Publicado por: Djalma Santos | 3 de dezembro de 2013

Testes sobre fanerógamas

01. (UEPG) A figura abaixo esquematiza a morfologia externa da raiz de uma angiosperma. Com relação a essa estrutura, assinale o que for correto.

01

Fonte: Linhares S; Gewandsznajder F. Biologia Hoje, os seres vivos.

Vol 2. Editora Ática, São Paulo, 1997.

I   II

0  0 – A coifa ou caliptra é constituída por um tecido resistente, cujas células são substituídas continuamente e tem função de proteger o meristema primário situado mais internamente.

1 1 – Na região do meristema as células estão se multiplicando ativamente por mitose, possibilitando o crescimento da raiz.

2  2 – A região de alongamento não apresenta crescimento e é totalmente impermeável.

3 3 – A região dos pelos absorventes tem como função principal a fixação da planta ao substrato.

4  4 – A região de ramificação origina as raízes secundárias que diminuem muito a área de absorção.

02. (CEFET-PI) Considere a seguinte sugestão de cardápio de dieta para um jantar:

JANTAR – SALMÃO COM FRUTAS E LEGUMES

ALIMENTOS

1200 CALORIAS

1600 CALORIAS

Salmão

60 gramas

85 gramas

Óleo vegetal

1,5 colher de sopa

1,5 colher de sopa

(I) Batata doce cozida

3/4 média

3/4 média

Margarina

1 colher de sopa

1 colher de sopa

(II) Cebola

1/2 xícara

1/2 xícara

(III) Morango

1

1

(IV) Abacaxi

1 pequeno

1 médio

Chá sem açúcar

1 xícara

1 xícara

Leite

1/2 copo

Água

2 copos

2 copos

Os alimentos I, II, III e IV são exemplos de:

a) Rizoma; tubérculo; fruto apocárpico e infrutescência.

b) Caule; bulbo, fruto sincárpico e infrutescência.

c) Tubérculo; rizoma; fruto múltiplo e fruto apocárpico.

d) Raiz; bulbo; fruto apocárpico e infrutescência.

e) Raiz; rizoma; infrutescência e fruto múltiplo.

03. (UFV) As funções das estruturas indicadas na figura abaixo são:

03

1

2

3

4

a

Proteção Fotossíntese Absorção Transpiração

b

Fotossíntese Transporte Transpiração Absorção

c

Proteção Transpiração Transporte Trocas gasosas

d

Proteção

Fotossíntese

Fotossíntese e circulação de ar

Trocas gasosas

e

Circulação de ar

Transpiração

Fotossíntese e circulação de ar

Trocas gasosas

04. (UNICENTRO) Analise os itens abaixo.

I. Transporte ativo de auxinas.

II. Capilaridade.

III. Difusão de gás carbônico.

IV. Pressão positiva da raiz.

V. Transpiração.

Estão relacionados com o transporte de seiva bruta os itens:

a) IIIIII.

b) IIIIIV.

c) II IVV.

d) II IIIV.

c) III IVV.

05. (UFPB) No reino vegetal, há plantas que apresentam, entre outras características, folhas com nervuras paralelas, frutos com número de lojas igual ou múltiplo de três e sistema radicular fasciculado. São exemplos desse tipo de planta:

a) Alho, trigo e arroz.

b) Arroz, cebola e feijão.

c) Feijão, grama e cana-de-açúcar.

d) Cana-de-açúcar, ervilha e café.

e) Café, alho e trigo.

06. (UFMT) A aboboreira apresenta flores unissexuais masculinas e femininas no mesmo pé. Essa é característica de uma planta:

a) Dioica.

b) Monoica.

c) Polígama.

d) Estéril.

07. (UPE) Açaí ou Juçara é o fruto bacáceo de cor roxa, que dá em cacho na palmeira conhecida como açaizeiro, cujo nome científico é  Euterpe oleracea. Espécie Monocotiledônea nativa da várzea da região amazônica, especificamente dos seguintes países: Venezuela, Colômbia, Equador, Guianas e Brasil (estados do Amazonas, Amapá, Pará, Maranhão, Rondônia, Acre e Tocantins). A festa da Juçara do Maranhão refere-se ao açaí.

(Fonte: adaptado de http://pt.wikipedia.org/wiki/A%C3%A7a%C3%AD).

Sobre o texto, analise os itens abaixo:

I. O termo monocotiledônea coloca o açaizeiro no grupo de plantas traqueófitas e fanerógamas.

II. O termo palmeira encontrado no texto refere-se a plantas, que possuem caule cilíndrico, não ramificado, do tipo estipe.

III. As regiões, onde são encontradas essas palmeiras, possuem em comum sua localização dentro de áreas de clima temperado.

IV. O fruto do açaizeiro é resultado da fecundação de uma criptógama com formação de flor e fruto.

Estão corretos os itens:

a) I e II.

b) II e III.

c) III e IV.

d) I, II e III.

e) I, II e IV.

08. (UEPA) Analisando o padrão de desenvolvimento vegetal ilustrado a seguir, sobre as estruturas enumeradas, afirma-se que:

08

                                                                  (Fonte: Purves et al. 2006)

I. O alongamento da estrutura 4 é estimulado pela ação das auxinas.

II. O crescimento da estrutura 3 e o retardamento de seu envelhecimento são estimulados pela ação das citocininas.

III. Na germinação epígea, a estrutura 2 é lançada acima do solo.

IV. A medida que a planta se desenvolve, vai consumindo as reservas contidas na estrutura 2, e as novas folhas formadas começam a realizar fotossíntese.

De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:

a) I, II, III e IV.

b) II, III e IV.

c) II e III.

d) I, III e IV.

e) I, II e III.

09. (IF-GO) Assinale a alternativa incorreta.

a) As orquídeas são plantas epífitas.

b) O feijão pertence ao grupo das monocotiledôneas.

c) As plantas parasitas retiram seiva das hospedeiras através de raízes sugadoras, chamadas de haustórios.

d) Na flor das angiospermas, o estilete liga o estigma ao ovário.

e) Os frutos secos indeiscentes não se abrem espontaneamente quando maduros.

10. (UFMS) Os vegetais apresentam diferentes tipos de adaptações relacionadas ao ambiente que ocupam. Com relação a essas adaptações, assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

I   II

0  0 – Os pneumatóforos protegem a planta contra ataque de microrganismos.

1  1 – As lenticelas favorecem as trocas gasosas.

2  2 – Os espinhos tem função de proteção.

3  3 – Os haustórios servem para fixação na planta hospedeira.

4  4 – As raízes escoras auxiliam na sustentação da planta.

11. (UFPB) Sobre o transporte de substâncias e a fotossíntese das angiospermas, identifique as afirmativas corretas:

I   II

0  0 – A absorção de água e sais minerais por uma planta ocorre principalmente através dos pelos absorventes presentes na epiderme das raízes.

1  1 – O deslocamento da seiva bruta das raízes até as folhas é gerado principalmente pela energia liberada pela fotossíntese.

2  2 – As moléculas orgânicas de que a planta necessita para sua nutrição são produzidas pela própria planta, a partir de moléculas orgânicas retiradas do solo.

3  3 – As únicas células da epiderme vegetal a realizarem fotossíntese são as células-guarda dos estômatos.

4  4 – A retirada de um anel completo da casca do tronco de uma árvore (anel de Malpighi) levará a árvore à morte, porque cessará o transporte de seiva bruta das raízes até as folhas.

12. (UFERSA) Considere as estruturas fundamentais do corpo de uma planta:

I. Folha.

II. Caule.

III. Raiz.

Os sistemas dérmico (de revestimento), vascular (de transporte) e fundamental (de armazenamento e sustentação) estão presentes:

a) Apenas em I e em II.

b) Apenas em I e em III.

c) Apenas em II e em III.

d) Em I, em II e em III.

13. (CEFET-PI) O trecho abaixo revela passagem de uma música do cantor e compositor Alceu Valença. Sobre o tema abordado no trecho analise as proposições que se seguem.

GIRASSOL

Um girassol nos teus cabelos

Batom vermelho

Girassol

Morena flor do desejo

Ah, teu cheiro em meu lençol

Desço pra rua

Sinto saudade

Gata selvagem

Sou caçador

Morena flor do desejo

Ah, teu cheiro matador […]

Sobre o trecho é correto afirmar exceto:

a) O fruto do girassol é um aquênio, composto de pericarpo (casca), mesocarpo e endocarpo.

b) O Girassol é um vegetal que apresenta a geração esporofítica duradoura em relação à geração gametofítica.

c) Uma flor dita completa pode apresentar pétalas, sépalas, androceu e gineceu.

d) Uma característica evolutiva obtida pelos vegetais que pertencem ao filo ao qual o girassol faz parte foi a de poder contar com o desenvolvimento de um tubo polínico durante a fertilização permitindo uma independência da água para a reprodução.

e) Os cabelos são anexos da pele ricos em colágeno e melanina.

14. (FGV) Em algumas espécies de plantas, ocorre autoincompatibilidade entre o grão de pólen e o estigma da mesma flor. Esse mecanismo, geneticamente determinado, impede que nessas espécies ocorra a:

a) Polinização.

b) Partenogênese.

c) Autofecundação.

d) Fecundação interna.

e) Fecundação cruzada.

15. (UEPB) Quando o grão-de-pólen atinge o estigma, forma-se o tubo polínico que cresce em direção ao óvulo. Este crescimento dá-se pelo mecanismo do:

a) Quimiotropismo.

b) Tigmotropismo.

c) Sismonastismo.

d) Quimiotactismo.

e) Tigmonastismo.

16. (UFMG) Considere o processo representado na figura abaixo.

16

É incorreto afirmar que, para esse processo ocorrer, é preciso haver, no solo:

a) Matéria orgânica.

b) Oxigênio disponível.

c) Suprimento hídrico.

d) Temperatura adequada.

17. (UFV) Analise as seguintes afirmativas sobre os elementos florais:

I. Estão presentes nas angiospermas e têm papel estratégico no processo de polinização.

II. Estão envolvidos direta ou indiretamente com o processo de reprodução sexuada.

III. Estão constituídos nas gimnospermas apenas por sépalas e pétalas.

Está incorreto o que se afirma em:

a) I, II e III.

b) I e II, apenas.

c) II e III, apenas.

d) III, apenas.

e) II, apenas.

18. (ACAFE-SC) Correlacione as regiões de uma raiz e suas respectivas funções.

1. Coifa.

2. Zona lisa.

3. Zona pilífera.

4. Zona de ramificação.

(   ) Determina o crescimento da raiz.

(   ) Proteção.

(   ) Absorção de água.

(   ) Onde surgem as raízes secundárias.

A sequência numérica, de cima para baixo, deve ser:

a) 2431.

b) 4 31 2.

c) 2134.

d) 324 1.

e) 1423.

19. (UDESC) As angiospermas constituem um grande grupo de plantas, cujas características são:

a) Presença de flores que podem ser hermafroditas, ou masculinas, ou femininas.

b) Presença de estróbilos femininos e estróbilos masculinos, sem formação de flores.

c) Produção de sementes sem proteção de um fruto.

d) Reprodução dependente da água para a fertilização e flores exclusivamente monoicas.

e) Alternância de gerações e fase esporofítica haploide.

20. (COVEST) Observe a figura abaixo, referente à estrutura interna de uma folha, e analise as afirmativas abaixo.

20

I   II

0  0 – A epiderme (1 e 2) é formada por células meristemáticas clorofiladas que impedem a perda de vapor de água para a atmosfera.

1  1 – Os parênquimas clorofilianos, o paliçádico e o lacunoso (3 e 4, respectivamente) são abundantes em folhas.

2 2 – Sobre a epiderme, pode ser observada a presença de cutícula (5), a qual dificulta as trocas gasosas e é formada por cutina ou cera.

3  3 –  No interior das folhas, encontra-se o mesófilo, composto pelos parênquimas clorofilianos. Imersas no mesófilo, encontram-se as nervuras, que contêm os feixes de vasos condutores (6).

4  4 –  Um estômato (7) é constituído por duas células-guarda, entre as quais fica o ostíolo, que, fechado, impede a perda de vapor-d’água e as trocas gasosas

21. (FRB-BA) As plantas crescem, na Natureza, recebendo energia sob a forma de luz visível, luz solar. A partir dessa absorção de energia, a fotossíntese realiza reações químicas que, globalmente, permitem a liberação de oxigênio (O2), a fixação do gás carbônico (CO2), do ar e a formação de açúcares – de forma equivalente a (CH2O)n -, que se transformarão em celulose, um dos constituintes da madeira. Uma planta para se desenvolver, precisa também de água (H2O), e de nutrientes – como vários minerais, tais como o magnésio e o potássio. A figura abaixo ilustra a seção transversal de um caule em que se distinguem faixas mais ou menos concêntricas, alternadamente claras e escuras, que correspondem à produção secundária do xilema ou tecido de condução da seiva bruta. As faixas mais escuras correspondem aos períodos de menor crescimento em espessura do caule e em que as células do lenho são menores.

21

As variações na espessura e na coloração desses anéis podem “contar” um pouco da história do Sol e da árvore, porque:

I   II

0 0 – A espessura dos anéis depende da participação da celulose, produto imediato da fotossíntese, na formação do xilema.

1  1 – As zonas mais clara devem corresponder a períodos de menor intensidade fotossintética, o que reflete condições ambientais restritas.

2  2 – O anel que é adjacente à casca do caule registra o primeiro ano de vida da árvore.

3  3 – As variações no fluxo de energia emitido pelo Sol devem interferir na fixação do CO2, pela planta, o que repercute na síntese de carboidrato.

4  4 – A formação do amido, armazenado principalmente no xilema, sofre interferência das variações estacionais por causa das flutuações na incidência da luz na superfície terrestre.

22. (CEFET-PI) O trecho abaixo revela passagem de uma música do cantor e compositor Alceu Valença. Sobre o tema abordado no trecho analise as proposições que se seguem.

TROPICANA

Da manga rosa quero o gosto e o sumo

Melão maduro sapoti juá

Jabuticaba teu olhar noturno

Beijo travoso de umbu-cajá

Pele macia ai carne de caju

Saliva doce doce mel mel de uruçu

Linda morena fruta de vez temporana

Caldo de cana-caiana

Vem me desfrutar […]

Sobre o trecho é incorreto afirmar:

a) Melão é um fruto suculento e do tipo baga.

b) A manga rosa corresponde a um fruto verdadeiro, pois se origina do desenvolvimento do ovário da flor.

c) Carne de caju representa o pedúnculo da flor que ao se desenvolver passa a armazenar nutrientes.

d) Umbu e cajá são frutos do tipo drupa.

e) A cana de açúcar é uma dicotiledônea que apresenta um caule do tipo colmo.

23. (UTFPR) A absorção radicular vegetal pode ser prejudicada por alguns fatores, tais como:

a) O crescimento vegetal e a condução da seiva.

b) A multiplicação celular foliácea e a formação de pseudofrutos.

c) A formação de pseudofrutos e a floração.

d) O desenvolvimento floral e o crescimento vegetal.

e) Solo intoxicado por biocidas e com a temperatura excessivamente baixa.

24. (URCA) Plantas possuem importantes tecidos de secreção responsáveis pela defesa e atratores de polinizadores. As principais estruturas de secreção das plantas são:

a) Vasos lactíferos e nectários.

b) Líber e xilema.

c) Parênquima aquífero e parênquima amilífero.

d) Acúleos e estômatos.

e) Vasos liberianos e súber.

25. (UNIFESP) Observe a figura abaixo.

25

Na formação das estruturas reprodutivas presentes na flor e apontadas pelas setas na figura, é correto afirmar:

a) Não ocorre meiose em nenhuma delas.

b) Ocorre meiose apenas no interior do ovário.

c) Ocorre meiose apenas no interior da antera.

d) Ocorre meiose no interior do ovário e da antera.

e) Ocorre meiose apenas depois da fecundação da oosfera.

26. (PUC-RIO) A figura abaixo representa uma estrutura especial nas células vegetais chamada estômato.

26

JUNQUEIRA, L.C.; CARNEIRO, J. Histologia Básica.  RJ. Guanabara Koogan, 1980.

Sua função principal no vegetal é:

a) Realizar respiração celular.

b) Realizar a fotossíntese.

c) Armazenar substâncias de reserva.

d) Eliminar resíduos nitrogenados tóxicos.

e) Controlar a entrada e saída de água e gases.

27. (UESPI) Camões, em sua obra Os Lusíadas, faz alusão à preciosa madeira do Pau Brasil, árvore símbolo nacional:

“Mas cá onde mais se alarga ali tereis

Parte também co’o pau vermelho nota,

De Santa Cruz o nome lhe poreis…”

Sobre o Pau-Brasil, esta planta leguminosa, nativa da Mata Atlântica, que possui raiz axial, caule, folhas, flores, frutos e sementes, podemos afirmar que é:

a) Um exemplo de pteridófita.

b) Uma planta avascular.

c) Uma gimnosperma.

d) Uma monocotiledônea.

e) Uma fanerógama e espermatófita.

28. (UFSCar) Nos vegetais pertencentes às Angiospermas:

a) A endoderme é responsável pela formação das raízes secundárias.

b) A presença do periciclo e da endoderme caracteriza o crescimento secundário da raiz.

c) Os anéis de crescimento percebidos em um tronco são originários da atividade diferencial do meristema cambial, em função de mudanças no ambiente.

d) As células-companheiras dispõem-se paralelamente ao longo de um elemento de vaso, auxiliando-o no transporte da seiva bruta.

e) A deposição de celulose na parede das células parenquimáticas de um tronco provoca a morte das mesmas por impermeabilizá-las.

29. (UCG) O Ipê Amarelo é uma árvore que aparece em várias regiões do Brasil e símbolo da “vida nova”. Por sua cor exuberante destaca-se no cerrado goiano, principalmente durante os meses de seca. Entre as características morfológicas deste vegetal, visualizamos um caule aéreo do tipo tronco. Em um corte transversal de um caule pode-se visualizar, de fora para dentro, as seguintes camadas:

a) Periderme, câmbio vascular, floema, alburno e cerne.

b) Periderme, alburno, floema, câmbio vascular e cerne.

c) Periderme, floema, alburno, câmbio vascular e cerne.

d) Periderme, floema, câmbio vascular, alburno e cerne.

30. (PUC-MG) O esquema mostra a retirada de um anel completo da casca, que pode ser executada tanto no caule principal como em apenas um galho de uma árvore frutífera.

30

É incorreto afirmar que, com a remoção do anel de Malpighi:

a) No caule principal, as células radiculares utilizarão suas reservas nutricionais, pois haverá interrupção do fluxo de açúcares em direção às raízes.

b) No caule principal, não se impede a absorção de água e nutrientes minerais, que devem continuar por certo tempo, até a morte das células radiculares.

c) Apenas num galho, poderá ocorrer nele, acima do corte, produção de frutos maiores e mais doces.

d) Apenas em dois galhos laterais, haverá neles redução fotossintética e diminuição da floração nessas duas regiões.

31. (UNICENTRO) As árvores, nas florestas ou arborizando as cidades, mantêm interações recíprocas e imprescindíveis com os animais. Como a poda das árvores é comumente efetuada nas cidades, é pertinente considerar que desse procedimento decorre:

a) Diminuição do sequestro de carbono até que se restabeleça a copa da árvore.

b) Extinção imediata de espécies com o desaparecimento de habitats da comunidade.

c) Redução da superfície foliar, o que é compensada pela realização mais eficiente da fotossíntese.

d) Incapacitação total da planta para realizar a transpiração levando a sua morte.

e) Prejuízo da informação genética da planta pela perda dos galhos, comprometendo o genoma dos frutos.

32. (UFGD) Com relação à alimentação, é indiscutível a importância, dos vegetais, desde a utilização direta do alimento como frutos, folhas, raízes, caules e sementes, como também na forma de aromas e condimentos de vários pratos da culinária. Espécies como maçã, cebola, abacaxi e batata-inglesa, frequentemente usadas em nossa alimentação, são exemplo de:

a) Pseudofruto, bulbo, infrutescência, tubérculo.

b) Fruto, bulbo, infrutescência, raiz.

c) Fruto, caule, infrutescência, raiz tuberosa.

d) Fruto, folha, infrutescência, caule.

e) Pseudofruto, folha, fruto, raiz.

33. (UFTM) Uma planta de dia curto foi submetida a um período de luz como ilustrado abaixo. O retângulo inteiro corresponde a um período de 24 horas.

33

Após esse tratamento, espera-se que essa planta:

a) Floresça normalmente, porque a luz durante o período de escuro estimula a síntese de florígeno.

b) Floresça parcialmente, porque o tempo de luz durante o período de escuro deveria ser maior.

c) Floresça normalmente, porém desidrate à noite, porque os seus estômatos não se fecharam durante a noite.

d) Não floresça e também não cresça, porque a planta não consegue realizar a fotossíntese adequadamente.

e) Não floresça, porque o tempo mínimo de luz, durante o período de escuro, inibirá a floração.

34. (PUC-MG) As plantas apresentam estruturas e adaptações para que ocorra o transporte, deslocamento, entrada e saída de moléculas variadas, necessários ao seu metabolismo diário.

34

A figura acima ilustra o transporte de diferentes soluções através de vasos especializados de uma angiosperma. Sobre esse assunto, é correto afirmar, exceto:

a) A subida da seiva bruta é explicada pela sucção transpiratória, pela perda de vapor d’água pelos estômatos, auxiliada pela capilaridade e pela coesão entre as moléculas de água.

b) A condução que é feita pelo floema é explicada pelo fluxo em massa, sendo que a seiva elaborada produzida especialmente nas folhas, por diferença de concentração osmótica, recebe água deslocando-se para outros locais, na sequência básica: folha, caule, raiz.

c) Os hormônios vegetais – auxinas, giberelinas, citocininas e etileno – são produzidos nas regiões meristemáticas do caule e das folhas e, levados pelo floema, atuam nas demais regiões da planta.

d) A seiva ascendente ocorre em vasos compostos por células mortas e a seiva descendente em vasos formados por células vivas, porém, anucleadas.

35. (PUC-RS) Com relação à anatomia da folha de uma Angiosperma, é incorreto afirmar:

a) A cutícula de revestimento da superfície foliar constitui-se de substâncias de natureza cerosa, tendo por função principal evitar a perda de água.

b) Estômatos são pequenas aberturas na superfície foliar, circundadas por duas células especiais, denominadas de coanócitos, as quais são responsáveis pelo controle da abertura e do fechamento do estômato.

c) O mesofilo compreende o tecido fundamental localizado entre as duas faces da epiderme. Em muitas plantas, distinguem-se dois tipos de parênquima no mesofilo: o paliçádico e o lacunoso.

d) O parênquima paliçádico é formado de células alongadas, dispostas lado a lado, perpendicularmente à epiderme.

e) No parênquima lacunoso, as células têm formas variadas. O nome lacunoso se deve à presença de um sistema de espaços intercelulares que possibilita a circulação dos gases necessários ao processo fotossintético.

36. (UEMS) Um professor apresentou, em uma aula prática, uma planta, cujas raízes eram fasciculadas, folhas com nervuras paralelas, flores trímeras e frutos na forma de cápsula. Esta planta é classificada como:

a) Angiosperma – Dicotiledônea.

b) Gimnosperma – Dicotiledônea.

c) Gimnosperma – Monocotiledônea.

d) Angiosperma – Monocotiledônea.

e) Pteridófita – Monocotiledônea.

37. (UFG) Luz solar, rios, oceanos, rochas, microrganismo, plantas e animais inter-relacionam-se pelo fluxo de energia no planeta. As plantas iniciam esse fluxo por meio da fotossíntese. Para que esse processo ocorra é necessário que o:

a) Gás carbônico se difunda para a folha através dos poros estomáticos.

b) Hidrogênio seja absorvido pela folha contra o gradiente de concentração.

c) Oxigênio se difunda para a planta através dos poros estomáticos e das lenticelas.

d) Vapor de água entre nas plantas através dos poros estomáticos.

e) Nitrogênio circule das folhas para raízes através do floema.

38. (UEM) As laranjeiras são plantas que apresentam as sementes envolvidas por frutos. Ao redor das flores completas, notam-se abelhas em busca de néctar e de pólen. Com base nessas informações, assinale a alternativa incorreta.

a) As laranjeiras pertencem ao grupo das Angiospermas.

b) As flores completas apresentam as sépalas, as pétalas, o androceu e o gineceu.

c) Os frutos e as sementes são formados após a polinização, que pode ser realizada pelas abelhas.

d) As sementes são formadas a partir dos óvulos fecundados, e os frutos verdadeiros se desenvolvem a partir dos ovários.

e) As informações do enunciado são válidas para todos os grupos de plantas que produzem sementes.

39. (UNEMAT) O Oiti (Licania tomentosa Benth.) da família Chrysobalanaceae, bastante utilizada na arborização de vias públicas e praças dos municípios Mato-grossenses, possui em suas folhas um mecanismo de proteção à transpiração excessiva e esse processo está relacionado aos estômatos. Com base nesta afirmação assinale a alternativa incorreta.

a) Uma grande quantidade de vapor de água deixa as folhas através da transpiração cuticular.

b) Plantas de regiões semiáridas, como a “Barriguda” encontrada na Caatinga, possuem pequeno número de estômatos capazes de se fecharem com rapidez.

c) O processo de abertura e fechamento dos estômatos está relacionado com o grau de turgescência das células-guarda.

d) A impermeabilidade da cutícula é uma adaptação das plantas para economia de água.

e) A temperatura da planta diminui em decorrência da perda de água pela transpiração.

40. (UEPB) Após a fecundação do óvulo de uma angiosperma, abaixo representada, as estruturas 1, 2, 3 e 4 se transformarão, respectivamente, em:

40

a) Testa, endosperma 3n, micrópila e embrião.

b) Casca, cotilédones com material de reserva, endosperma 2n e embrião.

c) Casca, cotilédones, micrópila e embrião.

d) Casca, endosperma 2n, micrópila e embrião.

e) Casca, endosperma 3n, micrópila e embrião com cotilédones.

41. (UFV) O esquema representa um corte da estrutura de uma folha.

41

Assinale a alternativa em que as duas informações apresentadas são incorretas:

a) I é formado por células originadas do feloderma e VI representa o colênquima.

b) VI é formado por células clorofiladas e IV representa o estômato.
c) II é formado por células meristemáticas e V representa o parênquima lacunoso.
d) IV é formado por células-guarda aclorofiladas e III representa a epiderme.

42. (UFG) Um estudante observou no microscópio o corte histológico de um órgão vegetal, que revelou os seguintes tecidos e estruturas: epiderme com cutícula e estômatos; células parenquimáticas com cloroplastos; tecido condutor constituído por xilema e floema. Pela descrição, o estudante concluiu que este órgão é:

a) Um estipe.

b) Um tubérculo.

c) Um bulbo.

d) Um tronco.

e) Uma folha.

43. (UFMG) Analise os esquemas I e II, em que estão representadas diferentes situações de crescimento de uma mesma espécie vegetal:

43

A partir dessa análise, é correto afirmar que a mudança observada nas plantas do esquema II decorre de:

a) Redirecionamento dos hormônios de crescimento.

b) Aumento da concentração dos hormônios de dormência.

c) Estimulação dos hormônios de envelhecimento.

d) Produção de hormônios de amadurecimento.

44. (UEMS) De nome científico Manihot esculenta sendo chamada no Brasil de mandioca, aipim, macaxeira dependendo da região do país, é um alimento altamente energético. Sendo de grande importância econômica e social no Estado de Mato Grosso do Sul. Que tipo de estrutura da planta é conhecida popularmente como mandioca?

a) Raízes aéreas – tubulares.

b) Raízes subterrâneas – fasciculadas.

c) Raízes aéreas – respiratórias.

d) Raízes subterrâneas – pivotantes.

e) Raízes subterrâneas – tuberosas.

45. (UNIMONTES) Nutrição é o processo pelo qual um organismo obtém as substâncias e elementos necessários à sua sobrevivência e que lhe servem de alimento. Nas plantas, a nutrição é autótrofa fotossintetizante, mas, ainda assim, elas devem absorver do solo substâncias contendo elementos químicos indispensáveis. As afirmativas a seguir referem-se a esse processo. Analise-as e assinale a correta.

a) A hidroponia é um processo de cultivo controlado em que os sais minerais necessários à planta são dissolvidos em água.

b) O principal mecanismo de absorção de sais minerais de uma planta é realizado pelo seu caule.

c) O processo de adubação promove o desenvolvimento da planta, mas não consegue repor os nutrientes perdidos pelo solo.

e) A absorção de nutrientes pela planta não é influenciada por alterações no pH do solo.

46. (I OLIMPÍADA BRASILEIRA DE BIOLOGIA) O transporte de seiva bruta nos vegetais vasculares ocorre devido a diversos fenômenos fisiológicos, tais como:

I. Capilaridade.

II. Transpiração foliar.

III. Plasmólise celular.

IV. Maior pressão da raiz.

V . Menor pressão das folhas.

Estão corretas:

a) Todas.

b) Apenas II e IV.

c) Apenas II, III, IV e V.

d) Apenas I, II, IV e V.

e) Apenas I, III e V.

47. (UFLA) O gráfico abaixo representa o sucesso reprodutivo, em relação à distância, entre plantas de espécies com diferentes estratégias reprodutivas. Qual alternativa interpreta corretamente o gráfico.

47

a) A = Espécie autopolinizada.

B = Espécie com polinização cruzada e sem polinizador especializado.

C = Espécie com polinização cruzada e com polinizador especializado.

b) A = Espécie com polinização cruzada e com polinizador especializado.

B = Espécie autopolinizada.

C = Espécie com polinização cruzada e sem polinizador especializado.

c) A = Espécie autopolinizada.

B = Espécie com polinização cruzada e com polinizador especializado.

C = Espécie com polinização cruzada e sem polinizador especializado.

d) A = Espécie com polinização cruzada e com polinizador especializado.

B = Espécie com polinização cruzada e sem polinizador especializado.

C = Espécie autopolinizada.

e) A = Espécie com polinização cruzada e sem polinizador especializado.

B = Espécie com polinização cruzada e com polinizador especializado.

C =Espécie autopolinizada.

48. (PUC-RS) Complete o texto a seguir, sobre a reprodução das angiospermas, utilizando as palavras “assexuada” e “sexuada”. A quase totalidade das angiospermas utiliza a reprodução _________, mas algumas utilizam também a reprodução _________. Ambos os tipos de reprodução são importantes e conferem vantagens para a diversidade e propagação dos vegetais. A vantagem da reprodução _________ é promover diversidade genética, a qual permite à população sobreviver sob condições ambientais muito variantes. A vantagem da reprodução _________ é a multiplicação rápida dos organismos bem adaptados. As técnicas de cultura de tecidos, baseadas na totipotência de muitas células vegetais, são usadas para propagar plantas por reprodução _________, para produzir clones de culturas vegetais livres de vírus e para manipular plantas pela tecnologia do DNA recombinante. Relacionando a palavra “assexuada” ao número 1 e a palavra “sexuada” ao número 2, a sequência numérica correta das lacunas do texto, na ordem em que essas se encontram, é:

a) 122 11.

b) 1 2 1 22.

c) 1 221 2.

d) 2 12 11.

e) 2112 2.

49. (PUC-SP) O tubo polínico transporta duas células espermáticas até o ovário e uma delas fecunda a oosfera, dando origem ao zigoto, enquanto a outra se une com duas células presentes no óvulo, originando uma célula triploide. Considere as seguintes plantas:

I. Oliveira.

II. Pinheiro.

III. Parreira.

IV. Cajueiro.

Das plantas citadas, apresentam relação com o texto acima:

a) Apenas I e II.

b) Apenas II e III.

c) Apenas I e IV.

d) Apenas I, III e IV.

e) I, II, III e IV.

50. (UFLA) As condições climáticas da terra variam em diferentes regiões geográficas. As plantas desenvolveram adaptações morfológicas e fisiológicas para sobreviver em diferentes condições ambientais. Essas adaptações geralmente são refletidas na estrutura das folhas. Com base na relação vegetal-água, as plantas são classificadas como xerófitas, mesófitas e hidrófitas. Assinale abaixo a opção que não contempla caracteres xerofíticos.

a) As folhas são, muitas vezes, bastante espessas e coriáceas, com uma cutícula bem desenvolvida.

b) Presença de numerosos tricomas e esclerênquima abundante.

c) Redução dos tecidos de sustentação e numerosos espaços intercelulares grandes, que estão presentes entre as células do mesófilo.

d) Presença de tecido armazenador de água (parênquima aquífero).

51. (COVEST) Analise as proposições sobre fisiologia de vegetais superiores, relacionando-as, quando for o caso, às figuras apresentadas.

I   II

0   0 – Após a entrada de íons potássio e de água nas células-guarda ou estomáticas (1), dá-se a abertura do ostíolo (2).

5100

1   1 – Após algum tempo da retirada de um anel completo do caule – anel de Malpighi- (1), observa-se um intumescimento na área logo acima do corte, devido à retirada dos vasos lenhosos do xilema.

5111

2   2 – Uma planta como o cipó-chumbo, que tem raízes sugadoras, ou haustórios, é capaz de parasitar uma outra planta, posto que os haustórios alcançam o xilema da planta parasitada.

3  3 – A gema apical de uma planta produz auxinas que migram em direção à base e inibem o crescimento de gemas laterais mais próximas; com a remoção da gema apical, o crescimento das gemas laterais deixa de ser inibido.

4  4 – A curvatura dos órgãos vegetais mostrados na figura deve-se ao aumento da concentração de auxinas no lado menos iluminado e ao consequente aumento do crescimento celular desse lado, tanto no caule (1) quanto na raiz (2).

5144

52. (UFPB) A transpiração das plantas é controlada pelo grau de abertura dos estômatos e também ocorre passivamente através da cutícula foliar. Para se avaliar a taxa de transpiração foliar de uma planta, realizou-se, durante um determinado intervalo de tempo, a pesagem de uma folha recém reti­rada. Os resultados obtidos permitiram construir o gráfico abaixo. Compare os pontos 1, 2 e 3 assinalados no gráfico com os estádios A, B e C de abertura dos estômatos da mesma folha.

52

Assim, pode-se dizer que:

a) Nos pontos 1 e 2, os estômatos se encontravam nos estádios A e B, respectivamente.

b) A partir do ponto 2, todos os estômatos se encontravam no estádio A.

c) Nos pontos 1 e 3, os estômatos se encontravam nos estádios C e B, respectivamente, deixando de perder água após o ponto 3.

d) Durante todas as pesagens, predominou o estádio C.

e) No ponto 3, todos os estômatos se encontravam no estádio A, mas a folha continuou perdendo água.

53. (FGV-SP) Dona Marta tinha dois arbustos de mesma idade e de mesma espécie plantados em seu jardim, e resolveu transferi-los para o seu quintal. Retirou-os do solo do jardim e, nessa operação, parte do sistema radicular de ambos foi igualmente danificada. Ao replantá-los no quintal, de um deles retirou inúmeras folhas, deixando o outro intocado. Considerando as necessidades hídricas das plantas, e sabendo que durante o replante, com exceção da retirada das folhas de um dos arbustos, as demais variáveis de replantio foram as mesmas, pode-se afirmar que:

a) O arbusto do qual foram retiradas folhas tem maior chance de sobreviver ao replante.

b) O arbusto de folhas intactas tem maior chance de sobreviver ao replante.

c) Ambos os arbustos têm iguais chances de sobreviver ao replante.

d) O arbusto do qual foram retiradas folhas irá morrer devido à perda de água pelos tecidos lesados.

e) O arbusto do qual foram retiradas folhas irá morrer devido à redução da área para transpiração e fotossíntese.

54. (FCC) Ao destacarmos a folha de uma planta, podemos observar a seguinte variação nos valores de transpiração.

54

A seta indica, no gráfico acima, o momento em que:

a) A transpiração cuticular é inferior à estomática.

b) Os estômatos começaram a se abrir.

c) Os estômatos estabilizaram sua abertura.

d) Os estômatos começaram a se fechar.

e) Os estômatos completaram seu fechamento.

55. (FUVEST) Considere o diálogo a seguir, extraído do texto “O sonho”, de autoria do poeta e dramaturgo sueco August Strindberg (1849-1912):

Inês: – És capaz de me dizer por que é que as flores crescem no estrume?

O Vidraceiro: – Crescem melhor assim porque têm horror ao estrume. A ideia delas é afastarem-se, o mais depressa possível, e aproximarem-se da luz, a fim de desabrocharem… e morrerem.

O texto descreve, em linguagem figurada, o crescimento das flores. Segundo o conceito de nutrição vegetal, é correto afirmar que o estrume:

a) Não está relacionado ao crescimento da planta, já que a fotossíntese cumpre esse papel.

b) Fornece alimentos prontos para o crescimento da planta na ausência de luz, em substituição à fotossíntese.

c) Contribui para o crescimento da planta, já que esta necessita obter seu alimento do solo, por não conseguir produzir alimento próprio por meio da fotossíntese.

d) É indispensável para a planta, já que fornece todos os nutrientes necessários para seu crescimento, com exceção dos nutrientes minerais, produzidos na fotossíntese.

e) Fornece nutrientes essenciais aos processos metabólicos da planta, tal como o da fotossíntese. 

56. (UFC) O professor de botânica montou um experimento para observar o efeito da luz sobre a transpiração foliar. Escolheu um arbusto de papoula (Hibiscus sp.) e encapsulou as extremidades de dez ramos com sacos plásticos transparentes, lacrando-os com barbante para evitar as trocas gasosas. Cobriu a metade dos sacos com papel alumínio e, após 48 horas, observou as diferenças no conteúdo de água acumulada dentro dos sacos, nos dois grupos. Assinale a alternativa que indica o resultado observado mais provável.

a) A quantidade de água nos dois grupos foi igual, devido à inibição da transpiração pela alta umidade relativa que se formou no interior de ambos.

b) O teor de água acumulada foi maior nos sacos plásticos sem a cobertura do papel alumínio, uma vez que a luz induziu a abertura dos estômatos e permitiu uma transpiração mais intensa.

c) A quantidade de água acumulada foi maior nos sacos plásticos envoltos com papel alumínio, uma vez que a ausência de luz solar diminuiu a temperatura dentro dos sacos e a evaporação foliar.

d) A concentração mais elevada de CO2 no interior dos sacos sem o papel alumínio induziu o fechamento dos estômatos, e a quantidade de água acumulada foi menor.

e) A concentração de oxigênio foi menor nos sacos envoltos com papel alumínio, devido à falta de luz para a fotossíntese, ocasionando a abertura dos estômatos e o aumento da transpiração.

57. (COVEST) Os caules subterrâneos e aéreos, ilustrados em 1, 2, 3, 4 e 5, são observados, respectivamente, em plantas de:

57

a) Morango, banana, gengibre, maracujá e cana-de-açúcar.

b) Banana, morango, maracujá, cana-de-açúcar e milho.

c) Milho, batata, banana, maracujá e morango.

d) Morango, gengibre, batata, banana e milho.

e) Maracujá, gengibre, batata, morango e cana-de-açúcar. 

58. (UFLA) Considerando que as intensidades de fluxo e de recombinação de material genético variam de acordo com os sistemas reprodutivos das plantas, assinale a alternativa que corresponde à sequência correta de aumento do fluxo e recombinação de material genético.

a) Planas dioicas – flores unissexuais em plantas monoicas – flores andróginas com protandria parcial – flores andróginas autopolinizadas – reprodução vegetativa.

b) Reprodução vegetativa – flores andróginas com protandria parcial – flores andróginas autopolinizadas – flores unissexuais em plantas monoicas – plantas dioicas.

c) Reprodução vegetativa – flores andróginas autopolinizadas – flores unissexuais em plantas monoicas – flores andróginas com protandria parcial – plantas dioicas.

d) Reprodução vegetativa – flores andróginas autopolinizadas – flores andróginas com protandria parcial – flores unissexuais em plantas monoicas – plantas dioicas.

e) Plantas dioicas – flores andróginas autopolinizadas – flores andróginas com protandria parcial – flores unissexuais em plantas monoicas – reprodução vegetativa.

59. (UEPB) Observe o esquema abaixo representativo da estrutura interna de uma folha, em corte transversal e identifique as estruturas/tecidos numerados.

59

a) 1-Epiderme inferior; 2-Parênquima esponjoso; 3-Parênquima paliçádico; 4-Nervura; 5-Estômatos; 6-Cutícula.

b) 1-Epiderme superior; 2-Parênquima paliçádico; 3-Parênquima esponjoso; 4-Nervura; 5-Estômatos; 6-Cutícula.

c) 1-Epiderme superior; 2-Parênquima paliçádico; 3-Epiderme inferior; 4-Xilema; 5-Drusa; 6-Cutícula.

d) 1-Cutícula; 2-Parênquima paliçádico; 3-Parênquima esponjoso; 4-Floema; 5-Estômatos; 6-Epiderme superior.

e) 1-Epiderme inferior; 2-Parênquima paliçádico; 3-Parênquima esponjoso; 4-Nervura; 5-Estômatos; 6-Cutícula.

60. (FEPA) O gráfico a seguir representa o comportamento de uma planta em relação à luminosidade e à passagem de água por seu corpo, ao longo de 24 horas.

60

Analise as afirmativas abaixo sobre as plantas.

I. A absorção pela planta aumenta no período de luz, porque a luminosidade interfere diretamente na abertura dos estômatos, favorecendo a transpiração.

II. Nos períodos sem luz, a transpiração é menor, o que indica a possibilidade dos pelos absorventes sofrerem alterações nos mecanismos de permeabilidade à água.

III. Pode-se afirmar, genericamente, que a taxa de transpiração é diretamente proporcional à superfície do limbo e inversamente proporcional à espessura da cutícula.

IV. No período iluminado e na condição de seca fisiológica, somente haveria interferência nos níveis de transpiração, pois a absorção manteria a mesma intensidade.

V. Se a absorção for intensa durante o período sem luz, e o solo e a atmosfera estiverem saturados de umidade, o vegetal poderá realizar a gutação por meio dos hidatódios foliares.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I, II e III.

b) II, III e IV.

c) I, II e IV.

d) I, III e V.

e) II, III e V.

GABARITO 

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

VVFFF

D

D

C

A

B

A

A

B

FVVFV

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

VFFVF

C

E

C

A

A

D

C

A

FVVVV

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

FFFVF

E

E

A

D

E

E

C

D

D

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

A

A

E

C

B

D

A

E

A

E

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

A

E

A

E

A

D

C

D

D

C

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

VFFVF

E

A

E

E

B

E

D

B

D

 

 


Responses

  1. Porque a questão 54 não pode ser a letra D?

    • Cara Vitoria
      O método mais usado para determinar a medida da transpiração vegetal é o da pesagem de uma folha isolada. Destacando-se uma folha e pesando-a durante alguns minutos, com uma balança sensível, percebe-se que ela apresenta redução de massa ao longo do tempo, explicada pela perda de água por transpiração. Analisando o gráfico contido nesta questão, percebe-se que, inicialmente a transpiração é acentuada, seguindo-se uma fase de estabilização (indicada no gráfico pela seta), quando ocorre o fechamento dos estômatos, em que transpiração é constante. Dessa forma, antes da estabilização, a folha apresenta transpiração estomática e transpiração cuticular. A partir da estabilização, quando os estômatos estão fechados, a transpiração é apenas cuticular. Para maiores detalhes ver ÓRGÃOS DE AREJAMENTO VEGETAL, matéria publicada, neste blog, no dia 11/09/2010.
      Um abraço
      Djalma Santos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: