Publicado por: Djalma Santos | 2 de novembro de 2016

TESTES SOBRE EVOLUÇÃO (11)

01. (UFRGS) Leia o texto abaixo

Mais de 99% das espécies que surgiram sobre a Terra estão extintas. Cada evento de extinção modifica a fauna e a flora do período seguinte mediante eliminação de alguns tipos de organismos e aumento relativo de outros. Nos últimos séculos, a intervenção humana, deliberada, ou não, passou a desempenhar um papel sem precedentes na história da vida.

Adaptado de: PURVES, W. K.; SADAVA, D.; ORIANS, G. H.; HELLER, H. C. Vida, a ciência da biologia, 6. Ed. Porto Alegre: ArtMed, 2002, p.391-394.

Considere as seguintes afirmações sobre processos de extinção de espécies.

I. A extinção natural é resultado de constantes modificações dos ecossistemas e da seleção adaptativa.

II. A destruição e a fragmentação do hábitat são importantes causas de extinção de espécies.

III. A redução acentuada de indivíduos de uma espécie poderá levar à extinção por baixa variabilidade genética.

Qual(is) está(ão) correta(s)?

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas I e III.

d) Apenas II e III.

e) I, II e III.

02. (UFC) Um problema para a teoria da evolução proposta por Charles Darwin no século XIX dizia respeito ao surgimento da variabilidade sobre a qual a seleção poderia atuar. Segundo a Teoria Sintética da Evolução, proposta no século XX, dois fatores que contribuem para o surgimento da variabilidade genética das populações naturais são:

a) Mutação e recombinação genética.

b) Deriva genética e mutação.

c) Seleção natural e especiação.

d) Migração e frequência gênica.

e) Adaptação e seleção natural.

03. (UNIFESP) A presença de ovos com envoltório rígido é mencionada como uma das principais características que propiciaram a conquista do ambiente terrestre aos vertebrados. Contudo, essa característica só resultou em sucesso adaptativo porque veio acompanhada de outra novidade evolutiva para o grupo no qual surgiu. Tal novidade foi:

a) A total impermeabilidade da casca.

b) O cuidado à prole.

c) A fecundação interna.

d) O controle interno da temperatura.

e) A eliminação de excretas pela casca.

04. (UPE) A adaptação dos seres vivos aos ambientes de vida é um fato concreto. Desde a Antiguidade, esse aspecto sempre foi alvo de reflexões de filósofos, que formulavam algumas teorias, buscando explicações para a origem e a adaptação das espécies. Na coluna I, estão listadas algumas correntes de pensamento e, na coluna II, os seus respectivos conceitos. Estabeleça a correta associação entre as colunas.

COLUNA I

1. Transformismo

2. Fixismo

3. Criacionismo

COLUNA II

(   ) A harmonia existente entre os seres vivos e o meio em que vivem é o resultado de uma criação especial.

(    ) A adaptação é um processo dinâmico.

(    ) O criador planejou todas as espécies, dando-lhes características adaptativas para que vivam nos diferentes ambientes.

(    ) A adaptação é conseguida por meio de mudanças, na medida em que o meio muda, muda a espécie.

(    ) As espécies são imutáveis, aquelas encontradas na atualidade já existiam desde a origem do planeta.

Assinale a alternativa que contempla a associação correta entre as colunas.

a) 3, 1, 3, 1, 2.

b) 3, 1, 2, 1, 3.

c) 2, 3, 1, 1, 2.

d) 1, 1, 3, 1, 3.

e) 1, 2, 2, 3, 1.

05. (UEL) Duas espécies de gramíneas, pertencentes a gêneros diferentes, ambas com número cromossômico 2n = 28, foram cruzadas e criou-se um híbrido, também com 2n = 28, que florescia, mas não conseguia produzir sementes. Meristemas dessa geração de híbridos (F1) foram submetidos a um tratamento com colchicina, o que resultou em uma duplicação do número cromossômico, gerando plantas (F2) com 2n = 56, que por sua vez produziam sementes normalmente. De acordo com o texto e com os conhecimentos sobre o tema, assinale a alternativa que indica a causa mais provável para a infertilidade da F1, seguida de reprodução normal na F2:

a) O tratamento com colchicina removeu as barreiras químicas existentes nos dois conjuntos de cromossomos.

b) Durante a meiose ocorrida em F1, parte dos cromossomos foi eliminada, havendo multiplicação apenas do lote haploide de uma das espécies.

c) A primeira geração filial era infértil, em função de alelos incompatíveis, que foram seletivamente eliminados em F2.

d) A duplicação do número cromossômico permitiu a formação de 28 pares de cromossomos bivalentes, viabilizando a meiose.

e) A duplicação deu-se apenas com os cromossomos viáveis de cada espécie, e o número total foi completado com quebras cromossômicas.

06. (COVEST) “Um grande grupo de indivíduos, de uma única espécie, sofre dispersão por vários ambientes, nos quais atuam diferentes fatores de seleção natural, e, consequentemente, diferentes variações adaptativas são selecionadas em cada um desses ambientes. Diversas espécies são formadas, embora todas apresentem algumas características semelhantes, pelo fato de terem descendido de um ancestral comum”. Esse texto refere-se à ocorrência de:

a) Convergência adaptativa.

b) Oscilação genética.

c) Analogia genética.

d) Irradiação adaptativa.

e) Diversidade intraespecífica.

07. (UFMG) Analise do gráfico abaixo, em que está representado o efeito de duas aplicações de inseticida em uma plantação de cana-de-açúcar infestada de cigarrinhas:

07

Com base nas informações contidas gráfico e em outros conhecimentos sobre o assunto, é incorreto afirmar que,

a) para ocorrer uma nova redução da população, é necessário mudar o tipo de inseticida ou a forma de controle da cigarrinha.

b) após a primeira aplicação do inseticida, se evidencia sua eficiência pela queda acentuada no número de cigarrinhas ocorrida nesse período.

c) depois da segunda aplicação do inseticida, os organismos resistentes se tornam mais numerosos que os sensíveis.

d) feita a primeira aplicação do inseticida, ocorre alteração no genótipo dos insetos sensíveis, o que resulta no decrescimento da população.

08. (PUC-RIO) Um problema sério de conservação da natureza está ligado ao tamanho de populações de animais ameaçados de extinção, como, por exemplo, o mico leão dourado. Que tipo de problema genético pode ocorrer quando uma população de uma espécie, com reprodução sexuada, sofre uma redução significativa no número de indivíduos?

a) O aumento da interação gênica.

b) O aumento da hibridização.
c) A diminuição da diversidade genética.

d) O aumento dos casos de albinismo.
e) O aumento no número de mutações.

09. (VUNESP) Os diagramas abaixo representam os caminhos evolutivos a partir de duas espécies hipotéticas (X e J), onde as setas indicam o sentido da evolução ao longo do tempo. Analise-os e indique a espécie que, provavelmente, vem há muito tempo apresentando um alto grau de adaptação ao seu ambiente.

09

a) X.

b) R.

c) N.

d) M.

e) J.

10. (COVEST) Quando se considera o processo evolutivo, se tem em mente que as populações experimentam um conjunto de mudanças ao longo do tempo. Sobre esse tema, analise as proposições abaixo.

I    II

0  0 – As mutações podem ser favoráveis, indiferentes ou desfavoráveis, dependendo do ambiente em que vivem os organismos mutados.

1  1 –  Casamento entre pessoas aparentadas (cruzamentos consanguíneos) aumenta a frequência de alelos deletérios na população.

2  2 – A seleção natural atua sobre a diversidade genética intraespecífica; os indivíduos mais bem-adaptados ao ambiente são selecionados.

3  3 – A semelhança entre a estrutura interna da asa do morcego e a do membro superior humano é indicativa do tipo de evolução denominado convergência adaptativa.

4  4 – O acaso pode provocar alterações significativas na frequência de diferentes alelos.

11. (PUC-MG)

“Quanto maior for a variabilidade genética de uma população, maior será a sua capacidade de se adaptar às adversidades do meio”.

Essa afirmação é:

a) Falsa, porque a variabilidade genética tem valor individual e não populacional.

b) Verdadeira, pois maior variabilidade genética indica maior capacidade de responder às mudanças ambientais.

c) Falsa, porque é o meio que determinará no indivíduo as mudanças genéticas necessárias e apropriadas ao aumento.

d) Verdadeira, porque corresponde aos preceitos elaborados por Lamarck na teoria do uso e desuso.

e) Questionável, pois não há evidências seguras do real valor da variabilidade genética.

12. (PUC-CAMPINAS) Os tipos de hemoglobina A (normal) ou siclêmica (S) são determinados por um par de alelos. Os genótipos e fenótipos possíveis são:

HbAHbA – pessoas normais

HbAHbS – pessoas com anemia atenuada

HbSHbS – pessoas com anemia grave (geralmente morrem na infância)

A condição heterozigótica HbAHbS torna o indivíduo mais resistente a um tipo de malária do que os indivíduos que são homozigóticos (HbSHbS; HbAHbA). Esse fato mostra que, em populações de regiões onde a incidência de malária é:

a) Pequena, a frequência do alelo HbS tende a diminuir, porque indivíduos HbAHbS chegam à idade reprodutiva e deixam descendentes.

b) Pequena e nas regiões onde é alta, as frequências dos dois alelos não se alteram, de acordo com o teorema de Hardy-Weinberg.

c) Pequena e nas regiões onde é alta, o alelo HbS tende a ser eliminado e o teorema de Hardy-Weinberg não é válido para elas.

d) Alta, o teorema de Hardy-Weinberg não é válido uma vez que HbS tende a ser eliminado, devido à morte de pessoas HbSHbS.

e) Alta, a frequência do alelo HbS tende a aumentar, pois aumenta a probabilidade de indivíduos HbAHbS deixarem descendentes.

13. (UEM) Identifique o que for correto sobre a teoria da evolução e sobre os fatores evolutivos.

I  II

0  0 – A teoria sintética da evolução, ou neodarwinismo, rejeita a ideia de que cada ambiente induz, seletivamente, as mutações necessárias para a adaptação dos organismos.

1  1 – Embora raros, ocorrem erros na replicação e na transcrição de genes eucarióticos, alterando a sequência de bases do produto. Entretanto, os erros de transcrição não constituem fonte de variabilidade genética para a seleção natural e para a evolução.

2  2 – A adaptação de algumas plantas à alternância de condições de seca e de alagamento é decorrência de reversões de mutações, em genes específicos, induzidas pelas mudanças de ambiente.

3  3 –  Para que a seleção natural aconteça em uma população, é necessário que existam indivíduos distintos, portadores de diferentes genótipos, com probabilidades diferentes de deixar descendentes para a geração seguinte.

4 4 – Uma população de soja se reproduz por autofecundação e é formada por indivíduos geneticamente iguais entre si e homozigóticos para todos os loci. Por seleção natural, essa população se tornará tolerante a um elemento químico tóxico se for cultivada, por algumas gerações, em terreno com o elemento tóxico presente.

14. (UPE) A figura abaixo ilustra um exemplo de prova anatômica da Evolução.

14

Assinale a alternativa que estabelece a relação correta entre um conceito e a sua representação.

a) Lei da recapitulação que caracteriza a ontogênese.

b) Lei do uso e do desuso que se refere aos órgãos vestigiais que perderam a função primitiva.

c) Analogia de órgãos que apresentam a mesma função.

d) Homologia de órgãos que apresentam a mesma origem embrionária.

e) Convergência adaptativa que relaciona ancestrais, ocupando o mesmo habitat.

15. (COVEST) A evolução biológica pode ser entendida como o conjunto de mudanças cumulativas que ocorrem ao longo do tempo e que se relacionam com as formas de adaptação dos seres vivos ao ambiente. Com relação a esse assunto, analise as proposições abaixo.

I    II

0   0 – Por mais diferenciados que sejam os ambientes, sempre existem os mesmos fatores de seleção natural; o que justifica a ocorrência de irradiação adaptativa durante a evolução.

1   1 – Dois animais de ancestralidades diferentes, que apresentam estruturas adaptadas a uma mesma função, evidenciam um caso de homologia, o qual conduz à convergência adaptativa.

2 2 – Rãs, crocodilos e hipopótamos, embora descendam de ancestrais diferentes, desenvolveram comportamentos similares e podem manter os olhos e as narinas alinhados, rentes à superfície da água. Representam um caso de homologia adaptativa.

3 3 – A asa da abelha é desprovida de estruturas ósseas internas, diferentemente das asas do morcego; ambas, adaptadas ao voo. Como são animais de ancestralidades diferentes, constituem um exemplo de analogia adaptativa.

4  4 – A semelhança entre a estrutura interna da asa do morcego e a do membro superior humano, mamíferos que descendem de um ancestral comum, evidencia um caso de homologia adaptativa.

16. (UPE) ­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­As afirmativas abaixo se referem à evolução.

I   II

0  0 – A reprodução sexuada,  do ponto  de vista  evolutivo,  é  mais importante que a reprodução assexuada, porque promove maior variabilidade genética.

1  1 – O conceito de  seleção  natural  aplica-se  a todos os  seres  vivos e é condição importante que exista diversidade genotípica.

2  2 – Para verificar se  dois grupos de animais  vivendo  isolados pertencem a uma mesma espécie, é fundamental verificar se os indivíduos desses grupos cruzam entre si e produzem descendentes férteis.

3 3 – Com respeito às mutações para verificar a influência das radiações no aumento da sua taxa, fez-se um experimento que está representado no gráfico a seguir e de que foi tirada a seguinte conclusão:

16.3.3

“à proporção que aumenta as radiações, aumenta a taxa de mutação nos animais expostos”.

4 4 – O principal fato no qual se baseou Lamarck para apresentar as suas Lei Evolucionistas, foi que cada espécie tem uma tendência de reproduzir e aumentar de número.

17. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0 0 – As frases: (I) “pela necessidade de viver em terra firme, os ovos dos répteis adquiriram casca, tornando-se resistentes à dessecação” e (II) “por terem desenvolvido ovos dotados de casca resistente à dessecação, os répteis puderam conquistar o ambiente terrestre”, estão relacionadas, respectivamente, com as teorias de Lamarck e Darwin.

1 1 – A frase: “a fim de poder suportar a intensa radiação solar nos trópicos, as células da pele humana adquiriram a capacidade de fabricar grande quantidade de melanina”, pode ser considerada Darwinista.

2 2 – Considerando as duas afirmações seguintes: (1) “o gafanhoto é verde porque vive na grama”; (2) “o gafanhoto vive na grama porque é verde”, pode-se concluir que a (1) cabe perfeitamente dentro da linha de raciocínio do Darwinismo, enquanto a (2) coincide com o raciocínio de Lamarck.

3 3 – Nas cianofíceas, a variabilidade genética é causada, principalmente, pela recombinação gênica.

4 4 – No processo evolutivo das populações naturais, as variações produzidas pelo meio ambiente, são importantes desde que sofram ação da seleção natural.

18. (FUVEST) No início do século XV um colonizador europeu levou uma pequena ninhada de coelhos para a ilha de Porto Santo, perto da Madeira. Lá não havia outros coelhos e nem predadores. Os coelhos se multiplicaram rapidamente. No século XIX um observador constatou que os coelhos de Porto Santo eram bastante diferentes do estoque europeu ancestral: seu tamanho era menor, o padrão de cor era diferente, e seus hábitos eram mais noturnos. Atualmente, cruzando-se estes coelhos com os europeus não há produção de descendentes. É possível afirmar corretamente que:

I II

0 0 – O fenômeno da mutação foi o responsável pelas diferenças encontradas entre os coelhos europeus e os de Porto Santo.

1  1  – A situação relatada no texto é um exemplo de evolução biológica.

2 2 – Os coelhos da ilha de Porto Santo constituem atualmente uma espécie diferente das espécies europeias.

3 3 – Se fosse levada para a Europa uma ninhada de coelhos de Porto Santo, esses animais desenvolveriam características morfológicas idênticas às dos coelhos europeus.

4 4 – Como não havia predadores em Porto Santo, no século XV, a população de coelhos não sofreu seleção natural ao longo do tempo.

19. (CESGRANRIO) Em sua viagem às ilhas Galápagos, Darwin observou as diferentes espécies de tentilhões que as habitam. Percebeu que a principal diferença entre elas estava na forma do bico e que esta forma se relacionava ao tipo de alimento disponível para as aves de cada uma das ilhas. A respeito do processo de evolução dos tentilhões a partir de um ancestral comum, fazem-se as seguintes afirmações.

I. Mutações diferentes ocorreram em cada ilha, determinadas pela necessidade de as aves se adaptarem ao alimento disponível.

II. Em cada ilha, a seleção natural eliminou os mutantes não adaptados.

III. Mutações foram-se acumulando nas populações de cada ilha, e as aves tornaram-se tão diferentes, que se estabeleceu o isolamento reprodutivo.

Assinale a(s) afirmativa(s) correta(s):

a) Apenas I.

b) Apenas I e II.

c) Apenas I e III.

d) Apenas II e III .

e) I, II e III.

20. (UPE) Entre as afirmativas abaixo, distinga aquela(s) que está(ão) fundamentada(s) nos postulados da Teoria de Darwin.

I   II

0  0 – Os organismos vivos produzem grandes quantidades de unidades reprodutivas, no entanto o número de indivíduos permanece, na maioria das espécies, mais ou menos constante.

1   1 – Os organismos de uma população natural são diferentes entre si, apresentando variações na forma e no comportamento.

2  2 – O uso de diferentes partes do corpo faz com que estas se desenvolvam, e o desuso faz com que atrofiem.

3  3 – Os caracteres benéficos adquiridos por um organismo durante sua vida seriam transmitidos aos seus descendentes.

4  4 – Certas características dos seres vivos poderiam contribuir para a sua sobrevivência e reprodução num determinado ambiente. Quando ausentes, elas tornam os indivíduos desfavoráveis à sobrevivência, podendo levá-los à extinção.

gab

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: