Publicado por: Djalma Santos | 20 de fevereiro de 2016

TESTES DE REPRODUÇÃO (2)

01. (PUC-MG) A figura abaixo representa o resultado da tentativa de implantação de blastocistos humanos após fecundação in vitro.

01

Sabendo-se que dois dos fetos apresentam o mesmo genoma e com base na figura, foram feitas cinco afirmações.

I. As placentas representadas são constituídas exclusivamente por tecido de origem materna.

II. Dois dos três fetos são univitelínicos.

III. Os fetos 1 e 2 foram produzidos, pela fecundação do mesmo ovócito, por dois espermatozoides diferentes.

IV. Os fetos 1 e 2 compartilham a mesma placenta, mas não o mesmo saco vitelínico.

V. Existem 50% de chance de os três fetos pertencerem ao mesmo sexo.

São afirmações corretas:

a) I, II e IV.

b) II, IV e V.

c) II, III e V.

d) I, III e IV.

e) III e IV.

02. (UNIFESP) Um homem dosou a concentração de testosterona em seu sangue e descobriu que esse hormônio encontrava-se num nível muito abaixo do normal esperado. Imediatamente buscou ajuda médica, pedindo a reversão da vasectomia a que se submetera havia dois anos. A vasectomia consiste no seccionamento dos ductos deferentes presentes nos testículos. Diante disso, o pedido do homem:

a) Não tem fundamento, pois a testosterona é produzida por glândulas situadas acima dos ductos, próximo à próstata.
b) Não tem fundamento, pois o seccionamento impede unicamente o transporte dos espermatozoides dos testículos para o pênis.
c)  Tem fundamento, pois a secção dos ductos deferentes impede o transporte da testosterona dos testículos  para o restante do corpo.
d) Tem  fundamento,  pois  a  produção  da  testosterona ocorre  nos  ductos  deferentes  e,  com  seu seccionamento, essa produção cessa.
e) Tem  fundamento,  pois  a  testosterona  é  produzida no  epidídimo  e  dali  é  transportada  pelos  ductos  deferentes para o restante do corpo.

03. (UEPB) Algumas espécies de protozoários possuem ciclos de vida bastante complexos, geralmente envolvendo uma fissão (esquizogonia), uma reprodução sexuada (gamogamia) e uma formação de esporos (esporogonia). As características reprodutivas acima se referem aos:

a) Entamoeba hystolitica.

b) Trypanosoma cruzi.

c) Balantidium coli.

d) Plasmodium vivax.

e) Trichomonas vaginalis.

04. (UEPG) A fecundação ocorre no momento em que o material genético masculino funde-se com o material genético feminino, originando uma nova vida. Sobre este assunto, assinale o que for correto.

01. A cada 28 dias, aproximadamente, a mulher elimina um óvulo produzido em um de seus dois ovários. Ao ser expulso do ovário, o óvulo interrompe a divisão meiótica na metáfase II e é captado pelas fímbrias existentes na extremidade das tubas uterinas, que o transportam em direção ao útero.

02. Uma vez transposta por um ou mais espermatozoides, a zona pelúcida sofre alterações físico-químicas que neste ponto a tornam impermeável a qualquer outro gameta masculino. Está iniciada a fecundação.

04. A primeira barreira a ser transposta pelos espermatozoides são as células que compõem a corona radiata. Esta é atravessada graças à ação de enzimas presentes no acrossomo, também necessárias para que o espermatozoide atravesse a zona pelúcida.

08. Os espermatozoides eliminados no canal vaginal nadam ativamente para o interior uterino e, ao atingi-lo, seguem em direção às tubas até encontrar o futuro gameta feminino. Os que sobrevivem ao trajeto iniciam então uma tentativa de fecundá-lo.

16. Uma vez formado, o zigoto sofre uma primeira divisão mitótica, em cuja metáfase os cromossomos paternos e maternos emparelham-se, regenerando o número cromossômico característico da espécie.

Soma das alternativas corretas:

05. (UNISC) Na espécie humana, o blastocisto inicia o processo de implantação na mucosa uterina por volta do:

a) Segundo dia após a fecundação.

b) Sexto dia após a fecundação.

c) Quarto dia após a fecundação.

d) Nono dia após a formação da mórula.

e) Décimo quinto dia após a formação da mórula.

06. (UCPel) Quando o gameta feminino, sem prévia fecundação, entra em divisão, originando um novo ser, diz-se que ocorreu:

a) Conjugação.

b) Neotenia.

c) Gametogênese.

d) Poliembrionia.

e) Partenogênese.

07. (IFSul) A ovulação é a liberação de um óvulo maduro feita por um dos ovários por volta do 14º dia do ciclo menstrual, contando a partir do primeiro dia da menstruação. Nesses ovários, surge o corpo lúteo, uma estrutura responsável pela:

a) Produção de estrógeno e progesterona.

b) Síntese de testosterona.

c) Síntese do hormônio gonadotrofina.

d) Formação das vesículas seminais.

08. (UNIMONTES) Leia as características apresentadas em I, II, III e IV sobre um importante hormônio relacionado com a gestação.

I. Sua estrutura molecular é semelhante a do hormônio luteinizante.

II. Sua ação luteotropina é fundamental para manutenção da gestação, sobretudo no primeiro trimestre.

III. A involução normal do corpo lúteo, ao final do ciclo sexual feminino, é impedida pela sua ação.

IV. Na fase inicial da gestação, devido a sua elevada concentração, pode ser detectado na urina.

Analisadas no seu conjunto é correto afirmar que o hormônio em questão é:

a) Hormônio estimulante dos folículos.

b) Prolactina.

c) Gonadotrofina coriônica humana.

d) Hormônios liberador de gonadotrofinas.

09. (UNEAL) A respeito dos ciclos ovarianos e uterinos que estão sob controle primário de vários hormônios, analise as afirmativas e marque com V as verdadeiras e com F, as falsas.

( ) A fase folicular inicial é representada pelo primeiro dia da menstruação correspondente ao dia 1 do ciclo.

(  ) Na fase folicular tardia, ocorre um pico de secreção de progesterona.

(  ) Na fase lútea inicial, o corpo lúteo produz progesterona e estrogênio.

A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a:

a) V V V.

b) V F V.

c) V V F.

d) F F V.

e) F V F.

10. (UEPA) O Brasil é uma nação que não enfrenta problemas com superpopulação, por isso neste país não existe um programa oficial de controle da natalidade. Dessa forma, a reprodução humana ocorre de forma livre, natural, algumas vezes irresponsável e inconsequente, causando inúmeros problemas, principalmente, para famílias menos privilegiadas financeiramente.

(Texto Modificado: Bio: Volume único, Sônia Lopes, 2008).

Analise as afirmativas abaixo e identifique as verdadeiras (V) e as falsas (F).

( ) Próstata, vesículas seminais e bexiga são glândulas acessórias do sistema reprodutor masculino.

( ) Os testículos produzem os espermatozoides e o hormônio masculino Testosterona.

( ) Os ovários produzem os ovócitos e os hormônios femininos Estrógeno e Progesterona.

( ) O útero é o órgão feminino onde ocorre o desenvolvimento embrionário e fetal.

( ) A ereção peniana é causada pelo aumento do volume sanguíneo no corpo esponjoso.

A sequência correta é:

a) V, F, V, F, V.

b) F, V, V, V, F.

c) F, V, V, F, V.

d) V, F, F, V, F.

e) F, V, F, V, F.

11. (UEL) “O desenvolvimento humano inicia-se na fertilização, quando um gameta masculino ou espermatozoide se une ao gameta feminino ou ovócito para formar uma única célula – o zigoto. Esta célula totipotente e altamente especializada marca o início de cada um de nós como indivíduo único.”

(MOORE, K.L.; PERSAUD, T.V.N. “Embriologia clínica”. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. p. 18.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, analise as afirmativas a seguir:

I. O sinciciotrofoblasto produz o hormônio gonadotrofina coriônica humana (HCG) que entra no sangue materno. A HCG mantém a atividade hormonal do corpo lúteo no ovário, durante o período de gestação, formando a base dos testes para gravidez.

II. Na primeira divisão meiótica, cada cromossomo se divide e cada metade, ou cromátide, é direcionada para um polo diferente. Assim, o número diploide de cromossomos é mantido em cada célula-filha formada por meiose.

III. Nutrientes e oxigênio passam do sangue materno, através do líquido amniótico, para o sangue fetal, enquanto que as excretas de dióxido de carbono passam do sangue fetal para o sangue materno, também através do líquido amniótico.

IV. O líquido amniótico tem por função, por exemplo: agir como uma barreira contra infecções; ajudar a controlar a temperatura corporal do embrião, mantendo uma temperatura relativamente constante; participar da manutenção da homeostasia dos fluídos e eletrólitos.

Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas.

a) I e III.

b) I e IV.

c) II e IV.

d) I, II e III.

e) II, III e IV.

12. (UPE) Os zangões, machos das abelhas, são formados por um processo de partenogênese e possuem 16 cromossomos. Já as abelhas operárias são fruto de um processo de fecundação. Diante dessas informações, analise as afirmativas a seguir:

I. Por serem fruto de partenogênese, os machos possuem o dobro de cromossomos encontrados na abelha rainha.

II. A abelha rainha possui óvulos com o mesmo número de cromossomos encontrados nas células somáticas das operárias, pois ela também é uma fêmea.

III. Todas as fêmeas possuem 32 cromossomos nas suas células somáticas, o dobro que os machos possuem.

IV. A abelha rainha possui 16 cromossomos em seus óvulos, que, quando fecundados, geram indivíduos com 32 cromossomos.

Estão corretas:

a) I e II.

b) I e III.

c) II e III.

d) II e IV.

e) III e IV.

13. (UFV) A figura abaixo correlaciona as mudanças do folículo ovariano (I, II e III) com as da mucosa uterina (IV e V).

13

Assinale a alternativa que contém a associação incorreta.

a) II – corpo-amarelo ou “cicatriz” do folículo rompido, que produz o hormônio luteinizante.

b) I – ovulação ou ruptura do folículo, resultando na liberação do ovócito secundário na tuba uterina.

c) IV – eliminação do endométrio ou menstruação, devido à degeneração dos vasos sanguíneos.

d) V – fase progestacional ou secretora, mantida pela progesterona produzida pelo corpo-lúteo.

14. (UFSC) A figura a seguir mostra o corte transversal de um embrião e anexos embrionários.

14

01. A seta 1 indica o principal local de produção da gonadotrofina coriônica, hormônio que quando está presente na urina é sinal inequívoco de gravidez.

02. A seta 2 indica a bolsa amniótica, que tem por função hidratar e proteger o feto contra eventuais choques mecânicos.

04. A figura representa um embrião de mamífero.

08. A figura representa o embrião de uma ave.

16. A placenta (indicada pela seta 3) é responsável pela intensa troca de substâncias entre mãe e filho. Esta troca ocorre porque há passagem do sangue da mãe para o filho e vice-versa.

Soma das alternativas corretas:

15. (UFCG) Nos seres humanos, as vilosidades coriônicas que penetram no endométrio e são envolvidas por ele, participam da formação da placenta que, em condições normais, têm como função:

I. Nutrir o embrião, promover as trocas gasosas, além de produzir progesterona.

II. Formar uma cavidade preenchida pelo líquido amniótico e produzir a prolactina.

III. Permitir, de forma constante e ininterrupta, a ligação com a mãe, garantindo o fluxo direto de sangue entre ambos.

IV. proteger o feto contra traumatismos mecânicos, promover as trocas respiratórias e realizar a excreção.

Estão corretas:

a) III e IV.

b) I, II e III.

c) II e IV.

d) I e III.

e) I e IV.

16. Quando adquirimos frutas no comercio, observamos com mais frequência frutas sem ou com poucas sementes. Essas frutas têm grande apelo comercial e são preferidas por uma parcela cada vez maior da população. Em plantas que normalmente são diploides, isto é, apresentam dois cromossomos de cada par, uma das maneiras de produzir frutas sem sementes é gerar plantas com uma ploidia diferente de dois, geralmente triploide. Uma das técnicas de produção dessas plantas triploides é a geração de uma planta tetraploide (com 4 conjuntos de cromossomos), que produz gametas diploides e promover a reprodução dessa planta com uma planta diploide normal. A planta triploide oriunda desse cruzamento apresentará uma grande dificuldade de gerar gametas viáveis, pois como a segregação dos cromossomos homólogos na meiose I é aleatória e independente, espera-se que:

a) Os gametas gerados sejam diploides.

b) As cromátides irmãs sejam separadas ao final desse evento.

c) O número de cromossomos encontrados no gameta seja 23.

d) Um cromossomo de cada par seja direcionado para uma célula filha.

e) Um gameta raramente terá o número correto de cromossomos da espécie.

17. (UFSC) As anomalias cromossômicas são bastante frequentes na população humana; um exemplo disso é que aproximadamente uma a cada 600 crianças no mundo nasce com síndrome de Down. Na grande maioria dos casos, isso se deve à presença de um cromossomo 21 extranumerário. Quando bem assistidas, pessoas com síndrome de Down alcançam importantes marcos no desenvolvimento e podem estudar, trabalhar e ter uma vida semelhante à dos demais cidadãos. Sobre as anomalias do número de cromossomos, é correto afirmar que:

01. Podem ocorrer tanto na espermatogênese quanto na ovulogênese.

02. Ocorrem mais em meninas do que em meninos.

04. Ocorrem somente em filhos e filhas de mulheres de idade avançada.

08. Estão intimamente ligadas à separação incorreta dos cromossomos na meiose.

16. Ocorrem ao acaso, devido a um erro na gametogênese.

32. Ocorrem preferencialmente em populações de menor renda, com menor escolaridade e pouca assistência médica.

64. Podem acontecer devido a erros na duplicação do DNA.

Soma das respostas corretas:

18. (IF-SP) Um professor de Biologia, em uma aula sobre Sistema Reprodutor, explicou a formação de gêmeos univitelinos e fraternos, a partir do momento da fecundação. Alguns alunos, após ouvirem as explicações, fizeram as seguintes afirmativas.

− Maria: os gêmeos univitelinos são geneticamente idênticos e possuem, entre outras características, o mesmo sexo.

− Cristina: os gêmeos fraternos, apesar de não serem geneticamente idênticos, compartilham a mesma placenta.

− Renato: gêmeos fraternos também podem ser chamados de dizigóticos, pois são resultantes da fecundação de dois óvulos por dois espermatozoides.

− Ivan: a formação de gêmeos univitelinos pode ser considerada um exemplo de clonagem por apresentar o desenvolvimento de dois embriões iguais entre si, porém diferentes do pai e da mãe.

Assinale a alternativa que indica os estudantes que fizeram as afirmativas corretas.

a) Maria e Renato, apenas.

b) Maria e Ivan, apenas.

c) Maria, Renato e Ivan, apenas.

d) Maria, Cristina e Renato, apenas.

e) Cristina e Ivan, apenas.

19. (UNIRIO) Pílula Anticoncepcional

Muitos anos de pesquisas ajudaram a desenvolver pílulas  anticoncepcionais  seguras  e  eficientes. As pílulas anticoncepcionais já foram consideradas um dos símbolos da liberação feminina, um instrumento para a ascensão da mulher em todos os setores da sociedade. Mesmo assim, carregaram por muito tempo a fama de trazer riscos para a saúde. Tanto que, mesmo considerando-se seus aspectos positivos (evitar uma gravidez inoportuna, por exemplo), as pílulas eram vistas como um mal necessário.
(http://www.sabermulher.com.br)

As pílulas anticoncepcionais femininas possuem substâncias que:
a) Alteram o pH vaginal, inibindo o batimento flagelar dos espermatozoides.
b) Impedem a ocorrência do fenômeno da ovulação.
c)  Provocam  a  morte  dos  espermatozoides  após  a entrada no colo do útero.
d) Irritam a mucosa tubária, provocando a obstrução das tubas uterinas.
e) Bloqueiam a penetração do espermatozoide no óvulo.

20. (MACK) Um dos métodos anticoncepcionais disponíveis no mercado é a pílula de progesterona (ou “minipílula”). Esse medicamento não contém o outro hormônio existente na pílula comum, o estrogênio. A respeito dos hormônios envolvidos nesses anticoncepcionais, considere as afirmativas abaixo.0

I. A progesterona é um hormônio ovariano, enquanto o estrogênio é hipofisário.

II. O estrogênio atua inibindo a formação do endométrio, enquanto a progesterona inibe a ovulação.

III. A progesterona age por um mecanismo de feedback negativo sobre a hipófise, inibindo a libertação de LH.

Assinale:

a) Se somente a afirmativa III for correta.

b) Se somente as afirmativas I e III forem corretas.

c) Se somente a afirmativa II for correta.

d) Se somente as afirmativas II e III forem corretas.

e) Se somente as afirmativa I e II forem corretas.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 20 de fevereiro de 2016

TESTES DE GENÉTICA (IV)

01. (UFJF) O heredograma abaixo mostra a incidência de uma doença genética em uma família.

01

Após análise desse heredograma, é correto afirmar:

a) A herança é ligada ao cromossomo X dominante, pois existe pelo menos um membro afetado em cada geração.

b) A herança é autossômica recessiva, pois mulheres e homens afetados são heterozigotos para a doença.

c) A herança é ligada ao cromossomo X dominante, e as mulheres têm 50% de chance de transmitir o gene defeituoso para seus filhos.

d) A herança é autossômica dominante, pois mulheres e homens afetados podem ter filhos afetados em igual proporção.

e) A herança é ligada ao cromossomo X dominante, pois a doença se manifesta somente em homens e mulheres heterozigotos.

02. (UECE) Sabe-se que a sensibilidade ao PTC em humanos (gosto amargo sentido na presença de pequenas dosagens da substância fenilcarbamida) é determinada por um gene dominante enquanto o albinismo é determinado por um gene recessivo. Ambas as características são expressas por alelos que se situam em pares de cromossomos homólogos diferentes. A probabilidade de um casal normal e sensível ao PTC, ambos heterozigotos para os dois loci, terem o seu primeiro filho, independente do sexo, sensível e albino é:

a) 9/16.

b) 5/16.

c) 3/16.

d) 1/16.

03. (UPE) Observe o esquema a seguir:

03

Desenho de libélula disponível em:

http://criandoartepravoce.blogspot.com (Adaptado)

Com base no esquema acima, analise as seguintes proposições:

I. Gametas portadores dos alelos E/C e dos alelos e/c ocorrem em uma proporção maior que a dos gametas portadores dos alelos E/c e e/C, caracterizando um arranjo trans.

II. Na descendência, as classes que surgem em maior frequência portam as combinações parentais dos alelos, e aquelas em menor frequência são, portanto, as recombinantes, caracterizando uma ligação gênica.

III. O cruzamento-teste da fêmea duplo-heterozigótica com o macho duplo-homozigoto recessivo mostra quatro tipos de genótipos na descendência, embora em proporções diversas das esperadas, segundo a lei de segregação independente.

IV. O fenótipo dos descendentes é determinado pela constituição genética do espermatozoide, visto que o macho é homozigoto recessivo duplo, fornecendo alelos recessivos para os descendentes.

Estão corretas:

a) I e II.

b) I e III.

c) I, II e IV.

d) II e III.

e) II, III e IV.

04. (UNIFAL) Imagine 2 genes A e B em cromossomos diferentes, nos quais os alelos dominantes determinam respectivamente a cor roxa e o formato redondo nas sementes de determinada planta. Em contrapartida as formas recessivas definem cor marrom e formato oval. Que frequências absolutas de fenótipos você esperaria de um cruzamento de duplos heterozigotos que gerou 32 plantas-filhas?

a) 9 plantas com sementes roxas e redondas, 3 com sementes roxas e ovais, 3 com sementes marrons e redondas e 1 com sementes marrons e ovais.

b) 24 plantas com sementes roxas e redondas e 8 com sementes marrons e ovais.

c) 6 plantas com sementes marrons e redondas, 18 com sementes roxas e redondas, 2 com sementes marrons e ovais e 6 com sementes roxas e ovais.

d) 8 plantas com sementes marrons e ovais, 16 com sementes roxas e redondas e 8 com sementes marrons e redondas.

05. (PUCCAMP) Do cruzamento de duas moscas com asas, nasceram 120 descendentes com asas e 40 sem asas. Se os 120 descendentes com asas forem cruzados com moscas sem asas e se cada cruzamento originar 100 indivíduos, o número esperado de indivíduos com asas e sem asas será, respectivamente:

a) 6.000 e 3.000.

b) 6.000 e 6.000.

c) 8.000 e 4.000.

d) 9.000 e 3.000.

e) 12.000 e 4.000.

06. (UECE) O gado Gir apresenta-se com pelagem vermelha e com pelagem branca. Quando se cruza um macho vermelho com fêmeas brancas, toda a progênie é chitada (coloração vermelha com pintas brancas). Podemos afirmar corretamente que a frequência fenotípica esperada do cruzamento entre um indivíduo chitado e um branco é:

a) 75% branco e 25% chitado.

b) 50% branco e 50% chitado.

c) 25% branco e 75% chitado.

d) 25% branco, 25% vermelho e 50% chitado.

07. (PUC-RIO) A figura abaixo apresenta um heredograma de uma família em que alguns de seus membros apresentam uma doença hereditária chamada fibromatose gengival, que é caracterizada por um aumento da gengiva devido à formação de tumores.

07

Através da análise deste heredograma, conclui-se que o tipo de herança genética dessa doença é classificado como

a) Sexual ligada ao X.

b) Sexual ligada ao Y.

c) Autossômica recessiva.

d) Autossômica dominante.

e) Autossômica por co-dominância.

08. (UFTM) A genealogia representa um padrão de herança genética que ocorre em determinada espécie de roedor. Os indivíduos destacados em preto apresentam uma determinada anomalia.

08

A respeito do observado, foram feitas algumas afirmações:

I. Trata-se de um caso de herança autossômica dominante.

II. Trata-se de um caso de herança ligada ao sexo recessiva.

III. Se os animais 4 e 5 fossem cruzados, a probabilidade de nascer um animal macho com anomalia seria de 25%.

IV. Os animais 1, 2 e 3 são, respectivamente, heterozigoto, heterozigoto e homozigoto.

V. A probabilidade de nascer um animal com anomalia do cruzamento entre os animais 6 e 7 é de 1/3.

Pode-se afirmar que estão corretas apenas

a) I e III.

b) III e IV.

c) II, III e IV.

d) II, IV e V.

e) III, IV e V.

09. Em uma determinada espécie de camundongos, o genótipo cc é cinza; Cc é amarelo e CC morre no início do desenvolvimento embrionário. Que descendência se espera do cruzamento entre uma fêmea amarela com um macho amarelo?

a) 1/2 amarelos e 1/2 cinzentos

b) 2/3 amarelos e 1/3 cinzentos.

c) 3/4 amarelos e 1/4 cinzentos

d) 2/3 amarelos e 1/3 amarelos

e) Apenas amarelos

10. Em algumas variedades de plantas, a cor das flores é condicionada por um par de genes e podem ter cor vermelha, laranja ou amarela. De um cruzamento de flores amarelas com flores vermelhas, nascem apenas flores laranja. A porcentagem de flores amarelas esperada do cruzamento entre flores laranjadas com flores vermelhas é:

a) 0%.

b) 25%

c) 50%

d) 75%

e) 100%

11. (FCMSC) Um concurso de gado considera 3 características condicionadas por genes dominantes onde, para cada uma, o homozigoto recebe mais pontos que o heterozigoto, e este recebe mais ponto que o homozigoto recessivo (que recebe zero na característica correspondente). Um criador tem um touro e uma vaca ambos heterozigotos para as três características. Desejando entrar no concurso, fez com que seus animais cruzassem. Qual é, respectivamente, a chance mais aproximada de o criador obter, em F1 de tais reprodutores, um descendente capaz de tirar o 1o lugar (isto é, conseguir o máximo de pontos possível) e um descendente que tiraria em último lugar (isto é, não conseguiria um ponto sequer)?

a) 30% e 15%.

b) 15% e 15%.

c) 3% e 1,5%.

d) 1,5% e 1,5%.

e) 0,3% e 0,3%.

12. (PUC-RIO) Em um teste de paternidade, onde tanto a mãe quanto o pai eram desconhecidos, realizado sem a possibilidade do uso de técnicas mais modernas de biologia molecular, algumas características fisiológicas foram observadas entre a criança e os dois prováveis pai e mãe. A criança apresentava um fenótipo relativo a uma característica recessiva somática também apresentada pela provável mãe, mas não pelo provável pai. Considerando que esses são os verdadeiros pais da criança e com base nessas informações, é correto afirmar que a(o):

a) Criança herdou do pai um gene dominante para a característica em questão.

b) Criança é heterozigota para a característica em questão.

c) Mãe é heterozigota para o gene em questão.

d) Avó materna da criança é homozigota dominante para a característica em questão.

e) Pai é heterozigoto para a característica em questão.

13. (MACK) Uma mulher albina, pertencente ao tipo sanguíneo B, filha de pai pertencente ao tipo sanguíneo A, casou-se com um homem pertencente ao tipo sanguíneo AB, não albino e filho de pai albino. A probabilidade de esse casal ter uma criança não albina e pertencente ao tipo sanguíneo B é de:

a) Zero.

b) 100%.

c) 50%.

d) 12,5%.

e) 25%.

14. (UFTM) Em ervilhas, o caráter cor amarela é determinado por alelo dominante (V) enquanto a cor verde é determinada por alelo recessivo (v). Esses alelos segregam-se independentemente dos alelos que determinam a textura, sendo a lisa determinada por alelo dominante (R) e a rugosa por alelo recessivo (r). Caso uma planta de ervilha duplo-heterozigota seja autofecundada, a proporção de descendentes que produzam ervilhas com fenótipos diferentes dessa planta original será de:

a) 6/16.

b) 9/16.

c) 1/16.

d) 3/16.

e) 7/16.

15. (UECE) A transmissão hereditária monogênica de caracteres autossômicos, levando em conta um par de alelos frequentes, pode ser generalizada. Assim, designando um par de alelos autossômicos frequentes por A e a, teremos os genótipos AA, Aa e aa, que se distribuirão de modo idêntico nos indivíduos de ambos os sexos. Isso permitirá a distinção de seis tipos de casais: AA × AA; AA × Aa; Aa × Aa; Aa × Aa; Aa × AA e aa × aa. Então, se uma mulher Aa casar-se com um homem Aa e se o gene A expressa pele normal e o gene a expressa o albinismo (aa), a probabilidade desse casal vir a ter um filho do sexo masculino e albino é de:

a) 1/8.

b) 2/4.

c) 1/3.

d) 1/4.

e) 3/8.

16. (UPE) O heredograma abaixo representa o padrão de segregação para Acondroplasia, uma das formas de nanismo humano, condicionada por um gene, que prejudica o crescimento dos ossos durante o desenvolvimento. Essa doença genética humana apresenta letalidade, se ocorre em homozigose (AA).

16

Com relação à figura, conclui-se que

I   II

0  0 – O padrão de herança do caráter em estudo é autossômico dominante.

1  1 – Os indivíduos I1 e II2 são homozigotos dominantes para o caráter.

2  2 – O casal III3 e III4 possui a probabilidade de que, independente do sexo, 1/2 de seus filhos

nascidos vivos possam ser normais e 1/2 portadores da doença.

3 3 – O indivíduo IV1 representa um aborto, e seu genótipo é AA, que, em condição  homozigótica, tem efeito tão severo que causa a morte do portador ainda durante o  desenvolvimento embrionário.

4  4 – Todos os acondroplásicos nascidos vivos desta genealogia são heterozigotos.

17. (COVEST) O princípio de Hardy-Weinberg tem sido utilizado pelos evolucionistas como uma importante ferramenta para compreender as frequências gênicas nas populações dos seres vivos. Sobre esse assunto, considere as afirmativas a seguir.

I   II

0  0 – A quantidade de indivíduos ou o isolamento reprodutivo de uma parte da população não interferem no equilíbrio gênico.

1  1 – Em uma população sob influência de processos evolutivos, tais como migração e deriva gênica, as frequências de alelos nos descendentes permanecem inalteradas.

2  2 – Como são fenômenos raros, as mutações não provocam alteração nas frequências de alelos de uma população com inúmeros tipos de cruzamentos possíveis.

3 3 – Na hipótese de prevalecerem na população cruzamentos entre indivíduos com características fenotípicas vantajosas, a mesma tende a permanecer em equilíbrio gênico.

4  4 – Supondo que as frequências dos alelos “A” e “a”, não ligados ao sexo, numa população em equilíbrio gênico, sejam, respectivamente, “0,7” e “0,3”, a probabilidade de se formar na população indivíduos “AA” é de 49 %.

18. Dizemos que um determinado gene é recessivo quando sua expressão (fenótipo):

a) Só acontece em heterozigose.

b) Só ocorre quando em dose dupla.

c) Independe da presença de seu alelo.

d) Depende de características congênitas.

e) Reproduz uma característica provocada pelo ambiente.

19. (UEPB) “Cada caráter é determinado por um par de fatores que se separam na formação dos gametas, indo um fator do par para cada gameta, que é, portanto, puro.”

O enunciado acima se refere às explicações para a herança de caracteres, conhecida como:

I. Lei da disjunção e Princípio da pureza dos gametas

II. Monoibridismo e Lei fundamental da genética

III. Teoria da linhagem cromossômica e primeira lei de Mendel

IV. Autossômica e Princípio da pureza dos gametas

V. Princípio dos cromossomos homólogos.

Das informações acima está(ão) correta(s):

a) Apenas I e V.

b) Apenas I.

c) Apenas IV e V.

d) Apenas I e II.

e) Apenas II e III.

20. (UFPR) Os seres vivos são acometidos por várias doenças, que podem ter diversas origens. A exostose múltipla é uma anomalia que se caracteriza por lesões nos ossos e ocorre tanto em seres humanos quanto em cavalos. Segundo os pesquisadores que a estudaram, é determinada por um gene autossômico dominante. Considere um macho afetado, filho de uma fêmea normal, que seja cruzado com uma fêmea também normal. A probabilidade desse cruzamento produzir um descendente (macho ou fêmea) normal é de:

a) 100%.

b) 75%.

c) 50%.

d) 25%.

e) 0%.

21. (MARCK) Na árvore genealógica abaixo, está representado um caráter autossômico recessivo. A probabilidade de o indivíduo 11 ser heterozigoto é:

21

a) 1/2.

b) 1/4.

c) 3/4.

d) 1/8.

e) 2/3.

22. Dos 500 indivíduos de cada uma das populações A e B de certo tipo de organismo, isoladas e não sujeitas à ação de fatores evolutivos, os relacionados na coluna II da tabela a seguir apresentam um caráter recessivo (determinado por um par de genes alelos autossômicos), e os relacionados na coluna I não apresentam (são selvagens em relação a esse caráter).

22

Com base nesses dados, o número provável de indivíduos heterozigotos nessas duas populações é:

a) População A = 255, população B = 435.

b) População A = 255, população B = 420.

c) População A = 105, população B = 120.

d) População A = 210, população B = 240.

e) População A = 100, população B = 340.

23. Na Drosophila melanogaster, figuras a seguir, o gene V responde pela formação de asas normais, enquanto seu alelo v condiciona asas vestigiais.

23

Nessas moscas, um outro par de alelos, tem o gene E, dominante, para a cor cinzenta e o gene e, recessivo, que condiciona a cor ébano. Os dois pares de alelos em questão, segregam-se independentemente. Do cruzamento de uma mosca de asas normais e corpo cinzento com outra de asas vestigiais e corpo ébano, obteve-se uma prole numerosa em que todos os descendentes tinham asas normais e corpo cinzento. A partir de vários cruzamentos entre os indivíduos dessa geração F1, obteve-se, em F2, 512 descendentes. O número aproximado de indivíduos de asas vestigiais e corpo ébano esperado geração F2 é:

a) 288.

b) 96.

c) 32.

d) 192.

e) 256.

24. (FCMS-SP) Os genes A e B dominantes e seus respectivos alelos a e b estão no mesmo par cromossômico. De um determinado cruzamento resultaram 320 indivíduos Aabb, 40 indivíduos aabb, 318 indivíduos aaBb e 41 indivíduos AaBb. Quais os progenitores desse cruzamento?

24

25. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I   II

0  0 – Apenas  dois tipos  de gametas (Ab e aB),  terminada a espermatogênese, poderão resultar do espermatócito primário representado, esquematicamente, a seguir.

25a

1  1 – O número de tipos de gameta que um indivíduo de genótipo CcmmRr pode produzir é 6.

2  2 – Sendo Aa, Bb e Cc três pares de genes com segregação independente, o número de tipos de gametas que um indivíduo AaBbCc pode formar é 8.

3  3 – Um indivíduo  portador de genótipo  AaBbCCDd, produz 6 diferentes tipos de gametas.

4  4 –  A probabilidade  de um casal  heterozigoto  par  um  par de genes alelos ter um filho homozigoto é 50%.

26. (PUC-MG) O soro sanguíneo de um indivíduo do grupo O foi colocado em quatro tubos de ensaio, I, II, III e IV, aos quais foram adicionadas, separada e respectivamente, hemácias de indivíduos dos grupos sanguíneos AB, A, B e O. Marque, na alternativa a seguir, a opção que corresponde à condição de aglutinação (+) ou não aglutinação (-) de hemácias resultante de reação antígeno-anticorpo:

a) Tubo I (-), Tubo II (+), Tubo III (-) e Tubo IV (+).

b) Tubo I (-), Tubo II (+), Tubo III (+) e Tubo IV (-).

c) Tubo I (+), Tubo II (-), Tubo III (-) e Tubo IV (+).

d) Tubo I (+), Tubo II (+), Tubo III (+) e Tubo IV (-).

e) Tubo I (-), Tubo II (-), Tubo III (-) e Tubo IV (+).

27. (COVEST) Observe a genealogia apresentada na figura e analise as proposições apresentadas:

27

I  II

0 0 – Quando, numa genealogia, encontramos um traço duplo unindo o casal, como ocorre entre III.4 e III.5, significa a ocorrência de casamento consanguíneo.

1 1 – A representação dada no heredograma ao indivíduo II.3 indica que o mesmo é portador de alguma anomalia genética grave que poderá levá-lo à morte antes da puberdade.

2  2 – Os indivíduos 1 e 2 da geração III são gêmeos fraternos ou dizigóticos.

3 3 – III.2 e III.3  são gêmeos oriundos de zigotos diferentes e portadores de uma doença genética autossômica, sendo o indivíduo III.2 homozigoto para o alelo recessivo.

4 4 – Podemos afirmar, com base no heredograma mostrado que I.2 não é portadora do gene determinante do fenótipo em questão.

28. Com relação aos grupos sanguíneos do sistema ABO, considerando a herança clássica e imunológica, analise as proposições a seguir:

I  II

0  0 – Todos os descendentes de um casal IAi serão do grupo A e apresentarão em suas hemácias o aglutinogênio A.

1  1 – Indivíduos do grupo sanguínea B apresentam na membrana de suas hemácias aglutinogênio B e, no plasma aglutinina anti-A.

2  2 – Os descendentes  de  um  casal (IAIB)  serão  todos fenotipicamente  AB e, como têm em seus genótipos os alelos IA e IB, apresentam, na membrana de suas hemácias, os antígenos A e B.

3 3 – Indivíduos do grupo sanguíneo O, apresentam aglutinogênios A e B no plasma, mas não têm aglutininas anti-A e anti-B na membrana de suas hemácias.

4  4 – O sangue tipo O não deve ser doado para outros tipos sanguíneos em grandes volumes para evitar problemas de aglutinação no sangue do doador.

29. (FATEC) Carla e Jonas tiveram dois casais de filhos. Um desses casais é hemofílico. Sendo assim, assinale a opção que representa corretamente as características dos pais.

29

30. (PUC-GO)

TODO PIONEIRO É UM FORTE, pensava Bambico. Acredita nos sonhos. Se não fosse por ele, o mundo ainda estaria no tempo das cavernas… Quanto mais pensava nisso, mais se fortalecia.

Bambico chegara à Amazônia com as mãos vazias, vindo do Sul. Mas tinha na cabeça projetos grandiosos. Queria extrair da natureza toda a riqueza intacta, como o garimpeiro faz. Não desejava, entretanto, cavar rio e terra para achar pepitas de ouro. Não tinha vocação para tatu. Não faria como os garimpeiros: quando não havia mais nada, eles se mudavam, atrás de outros garimpos.

— Garimpeiro vive de ilusões. Eu gosto de projetos!

Que projetos grandiosos eram? Cortar árvores, exportar madeiras preciosas para a casa e a mobília dos ricos. Em seguida, semear capim, povoando os campos com as boiadas de nelore brilhando de tanta saúde. A riqueza estava acima do chão. A imensidão verde desaparecia no horizonte. Só de olhar para uma árvore, sabia quantos dólares cairia em seus bolsos. Quando ouvia os roncos das motosserras, costumava dizer, orgulhoso:

— Eis o barulho da fortuna!

Montes de serragem eram avistados de longe quando o visitante chegava às pequenas comunidades. Os caminhões de toras gemiam nas estradas esburacadas. Índios e caboclos eram afugentados à bala. A floresta se transformava num pó fino, que logo apodrecia. Quando os montes de serragem não apodreciam, eram queimados, sempre apressadamente. Por dias, os canudos negros de fumaça subindo pesadamente ao céu. Havia o medo dos fiscais. Quando apareciam, quase nunca eram vistos, era conveniente que houvesse pouca serragem…

Que história, a de Bambico! Teria muita coisa a contar para os netos que haveriam de chegar.

Em seu escritório, fumando um Havana, que um importador americano lhe presenteara, estufou o peito, vaidoso.

— Sim, muitas coisas! Quem te viu, quem te vê! […]

Sentia prazer com seus projetos grandiosos. Toda manhã se levantava para conquistar o mundo. Vereança era merreca. Não se rastejava em pequenos projetos. Muito menos desejava ser deputado… Ambicionava altos voos. Todo deputado era pau-mandado dos ricos. O Senado, sim, era o grande alvo. Lá, ele poderia afrontar esses “falsos profetas protetores da natureza”. Essas ONGs de fachada… Lá, o seu cajado cairia sem dó, como um verdugo, sobre o costado dessa gente tola. Enquanto isso, ele poderia continuar seus projetos grandiosos. Cortar árvores, exportar madeiras preciosas para a casa e a mobília dos ricos, e semear capim.

Sonhara em ter uma dúzia de filhos, mas o destino lhe dera apenas dois. Sua mulher, após o segundo parto, ficara impossibilitada de procriar. Não queria fêmea entre os seus descendentes, mas logo no primeiro parto veio a decepção. Uma menina. Decepcionado, nada comentou com a esposa. No segundo, depois de uma gravidez tumultuada, veio o varão. Encheu-se de alegria. Com certeza, mais varões estavam para vir… […]

(GONÇALVES, David. Sangue verde. São Paulo: Sucesso Pocket, 2014. p. 114-115.)

“Sonhara em ter uma dúzia de filhos, mas o destino lhe dera apenas dois. Sua mulher, após o segundo parto, ficara impossibilitada de procriar.” A leitura desse fragmento do texto acima pode nos remeter a reflexões sobre hereditariedade. Imagine que pais heterozigotos com olhos castanhos tenham tido um filho com olhos azuis. Nas proposições abaixo, marque a alternativa que explica esse fenômeno:

a) Variação independente.

b) Diferenciação e dominância incompleta.

c) Dominância incompleta e codominância.

d) Segregação e recombinação.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 20 de fevereiro de 2016

TESTES DE ZOOLOGIA (1)

01. (UNIFESP) Cobras, em geral, ingerem uma grande quantidade de alimento, mas apenas de tempos em tempos. Gaviões, comparativamente, ingerem alimento em pequenas quantidades, porém diariamente e várias vezes ao dia. Conhecendo as principais características dos grupos a que esses animais pertencem, pode-se afirmar corretamente que isso ocorre porque:

a) A digestão nas cobras é mais lenta e isso fornece energia aos poucos para seu corpo. Nos gaviões, a necessidade de fornecimento maior e mais rápido de energia condicionou o comportamento de tomada mais frequente de alimento.

b) As cobras, por ingerirem as presas inteiras, demoram mais tempo digerindo pelos e penas. Os gaviões, por ingerirem as presas aos pedaços, já começam a digestão a partir do tecido muscular da presa.

c) Os órgãos sensoriais das cobras são bem menos desenvolvidos que os dos gaviões. Por isso, ao conseguirem alimento, ingerem a maior quantidade possível como forma de otimizar o recurso energético.

d) Sendo ectotérmicas (pecilotérmicas), as cobras possuem um período de busca de alimento restrito aos horários mais quentes do dia e, por isso, ingerem tudo o que encontram. Já os gaviões, que são endotérmicos (homeotérmicos), são ativos tanto de dia quanto à noite.

e) As escamas e placas epidérmicas do corpo das cobras dificultam sua locomoção rápida, o que influencia o comportamento de caça e tomada de alimento. Os gaviões, nesse sentido, são mais ágeis e eficientes, por isso caçam e comem mais.

02. (UPE) Quando se fazem referências a peixes, erroneamente se pode achar que a única diferença encontrada entre eles é o habitat, uma vez que alguns habitam águas doces e outros, águas salgadas. No entanto, são muitas as características que os diferenciam. Observe as afirmativas a seguir:

I. O peixe-bruxa é um representante atual de peixes primitivos, que, por não possuírem mandíbulas, não podem se alimentar de presas maiores nem mastigar partes duras dessas presas.

II. O tubarão representa uma classe de peixes, o qual possui um esqueleto firme, porém adaptável, denominado cartilaginoso, e nadadeiras articuladas de amplo movimento.

III. Os peixes ósseos primitivos desenvolveram bolsas de gás, que suplementaram a ação das brânquias e aperfeiçoaram o controle da flutuação, encontradas, atualmente, apenas, nos peixes pulmonados.

IV. Descendentes de peixes com nadadeiras articuladas tornaram-se, com o tempo, mais adaptados à vida na terra, o que deu origem aos tetrápodes.

Estão corretas, apenas:

a) I e II.

b) II e III.

c) I e IV.

d) II e IV.

e) III e IV.

03. (UECE) Os animais possuem estruturas locomotoras, característica que lhes possibilita procurar alimentação. Estas estruturas estão adaptadas ao seu nicho ecológico e recebem variadas denominações. A esse respeito, é correto afirmar-se que parapódios e pés ambulacrais são encontrados, respectivamente, em:

a) Platelmintos e nematelmintos.

b) Anelídeos e equinodermos.

c) Nematelmintos e anelídeos.

d) Equinodermos e platelmintos.

04. Metameria é uma característica de espécies de alguns filos animais. Ela representa a divisão do corpo em segmentos e está relacionada à repetição de estruturas internas, incluindo órgãos excretores e sistema nervoso. A metameria está associada a especializações de partes do corpo, através de um processo conhecido como tagmatização, que pode representar a especialização ou a fusão de segmentos de uma região corporal para a realização de funções específicas. Sobre metameria e tagmatização, considere as seguintes afirmativas:

1. Cordados apresentam metameria especialmente visível na musculatura corporal.

2. Nos anelídeos, a segmentação é bastante evidente, formando anéis do corpo, e a tagmatização pode existir, como no caso do clitelo em minhocas.

3. Nos artrópodes, a segmentação existe, mas a tagmatização é observada apenas nos insetos (ex. tórax).

4.  Moluscos apresentam segmentação e tagmatização limitadas às regiões localizadas no interior de suas conchas.

Assinale a alternativa correta.

a) As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas 1, 2 e 4 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras.

05. Observe o esquema abaixo que mostra os principais grupos animais.

05

Associe as características gerais na coluna 1, com os grupos animais na coluna 2.

COLUNA 1

I. Apresentam o corpo crivado de numerosos e pequeninos poros. São animais aquáticos, em sua maioria marinhos, cuja forma lembra um vaso ou um saco. Vivem fixos em rochas, na areia e em outros objetos encontrados no ambiente aquático.

II. Triblásticos, celomados, simetria bilateral. Corpo segmentado e dividido em três partes: cabeça, tórax e abdome; pode ocorrer fusão da cabeça com o tórax e, no caso, o corpo apresenta-se dividido em duas partes: cefalotórax e abdome ou cabeça e tronco. Dotados de exoesqueleto resistente que contém quitina.

III. O crânio protege a extremidade anterior do tubo neural, que, nesses animais, desenvolve-se muito, originando um encéfalo. A esse encéfalo estão associados órgãos dos sentidos especializados, representados pelos olhos, ouvidos e narinas.

IV. Corpo alongado, cilíndrico e segmentado. Triblástico e celomados. Sistema circulatório fechado pelo qual corre sangue portador de hemoglobina. Em sua maioria apresentam respiração cutânea; em alguns a respiração é branquial.

V. Corpo achatado dorsoventralmente. Vida livre, em água doce, salgada ou em terras úmidas. Alguns são parasitas.

VI. Corpo cilíndrico e afilado nas extremidades. Vida livre, habitando a terra úmida, a areia e a água estagnada. Parasitas de plantas e animais. Corpo revestido por uma cutícula resistente. Abaixo dessa cutícula, presença de musculatura. Apresentam tubo digestivo completo com boca e ânus.

COLUNA 2

A. Grupo 1

B. Grupo 2

C. Grupo 3

D. Grupo 4

E. Grupo 5

F. Grupo 6

G. Grupo 7

H. Grupo 8

I. Grupo 9

a) I-A; II-E; III-G; IV-D; V-B; VI-H.

b) I-A; II-G; III-F; IV-D; V-B; VI-C.

c) I-A; II-E; III-F; IV-H; V-D; VI-C.

d) I-C; II-H; III-F; IV-D; V-B; VI-A.

e) I-A; II-E; III-F; IV-D; V-B; VI-C.

06. (COVEST) Um estudante de Biologia recebeu a incumbência de identificar os filos aos quais pertencem os animais mostrados na figura. Após a devida análise, apresentou a tabela a seguir:

06

Estão corretas apenas:

a) 1, 2 e 3.

b) 2, 3 e 4.

c) 3, 4 e 5.

d) 1, 2 e 4.

e) 1, 2, 4 e 5.

07. (UNICAMP) O estudo do desenvolvimento embrionário é importante para se entender a evolução dos animais. Observe as imagens abaixo.

07

Assinale a alternativa correta.

a) O animal A apresenta simetria bilateral e é celomado.

b) O animal B apresenta simetria radial e é celomado.

c) O animal A apresenta simetria radial e é acelomado.

d) O animal B apresenta simetria bilateral e é acelomado.

08. Os animais são comumente divididos em dois grupos: vertebrados e invertebrados. Os invertebrados representam cerca de 97% de todas as espécies de animais, no entanto costumam ser menos conhecidos do que os vertebrados. Sobre os animais vertebrados e invertebrados, é correto afirmar que:

a) Com frequência as águas-vivas causam acidentes aos banhistas durante o verão. Os tentáculos desses animais possuem células urticantes que causam a sensação de queimaduras e podem desencadear reações alérgicas graves.

b) Os artrópodes apresentam um esqueleto externo que não acompanha o crescimento do animal. Para crescer o indivíduo troca seu exoesqueleto de tempos em tempos buscando a “casca” abandonada por um indivíduo maior procarionte.

c) Os equinodermos, como as estrelas-do-mar, possuem esqueleto calcário e apesar de não possuírem vértebras podem ser considerados animais vertebrados.

d) Mexilhões, ostras e mariscos são muito utilizados como fonte de alimento em regiões litorâneas. Estes moluscos possuem o corpo segmentado com uma concha protetora espiralada.

e) As aranhas e escorpiões estão entre os principais representantes dos insetos. Estes animais podem produzir veneno para caçar e, eventualmente, causam acidentes ao homem.

09. (UFSJ) A quitina é um polissacarídeo formado por várias moléculas de glicose e por grupo amina. Ela pode ser encontrada na natureza na parede celular dos fungos e em alguns animais. Dentre os animais dos quais podemos encontrar quitina, estão os:

a) Crustáceos, esponjas e peixes.

b) Artrópodes, equinodermos e nematoides.

c) Insetos, nematoides e anfioxos.

d) Aracnídeos, moluscos e anelídeos.

10. (UDESC) Assinale a alternativa correta, quanto aos poríferos, cnidários, platelmintos e nematelmintos.

a) As esponjas pertencem ao filo dos poríferos. Possuem constante movimentação através de cílios e apresentam digestão exclusivamente extracelular.

b) As águas vivas e as anêmonas pertencem ao filo dos cnidários. Apresentam digestão intracelular (células digestivas) da gastroderme e extracelular no tubo digestório incompleto, pois não têm ânus.

c) Os Ascaris lumbricoides são vermes que pertencem ao filo dos platelmintos. Possuem corpos achatados com simetria bilateral e sua digestão é incompleta, pois não têm ânus.

d) A Taenia saginata é um verme pertencente ao filo dos nematelmintos, pois seu corpo é achatado com simetria bilateral. Sua digestão é completa, pois tem ânus.

e) Os corais pertencem ao filo dos poríferos. Possuem corpos com esqueleto calcário e sua digestão é completa, pois têm ânus.

11. (UFPR) Existe uma regra geral em fisiologia animal que define como sendo de 1 mm a espessura máxima de um tecido capaz de sustentar suas células se o mecanismo de transporte é realizado apenas por difusão. Células, tecidos e organismos precisam ter acesso a oxigênio e nutrientes e remover compostos nitrogenados e gás carbônico para poderem realizar suas funções vitais adequadamente. O principal sistema que provê essas condições nos cordados vertebrados é o sistema circulatório. Inegável reconhecer que, graças a esse sistema (entre outros), vertebrados podem atingir tamanhos tão grandes como o de baleias ou elefantes. Entretanto, mesmo não apresentando um sistema circulatório completo, com coração e vasos, alguns animais com estrutura corporal mais simples podem atingir tamanhos consideravelmente grandes. Sob essa perspectiva, considere as seguintes afirmativas:

1. Poríferos não apresentam tecidos verdadeiros e, portanto, não são capazes de desenvolver órgãos ou sistemas que possam resolver o problema das trocas internas de gases, nutrientes e excretas. Assim, poríferos são animais para os quais a regra do 1 mm é efetivamente aplicável, e por isso nenhuma espécie desse grupo atinge esse tamanho.

2. Alguns cnidários (celenterados) podem atingir grandes dimensões. As soluções para o problema do 1 mm são variáveis e geralmente baseadas em duas características: a) esses animais são diblásticos (apresentam duas monocamadas corporais, que geralmente se encontram diretamente em contato com a água externa ou com a água da gastroderme); b) o aumento corporal está associado ao aumento de uma camada acelular ou com poucas células, denominada mesogleia.

3. Animais pseudocelomados (também denominados de blastocelomados) podem realizar as trocas internas utilizando o fluido do pseudoceloma em si. O transporte pode, ainda, ser auxiliado por um sistema de canais como os encontrados em acantocéfalos e rotíferos, denominado em alguns desses grupos de sistema lacunar de canais.

4. Apesar de serem acelomados e de não apresentarem um sistema circulatório, muitos platelmintos podem atingir grandes tamanhos. É o caso das planárias terrestres, que atingem mais de 30 cm de comprimento, e das tênias (algumas com dezenas de metros de comprimento). Nesses casos específicos, as trocas de gases, nutrientes e excretas ocorrem através do trato digestivo e pela superfície corporal desses animais, com um processo de difusão eficiente.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente a afirmativa 2 é verdadeira.

b) Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

12. (UEPB) As características morfológicas: I) nadadeiras caudal do tipo heterocerca, clásper e escamas placoides, e II) escamas ctenoides, cicloides e ganoides, além de bexiga natatória, opérculo, nadadeiras homocercas e dificercas, pertencem, respectivamente, aos grupos:

a) Osteictes e Condrictes.

b) Lampreias, Actnopeterygii.

c) Condrictes e Osteíctite

d) Feiticeiras e Sarcoperygii.

e) Lampreias e Feiticeras.

13. (UEL) Nematódeos são animais vermiformes de vida livre ou parasitária, encontrados em plantas e animais, inclusive no homem. Sobre as características presentes em nematódeos, considere as afirmativas a seguir.

I. Corpo não segmentado coberto por cutícula.

II. Trato digestório completo.

III. Órgãos especializados para circulação.

IV. Pseudoceloma.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I e III.

b) I e IV.

c) II e III.

d) I, II e IV.

e) II, III e IV.

14. (UFPB) Os poríferos são considerados os representantes mais simples entre todos do reino Animalia. Sobre os representantes desse grupo, é correto afirmar que possuem:

a) Um estádio larval durante seu desenvolvimento.

b) Sistema nervoso simples e difuso pelo corpo.

c) Representantes protostômios.

d) Representantes diploblásticos.

e) Digestão extracelular.

15. (UFRGS) A restrição do tamanho e da forma em planárias está diretamente relacionada:

a) À ausência de um sistema circulatório.

b) Ao sistema nervoso difuso.

c) À presença de protonefrídeos.

d) Ao hermafroditismo.

e) À possibilidade de regeneração.

16. (UFF) Os platelmintos pertencem ao primeiro grupo de animais a possuir um sistema excretor. Este é bastante primitivo, formado por células-flama. A principal função destas células é:

a) Remover o excesso de água e os resíduos nitrogenados do sangue e lançá-los para o intestino.

b) Remover o excesso de água e os resíduos nitrogenados do sistema circulatório e lançá-los para o exterior.

c) Remover o excesso de água e os resíduos nitrogenados do tecido epitelial e lançá-los para o intestino.

d) Remover o excesso de água e os resíduos nitrogenados do ectoderma e lançá-los para os túbulos de Malpighi.

e) Remover o excesso de água e os resíduos nitrogenados do mesoderma e lançá-los para o exterior.

17. (UECE) Diversos caracteres mais aproximam aves de crocodilos do que de mamíferos. Portanto, os mamíferos possuem um ancestral comum mais distante, com esses dois táxons. A estrutura que une os três táxons considerados em um único ancestral comum é o(a):

a) Âmnio.

b) Homeotermia.

c) Apodismo.

d) Osso pneumático.

18. (UPE) A piranha, a preguiça e a capivara são animais registrados no Guiness Book (Livro do Recordes), respectivamente, como o peixe mais feroz, o mamífero mais lento e o maior roedor do mundo. Sobre essas espécies da fauna brasileira, assinale a alternativa correta.

a) A piranha pertence à classe Osteicties, apresentando bexiga natatória, boca ventral e intestino longo com válvula em espiral.

b) A preguiça e a capivara são, respectivamente, mamíferos pertencentes às ordens Edentata ou Xenartra e Rodentia.

c) Esses animais são classificados como Eutheria e Methateria em função da reprodução.

d) As três espécies mencionadas distribuem-se na Região Neotrópica, em florestas tropicais, como a Mata Atlântica e a Mata de Araucária.

e) A dentição desses animais é bem desenvolvida e adaptada ao hábito alimentar.

19. (PUC-PR) Em relação ao Phylum Cnidária, foram feitas as seguintes proposições:

I. Os cnidários são aquáticos, diblásticos e com simetria radial, sendo encontrados em duas formas: pólipos (fixos) e medusa (livres).

II. A digestão nos cnidários é extra e intracelular e não há aparelho respiratório, circulatório ou excretor e o sistema nervoso é difuso.

III. Nos cnidários, a reprodução sexuada ocorre por brotamento ou estrobilização.

IV. Os corais e a anêmona-do-mar são exemplos da classe dos cifozoários.

Assinale a alternativa correta:

a) Todas estão incorretas.

b) Apenas III e IV estão corretas.

c) Apenas I está correta.

d) Todas estão corretas.

e) Apenas I e II estão corretas.

20. (PUCCAMP) Considere o texto a seguir.

“Talvez a maior de todas as inovações surgidas durante a história evolutiva dos vertebrados tenha sido o desenvolvimento da mandíbula que, manipulada por músculos e associada a dentes, permitiu aos peixes primitivos arrancar com eficiência grandes pedaços de algas e de animais, tornando disponível para si uma nova fonte de alimento. Os cordados sem mandíbula estavam restritos à filtração, à sucção do alimento ou à captura de pequenos animais. Os primeiros vertebrados mandibulados tornaram-se predadores, permitindo-lhes grande aumento no tamanho.”

(Sônia Lopes. BIO. v.2. São Paulo: Saraiva, 1997. p.361-2)

Analisando o texto e aplicando seus conhecimentos sobre os animais relacionados com o fato descrito, um estudante apresentou os seguintes comentários:

I. Lampreias são ectoparasitas de peixes e baleias, e feiticeiras alimentam-se de vermes marinhos ou de peixes moribundos.

II. Os agnatos têm desvantagens em relação aos gnatostomados quanto à obtenção de alimento.

III. Atualmente, o número de espécies de agnatos é muito menor do que o dos peixes gnatostomados, fato provavelmente ocasionado pela ausência de mandíbula.

IV. As mandíbulas não se limitam à captura de alimento, mas também podem manipular objetos e cavar buracos.

São corretos os comentários

a) I, II, III e IV.

b) II, III e IV, somente.

c) I, III e IV, somente.

d) I, II e IV, somente.

e) I, II e III, somente.

21. (UPE) O professor de Biologia levou para a sala de aula quatro exemplares de animais aquáticos, com a finalidade de os estudantes conhecerem mais sobre esses animais. Para isso, distribuiu entre as equipes informações sobre os filos desses animais e solicitou que elas lessem e anotassem as características deles. Na elaboração, os estudantes descreveram os seguintes aspectos:

Exemplar 1: Eumetazoário, prostostômio, triploblástico, esquizocelomado, bilatério. Pode ser de vida livre (errante) e séssil (fixado); carnívoro ou filtrador. Apresenta tubo digestivo completo e digestão extracelular. Corpo alongado e cilíndrico com segmentações externa e interna bem nítidas. Apresenta reprodução sexuada e reprodução assexuada. Apresenta desenvolvimento indireto, é dioico e de fecundação externa.

Exemplar 2: Eumetazoário, deuterostômio, triploblástico, enterocelomado, bilatério. De vida livre, pelágico e nectônico. Apresenta tubo digestivo completo e digestão extracelular. É predador ativo, alimentando-se, sobretudo, de invertebrados e pequenos peixes ósseos. É vivíparo, apresenta sexo separado, desenvolvimento direto e fecundação interna.

Exemplar 3: Parazoário, diploblástico, radiado ou assimétrico. É animal séssil e pode viver isoladamente ou em colônia. Não apresenta sistema digestivo, entretanto, digestão intracelular. É animal filtrador, embora existam espécies carnívoras. Apresenta reprodução sexuada e assexuada. Há espécies monoicas (a maioria) e dioicas. Apresenta fertilização interna ou externa.

Exemplar 4: Eumetazoário, prostostômio, diploblástico, esquizocelomado, radiado. Algumas espécies estão aderidas a um suporte, ao passo que outras são de natação livre. É carnívoro, alimenta-se de pequenos peixes e zooplâncton. A reprodução pode ser tanto sexuada como assexuada, dependendo da espécie. Há espécies dioicas e monoicas. Apresenta fertilização interna ou externa, com ou sem incubação (dentro ou fora do corpo).

Com base na descrição dos exemplares 1, 2, 3 e 4, assinale a alternativa que identifica, correta e respectivamente, os animais.

a) Anfioxo, tubarão, anêmona-do-mar e esponja.

b) Poliqueta, tubarão, esponja e anêmona-do-mar.

c) Anêmona-do-mar, tubarão, ostra e esponja.

d) Anêmona-do-mar, tubarão, ostra e anfioxo.

e) Ouriço-do-mar, tubarão, coral, anêmona-do-mar.

22. (UNIOESTE) Quanto ao processo de desenvolvimento, os insetos que evoluem através dos estágios ovo, larva, pupa e imago são:

01. Gafanhotos, libélulas, cupins.

02. Moscas, formigas, pulgas.

04. Barbeiros, pulgões, efêmeras.

08. Borboletas, abelhas, besouros.

16. Cigarras, grilos, percevejos.

32. Vagalumes, mosquitos, mariposas.

Soma das alternativas corretas:

23. (UNIMONTES) Categorias Taxonômicas são agrupamentos de seres vivos segundo a filogenia entre eles. O quadro a seguir apresenta características de seres vivos pertencentes a diferentes filos. Analise-o.

23

Considerando o quadro e o assunto abordado, analise as alternativas abaixo e assinale a que representa um exemplo do filo indicado em IV.

a) Aedes aegypti.

b) Taenia saginata.

c) Biomphalaria glabrata.

d) Giraffa camelopardalis.

24. (FEI) Na evolução dos mamíferos, ocorreu grande diversificação das estruturas envolvidas na apreensão de alimentos e digestão. Os mamíferos (I) possuem dentes com formatos diferentes e funções distintas, como o (II). Após a apreensão do alimento na boca, o alimento caminha pelo (III), sofrendo sucessivas alterações químicas até ser eliminado na forma de fezes. Exceto no grupo dos (IV), o trato digestório dos mamíferos termina no ânus. Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas I, II, III e IV, respectivamente:

a) Heterodontes, gato, trato digestório, monotremados.

b) Homodontes, tatu, intestino, marsupiais.

c) Heterodontes, golfinho, esôfago, marsupiais.

d) Homodontes, homem, estômago, placentários.

e) Heterodontes, cão, reto, monotremados.

25. (FEI) Um animal pseudocelomado, triblástico, protostômio e hematófago intestinal pode ser um:

a) Turbelário, como por exemplo, planária.

b) Tremátoda, como por exemplo, Schistosoma mansoni.

c) Cestódeo, como por exemplo, Taenia solium.

d) Nematódeo, como por exemplo, Ancylostoma duodenale.

e) Hirudíneo, como por exemplo, sanguessuga.

26. (UNICENTRO) Um estudante, em uma aula de campo, encontrou um artrópode com as seguintes características: cabeça, tórax, abdômen, um par de antenas e três pares de pernas unirremes. Com base nessa morfologia externa, o estudante concluiu que esse artrópode possui:

a) Cérebro bipartite.

b) Excreção por túbulos de Malpighi.

c) Cordão nervoso dorsal.

d) Sistema circulatório fechado.

27. (UEM) Considerando a morfologia e a fisiologia dos animais, assinale a alternativa correta.

a) O saco visceral dos moluscos, que aloja os órgãos internos, é revestido pelo manto, que produz a concha.

b) A função realizada pelos metanefrídios nos aracnídeos é de responsabilidade das glândulas coxais nos anelídeos.

c) As pedicelárias dos equinodermatas servem para capturar o alimento.

d) Anfíbios e répteis reproduzem-se da mesma forma, com fecundação externa e desenvolvimento direto.

e) Os mamíferos, a depender do hábitat aquático ou terrestre, variam o tipo de sistema respiratório e a forma de reprodução.

28. Observando-se abelhas, gafanhotos, formigas e pulgas, verifica-se que são animais:

a) Tetrápodes, com o corpo dividido em duas partes.

b) Hexápodes, com o corpo dividido em duas partes.

c) Hexápodes, com o corpo dividido em três partes.

d) Octópodes, com o corpo dividido em duas partes.

e) Decápodes, com o corpo dividido em três partes.

29. (IFSul) O filo Arthropoda está distribuído praticamente em todos os ambientes, formando um dos mais numerosos e diversificados filos do reino Animalia, com mais de um milhão de espécies descritas. De acordo com as características embrionárias presentes nesse filo, esses animais são considerados:

a) Diploblásticos, acelomados, protostômios e ametaméricos.

b) Diploblásticos, pseudocelomados, deuterostômios e metaméricos.

c) Triploblásticos, celomados, protostômios e ametaméricos.

d) Triploblásticos, celomados, deuterostômios e ametaméricos.

30. (UEPG) Com relação às características anatômicas dos artrópodes, assinale o que for correto:

01. A muda ou ecdise ocorre uma única vez durante toda a vida do animal, a qual consiste da substituição do exoesqueleto de queratina.

02. O tagma denominado cefalotórax, que ocorre em alguns crustáceos, é resultante da fusão dos metâmeros anteriores e intermediários.

04. Os apêndices articulados dos artrópodes estão ancorados ao abdome do animal e são organizados sempre em dois pares.

08. Os artrópodes são animais triblásticos, celomados, com simetria bilateral, sistema digestório completo e corpo segmentado.

Soma das alternativas corretas:

gab

Publicado por: Djalma Santos | 20 de fevereiro de 2016

TESTES DE PROGRAMA DE SAÚDE (1)

01. (ACEFE)

Com 1.078 casos de dengue em SC, focos se concentram em comércios.

Com 1.078 casos de dengue confirmados, Santa Catarina registra 3.379 focos do mosquito Aedes aegypti, que transmite a doença, conforme a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) da Secretaria de Estado da Saúde em relatório divulgado nesta segunda-feira (06/04). Do total, 31,48% dos focos se concentram em estabelecimentos comerciais.

Fonte: g1.globo, 06/04/2015 Disponível em: http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2015

Acerca das informações acima e dos conhecimentos relacionados ao tema, assinale a alternativa correta.

a) O vírus causador da dengue possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4. Quando uma pessoa é infectada com um determinado sorotipo cria anticorpos no seu organismo e não irá mais contrair a doença, pois fica completamente imune a todos os sorotipos.

b) A dengue é uma doença infecciosa febril causada por um DNA vírus, sendo um dos principais problemas de saúde pública no mundo. Ela é transmitida principalmente pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti, infectada.

c) A medida mais importante na prevenção da dengue é o combate ao mosquito transmissor, suas larvas e ovos, visto que não é transmitida de pessoa para pessoa. Os sintomas da dengue são: febre, cefaleia, mialgias, podendo manifestar manchas vermelhas na pele.

d) Existem incontáveis doenças provocadas por vírus. Entre elas pode-se citar: gripe, resfriado, herpes, sífilis, febre amarela e AIDS (SIDA).

02. (UPE) Observe a charge a seguir:

02

Disponível em: http://www.orkugifs.com/recado.php?

titulo=dengue+vs+gripe+suina&gif=3079

Em relação às doenças apontadas na charge, é correto afirmar que:

a) A dengue, doença respiratória aguda, é endêmica do Brasil, enquanto a gripe suína, doença infecciosa febril aguda, ocorre em todo o mundo.

b) A gripe suína faz referência aos porcos por haver suspeitas de que esse novo subtipo de vírus da influenza os tenha acometido, portanto há risco no contato e no consumo de produtos de origem suína. A dengue, por sua vez, é transmitida pela picada da fêmea do mosquito vetor, infectada com o vírus A (H1N1), transmissor da doença.

c) Em ambas as doenças, os sintomas são similares ao da gripe comum, contudo, na dengue, não há sintomas respiratórios, como coriza e tosse, e as dores no corpo podem ser mais pronunciadas.

d) Em locais onde ocorre dengue, não pode haver gripe suína, pois os vírus de ambas as doenças competem pelo mesmo vetor de transmissão.

e) Para evitar ambas as doenças, devem-se: lavar bem as mãos com água e sabão, não compartilhar objetos de uso pessoal e cobrir a boca e o nariz com lenço descartável, ao tossir ou ao espirrar.

03. (COVEST) As parasitoses são responsáveis por inúmeros prejuízos sanitários e econômicos no mundo, por afetar a saúde de seres humanos e animais e, em algumas regiões, chegam a ser consideradas um flagelo. Quanto às parasitoses, analise as afirmações abaixo.

I   II

0  0 – Além dos vermes, os artrópodes constituem importante grupo com espécies bem adaptadas à vida parasitária.

1 1 – Os cisticercos de Taenia solium normalmente são encontrados no intestino humano e são eliminados pelas fezes.

2 2 – Nos cestoda, a perda de partes do corpo, conhecidas como “proglótides”, é parte essencial do ciclo de vida e está relacionada com a reprodução.

3 3 – O amarelão, provocado pelo Ancylostoma duodenale, é característico de regiões secas ou desérticas, onde é considerado um flagelo.

4 4 – O amarelão, a ascaridíase e a filariose são parasitoses provocadas por vermes nematoides.

04. (FPS) Relacione os termos utilizados na parasitologia, com seus respectivos significados.

1. Agente etiológico.

2. Ectoparasita.

3. Parasita heteroxeno.

4. Pandemia.

(  ) Uma epidemia de âmbito mundial.

(  ) O parasita causador da doença.

(  ) Aquele que efetua o ciclo obrigatoriamente em dois ou mais hospedeiros.

(  ) Aquele que se fixa externamente ao corpo do hospedeiro.

A sequência correta, de cima para baixo, é:

a) 3, 1, 2 e 4.

b) 1, 2, 4 e 3.

c) 4, 1, 3 e 2.

d) 3, 2, 1 e 4.

e) 1, 4, 3 e 2.

05. (UEM) As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) englobam diferentes patologias e, até 1983, eram denominadas de doenças venéreas. Assinale o que for correto sobre essas doenças e seus agentes.

01. Algumas DSTs, como herpes genital e sífilis, podem afetar, além da área genital, o sistema nervoso central.

02. O HIV (vírus da imunodeficiência humana), o causador da AIDS (síndrome da imunodeficiência adquirida), é composto de RNA e ataca os linfócitos T.

04. Vacinas e uso de preservativos (camisinhas) são métodos de prevenção para não contrair tanto o HIV quanto os vírus da hepatite C.

08. DSTs, como a AIDS e o herpes genital, somente podem ser transmitidas de um indivíduo para outro mediante o ato sexual.

16. Vírus, bactérias, fungos e protozoários são agentes causadores de DSTs.

Soma das alternativas corretas:

06. (PUC-RS) Para responder esta questão, leia as informações e complete os parênteses com V (verdadeiro) ou F (falso).

A taxa de morte precoce causada por doenças contagiosas diminui nas populações humanas que contam com sa­neamento básico. Populações pobres, porém, ainda sofrem com endemias contagiosas. Conhecidas como doenças negligenciadas, elas podem ser tratadas, mas o tratamento não está disponível nas áreas mais pobres do mundo. Sobre algumas dessas doenças, apresentam-se as informações a seguir.

( ) A esquistosomose, causada por parasitos platelmintos, pode ser diagnosticada no exame de fezes.

( ) A erradicação de caramujos, hospedeiros intermediários, reduziria as taxas de esquistossomose.

( ) Tanto o mal de Chagas como a malária poderiam ser controlados com inseticidas tóxicos ao barbeiro.

( ) O uso de fármacos pode melhorar problemas crônicos do coração causados pelo mal de Chagas.

O preenchimento correto dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) V – V – V – F.

b) V – F – F – F.

c) V – V – F – V.

d) F – F – V – V.

e) F – F – F – V.

07. (UECE) Para prevenir ou evitar doenças que possam ser contraídas ao se ingressar em diferentes países e estados brasileiros, o Ministério da Saúde e órgãos internacionais recomendam a vacinação de viajantes. Essa recomendação se baseia no princípio de que as vacinas imunizam:

a) Ativamente através da introdução de anticorpos.

b) Passivamente através da introdução de anticorpos.

c) Ativamente através da introdução de antígenos.

d) Efetivamente através da introdução de antibióticos.

08. (CEDERJ) Com tecnologia pioneira na produção de vacinas, o Brasil é destaque mundial na fabricação de substâncias imunológicas, que abastecem o sistema público de saúde e são exportadas para mais de 70 países. As vacinas tetravalentes (coqueluche, difteria, tétano e homófilo-b) e pentavalentes (que inclui as anteriores e mais a hepatite B) são produzidas em parceria entre a Fiocruz e o Instituto Butantã. A vacina pentavalente imuniza os indivíduos de doenças causadas por:

a) Fungos e vírus.

b) Bactérias e vírus.

c) Fungos e protozoários.

d) Bactérias e protozoários.

09. (PUC-MG) A leptospirose é normalmente transmitida por alimentos e/ou água contaminados pela bactéria, ou através do contato com solo molhado, ou água contendo urina de animais com leptospirose. A figura representa a forma mais comum de transmissão da leptospirose para humanos.

09

São medidas profiláticas que podem ser eficazes contra a leptospirose humana, exceto:

a) Adotar atitudes ou providências que evitem o entupimento de bueiros urbanos.

b) Evitar o acúmulo de lixo que favoreça a proliferação dos roedores.

c) Utilizar antibióticos e vacinas para o tratamento da doença em humanos.

d) Tratar a água a ser utilizada para o consumo humano.

10. (FPS) Considerando o número de notificações de casos da dengue no Estado de Pernambuco, que aumentou em relação aos demais estados brasileiros nos quatro primeiros meses do ano de 2012, leia o trecho extraído da obra de Mário de Andrade, Macunaíma (1928):

“Inda tanto nos sobra, por este grandioso país, de doenças e insectos por cuidar!… ”

Acerca da dengue, é correto afirmar que:

a) A ingestão e o uso indiscriminado de águas contaminadas pela população pernambucana aumenta o número de casos da doença.

b) A dengue é causada por um protozoário parasita unicelular, cujos sintomas incluem febre, dores musculares e diarreia.

c) O armazenamento de água limpa em recipientes inapropriados favorece a rápida proliferação do Aedes aegypti.

d) O depósito de resíduos orgânicos de alimentos em lixões a céu aberto aumenta a população do mosquito transmissor.

e) O alto nível de poluição atmosférica e o aquecimento global aceleram o desenvolvimento do mosquito nos países não tropicais.

11. VÍRUS MUTANTE VEIO DO PORCO

O vírus teria surgido da fusão total do vírus da gripe do porco com o vírus da gripe humana. Neste tipo de combinação, os genomas se quebram e formam-se um novo vírus, sem pedaços identificáveis de nenhum vírus que lhe deram origem. A fusão total é muito mais preocupante porque dá origem a um organismo contra o qual as pessoas não têm defesa. O resultado foi a disseminação da doença entre os soldados da Primeira Guerra Mundial. Daí para a população civil foi um pulo, em menos de um ano a Gripe havia se alastrado pelos cinco continentes. A epidemia acabou do mesmo modo súbito que começou. Deixou de saldo um crescente interesse médico pela epidemiologia e pelas pesquisas de vacinas. Mas, só em 1933, britânicos identificaram o vírus que acometera 50% de população mundial.

Fonte: Jornal Extra – 13/04/2003

A vacina é considerda:

a) Imunidade passiva artificial.

b) Imunidade passiva natural.

c) Imunidade ativa artificial.

d) Imunidade ativa natural.

e) Soro terapêutico ativo artificial.

12. (UPE) Esta questão refere-se a doenças, citadas na letra da música do grupo Titãs, que assolam a humanidade.

(…)

O pulso ainda pulsa

Peste bubônica, câncer, pneumonia,

Raiva, rubéola, tuberculose, anemia

Rancor, cisticercose, caxumba, difteria,

Encefalite, faringite, gripe, leucemia

(…)

Hepatite, escarlatina, estupidez, paralisia

Toxoplasmose, sarampo, esquizofrenia

Úlcera, trombose, coqueluche, hipocondria

Sífilis, ciúmes, asma, cleptomania

O corpo ainda é pouco

(…)

Reumatismo, Raquitismo, cistite, disritmia

Hérnia, pediculose, tétano, hipocrisia

Brucelose, febre tifoide, arteriosclerose, miopia

Catapora, culpa, cárie, cãibra, lepra, afasia

(…) 

Titãs, 1989.

Analise as afirmativas que melhor descrevem as doenças em destaque na música.

 

I. A tuberculose, o tétano e a difteria são doenças causadas pelas bactérias Mycobacterium tuberculosis, Clostridium tetani e Corynebacterium diphtheriae, respectivamente.

II. A febre tifoide tem como agente etiológico a bactéria Salmonella typhi, que é transmitida pela ingestão de água e alimentos contaminados. Os sintomas mais comuns são: febre alta, dor de cabeça, redução dos batimentos cardíacos, aumento do baço e manchas vermelhas no corpo.

III. A sífilis é causada pela bactéria denominada Treponema pallidum, sendo transmitida geralmente por contato sexual; um sinal característico dessa doença são verrugas nas regiões genital e anal, podendo levar, nas mulheres, ao câncer de colo uterino.

IV. A toxoplasmose é uma grave doença provocada pela bactéria Toxoplasma gondii, que pode afetar o sistema nervoso, levando a pessoa à cegueira. É transmitida ao homem pelo contato com as fezes e a urina de gatos contaminados.

V. A escarlatina é provocada pela bactéria Streptococcus pyogenes. É uma doença típica da infância, apresentando como sintomas uma tosse persistente e seca, acompanhada de febre e dificuldade para falar e engolir. A medida profilática mais importante é aplicação, nas crianças, da vacina tríplice.

Assinale a alternativa que contempla as afirmativas corretas.

a) II, III e V.

b) I, III e V.

c) I e II.

d) III e IV.

e) II e IV.

13. (COVEST) Com relação às doenças causadas no homem por protozoários, é verdadeiro afirmar que.

I  II

0  0 – A tricomoníase é causada por um protozoário flagelado que pode ser transmitido através do contato sexual com portadores desse flagelado.

1  1 – A leishmaniose cutânea ou úlcera de Bauru é causada por um protozoário esporozoário e é transmitida através da picada do mosquito-prego do gênero Anopheles.

2  2 – A giardíase é causada por um protozoário flagelado e é transmitida através da ingestão de alimentos ou de água contaminados com cistos do protozoário.

3  3 – A malária é causada por um protozoário flagelado e é transmitida através da picada do mosquito-palha ou birigui (flebótomo).

4  4 – A toxoplasmose é causada por um protozoário esporozoário e pode ser transmitida através da ingestão de cistos do parasita, eliminados com as fezes do gato.

14. (UNISINOS) De acordo com a Secretaria Estadual da Saúdo do Rio Grande do Sul, foram confirmados sete casos importados de febre Chikungunya no estado. A febre Chikungunya (CHIKV) é causada por um vírus do gênero Alphavirus, transmitida por mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. A transmissão se dá por meio da picada das fêmeas dos mosquitos infectadas pelo CHIKV em seres humanos. Os sintomas são semelhantes aos da dengue: febre alta, dor muscular e nas articulações, cefaleia e exantema. O tratamento é realizado para combater os sintomas, pois ainda não há vacina para a doença.

14

Mosquito Aedes aegypti.

(Disponível em http://www.minhavida.com.br/saude/temas/febre-chikungunya.

Acesso em 30 abr. 2015.)

Com base nessas informações, pode-se afirmar que o mosquito, o vírus e os seres humanos são, respectivamente:

a) Agente etiológico – vetor – hospedeiro.

b) Agente etiológico – hospedeiro – vetor.

c) Vetor – agente etiológico – hospedeiro.

d) Vetor – hospedeiro – agente etiológico.

e) Hospedeiro – vetor – agente etiológico.

15. (PUC-SP) A terrível mosca do sono referida na tira abaixo é agente transmissor de um protozoário do gênero Trypanosoma.

15

Essa mosca tem papel análogo:

a) Ao do barbeiro, transmissor de um protozoário pertencente ao mesmo gênero acima citado, que é o agente etiológico da doença de Chagas.

b) Ao do barbeiro, transmissor de um protozoário pertencente a um gênero diferente do acima citado, que é o agente etiológico da malária.

c) Ao do mosquito-prego, transmissor de um protozoário pertencente ao mesmo gênero acima citado, que é o agente etiológico da malária.

d) Ao do mosquito-prego, transmissor de um protozoário pertencente a um gênero diferente do acima citado, que é o agente etiológico da doença de Chagas.

e) Ao do mosquito-palha, transmissor de um protozoário pertencente ao mesmo gênero acima citado, que é o agente etiológico da leishmaniose visceral.

16. (IFSC) Em relação à meningite e ao sistema nervoso, assinale no cartão-resposta a soma da(s) proposição(ões) correta(s).

01. A transmissão da meningite se dá pelo contato sexual pessoa a pessoa, levando a bactéria a se instalar no sistema circulatório, aproximadamente cinco dias após o contágio.

02. A meningite é uma doença que consiste na inflamação das meninges – membranas que envolvem o encéfalo e a medula espinhal. Ela pode ser causada, principalmente, por vírus ou bactérias.

04. As meninges são três membranas concêntricas sobrepostas que revestem o encéfalo e a medula espinhal com o intuito de os protegerem. As três membranas, cada uma de diferente consistência, denominam-se dura-máter, aracnoide e pia-máter.

08. Os principais sinais e sintomas da meningite são: febre alta que começa abruptamente, dor de cabeça intensa e contínua, vômito, náuseas, rigidez na nuca e manchas vermelhas na pele.

16. Como ainda não existe vacina para combater nenhum tipo de microrganismo da meningite, em caso de suspeita desta doença, é fundamental introduzir os medicamentos adequados.

Soma das proposições corretas:

17. (PUC-SP) No início do século 20, o brasileiro Carlos Chagas iniciou um estudo que o levou à descoberta de uma série de características do ciclo do parasita. Daquela época até hoje, houve avanços significativos nas pesquisas que envolvem esse parasita. Com relação à sua estrutura celular e ao seu modo de transmissão, podemos afirmar que ele é um:

a) Procarionte, transmitido por um inseto hematófago.

b) Procarionte, transmitido por água contaminada.

c) Procarionte, transmitido por contato com secreções do trato respiratório.

d) Eucarionte, transmitido por um inseto hematófago.

e) Eucarionte, transmitido por água contaminada.

18. (ACEFE) Avanço no combate a doença de Chagas.

Uma vacina capaz de impedir o avanço da doença de Chagas e atenuar danos causados por essa enfermidade acaba de ser testada com sucesso em camundongos no Instituto Oswaldo Cruz, da Fundação Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). Os animais apresentaram melhora significativa na sua função cardíaca. Batizada de rAdVax, a vacina usa um adenovírus (virus muito comum na população) modificado para transportar pequenas sequencias genéticas de duas diferentes fases da vida do agente etiológico. Esses elementos são capazes de estimular a resposta imunológica do organismo nas duas fases da doença.

Fonte: Ciência Hoje, 11/05/2015.Disponivel em: http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/2015

Sobre o tema, analise as afirmações a seguir.

I. A doença de Chagas é transmitida pelo Trypanosoma cruzi, um parasita da mesma família do tripanosoma africano, responsável pela doença do sono.

II. Entre os principais fatores de risco para a doença de Chagas pode-se citar: habitar casas onde os insetos transmissores vivam e receber transfusão de sangue ou um transplante de órgão de uma pessoa portadora do parasita.

lll. A vacina contém antígeno que, ao ser introduzido no hospedeiro, é capaz de desencadear a resposta imune. Com o reconhecimento e produção de anticorpos e a ativação de células do sistema imune, caracteriza-se uma imunização ativa. Enquanto os soros já contêm anticorpos prontos, o que leva a uma imunização passiva e por isso temporária.

lV. Assim como a doença de chagas, a malária é causada por um protozoário pertencente ao Reino Protista. A transmissão da malária ocorre após picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada por protozoários do gênero Plasmodium. No Brasil, três espécies estão associadas à malária em seres humanos: Plasmodium vivax, Plasmodium falciparum e Plasmodium malariae.

V. Os vetores da doença de Chagas são os triatomíneos (família Reduviidae), insetos hematófagos popularmente conhecidos como barbeiros ou bicudos. A principal forma de transmissão acontece pela picada do “barbeiro”, enquanto o inseto suga o sangue, visto que o agente etiológico se encontra na saliva desse inseto.

Todas as afirmações corretas estão em:

a) Apenas II, III e IV estão corretas.

b) Apenas a afirmação II está correta.

c) Apenas IV e V estão corretas.

d) Todas as afirmações estão corretas.

19. (MACK) Levantamento do Ministério da Saúde divulgou em 12/3/15 que 340 municípios brasileiros estão em situação de risco para epidemias de dengue e da febre chikungunya. Ainda, de acordo com os dados, 877 cidades estão em alerta para ambas as doenças. A respeito dessas duas doenças, são feitas as seguintes afirmações:

I. Ambas são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

II. Ambas são causadas por vírus.

III. Não há vacinação para ambas.

IV. Ambas são consideradas endêmicas.

Estão corretas, apenas,

a) I e II.

b) I e III.

c) II e III.

d) I, II e III.

e) I, III e IV.

20. (UNIMONTES) A figura abaixo mostra, de maneira resumida, um achado referente a uma doença. Analise-a e faça uma associação com as características apresentadas.

20

Com base no exposto, e correto afirmar que:

a) Trata-se da doença de Alzheimer, tendo como causa básica o déficit na síntese de noradrenalina.

b) A associação da figura com as características apresentadas leva à doença de Parkinson, sendo causada pela destruição dos nodos de Ranvier e excesso de dopamina.

c) A doença em questão é a esclerose múltipla, provoca dificuldades sensitivas e motoras em função da desmielinizacao axônica.

d) A doença em questão é a nefropatia diabética, que tem como elemento desencadeante o excesso de glicose e adrenalina.

gab

 

Publicado por: Djalma Santos | 2 de janeiro de 2016

Os números de 2015

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2015 deste blog.

Aqui está um resumo:

Cerca de 1.000.000 pessoas visitam o Seattle Space Needle todos os anos. Este blog foi visitado cerca de 3.900.000 vezes em 2015. So fosse o Space Needle, eram precisos 4 anos para que todos o visitassem.

Clique aqui para ver o relatório completo

Publicado por: Djalma Santos | 31 de dezembro de 2015

TESTES SOBRE EVOLUÇÃO (3)

01. (UEL) Leia a tirinha e o texto a seguir.

01

Antes do século XVIII, as especulações sobre a origem das espécies baseavam-se em mitologia e superstições e não em algo semelhante a uma teoria científica testável. Os mitos de criação postulavam que o mundo permanecera constante após sua criação. No entanto, algumas pessoas propuseram a ideia de que a natureza tinha uma longa história de mudanças constantes e irreversíveis.

(Adaptado de: HICKMAN, C. P.; ROBERTS, L.; LARSON, A. Princípios Integrados de Zoologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001. p.99.)

De acordo com a ilustração, o texto e os conhecimentos sobre as teorias de fatores evolutivos, assinale a alternativa correta.

a) A variabilidade genética que surge em cada geração sofre a seleção natural, conferindo maior adaptação à espécie.

b) A variabilidade genética é decorrente das mutações cromossômicas e independe das recombinações cromossômicas.

c) A adaptação altera a frequência alélica da mutação, resultando na seleção natural em uma população.

d) A adaptação é decorrente de um processo de flutuação na frequência alélica ao acaso de uma geração para as seguintes.

e) A adaptação é o resultado da capacidade de os indivíduos de uma mesma população possuírem as mesmas características para deixar descendentes.

02. (UEM) Sobre o processo de especiação é correto afirmar que:

01. Espécies simpátricas são aquelas que ocupam a mesma região, enquanto as espécies alopátricas vivem em diferentes regiões, apresentando isolamento geográfico.

02. As mutações que ocorrem nas células somáticas são transmitidas às gerações seguintes, nas quais surgem novas características.

04. Em uma população de insetos, a alta taxa de reprodução por via sexuada fornece populações variadas, cuja quantidade de genes mutantes diferentes é alta.

08. Após um longo período de isolamento geográfico, as diferenças genéticas podem impedir o acasalamento entre os indivíduos de duas populações.

16. A reprodução sexuada não cria novos genes, mas os reúne em novas combinações, o que aumenta a variabilidade genética.

Soma das alternativas corretas:

03. (FUVEST) Certa planta apresenta variabilidade no formato e na espessura das folhas: há indivíduos que possuem folhas largas e carnosas, e outros, folhas largas e finas; existem também indivíduos que têm folhas estreitas e carnosas, e outros com folhas estreitas e finas. Essas características são determinadas geneticamente. As variantes dos genes responsáveis pela variabilidade dessas características da folha originaram-se por:

a) Seleção natural.

b) Mutação.

c) Recombinação genética.

d) Adaptação.

e) Isolamento geográfico.

04. (UPE) Observe as imagens a seguir:

04

                   (Disponível em: http://www.ib.usp.br/evosite/lines/IIhomologies.shtml)

Elas correspondem a fotos de plantas nas quais as folhas são bem diferentes das que conhecemos. Observe que, nas imagens, as folhas não desempenham a mesma função, embora possuam a mesma origem embrionária, o desenvolvimento estrutural semelhante e apresentem características similares por causa do parentesco. Considerando-se o processo evolutivo em questão, relacionado nas respectivas imagens, podemos classificá-lo como exemplo de:

a) Homoplasia.

b) Analogia.

c) Órgãos vestigiais.

d) Convergência evolutiva.

e) Homologia.

05. (UCS) Nos animais, as estruturas corporais que se desenvolvem de forma semelhante durante a vida embrionária, mas que na vida adulta podem desempenhar funções diferentes, são chamadas de órgãos ____________, como é o caso da asa de uma ave e a nadadeira de um golfinho. Já órgãos que desempenham funções semelhantes, mas que possuem origem embrionária diferentes são chamados de _____________, como é o caso das asas das aves e dos insetos: ambos estão adaptados à função de voar. Esse processo evolutivo que leva duas espécies, um tanto diferentes, como é o caso das aves e dos insetos, a apresentarem uma estrutura semelhante com a mesma função, é chamado de ___________ evolutiva.

Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas acima.

a) homólogos; análogos; convergência

b) divergentes; convergentes; deriva

c) homólogos; divergentes; divergência

d) análogos; convergentes; divergência

e) análogos; homólogos; convergência

06. (IFSC) O preá mais raro do mundo vive na Grande Florianópolis, em Santa Catarina. Ele é simpático e sociável. Vive isolado em uma pequena ilha do litoral catarinense há 8 mil anos. Da mesma família de outro preá que vive no continente (Cavia magna), o preá do arquipélago de Moleques do Sul, em Palhoça, foi descrito como uma nova espécie (Cavia intermedia) por apresentar diferenças em relação ao seu parente continental e é considerado o mamífero mais raro do planeta. Primeiro, porque o único lugar de que se tem notícia que ele habite é a ilha de 9,86 hectares. Segundo, porque o total de indivíduos da espécie não passa de 100. Mas, afinal, como foi parar lá? A hipótese mais provável é de que, oito mil anos atrás, com o fim da era do gelo, o nível do oceano subiu muito e o arquipélago, que era o topo de uma montanha ligada ao continente, acabou cercado por água e virou uma ilha. Alguns preás que estavam no local ficaram isolados.

Adaptado de: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2010/06/prea-mais-raro-do-mundo-vive-em-santa-catarina-2935554.html Acesso: 9 mar. 2014.

Assinale a soma da(s) proposição (ões) correta(s).

01. O processo de cladogênese que separou o arquipélago do continente e com isso isolou uma população de preás na ilha, foi determinante para que, junto ao processo de anagênese, a nova espécie surgisse.

02. Certamente a diferença que existe entre os preás do continente e aqueles da ilha é resultado da lei dos caracteres adquiridos que permite que as características dos indivíduos sejam transmitidas para seus descendentes através das gerações.

04. O caso descrito no texto é um caso extremo de deriva genética, chamado de princípio do fundador. Nesse caso, uma “nova” população é fundada por uns poucos indivíduos; os indivíduos que iniciam a nova população não constituem uma amostra representativa dos alelos presentes na população original.

08. Quando o texto diz que o preá Cavia intermedia é da mesma família do preá Cavia magna, ele poderia também afirmar que os dois preás são da mesma classe, da mesma ordem ou do mesmo gênero.

16. Ao se referir aos dois preás pelo nome científico, bastaria dizer intermedia e magna. Colocar o Cavia na frente dos dois nomes é somente um formalismo desnecessário.

32. Por ser uma população pequena, é muito difícil que entre os indivíduos da espécie Cavia intermedia na ilha, os cruzamentos não sejam em sua maioria endogâmicos, ocasionando uma alta taxa de homozigose.

Soma das alternativas corretas:

07. (CEFET-MG) O comércio de remédios falsos contra a malária difundiu-se de forma significativa em países onde essa doença é comum e frequente. Apesar de não serem eficazes contra o parasita, são mais baratos e, dessa forma, mais acessíveis às pessoas com renda muito limitada. Mesmo sendo baseados em artemisinina, ingrediente mais recente e poderoso no tratamento contra essa doença, o grande problema é que podem conter quantidade muito inferior dessa substância do que o indicado.

Disponível em: <http://www.planetseed.com/pt-br/relatedarticle/medicamentos-contra-malaria&gt;. Acesso em 06 jan 2014. (Adaptado)

O problema causado pela utilização desses medicamentos falsificados é que eles:

a) Favorecem a disseminação dessa doença pelo mundo.

b) Resultam na morte de pacientes mais sensíveis ao tratamento.

c) Provocam o desenvolvimento de novas variedades de parasitas.

d) Estimulam a proliferação dos protozoários no sangue dos pacientes.

e) Ocasionam a seleção de variedades resistentes desses agentes etiológicos.

08. (MACK) Considere as afirmações abaixo:

I. Órgãos análogos são aqueles que desempenham a mesma função, mas têm origem embrionária e estruturas anatômicas diferentes.

II. A presença de órgãos homólogos é evidência a favor do parentesco evolutivo entre duas espécies.

III. As asas dos insetos e das aves são consideradas órgãos homólogos.

Assinale:

a) Se apenas I for verdadeira.

b) Se apenas II for verdadeira.

c) Se apenas III for verdadeira.

d) Se apenas I e II forem verdadeiras.

e) Se apenas I e III forem verdadeiras.

09. (IFMG)  OMS alerta: a era pós-antibiótico está próxima

Um relatório divulgado nesta quarta-feira, 30, pela Organização Mundial de Saúde alerta: estamos nos aproximando de uma era perigosa para a humanidade, em que doenças e infecções que sempre foram tratadas de maneira eficiente com antibióticos voltarão a ser letais.

O motivo: as bactérias estão cada vez mais resistentes a agentes antibióticos.

Disponível em: http://www.revistagalileu.globo.com/Revista/abril-2014. Acesso em: 13 de junho 2014 (adaptado).

Sobre a resistência bacteriana a antibióticos, pode-se afirmar que, exceto:

a) O uso de determinados antibióticos transforma bactérias sensíveis em resistentes.

b) Determinados antibióticos atuam favorecendo a seleção natural, eliminando bactérias sensíveis e permitindo a sobrevivência de bactérias resistentes.

c) Nas bactérias, os genes que conferem resistência aos antibióticos encontram-se nos plasmídeos, transferidos de um organismo ao outro durante a conjugação.

d) Recombinação gênica e mutação podem explicar a existência de variabilidade entre bactérias

10. (UFSJ) A figura a seguir destaca (conforme a seta) uma estrutura sensorial, o olho, presente em duas linhagens distintas de animais: nos protostômios e nos deuterostômios.

10

Sobre a estrutura sensorial destacada, é correto afirmar que:

a) Trata-se de uma convergência, pois os olhos da lula e os dos peixes não apresentam a mesma origem.

b) Os olhos dos peixes derivaram dos olhos da lula, que são moluscos, animais mais primitivos.

c) Os olhos da lula e os dos peixes são homólogos, pois derivaram de um mesmo ancestral.

d) Os olhos da lula derivaram dos olhos dos peixes cartilaginosos.

11. Competindo com as tartarugas gigantes pela posição de espécie mais famosa das ilhas de Galápagos, estão 13 espécies de tentilhões. Elas são conhecidas como tentilhões de Darwin porque serviram como prova para a sua teoria da evolução e seleção natural. Esses tentilhões são um exemplo de:

a) Isolamento geográfico.

b) Mimetismo.

c) Irradiação adaptativa.

d) Espécie alopátrica.

e) Camuflagem.

12. (UEPG) Darwin propôs a teoria da seleção natural. Essa teoria expõe a reprodução diferencial dos indivíduos de uma população, em que os mais bem adaptados têm maior chance de deixar descendentes. Com relação à seleção natural, assinale o que for correto.

01. O uso errôneo de um antibiótico pode acarretar na seleção de bactérias resistentes. Esse é um exemplo de seleção estabilizadora.

02. A seleção pode ser classificada por tipos, na seleção estabilizadora os fenótipos intermediários apresentam maior chance de sobrevivência e reprodução.

04. A seleção disruptiva ou diversificadora pode levar a diversificação de uma população, favorecendo os extremos e eliminando a média.

08. A seleção natural decorre das restrições que o meio impõe à sobrevivência dos organismos, tais como disponibilidade de alimento, disputa de recursos com outros seres, ação de predadores e parasitas, doenças, sucesso reprodutivo, entre outros.

16. A seleção direcional sempre favorece os indivíduos de fenótipo intermediário em uma população, os quais, por cruzamento, voltam a regenerar os extremos.

Soma das alternativas corretas:

13. (UniEvangélica) Observe a figura e leia o texto a seguir:

13

Quando Charles Darwin visitou as Ilhas Galápagos, registrou a presença de várias espécies de tentilhão que tinham aparência muito similar, exceto por seus bicos. Tentilhões do solo têm bicos profundos e largos; tentilhões do cacto têm bicos longos e pontudos; tentilhões-rouxinóis têm bicos afilados e pontudos; refletindo diferenças em suas respectivas dietas. Darwin especulou que todos os tentilhões tinham um ancestral comum que tinha migrado para as ilhas. Parentes próximos dos tentilhões das Galápagos são conhecidos no continente da América do Sul, e o caso dos tentilhões de Darwin se tornou desde então o exemplo clássico de como a seleção natural levou à evolução de uma variedade de formas adaptadas a nichos ecológicos diferentes a partir de uma espécie ancestral.

SILVA JÚNIOR, César da; SASSON, Sezar; CALDINI JÚNIOR, Nelson. Biologia. Vol. único. São Paulo: Saraiva, 2011. p. 256.

Os tentilhões de Darwin exemplificam um caso de:

a) Irradiação adaptativa.

b) Convergência evolutiva.

c) Equilíbrio de Hardy-Weinberg.

d) Deriva genética.

14. Três espécies diploides diferentes de plantas da família do girassol, convivendo em uma mesma área geográfica, geraram híbridos férteis incapazes de cruzar com as espécies ancestrais. Essas espécies novas se espalharam por uma área geográfica maior que a ocupada pelas espécies parentais. Nesse caso, o processo e o mecanismo de especiação que melhor se adaptam à situação descrita são, respectivamente:

a) A alopatria e o efeito do fundador.

b) A simpatria e a poliploidia..

c) A parapatria e o fluxo gênico.

d) A alopatria e a seleção sexual.

e) A simpatria e o efeito do fundador.

15. (PUC-MG) A análise morfofuncional das semelhanças e diferenças nas estruturas corporais de diferentes animais fornece subsídios para a classificação filogenética sendo evidências da evolução biológica. A figura abaixo representa a estrutura interna e externa dos membros anteriores de três animais.

15

Analisando-se esses apêndices articulados, é correto afirmar:

a) I, II e III surgiram em um processo de divergência adaptativa.

b) I, II e III são órgãos homólogos originados por irradiação adaptativa.

c) II e III são órgãos análogos que indicam ancestralidade comum e função homóloga.

d) I e II são órgãos análogos que foram selecionados por convergência adaptativa.

16. (UFPR) A Seleção Natural é um dos principais fatores responsáveis pela evolução, juntamente com a mutação, a deriva genética e a migração genética. Para que a Seleção Natural ocorra em uma população, é imprescindível que haja:

a) Alteração do meio ambiente, propiciando o favorecimento de alguns indivíduos da população.

b) Diversidade da composição genética dos indivíduos da população.

c) Informações genéticas anômalas que produzam doenças quando em homozigose.

d) Disputa entre os indivíduos, com a morte dos menos aptos.

e) Mutação em taxa compatível com as exigências ambientais.

17. Assinale com V (verdadeiro) ou com F (falso) o as afirmações que seguem, relativas à especiação.

( ) As espécies de tentilhão observadas por Darwin nas ilhas Galápagos se diversificaram por cladogênese.

( ) Duas espécies estabelecidas em razão de isolamento geográfico prolongado apresentam especiação alopátrica.

( ) Novas espécies são atualmente descritas segundo o conceito tipológico no qual um indivíduo é tido como padrão.

( ) As espécies atuais, por estarem em seu pico adaptativo, não estão sujeitas às forças evolutivas.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) V – F – V – F.

b) F – V – F – V.

c) V – F – F – F.

d) F – V – V – V.

e) V – V – F – F.

18. (UFTM) O texto ilustra um trecho de uma importante descoberta para a Biologia.

(…) Em alguns casos, essas variações – um rabo de macaco mais forte para se pendurar num galho, uma língua de sapo mais longa para capturar uma mosca, uma flor mais colorida para atrair a atenção de um polinizador – são benéficas. Consequentemente, os indivíduos portadores dessas variações sobrevivem por mais tempo e se reproduzem com mais frequência e transmitem essas características aos descendentes, enquanto variações prejudiciais ou menos eficientes são gradativamente exterminadas. ‘É uma luta pela sobrevivência, na qual os mais fracos e menos perfeitamente organizados devem sempre sucumbir’, escreveu Wallace. (…)

(O Estado de S.Paulo, 29.06.2008. Adaptado.)

Pode-se afirmar que Alfred Russel Wallace, assim como:

a) Gregor Mendel, são os elaboradores das leis de transmissão genética aos descendentes.

b) Jean Baptiste Lamarck, são os idealizadores da lei da transmissão dos caracteres adquiridos.

c) Watson e Crick, são os descobridores do modelo de dupla hélice do DNA.

d) Charles Darwin, são os elaboradores da teoria da seleção natural.

e) Thomas Morgan, são os descobridores da presença de genes ligados nos cromossomos.

19. (UFU) O princípio do equilíbrio gênico prediz que, se não existirem fatores evolutivos atuando sobre uma população, as frequências de seus genes alelos permanecerão inalteradas ao longo das gerações. Em relação às condições e aos fatores que podem atuar nessa população, marque a alternativa correta.

a) A seleção natural é um fator que altera o equilíbrio gênico de maneira aleatória e drástica.

b) Os fatores evolutivos mutação e migração alteram o equilíbrio gênico por meio da seleção sexual.

c) Para que ocorra equilíbrio gênico essa população deve ser muito grande e panmítica.

d) A deriva genética e o efeito fundador são fatores que alteram o equilíbrio gênico de maneira direcional e gradual.

20. (UNIFOR) A variedade de seres vivos em nosso planeta, isto é, a biodiversidade, tem fascinado a humanidade ao longo de sua história. De acordo com as explicações científicas, a enorme variedade de espécies viventes é resultado do processo de transformação e adaptação inerentes à própria vida, que constituem a evolução biológica. As ideias mais consistentes sobre a evolução foram propostas originalmente pelos naturalistas ingleses Charles Darwin (1809-1882) e Alfred Russel Wallace (1823-1913). Essas ideias ficaram conhecidas como Darwinismo. Com o desenvolvimento da Genética, a partir do século XX, novos dados foram incorporados às ideias darwinianas, surgindo a Teoria Moderna da Evolução. Essa teoria considera a mutação gênica, a recombinação gênica e a seleção natural como os três principais fatores evolutivos. Neste contexto, a alternativa que indica qual (is) deles é (são) responsável (eis) pela origem das variações hereditárias é:

a) Recombinação gênica e seleção natural.

b) Seleção natural e mutação gênica.

c) Mutação gênica e recombinação gênica.

d) Mutação gênica, somente.

e) Recombinação gênica, somente.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 31 de dezembro de 2015

TESTES DE REPRODUÇÃO (1)

01. (UPE) O processo de gametogênese compreende quatro fases bem distintas nos organismos de reprodução sexuada. Dentre essas fases, uma se configura como fundamental para a manutenção do número de cromossomos das espécies, pois o gameta, antes com dois conjuntos completos de cromossomos, passa a ter apenas um. Observe a figura a seguir:

01

Adaptado de Biologia – César e Sézar Ed. Saraiva

Assinale o período em que ocorre essa redução de cromossomos e o respectivo processo.

a) Período de multiplicação – Mitoses.

b) Período de crescimento – Meiose I.

c) Período de maturação – Meiose I.

d) Espermiogênese – Meiose II.

e) Período de crescimento – Meiose II.

02. (UEPG) Após a fecundação, ou seja, a fusão entre os gametas masculino e feminino, ocorre o início de uma nova vida. Esse novo ser vivo passará por uma série de etapas até que possa ser considerado um feto. Essas etapas são conhecidas como etapas embrionárias. Sobre elas, assinale o que for correto.

01. Em geral, um único espermatozoide penetra no óvulo, ficando fora o flagelo. Logo após sua entrada, a membrana do óvulo sofre uma grande modificação físico-química tornando-se espessa e impedindo a penetração de outros espermatozoides. Essa condição é conhecida como monospermia.

02. A segmentação é uma série de divisões meióticas do zigoto, que leva à formação de um grupo maciço de células, a mórula. A mórula cresce bastante, originando a blástula, com uma cavidade interna, o blastômero. É a partir da blástula que se diferenciam os folhetos embrionários que se diferenciarão nos tecidos e órgãos do novo ser.

04. A cabeça do espermatozoide, que contém o núcleo, é arrastada pelo citoplasma em direção ao núcleo do óvulo, com o qual se une, constituindo então o núcleo haploide do zigoto.

08. Na primeira divisão mitótica resultarão as duas primeiras células, os blastômeros, marcando a segmentação, que é o começo do desenvolvimento embrionário.

Soma das alternativas corretas:

03. (PUCCAMP) As figuras a seguir representam os processos de gametogênese em animais. Supondo que se trate da gametogênese humana, é correto concluir que:

03

a) Células com 46 cromossomos existem somente no período 1.

b) As divisões meióticas ocorrem nos períodos 2 e 3.

c) A partir de uma espermatogônia, formam-se dois espermatócitos primários.

d) Cada ovócito primário dá origem a um ovócito secundário.

e) A fertilização ocorre durante o período 4.

04. (MACK) A restrição excessiva de ingestão de colesterol pode levar a uma redução da quantidade de testosterona no sangue de um homem. Isso se deve ao fato de que o colesterol:

a) É fonte de energia para as células que sintetizam esse hormônio.

b) É um lipídio necessário para a maturação dos espermatozoides, células produtoras desse hormônio.

c) É um esteroide e é a partir dele que a testosterona é sintetizada.

d) É responsável pelo transporte da testosterona até o sangue.

e) É necessário para a absorção das moléculas que compõem a testosterona.

05. (UEPB) No ciclo de vida dos esporozoários o indivíduo formador de gametas é denominado:

a) Merozoíto.

b) Gametócito.

c) Esporozoíto.

d) Trofozoíto.

e) Esporogônio.

06. (UCS) Todos os mamíferos têm fecundação interna, mas o tipo de desenvolvimento embrionário varia entre os diversos grupos. Relacione as subclasses de mamíferos apresentadas na COLUNA A às características embrionárias que as identificam, listadas na COLUNA B.

COLUNA A

I. Methatheria

II. Prototheria

III. Eutheria

COLUNA B

(    ) Placentários

(    ) Ovo megalécito

(    ) Possuem marsúpio

(    ) Placenta residual ou inexistente

Assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente os parênteses, de cima para baixo.

a) II, I, III, I.

b) III, I, II, II.

c) III, II, I, I.

d) II, I, III, III.

e) I, I, II, II.

07. (UNICID) Analise as imagens.

07

De acordo com as imagens, é correto afirmar que:

a) As duas reproduções são mais frequentemente sexuadas: um organismo produz apenas um tipo de gameta para fecundar o gameta do outro, resultando na formação de um embrião.

b) Tanto minhocas quanto caracóis são animais hermafroditas e, nos dois casos, ocorre a troca de espermatozoides, que fecundarão os óvulos do animal receptor; este posteriormente libera os ovos de onde sairão as formas jovens desses animais.

c) As duas reproduções são sexuadas partenogenéticas: os óvulos fecundados geram fêmeas diploides e os não fecundados geram machos haploides.

d) Tanto minhocas quanto caracóis são animais de sexos separados e, nos dois casos, a fêmea recebe os espermatozoides do macho, liberando posteriormente os ovos de onde sairão as larvas desses animais.

e) Tanto minhocas quanto caracóis são animais monoicos e, nos dois casos, ocorre a troca de óvulos, que serão fecundados pelos espermatozoides do animal receptor; este posteriormente libera os ovos de onde sairão as larvas desses animais.

08. (CEFET-MG) O ovo é um recipiente biológico perfeito que contém material orgânico e inorgânico em sua constituição. Um de seus componentes é a clara ou albúmen, formada predominantemente por água e também por proteínas. Caso a galinha se reproduza antes da liberação do óvulo ocorrerá a formação de um embrião no interior do ovo. Porém, para que este se desenvolva é necessária uma transferência de calor, que ocorre durante o período em que essas aves chocam os ovos.

Disponível em: <http://super.abril.com.br&gt;. Acesso em 21 abr. 2015. (Adaptado).

Caso a galinha saia do ninho temporariamente durante esse período, o desenvolvimento do embrião não cessará em virtude da água no interior do ovo:

a) Diluir substâncias tóxicas.

b) Ser um solvente universal.

c) Possuir um alto calor específico.

d) Participar de reações de hidrólise.

e) Apresentar elevado valor nutricional.

09. (CESPE)

09

O ovo ilustrado na figura acima:

a) É característico de animais que apresentam fecundação externa, pois tem saco vitelino, estrutura que permite a esses animais interagirem com o ambiente externo.

b) É característico da maioria dos invertebrados marinhos.

c) Apresenta estrutura protetora contra possíveis predadores.

d) Permite ao embrião eliminar a excreta nitrogenada, que é toxica, mas, por ser solúvel em água, não afeta o embrião.

10. (UFSCar) Algumas mulheres que não desejam ter uma nova gestação, pois ainda estão em fase de amamentação, utilizam a minipílula anticoncepcional como método contraceptivo. Todas as minipílulas de uma cartela são compostas com a mesma concentração do hormônio progesterona. Os médicos geralmente indicam às mulheres a ingestão de uma pílula por vez, diariamente, e preferencialmente no mesmo horário, cuja finalidade é:

a) Variar a concentração de progesterona, o que inibe a ovulação.

b) Variar a concentração de progesterona, o que promove a ovulação.

c) Manter constante a concentração de progesterona, o que promove o fluxo menstrual.

d) Manter constante a concentração de progesterona, o que inibe a ovulação.

e) Manter constante a concentração de progesterona, o que inibe a lactação.

11. (FAMERP) A figura esquematiza o processo da espermatogênese humana, que ocorre nos testículos (gônadas masculinas).

11

Com relação à espermatogênese humana, é correto afirmar que:

a) Após formados, os espermatozoides se multiplicam pelo processo de mitose.

b) O espermatócito secundário contém em seu núcleo 46 cromossomos duplicados.

c) Os espermatócitos primários e secundários, as espermátides e os espermatozoides são haploides.

d) A espermatogônia é gerada pelo processo reducional da meiose.

e) A meiose se inicia nos espermatócitos primários e é finalizada nas espermátides.

12. (UFMS) Uma alimentação com deficiência de vitaminas ou de minerais pode influenciar todas as etapas do processo reprodutivo. Seguem alguns exemplos que não podem faltar na dieta.

Vitamina A: regula a síntese de PROGESTERONA e, durante a gestação, previne a imunodeficiência da mãe e do bebe.

Vitamina C: é um potente antioxidante que protege OS ÓVULOS E ESPERMATOZOIDES.

Vitamina D: influencia a FORMAÇÃO DO ENDOMÉTRIO.

Considerando os eventos envolvidos na reprodução humana, os segmentos grifados relacionam-se, respectivamente, com o(a):

a) Fecundação − fecundação – ciclo menstrual.

b) Ciclo menstrual − gametogênese – ciclo menstrual.

c) Gametogênese − fecundação − fecundação.

d) Fecundação − gametogênese − fecundação.

e) Ciclo menstrual − gametogêneses − fecundação.

13. (UNESP) Um casal procurou ajuda médica, pois há anos desejava gerar filhos e não obtinha sucesso. Os exames apontaram que a mulher era reprodutivamente normal. Com relação ao homem, o exame revelou que a espermatogênese era comprometida por uma alteração cromossômica, embora seu fenótipo e desempenho sexual fossem normais. Por causa dessa alteração, não ocorria o pareamento dos cromossomos homólogos, a meiose não avançava além do zigóteno e os espermatócitos I degeneravam. Desse modo, é correto afirmar que a análise do esperma desse homem revelará:

a) Secreções da próstata e das glândulas seminais, mas não haverá espermatozoides, em razão de não se completar a prófase I.

b) Sêmen composto por espermátides, mas não por espermatozoides, em razão de não se completar a espermatogênese pela falta de segregação cromossômica.

c) Espermatozoides sem cromossomos, em função da não segregação cromossômica, e sem mobilidade, em razão do sêmen não ter secreções da próstata e das glândulas seminais.

d) Uma secreção mucosa lubrificante, eliminada pelas glândulas bulbouretrais, além de espermatogônias anucleadas, em razão da não formação da telófase I.

e) Secreções das glândulas do sistema genital masculino, assim como espermatozoides com 2n cromossomos, em razão da não segregação das cromátides na anáfase II.

14. (IFNMG) O processo de formação de espermatozoides, conhecido como espermatogênese, ocorre em quatro fases, sendo elas: germinativa, crescimento, maturação e diferenciação. Sabendo-se que o espermatócito I é encontrado na fase de crescimento e a espermátide, na fase final de maturação, pergunta-se: quantos espermatozoides serão produzidos a partir de 30 espermatócitos I e 30 espermátides, respectivamente?

a) 30 e 120.

b) 120 e 120.

c) 120 e 30.

d) 60 e 60.

15. (UEPA.) Leia o texto abaixo para responder esta questão

Atualmente, os casais buscam métodos anticoncepcionais que lhes permitam um planejamento familiar, com um determinado número de filhos. Nos países em desenvolvimento, com altos níveis de pobreza, existem dificuldades no controle da gravidez, pois faltam programas de orientação sexual, educacional e, até de condições de acesso aos métodos contraceptivos. Dentre esses métodos, alguns são combinações de hormônios que impedem a maturação dos folículos e a ovulação; outros são cirúrgicos impedindo a fecundação do ovócito e; ainda, há os que também servem como prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Adaptado de BIOLOGIA: Seres Vivos, volume 2, Cesar e Sezar, 2009.

Os métodos contraceptivos tratados no texto são, respectivamente:

a) Preservativo (camisinha), pílulas anticoncepcionais e dispositivo intrauterino.

b) Preservativo (camisinha), laqueadura e pílulas anticoncepcionais.

c) Tabela, dispositivo intrauterino e laqueadura.

d) Pílulas anticoncepcionais, laqueadura e preservativo (camisinha).

e) Pílulas anticoncepcionais, laqueadura e tabela.

16. (CEFET-MG) Analise a representação da sequência de eventos que ocorrem no aparelho reprodutor feminino humano.

16

Caso não ocorra o fenômeno indicado pela seta, o destino do ovócito II é ser:

a) Degenerado.

b) Eliminado juntamente com a menstruação.

c) Mantido na tuba, aguardando outra ejaculação.

d) Retornado ao ovário para ser eliminado na outra ovulação.

e) Aderido ao endométrio para ser posteriormente fecundado.

17. (UPE) Leia o trecho da música Isso aqui tá bom demais, de Dominguinhos e correlacione-a com a figura ao lado.

17

Sobre isso, é correto afirmar que:

a) Apenas um espermatozoide entra no óvulo, pois, quando dois entram, ocorre uma gestação de gêmeos, podendo acarretar risco de vida para a mãe e a prole.

b) Com a união dos núcleos diploide do óvulo e haploide do espermatozoide, ocorre a formação do zigoto e o início do desenvolvimento embrionário.

c) Os óvulos de mamíferos são células grandes e imóveis, do tipo centrolécito; por sua vez, os espermatozoides são flagelados para permitir o deslocamento e a chance de chegada ao óvulo.

d) Óvulos e espermatozoides são gametas. Ambos são haploides e surgem por meiose, oriundos de células diploides do corpo.

e) Óvulos são “caros”, espermatozoides são “baratos”. Essa frase de senso comum reflete a formação de dois óvulos para cada quatro espermatozoides ao final da meiose.

18. (UEA) A gametogênese humana é responsável pela produção de óvulos (ovulogênese) e espermatozoides (espermatogênese). Existem diferenças e semelhanças entre os dois processos de gametogênese:

a) A ovulogênese se inicia posteriormente ao nascimento, enquanto a espermatogênese se inicia anteriormente ao nascimento; ambas ocorrem nas gônadas.

b) A ovulogênese é um processo de diferenciação celular, enquanto a espermatogênese é um processo de divisão celular; ambas ocorrem a partir da puberdade.

c) A espermatogênese consiste em apenas uma divisão meiótica, enquanto a ovulogênese consiste em duas divisões meióticas seguidas; ambas são divisões reducionais.

d) A espermatogênese dura entre 30 e 70 dias, enquanto a ovulogênese só se finaliza após a fecundação; ambas são divisões meióticas.

e) A espermatogênese ocorre sob uma temperatura em torno de 38ºC, enquanto a ovulogênese ocorre sob uma temperatura corporal em torno de 35ºC; ambas são divisões equacionais.

19. (UEA) A tartaruga-da-amazônia (Podocnemis expansa) e a harpia (Harpia harpyja) são animais típicos da Amazônia.

19

Com relação à reprodução destes animais, é correto afirmar que:

a) Apenas a tartaruga possui ovo amniótico rico em vitelo com casca calcária.

b) Apenas a harpia apresenta ovo telolécito (megalécito) e cuidado parental.

c) Tanto a tartaruga como a harpia, quando embriões, armazenam suas excretas no alantoide.

d) Tanto a tartaruga como a harpia apresentam desenvolvimento indireto, cuja fase larval é dentro do ovo.

e) Nem a tartaruga nem a harpia, quando embriões, realizam trocas gasosas através da casca do ovo.

20. (IFCE) O desenvolvimento de métodos contraceptivos revolucionou a sociedade contemporânea à media que permitiu maior liberdade sexual para as mulheres, além de ser utilizado como método de controle de natalidade. Atualmente, uma alternativa que ganha cada vez mais adeptos no controle de natalidade é a vasectomia. Sobre a vasectomia, assinale o item correto.

a) A vasectomia consiste na remoção cirúrgica dos testículos, a fim de evitar a liberação de espermatozoides durante o coito.

b) A vasectomia é um processo capaz de evitar gravidez indesejada, assim como proteger o indivíduo contra doenças sexualmente transmissíveis.

c) Após a vasectomia, o homem perde a capacidade de liberar espermatozoides junto com o sêmen, predispondo à impotência sexual.

d) A vasectomia promove grandes alterações na produção hormonal masculina, levando à esterilidade do mesmo.

e) A vasectomia é um procedimento cirúrgico que interrompe o transporte para o sêmen dos espermatozoides produzidos nos testículos.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 12 de dezembro de 2015

TESTES DE CITOLOGIA (6)

01. (UEM) Em relação à biologia celular, assinale a alternativa incorreta.

a) A fagocitose é o processo no qual a célula ingere partículas sólidas.

b) Durante a mitose, os cromossomos homólogos se emparelham na prófase e se separam na anáfase.

c) A meiose resulta em quatro células com metade do número de cromossomos da célula-mãe.

d) Durante a glicólise, ocorre a produção de ATP.

e) A membrana da célula é composta de lipídios e de proteínas.

02. (UNICAP)

I   II

0  0 – No microscópio, você pode ver uma placa celular começando a se desenvolver no meio de uma célula e núcleo se formando novamente em cada lado da placa celular. Essa célula é mais parecida com uma célula animal no processo de citocinese.

1 1 – A fonte imediata de energia que dirige a síntese de ATP pela ATP-síntese durante a fosforilação oxidativa é o gradiente de concentração de H+ através da membrana interna da mitocôndria.

2 2 – Células musculares diferem de células nervosas principalmente porque possuem diferentes tipos de cromossomos.

3 3 – As células animais apresentam um revestimento externo específico, que facilita sua aderência, assim como reações a partículas estranhas, como, por exemplo, as células de órgão transplantado. Esse revestimento é denominado interdigitações.

4  4 – Uma diferença entre células cancerosas e células normais é que as células cancerosas continuam a se dividir mesmo quando estão unidas firmemente.

03. (UNICENTRO) Observe a figura a seguir.

03

Com base na figura e nos conhecimentos sobre as células vegetais, assinale a alternativa correta.

a) I representa uma película que seleciona o que entra e o que sai da célula, mantendo o meio celular interno adequado às necessidades da célula.

b) II representa um envoltório resistente cuja função é dar rigidez ao corpo das plantas, atuando na sustentação esquelética.

c) III representa uma estrutura imersa no citosol cuja função é produzir proteínas e participar do transporte de moléculas através do citoplasma.

d) IV representa uma estrutura constituída por bolsas membranosas achatadas, dispersas no citoplasma, e responsável pela secreção celular.

e) V representa grânulos que se caracterizam por conter clorofila, cuja função é captar a luz solar com a máxima eficiência.

04. (UNIOESTE) As “algas azuis” (cianobactérias) merecem ênfase especial por sua importância ecológica, especialmente nos ciclos globais do carbono e do nitrogênio, bem como por seu significado evolutivo, compartilhando grandes semelhanças com as bactérias. Assinale a alternativa cuja estrutura está presente nas cianobactérias e ausente nas bactérias.

a) Ribossomos.

b) Pigmentos clorofilados.

c) DNA.

d) Membrana nuclear.

e) Parede celular.

05. (UEPG) Com relação às organelas citoplasmáticas e ao núcleo, assinale o que for correto.

01. O ciclo de Krebs, realizado nos cloroplastos, funciona como uma fábrica de energia para a célula.

02. A “produção” de energia pelo processo da respiração celular aeróbia ocorre na mitocôndria.

04. O núcleo celular é o centro de controle das atividades celulares, local onde ocorre também a duplicação do DNA e a síntese de RNA.

08. O Complexo de Golgi tem como principais funções a digestão intracelular e a síntese proteica.

16. É função do retículo endoplasmático rugoso a participação na síntese de proteínas.

Soma das alternativas corretas:

06. (UNIMONTES) A hemoglobina é uma proteína presente nos eritrócitos, constituindo, aproximadamente, 35% de seu peso. É um pigmento presente no sangue, responsável por transportar o oxigênio, levando-o dos pulmões aos tecidos de todo o corpo. Organelas são estruturas presentes nas células, responsáveis por funções distintas, produzindo as características de vida associada com a célula. A figura abaixo mostra algumas organelas celulares. Observe-a.

06

Considerando a figura e o assunto abordado, analise as afirmativas abaixo e assinale a que corresponde a uma organela não envolvida na síntese da proteína indicada anteriormente.

a) 1.

b) 5.

c) 3.

d) 9.

07. (UNITAU) As membranas biológicas são constituídas de bicamadas lipídicas associadas com proteínas na forma de mosaico. Considerando a importância das membranas biológicas na compartimentalização celular, afirma-se:

I. Tanto a membrana interna da mitocôndria como a externa é lipoproteica.

II. Parte das proteínas das membranas plasmáticas atua como receptores hormonais.

III. As membranas do retículo endoplasmático rugoso apresentam ribossomos associados às estruturas de membrana.

Dentre as afirmativas acima, está(ao) correta(s):

a) Apenas a I.

b) Apenas a II.

c) Apenas a III.

d) I, II e III.

e) I e II.

08. (PUC-RIO) Protistas e bactérias são seres vivos que podem ser classificados em diferentes domínios, pois:

a) Protistas se alimentam de bactérias.

b) Bactérias não são constituídas de células.

c) Protistas têm um núcleo envolto por membranas, do qual as células bacterianas carecem.

d) Bactérias decompõem protistas.

e) Protistas são fotossintéticos.

09. (UNICAMP) Considere os seguintes componentes celulares:

I. Parede celular

II. Membrana nuclear

III. Membrana plasmática

IV. DNA

É correto afirmar que as células de:

a) Fungos e protozoários possuem II e IV.

b) Bactérias e animais possuem I e II.

c) Bactérias e protozoários possuem II e IV.

d) Animais e fungos possuem I e III.

10. (UEM) Sobre um mamífero, assinale o que for correto.

01. Células de tecidos diferentes possuem forma e composição interna diferentes, por possuírem DNA diferentes.

02. Células de tecidos diferentes possuem forma e composição interna diferentes, embora possuam DNA idênticos.

04. Para a formação de um sistema em um indivíduo, é necessária a ocorrência de mitoses.

08. Para a formação do referido organismo, ocorre a diferenciação celular, processo que envolve alterações morfológicas e fisiológicas, entre outras.

16. Quase todas as suas células somáticas possuem núcleos com DNA idênticos.

32. Suas células diferenciadas são diferentes entre si por serem originadas por meiose.

Soma das alternativas corretas:

11. (UNICAP)

I    II

0   0 – É correto afirmar que a obtenção de organismos transgênicos se deve à universalidade do código genético.

1  1 – Sabe-se que a replicação do DNA é semiconservativa. Com base nesse mecanismo de replicação, o DNA original atua como molde, e cada novo DNA possui uma fita antiga e outra nova.

2  2 – Com relação às estruturas celulares encontradas nas células eucariontes, o complexo de Golgi e os lisossomos são encontrados somente em células animais.

3  3 – O reforço externo da membrana celular nos vegetais é: rígido, celulósico e não é capaz de se deslocar da membrana plasmática.

4  4 – Mitocôndrias em células eucariontes funcionam como uma fábrica na qual proteínas recebidas do retículo endoplasmático são processadas e separadas para que sejam transportadas para seus destinos.

12. (UEM) Identifique o que for correto sobre organelas, células e tecidos.

01. A membrana plasmática das células vegetais é dotada de alta permeabilidade, não constituindo barreira à entrada e saída de substâncias nas células.

02. Ribossomos, cuja função é produzir proteínas, não são encontrados nas bactérias.

04. O ciclo celular compreende a divisão celular e a interfase. A interfase é a etapa na qual a célula permanece a menor parte da sua vida.

08. Neurônios e gliócitos são células do tecido nervoso humano.

16. O tonoplasto, membrana que envolve o vacúolo das células vegetais, tem a mesma composição básica das demais membranas celulares.

Soma das alternativas corretas:

13. (FCM-PB) As células presentes na mucosa intestinal apresentam uma grande capacidade de absorção. Essa característica se deve a presença dos:

a) Microvilosidades.

b) Conexons.

c) Flagelos.

d) Desmossomos.

e) Estereocílios.

14. O esquema representa uma célula animal vista ao microscópio eletrônico, na qual algumas estruturas foram numeradas de 1 a 9.

14

Com relação às estruturas indicadas no esquema, é incorreto afirmar que:

a) 1, 5 e 6 sofrem intensas modificações na divisão celular.

b) 2, 3 e 7 sintetizam e/ou armazenam substâncias orgânicas.

c) 4 e 9 realizam digestão celular com produção de energia e liberação de CO2.

d) 5 e 9 são desprovidos de membrana lipoproteica.

15. (FURG) As seguintes afirmações referem-se aos dois tipos básicos de células: procariontes e eucariontes

I. Mitocôndrias e cloroplastos existem somente nas células eucariontes.

II. Os organismos procariontes e eucariontes diferenciam-se pela sua organização celular.

III. As células procariontes apresentam pouco material genético e por isto elas não têm núcleo.

IV. Células procariontes não tem cloroplastos e, portanto, não têm condições de realizar a fotossíntese.

V. A existência de células eucariontes pode ser explicada a partir da teoria simbionte, isto é, a ingestão de células procariontes por um organismo primitivo.

Quais afirmativas estão corretas?

a) Apenas I, II e III.

b) Apenas I, II e V.

c) Apenas II, III e IV.

d) Apenas III, IV e V.

e) Apenas I, IV e V.

16. Observe as afirmativas de 1 a 5 que completam a questão. Se um ser vivo for formado por uma célula procariótica, ele:

1. Não apresentará envoltório nuclear.

2. Poderá ser uma bactéria.

3. Não apresentará parede celular.

4. Apresentará ribossomos e lisossomos.

5. Não apresentará nucléolo e nem mitocôndrias.

Quais são as afirmações corretas?

a) 1, 2 e 3.

b) 1, 2 e 5.

c) 1, 3 e 5.

d) 3, 4 e 5.

e) 1, 2, 3, 4 e 5.

17. (VUNESP) Em relação aos componentes celulares, assinale a alternativa correta.

a) Membrana plasmática é uma estrutura lipoproteica que funciona como barreira seletiva entre o citoplasma e o núcleo.

b) Parede celular é uma estrutura exoesquelética “rígida” que circunda e protege o conteúdo das células vegetais.

c) Plastos são organelas citoplasmáticas encontradas em células vegetais, recobertas por membranas e incapazes de autoduplicação.

d) Mitocôndrios são organelas limitadas por membranas, encontradas somente em células animais e que geram energia química na forma de ATP.

e) Núcleo é uma organela revestida por envoltório nuclear, presente tanto em organismos procariontes como em organismos eucariontes.

18. (UCPel) Algumas substâncias que devem ser eliminadas da célula são, temporariamente, armazenadas no interior de estruturas citoplasmáticas membranosas do tipo bolsas. Essas bolsas se aproximam da membrana plasmática, fundem-se a ela e expelem seu conteúdo para o meio externo. A esse processo denominamos de:

a) Pinocitose.

b) Exocitose.

c) Fagocitose.

d) Endocitose.

e) Autofagia.

19. (UEPG) Há dois tipos básicos de células, a procariótica e a eucariótica. Com relação aos tipos celulares, assinale o que for correto.

01. A célula procariótica apresenta material genético desprovido de membrana protetora, a carioteca.

02. Segundo o modelo denominado “Mosaico Fluido”, aplicado à parede celular dos vegetais, a mesma seria constituída de duas camadas lipídicas e celulose.

04. Os vegetais, organismos formados por células procarióticas, possuem dois envoltórios que circundam as células: a membrana plasmática e a parede celular.

08. A membrana plasmática possui estrutura rígida e compacta, impedindo que a maioria das substâncias entre na célula, protegendo assim seu conteúdo.

16. As bactérias e as cianobactérias são procarióticas.

Soma das alternativas corretas:

20. (FATEC) Considere as características das células A, B, C e D que estão representadas na tabela abaixo, relacionadas à presença (+) ou ausência (–) de alguns componentes.

20

São exemplos de organismos que possuem células do tipo A, B, C e D, respectivamente:

a) Paramécio, pinheiro, cogumelo e cobra.

b) Cianobactéria, fungo, ameba e minhoca.

c) Paramécio, musgo, bolor de pão e gato.

d) Cianobactéria, samambaia, champignon e paramécio.

e) Bactéria, líquen, bolor do mamão e mosquito.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 12 de dezembro de 2015

TESTES SOBRE EVOLUÇÃO (2)

01. (UNICID) Frequente em regiões lacustres, o coaxar dos sapos representa, evolutivamente, um processo biológico para sua espécie, a saber:

a) A cooperação entre indivíduos, que proporciona a maior predação.

b) A competição interespecífica, que proporciona maior variabilidade genética.

c) A competição intraespecífica, que proporciona a seleção sexual e natural.

d) A seleção de machos, que proporciona a dominância gênica.

e) A atração sexual do macho pela fêmea, que proporciona a sobrevivência dos mais aptos.

02. (FATEC) Diversas espécies de animais apresentam adaptações morfológicas as quais permitem que elas se camuflem no ambiente em que vivem, passando quase despercebidas por predadores. Os insetos conhecidos como bichos-pau são exemplos desse tipo de adaptação. Eles apresentam o corpo, as pernas e as antenas extremamente longos e finos, de modo que se confundem com gravetos quando ficam em repouso, apoiados em árvores ou arbustos, como ilustrado na imagem.

02

(http://tinyurl.com/pyay2qp

Acesso em: 18.08.2014.)

Diversas espécies de animais apresentam adaptações morfológicas as quais permitem que elas se camuflem no ambiente em que vivem, passando quase despercebidas por predadores. Os insetos conhecidos como bichos-pau são exemplos desse tipo de adaptação. Eles apresentam o corpo, as pernas e as antenas extremamente longos e finos, de modo que se confundem com gravetos quando ficam em repouso, apoiados em árvores ou arbustos, como ilustrado na imagem. De acordo com a teoria mais aceita atualmente para compreender a evolução dos seres vivos, a adaptação morfológica citada teria surgido, ao longo das gerações, devido:

a) Ao esforço de cada indivíduo em passar despercebido por predadores e se tornar o mais semelhante possível aos gravetos.

b) À proximidade espacial entre os insetos e os gravetos, o que teria levado a uma modificação corporal nos indivíduos no decorrer de suas vidas.

c) Ao acaso, sendo que os insetos que se tornaram mais semelhantes a gravetos, no decorrer de suas vidas, teriam passado essa característica a seus descendentes.

d) A uma troca de material genético entre os insetos e as plantas nas quais eles viviam, levando à manifestação de características das plantas no corpo do animal.

e) À seleção contínua dos indivíduos um pouco mais camuflados dentro das populações, os quais eram menos predados e deixavam mais descendentes.

03. (UEPG) Com relação aos princípios básicos das ideias evolutivas por seleção natural, assinale o que for correto.

01. Na disputa pela vida entre os descendentes, organismos com variações favoráveis às condições do ambiente onde vivem têm maiores chances de sobreviver quando comparados aos organismos com variações menos favoráveis.

02. A mutação é um fator evolutivo a ser eliminado das populações, uma vez que, quando ocorrem, são sempre desvantajosas.

04. Para Darwin, os indivíduos de uma população não apresentam variações em seus caracteres, sendo, portanto, idênticos.

08. Os organismos com as variações vantajosas têm maiores chances de deixar descendentes.

16. Na teoria de Darwin, todos os nascimentos chegam a idade adulta e a seleção natural age essencialmente sobre a reprodução dos organismos.

Soma das alternativas corretas:

04. (UEA) A figura ilustra dois mecanismos de especiação a partir de uma população ancestral.

04

A especiação ocorrida pelo mecanismo de:

a) Anagênese depende exclusivamente da variabilidade genética gerada pelas mutações ocorridas espontaneamente ao longo das gerações.

b) Cladogênese depende exclusivamente dos cruzamentos direcionados entre indivíduos com características heteromorfas.

c) Anagênese depende das mutações, dos cruzamentos, da variabilidade genética e da seleção natural atuando ao longo das gerações.

d) Cladogênese depende de isolamento geográfico, seguido da reunião entre as populações, com a manutenção da capacidade reprodutiva.

e) Anagênese depende da baixa variabilidade genética gerada pelos cruzamentos direcionados entre os organismos mais adaptados.

05. (UEL) O aparecimento de ovos com casca foi uma evolução adaptativa dos répteis para a conquista definitiva do ambiente terrestre pelos cordados. Além do ovo com casca, há outras adaptações que permitiram que os répteis pudessem sobreviver no ambiente terrestre quando comparadas com as adaptações dos anfíbios. Portanto, há adaptações que surgem nos anfíbios e permanecem nos répteis e há adaptações que têm sua origem pela primeira vez nesse grupo. Sobre as características adaptativas associadas à conquista do ambiente terrestre que surgiram pela primeira vez nos répteis, considere as afirmativas a seguir.

I. Pernas locomotoras e respiração pulmonar.

II. Ectotermia e dupla circulação.

III. Queratinização da pele e ácido úrico como excreta nitrogenado.

IV. Ovo amniota e desenvolvimento direto.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e II são corretas.

b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.

c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.

d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.

e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

06. (UDESC) Ao publicar A Origem de Espécies por Meio da Seleção Natural (1859), Charles Darwin lançou as bases da Teoria da Evolução. Em 1883 August Weismann refutou a herança das características adquiridas, contidas na obra de Darwin. Em 1894, o naturalista inglês, George J. Romanes cunhou o termo Neodarwinismo para este novo tipo de darwinismo, sem a herança das características hereditárias. Atualmente, de maneira errônea, usa-se o termo Neodarwinismo como sinônimo de Teoria Sintética da Evolução, síntese do pensamento evolucionista. Analise as proposições em relação à Teoria Sintética da Evolução e a seus pressupostos.

I. A evolução pode ser explicada por mutações e pela recombinação genética orientadas pela seleção natural.

II. As mudanças impostas pelo ambiente no indivíduo são agregadas ao seu genótipo e transmitidas aos seus descendentes.

III. O fenômeno evolutivo pode ser explicado de modo consistente por mecanismos genéticos conhecidos.

IV. O uso de determinadas partes do organismo faz com que estas tenham um desenvolvimento maior.

V. A recombinação gênica não aumenta a variabilidade dos genótipos, pois atua em nível de fenótipos.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas III e V são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras.

07. (PUC-RS) No início da evolução humana, não havia olhos claros, todos os indivíduos tinham olhos muito pigmentados. A variação fenotípica “olhos claros” surgiu graças _________ que atuou diretamente no DNA.

a) à mutação

b) à adaptação

c) ao fluxo gênico

d) à deriva genética

e) à seleção natural

08. (UNESP) Considere a afirmação feita por Charles Darwin em seu livro publicado em 1859, A origem das espécies, sobre a transmissão hereditária das características biológicas:

Os fatos citados no primeiro capítulo não permitem, creio eu, dúvida alguma sobre este ponto: que o uso, nos animais domésticos, reforça e desenvolve certas partes, enquanto o não uso as diminui; e, além disso, que estas modificações são hereditárias.

É correto afirmar que, à época da publicação do livro, Darwin:

a) Estava convencido de que as ideias de Lamarck sobre hereditariedade estavam erradas, e não aceitava a explicação deste sobre a transmissão hereditária das características adaptativas.

b) Concordava com Lamarck sobre a explicação da transmissão hereditária das características biológicas, embora discordasse deste quanto ao mecanismo da evolução.

c) Havia realizado experimentos que comprovavam a Lei do Uso e Desuso e a Lei da Transmissão Hereditária dos Caracteres Adquiridos, conhecimento esse posteriormente incorporado por Lamarck à sua teoria sobre a evolução das espécies.

d) Já propunha as bases da explicação moderna sobre a hereditariedade, explicação essa posteriormente confirmada pelos experimentos de Mendel.

e) Conhecia as explicações de Mendel sobre o mecanismo da hereditariedade, incorporando essas explicações à sua teoria sobre a evolução das espécies por meio da seleção natural.

09. (UNIMONTES) A extensa variabilidade genética e fenotípica nos indivíduos de uma população é um desafio a mais quando se busca compreender a evolução como um processo marcado pelo dinamismo. Analise as imagens identificadas como I, II e III, e assinale a afirmativa correta.

09

a) I é um exemplo típico de recombinação gênica e afeta a variabilidade genética já estabelecida.

b) deriva genética está claramente demonstrada em III e é denominada efeito do fundador.

c) II e III são exemplos típicos de seleção artificial.

d) Em II, está caracterizada a seleção disruptiva; os indivíduos com fenótipos extremos são favorecidos.

10. (PUC-RIO) Três processos fundamentam a teoria sintética da evolução:

1. Processo que gera variabilidade,

2. processo que amplia a variabilidade e

3. processo que orienta a população para maior adaptação.

Esses processos são, respectivamente:

a) Recombinação gênica, seleção natural, mutação.

b) Recombinação gênica, mutação, seleção natural.

c) Mutação, recombinação gênica, seleção natural.

d) Mutação, seleção natural, recombinação gênica.

e) Seleção natural, mutação, recombinação gênica.

11. (UPE) Observe os trechos da música a seguir:

Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?

Cocoricó

Quem sabe me responde, quem não sabe advinha. Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?

…Quem acha que foi o ovo levanta a mão e canta assim.

Era uma vez um ovo … de repente, “creck-creck” se quebrou e lá de dentro saiu, … um bichinho

amarelinho que comeu … cresceu … até se transformar…numa galinha…. A minha vida começou

dentro de um ovo. Por isso eu canto assim: O ovo veio antes de mim.

Ah é? …Mas quem colocou esse ovo que veio antes de você, hein? Uma galinha…

…Quem acha que foi a galinha levanta a mão, e canta assim.

Era uma vez uma galinha … que … pôs um ovo e delicadamente sentou em cima, …chocou, chocou, até que, um dia, “creck-creck”, ele quebrou.

Daí pra frente a história continua … Galinha que nasce do ovo que nasce da galinha, que nasce do ovo da galinha. Oh! Dúvida cruel. Quem pôs o primeiro ovo, ninguém sabe, ninguém viu…

Disponível em: http://letras.mus.br/cocorico/1635028. Adaptado

Em relação à pergunta da música, colocada em termos científicos “Quem surgiu primeiro na evolução dos vertebrados terrestres, o ovo ou as aves?,” é correto afirmar que:

a) Os peixes punham ovos de dois tipos: centrolécito e telolécito amniótico; estes últimos permitiram a conquista da terra, por possuírem uma casca espessa; assim, o ovo veio primeiro.

b) Os anfíbios botavam ovos isolécitos amnióticos com casca e o suprimento líquido necessário para o desenvolvimento embrionário; assim, o ovo veio primeiro.

c) Os répteis surgiram com uma nova espécie de ovos telolécitos, contendo membranas embrionárias amnióticas complexas, que deixavam o ar entrar e sair, mas não a água; assim, o ovo veio primeiro.

d) As aves sofreram mutação em seus ovos, passando de centrolécito para heterolécito do tipo amniótico e podiam ser postos em terra; assim as aves vieram primeiro.

e) As aves desenvolveram ovos do tipo alécitos amnióticos, tornando possível o surgimento dos mamíferos, parentes próximos dessas, visto também serem homeotermos; assim, as aves vieram primeiro.

12. (IFSudeste) Observe a figura:

12

Fonte:<http://fatosdoevolucionismo.blogspot.com.br

/2013/06/provas‐da‐evolucao‐e‐suas‐crpiticas.html>.Acessoem:15/10/2014.

As asas dos morcegos, das aves e dos insetos têm origem embrionária diferente, mas apresentam a mesma função que é a de adaptar o organismo ao voo. Em Evolução, órgãos de diferentes origens embrionárias e que desempenham a mesma função são denominados:

a) Vestigiais.

b) Homólogos.

c) Análogos.

d) Recombinantes.

e) Especializados.

13. (UEM) Sobre termos e conceitos biológicos, assinale o que for correto.

01. Cladograma é a representação gráfica de todos os tipos de variação existentes entre os seres vivos, desde o nível molecular até os ecossistemas.

02. Especiação é a separação de uma espécie ancestral em duas novas espécies.

04. A seleção, pela adaptação, de organismos pouco aparentados, mas que apresentam estruturas e formas corporais semelhantes, é denominada divergência evolutiva.

08. A recombinação gênica resultante da segregação independente de cromossomos homólogos e de permuta (crossing-over) na meiose I é um dos mecanismos responsáveis pela variabilidade da população humana.

16. De acordo com o conceito atual de evolução, quanto mais os indivíduos se modificarem para se adaptar ao ambiente mais rapidamente ocorrerá a evolução.

Soma das alternativas corretas:

14. (IFTO) Baseado na teoria sintética da evolução, são fatores que tendem a aumentar a variabilidade genética da população:

a) Permutação, seleção natural e princípio do fundador.

b) Princípio do fundador, seleção natural e deriva genética.

c) Imigração, seleção natural e princípio do fundador.

d) Imigração, seleção natural e deriva genética.

e) Mutação gênica e cromossômica, além da permutação.

15. (UNCISAL) No Brasil, muitas espécies de seres vivos exóticos foram introduzidas para fins comerciais: o pinus, o javali, a abelha africana, a tilápia e outras. O caracol-gigante-africano, por exemplo, foi introduzido como tentativa de concorrência comercial ao escargot europeu. O fracasso do empreendimento levou os criadores a soltar esses animais em território brasileiro e essa espécie se reproduziu rapidamente, estando presente na maioria dos ecossistemas brasileiros. Hoje, a “praga” dos caracóis africanos traz prejuízos a diversas lavouras, além de ser vetor do verme Angiostrongylus, que causa a angiostrongilíase abdominal e a meningoencefalite eosinofílica. Uma forma de controle desses animais é a coleta (com luvas), morte por quebra do casco e enterro com cal. Qual a explicação para o aumento populacional do caracol-gigante-africano?

a) A evolução.

b) A irradiação adaptativa.

c) A colonização adaptada.

d) O isolamento geográfico.

e) A ausência de predadores naturais.

16. (IFCE) Superbactéria mata sete pacientes no Hospital de Messejana‖. Esta manchete foi publicada no dia 13 de maio de 2014 no sítio eletrônico de um grande portal de notícias do estado do Ceará. Acredita-se que a morte dos pacientes esteja relacionada a bactérias que desenvolveram resistência aos tratamentos convencionais. Sobre esse assunto, é correto afirmar:

a) A morte dos pacientes deve-se à escassez de antibióticos na rede pública de atendimento hospitalar.

b) O uso indiscriminado de antibióticos pela população pode levar ao crescimento de bactérias resistentes a vários antibióticos.

c) As superbactérias originam-se quando os pacientes se negam a receber tratamento com antibióticos.

d) As bactérias resistentes a antibióticos aumentam o tamanho de suas células, tornando-se mais agressivas aos pacientes.

e) As bactérias resistentes acometem principalmente mulheres devido às variações hormonais presentes neste grupo.

17. (IFMT) A respeito das adaptações observadas em animais de regiões frias, foram feitas as seguintes afirmações:

I. A camada de gordura sob a pele costuma ser mais grossa.

II. As camadas de pelos ou penas são mais espessas que a dois animais de outras regiões.

III. O tamanho dos animais não interfere na adaptação ao ambiente.

IV. Em muitos casos, a migração serve de adaptação à vida nessas regiões.

Está correto o que se afirma em:

a) I e II, apenas.

b) I, III e IV, apenas.

c) II e III, apenas.

d) I, II e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

18. (UniEvangélica) Sem haver interferência de outros fatores, durante 12 meses foi aplicado o pesticida DDT em ambiente controlado de laboratório com mosquitos. Foram considerados resistentes aqueles mosquitos que não haviam morrido uma hora após a aplicação de uma dose de DDT. Os dados representativos de três meses encontram-se na tabela a seguir.

18

Como esse resultado pode ser explicado?

a) A pouca mortalidade no início da aplicação demonstra a ineficiência do pesticida DDT em ambientes controlados.

b) Os insetos podem mudar o seu revestimento epidérmico e processo respiratório e se adaptar, tornando-se resistentes aos pesticidas.

c) Uma pequena quantidade de mosquitos resistentes ao DDT estava presente no início da aplicação do pesticida e a seleção natural aumentou a sua frequência.

d) Em resposta à aplicação do pesticida, a população original de mosquitos começou a produzir indivíduos resistentes ao DDT.

19. (FPS) A anatomia e embriologia comparadas são evidências da evolução. Com base nestes estudos, analise as seguintes afirmações:

1. O braço do Homem, a pata do cavalo e a asa do morcego são estruturas homólogas.

2. A hipertricose auricular em humanos, é uma característica análoga aos pelos de outros mamíferos.

3. A homologia entre estruturas de dois organismos diferentes sugere que eles se originaram de um grupo ancestral comum.

4. Quando de um ancestral comum partem várias linhagens evolutivas que originam várias espécies, fala-se em irradiação adaptativa.

5. Estruturas análogas são estruturas de mesma origem embriológica e mesma função nas diferentes espécies.

Estão corretas, apenas:

a) 1, 2 e 4.

b) 1, 3 e 4.

c) 2, 3 e 5.

d) 3, 4 e 5.

e) 1, 2 e 3.

20. (FUVEST) Considere a árvore filogenética abaixo.

20

Essa árvore representa a simplificação de uma das hipóteses para as relações evolutivas entre os grupos a que pertencem os animais exemplificados. Os retângulos correspondem a uma ou mais características que são compartilhadas pelos grupos representados acima de cada um deles na árvore e que não estão presentes nos grupos abaixo deles. A presença de notocorda, de tubo nervoso dorsal, de vértebras e de ovo amniótico corresponde, respectivamente, aos retângulos:

a) 1, 2, 3 e 4.

b) 1, 1, 2 e 5.

c) 1, 1, 3 e 6.

d) 1, 2, 2 e 7.

e) 2, 2, 2 e 5.

gab

 

Publicado por: Djalma Santos | 2 de dezembro de 2015

TESTES DE EMBRIOLOGIA (1)

01. (UNIMONTES) Analise o quadro abaixo.

01

As associações estão corretamente apresentadas na(s) situação(ões):

a) II e III, apenas.

b) I e II, apenas.

c) I, apenas.

d) I e IV, apenas.

02. (UEPG) Com relação às características gerais e funções dos anexos embrionários em craniata, assinale o que for correto.

01. A vesícula vitelina, ou vitelínica, é uma bolsa que abriga o vitelo e que participa do processo de nutrição do embrião. Ela se liga ao intestino e é bem desenvolvida em peixes, répteis, aves e mamíferos ovíparos.

02. Nos anfíbios, embora os ovos sejam ricos em vitelo, falta a vesícula vitelina típica. Nesses animais, o vitelo encontra-se dentro de células grandes (macrômeros) não envoltas por membrana vitelina própria.

04. O cório ou serosa é uma membrana que envolve o embrião e todas as demais membranas extraembrionárias. Nos ovos dos répteis e nos de aves, por exemplo, essa membrana fica sob a casca. Nesses animais, o cório junto com a alantoide participam dos processos de trocas gasosas entre o embrião e o meio externo.

08. O surgimento do chamado ovo amniótico foi um dos fatores importantes no sucesso da conquista do ambiente terrestre pelos vertebrados.

16. O isolamento do embrião no interior do ovo com casca veio associado ao surgimento da membrana extraembrionária âmnio, que delimita uma cavidade cheia de líquido, a cavidade amniótica, no interior do qual o embrião se desenvolve. Essa nova estrutura protege o embrião contra a dessecação e os choques mecânicos e persiste em todos os amniotas, com ou sem casca, em seus ovos.

Soma das alternativas corretas:

03. (IFG) A respeito dos anexos embrionários e dos processos de desenvolvimento embrionário, assinale a proposição correta.

a) A vesícula vitelínica é uma bolsa que abriga grande quantidade de vitelo, sendo a principal responsável pelo processo de nutrição em animais vivíparos, durante seu desenvolvimento.

b) A placenta é uma estrutura exclusiva dos mamíferos monotremados que possibilita a troca de substâncias entre o organismo materno e o fetal. Exerce também um importante papel na produção de hormônios durante a gestação.

c) O âmnio é uma membrana que delimita a cavidade amniótica, preenchida pelo líquido amniótico, onde o embrião se encontra submerso. Sua principal função é proteger o embrião contra choques mecânicos e contra a dessecação.

d) Após a fecundação, o zigoto gerado passa por sucessivas divisões celulares meióticas, originando inicialmente a blástula, constituída por um maciço de células.

e) Os gêmeos bivitelinos, também chamados de gêmeos dizigóticos ou fraternos, são formados a partir de um único óvulo fecundado por dois espermatozoides.

04. (FACTO) O corpo humano é constituído por diferentes tecidos que formam as estruturas de sustentação e revestimento, além de outras funções diversas. Nas alternativas que se seguem, marque aquela que corresponde à camada germinativa embrionária produzida durante a clivagem que seria responsável pela formação do esqueleto e do sistema muscular do corpo humano.

a) Epiderme.

b) Ectoderme.

c) Endoderme.

d) Mesoderme.

e) Hipoderme.

05. (UNEAL) No processo de desenvolvimento embriológico humano, após a fecundação, o zigoto passa por diversas transformações. Relacione os componentes desse processo com sua definição e assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

1. Mórula

2. Gonadotrofina coriônica

3. Nidação

4. Blastocele

(   ) Hormônio produzido pelo cório.

(   ) Cavidade interna do blastocisto.

(   ) Massa compacta de células originada a partir de sucessivas clivagens do zigoto.

(   ) Implantação do blastocisto da mucosa uterina.

a) 2 – 3 – 1 – 4.

b) 4 – 2 – 3 – 1.

c) 3 – 4 – 1 – 2.

d) 2 – 4 – 1 – 3.

e) 1 – 3 – 2 – 4.

06. (UNIFOR) Imagine que você é um cientista! Ao chegar em um laboratório de embriologia, verificou que havia um material a ser identificado no microscópio. O material tratava-se de um zigoto (ou ovo) e, com o passar dos dias, você foi observando as seguintes características:

– Pouco vitelo distribuído uniformemente nos polos vegetativo e animal

– Clivagens do tipo holoblásticas iguais

De acordo com tais características, conclui-se que o ovo pode ser classificado como:

a) Centrolécito.

b) Telolécito.

c) Mesolécito.

e) Megalécito.

e) Oligolécito.

07. (UFJF) Após a segmentação do zigoto, inicia-se a gastrulação, onde ocorre a formação dos folhetos germinativos ou embrionários, do arquêntero e do blastóporo. Uma gestante, cujo embrião encontrava-se nessa fase, sofreu irradiação com raios X, mas somente as células do ectoderma foram atingidas por tal irradiação. Quais tecidos ou órgãos poderiam sofrer alterações?

a) Fígado e cérebro.

b) Cérebro e rins.

c) Tubo neural e epiderme.

d) Baço e músculos lisos.

e) Medula espinhal e pulmão.

08. (UNEP) A partir das informações apresentadas a seguir, responda esta questão.

O ácido fólico ou vitamina B9 é requerida em quantidades 5 a 10 vezes maiores em mulheres grávidas do que em não grávidas. É fundamental para a síntese de purinas e pirimidinas, representando um composto especialmente importante para as células com maior poder de divisão, tais como as do tubo neural e da crista neural do embrião em formação. Deficiências na disponibilidade de ácido fólico para o embrião, consequentemente, levam a sérios problemas de má formação fetais, principalmente relacionados ao sistema nervoso, tais como a anencefalia e espinha bífida (meningomielocele). Para evitar a ocorrência de tais problemas, recomenda-se, de forma geral, que as mulheres grávidas realizem suplementação de ácido fólico durante o primeiro trimestre de gestão.

As más formações mencionadas no texto decorrem de problemas no desenvolvimento embrionário:

a) Da mesoderme.

b) Da endoderme.

c) Do celoma.

d) Da ectoderme.

e) Dos anexos embrionários.

09. (CEFET-MG) Em 2013, um bebê nasceu na Grécia a partir de um parto do tipo cesárea, ainda envolvido em uma espécie de membrana translúcida. O médico que realizou o parto divulgou a seguinte foto desse evento raro.

09

Disponível em: <http://www.portalanisiense.com.br&gt;.

Acesso em 21 abr. 2015.(Adaptado).

Para o feto, a função desse anexo embrionário é:

a) Proteger contra choques mecânicos.

b) Favorecer a expulsão durante o parto.

c) Garantir o suprimento de oxigênio.

d) Fornecer substâncias nutritivas.

e) Retirar impurezas produzidas.

10. (IFSul) Sobre as características dos anexos embrionários, afirmam-se:

I. O saco vitelino é uma bolsa que abriga o vitelo e que participa do processo de nutrição do embrião, sendo bem desenvolvida em peixes, répteis e aves, e reduzida nos mamíferos.

II. O âmnio é uma membrana que envolve o embrião e todos os demais anexos embrionários, sendo o anexo mais externo ao corpo do embrião, além disso, participa, juntamente com o alantoide, dos processos de trocas gasosas entre o embrião e o meio externo.

III. A placenta é um anexo embrionário que permite que o filhote receba nutrientes e oxigênio da mãe e passe para ela excretas nitrogenadas e gás carbônico, estando presente em todos os mamíferos, certos grupos de peixes e de répteis.

IV. O alantoide é um anexo embrionário que deriva da porção posterior do intestino do embrião, tendo como função, nos répteis e nas aves, armazenar excretas nitrogenadas e participar de trocas gasosas.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II, III e IV.

d) II e III.

11. (IFSC) Anexos embrionários são estruturas que derivam dos folhetos germinativos do embrião, mas que não fazem parte do corpo desse embrião. Os anexos embrionários são: vesícula vitelina (saco vitelínico), cordão umbilical, âmnio (ou bolsa amniótica), cório e alantoide. Com base na figura abaixo e com relação à placenta e aos anexos embrionários, assinale no cartão-resposta a soma da(s) proposição(ões) correta(s).

11

FONTE: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/embriologia/reproducao14.php.

Acesso: 14 jul. 2014

01. O cordão umbilical é um anexo embrionário exclusivo de mamíferos.

02. A placenta é um órgão constituído tanto de tecidos materno quanto fetais (cordão umbilical) que possuem a função de transportar nutrientes e oxigênio da circulação da mãe para o feto. O sangue da mãe se mistura com o do feto, uma vez que os vasos sanguíneos de ambos são contínuos.

04. O âmnio é uma membrana que envolve completamente o embrião, delimitando uma cavidade denominada cavidade amniótica. Essa cavidade contém o líquido amniótico, cujas funções são proteger o embrião contra choques mecânicos e dessecação.

08. O alantoide é uma bolsa contendo substâncias de reserva energética (vitelo), responsável pela nutrição do embrião. Nos mamíferos placentários, o alantoide possui pequenas dimensões, sendo a nutrição desempenhada pela placenta.

16. O cório é o anexo embrionário mais externo, presente em répteis, aves e mamíferos.

Soma das alternativas corretas:

12. (UFSC) Baseado nos esquemas abaixo, que correspondem a diferentes fases do desenvolvimento embrionário de um animal, assinale a proposição verdadeiras.

12

a) A ordem correta em que as fases ocorrem durante o processo de desenvolvimento é c – b – d – a.

b) Em a, já podemos observar a uma estrutura diblástica.

c) A fase representada em d denomina-se gástrula.

d) Em c, temos representadas quatro células denominadas micrômeros.

e) Os esquemas apresentados referem-se ao desenvolvimento embrionário de um cordado.

13. (PUC-GO) Use o texto a seguir para responder esta questão

Pronto. Assim devia terminar uma aula: com um golpe seco, incisivo, para que não se diluísse e sim germinasse, posteriormente, nos espíritos. Uma aula cujo tema ele anotaria no diário de classe como “Do ovo a Deus”, para desgosto do chefe do departamento. Olhou para o relógio e viu que ainda faltavam trinta minutos para o término regulamentar da aula de uma hora e meia. Lembrou-se, porém, das palavras de Ezra Pound. “O professor ou conferencista é um perigo. O conferencista é um homem que tem de falar durante uma hora. É possível que a França tenha adquirido a liderança intelectual da Europa a partir do momento em que a duração de uma aula foi reduzida para quarenta minutos.”

Diante disso, só lhe restava recolher o ovo, as trevas, e despedir-se altivamente. Estava de bom humor, com a sensação de um duro dever cumprido, e sua ressaca havia passado. Mas começou a ouvir algo assim como um murmúrio ritmado e grave, a princípio de forma tímida e que depois foi crescendo, permitindo-lhe que o identificasse como sendo a palavra ovo invocada cadenciadamente por trinta bocas. Viu também quando o chefe do departamento que julgava incluir-se entre as suas obrigações a de bedel, passou pelo corredor e olhou estupefacto para dentro da sala. Mas não tinha importância, pois aquela resposta da classe era como que uma verificação prática do seu método experimental. E o resultado do teste lhe parecia satisfatório, eis que, neste momento preciso em que a sua mente também se impregnava daquele mantra, foi tomado pela Grande Revelação, que, como no caso da travessia das trevas pela luz, se não era uma certeza palpável, ao menos se constituía numa hipótese de tal grandiosidade que poderia fazer de uma reles aula uma obra de arte.

A princípio foi assaltado pela tentação de escondê-la, egoisticamente, daqueles espíritos ainda verdes, que talvez a degradassem com gracejos. E poderia guardá-la para algum ensaio mantido rigorosamente em segredo até sua publicação. Mas algo assim como probidade intelectual, misturada à ansiedade diante de sua descoberta, levou-o a expô-la aos alunos, lembrando-se ainda de que o mais eminente de todos os linguistas, Ferdinand de Saussure, jamais escrevera um livro. E que seus ensinamentos se perenizaram através das anotações dos discípulos.

[…]

(SANT’ANNA, Sérgio. Breve história do espírito. 2. reimpr. São Paulo: Companhia das Letras, 1991, p. 78-79. Adaptado.)

O Texto faz referência a uma aula intitulada “Do ovo a Deus”. Sob o ponto de vista biológico, o ovo provém de uma fecundação e é elemento indispensável à perpetuação das espécies.

Analise as alternativas abaixo:

I. Denominamos cariogamia a fusão do pronúcleo masculino com o pronúcleo feminino, ambos haploides, originando assim uma célula diploide denominada zigoto ou ovo.

II. Os ovos denominados telolécitos são aqueles que apresentam pouca quantidade de vitelo distribuída de forma homogênea por todo seu citoplasma.

III. Durante as fases do desenvolvimento embrionário nos seres humanos, a mórula aparece após sucessivas divisões meióticas, originando assim uma cavidade central repleta de líquido, denominada blastocele.

IV. O valor nutritivo do ovo de galinha não se altera com o cozimento, porque suas proteínas, quando expostas ao calor, em vez de se dispersarem, se coagulam. A casca do ovo é basicamente formada por carbonato de cálcio e sua coloração, que varia de branco a marrom escuro, se dá por fatores genéticos.

Considere os itens apresentados e marque a alternativa em que todos estão corretos:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II e III.

d) II e IV.

14. (UEPG) O desenvolvimento embrionário tem início com a primeira divisão mitótica do zigoto e pode ser dividido em três etapas principais: segmentação, gastrulação e organogênese. Com relação a essas etapas do desenvolvimento embrionário, assinale o que for correto.

01. Na fase de segmentação ou clivagem, as células resultantes da divisão do zigoto são chamadas blastômeros. Nessa fase, as divisões celulares são rápidas e logo o embrião é um aglomerado compacto de dezenas de células, denominada mórula.

02. A gastrulação é o processo em quem as células embrionárias sofrem um profundo rearranjo, originando uma estrutura totalmente remodelada, a gástrula, em que o plano corporal do futuro animal é definido.

04. Durante a gastrulação, a migração de células para dentro do embrião faz com que a blastocele desapareça, enquanto uma nova cavidade cheia de líquido é formada, o arquêntero ou gastrocele.

08. Entre os animais do grupo craniata, durante a gástrula, os blastômeros se diferenciam em três conjuntos de células, denominados ectoderma, mesoderma e endoderma.

16. O mesoderma, localizado ao longo do dorso do embrião, dos lados do tubo nervoso e da notocorda em formação chama-se epímero ou mesoderma dorsal e divide-se em blocos transversais, denominados somitos.

Soma das alternativas corretas:

15. (UNIMONTES) As células dos folhetos embrionários sofrem um processo de diferenciação, de acordo com as suas funções no organismo adulto. O esquema a seguir mostra etapas desse desenvolvimento. Analise-o.

15

Considerando o esquema apresentado, o assunto abordado e que o tubo neural se origina a partir de II, analise as alternativas abaixo e assinale a que corresponde a uma estrutura de um organismo adulto representada por V.

a) Cristalino dos olhos.

b) Tecido muscular.

c) Revestimento interno da bexiga.

d) Vertebras.

16. (UEA) A figura ilustra a fase de nêurula de um cordado vertebrado.

16

(http://biologiaprofmorais.

blogspot.com.br. Adaptado.)

A fase embrionária ilustrada na figura apresenta

a) Tubo neural dorsal que, no animal desenvolvido, formará o encéfalo e a medula espinhal.

b) Quatro tecidos embrionários que, no animal desenvolvido, formarão o esqueleto ósseo.

c) Pseudoceloma que, no animal desenvolvido, formará a cavidade abdominal.

d) Notocorda que, no animal desenvolvido, formará a coluna vertebral.

e) Arquêntero que, no animal desenvolvido, formará a cavidade gastrovascular.

17. (UERN) Os óvulos podem ser classificados de acordo com a quantidade e a localização do vitelo em seu interior. Eles podem possuir muito ou pouco vitelo e se concentrar de modo uniforme ou região especifica. De acordo com a ocorrência dos tipos de ovos nos principais grupos animais, assinale a relação incorreta.

a) Centrolécito – aves.

b) Telolécito – répteis.

c) Oligolécito – mamífero.

d) Heterolécito – anelídeos.

18. (MACK)

18

O desenho acima mostra um ovo terrestre de um réptil. As setas I, II, III e IV correspondem, respectivamente, aos seguintes anexos embrionários:

a) Alantoide, cório, saco vitelínico e âmnio.

b) Alantoide, âmnio, saco vitelínico e cório.

c) Cório, alantoide, âmnio e saco vitelínico.

d) Saco vitelínico, alantoide, cório e âmnio.

e) Âmnio, alantoide, cório e saco vitelínico.

19. (UNEAL) A figura abaixo é uma reprodução do desenho de Leonardo da Vinci, feito no século XV, mostrando um feto dentro de um útero cortado e aberto. É possível que seu desenho também teve a intenção de representar os anexos embrionários que se atrofiam ou são expelidos por ocasião do nascimento.

19

Sobre os anexos embrionários nos grupos animais, analise as afirmativas e marque com V as verdadeiras e com F, as falsas.

(   ) O saco vitelínico é uma membrana que envolve o embrião de aves e mamíferos.

(   ) Nos mamíferos, o córion contribui para a fixação do embrião na parede uterina.

(   ) A placenta e o cordão umbilical são anexos embrionários exclusivos dos mamíferos.

(   ) O âmnio armazena substâncias nutritivas para o embrião de peixes, répteis, aves e mamíferos.

A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a:

a) F F V F.

b) F V V F.

c) F V F V.

d) V F V F.

e) V V F V.

20. (UniEvangélica) Analise a figura a seguir.

20

Disponível em: <http://www.bioafgj.wordpress.com/biologia/embriologia.

htm>. Acesso em: 26 set. 2013.

A figura ilustra:

a) A neurulação, quando se acentuam ainda mais o crescimento e diferenciação celular, com a formação do mesoderma e de outras estruturas.

b) O processo de segmentação ou clivagem, que é a série de divisões mitóticas a partir do zigoto, resultando na formação da mórula.

c) A implantação ou nidação, que é a fixação à parede do útero, dando início ao desenvolvimento intrauterino do embrião.

d) A gastrulação, que se caracteriza por acentuado crescimento e diferenciação das células em tecidos ou folhetos embrionários, resultando na gástrula.

gab

 

 

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 599 outros seguidores