Publicado por: Djalma Santos | 4 de maio de 2017

TESTES DE BOTÂNICA (5)

01. (UNITAU) O diagrama abaixo representa o ciclo reprodutivo dos musgos. Com o auxílio do diagrama e dos conhecimentos sobre a biologia desses organismos, assinale a alternativa incorreta com relação à reprodução das briófitas.

01

a) O esporófito jovem e o adulto são diploides (2n).

b) A formação dos esporos ocorre por sucessivas mitoses do esporângio maduro.

c) Os gametófitos, masculino e feminino, são haploides (n).

d) Anterídio e arquegônio têm característica haploide (n).

e) O protonema haploide (n) é resultado de divisões mitóticas dos esporos.

02. (UEMG) A classificação dos seres vivos se baseia em uma série de características anatômicas, morfológicas, fisiológicas, bioquímicas, evolutivas, etc. Analise esse cladograma que mostra as principais aquisições evolutivas na classificação das plantas.

02

O critério presença de sementes estaria indicado corretamente pelo número:

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

03. (CEDERJ) Os benefícios das árvores, no meio urbano, vão muito além da produção de sombra e da beleza paisagística. A presença de árvores nas cidades traz diversas outras vantagens à população humana, pois:

I. Aumenta a infiltração e a condução da água no solo.

II. Ajuda na redução da temperatura ambiental.

III. Realiza a liberação de oxigênio e absorção de poluentes como o gás carbônico;

IV. Serve como abrigo e local de reprodução, principalmente de aves, insetos e morcegos.

Considerando os itens I, II, III e IV, é correto afirmar que:

a) apenas um item é verdadeiro.

b) apenas dois itens são verdadeiros.

c) apenas três itens são verdadeiros.

d) todos os itens são verdadeiros.

04. (UFMS) Segundo Darwin, todos os organismos “lutam” para sobreviver a cada instante de suas vidas. Os mais aptos a enfrentar os desafios, em cada contexto particular, têm mais chances de sobreviver. Considerando as condições peculiares da Caatinga como desafios enfrentados pelas plantas desse bioma, qual das alternativas não apresenta uma característica adaptativa dessas plantas?

a) Cutícula altamente impermeável.

b) Caules que armazenam água.

c) Folhas transformadas em espinhos.

d) Raízes do tipo pneumatóforos.

e) Raízes bem desenvolvidas.

05. (UEPG) Abaixo está a representação esquemática de um corte transversal de raiz. Analise a figura e assinale o que for correto.

05

Modificado de: Linhares, S.; Gewandsznajder, F. Biologia hoje.

15a ed. Volume 2. Editora Ática. São Paulo. 2010.

01. A absorção de água e sais minerais ocorre, principalmente, na região dos pelos absorventes (1). As células da epiderme (5), do córtex (4) e da endoderme 6 absorvem os sais por transporte ativo.

02. A seiva elaborada chega às raízes transportada pelos vasos lenhosos ou xilema (3) e pode se movimentar pela endoderme (5), epiderme (4) e córtex (5) por transporte passivo.

04. A seiva bruta movimenta-se pelas células e pelos espaços intercelulares do córtex (4), na direção do interior da raiz, onde estão os vasos lenhosos ou xilema (2).

08. Os vasos liberianos ou floema (2) levam a seiva bruta absorvida pelas raízes até as folhas, as quais bombeiam seiva elaborada de volta, por meio dos vasos lenhosos ou xilema (3).

Soma das alternativas corretas:

06. (UFMS) As plantas xerófitas possuem adaptações que as permitem sobreviver em ambientes com escassez de água. Com relação as caracteristicas dessas plantas, considere as afirmativas a seguir.

I. Superfície foliar reduzida, as vezes representada por espinhos, o que diminui a superfície de transpiração.

II. Ausência de estômatos, para impedir a transpiração.

III. Parênquima aquífero, que contribui para o suprimento hídrico da planta.

IV. Aumento no número de folhas, para maior superfície de contato com a umidade do ar.

a) Apenas II.

b) Apenas I e II.

c) Apenas I e III.

d) Apenas I, III e IV.

e) Apenas II, III e IV.

07. (PUC-RS) Os vegetais, na sua grande maioria, podem ser armazenados em coleções científicas, por muitas décadas, na forma de exsicatas, resultantes da prensagem e secagem da planta, o que permite o seu estudo posterior. Esse modo de preservação de vegetais é possível porque, nos seus tecidos, está/estão presente(s):

a) a queratina nas folhas e nos caules.

b) os cloroplastos nas células fotossintetizantes da planta.

c) o córtex e o felogênio, que constituem a casca do tronco.

d) o polissacarídeo celulose nas paredes celulares das células.

e) os vacúolos, que mantêm o tamanho original da célula vegetal.

08. (IFMT) A conquista do ambiente terrestre pelas plantas ocorreu há milhões de anos. Acredita-se que no período devoniano surgiram os primeiros bosques.

08

Sobre o processo evolutivo das plantas, e baseando-se na figura acima, marque a afirmativa correta.

a) As primeiras plantas que surgiram pertencentes ao reino Plantae são as algas Clorofíceas.

b) As plantas mais evoluídas são Angiospermas, pois apresentam todas as características destacadas no cladograma.

c) As gimnospermas possuem sementes, mas não têm flores, nem frutos e nem vasos condutores de seiva.

d) As briófitas são as plantas mais primitivas que possuem vasos condutores de seiva, mas não têm flores e nem sementes.

e) Os quatro grupos de plantas apresentam o esporófito permanente e o gametófito temporário.

09. (UEPG) As angiospermas formam a maior parte da vegetação no planeta, apresentam os mais diferentes tamanhos, formas e hábitats. Com relação a este grupo, assinale o que for correto.

01. Os órgãos reprodutores das angiospermas são as flores e suas sementes ficam protegidas pelo carpelo, que dá origem ao fruto.

02. Um conjunto de carpelos é denominado gineceu (formam óvulos) e o conjunto de estames é o androceu (formam os grãos de pólen).

04. Plantas polinizadas pelo vento, como as gramíneas, possuem flores pequenas que produzem grande quantidade de pólen e anteras com filamentos longos e flexíveis. Plantas polinizadas por animais, geralmente, possuem corola vistosa e glândulas odoríferas.

08. O fruto é constituído pelo pericarpo, resultante do desenvolvimento das paredes do ovário, e pelas sementes, resultantes do desenvolvimento dos óvulos fecundados.

Soma das alternativas corretas:

10. (UPF) Em relação às características gerais das plantas, são feitas as seguintes afirmações. Assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.

10

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) F –V –F –V –F.

b) F –F –V –F –V.

c) V –F –F –V –V.

d) V –F –V –V –V.

e) V –F –F –F –V.

11. (PUC-PR) Leia o fragmento de texto a seguir:

Identificados genes que podem salvar araucária do risco de extinção

Formação embrionária do pinhão, semente do pinheiro-brasileiro, é alvo de abordagem molecular inédita capaz de auxiliar na preservação da espécie

Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) identificaram 24.181 genes ligados à formação do embrião da araucária (Araucaria angustifolia) – árvore nativa do Brasil também chamada de pinheiro brasileiro – e de sua semente, o pinhão. A descoberta poderá auxiliar no estabelecimento de um sistema para a propagação in vitro da espécie, que está sob risco crítico de extinção, de acordo com a União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês), e cuja madeira tem alto valor de mercado. Com a identificação dos genes, será possível um maior controle sobre o processo de embriogênese somática, ou seja, a formação de um embrião sem que haja fecundação e a partir de células não reprodutivas.

Trata-se de uma das mais promissoras técnicas biotecnológicas de produção de embriões vegetais, que permite a criopreservação (conservação por meio de congelamento) e a clonagem em massa. No caso da araucária, ela é dificultada porque as sementes perdem viabilidade e não sobrevivem por longos períodos de armazenamento.

Disponível em: < http://viajeaqui.abril.com.br/materias/identificados-genes-que-podem-ajudar-a-salvar-araucaria-do-risco-de-extincao&gt;.Acesso em: 03.07.2015.

Sobre o organismo descrito no texto, marque a alternativa correta.

a) É uma gimnosperma lenhosa, vascular e dioica.

b) É uma gimnosperma vascular, dioica e com endosperma triploide na semente.

c) É uma angiosperma lenhosa, vascular e com fruto seco do tipo cariopse.

d) É uma angiosperma avascular, heterosporada e monoica.

e) É uma gimnosperma avascular, monoica e do grupo dos ciprestes.

12. (IFSul) A batata-inglesa, cenoura, alho e maçã, frequentes em nossa alimentação, são exemplos, respectivamente, de:

a) Raiz, caule, flor e fruto.

b) Caule, caule, bulbo e fruto.

c) Raiz, raiz, bulbo e pseudofruto.

d) Caule, raiz, bulbo e pseudofruto.

e) Raiz, raiz, fruto e pseudofruto.

13. (UFSCar) A figura ilustra raízes e ramos com folhas os quais brotam a partir de uma batata. Dessa forma, tal órgão vegetal pode ser utilizado tanto para o plantio agrícola como para o plantio visando à decoração de um ambiente doméstico.

13

A capacidade de gerar novas porções vegetais, sejam ramos, folhas ou raízes, indica que a batata é:

a) uma raiz com gemas laterais capazes de se desenvolverem.

b) uma raiz cujos tecidos mais centrais são capazes de se desenvolverem.

c) um caule com gemas laterais capazes de se desenvolverem.

d) um caule cujos tecidos mais centrais são capazes de se desenvolverem.

e) um fruto cuja semente é capaz de se desenvolver.

14. (ACAFE) Seis espécies de borboletas inglesas podem entrar em extinção.

As mudanças climáticas estão matando as borboletas inglesas. De acordo com estudo publicado na revista Nature Climate Change no dia 10 de agosto de 2015, seis espécies do inseto sensíveis à secas, provavelmente intensificadas pelas emissões de gás carbônico, podem ser extintas antes de 2050. A queda drástica de insetos como as borboletas e abelhas, fundamentais para a polinização de frutas, verduras e legumes, abre a possibilidade da redução da produção desses vegetais, com graves consequências para o abastecimento de alimentos em todo o mundo.

Fonte: Veja, 11/08/2015Disponível em: http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia

Sobre o tema é correto afirmar, exceto:

a) A polinização é a transferência de células reprodutivas masculinas (núcleos espermáticos) através dos grãos de pólen, da antera de uma flor sempre para o estigma de outra flor, garantindo a variabilidade genética da espécie.

b) Nas angiospermas, para que ocorra a fecundação, quando o grão de pólen chega até o estigma da flor ocorre a formação do tubo polínico. Uma divisão mitótica acontece no núcleo reprodutivo, formando dois núcleos espermáticos. Um dos núcleos espermáticos irá fecundar a oosfera, formando um zigoto (2n); o outro núcleo espermático fecundará os núcleos polares, formando uma célula triploide (3n) que dará origem, por mitose, ao endosperma (reserva alimentar).

c) A transferência do grão de pólen da antera até o estigma pode ser através de fatores bióticos, ou seja, com auxílio de seres vivos; ou abióticos, através de fatores ambientais, ou através da autopolinização, ou seja, a flor recebe seu próprio pólen. Entre os fatores abióticos pode-se citar o vento (anemofilia) e a água (hidrofilia); e entre os fatores bióticos, insetos (entomofilia), morcegos (quiropterofilia), aves (ornitofilia), entre outros.

d) Alguns animais polinizam flores em troca de alimentos sob a forma de pólen ou néctar. Entre o agente polinizador e a planta polinizada, que tem seus genes dispersados, pode-se observar uma interação (relação) harmônica interespecífica, o mutualismo, na qual ambos se beneficiam.

15. (UEM) Para garantir a perpetuação de suas espécies, as plantas possuem diferentes mecanismos reprodutivos. Sobre este assunto, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. As plantas conhecidas como traqueófitas apresentam a fase de vida haploide dominante sobre a fase diploide.

02. Para que ocorra a formação de gametófitos nas briófitas, é necessário que os esporos sejam liberados da cápsula e encontrem um local apropriado para o seu desenvolvimento.

04. No ciclo de vida de uma samambaia, a meiose ocorre na formação dos gametângios.

08. As araucárias (gimnospermas) apresentam microesporófilos, folhas modificadas que contêm os esporos masculinos.

16. Nas angiospermas a formação do zigoto depende da fecundação do anterozoide com o óvulo.

Soma das alternativas corretas:

16. (UNICAMP) Segundo o modelo que determina a identidade de órgãos florais, os genes estão arranjados em três regiões sobrepostas, e cada região compreende dois verticilos adjacentes. Uma combinação única de genes determina a identidade do verticilo (imagem I). Se, por exemplo, a região de atividade B é ausente, os verticilos serão especificados apenas pelas regiões de atividade A e C, e a flor conterá apenas sépalas e carpelo (imagem II). Assinale a alternativa correta.

16

a) Na presença de genes apenas nas regiões A e C, a flor produzirá pólen.

b) Na presença de genes apenas nas regiões A e B, a flor dará origem a um fruto.

c) Na ausência de genes na região B, a autofecundação na flor é possível.

d) Na ausência de genes na região A, a flor será menos visitada por polinizadores.

17. (UNESP) Considere o seguinte experimento:

Um experimento simples consiste em mergulhar a extremidade cortada de um ramo de planta de flores com pétalas brancas em uma solução colorida. Após algum tempo, as pétalas dessas flores ficarão coloridas.

(Sergio Linhares e Fernando Gewandsznajder. Biologia hoje, 2011.)

Considere os mecanismos de condução de seiva bruta e seiva elaborada nos vegetais. Nesse experimento, o processo que resultou na mudança da cor das pétalas é análogo à condução de:

a) Seiva elaborada, sendo que a evapotranspiração na parte aérea da planta criou uma pressão hidrostática positiva no interior do floema, forçando a elevação da coluna de água com corante até as pétalas das flores.

b) Seiva bruta, sendo que, por transporte ativo, as células da extremidade inferior do xilema absorveram pigmentos do corante, o que aumentou a pressão osmótica nas células dessa região, forçando a passagem de água com corante pelo xilema até as células das pétalas das flores.

c) Seiva elaborada, sendo que, por transporte ativo, as células adjacentes ao floema absorveram a sacarose produzida nas pétalas da flor, o que aumentou a pressão osmótica nessas células, permitindo que, por osmose, absorvessem água com corante do floema.

d) Seiva bruta, sendo que a evapotranspiração na parte aérea da planta criou uma pressão hidrostática negativa no interior do xilema, forçando a elevação da coluna de água com corante até as pétalas das flores.

e) Seiva elaborada, sendo que a solução colorida era hipotônica em relação à osmolaridade da seiva elaborada e, por osmose, a água passou da solução para o interior do floema, forçando a elevação da coluna de água com corante até as pétalas das flores.

18. (UERJ) Em plantas carnívoras, a folha não é utilizada apenas para realização de fotossíntese, mas também para alimentação, através da captura de insetos. Como as plantas com muitas adaptações para o carnivorismo apresentam um gasto energético extraem estruturas como glândulas e pelos, suas folhas são, em geral, menos eficientes fotossinteticamente. Considere três tipos de plantas:

– Não carnívoras.

– Carnívoras pouco modificadas para tal função.

– Carnívoras altamente modificadas para tal função.

Com o objetivo de estudar a adaptação para esse modo de alimentação, os três tipos foram colocados em quatro meios experimentais diferentes. Observe a tabela abaixo:

18

As plantas carnívoras altamente modificadas tiveram melhor adaptação, sobretudo, no seguinte meio experimental:

a) W.

b) X.

c) Y.

d) Z.

19. (PUC-SP) No ciclo de vida de uma samambaia, ocorre meiose na produção de esporos e mitose na produção de gametas. Suponha que a célula-mãe dos esporos, presente na geração duradoura do ciclo de vida dessa planta, seja heterozigota para dois pares de genes, AaBb, que se segregam independentemente. Considerando que um esporo formado pela planta apresenta constituição genética AB e que a partir desse esporo se completará o ciclo de vida, espera-se encontrar constituição genética:

a) ab nas células da geração esporofítica.

b) AB nas células da geração gametofítica.

c) ab em um anterozoide (gameta masculino).

d) AB em um zigoto.

e) ab em uma oosfera (gameta feminino).

20. (IFNMG) As pteridófitas representam um grupo de plantas em estágio intermediário na escala evolutiva dos vegetais.

20

Em relação a esse grupo de plantas e seu processo reprodutivo evidenciado na figura acima, analise as proposições:

I. O prótalo é uma estrutura monoica e realiza autofecundação

II. A estrutura Y representa o indivíduo haploide constituído de vasos condutores.

III. A seta representada pelo X evidencia uma meiose espórica.

IV. O anterozoide é o gametângio masculino com 2n cromossomos.

São corretas as afirmativas:

a) II e III.

b) II e IV.

c) I e II.

d) I e III.

21. (UPE) No segundo filme do Senhor dos Anéis, observa-se que, em determinadas cenas, algumas árvores eram capazes de andar na floresta. Sabe-se que as árvores não andam, entretanto, está cientificamente comprovado que as plantas realizam movimento. Desse modo, analise, sob o aspecto científico, as afirmativas sobre o movimento realizado pelas plantas.

I  II

0  0 – Nastismos são movimentos realizados pela planta, devido a estímulos do ambiente, porém esses  movimentos não são em direção à fonte do estímulo.

1  1 – A curvatura do caule em direção a uma fonte de luz deve-se a um movimento nastismo positivo, quando a planta procura a fonte de luz.

2  2 – O dobramento do caule, voltando-se para uma fonte unidirecional de luz, deve-se ao fato das células da região não-iluminada se alongarem mais do que as da região iluminada.

3  3 – O movimento realizado pela planta em direção a uma fonte de estímulo do ambiente é conhecido como tropismo.

4  4 – O contato da raiz pivotante com o solo provoca o movimento de tactismo positivo, fazendo com que a raiz se direcione para o interior do solo.

22. (COVEST) Entre as plantas podem ser observados casos de adaptações às condições ambientais. Com relação a esse assunto, analise as proposições abaixo.

I  II

0  0 – Certas plantas de cerrados apresentam órgãos subterrâneos ricos em substâncias de reserva, os xilopódios; estes podem brotar após as queimadas.

1   1 – Plantas como o aguapé e a vitória-régia têm folhas com grandes reservatórios de ar.

2 2 – Há espécies de plantas de manguezais que apresentam pneumatóforos, raízes respiratórias, que crescem para fora do solo e apresentam orifícios por onde ocorrem trocas gasosas.

3  3 – Plantas de regiões áridas podem apresentar ramos caulinares transformados em acúleos, estruturas importantes para a economia de água.

4 4 – A videira e o maracujazeiro possuem gavinhas, ramos modificados que apresentam tigmotropismo.

23. (UFF) Técnicas antigas e modernas de manipulação vegetal têm sido utilizadas pelo homem e têm contribuído para aumentar a rentabilidade econômica das plantas obtidas. Seguem-se exemplos de algumas destas técnicas:

I. transferem-se genes entre plantas de espécies distintas para torná-las, economicamente, mais vantajosas.

II. insere-se um pedaço de caule com mais de uma gema no caule de uma outra planta com raiz, para a obtenção de plantas mais resistentes a certas doenças.

III. enterra-se, no solo, parte do ramo de uma planta até que se forme raiz nesta região. Em seguida, o ramo com raiz é cortado e plantado em outro local.

IV. cortam-se e enterram-se ramos caulinares no solo para que se reproduzam.

As técnicas descritas, resumidamente, nos itens I, II, III e IV denominam-se, respectivamente:

a) enxertia / transgênese / estaquia / mergulhia.

b) clonagem / mergulhia / enxertia / estaquia.

c) clonagem / transgênese / estaquia / mergulhia.

d) transgênese / enxertia / mergulhia / estaquia.

e) transgênese / estaquia / enxertia / mergulhia.

24. (UNIFESP) Um botânico tomou dois vasos, A e B, de uma determinada planta. O vaso A permaneceu como controle e, no vaso B, foi aplicada uma substância que induziu a planta a ficar com os estômatos permanentemente fechados. Após alguns dias, a planta do vaso A permaneceu igual, e a do vaso B apresentou sinais de grande debilidade, embora ambas tenham ficado no mesmo local e com água em abundância. Foram levantadas três possibilidades para a debilidade da planta B:

I. A água que ia sendo absorvida pelas raízes não pôde ser perdida pela transpiração, acumulando-se em grande quantidade nos tecidos da planta.

II. A planta não pôde realizar fotossíntese, porque o fechamento dos estômatos impediu a entrada de luz para o parênquima clorofiliano das folhas.

III. A principal via de captação de CO2 para o interior da planta foi fechada, comprometendo a fotossíntese.

A explicação correta corresponde a:

a) I.

b) II.

c) III.

d) I e II.

e) II e III.

25. (UEL) As figuras mostram estacas de caules de plantas que se desenvolveram com e sem aplicação de AIA às suas bases.

25

Pelas figuras, é possível deduzir que o AIA:

a) promoveu a abscisão das folhas.

b) inibiu o crescimento das folhas.

c) interferiu na dormência da gema apical.

d) atuou na formação de raízes adventícias.

e) favoreceu o desenvolvimento das gemas laterais.

26. (UNESP) Você já deve ter observado que, eventualmente, na extremidade de folhas de pequenas plantas, formam-se gotas de água. Isso ocorre até mesmo com plantas em vasos, dentro de casa. Trata-se da gutação, fenômeno no qual pequenas gotas de água e de sais são eliminadas por poros denominados hidatódios ou estômatos aquíferos. A gutação ocorre quando:

a) a umidade relativa do ar é alta, a transpiração e a sucção foliar são baixas, o solo é úmido e arejado e há boa absorção de água pelas raízes.

b) a umidade relativa do ar é alta, a transpiração e a sucção foliar são intensas, o solo é úmido e arejado e há baixa absorção de água pelas raízes.

c) a umidade relativa do ar é alta, a transpiração e a sucção foliar são baixas, o solo é seco e há baixa absorção de água pelas raízes.

d) a umidade relativa do ar é baixa, a transpiração e a sucção foliar são intensas, o solo é seco e há baixa absorção de água pelas raízes.

e) a umidade relativa do ar é baixa, a transpiração e a sucção foliar são intensas, o solo apresenta excesso de água e pouco gás oxigênio e há boa absorção de água pelas raízes.

27. (PUC-MG) De acordo com os dados indicados no gráfico e seus conhecimentos, pode-se concluir, exceto:

27

a) nas plantas normais, o processo fotossintético decresce de A para C.

b) a troca gasosa com o meio varia com o tempo.

c) a transpiração não ocorre apenas através dos estômatos.

d) a intensidade do processo transpiratório não afeta respiração e fotossíntese.

28. (UFV) O feijão é uma semente de grande importância na alimentação humana. Entretanto, até atingir a fase de semente, o óvulo fecundado tem seus componentes (I, II, III e IV) modificados profundamente.

28

Após a fecundação, os componentes indicados no óvulo darão origem, respectivamente, às seguintes partes da semente:

a) endosperma, tegumento, embrião, hilo.

b) endosperma, embrião, tegumento, hilo.

c) embrião, hilo, endosperma, tegumento.

d) endosperma, tegumento, hilo, embrião.

e) embrião, tegumento, endosperma, hilo.

29. (FATEC) A transpiração é um mecanismo importante para o vegetal, pois determina a ascensão da seiva bruta através do caule. O gráfico a seguir mostra as taxas de absorção de água do meio ambiente e as de transpiração de uma planta durante as 24 horas do dia.

29

A análise do gráfico leva a concluir que:

a) a transpiração só ocorre nas horas iluminadas do dia.

b) a absorção não ocorre durante a noite.

c) a absorção e a transpiração são mais intensas por volta das 14 h.

d) a absorção é mais intensa do que a transpiração durante o período das 10 às 18 h.

e) a transpiração é sempre mais intensa do que a absorção.

30. (UFMG) Observe o esquema.

30

Com base na análise do esquema e em seus conhecimentos sobre o assunto, pode-se afirmar que:

a) nas Angiospermas, a fase 4 é muito desenvolvida.

b) nas Briófitas, a formação de 3 independe da água.

c) nas Briófitas, a fase 1 é dependente de 4.

d) nas Pteridófitas, a fase mais longa está representada em 1.

e) nas Pteridófitas, a meiose ocorre na fase 1.

gab

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: