Publicado por: Djalma Santos | 2 de dezembro de 2015

TESTES DE EMBRIOLOGIA (1)

01. (UNIMONTES) Analise o quadro abaixo.

01

As associações estão corretamente apresentadas na(s) situação(ões):

a) II e III, apenas.

b) I e II, apenas.

c) I, apenas.

d) I e IV, apenas.

02. (UEPG) Com relação às características gerais e funções dos anexos embrionários em craniata, assinale o que for correto.

01. A vesícula vitelina, ou vitelínica, é uma bolsa que abriga o vitelo e que participa do processo de nutrição do embrião. Ela se liga ao intestino e é bem desenvolvida em peixes, répteis, aves e mamíferos ovíparos.

02. Nos anfíbios, embora os ovos sejam ricos em vitelo, falta a vesícula vitelina típica. Nesses animais, o vitelo encontra-se dentro de células grandes (macrômeros) não envoltas por membrana vitelina própria.

04. O cório ou serosa é uma membrana que envolve o embrião e todas as demais membranas extraembrionárias. Nos ovos dos répteis e nos de aves, por exemplo, essa membrana fica sob a casca. Nesses animais, o cório junto com a alantoide participam dos processos de trocas gasosas entre o embrião e o meio externo.

08. O surgimento do chamado ovo amniótico foi um dos fatores importantes no sucesso da conquista do ambiente terrestre pelos vertebrados.

16. O isolamento do embrião no interior do ovo com casca veio associado ao surgimento da membrana extraembrionária âmnio, que delimita uma cavidade cheia de líquido, a cavidade amniótica, no interior do qual o embrião se desenvolve. Essa nova estrutura protege o embrião contra a dessecação e os choques mecânicos e persiste em todos os amniotas, com ou sem casca, em seus ovos.

Soma das alternativas corretas:

03. (IFG) A respeito dos anexos embrionários e dos processos de desenvolvimento embrionário, assinale a proposição correta.

a) A vesícula vitelínica é uma bolsa que abriga grande quantidade de vitelo, sendo a principal responsável pelo processo de nutrição em animais vivíparos, durante seu desenvolvimento.

b) A placenta é uma estrutura exclusiva dos mamíferos monotremados que possibilita a troca de substâncias entre o organismo materno e o fetal. Exerce também um importante papel na produção de hormônios durante a gestação.

c) O âmnio é uma membrana que delimita a cavidade amniótica, preenchida pelo líquido amniótico, onde o embrião se encontra submerso. Sua principal função é proteger o embrião contra choques mecânicos e contra a dessecação.

d) Após a fecundação, o zigoto gerado passa por sucessivas divisões celulares meióticas, originando inicialmente a blástula, constituída por um maciço de células.

e) Os gêmeos bivitelinos, também chamados de gêmeos dizigóticos ou fraternos, são formados a partir de um único óvulo fecundado por dois espermatozoides.

04. (FACTO) O corpo humano é constituído por diferentes tecidos que formam as estruturas de sustentação e revestimento, além de outras funções diversas. Nas alternativas que se seguem, marque aquela que corresponde à camada germinativa embrionária produzida durante a clivagem que seria responsável pela formação do esqueleto e do sistema muscular do corpo humano.

a) Epiderme.

b) Ectoderme.

c) Endoderme.

d) Mesoderme.

e) Hipoderme.

05. (UNEAL) No processo de desenvolvimento embriológico humano, após a fecundação, o zigoto passa por diversas transformações. Relacione os componentes desse processo com sua definição e assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

1. Mórula

2. Gonadotrofina coriônica

3. Nidação

4. Blastocele

(   ) Hormônio produzido pelo cório.

(   ) Cavidade interna do blastocisto.

(   ) Massa compacta de células originada a partir de sucessivas clivagens do zigoto.

(   ) Implantação do blastocisto da mucosa uterina.

a) 2 – 3 – 1 – 4.

b) 4 – 2 – 3 – 1.

c) 3 – 4 – 1 – 2.

d) 2 – 4 – 1 – 3.

e) 1 – 3 – 2 – 4.

06. (UNIFOR) Imagine que você é um cientista! Ao chegar em um laboratório de embriologia, verificou que havia um material a ser identificado no microscópio. O material tratava-se de um zigoto (ou ovo) e, com o passar dos dias, você foi observando as seguintes características:

– Pouco vitelo distribuído uniformemente nos polos vegetativo e animal

– Clivagens do tipo holoblásticas iguais

De acordo com tais características, conclui-se que o ovo pode ser classificado como:

a) Centrolécito.

b) Telolécito.

c) Mesolécito.

e) Megalécito.

e) Oligolécito.

07. (UFJF) Após a segmentação do zigoto, inicia-se a gastrulação, onde ocorre a formação dos folhetos germinativos ou embrionários, do arquêntero e do blastóporo. Uma gestante, cujo embrião encontrava-se nessa fase, sofreu irradiação com raios X, mas somente as células do ectoderma foram atingidas por tal irradiação. Quais tecidos ou órgãos poderiam sofrer alterações?

a) Fígado e cérebro.

b) Cérebro e rins.

c) Tubo neural e epiderme.

d) Baço e músculos lisos.

e) Medula espinhal e pulmão.

08. (UNEP) A partir das informações apresentadas a seguir, responda esta questão.

O ácido fólico ou vitamina B9 é requerida em quantidades 5 a 10 vezes maiores em mulheres grávidas do que em não grávidas. É fundamental para a síntese de purinas e pirimidinas, representando um composto especialmente importante para as células com maior poder de divisão, tais como as do tubo neural e da crista neural do embrião em formação. Deficiências na disponibilidade de ácido fólico para o embrião, consequentemente, levam a sérios problemas de má formação fetais, principalmente relacionados ao sistema nervoso, tais como a anencefalia e espinha bífida (meningomielocele). Para evitar a ocorrência de tais problemas, recomenda-se, de forma geral, que as mulheres grávidas realizem suplementação de ácido fólico durante o primeiro trimestre de gestão.

As más formações mencionadas no texto decorrem de problemas no desenvolvimento embrionário:

a) Da mesoderme.

b) Da endoderme.

c) Do celoma.

d) Da ectoderme.

e) Dos anexos embrionários.

09. (CEFET-MG) Em 2013, um bebê nasceu na Grécia a partir de um parto do tipo cesárea, ainda envolvido em uma espécie de membrana translúcida. O médico que realizou o parto divulgou a seguinte foto desse evento raro.

09

Disponível em: <http://www.portalanisiense.com.br&gt;.

Acesso em 21 abr. 2015.(Adaptado).

Para o feto, a função desse anexo embrionário é:

a) Proteger contra choques mecânicos.

b) Favorecer a expulsão durante o parto.

c) Garantir o suprimento de oxigênio.

d) Fornecer substâncias nutritivas.

e) Retirar impurezas produzidas.

10. (IFSul) Sobre as características dos anexos embrionários, afirmam-se:

I. O saco vitelino é uma bolsa que abriga o vitelo e que participa do processo de nutrição do embrião, sendo bem desenvolvida em peixes, répteis e aves, e reduzida nos mamíferos.

II. O âmnio é uma membrana que envolve o embrião e todos os demais anexos embrionários, sendo o anexo mais externo ao corpo do embrião, além disso, participa, juntamente com o alantoide, dos processos de trocas gasosas entre o embrião e o meio externo.

III. A placenta é um anexo embrionário que permite que o filhote receba nutrientes e oxigênio da mãe e passe para ela excretas nitrogenadas e gás carbônico, estando presente em todos os mamíferos, certos grupos de peixes e de répteis.

IV. O alantoide é um anexo embrionário que deriva da porção posterior do intestino do embrião, tendo como função, nos répteis e nas aves, armazenar excretas nitrogenadas e participar de trocas gasosas.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II, III e IV.

d) II e III.

11. (IFSC) Anexos embrionários são estruturas que derivam dos folhetos germinativos do embrião, mas que não fazem parte do corpo desse embrião. Os anexos embrionários são: vesícula vitelina (saco vitelínico), cordão umbilical, âmnio (ou bolsa amniótica), cório e alantoide. Com base na figura abaixo e com relação à placenta e aos anexos embrionários, assinale no cartão-resposta a soma da(s) proposição(ões) correta(s).

11

FONTE: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/embriologia/reproducao14.php.

Acesso: 14 jul. 2014

01. O cordão umbilical é um anexo embrionário exclusivo de mamíferos.

02. A placenta é um órgão constituído tanto de tecidos materno quanto fetais (cordão umbilical) que possuem a função de transportar nutrientes e oxigênio da circulação da mãe para o feto. O sangue da mãe se mistura com o do feto, uma vez que os vasos sanguíneos de ambos são contínuos.

04. O âmnio é uma membrana que envolve completamente o embrião, delimitando uma cavidade denominada cavidade amniótica. Essa cavidade contém o líquido amniótico, cujas funções são proteger o embrião contra choques mecânicos e dessecação.

08. O alantoide é uma bolsa contendo substâncias de reserva energética (vitelo), responsável pela nutrição do embrião. Nos mamíferos placentários, o alantoide possui pequenas dimensões, sendo a nutrição desempenhada pela placenta.

16. O cório é o anexo embrionário mais externo, presente em répteis, aves e mamíferos.

Soma das alternativas corretas:

12. (UFSC) Baseado nos esquemas abaixo, que correspondem a diferentes fases do desenvolvimento embrionário de um animal, assinale a proposição verdadeiras.

12

a) A ordem correta em que as fases ocorrem durante o processo de desenvolvimento é c – b – d – a.

b) Em a, já podemos observar a uma estrutura diblástica.

c) A fase representada em d denomina-se gástrula.

d) Em c, temos representadas quatro células denominadas micrômeros.

e) Os esquemas apresentados referem-se ao desenvolvimento embrionário de um cordado.

13. (PUC-GO) Use o texto a seguir para responder esta questão

Pronto. Assim devia terminar uma aula: com um golpe seco, incisivo, para que não se diluísse e sim germinasse, posteriormente, nos espíritos. Uma aula cujo tema ele anotaria no diário de classe como “Do ovo a Deus”, para desgosto do chefe do departamento. Olhou para o relógio e viu que ainda faltavam trinta minutos para o término regulamentar da aula de uma hora e meia. Lembrou-se, porém, das palavras de Ezra Pound. “O professor ou conferencista é um perigo. O conferencista é um homem que tem de falar durante uma hora. É possível que a França tenha adquirido a liderança intelectual da Europa a partir do momento em que a duração de uma aula foi reduzida para quarenta minutos.”

Diante disso, só lhe restava recolher o ovo, as trevas, e despedir-se altivamente. Estava de bom humor, com a sensação de um duro dever cumprido, e sua ressaca havia passado. Mas começou a ouvir algo assim como um murmúrio ritmado e grave, a princípio de forma tímida e que depois foi crescendo, permitindo-lhe que o identificasse como sendo a palavra ovo invocada cadenciadamente por trinta bocas. Viu também quando o chefe do departamento que julgava incluir-se entre as suas obrigações a de bedel, passou pelo corredor e olhou estupefacto para dentro da sala. Mas não tinha importância, pois aquela resposta da classe era como que uma verificação prática do seu método experimental. E o resultado do teste lhe parecia satisfatório, eis que, neste momento preciso em que a sua mente também se impregnava daquele mantra, foi tomado pela Grande Revelação, que, como no caso da travessia das trevas pela luz, se não era uma certeza palpável, ao menos se constituía numa hipótese de tal grandiosidade que poderia fazer de uma reles aula uma obra de arte.

A princípio foi assaltado pela tentação de escondê-la, egoisticamente, daqueles espíritos ainda verdes, que talvez a degradassem com gracejos. E poderia guardá-la para algum ensaio mantido rigorosamente em segredo até sua publicação. Mas algo assim como probidade intelectual, misturada à ansiedade diante de sua descoberta, levou-o a expô-la aos alunos, lembrando-se ainda de que o mais eminente de todos os linguistas, Ferdinand de Saussure, jamais escrevera um livro. E que seus ensinamentos se perenizaram através das anotações dos discípulos.

[…]

(SANT’ANNA, Sérgio. Breve história do espírito. 2. reimpr. São Paulo: Companhia das Letras, 1991, p. 78-79. Adaptado.)

O Texto faz referência a uma aula intitulada “Do ovo a Deus”. Sob o ponto de vista biológico, o ovo provém de uma fecundação e é elemento indispensável à perpetuação das espécies.

Analise as alternativas abaixo:

I. Denominamos cariogamia a fusão do pronúcleo masculino com o pronúcleo feminino, ambos haploides, originando assim uma célula diploide denominada zigoto ou ovo.

II. Os ovos denominados telolécitos são aqueles que apresentam pouca quantidade de vitelo distribuída de forma homogênea por todo seu citoplasma.

III. Durante as fases do desenvolvimento embrionário nos seres humanos, a mórula aparece após sucessivas divisões meióticas, originando assim uma cavidade central repleta de líquido, denominada blastocele.

IV. O valor nutritivo do ovo de galinha não se altera com o cozimento, porque suas proteínas, quando expostas ao calor, em vez de se dispersarem, se coagulam. A casca do ovo é basicamente formada por carbonato de cálcio e sua coloração, que varia de branco a marrom escuro, se dá por fatores genéticos.

Considere os itens apresentados e marque a alternativa em que todos estão corretos:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II e III.

d) II e IV.

14. (UEPG) O desenvolvimento embrionário tem início com a primeira divisão mitótica do zigoto e pode ser dividido em três etapas principais: segmentação, gastrulação e organogênese. Com relação a essas etapas do desenvolvimento embrionário, assinale o que for correto.

01. Na fase de segmentação ou clivagem, as células resultantes da divisão do zigoto são chamadas blastômeros. Nessa fase, as divisões celulares são rápidas e logo o embrião é um aglomerado compacto de dezenas de células, denominada mórula.

02. A gastrulação é o processo em quem as células embrionárias sofrem um profundo rearranjo, originando uma estrutura totalmente remodelada, a gástrula, em que o plano corporal do futuro animal é definido.

04. Durante a gastrulação, a migração de células para dentro do embrião faz com que a blastocele desapareça, enquanto uma nova cavidade cheia de líquido é formada, o arquêntero ou gastrocele.

08. Entre os animais do grupo craniata, durante a gástrula, os blastômeros se diferenciam em três conjuntos de células, denominados ectoderma, mesoderma e endoderma.

16. O mesoderma, localizado ao longo do dorso do embrião, dos lados do tubo nervoso e da notocorda em formação chama-se epímero ou mesoderma dorsal e divide-se em blocos transversais, denominados somitos.

Soma das alternativas corretas:

15. (UNIMONTES) As células dos folhetos embrionários sofrem um processo de diferenciação, de acordo com as suas funções no organismo adulto. O esquema a seguir mostra etapas desse desenvolvimento. Analise-o.

15

Considerando o esquema apresentado, o assunto abordado e que o tubo neural se origina a partir de II, analise as alternativas abaixo e assinale a que corresponde a uma estrutura de um organismo adulto representada por V.

a) Cristalino dos olhos.

b) Tecido muscular.

c) Revestimento interno da bexiga.

d) Vertebras.

16. (UEA) A figura ilustra a fase de nêurula de um cordado vertebrado.

16

(http://biologiaprofmorais.

blogspot.com.br. Adaptado.)

A fase embrionária ilustrada na figura apresenta

a) Tubo neural dorsal que, no animal desenvolvido, formará o encéfalo e a medula espinhal.

b) Quatro tecidos embrionários que, no animal desenvolvido, formarão o esqueleto ósseo.

c) Pseudoceloma que, no animal desenvolvido, formará a cavidade abdominal.

d) Notocorda que, no animal desenvolvido, formará a coluna vertebral.

e) Arquêntero que, no animal desenvolvido, formará a cavidade gastrovascular.

17. (UERN) Os óvulos podem ser classificados de acordo com a quantidade e a localização do vitelo em seu interior. Eles podem possuir muito ou pouco vitelo e se concentrar de modo uniforme ou região especifica. De acordo com a ocorrência dos tipos de ovos nos principais grupos animais, assinale a relação incorreta.

a) Centrolécito – aves.

b) Telolécito – répteis.

c) Oligolécito – mamífero.

d) Heterolécito – anelídeos.

18. (MACK)

18

O desenho acima mostra um ovo terrestre de um réptil. As setas I, II, III e IV correspondem, respectivamente, aos seguintes anexos embrionários:

a) Alantoide, cório, saco vitelínico e âmnio.

b) Alantoide, âmnio, saco vitelínico e cório.

c) Cório, alantoide, âmnio e saco vitelínico.

d) Saco vitelínico, alantoide, cório e âmnio.

e) Âmnio, alantoide, cório e saco vitelínico.

19. (UNEAL) A figura abaixo é uma reprodução do desenho de Leonardo da Vinci, feito no século XV, mostrando um feto dentro de um útero cortado e aberto. É possível que seu desenho também teve a intenção de representar os anexos embrionários que se atrofiam ou são expelidos por ocasião do nascimento.

19

Sobre os anexos embrionários nos grupos animais, analise as afirmativas e marque com V as verdadeiras e com F, as falsas.

(   ) O saco vitelínico é uma membrana que envolve o embrião de aves e mamíferos.

(   ) Nos mamíferos, o córion contribui para a fixação do embrião na parede uterina.

(   ) A placenta e o cordão umbilical são anexos embrionários exclusivos dos mamíferos.

(   ) O âmnio armazena substâncias nutritivas para o embrião de peixes, répteis, aves e mamíferos.

A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a:

a) F F V F.

b) F V V F.

c) F V F V.

d) V F V F.

e) V V F V.

20. (UniEvangélica) Analise a figura a seguir.

20

Disponível em: <http://www.bioafgj.wordpress.com/biologia/embriologia.

htm>. Acesso em: 26 set. 2013.

A figura ilustra:

a) A neurulação, quando se acentuam ainda mais o crescimento e diferenciação celular, com a formação do mesoderma e de outras estruturas.

b) O processo de segmentação ou clivagem, que é a série de divisões mitóticas a partir do zigoto, resultando na formação da mórula.

c) A implantação ou nidação, que é a fixação à parede do útero, dando início ao desenvolvimento intrauterino do embrião.

d) A gastrulação, que se caracteriza por acentuado crescimento e diferenciação das células em tecidos ou folhetos embrionários, resultando na gástrula.

gab

 

 

Anúncios

Responses

  1. Na questão 14, a afirmação 08 diz que na Gastrula há a formação dos tres folhetos germinativos, sendo correta no gabarito, mas não seriam de apenas dois (ectoderme e mesentoderme)? A mesentoderme vindo a se diferenciar em mesoderma e endoderme na Organogênese.

    • Carolyny
      Ver os textos abaixo:
      I. “Na gastrulação ocorre também a diferenciação dos folhetos germinativos ou embrionários, que na organogênese darão origem aos tecidos e órgãos. Em certos animais, como os cnidários (por exemplo: medusas e anêmonas-do-mar), apenas dois folhetos embrionários são formados na gástrula: o ectoderma, que reveste externamente a gástrula, e o endoderma, que reveste o arquênteron. Por terem apenas dois folhetos embrionários, esses animais são chamados diblásticos. Entretanto, na maioria dos animais diferencia-se outro folheto embrionário na gastrulação: o mesoderma. Por serem formados a partir de três folhetos embrionários (ecto, meso e endoderma), esses animais são chamados triblásticos. É o caso de platelmintes, nemátodas, moluscos, anelídeos, artrópodes, equinodermos e cordados.”
      (Sõnia Lopes, vol.1, p.323).
      II. “O plano de organização corporal dos animais esboça-se no estágio de gástrula. Na maioria das espécies, os blastômeros se diferenciam em três conjuntos de célula, denominados ectoderma, mesoderma e endoderma. Esses conjuntos celulares são também chamados de folhetos germinativos, por serem lâminas celulares e por geraram todos os tecidos do corpo. …………… Os animais cujos embriões apresentam apenas dois folhetos germinativos (ectoderma e endoderma) são os cnidários (águas-vivas, anêmonas e corais) por isso, eles são chamados de diblásticos. Os embriões de todos os outros animais, exceto as esponjas, apresentam três folhetos germinativos, sendo por isso denominados triblásticos.”
      (Amabis e Martho, vol.1, p.388 e 389).
      Djalma Santos

  2. Djalma, você pode explicar a 15, por favor?

    • Veja, a seguir, a resolução da questão que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: A (“Cristalino dos olhos.”).
      – O aparelho ocular é composto por tecidos originados do ectoderma neural e superficial; do mesoderma e do mesênquima (originado da crista neural). O CRISTALINO ou lente se forma da ectoderme epidermal (superficial).
      – Lembramos que invaginações do ectoderma formam a crista, o sulco e o tubo neural (referido na questão).
      – Ver Sônia Lopes, vol. 1, p.345).
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: