam intrafertilidade e interesterilidade.

4  4 – Quando o híbrido de duas espécies diferentes não completa seu desenvolvimento, ou vem a óbito antes da idade adulta, tem-se o mecanismo de inviabilidade do híbrido.

11. (IFSC) Os verdadeiros descobridores da América foram os homens que deixaram a Ásia, cruzaram o estreito de Behring e chegaram ao Alasca. Pontas de lanças feitas de pedra, os artefatos mais antigos encontrados nos Estados Unidos, foram produzidos há 13 mil anos por um povo denominado civilização Clóvis, que se espalhou pela América do Norte e Central. Até recentemente se acreditava que eles haviam sido os primeiros humanos a habitar nosso continente. Agora, a análise de um coprólito sugere que mil anos antes do aparecimento da civilização Clóvis já existiam seres humanos na América do Norte. Coprólito é o nome científico de fezes fossilizadas. Da mesma maneira que é possível conhecer muito sobre a vida de uma família examinando o lixo que ela produz em casa, cientistas são capazes de descobrir muito sobre a vida de um animal através da análise de suas fezes.

Fonte: REINACH, F. Coprólitos e a descoberta da América. InREINACH, F.A longa marcha dos grilos canibais. São Paulo: Companhia da Letras, 2010. p. 274.

Analise as proposições e assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

I   II

0  0 – Caso os pesquisadores encontrassem coprólitos de um animal contendo basicamente uma razoável quantidade de fibras vegetais, poderiam inferir sobre a possibilidade de esse animal ser um produtor.

1  1 – Fósseis mostrando a dentição dos hominídeos ao longo de sua evolução demonstram que esses indivíduos exploraram uma boa variedade de alimentos. Atualmente, os seres humanos são considerados onívoros.

2  2 – Lamarck e Darwin, ao elaborar suas teorias evolutivas basearam-se, sobretudo, no estudo de fósseis encontrados nos cinco continentes e que evidenciavam a teoria da seleção natural defendida por ambos.

3  3 – São considerados fósseis todos os indícios da presença de organismos que habitaram determinado local do planeta no passado.

4  4 – Os fósseis, incluindo os coprólitos citados no texto, assim como características do desenvolvimento embrionário dos seres vivos são considerados importantes evidencias evolutivas.

12. (PUC-CAMPINAS) Troglodita é um termo usado para designar populações humanas que utilizam ou utilizaram cavernas como abrigo. Apesar de dependerem das cavernas, essas populações diferem de outros organismos, chamados de troglóbios, que passam o ciclo de vida completo dentro de cavernas, dependendo inteiramente desses ambientes para viverem. Uma característica muito frequente em espécies troglóbias é a perda de órgãos relacionados à percepção de luz, como olhos, assim como o desenvolvimento de órgãos tácteis e olfativos mais sensíveis. Assinale a alternativa que explica o surgimento dessas características nas espécies troglóbias de acordo com o que se sabe sobre evolução biológica.

a) A falta de utilização dos olhos e o treinamento excessivo do olfato são transmitidos de geração a geração, modificando os órgãos sensoriais.

b) Nas cavernas a taxa de mutação é maior, levando à melhor percepção táctil e olfativa e pior percepção luminosa.

c) Indivíduos com percepção táctil e olfativa mais apurada se reproduzem com mais eficiência que os que têm olhos desenvolvidos.

d) A necessidade de deixar de ver e de passar a sentir melhor estímulos tácteis e olfativos estimula a modificação dos órgãos de cada indivíduo.

e) Ocorrerá reversão instantânea dessas características se a pressão ambiental imediata for relaxada com o retorno das espécies para a superfície.

13. (UECE) Pode-se afirmar corretamente que a especiação se completa com o isolamento:

a) Geográfico.

b) Ecológico.

c) Sazonal.

d) Reprodutivo.

14. (PUC-CAMPINAS)

Atenção: Para responder esta questão considere o texto apresentado abaixo.

Em vários países subdesenvolvidos, um importante problema de saúde pública é o consumo de água contaminada por arsênico, substância nociva ao organismo presente naturalmente no solo e em rochas. Duas tecnologias se mostraram eficazes no processo de descontaminação. A primeira delas (…) é fruto da combinação de nanocristais magnéticos com materiais baseados em grafeno, formado apenas por átomos de carbono. O compósito resultante é adicionado na água e em apenas 10 minutos remove as partículas de arsênico. Em seguida, o líquido passa por um processo simples de filtragem, e está pronto para o consumo humano. O outro método emprega um sistema de tubos de vidro e plástico que, submetido à luz solar durante algumas horas, faz a purificação da água. (…) o protótipo foi capaz de reduzir o nível de contaminação por arsênico de 500 partes por bilhão (ppb) para 30 ppb.

                             (Revista Pesquisa Fapesp, setembro de 2010, p. 70)

Assim como o arsênico, o cianureto é um tipo de substância que atua impedindo a síntese de ATP. No entanto, enquanto o primeiro é um composto que pode ser encontrado em rochas, o segundo é produzido por algumas plantas, como por exemplo, a mandioca-brava. Assinale a alternativa que explica, segundo a teoria evolutiva darwiniana, a presença de cianureto em plantas.

a) Excesso de herbivoria sobre certas plantas direcionam as mutações para que surjam substâncias protetoras como o cianureto.

b) Nos ambientes onde existe a mandioca-brava, ocorrem mais mutações que nos outros ambientes, causando a produção de cianureto.

c) Indivíduos capazes de produzir e armazenar cianureto sofrem menos com a ação de predadores e deixam maior número de descendentes férteis.

d) Em locais onde há muita herbivoria, as plantas adquirem, durante a vida, a capacidade de se defender e transferem-na para os descendentes.

e) As plantas com menos cianureto provavelmente são mais predadas e, portanto, deixam descendentes em maior número.

15. (UNICENTRO) Os organismos multicelulares evoluíram a partir de eucariotos unicelulares há, pelo menos, 1,7 bilhão de anos. Alguns eucariotos unicelulares formam agregados multicelulares que parecem representar uma transição evolutiva entre células individuais e organismos multicelulares.

                                                                        (COOPER; HAUSMAN, 2007).

Com base na análise do texto e nos conhecimentos referentes ao desenvolvimento dos organismos multicelulares, pode-se afirmar que:

a) O surgimento de organismos multicelulares com alta variabilidade genética foi resultante de intensos processos de reprodução assexuada.

b) Todas as células viriam a executar uma mesma função, apesar do surgimento de distintos tipos em organismos multicelulares.

c) A necessidade de formação dos agregados multicelulares surgiu pela baixa complexidade das suas unidades formadoras que inviabilizava sua sobrevivência.

d) O aumento da especialização celular direcionou a transição de agregados coloniais para organismos multicelulares verdadeiros.

e) A submissão do agregado de células às mesmas condições ambientais impossibilitou a sua posterior diferenciação celular.

16. (UPE)                         Leia o texto a seguir:

Alguns evolucionistas pós-darwinianos tenderam a propagar uma ideia empobrecida, ingenuamente feroz, da _______________, a ideia da pura e simples “luta pela vida”, expressão que inclusive não é de Darwin, mas de Spencer. Os neo-darwinianos do começo deste século propuseram, ao contrário, uma concepção muito mais rica e mostraram, baseados em teorias quantitativas, que o fator decisivo da _________________ não é a “luta pela sobrevivência”, mas, no interior de uma espécie, a taxa diferencial de reprodução.

                 Fonte: adaptado de Monod, J. O acaso e a necessidade: ensaio sobre a filosofia natural da biologia moderna. 6. ed. Petrópolis, RJ; Vozes, 2006; p. 121.

Qual alternativa abaixo apresenta o fator evolutivo que preenche corretamente as lacunas do texto?

a) deriva gênica.

b) migração.

c) mutação.

d) recombinação.

e) seleção natural.

17. (PUC-SP) Analise a tira de quadrinhos abaixo.

17

Embora hermafroditas, os caramujos normalmente têm fecundação cruzada, mecanismo que leva a descendência a apresentar:

a) Aumento de variabilidade genética em relação à autofecundação e maior chance de adaptação das espécies ao ambiente.

b) Diminuição da variabilidade genética em relação à autofecundação e maior chance de adaptação das espécies ao ambiente.

c) Variabilidade genética semelhante à da autofecundação e as mesmas chances de adaptação das espécies ao ambiente.

d) Diminuição de variabilidade genética em relação à autofecundação e menor chance de adaptação das espécies ao ambiente.

e) Variabilidade genética semelhante à da autofecundação e menor chance de adaptação das espécies ao ambiente.

18. (UFRN) Atualmente, a História da Ciência procura entender como o conhecimento foi construído em determinada época, de modo contextualizado, e considera que cada cultura e tempo têm questões peculiares a serem solucionadas. Nesse contexto, em relação às teorias evolutivas, Jean Baptiste de Lamarck:

a) Era defensor de que as espécies não evoluíam de outras espécies.

b) Acreditava que os seres vivos não se modificavam ao longo do tempo.

c) Propôs o princípio da seleção natural antes mesmo de Darwin.

d) Foi um dos primeiros pesquisadores a propor que os seres vivos evoluíam.

19. (UFPB) Desde o surgimento da Terra e ao longo de sua evolução, o número de espécies tem variado, e hoje se estima que esse número pode variar entre 10 e 100 milhões. Para o surgimento de duas novas espécies através de uma especiação dicopátrica, é necessário que ocorram algumas etapas, obedecendo à sequência:

a) Acúmulo de diferenças genéticas entre as populações – Isolamento reprodutivo – Aparecimento de barreiras geográficas.

b) Isolamento reprodutivo – Aparecimento de barreiras geográficas – Acúmulo de diferenças genéticas entre as populações.

c) Isolamento reprodutivo – Acúmulo de diferenças genéticas entre as populações – Aparecimento de barreiras geográficas.

d) Aparecimento de barreiras geográficas – Acúmulo de diferenças genéticas entre as populações – Isolamento reprodutivo.

e) Aparecimento de barreiras geográficas – Isolamento reprodutivo – Acúmulo de diferenças genéticas entre as populações.

20. (UEM) A enorme variedade de seres vivos tem fascinado a humanidade, desafiando-nos a compreendê-la e a explicá-la. “Como surgem as novas espécies?”, questiona-se. Com relação a esse assunto, assinale o que for correto.

I   II

0  0 – A Teoria da Evolução admite que todas as espécies hoje existentes compartilham um ancestral comum, em um processo denominado especialização.

1  1 – Uma etapa fundamental no processo evolutivo que dá origem a novas espécies é o isolamento geográfico de populações.

2  2 – Novas espécies surgem quando duas populações ficam isoladas uma da outra de modo que não haja intercâmbio genético entre elas.

3  3 – O processo pelo qual uma espécie se espalha por vários ambientes e origina um grande número de espécies diferentes é chamado de irradiação adaptativa.

4  4 – Novas espécies podem surgir em consequência de mutações cromossômicas.

21. (UEPG) Um importante momento evolutivo dos vertebrados foi a transição para o ambiente terrestre. Relacionado às adaptações necessárias para essa ocupação, assinale o que for correto.

I  II

0  0 – O surgimento das patas, a partir das nadadeiras lobadas dos sarcopterígeos, forneceu um eficiente mecanismo de locomoção aos vertebrados terrestres.

1  1 – A fecundação interna e a adaptação onde o desenvolvimento do embrião ocorre, dentro de um ovo com casca juntamente com seus anexos embrionários, foram importantes para a colonização dos répteis ao ambiente terrestre.

2  2 – A pele dos anfíbios recoberta por escamas ou placas córneas, de origem epidérmica formada por queratina, constitui-se em um excelente mecanismo de evitar a perda de água.

3  3 – Todos os anfíbios possuem mecanismo de respiração exclusivamente pulmonar nas diferentes fases de vida.

4  4 – Todos os répteis apresentam endotermia, facilitando o controle da temperatura corpórea constante.

22. (FAVIP) Dentre as alternativas abaixo, uma não apresenta evidência que apoia a teoria sintética da evolução ou Neodarwinismo. Aponte-a.

a) Existência de alterações cromossômicas ou mutações no material genético.

b) Prevalência dos indivíduos com características vantajosas.

c) Reprodução sexuada com diferentes parceiros e grande variedade fenotípica.

d) Migração e isolamento geográfico de parte da população.

e) Presença de caracteres fenotípicos adquiridos no ciclo de vida.

23. (ASCES) Segundo o Neodarwinismo, as mutações gênicas são consideradas importantes ferramentas evolutivas para as populações, porque:

a) Ocorrem ao acaso.

b) São fontes de variabilidade genética.

c) Produzem vantagens benéficas aos indivíduos.

d) Alteram células somáticas e germinativas.

e) Aumentam devido à exposição aos raios ultravioleta.

24. (UFPR) Certos insetos apresentam um aspecto que os assemelha bastante, na cor e às vezes até na forma, com ramos e folhas de algumas plantas. Esse fato é de extremo valor para o inseto, já que o protege contra o ataque de seus predadores. Esse fenômeno, analisado à luz da Teoria da Evolução, pode ser explicado:

a) Pela lei do uso e desuso, enunciada por Lamarck.

b) Pela deriva genética, comum em certas populações.

c) Pelo isolamento geográfico que acontece com certas espécies de insetos.

d) Pela seleção natural, que favorece características adaptativas adequadas para cada ambiente específico.

e) Por uma mutação de amplo espectro que ocorre numa determinada espécie.

25. (UNICENTRO) As espécies mudam com o decorrer do tempo. Hoje existem milhões de espécies de organismos vivos sobre a Terra, incluindo bactérias, fungos, plantas e animais. Todas elas procedem de um antepassado comum, conforme uma grande quantidade de provas biológicas reunidas por estudos científicos. Porém não é a mesma variedade de organismos vista há milhões de anos, quando havia espécies muito diferentes das atuais e outras que foram extintas. A teoria da evolução trata das evidências da origem dos seres vivos e das mudanças lentas e graduais que sofreram desde seu aparecimento até os dias atuais.

                                                                                  (A EVOLUÇÃO…, 2011).

Com base nos conhecimentos sobre o assunto, é correto afirmar:

a) A partir do desenvolvimento da genética pela descoberta das leis de Mendel, em 1900, permitiu-se a reinterpretação da teoria da evolução de Lamarck, na qual as características adquiridas poderiam ser hereditárias.

b) Na Lei da transformação das espécies proposta por Darwin, as alterações dos indivíduos de uma dada espécie eram explicadas por uma ação do meio, pois os organismos, passando a viver em condições diferentes, iriam sofrer alterações das suas características.

c) A hipótese da geração espontânea ditava que os seres vivos estariam organizados num plano, designado Scala Naturae, mutável, pela qual os organismos, assim formados, teriam a possibilidade de alterar algumas de as suas características básicas.

d) As maiores críticas às teorias darwinistas estão relacionadas com a dificuldade em explicar o surgimento de estruturas complexas, que dificilmente teriam origem em apenas um acontecimento, por ação da seleção natural.

e) O neodarwinismo salienta que a causa da variação genética das populações ocorre por um único fator predisponente: o aparecimento de fenômenos aleatórios, como as mutações.

26. (UENP) A família Cactaceae é exclusiva das Américas, sendo típica de ambientes xerofíticos, ou seja, de climas secos, como desertos e savanas secas. Na África não ocorre essa família, entretanto, nos desertos e savanas secas desse continente, outras famílias ocuparam nichos semelhantes aos ocupados por Cactaceae nas Américas. Um exemplo é a família Euphorbiaceae, que possui espécies africanas típicas de ambiente seco, com adaptações morfoanatômicas e fisiológicas bastante semelhantes às encontradas em Cactaceae. O padrão evolutivo encontrado entre espécies de Cactaceae e de Euphorbiaceae, que não são aparentadas e ocorrem em ambientes com características semelhantes, é um exemplo de qual situação?

a) Especiação, já que, em condições ambientais de deserto, espécies pertencentes a diferentes grupos tendem a se tornar a mesma espécie, devido a uma resposta de pressão de seleção semelhante.

b) Evolução divergente, já que, apesar de algumas espécies de Cactaceae e Euphorbiaceae possuírem semelhanças fenotípicas, elas divergem entre si, pois pertencem a diferentes famílias botânicas.

c) Evolução por ancestralidade, já que, provavelmente, por Cactaceae e Euphorbiaceae possuírem características fenotípicas comuns, significa que essas famílias possuem um ancestral comum.

d) Fluxo gênico, já que, para que essas espécies, que pertencem a famílias diferentes, possuam características fenotípicas comuns, é necessário que tenha ocorrido troca de alelos entre elas.

e) Evolução convergente, já que essas espécies, que pertencem a famílias diferentes, possuem características fenotípicas comuns que surgiram em resposta a uma pressão de seleção semelhante.

27. (UNEMAT) Os sete milhões de anos de história evolutiva humana são bem documentados. Uma longa série de fosseis conhecidos narra as modificações que se sucederam até o surgimento do homem moderno (Homo sapiens), há cerca de 150 mil anos. Sobre este assunto, assinale a alternativa correta.

a) O Homo sapiens surgiu no continente americano.

b) Os humanos pertencem à ordem dos carnívoros, classe dos mamíferos e filo dos artrópodes.

c) São características importantes na evolução humana o polegar opositor e a postura quadrúpede.

d) O parentesco próximo entre homens e chimpanzés fica evidenciado pela grande semelhança do DNA das duas espécies.

e) O cérebro desenvolvido dos humanos não contribuiu para o uso de ferramentas.

28. (UECE) Sobre as inovações do DNA que resultaram em evolução, assinale o correto.

a) Não há explicações lógicas para tais inovações.

b) Essas inovações provêm de mutações.

c) O DNA parental não participa do processo de mudança.

d) Tais inovações independem do ambiente para se fixarem por seleção natural.

29. (UPE)                                   Leia o texto a seguir:

“A compreensão de como as espécies de peixes estão geneticamente organizadas ao longo de uma bacia hidrográfica é de extrema importância para a conservação dos recursos pesqueiros…”

“…, a ideia de que essas espécies organizam-se em populações grandes e panmíticas era, até recentemente, inquestionável dado sua grande capacidade de dispersão. Entretanto, trabalhos recentes em espécies como o matrinchã (Brycon orthotaenia), o curimatã (Prochilodus argenteus) e o pintado (Pseudoplatystoma corrucans) da bacia do rio São Francisco mostram a ocorrência de estruturação de populações que são coexistentes e co-migrantes ao longo da calha principal do rio.”

          Fonte: Frankham, R; Ballou, JD.; Briscoe, DA. Fundamentos de Genética da Conservação. Ribeirão Preto, SP: SBG, 2008. 280p.

Quando várias populações de espécies diferentes compartilham a mesma área geográfica, são denominadas:

a) Alopátricas.

b) Análogas.

c) Híbridas.

d) Homólogas.

e) Simpátricas.

30. (UFTM) Analise uma das hipóteses sobre a origem da espécie humana.

30

A partir das informações contidas na representação, pode-se afirmar que a espécie:

a) Humana surgiu na África, a partir de linhagens de Homo ergaster.

b) Homo ergaster migrou para a Europa para originar a espécie Homo neanderthalensis.

c) Homo erectus deu origem à espécie humana.

d) Homo neanderthalensis conviveu em algum momento com a espécie Homo rudolfensis.

e) Humana e a Homo ergaster não apresentam grau de parentesco evolutivo.

31. (UFSCar) Em uma farmácia, ocorreu o seguinte diálogo a respeito do uso de antibióticos:

Rick disse: ─ O uso contínuo de antibióticos induz as bactérias a alterarem sua biologia para criarem resistência a esses fármacos.

Alex retrucou: ─ As bactérias resistentes já existem, os antibióticos apenas eliminam as sensíveis.

Através das afirmações feitas por Rick e Alex, é possível identificar ideias relacionadas respectivamente ao:

a) Fixismo e ao darwinismo.

b) Lamarckismo e ao neodarwinismo.

c) Mendelismo e à seleção natural.

d) Lamarckismo e ao darwinismo.

e) Neodarwinismo e à seleção natural.

32. (PUC-CAMPINAS) Atenção: Para responder esta questão considere o texto apresentado abaixo.

Esferas minúsculas podem se tornar uma arma contra a leishmaniose visceral, doença causada pelo protozoário Leishmania chagasi que, sem tratamento, é fatal em 90% dos casos. A principal terapia disponível emprega antimônio, um metal bastante tóxico para o paciente. Agora um grupo coordenado pelo farmacologista André Gustavo Tampone, do Instituto Adolfo Lutz, testou com sucesso a furazolidona, um medicamento usado contra a giardíase, uma parasitose intestinal, e contra a Helicobacter pylori, bactéria causadora da úlcera gástrica.

                                         (Revista Pesquisa Fapesp, junho de 2010, p. 42)

A Helicobacter pylori está associada a infecções estomacais e a terapia para a sua eliminação consiste na administração de antibióticos. Quando se utiliza apenas um tipo de antibiótico, é muito frequente o aparecimento de variedades resistentes em um intervalo curto de tempo, muitas vezes em apenas uma geração. O processo descrito acima, que tem como produto variedades de Helicobacter resistentes a certo tipo de antibiótico, é análogo ao processo de:

a) Seleção, no qual um criador escolhe quais os indivíduos que irão procriar na próxima geração.

b) Vacinação, situação na qual uma bactéria é inserida em outra espécie, com o objetivo de produzir variedades resistentes.

c) Clonagem, no qual vários indivíduos idênticos são gerados a partir de apenas um, que é o dono do patrimônio genético.

d) Enxertia, no qual um agricultor insere mudas de uma planta no caule de outra, para aumentar a produção de frutos e sementes.

e) Predação, no qual uma espécie utiliza outra como fonte de carbono e energia, eliminando-a do ambiente.

33. (PUC-RS) Sobre o pensamento evolutivo proposto por Darwin, é incorreto afirmar que:

33

a) A seleção natural age no fenótipo e explica a especiação dos seres vivos.

b) Forças externas agem sobre a variabilidade dos organismos.

c) A pressão seletiva modifica os genes para que o organismo se adapte.

d) As características hereditárias favoráveis tornam-se mais comuns ao longo das gerações.

e) Em determinado ambiente, indivíduos mais adaptados sobrevivem e deixam descendentes.

34. (UEPA) Leia o texto abaixo para responder esta questão.

Os seres vivos são fruto do processo evolutivo, que ocorre desde o surgimento da vida na Terra. Cada espécie tem suas particularidades ao meio, que lhes conferem maiores chances de sobrevivência e de deixar descendentes. Alterações ambientais, como o desmatamento e a poluição, no entanto, podem colocar as espécies em risco de extinção.

                          (Texto Modificado: Bio: Volume único, Sônia Lopes, 2008).

Com referência ao Texto acima, analise as afirmativas.

I. Lamarck foi o primeiro naturalista a propor a teoria sistemática da evolução.

II. No darwinismo os seres vivos são submetidos à seleção natural.

III. Segundo Lamarck o princípio evolutivo está baseado na lei do uso e desuso e no mutacionismo.

IV. Para Darwin, os organismos mais bem adaptados ao meio teriam maiores chances de sobrevivência.

V. A teoria sintética da evolução considera a seleção natural, a mutação e a migração atuando nas populações.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) I, II e IV.

b) II, III e V.

c) I, II, IV e V.

d) I, II e III.

e) II, III, IV e V.

35. (IFTM) A tecnologia do DNA recombinante tem usado bactérias para fabricar substâncias úteis ao homem, como a insulina e alguns tipos de antibióticos. As indústrias farmacêuticas lutam para criar antibióticos cada vez mais potentes e eficazes contra diversos tipos de infecções. No entanto, o emprego de antibióticos de maneira indiscriminada, não controlada, tem sido a causa da incidência cada vez maior de patologias infecciosas resistentes ao uso dos antibióticos. Tal fato se deve:

a) À ação dos antibióticos sobre o organismo infectado, reduzindo sua resistência natural.

b) A adição de antibiótico induziu o aparecimento de bactérias mais fortes.

c) O antibiótico provoca o aumento da parede celular bacteriana, tornando-a resistente.

d) Há uma tendência das bactérias a se habituarem aos antibióticos.

e) Ocorreu seleção de linhagens de bactérias resistentes aos antibióticos.

36. (UFT) De acordo com a Teoria da Evolução clássica proposta por Charles Darwin, é correto afirmar que:

a) A adaptação resulta da interação dos organismos com o ambiente, sendo que características adquiridas durante a vida dos organismos são transmitidas para as gerações seguintes.

b) As características de um organismo variam de acordo com sua utilização, ou seja, certos órgãos corporais quando muito utilizados, desenvolvem-se, e quando pouco utilizados, atrofiam-se.

c) As mudanças ambientais provocam modificações nas necessidades dos organismos, fazendo com que novas características surjam. Estas características adaptativas são, portanto, controladas unicamente pelo ambiente.

d) Em populações naturais, há indivíduos que possuem maior sucesso reprodutivo e de sobrevivência, principalmente por apresentarem características adaptativas, que são selecionadas pela seleção natural.

e) As adaptações em organismos são produzidas principalmente por mutações, que podem causar tanto o ganho quanto a perda de características ancestrais. A evolução se dá quando essas diferenças hereditárias tornam-se mais comuns ou mais raras em uma população, através de seleção natural ou deriva genética.

37. (URCA) Observe o esquema a seguir relativo ao processo evolutivo de uma espécie hipotética e assinale a alternativa incorreta:

37

a) A pode ser entendido como um caso de mutação, com o aparecimento de um novo gene que começará a ser propagado ao longo do tempo.

b) B pode ser visto como um caso de seleção natural, onde os portadores da característica em negro são mais aptos.

c) No caso do gene em negro, este parece determinador de uma característica mais favorável ao ambiente onde ocorre essa população.

d) O desaparecimento dos indivíduos com o gene em branco mostra que houve competição intraespecífica.

e) Essa situação pode ser entendida como um caso de vicariância.

38. (UECE) Os répteis, provavelmente, evoluíram de um grupo de ______________, que passaram a possuir a estrutura apomórfica denominada ____________, anexo embrionário possuidor do líquido necessário para o processo de fecundação _______________, determinante na migração definitiva dos animais vertebrados da água para a terra.  Os termos que completam na ordem e corretamente as lacunas acima são:

a) peixes, âmnion, interna.

b) anfíbios, âmnion, interna.

c) anfíbios, alantoide, externa.

d) peixes, alantoide, externa.

39. (UEFS) Com base nos conhecimentos referentes à organização básica dos seres vivos, pode-se inferir:

a) Associações simbióticas estabelecidas entre células de complexidade diferenciada permitiram o surgimento da multicelularidade.

b) A seleção de células procarióticas primitivas induziu a modificações que culminaram com o desenvolvimento de células eucarióticas.

c) O desenvolvimento de características mais adaptadas ao ambiente terrestre possibilitou o surgimento de células eucarióticas em detrimento das células procarióticas.

d) O agrupamento de células com características comuns e organização intracelular semelhante dita as bases da existência de vida no planeta Terra.

e) O aumento da especialização celular possibilitou a evolução de agregados celulares primitivos para verdadeiros organismos multicelulares.

40. (UFPR) Com base nos estudos sobre Evolução, é correto afirmar que:

I   II

0   0 – A mutação produz variabilidade genética.

1  1 – As asas dos insetos, aves e morcegos são estruturas com semelhança interna, o que indica parentesco evolutivo.

2   2 – A seleção natural só ocorre se houver variabilidade genética.

3 3 – Os mamíferos, nas espécies arborícolas, corredoras, escavadoras, nadadoras e voadoras, são um exemplo de irradiação adaptativa.

4  4 – Entende-se por adaptação o conjunto de características de uma espécie que contribuem para sua sobrevivência e reprodução num determinado ambiente.

41. (UNNESP)

41

Se me mostrarem um único ser vivo que não tenha ancestral, minha teoria poderá ser enterrada.

                                                                                            (Charles Darwin)

Sobre essa frase, afirmou-se que:

I. Contrapõe-se ao criacionismo religioso.

II. Contrapõe-se ao essencialismo de Platão, segundo o qual todas as espécies têm uma essência fixa e eterna.

III. Sugere uma possibilidade que, se comprovada, poderia refutar a hipótese evolutiva darwiniana.

IV. Propõe que as espécies atuais evoluíram a partir da modificação de espécies ancestrais, não aparentadas entre si.

V. Nega a existência de espécies extintas, que não deixaram descendentes.

É correto o que se afirma em

a) IV, apenas.

b) II e III, apenas.

c) III e IV, apenas.

d) I, II e III, apenas.

e) I, II, III, IV e V.

42. (FGV) A teoria da evolução foi formulada por vários pesquisadores durante anos de estudos, tomando como essência as noções de Darwin sobre a seleção natural e incorporando noções de genética. Segundo essa teoria, afirmou-se que:

I. A teoria sintética considera a população como unidade evolutiva.

II. A enorme diversidade de fenótipos em uma população é indicadora da variabilidade dessa população.

III. Um fator que determina alteração na frequência dos genes de uma população é a mutação.

É correto o que se afirma em:

a) I, apenas.

b) I e II, apenas.

c) I e III, apenas.

d) II e III, apenas.

e) I, II e III.

43. (UPE) “Algumas mudanças evolutivas importantes ocorrem com rapidez suficiente para que possam ser documentadas no decorrer de uma ou de algumas vidas científicas. Isto é particularmente provável quando, devido a atividades humanas ou outras causas, o ambiente de uma população muda ou quando uma espécie é introduzida em um novo ambiente. Por exemplo, as mudanças no suprimento alimentar devido à seca nas Ilhas Galápagos causaram, no período de poucos anos, uma mudança evolutiva substancial, embora temporária, no tamanho do bico de um tentilhão; um vírus introduzido na Austrália para controlar os coelhos evoluiu para uma menor virulência em menos de uma década (e a população de coelhos tornou-se mais resistente a ele); os ratos evoluíram para a resistência ao veneno warfarin; desde a II Guerra Mundial, centenas de espécies de insetos que infestam safras e transmitem doenças desenvolveram resistência ao DDT e a outros inseticidas e a rápida evolução da resistência a antibióticos nos microrganismos patogênicos gera um dos mais sérios problemas de saúde pública.”

                      Fonte: Futuyma, 2002. Evolução, Ciência e Sociedade (SBG).

Esses exemplos decorrem da atuação de:

a) Deriva genética.

b) Especiação.

c) Migração.

d) Mutação cromossômica.

e) Seleção direcional.

44. (UFMS) O homem sempre demonstrou suas habilidades artísticas, deixando importantes registros através de desenhos. Considerando os processos evolutivos, o esquema a seguir representa as relações entre anagênese e cladogênese. Quanto aos processos evolutivos em 1, 2 e 3, respectivamente, assinale a alternativa correta.

44

a) Anagênese, anagênese e cladogênese.

b) Cladogênese, cladogênese e anagênese.

c) Anagênese, cladogênese e anagênese.

d) Cladogênese, anagênese e cladogênese.

e) Cladogênese, anagênese e anagênese.

45. (UECE) O DDT, um pesticida potente, foi considerado durante muitas décadas como uma solução milagrosa no combate de pragas, sendo indiscriminadamente empregado na agricultura, e até mesmo na higiene pessoal para matar piolhos e pulgas. Atualmente seu uso é proibido, exceto para o controle de vetores, em casos de emergência epidemiológica. Sobre os pesticidas são feitas as seguintes afirmações.

I. Eles provocam a destruição de numerosas espécies, o que leva ao empobrecimento dos ecossistemas e a desequilíbrios ambientais.

II. A exposição continuada aos agrotóxicos, mesmo que a níveis relativamente baixos, pode afetar a saúde humana.

III. Eles promovem a seleção de espécies resistentes, ou seja, capazes de sobreviver em condições ambientais adversas.

IV. São substâncias de difícil degradação que se acumulam no ambiente e podem interferir no metabolismo de animais, devido a um processo conhecido como biomagnificação.

É correto o que se afirma em:

a) II e III, apenas.

b) I, II e IV, apenas.

c) II, III e IV, apenas.

d) I, III e IV, apenas.

46. (UEFS) Desde 2003, soldados americanos que sobreviveram a graves ferimentos no Iraque tiveram que enfrentar um inimigo ainda mais mortal quando retornaram aos Estados Unidos. Debilitados por cirurgias e entupidos de antibióticos, se tornaram presas fáceis para bactérias que atacam justamente pessoas com problemas graves de saúde. No caso americano, a responsável foi a Acinetobacter baumannii, que contaminou 700 soldados entre 2003 e 2007. Agora é a vez de o Brasil enfrentar um surto de KPC, superbactéria que matou uma pessoa no Paraná e 18 no Distrito Federal, e infectou outras 22 em mais quatro estados. (KPC não é…., 2010).

Muitos casos de infecção hospitalar diagnosticados nos hospitais brasileiros, nos últimos meses do ano de 2010, foram relacionados à superbactéria Klebsiella pneumoniae (KPC). Com relação à resistência a antibióticos observada nas superbactérias, normalmente isoladas em Unidades de Terapia Intensiva de hospitais, pode-se afirmar que:

a) A utilização desenfreada de antibióticos induz a ocorrência de alterações metabólicas e comportamentais em alguns grupos de células procarióticas, tornando-as mais resistentes.

b) A intensificação do controle de comercialização de medicamentos pela ANVISA tem como principal objetivo evitar a utilização de antibióticos que estimulem a replicação bacteriana.

c) A bactéria Klebsiella pneumoniae, produtora da enzima carbapenemase, é capaz de causar infecção generalizada independentemente do estado imunológico do indivíduo.

d) A ocorrência de mutações em bactérias comuns, como as do gênero Klebsiella, pode aumentar o potencial adaptativo desses organismos.

e) Nos hospitais, principais focos de contaminação microbiológica, ocorre a disseminação de fungos que se associam a bactérias comuns, tornando-as resistentes sob condições adversas.

47. (UFPel) Analise o quadro sobre o tempo geológico e alguns eventos:

tabela.2Tabela baseada no livro BIO, Volume único, Sonia Lopes, Ed. Saraiva, 2008.

Com base em seus conhecimentos e de acordo com a tabela, é correto afirmar que:

a) No período Ordoviciano, surgiram as primeiras plantas terrestres e suas flores permitiram a origem e expansão dos artrópodes como os insetos.

b) As plantas que possuem as suas sementes protegidas por uma estrutura chamada fruto surgiram apos a origem das plantas que apresentavam as suas sementes desprotegidas.

c) Os homens (mamíferos) viveram na mesma época que os dinossauros, no período Triássico, porém os dinossauros foram extintos no Cretáceo e os homens continuaram a sua evolução.

d) Houve uma única extinção em massa, que foi no período Cretáceo, na era Mesozoica; nessa época, os dinossauros foram extintos, provavelmente devido à queda de um meteoro.

e) As primeiras aves e répteis surgiram a partir de um grupo de dinossauros, e mesmo após a extinção dos dinossauros, esse dois grupos seguiram a sua própria evolução.

48. (UNICENTRO) A teoria da evolução mais aceita pela ciência atualmente é a teoria sintética da evolução ou neodarwinismo. Segundo essa teoria as duas principais causas da variabilidade genética, ou seja, os dois principais fatores que aumentam a variabilidade genética são:

a) Seleção natural e especiação.

b) Uso e desuso.

c) Mutações e recombinação gênica.

d) Adaptação e engenharia genética.

e) Retrocruzamento e fecundação cruzada.

49. (PUC-RS) Na Inglaterra, a espécie de mariposa Biston betularia apresentava indivíduos claros e escuros. Coletas realizadas por biólogos antes do período industrial mostraram que indivíduos claros eram mais frequentes, pois sobreviviam ao se camuflarem entre os líquens dos troncos das árvores. Após a industrialização, a fuligem e a fumaça mataram os líquens e escureceram os troncos, o que, ao longo das gerações, resultou no benefício da forma escura e na vulnerabilidade da forma clara, a qual diminuiu sua frequência por ser mais visível e predada pelos pássaros. Essa pesquisa demonstrou a contribuição diferenciada da descendência para as gerações futuras pelos tipos genéticos que pertenciam à mesma população, processo conhecido como:

a) Mimetismo.

b) Competição.

c) Predação.

d) Nicho ecológico.

e) Seleção natural.

50. (UEMG) Em 2009, comemorou-se o 150º aniversário da publicação do livro “Origem das espécies”, de Charles Robert Darwin. Esse livro trouxe uma teoria que revolucionou o modo de pensar dos seres humanos, a respeito das espécies biológicas. Considerando o pensamento de Darwin sobre esse assunto, só está correto afirmar que:

a) As mutações gênicas são casuais e o meio ambiente seleciona as mais favoráveis.

b) Os seres vivos têm características diferenciais que respondem às forças do ambiente.

c) Os seres vivos mudam com o tempo, por pressões indutoras do meio ambiente.

d) As competições por recursos promovem o desenvolvimento de novas características.

51. (UFPB) Observe a figura abaixo, que representa o processo de evolução de um grupo de pássaros. Cada retângulo com linha contínua representa uma área geográfica e cada retângulo tracejado representa uma espécie (identificada na figura pelas letras A, B, C, D, E, F ou G). A figura é inspirada na hipótese de relações filogenéticas de um grupo de aves do arquipélago de Galápagos, documentada por Charles Darwin.

51

Considerando a figura e as informações apresentadas, assinale as alternativas verdadeiras.

I   II

0   0 – O processo de separação geográfica das espécies B e C, a partir da espécie A, é denominado cladogênese.

1   1 – As mudanças observadas na forma dos indivíduos das espécies B (entre T2 e T3), C (entre T2 e T5) e D (entre T4 e T5) são o resultado de um processo denominado anagênese.

2   2 –   O processo de especiação sofrido pelas espécies B e C é denominado especiação simpátrica.

3  3 – A espécie A é denominada ancestral comum das espécies D, F, G e C.

4  4 –    O processo de especiação que deu origem às espécies F e G é denominado especiação alopátrica.

52. (UFPI) A maioria das populações apresenta uma diversidade genética considerável. Marque a alternativa que contém conhecimentos que justificam corretamente a não ocorrência de perda da diversidade genética de uma espécie ao longo do tempo.

a) A deriva genética, a seleção estabilizadora e a seleção direcional não influenciam na perda da diversidade genética dentro da população, pois seus efeitos acontecem somente em grandes populações.

b) Mesmo organismos que normalmente compõem populações de grande tamanho podem, ocasionalmente, sofrer os efeitos do “gargalo-de-garrafa populacionais”, em que a diversidade genética não poderá sofrer redução devido à deriva genética.

c) A reprodução sexual aumenta o potencial evolutivo das populações e em grandes populações existem diferenças entre subpopulações. As mutações neutras acumulam-se nas espécies, e pode ocorrer seleção dependente das frequências, pelos polimorfismos.

d) A deriva genética altera as frequências alélicas de algumas populações, mas só pode competir com a seleção natural em populações grandes, onde a diversidade genética existente é mantida em subpopulações distintas.

e) A recombinação genética não influencia na perda e na manutenção da diversidade genética, pois a reprodução sexual não tem interferência nas frequências alélicas.

53. (UFPR) “Nada na biologia faz sentido, a não ser sob a luz da evolução”, escreveu Theodosius Dobzhansky, em 1973. “A biologia só se consolidou como ciência após a teoria da evolução”, diz o biólogo Diogo Meyer, da USP. Se estivesse vivo, Charles Darwin faria 200 anos em 2009. E foi ele que elaborou a teoria da seleção natural, que explica a evolução dos seres vivos.

                                                   (Estado de S.Paulo, 08.02.2009. Adaptado)

Segundo a teoria proposta por Charles Darwin, os seres vivos:

a) São imutáveis, e isso significa que seus descendentes mantêm suas características por várias gerações.

b) São induzidos a mudar quando o ambiente se altera, deixando mais descendentes adaptados.

c) Mais fortes sempre sobrevivem e deixam descendentes mais fortes, sendo desnecessária a influência ambiental e genética.

d) Tendem a se aperfeiçoar, independentemente das mudanças do meio ambiente, e a cada geração formam descendentes modificados.

e) Mais adaptados apresentam maiores chances de sobrevivência e reprodução, passando aos descendentes suas características vantajosas.

54. (UFPel) Os tucunarés (Cichla) vivem em populações separadas em lagos, mas os indivíduos de lagos diferentes usam um rio central para passarem de um local para o outro e conseguem cruzar entre si. Uma bióloga do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia relata que está ocorrendo um menor fluxo gênico entre as populações desses peixes. Isso pode ser decorrente da abertura de estradas e a construção de barragens, o que está dificultando a passagem dos peixes de um lago para o outro.

                                  Ciência Hoje, nº 259, vol. 44, maio de 2009 [adapt.].

Com base no texto, é correto afirmar que:

a) O menor fluxo gênico entre as populações de tucunarés é devido a barreiras causadas por mutações genéticas.

b) Podem surgir novas espécies de peixes a partir do isolamento de populações, desde que ainda seja possível o cruzamento entre os indivíduos das populações isoladas.

c) Os motivos de isolamento dos tucunarés são devidos às interferências humanas. De fato, todos os casos de especiação ocorrem pela ação antrópica.

d) Os tucunarés não terão problemas com o isolamento, pois eles fazem partenogênese, em que um óvulo dá origem a um novo indivíduo, não havendo necessidade de reprodução sexuada.

e) Como consequência de um provável isolamento geográfico entre as populações de tucunarés, pode ocorrer um processo de especiação.

55. (UEPB) Organismos diferentes podem, às vezes, apresentar certas semelhanças, por causa da adaptação ao mesmo tipo de ambiente. A baleia, por exemplo, é um mamífero que, ao se adaptar à vida aquática, “passou a apresentar” nadadeiras e outras características semelhantes às dos peixes. Sabe-se, portanto, que as baleias surgiram, por evolução, de mamíferos e não diretamente dos peixes. Órgãos análogos como os do exemplo citado são um caso de:

a) Evolução convergente.

b) Seleção natural.

c) Evolução divergente.

d) Adaptação ambiental.

e) Mutação adaptativa.

56. (UEG) Pesquisas genéticas estão sendo realizadas com a finalidade de estabelecer as rotas de migração das primeiras populações humanas que deixaram a África. Em uma dessas rotas, foram comparadas sequências de DNA em mais de mil voluntários de 54 regiões do planeta. Os resultados mostraram que a espécie humana descende de uma população reduzida que veio da África há 70 mil anos, quando, provavelmente, ocorreu algum tipo de desequilíbrio ecológico que quase causou a extinção da espécie, resultando numa redução da variação genética nos descendentes. O processo evolutivo que explica essa situação é denominado:

a) Crossing over.

b) Deriva genética.

c) Migração.

d) Mutação.

57. (UFRRJ) Entre as várias espécies de lagartos do gênero Cnemidophorus, existem aquelas que são partenogenéticas, com populações compostas unicamente de fêmeas. Quando comparadas geneticamente com populações biparentais (aquelas com machos e fêmeas), esperamos encontrar:

a) Maior quantidade de variações nas populações partenogenéticas, porque são mais estáveis.

b) A mesma quantidade de variação nas duas populações, pois a variação genética independe de cruzamentos.

c) Maiores variações genéticas nas populações biparentais, pois estas possibilitam maior probabilidade de combinações entre genes.

d) Maiores variações genéticas nas populações partenogenéticas, porque os cruzamentos em populações biparentais tende a diluir as variações.

e) A mesma quantidade de variação genética nas duas populações, pois a taxa de mutação nos genes de lagartos do mesmo gênero é constante.

58. (UNIFESP) Nas figuras, as mudanças de cores nas esferas simbolizam a aquisição de novas características nas espécies ao longo do tempo.

58

As figuras que representam, respectivamente, a teoria criacionista, a lamarckista e a darwinista são:

a) I, II e III.

b) I, III e II.

c) II, I e III.

d) II, III e I.

e) III, II e I.

59. (UFC) Analise as assertivas a seguir:

I. A mutação em células germinativas e somáticas é um dos elementos da variabilidade genética. Entretanto, em organismos de reprodução exclusivamente sexuada, a nova condição será compartilhada com a população somente quando ocorrer nas células somáticas.

II. O evolucionismo está fundamentado em evidências, como o registro fóssil, as semelhanças anatômicas e a adaptação ao ambiente.

III. A condição derivada e compartilhada das fanerógamas é a presença de semente, assim como para equinodermata e cordata a condição é a deuterostomia.

Com respeito às três assertivas, é correto afirmar que:

a) Apenas II é verdadeira.

b) Apenas I e II são verdadeiras.

c) Apenas I e III são verdadeiras.

d) Apenas II e III são verdadeiras.

e) I, II e III são verdadeiras.

60. (UEL) “Com relação aos processos de evolução que atuam numa linha evolutiva de organismos que estão variando através dos tempos, Stebbins (1970) comparou esses processos com um automóvel percorrendo uma estrada.”

                 (RAMALHO, M., BOSCO DOS SANTOS, J., PINTO, C. B. “Genética na Agropecuária”. 2. ed. Lavras: UFLA, 2a ed. 2000. p. 346.)

Com base nos conhecimentos sobre evolução, analise as afirmativas a seguir:

I. A mutação corresponde ao motor do automóvel, pois é uma das fontes de variação genética, que é essencial para a progressão contínua da melhoria das espécies, sobre a qual a seleção exerce sua ação.

II. A recombinação genética corresponde ao combustível, atuando pela mistura de genes e cromossomos, que ocorre durante o ciclo sexuado, fornecendo a variabilidade sobre a qual o fluxo gênico e a deriva genética exercem sua ação.

III. A seleção natural que dirige a variabilidade genética para a adaptação do ambiente pode ser comparada ao motorista do veículo. Juntas, seleção e recombinação podem ser comparadas ao câmbio e ao acelerador do automóvel.

IV. O isolamento reprodutivo tem efeito canalizador semelhante à estrada que, com seus limites e sinalizações impostos sobre o motorista, permite a movimentação de vários veículos na mesma direção e ao mesmo tempo.

Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas.

a) I e IV.

b) II e III.

c) III e IV.

d) I, II e III.

e) I, II e IV.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

VFFFV

B

B

B

VFVVF

C

E

C

E

FVVVV

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

FVFVV

C

D

C

D

E

A

D

D

FVVVV

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

VVFFF

E

B

D

D

E

D

B

E

A

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

D

A

C

C

E

D

E

B

E

VFVVV

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

D

E

E

A

B

D

B

C

E

B

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

VVFVF

C

E

E

A

B

C

C

D

C


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: