Publicado por: Djalma Santos | 13 de outubro de 2015

TESTES DE CITOLOGIA (3)

01. (IFSC) Durante uma aula de laboratório foram colocadas em frente a um aluno três fotografias de células. As fotografias foram obtidas por microscópio eletrônico de transmissão e havia uma lista de algumas estruturas identificadas para cada célula:

Célula 1: parede celular, mitocôndrias, plasmodesmas e vacúolo de suco celular ou central.

Célula 2: mesossoma, plasmídeo, parede celular e ribossomos.

Célula 3: glicocálix, mitocôndrias, ribossomos e lisossomos.

Considerando seus conhecimentos sobre biologia celular, assinale a soma da(s) proposição(ões) correta(s).

01. O plasmídeo corresponde a uma molécula circular de DNA existente em células procariontes, sendo assim o organismo representado pela célula 2 pertence a um organismo do reino Monera, que inclui, as bactérias e cianobactérias.

02. A presença de parede celular nas células 1 e 2 indica que as duas células pertencem a organismos vegetais.

04. Se considerarmos que o organismo representado pela célula 3 é multicelular e não apresenta parede celular, poderemos afirmar que se trata de um animal.

08. Todas as três células possuem ácidos nucleicos e sintetizam proteínas através dos processos de transcrição e tradução.

16. Se considerarmos que as mitocôndrias não existem na célula 2, poderemos então afirmar que esse organismo é fotossintetizante.

Soma das alternativas corretas:

02. (IFMG) Observando as células da epiderme humana, uma bactéria e a célula da epiderme da raiz de uma goiabeira, pode-se afirmar que todas possuem:

a) Membrana plasmática e mitocôndrias, porém só a bactéria possui parede celular.

b) Membrana plasmática e mitocôndrias, porém só a célula da epiderme da raiz de uma goiabeira possui parede celular.

c) DNA, membrana plasmática e ribossomos, porém só a célula da epiderme da raiz de uma goiabeira possui parede celular.

d) DNA, membrana plasmática e ribossomos, porém só a célula da epiderme humana não possui parede celular.

03. (PUC-CAMPINAS) Um estudante, ao comparar o Lêvedo de cerveja com algas verdes unicelulares, apresentou as seguintes conclusões:

I. Ambos são organismos autótrofos.

II. As células de ambos possuem núcleo com carioteca.

III. Em ambos ocorre o processo da glicólise.

IV. As células de ambos são circundadas por parede celular com a mesma constituição química.

O estudante acertou apenas nas conclusões:

a) I e II.

b) I e III.

c) I e IV.

d) II e III.

e) III e IV.

04. (UNEB) Bastante consumida no Brasil, a linguiça frescal está no barzinho da esquina e na mesa dos brasileiros. Mas a qualidade do produto varia de região para região, devido aos diferentes métodos de processamento empregados, principalmente se for preparado de modo artesanal, linguiça caseira. Nesta, os sais de cura, compostos adicionados a carnes com finalidade bactericida e também para dar-lhes cor e sabor atraentes, não conseguem controlar, mesmo sob refrigeração, a bactéria patogênica Staphylococcus aureus, comum em contaminações nesse tipo de alimento. Os níveis de sal de cura usados em linguiças, como o nitrito e o nitrato de sódio, são insuficientes para combater S. aureus. Mas, como ainda não se tem espécies químicas com ação bactericida igual ou superior à do nitrito, nesse tipo de produto para combater essa e outras bactérias, como a Salmonella, a espécie química ainda é empregada. A higiene passa a ser então, segundo o pesquisador, um item essencial para evitar que a linguiça caseira seja contaminada durante o processo de produção.

A ‘cura de carnes’ é um procedimento cujo fim é conservar a carne por um tempo maior a partir da adição de sais, açúcar, condimentos e compostos que fixam a cor, conferem aroma agradável e evitam contaminação. Entre esses, estão os nitratos e nitritos, que dão cor avermelhada ao alimento e funcionam como agente bacteriostático.

(PERIGO oculto, 2009, p. 60-61).

A respeito da organização celular característica dos organismos citados no texto, é correto afirmar:

01. Apresentam envoltório interno delimitando o material genético em um núcleo diferenciado.

02. Realizam síntese proteica exclusivamente em polissomos livres espalhados no citoplasma celular.

03. São seres anaeróbios obrigatórios devido à ausência de organelas do tipo mitocôndrias em seu ambiente citossólico celular.

04. Possuem maior virulência por causa da sua resistência a baixas temperaturas devido à presença de intensa área com retículos endoplasmáticos.

05. Os sais de cura são eficientes no controle bacteriano por interferir na síntese de esteroides nas cisternas do complexo golgiense bacteriano.

Soma das alternativas corretas:

05. Analise o esquema a seguir, o qual mostra o mecanismo de ação de algumas droga antimitóticas que inibem na progressão a partir dos pontos indicados.

05

Assinale a afirmativa incorreta.

a) A puromicina não tem qualquer efeito sobre o crescimento ou multiplicação celular.

b) A mitomicina não permite a ocorrência da fase 5 do ciclo celular.

c) Pelo menos duas das drogas interferem diretamente na síntese proteica.

d) Nem todos os tipos de nucleotídeos sofrem ação da droga arabinosilcitosídeo.

06. O caráter procariótico do sistema genético das mitocôndrias, bem como dos cloroplastos, sugere que essas organelas Originaram-se de bactérias endocitadas há mais de um bilhão de anos. De fato, evidencia-se uma grande semelhança entre o funcionamento e constituição dessas organelas e bactérias. São evidências da hipótese endossimbiôntica descrita acima, exceto:

a) Síntese proteica por ribossomos próprios das organelas.

b) Mitocôndrias e cloroplastos apresentam DNA e RNA.

c) Presença de duas membranas lipoproteicas nas organelas.

d) Sobrevivência autônoma das organelas isoladas da célula.

07. Os protozoários são organismos que em sua maioria habitam o ambiente aquático, entretanto, não apresentam parede celular. Eles apresentam como mecanismo para eliminar o excesso de água absorvido, em ambiente dulcícola, uma estrutura que permite a osmorregulação. Essa estrutura é conhecida como:

a) Vacúolos contráteis.

b) Pseudópodes

c) Membrana Plasmática

d) Flagelos

e) Cílios

08. (UFSC)

08

Fonte: AMABIS, JM e MARTHO, G. Biologia das Células. 1a ed.

São Paulo: Moderna, 2004, p. 130-132.

Em relação aos desenhos acima, é correto afirmar que:

01. O desenho A representa uma célula animal, o desenho B representa uma célula vegetal e o desenho C representa uma bactéria.

02. A seta 1 indica o local de produção de ATP; a seta 2 indica a organela responsável pela produção de enzimas digestivas e a seta 3 indica elementos responsáveis pela síntese de polipeptídeos.

04. A seta 4 indica o local de produção de proteínas, que poderão ser transportadas para o local indicado pela seta 5, estrutura responsável por liberar as proteínas no meio extracelular.

08. Apesar de sua diversidade, todas as células apresentam membrana plasmática, citoplasma, núcleo e carioteca.

16. Os ribossomos são elementos complexos que aparecem somente nas células eucariotas.

32. A membrana plasmática da célula animal é frágil e flexível, ao passo que a membrana plasmática da célula vegetal é espessa e rígida, devido à celulose.

64. A clorofila é um pigmento apresentado apenas por células vegetais.

Soma das alternativas corretas:

09. (UFTM) Os eritroblastos são células que apresentam núcleo e várias organelas membranosas. Durante a diferenciação celular, formam-se os eritrócitos (hemácias), que são anucleados e não possuem organelas. Ao longo desse processo, o núcleo é:

a) Eliminado por endocitose e os lisossomos realizam a heterofagia das organelas celulares, eliminando-as da célula.

b) Eliminado por clasmocitose e os peroxissomos realizam a autofagia, autodestruindo as organelas celulares.

c) Eliminado por exocitose e os lisossomos realizam a autofagia, processo que leva à destruição das organelas.

d) Destruído no interior da célula, juntamente com várias organelas, pelas enzimas contidas nos lisossomos.

e) Destruído no interior da célula pelas enzimas dos peroxissomos e as organelas são destruídas pelas enzimas lisossômicas.

10. O uso indiscriminado e incorreto de antibióticos para combater infecções tem contribuído para o “desenvolvimento” de genes mais resistentes a esses medicamentos. Esses genes ficam localizados:

a) No microplasma.

b) Nas enzimas de restrição.

c) Nos plasmídeos.

d) Nos pili.

e) No glicolipídeo.

11. (MACK) O esquema abaixo representa uma das teorias para a evolução celular. A esse respeito são feitas as seguintes afirmações:

11

I. O organismo 1 é semelhante às bactérias atuais.

II. A formação de dobras na membrana levou ao surgimento de estruturas como o retículo endoplasmático, o complexo de Golgi e a carioteca.

III. Uma das principais vantagens da ocorrência da formação das dobras na membrana é o aumento de superfície de contato entre o citoplasma e o meio.

Assinale:

a) Se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.

b) Se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

c) Se todas as afirmativas estiverem corretas.

d) Se somente a afirmativa III estiver correta.

e) Se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

12. (UEL) Na década de 1950, a pesquisa biológica começou a empregar os microscópios eletrônicos, que possibilitaram o estudo detalhado da estrutura interna das células. Observe, na figura a seguir, a ilustração de uma célula vegetal e algumas imagens em micrografia eletrônica.

12

(Adaptado de: SADAVA, D. et all. Vida: A ciência da biologia. V. 1. 8 ed. Porto Alegre: Artmed. 2009. p. 77.)

Quanto às estruturas anteriormente relacionadas, é correto afirmar:

a) A imagem 1 é de uma organela onde as substâncias obtidas do ambiente externo são processadas, fornecendo energia para o metabolismo celular.

b) A imagem 2 é de uma organela na qual a energia da luz é convertida na energia química presente em ligações entre átomos, produzindo açúcares.

c) A imagem 3 é de uma organela que concentra, empacota e seleciona as proteínas antes de enviá-las para suas destinações celulares ou extracelulares.

d) A imagem 4 é de uma organela na qual a energia química potencial de moléculas combustíveis é convertida em uma forma de energia passível de uso pela célula.

e) A imagem 5 é de uma organela que produz diversos tipos de enzimas capazes de digerir grande variedade de substâncias orgânicas.

13. (UNESP) A figura apresenta os esquemas de duas células.

13

Porém, o ilustrador cometeu um engano ao identificar as estruturas celulares. É correto afirmar que:

a) II é uma célula vegetal e o engano está na identificação do complexo golgiense nesta célula, uma vez que este ocorre em células animais, mas não em células vegetais.

b) II é uma célula animal e o engano está na identificação do vacúolo em ambas as células, além de este ser característico de células vegetais, mas não de células animais.

c) II é uma célula animal e o engano está na identificação dos centríolos nesta célula, uma vez que estes são característicos de células vegetais, mas não de células animais.

d) I é uma célula animal e o engano está na identificação das mitocôndrias em ambas as células, além de estas ocorrerem em células animais, mas não em células vegetais.

e) I é uma célula vegetal e o engano está na identificação da membrana plasmática nesta célula, uma vez que esta ocorre em células animais, mas não em células vegetais.

14. (UNIFOR) Considere as seguintes afirmações sobre essa figura:

14

I. Representa uma célula bacteriana devido à presença de parede celular e plasmodesmos.

II. Mostra uma célula animal uma vez que possui complexo de Golgi, retículo endoplasmático e mitocôndrias.

III. Esquematiza uma célula vegetal já que apresenta parede celular, plasmodesmos, cloroplastos e vacúolos.

É compatível com a figura o que se afirma somente em:

a) I.

b) II.

c) III.

d) I e II.

e) I e III.

15. (PUC-RS) Em um experimento com ratos de laboratório, um biólogo constatou que o aumento de substâncias tóxicas na circulação induzia os hepatócitos a intensificarem a fabricação, empacotamento e exocitose de enzimas desintoxicantes a fim de neutralizar a toxicidade no organismo. Tal constatação se deveu a uma observação citológica dos referidos hepatócitos, nos quais foi possível detectar:

a) O aumento da área do retículo endoplasmático.

b) O aumento na divisão mitocondrial.

c) A diminuição do número de organelas.

d) A diminuição da quantidade de ribossomos.

e) A duplicação do nucléolo.

16. (UFU) No metabolismo célula, as mitocôndrias convertem glicose e oxigênio em energia. Como subproduto dessa reação, formam-se radicais de oxigênio (superóxido) que são convertidos, pela enzima superóxido dismutase (SOD), em peróxidos de hidrogênio. Considerando o processo metabólico acima apresentado, analise as afirmativas abaixo.

I. Os radicais de oxigênio são altamente reativos, podendo danificar o DNA dos cromossomos, o DNA mitocondrial e a membrana celular. Assim sendo, a SOD transforma esses radicais em peróxidos de hidrogênio, que é inócuo à célula.

II. O peróxido de hidrogênio é tóxico e mutagênico. Assim sendo, com ajuda da catalase, deve ser convertido em oxigênio molecular e água, que são substâncias inócuas para o meio celular.

III. Peroxissomos são vesículas celulares que contem enzimas que modificam substâncias tóxicas, tornando-se inofensivas para a célula.

Marque a alternativa correta.

a) I e II são corretas.

b) II e II são corretas.

c) I e III são corretas.

d) Apenas I é correta.

17. (COVEST) Na tabela abaixo, é mostrada a distribuição de algumas estruturas celulares em três tipos de células. Considerando essa distribuição, assinale a alternativa correta.

17

18. (UPE)  Leia o texto a seguir:

Várias são as formas de observação cromossômica óptica em gafanhotos, organismos modelo para o estudo de divisão celular, as quais incluem técnicas clássicas e diferenciais. A técnica clássica de esmagamento de folículos associada à coloração convencional permite visualizar a cromatina do núcleo interfásico, bem como o número e a morfologia cromossômica em fases da mitose e/ou meiose. As técnicas diferenciais podem ou não usar ferramentas moleculares e mostram detalhes da organização cromossômica. Uma técnica muito simples, conhecida como impregnação por nitrato de prata, permite visualizar os produtos remanescentes dos nucléolos ativos da interfase anterior.

Sobre a organela mencionada no texto, é correto afirmar que:

a) A aglomeração dinâmica de partículas ribossômicas em formação origina os nucléolos, que são massas densas delimitadas por membranas, ocorrendo sempre aos pares, e visualizadas por microscopia óptica ou eletrônica.

b) Ao ocorrer a espiralação cromossômica, os nucléolos desaparecem rapidamente e voltam a reaparecer no fim da divisão nuclear, portanto a melhor fase da meiose para se observarem nucléolos através da coloração convencional é a anáfase I.

c) Nucléolos são gerados nas regiões teloméricas de alguns cromossomos e podem ser evidenciados de forma direta por meio de coloração convencional, pois as ribonucleoproteínas produzidas não saem do núcleo.

d) Genes para ácido ribonucleico ribossômico (RNAr) são intensamente transcritos nas regiões organizadoras de nucléolos dos cromossomos, e seus produtos podem ser visualizados pelo nitrato de prata.

e) Nucléolos são regiões de intensa produção de ácido ribonucleico transportador (RNAt), principal componente dos ribossomos. Ao término da síntese, esse RNA associa‐se a proteínas originando as ribonucleoproteínas, visualizadas pelo nitrato de prata.

19. (COVEST) Células procariontes e eucariontes possuem tanto aspectos em comum quanto aspectos que as diferenciam. A figura abaixo representa esses tipos celulares indicando alguns de seus componentes. Em relação às características dessas células e aos aspectos indicados na figura, podemos afirmar o que segue.

19

I   II

0  0 – Tanto procariontes quanto eucariontes possuem o mecanismo replicativo/hereditário na forma de ácidos nucleicos.

1  1 – Células procariontes não possuem os ribossomos, que são necessários à produção de proteínas nas células eucariontes.

2  2  – Por possuírem parede celular, as células A e C são certamente procariontes.

3  3 – A célula A não possui material nuclear e, portanto, também não possui os genes, sendo assim uma célula procarionte.

4  4 – A célula A é procarionte, e as células B e C são eucariontes.

20. (FATEC) Considere as características das células A, B, C e D que estão representadas na tabela abaixo, relacionadas à presença (+) ou ausência (–) de alguns componentes.

20

São exemplos de organismos que possuem células do tipo A, B, C e D, respectivamente,

a) Paramécio, pinheiro, cogumelo e cobra.

b) Cianobactéria, fungo, ameba e minhoca.

c) Paramécio, musgo, bolor de pão e gato.

d) Cianobactéria, samambaia, champignon e paramécio.

e) Bactéria, líquen, bolor do mamão e mosquito.

gab

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: