Publicado por: Djalma Santos | 7 de abril de 2016

TESTES DE ZOOLOGIA (6)

01. (COVEST) O filo Arthopoda representa mais de um milhão de espécies com grande número de indivíduos e enorme diversidade de hábitats. Em relação a esse filo, analise o que é afirmado nas alternativas abaixo.

I   II

0  0 – Uma das principais características desse filo é a musculatura bem desenvolvida, que fica interna ao exoesqueleto.

1  1 – Apresenta um crescimento descontínuo relacionado com a troca do exoesqueleto. O animal cresce no período pós-muda antes da consolidação do novo exoesqueleto.

2  2 – Apresenta um coração tubular dorsal, que bombeia o sangue ou a hemolinfa para as artérias e, por isso, seu sistema circulatório é fechado.

3  3 – O sistema sensorial dos artrópodos é muito desenvolvido, sendo que, nos cefalópodos, podemos encontrar olhos bem desenvolvidos semelhantes aos dos vertebrados.

4  4 – O sistema respiratório desses animais é traqueal ou cutâneo, adaptado à respiração aérea.

02. (UPE) Os anfíbios são animais, cuja maioria das espécies passa uma etapa de suas vidas na água e outra, na terra. A pele dos anfíbios é extremamente vascularizada e rica em glândulas, que a mantêm sempre úmida, o que facilita a respiração cutânea. Alguns anfíbios também possuem glândulas de veneno na pele. Nos sapos, essas glândulas são denominadas:

a) Mucosas.

b) Parótidas.

c) Sudoríparas.

d) Uropigiais.

e) Paratoides.

03. (UECE) Existem milhares de espécies animais distribuídas nos mais variados habitats. Conhecer essa diversidade é uma necessidade para que possamos ter um futuro mais saudável. Sobre os principais grupos animais, é correto afirmar-se que:

a) Todos os equinodermos são exclusivamente marinhos.

b) Caramujos, baratas, e ouriços do mar são exemplos de animais que apresentam exoesqueleto.

c) Cordados são todos os animais que possuem vértebras.

d) Anelídeos e nematelmintos são parasitas obrigatórios.

04. (FATEC) O animal na figura assemelha-se a um anelídeo. No entanto, trata-se de um vertebrado da classe dos anfíbios, conhecido popularmente como cecília.

04

(http://www.pasapues.es/naturalezadearagon/historianatural/figura273.jpg Acesso em: 10.03.2014. modificado)

É possível verificar que se trata de um vertebrado e não de um anelídeo por meio do exame da estrutura interna desse animal. Isso porque, como todo vertebrado e, ao contrário dos anelídeos, esse animal apresenta:

a) Crânio.

b) Cerdas.

c) Vasos sanguíneos.

d) Sistema digestório.

e) Segmentação interna.

05. (OLIMPÍADA BRASILEIRA DE BIOLOGIA)

    Leia o texto abaixo e responda esta questão

A aranha mais nerd!

05

Salticidae é uma família de aranhas muito inteligentes (para alguém com o cérebro daquele tamanho). São caçadoras ativas, quase nunca tecem teia, preferem caçar ativamente as presas. Por conta disso, dependem muito da visão, daí os olhos enormes, e acabam adotando comportamentos bem ricos. Agora, se elas já são predadores bastante inteligentes, como seria uma aranha que caça esses predadores (uma aranha araneofágica)? Portia é um gênero de aranhas saltadoras (também são Salticidae) com cerca de 20 espécies conhecidas, que são especialistas em caçar outras aranhas, especialmente membras da mesma família. Ocorrem na África, Ásia e Oceania, para meu desapontamento. Para poderem caçar, adotam uma série de táticas bastante complexas, sendo capazes de classificar o tipo de presa e responder de acordo, o que as coloca entre os invertebrados mais inteligentes. Para atacar outras Salticidae, as estratégias das Portia são únicas. Algumas Portia podem fazer teias, e manter os insetos pegos para atrair outras saltadoras. Outras partem ativamente para a caça, quando sua camuflagem vem a calhar: se a Salticidae que está caçando a vê, a Portia congela seus movimentos, e encolhe seus palpos e patas, se camuflando de detrito para uma vítima que depende da visão, podendo até simular movimentos causados pelo vento.

Fonte: http://scienceblogs.com.br/rainha/

Aranhas (Arachnida) hoje são classificas no subfilo Chelicerata, juntamente com os Xiphosura e os Pycnogonida. A alternativa que contém uma característica comum a todos os Chelicerata é:

a) Três pares de patas.

b) Respiração por traqueias.

c) Não possuem antenas nem mandíbulas.

d) Excreção através de túbulos de Malpighi.

e) Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome.

06. (UFT) O exame da dentição é frequentemente usado na identificação de serpentes peçonhentas e não peçonhentas, sendo um critério bastante fidedigno para isso (mais confiável que o formato da cabeça e o padrão de coloração). Serpentes verdadeiramente peçonhentas (cascavéis, jararacas e corais) possuem dentes (presas) especializados para inoculação da peçonha, a qual é produzida em glândulas veneníferas especializadas localizadas uma em cada lado da cabeça, atrás do olho. A inoculação da peçonha através destes dentes requer a contração da musculatura em torno da glândula e leva à ejeção da peçonha.

Fonte: http://www.univap.br/cen/denticao_serpentario.php (Acesso em 30-01-2014)

Há essencialmente quatro tipos de dentição encontrados em serpentes.

I. Possuem dentes maciços.

II. Possuem um ou mais pares de dentes posteriores desenvolvidos, com sulco que permite a passagem da peçonha.

III. Possuem presas anteriores fixas, com sulco que permite a passagem da peçonha.

IV. Possuem um par de presas anteriores ocas, com canal injetor de peçonha, inseridas em uma maxilar móvel.

Relacione o tipo de dentição de serpentes descritas acima com a sua classificação e marque a alternativa correta.

a) I-Áglifas; II-Proteróglifas; III-Opistóglifas; IV-Solenóglifas.

b) I-Solenóglifas; II-Opistóglifas; III-Proteróglifas; IV-Áglifas.

c) I-Proteróglifas; II-Solenóglifas; III-Áglifas; IV-Opistóglifas.

d) I-Opistóglifas; II-Áglifas; III-Solenóglifas; IV-Proteróglifas.

e) I-Áglifas; II-Opistóglifas; III-Proteróglifas; IV-Solenóglifas.

07. Os vertebrados aquáticos podem ser divididos em três grupos, que apresentam particularidades biológicas. As informações a seguir referem-se a características de cada um desses grupos.

I. Esqueleto ósseo; brânquias protegidas por opérculos; fecundação geralmente externa e desenvolvimento com fase larvar.

II. Corpo alongado, cilíndrico, desprovido de escamas; pele recoberta por muco; boca que funciona como uma ventosa.

III. Esqueleto cartilaginoso; presença de espiráculos; fecundação interna e desenvolvimento sem fase larvar.

Escolha a alternativa que apresenta exemplos de animais com as características das afirmativas I, II e III, respectivamente.

a) Tubarão, Bagre e Lampreia.

b) Sardinha, Raia e Lampreia.

c) Atum, Lambari e Raia.

d) Raia, Lampreia e Lambari.

e) Bacalhau, Lampreia e Tubarão.

08. (UERN) Os répteis, assim denominados pelo hábito locomotor rastejante, chamam a atenção dos zoólogos pelo fato de apresentarem uma característica que não lhes é exclusiva, mas crucial para sua sobrevivência e que os permitiram desenvolver independência do meio aquático. Assinale essa característica.

a) Pele resistente e impermeável.

b) Presença de diafragma muscular.

c) Embrião envolvido por uma estrutura chamada âmnio.

d) Desvio sanguíneo entre os circuitos pulmonar e sistêmico.

09. (PUC-GO) “— Ora, vejam só, exclamou Pereira. Quem haverá de dizer que até com isso se pode bichar! Cruz! Um homem destes, um doutor, andar correndo atrás de vaga-lumes e voadores do mato, como menino as voltas com cigarras!” Nesse trecho, extraído do texto abaixo, é feita menção a dois insetos, o vaga-lume e a cigarra.

Deu José meia dúzia de muxoxos abafados e foi-se embora, praguejando entre dentes.

Novamente supôs Meyer dever desculpá-lo.

— Bom homem, disse, bom homem… porém fala terrivelmente!…

— Mas agora me conte, perguntou Pereira com ar de quem queria certificar-se de coisa posta muito em dúvida, deveras o senhor anda palmeando estes sertões para fisgar anicetos?

— Pois não, respondeu Meyer com algum entusiasmo, na minha terra valem muito dinheiro para estudos, museus e coleções. Estou viajando por conta de meu governo, e já mandei bastantes caixas todas cheias… É muito precioso!…

— Ora, vejam só, exclamou Pereira. Quem haverá de dizer que até com isso se pode bichar! Cruz! Um homem destes, um doutor, andar correndo atrás de vaga-lumes e voadores do mato, como menino as voltas com cigarras! Muito se aprende neste mundo! E quer o senhor saber uma coisa? Se eu não tivesse família, era capaz de ir com vosmecê por esses fundões afora, porque sempre gostei de lidar com pessoas de qualidade e instrução… Eu sou assim… Quem me conhece, bem sabe… Homem de repentes… Vem-me cá uma ideia muito estrambótica às vezes, mas embirro e acabou-se; porque, se há alguém esturrado e teimoso, é este seu criado… Quando empaco, empaco de uma boa vez… Fosse no tempo de solteiro, e eu me botava com o senhor a catar toda essa bicharada dos sertões. Era capaz de ir dar com os ossos lá na sua terra… Não me olhe pasmado, não… Isso lá eu era… Nem que tivesse de passar canseiras como ninguém… O caso era meter-se-me a tenção nos cascos…

Dito e feito; acabou-se… Fossem buscar o remédio onde quisessem… mas duvido que o achassem.

— Como vai a doente? perguntou distraidamente Cirino cortando aquela catadupa de palavras.

— Ora, estou muito contente. Já tomou nova dose, e parece quase boa. Está com outra feição. O senhor fez um milagre…

— Abaixo de Deus e da Virgem puríssima, concordou Cirino com toda a modéstia.

— O senhor não cura? perguntou Pereira a Meyer.

senhor. Sou doutor em filosofia pela Universidade de Iena, onde…

— Isso é nome de bicho? atalhou o mineiro.

senhor. E uma cidade.

[…]

(TAUNAY, Visconde de. Inocência. São Paulo: FTD,1996. p. 76-77. Adaptado.)

Entre as alternativas expostas a seguir, marque a única delas que contém somente características dos representantes da classe Insecta.

a) Um par de mandíbulas; corpo dividido em cabeça, tórax e abdome; três pares de pernas; um par de antenas.

b) Um par de antenas; corpo dividido em cabeça e tórax; vários pares de pernas; um par de pedipalpos.

c) Um par de mandíbulas; corpo fundido em cefalotórax; quatro pares de pernas; um par de antenas.

d) Um par de mandíbulas; corpo dividido em cabeça e tronco; três pares de pernas; um par de quelíceras.

10. (UEM) O Filo Chordata não é o filo com o maior número de espécies, porém seus integrantes apresentam variações anatômicas, fisiológicas e comportamentais bastante diferentes. Sobre esse assunto, assinale o que for correto.

01. As pombas excretam o ácido úrico, que é pouco tóxico e pode ser eliminado com pouca água. É uma adaptação à vida terrestre e ao voo.

02. O peixe é um animal que apresenta notocorda, cloaca, hematose, fecundação externa e circulação simples.

04. São elementos comuns a todos os cordados: notocorda, encéfalo e cordão nervoso ventral.

08. O coração de um anfíbio adulto apresenta dois ventrículos e um átrio e nele não ocorre mistura do sangue venoso com o arterial.

16. A fosseta loreal permite que, durante a noite, as cascavéis sintam o calor emitido por um organismo endotérmico.

Soma das alternativas corretas:

11. (UNAMA) Leia o texto abaixo para responder esta questão.

Segundo a reportagem de Marco Túlio Pires e Elida Oliveira sobre a Perda de habitat deve acelerar extinção na Amazônia. O desmatamento é uma bomba-relógio para o futuro dos animais vertebrados da Amazônia, de acordo com uma pesquisa publicada na revista Science. Pesquisadores da Universidade Rockfeller, nos Estados Unidos, e do Imperial College London, da Inglaterra, criaram um método que prevê o impacto da perda de habitat para espécies de mamíferos, anfíbios e aves. Como resultado, os cientistas conseguiram apontar quantos animais podem desaparecer em cada área, conforme o avanço do desmatamento. Quando uma espécie desaparece de uma localidade, ela ainda pode se refugiar em outro local, mas a biodiversidade já estará comprometida. Caso a espécie tenha somente aquela região por área de vida, sua extinção já pode ser esperada. Isso cria o que os pesquisadores chamam de “débito de extinção”. Essa “dívida” ocorre quando as espécies de plantas e animais perdem seu habitat, mas não desaparecem. A extinção da espécie às vezes leva várias gerações, mesmo após a perda de seu ambiente natural.

(Adaptado http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/perda-de-habitat-deve-acelerar-extincao-na-amazonia. Acesso: 12/04/2014).

O texto comenta sobre os anfíbios, um dos grupos de vertebrados, classificados na classe Amphibia, cuja ordem mais expressiva é a dos chamados anuros (ordem Anura), representada pelos sapos, rãs e pererecas. Em relação às características gerais, avalie as afirmativas.

I. Os anfíbios adultos possuem a pele dotada de glândulas que produzem muco, que ajuda a manter sua superfície úmida e lubrificada, favorecendo a troca de gases entre os vasos sanguíneos da pele e o ambiente, processo chamado de respiração cutânea.

II. O sistema circulatório dos anfíbios adultos apresenta circulação dupla com quatro câmaras, sendo dois átrios (aurículas) e dois ventrículos onde ocorre mistura sanguínea.

III. A metamorfose que acontece na maioria dos anfíbios é representada pelo desenvolvimento direto, com uma fase larval aquática realizada pela respiração branquial e uma fase adulta terrestre que respira por meio dos pulmões e da pele.

O correto está em:

a) I, apenas.

b) I e III, apenas.

c) I e II, apenas.

d) I, II e III.

12. Os tubarões são animais condrícties que pertencem ao grupo Elasmobranchii. Todas as características abaixo são observadas em tubarões, exceto:

a) Boca em posição ventral.

b) Olfato muito desenvolvido.

c) Narinas terminando em fundo cego, sem comunicação com a faringe.

d) Presença de bexiga natatória.

e) Apresentação de dimorfismo sexual.

13. (UniEvangélica) Analise a tabela a seguir.

13

De acordo com a tabela:

a) Abelhas, baratas, pulgas e cupins pertencem à classe II, que corresponde à classe dos insetos.

b) Camarões, siris, lagostas e caranguejos pertencem à classe I, que corresponde à classe dos crustáceos.

c) Gafanhotos e formigas pertencem à classe IV, que corresponde à classe dos quilópodes.

d) Escorpiões, carrapatos e ácaros pertencem à classe III, que corresponde à classe dos aracnídeos.

14. (PUC-PR) De acordo com a teoria mais corrente, este grupo animal constitui os primeiros vertebrados efetivamente equipados para a vida terrestre em lugares secos, em decorrência das adaptações abaixo enunciadas:

– Presença de pele seca e relativamente impermeável.

– Presença de órgãos respiratórios internos.

– Fecundação interna e independente da água.

– Presença de ovos com casca grossa.

– Presença de âmnio e alantoide.

– Excretam ácido úrico.

O grupo animal em questão é:

a) Dos mamíferos.

b) Das aves.

c) Dos répteis.

d) Dos anfíbios.

e) Dos peixes.

15. (UPE) Identifique a Classe de Vertebrado cujas características estão apresentadas no diagrama.

15

Assinale a alternativa correta.

a) Osteichthyes.

b) Amphibia.

c) Reptilia.

d) Aves.

e) Mammalia.

16. A figura abaixo mostra dois peixes identificados pelos números 1 e 2 que apresentam adaptações fisiológicas para sobreviver em diferentes ambientes. As setas indicam o fluxo de sais e de água em cada peixe.

16

Considere as seguintes afirmações, sobre características desses peixes.

I. O peixe 1 é hipertônico em relação ao ambiente.

II. O peixe 1 capta sais por transporte ativo.

III. O peixe 2 perde água para o meio por osmose.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas I e III.

d) Apenas II e III.

e) I, II e III.

17. Os peixes cartilaginosos, como os tubarões e as raias, apresentam sexo separado, fecundação interna e desenvolvimento direto. Quanto ao padrão de desenvolvimento do embrião, eles podem ser vivíparos, ovovivíparos e ovíparos. Em relação a esses padrões nas diferentes espécies de peixes cartilaginosos, é incorreto afirmar que:

a) Nas vivíparas, o desenvolvimento do embrião até a formação dos jovens ocorre fora do corpo materno.

b) Nas ovíparas, o desenvolvimento do embrião ocorre fora do corpo materno.

c) Nas ovovivíparas, o desenvolvimento do embrião ocorre no interior do corpo da fêmea.

d) Nas ovíparas, os ovos são protegidos por cápsulas grandes.

e) Nas vivíparas não se formam ovos protegidos por cápsulas.

18. Como consequência dos mecanismos que regulam a pressão osmótica dos peixes marinhos, os peixes ósseos precisam beber água do mar, enquanto os cartilaginosos não. O gráfico a seguir mostra a osmolaridade do plasma sanguíneo de peixes marinhos, em relação à da água do mar.

18

A coluna do gráfico que representa a osmolaridade do plasma dos elasmobrânquios e a substância orgânica importante para a manutenção da pressão osmótica nesses animais estão indicadas em:

a) 1 – ácido úrico.

b) 2 – glicina.

c) 3 – glicose.

d) 4 – ureia.

19. (UNIVALI) A piramboia (Lepidosirem brasiliensis), peixe conhecido no norte do Brasil, em períodos de seca mantém-se em estivação, permanecendo, durante mais de um mês, no interior de buracos no leito seco dos rios, respirando unicamente pela bexiga natatória são chamados:

a) Agnatos

b) Condrictes

c) Anaeróbicos

d) Dipnoicos.

e) Branquiais

20. (UEL) Enquanto algumas características são comuns a todas as classes de vertebrados, como, por exemplo, a presença de vértebras e de tegumento, outras características variam nas diferentes Classes. Sobre a Classe Reptilia (répteis), considere as afirmativas a seguir.

I. Fecundação interna.

II. Coração com duas câmaras: um átrio o um ventrículo.

III. Temperatura do corpo variável, de acordo com o meio externo.

IV. Embrião com alantóide para armazenar excretas.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I e IV.

b) II e III

c) II e IV.

d) I, II e III.

e) I, III e IV.

gab

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: