Publicado por: Djalma Santos | 14 de abril de 2014

Testes sobre cadeias e teias alimentares (1)

01. (UEPG)A figura abaixo representa a teia alimentar em um lago (as bactérias, os seres do fitoplâncton e do zooplâncton e o gafanhoto estão ampliados em relação aos demais organismos). Com relação aos seus conhecimentos de teia alimentar, as relações de competição e o fluxo de energia, assinale o que for correto.

01

Fonte: Linhares, S.; Gewandsznajder, F. Biologia hoje, genética,

evolução e ecologia. Volume 3. Editora Ática. São Paulo. 2010.

I   II

0  0 – Na figura, o peixe maior se alimenta de outros peixes (consumidor terciário). Se houver um excesso populacional do peixe de tamanho maior, não haverá influência sobre o tamanho das populações de tamanho menor.

1  1 – Nesse exemplo, imaginando agora que o lago fosse extremamente poluído, não haveria ou haveria escassez de fitoplâncton, sem esses não haveria ou haveria escassez de consumidores primários, sem consumidores primários ou com a escassez destes faltaria recurso alimentar para os consumidores secundários, e assim sucessivamente. Esse é um bom exemplo da influência de um nível trófico sobre a ocorrência dos demais níveis de organização trófica.

2 2 – Nos ambientes aquáticos, os principais produtores são os seres autotróficos que constituem o fitoplâncton.

3  3 – O zooplâncton também corresponde ao nível trófico de produtores.

4  4 – Nessa organização, pode-se dizer que as aves são os animais que recebem a maior quantidade de energia de todos os níveis tróficos.

02. A figura representa uma cadeia alimentar em uma lagoa. As setas indicam o sentido do fluxo de energia entre os componentes dos níveis tróficos.

02

Sabendo-se que o mercúrio se acumula nos tecidos vivos, que componente dessa cadeia alimentar apresentará maior teor de mercúrio no organismo se nessa lagoa ocorrer um derramamento desse metal?

a) As aves, pois são os predadores do topo dessa cadeia e acumulam mercúrio incorporado pelos componentes dos demais elos.

b) Os caramujos, pois se alimentam das raízes das plantas, que acumulam maior quantidade de metal.

c) Os grandes peixes, pois acumulam o mercúrio presente nas plantas e nos peixes pequenos.

d) Os pequenos peixes, pois acumulam maior quantidade de mercúrio, já que se alimentam das plantas contaminadas.

e) As plantas aquáticas, pois absorvem grande quantidade de mercúrio da água através de suas raízes e folhas.

03. A ema (Rhea americana), que habita campos e cerrados do Brasil até o Uruguai, e o avestruz (Struthio camelus), que habita savanas na África, são espécies afins que vivem em ambientes muito parecidos e que têm hábito alimentar onívoro. No esquema de uma cadeia trófica com quatro níveis tróficos, a ema pode inserir-se:

a) Apenas no segundo nível.

b) Apenas no terceiro nível.

c) Apenas no primeiro e no segundo nível.

d) Apenas no terceiro e no quarto nível.

e) Apenas no segundo, no terceiro e no quarto nível.

04.

Festa da Natureza

“(…)

Com a força dessa água nova

O peixe e o sapo na desova

O camaleão que se renova

O verde-cana, que cor!

(…)

Entre a mata verdejante

Seu pajé extravagante

O gavião assartante

Que corre atrás da juriti

(…)”

 (Compositores: Patativa do Assaré/Gereba)

Na cadeia alimentar presente no trecho da música faltou mencionar:

a) O produtor.

b) Consumidor de 1ª ordem.

c) Consumidor de 2ª ordem.

d) Consumidor de 3ª ordem.

e) Decompositor.

05. (UFSC) O diagrama abaixo representa uma possível teia alimentar marinha antártica.

05

Com base nas informações contidas no diagrama, bem como em conceitos ecológicos, indique a soma da(s) proposição(ões) correta(s).

I   II

0  0 – O fitoplâncton configura o grupo dos produtores e os seres que se alimentam dele são consumidores secundários.

1  1 – As baleias com dentes participam de três níveis tróficos diferentes.

2 2 – Cerca de 10% da energia armazenada na matéria orgânica de cada nível trófico é convertida em matéria orgânica no nível trófico seguinte. Este fato é considerado relevante para a inexistência de cadeias alimentares muito longas.

3  3 – Os decompositores, não representados na teia alimentar acima, têm papel fundamental na ciclagem de nutrientes.

4  4 – O krill e a lula podem ser consumidores secundários ou terciários.

06. (FEI) A maior quantidade de energia numa cadeia alimentar é encontrada nível dos:

a) Produtores.

b) Consumidores primários.

c) Consumidores secundários.

d) Consumidores terciários.

e) Consumidores terciários e quaternários.

07.  (FGV-MODELO ENEM) Na goiabeira do quintal de uma casa, eram muitas as goiabas que se apresentavam infestadas por larvas de moscas. Nos galhos da árvore, inúmeros pássaros se alimentavam dos frutos enquanto, ao pé da goiabeira, pássaros iguais aos dos galhos se alimentavam das larvas expostas pelas goiabas que haviam caído e se esborrachado no chão. Pode-se  afirmar que:

a) Os pássaros dos galhos e os pássaros do chão ocupam diferentes níveis tróficos e, portanto, a despeito da mesma aparência, não pertencem à mesma espécie.

b) As larvas são decompositores, enquanto os pássaros são consumidores primários.

c) As larvas são consumidores primários e os pássaros podem se comportar como consumidores primários e secundários.

d) A goiabeira é produtor, os pássaros são consumidores primários e as larvas são parasitas, não fazendo parte de esta cadeia alimentar.

e) As larvas ocupam o primeiro nível trófico, os pássaros dos galhos e os pássaros do chão ocupam, respectivamente, o segundo e o terceiro níveis tróficos.

08. (UNIOESTE) Relativo a cadeias e teias alimentares, é correto afirmar que:

I   II

0  0 – a transferência de energia no ecossistema é unidirecional.

1 1 – a produtividade primária é a quantidade de matéria orgânica produzida pelos consumidores primários.

2  2 – um ecossistema é fechado com relação à energia e aberto com relação à matéria.

3 3 – a eliminação de um dos componentes da teia alimentar não causa desequilíbrio na cadeia.

4 4 – um decompositor age somente sobre os consumidores (primários, secundários e terciários), e não sobre os produtores.

09. (FATEC) O esquema abaixo representa as relações tróficas de uma comunidade.

09

Competem pelo mesmo tipo de alimento:

a) Coelhos, cobras e corujas.

b) Coelhos, camundongos e capivaras.

c) Cachorros-do-mato, onças e corujas.

d) Camundongos, onças e cobras.

e) Cachorros-do-mato, coelhos e capivaras.

10.  (UEPA-MODELO ENEM) As imagens e ilustrações são formas de comunicação muito antigas. Em uma caverna foram encontrados desenhos rupestres que ilustravam um grupo de homens caçando um animal semelhante a um bovino, em seguida se alimentavam desse animal num campo de capim onde outros animais, iguais à espécie capturada pelos homens, pastavam, enquanto algumas carcaças de animais mortos se encontravam no solo, às proximidades do grupo de homens. Quanto aos elementos descritos na ilustração mencionada afirma-se que:

a) Os homens são carnívoros e pertencem ao nível trófico dos consumidores primários.

b) Os animais semelhantes a bovinos são herbívoros e, por isso, são consumidores secundários.

c) O capim pertence ao nível trófico dos consumidores porque consome energia solar.

d) O capim é autótrofo e, por isso, pertence ao nível trófico dos produtores.

e) As carcaças estão sofrendo a ação de consumidores secundários.

11. (UEA-MODELO ENEM) O gráfico apresenta dados sobre a demanda bioquímica de oxigênio (DBO) e a concentração de metilmercúrio na água em cinco trechos (1, 2, 3, 4 e 5) ao longo de um rio.

11Ao compararmos os trechos 1 e 5 podemos afirmar corretamente que a quantidade de matéria orgânica em decomposição será:

a) Maior no trecho 1, onde os peixes do topo da cadeia alimentar terão a menor quantidade de metilmercúrio/kg do que os outros animais.

b) Menor no trecho 5, onde os produtores apresentarão maior quantidade de metilmercúrio/kg em comparação aos demais níveis tróficos.

c) Maior no trecho 1, onde os peixes dos níveis tróficos mais próximos dos produtores terão a maior quantidade de metilmercúrio/kg do que os animais mais distantes.

d) Menor no trecho 5, onde os peixes do topo da cadeia alimentar terão a maior quantidade de metilmercúrio/kg do que os outros animais.

e) Maior no trecho 5, onde os peixes do topo da cadeia alimentar terão a maior quantidade de metilmercúrio/kg do que os outros animais.

12. (IFPR-MODELO ENEM) O DDT (Dicloro-Difenil-Tricloroetano) é um eficiente matador de insetos. Introduzido em grande escala durante a segunda guerra mundial, foi muito utilizado na agricultura brasileira para o controle de insetos considerados como pragas. O DDT é um inseticida sintético que conserva sua atividade química por muito tempo, ao invés de se decompor com facilidade. Por esse motivo, é um inseticida persistente, conforme demonstra a figura abaixo:

12

Conforme o texto e a figura assinale a alternativa correta:

a) Na cadeia alimentar representada pela figura, os consumidores sustentam os produtores.

b) O padrão de acumulação do DDT é diferente do fluxo de energia em uma cadeia alimentar. A energia é armazenada, e não transmitida de um nível trófico para outro.

c) A concentração do DDT tende a aumentar no sentido dos produtores para os consumidores. Entre os consumidores, o acúmulo de DDT tende a ser maior em consumidores terciários do que em secundários.

d) A figura demonstra que a concentração de DDT diminui ao longo da cadeia, reduzindo sua concentração de modo que, nas plantas, atinge níveis muito baixos.

e) As plantas deveriam ocupar o topo da figura, enquanto os carnívoros ocupariam os níveis mais baixos da pirâmide.

13. (UFRN) O esquema abaixo ilustra uma teia alimentar composta por várias cadeias alimentares entre organismos de uma comunidade.

13

Com relação aos seus componentes e seus respectivos níveis tróficos nas cadeias alimentares distintas dessa teia alimentar, é correto afirmar que:

a) A cobra poderá ser consumidor secundário ou terciário.

b) O pardal, em qualquer cadeia alimentar, será um consumidor primário.

c) A coruja é um consumidor quaternário em qualquer cadeia alimentar.

d) O gavião, quando se alimentar do pardal, será um consumidor quaternário.

14. Considere as afirmações abaixo.

I. A fonte de energia para os seres vivos é o sol.

II. A energia é captada primariamente pelos produtores e transferida para os demais níveis tróficos.

III. A quantidade de energia transferida de um nível trófico para outro é sempre menor.

IV. Como a energia não pode ser destruída, as perdas são armazenadas na forma de petróleo.

Sobre elas, devemos dizer que:

a) Todas estão corretas.

b) Somente I, II e III estão corretas.

c) Somente II, III e IV estão corretas.

d) Somente II e IV estão corretas.

e) Somente II e III estão corretas.

15. (UEM) Baseando-se no esquema abaixo, assinale o que for correto.

15I   II

0  0 – Os herbívoros e os carnívoros das cadeias alimentares de um ecossistema ocupam o mesmo habitat e o mesmo nicho ecológico.

1  1 – A amônia resultante da decomposição de carboidratos pode ser transformada em nitrato, através de bactérias quimiossintetizantes desnitrificantes.

2 2 – Os decompositores são organismos heterótrofos que degradam matéria orgânica, liberando elementos minerais e outras substâncias para o ambiente.

3  3 – Todos os carnívoros da cadeia alimentar são predadores.

4 4 – A eliminação – quase que totalmente – das espécies de herbívoros pode provocar o aumento da população de carnívoros.

16. (IFG) A respeito das cadeias tróficas (alimentares), assinale a alternativa incorreta:

a) Em termos energéticos é mais vantajoso se comportar como consumidor terciário do que como consumidor primário.

b) O fluxo de energia em uma cadeia se dá de forma unidirecional, a partir dos produtores para os consumidores.

c) Em uma cadeia alimentar, além da transferência de matéria, também ocorre a transferência de energia.

d) A fonte primária de energia em uma cadeia alimentar provém do sol.

e) A maior parte da energia obtida pelos consumidores primários na alimentação não estará disponível para os consumidores secundários que se alimentarem deles.

17. Dois tipos de organismos garantem o equilíbrio de uma teia ecológica; sem eles, não haveria entrada de energia e o retorno dos nutrientes sob forma de matéria-prima. Esses organismos são, respectivamente:

a) Consumidores primários e secundários.

b) Produtores e consumidores primários.

c) Consumidores secundários e primários.

d) Produtores e decompositores.

e) Decompositores e consumidores de primeira ordem.

18. (UFF-MODELO ENEM) Ao deixarem de ser nômades, caçadores e coletores, os humanos se estabeleceram em áreas determinadas e começaram a cultivar plantas. Nesse processo, as paisagens naturais foram modificadas, sendo retirada a cobertura vegetal original para dar lugar às plantas cultivadas. Ao mesmo tempo, começou-se a domesticar animais, dentre estes, os gatos. Estudos paleontológicos recentes mostraram que os felinos se aproximavam atraídos por roedores, dentre estes, os ratos, que por sua vez eram atraídos pelos grãos que eram colhidos e armazenados. Aponte o gráfico que melhor representa o fluxo de energia da interação entre grãos, ratos e gatos.

18

19. (UFVJM) Em um ecossistema havia uma população de produtores, uma de consumidores primários e outra de consumidores secundários. Por interferência humana, a população de produtores foi dizimada. Com base no exposto assinale a alternativa que apresenta a consequência para as outras populações.

a) Os consumidores secundários não sofrerão impacto algum, já que são carnívoros.

b) Os consumidores primários diminuirão drasticamente, podendo ser extintos da região.

c) Os consumidores secundários serão beneficiados, pois seus predadores abandonarão a região.

d) Os consumidores primários, representados por fungos e bactérias, não sofrerão nenhuma interferência.

20. (UEM) Considerando os conceitos básicos de ecologia e a teia alimentar esquematizada a seguir, assinale a alternativa incorreta.

20a) Na teia alimentar, estão envolvidos organismos produtores e organismos consumidores.

b) Os insetos constituem os consumidores primários.

c) Os pássaros são predadores de insetos e de aranhas.

d) As aranhas e os pássaros são consumidores secundários.

e) A introdução de uma espécie que se alimenta de pássaros não afetará as populações de insetos e de aranhas.

21. (UFMS)O estudo das transferências de energia entre seresvivos é de grande importância para a humanidade,uma vez que o homem toma parte em diversas cadeiasalimentares.Levando em consideração seus conhecimentos sobreprodutividade e transferência de energia, assinale a(s)alternativa(s) correta(s).

I   II

0  0 – Em um ecossistema, o fluxo de energia é unidirecional e acíclico, ou seja, diferentemente do que ocorre com a matéria orgânica, não há reaproveitamento energético.

1  1 – A produtividade primária bruta corresponde ao total de energia luminosa efetivamente captada pelos autótrofos, ou seja, a quantidade de energia que uma planta consegue converter em biomassa, em determinado intervalo de tempo.

2  2 – Para as populações humanas, é muito mais vantajoso consumir carne de porco ou de gado alimentados com soja do que comer a soja.

3  3 – A produtividade primária líquida corresponde à energia armazenada na biomassa dos produtores, em um determinado intervalo de tempo, e que realmente está disponível para o nível trófico seguinte.

4  4 – Uma cadeia alimentar, com maior número de níveis tróficos, terá menores perdas energéticas, uma vez que os maiores ganhos de energia ocorrem na transferência de um nível para outro.

22. (FCMSC) Em cada transferência de energia de um organismo para outro ou de um nível trófico para outro, uma grande parte da energia é degradada em calor, de acordo com a segunda lei da Termodinâmica. Com esse conceito firmado, complete corretamente a frase seguinte:

Quanto _____ a cadeia alimentar ou quanto _____ estiver o organismo do _____ de uma cadeia alimentar, _____ será a energia disponível.

a) mais longa, mais próximo, fim, menor

b) mais longa, mais próximo, início, maior

c) mais curta, mais próximo, fim, menor

d) mais curta, mais próximo, início, menor

e) mais curta, mais próximo, fim, maior

23. (UFR) A cidade de Seropédica, onde está a Universidade Rural, recebeu esse nome devido ao grande desenvolvimento da sericicultura na região há muito tempo atrás. As larvas do bicho-da-seda Bombyx mori, produtoras da seda, atacavam as folhas da amoreira, comuns na região. Sob o ponto de vista ecológico, um predador dessas larvas se comporta como:

a) Produtor.

b) Decompositor.

c) Consumidor primário.

d) Consumidor secundário.

e) Consumidor terciário.

24. (UEM)A corvina é um peixe carnívoro encontrado na costa brasileira que se alimenta de crustáceos, de moluscos e de pequenos peixes. Assim, considerando uma cadeia alimentar com esses organismos, assinale a alternativa correta.

a) A corvina é um consumidor primário.

b) Os pequenos peixes estão no mesmo nível trófico das corvinas.

c) Crustáceos e moluscos são decompositores.

d) Crustáceos, moluscos e pequenos peixes são produtores.

e) O enunciado não menciona organismos produtores.

25. (UFSC) Ao analisarmos o ecossistema marinho, é correto afirmar que:

a) Os seres do zooplâncton são os consumidores secundários e, obrigatoriamente, ocupam o segundo nível trófico da cadeia alimentar.

b) Um mesmo ser não pode pertencer a diferentes níveis tróficos em um determinado ecossistema, já que sua posição na cadeia alimentar é sempre a mesma.

c) No fitoplâncton estão os principais produtores no ecossistema marinho, constituindo o primeiro nível trófico da cadeia alimentar.

d) A transferência de matéria e energia ocorre de forma cíclica nos ecossistemas, sem perdas ao longo da cadeia alimentar.

e) O fluxo de matéria e energia em um ecossistema é exclusivamente unidirecional.

26. (UFMT) Leia as afirmativas abaixo:

I. A energia introduzida no ecossistema sob a forma de luz é transformada, passando de organismo para organismo sob a forma de energia química,

lI. No fluxo energético, há perda de energia em cada elo da cadeia alimentar.

III. A transferência de energia na cadeia alimentar é unidirecional, tendo início pela ação dos decompositores.

IV. A energia química armazenada nos compostos orgânicos dos seus produtores é transferida para os demais componentes da cadeia e permanece estável.

Estão corretas as afirmativas:

a) I e II.

b) II e III.

c) III e IV.

d) I e III.

e) II e IV.

27. (FATEC) Um agricultor, desprezando as orientações de um tecnólogo em agronegócio, resolveu aplicar um pesticida em alta concentração em sua plantação, com a intenção de eliminar totalmente uma população de gafanhotos que vinha atacando sua lavoura. Considere que outras espécies também ocorrem nessa região e que essas interagem de acordo com a teia alimentar apresentada.

27

Espera-se que, com a remoção dos gafanhotos, ao longo do tempo,

a) Não ocorra qualquer impacto sobre a população de roedores.

b) Nenhuma das populações de consumidores terciários seja afetada.

c) Somente as populações de consumidores secundários sejam afetadas.

d) Ocorra uma diminuição no número de indivíduos na população de cobras.

e) Somente os produtores sejam afetados, com um aumento no número de indivíduos.

28. (UFPR) Ecossistema é um complexo sistema de relações mútuas, com transferência de energia e de matéria entre o meio abiótico e os seres vivos de determinada região. Com relação a essa definição, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

I   II

0 0 – Os elementos bióticos de um ecossistema podem ser classificados em produtores, consumidores e decompositores.

1  1 – Os elementos produtores são autótrofos, isto é, produzem a matéria orgânica necessária para sua manutenção a partir de substâncias inorgânicas.

2  2 – Os elementos  decompositores são microrganismos  que decompõem os restos de outros seres, restituindo compostos orgânicos ao meio ambiente.

3   3 – Os elementos consumidores  são heterótrofos, isto é, não produzem matéria orgânica a partir de substâncias inorgânicas, obtendo-a dos organismos que já a possuem.

4  4 – Os animais carnívoros ou herbívoros são decompositores porque, alimentando-se de outros seres, os destroem.

29. (UERN) O esquema a seguir representa uma:

29

a) Teia alimentar, em que a serpente ocupa três níveis tróficos.

b) Cadeia alimentar, em que a coruja se apresenta como consumidor secundário ao comer o lagarto.

c) Teia alimentar, em que a serpente comporta-se somente como consumidor terciário e quaternário.

d) Cadeia alimentar, em que existem dois consumidores primários e quatro consumidores secundários.

30. (CEFET-PR) Em uma floresta nativa há uma espécie de aranha que se alimenta de dípteros. Estes sugam seiva das plantas. Aranhas e dípteros constituem alimentos de um sapo verde que lá vive, e este por sua vez é eventualmente predado por cobras. Assinale a alternativa incorreta.

a) A cobra ocupa dois níveis tróficos na cadeia proposta.

b) O sapo ocupa mais de uma ordem como consumidor.

c) O díptero está no segundo nível trófico.

d) A planta está no primeiro nível trófico.

31. (ESAL-MG) Os animais herbívoros ocupam:

a) Apenas um habitat e um nível trófico.

b) Apenas um habitat e ou um nível trófico.

c) Apenas um habitat e vários níveis tróficos.

d) Vários hábitats e vários níveis tróficos.

e) Vários hábitats e apenas um nível trófico.

32. (PUC-SP) Em uma lagoa de água doce, são encontrados organismos como microcrustáceos (I), que se alimentam de fitoplâncton (II) e são animais predados por insetos aquáticos (III) e também por peixes pequenos (IV). Os insetos, por sua vez, servem de alimento para peixes maiores (V). Através da atividade de certas bactérias (VI) presentes no lago, substâncias orgânicas são degradadas e seus produtos, liberados no ambiente, podem ser reutilizados por outros organismos. Na tabela abaixo, que letra apresenta correspondência com a descrição?

tabela2

33. (FURRN) Quando um trabalhador nordestino, em tempo de fartura, alimenta-se de feijão, farinha de mandioca e rapadura, está ocupando, no ecossistema, o nicho ecológico de um:

a) Decompositor.

b) Produtor.

c) Consumidor secundário.

d) Parasita.

e) Consumidor primário.

34. (U. CATÓLICA DE SALVADOR) Considere o esquema abaixo, onde estão representadas interações alimentares de uma comunidade:

34

Assinale a alternativa que indica espécies competidoras.

a) Vegetais, coelhos e cobras.

b) Veados, coelhos e camundongos.

c) Cobras, onças e camundongos.

d) Veados e cachorros-do-mato.

e) Cachorros-do-mato e onças.

35. (COVEST) Tomando como referência as inter-relações entre os seres vivos e o ambiente físico, analise as seguintes proposições:

I    II

0   0 – os seres autótrofos armazenam energia e são chamados produtores.

1   1 – um animal só pode pertencer a uma cadeia alimentar.

2  2 – uma cadeia alimentar constitui-se pela sucessão em que um ser vivo serve de alimento para outro.

3  3 – quando um ser vivo se  alimenta diretamente de um produtor, é chamado consumidor primário.

4  4 – a teia alimentar é formada pelas diversas redes alimentares de um animal.

36. (UFSCar-SP) O esquema abaixo representa uma teia alimentar de uma lagoa. Sabendo que as setas indicam o sentido presa-predador, nessa teia a ave comporta-se como:

36a) Ictiófaga, consumidora de 2ae de 4 a ordens.

b) Ictiófaga, consumidora de 3 a e de 5 a ordens.

c) Coprófaga, consumidora de 3 a e de 5 a ordens.

d) Ornitófaga, consumidora de 2 a e de 4 a ordens.

e) Ornitófaga, consumidora de 3 a e de 5 a ordens.

37. (COVEST) Analise a figura abaixo e identifique a alternativa incorreta em relação à mesma.

37

a) A figura mostra uma sequência de indivíduos em que cada um serve de alimento àquele que o sucede e se alimenta daquele que o precede.

b) As setas 1, 2 e 3 indicam o fluxo da energia captada pelos vegetais através da fotossíntese, e transferida para os outros componentes da cadeia.

c) A seta 4 indica que toda a matéria orgânica morta é utilizada, na natureza, pelos decompositores que a transformam em matéria mineral.

d) A seta 2 mostra a passagem da energia de um consumidor de 1ª ordem para outro de 2ª ordem.

e) A seta 3 representa o fluxo de energia para o consumidor final da cadeia, que recebe maior quantidade de energia vindo do elo anterior que todos os demais componentes.

38. (CESGRANRIO) Na natureza, as bactérias crescem em condições muito diversas. Em certos casos, proliferam em fontes de água mineral, com ou sem a presença de luz, e realizam todas as sínteses necessárias a sua vida. Em muitos outros casos, crescem à custa de tecidos vegetais e animais mortos, utilizando proteínas, carboidratos e lipídios, que, em última análise, vão ser transformados em água, gás carbônico, sais de amônia e outros derivados minerais. Tais observações permitem classificar as bactérias como:

a) Produtores e decompositores.

b) Produtores e consumidores de 1a ordem.

c) Produtores e consumidores de 1a e 2a ordens.

d) Consumidores de 1a, 2a e 3a ordens.

e) Consumidores e decompositores.

39. (VUNESP) Considere um ecossistema representado por um campo. Nesse ecossistema, existem plantas, como o capim, gafanhotos que se alimentam do capim e pássaros que se alimentam dos gafanhotos. No solo, existem bactérias e fungos, que utilizam como alimento o capim e os gafanhotos e pássaros mortos. É correto afirmar-se sobre esse ecossistema que:

a) O capim pertence ao nível trófico dos consumidores primários.

b) Os gafanhotos devem ser mais abundantes do que os pássaros.

c) Os pássaros devem ser mais abundantes do que os gafanhotos.

d) Os fungos e bactérias representam os produtores.

e) Os vegetais representam a base da cadeia alimentar, pois ao respirarem absorvem gás carbônico e liberam oxigênio.

40. (FUVEST) O homem estará ocupando o nível trófico em que há maior aproveitamento de energia fixada pelos produtores, quando escolher como cardápio:

a) Carne com creme de leite.

b) Peixe com camarão.

c) Frango com toucinho.

d) Pão com geleia de frutas.

e) Ovos com queijo.

 

gaba2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Responses

  1. Professor, análise a questão 28-número 2(decompositores)- por favor,pois penso que tenha um erro… Obrigado

    • 28. (UFPR) Ecossistema é um complexo sistema de relações mútuas, com transferência de energia e de matéria entre o meio abiótico e os seres vivos de determinada região. Com relação a essa definição, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
      I II
      0 0 – Os elementos bióticos de um ecossistema podem ser classificados em produtores, consumidores e decompositores.
      1 1 – Os elementos produtores são autótrofos, isto é, produzem a matéria orgânica necessária para sua manutenção a partir de substâncias inorgânicas.
      2 2 – Os elementos decompositores são microrganismos que decompõem os restos de outros seres, restituindo compostos orgânicos ao meio ambiente.
      3 3 – Os elementos consumidores são heterótrofos, isto é, não produzem matéria orgânica a partir de substâncias inorgânicas, obtendo-a dos organismos que já a possuem.
      4 4 – Os animais carnívoros ou herbívoros são decompositores porque, alimentando-se de outros seres, os destroem.
      Prezado João Pedro
      ALTERNATIVA 2 2 (“Os elementos decompositores são microrganismos que decompõem os restos de outros seres, restituindo compostos orgânicos ao meio ambiente.”) – INCORRETA
      INCORREÇÃO: restituindo os compostos inorgânicos e não orgânicos, como consta na alternativa.
      Um abraço
      Djalma Santos

  2. Professor, poderia me explicar a questão 11? Não consegui entender…Desde já muito obrigada!

    • Veja, a seguir, a explicação que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: D (“Menor no trecho 5, onde os peixes do topo da cadeia alimentar terão a maior quantidade de metilmercúrio/kg do que os outros animais.”)
      – A Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO), parâmetro mais empregado para medir a poluição, corresponde à quantidade de oxigênio necessária para que ocorra a oxidação da matéria orgânica biodegradável sob condições aeróbicas. Essa unidade de medida avalia a quantidade de oxigênio dissolvido (OD) em miligramas (mg), equivalente à quantidade que será consumida pelos organismos aeróbicos ao degradarem a matéria orgânica. Esta medida da quantidade de oxigênio consumido no processo biológico de oxidação da matéria orgânica permite que se chegue à seguinte conclusão: grandes quantidades de matéria orgânica utilizam grandes quantidades de oxigênio. Assim sendo, quanto maior o grau de poluição, maior a DBO. Lembramos que biodegradável é a matéria que pode ser consumida como alimento e que vai alimentar e ser fonte de energia aos microrganismos que existem na água. Neste contexto, a DBO pode ser considerada como um parâmetro para avaliar a qualidade da água, onde a poluição orgânica é quantificada. Assim sendo, o valor da DBO é utilizado para estimar a carga orgânica dos efluentes e dos recursos hídricos. A partir desses valores é possível calcular a necessidade de aeração (oxigenação) para degradar essa matéria orgânica nas ETE’s (Estações de Tratamento de Esgoto).
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: