Publicado por: Djalma Santos | 15 de abril de 2016

TESTES DE ECOLOGIA (IV)

01. (UFSC) Examine o gráfico abaixo e assinale a(s) proposição(ões) verdadeira(s).

01

I   II

0  0 – Gráfico mostra  que, quando o número de predadores aumenta, diminui o de presas; quando a quantidade de predadores é baixa, a quantidade de presas é maior.

1  1 – Quando o  número  de  presas diminui, os  predadores  provavelmente  se alimentam em maior quantidade, de modo que o número total destes predadores cresce ao longo do tempo.

2  2 – A oscilação  entre o número de predadores e de presas poderia ser causada pela utilização de um alimento em comum.

3  3 – A oscilação  entre o  número de predadores e de presas sugere que ambos os grupos estão se extinguindo.

4  4 – A variação observada ao longo do tempo indica que as populações de predadores e de presas estão em equilíbrio.

02. (UEPA) Leia o texto abaixo para responder esta questão.

O grande incêndio de Roraima, final de 1997 e o início de 1998, chamou a atenção do mundo, por impressionar os cientistas que analisavam as imagens de satélite ao perceberem o avanço do fogo sobre áreas de floresta primária. Esse incêndio provocou intenso debate, na comunidade científica e ambientalista, sobre a necessidade de avaliar seus reais impactos nas formações florestais, gerando forte ‘pressão’ sobre órgãos ambientalistas do governo federal e estadual para a implementação de políticas públicas voltadas a prevenção de queimadas.

(Modificado de Ciência Hoje, Jan/Fev-2000, vol. 27, nº 157).

Sobre os impactos causados pelo fenômeno apresentado no texto, analise as afirmativas abaixo.

I. Diminui a evapotranspiração.

II. Diminui a lixiviação e a erosão.

III. Reduz o estoque genético do planeta.

IV. Aumenta a temperatura e diminuiu as chuvas na região.

V. Melhora o solo contra o impacto das águas das chuvas e os raios solares.

A alternativa que contém todas as afirmativas corretas é:

a) I e II.

b) I e IV.

c) I, III e IV.

d) II, III e IV.

e) II, III, IV e V.

03. Um novo conflito surgiu: produção de alimentos versus biocombustíveis. Com o preço do petróleo na estratosfera e o aquecimento global como uma realidade a cada dia mais óbvia, os biocombustíveis parecem uma alternativa muito tentadora. Com isso, a demanda por biocombustíveis e, consequentemente, sua produção, vêm crescendo de forma exponencial nos últimos anos. Qualquer substituto menos poluente para os combustíveis fósseis parece em princípio ser muito bem-vindo. No entanto, vozes começam a surgir, inclusive na ONU, para nos alertar que infelizmente essa questão não é tão simples assim. Estamos, lembram essas vozes, num planeta já superpovoado, onde a demanda por alimentos cresce cada vez mais, e onde cada área agrícola é necessária e valiosa. Quanto mais terras agrícolas forem perdidas para produzir biocombustíveis, mais dificuldade a produção de alimentos terá em atender à demanda, e mais tenderão a se agravar a subnutrição e a fome, que já afetam tanta gente nesse planeta.

Adaptado de: <http://www.oeco.com.br&gt;.

Sobre o assunto, assinale a alternativa incorreta.

a) A produção de biocombustíveis, como etanol e biodiesel, pode ser coadjuvante no processo de preservação ambiental, porém poderá contribuir para a escassez de alimento.

b) Os combustíveis fósseis contribuem para o aumento da temperatura global, pois o excesso de gás carbônico que se acumula na atmosfera retém grande parte do calor proveniente do Sol.

c) Uma alternativa para atender à grande demanda de alimento, respeitando a possibilidade de produção de biocombustíveis, seria equilibrar as áreas de plantio para as duas atividades.

d) A dificuldade na produção de alimento suficiente para suprir a demanda global será resolvida ampliando as áreas de plantio destinadas à produção de biocombustíveis.

e) Estudiosos, ainda no século passado, já alertavam que o crescimento desordenado da população poderia acarretar em falta de recursos alimentares, o que agravaria a subnutrição e a fome.

04. (UECE) Analise atentamente as proposições abaixo, e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.

(  ) Potencial biótico é a capacidade potencial de uma população para aumentar seu número de indivíduos em condições ambientais favoráveis.

( ) Resistência ambiental é a resistência que o ambiente oferece ao crescimento das populações naturais, correspondendo aos efeitos da seleção natural sobre as populações.

(  ) Densidade populacional depende das taxas de nascimento e mortes, assim como das taxas de emigração e imigração.

(  ) Nicho ecológico é um conjunto de condições em que indivíduos de uma população vivem e reproduzem-se, correspondendo, portanto, ao modo de vida desses organismos na natureza.

A sequência correta, de cima para baixo, é:

a) V, V, V, V.

b) F, F, V, F.

c) F, V, F, F.

d) V, F, V, F.

05. (UESPI) Considerando os conceitos de produtividade energética nas cadeias alimentares, assinale a alternativa correta.

a) A produtividade primária bruta consiste na quantidade de energia efetivamente consumida pelo último consumidor da cadeia alimentar.

b) A produtividade primária líquida é dada com subtração da energia da produtividade primária bruta pela energia perdida na respiração celular.

c) A produtividade primária líquida é a energia total disponibilizada pelos produtores para os demais níveis tróficos.

d) A eficiência dos produtores de um ecossistema pode ser avaliada pela produtividade primária bruta.

e) Quanto menos níveis tróficos houver na cadeia alimentar, maior será a dissipação energética ao longo dela.

06. Em Umuarama, interior do Paraná, verdadeiros exércitos de formigas-saúva vem atormentando a população e os agricultores. Na cidade, não há veneno ou água – armas usadas pela comunidade – que solucione o problema. No campo, elas atacam as plantações de café e outras culturas. De cada 10 eucaliptos, 4 são atingidos pelas saúvas.

Noticiado no Jornal Nacional, rede Globo de Televisão,15.08.2009. Adaptado.

A causa mais provável para o ataque das saúvas, o nome que se dá para a relação intraespecífica que as caracteriza e o nome que se dá para a relacao interespecífica que estabelecem com os vegetais, como o café e eucalipto, são, respectivamente:

a) Ausência de predadores, sociedade isomorfa e predatismo.

b) Migração, colônias e herbivoria.

c) Nicho disponível, sociedade heteromorfa e parasitismo.

d) Resistência adquirida aos formicidas, comunidade e antibiose.

e) Indisponibilidade de agua, população e competição.

07. (UEM) O Parque Nacional do Iguaçu situa-se em meio à floresta tropical e à mata dos pinhais ou das araucárias. São mais de 4.000 espécies de plantas e de árvores tropicais e subtropicais, como imbuias, caviúnas, palmeiras, samambaias e orquídeas. Constituindo a fauna, encontram-se 350 espécies de aves, algumas raras, como a jacutinga, o gavião harpia e o papagaio-do-peito-roxo, e animais em risco de extinção, como a onça-pintada, o veado-campeiro e o jacaré-de-papo-amarelo. Também é famosa a revoada de borboletas, com mais de 1.000 espécies (Moreira, 1998). Baseando-se em conceitos ecológicos e nas características mencionadas nesse enunciado, assinale o que for correto.

01. Todas as espécies de borboletas encontradas no Parque constituem uma população.

02. As populações de animais e de plantas interagem umas com as outras e constituem a comunidade do Parque Nacional do Iguaçu.

04. Luz, água, composição química do solo, gases e temperatura são exemplos de fatores abióticos que influenciam as espécies presentes no Parque.

08. O Parque Nacional do Iguaçu é o habitat das espécies mencionadas no enunciado da questão.

16. No enunciado da questão, são citados organismos produtores autotróficos, consumidores e decompositores heterotróficos.,

32. Orquídeas e samambaias que crescem sobre as árvores do Parque constituem exemplos de parasitismo, uma relação interespecífica harmônica.

64. O fluxo de energia e de matéria e o equilíbrio ecológico não seriam alterados se as árvores do Parque fossem retiradas, pois nem todos os animais se alimentam desses organismos.

Soma das alternativas corretas:

08. (ACAFE) “É no crepúsculo ou à noite que eles atacam. Ou melhor, elas. O pernilongo macho vive principalmente de néctar ou seivas vegetais. Mas a fêmea precisa de um complemento de proteínas em sua dieta, para produção de ovos. Para isso, o sangue de mamíferos (inclusive o homem) ou de aves e até de anfíbios é uma fonte ideal.“ E, então, as fêmeas atacam como vampiras.” Nesse contexto, apesar de serem da mesma espécie, é possível afirmar que machos e fêmeas de pernilongos ocupam diferentes:

a) Nichos ecológicos.

b) Habitats

c) Ecótonos.

d) Populações.

09. Mediante a contagem de indivíduos de uma população experimental de protozoários durante determinado tempo, obtiveram-se os pontos e a curva média registrados no gráfico a seguir. Tal gráfico permite avaliar a capacidade-limite do ambiente, ou seja, sua “carga biótica máxima”.

09

De acordo com o gráfico:

a) A capacidade-limite do ambiente cresceu até o dia 6.

b) A capacidade-limite do ambiente foi alcançada somente após o dia 20.

c) A taxa de mortalidade superou a de natalidade, até o ponto em que a capacidade-limite do ambiente foi alcançada.

d) A capacidade-limite do ambiente aumentou com o aumento da população.

e) O tamanho da população ficou próximo da capacidade-limite do ambiente entre os dias 8 e 20.

10. Um pequeno lago de água doce exemplifica um ecossistema no qual os produtores são representados por algas microscópicas do fitoplâncton e algumas plantas submersas. Os consumidores primários constituem o zooplâncton, peixes, larvas de anfíbios e outros. Os consumidores secundários são principalmente peixes; os terciários são aves, como as garças. Os decompositores vivem principalmente no fundo, atuando sobre a matéria morta. Sobre os componentes desse ecossistema, foram feitas algumas afirmativas:

I. A fonte de energia para o sistema é o sol, que os seres autótrofos transformam em energia.

II. Na cadeia alimentar desse ecossistema, os autótrofos devem estar situados nas regiões mais profundas e escuras do lago, como meio de proteção.

III. Nesse ecossistema, os indivíduos sobrevivem independentes uns dos outros, garantindo a sua alimentação.

De acordo com as proposições acima, é correto afirmar que:

a) I, II e III estão corretas.

b) Apenas I e II estão corretas.

c) Apenas I e III estão corretas.

d) Apenas I está correta.

e) Apenas II está correta.

11. Duas espécies diferentes, A e B, foram objeto da seguinte experiência: numa primeira etapa, ambas foram criadas em ambientes separados e, para cada uma das espécies, foram fornecidas condições ótimas de sobrevivência, como mostra o gráfico 1. Numa segunda etapa, tais espécies foram reunidas em um ambiente que apresentava condições ótimas para ambas, obtendo-se os dados lançados no gráfico 2.

11

Sobre essa experiência, é incorreto afirmar:

a) As curvas do gráfico 1 representam o crescimento em função da capacidade reprodutiva, sem considerar a resistência ambiental.

b) A análise do gráfico 2 mostra que a espécie B é predadora da espécie A.

c) Quando as espécies A e B estão reunidas, nota-se que as condições de ambas deixam de ser, após algum tempo, as melhores possíveis.

d) Quando as espécies A e B estão reunidas, os fatores que poderíamos chamar, genericamente, de “resistência do meio” agem apenas sobre a espécie A.

e) A reunião das espécies A e B leva a um tipo de competição que determina os modelos de curva de crescimento representados no gráfico 2.

12. As figuras I e II representam duas pirâmides de um mesmo ecossistema. A pirâmide I é de biomassa (gramas/m2) e a II, de energia (calorias/m2/dia). Considerando as figuras, analise as afirmativas.

12

I. O fluxo de energia na pirâmide II diminui de A para C.

II. O nível trófico A se caracteriza por apresentar organismos que se reproduzem rapidamente.

III. A produção primária líquida na pirâmide II independe da respiração.

IV. As pirâmides I e II podem representar os níveis tróficos de um ecossistema de mar aberto.

V. Os organismos do nível trófico A caracterizam-se por armazenarem muita energia em seus tecidos.

A sequência correta é:

a) Apenas I, II e III.

b) Apenas I, II e IV.

c) Apenas II, III e IV.

d) Apenas III, IV e V.

e) Apenas I, III e V.

13. (UEM) Assinale o que for correto.

01. Organismos de diferentes tamanhos, como gramíneas e perobas, ocupam o mesmo nível trófico nas cadeias alimentares de uma floresta.

02. No ciclo do nitrogênio, as bactérias Nitrosomonas e Nitrobacter transformam o nitrato e o nitrito em N2.

04. A relação desarmônica em que o leão caça e devora a zebra é conhecida como canibalismo.

08. O fenômeno da inversão térmica, frequente nos meses do verão, diminui os problemas respiratórios.

16. Babaçu, seringueira e juazeiro são plantas típicas da floresta de cocais, da floresta amazônica e da caatinga, respectivamente.

Soma das alternativas corretas:

14. A utilização dos rios como via de transporte/navegação sempre foi presente na história da humanidade. No Brasil, o transporte fluvial é muito utilizado na região Norte devido ao elevado número de rios e devido à escassez de rodovias. Uma característica positiva desse meio de transporte é o baixo custo e o baixo impacto ambiental. Um dos principais problemas desse tipo de transporte está ligado à irregularidade da superfície (topografia), que deve ser plana, além de levar em conta aspectos de caráter natural, como os períodos de cheias e de vazantes dos rios, ambas relacionadas ao volume de água que sofrem variações e que interferem na navegação. Assim como as estradas, os rios apresentam suas regras de tráfego para os barcos. Barcos que descem o rio o fazem movimentando-se sempre no meio do rio, enquanto que os barcos que sobem o rio o fazem trafegando sempre próximo às margens. A característica dos rios que melhor explica as regras do tráfego descritas é:

a) A diferença do nível de água do rio entre o período de cheias e o período de seca.

b) A menor velocidade da água do rio próximo à margem em comparação à posição central.

c) O desgaste desigual das margens direita e esquerda dos rios devido à rotação da Terra.

d) O desnível das diferentes partes do rio no seu curso superior, intermediário e inferior.

e) O fato de os rios apresentarem maior profundidade do seu leito na parte central que nas margens.

15. (UEL) Em um ribeirão foram pescados dois peixes muito semelhantes, exceto pela coloração das nadadeiras. Um biólogo informou que pertenciam ao mesmo gênero; eram, porém, de espécies diferentes e apresentavam dietas distintas. O peixe com as nadadeiras claras alimentava-se de moluscos e crustáceos que viviam no fundo do ribeirão, e o outro, cujas nadadeiras eram avermelhadas, comia folhas de plantas e insetos aquáticos. Com base nessas informações, é correto afirmar:

a) Os dois peixes viviam em hábitats diferentes, mas ocupavam o mesmo nicho.

b) Os dois peixes viviam no mesmo hábitat e ocupavam o mesmo nicho.

c) Os dois peixes viviam em hábitats diferentes e ocupavam nichos diferentes.

d) Os dois peixes viviam no mesmo hábitat, mas ocupavam nichos diferentes.

e) Os dois peixes viviam no mesmo nicho, mas ocupavam hábitats diferentes.

16. (ACAFE) O gráfico abaixo representa as densidades, ao longo do tempo, de três populações de aves que vivem em determinada área. O gráfico encontra-se em escala logarítmica.

16

O exame desse gráfico permite afirmar:

a) Nos três primeiros anos, a taxa de mortalidade é igual nas três populações.

b) O gráfico representa a taxa de natalidade das três populações.

c) Os indivíduos da população III apresentam a maior longevidade.

d) Os indivíduos da população I apresentam maior longevidade quando comparados aos indivíduos das outras duas populações.

17. (UEM) Assinale o que for correto.

01. Alguns grupos de bactérias do solo e de cianobactérias são capazes de realizar o processo de fixação biológica do nitrogênio.

02. O ecossistema, aquático ou terrestre, pode ser definido como o conjunto de interações entre os organismos.

04. No solo ou na água, ocorre a oxidação da matéria orgânica dos organismos mortos, dando origem ao dióxido de carbono, que se desprende para o meio.

08. Denominam–se de ciclos biológicos as modificações ocorridas em campos de cultivos abandonados.

16. Os liquens, presentes nos caules das árvores, constituem um exemplo de mutualismo entre algas, fungos e a planta hospedeira.

32. Bactérias nitrificantes (Nitrosomonas e Nitrobacter) são organismos autotróficos que transformam o nitrito em amônia, que é utilizada na síntese de substâncias orgânicas.

64. Nas cadeias alimentares, os decompositores alimentam-se exclusivamente dos consumidores.

Soma das alternativas corretas:

18. Suponha duas plantas pertencentes ao mesmo gênero e vivendo juntas na mesma área. A espécie A tem raízes que se desenvolvem logo abaixo da superfície e a espécie B tem raízes profundas. Sobre as duas plantas fazemos as seguintes afirmações:

I. A e B vivem no mesmo nicho ecológico.

II. A e B competem pela água.

III. A e B formam uma população.

Assinale:

a) Apenas I é correta.

b) Apenas II é correta.

c) Apenas III é correta.

d) I, II e III são corretas.

19. (UPF) Biodiversidade se refere à riqueza biológica ou de espécies de organismo que existe no planeta. O desmatamento, a drenagem de áreas úmidas, a transformação dos cerrados e campos em pastagens e lavouras, a construção de rodovias e grandes represas hidrelétricas, a redução da Reserva Legal e das Áreas de Preservação Permanente levam à destruição dos ecossistemas e à extinção das espécies que neles vivem. À medida que os habitats se fragmentam, formando “ilhas” ou pedaços, confinam populações, ficando dificultada a troca de genes entre essas populações vizinhas. Sobre essas interferências humanas pode-se afirmar:

a) Provocam mutações gênicas.

b) Reduzem a variabilidade genética e tornam as espécies vulneráveis às mudanças ambientais.

c) Restringem o endocruzamento entre os indivíduos da população.

d) Levam à extinção as espécies migratórias que procuram habitats favoráveis.

e) Aumentam a capacidade de adaptação das espécies.

20. (UPF.) Um animal que cabe na palma da mão de uma criança ameaça a construção de uma hidrelétrica em Arvorezinha, no Vale do Taquari. (…) O anfíbio de 3,5 centímetros, descoberto há nove anos, habita área de 700 metros às margens do Rio Forqueta, no ponto turístico chamado de Perau de Janeiro, a 19 quilômetros do centro de Arvorezinha. Conhecido como sapo-de-barriga-vermelha, é uma espécie endêmica […].

(http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/economia/noticia/2013/04/…4110032.html Acesso em: 30/04/13)

20

Classifique as afirmações a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F). A preocupação dos pesquisadores com o tema a que se refere o texto se justifica porque a construção da hidrelétrica:

(   ) Pode alterar ou destruir o habitat dessa espécie.

(   ) Afetará o nicho ecológico dessa espécie.

(   ) Causará desequilíbrio reprodutivo, acelerando a taxa de crescimento populacional dessa espécie.

(   ) Pode causar a extinção desse sapo, considerando que se trata de uma espécie endêmica.

(   ) Pode resultar em mudança de nível trófico da espécie.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) V – V – V – F – F.

b) V – V – F – V – F.

c) V – F – F – V – F.

d) F – V – F – V – V.

e) F – V – F – F – V.

gab

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: