Publicado por: Djalma Santos | 30 de agosto de 2014

Testes de núcleo celular (I)

01. (IFMT) Analise o cariótipo abaixo.

01

De acordo com esse cariótipo, pode-se concluir que o mesmo pertence a:

a) Uma mulher normal.

b) Um homem normal.

c) Um homem com síndrome de Down.

d) Uma mulher com síndrome de Turner.

e) Um homem com síndrome de Klinefelter.

02. (UniEvangélica-Anápolis) Analise o esquema de cariótipo a seguir.

02

Os cromossomos destacados indicam uma:

a) Euploidia denominada triploidia.

b) Euploidia denominada 3n + 1.

c) Aneuploidia denominada trissomia.

d) Aneuploidia denominada n + 1.

03. (FGV) Mama África não é só refrão de reggae. Um estudo publicado hoje na revista Nature acaba de confirmar que o homem moderno surgiu mesmo no continente africano e começou a se espalhar pelo mundo em algum momento ao redor de 52 mil anos atrás. (…) Sequenciando o DNA _____ de 53 indivíduos de várias regiões do planeta, a equipe de pesquisadores construiu uma árvore genealógica da espécie, cuja raiz se localiza no continente africano. O DNA _____ é uma ótima ferramenta para estudos de evolução. Como só é transmitido pela mãe, ele escapa ao embaralhamento genético que acontece no momento da fecundação.

(Folha de S. Paulo, 07.12.2000)

No texto original, parte dele acima reproduzida, constava o tipo de DNA analisado pelos pesquisadores, aqui substituído por um espaço. O tipo de DNA a que o texto se refere é o:

a) DNA presente no cromossomo X.

b) DNA presente na cromatina sexual, ou Corpúsculo de Barr.

c) DNA da mitocôndria.

d) DNA do núcleo do óvulo.

e) DNA do gene do hormônio progesterona.

04. (FCM-PB) Indivíduos com a síndrome de Klinefelter são altos e magros, com membros inferiores relativamente longos, testículos pequenos e as características sexuais secundárias subdesenvolvidas, quase sempre são inférteis. Os pacientes Klinefelter apresentam cariótipo 47, XXY, tem corpúsculo de Barr, sendo, portanto cromatino sexual positivo. Pode-se afirmar sobre a cromatina sexual:

a) As células femininas apresentam cromatina sexual negativa.

b) O cromossomo Y inativo torna-se condensado e assume o aspecto de um grânulo no núcleo das células em interfase.

c) O cromossomo X dos machos é condensado durante a interfase, nos espermatozoides.

d) O cromossomo X inativo das fêmeas torna-se condensado e assume o aspecto de um grânulo no núcleo das células em interfase.

e) O cromossomo X é condensado no óvulo.

05. (UFVJM) Recentemente, muitas matérias foram publicadas sobre o papel dos telômeros na longevidade das pessoas. Sobre esse assunto, uma cientista afirmou que cada vez que a célula se divide, os telômeros são ligeiramente encurtados. Os estudos mostram uma associação estatística entre a redução do tamanho dos telômeros e o risco para doenças como cardiopatias e diabetes. Sobre o papel dos telômeros, assinale a alternativa correta:

a) Os telômeros apresentam as bases nitrogenadas AGCU na sua composição.

b) Pessoas com telômeros menores possuem um menor número de nucleotídeos.

c) Os telômeros são enzimas que participam de fatores relacionados à longevidade.

d) Nas pessoas que vivem menos os telômeros perdem a capacidade de divisão celular.

06. (UNIOESTE) O núcleo nas células desempenha o papel de portador dos fatores hereditários e controlador das atividades metabólicas. Em relação a essa importante estrutura e seus constituintes é correto afirmar que:

01. O núcleo interfásico de células vegetais apresenta uma carioteca cuja estrutura não permite a comunicação com o citoplasma.

02. O núcleo de células eucarióticas animais durante a interfase apresenta-se desprovido de carioteca, cariolinfa e nucléolo.

04. O nucléolo é uma estrutura intranuclear, desprovida de membranas, composto por DNA, RNA ribossômico e proteínas.

08. No núcleo eucariótico o conjunto haploide de cromossomos é denominado cariótipo, enquanto que o número, forma e tamanho dos cromossomos é denominado genoma.

16. O número de cromossomos é constante para cada espécie, porém o número de cromossomos e o grau evolutivo das espécies não estão relacionados.

32. Nos cromossomos, a heterocromatina corresponde a regiões que permanecem muito condensadas na interfase e apresenta-se inativa na transcrição do DNA em RNA.

64. Nas células vegetais durante a interfase não é possível identificar o núcleo dotado de carioteca, nucléolo e cromatina, através de qualquer técnica de preparação utilizada.

Soma das alternativas corretas:

07. (UFU) Com respeito ao cromossomo esquematizado, sabemos que:

07

a) O número 1 indica a constrição secundária.

b) Ele é do tipo metacêntrico.

c) O nucleotídeo está indicado pelo número 2.

d) O número 3 indica o telômero.

e) O centrômero está indicado pelo número 4.

08. (UEL) A Acetabularia é uma alga unicelular que pode atingir 5 cm de altura. O esquema a seguir identifica as três partes (I, II e III) em que algumas dessas algas foram cortadas em um experimento feito para verificar sua capacidade de regeneração.

08

Com base no que se conhece sobre metabolismo celular, é lógico supor que, após os cortes:

a) Nenhuma parte sobreviva.

b) As três partes cresçam e regenerem novos organismos.

c) Somente I sobreviva por algum tempo.

d) Somente II cresça, divida-se e origine novas algas.

e) Somente III sobreviva normalmente e regenere as partes perdidas.

09. (UPF) Recentemente a imprensa do mundo todo noticiou que três cientistas norte-americanos foram os ganhadores do premio Nobel da Medicina 2009. Esse prêmio foi concedido por seus trabalhos com as extremidades dos cromossomos, os telômeros, estruturas ligadas ao envelhecimento celular e ao câncer. Observe a figura abaixo, que evidencia os telômeros dos cromossomos.

09

Sabendo-se que as células humanas possuem 46 cromossomos, quantos telômeros existirão em uma dessas células, respectivamente, nas subfases G1 e G2 da interfase?

a) 184 e 184.

b) 184 e 368.

c) 46 e 46.

d) 92 e 92.

e) 92 e 184.

10. Com relação aos cromossomos, é correto afirmar:

01. São uma sucessão linear de genes que transmitem as características hereditárias.

02. São estruturas nucleares em forma de longos filamentos durante a interfase e muitos condensados durante a divisão celular.

04. São constituídos principalmente por ácidos nucleicos e proteínas.

08. Sua forma é constante nas células de organismos pertencentes a uma mesma espécie.

16. Estão localizados no núcleo, mas não são observados individualmente durante a interfase.

Soma das alternativas corretas:

11. Cromátides são:

a) Grânulos de cromatina observados no núcleo interfásico.

b) Metades longitudinais dos cromossomos que se ligaram ao centrômero.

c) Pontas dos cromossomos que se ligam ao fuso.

d) Estrutura dos cromossomos constituídos por DNA sem capacidade de se dividir longitudinalmente.

e) Estrutura dos cromossomos presentes a partir da prófase e que dão origem aos cromossomos filhos.

12. O esquema abaixo representa a morfologia de um filamento de cromatina.

12

As regiões 1 e 2 representam, respectivamente:

a) Cromatina e nucléolo.

b) Heterocromatina e região organizadora do nucléolo.

c) Eucromatina e heterocromatina.

d) Heterocromatina e eucromatina.

e) Zona SAT e cromonema.

13. (UPF) A presença de envoltório nuclear na célula eucariota cria um compartimento próprio para o material genético e confere a esse tipo de célula certas vantagens sobre as células procariotas. Analise as afirmativas abaixo.

I. Separar o processo de transcrição do processo de tradução.

II. Separar o DNA do RNA.

III. Proteger o DNA das forças mecânicas geradas no citoplasma, protegendo-o contra possíveis mutações.

IV. Controlar o transporte seletivo bidirecional.

São funções do envoltório nuclear presente nas células eucariotas:

a) I, II e IV, apenas.

b) I e II, apenas.

c) I, III e IV, apenas.

d) II, III e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

14. (UFRR) Nas células somáticas de fêmeas de mamíferos, acredita-se em que a condensação de um dos cromossomos X das fêmeas seja uma estratégia para inativar os genes nele contidos. Esse mecanismo é chamado de compensação de dose. Sobre esse mecanismo é incorreto afirmar que:

a) A cromatina sexual permite diferenciar células dos dois sexos, uma vez que as células femininas são “cromatina sexual negativa”, enquanto as células masculinas são “cromatina sexual positiva”.

b) Os machos (XY), não possuem cromatina sexual, também chamada de corpúsculo de Barr.

c) As fêmeas (XX) apresentam cromatina sexual, também chamada de corpúsculo de Barr.

d) O cromossomo X inativo torna-se extremamente condensado e assume um aspecto de pequeno grânulo no núcleo das células em interfase e recebe o nome de cromatina sexual ou corpúsculo de Barr.

e) Indivíduos com síndrome de Turner (X0) não apresentam cromatina sexual, apesar de serem fenotipicamente femininos.

15. (IFSul) Leia o seguinte texto:

Na extremidade dos cromossomos, existem pequenos fragmentos de material genético que, em condições normais, diminuem de tamanho cada vez que a célula se divide. Quando esses fragmentos atingem um tamanho mínimo, a célula começa a morrer. Em muitas células cancerosas, contudo, esses fragmentos não se tornam mais curtos porque as células ativam um gene para a produção de uma enzima capaz de reconstituí-los à medida que as células se dividem. Desse modo, as células “não morrem” e passam a crescer de forma descontrolada.

Os fragmentos mencionados no texto acima são chamados de:

a) Centrômeros.

b) Cromátides.

c) Telômeros.

d) Histonas.

16. (UFMS) Inúmeras experiências já provaram que o núcleo nas células desempenha o papel de portador dos fatores hereditários e controlador das atividades metabólicas. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) referente(s) ao tema e some-as.

01. Durante o processo de espiralização dos cromonemas, as regiões denominadas de heterocromáticas são as que mais sofrem alterações, ou seja, correspondem às regiões do DNA em que os genes estão “vivos”.

02. A condensação dos filamentos de cromatina em cromossomos facilita o movimento e a distribuição equitativa do material genético para as células filhas durante a divisão celular.

04. O gene é uma porção de DNA que contém em sua sequência de bases a informação específica para a síntese de uma cadeia polipeptídica.

08. Os genes podem ser facilmente visualizados ao microscópio óptico nas células em divisão.

16. As regiões da eucromatina correspondem a genes inativos ou desligados.

Soma das alternativas corretas

17. (UERN) A Drosophila tornou-se popular como um organismo experimental no início do século XX, devido a características comuns a maioria dos organismos-modelo. Ela é pequena, simples de criar, com reprodução rápida e fácil de obter (e só ter uma fruta apodrecendo). Foi demonstrado que ela tem uma grande gama de alelos mutantes interessantes que foram usados para estabelecer as regras básicas da genética de transmissão. Os primeiros pesquisadores também tiraram proveito de uma característica única da mosca-das-frutas: os cromossomos politênicos. São algumas características peculiares desses cromossomos:

a) São encontrados nas células de glândulas salivares de alguns insetos. Nessas células, os homólogos fazem pares e replicam-se muitas vezes sem segregação cromossômica.

b) Esses cromossomos gigantes são encontrados em alguns insetos, formam um longo filamento duplo de DNA que se fecha em anel, pois suas duas extremidades se fundem.

c) São pequenas moléculas independentes de DNA, os quais levam genes não encontrados na molécula principal de DNA.

d) Esses cromossomos encontrados em drosófilas se mostram menos condensados e se coram menos fortemente com corantes específicos de DNA.

18. (UEA) A família Urticaceae composta por centenas de diferentes gêneros, dentre os quais o gênero Urtica, onde algumas espécies, popularmente chamadas de urtigas, são conhecidas pela irritação que causam à pele de quem as toca. Com relação ao número cromossômico de algumas dessas espécies, as espécies Urtica aspera e Urtica incisa apresentam igual número de cromossomos, 2n = 24. Já a espécie Urtica circularis tem 2n = 26 e a espécie Urtica baccifera tem 2n = 52 cromossomos. Com relação ao número cromossômico dessas espécies, é correto afirmar que:

a) A relação de igualdade entre o número de cromossomos de Urtica aspera e Urtica incisa determinará que essas duas espécies tenham as mesmas características fenotípicas.

b) O número cromossômico de Urtica baccifera indica que essa espécie tem o dobro de células somáticas e células germinativas que tem a espécie Urtica circularis.

c) Embora Urtica aspera e Urtica incisa tenham o mesmo número cromossômico, por serem plantas de diferentes espécies, seus cromossomos carregam diferentes genes e alelos.

d) Os gametas de Urtica baccifera são produzidos por mitose e não por meiose, razão pela qual tem o dobro de cromossomos que a espécie Urtica a espécie circularis.

e) Embora Urtica aspera, Urtica baccifera e Urtica circularis tenham números cromossômico diferentes, por serem plantas do mesmo gênero, seus gametas terão o mesmo número cromossômico.

19. (UNIRIO) Na espécie humana, é conhecida a trissomia do cromossomo 21 (síndrome de Down), que é um dos menores cromossomos da espécie. Em relação ao cromossomo sexual X são conhecidos casos de recém-nascidos do sexo feminino com trissomia e até tetrassomia desse cromossomo. A que se deve esse fato?

a) Ao cromossomo X ser um dos menores cromossomos do conjunto haploide.

b) Ao cromossomo X ser basicamente formado por heterocromatina com poucos genes estruturais.

c) Ao cromossomo X não ter uma pequena parte homóloga ao cromossomo Y, o que evita a permuta gênica entre eles.

d) Aos cromossomos X menos um serem inativados ainda na fase do desenvolvimento embrionário.

e) Ao cromossomo X ser o cromossomo com maior quantidade de ADN repetitivo, o chamado ADN lixo.

20. (UEPG) O ideograma abaixo representa a constituição cariotípica de um indivíduo da espécie humana. Baseado em conhecimentos de citogenética, assinale o que for correto.

20

01. O ideograma representado é de um homem afetado pela Síndrome de Klinefelter, pois se pode observar a presença de 2 cromossomos X e um cromossomo Y. Como características principais da síndrome estão o desenvolvimento de retardo mental e problemas no desenvolvimento dos órgãos genitais masculinos.

02. Esse ideograma é típico de uma mulher com Síndrome de Turner, pois se pode observar a presença de 2 cromossomos X e um cromossomo Y.

04. A figura apresenta um ideograma com 47 cromossomos, o mesmo número de cromossomos de uma pessoa com Síndrome de Down, sendo que nesse último caso os afetados apresentam a trissomia no cromossomo 21.

08. A presença de um cromossomo Y “extra” confere a essa mulher algumas características masculinas, como o não desenvolvimento de mamas e presença de pelos pelo corpo, além de causar infertilidade pelo não desenvolvimento dos ovários.

Soma das alternativas corretas:

21. Durante a interfase, os cromossomos se apresentam “desenovelados” e, à medida que a mitose se inicia, ocorre um “enovelamento” crescente até a metáfase. Em seguida, vão-se distendendo progressivamente até o final da divisão celular. Com relação a este ciclo de “enovelamento” e “desenovelamento” dos cromossomos, são feitas as seguintes afirmativas:

I. Quanto mais “enovelados” os cromossomos, melhor ocorre a duplicação do DNA.

II. O “desenovelamento” aumenta a superfície de contato do cromossomo com as substâncias da célula.

III. O “enovelamento” facilita o movimento dos cromossomos durante o processo da mitose.

IV. O “desenovelamento” na interfase facilita a ação do DNA.

Assinale:

a) Se somente as afirmativas I e II estão corretas.

b) Se somente as afirmativas II e III estão corretas.

c) Se somente as afirmativas II, III e IV estão corretas.

d) Se somente as afirmativas I e IV estão corretas.

e) Se todas as afirmativas estão corretas.

22. (UFMS) Considere as afirmações a seguir sobre o nucléolo.

I. Encontra-se nas células de todos os seres vivos.

II. Pode haver mais de um em uma célula.

III. Apresenta-se delimitado por uma membrana.

IV. Desaparece durante a divisão celular.

São verdadeiras apenas:

a) I e II.

b) I e III.

c) II e IV.

d) I, II e III.

e) II, III e IV.

23. (UPF) A espécie Scinax squalirostris, anfíbio encontrado na região Norte do estado do Rio Grande do Sul, apresenta 24 cromossomos em suas células somáticas. Com base nessa informação, assinale a alternativa que associa corretamente o tipo de célula dessa espécie de Scinax à sua quantidade de cromossomos.

a) Condrócito – 12 cromossomos.

b) Fibra muscular lisa – 24 pares de homólogos.

c) Ovogônia – 12 pares de homólogos.

d) Osteócito – 24 pares de homólogos.

e) Óvulo – 12 pares de homólogos.

24. (FCM.PB) As anomalias cromossômicas são bastante frequentes na população humana. Cada espécie apresenta um cariótipo típico, isto é, um conjunto de cromossomos caracterizado e identificado em número, forma e tamanho. Alterações no material genético, quantitativas ou qualitativas, podem ocorrer durante os processos de preparação para duplicação. Mesmo durante as divisões mitóticas ou meióticas acontecem irregularidades (aberrações) na divisão celular ou ocorrem ação de agentes externos como, por exemplo, as radiações que podem cortar cromossomos. Como os cromossomos são os depositários dos genes, qualquer alteração numérica ou estrutural é capaz de modificar a expressão gênica, originando organismos anormais ou inviáveis. Qual das seguintes síndromes humanas é devida a uma monossomia?

a) Síndrome de Edwards.

b) Síndrome de Klinefelter.

c) Síndrome de Turner.

d) Síndrome de Patau.

e) Síndrome de Down.

25. (UECE) São esperados dois corpúsculos de barr nas pessoas portadoras dos seguintes conjuntos cromossômicos:

a) 2AXYY.

b) 2AX0.

c) 2AXXX.

d) 2AXXY.

26. (UEM) O núcleo é considerado portador dos fatores hereditários e controlador das atividades metabólicas da célula animal. Sobre esse assunto, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. Os nucléolos representam o material genético contido no núcleo, sendo resultantes da associação entre proteínas e moléculas de DNA.

02. Cromossomos homólogos são os dois representantes de cada par cromossômico presente em células diploides, provenientes originalmente do par de gametas.

04. Um trecho da molécula de DNA cromossômico que contém informações para sintetizar a cadeia de aminoácidos de uma proteína é definido como gene.

08. A principal função da carioteca é manter o conteúdo nuclear separado do meio citoplasmático, impedindo o intercâmbio de substâncias entre o núcleo e o citoplasma.

16. A análise do cariótipo de um feto revela a forma, o número e o tamanho dos cromossomos, possibilitando detectar alterações cromossômicas antes do nascimento da criança.

Soma das alternativas corretas:

27. (FCM-PB) Uma célula apresentando uma alta densidade de poros nucleares, determina que provavelmente ela está:

a) Usando muita energia do ATP.

b) Digerindo e destruindo outros tipos celulares.

c) Entrando ou sofrendo divisão celular.

d) Sintetizando muitas proteínas.

e) Gastando muita glicose, pois é fundamental para a célula.

28. (UFV) Indivíduo composto de células somáticas em que cada cromossomo está presente apenas uma vez (um só conjunto do número básico da espécie). Tem-se como exemplo o zangão.

a) Euploide – monoploide.

b) Aneuploide – monoploidia.

c) Euploide – diploide.

d) Aneuploide – diploide.

29. Quanto à posição do centrômero, os cromossomos, representados abaixo, são respectivamente:

29

a) I – metacêntrico; II – acrocêntrico.

b) I – metacêntrico; II – submetacêntrico.

c) I – submetacêntrico; II – acrocêntrico.

d) I – telocêntrico; II – metacêntrico.

e) I – acrocêntrico; II – telocêntrico.

30. (UNIRIO) Quanto aos cromossomos sexuais X e Y, podemos afirmar que:

a) Como não são completamente homólogos, não se pareiam na meiose.

b) Como são completamente homólogos, pareiam-se na meiose.

c) Se pareiam na meiose, pois possuem uma região homóloga.

d) Não se pareiam na meiose, pois possuem uma região não homóloga.

e) Os genes que se encontram na região não homóloga do X condicionam um tipo de herança chamado herança restrita ao sexo.

GAB

 

 


Responses

  1. Na questão 30 eu marquei letra e, não entendi pq é letra c.

    • Caro Maykon
      Veja, a seguir, a explicação da questão abaixo.
      30. (UNIRIO) Quanto aos cromossomos sexuais X e Y, podemos afirmar que:
      a) Como não são completamente homólogos, não se pareiam na meiose.
      b) Como são completamente homólogos, pareiam-se na meiose.
      c) Se pareiam na meiose, pois possuem uma região homóloga.
      d) Não se pareiam na meiose, pois possuem uma região não homóloga.
      ALTERNATIVA CORRETA: C (“Se pareiam na meiose, pois possuem uma região homóloga.”).
      Em face de os cromossomos X e Y possuírem regiões homólogas, eles sofrem pareamento nessas regiões, não pareando, entretanto, nas regiões não homólogos.
      COMPLEMENTO
      Os genes localizados na região homóloga apresentam um tipo de herança denominada herança parcialmente ligada ao sexo, pois eles estão localizados na região homóloga dos cromossomos sexuais, podendo, dessa forma, aparecer tanto nos machos como nas fêmeas. Os genes que se encontram na região não homóloga do cromossomo X, por outro lado, apresentam um tipo de herança ligada ao sexo. Nesse caso, como os machos possuem apenas um cromossomo X, e, consequentemente, não possuem alelos dos genes localizados na região não homóloga desse cromossomo, eles são chamados hemizigotos. Em face de apresentarem dois cromossomos X, que pareiam completamente, as fêmeas podem ser homozigotas ou heterozigotas.
      Um abraço
      Djalma Santos

  2. Que site incrivel, obrigada pelo material


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: