Publicado por: Djalma Santos | 14 de agosto de 2014

Testes de poluição (I)

01. (UDESC) Segundo o relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da ONU (IPCC), de 2014, as mudanças climáticas globais, ocasionadas principalmente pelo aquecimento global, alcançaram dimensões graves. Assinale a alternativa correta em relação às mudanças climáticas globais.

a) Os oceanos têm amenizado parte do aquecimento global auxiliando no controle da temperatura, entretanto, o acúmulo de CO2 é pequeno.

b) Os gases de efeito estufa emitidos pela intensificação da atividade antrópica no planeta são N2O e H2S.

c) Responsável principal pelo aquecimento global é a destruição da camada de ozônio.

d) Os efeitos adversos do aquecimento global e da maior intensidade de eventos climáticos extremos provocam aumentos temporários na vulnerabilidade do planeta.

e) Medidas que visam reduzir as dimensões de gases, ou “sequestrar” o carbono na atmosfera, podem auxiliar na mitigação das mudanças climáticas.

02. (FATEC-SP) Os gráficos a seguir representam a variação de um conjunto de parâmetros químicos e biológicos ao longo do percurso de um rio. A 10 km da nascente desse rio, ocorre uma descarga contínua de poluição orgânica, que gera um processo de eutrofização.

02

Analisando os dados contidos nos três gráficos, é correto concluir que:

a) O rio permanece eutrofizado ao longo de todo o trecho representado.

b) A população de anelídeos é a única a não sofrer alteração com a descarga de poluentes.

c) As bactérias representadas são aeróbias, pois o aumento de sua população gera a redução do oxigênio dissolvido.

d) O aumento da população de plantas aquáticas está relacionado ao aumento das populações de anelídeos e crustáceos.

e) O mesmo processo de recuperação poderia ocorrer naturalmente em um lago que também recebesse descarga contínua de poluentes orgânicos.

03. (FACTO) Em uma comunidade do Rio Tocantins, houve despejo de resíduos industriais contendo um composto químico com efeito cumulativo. Após um determinado período de tempo, espera-se maior concentração desse produto químico nos seguintes membros da cadeia trófica:

a) Fitoplâncton e Moluscos.

b) Fitoplâncton e Peixes.

c) Moluscos e Larvas de Peixes.

d) Moluscos e Peixes.

e) Peixes e Aves aquáticas.

04. (UNIMONTES) Leia o texto e analise as imagens abaixo.

A poluição ambiental prejudica o perfeito equilíbrio dos ecossistemas, comprometendo a sobrevivência de várias espécies animais e vegetais. Por depender muito dos recursos hídricos, de um solo fértil e de ar puro, o homem também tem sua saúde e qualidade de vida prejudicadas quando as concentrações de poluentes atingem níveis críticos.

04

Com base no assunto abordado no texto, na analise das imagens e nos conhecimentos associados, é correto afirmar:

a) Em II, está representado um fenômeno que predispõe à ocorrência de problemas respiratórios.

b) A dispersão dos poluentes é maior em II.

c) O fenômeno exposto em I denomina-se radiação; em intensidade elevada contribui para a destruição da camada de ozônio.

d) Os níveis de ácido nítrico e ácido sulfúrico saco maiores em I que em II.

05. (UERN) Os gráficos representam a disponibilidade de água no planeta. O primeiro gráfico representa a agua salgada e a água doce, sendo que da agua doce surge o segundo gráfico, demonstrando a divisão de sua disponibilidade em gelo e neve, água subterrânea e água superficial.

05

A partir da análise dos gráficos e da limitação da água disponível para consumo humano, destaca-se a necessidade da discussão do impacto humano sobre as aguas. Em relação às principais causas de degradação das águas discutidas, atualmente, marque o incorreto.

a) O processo de eutrofização é a diminuição de certos nutrientes em ambientes aquáticos, comum nos rios que atravessam as grandes cidades, onde o esgoto doméstico e industrial é despejado sem tratamento.

b) As substâncias não biodegradáveis permanecem no ambiente por longos períodos de tempo e o dano que causam é, muitas vezes, irreversível ou reparável apenas após décadas ou séculos, provocando a bioacumulação.

c) Os organoclorados são substâncias utilizadas na agricultura como inseticidas e herbicidas que, assim como o mercúrio, acumulam-se ao longo da cadeia alimentar e estão mais concentrados nos níveis tróficos superiores.

d) A extração e o transporte do petróleo acarretam problemas ambientais quando ocorrem derramamentos acidentais, provocando extensas manchas de óleo que bloqueiam a passagem da luz, impedem a realização da fotossíntese e dificultam a troca gasosa.

06. O processo de eutrofização, também conhecido como eutroficação ou enriquecimento por acréscimo de nutrientes, ocorre de forma natural ou induzida pelas ações humanas. Muitos corpos d’água no Brasil e no mundo encontram-se atualmente em diferentes estágios de eutrofização. Acerca desse processo, foram feitas as seguintes afirmações:

I. Entre as substâncias que levam à eutrofização encontram-se os compostos à base de nitrogênio e fósforo, tais como nitratos e fosfatos.

II. Corpos d’água com grande quantidade de compostos orgânicos são denominados oligotróficos e geralmente não trazem maiores problemas às teias alimentares aquáticas.

III. Ocorre diminuição do oxigênio dissolvido na água à medida que aumenta a biomassa de organismos em decorrência do acúmulo de nutrientes durante o processo de eutrofização.

IV. Somente as cianobactérias conseguem crescer em um ambiente hipereutrófico em que há predominância de compostos nitrogenados e sulfatadas.

Assinale a alternativa correta:

a) Apenas as afirmações I e III são corretas.

b) Apenas a afirmação II é correta.

c) Apenas as afirmações II e IV são corretas.

d) Todas as afirmações são corretas.

e) Nenhuma afirmação é correta.

07. (UniEvangélica-Anápolis) Analise a figura a seguir.

07

O fenômeno ambiental ilustrado na figura está associado à(ao):

a) Efeito estufa.

b) Chuva ácida.

c) Inversão térmica.

d) Eutrofização.

08. (COVEST) A descoberta de uma grande jazida de petróleo e gás natural na camada pré-sal tem sido comemorada pelo governo brasileiro e pela Petrobras, que estima uma reserva de cerca de 100 bilhões de barris do óleo. Sobre este assunto, podemos afirmar que:

I    II

0  0 –  O petróleo encontrado é derivado de organismos marinhos mortos que se depositaram ao longo de milhões de anos no fundo do oceano e se fossilizaram.

1  1- Motores de automóveis que empregam gasolina, liberam na atmosfera gases do efeito estufa, como monóxido de carbono, dióxido de enxofre e clorofluocarbono.

2  2 – A produção de biodiesel, a partir de plantas como o girassol e a soja, fornece uma alternativa energética renovável, mas pouco viável no Brasil, uma vez que a maioria das espécies oleaginosas são consumidas na alimentação.

3  3 – A prospecção do gás natural, um bem renovável, permitirá a independência energética do Brasil em relação à Bolívia, principal fornecedor brasileiro deste produto.

4  4 – A queima do óleo diesel libera dióxido de nitrogênio que, ao reagir com o vapor d’água atmosférico, produz ácido sulfúrico, que precipita nas chamadas chuvas ácidas.

09. Torna-se cada vez mais premente a necessidade em cuidar da natureza. Sabemos que as ações antrópicas sobre os ecossistemas devem ser minimizadas ou até cessadas, devido aos grandes desequilíbrios ambientais que podem causar. Um exemplo disso é o derramamento de óleo nos oceanos, fato preocupante, pois:

a) Atua sobre seres nectônicos, os quais podem ser fotossintetizantes, gerando a morte desses organismos e o desequilíbrio na cadeia alimentar.

b) Atua sobre seres bentônicos, os quais podem ser fotossintetizantes, gerando a morte desses organismos e o desequilíbrio na cadeia alimentar.

c) Atua sobre seres planctônicos, os quais podem ser fotossintetizantes, gerando a morte desses organismos e o desequilíbrio na cadeia alimentar.

d) Atua sobre seres abissais, os quais podem ser quimiossintetizantes, gerando a morte desses organismos e o desequilíbrio na cadeia alimentar.

e) Atua sobre seres nectônicos, os quais podem ser quimiossintetizantes, gerando a morte desses organismos e o desequilíbrio na cadeia alimentar.

10. Aterros sanitários: uma forma sustentável de depósito de lixo:

10

Disponível em: <http://www.autossustentavel.com

/2010/05/lixoes-aterros-sanitarios-e_30.html>.

Observando a figura que mostra as etapas de construção de um aterro sanitário, podemos inferir que:

a) O aterro sanitário não possui vantagens em relação ao lixão, pois ambos poluem da mesma forma.

b) O aterro sanitário não polui o lençol freático, pois o solo é impermeabilizado e todo o chorume formado é canalizado para ser tratado.

c) A fração gás produzida nos lixões é composta exclusivamente de metano (CH4) e pode ser canalizada para gerar energia em pequenas usinas termoelétricas.

d) O aterro sanitário é destino somente de lixo hospitalar, por se tratar de um lixo tóxico.

e) O lixo sofre uma decomposição aeróbica formando o gasolixo, gás composto em média por 50% de metano (CH4).

11. (FCM.PB) Na represa de Nova Granada, na cidade Rio Preto, SP, foi lançada uma grande quantidade de resíduos orgânicos provenientes de esgotos, tornando a represa um esgoto a céu aberto. Indique a sequência em que ocorrem os acontecimentos abaixo causados pelo lançamento nesta represa, da grande quantidade de esgoto com resíduos orgânicos:

1. Proliferação de seres anaeróbios.

2. Proliferação intensa de microrganismos.

3. Aumento de matéria orgânica disponível.

4. Diminuição da quantidade de oxigênio disponível na água.

5. Morte dos seres aeróbios.

a) 3,2,4,5,1.

b) 3,4,2,1,5.

c) 2,1,3,5,4.

d) 1,2,4,3,5.

e) 4,3,5,1,2.

12. (UNIOESTE) Com relação à poluição e desequilíbrio ecológico, pode-se afirmar que:

01. O monóxido de carbono (CO) é um poluente atmosférico que, quando combinado com a hemoglobina (sangue), impede o transporte de O2.

02. O dióxido de carbono (CO2) pode reter a radiação infravermelha e provocar efeito estufa.

04. O dióxido de enxofre (SO2) pode combinar-se com vapores de água e causar chuva ácida.

08. Nitratos e fosfatos não interferem na eutrofização, fenômeno que não provoca alteração do consumo de O2 pelos seres vivos.

16. Poluidores radiativos podem ampliar as taxas de mutações, provocar anomalias genéticas e doenças como câncer.

32. Adubos, fertilizantes e agrotóxicos, se carregados pelas águas, são responsáveis pela eutrofização.

Soma das alternativas corretas:

13. Tratamento de água é um conjunto de procedimentos físicos e químicos que são aplicados na água para que ela fique em condições adequadas para o consumo, ou seja, para que a água se torne potável. O processo de tratamento de água a livra de qualquer tipo de contaminação, evitando a transmissão de doenças.

13

Analisando as etapas no processo de tratamento de água de abastecimento, as etapas responsáveis pela eliminação de odor e pela desinfecção da água, são, respectivamente:

a) Floculação e filtração.

b) Fluoração e decantação.

c) Filtração e cloração.

d) Cloração e filtração.

e) Floculação e cloração.

14. Lixo é o conjunto de resíduos sólidos resultantes das atividades humanas. O Decreto nº 26.604, de 16 de maio de 2002 que regulamenta a Lei nº 13.303, de 24 de janeiro de 2001, conceitua resíduo sólido como qualquer forma de matéria ou substância, no estado sólido ou semissólido, que resulte de atividade industrial, domiciliar, hospitalar, comercial, agrícola, de varrição etc., capaz de causar poluição ou contaminação ambiental. O lixo pode causar a poluição do meio ambiente, com consequências maléficas para o homem e para o meio ambiente, dos seguintes modos, exceto:

a) Poluição do solo, podendo, a partir daí, causar a poluição de águas superficiais ou subterrâneas.

b) Poluição da água, a partir do solo, ou como consequência do lançamento direto de resíduos nos recursos hídricos.

c) Poluição do ar, resultante da combustão não controlada do lixo.

d) Poluição visual, resultante do aspecto antiestético dos resíduos, quando não dispostos adequadamente.

e) Poluição do solo e do ar, como consequência da simplificação da matéria orgânica morta proveniente de diferentes níveis tróficos por decompositores.

15. (INSTITUTO FEDERAL DE FARROUPILHA) Numa saída de campo, os alunos do IF Farroupilha visitaram uma região onde ocorria extração de minério a céu aberto, com intenção de observar os efeitos ambientais produzidos por aquela atividade. Durante o trajeto, o professor de Biologia ia propondo desafios a partir de situações vivenciadas no passeio. O professor mostrou à turma a quantidade de poeira e fuligem depositadas sobre as folhas da vegetação, alertando para os prejuízos provocados nas funções das plantas. Neste caso, a função vegetal que está diretamente prejudicada é:

a) Germinação.

b) Fotossíntese.

c) Respiração.

d) Síntese de Proteínas.

e) Divisão celular.

16. (FFB) Durante a segunda metade do século XVIII e primeira metade do século XIX, ocorreu a emergência de um novo mundo, marcado pelo desenvolvimento máximo do capitalismo, ocasionado, entre outros fatores, principalmente pela Revolução Industrial na Inglaterra. A partir desse novo mundo, o teor de gás carbônico (CO2) atmosférico, que era em torno de 275 ppm (partes por milhão), sofreu um aumento da ordem de 25%. Estima-se que, em 2050, se mantidas as taxas atuais de emissão desse gás, sejam atingidos teores entre 550 e 650 ppm. Qual a alternativa que aponta, respectivamente, a principal causa de aumento do CO2 atmosférico e uma possível forma de redução desse fenômeno?

a) Desmatamento na Amazônia e reflorestamento em larga escala.

b) Uso de gases contendo CFC e erradicação da energia nuclear.

c) Aumento das áreas cultivadas e campanhas de educação ambiental.

d) Queima de combustíveis fósseis e reflorestamento em larga escala.

e) Destruição da camada de ozônio e redução da atividade industrial.

17. (UEA) O governo do Amazonas regulamentou a licença ambiental para o garimpo, liberando o uso de mercúrio na separação do ouro de outros materiais. A utilização do metal é polêmica, porque polui os rios e contamina peixes e seres humanos, podendo provocar intoxicação e lesões no sistema nervoso. Há 20 anos, ecologistas pediram a proibição do uso do mercúrio na Carta da Terra da Eco-92.

(www.folha.com.br)

Considerando o texto e uma rede alimentar formada por plantas aquáticas, moluscos e crustáceos, peixes herbívoros, peixes carnívoros e botos-cinza e cor-de-rosa, as maiores concentrações de mercúrio serão observadas nos tecidos:

a) Dos peixes herbívoros.

b) Dos botos-cinza e cor-de-rosa.

c) Das plantas aquáticas.

d) Dos moluscos e crustáceos.

e) Dos peixes carnívoros.

18. (UNINASSAU) Poluição é, resumidamente, qualquer matéria ou energia que seja introduzida no meio ambiente, desequilibrando-o e prejudicando os seres vivos que ali habitam. Identifique, entre as alternativas a seguir, aquela que traz uma proposição errada acerca da ação do homem e consequente poluição do ambiente.

a) Um poluente atmosférico importante é o dióxido de enxofre, proveniente da queima de combustíveis fósseis, sendo um dos responsáveis pela chuva ácida.

b) No inverno, em consequência do resfriamento do solo, a camada de ar próxima fica mais fria, fenômeno conhecido como inversão térmica. A retenção de poluentes na camada de ar quente, que fica entre as duas massas frias é uma das maiores causas de problemas respiratórios nesse período.

c) O descarte inadequado de pilhas e baterias pode levar à contaminação do solo e da água por metais pesados, como o cádmo e o chumbo. Se consumidos, podem provocar doenças no sistema nervoso, nos ossos e nos rins.

d) O efeito estufa resulta principalmente da presença na atmosfera de vapor d’água, dióxido de carbono, metano e dióxido de nitrogênio. Por apresentarem a propriedade de absorção de calor, sua liberação excessiva leva a um agravamento do aquecimento global.

e) A utilização excessiva de organoclorados, como o DDT (diclorodifeniltricloretano) na agricultura pode provocar o acúmulo desse agrotóxico ao longo das cadeias alimentares. Esse fenômeno, conhecido como magnificação trófica, pode levar a sérias doenças, principalmente para os predadores.

19. O CO2, dióxido de carbono, tem sido tratado pela mídia como se fosse um poluente. No entanto, CO2 é o gás da vida. Nós e os animais não produzimos a comida que ingerimos. Quem o faz são as plantas via fotossíntese, por meio da qual retiram CO2 do ar e o transformam em:

a) Amidos, açúcares e fibras dos quais nos alimentamos.

b) Glicose, sais e água dos quais nos alimentamos.

c) Citosol, glicólise e proteínas dos quais nos alimentamos.

d) Citosol, cloroplasto e sais dos quais nos alimentamos.

e) Poluição ambiental.

20. (UNITAU) O despejo irregular de óleo de fritura no meio ambiente pode provocar uma série de problemas ambientais. Pela Internet e redes sociais circula a informação de que 1 litro de óleo pode contaminar até 25 mil de litros de água. No próprio solo, o lançamento indevido também é prejudicial, causando a proliferação de micro-organismos e danos às plantas. Jogar óleo nos ralos também provoca entupimentos nas instalações internas e nas próprias redes de coleta de esgotos. Restos de lixo, muitas vezes jogados indevidamente pela população, aglutinam-se com o óleo e formam uma barreira rígida de sujeira.

(www.sabesp.com.br/site/interna/Default.aspx?secaoId=82.textoadaptado. acessado em 03 de setembro de 2013).

Em relação aos impactos ambientais que o despejo do óleo de fritura pode causar, assinale abaixo a alternativa correta.

a) Aumentar a absorção de calor da água contribuindo para o aumento do efeito estufa.

b) Contaminar o solo, aumentando a liberação de gases tóxicos inorgânicos.

c) Contaminar sistemas aquáticos, disponibilizando íons da acidificação dos oceanos.

d) Contaminar sistemas aquáticos e comprometer a vida de espécies dulcícolas e marinhas.

e) Contaminar o solo, diminuindo a sua capacidade de sequestrar carbono.

21. (UFSM) O consumo mundial de carne vem aumentando, o que traz impactos não só a saúde como ao meio ambiente.

Pelo menos metade das emissões brasileiras de gases do efeito estufa e causada pela pecuária bovina, indica um estudo interdisciplinar do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). A maior parte do problema se deve ao desmatamento para abrir pastagens na Amazônia e no Cerrado, afirma o trabalho, mas a fermentação entérica do gado e as queimadas nas áreas de pastagem dão uma dimensão maior ao problema. O plano de corte de emissões do Brasil, porem, nao tem uma abordagem especifica para cuidar dos bois.

Fonte: Folha de S. Paulo, 11/12/2009. (adaptado)

21

Considerando essas informações, analise as afirmativas:

I. O desmatamento e posterior queimada devolvem a atmosfera o carbono retido nas plantas, emitindo monóxido e dióxido de carbono, gases de efeito estufa.

II. O desmatamento do Cerrado contribui pouco com a emissão de gases de efeito estufa no Brasil.

III. Uma forma de diminuir a emissão de metano e transferir todo rebanho da Amazônia e do Cerrado para outros biomas.

IV. A fermentação do alimento no trato digestório do gado gera o gás metano, um poderoso gás de efeito estufa.

Estão corretas:

a) Apenas I e II.

b) Apenas I e IV.

c) Apenas II e III.

d) Apenas II e IV.

e) Apenas III e IV.

22. (UEM) “Planeta esgota hoje sua cota natural de recursos para 2013. Se a humanidade se comprometesse a consumir a cada ano só os recursos naturais que pudessem ser repostos pelo planeta no mesmo período, em 2013 teríamos que fechar a Terra para balanço […]”

(Folha de São Paulo, 20/08/2013).

Considerando o assunto abordado, assinale o que for correto.

01. O desmatamento e a queima das florestas têm contribuído para aumentar a concentração do dióxido de enxofre, responsável pela inversão térmica.

02. A contaminação de rios e de mares leva à eutrofização, ocasionando um efeito conhecido como “maré planctônica”, identificado pelo envenenamento do zooplâncton.

04. O tamanho mínimo que uma população pode atingir sem se extinguir varia de espécie para espécie e depende da capacidade reprodutiva, da vulnerabilidade às influências do meio e da duração do seu ciclo vital.

08. O uso de defensivos agrícolas pode causar sérias alterações na cadeia trófica, pois tende a se concentrar mais nos herbívoros.

16. Se a devastação das florestas continuar no ritmo atual, a diversidade de espécies animais diminuirá, visto que o número de nichos ecológicos também diminuirá.

Soma das alternativas corretas:

23. (IFMG) Poluentes são substâncias ou agentes físicos, geralmente derivados da atividade humana, que se acumulam no ambiente. A redução da poluição se apresenta como uma questão central para o desenvolvimento sustentável, a fim de que o crescimento econômico não leve à deterioração ambiental. Sobre as diversas formas de poluição, estão corretas as afirmativas abaixo, exceto:

a) Dentre os poluentes atmosféricos, têm grande destaque os gases dióxido de enxofre (SO2) e dióxido de nitrogênio (NO2). Esses gases são capazes de reagir com água, formando ácido sulfúrico e ácido nítrico, responsáveis pela chuva ácida.

b) O principal gás que contribui para o efeito estufa é o monóxido de carbono (CO). O aumento da concentração atmosférica desse gás é responsável pela maior retenção do calor na atmosfera, gerando um fenômeno conhecido como aquecimento global, agravado pelo buraco na camada de ozônio.

c) A eutrofização é o fenômeno causado pelo aumento da concentração de nutrientes na água, o que leva ao aumento da proliferação de bactérias aeróbias. Estas consomem o oxigênio dissolvido na água, causando a morte de peixes e outras formas de vida aquática.

d) O lixo urbano é um dos mais graves problemas ambientais das sociedades industrializadas. Em algumas regiões, é comum a prática da queima do lixo; entretanto essa prática é incorreta, pois agrava a poluição atmosférica e impede a reciclagem do material descartado.

24. (UNISC) A poluição de corpos de água doce, por esgoto doméstico, pode provocar mortandade em massa de peixes, a exemplo do que houve no Rio dos Sinos, Rio Grande do Sul, em 2006 (Jornal Zero Hora de 29 de novembro de 2006).

Esse tipo de evento ocorre devido à:

a) Falta de oxigênio na água, causada pela decomposição da matéria orgânica.

b) Transferência de matéria e energia nos ecossistemas aquáticos.

c) Competição dos peixes pelo alimento.

d) Proliferação de animais no zooplâncton, causada pelo aumento de nutrientes na água.

e) Intolerância ecológica de peixes a baixas temperaturas.

25. (IFPE) As principais fontes geradoras de poluição atmosférica são os motores de veículos, as indústrias, a incineração de lixo doméstico e as queimadas de campos e florestas. Nas atividades humanas, são liberados anualmente na atmosfera, milhões de toneladas de gases tóxicos. Dentre esses gases, existe um que é inodoro, incolor e muito tóxico, cuja principal fonte de emissão é a queima de combustíveis fósseis nos motores dos veículos. O gás em questão, quando inalado, tem a capacidade de se combinar com a hemoglobina, formando um composto estável, impedindo o transporte de oxigênio pelo sangue. Esse gás é o:

a) Óxido de Nitrogênio.

b) Óxido de Enxofre.

c) Dióxido de Carbono.

d) Monóxido de Carbono.

e) Gás sulfídrico.

26. (ACAFE) Um dos indicadores ambientais nacionais utilizados no Brasil é o Consumo Nacional de Substâncias que destroem a Camada de Ozônio. A unidade de medida desse indicador se dá em Toneladas de PDO (Potencial de Destruição da Camada de Ozônio). Cada substância de Clorofluorcarbono (CFC) possui o seu fator de PDO que, multiplicado pela quantidade de toneladas, permite a obtenção do valor de consumo do país em PDO. O cálculo é feito considerando todas as substâncias em Toneladas PDO, o que permite uma comparação entre os países.

Fonte:http://www.mma.gov.br/estruturas/173/_arquivos/indicador_cfcpdf

Considerando as substâncias que contêm CFCs. É correto afirmar, exceto:

a) Os clorofluorcarbonos (CFCs) são substâncias artificiais que foram, por muito tempo, utilizadas nas indústrias de refrigeração e ar condicionado, espumas, aerossóis e extintores de incêndio.

b) Na década de 70 do século passado descobriu- se que essas substâncias destruíam a camada do gás ozônio que circunda a Terra em altitudes de 15 a 50 km e que absorve boa parte da radiação ultravioleta que o Sol nos envia.

c) A diminuição significativa da camada de ozônio contribuiria para o aumento da incidência dos raios ultravioleta prejudiciais à saúde, podendo causar doenças como câncer de pele, além de prejudicar o clima, a biodiversidade e a produção agrícola.

d) Os clorofluorcarbonos (CFCs) são substâncias naturais e não contribuem com o efeito estufa, ou seja, para o aquecimento global.

27. (UDESC) Quando um único ecossistema se desequilibra, rompe-se todo o equilíbrio do planeta. As sucessivas agressões ambientais, praticadas pelo ser humano, colocam o planeta em desequilíbrio e sob séria ameaça. Assinale a alternativa correta sobre os desequilíbrios ambientais.

a) As agressões ambientais são consequências do desenvolvimento econômico, e não interferem no desequilíbrio ambiental.

b) Os desequilíbrios ambientais estão associados à manutenção dos parques nacionais e à redução da emissão de poluentes atmosféricos.

c) Os desequilíbrios ambientais estão associados a algum tipo de poluição, causada por um ou mais poluentes, tais como: poluição atmosférica, poluição hídrica e poluição do solo.

d) O desequilíbrio ambiental é garantido pela homeostase planetária, ou seja, o planeta tem capacidade de auto depurar a poluição.

e) O desequilíbrio ambiental não pode ser associado à eutrofização ou a emissão de poluentes atmosféricos.

28. (UEPG) A poluição é o acréscimo ao ambiente de produtos que ameaçam a saúde e/ou a sobrevivência de todos os seres vivos. Com relação à poluição do meio ambiente e suas consequências, assinale o que for correto.

01. A combustão dos derivados de petróleo podem produzir gases como o dióxido de nitrogênio (NO2) e o dióxido de enxofre (SO2), que são prejudiciais às vias respiratórias e aos pulmões.

02. Principalmente nos meses de inverno, em consequência do resfriamento do solo, a camada inferior de ar atmosférico pode tornar-se mais fria do que a imediatamente acima dela, fenômeno denominado de inversão térmica. Com isso, a convecção é interrompida e os poluentes deixam de se dispersar para as camadas mais altas da atmosfera, concentrando-se na camada de ar frio entre a superfície e o ar quente.

04. A concentração dos poluentes, a exemplo do DDT (diclorodifeniltricloretano), em uma cadeia alimentar, tende a se concentrar nos níveis tróficos superiores.

08. Na ecologia, a extinção de espécies nada ocasiona para as relações ecológicas entre os seres vivos e o equilíbrio de um ecossistema.

Soma das alternativas corretas:

29. (IFPR) Leia o trecho de o artigo a seguir:

O que é biodigestor?

O biodigestor é um equipamento usado para a produção de biogás – uma mistura de gases produzida por bactérias que digerem matéria orgânica em condições anaeróbicas. A matéria orgânica utilizada na alimentação do biodigestor pode ser proveniente de resíduos de produção vegetal (poda, palha, folhas, etc.), de produção animal (esterco e urina) ou da atividade humana (fezes, urina e lixo doméstico). As condições ideais para as bactérias anaeróbicas existentes no biodigestor são: inexistência de ar, temperatura adequada (entre 15°C e 45°C), nutrientes e teor de água (90 a 95 % de umidade em relação ao peso). […]

Fonte: O hectare. IPEC, nº 3 ano 2. Pirenópolis, GO. Março de 2008.

A respeito das informações do artigo, assinale a afirmativa correta:

a) Nas condições anaeróbicas, as bactérias fazem fermentação com o uso de oxigênio, convertendo glicose em piruvato, com a formação de gás carbônico.

b) Em condições anaeróbicas, as bactérias aeróbicas toleram a ausência de oxigênio. Ao realizarem a respiração, quebram a glicose em piruvato por meio da glicólise, produzindo gás carbônico no Ciclo de Krebs, ou Ciclo do Ácido Cítrico, e água e ATP na cadeia respiratória.

c) Em condições anaeróbicas, as bactérias anaeróbicas toleram a ausência de oxigênio e utilizam a glicose para fazer respiração aeróbica. A glicose será convertida em piruvato por meio da glicólise, produzindo gás carbônico pelo Ciclo de Krebs, ou Ciclo do Ácido Cítrico, e água e ATP na cadeia respiratória.

d) A fermentação que ocorre no biodigestor é um processo anaeróbico que ocorre na ausência de oxigênio. As bactérias anaeróbicas degradam a glicose que compõe os dejetos, produzindo piruvato, gás carbônico e mais duas moléculas de ATP, assim como na respiração aeróbica. É um processo menos energético do que a respiração aeróbica.

e) A fermentação que ocorre no biodigestor é um processo realizado por bactérias aeróbicas em condições aeróbicas. Ocorrerá a quebra da glicose em piruvato por meio da glicólise, produzindo gás carbônico no Ciclo de Krebs, ou Ciclo do Ácido Cítrico, água e ATP na cadeia respiratória.

30. O despejo de dejetos de esgotos domésticos e industriais vem causando sérios problemas aos rios brasileiros. Esses poluentes são ricos em substâncias que contribuem para a eutrofização de ecossistemas, que é um enriquecimento da água por nutrientes, o que provoca um grande crescimento bacteriano e, por fim, pode promover escassez de oxigênio. Uma maneira de evitar a diminuição da concentração de oxigênio no ambiente é:

a) Aquecer as águas dos rios para aumentar a velocidade de decomposição dos dejetos.

b) Retirar do esgoto os materiais ricos em nutrientes para diminuir a sua concentração nos rios.

c) Adicionar bactérias anaeróbicas às águas dos rios para que elas sobrevivam mesmo sem o oxigênio.

d) Substituir produtos não degradáveis por biodegradáveis para que as bactérias possam utilizar os nutrientes.

e) Aumentar a solubilidade dos dejetos no esgoto para que os nutrientes fiquem mais acessíveis às bactérias.
gab

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: