Publicado por: Djalma Santos | 16 de setembro de 2015

TESTES DE BIOTECNOLOGIA (III)

01. (IFSul) Ultimamente, com o avanço da engenharia genética, vários estudos e trabalhos científicos têm demonstrado resultados significativos na manipulação de material genético de plantas e outros seres vivos. Alvo de discussões sobre suas vantagens e desvantagens, a ciência dos transgênicos está em pleno desenvolvimento. Com relação ao tema, é correto afirmar que transgênicos são:

a) Animais ou plantas que sofrem mutações genéticas aleatórias.

b) Cópias genéticas obtidas de um ou mais seres vivos.

c) Indivíduos superiores que podem ser vegetativamente multiplicados ou restabelecidos em um delineamento genético.

d) Organismos nos quais foi introduzido DNA de outra espécie ou DNA modificado da mesma espécie.

02. (UFMS) Alguns grupos de pesquisa brasileiros estão investigando bactérias resistentes a íons cloreto, como Thiobacillus prosperus, para tentar compreender seu mecanismo de resistência no nível genético e, se possível, futuramente transferir genes relacionados com a resistência a íons cloreto para bactérias não resistentes usadas em biolixiviação (um tipo de biorremediação de efluentes), como Acidithiobacillus ferrooxidans. Considerando as principais técnicas utilizadas atualmente em biologia molecular e engenharia genética, a transferência de genes específicos de uma espécie de bactéria para outra deve ser feita através:

a) De cruzamentos entre as duas espécies, produzindo um híbrido resistente a íons cloreto.

b) Da transferência para a bactéria não resistente de um plasmídeo recombinante, que contenha o gene de interesse previamente isolado da bactéria resistente, produzindo um Organismo Geneticamente Modificado (OGM).

c) Da transferência de todo o genoma da bactéria resistente para a nova bactéria, formando uma espécie nova de bactéria em que apenas o gene de interesse será ativado.

d) Da simples clonagem da bactéria resistente, sem a modificação da bactéria suscetível a íons cloreto.

e) Da combinação do genoma inteiro da bactéria suscetível com o genoma da bactéria resistente, formando um organismo quimérico, o que representa uma técnica muito simples em organismos sem parede celular, como as bactérias.

03. (UNIMONTES) Leia o texto abaixo.

Foi publicado na revista Nature, em 28 de junho de 2012, um artigo em que os cientistas constataram que o DNA do macaco bonobo (Pan paniscus) é igual ao dos humanos em 98,7%. O estudo do bonobo encerra o sequenciamento do grupo de símios. O Chimpanzé foi analisado em 2005, seguido do Orangotango (2011) e do Gorila (2012). Entre esses macacos, a semelhança no DNA é de 99,6%. Segundo Kay Prufer, geneticista do Instituto Max Planck, na Alemanha, e principal autor da publicação, “Os seres humanos são um pouco como um mosaico dos genomas de bonobos e Chimpanzés”.

A partir do assunto abordado e dos conhecimentos associados, é correto afirmar:

a) Pela alta semelhança no DNA entre chimpanzés e bonobos, pode-se concluir que comportamentos como a hierarquia de dominância, obtenção de relação sexual e defesa do seu território são iguais.

b) Bonobos e chimpanzés apresentam o mesmo nível de inteligência que os homens.

c) A alta semelhança no DNA permite afirmar que bonobos, chimpanzés e homens têm um ancestral comum.

d) Em termos de locomoção aérea, o homem é mais desenvolvido que o bonobo e o chimpanzé.

04. (PUC-RIO) A figura abaixo representa o resultado de um teste de paternidade. Este teste baseia-se na identificação de marcadores genéticos compartilhados ou não por pai, mãe e filhos.

04

Considerando a figura, não é correto afirmar que:

a) I é filho biológico do casal.

b) V não pode ser filho biológico deste casal.

c) II não é filho deste pai.

d) III é irmão biológico de I.

e) IV e I são irmãos gêmeos monozigóticos.

05. (IFSuldeMinas) Desde 2003, um decreto federal regulamentou o direito à informação quanto aos ALIMENTOS TRANSGÊNICOS, nas embalagens dos produtos alimentícios. Além do símbolo, que deve ser impresso na parte da frente da embalagem (que fica voltada para o consumidor quando o produto está na prateleira), o decreto determina ainda que o consumidor seja informado sobre a ESPÉCIE DOADORA DO GENE e se os ingredientes são produzidos a partir de animais alimentados com ração transgênica. O “T” nas embalagens, porém, não é unanimidade, pois, SEGUNDO ALGUMAS EMPRESAS DO GÊNERO ALIMENTÍCIO, o símbolo amarelo provoca medo, já que os consumidores associam com placas de existência de risco (alerta). A empresa Heinze diz ainda que a rotulagem atual é contraditória, diante das constatações científicas e das políticas de desenvolvimento do governo brasileiro. “A norma de rotulagem também não pode impedir o desenvolvimento de uma área extremamente estratégica para o país, a BIOTECNOLOGIA.”.

Fonte: http://super.abril.com.br/blogs/ideias-verdes/tag/transgênicos. Acesso em 12/09/2014.

Dentre os conceitos grifados no texto e os seus conhecimentos sobre os pontos positivos e negativos dos transgênicos, assinale a alternativa incorreta:

a) Os defensores dos transgênicos enumeram a capacidade de aumento da produtividade agrícola, redução do uso de agrotóxicos, tornar os alimentos mais nutritivos e criar novos tipos de terapias e medicamentos, favorecendo toda população mundial.

b) A bactéria Bacillus thuringiensis (Bt) é um agente de controle biológico encontrado no solo, que produz uma toxina contra lagartas. A transferência do gene Bt para as variedades de milho, algodão, fumo, batata e soja, torna esses alimentos transgênicos e resistentes a certos tipos de insetos.

c) Na perspectiva dos alimentos transgênicos, a obrigatoriedade da informação do símbolo “T” demonstra uma preocupação em informar ao consumidor que aquele alimento foi produzido por meio de uma tecnologia que inseriu um gene exógeno (externo).

d) Dentre os principais aspectos negativos relacionados aos transgênicos está a poluição genética, a perda de biodiversidade, o surgimento de ervas daninhas resistentes a herbicidas e o aumento do uso de agrotóxicos, porém a produção desses alimentos modificados torna os pequenos agricultores independentes em relação às empresas fornecedoras de sementes.

06. (UPE) A figura a seguir mostra imagens de um experimento utilizando técnicas de DNA recombinante. Observe-a.

06

O texto, a seguir, descreve as seis etapas, identificadas com algarismos romanos, do processo de produção do biopolímero, imitando teias de aranha.

I. Pesquisadores da Embrapa isolaram os genes das glândulas de seda de cinco espécies de aranhas da biodiversidade brasileira.

II. Por meio de análises moleculares, bioquímicas, biofísicas e mecânicas, estudaram esses genes e suas funções e construíram sequências sintéticas de DNA para a produção de fios.

III. Os genes modificados foram clonados e introduzidos no genoma de bactérias Escherichia coli, programadas para atuar como biofábricas.

IV. As bactérias transgênicas Escherichia coli passaram a produzir, em larga escala, as proteínas recombinantes, que formam os fios das aranhas.=

V. O passo seguinte consistiu na extração das proteínas. Para isso, a massa de bactérias foi diluída em meio líquido e purificada para a separação das proteínas do restante do material.

VI. Com o auxílio de uma seringa, que imita o órgão das aranhas responsável pela fabricação do fio, eles utilizaram as proteínas para produzir os fios sintéticos em laboratório.

Disponível em: http://revistapesquisa.fapesp.br/2014/02/12/teias-de-laboratorio. Adaptado

Sobre isso, correlacione as etapas citadas no texto com as figuras enumeradas acima e assinale a alternativa que indica a correta correspondência.

a) I e 1; II e 6; III e 3; IV e 4; V e 5; VI e 2.

b) I e 2; II e 6; III e 3; IV e 5; V e 4; VI e 1.

c) I e 3; II e 2; III e 5; IV e 4; V e 6; VI e 1.

d) I e 4; II e 1; III e 3; IV e 6; V e 5; VI e 2.

e) I e 5; II e 2; III e 3; IV e 4; V e 6; VI e 1.

07. (IFSudeste-Mg) A utilização de microrganismos, plantas e animais para a produção de substâncias úteis ao ser humano é chamada de biotecnologia. Entre as ferramentas utilizadas pela biotecnologia na produção de DNA‐recombinante, podemos citar:

a) Vírus bacteriófago e plasmídio bacteriano.

b) Plasmídio bacteriano e cissiparidade.

c) Vírus bacteriófago e gemulação.

d) Laceração e cissiparidade.

e) Vírus bacteriófago e laceração.

08. (IFNMG) A revista VEJA, de 07 de outubro de 2003, trouxe em sua coluna de Agricultura: “A Supersemente — Boicotada na Europa e festejada nos EUA, soja com gene de bactéria chega ao Brasil.”

PERES, Leandro. O gene contra o veneno. Disponível em: http://www.veja.abril.com.br/acervodigital. Acesso em: 26 de out. 2014.

Trata-se de mais um organismo transgênico. Esta variedade de soja carrega em seu genoma um gene bacteriano resistente aos herbicidas, que além de combater ervas daninhas, mantém a cultura. A transgenia é uma técnica muito utilizada na Biotecnologia. Consiste em inserir o gene (DNA) responsável por uma determinada característica, de um organismo no DNA do embrião de outro (transgênico). Se, no lugar do DNA bacteriano, fosse transferido o RNA-m, a planta adulta:

a) Só seria resistente se também fossem transferidos os ribossomos bacterianos.

b) Não seria resistente, pois, considerando o RNAm como um corpo estranho, eliminaria-o.

c) Não seria resistente, pois o RNAm injetado atuaria temporariamente, não sendo transmitido às novas células que formariam a planta.

d) Seria resistente, pois o RNAm transferido produz uma grande quantidade de proteína que confere resistência, durante toda a vida da planta.

09. (CEFET-MG) Alguns vírus têm sido usado em lavouras de soja como um agente de controle biológico específico contra lagartas. Recentemente foram identificadas as proteínas produzidas por esses vírus e os genes realmente ativos durante a infecção desses insetos.

Disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br&gt; Acesso em: 15 ago. 2014(Adaptado).

A identificação desses genes constitui uma importante ferramenta para a:

a) Elaboração de um parasita inofensivo para a planta.

b) Minimização dos danos ecológicos causados pelo vírus.

c) Criação de linhagem de soja transgênica resistente à lagarta.

d) Preservação do inseto polinizador da planta na fase adulta.

e) Geração de uma vacina para proteger a planta das infecções.

10. (UPF) A proteína conhecida por citocromo c tem sido usada para comparar semelhanças e diferenças entre vertebrados e para avaliar sua possível evolução por meio da posição sequencial dos seus aminoácidos. Por esses estudos, há provas de que o homem tem mais proximidade evolutiva com:

a) Chimpanzés, nos quais há diferença na sequência de 4 aminoácidos.

b) Chimpanzés, nos quais não há diferença alguma na sequência dos aminoácidos.

c) Orangotangos, nos quais há diferença na sequência de 2 aminoácidos.

d) Gorilas, nos quais há diferença na sequência de 4 aminoácidos.

e) Gorilas, nos quais há diferença na sequência de 8 aminoácidos.

11. (UNAMA) Leia o texto para responder esta questão.

“Recentemente biólogos anunciaram em artigo publicado na revista Nature Communications o desenvolvimento de uma nova arma contra a malária. Mosquitos geneticamente manipulados, capazes de produzir descendentes machos, poderiam levar ao desaparecimento de uma população inteira de outros mosquitos. A pesquisa […] de que o aumento da população de machos diminuiria significativamente o de fêmeas, impedindo, consequentemente, a reprodução dos mosquitos. […] reduzir o risco de que os humanos entrem em contato com o parasita da malária, transmitido pelas fêmeas que se alimentam de sangue, […] seja uma nova possibilidade de combate ao inseto”.

No Brasil, em Campinas, a empresa britânica Oxitec já instalou a primeira fábrica de mosquitos Aedes aegypti, produzindo 500 mil insetos por semana, onde em laboratório, os ovos do A. aegypti recebem uma microinjeção de DNA com um gene que impede que os descendentes desses machos cheguem à fase adulta.

Fonte: Texto a Fábrica de mosquitos, de Andrea Crisanti. Revista Vida e Saúde, pag. 29, set. 2014.

“… em laboratório, os ovos do A. aegypti recebem uma microinjeção de DNA com um gene para impedir que os descendentes dos machos cheguem à fase adulta…”. Esta técnica genética é chamada de:

a) Aplicação de genes em bactérias.

b) Transgênicos.

c) Clonagem molecular de fungos.

d) Aconselhamento genético.

12. (UEA) A figura ilustra um processo de transgenia em vegetais desenvolvido e patenteado por uma grande empresa multinacional agropecuária. Esse processo é utilizado para produzir sementes transgênicas de soja e de milho, cultivadas em larga escala no Brasil.

12

Nessa prática biotecnológica ilustrada, o gene isolado nas bactérias e inserido nos vegetais tem como objetivo direto tornar esses cultivares agrícolas:

a) Mais precoces quanto ao tempo de produção.

b) Mais nutritivos quanto ao teor de proteína.

c) Resistentes a um determinado agrotóxico.

d) Menos vulneráveis a pragas de lavoura.

e) Menos perecíveis após a colheita.

13. (UECE) O fenômeno da Totipotência permite que plantas transgênicas sejam obtidas de células originalmente transformadas com o DNA exógeno (EMBRAPA, 1998). Totipotência significa:

a) Potencialidade que as células vegetais apresentam de desenvolver-se em novas plantas.

b) Um processo sintético de transformação de plantas em sua totalidade.

c) Uma técnica para desenvolver novas plantas exógenas.

d) Técnica de cultura de tecido vegetal in vitro por meio de tecidos exógenos.

14. (IFCE) “As principais academias de ciências do mundo e instituições como a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) são unânimes em dizer que os transgênicos são seguros e que a tecnologia utilizada não representa risco maior do que técnicas agrícolas convencionais de cruzamento de plantas.” Este texto foi extraído da BBC Brasil em Londres, atualizado em 08 de fevereiro de 2013. Sobre os transgênicos, responda corretamente.

a) Os alimentos transgênicos são produzidos a partir da substituição total do material genético de um indivíduo pelo DNA de outro.

b) Os alimentos transgênicos vegetais aumentam o consumo de agrotóxicos devido ao aumento do tamanho das folhas ao cultivar.

c) Um alimento transgênico é aquele que sofreu a inserção de fragmentos genéticos de outro indivíduo para melhorar algumas de suas características.

d) Transgênicos são o resultado da manipulação genética de um indivíduo, com o objetivo de dificultar o acesso das classes sociais inferiores a determinados gêneros alimentícios.

e) Organismos transgênicos ou geneticamente modificados são aqueles que possuem um número maior de cromossomos em comparação ao indivíduo original.

15. (UCS)As células-tronco são células que dão origem a todas as outras células do organismo humano. Trata-se de células não especializadas, responsáveis pela formação de mais de 200 tipos celulares distintos, além de outras células-tronco. Essa capacidade de transformação inspira pesquisadores a aplicar as células-tronco em tecidos lesados que não se regeneram naturalmente, tais como:

a) Cartilagens e sangue.
b) Nervos e tecido cardíaco.
c) Nervos e cartilagens.
d) Ossos e nervos.
e) Ossos e tecido mieloide.

16. (UFPEL) O esquema a seguir mostra uma clonagem reprodutiva humana. Nesse processo, o núcleo de uma célula somática de um tenista é retirado, (1), é removido o núcleo de um ovócito, (2) e finalmente é introduzido o núcleo da célula do atleta no ovócito enucleado, (3). Essa nova célula, (4), é transferida para um útero para que se desenvolva e forme um embrião. O embrião se desenvolverá, e o adulto (5) terá praticamente as mesmas características fenotípicas do indivíduo que doou o núcleo, uma vez que o fenótipo é resultado do genótipo (DNA) mais as influências do ambiente. Por muito tempo, o núcleo foi considerado uma organela que apresentava as seguintes estruturas: um envoltório, o material genético (DNA, RNA), o nucléolo e enzimas. Em 1997, porém, cientistas britânicos descobriram uma nova estrutura nuclear, que foi denominada de retículo nucleoplasmático, sendo descrita como uma estrutura membranosa que está envolvida no processo de regulação de cálcio.

“Ciência Hoje”, n0. 195, 2003 [adapt.]

12

Com base no texto e em seus conhecimentos, é incorreto afirmar que:

a) O núcleo é uma organela exclusiva das células eucarióticas. No seu interior, estão presentes várias enzimas, entre elas as envolvidas nos processos de transcrição e replicação.

b) O nucléolo é responsável pela síntese do RNA ribossômico; este – juntamente com proteínas – forma os ribossomos, estruturas importantes no processo de tradução.

c) A função do retículo nucleoplasmático é semelhante à do retículo endoplasmático, que é uma organela citoplasmática.

d) Todo o DNA da nova célula formada na clonagem citada no texto, (4), será a célula doadora do núcleo.

e) O envoltório nuclear é formado por duas membranas, sendo que cada uma delas é composta por duas camadas de lipídios com proteínas inseridas.

17. (UEM) Com relação à biotecnologia e à engenharia genética, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. O fato de o genoma humano ter sido sequenciado significa que foi determinada a sequência de nucleotídeos do DNA humano.

02. Terapia gênica é o tratamento baseado na introdução de genes “sadios” de uma mesma espécie com o uso de técnicas de DNA recombinante.

04. Para a produção de organismos geneticamente modificados, o DNA gênico endógeno é inserido no núcleo das células hospedeiras por meio de plastídeos funcionais.

08. A utilização do conhecimento genético para obter organismos com características úteis à nossa espécie é chamada de clonagem.

16. As enzimas de restrição são encontradas no interior de qualquer célula viva e inibem a síntese de DNA a partir de RNA.

Soma das alternativas corretas:

18. (PUC-SP) Leia o texto com atenção:

Alternativa para daltonismo

Macacos daltônicos passaram a enxergar cores após terem sido submetidos a um tratamento baseado em terapia genética. A novidade, descrita na edição desta quinta-feira (17/9) da revista Nature, demonstra o potencial da terapia para o tratamento de problemas de visão em humanos. Os pesquisadores introduziram genes para fotopigmentação presentes em algumas fêmeas em células fotorreceptoras nas retinas de dois machos adultos. A introdução se deu por meio de vírus inofensivos. Os genes produziram proteínas chamadas opsinas, que atuam para a produção, na retina, de pigmentos sensíveis ao vermelho e ao verde. Cinco semanas após o tratamento, testes físicos e comportamentais comprovaram que os animais passaram a distinguir entre as cores verde e vermelho, o que não conseguiam fazer antes da terapia genética.

(Extraído da Agência de Noticias da FAPESP, 17/09/2009)

Considerando as informações contidas no texto e supondo que esse tipo de daltonismo encontrado nos macacos seja determinado geneticamente da mesma forma que na espécie humana, um estudante do Ensino Médio fez cinco afirmações. Assinale a única errada.

a) As fêmeas doadoras de genes produziam normalmente opsinas.

b) As sequências de nucleotídeos introduzidas nas retinas dos dois machos controlaram, no interior das células fotorreceptoras, os processos de transcrição e tradução gênica.

c) Após o tratamento, os macacos receptores passaram a expressar gene dominante localizado no cromossomo X.d) Originalmente, os macacos receptores apresentavam gene recessivo localizado no cromossomo X.

e) Os vírus utilizados como vetores no experimento foram responsáveis pela transferência de RNA mensageiro de fêmeas para machos.

19. (UPF) A figura abaixo representa, de forma esquemática, o processo de clonagem molecular ou engenharia genética em células bacterianas. Desde a década de 1980, várias proteínas humanas vêm sendo produzidas por meio dessa técnica, diminuindo seu custo de produção.

19

 

Adaptado de Amabis e Martho, 2010, v.3

Assinale a alternativa que se refere à primeira proteína humana produzida em escala comercial por meio dessa biotecnologia.

a) Hemoglobina, liberada para consumo após ter sido submetida a diversos testes que comprovaram a sua eficiência.

b) Hormônio do crescimento humano, que até então era extraído da hipófise de cadáveres.

c) Fator VIII de coagulação sanguínea, também conhecido como fator anti-hemofílico.

d) Insulina humana, que até então era extraída de pâncreas de bois e porcos.

e) Anticorpos anti-Rh+ para tratamento da doença hemolítica do recém-nascido (eritroblastose fetal).

20. (UEPA) Leia o texto abaixo para responder esta questão.

Organismos transgênicos são aqueles modificados geneticamente com a alteração do DNA, ou seja, quando são inseridos num determinado indivíduo genes provenientes de outras espécies, com o objetivo de gerar produtos de interesse para os seres humanos.

(fonte modificada:http://www.fruticultura.iciag.ufu.br/transgenicos.htm#SITUAÇÃO)

Sobre o conceito em destaque, analise as afirmativas abaixo.

I. O gene que produz o hormônio do crescimento humano foi isolado e transferido para zigotos de camundongos.

II. Várias espécies de vegetais como milho, algodão, tomate portam e manifestam genes de bactérias que lhes dão resistência a insetos.

III. A bezerra “Vitória” foi o primeiro animal brasileiro obtido por transferência do núcleo de uma célula de embrião coletado de uma vaca adulta.

IV. Existem variedades de soja que apresentam genes de outras espécies que lhes conferem resistência a herbicidas.

A alternativa que contém todas as afirmativas corretas é:

a) I e II.

b) I, II e IV.

c) II e III.

d) II, III e IV.

e) I, II, III e IV.

gab

 

 

Anúncios

Responses

  1. Professor, me explique a 12, por favor! Não entendo porque não pode ser letra d

    • Aline
      ALTERNATIVA D (“Menos vulneráveis a pragas de lavoura.”) – INCORRETA
      JUSTIFICATIVA
      Como você pode observar na figura e no enunciado (“… o gene isolado nas bactérias e inserido nos vegetais …”), o processo de transgenia em foco diz respeito a um determinado gene. Assim sendo, ele não pode envolver a vulnerabilidade a pragas (diversas) da lavoura, como consta na alternativa D.
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: