Publicado por: Djalma Santos | 5 de maio de 2016

TESTES DE ZOOLOGIA (8)

01. (UFMA) O quadro abaixo apresenta cinco das classes em que se divide o Filo Arthropoda, correspondendo a cada classe suas características e importância ecológica.

01

As classes A, B, C, D e E representam, respectivamente:

a) Crustacea, Insecta, Quilopoda, Aracnida e Diplopoda

b) Diplopoda, Crustacea, Aracnida, Insecta e Quilopoda

c) Quilopoda, Insecta, Aracnida, Crustácea e Diplopoda

d) Crustacea, Aracnida, Insecta, Diplopoda e Quilopoda

e) Crustacea, Aracnida, Insecta, Quilopoda e Diplopoda.

02. (UPE) Os morcegos são animais voadores, que possuem normalmente pelagem escura; na maioria, são insetívoros, capazes de comer até 200 insetos em uma única noite. Ao contrário do que muitos pensam, os morcegos hematófagos não chupam sangue fazendo furos com os caninos, mas utilizam os incisivos para fazer um corte e dobram a língua para lamberem esse sangue. Sobre esse animal, analise as proposições a seguir:

I. A capacidade de voar dos morcegos está relacionada ao fato de serem pecilotérmicos, tal como os répteis.

II. Seu sistema circulatório possui um coração de 3 (três) cavidades sem mistura de sangue arterial e venoso, o que lhe confere a energia e a oxigenação necessárias para grandes voos.

III. Mesmo possuindo diferentes hábitos alimentares, o morcego inicia sua vida alimentando-se de leite materno.

Está correto, apenas, o que se afirma em:

a) I.

b) II.

c) III.

d) I e II.

e) II e III.

03. (UEM) Analise as alternativas abaixo e assinale o que for correto.

01. Os mamíferos aquáticos, como os cetáceos, têm respiração branquial.

02. Em peixes e répteis, o aumento da temperatura do meio é, geralmente, acompanhado por aumento na temperatura do corpo.

04. A paca, a onça-pintada, o morcego e o tamanduá-bandeira são exemplos de mamíferos da fauna brasileira, pertencentes, respectivamente, às ordens dos roedores, dos carnívoros, dos quirópteros e dos desdentados.

08. O coração com quatro cavidades ocorre em Mammalia, Aves e Pisces.

16. Na maioria dos peixes ósseos, a linha lateral é responsável pela manutenção do equilíbrio hidrostático com o meio.

Soma das alternativas corretas:

04. (FAC. SANTA MARCELINA) Os cordados são animais que surgiram na terra há mais de 500 milhões de anos e colonizaram, a partir do meio aquático, os diferentes ambientes terrestres. Atualmente, há o grupo dos cordados mais simples, os protocordados, que vivem exclusivamente no ambiente marinho, e o grupo dos vertebrados, com mais de 50 mil espécies.

(César da Silva Júnior et al. Biologia 1, 2010. Adaptado.)

Esses animais possuem características exclusivas, que estão presentes em pelo menos uma fase de sua vida. Entre essas características é possível mencionar a presença de

a) Tubo nervoso dorsal, 3 folículos embrionários e boca na posição anterior.

b) Notocorda, segmentação do corpo e homeotermia.

c) Celoma, simetria bilateral e ânus em posição oposta à boca.

d) Fase larval, notocorda e homeotermia.

e) Notocorda, fendas faríngeas e tubo nervoso dorsal.

05. O Cerrado apresenta uma fauna característica adaptada à sua vegetação. Os mamíferos possuem espécies características do Cerrado, como o tamanduá-bandeira e o lobo-guará. No entanto, a classe Mammalia é bem diversificada no mundo, apresentando espécies adaptadas à maioria dos ambientes. Sobre os mamíferos, é correto afirmar:

a) A classe apresenta dois grupos viventes, os marsupiais, como o gambá e o canguru, e os placentários, como o tatu e o cavalo.

b) O músculo diafragma, envolvido na respiração, está presente na classe, como ocorre nas aves e répteis.

c) Seu coração tem quatro câmaras, dois átrios e dois ventrículos, como ocorre nas aves.

d) São monoicos e podem apresentar dimorfismo sexual, por exemplo, a juba do leão.

e) Seus rins removem do sangue tanto ureia quanto ácido úrico.

06. (UEPG) Com relação ao sistema circulatório dos vertebrados, assinale o que for correto.

01. Em crocodilos e jacarés não há separação entre os lados direito e esquerdo do ventrículo e o coração é organizado em duas câmaras, um átrio e um ventrículo.

02. Na maioria dos répteis, o coração é dividido em três câmaras, dois átrios e um ventrículo parcialmente dividido por uma parede interna, o que diminui a mistura de sangue arterial com sangue venoso durante a contração do ventrículo.

04. Nos condrictes, actnopterígeos e nos anfíbios, o coração tem três câmaras, sendo dois átrios e um ventrículo.

08. O coração das aves, como o dos mamíferos, tem quatro câmaras, sendo dois átrios e dois ventrículos completamente separados.

Soma das alternativas corretas:

07. Assinale com V (verdadeiro) ou com F (falso) as afirmações abaixo, referentes a animais marinhos.

(   ) Os camarões apresentam exoesqueleto quitinoso.

(   ) Dos ovos das lulas, nascem larvas que sofrem mudas até atingirem a fase adulta.

(   ) Os peixes cartilaginosos apresentam bexiga natatória.

(   ) Nos mexilhões, as partículas alimentares penetram no

manto por meio do sifão inalante.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) F – V – F – V.

b) V – F – F – V.

c) V – F – V – V.

d) F – V – V – F.

e) V – V – F – F.

08. No desenho de longa metragem Rio, dirigido pelo brasileiro Carlos Saldanha, em uma das cenas, Blu, um macho de ararinha-azul (Cyanopsitta spixii), fala para a fêmea que está tentando conquistar:

Está com calor? Acho que estou suando! Nem sabia que era biologicamente possível. Olha!

E mostra para a companheira sua axila suada.

08

Considerando a fisiologia das aves, pode-se afirmar corretamente que:

a) As aves suam. As aves, assim como os demais vertebrados, são endotérmicos e mantêm a temperatura corporal a partir do calor gerado pelo próprio metabolismo, o que implica necessitarem de glândulas sudoríparas para dissipar o calor do corpo.

b) As aves suam. Dentre os vertebrados, apenas as aves e os mamíferos são endotérmicos e utilizam o calor externo para manter alto o metabolismo, o que implica necessitarem de glândulas sudoríparas para dissipar o calor do corpo.

c) As aves não suam. Embora sejam endotérmicas e mantenham a temperatura corporal a partir do calor gerado pelo metabolismo, as aves não apresentam glândulas sudoríparas, mas apresentam outros mecanismos fisiológicos de controle da temperatura corporal.

d) As aves não suam. As aves constituem-se no grupo mais aparentado aos répteis e, como eles, são ectotérmicas e utilizam o calor externo para manter alto o metabolismo, razão pela qual não têm glândulas sudoríparas, mas apresentam outros mecanismos fisiológicos de controle da temperatura corporal.

e) As aves não suam. Dentre os vertebrados, apenas os mamíferos são ectotérmicos e utilizam o calor externo para manter alto o metabolismo, o que implica que apenas eles apresentam glândulas sudoríparas e mecanismos fisiológicos de controle de temperatura corporal.

09. (UEA) O pirarucu, Arapaima gigas, é um dos maiores peixes de água doce do Brasil e é encontrado geralmente na Bacia Amazônica, sendo conhecido como o “bacalhau da Amazônia”. Tais peixes gostam de águas rasas com temperatura agradável e sobem à superfície para respirar, mais ou menos, a cada 20 minutos. Essa capacidade de aproveitar o O2 do ar deve-se:

a) Ao desenvolvimento de pulmões semelhantes àqueles observados em anfíbios.

b) À grande quantidade de vasos e capilares presentes em suas brânquias.

c) À capacidade de realizar respiração cutânea, a exemplo do que ocorre com os anfíbios.

d) Ao aparecimento de sacos aéreos semelhantes àqueles observados em répteis e aves.

e) À bexiga natatória ligada à faringe por um duto que deu origem a uma bolsa irrigada, o “pulmão”.

10. (UECE) Dos grupos de animais apresentados nas opções abaixo, a organização metamérica do corpo é mais primitiva nos:

a) Cordados.

b) Equinodermas.

c) Anelídeos.

d) Artrópodes.

11. (UPE) Entre os Artrópodes, encontramos um maior número de espécies, se comparado a qualquer outro grupo de animais. Diversas aquisições evolutivas foram importantes para tão grande sucesso dos Artrópodes. São características pertencentes aos animais deste Filo:

I   II

0   0 – a presença de exoesqueleto quitinoso, produzido por células epidérmicas. Nos crustáceos, esse esqueleto apresenta maior resistência pela ação do carbonato de cálcio. Nas formas terrestres, apresenta-se impermeabilizado por uma cobertura de cera.

1  1 – a capacidade de voo nos insetos, pela presença de asas funcionais, desde as fases de larva e ninfa. Nestas etapas, eles são mais vulneráveis aos inimigos naturais.

2  2 – a circulação fechada garante uma eficiente e rápida distribuição da hemolinfa por todas as células do corpo. A hemolinfa pode conter pigmentos respiratórios.

3  3 – a construção de teias pelas aranhas para captura de suas vítimas, que são imobilizadas pela ação paralisante de substâncias inoculadas pelas quelíceras. A digestão das aranhas é extracorpórea.

4 4 – a metameria, semelhante aos anelídeos e nematelmintos, porém com segmentos fusionados em cefalotórax e abdome, como nos aracnídeos, diplópodes e crustáceos.

12. (IFG) O Filo Arthropoda é o mais numeroso de todos os filos animais, com mais de um milhão de espécies catalogadas. Com relação a esse filo, assinale a alternativa em que a classe, seu representante e suas características específicas estejam corretas.

a) Classe Malacostraca: caranguejo e camarões, apresentam um par de antenas e o corpo dividido em cabeça, tórax e abdome.

b) Classe Arachnida (Chelicerata): carrapato e escorpião, apresentam quatro pares de patas, cefalotórax e abdome, antenas ausentes.

c) Classe Insecta: pulgas e cigarras, apresentam seis patas, um par de asas e dois pares de antenas.

d) Classe Diplopoda: lacraia, apresenta duas patas por segmento e antenas ausentes.

e) Classe Chilopoda: piolho de cobra, ou embuá, apresenta dois pares de patas por segmento, um par de antenas, sem órgão de inoculação de veneno.

13. (UEPG) Com relação às características gerais e aspectos anatômicos e fisiológicos dos artrópodes, assinale o que for correto.

01. Os artrópodes são animais triblásticos, celomados, com simetria bilateral, sistema digestório completo e corpo segmentado.

02. Pode ser atribuído a um dos motivos do “sucesso evolutivo” dos artrópodes a presença do esqueleto corporal externo, o exoesqueleto, que protege o corpo do animal e fornece pontos de apoio firmes para a ação dos músculos, tornando a movimentação eficiente.

04. A classe Insecta possui o corpo dividido em cabeça, tórax e abdome; dois pares de pernas presos ao tórax; dois pares de antenas ligados à cabeça e; a maioria com um ou dois pares de asas.

08. Os Arachnida possuem corpo dividido em cefalotórax e abdome; quatro pares de pernas, apêndices anteriores especializados em manipular alimento (pedipalpos).

16. Nos insetos com desenvolvimento ametábolo, o indivíduo que eclode do ovo é um pequeno ser vermiforme, de corpo segmentado, sem olhos nem asas e que pode ou não ter pernas.

Soma das alternativas corretas:

14. (FCM-PB) Antônio da Silva tem 17 anos, é catador de lixo; atualmente se sente desanimado, está sempre cansado e apareceu com um prurido nos pés; a vizinhança comenta que ele está amarelo, parecendo o Jeca Tatu. Antônio procurou o médico da Unidade de Saúde de seu bairro, e após a realização do exame físico e diagnóstico laboratorial foi constatada uma verminose por Ancylostoma duodenale. Qual é a alternativa que designa esse parasita?

a) Filo Platyhelminthes, que apresenta simetria bilateral, cujo corpo é formado por partes semelhantes às proglótides.

b) Classe trematoda que reúne platelmintos ectoparasitas e endoparasitas.

c) Filo Nemathelminthes, que reúne animais triblásticos, com simetria bilateral, corpo cilíndrico, alongado e extremidades afiladas.

d) Classe cestoda na qual os estágios larvais podem ocorrer em um ou mais hospedeiros, vertebrados ou invertebrados.

e) Cestoides que são monoicos e digenéticos, isto é, apresentam dois hospedeiros em seu ciclo de vida.

15. (UEM) Os animais são organismos eucarióticos, multicelulares e heterotróficos. Com base nos conhecimentos sobre esses organismos, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. O arquêntero é uma cavidade presente no embrião de animais diblásticos e triblásticos.

02. Os deuterostômios são enterocelomados.

04. Em insetos, não há uma estrutura específica que realize as trocas gasosas, e o O2 é levado diretamente a cada célula do corpo.

08. Os platelmintos, sendo triblásticos, não podem ser acelomados, mas sim pseudocelomados.

16. O líquido pseudocelômico realiza a distribuição de substâncias úteis no corpo de um nematoide.

Soma das alternativas corretas:

16. (IFSudeste) As curvas representadas no gráfico hipotético, abaixo, indicam o crescimento do corpo de dois animais diferentes ao longo do tempo. Analise esse gráfico e as afirmações que são feitas sobre ele.

16

I. Possivelmente, a curva I apresenta um crescimento de uma espécie de mamífero, e a curva II apresenta o crescimento de uma espécie de artrópode.

II. Certamente, a curva I representa o crescimento corporal de uma espécie de artrópode, pois esses apresentam crescimento rápido toda sua vida.

III. Certamente, a curva II representa o crescimento corporal de uma espécie de artrópode, pois esses apresentam períodos de crescimento e estabilização.

IV. Certamente, a curva II representa o crescimento de uma espécie de anfíbio, evidenciando a metamorfose desses animais.

Sobre essas curvas hipotéticas, marque a alternativa correta.

a) Apenas I, II e IV são verdadeiras.

b) Apenas II e IV são verdadeiras.

c) Apenas IV é verdadeira.

d) Apenas III é verdadeira.

e) Apenas I e III são verdadeiras.

17. (FMJ) Sobre a função de diferentes estruturas presentes nos animais vertebrados, é correto afirmar que:

a) A bexiga natatória encontrada nos peixes ósseos não pulmonados auxilia na respiração e na flutuabilidade desses animais.

b) As aves voadoras possuem sacos aéreos, que reservam ar, dissipam o calor gerado durante o voo e reduzem a densidade do corpo.

c) Os sapos possuem glândulas paranoides, produtoras de um óleo impermeabilizante para a pele que auxilia na ectotermia.

d) O cordão umbilical, encontrado durante o desenvolvimento embrionário da maioria dos mamíferos, protege mecanicamente o feto e garante as trocas de substâncias entre feto e mãe.

e) O osso quadrado encontrado na cabeça das serpentes permite maior rapidez no deslocamento corpóreo e melhora na percepção dos sons.

18. (UPE) O professor de Biologia de um colégio realizou uma excursão com os estudantes do 2º ano do Ensino Médio à Praia Ponta de Serrambi. Para isso, ele planejou que, na atividade de campo, os estudantes pudessem identificar e classificar os organismos presentes nos recifes de arenito, apresentados nas imagens a seguir:

18

Com base nas imagens (1, 2, 3 e 4), assinale a alternativa correta.

a) 1- Molusco; 2- Alga; 3- Cnidário; 4- Crustáceo.

b) 1- Crustáceo; 2- Cnidário; 3- Molusco; 4- Equinodermo.

c) 1- Equinodermo; 2- Esponja; 3- Cnidário; 4- Alga.

d) 1- Molusco; 2- Cnidário; 3- Equinodermo; 4- Porífero.

e) 1- Crustáceo; 2- Porífero; 3- Alga; 4- Cnidário.

19. (UCPel) O filo dos moluscos compreende animais aquáticos e terrestres representados por polvos, lulas, mexilhões, entre outros. São características desse filo:

I. São dotados de corpo viscoso, mole, não segmentado.

II. Em sua maioria, são monoicos.

III. Possuem sistema digestório incompleto.

IV. A respiração é exclusivamente cutânea.

V. Possuem sistema cardiovascular responsável pelo transporte e distribuição de nutrientes e de gás oxigênio para todas as células do organismo.

Analise as afirmativas anteriores e assinale a opção correta.

a) I e V estão corretas.

b) I e II estão corretas.

c) II e III estão corretas.

d) III, IV e V estão corretas.

e) IV e V estão corretas.

20. (UNICENTRO) Com base nos conhecimentos sobre o filo Arthropoda, assinale a alternativa correta.

a) Os crustáceos apresentam o corpo dividido em dois tagmas, cefalotórax e abdômen, com dois pares de antenas e respiração branquial.

b) Os diplópodes apresentam o corpo dividido em cefalotórax e abdômen, com dois pares de pernas por segmento do abdômen e respiração tegumentar.

c) Os insetos apresentam o corpo dividido em dois tagmas, cefalotórax e abdômen, aparelho bucal com dois pares de maxilípedes e respiração cutânea.

d) Os quelicerados possuem o corpo dividido em cabeça, tórax e abdômen, com quatro pares de pernas no tórax e a cabeça com um par de antenas.

e) Os quilópodes possuem dois pares de pernas por segmento do corpo, aparelho bucal com um par de quelíceras e sem antenas.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 5 de maio de 2016

TESTES DE PROGRAMA DE SAÚDE (6)

01. (UPE) As doenças sexualmente transmissíveis são conhecidas desde os primórdios da civilização humana. Na primeira coluna, estão listadas algumas dessas doenças; na segunda coluna, seus respectivos agentes etiológicos e, na terceira coluna, seus principais sintomas. Estabeleça a associação entre as colunas.

01

a) A-3-I / B-2-II / C-1-III.

b) A-3-II / B-1-III / C-2-I.

c) A-2-II / B-3-III / C-1-I.

d) A-1-II / B-3-I / C-2-III.

e) A-2-III / B-1-II / C-3-I.

02. Bactérias são agentes causadores de diversas doenças, e algumas delas podem ser muito graves. Considere as afirmações abaixo, a respeito de doenças.

I. A cólera é causada por um vibrião, que é eliminado junto com as fezes.

II. A gastrite bacteriana é causada pela Helicobacter pylori, que pode levar ao câncer.

III. A dengue hemorrágica é causada por bactérias, do tipo bacilo, eliminadas no sangue.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.

b) Apenas III.

c) Apenas I e II.

d) Apenas II e III.

e) I, II e III.

03. (UEM) Considerando as características dos patógenos e as relações que estabelecem com a espécie humana, assinale o que for correto.

01. Os agentes que causam a gripe A (H1N1) e a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (HIV) são parasitas intracelulares obrigatórios.

02. As doenças sexualmente transmissíveis, gonorreia e sífilis, são causadas por organismos eucariontes.

04. A Entamoeba histolytica, uma espécie de ameba que parasita o intestino, forma cistos os quais são liberados juntamente com as fezes.

08. O Trypanosoma cruzi é o agente etiológico da malária; portanto, pode ser controlado por meio de drenagens das áreas alagadas em que vive o mosquito transmissor.

16. O Ancylostoma duodenale, que causa a doença popularmente denominada de amarelão, desenvolve todo o seu ciclo de vida no intestino do hospedeiro. Essa doença está restrita à região Sul do Brasil.

Soma das alternativas corretas:

04. (UEA) Certas doenças infecciosas são contraídas apenas uma vez, como é o caso da catapora. Este fato é explicado:

a) Pela contínua produção de anticorpos contra o agente causador da catapora.

b) Pelas campanhas de imunização contra a doença promovidas pelo Governo Federal.

c) Pela manutenção prolongada de células de memória imunitária no organismo.

d) Pela aplicação de soros produzidos a partir de antígenos inoculados em cavalos.

e) Pela produção de macrófagos que ficam circulando pelo corpo por longos períodos de tempo.

05. (ENADE) Transmitidos através da picada de insetos, alguns protozoários são capazes de causar parasitoses em seres humanos, utilizando como habitat a corrente sanguínea.

05

A figura acima apresenta algumas das fases do ciclo de vida de um protozoário parasita, instalado no interior de um glóbulo vermelho. Considerando a figura, assinale a opção que apresenta, respectivamente, os nomes do agente etiológico, do vetor e da doença provocada pelo protozoário ilustrado.

a) Plasmodium sp., barbeiro Triatoma infestans, malária.

b) Plasmodium sp., fêmea do mosquito Anopheles sp., malária.

c) Trypanossoma cruzi, barbeiro Triatoma sp., doença de Chagas.

d) Leishmania sp., fêmea do mosquito Lutzomyia sp., leishmaniose.

e) Trypanossoma cruzi, fêmea do mosquito Anopheles sp., doença de Chagas.

06. (FCM-PB)

Leia o texto e a seguir assinale a alternativa correta:

No Konso (Etiópia), o homem carrega água apenas nas duas ou três semanas subsequentes ao nascimento de seu bebê. Essa regra é seguida à risca – por homens e mulheres. A reputação de uma mulher do Konso assenta-se no trabalho duro. “Se eu ficar sentada em casa e não fizer nada, diz A.B, ninguém vai gostar de mim. Mas, se eu correr para cima e para baixo com 45 litros de água, eles dirão que sou uma mulher sábia que trabalha duro”. L.M. para na casa de A.B. e pede permissão ao marido dela, G.J. para checar os galões de água. G.J leva-o até onde eles são guardados. L.M abre a tampa de um deles e cheira, balançando cabeça em aprovação – a família está usando WaterGuard, um aditivo à base de cloro. O governo passou a distribuir WaterGuard logo no começo da mais recente epidemia de diarreia. L.M também verifica se a família possui sanitário e fala aos moradores sobre as vantagens de ferver a água de beber, lavar as mãos e banhar-se. (Adaptado de: O fardo da sede. Revista National Geographic. ed.121, 2010, http://viajeaqui.abril.com.br/)

A diarreia, citada no texto, constitui um dos sintomas mais comuns de parasitoses do trato digestório humano, e apresenta índice elevado em regiões onde não há água tratada e nem sistema de esgoto sanitário. Marque corretamente a alternativa que contempla apenas doenças cuja medida preventiva está associada a instalações sanitárias adequadas.

a) Ascaridíase, difteria, doença de Chagas e teníase.

b) Amarelão, dengue, esquistossomose e teníase.

c) Ascaridíase, cisticercose, leishmaniose e oxiurose.

d) Ancilostomose, cólera, febre tifoide e malária.

e) Amebíase, cólera, esquistossomose e giardíase.

07. (UFSC) Em 2013, completam-se 30 anos da publicação do artigo que divulgava a identificação do vírus responsável pela AIDS, batizado anos depois de HIV. Ao longo dos anos, a AIDS perdeu estigmas antigos e os tratamentos à doença tiveram importantes avanços, melhorando a vida de pacientes infectados. Todavia, não existem metodologias definitivas de cura para a doença ou vacina eficaz. Além disso, a epidemia não está totalmente controlada, sendo o vírus responsável por infectar aproximadamente 35 milhões de pessoas em todo o mundo. O gráfico abaixo apresenta a incidência de novos casos de AIDS na população de Santa Catarina em comparação com dados de todo o país.

07

Utilizando o gráfico acima e conhecimentos relacionados ao HIV/AIDS, indique a soma da(s) proposição(ões) correta(s).

01. O vírus HIV é transmitido somente através de contato com sangue contaminado e de sexo não seguro.

02. As células atingidas pelo HIV fazem parte do sistema imune, um dos fatores que dificultam o combate à infecção.

04. As drogas antivirais interferem no ciclo de replicação do HIV, impedindo que ele infecte outras células.

08. O gráfico mostra que, apesar de haver uma tendência de queda na taxa de incidência de infectados por HIV no Brasil, em Santa Catarina a tendência é de aumento ou manutenção desta taxa nos últimos anos.

16. O vírus HIV, assim como outros vírus, possui altas taxas de mutação, o que é explicado pela ausência de enzimas de controle e reparo na síntese de seu genoma.

32. A transcriptase reversa é uma enzima viral responsável pela replicação do DNA do HIV.

Soma das proposições corretas:

08. (FATEC) Um adolescente foi passar férias no interior do país e lembrou-se de algumas medidas preventivas a serem adotadas nas zonas rurais.

I. Não nadar em lagoas onde haja caramujos com concha espiral plana.,

II. Não comer carne de porco malcozida.

Assinale a alternativa correta que relaciona a doença parasitária que pode ser evitada com essas precauções e suas principais características.

08

09. (UPE) Durante os séculos XV e XVI, períodos das Grandes Guerras, os tripulantes dos navios eram acometidos por uma estranha doença que provocava debilidade orgânica e até a morte. Suas manifestações foram descritas pelo poeta Luis de Camões neste pequeno trecho de Os Lusíadas.

“(…) ali lhes incharam as gengivas na boca, que crescia a carne, e juntamente apodrecia!  Apodrecia c¢um fétido e bruto cheiro, que o ar vizinho inficionava.”

Uma das afirmativas abaixo oferece informações sobre essa doença, identifique-a.

a) A carência de vitamina B6 ou riboflavina provoca problemas na boca, com ruptura da mucosa, dos lábios, da língua e das bochechas, sintomas associados aos descritos.

b) A vitamina A ou ácido ascórbico tem nítida participação no desenvolvimento do tecido conjuntivo e estimula a produção de anticorpos pelo organismo, por isso é conhecida como vitamina antiinfecciosa.

c) A descrição de Camões refere-se à beribéri e surge em decorrência da falta de vitamina B1, cujas fontes naturais são o fígado, as frutas frescas, os óleos, o feijão, o arroz e o trigo integral.

d) Além das manifestações descritas no texto, o escorbuto pode provocar ainda hemorragia, queda de cabelos e de dentes, fraqueza e anemia, que surge pela deficiência da vitamina C na alimentação.

e) Vítimas da pelagra, os tripulantes apresentavam fragilidade dos capilares e alterações no mecanismo de coagulação, pois na ausência da vitamina K a formação de protrombina no fígado fica comprometida.

10. (UNICENTRO) Observe a figura a seguir.

10

Com base na figura e nos conhecimentos sobre o ciclo da Doença de Chagas, assinale a alternativa correta.

a) O agente causador é uma bactéria, transmitida pela picada de insetos hemípteras, afetando órgãos como o baço, fígado e o sistema circulatório.

b) O agente causador é um protozoário, transmitido pela picada de mosquitos Anopheles, causando febres e lesões no fígado.

c) O agente causador é um protozoário, transmitido pelo contato com as fezes de certos insetos hemípteros, causando lesões no coração e insuficiência cardíaca.

d) O agente causador é um vírus, transmitido pelo contato com as fezes de certos mosquitos que defecam ao sugar o sangue, causando lesões no fígado.

e) O agente causador é um vírus, transmitido pela picada de certos mosquitos, afetando seriamente órgãos do sistema hematopoiético.

11. (UEM) Relacione as colunas sobre os dados apresentados dos parasitas humanos dos grupos platelmintes e nematelmites e, em seguida, assinale a alternativa correta.

A. Schistosoma mansoni

B. Taenia solium

C. Ancylostoma duodenale

D. Wuchereria bancrofti

E. Ascaris lumbricoides

a. Cisticerco

b. Intestino

c. Vaso linfático

d. Amarelão

e. Fígado

a) Ad, Ba, Cc, De, Eb.

b) Ac, Ba, Ce, Db, Ed.

c) Ae, Bb, Ca, Dc, Ed.

d) Ab, Ba, Cd, Dd, Ec.

e) Ae, Ba, Cd, Dc, Eb.

12. (UFT) Em 2009, a gripe H1N1, ou influenza A, que é provocada pelo vírus H1N1 da influenza do tipo A, ocasionou uma pandemia mundial que paralisou países, mobilizou governos e centros de controle de infecção de todo o mundo. Como uma forma de se proteger contra esta gripe, recomenda-se a:

a) Aplicação de soro contendo anticorpos, que é um tipo de imunização ativa capaz de estimular o sistema imunológico da pessoa a produzir anticorpos contra o vírus.

b) Aplicação de soro contendo anticorpos, que é um tipo de imunização passiva capaz de estimular o sistema imunológico da pessoa a produzir anticorpos e células de defesa contra o vírus.

c) Aplicação de vacina, que é um tipo de imunização ativa, capaz de estimular o sistema imunológico da pessoa a produzir anticorpos contra o vírus.

d) Aplicação de vacina, que é um tipo de imunização passiva, em que o indivíduo recebe anticorpos que foram previamente produzidos em outro animal.

e) Aplicação de vacina, pois o vírus provoca uma evolução muito rápida e não há tempo para a imunização ativa.

13. (UFABC)

13

O gráfico apresenta a variação de temperatura num indivíduo parasitado por Plasmodium. Observando-se ao microscópio, sangue colhido nas fezes assinala­das (A e B), verifica-se a presença de formas evolutivas do Plasmodium.

a) Somente fora das hemácias.

b) Dentro das hemácias em A e fora de hemácias em B.

c) Fora de hemácias em A e dentro de hemácias em B.

d) Dentro de leucócitos em A e fora de leucócitos em B.

e) Fora de leucócitos em A e dentro de leucócitos em B.

14. (MACK) O esquema a seguir refere-se ao ciclo do para­sita Schistosoma mansoni.

14

Os quadros assinalados por I, II, III e IV devem ser preenchidos, correta e respectivamente, por:

a) Cercária, homem, ovo e miracídio.

b) Cercária, miracídio, homem e ovo.

c) Miracídio, homem, ovo e cercária.

d) Ovo, cercária, homem e miracídio.

e) Miracídio, cercária, homem e ovo.

15. (PUC-SP) Sobre a teníase, parasitose que atinge os ani­mais, são feitas três afirmativas.

I. O agente responsável pela doença é o platielminte Taenia solium ou Taenia saginata, cujo hospedeiro é respectivamente um porco ou um boi.

II.A profilaxia da teníase deve ser feita, principalmen­te, com o incentivo ao uso de fossas e esgotos e à recomendação de que se coma carne de porco ou boi cozida ou bem passada.

III. Pode-se controlar a doença andando constante­mente calçado, evitando-se assim a penetração, pela sola do pé, de cercárias responsáveis pela teníase.

Assinale:

a) Se somente I estiver correta.

b) Se somente II estiver correta.

c) Se somente III estiver correta.

d) Se I e II estiverem corretas.

e) Se I, II e III estiverem corretas.

16. (UFMT) Dentre a variedade de formas de vida que se desenvolvem em ambientes aquáticos, existem vários vetores de doenças graves registradas no Brasil. A figura abaixo representa o ciclo biológico de um protozoário parasita de ocorrência em países tropicais.

16

Marque a doença e seu respectivo vetor representado na figura.

a) Malária e Haemagogus.

b) Leishmaniose e Anopheles.

c) Dengue e Aedes.

d) Malária e  Anopheles.

e) Dengue e  Anopheles.

17. (UEM) Analise a figura e, a seguir, assinale o que for correto.

17

01. As doenças transmitidas pelos insetos A, C e H são causadas por protozoários.

02. Os insetos E, F e G pertencem, respectivamente, às ordens Homoptera, Hymenoptera e Hemiptera.

04. As doenças transmitidas pelos insetos E e G são causadas por bactérias.

08. A doença causada pelo verme transmitido pelo inseto D é a oncocercose.

16. O verme causador da doença transmitida pelo inseto I é a Wuchereria bancrofti, um asquelminto.

32. Os dípteros B e J pertencem, respectivamente, aos gêneros Phlebotomus e Aedes.

64. Todos os insetos da figura são apenas vetores; não há nenhum que seja considerado parasita.

Soma das alternativas corretas:

18. (UNITAU) O botulismo é uma doença neuroparalítica grave resultante da ação de uma potente toxina produzida pelo Clostridium botulinum. Essa doença apresenta alta letalidade e é considerada uma emergência médica. Tomando como exemplo o fato de que, recentemente, uma família apresentou botulismo após comer uma mortadela supostamente estragada, analise as afirmativas abaixo, em relação a essa doença, e indique a alternativa correta.

I. O Clostridium botulinum é um bacilo anaeróbio obrigatório.II. A principal via de contaminação é oral.

III. Alimentos conservados de forma inadequada e contaminados com Clostridium botulinum, em especial conservas caseiras, são importantes veículos de transmissão desse microrganismo para o homem.

a) Apenas as afirmativas I e II estão corretas.

b) Apenas as afirmativas II e III estão corretas.

c) Apenas as afirmativas I e III estão corretas.

d) Todas as afirmativas estão corretas.

e) Nenhuma das afirmativas está correta.

19. (UDESC) Analise as proposições quanto à toxoplasmose.

I. Esta doença é causada pelo protozoário parasita intracelular Toxoplasma gondii e um dos modos de transmissão é pela ingestão de oocistos presentes nas fezes dos gatos infectados. Esses oocistos podem se prender ao pelo do gato e quando a pessoa o acaricia, os oocistos podem se aderir à mão. Caso ela não lave as mãos, e as leve à boca, pode, acidentalmente, ingerir os oocistos e se infectar.

II. As mulheres grávidas que desenvolvem esta doença podem transmiti-la ao feto.

III. Esta doença pode ser transmitida de pessoa a pessoa, pela ingestão de oocistos presentes nas fezes dos humanos infectados, isso ocorre quando a pessoa infectada faz a higiene anal, podendo contaminar as mãos, e assim transmiti-la a algum alimento, que posteriormente será ingerido por outra pessoa.

IV. Um dos modos de transmissão da toxoplasmose é pela ingestão de carnes cruas ou mal passadas, principalmente as de porco, vaca ou carneiro, quando contêm cistos de Toxoplasma gondii.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas I, II e III são verdadeiras.

20. (UFPR) Nas figuras 1 e 2, abaixo, estão representados os ciclos de duas endemias que ocorrem no Brasil.

20

Quais são, respectivamente, as doenças representadas nas figuras 1 e 2?

a) Raiva e febre amarela.

b) Leptospirose e dengue.

c) Raiva e malária.

d) Leptospirose e febre amarela.

e) Leishmaniose e dengue.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 29 de abril de 2016

MUTAÇÕES CROMOSSÔMICAS NUMÉRICAS

Além das modificações que afetam o DNA propriamente dito, denominadas, especificamente, mutações gênicas, pontuais ou puntiformes (ver MUTAÇÃO GÊNICA, matéria publicada, neste blog no dia 15/04/2011), existe uma série de outras que atingem diretamente os cromossomos, tanto autossômicos, quanto sexuais, chamadas mutações cromossômicas ou aberrações cromossômicas, que podem afetar o cariótipo dos indivíduos, qualitativamente ou quantitativamente. Dessa forma, podemos conceituar mutação cromossômica como toda e qualquer alteração que interfere no número ou na estrutura dos cromossomos de uma célula. Neste contexto, elas podem afetar fragmentos de um cromossomo, cromossomos inteiros ou até lotes completos de cromossomos e podem ser induzidas por agentes externos, como o raio-X. Normalmente, elas são prejudiciais para o portador e para os descendentes. Calcula-se, inclusive, que cerca de 5% dos diferentes tipos de câncer, que se desenvolvem nos seres humanos, tenham origem a partir de alterações cromossômica. Há, contudo, algumas mutações que podem ser benéficas e melhoram a capacidade de sobrevivência dos indivíduos das novas gerações. Por outro lado, as mutações são uma fonte importante de variabilidade genética, que permite a diversidade de organismos e a evolução das espécies. Ao contrário das mutações génicas, que são reconhecidas através da sua manifestação no fenótipo, as mutações cromossómicas são, via de regra, detectadas pela observação do cariótipo do indivíduo afetado. Nas mutações cromossômicas, ocorrem alterações de partes inteiras de cromossomos, modificando a sequência de genes de um cromossomo (mutações estruturais) ou o número de cromossomos (mutações numéricas). Elas interferem, em última análise, no número ou na estrutura (forma) dos cromossomos. Embora não formem novas versões de genes, como as mutações pontuais, elas contribuem para que ocorra variabilidade gênica, sendo consideradas, portanto, um dos fatores da evolução, já que possibilitam o surgimento de novas combinações gênicas. Dessa forma, apesar de menos importante para a evolução do que as mutações gênicas e a recombinação gênica (“crossing-over”), elas também contribuem, de certa forma, para a manutenção da variabilidade gênica de determinadas populações naturais. Podemos distinguir dois grandes grupos de mutações cromossômicas conforme a alteração seja quantitativa ou qualitativa. Assim sendo, essas mutações podem ser classificadas em numéricas, quando afetam o número de cromossomos de uma célula ou estruturais quando há alteração na forma ou no tamanho de um ou mais cromossomos da célula. Nas primeiras as consequências são diversas em função do cromossomo envolvido e nas mutações estruturais, a extensão e a região alteradas influenciam também nos efeitos fenotípicos.

Nesta publicação, veremos apenas mutações cromossômicas numéricas. As mutações cromossômicas estruturais serão abordadas em outra oportunidade.

As mutações cromossômicas numéricas estão relacionadas com alterações no número, quer para mais ou para menos, de cromossomos, alterando, consequentemente, o cariótipo. Elas são classificadas em euploidias e aneuploidias (tabela abaixo).

tablelaI. EUPLOIDIAS: são alterações em que há perda ou acréscimo de um ou mais genomas (perda ou acréscimo de lotes cromossômicos completos). Dessa forma, elas originam células, cujo número de cromossomos é um número múltiplo exato do número haploide característico da espécie, como mostra a figura a seguir, na qual se evidenciam uma célula diploide normal (2n) e três outras euploides [célula haploide (n), célula triploide (3n) e célula tetraploide (4n)]. As euploidias envolvem, portanto, alterações em lotes inteiros de cromossomos e não apenas em alguns cromossomos, com é o caso das aneuploidias, que veremos adiante. As células euploides se formam, via de regra, no momento em que os cromossomos são duplicados e a célula não se divide [não ocorre a citocinese (citodiérese)]. As células portadoras de euploidias, possuem, em última análise, quantidade de cromossomos que difere da normal em quantidades inteiras de lotes n (haploides).

euploidia

Ia. Haploidia (n): ocorre quando o número de cromossomos se apresenta em dose simples, como nos gametas. A haploidia ou monoploidia pode ser um estado normal em alguns organismos. É o caso, por exemplo, dos zangões, machos férteis haloides (n), encarregados da reprodução nas sociedades das abelhas. Eles são formados a partir de um óvulo não fecundado, que se desenvolve, partenogeneticamente, e têm vida curta, morrendo após cumprir sua única função, que é perpetuar a espécie. Em face de serem gerados a partir de óvulos não fecundados (partenogênese), os zangões herdam todos os genes que possuem da mãe, já que eles não têm pai. A haploidia, entretanto, é considerada anormal, quando ocorre nas células somáticas de organismos diploides.

Ib. Poliploidia: ocorre quando os lotes cromossômicos são representados por três [triploidia (3n)], quatro [tetraploidia (4n)] ou mais genomas. Consiste, portanto, no acréscimo de dois ou mais genomas. Constata-se, dessa forma, que o termo poliploide é usado para designar uma euploidia cujo número dos lotes cromossômicos (genomas) é superior a 2. A poliploidia ocorre em alguns vertebrados inferiores e em alguns vegetais, como o trigo [ver ESPECIAÇÃO (ESPECIAÇÃO POR POLIPLOIDIA), matéria publicada, neste blog no dia13/02/2013.]. Embora as variedades diploides sejam, via de regra, mais produtivas, há plantas tetraploides de cultura que apresentam a vantagem de serem mais produtivas do que as correspondentes diploides. Afora os casos de poliploidia que surgem “espontaneamente” na natureza, é possível obter poliploides em plantas cultivadas em presença de drogas como a colchicina (figura abaixo), que atua bloqueando a formação do fuso mitótico durante as divisões celulares (ver MITOSE, matéria publicada neste blog no dia 16/09/2015). Os triploides, bem como os demais poliploides de número ímpar, são caracteristicamente estéreis, em face de raramente poderem produzir gametas geneticamente equilibrados durante a meiose. Os tetraploides, por seu turno, podem ser férteis se a meiose produzir regularmente gametas diploides (2n), geneticamente equilibrados [ver ESPECIAÇÃO (ESPECIAÇÃO POR POLIPLOIDIA), matéria publicada, neste blog no dia13/02/2013.].

colchicina

II. ANEUPLOIDIAS: são alterações que envolvem perda ou acréscimo um ou mais cromossomos de cada par, tanto dos autossômicos como dos cromossomos sexuais, mas não de todo o genoma. Dessa forma, apenas um ou poucos pares de cromossomos são afetados, dando origem a múltiplos não exatos do número haploide característico da espécie. As aneuploidias resultam, via de regra, da não disjunção (não separação) dos cromossomos homólogos na meiose I ou das cromátides irmãs na meiose II (ver MEIOSE, matéria publicada neste blog no dia 21/08/2015). Assim sendo, ela pode ocorrer tanto na primeira quanto na segunda divisão meiótica. A não migração correta para os polos opostos, levará a uma distribuição desigual desses materiais genéticos. Dependendo dessa não disjunção na meiose, serão formados alguns gametas com um ou mais cromossomos adicionais e outros com menos cromossomos do que um conjunto haploide normal. Os gametas com “falhas” serão, eventualmente, responsáveis pela formação de zigotos com um número anormal de cromossomos e de embriões que podem não se desenvolver. Caso se desenvolvam, formam-se indivíduos com um número anormal de cromossomo em todas as suas células e que, via de regra, irão desenvolver algumas síndromes, que abordaremos adiante. Lembramos que disjunção cromossômica é a segregação normal do material cromossômico para os polos opostos na divisão meiótica ou mitótica. A não disjunção, por outro lado, é uma falha nesse processo, na qual dois cromossomos ou cromátides migrarão, incorretamente, para um polo e nenhum para o outro. Assim sendo, as células resultantes das divisões anormais, ficam com excesso ou falta de cromossomos. A não disjunção cromossômica ocorre “espontaneamente” e, como a maioria das mutações gênicas, é um exemplo de uma falha casual de um processo celular básico. Outro mecanismo, menos comum, responsável pelas aneuploidias é a perda de um cromossomo, provavelmente devido a um “atraso” na separação de um dos cromossomos, durante a anáfase. As aneuploidias são causadoras de diversos distúrbios como a síndrome de Turner [monossomia do cromossomo sexual X (44A + X0; 45, X0)]; a síndrome de Klinefelter [trissomia dos cromossomos sexuais (44A + XXY; 47, XXY)], existem casos de Klinefelter com cariótipo, XXXY (tetrassomia) e XXXXY (pentassomia), que são casos de polissomia; a síndrome de Patau {trissomia do cromossomo 13 (47, XX +13 (sexo feminino) ou 47, XY + 13 (sexo masculino)]}; a síndrome de Edwards {trissomia do cromossomo 18 [47, XX + 18 (sexo feminino) ou 47, XY + 18 (sexo masculino)]}; trissomia do X (47, XXX) e a síndrome de Down {trissomia do cromossomo 21 [47, XY + 21 (sexo masculino) ou 47, XX + 21 (sexo feminino)]}. Lembramos, que, embora pouco frequente (3 a 4% dos casos), a síndrome de Down pode resultar de uma translocação, como veremos em mutações cromossômicas estruturais, oportunamente.

Destacamos que durante a meiose normal (ver MEIOSE, matéria publicada neste blog no dia 21/08/2015), os cromossomos homólogos emparelham-se e se separam de modo que, nesta condição, a meiose gera quatro células haploides (figura a seguir).

meiose normal

A figura abaixo mostra uma não disjunção na meiose I, levando à não segregação de cromossomos homólogos. Como consequência, duas células filhas irão ter, cada uma delas, 3 cromossomos (n + 1) e as outras duas terão, cada uma, apenas 1 cromossomo (n – 1). Os gametas com cromossomo em excesso (n + 1), em vez de terem apenas um dos cromossomos de um determinado par, terão os dois cromossomos de um mesmo par. Formam-se, portanto, dois tipos diferentes de gametas, ambos incorretos.

meiose I

A figura a seguir mostra uma não disjunção da meiose II, na qual não acarreta a segregação das cromátides irmãs de um dos cromossomos. Como consequência, formam-se três tipos de gametas. Dois deles, irão ter um número normal de cromossomos (n). Um terceiro terá um cromossomo a menos (n – 1) e o quarto conterá um cromossomo a mais (n +1). Como se pode deduzir, os gametas aneuploides, [(n – 1) e (n +1)] apresentam quantidade de cromossomos diferentes da condição normal da espécie (n).

meiose II

Os gametas aneuploides, originados de meiose não disjuntiva I [(n + 1) e (n – 1)] ou de meiose não disjuntiva II [(n – 1) e (n +1)], unindo-se a um gameta normal, irão formar um zigoto portador de uma aneuploidia, levando a que o organismo inteiro seja, também aneuploide.  Se o gameta n -1 se une a um gameta normal (n), é produzido um zigoto monossômico (2n –1). No caso do gameta n + 1 se fundir com um normal (n), será formado um zigoto trissômico (2n +1), como mostra a figura abaixo.

tissômico

Entre as aneuploidia, destacamos a nulissomia, a monossomia e a trissomia (figura a seguir).

classi

IIa. Nulissomia: ocorre quando há perda de um par de cromossomos homólogos (2n – 2). O resultado (2n – 2) é, via de regra, letal para os diploides. Na espécie humana, as nulissomias são inviáveis, não ocorrendo desenvolvimento. Há, no entanto, alguns poliploides que podem perder dois homólogos de um grupo e ainda sobreviver.

IIb. Monossomia: ocorre quando há perda de um dos cromossomos do par, isto é, quando o número de cromossomos da célula for 2n –1. Na espécie humana, por exemplo, temos a síndrome de Turner que são indivíduos do sexo feminino com cariótipo 44A + X0 (45, X0). A figura abaixo mostra um cariótipo de uma portadora dessa síndrome.

turner

IIc. Trissomia: ocorre quando um mesmo cromossomo se apresenta repetido três vezes (2n +1), em vez de duas vezes (diploide), que é a condição normal. Há, portanto, um cromossomo a mais. As trissomias são, na espécie humana, as aneuploidias mais frequentes. Como exemplos de trissomia na espécie humana, citamos:

a) Síndrome de Down, trissomia do cromossomo 21[47, XY + 21 (sexo masculino) ou 47, XX + 21 (sexo feminino)]}, cujo cariótipo masculino é observado a seguir. Esta é a forma mais frequente dessa síndrome, já que 3 a 4%, decorrem de translocação, como veremos em mutações cromossômicas estruturais, oportunamente.

down

b) Síndrome de Klinefelter: são indivíduos do sexo masculino, com cariótipo 44A + XXY (47, XXY), mostrado na figura abaixo.

kli

c) Síndrome de Edwards: {trissomia do cromossomo 18 [47, XX + 18 (sexo feminino) ou 47, XY + 18 (sexo masculino)]}, cujo cariótipo masculino é mostrado a seguir.

ed

d) Síndrome de Patau: {trissomia do cromossomo 13 [47, XX +13 (sexo feminino) ou 47, XY + 13 (sexo masculino)]}, cujo cariótipo feminino é mostrado abaixo.

pat

Para efeito de raciocínio, consideremos, simbolicamente, que “O”. “V” e “I” sejam três cromossomos que constituem o genoma de certa espécie. Observe nos esquemas a seguir, supondo que o número de cromossomos diploide seja 2n = 6, as diferenças entre euploidia e aneuploidia.

simbo

MOSAICISMO: razoavelmente frequente, porém pouco identificado, é um fenômeno em que o indivíduo apresenta linhagens celulares somáticas com cariótipos diferentes, quando o normal seria a existência de um único conteúdo genético, haja vista, que ele teve origem a partir de um único zigoto. O mosaicismo é resultante, via de regra, de não disjunção na mitose, que pode ser na divisão que precede a formação dos gametas ou nas células derivadas do zigoto (no decorrer do desenvolvimento embrionário ou até na regeneração de tecidos do indivíduo já formado). No primeiro caso, os efeitos são semelhantes aos produzidos pela meiose não disjuntiva. Se ocorrer nas células derivadas do zigoto (erros pós-zigóticos), por outro lado, pode originar os mosaicos (figura abaixo), organismos nos quais há tecidos com células normais, misturadas a tecidos com células de padrão cromossômico anormal. Há, portanto, duas linhagens celulares diferentes geneticamente nesses organismos. Percebe-se, na citada figura, a presença de dois grupos celulares, um normal com 46 cromossomos e outro deficiente de um cromossomo X, contendo, portanto, 45 cromossomos. O mosaicismo pode estar relacionado, também com outros cromossomos, como o 21, como veremos a seguir. Neste caso, certas regiões do organismo humano possuem células com trissomia do 21.

mos

Os efeitos fenotípicos provocados pelo mosaicismo dependem do momento da embriogênese em que o erro ocorreu; do cromossomo envolvido, já que cada cromossomo possui um conteúdo gênico diferente; da natureza da anomalia cromossômica; do tecido afetado e do quanto ele é anormal, a depender da fase embrionária em que o defeito genético aconteceu. Dessa forma, o mosaicismo pode passar despercebido, fenotipicamente, quando a proporção de células normais for suficientemente alta para diluir o efeito causado pelas defeituosas. Havendo uma alteração no número de cromossomos de uma parte das células do corpo, o mosaicismo pode causar anomalias genéticas associadas com o número anormal desses cromossomos. Os sintomas são, em geral, idênticos às respectivas síndromes, embora menos severos, visto que a população de células afetadas não constitui todo o corpo. Neste contexto, podemos citar: síndrome Down, síndrome de Turner, síndrome de Klinefelter e síndrome do tripo X, com mosaicismo. Para que se tenha uma ideia, no caso da síndrome de Down com mosaicismo, algumas células do indivíduo são portadoras de trissomia do cromossomo 21 (aneuploides) e outras são normais. Assim sendo, todos os milhões de células que derivam das células trissômicas (aneuploides) terão 47 cromossomos, enquanto os demais milhões que derivam das células normais terão 46 cromossomos e também serão normais. No caso da síndrome de Klinefelter com mosaicismo, também conhecida como 46/47 mosaico de XY/XXY, algumas células do paciente possuem os cromossomo XY (condição normal) e outras contêm cromossomos XXY (aneuploides). Mesmo raciocínio utilizado para o Down com mosaicismo, no que se refere aos milhões de células derivadas, também se aplica a síndrome de Klinefelter com mosaicismo. Ademais, a literatura tem relatado diversos efeitos adversos do mosaicismo, como retardo do desenvolvimento neuropsicomotor, crises convulsivas, alterações no padrão de pigmentação da pele, distrofia muscular de Duchenne, hemofilia e alterações no crescimento.

 

Publicado por: Djalma Santos | 21 de abril de 2016

TESTES DE NÚCLEO CELULAR (II)

01. (CESPE)

01

No núcleo celular, a cromatina organiza-se em pequenos aglomerados individuais, denominados territórios cromossômicos. Em geral, os genes ativos, normalmente encontrados na região da eucromatina, tendem a localizar-se na periferia desses territórios cromossômicos, conforme se verifica na figura acima. Essa estrutura nuclear não é rígida, pois os cromossomos se movimentam, trocam de posição e podem formar alças de DNA que invadem territórios alheios. A mobilidade da cromatina sugere que os genes podem aproximar-se fisicamente, mesmo estando inicialmente distantes uns dos outros. A interação entre cromossomos permite a aproximação entre regiões regulatórias e proteínas, o que favorece a coordenação da regulação da atividade de famílias semelhantes de genes.

Internet: <www.globo.com> (com adaptações).

Considerando o texto e a figura acima, julgue os itens a seguir.

I. Cada território cromossômico é organizado de forma a ativar ou suprimir a expressão de genes durante a interfase, e a sua formação pode ser evidenciada pela eucromatina e pela heterocromatina.

II. A referida organização em territórios, que inibe a condensação e a segregação dos cromossomos durante a mitose, também pode ser visualizada em células procarióticas.

III A posição dos cromossomos e a de seus vizinhos mais próximos influem no funcionamento celular.

IV. Por estar ancorada no envoltório nuclear, a cromatina tem mobilidade quase nula.

São corretos apenas os itens:

a) I e IV.

b) II e III.

c) II e IV.

d) I e II.

e) I e III.

02. (FCM-PB) Acabamos de vivenciar os jogos Pan-americanos, e sabemos que durante a realização desses eventos esportivos é realizada a determinação do sexo genético. Esse exame pode ser feito pela observação dos cromossomos das células epiteliais. Pode-se então afirmar que neste exame:

a) Mulheres normais devem apresentar duas estruturas denominadas Corpúsculo de Barr, que correspondem aos dois cromossomos X que permanecem condensados nos núcleos das células.

b) Mulheres normais na fase adulta não devem apresentar Corpúsculo de Barr..

c) Mulheres normais devem apresentar uma estrutura denominada Corpúsculo de Barr, que corresponde a um dos cromossomos X que permanece condensado no núcleo das células.

d) Homens normais devem apresentar uma estrutura denominada Corpúsculo de Barr, que corresponde ao cromossomo Y.

e) Homens normais devem apresentar uma estrutura denominada Corpúsculo de Barr, que corresponde ao cromossomo X que permanece condensado no núcleo das células.

03. (UNIOESTE) Com relação ao núcleo interfásico eucariótico é correto afirmar que:

01. Os cromossomos apresentam-se bastante condensados.

02. A cromatina encontra-se pouco espiralizada.

04. A carioteca apresenta-se em fase de desintegração.

08. A duplicação do DNA é intensa.

16. Apresenta um cromossomo X inativo em células femininas de mamíferos.

32. É o núcleo do período compreendido entre duas divisões celulares.

Soma das alternativas corretas:

04. (UEM) Identifique o que for correto sobre as características gerais dos cromossomos.

I   II

0  0 – Durante a interfase, ocorre a duplicação dos cromossomos, e essas cópias unidas de um cromossomo duplicado são denominadas cromátides-irmãs.

1  1 – A posição do centrômero serve de critério para classificar os cromossomos em três tipos: metacêntrico, acrocêntrico e telocêntrico.

2  2 – Os genes da espécie humana distribuem-se em cromossomos autossomos e sexuais. Cada pessoa herda dois conjuntos de 23 desses cromossomos, um proveniente da mãe e outro do pai.

3  3 – Nos eucariontes, o material genético chamado de cromatina é separado do citoplasma pela membrana nuclear.

4  4 – As alterações cromossômicas estruturais correspondem a modificações na sequência dos genes ao longo do filamento, podendo ser provocadas por vírus, radiação ou substâncias químicas.

05. (IFSul) O ser humano gosta de pensar que seu organismo é uma máquina perfeita, o que não é bem assim. Uma equipe de pesquisadores descobriu que mutações que evitam a formação de proteínas essenciais ao organismo são comuns no genoma humano. A descoberta vai ajudar a identificar as verdadeiras variantes genéticas que podem estar associadas a doenças, uma vez que se costuma pensar que uma variedade de problemas de saúde pode ser debitada na conta das mutações por perda de função, que acontece quando um gene alelo não funciona como seu par, resultando na nulidade do desempenho do gene. (Zero Hora – Vida- 10 mar. 2012).

Genes são considerados alelos quando apresentam:

a) A mesma sequência de nucleotídeos, situados em diferentes posições dos cromossomos homólogos.

b) A mesma sequência de nucleotídeos, situados nas mesmas posições dos cromossomos homólogos.

c) Sequências diferentes de nucleotídeos, situados em diferentes posições dos cromossomos homólogos.

d) Sequências diferentes de nucleotídeos, situados nas mesmas posições dos cromossomos homólogos.

06. (UNAMA) A ilustração abaixo representa estruturas nucleares. Observe cada um dos pares e analise as afirmativas a seguir:

06

I. Pertencem a uma espécie haploide.

II. São todos do tipo submetacêntricos.

III. Pertencem a uma espécie diploide.

IV. Apresentam par sexual XY.

O correto está apenas em:

a) I e II.

b) II e III.

c) III e IV.

d) I, II, III e IV.

07. (UEPG) Com relação ao núcleo das células, assinale a alternativa correta.

a) Uma das principais características da prófase da mitose é a reconstituição do núcleo, visto que nessa etapa as cromátides-irmãs se separam e seguem para os polos das células (em direção ao núcleo recém-formado).

b) O núcleo pode ser visualizado em todas as etapas de divisão celular, visto que sua estrutura deve se manter uniforme para evitar a perda de material genético celular.

c) Todos os eucariotos possuem apenas um núcleo por célula, de forma arredondada e que abriga a cromatina. Além disso, podem ser observados no interior do núcleo os nucléolos, massas densas compartimentalizadas por membranas.

d) O núcleo, presente apenas em células eucariotas, é a estrutura que abriga o material genético celular e, além disso, apresenta membrana dupla (carioteca) contendo poros, através dos quais ocorrem trocas de material entre o núcleo e o citoplasma.

e) Os componentes do núcleo são a cromatina, nucléolos e nucleoplasma. São envoltos por uma estrutura rígida e contínua que impede o trânsito de substâncias entre o citoplasma e o meio intranuclear.

08. (UNESP) Em geral, os cromossomos sexuais nos mamíferos são iguais nas fêmeas e diferentes nos machos. Nestes, o cromossomo do tipo Y possui genes, tamanho e morfologia diferentes daqueles do cromossomo do tipo X. Nas aves, ocorre o contrário. A fêmea apresenta cromossomos sexuais diferentes; nesse caso, chamados de tipo Z, o maior, e de tipo W, o menor. As figuras A e B representam, respectivamente, os cromossomos de um homem e de um macho de arara-azul. Em A são representados, no destaque, os cromossomos sexuais de uma mulher (XX) e, em B, no destaque, os cromossomos sexuais de uma arara-azul fêmea (ZW).

08

Considerando tais informações, é correto afirmar que:

a) Tanto em aves quanto em mamíferos, o conjunto de espermatozoides carregará sempre um cromossomo sexual de um mesmo tipo.

b) Tanto em aves quanto em mamíferos, o conjunto de óvulos carregará sempre um cromossomo sexual de um mesmo tipo.

c) Na gametogênese de fêmeas de aves, após a metáfase I, as duas células resultantes da divisão anterior apresentarão cromossomos sexuais de mesmo tipo.

d) Na gametogênese de machos de mamíferos, após a metáfase II, as duas células resultantes da divisão anterior apresentarão cromossomos sexuais de mesmo tipo.

e) Tanto na prole de aves quanto na de mamíferos, o zigoto que herdar o menor cromossomo sexual será do sexo masculino.

09. (CEFET-MG) Se um ovulo normal humano for fecundado por um espermatozoide portador de 24 cromossomos, então o individuo originado será 2n igual a:

a) 46, diploide.

b) 47, triploide.

c) 47, trissômico.

d) 48, tetraploide.

e) 48, tetrassômico.

10. (UEA) Observe o cariótipo abaixo.

10

Analisando o cariótipo de uma criança recém-nascida, um pesquisador descobriu que ela possuía uma cromatina sexual e uma alteração cromossômica numérica do tipo trissomia, cuja fórmula cromossômica é:

a) 44, XX.

b) 47, XYY.

c) 47, XXX.

d) 45, XO..

e) 47, XX, + 13.

11. (UFV) Quantos cromossomos autossomais existem no espermatozoide humano?

a) 0.

b) 1.

c) 22.

d) 23.

12. (PUC-GO)

TEXTO

O meu Nirvana

No alheamento da obscura forma humana,

De que, pensando, me desencarcero,

Foi que eu, num grito de emoção, sincero

Encontrei, afinal, o meu Nirvana!

 

Nessa manumissão schopenhauereana,

Onde a Vida do humano aspecto fero

Se desarraiga, eu, feito força, impero

Na imanência da Ideia Soberana!

 

Destruída a sensação que oriunda fora

Do tato – íntima antena aferidora

Destas tegumentárias mãos plebeias –

 

Gozo o prazer, que os anos não carcomem,

De haver trocado a minha forma de homem

Pela imortalidade das Ideias!

 

(ANJOS, Augusto dos. Eu e outras poesias. São Paulo: Martins Fontes, 1994. p. 134.)

Observe o seguinte fragmento do texto:

“No alheamento da obscura forma humana, De que, pensando, me desencarcero, Foi que eu, num grito de emoção, sincero Encontrei, afinal, o meu Nirvana”

A forma humana, em seus aspectos morfoanatômicos, pode ser influenciada por diferentes fatores que podem causar alterações fenotípicas, como algumas aneuploidias sexuais. Em uma dessas aneuploidias (44AXXY), os homens apresentam, em geral, uma estatura maior que a média populacional, com pequeno desenvolvimento dos órgãos genitais, geralmente com azoospermia e desenvolvimento dos seios juntamente com outras alterações sexuais secundárias, podendo ocorrer distúrbios de comportamento.

Considerando as características acima, assinale a alternativa que contenha o nome da síndrome descrita:

a) Síndrome de duplo Y.

b) Síndrome de Klinefelter.

c) Síndrome de Turner.

d) Síndrome de Down.

13. (UFMS) Inúmeras experiências já provaram que o núcleo nas células desempenha o papel de portador dos fatores hereditários e controlador das atividades metabólicas. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) referente(s) ao tema e some-as.

01. Durante o processo de espiralização dos cromonemas, as regiões denominadas de heterocromáticas são as que mais sofrem alterações, ou seja, correspondem às regiões do DNA em que os genes estão “vivos”.

02. A condensação dos filamentos de cromatina em cromossomos facilita o movimento e a distribuição equitativa do material genético para as células filhas durante a divisão celular.

04. O gene é uma porção de DNA que contém em sua sequência de bases a informação específica para a síntese de uma cadeia polipeptídica.

08. Os genes podem ser facilmente visualizados ao microscópio óptico nas células em divisão.

16. As regiões da eucromatina correspondem a genes inativos ou desligados.

Soma das alternativas corretas

14. (UDESC) Analise a figura abaixo que representa um cariótipo humano.

14

A representação refere-se ao cariótipo de um(a):

a) Homem com a síndrome de Klinefelter.

b) Homem com a síndrome de Down.

c) Mulher normal.

d) Mulher com a síndrome de Klinefelter.

e) Homem com um número normal de cromossomos.

15. (UFV) Segmento cromossômico menos condensado em que há predominância de fibras de 30 nm, onde ocorre alta transcrição gênica?

a) Cromatina.

b) Eucromatina.

c) Heterocromatina.

d) Cromossomo.

16. (UEPG) No que se refere à cromatina, assinale o que for correto.

01. Aparece em todas as etapas da mitose: prófase, metáfase, anáfase e telófase.

02. Aparece apenas na anáfase, pois, apenas nesta etapa a cromatina é importante no processo da divisão celular.

04. Está presente no núcleo interfásico e aparece durante a divisão celular com uma organização estrutural diferente, transformando-se nos cromossomos.

08. É formada por nucleoproteínas.

Soma das alternativas corretas:

17. (UPE) A estrutura, a quantidade de DNA e a posição do centrômero dos cromossomos podem ser alteradas sem que haja mudança no número de cromossomos. Esse fenômeno é conhecido como mutação estrutural.

17

A figura acima representa uma mutação estrutural do tipo:

a) inversão.

b) duplicação.

c) deleção.

d) translocação.

e) trissomia.

18. (UFAL) O nucléolo, estrutura que pode ser observada no interior do núcleo, origina:

a) Os cromossomos.

b) As mitocôndrias.

c) Os centríolos.

d) Os ribossomos.

e) Os centrômeros.

19. (ESPM) Na espécie Mus musculus o número haploide de cromossomos é 20. A partir deste dado qual o número de cromossomos que serão encontrados nas células epiteliais, neurônios e gametas respectivamente deste ser?

a) 10, 10 e 20.

b) 20, 20 e 10.

c) 40, 10 e 20.

d) 40, 40 e 20.

e) 20, 20 e 40.

20. (PUC/CAMPINAS) Observe os cromossomos abaixo esquematizados.

20

 

As figuras que representam, respectivamente, um conjunto diploide e um conjunto haploide correspondentes são:

a) I e III.

b) I e IV.

c) II e III.

d) II e IV.

e) V e I.

gab.novo

 

Publicado por: Djalma Santos | 21 de abril de 2016

TESTES SOBRE SISTEMA MUSCULAR (1)

01. Os gráficos abaixo comparam os padrões de contração de uma única fibra muscular (gráfico I) e de um músculo inteiro (gráfico II).

01

Das afirmações abaixo, qual é justificada por esses dados?

a) A fibra muscular, ao contrário do músculo inteiro, mostra uma resposta de tudo ou nada a partir de certa intensidade do estímulo.

b) A fibra muscular só começa a reagir a partir de certa intensidade do estímulo, passando então a aumentar gradativamente a intensidade das contrações.

c) A contração da fibra muscular, ao contrário do músculo inteiro, independe de terminações nervosas.

d) A resposta de tudo ou nada é válida tanto para a fibra muscular isolada como para o músculo inteiro.

e) A fibra muscular segue o padrão de contração dos músculos lisos, enquanto o músculo inteiro segue o padrão de contração dos músculos estriados.

02. As lâminas representam os aspectos de três tipos de tecidos musculares de cães, quando analisados sob microscópio.

02

As fibras observadas nas lâminas I, II e III foram retiradas, respectivamente, dos músculos

a) Do estômago, do coração e da pata.

b) Do coração, da pata e do estômago.

c) Da pata, do estômago e do coração.

d) Do coração, do estômago e da pata.

e) Do estômago, da pata e do coração.

03. (UEM) Considerando que os tecidos musculares originam-se do mesoderma do embrião e estão relacionados aos movimentos dos membros e das vísceras, assinale o que for correto acerca desses tecidos.

01. As células musculares são alongadas e recebem o nome de fibras musculares ou miócitos.

02. As fibras musculares têm características tão peculiares que seus elementos estruturais recebem nomes especiais: a membrana plasmática é chamada de sarcolema; o citoplasma, de sarcoplasma, e o retículo endoplasmático liso, de retículo sarcoplasmático.

04. As fibras musculares estriadas esqueléticas podem ser lentas ou brancas, rápidas ou vermelhas. As primeiras são ricas em mioglobina e pobres em mitocôndrias.

08. As células musculares cardíacas são incapazes de autoestimulação, dependendo de um estímulo nervoso para iniciar a contração.

16. As células musculares lisas possuem núcleo único e central, são pobres em mitocôndrias e glicogênio, não possuem sistema T, e o retículo sarcoplasmático é reduzido.

Soma das alternativas corretas:

04. Observe a figura:

04

Ela representa o miômero (sarcômero), unidade de contração dos músculos esqueléticos que são formados por filamentos de actina e miosina, conforme disposição apresentada. Analisando-se a figura, pode-se afirmar:

a) A banda I corresponde às regiões dos filamentos de miosina.

b) A unidade de contração corresponde ao comprimento da banda A.

c) Durante a contração muscular, os filamentos de actina e miosina diminuem, aproximando as linhas Z.

d) Durante o relaxamento muscular, as linhas Z afastam-se, diminuindo a banda I e aumentando a zona H.

e) Durante a contração muscular, as linhas Z aproximam-se, diminuindo as zonas H e bandas I.

05. As informações abaixo resumem observações relacionadas com as fontes de energia para a contração muscular.

I. Um músculo que não possua ATP e fosfocreatina não se contrai.

II. Um músculo que não possua fosfocreatina, mas receba ATP, continuará a se contrair até que todo a ATP seja gasto.

III. Um músculo que não possua ATP, mas receba fosfocreatina, não se contrai.

IV. Um músculo sem ATP, mas que receba fosfocreatina e ADP, forma ATP e continuará a se contrair enquanto tiver fosfocreatina e ADP.

Desses dados, conclui-se que:

a) ADP e fosfocreatina são indispensáveis para a contração muscular.

b) ADP e ATP têm o mesmo papel na contração muscular.

c) A fosfocreatina inibe a ação do ATP.

d) A fosfocreatina e ATP somam seus efeitos, determinando a contração muscular.

e) O ATP e indispensável para a contração muscular.

06.  (UEPG) A locomoção e a movimentação de partes do corpo, a circulação do sangue nos vasos sanguíneos, o deslocamento dos alimentos no tubo digestório são apenas alguns exemplos de ações que dependem da atividade muscular. Com relação às características, funções e fisiologia do sistema muscular humano, assinale o que for correto.

01. Durante exercícios muito intensos, o suprimento de gás oxigênio que chega às fibras musculares geralmente é insuficiente. Nesse caso, a respiração celular aeróbia está em atividade máxima e não há fermentação lática.

02. A chamada contração isométrica ocorre no caso de a resistência oferecida pelo objeto ser menor que a tensão do músculo. Nessa situação, o músculo encurtará e ocorrerá o movimento.

04. As extremidades dos músculos estriados esqueléticos são geralmente afiladas e terminam em cordões fibrosos altamente resistentes de tecido conjuntivo, os tendões.

08. A força que um músculo exerce sobre um objeto ao contrair-se é chamada de tensão muscular, e a força que o peso de um objeto exerce sobre um músculo é a resistência.

16. A contração isotônica ocorre quando a resistência do objeto é maior que a tensão do músculo. Nesse caso, não ocorre a contração muscular e não haverá o movimento do objeto.

Soma das alternativas corretas:

07. “O Senhor Santos Dumont fez ontem uma experiência sensacional. O homem conquistou o ar”.

(Fonte: “Le Matin”, em 24 de outubro de 1906)

Antes disso, a revista científica “La Nature” (em 13/09/1906) já havia divulgado que “M. Santos Dumont se ergueu a cerca de um metro da Terra provando que se pode transportar consigo uma fonte de energia que permite elevar-se no ar”.

Essas duas notícias ressaltam o interesse e, talvez, o sonho do homem pela conquista do ar, mostrando também o entusiasmo pelas soluções tecnológicas encontradas. As aves voadoras apresentam adaptações para se deslocarem no ar como, por exemplo, o corpo aerodinâmico coberto de penas e os membros anteriores transformados em asas. Segundo o conhecimento científico, nas aves o movimento das asas e a energia necessária para a realização desses movimentos devem-se:

a) Às soldaduras, presentes em alguns ossos, que garantem a resistência do esqueleto às grandes pressões das massas de ar, sem se quebrar. Essas massas de ar são responsáveis pelo movimento das asas.

b) Às penas, que sendo excelentes isolantes térmicos permitem uma melhor distribuição e uso das gorduras, de onde é retirada a energia.

c) Aos músculos peitorais, que estão presos à quilha do osso externo. A energia provém de reações químicas que têm a glicose e o oxigênio como reagentes.

d) Aos ossos pneumáticos que se comunicam com os sacos aéreos. A energia provém do oxigênio, combustível distribuído dos sacos aéreos para todas as células.

e) Ao empuxo do ar que impele a ave para uma altitude maior, estimulando seu cérebro a dar ordens para que os ossos se movimentem. A energia para esses movimentos provém dos alimentos ingeridos.

08. (URGS) Considere as afirmações abaixo sobre o tecido muscular esquelético.

I. Para que ocorra contração muscular, há necessidade de uma ação conjunta dos íons cálcio e da energia liberada pelo ATP, o que promove um deslizamento dos filamentos de actina sobre os de miosina na fibra muscular.

II. Exercícios físicos promovem um aumento no volume dos miócitos da musculatura esquelética, através da produção de novas miofibrilas.

III. Em caso de fadiga muscular, parte do ácido lático produzido através da fermentação lática passa para a corrente sanguínea e é convertida em aminoácidos pelo fígado.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas I e II.

d) Apenas II e III.

e) I, II e III.

09. (ENADE) A classificação das fibras musculares, em vermelhas ou brancas, faz-se de acordo com o metabolismo energético dominante, a velocidade de contração e a atividade enzimática. Considerando que a coloração das fibras determina a quantidade de glicogênio que será utilizado no exercício, bem como sua função fisiológica, avalie as afirmações a seguir.

I. As fibras de coloração vermelha têm essa característica devido ao elevado número de mioglobina e, por isso, apresentam capacidade oxidativa elevada. As fibras brancas, por sua vez, possuem força de contração elevada, contendo grandes quantidades de glicogênio e geram ATP principalmente por glicólise anaeróbica.

II. As fibras de contração lenta possuem pequena quantidade de mitocôndrias, o que lhes confere menor resistência à fadiga. Por outro lado, as fibras de contração rápida possuem grandes quantidades de mitocôndrias, o que promove aumento na velocidade de remoção do lactato sanguíneo e, consequentemente, produz maior resistência à fadiga.

III. Na prática dos exercícios físicos, as fibras vermelhas são mais recrutadas por maratonistas enquanto as fibras brancas são mais recrutadas por velocistas.

É correto o que se afirma em:

a) II, apenas.

b) III, apenas.

c) I e II, apenas.

d) I e III, apenas.

e) I, II e III.

10. (UESPI) Os atletas olímpicos geralmente possuem grande massa muscular devido aos exercícios físicos constantes. Sobre a contração dos músculos esqueléticos, é correto afirmar que:

a) Os filamentos de miosina deslizam sobre os de actina, diminuindo o comprimento do miômero.

b) A fonte de energia imediata para contração muscular é proveniente do fosfato de creatina e do glicogênio.

c) Na ausência de íons Ca2+, a miosina separa-se da actina provocando o relaxamento da fibra muscular.

d) A fadiga durante o exercício físico é resultado do consumo de oxigênio que ocorre na fermentação lática.

e) A ausência de estímulo nervoso em pessoas com lesão da coluna espinal não provoca diminuição do tônus muscular.

11. (UFLA) Analise as proposições abaixo referentes ao tecido muscular:

I. Os túbulos T estão presentes apenas nas fibras musculares estriadas.

II. O tecido muscular liso está presente em órgãos viscerais.

III. As fibras musculares estriadas cardíacas e as fibras musculares lisas são multinucleadas.

IV. O retículo sarcoplasmático é uma organela especializada na produção de estímulo elétrico no músculo estriado cardíaco.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as proposições I e II são corretas.

b) Somente as proposições II e III são corretas.

c) Somente as proposições III e IV são corretas.

d) Somente as proposições I e IV são corretas.

12. (IFSul) O tecido muscular permite os movimentos do esqueleto e de órgãos internos como coração, estômago, útero, artérias e outros, ao converter energia química em energia mecânica. Entre os tipos de tecido muscular, encontra-se o tecido muscular estriado esquelético, que apresenta como características:

a) Possuir um único núcleo, ter contração involuntária lenta, ser encontrado nos vasos sanguíneos e em órgãos do sistema digestório.

b) Possuir muitos núcleos, ter contração voluntária, ser encontrado ligado aos ossos por meio de tendões.

c) Possuir quase sempre um só núcleo, ter contração involuntária, apresentar discos intercalares, ser encontrado somente no coração.

d) Possuir muitos núcleos, ter contração voluntária, apresentar discos intercalares, ser encontrado em órgãos do sistema digestório.

13. (UPE) Os músculos esqueléticos dos vertebrados são compostos por dois tipos de fibras: I – as fibras lentas oxidativas ou vermelhas, e II – as fibras rápidas ou brancas. O tipo de atividade física exercida por uma pessoa pode, até certo grau, alterar a proporção dessas fibras em seu corpo. De acordo com a modalidade esportiva e o tipo de treinamento, quais desses atletas olímpicos apresentam maior número de fibras lentas?

I. Corredor de 100m.

II. Maratonista (percorre 42 km).

III. Nadador de 1.500m.

IV. Levantador de peso.

V. Atleta de salto.

a) I e II.

b) I e III.

c) II e III.

d) III e IV.

e) IV e V.

14. (UFT) A figura abaixo representa um sarcômero relaxado e um sarcômero contraído. Com relação à fibra muscular esquelética, podemos dizer que a diminuição do tamanho do sarcômero é devido ao:

14

a) Estreitamento da linha Z e banda M (representadas pelos números VII e III, respectivamente), que ocorre através da saída de actina (representada pelo número VI) da miofibrilas.

b) Estreitamento da banda H (representada pelo número I), que ocorre através do deslizamento de actina (representada pelo número VI) sobre a miosina (representada pelos números IV e V).

c) Aumento das bandas I (representadas pelo número II) e diminuição da linha Z (representada pelo número III) e da banda H (representada pelo número I).

d) Aumento da banda H (representada pelo número I) e diminuição das bandas I (representadas pelo número II), que ocorre através da saída de miosina (representada pelos números IV e V) da miofibrilas.

e) Aumento da banda H (representada pelo número II) e diminuição das bandas I (representadas pelo número I) que ocorre devido ao deslizamento de actina (representada pelo número VI) sobre a miosina (representada pelos números IV e V).

15. (UEA) Na parede do estômago, no bíceps e nas paredes das artérias encontramos tecidos musculares, respectivamente:

a) Dos tipos liso, estriado esquelético e liso.

b) Dos tipos estriado esquelético, liso e liso.

c) Dos tipos estriado esquelético, estriado esquelético e liso.

d) Do tipo estriado esquelético, estriado esquelético e estriado esquelético.

e) Do tipo liso, liso e liso.

16. (UNIOESTE) O tecido muscular é responsável pela locomoção do corpo e pelo movimento de vísceras. Suas células alongadas apresentam um citoesqueleto altamente organizado, rico em proteínas filamentosas. Com base na afirmativa acima, não é correto afirmar que:

a) O musculo liso apresenta capacidade de regeneração, uma vez que as células musculares lisas se dividem por mitose.

b) As miofibrilas nas células do musculo estriado esquelético e cardíaco se organizam nas chamadas unidades de contração ou sarcômero.

c) A liberação de íons cálcio, armazenados na luz do reticulo sarcoplasmático, ocorre graças a um estimulo nervoso; sendo fundamental para que a contração ocorra.

d) O musculo estriado esquelético é responsável pela peristalse no trato digestório.

e) A atividade física pode proporcionar um aumento na musculatura, pois estimula a síntese de novas miofibrilas no citoplasma das células musculares esqueléticas, aumentando seu volume.

17. (UPE) Em indivíduos que praticam exercícios físicos regularmente, em especial a musculação, que exige grande esforço muscular para mover e levantar pesos observa-se o aumento da musculatura esquelética. A atividade física promove esse aumento, porque:

a) Induz à divisão celular dos miócitos, aumentando o número dessas células e, consequentemente, o volume da musculatura.

b) Induz ao aumento da produção de núcleos, resultando em miócitos, compridos, cilíndricos, alongados e plurinucleados, podendo chegar a centenas de núcleos, resultando em um aumento muscular.

c) Gera a transformação das células adiposas em células musculares esqueléticas, havendo, assim, uma substituição do tecido adiposo pelo muscular.

d) Estimula as células musculares esqueléticas já existentes a aumentarem a produção de miofibrilas sem ocorrer o aumento do número de miócitos, resultando em um aumento do volume celular que reflete no aumento da musculatura.

e) Induz as células do tecido conjuntivo, que envolve os miócitos, a se dividirem, ocorrendo a fusão dessas com os miócitos já existentes, contribuindo para o aumento muscular.

18. (UFSJ) Na canção “Curare”, composta por Bororo e eternizada na voz de Orlando Silva, a primeira estrofe diz:

Você tem boniteza

E a natureza

Foi que agiu

Como esses óio de índia

Curare no corpo é bem Brasil

Curare é um antagonista do mediador químico acetilcolina, responsável pela sinalização química na junção neuromuscular. O curare no corpo causa:

a) contrações involuntárias, pois, na presença de curare, os músculos têm suas fibras danificadas pela antagonização da acetilcolina e as contrações ficam descoordenadas.

b) flacidez muscular, pois, na presença de curare, os neurônios deixam de produzir acetilcolina e paralisam suas atividades, causando morte neuronal.

c) flacidez muscular, pois, na presença de curare, os receptores de acetilcolina no músculo não respondem à sinalização neuronal e a informação nervosa não chega ao músculo.

d) contrações involuntárias, pois, na presença de curare, os neurônios cessam sua transmissão elétrica por inibição da acetilcolina. Como o curare é antagonista da acetilcolina, impede sua atuação como desencadeador da contração muscular, deixando os músculos esqueléticos em estado de flacidez.

19. (UNIMONTES) A contração muscular voluntária depende de um estímulo nervoso que chega à fibra muscular e do deslizamento direcionado por ATP de um conjunto de filamentos de actina sobre conjuntos de filamentos de miosina. A figura abaixo ilustra o mecanismo de contração muscular em um mamífero. Analise-a.

19

Considerando a figura e o assunto relacionado com ela, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta.

a) A liberação de cálcio ocorre devido à abertura de canais de cálcio presentes na membrana celular.

b) A fosfocreatina pode ser considerada como reservatório secundário de energia para a contração muscular.

c) A célula muscular, quando relaxada, tem altos níveis de cálcio no seu citoplasma, devido ao transporte passivo de cálcio.

d) O impulso nervoso causa uma repolarização nas membranas das células musculares.

20. (FCM-PB) Com o título: ― Ciência ajuda natação a evoluir, uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo sobre os jogos olímpicos de 2000, informa que: ― Os técnicos brasileiros cobiçam a estrutura dos australianos: a comissão médica constituída por seis fisioterapeutas assegura que nenhum atleta deixa a piscina sem levar um furo na orelha para o teste do lactato. A Olimpíada na verdade, virou um laboratório para estudos biomecânicos — ― tudo o que é realizado em baixo da água, é filmado e vira análise de movimento. Conforme informações fornecidas pelo texto, verifica-se que se formou lactato após exercício intenso. Considere as afirmações abaixo:

I. O elevado consumo de oxigênio leva a uma menor disponibilidade desse gás nos músculos e parte da energia é obtida pelo processo anaeróbio da fermentação láctica.

II. O baixo consumo de oxigênio leva a uma menor disponibilidade desse gás nos músculos e parte da energia é obtida pelo processo realizado pela cadeia respiratória.

III. O elevado consumo de oxigênio leva a uma maior disponibilidade desse gás nos músculos e parte da energia é obtida pelo processo anaeróbio da fermentação láctica

Assinale a alternativa correta:

a) Somente I e II estão corretas

b) Somente II e III estão corretas.

c) I, II e III estão corretas.

d) I, II e III estão erradas.

e) Somente I está correta.

21. (UEPG) Os músculos esqueléticos são formados por dois tipos de fibras musculares (lentas ou vermelhas e rápidas ou brancas). Com relação aos tipos de fibras musculares estriadas esqueléticas, assinale o que for correto.

01. Nos seres humanos, os músculos são formados por fibras brancas e vermelhas, sendo a proporção entre elas definida exclusivamente pelo treinamento físico.

02. As fibras rápidas ou brancas são mais claras que as vermelhas por terem pouca mioglobina; são pobres em mitocôndrias e estão adaptadas a contrações bruscas e potentes; obtém energia para a contração quase exclusivamente por fermentação.

04. Em aves que voam pouco, como galinhas e perus, os músculos peitorais, que movimentam as asas, são formados predominantemente por fibras brancas, pois são empregados apenas para movimentos de curta duração.

08. As fibras lentas ou vermelhas são pobres em mioglobina e mitocôndrias.

16. As fibras rápidas ou brancas são altamente resistentes à fadiga.

Soma das alternativas corretas:

22. (UDESC) Analise as proposições abaixo em relação ao tecido muscular.

I. Nos três tipos de tecidos musculares, ou seja, tecido muscular estriado cardíaco, tecido muscular estriado esquelético e tecido muscular liso, a contração muscular ocorre por meio do deslizamento dos filamentos de actina em relação ao de miosina, diminuindo assim a distância entre as duas linhas Z (o espaço entre as duas linhas Z é chamado de sarcômero, que é a unidade de contração das células musculares).

II. O tecido muscular estriado cardíaco é constituído por células longas com estrias transversais, e sua contração é involuntária.

III. O tecido muscular estriado esquelético é constituído por células mononucleadas com estrias longitudinais, e sua contração é lenta e involuntária.

IV. O tecido muscular liso é constituído por células mononucleadas, sem estrias transversais, e sua contração é involuntária.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas I, II e III são verdadeiras.

23. Ao examinarmos um músculo vivo notamos que o mesmo apresenta a cor vermelha. Essa coloração denota a existência:

a) De pigmentos e de grande quantidade de sangue nas fibras musculares.

b) De pigmentos e de pequena quantidade de sangue nas fibras lisas.

c) De pigmentos e de pequena quantidade de fibras cardíacas.

d) De pigmentos e de grande quantidade de melanina.

e) De pigmentos e de pequena quantidade de melanina.

24. (UEPG) Abaixo pode ser visualizado um esquema representativo de um sarcômero (ou miômero). Analise a figura e assinale a alternativa correta.

24

Fonte: Amabis, J.M.; Martho, G.R. Biologia das Células.

2a ed. Volume 1. Editora Moderna. São Paulo. 2004.

a) As linhas Z delimitam cada sarcômero. Nas bandas I, ocorre a ausência de filamentos de miosina (A), já nas bandas H não existem filamentos de actina (B).

b) Em (1), pode ser observado um sarcômero contraído, visto que a zona H está bem evidenciada.

c) Um estímulo nervoso provoca a liberação de íons cálcio do retículo e moléculas de ATP são usadas para a miosina (A) se deslocar sobre filamentos de actina (B).

d) O relaxamento da fibra muscular ocorre na presença maciça de íons cálcio, os quais sinalizam para a distensão dos sarcômeros (1), ou seja, miosina (B) separa-se da actina (A).

e) Durante a contração muscular (2), os filamentos de actina (A) deslizam sobre os filamentos de miosina (B).

25. (FCM-PB) Dentre as alternativas abaixo, assinale a resposta relacionada aos tipos de músculos, nervos e sinapses envolvidas no processo de contração esquelética de um mamífero.

a) Músculo estriado, nervo motor, sinapse interneural.

b) Músculo liso, nervo sensorial, sinapse interneural.

c) Músculo estriado, nervo motor, sinapse neuromuscular.

d) Músculo estriado, nervo sensorial, sinapse neuromuscular.

e) Músculo liso, nervo motor, sinapse neuromuscular.

26. (MED. ABC) Uma fibra muscular isolada obedece a “Lei do Tudo ou Nada”. Qual gráfico, dentre os abaixo apresentados, melhor mostra o grau de contração (X) de uma fibra individualizada em função de intensidade do estimulo (Y) a ela aplicado?

26

27. (PUC-PR) Os músculos são encontrados ao longo do corpo, desde membros superiores, inferiores, até em órgãos como estômago, coração, pulmão, entre outros. Sobre a estrutura desses tecidos e suas características, marque a alternativa correta.

a) As células musculares lisas apresentam uma contração voluntária e rápida, comum nos sistemas digestório e respiratório.

b) As altas concentrações de ácido lático no músculo acontecem devido ao repouso intenso de um indivíduo.

c) O coração possui células musculares plurinucleadas, de contração voluntária e rápida.

d) Toda célula muscular é multinucleada, possui um alto gasto energético, é rica em microfilamentos e, na ausência de oxigênio, produz ácido lático.

e) Durante uma contração muscular, os filamentos de actina deslizam sobre os de miosina, contexto em que o cálcio desempenha um importante papel.

28. (UEPG) Por ocasião das Olimpíadas sempre vem à tona a importância da prática de exercícios físicos. Assim, assinale o que for correto com relação aos tecidos musculares e processos de contração muscular.

01. As células musculares são chamadas de fibras musculares (ou miócitos) e seus constituintes recebem denominações especiais. O seu citoplasma recebe o nome de sarcoplasma, o retículo endoplasmático é chamado de retículo sarcoplasmático e a membrana plasmática é o sarcolema.

02. Quando se move contrai-se um tipo de músculo que se prende aos nossos ossos: músculo estriado esquelético – formado por longas células cilíndricas e plurinucleadas.

04. O processo de contração muscular deve-se ao encurtamento de miofibrilas compostas de dois tipos de açúcares: miosina e actina. O deslizamento dessas estruturas, umas sobre as outras, libera energia suficiente para o processo de contração.

08. O tecido muscular estriado cardíaco possui células longas e mononucleadas, que se contraem voluntariamente e de maneira lenta, fazendo com que o coração bata de uma maneira constante e ritmada.

Soma das alternativas corretas:

29. (FCM-PB) M.A.M., atleta participante da modalidade atletismo, diariamente treina a fim de competir nas próximas olimpíadas que irão ocorrer no Brasil. Ao participar de uma prova de 1500 metros, passou a sentir câimbras após ter percorrido 900 metros. As câimbras surgiram devido à liberação de energia pelas células em condições quase de anaerobiose. Sabendo-se que as células musculares podem obter energia por meio da respiração aeróbica ou da fermentação, estima-se que nos músculos de M.A.M. deve ter havido acúmulo de:

a) Glicogênio.

b) Etanol.

c) Glicose.

d) Ácido pirúvico.

e) Ácido lático.

30. (UEPG) Os músculos são responsáveis pelos movimentos do nosso corpo. Com relação ao tecido muscular, assinale o que for correto.

01. O tecido muscular estriado esquelético recobre totalmente o esqueleto e está preso aos ossos. Apresenta contração voluntária e seus miócitos possuem formato alongado e inúmeros núcleos.

02. Algumas proteínas, como a actina e a miosina, estão presentes no citoplasma das fibras musculares estriadas esqueléticas na forma de miofibrilas. A contração da fibra muscular, desencadeada por um estímulo nervoso, ocorre quando os filamentos de actina deslizam sobre os filamentos de miosina.

04. O tecido muscular liso (de contração involuntária) está presente em órgãos como estômago e útero, e pode também ser encontrado na parede de vasos sanguíneos.

08. O tecido muscular estriado cardíaco (presente exclusivamente no coração) é semelhante ao tecido muscular estriado esquelético, pois ambos apresentam longas fibras musculares e citoplasma multinucleado.

Soma das alternativas corretas:

gab

Publicado por: Djalma Santos | 21 de abril de 2016

TESTES DE GENÉTICA DE POPULAÇÕES (I)

01. Texto para esta questão

Em uma população infinitamente grande, em que os cruzamentos ocorrem ao acaso e sobre o qual não há atuação de fatores evolutivos, as frequências gênicas e genotípicas permanecem constantes ao longo das gerações

(Princípio de Hardy-Weinberg)

O conhecimento da formação genética das populações é importante para o estudo evolução. Em uma população que obedece ao princípio acima descrito, conhecendo-se as frequências (p, q …..) dos alelos de um certo caráter, podemos prever as frequências dos vários genótipos possíveis daquela característica, através das expressões: p2, q2, 2pq….

Na tabela abaixo são mostradas as frequências dos tipos sanguíneos AB e 0 em duas populações hipotéticas (A e B).

01

Sabe-se que as duas populações estão em equilíbrio genético de Hardy-Weinberg. Nos cálculos aritméticos se descobriu que o percentual do alelo IA é o dobro do IB em um dos grupos populacionais, e que na outra população, as suas frequências são iguais. Considerando esses dados e seus conhecimentos sobre o assunto, foram feitas as seguintes afirmativas:

I. Na população B a frequência de indivíduos de sangue A é 28%.

II. Na população A a frequência do alelo i é 0,7.

III. A frequência do alelo IA na população B é maior do que na população A.IV. A frequência do alelo IB na população A é 0,1.

É verdadeiro o que se afirma:

a) Apenas em I.

b) Apenas em II.

c) Apenas em I e II.

d) Apenas em I, II e IV.

e) Apenas em II, III e IV.

02. (UNIMONTES) A Doença de Huntington é uma doença neurodegenerativa fatal de herança autossômica dominante, caracterizada por movimentos involuntários e demência progressiva. Em um estudo de duas populações, foram encontrados os resultados apresentados nos gráficos a seguir. Analise-os.

02

Considerando os resultados apresentados, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta.

a) Os indivíduos com genótipo DD e Dd apresentam fenótipos diferentes.

b) Na população B, ocorreu maior número de cruzamentos entre indivíduos heterozigotos.

c) A população B apresenta maior número de indivíduos acometidos pela doença.

d) A maior frequência de indivíduos com genótipo dd na população A indica a presença de novas mutações.

03. (UPE) A aplicação do princípio de Hardy-Weinberg, representado pela equação matemática p2 + 2pq + q2, é importante para se estimar a frequência de alelos de doenças hereditárias nas populações. Uma delas é a fenilcetonúria (PKU), detectada pelo teste do pezinho. Os afetados (q2) podem vir a sofrer grave retardo mental ao ingerir fenilalanina, por não possuírem a capacidade de degradar esse aminoácido essencial, encontrado em diversos alimentos, inclusive no leite. Em uma amostra de 2.000 pessoas, verificou-se que os homozigotos recessivos para PKU correspondiam a 4%. Qual a frequência de indivíduos com genótipo dominante homozigoto e heterozigoto respectivamente?

a) p2 = 0,80; 2pq = 0,20.

b) p2 = 0,64; 2pq = 0,32.

c) p2 = 0,54; 2pq = 0,46.

d) p2 = 0,29; 2pq = 0,67.

e) p2 = 0,15; 2pq = 0,70.

 

04. (PUC) O Equilíbrio de Hardy-Weinberg é um modelo matemático que estabelece que as frequências alélicas e genotípicas serão mantidas ao longo das gerações. Para isso, alguns pressupostos devem ser atendidos:

I. A população deve ser infinitamente grande.

II. A reprodução deve ser sexuada e aleatória.

III. Não pode haver seleção natural.

IV. Não pode ocorrer formação de novos alelos por mutação.

V. Não pode ocorrer migração.

Dos pressupostos apresentados, são necessários para esse modelo:

a) II, III e IV, apenas.

b) III, IV e V, apenas.

c) I e II, apenas.

d) I, apenas.

e) I, II, III, IV e V.

05. (UniEvangélica) Leia o texto a seguir.

Segundo o Teorema de Hardy-Weinberg, em uma população grande, panmítica, isenta de mutações, seleção natural e migrações, as frequências gênicas e genotípicas permanecem constantes ao longo das gerações. Entretanto, se for verificado que as frequências gênicas para determinado fenótipo são significativamente diferentes ao longo das gerações, conclui-se que:

a) A população está crescendo, geração após geração, ficando cada vez maior.

b) Na população não houve migrações, ou seja, nenhum indivíduo entrou e nenhum indivíduo saiu.

c) A população não se encontra em equilíbrio genético e, portanto, está evoluindo.

d) A população está isenta de fatores evolutivos, como mutação, seleção natural e migrações.

06. (UEG) Em uma população hipotética de estudantes universitários, 36% dos indivíduos são considerados míopes. Sabendo-se que esse fenótipo é associado a um alelo recessivo “a”, as frequências genotípicas podem ser calculadas pela fórmula de Hardy-Weinberg. Nesse contexto, as frequências de AA, Aa e aa correspondem a:

a) 58%, 24% e 18%.

b) 40%, 24% e 36%.

c) 34%, 48% e 18%.

d) 16%, 48% e 36%.

07. (UEM) Considere que a composição genética de uma população pode ser conhecida calculando-se as frequências de seus alelos e as frequências de seus genótipos. Analise os dados de duas populações hipotéticas, fornecidos na tabela, e assinale o que for incorreto.

07

N = número de indivíduos

A = alelo dominante

a = alelo recessivo.

a) A frequência do alelo a da população 1 é de 43%.

b) A frequência do alelo A da população 1 é maior do que a frequência do alelo A da população 2.

c) A frequência dos genótipos AA, Aa e aa da população 1 é de 32%, 50% e 18%, respectivamente.

d) A frequência do genótipo heterozigoto da população 2 é de 60%.

e) Na população 2, a frequência do alelo recessivo é 12% maior do que a frequência do alelo dominante.

08. (FPS) A capacidade de enrolar a língua em forma de U, mostrada abaixo, é controlada por um gene com dois alelos. Pessoas com tal característica são homozigotas dominantes ou heterozigotas, enquanto as que não apresentam são homozigotas recessivas. Do ponto de vista evolutivo, considere uma população de 3900 pessoas em equilíbrio de Hardy-Weinberg, sendo que 3276 tinham a capacidade de enrolar a língua. Qual é a frequência do alelo dominante e do alelo recessivo, respectivamente?

08

a) 1 e 0.

b) 0,7 e 0,3.

c) 0,6 e 0,4.

d) 0,5 e 0,5.

e) 0,8 e 0,2.

09. (UniEvangélica) Leia o texto a seguir.

O conhecimento da composição genética de populações é importante para o estudo da evolução. Pode-se conhecer a composição genética de uma população calculando a frequência de genes e genótipos que a compõem. Assim, considere uma população em equilíbrio genético na qual 16% dos indivíduos são míopes e o restante tem visão normal.

LOPES, Sônia. Bio. Vol. 3. São Paulo: Saraiva, 2004. p. 225.

Sabendo-se que a miopia é determinada pelo alelo recessivo, a frequência dos alelos recessivo e dominante para esse caráter nessa população é de, respectivamente:

a) 0,16 = 16% e 0,84 = 84%.

b) 0,4 = 40% e 0,6 = 60%.

c) 0,32 = 32% e 0,68 = 68%.

d) 0,1 = 10% e 0,9 = 90%.

10. (UNIRIO) A característica de ter covinha nas bochechas é determinada por um par de genes, seguindo a primeira lei mendeliana. Imagine que, numa população de 500 indivíduos, 84% das pessoas possuam covinhas (CC e Cc). Admitindo que essa população esteja em equilíbrio de Hardy-Weinberg, determine, respectivamente, qual é a frequência do gene “c” e qual é o número esperado de heterozigotos nessa população.

a) 0,4 e 420 indivíduos.

b) 0,16 e 180 indivíduos.

c) 0,6 e 240 indivíduos.

d) 0,4 e 240 indivíduos.

e) 0,6 e 180 indivíduos.

11. (FATEC) Sabendo-se que em determinada população em equilíbrio a frequência de um gene autossômico recessivo é de 30%, as frequências de homozigotos dominantes e de heterozigotos serão, respectivamente:

a) 9% e 42%.

b) 70% e 21%.

c) 49% e 9%.

d) 49% e 21%.

e) 49% e 42%.

12. (UPE) Leia o texto a seguir:

O Teorema de Hardy-Weinberg postula que as frequências gênicas e genotípicas permanecerão constantes na população ao longo das gerações, independentemente das frequências iniciais. Além disso, estabelece que o equilíbrio das frequências genotípicas será estabelecido após uma geração aleatória de acasalamento. Nessa formulação, se os genes A e a são alelos de um determinado loco gênico, e cada indivíduo diploide tem dois desses genes, então, numa população, p é designado como a frequência do alelo A e q, como a frequência do alelo a. Assim, supondo-se uma população de 1.000 indivíduos, cada um deles com dois alelos, sendo estes alelos 60% caracterizados como A, a frequência p seria 0,60. Os 40% de alelos restantes seriam representados por a, e q seria então igual a 0,40. A fórmula dessa representação então é: p + q = 1.0 – na qual ficam definidas as frequências gênicas.

            Fonte: Adaptado de Sene 2008. O Teorema de Hardy-Weinberg completa 100 anos. Genética na Escola 03.02: 39-41 em www.sbg.org.br

De acordo com o texto, qual seria a frequência das possíveis combinações desses dois alelos (AA, Aa, aa), definida em uma expressão que representasse as frequências genotípicas?

a) p + pq + q = 1.

b) p + 2p2q + q = 1,

c) p2 + 2pq + q2 = 1.

d) p2 + 2p3q2 + q1 = 1.

e) p2 + p4q4 + q2 = 1.

13. (COVEST) O princípio de Hardy-Weinberg tem sido utilizado pelos evolucionistas como uma importante ferramenta para compreender as frequências gênicas nas populações dos seres vivos. Sobre esse assunto, considere as afirmativas a seguir.

I   II

0  0 – A quantidade de indivíduos ou o isolamento reprodutivo de uma parte da população não interferem no equilíbrio gênico.

1  1 – Em uma população sob influência de processos evolutivos, tais como migração e deriva gênica, as frequências de alelos nos descendentes permanecem inalteradas.

2  2 – Como são fenômenos raros, as mutações não provocam alteração nas frequências de alelos de uma população com inúmeros tipos de cruzamentos possíveis.

3  3 – Na hipótese de prevalecerem na população cruzamentos entre indivíduos com características fenotípicas vantajosas, a mesma tende a permanecer em equilíbrio gênico.

4  4 – Supondo que as frequências dos alelos “A” e “a”, não ligados ao sexo, numa população em equilíbrio gênico, sejam, respectivamente, “0,7” e “0,3”, a probabilidade de se formar na população indivíduos “AA” é de 49 %.

14. (UEL) Em uma população composta de 100 mil indivíduos, 24 mil apresentam o genótipo AA e 36 mil apresentam o genótipo aa. Com base nesses dados, é correto afirmar que a frequência dos alelos A e a será respectivamente:

a) 0,49 e 0,51.

b) 0,44 e 0,56.

c) 0,50 e 0,50.

d) 0,56 e 0,44.

e) 0,34 e 0,66.

15. (FCM-PB) O teorema de Hardy-Weinberg para populações naturais estabelece um modelo para o comportamento dos genes; esse princípio é válido para:

a) Populações naturais infinitamente pequenas.

b) Populações infinitamente grandes, com cruzamentos ao acaso, isentos de fatores evolutivos.

c) Populações grandes, com cruzamentos programados e com presença de mutações.

d) Populações infinitamente pequenas, com cruzamentos ao acaso onde há migração.

e) Populações naturais onde ocorre a seleção natural.

16. (UEM) Dependendo de sua constituição gênica, um indivíduo pode apresentar maior ou menor adaptação ao meio, maior ou menor chance de sobreviver e de se reproduzir. Um exemplo disso foi o melanismo industrial na Inglaterra. Mariposas portadoras do genótipo para cor clara (aa) eram mais intensamente caçadas pelos pássaros do que mariposas escuras (genótipos AA ou Aa), em áreas poluídas. O diagrama a seguir mostra, ao longo de três gerações, o número de genótipos encontrados em cada geração. Com base no diagrama, assinale o que for correto.

16

01. As frequências dos alelos A e a, na geração 1, são, respectivamente, 0,80 e 0,20.

02. As frequências dos alelos A e a, na geração 2, são, respectivamente, 0,50 e 0,50.

04. As frequências dos alelos A e a, na geração 3, são, respectivamente, 0,25 e 0,75.

08. A frequência de mariposas escuras aumenta com o passar das gerações.

16. A frequência do alelo que condiciona a cor escura aumenta com o passar das gerações.

32. Em qualquer geração, a frequência do alelo A somada à frequência do alelo a é sempre igual a 1.

Soma das alternativas corretas:

17. (UFV) Das 5 populações dadas a seguir, indique quais estão em EHW:

a. 0.00:1.00:0.00.

b. 0.50:0.00:0.50.

c. 0.25:0.50:0.25.

d. 0.01:0.18:0.81.

e. 0.81:0.18:0.01.

a) a b c d e.

b) a c d e.

c) c d e.

d) a b c.

18. (UNIMONTES) De acordo com os princípios que regem o teorema de Hardy-Weiberg, é correto afirmar:

a) Para que seja mantido o equilíbrio gênico em uma população, o cruzamento entre os indivíduos deve ocorrer com base na curva típica da seleção disruptiva, ou seja, favorecimento dos fenótipos extremos.

b) O equilíbrio gênico só pode ser mantido experimentalmente, pois o rigor e controle em nível laboratorial garante o cruzamento entre os indivíduos, seguindo uma curva típica de seleção direcional.

c) O único fator evolutivo capaz de garantir o equilíbrio gênico é o isolamento geográfico.

d) A população deve ser suficientemente grande de modo a garantir, segundo as leis da probabilidade, a ocorrência de todos os cruzamentos possiveis.

19. (UNIMONTES) A genética de populações tem sido muito importante para a determinação de frequências de doenças genéticas em populações humanas, com os dados podendo ser utilizados na avaliação das intervenções realizadas no âmbito da saúde pública. Entre essas doenças podemos citar a hemofilia. A frequência do alelo recessivo (Xh) para hemofilia A é 0,0001. Considerando uma população em equilíbrio de Hardy-Weinberg e composta por 2.000.000 de pessoas (50% homens e 50% mulheres), assinale a alternativa correta.

a) Ocorrem cerca de 200 homens hemofílicos nesta população.

b) Ocorrem cerca de 200 mulheres normais portadoras do alelo Xh nesta população.

c) Ocorrem cerca de 20 mulheres hemofílicas nesta população.

d) Do cruzamento de uma mulher normal portadora do alelo Xh com um homem normal, a chance de nascer uma criança hemofílica é 3/4 (75%)..

e) Hemofilia é um caráter autossômico recessivo influenciado pelo sexo.

20. (OLIMPÍADA BRASILEIRA DE BIOLOGIA) Suponha que em uma população humana em equilíbrio de Hardy-Weinberg, constituída por 100.000 indivíduos, as frequências dos alelos IA e IB fossem, respectivamente, de 0,2 e 0,5. A partir desses dados, podemos deduzir que o número de indivíduos pertencentes ao grupo sanguíneo A na população, que apresentem genótipos heterozigotos, é de:

a) 4.000 indivíduos.

b) 30.000 indivíduos.

c) 6.000 indivíduos.

d) 12.000 indivíduos.

e) Impossível de ser determinado.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 15 de abril de 2016

TESTES DE ECOLOGIA (IV)

01. (UFSC) Examine o gráfico abaixo e assinale a(s) proposição(ões) verdadeira(s).

01

I   II

0  0 – Gráfico mostra  que, quando o número de predadores aumenta, diminui o de presas; quando a quantidade de predadores é baixa, a quantidade de presas é maior.

1  1 – Quando o  número  de  presas diminui, os  predadores  provavelmente  se alimentam em maior quantidade, de modo que o número total destes predadores cresce ao longo do tempo.

2  2 – A oscilação  entre o número de predadores e de presas poderia ser causada pela utilização de um alimento em comum.

3  3 – A oscilação  entre o  número de predadores e de presas sugere que ambos os grupos estão se extinguindo.

4  4 – A variação observada ao longo do tempo indica que as populações de predadores e de presas estão em equilíbrio.

02. (UEPA) Leia o texto abaixo para responder esta questão.

O grande incêndio de Roraima, final de 1997 e o início de 1998, chamou a atenção do mundo, por impressionar os cientistas que analisavam as imagens de satélite ao perceberem o avanço do fogo sobre áreas de floresta primária. Esse incêndio provocou intenso debate, na comunidade científica e ambientalista, sobre a necessidade de avaliar seus reais impactos nas formações florestais, gerando forte ‘pressão’ sobre órgãos ambientalistas do governo federal e estadual para a implementação de políticas públicas voltadas a prevenção de queimadas.

(Modificado de Ciência Hoje, Jan/Fev-2000, vol. 27, nº 157).

Sobre os impactos causados pelo fenômeno apresentado no texto, analise as afirmativas abaixo.

I. Diminui a evapotranspiração.

II. Diminui a lixiviação e a erosão.

III. Reduz o estoque genético do planeta.

IV. Aumenta a temperatura e diminuiu as chuvas na região.

V. Melhora o solo contra o impacto das águas das chuvas e os raios solares.

A alternativa que contém todas as afirmativas corretas é:

a) I e II.

b) I e IV.

c) I, III e IV.

d) II, III e IV.

e) II, III, IV e V.

03. Um novo conflito surgiu: produção de alimentos versus biocombustíveis. Com o preço do petróleo na estratosfera e o aquecimento global como uma realidade a cada dia mais óbvia, os biocombustíveis parecem uma alternativa muito tentadora. Com isso, a demanda por biocombustíveis e, consequentemente, sua produção, vêm crescendo de forma exponencial nos últimos anos. Qualquer substituto menos poluente para os combustíveis fósseis parece em princípio ser muito bem-vindo. No entanto, vozes começam a surgir, inclusive na ONU, para nos alertar que infelizmente essa questão não é tão simples assim. Estamos, lembram essas vozes, num planeta já superpovoado, onde a demanda por alimentos cresce cada vez mais, e onde cada área agrícola é necessária e valiosa. Quanto mais terras agrícolas forem perdidas para produzir biocombustíveis, mais dificuldade a produção de alimentos terá em atender à demanda, e mais tenderão a se agravar a subnutrição e a fome, que já afetam tanta gente nesse planeta.

Adaptado de: <http://www.oeco.com.br&gt;.

Sobre o assunto, assinale a alternativa incorreta.

a) A produção de biocombustíveis, como etanol e biodiesel, pode ser coadjuvante no processo de preservação ambiental, porém poderá contribuir para a escassez de alimento.

b) Os combustíveis fósseis contribuem para o aumento da temperatura global, pois o excesso de gás carbônico que se acumula na atmosfera retém grande parte do calor proveniente do Sol.

c) Uma alternativa para atender à grande demanda de alimento, respeitando a possibilidade de produção de biocombustíveis, seria equilibrar as áreas de plantio para as duas atividades.

d) A dificuldade na produção de alimento suficiente para suprir a demanda global será resolvida ampliando as áreas de plantio destinadas à produção de biocombustíveis.

e) Estudiosos, ainda no século passado, já alertavam que o crescimento desordenado da população poderia acarretar em falta de recursos alimentares, o que agravaria a subnutrição e a fome.

04. (UECE) Analise atentamente as proposições abaixo, e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.

(  ) Potencial biótico é a capacidade potencial de uma população para aumentar seu número de indivíduos em condições ambientais favoráveis.

( ) Resistência ambiental é a resistência que o ambiente oferece ao crescimento das populações naturais, correspondendo aos efeitos da seleção natural sobre as populações.

(  ) Densidade populacional depende das taxas de nascimento e mortes, assim como das taxas de emigração e imigração.

(  ) Nicho ecológico é um conjunto de condições em que indivíduos de uma população vivem e reproduzem-se, correspondendo, portanto, ao modo de vida desses organismos na natureza.

A sequência correta, de cima para baixo, é:

a) V, V, V, V.

b) F, F, V, F.

c) F, V, F, F.

d) V, F, V, F.

05. (UESPI) Considerando os conceitos de produtividade energética nas cadeias alimentares, assinale a alternativa correta.

a) A produtividade primária bruta consiste na quantidade de energia efetivamente consumida pelo último consumidor da cadeia alimentar.

b) A produtividade primária líquida é dada com subtração da energia da produtividade primária bruta pela energia perdida na respiração celular.

c) A produtividade primária líquida é a energia total disponibilizada pelos produtores para os demais níveis tróficos.

d) A eficiência dos produtores de um ecossistema pode ser avaliada pela produtividade primária bruta.

e) Quanto menos níveis tróficos houver na cadeia alimentar, maior será a dissipação energética ao longo dela.

06. Em Umuarama, interior do Paraná, verdadeiros exércitos de formigas-saúva vem atormentando a população e os agricultores. Na cidade, não há veneno ou água – armas usadas pela comunidade – que solucione o problema. No campo, elas atacam as plantações de café e outras culturas. De cada 10 eucaliptos, 4 são atingidos pelas saúvas.

Noticiado no Jornal Nacional, rede Globo de Televisão,15.08.2009. Adaptado.

A causa mais provável para o ataque das saúvas, o nome que se dá para a relação intraespecífica que as caracteriza e o nome que se dá para a relacao interespecífica que estabelecem com os vegetais, como o café e eucalipto, são, respectivamente:

a) Ausência de predadores, sociedade isomorfa e predatismo.

b) Migração, colônias e herbivoria.

c) Nicho disponível, sociedade heteromorfa e parasitismo.

d) Resistência adquirida aos formicidas, comunidade e antibiose.

e) Indisponibilidade de agua, população e competição.

07. (UEM) O Parque Nacional do Iguaçu situa-se em meio à floresta tropical e à mata dos pinhais ou das araucárias. São mais de 4.000 espécies de plantas e de árvores tropicais e subtropicais, como imbuias, caviúnas, palmeiras, samambaias e orquídeas. Constituindo a fauna, encontram-se 350 espécies de aves, algumas raras, como a jacutinga, o gavião harpia e o papagaio-do-peito-roxo, e animais em risco de extinção, como a onça-pintada, o veado-campeiro e o jacaré-de-papo-amarelo. Também é famosa a revoada de borboletas, com mais de 1.000 espécies (Moreira, 1998). Baseando-se em conceitos ecológicos e nas características mencionadas nesse enunciado, assinale o que for correto.

01. Todas as espécies de borboletas encontradas no Parque constituem uma população.

02. As populações de animais e de plantas interagem umas com as outras e constituem a comunidade do Parque Nacional do Iguaçu.

04. Luz, água, composição química do solo, gases e temperatura são exemplos de fatores abióticos que influenciam as espécies presentes no Parque.

08. O Parque Nacional do Iguaçu é o habitat das espécies mencionadas no enunciado da questão.

16. No enunciado da questão, são citados organismos produtores autotróficos, consumidores e decompositores heterotróficos.,

32. Orquídeas e samambaias que crescem sobre as árvores do Parque constituem exemplos de parasitismo, uma relação interespecífica harmônica.

64. O fluxo de energia e de matéria e o equilíbrio ecológico não seriam alterados se as árvores do Parque fossem retiradas, pois nem todos os animais se alimentam desses organismos.

Soma das alternativas corretas:

08. (ACAFE) “É no crepúsculo ou à noite que eles atacam. Ou melhor, elas. O pernilongo macho vive principalmente de néctar ou seivas vegetais. Mas a fêmea precisa de um complemento de proteínas em sua dieta, para produção de ovos. Para isso, o sangue de mamíferos (inclusive o homem) ou de aves e até de anfíbios é uma fonte ideal.“ E, então, as fêmeas atacam como vampiras.” Nesse contexto, apesar de serem da mesma espécie, é possível afirmar que machos e fêmeas de pernilongos ocupam diferentes:

a) Nichos ecológicos.

b) Habitats

c) Ecótonos.

d) Populações.

09. Mediante a contagem de indivíduos de uma população experimental de protozoários durante determinado tempo, obtiveram-se os pontos e a curva média registrados no gráfico a seguir. Tal gráfico permite avaliar a capacidade-limite do ambiente, ou seja, sua “carga biótica máxima”.

09

De acordo com o gráfico:

a) A capacidade-limite do ambiente cresceu até o dia 6.

b) A capacidade-limite do ambiente foi alcançada somente após o dia 20.

c) A taxa de mortalidade superou a de natalidade, até o ponto em que a capacidade-limite do ambiente foi alcançada.

d) A capacidade-limite do ambiente aumentou com o aumento da população.

e) O tamanho da população ficou próximo da capacidade-limite do ambiente entre os dias 8 e 20.

10. Um pequeno lago de água doce exemplifica um ecossistema no qual os produtores são representados por algas microscópicas do fitoplâncton e algumas plantas submersas. Os consumidores primários constituem o zooplâncton, peixes, larvas de anfíbios e outros. Os consumidores secundários são principalmente peixes; os terciários são aves, como as garças. Os decompositores vivem principalmente no fundo, atuando sobre a matéria morta. Sobre os componentes desse ecossistema, foram feitas algumas afirmativas:

I. A fonte de energia para o sistema é o sol, que os seres autótrofos transformam em energia.

II. Na cadeia alimentar desse ecossistema, os autótrofos devem estar situados nas regiões mais profundas e escuras do lago, como meio de proteção.

III. Nesse ecossistema, os indivíduos sobrevivem independentes uns dos outros, garantindo a sua alimentação.

De acordo com as proposições acima, é correto afirmar que:

a) I, II e III estão corretas.

b) Apenas I e II estão corretas.

c) Apenas I e III estão corretas.

d) Apenas I está correta.

e) Apenas II está correta.

11. Duas espécies diferentes, A e B, foram objeto da seguinte experiência: numa primeira etapa, ambas foram criadas em ambientes separados e, para cada uma das espécies, foram fornecidas condições ótimas de sobrevivência, como mostra o gráfico 1. Numa segunda etapa, tais espécies foram reunidas em um ambiente que apresentava condições ótimas para ambas, obtendo-se os dados lançados no gráfico 2.

11

Sobre essa experiência, é incorreto afirmar:

a) As curvas do gráfico 1 representam o crescimento em função da capacidade reprodutiva, sem considerar a resistência ambiental.

b) A análise do gráfico 2 mostra que a espécie B é predadora da espécie A.

c) Quando as espécies A e B estão reunidas, nota-se que as condições de ambas deixam de ser, após algum tempo, as melhores possíveis.

d) Quando as espécies A e B estão reunidas, os fatores que poderíamos chamar, genericamente, de “resistência do meio” agem apenas sobre a espécie A.

e) A reunião das espécies A e B leva a um tipo de competição que determina os modelos de curva de crescimento representados no gráfico 2.

12. As figuras I e II representam duas pirâmides de um mesmo ecossistema. A pirâmide I é de biomassa (gramas/m2) e a II, de energia (calorias/m2/dia). Considerando as figuras, analise as afirmativas.

12

I. O fluxo de energia na pirâmide II diminui de A para C.

II. O nível trófico A se caracteriza por apresentar organismos que se reproduzem rapidamente.

III. A produção primária líquida na pirâmide II independe da respiração.

IV. As pirâmides I e II podem representar os níveis tróficos de um ecossistema de mar aberto.

V. Os organismos do nível trófico A caracterizam-se por armazenarem muita energia em seus tecidos.

A sequência correta é:

a) Apenas I, II e III.

b) Apenas I, II e IV.

c) Apenas II, III e IV.

d) Apenas III, IV e V.

e) Apenas I, III e V.

13. (UEM) Assinale o que for correto.

01. Organismos de diferentes tamanhos, como gramíneas e perobas, ocupam o mesmo nível trófico nas cadeias alimentares de uma floresta.

02. No ciclo do nitrogênio, as bactérias Nitrosomonas e Nitrobacter transformam o nitrato e o nitrito em N2.

04. A relação desarmônica em que o leão caça e devora a zebra é conhecida como canibalismo.

08. O fenômeno da inversão térmica, frequente nos meses do verão, diminui os problemas respiratórios.

16. Babaçu, seringueira e juazeiro são plantas típicas da floresta de cocais, da floresta amazônica e da caatinga, respectivamente.

Soma das alternativas corretas:

14. A utilização dos rios como via de transporte/navegação sempre foi presente na história da humanidade. No Brasil, o transporte fluvial é muito utilizado na região Norte devido ao elevado número de rios e devido à escassez de rodovias. Uma característica positiva desse meio de transporte é o baixo custo e o baixo impacto ambiental. Um dos principais problemas desse tipo de transporte está ligado à irregularidade da superfície (topografia), que deve ser plana, além de levar em conta aspectos de caráter natural, como os períodos de cheias e de vazantes dos rios, ambas relacionadas ao volume de água que sofrem variações e que interferem na navegação. Assim como as estradas, os rios apresentam suas regras de tráfego para os barcos. Barcos que descem o rio o fazem movimentando-se sempre no meio do rio, enquanto que os barcos que sobem o rio o fazem trafegando sempre próximo às margens. A característica dos rios que melhor explica as regras do tráfego descritas é:

a) A diferença do nível de água do rio entre o período de cheias e o período de seca.

b) A menor velocidade da água do rio próximo à margem em comparação à posição central.

c) O desgaste desigual das margens direita e esquerda dos rios devido à rotação da Terra.

d) O desnível das diferentes partes do rio no seu curso superior, intermediário e inferior.

e) O fato de os rios apresentarem maior profundidade do seu leito na parte central que nas margens.

15. (UEL) Em um ribeirão foram pescados dois peixes muito semelhantes, exceto pela coloração das nadadeiras. Um biólogo informou que pertenciam ao mesmo gênero; eram, porém, de espécies diferentes e apresentavam dietas distintas. O peixe com as nadadeiras claras alimentava-se de moluscos e crustáceos que viviam no fundo do ribeirão, e o outro, cujas nadadeiras eram avermelhadas, comia folhas de plantas e insetos aquáticos. Com base nessas informações, é correto afirmar:

a) Os dois peixes viviam em hábitats diferentes, mas ocupavam o mesmo nicho.

b) Os dois peixes viviam no mesmo hábitat e ocupavam o mesmo nicho.

c) Os dois peixes viviam em hábitats diferentes e ocupavam nichos diferentes.

d) Os dois peixes viviam no mesmo hábitat, mas ocupavam nichos diferentes.

e) Os dois peixes viviam no mesmo nicho, mas ocupavam hábitats diferentes.

16. (ACAFE) O gráfico abaixo representa as densidades, ao longo do tempo, de três populações de aves que vivem em determinada área. O gráfico encontra-se em escala logarítmica.

16

O exame desse gráfico permite afirmar:

a) Nos três primeiros anos, a taxa de mortalidade é igual nas três populações.

b) O gráfico representa a taxa de natalidade das três populações.

c) Os indivíduos da população III apresentam a maior longevidade.

d) Os indivíduos da população I apresentam maior longevidade quando comparados aos indivíduos das outras duas populações.

17. (UEM) Assinale o que for correto.

01. Alguns grupos de bactérias do solo e de cianobactérias são capazes de realizar o processo de fixação biológica do nitrogênio.

02. O ecossistema, aquático ou terrestre, pode ser definido como o conjunto de interações entre os organismos.

04. No solo ou na água, ocorre a oxidação da matéria orgânica dos organismos mortos, dando origem ao dióxido de carbono, que se desprende para o meio.

08. Denominam–se de ciclos biológicos as modificações ocorridas em campos de cultivos abandonados.

16. Os liquens, presentes nos caules das árvores, constituem um exemplo de mutualismo entre algas, fungos e a planta hospedeira.

32. Bactérias nitrificantes (Nitrosomonas e Nitrobacter) são organismos autotróficos que transformam o nitrito em amônia, que é utilizada na síntese de substâncias orgânicas.

64. Nas cadeias alimentares, os decompositores alimentam-se exclusivamente dos consumidores.

Soma das alternativas corretas:

18. Suponha duas plantas pertencentes ao mesmo gênero e vivendo juntas na mesma área. A espécie A tem raízes que se desenvolvem logo abaixo da superfície e a espécie B tem raízes profundas. Sobre as duas plantas fazemos as seguintes afirmações:

I. A e B vivem no mesmo nicho ecológico.

II. A e B competem pela água.

III. A e B formam uma população.

Assinale:

a) Apenas I é correta.

b) Apenas II é correta.

c) Apenas III é correta.

d) I, II e III são corretas.

19. (UPF) Biodiversidade se refere à riqueza biológica ou de espécies de organismo que existe no planeta. O desmatamento, a drenagem de áreas úmidas, a transformação dos cerrados e campos em pastagens e lavouras, a construção de rodovias e grandes represas hidrelétricas, a redução da Reserva Legal e das Áreas de Preservação Permanente levam à destruição dos ecossistemas e à extinção das espécies que neles vivem. À medida que os habitats se fragmentam, formando “ilhas” ou pedaços, confinam populações, ficando dificultada a troca de genes entre essas populações vizinhas. Sobre essas interferências humanas pode-se afirmar:

a) Provocam mutações gênicas.

b) Reduzem a variabilidade genética e tornam as espécies vulneráveis às mudanças ambientais.

c) Restringem o endocruzamento entre os indivíduos da população.

d) Levam à extinção as espécies migratórias que procuram habitats favoráveis.

e) Aumentam a capacidade de adaptação das espécies.

20. (UPF.) Um animal que cabe na palma da mão de uma criança ameaça a construção de uma hidrelétrica em Arvorezinha, no Vale do Taquari. (…) O anfíbio de 3,5 centímetros, descoberto há nove anos, habita área de 700 metros às margens do Rio Forqueta, no ponto turístico chamado de Perau de Janeiro, a 19 quilômetros do centro de Arvorezinha. Conhecido como sapo-de-barriga-vermelha, é uma espécie endêmica […].

(http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/economia/noticia/2013/04/…4110032.html Acesso em: 30/04/13)

20

Classifique as afirmações a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F). A preocupação dos pesquisadores com o tema a que se refere o texto se justifica porque a construção da hidrelétrica:

(   ) Pode alterar ou destruir o habitat dessa espécie.

(   ) Afetará o nicho ecológico dessa espécie.

(   ) Causará desequilíbrio reprodutivo, acelerando a taxa de crescimento populacional dessa espécie.

(   ) Pode causar a extinção desse sapo, considerando que se trata de uma espécie endêmica.

(   ) Pode resultar em mudança de nível trófico da espécie.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) V – V – V – F – F.

b) V – V – F – V – F.

c) V – F – F – V – F.

d) F – V – F – V – V.

e) F – V – F – F – V.

gab

 

 

Publicado por: Djalma Santos | 15 de abril de 2016

TESTES SOBRE EVOLUÇÃO (6)

01. (UECE) Um somatório de resultados de pesquisas revelou que plantas da caatinga produzem substâncias antioxidantes e fotoprotetoras. A caatinga apresenta um reduzido potencial hídrico no solo, precipitações escassas e irregulares. Sua flora nativa apresenta espécies vegetais com caracteres anatômicos, morfológicos e funcionais, especializados para a sobrevivência nas condições adversas de clima e solo, típicos desta fisionomia. Com base nessas informações e na Teoria Sintética da Evolução, é correto afirmar-se que:

a) As condições adversas de clima e solo, típicos dessa fisionomia, associadas a outros tipos de estresses, atuaram como fator de seleção, de maneira que a flora da caatinga, sem essas substâncias protetoras, seria mais suscetível à morte.

b) As substâncias antioxidantes e fotoprotetoras surgem temporariamente para evitar que as plantas sofram a ação danosa desses fatores adversos combinados ou isolados.

c) Um reduzido potencial hídrico induziu mutações nas folhas das plantas, que passaram a produzir os antioxidantes.

d) A exposição às condições adversas de clima e solo, típicos dessa fisionomia, induziu as plantas da caatinga a produzirem, ao acaso, substâncias antioxidantes e fotoprotetoras.

02. (FPS) Em qual das opções encontra-se um fator que possibilita a permanência de genes anteriormente “desfavoráveis” em taxas relativamente mais elevadas nas populações humanas atuais?

a) A evolução da espécie.

b) A falta de pressões seletivas.

c) O avanço da medicina.

d) A mutação gênica.

e) A adaptação da espécie.

03. (UNIOESTE) O esquema abaixo representa a evolução dos vertebrados.

03

Baseado no esquema acima é correto afirmar que

01. 1, 2, 3, 4 e 5 são, respectivamente, peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

02. a pode representar o surgimento da notocorda e sistema nervoso dorsal, característica exclusiva dos cordados vertebrados.

04. b pode representar o surgimento da circulação dupla e completa, compartilhada por anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

08. c pode representar o surgimento do ovo amniótico, característica compartilhada por répteis, aves e mamíferos.

16. d pode representar o surgimento da endotermia, presente em todos os répteis e aves.

32. e pode representar o surgimento de pelos e glândulas mamárias, características exclusivas de mamíferos.

64. a, b, c, d, e e podem representar, respectivamente, o surgimento de ovo cleidoco, coração com 4 cavidades, esqueleto ósseo, penas e dentes.

Soma das alternativas corretas:

04. (UPE)       Leia o texto a seguir:

Com base em análises estatísticas, genéticas e em modelos evolutivos, Mauro Galetti (UNESP) e sua equipe estudaram uma palmeira – palmito-juçara (Euterpe edulis) – importante fonte de alimento para mais de 50 espécies de aves da Mata Atlântica, como papagaios, sabiás e tucanos, que se alimentam de seus frutos, além de ter importância econômica. Para isso, coletaram nove mil sementes de 22 populações da palmeira espalhadas ao longo da costa sudeste do Brasil. Ao combinarem todos esses dados, os pesquisadores verificaram que, em locais onde as aves de maior porte haviam sido extintas há mais de 50 anos, tanto pela caça predatória quanto pelo desmatamento, as populações das palmeiras produziam apenas frutos pequenos, enquanto em áreas de floresta mais conservada e com quantidade de aves suficiente para desempenhar sua função ecológica de dispersão de sementes, as palmeiras produziam frutos de tamanhos mais variados, com sementes pequenas e grandes.

Fonte: Adaptado de Andrade, R. O. Escassez de aves pode afetar evolução de plantas Edição Online 16:47 30 de maio de 2013 disponível em: http://revistapesquisa.fapesp.br/2013/05/30/escassez-de-aves-pode-afetar-evolucao-de-plantas/

04

Tucano-de-bico-preto: aves cumprem funções ecossistêmicas importantes em relação às plantas, por polinizarem suas flores e dispersarem suas sementes, favorecendo a regeneração das florestas.

Sobre aspectos relacionados à coevolução da planta e do disseminador de sementes, assinale a alternativa correta.

a) A queda na população de aves frugívoras de grande porte pode estar associada à diminuição do tamanho das sementes do palmito-juçara, e, consequentemente, à mudança em seus padrões evolutivos.

b) A mudança de agentes polinizadores para aves frugívoras de médio e pequeno porte normalizou o genótipo do palmito-juçara em ambientes degradados.

c) As intervenções realizadas pelo homem podem interromper a evolução biológica do tucano e do papagaio, mas não atingem o palmito-juçara, considerando-se a continuidade da produção de sementes.

d) Uma gama de fenótipos diferentes só é possível em uma espécie vegetal com pequena variedade genética, podendo estar associada ao polimorfismo das sementes do palmito-juçara em áreas de floresta bem conservadas.

e) Em ambientes conservados, pássaros de bico médio foram favorecidos em relação aos de bico grande, possibilitando uma seleção estabilizadora para os disseminadores de semente e uma seleção disruptiva para o palmito-juçara.

05. (FUVEST) As briófitas, no reino vegetal, e os anfíbios, entre os vertebrados, são considerados os primeiros grupos a conquistar o ambiente terrestre. Comparando-os, é correto afirmar que:

a) Nos anfíbios e nas briófitas, o sistema vascular é pouco desenvolvido; isso faz com que, nos anfíbios, a temperatura não seja controlada internamente.

b) Nos anfíbios, o produto imediato da meiose são os gametas; nas briófitas, a meiose origina um indivíduo haploide que posteriormente produz os gametas.

c) Nos anfíbios e nas briófitas, a fecundação ocorre em meio seco; o desenvolvimento dos embriões se dá na água.

d) Nos anfíbios, a fecundação origina um indivíduo diploide e, nas briófitas, um indivíduo haploide; nos dois casos, o indivíduo formado passa por metamorfoses até tornar-se adulto.

e) Nos anfíbios e nas briófitas, a absorção de água se dá pela epiderme; o transporte de água é feito por difusão, célula a célula, às demais partes do corpo.

06. (UNICENTRO) Na natureza, espécies que se reproduzem sexuadamente conquistam e mantêm identidades separadas por isolamento reprodutivo. Novas espécies surgem pelo processo evolutivo da especiação, que começa quando cessa o fluxo gênico entre as populações. Com base nos processos de especiação e distribuição geográfica dos organismos, atribua V (verdadeiro) ou F (falso) às afirmativas a seguir.

( ) Cladogênese é o processo pelo qual duas populações isoladas diferenciam-se no decorrer do tempo, originando duas novas espécies.

( ) Na especiação peripátrica, duas novas espécies surgem, de modo abrupto, em consequência de mutações cromossômicas ocorridas durante as divisões celulares.

( ) O isolamento geográfico pode ocorrer caso uma parcela significativa de uma população migre para outra região e deixe de ter contato com a população original.

( ) O modelo clássico de especiação alopátrica propõe que duas novas espécies se formem em uma mesma região geográfica, sem que haja isolamento prévio.

Assinale a alternativa que contém, de cima para baixo, a sequência correta.

a) V, V, F, F.

b) V, F, V, F.

c) F, V, V, F.

d) F, V, F, V.

07. (UFSCar) A charge abaixo faz referência à evolução do formato do bico das aves.

07

Assinale a alternativa que contém informações corretas sobre esse processo.

a) Em diferentes populações, diferentes mutações são selecionadas em função das características do ambiente, resultando nos diferentes formatos de bico.

b) Em diferentes populações, diferentes mutações são determinadas pela necessidade de as aves se adaptarem às características do ambiente.

c) Em diferentes populações, a seleção natural provoca a ocorrência de mutações específicas para melhor adaptar as aves às características do ambiente.

d) Devido à grande diversidade de ambientes ocupados pelas aves, cada local atuou isoladamente, modificando de forma sutil o formato do bico.

e) Para adaptar-se às características do ambiente sem que ocorressem mutações no DNA, o formato do bico alterou-se como resposta fisiológica.

08. (UFG) Leia o texto a seguir.

Com base em estudos de sequenciamento de genes, os pesquisadores Woese e Fox constataram que os organismos unicelulares procariotos que vivem em ambientes inóspitos, tais como temperatura e pH extremos, são evolutivamente mais relacionados aos indivíduos eucariotos do que aos demais procariotos, embora todos possuam um ancestral comum.

WOESE, C. R; FOX, G. E. Phylogenetics structureof the procaryoticdomain: The primary kingdoms. Proc. Natl. Acad. Sci. USA. v. 74, n. 11, p. 5088-5090, 1977. (Adaptado).

As informações do texto citam três domínios, em que X = Archea, Y = Bacteria e Z = Eukarya, os quais estão representados no seguinte elemento cladístico:

08

09. (UERJ) Os indivíduos de uma determinada espécie de peixe, bem adaptada a seu ambiente, podem ser classificados, quanto ao tamanho, em três grupos: pequenos, médios e grandes. O grupo mais numeroso corresponde ao que apresenta fenótipo médio. Considere a introdução de um predador desses peixes no ambiente. Ao longo do tempo, os indivíduos do grupo médio passam a ser os menos numerosos, pois os peixes de tamanho menor conseguem defender-se do predador escondendo-se nas tocas, enquanto os de maior tamanho, mais fortes, não são atacados pela espécie predadora. As alterações descritas exemplificam o tipo de seleção denominado:

a) Direcional.

b) Disruptiva.

c) Qualitativa.

d) Estabilizadora.

10. (PUC-RIO) A análise genética dos bisões europeus (Bison bonasus) revelou uma diversidade genética muito baixa em suas populações, que foi atribuída a uma drástica redução de tamanho populacional, chegando muito próxima à extinção da espécie, no início de século XX. A força evolutiva que melhor explica a redução da diversidade genética nesta espécie é:

a) Seleção natural.

b) Migração.

c) Deriva genética.

d) Mutação.

e) Seleção sexual.

11. (UPE) Para responder esta questão leia o texto a seguir:

11a

Apesar de as evidências atuais sugerirem que os peixes pulmonados com nadadeiras lobadas, a exemplo de Protopterus annectens, possam ser evolutivamente mais próximos dos tetrápodes, estudos filogenéticos envolvendo os celacantos continuam sendo fundamentais para a compreensão de como os vertebrados conseguiram migrar da água para a terra. No Brasil, Schneider e seu grupo identificaram trechos do DNA do peixe Latimeria chalumnae, espécie de celacanto, responsáveis pela ativação de genes codificadores de proteínas relacionadas ao desenvolvimento de membros. Em seguida, inseriram alguns desses genes em embriões de camundongos. Verificaram que, mesmo sendo duas espécies separadas por milhões de anos de evolução, os genes responsáveis pelo desenvolvimento de membros nos celacantos ativaram os mesmos mecanismos para o surgimento de membros nos camundongos.

Disponível em: http://revistapesquisa.fapesp.br/2013/04/18/pesquisadoresidentificam-ancestral-dos-vertebrados-de-quatro-patas/. Adaptado.

11b

Com base nessas informações, conclui-se que:

a) O modo peculiar de movimentação rastejante dos actinopterígeos teria permitido incursões à terra firme, ativando os genes de desenvolvimento de membros e permitindo a origem dos tetrápodes.

b) Os genes associados ao desenvolvimento de membros já existiam no material genético do celacanto antes da divergência para a formação dos tetrápodes.

c) Os genes para membros foram selecionados apenas nos indivíduos com modificações mais adaptativas às condições do meio aquático, favorecendo a origem dos anfíbios.

d) Os peixes com nadadeiras lobadas, os actinopterígeos, cujos representantes atuais são os celacantos, teriam se originado dos animais de quatro pernas, grupo ao qual pertencem os anfíbios, os répteis e os mamíferos atuais.

e) Os peixes crossopterígeos apresentavam, na base de suas nadadeiras peitorais e pélvicas, uma parte carnosa suportada por raios cartilaginosos, favorecendo o apoio no solo e o “caminhar” pelo fundo de rios e lagos, originando os répteis.

12. (UFPI) Dentre as evidências da evolução biológica, estão aquelas fornecidas pelo estudo da anatomia comparada, que trouxe os conceitos de órgãos ou estruturas homólogas e órgãos ou estruturas análogas. Assinale a alternativa que mostra um exemplo de estruturas análogas, ou seja, estruturas que evoluíram independentemente e resultaram de adaptações funcionais às mesmas condições ambientais.

a) Os braços humanos e a asas das aves.

b) O apêndice cecal do intestino humano e o do intestino dos coelhos.

c) As asas das aves e as asas dos insetos.

d) As nadadeiras das baleias e as asas dos morcegos.

e) As patas dos vertebrados quadrúpedes e os braços humanos.

13. (UNICAMP) Os diagramas abaixo ilustram a frequência percentual de indivíduos com diferentes tamanhos de bico, para duas espécies de tentilhões (gênero Geospiza) encontradas em três ilhas do arquipélago de Galápagos, no oceano Pacífico. As frequências de indivíduos com bicos de diferentes profundidades (indicadas pelas setas) são mostradas para cada espécie, em cada ilha. Sabendo-se que ambas as espécies se alimentam de sementes, indique a interpretação correta para os resultados apresentados.

13

a) Trata-se de um exemplo de cooperação entre as duas espécies, que procuram por alimento juntas, quando estão em simpatria.

b) Trata-se de um exemplo de deslocamento de caracteres resultante de competição entre as duas espécies na situação de simpatria.

c) Trata-se de um exemplo de predação mútua entre as espécies, levando à exclusão de fuliginosa na ilha Daphne, e de G. fortis na ilha Los Hermanos.

d) Trata-se de um caso de repulsa mútua entre as duas espécies, sendo mais perceptível nas ilhas Daphne e Los Hermanos.

14. Com a finalidade de estudar as relações de parentesco entre os vários mamíferos, realizou-se a experiência representada na figura abaixo. Nessa experiência foram adicionadas aglutininas antiboi ao sangue de várias espécies de ungulados.

14a

Assinale a alternativa que apresenta as duas espécies: (I) mais aparentadas entre si; (II) geneticamente mais próximas do boi.

14b

15. (UFJF) De forma não tão rara, a imprensa divulga a descoberta de uma nova espécie. Mecanismos de isolamento geográfico e/ou reprodutivo contribuem para o processo de especiação. Associe os exemplos listados na coluna I com os respectivos mecanismos de isolamento reprodutivo apresentados na coluna II.

COLUNA I

1. Florescimento em épocas diferentes.

2. Desenvolvimento embrionário irregular.

3. Alterações nos rituais de acasalamento.

4. Meiose anômala.

5. Impedimento da cópula por incompatibilidade dos órgãos reprodutores.

COLUNA II

(     ) Isolamento mecânico.

(     ) Isolamento estacional.

(     ) Mortalidade do zigoto.

(     ) Esterilidade do híbrido.

(     ) Isolamento comportamental.

Assinale a alternativa que apresenta a associação correta.

a) 1, 3, 4, 2 e 5.

b) 4, 3, 2, 5 e 1.

c) 4, 3, 5, 2 e 1.

d) 5, 1, 4, 3 e 2.

e) 5, 1, 2, 4 e 3.

16. (UEM) Assinale o que for correto.

01. O uso intensivo de determinado inseticida para o controle de uma espécie de inseto transmissor de doenças pode resultar em populações resistentes ao inseticida. Segundo a Teoria Sintética da Evolução, as populações resistentes surgem porque alguns indivíduos reagem ao inseticida, induzindo mutações para resistência e, por seleção natural, deixam mais descendentes.

02. Ao contrário da mutação, a seleção natural não amplia a variabilidade genética em populações.

04. Considere uma espécie de planta e um locus com os alelos A e a. Em uma população em equilíbrio de Hardy-Weinberg, onde os alelos A e a têm frequências p e q, respectivamente, os genótipos AA, Aa e aa são encontrados com as frequências p2, 2pq e q2, respectivamente. Portanto, se 50% dos indivíduos da população são heterozigotos, os dois alelos são igualmente frequentes.

08. Um locus autossômico com dois alelos codominantes foi estudado em uma população de insetos. A frequência do heterozigoto foi 0,42 e a frequência de um dos homozigotos foi 0,49. Esse resultado indica que, para esse locus, a população está em equilíbrio de Hardy-Weinberg.

16. Em uma espécie vegetal, uma população foi obtida por reprodução vegetativa (brotamento), a partir de uma única planta. Nessa população, foi encontrado um indivíduo com uma diferença genética, para cor da flor, em relação aos outros membros da população. O aparecimento dessa diferença genética não é explicado pelos mecanismos de recombinação.

32. Isolamento geográfico, diversificação gênica e isolamento reprodutivo são as etapas do mecanismo de evolução proposto por Lamarck.

64. Para Darwin, para que aconteça a seleção natural, é essencial a existência de diferenças hereditárias entre os membros de uma população. Entretanto Darwin não explicou a origem das diferenças hereditárias.

Soma das alternativas corretas:

17. (UPF) A transição da água para a terra é talvez o evento mais dramático da evolução animal, pois envolve a invasão de um habitat que em muitos aspectos é mais hostil para a vida. Os anfíbios foram os primeiros vertebrados a habitar a terra firme, mas não a conquistaram totalmente, pois sua reprodução e o início do desenvolvimento continuaram a ser realizados em meio aquático. Nessa conquista da terra firme os anfíbios necessitaram desenvolver adaptação para respirar, sustentar-se, mover-se e perceber sons e odores transportados pelo ar no ambiente terrestre. Analise as diferenças ambientais importantes que esses animais precisaram levar em consideração para viver na terra firme:

I. Quantidade de oxigênio.

II. Densidade de ar e sustentação.

III. Regulação da temperatura.

IV. Diversidade de habitats.

Está(ão) correta(s):

a) Apenas III.

b) Apenas II e IV.

c) Apenas I.

d) Apenas I e III.

e) I, II, III e IV.

18. O gráfico mostra a variação dos números de indivíduos do tipo original e do tipo mutante, ao longo de 100 anos, em uma mesma área de floresta.

18

A análise do gráfico permite concluir que:

a) O tipo original permanece melhor adaptado ao longo do período analisado.

b) O tipo original e o tipo mutante estão igualmente adaptados à mesma área de floresta.

c) A mudança de ambiente provocou alteração nas frequências gênicas.

d) A partir de 50 anos, o tipo mutante passou a parasitar o tipo original.

e) Após 50 anos, deixa de existir o efeito de dominância do alelo para o tipo original sobre aquele para o tipo mutante.

19. (PUC-RIO) “O artigo cientifico publicado na revista Science de maio de 2013, liderado por um grupo de pesquisa brasileiro, mostrou que a queda na população de aves frugívoros de grande porte, como tucanos e arapongas, capazes de comer frutos com sementes grandes, pode estar associada à diminuição do tamanho das sementes de certas espécies de plantas da Mata Atlântica, e, consequentemente, a mudanças em seus padrões evolutivos. Os pesquisadores verificaram que em locais onde as aves de maior porte haviam sido extintas há mais de 50 anos, tanto pela caça predatória quanto pelo desmatamento, as populações das palmeiras produziam apenas frutos pequenos, enquanto em áreas de floresta mais conservada, e com quantidade de aves suficiente para desempenhar sua função ecológica de dispersão de sementes, as palmeiras produziam frutos de tamanhos mais variados, com sementes pequenas e grandes.”

Andrade, R. O. 2013. Escassez de ave pode afetar a evolução de plantas. Revista Pesquisa FAPESP. Edição online 30 de maio de 2013.

A figura abaixo mostra três modos de seleção.

19

De acordo com o texto acima, é correto afirmar que, nas áreas que estão sofrendo alterações por atividades humanas, os resultados encontrados pelos pesquisadores podem ser associados apenas ao (s) modo (s) de seleção(s):

a) I.

b) II.

c) III.

d) I e III.

e) II e III.

20. (UFTM) Alguns protozoários apresentam vacúolo pulsátil ou contrátil, cuja função é fundamental para a sobrevivência do protista. Considerando a teoria evolutiva de Darwin e a função dessa organela, é correto afirmar que:

a) Os protozoários tiveram que produzir esse vacúolo para atuar no controle hídrico, evitando a lise celular e isso foi transmitido geneticamente aos descendentes.

b) O ambiente provocou o aparecimento desse vacúolo para impedir a lise celular, modificando o material genético, que foi transmitido aos descendentes.

c) Esse vacúolo apareceu para eliminar a água excedente que entra na célula por transporte ativo e seus descendentes herdaram essa característica.

d) Esse vacúolo surgiu para expulsar o excesso de água que entra na célula por osmose e essa característica foi transmitida aos descendentes.

e) Os protozoários que apresentavam esse vacúolo não sofriam lise e essa característica vantajosa foi transmitida aos descendentes.

gab

 

 

Publicado por: Djalma Santos | 15 de abril de 2016

TESTES SOBRE GRUPOS SANGUÍNEOS (I)

01. (UNICID) Os indivíduos de a genealogia a seguir foram analisados quanto aos diferentes grupos sanguíneos do sistema ABO.

01

Sabendo-se que todos os indivíduos da geração II pertencem a diferentes grupos sanguíneos, é correto afirmar que os genótipos dos indivíduos II-1, II-2, II-3 e II-4 são, respectivamente:

a) IBi, IAIB, IAi e ii.

b) IBi, IAi, IAIB e ii.

c) IBi, ii, IAIB e IA

d) ii, IAi, IBi e IAIB.

e) ii, IBi, IAi e IAIB.

02. (UEM) Sobre grupos sanguíneos da espécie humana, é correto afirmar:

01. Uma pessoa do grupo sanguíneo B pode receber sangue de pessoas que pertençam aos grupos sanguíneos B e AB e doar para pessoas dos grupos A e O.

02. Um casal, em que o pai tem o grupo sanguíneo do tipo AB e a mãe do tipo O, pode ter um filho com sangue do tipo A.

04. Indivíduos do grupo sanguíneo A apresentam aglutinas anti B, que reagem com o aglutinogênio A.

08. No sistema MN de grupos sanguíneos não há restrições a transfusões não consecutivas, pois os anticorpos para os aglutinogênios M e N não ocorrem naturalmente no plasma dos indivíduos.

16. Para prevenir a eritroblastose fetal, pouco depois do parto do primeiro filho Rh+, a mãe Rh deve receber uma aplicação de anticorpos anti Rh, provenientes de pessoas Rh sensibilizadas.

Soma das alternativas corretas:

03. Na genealogia abaixo, estão representados os grupos sanguíneos dos sistemas ABO, Rh, MN para 4 indivíduos:

03

Qual a probabilidade de o indivíduo 5 ser O, Rh, MN?

a) 1/4.

b) 1/16.

c) 1/8.

d) 1/32.

e) 1/64.

04. No quadro abaixo, estão representados os resultados da reação de aglutinação de hemácias de quatro indivíduos, na presença de anticorpos anti-A, anti-B e anti-Rh.

04

Com base nos resultados apresentados no teste de aglutinação, marque qual das alternativas contém a afirmativa correta:

a) Ana pertence ao grupo sanguíneo O, Rh+.

b) Maria poderá receber sangue de Paulo.

c) Maria possui aglutininas anti-A e anti-B no plasma.

d) João possui aglutinogênio ou antígeno B em suas hemácias.

e) Paulo possui aglutinogênio ou antígeno A em suas hemácias.

05. Um senhor, cujo pai era do grupo N e a mãe, do M, casa-se com uma mulher do grupo idêntico ao seu. Quais as probabilidades de que os filhos sejam do grupo N, do grupo M ou do grupo MN?

a) 50%, 75%, 25%.

b) 25%, 75%, 25%.

c) 25%, 50%, 25%.

d) 50%, 50%, 25%.

e) 25%, 25%, 50%.

06. (UNEASPAR) O livro Dom Casmurro de 1899 narra a história de amor entre Bentinho e Capitu. Adicionando um pouco de genética nesta história, temos a seguinte situação: Bentinho cujo grupo sanguíneo é AB Rh negativo, casou-se com Capitu que pertence ao grupo O Rh positivo. Deste amor nasceu Ezequiel AB Rh positivo. À medida que Ezequiel crescia, ele ficava mais parecido com Escobar que pertencia ao grupo AB Rh positivo e era amigo de Bentinho. Bentinho enciumado tinha certeza da traição de Capitu, pois Ezequiel tinha o mesmo tipo sanguíneo de Escobar. Considerando o texto acima e seus conhecimentos de genética, assinale a alternativa correta:

a) Ezequiel com certeza é filho de Escobar e Capitu.

b) Ezequiel com certeza é filho de Bentinho e Capitu.

c) Capitu com certeza traiu Bentinho com outro homem baseado no tipo sanguíneo de Ezequiel.

d) Ezequiel deve ter sido trocado na maternidade, pois Bentinho e Capitu só poderiam ter filhos do grupo A ou B, de acordo com o sistema ABO.

e) Um teste moderno de DNA comprovaria que Escobar é o verdadeiro pai de Ezequiel.

07. (MACK) Uma mulher pertencente ao grupo sanguíneo A, Rh casa-se com um homem filho de pai do grupo AB, Rh e mãe O, Rh+. O casal tem uma criança tipo B, Rh+. A probabilidade de esse casal ter uma criança AB, Rh+ é de:

a) 1/4.

b) 3/4.

c) 1/8.

d) 1/2.

e) 3/8.

08. (CEDERJ) Uma criança perdida foi encontrada pela polícia. A partir da informação de que seu tipo sanguíneo é O, começou a busca dos seus pais. Qual das alternativas abaixo apresenta os tipos sanguíneos do casal que poderia ser pai e mão da criança?

a) AB e O.

b) A e AB.

c) A e B.

d) AB e AB.

09. (MACKENZIE) A respeito de grupos sanguíneos, é correto afirmar que:

a) Um indivíduo pertencente ao tipo O não tem aglutininas.

b) Um indivíduo com aglutinina do tipo B não pode ser filho de pai tipo O.

c) Os indivíduos pertencentes ao tipo AB não podem ter filhos que pertençam ao tipo O.

d) Um homem pertencente ao tipo A casado com uma mulher do tipo B não poderá ter filhos do tipo AB.

e) A ausência de aglutinogênios é característica de indivíduos pertencentes ao tipo AB.

10. (PUC-RIO) Na década de 40, o ator Charles Chaplin foi processado pela jovem atriz Joan Barry, com quem ele teve um breve relacionamento. Ela requeria o sustento de seu filho cuja paternidade atribuía a Chaplin. No curso do processo, a paternidade atribuída a Chaplin foi refutada por um simples exame de tipagem sanguínea. Sabendo que o tipo sanguíneo de Joan Barry é A e que o de seu filho é B, Chaplin não poderia ser dos tipos sanguíneos:

a) A ou O.

b) B ou O.

c) AB ou A.

d) AB ou O.

e) AB ou B.

11. O casal Maria e José tem três filhos: Cíntia, Olavo e Milene. As duas filhas pertencem ao sistema sanguíneo Rh. Sabe-se que Olavo apresentou a doença hemolítica ao nascer. A respeito do fator Rh, foram feitas algumas afirmações:

I. Maria pertence ao mesmo grupo de Rh das suas filhas.

II. José apresenta aglutinogênio Rh nas suas hemácias.

III. O tipo de fator Rh de Cíntia provavelmente deve ter estimulado o corpo de Maria a produzir anticorpos anti-Rh.

IV. Esse casal poderá ter netos com a mesma doença de Olavo.

São corretas apenas:

a) I e II.

b) I e III.

c) III e IV.

d) I, II, e IV.

e) II, III, e IV.

12. (UNIPAR) Em uma transfusão sanguínea, indivíduos do grupo O são considerados doadores universais porque:

a) Seu sangue não contém antígenos nem anticorpos.

b) Seus eritrócitos não contêm antígenos A e B.

c) Seu plasma não contém antígenos A e B.

d) Seus eritrócitos não contêm anticorpos anti-A e anti-B.

e) Seu plasma não contém anticorpos anti-A e anti-B.

13. (UNESP) Paulo e Mariana têm dois filhos, Júlio e Baltazar. Com relação aos tipos sanguíneos do sistema ABO, pai, mãe e os dois filhos têm, cada um deles, um tipo sanguíneo diferente. Em razão disso, pode-se afirmar corretamente que

a) Se o pai tem sangue tipo A, a mãe necessariamente tem sangue tipo B.

b) Se a mãe tem sangue tipo AB, o pai necessariamente terá sangue tipo A ou tipo B.

c) Se a mãe tem sangue tipo O, um dos filhos terá necessariamente sangue tipo AB.

d) Se um dos filhos tem sangue tipo AB, o outro necessariamente terá sangue tipo A ou tipo B.

e) Se um dos filhos tem sangue tipo O, o outro necessariamente terá sangue tipo A ou tipo B.

14. (UCS) Os grupos sanguíneos do sistema MN, caracterizado por dois tipos de aglutinogênios nas hemácias, o antígeno M e o antígeno N, produzem 3 tipos de fenótipos. Assinale a alternativa que corresponde aos possíveis genótipos.

a) A; AB; O.

b) AgMAgM; AgMAgN; AgNAgN.

c) Anti-A; Anti-B; Anti-AB.

d) Anti-M; Anti-MN; Anti-NN.

15. (MACK) Uma mulher pertencente ao tipo sanguíneo AB, Rh+ tem uma criança pertencente ao tipo B, Rh. A criança necessitou de uma transfusão sanguínea, quando teve de fazer uma cirurgia, mas nenhum dos pais pôde ser doador. Assinale a alternativa correta.

a) A criança pode ser homozigota para o gene da tipagem ABO.

b) Em uma segunda gestação, pode ocorrer eritroblastose fetal.

c) O pai é certamente Rh.

d) O pai pertence ao tipo sanguíneo A, obrigatoriamente.

e) Esse casal não pode ter filhos receptores universais.

16. (UNESP) Os médicos informaram que o pai, gravemente ferido em um acidente de automóvel, precisava de transfusão de sangue. A esposa era de tipo sanguíneo A Rh. Entre os três filhos, todos Rh+, só não havia o tipo O. Esposa e filhos se apresentaram para doação, mas o tipo sanguíneo do pai só lhe permitia receber sangue de um de seus familiares. Dentre esposa e filhos, o doador escolhido apresentava:

a) Aglutinogênio do tipo B e aglutinina anti A.

b) Aglutinogênio do tipo A e aglutinina anti B.

c) Aglutinogênio dos tipos A e B.

d) Aglutininas anti A e anti B.

e) Rh, ou seja, sua esposa.

17. (UNEAL) Tendo em vista o sistema ABO de grupos sanguíneos em seres humanos, preencha as lacunas e assinale a alternativa correta. O sistema ABO é exemplo de alelos múltiplos em seres humanos, que é composto por __________ alelos que determinam a tipagem sanguínea. Indivíduos duplo recessivos apresentam sangue tipo ______ e são considerados _________________________ de sangue.

a) dois / AB / receptores universais

b) quatro / A / doadores universais

c) três / O / doadores universais

d) dois / AB / doadores universais

e) três / O / receptores universais

18. (UEM) Próximo a uma das extremidades do cromossomo 9 (nove) humano, localiza-se o gene que condiciona os tipos sanguíneos do sistema ABO, que pode se apresentar sob três formas distintas: IA, IB e i. Nesse contexto, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. As diferentes versões de um mesmo gene são denominadas alelos, e o local que elas ocupam no cromossomo é denominado loco gênico.

02. Os alelos do gene, para o sistema ABO, determinam a presença ou a ausência de determinadas substâncias na superfície externa da membrana plasmática das hemácias.

04. O alelo IA determina a presença da substância conhecida como antígeno A; o alelo IB determina a presença do antígeno B; e o alelo i condiciona a presença dessas duas substâncias.

08. Além dos aglutinogênios nas hemácias, podem ser encontrados, no plasma, anticorpos contra esses aglutinogênios, chamados aglutinogeninas, que provocam a separação das hemácias.

16. A formação dos anticorpos (aglutininas) inicia-se logo após a concepção, devido à fusão do material genético dos pais.

Soma das alternativas corretas:

19. (UNICENTRO) Uma mulher quer que a paternidade de seu filho seja reconhecida, e, para isso, encaminha o caso ao Tribunal de Justiça. O juiz encarregado solicita a amostra de sangue da mãe, do filho e do suposto pai. Após a análise do tipo sanguíneo pelo laboratório, obteve-se o seguinte resultado: a mulher é do tipo A e Rh positivo; o homem, do tipo B e Rh positivo; e o filho, do tipo O e Rh negativo. Baseado nessas informações, assinale a alternativa que indica o possível veredito apresentado pelo juiz.

a) Prossegue com o caso, pois nessa situação ocorreu eritroblastose fetal.

b) Prossegue com o caso, pois há possibilidade de o homem ser o pai da criança.

c) Encerra o caso, pois o filho não pertence a nenhum dos dois sujeitos analisados.

d) Encerra o caso, pois é impossível que o filho seja do suposto homem.

e) Encerra o caso, pois ocorreu crossing-over durante a telófase nos gametas.

20. (UFJF) A figura abaixo mostra o heredograma de uma mulher cujo teste sorológico foi negativo para os aglutinogênios A e B. Em 1952, essa mulher foi erroneamente diagnosticada como sendo tipo O (não possui aglutinogênios A e B). Hoje em dia, sabe-se que os aglutinogênios A e B são sintetizados a partir de um precursor chamado de substância H. Essa substância é produzida pela ação do gene H, cujo mecanismo de herança é o de dominância completa (indivíduos com alelo H possuem substância H). Considerando o heredograma abaixo e a via de síntese da substância H, assinale a única alternativa que corresponde ao possível genótipo da mulher.

20

a) Hh IA IB.

b) hh IA

c) hh IB IB.

d) Hh IA IA.

e) HH i i.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 15 de abril de 2016

TESTES DE ZOOLOGIA (7)

01. (PUC-PR) O anfioxo é um pequeno animal marinho, translúcido, pertencente ao filo dos cordados, com a forma semelhante à de um peixe, apresentando tubo nervoso e notocorda bem desenvolvida, além de fendas branquiais na faringe. Identifique os órgãos indicados pelos números colocados na figura, associando-os aos nomes relacionados na coluna abaixo. A seguir, assinale a opção que dá a sequência correta dos números colocados na coluna:

01

(    ) Notocorda

(    ) Fendas branquiais

(    ) Tubo nervoso

(    ) Intestino

a) 1, 4, 2, 3.

b) 1, 3, 4, 2.

c) 4, 1, 3, 2.

d) 2, 1, 3, 4.

e) 4, 3, 2, 1.

02. (UPE) LEIA A LETRA DA MÚSICA BICHO, DE IVETE SANGALO.

(…)

Queria ser leão

Pra ter aquela juba

Queria ser baleia

Daquelas barrigudas

Queria ser formiga

Minhoca, besouro

Quem sabe

Uma lagartixa?

 

Queria ser

Golfinho, peixinho

Cavalo marinho

Quem sabe um tubarão

Nadar lá no fundão?

 

Só pra ser mais leve

Pensei num passarinho

Só pra ser mais leve

Pensando bem

Cágado anda devagarinho

 

Imagine a borboleta

De asinhas coloridas

Pensei em ser cachorro

De orelhas bem compridas

 

Nesta letra da música, identifique um réptil Chelonia, um mamífero Cetácea e um inseto Lepidopterae assinale a alternativa que os apresenta respectivamente.

a) Cavalo marinho, tubarão e borboleta.

b) Cágado, baleia e formiga.

c) Lagartixa, leão e besouro.

d) Cavalo marinho, baleia e formiga.

e) Cágado, golfinho e borboleta.

03. (UEM) Com relação aos animais invertebrados, assinale a(s)

alternativa(s) correta(s).

01. A maioria das espécies do Filo Porifera é composta por animais sésseis, hermafroditas e marinhos, porém existem algumas espécies terrestres.

02. No Filo Mollusca existem espécimes com concha externa, como ostras e mexilhões, e também espécimes sem concha externa, como a lula e o polvo.

04. Os anelídeos são animais com o corpo formado por muitos metâmeros e que apresentam sistema excretor com um par de metanefrídeos por segmento.

08. As aranhas pertencem ao Subfilo Chelicerata e possuem o corpo marcadamente subdividido em cabeça, tórax e abdômen, com três pares de apêndices locomotores.

16. Os insetos apresentam olhos compostos, aparelhos bucais modificados de acordo com o hábito alimentar, e os órgãos excretores são os túbulos de Malpighi.

Soma das alternativas corretas:

04. (UERN) Muitos animais apresentam estruturas únicas, que facilitam sua locomoção, respiração, alimentação, defesa e proteção. Várias são as características que os distinguem e os classificam adequadamente. Pedicelárias, parapódios e cnidócitos são exemplos de características únicas encontradas nos filos no reino animal. Tais características estão presentes nos seguintes animais, respectivamente:

a) Ouriço-do-mar, lula e escorpião.

b) Esponja, poliqueta e água-viva.

c) Lula, ouriço-do-mar e poliqueta.

d) Ouriço-do-mar, poliqueta e água-viva.

05. (UEL) Indique a que classes pertencem os animais cujas principais características estão relacionadas a seguir:

I. Papo e moela (aparelho digestivo); siringe; ossos pneumáticos; sacos aéreos; homeotérmicos; coração com quatro cavidades.

II. Durante a metamorfose, têm respiração branquial, pulmonar e cutânea; coração com três cavidades; pecilotérmicos; cloaca.

a) I – peixes e II – anfíbios.

b) I – aves e II – anfíbios.

c) I – aves e II – répteis.

d) I – répteis e II – anfíbios.

e) I – anfíbios e II – peixes.

06. (UECE) Existem milhares de espécies animais distribuídas nos mais variados habitats. Conhecer essa diversidade é uma necessidade para que possamos ter um futuro mais saudável. Sobre os principais grupos animais, é correto afirmar-se que:

a) Todos os equinodermos são exclusivamente marinhos.

b) Caramujos, baratas, e ouriços do mar são exemplos de animais que apresentam exoesqueleto.

c) Cordados são todos os animais que possuem vértebras.

d) Anelídeos e nematelmintos são parasitas obrigatórios.

07. (UNESP) Existe um dito popular que pergunta: “Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?”. Sendo a galinha uma ave, do ponto de vista biológico e evolutivo, a alternativa correta para responder a essa questão é:

a) O ovo, pois as aves são todas ovíparas.

b) O ovo, pois as aves descendem dos répteis, que também põem ovos.

c) A galinha, pois o ovo surgiu nas aves posteriormente.

d) O ovo, que deu origem às aves e depois aos répteis.

e) A galinha, pois os répteis que originaram as aves não punham ovos.

08. (UEL) O voo é uma característica marcante das aves. Para que o fenômeno seja possível, além das penas, é necessário que:

a) As cinturas pélvica e escapular e a coluna vertebral sejam soldadas, formando uma estrutura resistente, impedindo a deformação do tronco durante o voo.

b) Os ossos sejam sólidos para que não ocorram quebras no momento do pouso.

c) O fígado possua uma grande quantidade de gordura para reduzir a densidade do corpo.

d) A quilha seja utilizada para a captação do ar durante o voo.

e) O tronco seja flexível para que os movimentos alares sejam facilitados.

09. (VUNESP) O gráfico abaixo descreve a variação da taxa metabólica de um determinado animal em função da temperatura ambiente.

09

Com base nessas informações, é possível afirmar que este animal é:

a) Pecilotérmico, como as aves e os mamíferos.

b) Homeotérmico, como as aves a os mamíferos.

c) Pecilotérmico, como os peixes, anfíbios e répteis.

d) Homeotérmico, como os peixes, anfíbios a répteis.

e) Heterotérmico, como as aves e os mamíferos.

10. As lampreias pertencem ao Subfilo Vertebrata, Grupo Agnatha e Classe Cyclostomata. Habitam lagos do hemisfério norte onde se reproduzem em rios, completando seu ciclo de vida nos oceanos. As alternativas abaixo apresentam Características Gerais desses animais, exceto:

a) Notocorda persiste no adulto.

b) Corpo cilíndrico, desprovido de escamas (pele lisa) com glândulas mucosas.

c) Boca circular ventral (sem mandíbulas) com dentes córneos..

d) Nadadeiras em número ímpar.

e) Endoparasitas de peixes.

11. (UFSM) A importância da luz na origem e evolução da vida no planeta é incontestável. Nesse processo, os animais desenvolvem diversas formas de utilizar a luz em seu benefício, como a visão e estruturas relacionadas com ela. A seguir, analise as afirmativas:

I. Em Metazoa, a percepção da luz através de estruturas especializadas se dá apenas em animais triblásticos, sejam acelomados ou celomados.

II. Uma visão desenvolvida, tal como olhos com cristalino, já aparece em Mollusca e Chordata.

III. Insetos apresentam tanto olhos compostos quanto ocelos para a percepção da luz e formação de imagens.

Está(ão) correta(s):

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas III.

d) Apenas I e II.

e) Apenas II e III.

12. A respeito do Filo Chordata, assinale a alternativa incorreta.

a) São animais de simetria bilateral, enterocelomados, triblásticos e deuterostômios.

b) Entre alguns dos representantes deste grupo, podemos citar a ascídia e o anfioxo..

c) As fendas na faringe ou fendas branquiais são observadas em todos os seus representantes (na fase adulta ou embrionária), exceto em aves e mamíferos.

d) A presença de crista neural e dos anexos embrionários são características exclusivas do Subfilo Vertebrata.

e) O tubo neural tem origem ectodérmica e está localizado na região dorsal do embrião, acima da notocorda. A partir do tubo neural desenvolve-se o sistema nervoso central dos cordados adultos.

13. (UEPG) As aves distribuem-se por praticamente todas as regiões do planeta, e suas características mais marcantes estão relacionadas ao voo. Com relação à classificação e às características morfoanatômicas, fisiológicas e adaptativas das aves, assinale o que for correto.

01. A glândula uropigiana localizada na parte superior da cauda tem uma secreção gordurosa, essencial para a lubrificação das penas, e importante para a impermeabilidade do corpo.

02. O coração das aves tem quatro câmaras, dois átrios e dois ventrículos completamente separados. A circulação é dupla e não há mistura entre sangue arterial e sangue venoso.

04. As aves não possuem bexiga urinária, e os rins eliminam ácido úrico em forma de uma pasta branca, que sai com as fezes. A eliminação contínua de urina e fezes é mais uma adaptação ao voo, pois evita o acúmulo de peso.

08. As aves são animais ectotérmicos. Devido a essa característica precisam se movimentar e ficar expostos ao sol para a manutenção da temperatura corpórea.

16. Os pequenos dentes das aves implantam-se na derme do bico, sobre a estrutura cartilaginosa do arco maxilar e da mandíbula.

Soma das alternativas corretas:

14. (COVEST) Na figura a seguir é ilustrada a organização geral de um molusco gastrópode, em que se observa um corpo constituído por cabeça, massa visceral (onde se concentram os órgãos) e pé. Com relação ao filo Mollusca, é correto afirmar que:

14

a) Não apresenta sistema digestivo completo, de forma que a digestão é processada através de uma bolsa enzimática.

b) Apresenta respiração exclusivamente branquial.

c) O sistema nervoso consiste de um anel situado em torno da boca.

d) A excreção é feita através dos túbulos de Malpighi e de glândulas localizadas na base dos pés.

e) Lesmas, ostras, mexilhões, lulas e polvos são moluscos.

15. (UFSCar) Encontra-se em cordados, artrópodos, moluscos e anelídeos, mas não em platelmintos:

a) Celoma.

b) Simetria bilateral.

c) Sistema nervoso dorsal.

d) Endoesqueleto calcificado.

e) Reprodução sexuada.

16. (UFMG) Todas as alternativas apresentam situações em que morcegos, golfinhos e algumas aves utilizam o sistema acústico de orientação espacial por ressonância, exceto:

a) Capturar presas.

b) Escapar de ambientes iluminados.

c) Evitar ataque de predadores.

d) Impedir colisões.

17. Os moluscos são animais de grande importância para a alimentação das pessoas. Estudos mostram que, ao longo da história da civilização, esse grupo de animais quase sempre esteve presente na alimentação humana, ao menos na de povos que viviam nas regiões litorâneas. Assinale a alternativa que indica espécies de gastrópodes importantes como fonte de proteínas na dieta:

a) Lulas e estrela-do-mar.

b) Lulas e mariscos.

c) Caracóis e polvos.

d) Polvos e mariscos.

e) Caracóis e caramujos.

18. A maioria das cobras brasileiras peçonhentas vive a maior parte do tempo no chão e tem especial apreço por tocas, buracos, galhadas caídas e vertentes d’água. Gostam também de se aquecer ao sol. Essa última característica nos leva a chamá-las de:

a) Homeotérmicas.

b) Endotérmicas.

c) Eutérmicas.

d) Ectotérmicas.

e) Prototérmicas.

19. (PUC-PR) Para diferenciarmos aracnídeos de insetos, podemos nos basear nas seguintes características:

a) Os insetos são quelicerados; os aracnídeos, não.

b) Os insetos têm um par de olhos simples e os aracnídeos um par de olhos pedunculados.

c) Os insetos apresentam peças bucais mastigadoras, sugadoras ou lambedoras; os aracnídeos, quelíceras.

d) Os insetos são quelicerados e os aracnídeos mandibulados.

e) Os insetos têm dois pares de antenas e os aracnídeos um par apenas.

20. (FURG) Assinale a alternativa que apresenta características comuns a todos os artrópodes.

a) Exoesqueleto quitinoso com processo de muda ou ecdise para crescimento.

b) Processo de muda ou ecdise; sistema circulatório fechado.

c) Cordão nervoso dorsal e ganglionar; presença de antenas.

d) Pernas articuladas e cordão nervoso dorsal e ganglionar.

e) Sistema circulatório aberto e presença de mandíbulas.

gab

 

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias