Publicado por: Djalma Santos | 24 de setembro de 2014

Testes de genética (I)

01. Pela taxa de recombinação ou permutação, pode-se avaliar a distância que guardam entre si os loci de determinados genes num mesmo cromossomo. Isso tem permitido aos geneticistas estabelecer verdadeiros mapas cromossômicos, em que se determinam os pontos de localização de diversos genes num mesmo cromossomo. Convencionou-se usar a Unidade Morgan (UM) para designar cada 1% de recombinação genica. Assim 7% de recombinação correspondem a 7 UM (Unidades Morgan). Entre dois genes A e B, situados num mesmo cromossomo e distanciados de 8 micrometros, ocorre 2,4% de permutação. Um terceiro gene C situa-se entre A e B permutando com A segundo uma frequência de 1,8%. Qual e a distância entre C e B?

a) 2mμ.

b) 4mμ.

c) 5mμ.

d) 6mμ.

e) 8mμ.

02. Assinale a alternativa da tabela que indica, corretamente, os tipos de gametas formados por um organismo de genótipo AB/ab, sabendo-se que a frequência de crossing-over entre os genes A e B e de 14%.

02

03. (UECE) Sobre o heredograma apresentado, no qual os indivíduos escuros são afetados e os brancos são normais e considerando a geração parental pura, isto é homozigota, podemos afirmar corretamente:

03

a) Trata-se de uma característica dominante, sendo todos os indivíduos da geração F1

b) Trata-se de uma característica dominante, sendo todos os indivíduos da geração F1

c) Trata-se de uma característica recessiva, reconhecida pelos fenótipos dos indivíduos geração F2 iguais ao de F1.

d) Trata-se de uma característica recessiva, identificada pelo fenótipo que desapareceu em F-1 e reapareceu em F2.

04. (VUNESP) Numa população de Hardy-Weinberg, a frequência do alelo C é o triplo da frequência do alelo c. A frequência de indivíduos que possuem o fenótipo dominante nessa população e de:

a) 3/16.

b) 6/16.

c) 15/16.

d) 9/16.

e) 1/16.

05. (UEM) Em humanos, um tipo de daltonismo é codificado por um gene recessivo ligado ao sexo. Do cruzamento de um homem daltônico com uma mulher normal, filha de pai daltônico, espera-se

a) 1/4 de mulher normal e 3/4 de homem daltônico.

b) 1/2 de mulher normal e 1/2 de homem daltônico.

c) 1/4 de mulher normal, 1/4 de mulher daltônica e 1/2 de homem normal.

d) 1/2 de mulher normal, 1/4 de mulher daltônica e 1/4 de homem daltônico.

e) 1/4 de homem normal, 1/4 de homem daltônico, 1/4 de mulher normal e 1/4 de mulher daltônica.

06. (UNIFOR) Uma coelha foi obtida por clonagem a partir de um núcleo somático de uma coelha preta inserido no óvulo enucleado de uma coelha branca. Ambas eram de linhagens puras para a cor de pelagem, sendo que a cor de pelagem preta é dominante nesta espécie. Se o clone cruzar com um coelho branco, espera-se, na prole resultante, coelhos brancos e pretos, respectivamente, na proporção de:

a) 0 e 1.

b) 0,25 e 0,75.

c) 0,5 e 0,5.

d) 0,75 e 0,25.

e) 1 e 0.

07. (UFPI) O heredograma adiante representa a herança de um fenótipo anormal na espécie humana. Analise-o e assinale a alternativa correta.

07

a) Os indivíduos II-3 e II-4 são homozigotos, pois dão origem a indivíduos anormais.

b) O fenótipo anormal é recessivo, pois os indivíduos II-3 e II-4 tiveram crianças anormais.

c) Os indivíduos III-1 e III-2 são heterozigotos, pois são afetados pelo fenótipo anormal.

d) Todos os indivíduos afetados são heterozigotos, pois a característica é dominante.

e) Os indivíduos I-1 e I-4 são homozigotos.

08. (UEM) Em abelhas Apis mellifera, os machos são haploides e as fêmeas são diploides. A cor dos olhos é condicionada por cinco alelos com a seguinte relação de dominância: marrom > pérola > neve > creme > amarela. Um apicultor inseminou uma rainha de olhos marrons, heterozigota para amarelo, com uma mistura de sêmen de cinco machos, cada um com uma cor de olhos diferente. A proporção de sêmen de cada macho era 20%. O resultado esperado para a cor dos olhos das fêmeas descendentes dessa rainha é marrom, pérola, neve, creme e amarela:

a) 20% 20% 20% 20% 20%.

b) 80% 5% 5% 5% 5%.

c) 25% 25% 15% 10% 25%.

d) 50% 20% 20% 5% 5%.

e) 60% 10% 10% 10% 10%.

09. A doença hemolítica do recém-nascido é um problema causado pela incompatibilidade sanguínea entre mãe e feto. Analise a alternativa que contém a família na qual é possível a ocorrência da citada doença.

09

10. (UNIOESTE) Em uma população em equilíbrio de Hardy-Weinberg, a frequência do alelo recessivo a é 0,30. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s), sabendo que esta população é composta por 200 indivíduos e que a herança é do tipo dominância completa.

01. A frequência de indivíduos com o fenótipo recessivo é 0,90.

02. A frequência de indivíduos heterozigotos é 0,42.

04. O número de indivíduos que apresentam o fenótipo dominante é 182.

08. A frequência do alelo dominante é 0,49.

16. As frequências dos alelos A e a na próxima geração serão 0,7 e 0,3 respectivamente.

32. O número de indivíduos homozigotos recessivos é 64.

Soma das alternativas corretas:

11. (UEM) Assinale o que for correto.

01. Características poligênicas são aquelas determinadas por série alelomórfica múltipla.

02. Em uma série alelomórfica múltipla, os alelos ocupam loci gênicos vizinhos no mesmo cromossomo.

04. Genes pleiotrópicos são os que influenciam mais de uma característica.

08. Em uma família, o homem e a mulher são do grupo sanguíneo AB. O casal tem quatro crianças que são dos grupos A, B, AB e O. Pode-se afirmar que, nessa família, pelo menos uma criança foi adotada.

16. No sistema XY de determinação do sexo, encontrado nos mamíferos, o sexo masculino é heterogamético.

32. A transgênese é a transferência de gene de um organismo para outro. A ovelha Dolly foi desenvolvida por clonagem, a partir da transferência de núcleo de célula somática para ovócitos enucleados. Portanto a ovelha Dolly não era um animal transgênico.

64. Uma enzima modifica quimicamente o aminoácido tirosina e a molécula resultante é alterada por outra enzima diferente, e assim sucessivamente, até que a melanina seja produzida. As enzimas que integram a via biossintética da melanina são codificadas por loci diferentes. Os loci que participam da mesma via biossintética, como no exemplo da melanina, estão em ligação gênica.

Soma das alternativas corretas:

12. O cruzamento entre indivíduos duplo heterozigotos com indivíduos duplos recessivos produziu 41,5% de indivíduos Ab/ab; 41,5% de indivíduos aB/ab; 8,5% de indivíduos ab/ab e 8,5% de AB/ab. Quais são a constituição cromossômica dos duplos hétero zigotos parentais e a distancia relativa entre os genes A e B?

12

13. (UNAERP) Em determinada população a frequência de hemofilia A ou clássica é de 1/10000 homens. Com base nesse dado, a frequência de mulheres portadoras do gene, nessa população, será de aproximadamente:

a) 1/500.

b) 1/5000.

c) 99/10000.

d) 99/1000.

e) 9/10000.

14. A lei de Hardy-Weinberg e a base da genética de populações. Segundo ela, se dois alelos, A e a, estão presentes na população com frequências, respectivas de p e q, sendo que p + q = 1, considerando que os cruzamentos são feitos ao acaso, as frequências dos genótipos serão dadas por (p + q)2, isto e, p2 de AA + 2pq de Aa + q2 de aa. Sabendo-se que numa população de 10.000 indivíduos em equilíbrio genético, o numero de indivíduos para cada genótipo é de 6.400 AA, 3.200 Aa e 400 aa, conclui-se que:

a) A frequência do gene A e duas vezes maior que a frequência do gene a.

b) A frequência do gene A e três vezes maior que a frequência do gene a.

c) A frequência do gene A e quatro vezes maior que a frequência do gene a.

d) A frequência do gene A e cinco vezes maior que a frequência do gene a.

e) As frequências dos genes A e a são iguais.

15. (U. Alfenas-MG) Se a família Oliveira tiver 4 filhos, e a família Almeida 5, qual a probabilidade de que todos os filhos dos Oliveira sejam meninos, e todos os dos Almeida sejam meninas?

a) 1/512.

b) 1/8.

c) 9/325.

d) 1/1754.

e) 9/525.

16. (UNAERP) Em Drosophila, as asas enroladas (curled) e ausência de cerdas (spineless) são caracteres recessivos por genes localizados no mesmo cromossomo autossômico. Cruzando-se um duplo-heterozigoto com um duplo-recessivo (CcSs x ccss ou Cs/cs x cs/cs), obtiveram-se:

517 moscas do tipo selvagem

438 moscas curled e spineless

23 moscas apenas curled

22 moscas apenas spineless

Considerando as informações acima, podemos afirmar que a distância, em U.R. ou morganídeos, entre os genes c e s ligados e:

a) 22,5.

b) 22.

c) 23.

d) 45.

e) 995.

17. (UFMS) A taxa de heterozigose pode ser usada como referência para a avaliação da diversidade genética. Essa taxa varia entre as espécies e, quanto maior ela for, maior será a probabilidade de que dois indivíduos da mesma espécie sejam geneticamente diferentes. A figura abaixo compara a taxa de heterozigose de três espécies animais:

17

Um novo microrganismo, patogênico a essas três espécies, surgiu no ambiente, afetando-as em condições muito semelhantes. Se PI, PII e PIII são, respectivamente, as probabilidades de tolerância a esta mudança para as espécies I, II e III, pode-se afirmar que:

a) PII> PIII > PI.

b) PI = PII > PIII.

c) PI = PIII > PII.

d) PI > PII > PIII.

e) PIII > PII > PI.

18. (UFC) No heredograma abaixo, a criança II–1 tem fibrose cística, uma doença causada por um alelo recessivo autossômico.

18

As probabilidades de que sua irmã (II–2) não afetada seja carreadora ou não carreadora da fibrose cística são, respectivamente:

a) zero, 1/4.

b) 1/4, 1/3.

c) 2/3, 1/3.

d) 1/21/4.

19. (MACK) A respeito do heredograma abaixo, é correto afirmar que:

19

a) Todas as crianças do sexo masculino, filhas do casal 5-6, serão daltônicas.

b) Os indivíduos 4 e 5 são heterozigotos para o daltonismo.

c) O casal 1-2 poderia ter filhos do sexo masculino normais.

d) O indivíduo 6 poderia ter uma irmã daltônica.

e) O casal 5-6 não poderá ter crianças normais.

20. (UEM) No tomateiro, a cor vermelha do fruto é codificada por alelo R, dominante sobre o alelo r, que codifica a cor amarela do fruto, enquanto a cor amarela da flor é codificada por uma alelo Y, dominante sobre o alelo y, que codifica a cor branca da flor. Uma planta de flor amarela e tomate vermelho foi cruzada com uma planta de flor branca e tomate amarelo. Todos os descendentes desse cruzamento apresentavam flor amarela e tomate vermelho e foram cruzados com plantas de flor branca e tomate amarelo. O resultado desse cruzamento foi:

42% com flor amarela e tomate vermelho.

43% com flor branca e tomate amarelo.

08% com flor amarela e tomate amarelo.

07% com flor branca e tomate vermelho.

Assinale a alternativa que apresenta a explicação correta para esse resultado.

a) Os dois pares de genes estão localizados em pares de cromossomos diferentes.

b) Os dois pares de genes estão no mesmo par de cromossomos.

c) O gene que codifica flor amarela é epistático sobre o gene que codifica tomate vermelho.

d) Ocorre interação gênica entre os dois pares de genes.

e) O solo em que os tomateiros foram plantados contém muito ferro, acarretando o resultado observado.

21. (UEM) Em uma espécie de vegetal, a altura da planta e a cor da folha são controladas por dois pares de genes alelos em ligação gênica. O alelo dominante A determina planta alta e o alelo recessivo a condiciona planta baixa. No segundo par, o alelo dominante B é responsável pela folha verde-escura e o alelo recessivo b determina folha verde-clara. Em outro par, o alelo dominante C é responsável pela cor violeta da flor e o alelo recessivo c produz flor branca. O par Cc não está em ligação gênica com os pares Aa e Bb. Considerando essas informações, assinale o que for correto.

01. Os loci dos pares de alelos Aa e Bb estão localizados na mesma molécula de DNA.

02. Na descendência do cruzamento entre o duplo heterozigoto AaBb e o duplo homozigoto aabb, as combinações fenotípicas mais frequentes foram plantas altas e claras e plantas baixas e escuras. Esse resultado indica que os genes estão no arranjo trans, ou seja, o alelo dominante de um par está no mesmo cromossomo que o alelo recessivo do outro par.

04. Entre 1.000 plantas produzidas pelo cruzamento entre o duplo heterozigoto AaBb e o duplo recessivo aabb, foram encontradas 400 plantas altas e claras, 400 plantas baixas e escuras, 100 plantas altas e escuras e 100 plantas baixas e claras. Portanto a distância entre os loci dos pares Aa e Bb é de 20 unidades de recombinação ou morganídeos.

08. Na descendência do cruzamento entre o duplo heterozigoto AaBb e o duplo recessivo aabb, espera-se que todas as combinações fenotípicas sejam igualmente frequentes.

16. O cruzamento entre plantas duplo heterozigotas AaCc produziu 800 sementes. Se todas as sementes germinarem e as plantas atingirem a maturidade, espera-se que 450 plantas sejam altas e com flores violeta.

32. Dentre as plantas encontradas na descendência do cruzamento entre os duplos heterozigotos AaBb, 66% eram altas e escuras, 9% altas e claras, 9% baixas e escuras e 16% baixas e claras. O resultado mostra que a segunda lei de Mendel não é obedecida, mas tanto o par Aa quanto o par Bb seguem a primeira lei de Mendel.

64. Uma planta AaBbCc produz oito tipos de gametas, cada um com frequência igual a 1/8.

Soma das alternativas corretas:

22. (UFSCar) Os machos de abelha originam-se de óvulos não fecundados e são haploides. As fêmeas resultam da fusão entre óvulos e espermatozoides, e são diploides. Em uma linhagem desses insetos, a cor clara dos olhos é condicionada pelo alelo recessivo a de um determinado gene, enquanto a cor escura é condicionada pelo alelo dominante A. Uma abelha rainha de olhos escuros, heterozigótica Aa, foi inseminada artificialmente com espermatozoides de machos de olhos escuros. Espera-se que a prole dessa rainha tenha a seguinte composição:

22

23. (PUCCAMP-SP) Considere que em cavalos a coloração do pelo resulta da ação de dois pares de genes autossômicos localizados em cromossomos não homólogos. O gene M condiciona cor preta e seu alelo m, cor marrom; o gene B determina coloração uniforme e seu alelo b, manchas brancas em qualquer cor de pelagem. Um macho preto com manchas brancas (I), cujo pai era marrom uniforme (II), é cruzado com uma fêmea marrom com manchas brancas (III), cuja mãe era preta uniforme (IV). Assinale, a seguir, a alternativa que contém os genótipos dos indivíduos mencionados.

a) I — (mmBb), II — (Mmbb), III — (MmBb), IV — (mmbb).

b) I — (Mmbb), II — (mmBb), III — (mmBb), IV — (Mmbb).

c) I — (MMbb), II — (mmBb), III — (mmbb), IV — (MmBb).

d) I — (mmbb), II — (MmBb), III — (Mmbb) IV — (mmBb).

e) I — (Mmbb), II — (mmBb), III — (mmbb), IV — (MmBb).

24. (MACK)

24

Os indivíduos 1, 3, 5 e 6 pertencem ao grupo sanguíneo A; o indivíduo 2 pertence ao tipo O e o indivíduo 4 pertence ao tipo B. Sabendo-se que a polidactilia é devida a um gene autossômico dominante, a probabilidade de o casal 5-.6 ter uma criança pertencente ao tipo sanguíneo A e normal para a polidactilia é de:

a) 1/4.

b) 3/4.

c) 1/2.

d) 3/16.

e) 1/16.

25. (PUC-SP) Nem todas as pessoas percebem o gosto amargo do PTC (feniltiocarbamida). A sensibilidade a essa substância é devida a um gene dominante I e a insensibilidade é condicionada pelo alelo recessivo i. A habilidade para o uso da mão direita é condicionada por um gene dominante E, e a habilidade para o uso da mão esquerda é determinada pelo alelo recessivo e. Um homem destro e sensível, cuja mãe era canhota e insensível ao PTC, casa-se com uma mulher canhota e sensível ao PTC, cujo pai era insensível. A probabilidade de o casal ter uma criança destra e sensível é de:

a) 1/2.

b) 1/4.

c) 3/4.

d) 1/8.

e) 3/8.

26(UNIFOR) O heredograma abaixo mostra a herança de uma anomalia (símbolos escuros) em uma família.

26

É possível deduzir que a anomalia é causada por um alelo recessivo tendo em vista a descendência do casal:

a) I-1 x I-2.

b) I-3 x I-4.

c) II-3 x II-4.

d) II-5 x II-6.

e) III-4 x III-5.

27. (UPE) Observe a figura a seguir:

27

Entre os insetos, está sendo realizado um censo. A pulga levanta informações sobre a determinação sexual de cada um deles. Sobre isso, leia atentamente as afirmativas a seguir:

I. Em gafanhotos, algumas espécies não apresentam o cromossomo Y; os machos são hemizigotos, e as fêmeas possuem dois cromossomos X. Portanto, no sistema XO, o zero é indicativo da ausência de um cromossomo sexual.

II. Algumas espécies de joaninhas possuem o sistema de determinação sexual do tipo XX/XY. Dessa forma, o macho heterogamético é o responsável pela determinação sexual na prole.

III. Em algumas espécies de borboletas, o sistema de determinação é do tipo ZZ/ZW, e os machos são heteromórficos, ou seja, apresentam dois cromossomos sexuais diferentes.

IV. Em himenópteros, como formigas, o sistema de determinação sexual é do tipo haploide/diploide, sendo os machos diploides (2n) e as fêmeas haploides (n).

Estão corretas:

a) I e II.

b) I, III e IV.

c) II e III.

d) II, III e IV.

e) III e IV.

28. (UEM) Um homem de tipo sanguíneo AB e Rh positivo (Rh+), cujo pai era Rh negativo (Rh_), casou-se com uma mulher do tipo A e Rh positivo, cuja mãe era tipo O e Rh negativo. Sabendo-se que os genes que codificam os grupos sanguíneos ABO e Rh são independentes, espera-se desse casamento:

a) 3/8 ORh_, 1/4 ARh+, 3/16 BRh+, 1/8 ORh_, 1/16 BRh_, 1/16 ARh_.

b) 3/8 ARh+, 3/16 BRh+, 3/16 ABRh+, 1/8 ARh_, 1/16 BRh_, 1/16 ABRh_.

c) 3/8 ARh+, 3/16 BRh+, 1/8 ABRh_, 1/16 BRh_, 1/16 AB Rh_, 3/16 ABRh+.

d) 1/8 ARh+, 3/16 BRh+, 3/16 ABRh+, 3/8 ARh_, 1/16 BRh_, 1/16 ABRh_.

e) 3/8 ARh+, 3/16 BRh+, 1/16 ABRh+, 1/8 ARh_, 1/16 BRh_, 3/16 ABRh_.

29 (FCMSC-SP) Admita que, em certos animais de laboratório, o gene A condicione cor preta de pelagem e seja dominante sobre o seu alelo a, que condiciona cor marrom. O gene E, não alelo de A e localizado em autossomo diferente, condiciona cor branca de pelagem, em homozigose ou heterozigose, tendo, pois efeito epistático sobre os genes A e a. Um animal preto, filho de pais brancos, é retrocruzado com sua mãe e tem 20 descendentes com as três cores de pelagem citadas. Quantos devem ser brancos?

a) 2.

b) 8.

c) 10.

d) 4.

e) 5.

30. (UEPG) Considerando o indivíduo Y com o genótipo AaBb, e o indivíduo X com o genótipo aaBb, assinale o que for correto.

I   II

0  0 –  indivíduo Y produzirá 4 tipos de gametas diferentes.

1  1 – O indivíduo X produzirá 3 tipos de gametas diferentes.

2  2 – Do cruzamento de X com Y, podem-se obter indivíduos duplo-heterozigotos.

3  3 – Do cruzamento de X com Y, espera-se que metade dos indivíduos sejam descendentes Aa e a outra=metade aa.

4  4 – Do cruzamento de X com Y, podem-se obter indivíduos homozigotos para os alelos a e b, simultaneamente.

gab

 

 

Anúncios

Responses

  1. Professor, não estou compreendendo o porquê da 5 ser letra E. Pode me explicar?

    • 05. (UEM) Em humanos, um tipo de daltonismo é codificado por um gene recessivo ligado ao sexo. Do cruzamento de um homem daltônico com uma mulher normal, filha de pai daltônico, espera-se:
      a) 1/4 de mulher normal e 3/4 de homem daltônico.
      b) 1/2 de mulher normal e 1/2 de homem daltônico.
      c) 1/4 de mulher normal, 1/4 de mulher daltônica e 1/2 de homem normal.
      d) 1/2 de mulher normal, 1/4 de mulher daltônica e 1/4 de homem daltônico.
      e) 1/4 de homem normal, 1/4 de homem daltônico, 1/4 de mulher normal e 1/4 de mulher daltônica.
      Prezada Sabrina
      Veja, a seguir, a resolução da questão acima.
      ALTERNATIVA CORRETA: E (“1/4 de homem normal, 1/4 de homem daltônico, 1/4 de mulher normal e 1/4 de mulher daltônica.”)
      JUSTIFICATIVA
      – Homem daltônico: XdY.
      – Mulher normal, filha de pai daltônico: XDXd.
      * Ela normal portadora (XDXd), em função de ter recebido Xd do seu pai que é daltônico (XdY).
      CRUZAMENTO
      – XDXd (mulher normal portadora) x XdY (homem daltônico) = XDXd (mulher normal) + XDY (homem normal) + XdXd (mulher daltônica) + XdY (homem daltônico).
      * 1/4 de homem normal (XDY).
      * 1/4 de homem daltônico (XdY).
      * 1/4 de mulher normal (XDXd).
      * 1/4 de mulher daltônica (XdXd).
      – ALTERNATIVA E.
      Djalma Santos

    • Professor poderia me explicar a questão 1

      • 01. Pela taxa de recombinação ou permutação, pode-se avaliar a distância que guardam entre si os loci de determinados genes num mesmo cromossomo. Isso tem permitido aos geneticistas estabelecer verdadeiros mapas cromossômicos, em que se determinam os pontos de localização de diversos genes num mesmo cromossomo. Convencionou-se usar a Unidade Morgan (UM) para designar cada 1% de recombinação genica. Assim 7% de recombinação correspondem a 7 UM (Unidades Morgan). Entre dois genes A e B, situados num mesmo cromossomo e distanciados de 8 micrometros, ocorre 2,4% de permutação. Um terceiro gene C situa-se entre A e B permutando com A segundo uma frequência de 1,8%. Qual e a distância entre C e B?
        a) 2mμ.
        b) 4mμ.
        c) 5mμ.
        d) 6mμ.
        e) 8mμ.
        Prezada Adriana
        Veja, a seguir, a resolução da questão acima.
        ALTERNATIVA CORRETA: A (“2mμ”)
        JUSTIFICATIVA
        – A distância entre A e B é de 8 micrômetros, ocorrendo entre eles 2,4% de permutação, como consta no enunciado (“Entre dois genes A e B, situados num mesmo cromossomo e distanciados de 8 micrometros, ocorre 2,4% de permutação. …”). Dessa forma, 8 micrômetros equivalem a 2,4% de unidades de recombinação (unidade Morgan ou morganídeo).
        – A frequência entre A e C é de é de 1,8%, como consta no enunciado (“… Um terceiro gene C situa-se entre A e B permutando com A segundo uma frequência de 1,8%. …”), logo a distância entre A e C é de 6 micrômetros (1.8 x 8 /2,4 = 6).
        – Como a distância entre A e B é de 8 micrômetros, a distância entre C e B é 2 micrômetros. Veja detalhes abaixo:
        * A-B = 8 micrômetros.
        * C está entre A e B.
        * A-C = 6 micrômetros.
        * C-B = 2 micrômetros (8 – 6 = 2) – ALTERNATIVA A
        Djalma Santos

  2. Olá professor, poderia me explicar a questão 20?

    • 20. (UEM) No tomateiro, a cor vermelha do fruto é codificada por alelo R, dominante sobre o alelo r, que codifica a cor amarela do fruto, enquanto a cor amarela da flor é codificada por uma alelo Y, dominante sobre o alelo y, que codifica a cor branca da flor. Uma planta de flor amarela e tomate vermelho foi cruzada com uma planta de flor branca e tomate amarelo. Todos os descendentes desse cruzamento apresentavam flor amarela e tomate vermelho e foram cruzados com plantas de flor branca e tomate amarelo. O resultado desse cruzamento foi:
      42% com flor amarela e tomate vermelho.
      43% com flor branca e tomate amarelo.
      08% com flor amarela e tomate amarelo.
      07% com flor branca e tomate vermelho.
      Assinale a alternativa que apresenta a explicação correta para esse resultado.
      a) Os dois pares de genes estão localizados em pares de cromossomos diferentes.
      b) Os dois pares de genes estão no mesmo par de cromossomos.
      c) O gene que codifica flor amarela é epistático sobre o gene que codifica tomate vermelho.
      d) Ocorre interação gênica entre os dois pares de genes.
      e) O solo em que os tomateiros foram plantados contém muito ferro, acarretando o resultado observado.
      Prezado Lucas
      Veja, abaixo, a explicação que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: B (“Os dois pares de genes estão no mesmo par de cromossomos.”).
      Os resultados apresentados na questão mostram que se trata de “linkage” e a distância entre os genes é de 15 morganídeos, como se pode constatar pelo total de recombinantes que é 15% [8% (flor amarela e tomate amarelo) + 7% (flor branca e tomate vermelho)].
      Sucesso
      Djalma Santos

  3. Olá professor, poderia me explicar a questão 22?

    • Prezada Ludyellen
      Veja, abaixo, a resolução da questão que você solicitou.
      ALELOS:
      * A (olho escuro) – dominante.
      * a (olho claro) – recessivo.
      CRUZAMENTO
      – Rainha (olhos escuros, heterozigótica)/zangão (olhos escuros), como mostra e enunciado.
      – Rainha (fêmea diploide) Aa x zangão (macho haploide) A
      * Aa x A = AA + Aa
      * Fêmeas produzidas por fecundação 100% olhos escuros (50% AA e 50% Aa).
      – Machos partenogenéticos
      * Dependem apenas dos óvulos oriundos da rainha, que produz:
      I. Óvulo com A (olhos escuros): 50%.
      II. Óvulo com a (olhos claros): 50%.
      CONCLUSÃO:
      – Fêmeas: todas (100%) olhos escuros.
      – Machos: 50% olhos escuros (só possuem A) e 50% olhos claros (só possuem a), visto que provêm apenas do óvulo.
      ALTERNATIVA D
      Um abraço
      Djalma Santos

  4. Olá professor, poderia explicar por que a “1 1” da questão 30 está errada?

    • 30. (UEPG) Considerando o indivíduo Y com o genótipo AaBb, e o indivíduo X com o genótipo aaBb, assinale o que for correto.
      I II
      0 0 – indivíduo Y produzirá 4 tipos de gametas diferentes.
      1 1 – O indivíduo X produzirá 3 tipos de gametas diferentes.
      2 2 – Do cruzamento de X com Y, podem-se obter indivíduos duplo-heterozigotos.
      3 3 – Do cruzamento de X com Y, espera-se que metade dos indivíduos sejam descendentes Aa e a outra=metade aa.
      4 4 – Do cruzamento de X com Y, podem-se obter indivíduos homozigotos para os alelos a e b, simultaneamente.
      Cara Beatriz
      ALTERNATIVA 1 1 (“O indivíduo X produzirá 3 tipos de gametas diferentes.”) – INCORRETA
      – O indivíduo X produzirá apenas dois tipos de gametas diferentes e não três como consta na alternativa 1 1.
      – Gametas produzidos por X (aaBb): aB e ab.
      Um abraço
      Djalma Santos

      • Muito obrigada!

  5. Bom dia Professor. O Sr. poderia me explicar a questão 13?

    • 13. (UNAERP) Em determinada população a frequência de hemofilia A ou clássica é de 1/10000 homens. Com base nesse dado, a frequência de mulheres portadoras do gene, nessa população, será de aproximadamente:
      a) 1/500.
      b) 1/5000.
      c) 99/10000.
      d) 99/1000.
      e) 9/10000.
      Prezado Carlos
      Veja, a seguir, a resolução da questão acima.
      ALTERNATIVA CORRETA: B (“1/5000.”)
      JUSTIFICATIVA
      * Frequência de homem hemofílico (XhY) é igual a 1/10000, como consta no enunciado. Dessa forma, a frequência de h (gene da hemofilia) = 1/10000 = 0,0001.
      * Frequência de H (gene para a condição não hemofílica) = 1 – 0,0001 = 0,9999.
      * Frequência de XHXh [mulheres portadoras do gene da hemofilia (solicitada na questão)] = 2 x 0,9999 x 0,0001 = 0,0001999 = 0,0002 = 1/5000.
      – Aproximadamente 1/5000 (ALTERNATIVA B).
      Um abraço
      Djalma Santos

  6. Poderia me explicar a questão 10?

    • 10. (UNIOESTE) Em uma população em equilíbrio de Hardy-Weinberg, a frequência do alelo recessivo a é 0,30. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s), sabendo que esta população é composta por 200 indivíduos e que a herança é do tipo dominância completa.
      01. A frequência de indivíduos com o fenótipo recessivo é 0,90.
      02. A frequência de indivíduos heterozigotos é 0,42.
      04. O número de indivíduos que apresentam o fenótipo dominante é 182.
      08. A frequência do alelo dominante é 0,49.
      16. As frequências dos alelos A e a na próxima geração serão 0,7 e 0,3 respectivamente.
      32. O número de indivíduos homozigotos recessivos é 64.
      Soma das alternativas corretas:
      Cara Natália
      Veja, a seguir, a resolução da questão acima.
      – ALTERNATIVAS CORRETAS: 02 + 04 + 16 = 22.
      JUSTIFICATIVA
      – Equação que constitui o princípio de Hardy-Weinberg: p2 + 2pq + q2 = 1 = 100% (ver GENÉTICA DE POPULAÇÕES, matéria publicada neste blog no dia 21/08/2013), na qual na qual p2 corresponde a AA (homozigotos dominantes), 2pq corresponde a Aa (heterozigotos) e q2 corresponde aa (fenótipo recessivo).
      – A frequência do gene recessivo (a) é 0,30 (30%), conforme consta no enunciado (“… a frequência do alelo recessivo a é 0,30, …”).
      * Dessa forma, q = 0,3 (30%).
      – A frequência de A (autossômico dominante) é igual a 0,7 (70%). Haja vista que 1 – 0,3 = 0,7.
      * Assim sendo, P = 0,7.
      – Frequência de homozigotos dominantes (AA):
      * P2 = 0,7 x 0,7 = 0,49 = 49%.
      – Frequência de heterozigotos (Aa):
      * 2pq = 2 x 0,7 x 0,3 = 0,42 = 42%.
      – Frequência de homozigotos recessivos (aa):
      * q2 = 0,3 x 0,3 = 0,09 = 9%.
      – ALTERNATIVA 01 (“A frequência de indivíduos com o fenótipo recessivo é 0,90.”) – INCORRETA
      * Ao contrário do que consta nesta alternativa, a frequência de indivíduos com fenótipo recessivo (aa) é 0,09 (0,3 x 0,3), como mostramos acima, e não 0,9.
      – ALTERNATIVA 02 (“A frequência de indivíduos heterozigotos é 0,42.”) – CORRETA
      * Ver Frequência de heterozigotos (Aa), acima.
      – ALTERNATIVA 04 (“O número de indivíduos que apresentam o fenótipo dominante é 182.”) – CORRETA
      * Fenótipos dominantes:
      I. AA (P2) + Aa (2pq).
      Ia. AA (P2) = 0,7 x 0,7 = 0,49 = 49% (dominantes homozigotos).
      Ib. Aa (2pq) = 2 x 0,7 x 0,3 = 0,42 = 42% (heterozigotos).
      Dessa forma, a frequência de indivíduos que apresentam fenótipo dominante (AA e Aa) é 0,91 (0,49 + 0,42) ou 91% (49% + 42%).
      * 91% de 200 (ver enunciado) é 182.
      – ALTERNATIVA 08 (“A frequência do alelo dominante é 0,49.”) – INCORRETA
      * Com vimos acima, a frequência do alelo dominante é 0,7.
      * 0,49 é a frequência de indivíduos AA (homozigotos dominantes).
      – ALTERNATIVA 16 (“As frequências dos alelos A e a na próxima geração serão 0,7 e 0,3 respectivamente.”) – CORRETA
      * Como se trata de uma população em equilíbrio de Hardy-Weinberg, com consta no enunciado, as frequências gênicas e genotípicas permanecem constantes, geração após geração (ver GENÉTICA DE POPULAÇÕES, matéria publicada neste blog no dia 21/08/2013). Dessa forma as frequências dos alelos A e a, permanecerão, nas gerações seguintes, 0,7 e 0,3, respectivamente.
      – ALTERNATIVA 32 (“O número de indivíduos homozigotos recessivos é 64.”) – INCORRETA
      * A frequência de indivíduos homozigotos recessivo (aa) é 0,09 (9%), como mostramos acima.
      * 9% de 200 (ver enunciado) é 18 e não 64, como consta nesta alternativa.
      Um abraço
      Djalma Santos

  7. Olá professor! Poderia explicar a questão 25, por gentileza?

    • 25. (PUC-SP) Nem todas as pessoas percebem o gosto amargo do PTC (feniltiocarbamida). A sensibilidade a essa substância é devida a um gene dominante I e a insensibilidade é condicionada pelo alelo recessivo i. A habilidade para o uso da mão direita é condicionada por um gene dominante E, e a habilidade para o uso da mão esquerda é determinada pelo alelo recessivo e. Um homem destro e sensível, cuja mãe era canhota e insensível ao PTC, casa-se com uma mulher canhota e sensível ao PTC, cujo pai era insensível. A probabilidade de o casal ter uma criança destra e sensível é de:
      a) 1/2.
      b) 1/4.
      c) 3/4.
      d) 1/8.
      e) 3/8.
      Cara Paola
      Veja, a seguir, a resolução da questão acima.
      ALTERNATIVA CORRETA: E (“3/8.”)
      JUSTIFICATIVA
      – I_: sensível ao PTC
      – ii: insensível ao PTC
      – E_: destro
      – ee: canhoto
      – Mãe:
      * Canhota (ee) e insensível (ii), como consta no enunciado.
      * Genótipo: eeii.
      – Pai:
      * Insensível (ii), ver enunciado.
      * Genótipo: ii.
      – Homem:
      * Destro (E_) e sensível (I_), como consta no enunciado.
      * Genótipo: EeIi, em função da sua genitora ser eeii.
      – Mulher:
      * Canhota (ee) e sensível (I_), ver enunciado.
      * Genótipo: eeIi, em função do seu pai ser ii.
      CRUZAMENTO: EeIi (homem) x eeIi (mulher).
      – Ee x ee = Ee (destro) + Ee (destro) + ee (canhoto) + ee (canhoto.
      * 1/2 destro + 1/2 canhoto.
      – Ii x Ii = II (sensível) + Ii (sensível) + Ii (sensível) + ii (insensível).
      * 3/4 sensíveis + 1/4 insensível.
      – Probabilidade de o casal ter uma criança destra (1/2) e sensível (3/4) = 3/8 (ALTERNATIVA E)
      Boa sorte
      Djalma Santos

  8. Oii .. pode mi explicar a questão 4?

    • 04. (VUNESP) Numa população de Hardy-Weinberg, a frequência do alelo C é o triplo da frequência do alelo c. A frequência de indivíduos que possuem o fenótipo dominante nessa população e de:
      a) 3/16.
      b) 6/16.
      c) 15/16.
      d) 9/16.
      e) 1/16.
      Prezada Bruna
      Veja, a seguir, a resolução da questão acima.
      ALTERNATIVA CORRETA: C (“15/16.”)
      JUSTIFICATIVA
      – Frequência de c = x
      – Frequência de C = 3x
      – 3x + x = 4x
      – x = 1/4
      – Frequência de c = 1/4
      – Frequência de C = 3/4
      – Frequência de CC = (3/4)2 = 9/16
      – Frequência de Cc = 2 x 3/4 x 1/4 = 6/16
      – Frequência de CC + Cc = 9/16 + 6/16 = 15/16
      Sugiro que veja “GENÉTICA DE POPULAÇÕES”, matéria publicada neste blog no dia 21/08/2013)
      Djalma Santos

  9. me explica a 12, por favor?

    • Cara Andreza
      Veja, abaixo, a resolução da questão que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: B
      JUSTIFICATIVA
      – Os recombinantes, que aparecem em menor número, são cis [ab/ab (8,5 por cento) e AB/ab (8,5 por cento)], logo os duplos heterozigotos parentais são trans (Ab/aB) – ALTERNATIVA B.
      – A distância entre os genes A e B é 17 [total dos recombinantes (8,5 + 8,5)] – ALTERNATIVA B.
      Um abraço
      Djalma Santos

  10. Me explique a 6 por gentileza!

    • 06. (UNIFOR) Uma coelha foi obtida por clonagem a partir de um núcleo somático de uma coelha preta inserido no óvulo enucleado de uma coelha branca. Ambas eram de linhagens puras para a cor de pelagem, sendo que a cor de pelagem preta é dominante nesta espécie. Se o clone cruzar com um coelho branco, espera-se, na prole resultante, coelhos brancos e pretos, respectivamente, na proporção de:
      a) 0 e 1.
      b) 0,25 e 0,75.
      c) 0,5 e 0,5.
      d) 0,75 e 0,25.
      e) 1 e 0.
      Prezado Lopes
      Veja, a seguir, a resolução da questão acima.
      ALTERANTIVA CORRETA: A (“0 e 1.”)
      JUSTIFICATIVA
      – Pelagem preta: dominante (B)
      – Pelagem branca: recessiva (b)
      – Coelha doadora do núcleo: preta pura (BB)
      – A coelha branca que recebeu o núcleo da preta passou a ter genótipo BB.
      CRUZAMENTO: clone (BB) x coelho branco (bb)
      – BB x bb = todos Bb (pretos).
      – PROPORÇÃO:
      * Coelhos brancos: 0
      * Coelhos pretos: 1
      – ALTERNATIVA A.
      Um abraço
      Djalma Santos

  11. Boa tarde professor, pode me ajudar na questão 2 por favor? Desde já, obrigada

    • Cara Milena
      Veja, abaixo, a resolução a questão que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: B
      JUSTIFICATIVA
      – Como consta no enunciado o organismo é cis (“ … organismo de genótipo AB/ab, …”), dessa forma, os gametas recombinantes são Ab e aB e os não recombinantes são AB e ab.
      – Considerando que a frequência de crossing entre os genes A e B é de 14% (ver enunciado), teremos:
      I. Não recombinantes:
      Ia. AB = 43%.
      Ib. ab = 43%.
      II. Recombinantes:
      IIa. Ab = 7%.
      IIb. aB = 7%.
      * 7% + 7% = 14% (frequência de crossing entre os genes considerados).
      Um abraço
      Djalma Santos

  12. pode explicar a 17? por gntileza

    • Cara Stella
      Veja, a seguir, a resolução da questão que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: A (“PII> PIII > PI.”).
      Como consta no enunciado, quanto maior a taxa de heterozigose, maior será a probabilidade que dois indivíduos da mesma espécie sejam geneticamente diferentes. Dessa forma, uma maior heterozigose tende a suportar maiores variações do meio. Neste contexto, das três espécies a que suporta maiores mudanças do meio é a II (maior taxa de heterozigose) e que suporta menores variações ambientais é a I (menor taxa de heterozigose), confirmando a alternativa A.
      Um abraço
      Djalma Santos

  13. Olá, poderia me ajudar na questão 26?

    • Rosilane
      ALTERNATIVA CORRETA: A (“I-1 x I-2.”).
      – Casal I-1 x I-2, gerando II-1, II-2 e II-3, todos com a anomalia.
      – I-1: normal heterozigoto (Aa)
      – I-2: normal heterozigoto (Aa)
      – CRUZAMENTO:
      * Aa x Aa = AA + Aa + Aa + aa (II-1, II-2 e II-3).
      – Nível da questão: muito fácil.
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: