Publicado por: Djalma Santos | 13 de outubro de 2015

TESTES DE BOTÂNICA (VIII)

01. (UNICENTRO) Leia a afirmativa a seguir.

A geração duradoura da samambaia é o ______-que possui ______ formados por células ______, as quais sofrem divisão ______xe produzem ______xxque são células ______xque, uma vez em condições adequadas de umidade, germinam, dando origem a uma estrutura denominada ______xque é a geração efêmera da samambaia.

Com relação ao ciclo reprodutivo das samambaias, assinale a alternativa que apresenta, correta e respectivamente, os termos que preenchem as lacunas dessa afirmativa.

a) esporófito, esporângios, diploides, meiótica, esporos, haploides, gametófito.

b) esporófito, esporângios, diploides, mitótica, esporos, diploides, gametófito.

c) esporófito, esporângios, haploides, mitótica, esporos, diploides, gametófito.

d) gametófito, gametângios, haploides, mitótica, gametas, haploides, esporófito.

e) gametófito, gametângios, diploides, meiótica, gametas, haploides, esporófito.

02. (FAMERP) Analise os gráficos relativos ao cultivo de mudas da palmeira carnaúba hospedeira, Copernicia hospita, em dois ambientes diferentes, no estado do Ceará. Considere que as plantas estão submetidas às mesmas condições de luminosidade e irrigação ideais.

02

A análise dos dados permite concluir que as mudas cultivadas:

a) Na casa de vegetação apresentam menor taxa fotossintética.

b) A pleno Sol absorvem mais água do solo.

c) Na casa de vegetação perdem mais água por transpiração foliar.

d) A pleno Sol fecham seus estômatos em torno do meio-dia.

e) Na casa de vegetação transportam maior quantidade de seiva bruta pelo xilema.

03. (UFRN) Pode-se observar na figura o aprisionamento de um inseto, pelas folhas articuladas da espécie de planta carnívora do gênero Dionaea.

03

(Disponível em: http://arquivosreporter.blogspot.com.br/2013/11/armadilha-da-natureza.html.)

Esse movimento, em resposta do toque feito pelo animal, é um exemplo de:

a) Tropismo.

b) Nastismo.

c) Geotropismo.

d) Tigmotropismo.

04. (UPE) Subir a Ilha de Trindade é voltar ao tempo. Distante aproximadamente 1.200 km do Estado do Espírito Santo, possui uma flora bastante peculiar, que, em formação, se assemelha às primeiras florestas do planeta. Dominada por uma espécie endêmica, conhecida como Cyathea copelandii, tem porte baixo, cujo tecido lenhoso, denominado caudex, é formado externamente por pecíolos endurecidos das frondes antigas, revestindo o rizoma. A base do caudex está geralmente na horizontal, mas, a partir da metade em diante, a planta é ereta. As folhas divididas em folíolos surgem enroladas, e sua reprodução é sexuada. Por causa da introdução de cabritos na ilha, a espécie quase desapareceu. Depois da retirada dos animais, hoje é possível perceber uma leve recuperação (foto), com algumas árvores adultas e prótalos colonizando o solo desnudo e aumentando, na ilha, a área dessa floresta típica.

04

(Disponível em: casopis.vesmir.cz/files/obr/id/4092/type.html)

Essas características permitem classificar Cyathea copelandii em

a) Criptógama vascular e Pteridófita.

b) Criptógama avascular e Briófita.

c) Fanerógama angiosperma e Dicotiledônea.

d) Fanerógama gimnosperma e Conífera.

e) Fanerógama angiosperma e Monocotiledônea.

05. (CEFET-MG) Sobre os órgãos vegetais e suas funções, é incorreto afirmar que determinadas(os):

a) Caules efetuam as trocas gasosas.

b) Folhas realizam reprodução assexuada.
c) Raízes desempenham o papel de fixação.

d) frutos executam o processo de fecundação.

06. (UEPG) A fisiologia vegetal aborda questões dos fatores ambientais na nutrição da planta; o sistema de transporte de seiva; como os hormônios vegetais comandam as reações da planta; a fisiologia do crescimento e Desenvolvimento, entre outros. Na fisiologia das angiospermas, assinale o que for correto.

01. Segundo a teoria da coesão-tensão, também conhecida como teoria de Dixon, a seiva bruta é puxada desde as raízes até as folhas, devido fundamentalmente à transpiração das folhas. As células das folhas, ao perderem água por evaporação, têm sua pressão osmótica aumentada e retiram água das células vizinhas, que por sua vez, terminam por retirar água das terminações dos vasos xilemáticos.

02. Quando o solo está encharcado e a umidade do ar é elevada, as células-guarda do estômato absorvem água e o ostíolo se fecha.

04. A falta do nitrogênio limita drasticamente o crescimento das plantas. Embora seja o elemento químico mais abundante da atmosfera, as plantas não conseguem utilizar diretamente o gás N2 atmosférico.

08. O CO2 necessário à fotossíntese é absorvido pela planta pelos traqueídes dos elementos de vaso.

16. O ponto de saturação luminosa da fotossíntese ocorre quando a planta está em condições precárias de temperatura e CO2.

Soma das alternativas corretas:

07. (CEFET-MG) Analise a imagem seguinte que mostra um vaso de planta submetida à iluminação difusa que tombou, sem prejudicá-la, permanecendo por alguns dias nessa posição.

07

Disponível em: <http://getting-in.com/&gt;. Acesso em 14 abr 2014.

Nessas condições, a mudança de orientação da planta, explica-se pela (o):

a) Movimento do caule em direção à fonte de luz.

b) Crescimento da porção aérea contra a gravidade.

c) Curvatura normal do caule dessa espécie de planta.

d) Tentativa de estabelecimento do equilíbrio estático pela planta.

e) Orientação paralela dos ramos dessa espécie em relação ao solo.

08. (UPF) Na reprodução dos vegetais com sementes, ocorre a denominada dupla fecundação. Isso significa que:

a) As células envolvidas na reprodução dividem-se duas vezes consecutivamente, para formarem o embrião diploide.

b) Um dos núcleos espermáticos se junta ao núcleo da oosfera e forma o embrião (2n); o outro núcleo espermático funde-se aos dois núcleos polares, resultando no endosperma (3n).

c) Cada núcleo espermático sofre duas divisões e cada uma das quatro células resultantes fecundará uma célula da oosfera.

d) O núcleo da oosfera é fecundado por dois núcleos espermáticos do pólen.

e) Um dos núcleos espermáticos, ao juntar-se ao núcleo da oosfera, forma um embrião (3n), enquanto o outro se junta a um dos núcleos polares e dá origem ao endosperma (2n).

09. (UEM) Sobre a absorção de água e de sais minerais e sobre o mecanismo de transporte da seiva bruta e elaborada nos vegetais, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. De acordo com a teoria da coesão-tensão, os processos de absorção e de condução da seiva bruta estão relacionados com a transpiração.

02. A pressão positiva da raiz é responsável pela condução da água e dos sais minerais até as folhas das árvores de grande porte.

04. A seiva elaborada é conduzida das folhas para as diversas partes da planta pelos elementos crivados, ou vasos liberianos do floema.

08. O fluxo da seiva orgânica dentro do corpo vegetal ocorre dos órgãos de alta pressão osmótica para os de baixa pressão osmótica.

16. Retirando-se um anel completo ao redor do caule de uma planta, em uma profundidade que vai até o câmbio vascular, a mesma irá morrer por falta de água para realização da fotossíntese.

Soma das alternativas corretas:

10. (UERN) No ciclo de vida das pteridófitas, os esporos liberados atingem o solo e podem desenvolver os gametângios, também conhecidos como prótalos. No mesmo individuo, os prótalos diferenciam-se em masculinos e femininos sendo, portanto, hermafrodita. A figura representa o prótalo e suas estruturas. Observe.

10

Assinale a afirmativa correta.

a) Os arquegônios (II) produzem as oosferas – gametas femininos.

b) Os arquegônios (I) produzem os anterozoides – gametas masculinos.

c) Na posição II estão os anterídios, que produzem os anterozoides – gametas masculinos.

d) Os anterídios estão na posição I, o arquegônio na posição II e os rizoides na posição III.

11. (FURG-RS) Dicotiledôneas e monocotiledôneas são duas classes de angiospermas. O que caracteriza as monocotiledôneas é:

a) Raiz fasciculada, folhas paralelinérveas, flores geralmente trímeras, fruto com um cotilédone.

b) Raiz fasciculada, folhas paralelinérveas, flores geralmente pentâmeras, sementes com dois cotilédones.

c) Raiz fasciculada, folhas peninérveas, flores geralmente tetrâmeras, fruto com um cotilédone.

d) Raiz axial, folhas peninérveas, flores somente pentâmeras, fruto com um cotilédone.

e) Raiz axial, folhas peninérveas, flores tetrâmeras e pentâmeras, sementes com dois cotilédones.

12. (UNEMAT) A professora Celice Alexandre, da UNEMAT de Tangará da Serra, publicou recentemente, em parceria com Ana Kelly Koch, um livro sobre as orquídeas de Mato Grosso. Esse exuberante grupo de monocotiledôneas é um dos mais diversificados entre os vegetais. Sobre as orquídeas, marque a alternativa correta:

a) Orquídeas são epífitas, ou seja, parasitas de outras plantas sobre as quais elas vivem.

b) Outras monocotiledôneas são as gramíneas, as palmeiras e os pinheiros.

c) A raiz das orquídeas é do tipo pivotante ou axial.

d) No ciclo de vida vegetal, as orquídeas representam a fase haploide.

e) A competição por luz é um dos fatores que explica o porquê de muitas orquídeas serem epífitas.

13. (UniEvangélica) Observe a figura a seguir.

13

Disponível em: <http://www.educador.brasilescola.com&gt;. Acesso em 04 out. 2012.

Na germinação de uma semente de dicotiledônea, podemos notar que inicialmente aparecem duas pequenas pontas, em posições opostas. Uma delas, que cresce voltada para baixo, é a primeira raiz; a outra, voltada para cima, é o caule, em cuja extremidade são visíveis as duas primeiras folhas (cotilédones) que envolvem o botão ou gema apical.

CAMPBELL, Neil et al. Biologia. 8. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 809.

Considerando o crescimento da planta, geotropismo positivo e geotropismo negativo podem ser relacionados, respectivamente:

a) Ao crescimento da raiz, que cresce voltada para baixo; e ao crescimento do caule, que cresce voltado para cima.

b) Ao crescimento do caule, que cresce voltado para cima; e ao crescimento da raiz, que cresce voltada para baixo.

c) Ao crescimento normal do caule em direção à luz; e ao crescimento anormal do caule.

d) Ao crescimento normal da raiz em direção à fonte de água no subsolo; e ao crescimento inadequado da raiz por não encontrar água no subsolo.

14. (UFJF) O milho, o arroz e o trigo figuram entre as principais espécies vegetais de interesse econômico utilizadas na alimentação humana e animal. Essas espécies vegetais apresentam, em comum, os seguintes caracteres foliares:

a) Folhas peninérveas, simples e pecioladas.

b) Folhas paralelinérveas, compostas e pecioladas.

c) Folhas peninérveas, compostas e invaginantes.

d) Folhas paralelinérveas, simples e invaginantes.

15. (UFRRJ) O ciclo reprodutivo representado a seguir é de:

15

a) Talófita.

b) Gimnosperma.

c) Pteridófita.

d) Briófita.

e) Angiosperma.

16. (PUC-RS) A floresta ombrófila mista, também conhecida como mata-de-araucária, ocorre em áreas de altitude do planalto meridional do Brasil. Como elementos característicos, encontram-se o pinheiro-brasileiro (Araucaria angustifolia), de onde se obtém o pinhão, e a samambaiaçu (Dicksonia selowiana), de onde se extraía o xaxim para a confecção de vasos para plantas. Segundo a classificação tradicional dos seres vivos, o pinheiro-brasileiro e a samambaiaçu são, respectivamente,

a) Angiosperma e Gimnosperma.

b) Angiosperma e Pteridófita.

c) Gimnosperma e Briófita.

d) Gimnosperma e Pteridófita.

e) Pteridófita e Gimnosperma.

17. (PUC-MG) A presença de diversos tipos de pelos nos vegetais lhes proporciona uma melhor adaptação ao meio ambiente. São processos relacionados com a presença de pelos vegetais, exceto:

a) Proteger contra ataques de animais.

b) Facilidade de dispersão de frutos e sementes.

c) Aumento no poder de absorção de água e sais.

d) Facilitar a perda de água em excesso, acumulada nos parênquimas.

18. (UFLA) O esquema abaixo representa um corte histológico de uma folha em vista lateral:

18

As funções das estruturas indicadas no esquema em 1, 2, 3 e 4 são:

a) 1 – Proteção; 2 – transpiração; 3 – circulação; 4 – fotossíntese.

b) 1 – Proteção; 2 – fotossíntese; 3 – circulação; 4 – trocas gasosas.

c) 1 – Trocas gasosas; 2 – proteção; 3 – fotossíntese; 4 – circulação.

d) 1 – Fotossíntese; 2 – proteção; 3 – trocas gasosas; 4 – transpiração.

19. (URCA) A principal estrutura de dispersão de propágulos entre os vegetais é o fruto. Sobre essa estrutura das angiospermas é incorreto:

a) Tem origem a partir do ovário da flor.

b) A semente está envolvida pelo endocarpo, geralmente.

c) A azeitona é um exemplo de drupa.

d) O abacate é um exemplo de baga.

e) A castanha é o fruto do cajueiro.

20. (UNIOESTE) É muito frequente desenvolverem-se algumas partes da flor que se tornam carnosas, em substituição ao ovário, e são denominadas pseudofrutos. Neste caso, o ovário com as sementes, embora reduzido, vai originar o verdadeiro fruto, que, em geral, não é comestível. Assinale a alternativa que possui apenas exemplos de pseudofrutos múltiplos.

a) Caju (Anarcadium ), maçã (Malus spp.), morango (Fragaria spp.).

b) Morango (Fragaria ), amora (Rubus spp.), figo (Ficus spp.).

c) Figo (Ficus ), abacaxi (Ananas spp.), caju (Anarcadium spp.).

d) Amora (Rubus ), figo (Ficus spp.), abacaxi (Ananas spp.).

e) Amora (Rubus ), maçã (Malus spp.), morango (Fragaria spp.).

gab

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: