Publicado por: Djalma Santos | 24 de junho de 2016

TESTES DE EMBRIOLOGIA (3)

01. (UCPel) Os ovos que são formados por uma grande quantidade de vitelo e um citoplasma que se resume a um diminuto disco restrito a uma região superficial encostada na membrana plasmática, recebem a denominação de:

a) Alécitos.

b) Telolécitos.

c) Isolécitos.

d) Centrolécitos.

e) Compostos.

02. (UEPG) Com relação ao desenvolvimento embrionário humano, assinale a alternativa correta.

a) O sinciciotrofoblasto é derivado a partir das células mais internas do embrioblasto.

b) O disco germinativo bilaminar ou bidérmico é formado a partir de células do trofoblasto.

c) Na fase de blastocisto pode-se observar uma camada externa de células (trofoblasto), que origina o córion, e a massa celular interna, também chamada de botão embrionário ou embrioblasto, que formará o embrião e os anexos embrionários.

d) Em menos de 24 horas após a fecundação, o embrião humano já está implantado no útero materno.

e) Com quatro meses de desenvolvimento embrionário humano, são marcantes o início dos eventos: formação do tubo nervoso; primórdios de olhos e orelhas; diferenciação do tubo digestório, com formação das fendas na faringe e início de desenvolvimento do fígado e do sistema respiratório; o coração começa a bater.

03. (UNICENTRO) Observe a figura a seguir.

03

Répteis, aves e mamíferos formam um grupo monofilético de vertebrados chamado de amniotas, pois seus embriões desenvolvem-se dentro de uma membrana, ou âmnion. O âmnion é um dos quatro anexos embrionários. Com base na figura e nos conhecimentos sobre anexos embrionários dos amniotas, assinale a alternativa correta.

a) A cavidade amniótica liga, física e funcionalmente, o embrião à placenta.

b) O alantoide cresce a partir da porção posterior do trato digestivo, servindo como um depósito para rejeitos metabólicos durante o desenvolvimento.

c) O âmnion funciona como “pulmão” provisório, através do qual o oxigênio e o gás carbônico são trocados livremente.

d) O córion é uma estrutura acessória que se desenvolve fora do corpo do embrião, sendo eliminado após o consumo do vitelo.

e) O saco vitelino é uma membrana cheia de fluido que envolve o embrião, fornecendo um ambiente aquoso no qual ele flutua protegido de choques mecânicos.

04. (ACAFE) Durante o desenvolvimento embrionário de répteis, aves e mamíferos, formam-se estruturas associadas ao corpo do embrião denominada anexos embrionários. A respeito desses anexos, associe as coluna abaixo.

I. Âmnio

II. Saco vitelínico

III. Alantoide

IV. Córion

A. Bolsa ligada ao sistema digestório do embrião, que fornece componentes nutritivos para os vasos sanguíneos desse.

B. Possibilita trocas de gases respiratórios entre o sangue embrionário e o ar atmosférico.

C. Bolsa cheia de líquido que envolve e protege o embrião da dessecação e de choques mecânicos.

D. Bolsa que armazena as excreções produzidas pelo embrião durante seu desenvolvimento.

Assinale a alternativa correta.

a) I-D – II-A – III-B – IV-C.

b) I-A – II-C – III-D – IV-B.

c) I-C – II-A – III-D – IV-B.

d) I-B – II-A – III-C – IV-D.

05. (UPE) O desenvolvimento embrionário do cachorro (Canis lupus familiaris) tem início quando o ovócito é fertilizado pelo espermatozoide. No corpo da cadela, o desenvolvimento desse novo ser é marcado por sucessivas etapas, transformações e profundas modificações. Nesse estágio, conhecido inicialmente como “idade da fertilização” ou “idade gestacional”, há formação dos sistemas que constituirão o futuro embrião. A estrutura__1__, formada a partir do 22º dia de gestação, será diferenciada no sistema __2__ no qual, a sua perfeita formação estará relacionada à alimentação da cadela durante o período gestacional. Assim, a deficiência de vitamina__3_ na alimentação desse animal, durante a gestação, poderá não só implicar má formação e defeitos no tubo neural do futuro ser, como também aborto espontâneo e placentação inadequada. Assinale a alternativa cujas palavras preenchem, corretamente, as lacunas do texto acima.

a) 1 – Peritônio; 2 – Digestório e 3 – Piridoxina

b) 1 – Placenta; 2 – Reprodutor e 3 – Niacina

c) 1 – Alantoide; 2 – Locomotor e 3 – Riboflavina

d) 1 – Ânion; 2 – Respiratório e 3 – Tiamina

e) 1- Tubo Neural; 2- Nervoso e 3 – Folato

06. (UNICENTRO) Durante o desenvolvimento embrionário, a gastrulação envolve movimentos extensivos e altamente integrados de células e tecidos, resultando em um rearranjo dramático de células da blástula. A gastrulação converte a blástula esférica em uma configuração mais complexa de três camadas germinativas. A camada externa é o ectoderma, a interna é o endoderma e a formação de bolsas externas ao arquêntero origina o mesoderma. Considerando as estruturas que são formadas a partir das três camadas germinativas, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, apenas estruturas que serão originadas a partir do mesoderma.

a) Sistema nervoso, fígado e revestimento da bexiga urinária.

b) Revestimento epitelial do tubo digestivo, epiderme e fígado.

c) Músculos, sistema urinário e sistema cardiovascular.

d) Revestimento epitelial do sistema respiratório, revestimento da bexiga urinária e pâncreas.

07. (UDESC) O desenvolvimento embrionário é diversificado entre os diferentes grupos animais, e ocorre, de maneira geral, em três fases consecutivas. Assinale a alternativa correta quanto ao desenvolvimento embrionário dos anfioxos.

a) A organogênese é a fase em que o arquêntero, ou intestino primitivo, é formado a partir da

b) A gastrulação é o processo de formação dos órgãos, sendo possível visualizar o tubo neural e o intestino, ao final dessa fase.

c) A organogênese é o processo de transformação da blástula em gástrula.

d) A segmentação é um processo em que o zigoto sofre clivagens (divisões), originando os blastômeros.

e) A neurulação é o início da formação dos folhetos embrionários denominados ectoderme e endoderme, a partir da gástrula.

08. (UFT) Gêmeos monozigóticos podem compartilhar um único cório, um único âmnio e uma única placenta quando durante o desenvolvimento embrionário ocorrer:

a) A divisão de uma gástrula em dois blastocistos.

b) A divisão de um blastômero em duas mórulas.

c) A divisão de uma mórula em duas blástulas.

d) A divisão do disco embrionário.

e) A divisão do embrioblasto.

09. (UEM) O filósofo grego Aristóteles (384-322 a.C) foi um dos primeiros a se interessar pelo desenvolvimento embrionário dos animais. Desde Aristóteles até os dias atuais, muito se avançou na compreensão do tema. Nesse contexto, é correto afirmar que:

a) A organogênese é a fase em que se diferenciam os diversos tecidos e órgãos que comporão o organismo.

b) Os três folhetos germinativos recebem os nomes de blástula, gástrula e mórula.

c) Os mamíferos, por serem vivíparos, não apresentam saco vitelínico.

d) As aves, os répteis e os peixes se caracterizam por ovos do tipo heterolécitos.

e) O blastóporo, abertura do arquêntero, origina a boca dos cordados.

10. (UECE) Quando se compara a embriologia dos animais, aqueles em que, na blastulação surge o blastodisco, predominando o vitelo na blástula formada, caracterizando o desenvolvimento embrionário a partir de um ovo telolécito é o(a):

a) Homem.

b) Sapo.

c) Anfioxo.

d) Ave.

11. Reunidos, os cromossomos do espermatozoide e do óvulo representam o material genético do novo indivíduo, com informações necessárias e suficientes para o seu desenvolvimento. A respeito do desenvolvimento embrionário dos animais, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. O zigoto que se forma após a fecundação normal inicia um processo de divisão celular conhecido como gastrulação.

02. Ovos telolécitos apresentam grande quantidade de vitelo, distribuída de forma heterogênea no citoplasma. Esses ovos possuem um polo vegetativo com maior concentração de vitelo e um polo animal que apresenta menos vitelo, e estão presentes em aves, répteis, peixes e moluscos.

04. O alantoide é uma membrana formada pelo crescimento conjunto do ectoderma e do mesoderma ao redor do embrião e tem por função prevenir a dessecação e amortecer choques mecânicos.

08. Para que a fecundação se concretize, é necessário que ocorra o fenômeno da anfimixia.

16. Os folhetos germinativos são diferenciados no estágio de gástrula, sendo o ectoderma responsável por originar o sistema nervoso, a epiderme e as estruturas associadas a ela.

Soma das alternativas corretas:

12. (IFSul) Durante o desenvolvimento embrionário, as divisões iniciais da célula ovo constituem a chamada segmentação, e esta depende, entre outros fatores, da quantidade de vitelo acumulado no ovo. Em relação à quantidade e distribuição de vitelo, bem como ao tipo de segmentação durante a embriogênese, são feitas algumas afirmativas:

I. Ovos oligolécitos ou isolécitos possuem uma quantidade relativamente pequena de vitelo distribuída de forma homogênea no citoplasma, e suas segmentações originam blastômeros aproximadamente do mesmo tamanho, por isso diz-se que esses tipos de ovos possuem segmentação holoblástica e igual.

II. Ovos telolécitos possuem grande quantidade de vitelo, que ocupa quase que totalmente a célula e sua segmentação é meroblástica, pois acontece apenas no polo animal do ovo, ocorrendo em ovos de répteis, aves, peixes.

III. Ovos megalécitos possuem pouco vitelo, concentrado no polo vegetativo, e sua segmentação é total e desigual, uma vez que as células do polo animal se dividem mais rápido, produzindo células menores e em maior número em relação ao outro polo. Ocorrem em ovos de insetos.

Estão corretas as afirmativas:

a) III, apenas.

b) II e III, apenas.

c) I e II, apenas.

d) I, II e III.

13. (UEPG) Com relação à embriogênese, assinale o que for correto.

01. Em abelhas, pode-se observar o fenômeno de partenogênese, que leva à formação dos zangões, resultantes do desenvolvimento de óvulos não fecundados.

02. Nos protostômios, o blastóporo origina o ânus e pode-se citar como representantes desse grupo os equinodermos.

04. O blastocisto dos mamíferos é revestido por uma camada de células, o trofoblasto, que originará a placenta posteriormente.

08. Ovos oligolécitos apresentam segmentação holoblástica igual, onde todos os blastômeros apresentam aproximadamente o mesmo tamanho.

16. A mórula é resultante de sucessivas divisões celulares dos blastômeros.

Soma das alternativas corretas:

14. (UPE) Nas aves, todos os recursos necessários para o desenvolvimento embrionário precisam estar contidos dentro do ovo. Nos vivíparos, algumas dessas estruturas foram adaptadas à vida intrauterina. Sobre isso, analise as seguintes proposições:

I. Nos vivíparos, a placenta e o alantoide são estruturas responsáveis pelo processo de alimentação do embrião.

II. Com o aparecimento do cordão umbilical e da placenta, torna-se desnecessária a concentração de grande quantidade de vitelo no interior do óvulo, como o encontrado nos ovos das aves e dos répteis.

III. O âmnion está presente tanto em seres humanos como em aves e répteis, pois ele é fundamental para evitar a desidratação dos embriões.

Está correto, apenas, o que se afirma em:

a) I.

b) II.

c) III.

d) I e II.

e) II e III.

15. (UNICENTRO) Os vertebrados são animais triblásticos porque, durante o desenvolvimento embrionário, ocorre a participação de três folhetos germinativos: ectoderme, endoderme e mesoderme, que dão origem aos diversos tecidos e órgãos que constituem esses animais. Sobre a origem dos órgãos nos vertebrados, considere as afirmativas a seguir.

I. O estômago é originado da ectoderme.

II. O tecido nervoso é originado da endoderme.

III. O coração é originado da mesoderme.

IV. Os rins são originados da mesoderme.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e II são corretas.

b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.

c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.

d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.

e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

16. (PUC-GO) Use o texto abaixo para responder esta questão

Sobre o Erro no Ensino da Pesquisa Científica

Raymundo de Lima

Errar para Aprender

Na antiguidade, Plutarco observava que o ser humano não pode deixar de cometer erros; é com os erros que os homens de bom senso aprendem a sabedoria para acertar no futuro. Algo parecido também ocorre no campo da ciência.

Como professor de metodologia da pesquisa aprendo todo dia que o erro faz parte do processo de investigação cientifica. Francis Bacon (sec. 17), um dos fundadores da ciência moderna, recomendava ao pesquisador desprezar as falsas noções ou “ídolos”, que impedem as descobertas cientificas. Também Descartes considerava um dever do homem de bom senso evitar os erros. Hoje, com o amadurecimento das discussões epistemológicas, é possível o entendimento de que nenhuma teoria cientifica está imune de erros. Como produtos humanos que são, todas as teorias cientificas são imperfeitas.

Na ciência, o erro não se opõe à busca da verdade, mas é visto como uma decorrência transitória desta busca. “O contrário da verdade, vale sempre repetir, não é erro, mas a mentira! O erro decorre da liberdade de investigar e será vencido, antes de tudo, pela superação de nossos preconceitos e pela disposição de sempre procurarmos novos caminhos para alcançar o que se nos oferece como um bem”, observa o professor Lauro F. B. Silveira. O “maior erro [do pesquisador] seria subestimar o problema do erro”, observa Edgar Morin.

Para o professor de Teologia da PUC-SP, Mario Sergio Cortella, “o erro não ocupa um lugar externo ao processo de conhecer; investigar [cientificamente] é bem diferente de receber uma revelação límpida, transparente e perfeita. O erro é parte integrante do conhecer não porque ‘errar e humano’, mas porque nosso conhecimento sobre o mundo dá-se em uma relação viva e cambiante (sem o controle de toda e qualquer interveniência) com o próprio mundo” (CORTELLA, 2000).

A história da ciência reconhece inúmeros casos em que os erros sinalizaram a correção do procedimento usado pelo pesquisador. Talvez o maior inventor de nosso tempo, Thomas Alva Edison (1847-1931), dentre as suas mais de mil invenções patenteadas, para inventar a lâmpada incandescente, ele teria realizado mais de 1.150 experimentos fracassados antes de chegar ao êxito de sua invenção [1]. Também o embriologista Ian Wilmut (1945), declarou ter falhado 276 vezes antes de conseguir criar um clone (cópia idêntica) de uma ovelha, em 1997, que ainda provoca muitas discussões sobre a ética na ciência [2]. Albert Sabin, inventor da vacina contra a poliomielite, lembrou sistematicamente que a invenção e a campanha de erradicação da paralisia infantil tinha sido “um trabalho de muitos, principalmente de todos aqueles que erraram antes para que o caminho do acerto ficasse mais curto depois” (MORAIS, op. cit, p. 22).

(Disponível em: http://www.espacoacademico.com. br/076/76lima.htm. Acesso em: 24 nov. 2012.)

No último parágrafo, o texto faz referência a um ramo da biologia: a embriologia. Com base nos conhecimentos sobre o tema, analise os itens abaixo:

I. A mórula é o segundo estágio de desenvolvimento do feto.

II. A notocorda é originada da mesoderme e dá lugar a coluna vertebral.

III. O arquêntero é a cavidade da blástula e origina o intestino primitivo do embrião.

IV. À blástula segue-se à mórula e precede a gástrula na sequência do desenvolvimento.

Em relação às proposições acima analisadas, assinale a única alternativa cujos itens estão corretos:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II e III.

d) II e IV.

17. (UERN) A figura a seguir mostra o desenvolvimento embrionário de um ser humano e apresenta, numerados, os anexos embrionários que o feto necessita para o seu desenvolvimento.

17

Analise as afirmativas.

I. A vesícula vitelina, representada pelo número 1, não é necessária nos mamíferos, ela se atrofia gradativamente e desaparece. No parto, aparece junto com alantoide reduzida a vestígios no cordão umbilical.

II. Os números 5 e 6 representam a cavidade amniótica e o cório. A cavidade amniótica protege o feto contra choques mecânicos e o cório envolve a cavidade amniótica.

III. O número 3 indica a placenta, que é o principal contato do feto com a mãe, facilitando a entrada do oxigênio e dos nutrientes e eliminando as excretas do embrião na circulação materna.

IV. O alantoide, representado pelo número 2, é bem reduzido, se une ao cório e à mucosa uterina para formar a placenta.

V. O âmnio, representado pelo número 4, protege todo o feto e os anexos embrionários.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I, II e V.

b) III e IV.

c) II e V.

d) I, III e IV.

18. (IFNMG) Em relação a um embrião de anfioxo esquematizado a seguir, assinale a opção em que não há correspondência entre a estrutura e o que ela origina.

18

a) Mesoderma – músculos lisos.

b) Ectoderma – tubo digestivo.

c) Tubo neural – sistema nervoso.

d) Notocorda – eixo de sustentação.

19. (UEPB) Os mamíferos são animais de fecundação interna, porém o desenvolvimento embrionário apresenta diferenças, que subdividem esta classe em 3 clados. Sobre este são apresentadas as proposições abaixo:

I. Atualmente o clado Protoheria é representado pelos ornitorrinco e os equidnas, ovíparos, que têm ovos megalécitos e desenvolvimento embrionário praticamente idêntico ao dos répteis. Os filhotes nascem imaturos e se alimentam do leite produzido por glândulas mamárias (sem mamilos) localizadas no ventre da fêmea.

II. No clado Eutheria, o desenvolvimento ocorre no interior do útero materno e os embriões em desenvolvimento ligam-se à parede uterina por meio da placenta, órgão formado por tecidos maternos e embrionários, responsáveis pela nutrição, pelas trocas gasosas e excreção de substâncias resultantes do metabolismo.

III. No clado Metatheria, as fêmeas possuem o marsúpio, onde os filhotes completam o desenvolvimento após serem expelidos ainda imaturos do útero materno. Na América do Sul são representados pelos gambás e cuícas.

Assinale a alternativa que apresenta a(s) proposição(ôes) correta(s).

a) I, apenas.

b) Todas.

c) II, apenas.

d) III, apenas.

e) II e III, apenas.

20. (IFSul) Assinale com (V) verdadeira ou (F) falsa as afirmações abaixo, que se referem aos tipos de ovos, quantidade e distribuição de vitelo, durante o desenvolvimento embrionário.

( ) Ovos de mamíferos e do anfioxo são oligolécitos e possuem segmentação holoblástica e igual, pois originam blastômeros de tamanho aproximadamente iguais.

( ) Ovos de anfíbios e de mamíferos ovíparos são heterolécitos e possuem segmentação meroblástica e discoidal.

( ) Ovos de insetos são centrolécitos e possuem segmentação meroblástica e superficial.

( ) Ovos de platelmintos são telolécitos e possuem segmentação holoblástica e desigual.

A sequencia correta, de cima para baixo, é:

a) F – V – F – V.

b) V – V – F – F.

c) V – F – V – F.

d) F – V – V – V.

gab

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: