Publicado por: Djalma Santos | 3 de setembro de 2014

Testes de botânica (I)

01. (UNIVERSIDADE CATÓLICA SANTA CATARINA) Sobre o reino plantae, assinale a alternativa na qual as características descrevem corretamente o grupo.

01

02. (UEM) Sobre a estrutura da flor e o processo de reprodução das angiospermas, assinale o que for correto.

01. O óvulo contém o saco embrionário que é o gametófito feminino, o qual contém oosfera que é o gameta feminino.

02. O grão de pólen, que é o gameta masculino, germina após atingir o ovário e origina um novo gametófito.

04. O pistilo é formado por uma ou mais folhas carpelares que se fundem originando o androceu.

08. Durante a dupla fecundação, um núcleo espermático fecunda a oosfera e o outro se funde com os núcleos polares.

16. Após a fecundação, o óvulo acompanha o desenvolvimento do ovário e transforma-se em fruto.

Soma das alternativas corretas:

03. (PUC-RS) A dormência é um período do ciclo da vida no qual o desenvolvimento de um organismo é temporariamente suspenso. Em geral, ela está associada às condições ambientais, quando o organismo necessita contornar situações adversas como, por exemplo, a alteração das condições de temperatura, humidade e luz. Um exemplo de estrutura que se apresenta em estado de dormência é:

a) O feto.

b) O broto.

c) O ovário.

d) A plântula.

e) A semente.

04. (IFSul) Os espinhos são projeções externas de tecidos dos caules e dos ramos, ou são folhas modificadas, como nos cactos. Além de servirem como proteção, nas xerófitas, as folhas, ao se transformarem em espinhos, têm a função de:

a) Reduzir a sustentação da base laminar.

b) Reduzir a superfície de evaporação.

c) Aumentar a superfície de absorção de luz.

d) Evitar a perda de substâncias nutritivas.

05. (UNIMONTES) A energia é um requisito absoluto para a manutenção da organização estrutural ao longo da vida do organismo. Os resultados, em um fluxo constante de energia por meio de todos os organismos biológicos, são responsáveis pela força de condução dinâmica para o desempenho dos processos de manutenção importantes, tais como a biossíntese celular e o transporte para manter a sua estrutura característica e organização, bem como a capacidade de se replicar e crescer. A manutenção de um resultado de estado estacionário pode ser chamada de homeostase, que pode ser perturbada por qualquer alteração no meio ambiente, incluindo estresse. As afirmativas abaixo estão relacionadas a esse assunto. Analise-as e assinale a correta.

a) Embora as doenças vegetais possam alterar a homeostase das plantas, elas não são consideradas situações de estresse.

b) Lesões sofridas por uma planta podem interferir na sua recuperação, mas o tempo de recuperação não depende do grau de estresse sofrido pela planta.

c) A temperatura a que as plantas são expostas é um exemplo de estresse físico, considerado abiótico.

d) Nenhum tipo de estresse pode impedir a floração nem a germinação de uma planta.

06. (IFMG) Relacione as colunas e assinale a alternativa que associa, corretamente, os grupos de seres fotossintetizantes com suas respectivas características.

06

a) I, II, III e IV.

b) II, I, III e IV.

c) II, I, IV e III.

d) I, II, IV e III.

07. (UERJ) No cladograma, está representado o grau de parentesco entre diferentes grupos de vegetais.

07

Adaptado de biologiaevolutiva.wordpress.com.

As letras A, B e C indicam, respectivamente, o momento em que surgem, ao longo do processo evolutivo, as seguintes características dos vegetais:

a) Cutícula, sementes, tecidos vasculares.

b) Embriões multicelulares, esporófito dominante, frutos.

c) Esporófito dominante, embriões multicelulares, frutos.

d) Gametângios multicelulares, tecidos vasculares, sementes.

08. (UNAMA) Leia o texto abaixo para responder esta questão.

Segundo a reportagem de Marco Túlio Pires e Elida Oliveira sobre a Perda de habitat deve acelerar extinção na Amazônia. O desmatamento é uma bomba-relógio para o futuro dos animais vertebrados da Amazônia, de acordo com uma pesquisa publicada na revista Science. Pesquisadores da Universidade Rockfeller, nos Estados Unidos, e do Imperial College London, da Inglaterra, criaram um método que prevê o impacto da perda de habitat para espécies de mamíferos, anfíbios e aves. Como resultado, os cientistas conseguiram apontar quantos animais podem desaparecer em cada área, conforme o avanço do desmatamento. Quando uma espécie desaparece de uma localidade, ela ainda pode se refugiar em outro local, mas a biodiversidade já estará comprometida. Caso a espécie tenha somente aquela região por área de vida, sua extinção já pode ser esperada. Isso cria o que os pesquisadores chamam de “débito de extinção”. Essa “dívida” ocorre quando as espécies de plantas e animais perdem seu habitat, mas não desaparecem. A extinção da espécie às vezes leva várias gerações, mesmo após a perda de seu ambiente natural.

(Adaptado http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/perda-de-habitat-deve-acelerar-extincao-na-amazonia. Acesso: 12/04/2014).

As plantas formam uma imensa cobertura de florestas no ecossistema da Amazônia, que sofrem também com a perda dos seus habitats naturais provocado pelo desmatamento. De acordo com os principais grupos de plantas e suas características, é correto afirmar que:

a) As angiospermas são plantas vasculares que possuem flores e frutos, sendo que a flor é um órgão reprodutivo importante para que ocorra polinização, processo de abertura das anteras que liberam os grãos de pólen que irá encontrar o estigma.

b) No ciclo de vida das briófitas tem-se a estrutura do prótalo cordiforme, gametófito hermafrodita, que origina o arquegônio e o anterídio.

c) As pteridófitas são plantas avasculares, sem sementes e que se reproduzem assexuadamente por brotamento.

d) As gimnospermas possuem vasos condutores, além da presença de sementes nuas e apresentam em seu ciclo reprodutivo o zigoto triploide (3n).

09. (UECE) O sistema de condução de qualquer ser vivo deve garantir a distribuição de nutrientes e a retirada de substâncias tóxicas das células dos tecidos de todo o organismo. Nos vegetais, a condução de seiva é feita por meio de vasos que se distribuem ao longo do corpo das traqueófitas. Pode-se afirmar corretamente que o transporte de seiva bruta nos vegetais vasculares ocorre devido à:

a) Pressão negativa da raiz.

b) Plasmólise celular.

c) Capilaridade e à transpiração foliar.

d) Diminuição da transpiração no vegetal.

10. (URCA) O processo de independência da água para reprodução nos vegetais foi alcançado a partir do aparecimento das gimnospermas e tal característica foi aprimorada nas angiospermas com o surgimento das flores verdadeiras. Esse processo, no entanto, é bem diferente do que ocorre com os animais. Assinale a alternativa verdadeira a respeito desse processo reprodutivo:

a) O grão de pólen é o gameta masculino e o óvulo é o gameta feminino nos vegetais.

b) Os núcleos polares se juntam ao grão de pólen para formar o embrião.

c) As sinérgides são verdadeiramente o gameta feminino.

d) O endosperma é um tecido de nutrição do embrião nos primeiros estágios do desenvolvimento.

e) As antípodas se juntam aos núcleos espermáticos e formam o endosperma que posteriormente se diferencia em embrião.

11. (PUC-GO) O Texto abaixo faz referência a flor e ao fruto, elementos presentes na botânica e que apresentam particularidades.

ELEGIA

O olhar recebe a forma e esquece a essência

o ouvido perde a música. A mão

já não retém o eterno — nem o efêmero.

O louvor e o lamento a boca abandonaram

os pés. Não guiam mais: estranhos fios

o corpo levam pela estrada curta

e circular, deserta, seca e nua.

Dança fácil, nao vida: horror ao chão

falso voo precoce, fuga para o sonho.

O destino e a paisagem rejeitamos;

a rosa o riso o pranto o medo o amor

— o inefável — que brota só da terra

e que os vivos acumulam para a morte

— Mas nós, que flor e fruto destruímos

que nos aliviara a fome e a sede quando

mortos sentirmos o coração vazio?

(FAUSTINO, Mário, O homem e sua hora. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. p. 198.)

Sobre o assunto, analise as proposições a seguir:

I. O fruto é proveniente do desenvolvimento do ovário.

II. Plantas espermatófitas são aquelas que possuem sementes (gimnospermas e angiospermas).

III. Nas gimnospermas e angiospermas ocorre a dupla fecundação, originando o endosperma da semente.

IV. O crescimento de uma flor se dá por divisões meióticas do seu meristema apical e ocorre antes da produção de suas peças florais.

Em relação às proposições analisadas, assinale a única alternativa cujos itens estão todos corretos:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II e III.

d) II e IV.

12. (UEM) Sobre a estrutura e a função das folhas, assinale o que for correto.

01. As folhas das gimnospermas apresentam, além de uma grossa camada de cutícula, câmbio e felogênio.

02. As folhas das briófitas apresentam epiderme multisseriada, xilema voltado para a epiderme inferior e floema para a superior.

04. As folhas das monocotiledôneas apresentam as nervuras distribuídas de forma paralela, sendo conhecidas como folhas paralelinérveas.

08. Os hidatódios são responsáveis pela gutação, processo que ocorre quando a umidade relativa do ar está alta, o solo encontra-se úmido e a transpiração é baixa.

16. O parênquima lacunoso ou esponjoso apresenta células irregulares, com espaços intercelulares pelos quais circulam os gases da fotossíntese.

Soma das alternativas corretas:

13. (IFMT)

O texto abaixo é a base para responder esta questão

Agrônomo explica que alguns tipos de bananas podem ter sementes

A telespectadora Jardélia Aparecida da Costa, que mora em Papagaios, Minas Gerais, diz que encontrou nos frutos de uma penca algo parecido com uma semente, do tamanho de um grãozinho de feijão, apenas um em cada banana. O Globo Rural foi investigar essa ocorrência inusitada com o agrônomo da Embrapa, Edson Amorim. Ele afirma que é possível encontrar sementes na banana. “Dependendo da situação, observamos a presença de sementes em algumas bananas. Não é um fato comum, normalmente encontramos em tipos selvagens da fruta”, explica. Esse evento raro acontece normalmente após algum período de estresse. “Por exemplo, falta de água, frio, calor excessivo. A planta sente que vai morrer e que precisa deixar uma descendência, precisa sobreviver, então ela desenvolve sementes para perpetuar a espécie”, diz Amorim.

http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2013/07/agronomo-explica-que-alguns tipos-de-bananas-podem-ter-sementes.html. Acessado em 09.04.2014 13h20min

A afirmação do agrônomo da Embrapa “não é um fato comum” pode ser explicada pelo fato de as bananas consumidas no nosso dia a dia serem:

a) Frutos simples, originados do desenvolvimento do pedúnculo ou do receptáculo de uma única flor.

b) Frutos compostos, originados do desenvolvimento do receptáculo de uma única flor, porém com muitos ovários.

c) Infrutescências, frutos originados do desenvolvimento de ovários de muitas flores de uma mesma inflorescência, os quais crescem unidos.

d) Frutos partenocárpicos, originados do desenvolvimento do ovário da flor sem que haja fecundação.

e) Frutos múltiplos, originados do desenvolvimento de ovários de muitas flores de uma mesma inflorescência, os quais crescem separados.

14. (UniEvangélica-Anápolis) Leia o texto e analise a figura a seguir.

Durante uma excursão, promovida pela disciplina de Biologia, um aluno coletou um espécime com a seguinte descrição:

1. Foi coletado em um ambiente úmido e sombreado.

2. Estava formando um tapete verde sobre a superfície.

3. A análise do espécime através de uma lupa demonstrou o aspecto conforme esquema da figura abaixo.

14

Disponível em: <http://www.brasilescola.com/biologia&gt;.Acesso em: 25 set. 2013.

Com os dados acima, verifica-se que o espécime é:

a) Um musgo (Briófita).

b) Um fungo (Basidiomiceto).

c) Uma alga (Clorofícea).

d) Uma avenca (Pteridófita).

15. (UESPI) As plantas avasculares são pequenas e são comuns em ambientes sombreados. Sobre suas características reprodutivas, observe o ciclo de vida exemplificado abaixo e assinale a alternativa correta.

15

a) Na cápsula, ocorre a meiose, formando-se esporos haploides que são eliminados no solo (1).

b) Cada esporo desenvolve-se formando gametófitos unicamente masculinos (2).

c) Anterozoides haploides fecundam oosferas diploides (3), ocorrendo a seguir divisões meióticas sucessivas.

d) O arquegônio com o embrião diploide (4) desenvolve-se formando uma estrutura haploide.

e) O esporófito (5) representa a fase assexuada do ciclo reprodutivo.

16. Com relação à diversidade e reprodução das plantas, assinale a alternativa correta.

a) Os esporófitos são diploides, originados a partir da união dos gametas.

b) As briófitas não possuem reprodução sexuada devido a dominância da fase esporofítica.

c) Nas pteridófitas, os megasporângios são responsáveis por armazenar a oosfera.

d) As gimnospermas são as primeiras plantas a apresentar a dupla fecundação.

e) Nas angiospermas, o endosperma é originado a partir da fusão das sinérgides com um núcleo espermático do grão de pólen.

17. (UEPA) Percorrendo uma trilha em uma floresta úmida do Sul do Brasil, um estudante encontrou duas plantas pequenas crescendo sobre uma rocha. Observando-as, concluiu que se tratava de um musgo (Briophyta) e de uma samambaia (Pteridophyta).

Considere as afirmações a seguir, sobre essas plantas.

I. As pteridófitas, ao contrário das briófitas, apresentam vasos condutores de seiva.

II. As pteridófitas e as briófitas são plantas de pequeno porte por não apresentarem tecidos de sustentação.

III. Na face inferior das folhas da pteridófita, encontram-se soros nos quais ficam armazenados os esporos.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas I e III.

d) Apenas II e III.

e) I, II e III.

18. (UERJ) Durante o processo evolutivo, algumas espécies vegetais apresentaram características que as tornaram capazes de sobreviver fora da água e deixar descendentes. As figuras abaixo reproduzem algumas adaptações encontradas em vegetais.

18

Aquela que representa uma adaptação vantajosa para a reprodução vegetal em ambiente terrestre é a de número:

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

19. (UFC) Gregor Mendel, considerado o pai ou fundador da genética clássica, realizou experimentos com plantas produtoras de ervilhas. Para demonstrar suas hipóteses, Mendel usou este tipo de vegetal porque:

a) O androceu e o gineceu estão presentes numa mesma flor, o que facilita a ocorrência da autofecundação.

b) A semente apresenta apenas dois cotilédones, que absorvem as reservas alimentares para a nutrição do embrião e o desenvolvimento das ervilhas.

c) As características anatômicas das suas flores facilitam a fecundação cruzada e assim possibilitam a observação das características genéticas puras.

d) Os grãos de pólen são transferidos para o estigma de um mesmo estróbilo, já que as folhas modificadas situam-se muito próximas umas das outras.

e) O número de descendentes por geração é pequeno e as gerações são longas, o que facilita a observação das características da flor e da semente.

20. (UECE) A cultura de tecidos apresenta as mesmas vantagens da estaquia, mergulhia, alporquia e enxertia, processos de reprodução vegetativa das plantas. Podemos classificar tais processos como:

a) Reprodução sexuada, pois neles ocorre recombinação genética entre as células envolvidas nos processos reprodutivos, que se multiplicam primeiramente por meiose.

b) Reprodução assexuada, já que as células envolvidas nos processos reprodutivos multiplicam-se, exclusivamente, por mitose, sendo geneticamente idênticas à de seus ancestrais.

c) Reprodução assexuada, pois neles ocorre recombinação genética entre as células envolvidas nos processos reprodutivos, que se multiplicam primeiramente por meiose.

d) Reprodução sexuada, já que as células envolvidas nos processos reprodutivos multiplicam-se, exclusivamente por mitose, sendo geneticamente idênticas à de seus ancestrais.

21. (UFPB) A polinização e a dispersão das sementes são dois mecanismos de grande importância no ciclo de vida dos vegetais. Sobre esses dois mecanismos, é incorreto afirmar:

a) Os frutos contribuem para a dispersão das sementes, a exemplo do coco-da-baía que, por ser flutuante, pode ser levado pelas correntes marinhas para praias distantes, onde a semente germinará.

b) A dispersão das sementes pode ocorrer através do transporte de frutos que aderem ao corpo de animais, como acontece com o carrapicho.

c) A dispersão das sementes pode ocorrer através do vento, a exemplo do que acontece com as sementes aladas das orquídeas.

d) A polinização feita por animais como morcegos, pássaros e insetos é um fenômeno característico das angiospermas.

e) As gimnospermas têm flores rudimentares (estróbilos) e nelas não se verifica o fenômeno da polinização.

22. (UFF) Comparando sementes recém-germinadas de feijão e de milho, pode-se observar que:

a) Ambos os brotos apresentam dois cotilédones, sendo que no broto de milho os cotilédones são mais desenvolvidos.

b) No broto de feijão, ao contrário do que ocorre no broto de milho, não há cotilédones, existindo apenas o endosperma que atua como órgão de reserva.

c) Nenhum dos brotos apresenta cotilédones possuindo raízes fasciculadas com função de órgão de reserva.

d) No broto de milho é encontrado apenas um cotilédone, enquanto no broto de feijão são encontrados dois cotilédones.

e) O broto de milho apresenta raiz ramificada, sem a presença de cotilédones.

23. Observe o desenho abaixo e marque (V) verdadeiro ou (F) falso ao lado das proposições sobre este grupo de organismos. Depois, marque a alternativa onde se acha a sequência correta.

23

(    ) São organismos vasculares.

(    ) Habitam locais úmidos e abrigados de luz direta.

(    ) São heterótrofos.

(    ) Dependem da água para reprodução sexuada.

(    ) Pertencem ao filo Bryophyta.

a) FVFVV.

b) FFVVV.

c) VFVVF.

d) FVVFV.

e) VFFVF.

24. (UEPB) Leia as proposições que seguem:

I. As gimnospermas incluem as espermatófitas desprovidas de frutos, abrangendo plantas como os pinheiros, os ciprestes e as sequoias.

II. As angiospermas representam o grupo mais evoluído entre os vegetais e, ao contrário das gimnospermas, produzem frutos, em cujo interior estão abrigadas sementes.

III. As pteridófitas compreendem os musgos e as hepáticas, que são plantas que crescem preferencialmente em solos úmidos e sombrios, como o interior das florestas pluviais, sendo destituídas de sementes e frutos.

Assinale a alternativa correta.

a) Apenas a proposição I é correta.

b) Apenas a proposição II é correta.

c) Apenas a proposição III é correta.

d) Apenas as proposições I e II são corretas.

e) Todas as proposições são corretas.

25. (PUC-MG) A presença de diversos tipos de pelos nos vegetais lhes proporciona uma melhor adaptação ao meio ambiente.

São processos relacionados com a presença de pelos vegetais, exceto:

a) Proteger contra ataques de animais.

b) Facilidade de dispersão de frutos e sementes.

c) Aumento no poder de absorção de água e sais.

d) Facilitar a perda de água em excesso, acumulada nos parênquimas.

26. (UFMS) As coníferas constituem um grupo de plantas lenhosas que tiveram o apogeu de seu desenvolvimento na era Mesozoica. Ocorre principalmente em regiões de clima temperado do hemisfério Norte, onde há predomínio da família Pinaceae (Pinus sp), utilizada nas indústrias de celulose e confecções de móveis. No Brasil, o principal representante nativo é da família Araucariaceae (Araucaria angustifolia – pinheiro do Paraná), típica da região Sul e utilizada na alimentação (pinhão). Como características dos pinheiros, citam-se;

a) Presença de flores, óvulos protegidos por ovário, lenho constituído por fibras e traqueídeos, polinização pelo vento.

b) Presença de flores, óvulos protegidos por ovário, lenho constituído por traqueídeos e elementos de vasos, polinização especializada.

c) Ausência de flores, óvulos não protegidos por ovário, lenho constituído por fibras e traqueídeos, polinização pelo vento.

d) Presença de flores, óvulos não protegidos por ovário, lenho constituído por fibras e traqueídeos, polinização pelo vento.

e) Ausência de flores, óvulos não protegidos por ovário, lenho constituído por fibras e traqueídeos, polinização especializada.

27. (UFTM) Analisando as características dos grupos vegetais e das fases dos ciclos reprodutivos, considere as informações seguintes:

I. Produção de grãos de pólen e posterior formação do tubo polínico.

II. Fase esporofítica duradoura e fase gametofítica reduzida.

III. Formação de um endosperma derivado de uma dupla fecundação.

IV. Animais que atuam no transporte do pólen entre diversas flores.

Pode-se afirmar corretamente que:

a) I e III ocorrem nas pteridófitas, gimnospermas e angiospermas.

b) II e IV ocorrem nas gimnospermas e angiospermas.

c) II ocorre nas pteridófitas, gimnospermas e angiospermas.

d) III ocorre nas gimnospermas e angiospermas.

28. (FUVEST) O endosperma da semente de angiospermas contém:

a) Material genético de cada genitor em quantidades iguais.

b) Somente material genético materno.

c) Somente material genético paterno.

d) Maior quantidade de material genético materno.

e) Maior quantidade de material genético paterno.

29. Assinale a alternativa incorreta.

a) O ciclo de vida das gimnospermas e angiospermas se assemelha muito, mas os órgãos reprodutores das gimnospermas são os estróbilos, enquanto que nas angiospermas são as flores.

b) As angiospermas são os únicos vegetais que apresentam frutos.

c) As flores das angiospermas podem ser classificadas em completas e incompletas.

d) O processo da autofecundação é extremamente importante para as angiospermas, pois dessa forma elas conseguem manter as mesmas combinações gênicas em suas descendências, garantindo assim a existência da espécie.

e)  A polinização das angiospermas pode ser anemófila, entomófila, ornitófila e quiropterófila.

30. Os frutos são considerados importantes aquisições evolutivas das angiospermas. Com relação a eles, julgue as alternativas a seguir:

I. Os pseudofrutos são tipos de frutos que se desenvolvem de outras partes da flor sem ser o ovário.

II. Chamamos de frutos secos deiscentes aqueles que se abrem espontaneamente quando maduros, como por exemplo, o algodão, a castanha-do-pará, sapucaia, feijão, ervilha, entre tantos outros.

III. Todos os frutos carnosos apresentam somente sementes livres em seu pericarpo, como berinjela, melancia, pepino, uva, etc.

IV. Os frutos partenocárpicos são aqueles que se originam após a fecundação do óvulo.

V. Muitos frutos se adaptaram ao longo de sua evolução e hoje apresentam características que ajudam na disseminação de suas sementes, por exemplo, alguns frutos e sementes apresentam projeções em formas de asas que facilitam o seu transporte pelo vento, outros já possuem apêndices que aderem a pelos e penas de animais, dentre vários outros casos.

Estão corretas:

a) I, II, III, VI, e V.

b) I, III e IV.

c) I, II e V.

d) Apenas V.

e) IV e V.

gab

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: