Publicado por: Djalma Santos | 16 de fevereiro de 2017

TESTES DE ECOLOGIA (VIII)

01. (OBJETIVO-SP) X, Y e Z são diferentes espécies de bactérias aeróbicas heterotróficas. X e Z conseguem viver somente em presença de alta luminosidade, próximas à superfície do meio de cultura, e Y só vive em baixa luminosidade, imersa no meio de cultura. Um pesquisador realizou o seguinte experimento:

No recipiente I, implantou uma colônia de bactérias X na superfície e uma colônia de bactéria Y no interior do meio de cultura. No recipiente II, realizou o mesmo procedimento, desta vez com colônias de bactérias X e Z, ambas implantadas na superfície do meio de cultura. Todas as colônias possuíam número semelhante de indivíduos e suprimento alimentar distribuído homogeneamente nos recipientes.

Os resultados da multiplicação das colônias ao longo do tempo encontram-se expressos nos dois gráficos a seguir:

01

Usando exclusivamente as informações fornecidas, e o conceito de hábitat (ambiente onde a espécie vive) e de nicho ecológico (função da espécie nesse ambiente) responda a alternativa correta:

a) X e Y competem pelo alimento, porém, ambas são igualmente bem adaptadas na obtenção dele. A bactéria Z, por sua vez, não é capaz de competir com X e nem com Y, pois apresenta baixa capacidade adaptativa.

b) X e Y possuem o mesmo nicho ecológico e possuem hábitats diferentes, não ocorrendo competição por alimento. X e Z, por sua vez, possuem nichos muito distintos, mas mesmo hábitat, o que promove a competição e a eliminação do menos apto.

c) X e Y apresentam uma relação mutualística, em que cada uma se beneficia da convivência com a outra e, por isso, ambas se desenvolvem. X e Z apresentam comportamento de predação de Z por X, o que leva à eliminação da colônia.

d) X e Y ocupam nichos ecológicos muito distintos e, embora o alimento seja o mesmo, há baixa competição por ele. X e Z, em contrapartida, ocupam nichos semelhantes, havendo competição e eliminação de Z, que demonstra ser menos apta que X para obter alimento.

e) X e Y apresentam uma relação de comensalismo, em que Y se beneficia dos restos de alimentos deixados por X. Por sua vez, Z é predada por X até a completa eliminação da colônia.

02. (UEM) Herbivoria é uma relação que ocorre entre animais e as plantas das quais eles se alimentam. No entanto um animal que come uma semente ou uma planta inteira comporta-se como um predador, pois destrói um indivíduo (embrião, no caso da semente), e um animal que come apenas parte de uma planta comporta-se como um parasita. Nesse contexto, baseando-se nos conceitos básicos de ecologia, assinale a alternativa incorreta.

a) Herbivoria pode ser considerada uma relação desarmônica interespecífica.

b) Predatismo e parasitismo constituem relações desarmônicas interespecíficas.

c) Nos ecossistemas, os animais e as plantas ocupam o mesmo hábitat e possuem o mesmo nicho ecológico.

d) Herbivoria constitui uma interação entre um organismo produtor e um organismo consumidor.

e) Na cadeia alimentar, parasitas e predadores de vegetais são consumidores primários.

03. (UFG) LEIA O TEXTO A SEGUIR:

Achantina fulica é conhecida como caramujo gigante africano e está inserida na lista da União para a Conservação da Natureza como uma das cem piores espécies do planeta devido ao alto poder invasor. Esse molusco foi introduzido no Brasil há cerca de vinte anos como opção para criação de escargot. Atualmente, está presente em 15 estados, nos quais já causou danos para o ambiente e para a agricultura. Esses fatos estão estimulando a discussão pelo Ministério da Agricultura de como controlar e erradicar a A. fulica“.

IBAMA. “Ofício n. 006/03”, 17 de jan. de 2003. [Adaptado].

De acordo com o texto, atualmente, a curva de crescimento populacional de Achantina fulica é:

03

04. (UPE) A agricultura orgânica prioriza a saúde do meio ambiente, preservando a biodiversidade e excluindo o emprego de substâncias químicas, que, no solo, agridem os ecossistemas. Os elementos da natureza valorizados pela agricultura orgânica são:

I. Inimigos naturais, ou seja, os organismos que mantêm, em equilíbrio, os níveis de população de insetos, considerados praga.

II. Oligoquetas detritívoros que vivem no solo e contribuem para a produção de húmus.

III. Fungos associados às raízes de plantas, que mantêm relações ecológicas mutualistas.

IV. Plantas de uma mesma espécie, a chamada “monocultura”, facilitando a colheita e gerando maior lucro.

Estão corretos os itens:

a) I, II e III, apenas.

b) I, III e IV, apenas.

c) II, III e IV, apenas.

d) I e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

05. (COVEST) Analise a figura abaixo, relativa ao tema crescimento das populações biológicas, correlacionando-a com as proposições dadas.

04

I   II

0  0 – A curva A ilustra o crescimento de uma população biológica avaliado em ambiente que impõe restrições ao desenvolvimento da mesma.

1   1 – A curva mostrada em B, ilustra o potencial biótico de uma população biológica.

2   2 – C indica o tamanho populacional que o ambiente suporta.

3   3 – A curva B ilustra o crescimento real de uma população biológica, considerando a resistência ambiental.

4  4 – A curva A ilustra o potencial biótico de uma  população.

06. (PUCCAMP-SP) O gráfico abaixo apresenta duas curvas teóricas de crescimento de uma população:

– Curva I que representa o crescimento potencial da população caso não haja resistência ambiental;

– Curva II que representa o crescimento real da população limitado pela resistência ambiental.

06

Uma diminuição na taxa de crescimento ocorre a partir do segmento:

a) a.

b) b.

c) c.

d) d.

e) e.

07. (UNIRIO) Durante o verão podem ser encontrados sobre as folhas de certa planta um tipo de gafanhoto verde ou “esperança” e um determinado tipo de “louva-a-deus”, também verde. O primeiro desses insetos se alimenta de folhas de planta e enterra seus ovos no solo, enquanto que o segundo é predador, alimenta-se de insetos, e usa o caule da mesma planta para fixar seus ovos. Esses insetos apresentam:

a) O mesmo habitat e mesmo nicho ecológico.

b) Mesmo habitat e função de decompositores.

c) Diferentes habitats e biocenoses iguais.

d) Diferentes habitats e mesmo nicho ecológico.

e) O mesmo habitat e diferentes nichos ecológicos.

08. (UFMA) Considere que A e B sejam duas comunidades. A zona de transição designada por 1 é:

08

a) O microcosmo.

b) O biociclo.

c) O ecótono.

d) A biogenética.

e) O biócoro.

09. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

I   II

0  0 – O monóxido de carbono, gás inodoro e incolor, é um perigoso poluente encontrado na atmosfera, sobretudo nas zonas urbanas.

1  1 – A incorporação do nitrogênio atmosférico e seu retorno à atmosfera podem ser efetivados por procariotos.

2  2 – Nos estágios iniciais de uma sucessão, podemos observar que a atividade autotrófica é maior que a heterotrófica, assim, a produção bruta (P), é menor que respiração (R) e a relação P e R é maior do que 1.

As duas últimas alternativas devem ser respondidas com base nas situações a seguir.

Situação I – Cupins alimentam‑se de madeira, mas são incapazes de digerir a celulose, atividade que é exercida por protozoários que vivem no seu intestino e que também se alimentam de madeira.

Situação II – Por meio do canto, machos de algumas espécies de pássaros delimitam seu território, defendendo‑o de outros machos e assegurando seu direito de reprodução com as fêmeas da sua espécie, habitantes do território delimitado.

3  3 – A situação I descreve uma relação harmônica de comensalismo.

4  4 – A competição intraespecífica, exemplificada na situação II, pode representar a perpetuação, com maior eficiência, do patrimônio genético de um indivíduo.

10. (COVEST) Os seres vivos não são entidades isoladas. Eles interagem em seu ambiente com outros seres vivos e com componentes físicos e químicos. São afetados pelas condições desse ambiente. Com relação ao ecossistema marinho, assinale a alternativa correta.

a) O Zooplâncton e o Fitoplâncton representam os organismos produtores (autotróficos) nas cadeias alimentares marinhas.

b) Os consumidores secundários e terciários, nos mares, são representados principalmente por peixes.

c) No ambiente marinho, não existem decompositores.

d) As diatomáceas são os principais representantes do Zooplâncton.

e) Todos os seres do Zooplâncton marinho são macroscópicos.

11. (UFRS) Uma comunidade vegetal em estágio jovem atua com mais eficiência do que uma comunidade clímax na “fixação do carbono”, porque apresenta:

a) Uma baixa produtividade primária bruta.

b) A relação produtividade bruta/respiração próxima à unidade.

c) Grande biomassa vegetal e diversidade em espécies.

d) Uma alta produtividade primária líquida.

e) Teias alimentares complexas.

12. (PUC-RIO) Considere as afirmativas a seguir.

I. Devido à eutrofização das lagunas costeiras, numerosas espécies têm desaparecido em consequência do aumento da produção de algas adaptadas à poluição.

II. As restingas se desenvolvem sobre solos argilosos e de alta fertilidade e constituem o ecossistema mais preservado de todos os demais.

III. O manguezal é um ecossistema que apresenta espécies adaptadas às baixas concentrações de oxigênio no solo.

IV. Dos ecossistemas do Rio de Janeiro, o de maior extensão é a mata atlântica e o de menor extensão são os campos de altitude.

Das afirmativas anteriores, admitem-se como verdadeiras as indicadas na opção:

a) As afirmativas I e III.

b) As afirmativas I, III e IV.

c) As afirmativas I, II e IV.

d) As afirmativas II e III.

e) As afirmativas II e III e IV.

13. (UFTM) No início da década de 1960, foi dado o alerta: a bióloga norte-americana Rachel Carson publicou o livro “Silent Spring” (Primavera Silenciosa), no qual faz a descrição dramática das “primaveras sem cantos de pássaros”, devido ao uso indiscriminado de pesticidas clorados na agricultura. Até então, os pesticidas eram considerados os salvadores da humanidade, pois poderiam solucionar o problema da fome humana. Apesar da legislação restritiva, ainda hoje os pesticidas clorados são usados na agricultura e pecuária. A razão da expressão “primaveras sem cantos de pássaros” decorre do fato de que:

a) Parte da produção de grãos é consumida pelos pássaros. Não fosse a utilização desses pesticidas, que controla a população de pássaros, a produção de grãos seria insuficiente para alimentar a população humana.

b) As ervas daninhas e os insetos, tidos como pragas agrícolas, estão na base alimentar de inúmeras espécies de pássaros. A eliminação dessas pragas nas lavouras levaria à extinção das diferentes espécies de pássaros.

c) Os pesticidas clorados permanecem nos ecossistemas, provocando a contaminação do solo e a degradação da cobertura vegetal que abriga inúmeras espécies silvestres, dentre elas os pássaros que migram.

d) Os pesticidas clorados são muito estáveis e, por isso, são transferidos, via cadeia alimentar, para os insetos e, destes, para os pássaros. O acúmulo desses pesticidas no organismo dos pássaros leva o animal à morte.

e) Os pesticidas clorados são imediatamente degradados pelos insetos e outros seres que os ingerem, porém produzem uma toxina que afeta ao funcionamento do fígado da ave, matando-a.

14. (OBJETIVO-SP) Alguns conceitos ecológicos são os de população, comunidade e ecossistema. Assim, população é o conjunto de indivíduos de uma mesma espécie. Comunidade ou biocenose são populações de espécies diferentes que interagem em um mesmo ambiente. As interações entre as biocenoses e o meio ambiente físico e químico constituem o ecossistema.

Observe o esquema a seguir:

14

As letras A, B e C indicam alguns conceitos muito utilizados em Ecologia. Pode-se afirmar que correspondem, respectivamente:

a) À comunidade, à população e ao ecossistema.

b) À comunidade, à população e à biosfera.

c) À população, à biosfera e à comunidade.

d) À população, à comunidade e ao ecossistema.

e) À população, ao ecossistema e à biosfera.

15. (C0C) A água da Terra – que constitui a hidrosfera – distribui-se por três reservatórios principais, os oceanos, os continentes e a atmosfera, entre os quais existe uma circulação contínua – ciclo da água ou ciclo hidrológico. Esse ciclo é responsável pela renovação da água no planeta. O movimento da água no ciclo hidrológico é mantido pela energia solar e pela gravidade. Na atmosfera, o vapor de água que forma as nuvens pode transformar-se em chuva, neve ou granizo dependendo das condições climáticas. Essa transformação provoca o fenômeno atmosférico ao qual se chama precipitação.

A figura a abaixo representa a proporção entre os volumes de água contidos nos oceanos, nos continentes e na atmosfera. As setas indicam a troca de água entre eles.

15

De acordo com o ciclo mostrado na figura e a importância da água na natureza, pode-se dizer que:

a) O volume total da água na Terra varia ao longo do tempo, pois a evaporação é maior do que a precipitação.

b) Muitas doenças dos países pobres estão relacionadas à água não tratada, à ausência de informação básica e às condições precárias de saneamento.

c) Do total de água que evapora para a atmosfera, 80% têm origem nos oceanos, enquanto apenas 20% são oriundos dos continentes.

d) Ocorre constante troca de água entre a superfície da Terra e a atmosfera, sem mudança de estado físico dessa substância.

e) A água é formadora do líquido intersticial que banha os tecidos e é componente do sangue dos animais e da seiva dos vegetais, mas tem pouca importância no controle térmico.

16. (COVEST) Com o aumento da interferência humana nos ecossistemas, é imperioso que se faça uma reflexão sobre a estrutura e o funcionamento dos ecossistemas, considerando sempre que os seres vivos relacionam-se entre si e também com fatores abióticos, o que há de ser respeitado para que o equilíbrio ecológico seja mantido. Neste contexto, é correto afirmar que:

I   II

0  0 – As condições climáticas e de solo determinam a similaridade da vegetação observada em um bioma terrestre; são exemplos de biomas terrestres: os campos e as florestas pluviais tropicais.

1  1 – Há ecossistemas de diferentes tamanhos, desde uma pequena lagoa a um oceano. Mas, em todos os ecossistemas, cada espécie ocupa um lugar específico, o seu nicho ecológico.

2  2 – O habitat de uma espécie inclui relações alimentares, obtenção de abrigo e locais de reprodução; o conjunto de atividades da espécie quando em interação com a natureza.

3  3 – Nos ecossistemas, a energia não é reciclada; ela tem fluxo unidirecional, não havendo, pois, reaproveitamento da energia liberada na transferência de energia entre os seres vivos.

4  4 – Tomando como exemplo as savanas africanas, pode-se afirmar que as zebras, os leões e os abutres lá encontrados ocupam um mesmo hábitat, mas têm diferentes nichos ecológicos.

17. (UEPB) Pesquisadores do Departamento de Biologia da UEPB realizaram um estudo da macrofauna do açude do Bodocongó, localizado na cidade de Campina Grande-PB, coletando os seguintes organismos: 5 gastrópodes (caramujos), 8 caraciformes (peixes), 10 dípteros (insetos), 2 chelonios (cágados), 2 ciconiformes (garças), anuros (3 sapos e 5 rãs). Esse pequeno açude contém:

a) Sete comunidades e uma população.

b) Duas comunidades e sete populações.

c) Uma comunidade e sete populações.

d) Cinco comunidades e três populações.

e) Uma comunidade e uma população.

18. (C0C)

18

O WWF-Brasil é uma organização não governamental brasileira dedicada à conservação da natureza, com o objetivo de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações. Criada em 1996 e sediada em Brasília, a instituição desenvolve projetos em todo o país e integra a Rede WWF, uma das maiores redes independentes de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários. O WWF-Brasil elaborou e disponibilizou em seu site (http://www.wwf.org.br) explicações didáticas sobre alguns dos principais temas que estão na pauta cotidiana das discussões sobre conservação da natureza no Brasil e no mundo.

Assinale a única explicação que certamente não está publicada no site, por estar incorreta.

a) O termo biodiversidade – ou diversidade biológica – descreve a riqueza e a variedade do mundo natural. As plantas, os animais e os microrganismos fornecem alimentos, remédios e boa parte da matéria-prima industrial consumida pelo ser humano.

b) A definição mais aceita para desenvolvimento sustentável é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender às necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.

c) O animal doméstico já está acostumado a viver perto das pessoas, como gatos, cachorros, galinhas e porcos, entre outros. Já o animal silvestre foi tirado da natureza e reage à presença do ser humano. Por essa razão, tem dificuldades para crescer e se reproduzir em cativeiro.

d) Em volta da Terra há uma camada de gás ozônio (O3), que protege os seres vivos dos raios infravermelhos emitidos pelo Sol. Na estratosfera, o ozônio contribui para agravar a poluição do ar das cidades, mas, na baixa atmosfera, é um filtro a favor da vida.

e) O aquecimento global é resultado do lançamento excessivo de gases de efeito estufa, sobretudo o dióxido de carbono (CO2), na atmosfera. Esses gases formam uma espécie de cobertor cada dia mais espesso que torna o planeta cada vez mais quente e não permite a saída de radiação solar.

19. (UEM) Considere que a constituição da atmosfera atual da Terra seja CO2 (0,03%), N2 (79%) e O2 (21%) e assinale o que for correto.

01. A transformação do NO3 para N2, o qual retorna para a atmosfera, é realizada por bactérias nitrificantes.

02. O efeito estufa, fenômeno presente na atmosfera terrestre apenas a partir do século XIX, resulta da presença excessiva de gases atmosféricos como o CO2.

04. A manutenção da quantidade dos gases que compõem a atmosfera da Terra independe da atuação dos seres vivos.

08. A atmosfera primitiva da Terra era constituída pelos mesmos gases citados no enunciado. Porém a quantidade de O2 era maior que a do CO2.

16. O oxigênio participa da formação da camada de ozônio da atmosfera, exercendo importante papel na filtração da energia ultravioleta longa.

Soma das alternativas corretas:

20. (COVEST) O crescimento de uma população é ilustrado no gráfico abaixo. Em relação a este assunto, analise as proposições seguintes.

20

I  II

0  0 – O crescimento da população em A é menor do que em B; no segmento A, o número inicial de organismos capazes de se reproduzir é pequeno.

1 1 – O segmento B mostra que a população adquire maior velocidade de crescimento; fala-se em crescimento exponencial.

2 2 – No segmento C, a população se aproxima dos limites impostos pelo ambiente.

3 3 – No segmento D da curva, evidencia-se que ocorrem pequenas oscilações em torno da situação de equilíbrio.

4 4 – Em E, seta indicativa, ilustra-se o crescimento esperado, caso não existisse resistência

ambiental.

21. (UnB) Assinale a opção correta a luz dos conceitos de cadeias alimentares e níveis tróficos.

a) Os urubus são classificados como decompositores por se alimentarem de animais mortos.

b) Na interação entre leão e pulga, esta é considerada um consumidor primário.

c) Por sua posição na cadeia alimentar e importância na alimentação humana, o touro é considerado um produtor.

d) Uma espécie que atue em determinado nível trófico de uma cadeia alimentar pode atuar também em outro nível trófico de outra cadeia alimentar.

22. (OBJETIVO-SP) Em uma lagoa de água doce, são encontrados organismos como microcrustáceos (I), que se alimentam de fitoplâncton (II) e são animais predados por insetos aquáticos (III) e também por peixes pequenos (IV). Os insetos, por sua vez, servem de alimento para peixes maiores (V). Pela atividade de certas bactérias (VI) presentes no lago, substâncias orgânicas são degradadas e seus produtos, liberados no ambiente, podem ser reutilizados por todos os organismos.

Na tabela abaixo, que letra apresenta correspondência correta com a descrição?

22

23. (UEL) Considere as seguintes reações químicas:

23

“Essas reações fazem parte do metabolismo de seres …I… que atuam no ciclo do …II… .”

Para completar essa frase corretamente, I e II devem ser substituídos, respectivamente, por:

a) Quimiossintetizantes – nitrogênio.

b) Autótrofos – gás carbônico.

c) Heterótrofos – gás carbônico.

d) Aeróbios – gás carbônico.

e) Desnitrificantes – nitrogênio.

24. (OBJETIVO-SP) Foram identificadas espécies vegetais que conseguem retirar gás carbônico do ar em quantidades maiores que outras plantas. Essas espécies estão sendo estudadas para que, se confirmados os dados observados, sejam usadas em reflorestamentos. Assinale a alternativa correta sobre o tema.

a) Tais vegetais apenas poderão ser plantados em regiões onde já existem taxas elevadas de CO2, caso contrário, podem acelerar o processo de eutroficação dos lagos.

b) Essas árvores devem produzir pequena quantidade de biomassa, o que favorece a vida nos ecossistemas.

c) Quanto menor o índice de CO2, menor a incidência de raios X atmosféricos, o que permite uma vida mais saudável.

d) Havendo maior consumo de gás carbônico, acelera-se o consumo de O2 e, consequentemente, decai a taxa de fotossíntese.

e) As plantas, conseguindo retirar o gás carbônico em maior quantidade, podem ser armas eficazes contra o efeito estufa.

25. (UEM) Assinale o que for correto.

01. A homeostase é um ajustamento adaptativo que consiste em manter constante determinada função orgânica, pela utilização de mecanismos que compensam a variação ambiental.

02. A relação ecológica conhecida como protocooperação estabelece a associação em que uma das espécies se beneficia, usando restos alimentares da outra que não é prejudicada.

04. Os estudos de Gause, tendo o alimento como fator limitante do crescimento de populações biológicas, permitiram concluir que cada tipo de ambiente pode suportar uma quantidade máxima de indivíduos. Na natureza, além do aspecto alimentar, existem diversos outros fatores que limitam o crescimento populacional. Surge daí o conceito de carga biótica máxima do meio, que é o tamanho máximo de determinada população que um meio pode suportar.

08. Uma comunidade, após determinado tempo de evolução, atinge um estado de relativa estabilidade, compatível com as condições da região. Essa comunidade estável é a comunidade clímax, que constitui o estágio final da sucessão ecológica.

16. Os biomas terrestres têm suas características mais marcantes relacionadas ao tipo de fauna que apresentam, ou seja, sua composição faunística. Por isso, são também conhecidos como formações zoogeográficas.

32. O desenvolvimento sustentado estabelece que o crescimento econômico deve ser regido por políticas capazes de manter os recursos naturais sem destruir o ambiente, encontrando alternativas energéticas e novas tecnologias para a produção de recursos e para o reaproveitamento de resíduos.

64. As regiões do ambiente marinho são divididas de acordo com a profundidade e penetração de luz. A zona fótica é a mais superficial. Abaixo dessa, está a zona afótica, que é subdividida. Apesar disso, em todas as regiões há vida, na mesma riqueza e abundância.

Soma das alternativas corretas:

26. (UCB) Os seres vivos realizam trocas constantes de substâncias com o meio ambiente, estando aqueles dependentes dos recursos naturais. Assim, a ecologia passou a ter grande importância nos dias atuais. Acerca desse tema, julgue os itens a seguir.

I  II

0  0 – O ecossistema é formado por biocenose e biótipo.

1 1 – O nível ótimo de um fator abiótico necessário para a atividade vital de um organismo é o mesmo para todas as espécies.

2 2 – Um ambiente com espécies de hábitos alimentares semelhantes entre si apresenta sobreposição de nichos ecológicos.

3 3 – A escassez de consumidores primários em uma cadeia alimentar gera um aumento de consumidores secundários e uma diminuição de indivíduos produtores.

4  4 – Em uma pirâmide energética, ganha-se energia em cada um dos níveis tróficos.

27. (IFMT) O ecossistema do Pantanal é muito diversificado, abrigando uma grande quantidade de animais que vivem em perfeito equilíbrio ecológico. Podemos encontrar, principalmente, as seguintes espécies: jacarés, capivaras, dourado, pintado, curimbatá, pacu, ariranhas, onça-pintada, macaco-prego, veado-campeiro, lobo-guará, cervo-do-pantanal, tatu, bicho-preguiça, tamanduá, lagartos, cágados, jabutis, jiboia, sucuri, tucanos, jaburus, garças, papagaios, araras, emas e gaviões. Além desses animais citados, que são os mais conhecidos, vivem no Pantanal muitas outras espécies de animais.

Sobre esses animais descritos acima, marque a alternativa correta.

a) 10 deles são mamíferos, 6 são répteis, 4 são peixes e 7 são aves.

b) Todos apresentam o mesmo habitat e o mesmo nicho ecológico.

c) 6 deles são peixes, 14 são mamíferos e 7 são aves.

d) Eles são encontrados apenas no Pantanal.

e) Todos os animais, relacionados no texto, possuem coração, com quatro cavidades.

28. (UNIPAR) Quando encontramos uma população ecológica em declínio, podemos afirmar corretamente que:

a) Ou a taxa de mortalidade ou a de emigração, ou ambas, devem estar suplantando a soma das taxas de natalidade e de imigração.

b) Ou a taxa de natalidade ou a de imigração deve estar suplantando a soma das taxas de mortalidade e de emigração.

c) A soma das taxas de natalidade e imigração deve estar suplantando a soma das taxas de mortalidade e de emigração.

d) O declínio é resultado de uma emigração menor.

29. (UNEASPAR) ”A natureza, em contraste, move-se devagar não exige nada, e talvez para muita gente não impressione tanto assim. Mas se você nunca se coloca no meio da natureza, para perceber que a sua essência é a nossa essência, você fica inclinado a tratá-la como algo trivial. Fica disposto a abusar dela e destruí-la pelo descuido, sem perceber sequer que esse modo de agir está errado.”

“A natureza se torna um papel de parede, um pano de fundo da experiência, sem revelar seu significado mais profundo. No entanto, tudo o que fazemos para a natureza, fazemos para nós mesmos. Precisamos agir de maneira afirmativa para deter a destruição.”

Gore, Albert. Uma verdade inconveniente. Manole, 2006; p.161.

Assinale a alternativa correta, baseado no estudo da ecologia.

a) Independente do tipo de agressão, os ecossistemas sempre se recuperam, mantendo sua composição original.

b) A introdução de espécies exóticas em diferentes ecossistemas pode ser considerada uma alteração biótica e comprometer a população de espécies locais.

c) Todas as extinções que ocorreram no nosso planeta, foram decorrentes da atividade humana.

d) O único tipo de poluição que preocupa os cientistas nos dias atuais é a poluição atmosférica.

30. (UEM) Com relação aos conceitos ecológicos e suas aplicações, assinale o que for correto.

01. A mosca do berne, parasita de tecidos subcutâneos de mamíferos, utiliza-se de outras moscas para transportar seus ovos até seus hospedeiros, em uma interação conhecida como forésia.

02. A nocividade das radiações ultravioletas não está ligada a doenças como o câncer de pele nem a algumas alterações genéticas, visto que induzem apenas mutações desejáveis.

04. Estudos sobre a produção e a circulação do oxigênio indicam que, em comparação com a quantidade de oxigênio produzido nos oceanos, em especial pelas algas unicelulares, a vegetação terrestre libera apenas cerca de 10%. Então o verdadeiro “pulmão do mundo” está no mar.

08. A penicilina é o mais antigo antibiótico que se conhece. Sua eficácia baseia-se em uma relação de antibiose entre o fungo Penicillium notatum e certas bactérias que provocam infecções.

16. A despeito do alto potencial biótico dos insetos, na natureza, suas populações não aumentam indefinidamente, graças ao conjunto de fatores denominado resistência ambiental. O surgimento de insetos chamados pragas agrícolas dá-se em função da alteração de tais fatores.

32. O mercúrio é um dos metais pesados causadores de poluição. No homem, a intoxicação pelo vapor de mercúrio, utilizado para separar o ouro das impurezas, afeta especialmente o sistema nervoso, provocando também sintomas como gengivas ulceradas, insônia, secura de boca, perturbações digestórias.

64. Os resíduos de agrotóxicos nos alimentos são uma fonte de contaminação que atinge praticamente toda a população humana. Como tal contaminação não provoca qualquer distúrbio fisiológico ou doença, não é avaliada pelo sistema de saúde.

Soma das alternativas corretas:

gab

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: