Publicado por: Djalma Santos | 21 de abril de 2018

TESTES SOBRE EVOLUÇÃO (17)

01. (UFRGS) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado abaixo, na ordem em que aparecem. A diversidade genética constitui a matéria-prima dos processos evolutivos. A ……… e a …….. atuam a favor da manutenção da diversidade genética nas populações.

a) deriva genética – seleção direcional

b) seleção estabilizadora – reprodução assexuada

c) mutação neutra – recombinação sexual

d) deriva genética – seleção dependente de frequência

e) seleção estabilizadora – recombinação sexual

02. (UFPR) A Seleção Natural é um dos principais fatores responsáveis pela evolução, juntamente com a mutação, a deriva genética e a migração genética. Para que a Seleção Natural ocorra em uma população, é imprescindível que haja:

a) alteração do meio ambiente, propiciando o favorecimento de alguns indivíduos da população.

b) informações genéticas anômalas que produzam doenças quando em homozigose.

c) disputa entre os indivíduos, com a morte dos menos aptos.

d) mutação em taxa compatível com as exigências ambientais.

e) diversidade da composição genética dos indivíduos da população.

03. (UNICENTRO) Considere as teorias abaixo:

I. “Todos os seres vivos, incluindo-se a espécie humana, descendem de ancestrais comuns e teriam evoluído por seleção natural. Os organismos com características mais vantajosas no ambiente em que se encontram teriam maiores possibilidades de sobreviver e de reproduzir-se.”

II. “Organismos muito simples estariam sempre se originando por geração espontânea a partir de matéria inanimada. Esses seres primitivos se tornariam, a cada geração, mais organizados e complexos, pois a matéria viva possuía uma tendência natural de se transformar rumo a uma organização e complexidade crescentes.”

III. “A visão de cunho metafísico de que o universo e os seres vivos permanecem imutáveis desde sua criação predominou até o final do século XVIII, quando conceitos consagrados começaram a ser desafiados pelo desenvolvimento da ciência experimental.”

Tais teorias fundamentam:

a) I – Lamarckismo; II – Fixismo; III – Darwinismo.

b) I – Fixismo; II – Lamarckismo; III – Darwinismo.

c) I – Darwinismo; II – Lamarckismo; III – Fixismo.

d) I – Darwinismo; II – Fixismo; III – Lamarckismo.

e) I – Fixismo; II – Darwinismo; III – Lamarckismo.

04. (ACAFE)

Encontrada a evidência de vida mais antiga

Uma equipe internacional de geólogos, paleontólogos e nanotecnólogos encontrou em rochas canadenses, estruturas tubulares e filamentosas que, segundo interpretam, representam bactérias fósseis. Provenientes de fumarolas hidrotermais do fundo do oceano de 3,77 a 4,28 bilhões de anos atrás, esses microfósseis representam as mais antigas evidências

de vida de que temos registro até agora.

Fonte: Jornal El País, 01/03/2017.Disponível em: http://brasil.elpais.com

Nesse sentido, marque V para as afirmações verdadeiras e F para as falsas.

( ) As bactérias são organismos unicelulares que podem ou não formar colônias. Esses organismos possuem material genético disperso no citoplasma, sendo, portanto, denominados procariontes.

( ) Segundo a hipótese heterotrófica, os primeiros seres vivos do planeta Terra eram unicelulares, procariotos e capazes de sintetizar matéria orgânica através da fotossíntese.

( ) Os fósseis são restos de seres vivos ou evidências de suas atividades biológicas preservados em diversos materiais, como rochas, sedimentos e resina, por exemplo.

( ) Além dos fósseis, a embriologia comparada, os órgãos vestigiais, os órgãos homólogos, os órgãos análogos e a semelhança na estrutura molecular de diversos organismos podem ser considerados evidências e provas da evolução.

( ) De acordo com a teoria sintética da evolução, as mutações sempre trazem vantagens adaptativas em relação ao meio.

A sequência correta, de cima para baixo, é:

a) V – F- F – F – V.

b) V – F – V – V – F.

c) F – F – V – F – F.

d) F – V – F – V – F.

05. (UniTau) A figura abaixo mostra ossos de chimpanzé, de um australopiteco e do homem moderno. Uma das características dos Australopithecus é que, possivelmente, apresentavam postura ereta. Isso foi deduzido pela posição dos ossos da bacia, do joelho e pela impressão de suas pegadas. Australopithecus sediba, cujos ossos fossilizados foram descobertos em 2008, na África do Sul, é uma espécie considerada descendente de Australopithecus africanus e um ancestral do gênero Homo. No caso específico de A. sediba, há evidências de que a espécie andou com a perna totalmente estendida e, no momento em que o pé estava levantado e indo para frente durante a marcha, as solas do pé ficavam voltadas para dentro (pé invertido). Os ossos da figura abaixo estão relacionados com o andar bípede.

Adaptado de http://humanorigins.si.edu/human-characteristics/walking-upright.

Acesso em maio de 2017.

Assinale a alternativa que indica, corretamente, os ossos indicados pelos números 1, 2, 3 e 4 e o nome do osso formado pela fusão dos ossos 2, 3 e 4.

a) (1) fêmur; (2) ílio; (3) púbis; (4) ísquio; osso ilíaco ou coxal.

b) (1) tíbia; (2) ílio; (3) ísquio; (4) púbis; osso escápula.

c) (1) fêmur; (2) úmero; (3) cóccix; (4) púbis; osso ilíaco ou coxal.

d) (1) tíbia; (2) ísquio; (3) púbis (4) úmero; osso társico.

e) (1) fêmur; (2) tíbia; (3) fíbula; (4) sacro; osso társico.

06. (UEPG) Assinale o que for correto sobre as evidências da evolução biológica.

01. Os fósseis são considerados evidências importantes da evolução biológica. Podem ser vestígios deixados por seres que viveram no passado, como ossos, dentes, organismos ou partes deles petrificados, e pegadas impressas em rochas, entre outros, permitindo deduzir o tamanho e a forma dos organismos.

02. Podemos citar como exemplos de evidência da evolução biológica os órgãos análogos. Trata-se de estruturas ou órgãos que compartilham de estrutura embrionária em comum, mas desempenham funções diferentes na idade adulta.

04. O mimetismo é uma adaptação onde duas espécies diferentes não compartilham semelhança alguma. Por serem muito diferentes, confundem os predadores, polinizadores, entre outros. É uma adaptação sempre desvantajosa para uma das espécies.

08. Os órgãos homólogos, ou seja, aquelas estruturas corporais com origens embrionárias diferentes e que desempenham funções semelhantes, são evidências da evolução biológica. Exemplo: asas de aves e asas de insetos utilizadas para o voo.

16. Uma evidência biológica importante é a adaptação dos seres vivos ao seu ambiente. A camuflagem é um exemplo de adaptação, visto que uma ou mais características corporais se assemelham ao ambiente, dificultando assim a sua localização por outros seres. Exemplo: a pelagem branca de alguns animais que vivem na neve.

Soma das alternativas corretas:

07. (PUC-RIO) A especiação alopátrica acontece quando duas populações de uma espécie são separadas por uma barreira geográfica. Essa barreira geográfica, que pode ser uma montanha, um deserto ou rio, por exemplo, causa uma separação espacial (alopatria). Diferentes eventos podem resultar em especiação alopátrica. A esse respeito, considere as afirmativas abaixo.

I. A especiação alopátrica ocorre quando a população separada é pequena e a deriva genética tem mais força.

II. A especiação alopátrica ocorre quando a população isolada é exposta a pressões de seleção semelhantes àquelas da população ancestral.

III. A especiação alopátrica ocorre quando processos de mutações diferentes começam a apresentar diferenças na frequência alélica das populações separadas.

IV. A especiação alopátrica ocorre quando o fluxo gênico entre as duas populações é mantido.

Está correto somente o que se afirma em:

a) I e II.

b) I e III.

c) I e IV.

d) II e III.

e) III e IV.

08. (PUC-SP) Considere a seguinte filogenia.

Fonte: Reece e cols. Biologia de Campbell. 10a.

Porto Alegre: Artmed, 2015.

De acordo com as informações expressas na filogenia, é correto afirmar que:

a) a notocorda e uma estrutura que surgiu há cerca de 542 milhões de anos.

b) a respiração pulmonar nos vertebrados surgiu há mais de 400 milhões de anos.

c) a homeotermia é uma novidade evolutiva surgida no Cenozoico.

d) a coluna vertebral é uma estrutura surgida há cerca de 300 milhões de anos.

09. (FIT) A teoria sintética da evolução está fundamentada nos seguintes conceitos: adaptação, mutação, variabilidade genética, seleção natural e recombinação gênica. A frase que inter-relaciona corretamente esses conceitos é:

a) A variabilidade genética promove a recombinação gênica e a mutação em uma população, que, por meio da adaptação ao ambiente, está sujeita à seleção natural.

b) A seleção natural promove a variabilidade genética em uma população, que, por meio da mutação e da recombinação gênica, está sujeita à adaptação ao ambiente.

c) A mutação e a recombinação gênica promovem a variabilidade genética em uma população, que, por meio da seleção natural, está sujeita à adaptação ao ambiente.

d) A recombinação gênica e a seleção natural promovem as mutações em uma população, que, por meio da adaptação ao ambiente, está sujeita à variabilidade genética.

e) A adaptação e a seleção natural promovem a recombinação gênica em uma população, que, por meio da mutação, está sujeita à variabilidade genética no ambiente.

10. (FATEC) A afirmação “os humanos descendem dos chimpanzés” é contrariada pelo cladograma apresentado, segundo o qual:

a) os chimpanzés são humanos menos evoluídos.

b) os gorilas, os chimpanzés e os humanos descendem, sequencialmente, dos gibões.

c) os gibões, os gorilas e os chimpanzés descendem da linha evolutiva dos humanos.

d) os humanos e os chimpanzés descendem de um ancestral comum exclusivo.

e) os chimpanzés são mais aparentados aos gorilas que aos humanos.

11. (FAMERP) Considere os exemplos de características anatômicas e fisiológicas de três seres vivos.

– O chimpanzé (Pan troglodytes) possui visão binocular e o primeiro dedo oponível nas mãos. A visão binocular permite que o cérebro distinga as diferentes distâncias entre os objetos observados e o observador e a presença do primeiro dedo oponível nas mãos permite o movimento de pinça, facilitando agarrar objetos.

– O inseto maria-fedida (Nezara viridula) libera um odor, produzido por glândulas toda vez que se sente ameaçado. Além dessa defesa, ele pode apresentar algumas colorações, como verde ou marrom, o que auxilia na proteção contra predadores.

– A planta urtiga (Urera baccifera) apresenta tricomas urticantes na superfície de suas folhas. Eles secretam substâncias ácidas, causando vermelhidão, coceira e ardência na pele de uma pessoa que as toca. Esses três seres vivos apresentam:

a) normas de reação, que apareceram por mutações induzidas.

b) características adaptativas, que foram selecionadas pelo ambiente.

c) órgãos homólogos, que surgiram para adaptá-los ao ambiente.

d) órgãos vestigiais, que ficaram cada vez mais complexos com o tempo.

e) órgãos análogos, que surgiram pela necessidade de sobrevivência.

12. (FCMSCSP) As árvores filogenéticas apresentam linhas unidas por ramificações.

As regiões de ramificações indicam:

a) o início da convergência adaptativa entre populações.

b) a ocorrência de evento de extinção das populações.

c) o estabelecimento de fluxo gênico entre populações.

d) o início da divergência genética entre populações.

e) o surgimento de um ancestral comum às populações.

13. (FACULDADE DE MEDICINA DE PETRÓPOLIS-2018-PROVA 5) Observe a árvore filogenética de alguns primatas americanos ilustrada abaixo.

De acordo com o relacionamento filogenético, o grupo formado pelos gêneros Alouatta e Cortelles e o grupo formado pelos gêneros Protophitecus e Brachyteles são classificados, respectivamente, como:

a) parafilético e monofilético.

b) polifilético e parafilético.

c) polifilético e monofilético.

d) monofilético e parafilético.

e) monofilético e polifilético.

14. (FACULDADE ALBERT EINSTEIN) O nome cacto é atribuído a plantas da família Cactaceae. Os cactos são conhecidos, dentre outras características, pela presença de inúmeros espinhos caulinares e capacidade de armazenar água. No entanto, algumas espécies de plantas que apresentam esse mesmo aspecto vegetal pertencem à família Euphorbiaceae, ou seja, têm maior parentesco evolutivo com plantas tais como a mandioca e a seringueira. A figura a seguir mostra a semelhança entre essas plantas.

Fonte:<http://plantconvergentevolution.weebly.com/uploads/2/7/3/0/27301003/5588755_

orig.jpg>

Considerando essas informações, é correto afirmar que as plantas da figura representam um caso evolutivo de:

a) homologia.

b) camuflagem.

c) herança de caracteres adquiridos.

d) analogia.

15. (URCA) Jean Baptiste Lamarck foi pioneiro no estudo da evolução das espécies. Foi o primeiro pesquisador a afirmar que as espécies evoluíam ao longo do tempo, sendo o meio o fator primordial da influência evolutiva. Apesar da base da teoria proposta por esse naturalista não ser aceita atualmente pelo meio científico ele foi o precursor da teoria melhor fundamentada por Darwin. Marque a alternativa que indica os dois pontos principais da Teoria que ficou conhecida por lamarckismo:

a) Seleção natural e mutação.

b) Lei do uso e desuso e seleção natural.

c) Lei do uso e desuso e lei da necessidade.

d) Lei da herança dos caracteres adquiridos e lei do uso e desuso.

e) Seleção natural e lei da herança dos caracteres adquiridos.

16. (UEPG) No esquema representativo abaixo, pode-se notar em (A) um braço humano e uma pata dianteira de cavalo e em (B), a asa de um inseto e a asa de uma ave. Assinale o que for correto sobre estas evidências da evolução.

01. Em (A), observa-se esquemas da homologia entre ossos dos membros anteriores de mamíferos. Estruturas homólogas são aquelas que derivam de estruturas já existentes em um ancestral comum.

02. Estruturas homólogas, como as asas dos morcegos, poderiam ser agrupadas em (B), visto que apresentam modificações para exercerem uma mesma função. Neste exemplo, as estruturas são decorrentes de uma evolução convergente, ou seja, tiveram origem a partir de um ancestral comum.

04. Em (A), a evolução das estruturas descritas ocorreu de forma independente em dois ou mais grupos de seres vivos que não possuem um ancestral comum. Este tipo de semelhança, a analogia, é muito utilizado nos estudos que visam estabelecer relações de parentesco evolutivo.

08. Em (B), pode-se analisar a analogia entre a asa de inseto e a asa de uma ave, ou seja, ambas desempenham a mesma função, que é o voo, mas não são derivadas da mesma estrutura presente em um ancestral comum.

Soma das alternativas corretas:

17. (IFSuldeMinas)

Lucy, fóssil mais famoso do mundo, teria morrido após cair de árvore

Lucy, o mais conhecido e mais antigo fóssil de um ancestral próximo aos humanos, provavelmente morreu após cair de uma árvore, segundo um estudo publicado em 29 de agosto de 2016, na revista Nature. Desde que foi desenterrada na Etiópia em 1974, Lucy – que pertencia à espécie dos bípedes terrestres Australopithecus afarensis – levanta discussões entre cientistas sobre se esses hominídeos viviam integralmente no chão, ou se eram parcialmente arbóreos, isto é, se passavam parte do tempo em árvores. O estudo verificou que as fraturas em algumas partes do esqueleto devem ter ocorrido de uma queda de uma árvore. Assim, essa criatura era tanto terrestre quanto arborícola.

De acordo com o texto, a figura acima e seus conhecimentos sobre evolução, responda à alternativa correta.

a) A descoberta é de fundamental importância para a filogenia, dado que essa confirmação demonstra a evolução dos macacos terrestres (Adripithecus ramidus) até os humanos (Homo).

b) A evolução proposta por Lamarck parte do princípio da ancestralidade em comum, mas as diferenças dos indivíduos são acentuadas com o passar do tempo e promovem a ramificação entre eles.

c) Lucy – Australopithecus afarensis combinava traços humanos com características similares às do chimpanzé e já caminhava ereta, por isso é considerado que há ancestralidade em comum aos humanos.

d) O cladograma mostra que os Australopithecus afarensis são mais próximos filogeneticamente aos humanos do que os Australopithecus garhi.

18. (UESC) De acordo com os estudos e registros de Charles Darwin, cada espécie deve ser influenciada por algum modo de “extermínio” em algum período de sua vida ou em épocas do ano, estações de extremo frio ou calor, ou anos ocasionais, pois, caso contrário, levando em conta o princípio do crescimento geométrico, o número de indivíduos seria, desproporcional e nenhum ambiente natural suportaria a densidade. Com base nos conceitos darwinistas, marque a alternativa correta.

a) Os indivíduos que compõem uma população de uma dada espécie são idênticos.

b) Parte da variação entre indivíduos é herdável, possuindo então base genética, podendo então ser transmitida aos descendentes.

c) Ancestrais diferentes deixam um número semelhante de indivíduos descendentes.

d) As espécies vivas tendem a ser semelhantes com a passagem das gerações.

e) Cada nova geração não tem sua herança genética colocada à prova pelas condições ambientais em que vivem.

19. (UEFS) Pesquisadores têm verificado que o fungo Aspergillus fumigatus pode proliferar nos pulmões por meio de estratégias distintas, devido à sua capacidade de escapar das defesas do organismo e da ação dos principais medicamentos antifúngicos que apresentam compostos azólicos em sua composição. Esses compostos são também empregados em fungicidas para eliminar espécies danosas à agricultura em áreas próximas às cidades.

(http://revistapesquisa.fapesp.br. Adaptado.)

O fungo Aspergillus fumigatus adquiriu a capacidade de escapar dos antifúngicos azólicos devido:

a) à capacidade de os fungos se adequarem aos efeitos dos compostos azólicos, o que possibilita a sobrevivência de um grande número de fungos.

b) ao uso não controlado desses antifúngicos no tratamento de doenças e na agricultura, o que favoreceu a seleção de fungos resistentes a essa substância.

c) a mutações genéticas provocadas pelos compostos azólicos presentes nos antifúngicos em alta dosagem, o que tornou os fungos resistentes a essa substância.

d) ao consumo frequente de alimentos contaminados por fungicidas azólicos, o que enfraqueceu o sistema de defesa dos pacientes que consomem esses alimentos.

e) à contaminação do ar por fungicidas com compostos azólicos em cidades próximas às lavouras, o que gerou nas pessoas resistência a essa substância.

20. (UPE) Leia o texto a seguir:

A Phyllomedusa híbrida, triploide (39 cromossomos): um ser improvável, de acordo com as regras clássicas da evolução.

Uma perereca verde, das matas do Sudeste e Sul do Brasil, ganhou o nome de Phyllomedusa tetraploidea por causa de uma característica rara entre vertebrados, a poliploidia. Cada célula somática dessa espécie abriga quatro cópias de cada cromossomo, ou seja, é tetraploide. Haddad e outros biólogos concluíram que a nova espécie deve ser o resultado do cruzamento entre machos e fêmeas de uma espécie diploide (2n=26). A P. tetraploidea pode cruzar com os parentais, a Phyllomedusa distincta ou um ancestral comum, e formar pererecas híbridas triploides (3n=39). Isso, em geral, ocasiona a formação de descendentes estéreis, mas, às vezes, o resultado pode ser um animal que Haddad chama de quase estéril, no qual os cromossomos se organizam de modo a permitir a produção de uns poucos gametas viáveis, “desrespeitando as definições clássicas de isolamento reprodutivo entre espécies diferentes”, diz ele.

Fonte: http://revistapesquisa.fapesp.br/2013/10/17/os-primeiros-passos-de-novas-especies/ (Adaptado)

Sobre ploidia e especiação, assinale a alternativa correta.

a) A maioria dos vertebrados, dentre esses, peixes, anfíbios, aves, répteis e mamíferos, possuem duas cópias de cada cromossomo em seus gametas e, por isso, são denominados diploides.

b) A tetraploidea é tetraploide porque os espermatozoides e óvulos, que a originaram, eram diploides com duas versões de cada um dos 13 cromossomos do conjunto haploide da espécie.

c) Os gametas da perereca triploide formarão descendentes viáveis com 26 cromossomos em cada célula somática, resultantes do mecanismo pós-zigótico por causa das diferenças comportamentais durante o acasalamento.

d) Os descendentes triploides tentam cruzar com os parentais portadores de 52 cromossomos em cada célula somática, mas, em geral, são estéreis por causa da dificuldade do pareamento entre os quatro conjuntos de cromossomos.

e) A espécie tetraploide apresenta mecanismo pré-zigótico de isolamento reprodutivo de inviabilidade do híbrido, no qual os descendentes são vigorosos, porém estéreis.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: