Publicado por: Djalma Santos | 7 de abril de 2016

TESTES DE GENÉTICA (VIII)

01. (UEPA) A simbologia técnica é uma das formas de comunicação usada pelo ser humano. Na representação simbólica da família, a seguir, observa-se a presença de indivíduos normais para a visão e míopes. Ao analisar o heredograma, conclui-se que:

01

a) Os casais 1-2 e 5-6 são heterizigotos.

b) Os indivíduos do sexo masculino são heterozigotos.

c) Os indivíduos do sexo feminino são recessivos.

d) O indivíduo de número 5 é homozigoto dominante.

e) O casal 5-6 tem probabilidade nula de ter descendentes normais.

02. (UNIOESTE) Uma mulher normal, tipo sanguíneo A+, filha de pai daltônico B, casa-se com um homem normal, tipo sanguíneo B+, filho de mãe normal O. Se o casal resolver ter filhos, a probabilidade de:

01. Nascer uma criança daltônica é 3/4.

02. Nascer uma criança tipo sanguíneo O é 1/2.

04. Nascer uma criança com fator Rh+ é 3/4.

08. Nascer menino daltônico, tipo sanguíneo AB é 1/64.

16. Nascer menina daltônica, tipo sanguíneo B+ é 3/64.

32. Nascer 2 crianças normais tipo sanguíneo A+ é 18/64.

64. Nascer 2 meninas normais portadoras tipo sanguíneo O é 1/32.

Soma das alternativas corretas:

03. (FATEC) Numa determinada planta, o gene C, dominante, condiciona caule longo, e seu alelo recessivo c condiciona caule curto. Foram efetuados diversos cruzamentos com diferentes linhagens (I, II, III e IV) dessa planta, e os resultados constam na tabela abaixo.

03

Com base nesses dados, pode-se afirmar que um genótipo homozigótico somente é apresentado pelas linhagens

a) I e II.

b) I e III.

c) II e III.

d) II e IV.

e) III e IV.

04. (UNISC) A Fibrose Cística, também conhecida como Mucoviscosidade é uma doença autossômica. Esse distúrbio causa o aumento da viscosidade do muco especialmente das vias respiratórias e canais pancreáticos provocando morte prematura. Um casal normal teve um filho que morreu de Fibrose Cística e quer saber qual a probabilidade do seu segundo filho, que tem um ano de idade e é normal, ser portador do gene dessa doença. Essa probabilidade é de:

a) 1/2.

b) 1/3.

c) 1/4.

d) 2/3.

e) Nenhuma das alternativas anteriores.

05. De acordo com a primeira lei de Mendel confira as afirmações abaixo e marque a que apresentar informações incorretas:

a) Em cada espécie de ser vivo o número de cromossomos é constante, e isso ocorre porque na formação dos gametas esse número é reduzido à metade e depois, na fecundação, restabelece-se o número inicial.

b) Cada caráter é determinado por um par de fatores que se separam na formação dos gametas, indo um fator do par para cada gameta, que é, portanto, puro.

c) Quando os alelos de um par são iguais, fala-se em condição heterozigótica (para a qual Mendel usava o termo puro), e quando os alelos são diferentes, fala-se em condição homozigótica (para a qual Mendel usava o termo hibrido).

d) Um mesmo caráter pode apresentar duas ou mais variáveis, e a variável de cada caráter é denominada fenótipo.

e) O termo genótipo pode ser aplicado tanto ao conjunto total de genes de um indivíduo como a cada gene em particular.

06. (ACAFE) Um cruzamento entre uma fêmea duplo heterozigota (AaBb) com um macho duplo recessivo revelou a seguinte proporção genotípica entre os descendentes: 40% AaBb, 40% aabb, 10% Aabb, 10% aaBb. Assim, assinale a alternativa correta.

a) Não há evidência que tenha ocorrido permutação na formação dos gametas.

b) A segregação observada dos genes está de acordo com a Segunda Lei de Mendel.

c) Os resultados indicam que os genes estão em ligação, a uma distância de 20 UR.

d) O arranjo dos genes alelos na fêmea é trans (AB/ab).

07. Sabendo-se que, em ratos, o gene A age como dominante, determinando pelagem de coloração amarela, ao mesmo tempo em que é letal, quando em homozigose, e que o seu alelo a determina cor preta e completa viabilidade, qual deverá ser o resultado proveniente do cruzamento entre dois indivíduos heterozigotos Aa x Aa?

a) 1/2 amarelos : 1/2 pretos.

b) 1/4 amarelos : 1/2 pretos.

c) 2/3 amarelos : 1/3 pretos.

d) 1/3 amarelos : 1/3 pretos.

e) 3/4 amarelos : 1/4 pretos.

08. (UNICENTRO) Com relação à interação entre alelos de um mesmo gene, a codominância é:

a) A condição em indivíduos heterozigóticos na qual o fenótipo é intermediário entre os fenótipos dos dois homozigóticos.

b) A condição na qual os indivíduos heterozigóticos apresentam fenótipo idêntico a um dos homozigóticos.

c) O fenômeno no qual ambos os membros de um par de alelos se expressam no indivíduo heterozigótico, contribuindo para o fenótipo.

d) O fenômeno de um gene condicionar ou influenciar mais de uma característica no indivíduo.

09. (PUC-RIO) Joana é daltônica e é do tipo sanguíneo A. Ela se casou com Pedro, que tem visão normal e é do tipo sanguíneo AB. Sabendo que a mãe de Joana tem visão normal e é do tipo sanguíneo O, a probabilidade de o casal ter uma menina de visão normal e do tipo sanguíneo A é de:

a) 1/4.

b) 1/8.

c) 3/4.

d) 1.

e) 1/2.

10. (FUVEST) Uma mulher normal, casada com um portador de doença genética de herança autossômica dominante, está grávida de um par de gêmeos. Qual é a probabilidade de que pelo menos um dos gêmeos venha a ser afetado pela doença no caso de serem, respectivamente, gêmeos monozigóticos ou dizigóticos?

a) 25% e 50%.

b) 25% e 75%.

c) 50% e 25%.

d) 50% e 50%.

e) 50% e 75%.

11. Em populações de abóbora comum, existem variedades que apresentam frutos esféricos e amarelos e frutos discoides e brancos. De um cruzamento parental entre indivíduos de linhagens puras de frutos esféricos e amarelos com indivíduos que produzem frutos discoides e brancos, obteve-se uma F1 em que todos os indivíduos apresentavam frutos discoides e amarelos. Do cruzamento entre indivíduos da F1, obteve-se uma geração com quatro classes fenotípicas em relação à cor e à forma do fruto. A probabilidade de ocorrerem indivíduos com genótipos idênticos às duas linhagens parentais é de:

a) 1/8.

b) 1/2.

c) 3/4.

d) 1/4.

e) Zero

12. Relacione a coluna I com a II:

COLUNA I

1. Alelos

2. Lócus

3. Homólogos

4. Heterozigoto

5. Dominante

6. Autossomo

7. Disjunção

8. Recessivo

COLUNA II

( ) Cromossomos de um mesmo par.

( ) Variedades do mesmo gene que ocupam o mesmo lócus nos cromossomos homólogos.

( ) Posição do gene no cromossomo.

( ) Característica que se manifesta em heterozigose.

( ) Indivíduo que apresenta alelos diferentes.

( ) Qualquer cromossomo não sexual.

( ) Separação dos alelos na meiose.

( ) Característica que se manifesta só em homozigose.

A sequência correta é:

a) 1 – 2 – 3 – 5 – 4 – 6 – 7 – 8.

b) 3 – 2 – 1 – 5 – 4 – 6 – 7 – 8.

c) 3 – 1 – 2 – 4 – 5 – 7 – 8 – 6.

d) 3 – 1 – 2 – 4 – 5 – 8 – 6 – 7.

e) 3 – 1 – 2 – 5 – 4 – 6 – 7 – 8.

13. (FUVEST) Para que a célula possa transportar, para seu interior, o colesterol da circulação sanguínea, é necessária a presença de uma determinada proteína em sua membrana. Existem mutações no gene responsável pela síntese dessa proteína que impedem a sua produção. Quando um homem ou uma mulher possui uma dessas mutações, mesmo tendo também um alelo normal, apresenta hipercolesterolemia, ou seja, aumento do nível de colesterol no sangue. A hipercolesterolemia devida a essa mutação tem, portanto, herança:

a) Autossômica dominante.

b) Autossômica recessiva.

c) Ligada ao X dominante.

d) Ligada ao X recessiva.

e) Autossômica codominante.

14. (ACAFE) “O Brasil é detentor de grande diversidade de plantas nativas cultivadas para alimentação, como o milho, feijão, amendoim e mandioca. Atualmente, estudos estão sendo realizados para conhecermos as sementes ditas crioulas, aquelas conservadas por povos indígenas ou agricultores locais. Tais sementes, constituem-se em material genético adaptado a regiões específicas e são essenciais para o desenvolvimento sustentável da agricultura familiar, sem a dependência da compra de cultivares de multinacionais.”

MMA. Agrobiodiversidade e diversidade cultural. Brasília: MMA/SBF, 2006. 82p.

Um desses estudos foi desenvolvido com sementes de milho nativo. Dois alelos atuam na determinação da cor da semente: A, dominante, determina a cor rubi; e a, recessivo, a cor amarela. A tabela a seguir apresenta resultados de vários cruzamentos feitos com diversas linhagens dessa planta:

14Assim, apresentam genótipo heterozigoto as linhagens:

a) I e III.

b) II e III.

c) II e IV.

d) III e IV.

15. A criança nasceu com eritroblastose fetal. O irmão da criança é Rh negativo. Qual a probabilidade do casal vir a ter uma criança Rh positivo?

a) 1/4.

b) 2/3.

c) 1/2.

d) 1/3.

e) 1.

16. (UFPI) O heredograma abaixo representa o cruzamento entre animais da mesma espécie, que apresentam fenótipos de pelo curto e pelo longo. O pelo curto é uma característica recessiva. Os quadrados representam os machos e os círculos representam as fêmeas.

16

Assinale a alternativa que contém o genótipo dos indivíduos I–1, II–5, III–2 e III–3, respectivamente.

a) Cc, Cc, Cc, cc.

b) CC, Cc, cc, Cc.

c) CC, cc, Cc, cc.

d) Cc, Cc, CC, cc.

e) Cc, Cc, cc, Cc.

17. O gene autossômico que condiciona pelos curtos no coelho é dominante em relação ao gene que determina pelos longos. Do cruzamento entre coelhos heterozigotos nasceram 480 coelhinhos, dos quais 360 tinham pelos curtos. Entre esses coelhinhos de pelos curtos o número esperado de heterozigoto é:

a) 180.

b) 240.

c) 90.

d) 120.

e) 360.

18. (UFRN) O gene que condiciona sementes de milho enrugadas (milho doce) é recessivo em relação ao gene para sementes lisas (milho normal). Do cruzamento entre heterozigotos, originaram-se 840 sementes, das quais 630 são lisas. Entre essas sementes lisas, o número esperado de heterozigotos é:

a) 240.

b) 210.

c) 360.

d) 630.

e) 420.

19. (CEFET-MG) O heredograma a seguir mostra a ocorrência da fibrose cística em uma determinada família. Essa doença, de caráter autossômico, caracteriza-se por afecção pulmonar crônica, insuficiência pancreática exócrina e aumento da concentração de cloreto no suor.

19

Analisando-se essa história familiar, é correto afirmar que a probabilidade do indivíduo IV.2 ser portador do gene da fibrose cística é

a) 1/4.

b) 1/3.

c) 1/2.

d) 2/3.

e) 3/4.

20. (FATEC) A genealogia a seguir representa os dados de uma família, com relação à incidência de uma determinada doença. Os indivíduos representados em preto são doentes, enquanto os outros não apresentam essa anomalia.

20

Analisando a genealogia, podemos concluir que:

a) O casal 6 x 7 não poderá ter filhos sem a doença.

b) Se o indivíduo 5 se casar com uma pessoa doente, nenhum dos seus filhos terá a doença.

c) O cruzamento 3 x 4 nos permite diagnosticar, com certeza, qual dos dois caracteres é dominante.

d) Essa doença hereditária é condicionada por um gene dominante.

e) Os indivíduos 2, 3, 4 e 5 podem ser homozigotos.

gab


Responses

  1. Achei essa 10 da Fuvest complicada. Alguém teria a resolução?

    • 10. (FUVEST) Uma mulher normal, casada com um portador de doença genética de herança autossômica dominante, está grávida de um par de gêmeos. Qual é a probabilidade de que pelo menos um dos gêmeos venha a ser afetado pela doença no caso de serem, respectivamente, gêmeos monozigóticos ou dizigóticos?
      a) 25% e 50%.
      b) 25% e 75%.
      c) 50% e 25%.
      d) 50% e 50%.
      e) 50% e 75%.
      Caro Marcelo
      Veja, a seguir, a resolução da questão acima.
      ALTERNATIVA CORRETA: C (“50% e 25%.”)
      JUSTIFICATIVA
      – Portador da doença: Aa
      – Normal: aa
      – CRUZAMENTO: homem portador da doença (Aa) x mulher normal (aa)
      * Aa x aa = Aa (afetado) + Aa (afetado) + aa (normal) + aa (normal)
      * P (Aa) = 1/2
      * P (aa) = 1/2
      * Monozigóticos = 1/2 = 50%
      * Dizigóticos = 1/2 x 1/2 = 1/4 = 25%
      Djalma Santos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: