Publicado por: Djalma Santos | 21 de abril de 2014

Testes de permeabilidade celular (1)

01. Leia os três trechos abaixo.

1. O transporte de substâncias através da membrana pode ocorrer sem gasto de energia pelo simples fato das partículas de soluto serem pequenas e terem afinidade com a membrana.

2. O transporte na membrana pode ocorrer sem gasto de energia, porém com o auxílio de uma proteína transportadora.
3. O transporte quando se desprende ATP para ser realizado.
Analise as afirmativas abaixo e assinale a opção correta.
a) O transporte citado por 1 é osmose.
b) O transporte em 2 tem como exemplo a bomba de sódio e potássio.
c) O 3 é a clasmocitose.
d) O 2 é difusão facilitada.
e) 1 é pinocitose e 2 é difusão simples.

02. A capacidade de passagem de substâncias como água para o interior da célula através da membrana sem “gasto” de energia denomina-se:
a) Osmose.
b) Clasmocitose.
c) Transporte ativo.
d) Endomitose.
e) Fagocitose.

03. (UERJ) Em um experimento realizado em um laboratório escolar, duas tiras de batata foram mergulhadas por 10 minutos, uma na solução A e a outra na solução B. Os resultados, após este tempo, estão resumidos na tabela adiante.

tab.

Em relação à tonicidade do citoplasma das células de batata, as soluções A e B são respectivamente classificadas como:

a) Hipotônica e isotônica.
b) Isotônica e hipertônica.
c) Hipertônica e hipotônica.
d) Hipotônica e hipertônica.
e) Hipertônica e isotônica.

04. (UEG)

04A membrana celular funciona como um fluido que permite a difusão de proteínas dentro de uma matriz lipídica. Esse mosaico fluido constitui uma barreira de permeabilidade seletiva indispensável para a fisiologia celular. A figura mostra as alterações que podem ocorrer em uma hemácia quando se modifica a concentração de NaCl no meio em que ela se encontra. Assinale a afirmativa correta para as diferentes concentrações de NaCl de acordo com a seqüência da morfologia das hemácias:

a) 0,6%, 0,9%, 1,5% e 2,0%.
b) 2,0%, 1,5%, 0,9% e 0,6%.
c) 2,0%, 1,5%, 0,6% e 0,0%.
d) 1,5%, 0,9%, 0,6% e 0,0%.
e) 0,0%, 1,5%, 2,0% e 2,5%.

05. (UEA-MODELO ENEM) As células vivas necessitam manter em seu interior certos tipos de moléculas e íons em concentrações diferentes das encontradas no meio externo. Por exemplo, nossas células precisam manter uma concentração interna de íons potássio cerca de dez vezes maior que a existente no meio extracelular. Por outro lado, a concentração de íons sódio no interior de nossas células deve ser mantida cerca de dez a quinze vezes mais baixa que fora da célula. Em condições normais, o mecanismo responsável pela manutenção da diferença de concentração desses íons dentro e fora da célula é:
a) A osmose.
b) O transporte ativo.
c) A endocitose.
d) A difusão simples.
e) O transporte passivo.

06. (UENP) Dado o diagrama de Höfler abaixo, assinale a alternativa verdadeira.

06

                                          Disponível em http://www.tudomaisumpouco.com/aulabio3.html

 a) A célula em turgidez completa apresenta a força de sucção interna (Si) maior que a força de resistência da parede celular (M) e, portanto, a célula se encontra com baixo volume de água.

b) A alta taxa osmótica é dada quando a célula se encontra num meio hipotônico, apresentando baixa força de sucção interna (Si) e baixa resistência da parede celular (M).

c) O diagrama de Höfler representa situação osmótica em células, como por exemplo, as hemácias no soro.
d) Quando a célula vegetal está murcha, significa que está num meio hipertônico.
e) A hemácia pode ser representada neste diagrama com turgidez completa, pois a força da membrana plasmática é resistente a altas pressões.

07. (UNIV.CATO.SC-MODELO ENEM) A agricultura está enfrentando um grande problema em todo o mundo com a falta de recursos hídricos adequado, forçando muitos produtores a utilizar água salobra para a irrigação das culturas (Reed, 1996). Em muitas áreas de produção, o uso de água de baixa qualidade para irrigação e a aplicação de quantidades excessivas de fertilizantes são as principais razões para o problema do aumento da salinidade do solo. Em se tratando de regiões áridas e semiáridas irrigadas, constitui um sério problema, limitando a produção agrícola e reduzindo a produtividade das culturas a níveis antieconômicos. Os efeitos da salinização sobre as plantas podem ser causados pelas dificuldades de absorção de água, toxicidade de íons específicos e pela interferência dos sais nos processos fisiológicos (efeitos indiretos) reduzindo o crescimento e o desenvolvimento das plantas.

Fonte<http://200.7.175.130/agroumsa/sites/default/files/repositorio/cap_09_

Efeitos%20dos%20sais%20no%20solo%20e%20na%20planta.pdf>Acesso em: 14/05/2013.

A aplicação de quantidades excessivas de fertilizantes são as principais razões para o problema do aumento da salinidade do solo. O aumento da salinidade do solo pode dificultar a planta na absorção de agua, uma vez que:

a) O solo se torna hipotônico em relação às raízes das plantas, ocorrendo perda de água por osmose.
b) O solo se torna hipertônico em relação às raízes das plantas, ocorrendo perda de água por osmose.
c) O solo se torna hipertônico em relação às raízes das plantas, ocorrendo perda de água por transporte ativo.
d) As plantas se tornam hipertônicas e perdem água por osmose.
e) As plantas se tornam hipotônicas e ganham água por osmose.

08. (UEPA)               Leia com atenção o texto a seguir para responder esta questão.
As sensações, sentimentos, pensamentos, respostas motoras e emocionais, a aprendizagem e a memória, resultam do processo de comunicação entre as células nervosas, os neurônios, que continuamente coletam informações sobre o estado interno do organismo e de seu ambiente externo. Essas células possuem a habilidade de processarem informações que controlam o fluxo de substâncias do meio intracelular (íons sódio, potássio, etc.) e realizam os processos de difusão e osmose em suas membranas.
Adaptado de http://www.cerebromente.org.br/n10/fundamentos/ pot2.htm
Segundo o texto, a comunicação entre essas células ocorre por meio de processo:
a) Passivo com desprendimento de energia como a difusão e a osmose.
b) Ativo sem desprendimento de energia como a bomba de sódio e potássio.
c) Passivo como a difusão, a osmose e a bomba de sódio e potássio.
d) Ativo como a bomba de sódio e potássio e processo passivo como a difusão e a osmose.
e) Ativo como a difusão e bomba de sódio e potássio e processo passivo como a osmose

09. (IFPE) Ao temperarmos uma salada de verduras, com sal e vinagre, muito tempo antes de consumi-la, observamos um acúmulo de água que é liberada pelos vegetais. Esse fenômeno:
a) Recebe o nome de osmose e ocorre porque o meio extracelular fica hipertônico em relação ao meio intracelular.
b) É chamado de osmose e ocorre porque o meio extracelular fica hipotônico em relação meio intracelular.
c) Recebe o nome de difusão simples e ocorre porque o meio intra e o extracelular se tornam isotônicos.
d) Tanto pode ser osmose como difusão simples, pois o meio extracelular pode se tornar hiper ou hipotônico em relação à célula.
e) O acúmulo de água verificado não tem nenhuma relação com a concentração dos meios intra e extracelular dos vegetais em questão.

10. (UEA-MODELO ENEM) Uma cultura de protozoários da mesma espécie e dotados de vacúolos pulsáteis foi dividida em quatro placas de Petri numeradas (1, 2, 3 e 4). Em seguida, adicionou-se 10 mL de água destilada na placa 1; 10mL de solução salina a 2% na placa 2; 10mL de solução salina a 4% na placa 3 e 10mL de solução salina a 10% na placa 4. Sob tais condições experimentais, é correto afirmar que haverá maior atividade dos vacúolos pulsáteis nos protozoários que estiverem nas placas:
a) 1 e 2.
b) 2 e 3.
c) 3 e 4.
d) 1 e 4.
e) 2 e 4.

11. (UNICENTRO) A membrana plasmática, que envolve todas as células, é de vital importância na manutenção da integridade celular. Outrora vista como uma entidade bastante estática que mantinha os limites celulares definidos e impedia o vazamento de seus conteúdos, a membrana plasmática é uma estrutura dinâmica que apresenta atividade e seletividade notáveis. É uma barreira de permeabilidade que separa o interior do ambiente externo à célula, regula o fluxo vital do tráfego molecular dentro e fora da célula e é responsável por muitas das propriedades funcionais das células especializadas. Com base nessa descrição, observe a figura a seguir.

11
(Adaptada de: <http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Citologia/cito12.php&gt;.Acesso em: 6 set. 2013.)

Considerando os processos pelos quais uma substância pode atravessar a membrana celular, assinale a alternativa que descreve, corretamente, o processo representado pela figura.
a) Movimento de partículas de uma área de alta concentração para uma área de baixa concentração, tendendo as partículas a se espalharem devido a essa movimentação constante e casual.
b) Processo pelo qual energia é provida ao sistema transportador para mover moléculas em direção oposta a um gradiente de concentração, utilizando proteínas presentes na membrana plasmática como “bombas”.
c) Processo pelo qual um solvente se difunde através da membrana semipermeável das células, movendo-se no gradiente de concentração da área onde está mais concentrado para a área onde está mais diluído.
d) Transporte no qual proteínas presentes na membrana plasmática, as permeases, ajudam a difusão de uma molécula através da membrana, capturando a molécula da substância pela qual têm afinidade facilitando sua entrada na célula.

12. (PUC-RIO) O gráfico abaixo representa a entrada, sem gasto de energia, da substância “X” em uma célula, em função da concentração desta substância no meio externo.

12

Com base nesse gráfico, as curvas I e II representam, respectivamente, um processo de:
a) Transporte ativo e osmose.
b) Difusão facilitada e osmose.
c) Osmose e difusão facilitada.
d) Osmose e transporte ativo.
e) Transporte ativo e difusão facilitada

13. (UEM) Assinale o que for correto.
I II
0 0 – A membrana plasmática está presente em todas as células eucarióticas vivas.
1 1 – O mecanismo de transporte dos íons Na+ e K+ (bomba de sódio-potássio) é um processo ativo que opera tanto na membrana plasmática quanto na parede celular.
2 2 – Plasmodesmos são pontes citoplasmáticas que, em células vegetais e animais, atravessam a membrana plasmática, propiciando troca de substâncias entre células adjacentes.
3 3 – A parede celular impede a ruptura das células vegetais, se estas forem mergulhadas em água pura ou soluções hipotônicas.
4 4 – A membrana plasmática apresenta a propriedade chamada de permeabilidade seletiva. Assim, a dupla camada de lipídios é permeável a íons e impermeável a gases.

14. (FCM-PB) A Fibrose Cística caracteriza-se por abundante secreção de muco nas vias aéreas, que impedem ou dificultam a passagem do ar para os pulmões. Esta doença está relacionada com a ausência de uma proteína de membrana responsável pelo transporte de:
a) Íon Na.
b) Íon K.
c) Íon Mg.
d) Íon Ca.
e) Íon Cl.

15. (FPS) Assinale a alternativa em que constam apenas processos passivos de transporte através da membrana.
a) Difusão facilitada, osmose e bomba de Na+/K+.
b) Osmose, exocitose e difusão.
c) Fagocitose, exocitose e pinocitose.
d) Difusão, difusão facilitada e osmose.
e) Bomba de Na+/K+, fagocitose e osmose.

16. (INSTITUTO FEDERAL DE SÃO-MODELO ENEM) Uma espécie de alga unicelular foi colocada em um tubo de ensaio (I) contendo uma determinada solução salina e o seu volume vacuolar foi analisado. Após certo tempo, as algas foram transferidas para outro tubo de ensaio (II) e o seu volume vacuolar foi novamente analisado. E, em seguida, elas foram transferidas para outro tubo de ensaio (III) e repetiu-se a análise. As variações de volume foram ilustradas em um gráfico.

16

Pode-se concluir que os diferentes tubos de ensaio (I, II e III) continham, respectivamente, soluções:
a) Hipotônica, isotônica e hipertônica.
b) Hipertônica, hipotônica e isotônica.
c) Isotônica, hipertônica e hipotônica.
d) Isotônica, hipotônica e hipertônica.
e) Hipotônica, hipertônica e isotônica.

17. (UPF) Em contato com a água do mar, a maioria das células sofre plasmólise. Isso acontece porque a água marinha, em relacao ao conteudo celular, é uma solução:
a) Isotônica.
b) Hipotônica.
c) Hipertônica.
d) Hidropônica.

18. (IFTM-MODELO ENEM) Leia atentamente o modo de preparo da receita, a seguir:
Salada de tomate, alface e cenoura crua.
Ingredientes: 1 tomate
1 cenoura
1 pé de alface
Sal e azeite a gosto
Modo de preparo
1. Corte o tomate em pequenos pedaços, enrole as folhas de alface e corte em pedaços pequenos.
2. Rale a cenoura em tiras pequenas.
3. Misture os ingredientes e tempere com sal e azeite a gosto.
4. Se quiser pode utilizar o molho rosé, dá um toque especial.
In < http://tudogostoso.uol.com.br/receita/135577-salada-de-tomate-alface-e-cenoura-crua.html&gt; Acessado em 11 de Mai de 2013.
No modo de preparo é sugerido que se coloque sal na salada. Nos minutos seguintes à colocação de sal, as células vegetativas perdem água, formando um caldo no fundo da travessa. Este fenômeno físico é explicado como sendo:
a) Osmose, que é o deslocamento do solvente (água) do meio hipertônico (citosol) para o meio externo (hipotônico), a fim de alcançar a isotonia.
b) Osmose, que é o deslocamento do solvente (água) do meio hipotônico (citosol) para o meio externo (hipertônico), a fim de alcançar a isotonia.
c) Osmose, que é o deslocamento do soluto (sal) do meio hipotônico (citosol) para o meio externo (água), a fim de alcançar a isotonia.
d) Difusão facilitada, que é o deslocamento do solvente (sal) do meio hipertônico (citosol) para o meio externo (água), facilitando alcançar a isotonia.
e) Difusão, que é a passagem do soluto (sal) do meio hipotônico (citosol) para o meio externo, levando junto à água.

19. (UEM) Com relação aos mecanismos de permeabilidade celular, assinale o que for correto.
a) Denomina-se plasmólise o processo que ocorre quando uma célula é colocada em uma solução hipotônica.
b) O transporte ativo de sódio e potássio, através da membrana plasmática, não impõe um consumo de energia à célula.
c) Quando uma célula é colocada em solução hipotônica, ela perde água para o meio, sofrendo turgescência.
d) Denomina-se fagocitose o englobamento de partículas sólidas pela célula, comumente observada em células do sangue, como as hemácias.
e) Denomina-se clasmocitose o mecanismo que a célula utiliza para eliminar resíduos de seu interior para o meio extracelular.

20. (UFPR) A osmose exerce uma função fundamental nos vegetais, desde a absorção de água até os pontos mais altos das árvores com dezenas de metros, pela pressão osmótica, até a condução de substâncias por todo o organismo. O processo osmótico pode ser descrito pela equação da sucção celular:
Sc = Si – M
em que:
Sc (sucção celular total) = a capacidade de absorção de água por uma célula.
Si (sucção interna) = pressão osmótica do suco celular.
M = pressão da membrana celulósica.
Com base na equação, considere as seguintes afirmativas:
1. A célula está túrgida quando Sc = 0, porque Si e M se equivalem.
2. Quando a célula está plasmolisada, Sc equivale a Si, porque a parede não exerce pressão (M = 0).
3. Numa solução hipertônica, a célula torna-se túrgida, porque a pressão exercida pela membrana celulósica se contrapõe à pressão osmótica do suco celular (Si = M).
4. Numa solução hipotônica, a célula torna-se plasmolisada, porque a membrana celulósica deixa de exercer pressão sobre o citoplasma (Sc = Si).
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
b) Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas 1, 2 e 4 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.
e) As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras.

21. (UNAMA) Ao temperarmos salada com sal, pimenta-do-reino, vinagre e azeite, depois de algum tempo percebemos que as células das folhas das verduras ficam murchas porque o meio em que elas se encontram é hipertônico. Esse fenômeno ocorre porque as células:
a) Receberam água do meio mais concentrado.
b) Perderam água para o meio mais concentrado.
c) Receberam água do meio menos concentrado.
d) Perderam água para o meio menos concentrado.

22. (UNAMA) As soluções hipertônicas estão em uso em algumas partes do mundo, apesar de objeções levantadas contra tal uso, em virtude de dados experimentais derivados de experimentos de hemorragia não controlada. Dentre essas soluções, a de NaCl a 7,5%, tem sido empregada no tratamento de diversas condições, incluindo trauma, choque hemorrágico, cardiogênico e séptico, e suporte volêmico intraoperatório de cirurgias de grande porte.
(Adaptado de http://www.redetec.org.br/inventabrasil/hiperhsd.htm. Acessado em 04.05.2011).
Sobre a referida solução, pode-se afirmar que:
a) Tem concentração maior que a dos glóbulos vermelhos do sangue.
b) Tem a mesma concentração dos glóbulos vermelhos do sangue.
c) Tem concentração menor que a dos glóbulos brancos do sangue.
d) Provoca entrada de água nas células sanguíneas.

23. (UECE) Em uma aula de Biologia Geral, o Professor mostrou, por meio de um experimento comparativo, que quando glóbulos vermelhos são colocados em uma solução hipotônica, podem se romper devido à excessiva entrada de água por osmose, mas quando o mesmo é feito com uma célula de origem vegetal, apesar de ficar túrgida, ela não se rompe. A estrutura responsável por esse resultado é denominada:
a) Membrana plasmática.
b) Parede celular.
c) Vacúolo vegetal.
d) Vacúolo contrátil.

24. (IFG-MODELO ENEM) O bacalhau, cuja carne é submetida ao processo de salgamento, para sua conservação, é um dos principais pratos da culinária portuguesa e também muito apreciado pelos brasileiros. Ele pode ser preparado de diversas formas, mas geralmente são colocadas batatas para deixar o prato menos salgado. Analise as afirmativas a seguir, a respeito do processo ocorrido durante o preparo do bacalhau.
I. O sal passa para a batata por difusão.
II. O sal passa para a batata por osmose.
III. O amido da batata se dissolve, adoçando o bacalhau.
IV. O sal passa para a batata por transporte ativo.
Está(ão) correta(s):
a) Somente a afirmativa I.
b) Somente a afirmativa II.
c) Somente a afirmativa III.
d) Somente as afirmativas I, II e III.
e) Somente as afirmativas II, III e IV.

25. (UFU) São poucas as células que realizam o transporte de substâncias por meio da fagocitose. As amebas (protozoários), por exemplo, utilizam esse processo em sua alimentação. Considerando esse tipo de transporte, analise as afirmativas abaixo.
I. Pela emissão de pseudópodes, a ameba captura o alimento, que é digerido no seu interior
por meio de enzimas específicas.
II. A fagocitose é um transporte ativo, pois o alimento atravessa a membrana com a ajuda de
proteínas que carregam o alimento para o interior da ameba.
III. Nos vertebrados, o processo de fagocitose é utilizado por algumas células de defesa, como
por exemplo, alguns glóbulos brancos.
Marque a alternativa correta.
a) Apenas I e III são corretas.
b) Apenas I e II são corretas.
c) Apenas II e III são corretas.
d) I, II e III são corretas.

26. (UFPel-MODELO ENEM) As células estão em constante troca com o meio ambiente, que pode ser em grandes quantidades de moléculas, como o caso da endocitose e exocitose.

26

Baseado nos textos e em seus conhecimentos é incorreto afirmar que:
a) A formação de vesículas ocorre, em todos os processos ilustrados. Nas figuras 1 e 2, as vesículas são formadas a partir da membrana plasmática, e, na figura 3, as vesículas são formadas no interior da célula.
b) A figura 2 ilustra um processo que, ao contrário do ilustrado na figura 1, é realizado por praticamente todos os tipos celulares no ser humano.
c) A figura 3 corresponde a um processo de eliminação de material intracelular, como por exemplo os hormônios.
d) A figura 1 corresponde ao processo de pinocitose, que é empregado por alguns protistas para a obtenção de alimentos.
e) As figuras 1 e 2 representam tipos de endocitose, um processo que permite a incorporação de material pela célula.

27. (UFSCar) O processo de salinização pode ocorrer em solos intensamente irrigados. Sais presentes na água de irrigação acumulam-se no solo quando a água evapora. Em algumas situações, plantas cultivadas podem passar a perder água pelas raízes, ao invés de absorvê-la. Quando isso ocorre, pode-se dizer que:
a) As células das raízes perdem água por osmose e tornam-se plasmolisadas.
b) As concentrações de soluto dentro e fora das células se igualam por transporte ativo de sais e as células tornam-se túrgidas.
c) As células das raízes perdem água para o meio externo mais concentrado, por difusão facilitada, e tornam-se lisadas.
d) As células das raízes perdem água para o meio externo menos concentrado, por osmose, e tornam-se lisadas.
e) As concentrações dos solutos dentro e fora das células se igualam por difusão facilitada da água e as células tornam-se plasmolisadas.

28. (IFTM-MODELO ENEM) O cafezinho servido em São Paulo, o chá mate do Rio de Janeiro, o Chimarrão do Rio Grande do Sul, os chás caseiros, são produtos que apresentam em comum, o modo de extração de compostos presentes nas matérias-primas empregadas nestas bebidas, em que se utiliza água quente. Marque a alternativa correta abaixo que represente o mecanismo físico dos movimentos dos solutos das partes vegetativas torradas para o solvente empregado nestes processos.
a) Osmose, na qual, o solvente se movimenta do meio hipotônico para o meio hipertônico visando a isotonia.
b) Difusão facilitada, que caracteriza pelo fato do soluto se movimentar do meio hipotônico para o meio hipertônico até ocorrer a isotonia.
c) Difusão simples, pois se caracteriza por se ter o movimento do soluto do meio hipertônico para o meio hipotônico.
d) Bomba, pois envolve participação de energia química com dissipação de temperatura no mecanismo de extração.
e) Ativação Enzimática, pois a temperatura alta da água provoca aumento da velocidade das enzimas antes inativas nos tecidos vegetativos.

29. (IFNMG) Em relação aos mecanismos de transporte através da membrana, julgue as proposições abaixo:
I. O transporte passivo refere-se à passagem de substâncias do interior da célula para o meio externo.
II. O transporte ativo refere-se à passagem de substâncias do meio externo para o interior da célula.
III. O transporte osmótico pode promover tanto a entrada quanto a saída de água na célula.
Marque a alternativa correta:
a) As afirmativas I e II estão corretas.
b) Somente a afirmativa II está correta.
c) Somente a afirmativa III está correta.
d) Todas as afirmativas estão corretas.

30. (IFBA-MODELO ENEM) Você conhece a regra dos 5 segundos? Aquela que diz que, se você derrubar comida no chão e pegar de volta, antes de completar 5 segundos, você pode comer em segurança? Bom, se você usa essa regra como lei fundamental na sua vida, é melhor começar a rever seus conceitos, caro leitor. Um recente estudo da Universidade Metropolitana de Manchester decidiu alertar os gulosos que mantêm essa prática. Os resultados provaram que alimentos com alto teor de sal ou açúcar, como a maioria dos processados, têm menos chance de pegar bactérias em um período de tempo tão curto. O presunto (com alto teor de sal), o pão doce e a geleia foram considerados seguros, com poucos indícios de bactérias, depois de retirados do chão após três segundos. O alto teor de açúcar da geleia tornou a fatia de pão um terreno ruim para a proliferação de bactérias.
Disponível em:: http://revistagalileu.globo.com. Acesso em 20 de junho de 2012.
Em relação ao texto, foram feitas as seguintes afirmativas:
I. O alto teor de açúcar na geleia torna a fatia de pão um meio hipertônico em relação às bactérias, que são hipotônicas.
II. O processo de transporte através da membrana do qual o texto trata é a bomba de sódio-potássio
III. O mesmo princípio aplicado à conservação do presunto pode ser adequado para se conservar alguns tipos de carne fora da geladeira.
Deve-se concluir que:
a) Somente a I e II estão corretas.
b) Somente a II e III estão corretas.
c) Somente a III é correta.
d) Somente I e III estão corretas.
e) Somente a II está correta.

31. (UFG-MODELO ENEM) Leia o texto a seguir.
A criação de peixes ósseos de água doce para fins comerciais impõe aos animais estresses decorrentes do manejo de rotina e doenças ocasionadas por protozoários. Para reduzir o aparecimento dessas doenças utiliza-se banhos com solução de NaCl, em concentrações entre 2 a 5% com tempo de exposição variando entre 20 segundos a 20 minutos.
KUBITZA, Fernando. A versatilidade do sal na piscicultura. Panorama da aquicultura, set./out. 2007. p. 14-23. (Adaptado).
De acordo com o texto, o controle de protozoários requer a utilização de solução salina em concentração superior à fisiológica. Portanto, para que o banho salino não cause a morte dos animais, ele deve ser breve o suficiente para impedir que os peixes:
a) Inchem por absorção excessiva de água.
b) Desidratem por perda excessiva de água.
c) Inchem por ingestão de solução salina.
d) Inchem por retenção de urina concentrada.
e) Desidratem por excreção de urina concentrada.

32. (UFRR) Em células vegetais, quando o ambiente é hipotônico em relação ao vacúolo, este ganha água e incha. O volume da célula aumenta, então dizemos que ocorreu turgescência. Com isso, entra a ação de duas forças, das quais uma delas exercida tende a encher o vacúolo.
a) Pressão de sucção interna.
b) Pressão de turgescência.
c) Plasmólise.
d) Pressão de difusão.
e) Difusão facilitada.

33. (IFNMG) Analisando as células vegetais a seguir, podemos perceber que, de acordo com o meio em que ela se encontra, esta irá sofrer alterações na quantidade de água que entra e que sai. Esse fenômeno é conhecido como osmose e está relacionado à diferença de soluto de um meio para o outro.

33

De acordo com as figuras e o assunto abordado, analise as alternativas abaixo e assinale a que apresentar uma informação correta:
a) Na figura 2, a célula está em um meio hipotônico.
b) Na figura 3, a célula está em um meio hipertônico.
c) Na figura 1, a célula está em um meio hipertônico.
d) Na figura 2, a célula está em um meio hipertônico.

34. (PUC-CAMPINAS-MODELO ENEM) Para responder esta questão considere o texto abaixo.
A primeira vista, parece pedra jogada na praia ou madeira boiando no mar. Mas a secreção serosa formada nas entranhas do cachalote é quase tão valiosa quanto o ouro. Enquanto cada grama do metal é vendido a US$ 30, o âmbar-cinza está cotado a US$ 20. No organismo da baleia, a missão dessa substância pastosa é envolver as partes duras das lulas – que ela não consegue digerir – protegendo seu intestino de ferimentos.
Quando expelida pela baleia, tem cheiro de esterco, endurece e ganha aroma especial despois de flutuar por décadas no oceano. O cheiro, então, passa a lembrar a castanha-do-brasil ou a madeira de igrejas antigas. Assim como o sal ressalta o sabor, ele intensifica odores e fixa aromas.
(Adaptado: Revista Gelileu, n. 248, 2012. P. 13)
Além de ressaltar o sabor, o sal está entre os primeiros métodos usados pelo homem para a conservação dos alimentos. O principal efeito da adição de sal é:
a) Inibir a ação das enzimas dos alimentos.
b) Intoxicar os fungos e as leveduras.
c) Desnaturar as enzimas das bactérias.
c) Alterar o pH do alimento.
e) Desidratar os alimentos por osmose.

35. (UFTM-MODELO ENEM) Durante uma aula prática, os alunos colocaram algumas hemácias humanas em água destilada e analisaram a variação do volume celular. Após o experimento, as variações no volume das células foram indicadas em um gráfico. Sabendo-se que as hemácias humanas ficam mergulhadas no plasma sanguíneo, cuja solução apresenta 0,9% de NaCl, o gráfico que ilustra corretamente a variação do volume das hemácias na água destilada, em função do tempo, está indicado em:

35

36. (UFPA) Numerosos exemplos de atividade de transporte pela membrana são vistos durante a atividade fisiológica dos rins. Por exemplo: o HCO3 formado intracelularmente é devolvido por difusão para a circulação sistêmica por um transportador Cl-/HCO3, na região basolateral da célula renal, enquanto o H+ entra no lúmen do túbulo renal por uma das duas bombas de prótons apicais, H+/ATPase ou H+-K+/ATPase. Sobre os solutos transportados e seus transportadores e estas atividades direcionadas através da membrana plasmática da célula renal, é correto afirmar:
a) O transporte direcionado de HCO3 e de H+ na membrana plasmática da célula renal consome ATP.
b) H+/ATPase é uma bomba iônica de atuação similar à Na+-K+/ATPase, e ambas atuam a favor do gradiente de concentração dos solutos.
c) O transportador Cl-/HCO3 regula a alcalose metabólica por transporte ativo.
d) A difusão do HCO3 pela membrana da célula ocorre a favor do gradiente de concentração do soluto.

37. (UESC-MODELO ENEM) O esquema abaixo ilustra um experimento em que se compara o comportamento de células animais e vegetais em soluções com diferentes concentrações.

37

A análise desse experimento permite afirmar que:
a) Células vegetais modificam intensamente a forma da parede celular quando são colocadas em ambientes com gradiente de concentração.
b) Representa um exemplo de transporte passivo porque envolve uma tendência ao equilíbrio iônico sem “gasto” de energia na forma de ATP.
c) O tipo de transporte caracterizado é o ativo porque o deslocamento do solvente é a favor do gradiente de concentração.
d) A osmose em células animais se caracteriza pelo deslocamento de soluto de um ambiente hipertônico para um ambiente hipotônico.
e) Tanto as células vegetais quanto as células animais murcham ao serem imersas em um ambiente hipotônico.

38. (SENAC-SP) Uma célula animal foi mergulhada em uma solução aquosa de concentração desconhecida. As alterações ocorridas na célula estão representadas no gráfico abaixo.

38

A tonicidade relativa da solução e o tipo de fenômeno que explica os resultados são, respectivamente:
a) Hipotônica e difusão.
b) Hipotônica e osmose.
c) Isotônica e osmose.
d) Hipertônica e difusão.
e) Hipertônica e osmose.

39. (UEPG) As figuras abaixo representam o resultado de uma célula vegetal colocada em soluções de diferentes concentrações. Com base nas figuras, assinale a alternativa correta.

39

Fonte: Amabis, J.M.; Martho, G.R. Biologia das Células.
2a ed. Volume 1. Editora Moderna. São Paulo. 2004.
a) Na figura C, pode-se observar que a célula encontrasse em um meio menos concentrado (hipotônico) e perde água por osmose.
b) A água que entra por osmose na célula vegetal (condição representada pela figura A) faz com que ela inche até um ponto em que causa o rompimento da parede celular.
c) Na condição representada pela figura A, a célula encontra-se em um meio hipotônico e, nessa condição, diz-se que a célula ficou túrgida.
d) A célula na condição da figura B é denominada de plasmolisada, pois a mesma foi colocada em um meio isotônico, que poderia ser representado por água pura.
e) Uma célula colocada em um meio hipertônico tende a se expandir, pois a entrada de água e sais por transporte ativo faz com que a mesma torne-se túrgida (condição da figura C).

40. (FUVEST-MODELO ENEM) A porcentagem em massa de sais no sangue é de aproximadamente 0,9%. Em um experimento, alguns glóbulos vermelhos de uma amostra de sangue foram coletados e separados em três grupos. Foram preparadas três soluções, identificadas por X, Y e Z, cada qual com uma diferente concentração salina. A cada uma dessas soluções foi adicionado um grupo de glóbulos vermelhos. Para cada solução, acompanhou-se, ao longo do tempo, o volume de um glóbulo vermelho, como mostra o gráfico.

40

Com base nos resultados desse experimento, é correto afirmar que:
a) A porcentagem em massa de sal, na solução Z, é menor do que 0,9%.
b) A porcentagem em massa de sal é maior na solução Y do que na solução X.
c) A solução Y e a água destilada são isotônicas.
d) A solução X e o sangue são isotônicos.
e) A adição de mais sal à solução Z fará com que ela e a solução X fiquem isotônicas.

41. (PUC-RIO) Quando comemos em um restaurante, as saladas de alface que são servidas não contêm, em geral, sal ou nenhum tipo de condimento. As saladas são temperadas apenas na hora de comer. Esse procedimento evita que a salada murche rapidamente, pois, quando adicionamos sal e outros condimentos à salada:
a) O meio externo torna-se hipotônico, e as células da alface ficam túrgidas.
b) O meio externo torna-se isotônico, e as células da alface ficam túrgidas.
c) O meio externo torna-se hipertônico, e as células da alface sofrem plasmólise.
d) O meio externo torna-se hipertônico, e as células da alface sofrem lise celular.
e) O meio externo torna-se isotônico, e as células da alface sofrem lise celular.

42. (UPE) Observe a tirinha a seguir:

42

Nela Calvin faz alusão a uma ameba. Observe as afirmativas, a seguir, relacionadas a esse organismo e sua forma de alimentação ou locomoção por meio de pseudópodes e assinale a afirmativa correta.
a) A difusão facilitada ocorre a favor do gradiente de concentração, mas depende da ação dos pseudópodes da membrana plasmática para a entrada de glicose com gasto de energia.
b) A fagocitose é o englobamento de moléculas grandes ou sólidas por meio de expansões da membrana plasmática, denominadas pseudópodes.
c) A pinocitose é a captura de moléculas menores ou líquidas mediante a de invaginação da parede celular por meio de pseudópodes.
d) O glicocálix é um revestimento externo da membrana plasmática, formado por celulose e lipídios que irão desempenhar funções imunogênica e locomotora por meio de pseudópodes.
e) Os pseudópodes mantêm uma diferença de potencial entre os meios extra e intracelular, permitindo a locomoção sem gasto de energia.

43. (UEA) O desenho abaixo mostra uma célula vegetal que foi mergulhada em uma solução salina cuja concentração era menor que o meio intracelular. Após certo tempo, a célula ganhou água, havendo um aumento significativo do volume vacuolar.

43

O fenômeno que ocorreu e o nome do estado final em que a célula se encontra são, respectivamente:
a) Osmose e célula túrgida.
b) Transporte ativo e célula plasmolisada.
c) Transporte ativo e célula túrgida.
d) Transporte facilitado e célula plasmolisada.
e) Osmose e célula plasmolisada.

44. (UEG) Uma célula animal foi mergulhada em uma solução salina que apresenta cloreto de sódio e cloreto de potássio como soluto. Observou-se que a água deslocou-se da célula para o meio externo. Considerando-se o processo descrito e as partículas envolvidas, pode-se inferir o seguinte:
a) A face interna da membrana manteve-se com cargas positivas.
b) A solução salina é mais concentrada do que o interior da célula.
c) O sódio apresenta maior raio atômico que o potássio.
d) Os sais que formam são derivados de um ácido forte e base fraca.

45. (UCS) Para entender as propriedades da membrana celular e o processo de osmose, um biólogo realizou o experimento descrito a seguir. Três conjuntos de hemácias foram expostos a três diferentes soluções, conforme descrito abaixo.
A. O primeiro conjunto foi exposto a uma solução isotônica em relação ao líquido intracelular das hemácias.
B. O segundo conjunto foi exposto a uma solução hipotônica em relação ao líquido intracelular das hemácias.
C. O terceiro conjunto foi exposto a uma solução hipertônica em relação ao líquido intracelular das hemácias.
Assinale a alternativa correta, que corresponde aos resultados desse experimento.
a) As hemácias mantêm sua forma e seu volume, pois são impermeáveis à água.
b) As hemácias mantêm sua forma e seu volume somente quando expostas à solução hipertônica.
c) As hemácias murcham quando expostas à solução isotônica.
d) As hemácias incham quando expostas à solução hipotônica.
e) As hemácias incham quando expostas à solução isotônica.

46. (FUVEST) A figura abaixo representa uma célula de uma planta jovem.

46a

Considere duas situações:
1. A célula mergulhada numa solução hipertônica.
2. A célula mergulhada numa solução hipotônica.
Dentre as figuras numeradas de I a III, quais representam o aspecto da célula, respectivamente, nas situações 1 e 2?

46b

a) I e II.
b) I e III.
c) II e I.
d) III e I.
e) III e II.

47. (UEA-MODELO ENEM) O tucunaré é um dos mais apreciados peixes da fauna ictiológica da Amazônia. A carne branca e um tanto seca é realçada pela gordura em algumas partes do corpo, o que acaba por torná-la tenra e de sabor inigualável, tanto ao forno, frita ou na caldeirada. Pode-se comê-la também no tucupi, cozida com jambu. De qualquer forma é um verdadeiro requinte da culinária da região.
(www.portalamazonia.globo.com)
O tucunaré é hipertônico em relação ao hábitat em que vive, então, para estar em equilíbrio osmótico nesse meio, ele:
a) Ganha íons constantemente por transporte ativo do meio que o rodeia, cujo excesso será eliminado pelas brânquias.
b) Ganha água constantemente por osmose do meio, cujo excesso será eliminado por difusão facilitada através dos rins.
c) Perde água para o meio por osmose, que será reposta por osmose através das brânquias, já que produz reduzido volume urinário.
d) Não gasta energia com mecanismo de homeostasia hidrossalina, já que armazena grande quantidade de ureia no sangue, assim fica em equilíbrio o com o meio.
e) Ganha água por osmose e perde íons através da urina, os íons são repostos com gasto de energia por meio das brânquias.

48. (IFSC) Uma célula troca substâncias constantemente. O gás oxigênio, os aminoácidos e a glicose entram na célula ao mesmo tempo em que são eliminadas substâncias produzidas em seu interior, como o gás carbônico e compostos nitrogenados. Observe a figura abaixo e assinale a alternativa correta sobre processos de transporte de substâncias:

48

a) Os processos de transporte por difusão e osmose acontecem de forma passiva, portanto consomem energia para acontecer.
b) Na figura acima, o solvente irá passar do meio menos concentrado para o meio mais concentrado. Desta forma, a célula absorverá água.
c) A célula representada na figura acima perderá água por difusão até sofrer lise celular.
d) O processo de difusão está relacionado ao movimento ativo do solvente, enquanto o processo de osmose está relacionado ao movimento ativo do soluto.
e) O soluto representado poderia ser o oxigênio e este continuaria entrando na célula por um processo de difusão facilitada com “gasto” energético.

49. (UEA-MODELO ENEM) Em uma aula de biologia, a professora trabalhou com dois aquários, um com água do mar e alguns exemplares de camarões marinhos, e outro com água de rio e alguns exemplares de camarões capturados nesse ambiente. A professora questionou os alunos sobre o que ocorreria com o equilíbrio hidrossalino nas células dos camarões se alguns deles fossem transferidos de um aquário para o outro. Sobre o experimento, é correto afirmar que:
a) Tanto os camarões de água doce quanto os de água salgada, se trocados de aquário, irão equilibrar a concentração osmótica de suas células em relação ao meio no qual serão colocados, e se nele permanecerem sobreviverão sem problemas.
b) Os camarões de água doce, se colocados em água salgada, nada sofrerão, pois suas células têm concentração osmótica superior à da água onde normalmente vivem e, portanto, estarão em um meio isotônico, em relação à concentração osmótica de suas células.
c) Os camarões de água doce, se colocados em água salgada, não serão capazes de equilibrar a concentração osmótica de suas células em relação ao meio, e se nele permanecerem poderão morrer por perda de água para o meio no qual foram colocados.
d) Os camarões de água salgada, se colocados em água doce, nada sofrerão, pois suas células têm concentração osmótica inferior à da água onde normalmente vivem e, portanto, estarão em meio isotônico em relação à concentração osmótica de suas células.
e) Os camarões de água salgada, se colocados em água doce, nada sofrerão, pois suas células têm concentração osmótica superior à do meio onde serão colocados, e desse modo não perderão água de suas células para o meio.

50. (UFSC) Com relação ao transporte através da membrana plasmática, assinale a alternativa correta.
a) A membrana celular é muito permeável à água. Colocadas em uma solução hipertônica, as células aumentam de volume devido à penetração de água.
b) O Na+ é o íon positivamente carregado (cátion) mais abundante do lado de dentro da célula, enquanto o K+ é o mais abundante do lado de fora da célula.
c) Moléculas apolares tais como o oxigênio molecular e o dióxido de carbono não conseguem passar pela bicamada lipídica da membrana e por isso necessitam de proteínas especiais chamadas de carreadoras.
d) Numerosas substâncias, como a glicose e alguns aminoácidos, penetram nas células por difusão facilitada, sem gasto de energia. Neste caso, a difusão se processa a favor de um gradiente, porém em velocidade maior do que a difusão passiva.
e) As proteínas carreadoras permitem aos solutos atravessar a membrana a taxas muito mais rápidas que as proteínas-canal.

gab

 


Responses

  1. Boa Tarde Professor! veja a questão 1 letra E

    • 01. Leia os três trechos abaixo.
      1. O transporte de substâncias através da membrana pode ocorrer sem gasto de energia pelo simples fato das partículas de soluto serem pequenas e terem afinidade com a membrana.
      2. O transporte na membrana pode ocorrer sem gasto de energia, porém com o auxílio de uma proteína transportadora.
      3. O transporte quando se desprende ATP para ser realizado.
      Analise as afirmativas abaixo e assinale a opção correta.
      a) O transporte citado por 1 é osmose.
      b) O transporte em 2 tem como exemplo a bomba de sódio e potássio.
      c) O 3 é a clasmocitose.
      d) O 2 é difusão facilitada.*
      e) 1 é pinocitose e 2 é difusão simples.
      Caro Daniel
      Veja abaixo as explicações que você solicitou.
      – Diálise (difusão simples): é o processo através do qual as partículas de soluto se movimentam de um meio hipertônico para a um meio hipotônico, através de uma membrana permeável, até que seja atingido o equilíbrio entre os dois compartimentos. A velocidade da difusão depende da solubilidade dos solutos em relação aos lipídios e do tamanho das moléculas. Quanto maior a solubilidade das moléculas nas membranas, maior será a permeabilidade e mais rápido o transporte. Moléculas com a mesma solubilidade, terão, via de regra, o tamanho como fator limitante. Dessa forma, as que forem menores permeiam mais facilmente através da membrana. Como exemplo de difusão simples, citamos as trocas gasosas que ocorrem entre as células e o ambiente.
      – Osmose: é a difusão de solvente (água no caso dos processos biológicos), através da membrana. Dessa forma, osmose é um caso especial de difusão.
      – Difusão facilitada: é um processo de transporte através da membrana, que, embora ocorra sem “consumo” de energia, requer proteínas “carregadoras”, denominadas permeases, que são enzimas especializadas no reconhecimento e no transporte de carboidratos, aminoácidos e certos íons como o cloro, o sódio e o potássio. Essas proteínas possuem um “canal” interno no qual há sítios especializados para a união com as substâncias a serem carreadas. Dessa forma, existem vários tipos de permeases, cada uma delas relacionada com o transporte de uma determinada substância. Embora se processe a favor de um gradiente, a velocidade com que o transporte é feito na difusão facilitada é maior do que na difusão simples. Essa velocidade não é proporcional à concentração do soluto, exceto em concentrações muito baixas. Elevando-se, gradativamente, a concentração do elemento penetrante, chega-se a um ponto de saturação, além do qual a velocidade de penetração não mais aumenta. Essas e outras propriedades mostram que, na difusão facilitada, a substância a ser carreada se combina com uma permease, localizada na membrana plasmática. Quando todas as moléculas transportadoras estão “ocupadas”, a velocidade de penetração não pode aumentar. As permeases aceleram o transporte, favorecem a seletividade e permanecem invariáveis após terem contribuído para o movimento das substâncias. Embora a difusão facilitada proporcione um movimento mais rápido que as outras formas de transporte passivo, ela não é capaz de carrear substâncias, através da membrana, contra um gradiente de concentração.
      – Transporte ativo: é o transporte que se faz contra um gradiente de concentração (de uma região de menor concentração para outra de maior concentração) e requer energia para que ocorra. Ao contrário do transporte passivo, o transporte ativo leva ao acúmulo de um soluto acima do ponto de equilíbrio. Ele é termodinamicamente desfavorável (endergônico) e ocorre apenas quando acoplado a um processo exergônico. Esse transporte é energizado, via de regra, pelo ATP (transporte ativo primário). No transporte ativo primário, a reação de hidrólise do ATP libera energia que impulsiona o movimento do soluto contra um gradiente eletroquímico. A exemplo do que ocorre com a difusão facilitada, o transporte ativo também apresenta um ponto de saturação, que é atingido quando todos os carreadores da membrana estiverem trabalhando em atividade máxima. O exemplo mais comum de transporte ativo é a bomba de Na+-K+, que transporta, ativamente, íons Na+ do interior da célula para fora e íons K+ do meio extracelular para o citoplasma, como mostra a figura a seguir. Ressaltamos que a bomba de sódio-potássio é mediada pelo carreador Na+/k+-ATPase. Essa bomba permite que a célula execute uma série de funções relacionadas com a membrana plasmática, como a condução de impulsos ao longo das células nervosas.
      – Clasmocitose ou defecação celular: eliminação, pela célula, de substâncias residuais provenientes da digestão intracelular.
      – Pinocitose: englobamento de pequenas moléculas (polissacarídeos, proteínas…) dissolvidas em água. Costuma-se dizer que pinocitose é o englobamento de “gotículas”, enquanto fagocitose é o englobamento de partículas “sólidas”. Pinocitose e fagocitose são denominadas, conjuntamente, de endocitose, enquanto a clasmocitose é uma exocitose.
      – Trecho 1 (“O transporte de substâncias através da membrana pode ocorrer sem gasto de energia pelo simples fato das partículas de soluto serem pequenas e terem afinidade com a membrana.”)
      * Diálise (difusão simples).
      – Trecho 2 (“O transporte na membrana pode ocorrer sem gasto de energia, porém com o auxílio de uma proteína transportadora.”).
      * Difusão facilitada.
      – Trecho 3 (“O transporte quando se desprende ATP para ser realizado.”).
      * Transporte ativo.
      – ALTERNATIVA A (“O transporte citado por 1 é osmose.”) – INCORRETA
      *1 não é osmose. É diálise ou difusão simples.
      – ALTERNATIVA B (“O transporte em 2 tem como exemplo a bomba de sódio e potássio.”) – INCORRETA
      * 2 é difusão facilitada. A bomba de sódio e potássio é um exemplo de transporte ativo.
      – ALTERNATIVA C (“O 3 é a clasmocitose.”) – INCORRETA
      * 3 é transporte ativo e não clasmocitose.
      – ALTERNATIVA D (“O 2 é difusão facilitada.”) – CORRETA
      * 2 é realmente difusão facilitada.
      – ALTERNATIVA E (“1 é pinocitose e 2 é difusão simples”) – INCORRETA
      * 1 é diálise ou difusão simples e não pinocitose.
      * 2 é difusão facilitada e não difusão simples.
      Um abraço
      Djalma Santos

  2. Professor! a questão 16 não poderia ser letra D?

    • Prezado Rafael
      Veja, a seguir, a explicação que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: C (“Isotônica, hipertônica e hipotônica.”).
      JUSTIFICATIVA (ACOMPANHE O RACIOCÍNIO UTILIZANDO O GRÁFICO)
      – Tubo 1:
      * Não houve alteração do volume.
      * SOLUÇÃO ISOTÔNICA.
      – Tubo 2:
      * Houve redução do volume.
      * SOLUÇÃO HIPERTÔNICA.
      – Tubo 3:
      * Houve aumento do volume.
      * SOLUÇÃO HIPOTÔNICA.
      – Sugiro que você faça uma revisão envolvendo permeabilidade celular:
      I. Soluções isotônica, hipotônica e hipertônica.
      II. Transporte passivo:
      IIa. Diálise (difusão simples).
      IIb. Difusão facilitada
      IIc. Osmose (animal e vegetal).
      III. Transporte ativo.
      IV. Transporte mediado por vesículas (transporte em bloco ou em massa):
      IVa. Endocitose (fagocitose e pinocitose).
      IVb. Exocitose.
      Um abraço
      Djalma Santos

  3. Boa noite,a questão 35 não poderia ser letra E?

    • Prezada Alana
      Veja, a seguir, a explicação que você solicitou.
      RESPOSTA CORRETA: GRÁFICO A
      JUSTIFICATIVA
      – Em água destilada, como consta no enunciado (“… o gráfico que ilustra corretamente a variação do volume das hemácias na água destilada, em função do tempo, está indicado em: …”), a hemácia “ganha” água, aumenta seu volume e, após algum tempo, nessa condição, sofre lise (hemólise), sendo, portanto destruída. O gráfico A ilustra, sem dúvida, esse fenômeno.
      – Perceba que o gráfico E, como você sugere, mostra uma estabilização do volume da hemácia, após certo tempo em água destilada e não uma hemólise.
      Sucesso
      Djalma Santos

      • Muito obrigada!

  4. Professor! Não consegui compreender a questão 12, poderia me explicar por favor?

    • Prezado João Victor
      Veja, a abaixo, a resolução da questão que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: C (“Osmose e difusão facilitada.”)
      – O gráfico evidencia diferenças entre os transportes que não dependem de proteínas carreadoras (permeases), como a osmose (curva I) e os dependentes de permeases, como a difusão facilitada (curva II), que a exemplo da osmose são transportes passivos (não “gastam” energia, como consta no enunciado). Para os não mediados por carreadores, osmose, por exemplo, constata-se que, à medida que a concentração das moléculas transportadas aumenta, a velocidade de transporte aumenta proporcionalmente, como se pode constatar no gráfico. Nas formas de transporte mediado por proteínas carreadoras, como a difusão facilitada, por outro lado, percebe-se que, com o aumento da concentração de moléculas transportadas, a velocidade de transporte aumenta apenas até certo ponto de saturação (velocidade máxima). Nestes casos, como mostra o gráfico, a velocidade do transporte não é proporcional à concentração do soluto, exceto em concentrações muito baixa. Aumentando-se, gradativamente, a concentração da substância a ser transportada, atinge-se o referido ponto de saturação, além do qual a velocidade de penetração não mais aumenta. Dessa forma, quando todas as moléculas transportadoras estão mobilizadas, a velocidade de penetração não pode aumentar. Nesse ponto, portanto, todos os carreadores presentes na membrana estão participando do transporte de substância.
      INCORREÇÃO DA ALTERNATIVA D (“Transporte ativo e difusão facilitada.”)
      – Embora ambos os transportes, contidodos nesta alternativa, sejam dependentes de permeases, o transporte ativo “gasta” energia contrariando o contido no enunciado (“… sem gasto de energia, …”).
      – Para melhor compreensão ver “PROTEÍNAS DA MEMBRANA”, matéria publicada neste blog no dia 05/09/2015.
      Um abraço
      Djalma Santos

  5. Professor! Estou com duvida na questao 5 e a 7… o sinhor pode me ajuda?…obrigado

    • Caro Gabriel
      Veja, abaixo a resolução das questões que você solicitou.
      05. (UEA-MODELO ENEM) As células vivas necessitam manter em seu interior certos tipos de moléculas e íons em concentrações diferentes das encontradas no meio externo. Por exemplo, nossas células precisam manter uma concentração interna de íons potássio cerca de dez vezes maior que a existente no meio extracelular. Por outro lado, a concentração de íons sódio no interior de nossas células deve ser mantida cerca de dez a quinze vezes mais baixa que fora da célula. Em condições normais, o mecanismo responsável pela manutenção da diferença de concentração desses íons dentro e fora da célula é:
      a) A osmose.
      b) O transporte ativo.
      c) A endocitose.
      d) A difusão simples.
      e) O transporte passivo.
      ALTERNATIVA CORRETA: B (“O transporte ativo.”)
      TRANSPORTE ATIVO
      É o transporte que se faz contra um gradiente de concentração (de uma região de menor concentração para outra de maior concentração) e requer energia para que ocorra. Ao contrário do transporte passivo, o transporte ativo leva ao acúmulo de um soluto acima do ponto de equilíbrio. Ele é termodinamicamente desfavorável (endergônico) e ocorre apenas quando acoplado a um processo exergônico. Esse transporte é energizado, via de regra, pelo ATP (transporte ativo primário). No transporte ativo primário, a reação de hidrólise do ATP libera energia que impulsiona o movimento do soluto contra um gradiente eletroquímico. A exemplo do que ocorre com a difusão facilitada, o transporte ativo também apresenta um ponto de saturação, que é atingido quando todos os carreadores da membrana estiverem trabalhando em atividade máxima. O exemplo mais comum de transporte ativo é a bomba de Na+-K+, que transporta, ativamente, íons Na+ do interior da célula para fora e íons K+ do meio extracelular para o citoplasma. Ressaltamos que a bomba de sódio-potássio é mediada pelo carreador Na+/k+-ATPase. Essa bomba permite que a célula execute uma série de funções relacionadas com a membrana plasmática, como a condução de impulsos ao longo das células nervosas. A bomba de sódio-potássio é eletrogênica (gera potencial elétrico), porque são bombeadas mais cargas positivas para fora do que para dentro da célula (3 Na+ para o exterior em troca de 2 K+ para o interior), deixando um déficit real de íons positivos no interior. Lembramos que o transporte ativo, da mesma forma que a difusão facilitada, é mediado por proteínas carreadoras. No ativo, ao contrário da difusão facilitada, o carreador “consome” energia para promover o transporte de substâncias contra gradiente de concentração ou contra gradiente eletroquímico.
      07. (UNIV.CATO.SC-MODELO ENEM) A agricultura está enfrentando um grande problema em todo o mundo com a falta de recursos hídricos adequado, forçando muitos produtores a utilizar água salobra para a irrigação das culturas (Reed, 1996). Em muitas áreas de produção, o uso de água de baixa qualidade para irrigação e a aplicação de quantidades excessivas de fertilizantes são as principais razões para o problema do aumento da salinidade do solo. Em se tratando de regiões áridas e semiáridas irrigadas, constitui um sério problema, limitando a produção agrícola e reduzindo a produtividade das culturas a níveis antieconômicos. Os efeitos da salinização sobre as plantas podem ser causados pelas dificuldades de absorção de água, toxicidade de íons específicos e pela interferência dos sais nos processos fisiológicos (efeitos indiretos) reduzindo o crescimento e o desenvolvimento das plantas.
      FonteAcesso em: 14/05/2013.
      A aplicação de quantidades excessivas de fertilizantes são as principais razões para o problema do aumento da salinidade do solo. O aumento da salinidade do solo pode dificultar a planta na absorção de agua, uma vez que:
      a) O solo se torna hipotônico em relação às raízes das plantas, ocorrendo perda de água por osmose.
      b) O solo se torna hipertônico em relação às raízes das plantas, ocorrendo perda de água por osmose.
      c) O solo se torna hipertônico em relação às raízes das plantas, ocorrendo perda de água por transporte ativo.
      d) As plantas se tornam hipertônicas e perdem água por osmose.
      e) As plantas se tornam hipotônicas e ganham água por osmose.
      ALTERNATIVA CORRETA: B (“O solo se torna hipertônico em relação às raízes das plantas, ocorrendo perda de água por osmose.”)
      OSMOSE: transporte passivo de solvente, água nos sistemas biológicos, de um meio hipotônico (menos concentrado) para um outro hipertônico (mais concentrado).
      – Nesta questão, o solo se apresenta hipertônico (mais concentrado) que as raízes das plantas, como se pode deduzir do enunciado (“ … aplicação de quantidades excessivas de fertilizantes … efeitos da salinização sobre as plantas podem ser causados pelas dificuldades de absorção de água … “). Dessa forma, as raízes das plantas (hipotônica) tendem a perde água para o solo (hipertônico), como na alternativa B (“O solo se torna hipertônico em relação às raízes das plantas, ocorrendo perda de água por osmose.”).
      Um abraço
      Djalma Santos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: