Publicado por: Djalma Santos | 13 de outubro de 2016

TESTES DE REPRODUÇÃO (9)

01. (UFPI) Considere a figura a seguir, que mostra as concentrações plasmáticas aproximadas das gonadotropinas e dos hormônios ovarianos, durante o ciclo sexual feminino normal. Assinale a alternativa que identifica corretamente os hormônios representados na figura por a, b, c e d:

01

a) a – progesterona; b – estradiol; c – FSH; d – LH.

b) a – FSH; b – LH; c – progesterona; d – estradiol.

c) a – LH; b – FSH; c – progesterona; d – estradiol.

d) a – estradiol; b – progesterona; c – LH; d – FSH.

e) a – estradiol; b – progesterona; c – FSH; d – LH.

02. (UNA) O esquema a seguir representa parte da gametogênese animal em machos. A meiose ocorre na(s) etapa(s):

02

a) Anteriores a A.

b) A e B.

c) B e C.

d) C, apenas.

e) A, B e C.

03. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I   II

0  0 – Os espermatozoides são produzidos  nos túbulos seminíferos e nas células intersticiais.

1  1 – As células de Sertoli pertencem a linhagem da espermatogênese.

2  2 – As células intersticiais de Leydig produzem testosterona.

3  3 – A próstata apresenta importante papel na produção dos espermatozoides.

4  4 – O FSH estimula a espermatogênese.

04. (UFPB) A precocidade da atividade sexual é mundialmente reconhecida como uma das causas do aumento na ocorrência de casos de gravidez não planejada. Entre os métodos de prevenção, os contraceptivos orais são considerados bastante eficazes. Em geral, esses contraceptivos consistem de uma mistura de derivados sintéticos dos hormônios progesterona e estrógeno. Com base na literatura sobre reprodução humana e ação hormonal, é correto afirmar que contraceptivos orais são eficientes por:

a) Impedirem a implantação do óvulo no útero.

b) Impedirem a entrada do espermatozoide no óvulo.

c) Inibirem a secreção do hormônio testosterona, responsável pela lactação.

d) Inibirem a secreção dos hormônios FSH e LH, responsáveis pela ovulação.

e) Impedirem o crescimento da mucosa uterina, necessário à fixação do embrião.

05. (UFMG) A figura a seguir se refere à determinação do sexo em algumas espécies de tartarugas e lagartos.

05

Com base nessa figura pode-se afirmar que:

a) A determinação do sexo nesses animais é independente da localização dos ovos no ninho e da época da postura.

b) A determinação do sexo, sob controle de temperatura, pode ser útil em condições de manejo de espécies em extinção.

c) Indivíduos de sexo indeterminado, em tartarugas, são produzidos em temperaturas abaixo de 28°

d) Temperatura maiores que 28°C produzem fêmeas tanto em tartarugas quanto em lagartos.

e) Machos são produzidos em baixas temperaturas tanto para tartarugas quanto para lagartos.

06. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I   II

0  0 – Nos esquemas abaixo que representam o embrião humano e o de galinha, o alantoide, o embrião, o âmnio, o saco vitelino e a cavidade amniótica, estão indicadas, respectivamente, pelas setas 1, 3, 4, 2, 5.

06

1  1 – Quando, no caso da espécie humana, ocorre a penetração do espermatozoide no gameta feminino, este ainda se encontra na fase de ovócito primário.

2 2 – Os glóbulos polares que se formam durante a ovogênese correspondem a restos citoplasmáticos, desprovidos de núcleo e que têm como única finalidade reduzir o volume total do óvulo.

3  3 – Todas as células que se originam do ovócito de primeira ordem se convertem em gametas.

4 4 – Na polispermia verifica-se a entrada de vários espermatozoides no óvulo, justificando a formação de gêmeos.

07. (FATEC) Analise as frases a seguir.

I. As células que revestem o folículo de Graaf, antes da maturação do óvulo, produzem o hormônio 1, estimuladas pelo hormônio 2 da hipófise.

II. Após a ovulação, forma-se o corpo lúteo por estímulo do hormônio 3 da hipófise.

III. O corpo lúteo secreta o hormônio 4.

Os hormônios 1, 2, 3 e 4 são, respectivamente:

a) Progesterona, hormônio folículo estimulante, hormônio luteinizante e estrógeno.

b) Hormônio folículo estimulante, estrógeno, progesterona e hormônio luteinizante.

c) Hormônio folículo estimulante, progesterona, estrógeno e hormônio luteinizante.

d) Estrógeno, progesterona, hormônio folículo estimulante e hormônio luteinizante.

e) Estrógeno, hormônio folículo estimulante, hormônio luteinizante e progesterona.

08. (UFV) Com relação ao esquema de parte do aparelho reprodutor humano (I, II e III), representado abaixo, assinale a alternativa correta.

08

a) As células de Sertoli encontram-se em III.

b) Os túbulos seminíferos percorrem a estrutura indicada por I.

c) A liberação dos espermatozoides ocorre na sequência II, III e I.

d) O epidídimo está representado por III.

e) Os espermatozoides são produzidos em II.

09. (UFSC) As figuras a seguir mostram as variações hormonais da mulher, no decorrer do ciclo menstrual, que determinam as alterações nos folículos ovarianos e na parede do útero. A partir da interpretação e análise das figuras, assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

09

01. A ovulação ocorre por volta do 14o dia do início do ciclo, quando a taxa de hormônio luteinizante (LH) está muito baixa.

02. Por volta do 28o dia do início do ciclo, as taxas de progesterona e de estrógeno no sangue estão muito baixas, o que determina uma perda de sangue denominada menstruação.

04. Após a ovulação, forma-se o corpo lúteo, que coincide com o pico de produção da progesterona.

08. A ovulação é precedida por um aumento na taxa de estrógenos no sangue.

16. Ao longo do ciclo, observa-se uma retração do endométrio.

32. A cada ciclo menstrual, normalmente um novo folículo maduro entra em crescimento para formar dois novos folículos.

Soma das alternativas corretas:

10. (PUCCAMP) Um cientista ao analisar os gametas de certa espécie de rã verificou que os espermatozoides não apresentavam nucléolos, enquanto que os ovócitos continham nucléolos bem desenvolvidos. Essa diferença poderia significar que os ovócitos:

a) Não sintetizam proteínas, sendo essas fabricadas pelos espermatozoides.

b) Precisam sintetizar vitelo nutritivo, enquanto os espermatozoides não desempenham esta função.

c) Usam seu nucléolo para a produção de RNAr, enquanto que os espermatozoides só produzem RNAt.

d) Sintetizam proteínas necessárias para o desenvolvimento do embrião e os espermatozoides contribuem para essa função.

e) Produzem menos RNAr do que os espermatozoides.

11. (PUC-MG) O desenho abaixo representa o processo de espermiogênese humana.

11

É incorreto afirmar que:

a) A estrutura 4 representa o núcleo diploide.

b) A estrutura 1 origina-se da fusão de vesículas do complexo de Golgi.

c) A estrutura 2 fornece energia para a locomoção dos espermatozoides.

d) A estrutura 3 origina-se do centríolo.

e) O processo esquematizado ocorre por diferenciação celular.

12. (UNIFOR) A figura abaixo mostra o ciclo de vida de um cnidário.

12

A fase que ocorre logo após a reprodução sexuada é a representada em:

a) I.

b) II.

c) III.

d) IV.

e) V.

13. Quanto à reprodução, as minhocas são:

a) Monoicas, isto é, cada animal apresenta tanto órgãos sexuais masculinos como femininos.

b) Dioicas, isto é, cada animal apresenta tanto órgãos sexuais masculinos como femininos.

c) Dioicas, isto é, cada animal apresenta apenas órgãos masculinos.

d) Protândricas, isto é, os órgãos masculinos desenvolvem-se antes dos femininos.

e) Monoicas, isto é, cada animal apresenta apenas órgãos sexuais masculinos ou femininos.

14. A figura abaixo mostra desenhos representativos dos sistemas genitais masculino e feminino. Qual a alternativa errada?

14

a) Em 2 há armazenamento de espermatozoide.

b) 3 e 4 produzem secreção para o sêmen.

c) 1 e 5 constituem as gônadas.

d) Em 6 ocorre fecundação.

e) 7 é constituinte do canal de parto.

15. (UEL) A figura a seguir mostra o ciclo de vida da hidra.

15

A análise da figura leva às seguintes considerações:

I. A hidra reproduz-se tanto sexuada como assexuadamente.

II.As larvas ciliadas têm vida livre.

III. No ciclo de vida da hidra só existe a fase de pólipo.

Dessas considerações, apenas:

a) I é correta.

b) III é correta.

c) I e II são corretas.

d) I e III são corretas.

e) II e III são corretas.

16. (CESGRANRIO) Assinale a afirmativa correta relativa à reprodução dos seres vivos.

a) Em determinadas situações, é possível observar o desenvolvimento de ovos com a participação de um só gameta, fenômeno que é denominado partenogênese, e que só ocorre em vegetais, não existindo exemplos de sua ocorrência entre animais.

b) A partenogênese só ocorre em condições experimentais, não se verificando normalmente em animais e vegetais.

c) A partenogênese pode ocorrer em alguns invertebrados, como, por exemplo, as abelhas, constituindo a partenogênese natural.

d) Nas aves, a partenogênese é o processo habitual de desenvolvimento e só ela permite explicar a evolução de ovos que, envolvidos pela casca, não têm possibilidade de permitir a penetração de espermatozoides.

e) Os gêmeos fraternos são sempre explicados pelo desenvolvimento partenogenético.

17. (FUVEST) O gráfico representa as variações nos níveis de dois importantes hormônios relacionados com o ciclo menstrual na espécie humana. Qual das alternativas indica fenômenos que ocorrem, respectivamente, nos momentos 1 e 2 do ciclo?

17

a) Amadurecimento do óvulo e ovulação.

b) Menstruação e crescimento do endométrio.

c) Liberação do óvulo e menstruação.

d) Ovulação e formação do corpo amarelo ovariano.

e) Menstruação e formação do corpo amarelo ovariano.

18. O esquema a seguir mostra a formação dos gametas responsáveis pela produção de um indivíduo com alteração do seu número cromossomial.

18

Entre as características que esse indivíduo passará a apresentar, teremos:

a) Sexo masculino.

b) Caracteres sexuais desenvolvidos.

c) Cariótipo normal.

d) Ausência de cromatina sexual.

e) Estatura elevada.

19. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0 0 – Os liquens se reproduzem assexuadamente por propágulos formados de fungos e algas, denominados sorédios.

1 1 – Os esporófitos da samambaia e do musgo são, respectivamente, fase haploide curta e fase diploide duradoura.

2 2 – Uma mulher com síndrome de Down pode gerar filhos normais, porque a aberração que ela apresenta é autossômica e não atinge seus óvulos.

3 3 – No que concerne à reprodução humana, é correto dizer que a primeira divisão meiótica, que ocorre durante a gametogênese feminina, coincide com a fecundação.

4 4 – Os espermatozoides são formados nos testículos, especificamente, no epidídimo.

20. (UEL) Os esquemas a seguir representam três tipos de ciclos de vida.

20

Os ciclos de vida válidos para todas as samambaias, certas algas e todas as aves são, respectivamente:

a) I, II e III.

b) I, III e II.

c) II, III e I.

d) III, I e II.

e) III, II e I.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 13 de outubro de 2016

TESTES DE FISIOLOGIA (3)

01. (UEPB)

LEIA O FRAGMENTO DE TEXTO ABAIXO, EXTRAÍDO DO LIVRO “DESCOBERTAS ACIDENTAIS EM CIÊNCIAS”, DE ROYSTON M. ROBERTS (PAPIRUS, 1993) E ANALISE AS PROPOSIÇÕES A SEGUIR.

“Em 1889, em Estrasburgo, então Alemanha, enquanto estudavam a função do pâncreas na digestão, Joseph von Mering e Oscar Minkowski removeram o pâncreas de um cão. No dia seguinte, um assistente de laboratório chamou-lhes a atenção sobre o grande número de moscas voando ao redor da urina daquele cão. Curiosos sobre por que as moscas foram atraídas à urina, analisaram-na e observaram que esta apresentava excesso de açúcar”.

I. O pâncreas é uma glândula mista, apresentando uma região endócrina, representada pelas ilhotas pancreáticas, que produzem hormônios relacionados ao metabolismo da glicose e uma região exócrina, cujas secreções formam o suco pancreático.

II. O suco pancreático é composto pelas enzimas digestivas (amilases, proteases, lípases e maltases) e por bicarbonato.

III. A redução da taxa de glicose no sangue estimula a liberação de glucagon pela porção endócrina do pâncreas, o que ocasiona a quebra de glicogênio no fígado e a liberação de glicose no sangue.

IV. O aumento do nível de glicose no sangue estimula a liberação de insulina pelo pâncreas, tendo como resposta fisiológica o aumento do transporte de glicose para as células do corpo, nos hepatócitos e nas células musculares ocorre o armazenamento desta sob a forma de glicogênio, acarretando a redução do nível de glicose. Essa redução faz com que a liberação de insulina diminua e o nível de glicose retorne ao normal.

V. O texto acima descreve um caso onde os cães submetidos à remoção cirúrgica do pâncreas são fenotipicamente diabéticos, mas não insulino-dependentes.

Dentre as proposições acima, estão corretas as que compõem a alternativa:

a) II, IV e V.

b) I, III e V.

c) I, IV e V.

d) I, II e III.

e) I, III e IV.

02. (UNIOESTE) Considerando a morfologia e a fisiologia nos seres vivos, assinale o que for correto.

01. Em vertebrados terrestres, a eliminação de CO2 e a absorção de O2 a nível pulmonar denomina-se hematose, enquanto o equilíbrio dinâmico entre as funções do organismo é denominado homeostase.

02. Nos vertebrados, o sistema circulatório é aberto, sendo que, nas aves e nos mamíferos, a circulação é simples e fechada.

04. Dentre os platelmintos, as tênias representam indivíduos hermafroditas, enquanto o esquistossomo apresenta sexos separados, embora ambos passem por fases larvais.

08. Boca ventral e transversal, ausência de opérculo e de bexiga natatória caracterizam os peixes cartilaginosos, enquanto boca anterior, presença de opérculo e de bexiga natatória caracterizam os peixes ósseos.

16. Nos poríferos, os coanócitos são responsáveis pela captura e digestão dos alimentos, sendo que cnidoblastos são usados para captura de alimentos e defesa nos celenterados.

32. Dentre os vertebrados, o homem e os eutérios são denominados placentários e nutrem os embriões durante o desenvolvimento.

64. Aves e mamíferos apresentam rins do tipo mesonefron, e eliminam ureia e ácido úrico, respectivamente.

Soma das alternativas corretas:

03. (UECE) O nicho ecológico ocupado pelo homem, que o diferencia das outras espécies animais, lhe faculta a possibilidade de usar:

a) Sistema respiratório pulmonar aeróbio.

b) Sistema nervoso governado por neurônios.

c) Inteligência, que o conscientiza de suas ações.

d) Processo locomotor bípede.

04. (UEM) Assinale a alternativa que indica corretamente os filos de invertebrados que podem ter o sistema digestório completo e o sistema circulatório do tipo aberto ou lacunar.

a) Moluscos e anelídeos.

b) Cnidários e artrópodes.

c) Anelídeos e poríferos.

d) Artrópodes e moluscos.

e) Anelídeos e equinodermatas.

05. (UFPB) Os seres humanos, assim como outros seres vivos, percebem o ambiente por meio do sistema sensorial, que é constituído por células especializadas espalhadas pelo corpo ou agrupadas nos órgãos dos sentidos. Esse sistema participa da integração e do controle corporal, captando estímulos diversos, como luz, som, pressão, temperatura, substâncias e outros. Na espécie humana, podem ser destacados os sentidos: visão, audição, olfato, paladar e tato. Sobre o sistema sensorial e o funcionamento das células sensoriais e dos órgãos dos sentidos, identifique as proposições verdadeiras:

I    II

0  0 – O muco nasal é importante na percepção dos odores, porque dissolve as substâncias químicas dispersas no ar, facilitando o contato dessas substâncias com os prolongamentos sensoriais dos quimioceptores do olfato.

1  1 – O paladar e o olfato dependem de quimioceptores localizados na língua e no epitélio olfativo, respectivamente.

2   2 – A orelha (antigo ouvido) é a estrutura responsável pela audição e pelo equilíbrio do corpo.

3  3 – Os cones e os bastonetes são células estimuláveis pela luz, ambas localizadas na retina e responsáveis pela percepção das cores.

4  4 – O tato, assim como os demais sentidos, localizam-se em regiões específicas do corpo: na palma da mão, na ponta dos dedos e na planta dos pés.

06. (PUC-MG) Cada sistema do corpo humano é composto por diferentes órgãos, que funcionam de maneira integrada. A seguir estão listadas funções de três sistemas do corpo humano:

– Devolve ao sistema circulatório o líquido em excesso nos tecidos e ajuda o sistema imune a combater organismos invasores.

– Controla o funcionamento de músculos e glândulas.

– Produz e libera substâncias químicas no sangue que regulam o funcionamento de outros órgãos.

Assinale o sistema listado que não desempenha diretamente nenhuma das funções.

a) Nervoso.

b) Endócrino.

c) Respiratório.

d) Linfático.

07. (UFES) Uma forma de utilização da energia gerada a partir da hidrólise dos compostos de carbono é o calor. Alguns animais se tornaram independentes das variações de temperatura do ambiente, com o desenvolvimento da endotermia. São características dos animais endotérmicos, exceto:

a) A capacidade de respostas rápidas a estímulos externos como captura de presa ou fuga do predador.

b) A melhor adaptação para sobrevivência em qualquer parte do planeta.

c) A separação parcial entre sangue venoso e arterial, o que determina menor eficiência em levar alimentos às células.

d) O estabelecimento de processos para dissipação do excesso de calor, como a transpiração ou os movimentos específicos das penas.

e) A maior eficiência do processo de respiração, a fim de manter alto e constante o suprimento de oxigênio necessário aos processos de oxidação celular.

08. (UNIFESP) No gráfico, as curvas I, II e III representam o consumo das principais reservas de energia no corpo de uma pessoa em privação alimentar.

08

A curva que se relaciona corretamente ao tipo de reserva que representa é:

a) I – gordura; II – proteína; III – carboidrato.

b) I – proteína; II – gordura; III – carboidrato.

c) I – proteína; II – carboidrato; III – gordura.

d) I – carboidrato; II – proteína; III – gordura.

e) I – carboidrato; II – gordura; III – proteína.

09. (UFMG) Observe os animais abaixo.

09

Os comportamentos representados desses dois animais contribuem para:

a) Aumentar a temperatura do corpo.

b) Controlar a transferência de calor para o meio.

c) Diminuir a produção de energia no corpo.

d) Impedir a perda de vapor de água pela pele.

10. (COVEST) Os mecanismos de auto-regulação que levam à homeostase, para garantir um equilíbrio dinâmico, implicam retroalimentação (feedback), como ocorre no exemplo de feedback negativo, esquematicamente, ilustrado na figura.

10

O aumento da concentração da substância X determina a ativação do centro Y, que provoca o aumento da função Z, que determina a diminuição da concentração da substância X. Um exemplo de feedback negativo no homem é:

a) A regulação do ritmo respiratório

b) A diminuição da oxigenação sanguínea por excessiva ingestão de água salgada por um náufrago.

c) A menor capacidade de armazenamento de urina em idosos.

d) A elevação da temperatura em casos de febre.

e) A contração da musculatura uterina durante o trabalho de parto.

11. (UFRGS) Associe os processos citados na coluna I às estruturas ou regiões do trato gastrointestinal (coluna II) onde eles ocorrem.

COLUNA I

1. Início da digestão do amido.

2. Absorção de água e concentração de material não digerido.

3. Absorção de glicose, aminoácidos, glicerol e ácidos graxos.

4. Ação digestiva da pepsina sobre as proteínas.

COLUNA II

(   ) Estômago.

(   ) Intestino delgado.

(   ) Boca.

A sequência correta, de cima para baixo, na coluna da direita é:

a) 1 – 3 – 4.

b) 3 – 2 – 1.

c) 3 – 4 – 1.

d) 4 – 1 – 2.

e) 4 – 3 – 1.

12. (UEM) Considerando o grupo dos cordados, assinale o que for correto.

01. No coração do homem, a aurícula esquerda está ligada a duas grandes veias: a cava superior e a cava inferior; a aurícula direita está ligada a quatro veias pulmonares.

02. A presença de notocorda, de fendas branquiais e de tubo nervoso dorsal, pelo menos nos estágios de desenvolvimento inicial de alguns animais, permite classificá-los como pertencentes ao grupo dos cordados.

04. O coração de um peixe ósseo é constituído de duas cavidades: uma denominada aurícula, por onde circula sangue venoso; e outra denominada ventrículo, onde circula sangue arterial.

08. No trato digestivo das aves, a moela, cuja função é triturar os alimentos, situa-se logo após o esôfago, sendo que após passar pelo esôfago, os alimentos são conduzidos ao proventrículo, para a digestão química.

16. O sistema nervoso nos anfíbios é mais evoluído que nos peixes, possuindo doze pares de nervos cranianos, assim como nos répteis, aves e mamíferos.

32. Esqueleto com ossos pneumáticos nas aves e produção de urina semipastosa rica em ácido úrico podem ser consideradas algumas das adaptações morfofisiológicas para ocupação de novos territórios.

Soma das alternativas corretas:

13. (UNICAP)

I   II

0 0 – As glândulas anexas do tubo digestivo são as glândulas salivares, tireoide, fígado e pâncreas.

1  1 – A válvula pilórica guarnece a entrada do estômago, evitando que o alimento retorne ao duodeno.

2  2 – A circulação é dita fechada quando o sangue se movimenta em tubos fechados e só extravasa ao nível dos capilares.

3   3 – O coração dos peixes só apresenta duas cavidades, que correspondem ao lado direito do coração dos mamíferos, porque aí circula sangue venoso.

4  4 – O coração dos mamíferos apresenta quatro cavidades e o fluxo sanguíneo se realiza no sentido átrio-ventrículo, pelo lado direito, e ventrículo-átrio, pelo lado esquerdo.

14. (UFPR) Os vários órgãos nos seres vivos trabalham interagindo uns com os outros de modo que o organismo, tanto animal como vegetal, funcione em harmonia e equilíbrio. Portanto, sobre as funções nos animais e vegetais, é correto afirmar que:

01. A epiderme, parênquima paliçádico, estômatos e parênquima lacunoso são estruturas vegetais que servem respectivamente para proteção, fotossíntese, trocas gasosas e fotossíntese.

02. No ser humano as ações inconscientes em resposta a estímulos sensoriais são chamadas de atos reflexos.

04. A respiração aeróbica é a queima química de substâncias obtidas pela nutrição, com liberação de energia, o que exige do organismo consumo de oxigênio e resulta em eliminação de gás carbônico e água.

08. A ação da saliva e dos dentes sobre os alimentos ocorre apenas para facilitar deglutição.

16. Quanto à função, as estruturas vegetais esclerênquima e parênquima de reserva são equivalentes, respectivamente, ao sangue e ao tecido adiposo dos animais.

32. Na respiração branquial dos peixes, a água contendo O2 dissolvido entra pela boca e sai pelas fendas branquiais, sendo que nesse trajeto o O2 é recolhido pela ampla vascularização presente nas brânquias.

Soma das alternativas corretas:

15. (UEL) A casca do ovo da galinha é permeável para gases, mas impermeável para a água no estado líquido. Um ovo que pesa 60 gramas começa a ser incubado. Durante os 21 dias de incubação, o embrião retira 8,6g de oxigênio do ambiente e devolve à atmosfera 8,8g de dióxido de carbono e 8,8 g de vapor d’água. Antes da eclosão, esse ovo deve pesar, em gramas:

a) 33,8.

b) 42,6.

c) 51,0.

d) 60,0.

e) 68,6.

16. (UEM) Com relação aos processos respiratório e circulatório dos animais, assinale o que for correto.

01. As trocas gasosas entre o meio e as superfícies respiratórias ocorrem por meio da difusão. Difusão é o movimento de partículas de uma região, em que estão em maior concentração, para outra, em que estão em menor concentração.

02. Diversos animais terrestres, tais como Insecta, Annelida e Amphibia, respiram por meio de pulmões.

04. Os principais pigmentos respiratórios presentes nos animais são a hemoglobina, presente no sangue de todos os vertebrados, e a hemocianina, presente em muitas espécies de invertebrados.

08. Pneumonia, tuberculose, rinite alérgica, bronquite e enfisema são doenças relacionadas ao sistema respiratório da espécie humana.

16. Na espécie humana, os leucócitos são células especializadas na defesa do organismo. São produzidas na medula óssea e podem ser de cinco tipos básicos: neutrófilos, basófilos, acidófilos, linfócitos e monócitos.

32. Na circulação dupla, a pulmonar é a que compreende o trajeto coração → sistemas corporais → coração.

64) No sistema circulatório fechado, a hemolinfa sai dos vasos sanguíneos e entra em contato direto com os tecidos corporais.

Soma das alternativas corretas:

17. (UFPB) As figuras abaixo representam os invertebrados A e B, pertencentes a diferentes filos zoológicos.

17a

Considerando as características dos sistemas excretor e circulatório e da respiração, pode-se dizer que A difere de B por apresentar:17b

18. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. No homem, os nervos motores (aferentes) conduzem impulsos dos órgãos dos sentidos para o sistema nervoso central.

02. Dendritos são prolongamentos dos neurônios que conduzem o impulso nervoso para o corpo celular.

04. Os hormônios folículo estimulante (FSH) e progesterona são produzidos pela adenohipófise.

08. O paratormônio é responsável pela remoção do cálcio do plasma e por sua incorporação à matriz óssea.

16. O pâncreas contém milhares de ilhotas de Langerhans. Nessas ilhotas encontramos as células beta, relacionadas à secreção de glucagon e as células alfa, ligadas à secreção de insulina.

Soma das alternativas corretas:

19. (UEM) Assinale o que for correto.

01. A excreção nos platelmintos ocorre através dos solenócitos ou protonefrídios, que são estruturas típicas deste grupo animal.

02. A origem das aberturas no processo embrionário, a partir do blastóporo, permite classificar os animais em protostômios e deuterostômios; o blastóporo origina, nos deuterostômios, o ânus e, nos protostômios, origina tanto a boca como o ânus.

04. Os metazoários podem ser classificados em dois grupos: os parazoários, que, mesmo formando tecidos, não possuem órgãos definidos e, tampouco formam sistemas; e os eumetazoários, que possuem órgãos pluricelulares, são eucariontes e heterótrofos.

08. No sistema nervoso autônomo, as fibras do SNA simpático liberam o mediador químico adrenalina, e as fibras do SNA parassimpático liberam o mediador químico acetilcolina, possuindo ação antagônica, o que contribui para a homeostase do organismo.

16. A indução da espermatogênese no homem ocorre sob a ação do hormônio folículo estimulante-FSH e do hormônio luteinizante-LH, associados ao hormônio testosterona.

32. Entre os insetos, as ordens Thysanura e Siphonaptera são ápteras e hematófagas.

Soma das alternativas corretas:

20. (UFMG) Um homem, submetido a aquecimento prévio de 45°C, ingere gelo picado, em intervalos regulares. Os gráficos relacionam a temperatura da pele, a temperatura interna e a sudorese nesse homem, nas condições dadas.

20

Com base nos dados desses gráficos, é correto afirmar que:

a) A elevação da sudorese provoca um resfriamento da pele.

b) A redução da temperatura interna provoca redução da temperatura da pele.

c) A redução da temperatura interna ocorre simultaneamente com o aumento da taxa de sudorese.

d) O aumento da temperatura da pele ocorre no momento da ingestão do gelo.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 6 de outubro de 2016

TESTES DE BOTÂNICA (XII)

01. (UNIOESTE) As estruturas ordenadas segundo a correspondência com Gimnosperma, Dicotiledôneas e Monocotiledôneas são:

01. Raiz: axial, axial, fasciculada.

02. Caule: tronco, haste, estipe.

04. Caule: tronco, tronco, colmo.

08. Folhas: compostas, invaginantes, pecioladas.

16. Nervuras: reticuladas, paralelas, peninérveas.

32. Flores: estróbilos, pentâmeras, trímeras.

64. Fruto: aquênio, cariópse, cápsula.

Soma das alternativas corretas:

02. (UEM) Assinale o que for correto sobre os diversos grupos de organismos vivos.

01. Cogumelos e orelhas-de-pau são corpos de frutificação de fungos.

02. No ciclo de vida dos organismos conhecidos popularmente como algas, não ocorre alternância de gerações, isto é, os indivíduos são sempre diplóides.

04. Pteridófitas são plantas dotadas de tecidos vasculares, mas não formam sementes.

08. Os órgãos reprodutores das gimnospermas e das angiospermas são, respectivamente, os estróbilos e as flores.

16. Em briófitas, o gametófito haploide é a geração mais desenvolvida e persistente.

Soma das alternativas corretas:

03. Quando vemos num solo úmido uma grande quantidade de musgos bem verdes e desenvolvidos, estamos em presença de um vegetal representando a sua geração:

a) Diploide e gametofítica.

b) Haploide e gametofítica.

c) Diploide e esporofítica.

d) haploide e esporofítica.

e) Triploide e esporofítica.

04. (UPF) Esta questão refere-se ao texto abaixo:

04

Com relação ao texto e ao que se remete à reprodução sexuada das angiospermas, também conhecidas como magnoliófitas ou antófitas (plantas com flores e frutos), considere as seguintes afirmações:

I. Se o transporte de pólen é feito pelos insetos, a polinização denomina-se ornitófila.

II. Quando o transporte dos polens é realizado pelo vento, chama-se entomófila.

III. Nas gramíneas o perianto da flor não é atrativo aos animais polinizadores, mas tem uma superprodução de pólen, sendo, então, a polinização feita pelo vento.

IV. Na polinização feita por animais as flores apresentam, além de corolas vistosas, nectários e glândulas odoríferas.

Está(ao) correta(s) a(s) afirmativa(s):

a) I, apenas.

b) III e IV, apenas.

c) II e III, apenas

d) IV, apenas.

e) I e II, apenas.

05. (UFU) Na figura abaixo se pode observar, de forma simplificada, o ciclo de vida de uma briófita.

05

Considere as seguintes afirmativas sobre o referido ciclo.

I. Nas plantas masculinas e femininas, denominadas gametófitos, ocorre a meiose para a formação dos gametas, denominados anterozoides e oosfera, respectivamente.

II. O indivíduo A representa o esporófito (fase 2n) e, na cápsula, ocorre a produção de esporos B, que darão origem às plantas masculina e feminina.

III. Essas plantas são altamente dependentes da água para que ocorra a fecundação.

IV. O gametófito é a fase mais desenvolvida e dominante do ciclo de vida das briófitas.

São corretas somente as afirmativas:

a) II e III.

b) I e II.

c) I, II e III.

d) III e IV.

06. (UFPel) As plantas são divididas em dois grandes grupos: criptógamas e fanerógamas. As criptógamas são formadas pelas briófitas e pteridófitas e as fanerógamas em gimnospermas e angiospermas. Assim como os animais, os vegetais também apresentam diversos tecidos. Tendo as fanerógamas como exemplo, é correto afirmar que:

a) A epiderme recobre toda a planta, exceto a raiz, pois é nesse local que ocorre a absorção de água e nutrientes e um tecido de revestimento dificultaria essa função.

b) A araucária é uma angiosperma; ela possui um tecido que armazena grande quantidade de óleo, o tecido adiposo. Esse tecido também está presente nos animais e possui uma função semelhante.

c) O súber é um tecido que armazena uma substância pouco permeável e também é conhecido como cortiça. Esse tecido é importante para o crescimento secundário das plantas e não está presente nas angiospermas.

d) A goiabeira é uma angiosperma, o seu meristema é um tecido formado por células indiferenciadas e com paredes celulares delgadas.

e) O xilema e floema têm funções semelhantes ao sistema endócrino nos animais e estão presentes nas angiospermas, plantas que não possuem estruturas de proteção da semente.

07. (UNICENTRO) Ao longo da evolução as plantas desenvolveram estratégias para a vida no ambiente terrestre. Do ponto de vista reprodutivo uma importante novidade das plantas fanerógamas (gimnospermas e angiospermas) foi a independência da água líquida para a fecundação. Em briófitas e pteridófitas ocorrem anterozoides que são flagelados e devem nadar até atingir a oosfera. Nas fanerógamas, as estruturas adquiridas que tornaram as plantas independentes de água para este processo foram os:

a) Óvulos.

b) Feixes vasculares.

c) Frutos.

d) Grãos de pólen.

e) Estróbilos.

08. (IFTM) “A laranja-da-baía ou baiana é uma variedade triploide (3n) de laranja. O fato de possuir três lotes cromossômicos ao em vez de dois torna-a estéril. A meiose é anormal, e plantas dessa variedade não produzem gametas nem sementes. A laranja-da-baia surgiu no Estado da Bahia em 1810 e, desde então, tem sido propagada assexuadamente. Ramos da árvore original foram enxertados em caules de outras variedades de laranja e assim suas qualidades puderam ser mantidas. Em 1870 um missionário presbiteriano norte-americano em missão na Bahia, impressionado com a ausência de sementes e com o excelente sabor da laranja-da-baia, enviou doze mudas dessa variedade para o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, em Washington. Em 1873 duas dessas mudas foram enviadas à Califórnia e plantadas no quintal da casa do senhor e senhora Luther C. Tibbets. Eles forneceram mudas das laranjeiras aos vizinhos, e, logo depois, muitas fazendas da Califórnia já estavam produzindo laranja-da-baía. Hoje as plantas descendentes das duas laranjeiras plantadas em 1873 pelos Tibbets cobrem mais de 100 mil acres da Califórnia, em um total de 15 milhões de árvores.”

              In Biologia das Populações: Origem e propagação da laranja-da-baía. Amabis e Martho, Moderna, São Paulo: v. 3 , p. 204, 1999

De acordo com o texto acima, a laranja-da-baía:

a) Os 15 milhões de árvores a partir das duas mudas do quintal dos Tibbets foram obtidos por monoploidia.

b) Os enxertos em caules de outras variedades de laranja mantêm suas qualidades por se misturarem com os lotes cromossômicos dessas plantas.

c) A ausência de semente é um fato constatado na laranja-da-baía, como também a presença de embriões dessa planta, encontrados na parte inferior do fruto que se chama “umbigo”.

d) Só se reproduz assexuadamente por não produzir gametas nem sementes.

e) Produção de mudas (clones) é uma técnica em que se obtêm amostras de indivíduos geneticamente diferentes um do outro.

09. (OBJETIVO-SP) Os frutos são exclusivos das angiospermas, e a dispersão das sementes dessas plantas é muito importante para garantir seu sucesso reprodutivo, pois permite a conquista de novos territórios. A dispersão é favorecida por certas características dos frutos (ex.: cores fortes e vibrantes, gosto e odor agradáveis, polpa suculenta) e das sementes (ex.: presença de ganchos e outras estruturas fixadoras que se aderem às penas e pelos de animais, tamanho reduzido, leveza e presença de expansões semelhantes a asas). Nas matas brasileiras, os animais da fauna silvestre têm uma importante contribuição na dispersão de sementes e, portanto, na manutenção da diversidade da flora.

(A. Chiaradia. Minimanual de pesquisa: Biologia. Jun. 2004. Adaptado.)

As alternativas abaixo contêm características de frutos e sementes. Assinale a que está diretamente associada a um mecanismo de atração de aves e mamíferos.

a) Ganchos que permitem a adesão aos pelos e penas.

b) Expansões semelhantes a asas, que favorecem a flutuação.

c) Estruturas fixadoras que se aderem às asas das aves.

d) Frutos com polpa suculenta que fornecem energia aos dispersores.

e) Leveza e tamanho reduzido das sementes, que favorecem a flutuação.

10. (UFRR) Estima-se que cerca de 90% da água transpirada por uma planta é perdida através dos estômatos, sendo a transpiração estomática o principal mecanismo de perda de água pela planta. Sobre esse mecanismo, é incorreto afirmar que:

a) O mecanismo de entrada e saída de água nas células-guarda é osmótico.

b) A abertura e o fechamento dos estômatos dependem da necessidade da planta de maior perda de água e calor pela transpiração.

c) Fatores como a intensidade luminosa e a concentração de gás carbônico nas folhas não têm influência na abertura e no fechamento dos estômatos.

d) Quando há grande disponibilidade de água, as células-guarda ficam túrgidas e o ostíolo se abre.

e) Quando há pouca disponibilidade de água, as células-guarda murcham e o ostíolo se fecha.

11. (UERN) O desenvolvimento dos gametófitos masculino e feminino, numa angiosperma, está representado na figura abaixo.

11

O princípio mendeliano da segregação se concretiza, no processo meiótico, quando:

I    II

0   0 – os cromossomos homólogos se separam na primeira divisão.

1   1 – as cromátides se separam na segunda divisão.

2   2 – a cromatina se condensa na primeira etapa da divisão.

3   3 – as cromátides-irmãs trocam fragmentos, caracterizando a permuta.

4   4 – as cromátides-irmãs são inteiramente unidas em sinapse.

12. (VUNESP) A figura apresenta a variação na produção de sementes pela população de uma espécie de árvore, observada pelo período de 20 anos. As setas representam o período em que foi aplicado na área um produto químico utilizado para o controle de pragas.

12

Analisando o comportamento da curva, pode-se afirmar que o produto químico utilizado provavelmente elimina:

a) Outras espécies de plantas que competem por nutrientes com a planta observada.

b) Os insetos que se alimentam das sementes dessa planta.

c) Os pássaros que se alimentam dos frutos dessa planta e que promovem a dispersão das sementes.

d) Os polinizadores dessa planta.

e) Os microrganismos patogênicos que infectam essa planta.

13. (UFV) O esquema representa um corte da estrutura de uma folha.

13

Assinale a alternativa em que as duas informações apresentadas são incorretas:

a) I é formado por células originadas da feloderma e VI representa o colênquima.

b) VI é formado por células clorofiladas e IV representa o estômato.
c) II é formado por células meristemáticas e V representa o parênquima lacunoso.
d) IV é formado por células-guarda aclorofiladas e III representa a epiderme.

14. (UFPB) Um determinado vegetal apresenta flores com androceu e gineceu que amadurecem em épocas diferentes, o que torna impossível a autofecundação. Esse vegetal tem suas flores visitadas por insetos que levam o pólen de uma planta para outra da mesma espécie, promovendo a polinização. Sobre esse vegetal, é correto afirmar que:

a) Se trata de uma gimnosperma.

b) Está ameaçado de extinção.

c) Produz sementes inférteis.

d) Apresenta dupla fecundação.

e) Produz frutos sem sementes.

15. (CEFET-MG) As árvores frutíferas são plantas pertencentes ao grupo das ………. . Nesse grupo, há várias formas de polinização, sendo que uma delas, o inseto transporta o grão de pólen produzido nos ……… para a estrutura feminina, onde ocorrerá a fecundação. A alternativa que completa, respectivamente, as lacunas de forma correta é:

a) Angiospermas – estames.

b) Gimnospermas – carpelos.

c) Angiospermas – carpelos.

d) Gimnospermas – estames.

16. (UFG) Em suas visitas à montanha da Gávea, no Rio de Janeiro, durante viagem a bordo do navio H. M. S. Beagle (1831-1837), Darwin registra o seguinte:

Os colibris parecem gostar especialmente desses ermos recantos cheios de sombra. Sempre que via uma dessas criaturinhas zumbindo ao redor de uma flor, com suas asas adejando tão rápidas a ponto de se tornarem quase invisíveis, recordava-me da mariposa esfinge, cujos hábitos e movimentos são, em muitos aspectos, bastante semelhantes. Para garantir a reprodução sexuada de certas espécies vegetais, pode-se concluir, pelo texto, que:

a) Pássaros, insetos e plantas vivem harmoniosamente.

b) Plantas são fontes de alimentos para os animais.

c) Plantas abrigam ninhos e ovos de pássaros.

d) Animais utilizam plantas como fonte de fibra na dieta.

e) Animais atuam como polinizadores de plantas.

17. (UFPR) O ambiente terrestre favoreceu a sobrevivência das plantas em relação ao meio aquático, pois há maior incidência de luz solar e maior disponibilidade de gases. A conquista desse ambiente pelas plantas tornou-se possível pelo desenvolvimento de estruturas correlacionadas à obtenção, à conservação e à diminuição da perda de água. A evolução de um sistema vascular e o surgimento da semente e da flor permitiram a diversidade das angiospermas. Acerca do tema, considere as afirmativas abaixo:

1. As plantas terrestres sobrevivem, crescem e se reproduzem porque são capazes de tolerar a dessecação.

2. A máxima redução do gametófito nas angiospermas está diretamente correlacionada à independência da água.

3. As pteridófitas são plantas de maior porte, nas quais a geração gametofítica é perene e o protalo fotossintetizante é independente do esporófito.

4. Os musgos são plantas de pequeno porte por não possuírem tecidos condutores especializados. Possuem rizoides para a absorção da água e adesão ao solo, o que permite a sua sobrevivência no ambiente terrestre.

5. Nas plantas terrestres, o surgimento de poros que controlam sua abertura e fechamento tornou possível efetuar as trocas gasosas e evitar a perda de água.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas 1 e 5 são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas 1, 2 e 4 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 1, 3 e 5 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 1, 2, 4 e 5 são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas 2 e 5 são verdadeiras.

18. (PUC-CAMPINAS) Para responder esta questão considere a figura abaixo que representa tipos de raízes encontrados em plantas dos manguezais.

18

Sobre as raízes esquematizadas fizeram-se as seguintes afirmações:

I. Algumas têm função de suporte, permitindo melhor fixação no ambiente considerado.

II. Outras têm função respiratória, uma vez que nelas há estruturas capazes de permitir entrada e saída de ar dos seus tecidos.

III. Há, também, raízes com função sugadora, permitindo que a planta retire alimento de outros vegetais.

Está correto o que se afirma somente em:

a) I.

b) II.

c) III.

d) I e II.

e) II e III.

19. (UFLA) “Os caules atuam como uma estrutura de conexão entre as raízes e as folhas. Não possuem, como as raízes, coifa e pelos absorventes; mas além da gema apical, responsável pelo crescimento em extensão, possuem gemas laterais, que atuam na formação de ramos, folhas e flores. No mundo vegetal pode ser verificada uma notável diversidade de caules aéreos e subterrâneos.”

Analise cada proposição considerando-a V (verdadeira) ou F (falsa) com relação às características dos diversos tipos de caule e assinale a alternativa que apresenta a ordem correta.

HASTE: caule aéreo, delicado e flexível, comum em plantas herbáceas.

ESTIPE: caule aéreo, cilíndrico, ramificado, comum em árvores, como os eucaliptos, ipês e abacateiro.

TUBÉRCULO: caule subterrâneo, que armazena substâncias nutritivas, como a batata-inglesa; os “olhos” da batata são gemas laterais, fato que determina sua natureza caulinar.

RIZOMA: caule subterrâneo, que ocorre em plantas como cebola e alho; apresenta folhas modificadas denominadas catáfilos.

COLMO: caule aéreo, com nós e entrenós nítidos, formando os populares gomos, como no bambu e na cana-de-açúcar.

a) VVFFV.

b) FVFVF.

c) FFVVF.

d) VFVFV.

e) VVVFV.

20. (UEL) Considere as estruturas numeradas no esquema a seguir.

20

Dessas estruturas, a que vai originar o endosperma após a fecundação é a:

a) V.

b) IV.

c) III.

d) II.

e) I.

gab

 

Publicado por: Djalma Santos | 6 de outubro de 2016

TESTES DE GENÉTICA MOLECULAR (7)

01. (UEM) Foram analisadas as composições do material genético de quatro diferentes organismos. A tabela a seguir mostra os resultados encontrados em relação à composição percentual de bases nitrogenadas, dos respectivos nucleotídeos.

01

 

Considerando os dados da tabela, assinale o que for correto.

01. O material genético do organismo A é o RNA.

02. O material genético do organismo B é o RNA.

04. O material genético do organismo C é o RNA.

08. No organismo D, se o ponto de interrogação representar 17,3%, o material genético é o RNA.

16. O material genético do organismo A é do mesmo tipo do vírus HIV, causador da síndrome da imunodeficiência adquirida.

32. O material genético dos organismos B e C possuem, cada um deles, fitas duplas de cadeias de nucleotídeos.

Soma das alternativas corretas:

02. (IFSudeste-MG) Analise as proposições a seguir sobre DNA (ácido desoxirribonucleico).

I. Todos os vírus apresentam apenas o DNA como material genético.

II. Nas células eucarióticas, o DNA está presente apenas na região do núcleo.

III. O DNA presente na mitocôndria humana é de origem materna.

IV. Desoxirribose é a pentose presente na molécula de DNA.

Marque a alternativa correta.

a) Apenas os itens I, II e III estão corretos.

b) Apenas os itens II, III e IV estão corretos.

c) Apenas os itens I e II estão corretos.

d) Apenas os itens III e IV estão corretos.

e) Somente o item IV está correto.

03. No cenário da evolução molecular em que surgiu o sistema vivo, o DNA aparece como a molécula que se estabeleceu com a função da hereditariedade em substituição ao RNA, que, provavelmente, exercia tal função originalmente. Segundo o modelo consagrado por Watson e Crick, o DNA se organiza obedecendo a princípios físicos e químicos, compatíveis com as funções biológicas de informação, herança e variação.

03

Com base nos seus conhecimentos sobre o assunto, assinale a alternativa incorreta.

a) O fato de o DNA, em princípio, orientar a constituição proteica da célula foi crucial na preservação de uma ordem celular específica.

b) As inúmeras possibilidades de sequências de nucleotídeos ao longo da cadeia polinucleotídicas constituem a base molecular da diversidade da vida.

c) A universalidade do DNA no mundo celular é indício de uma experiência evolutiva em que se consolidou uma molécula hereditária com ação catalítica.

d) Elementos químicos existentes na atmosfera primitiva da Terra estão presentes na estrutura química do DNA.

e) A hipótese do RNA como primeira molécula informacional é apoiada, entre outros aspectos, no maior potencial de mudanças em suas sequências informativas.

04. (UFPel) O DNA é o código que determina a função de cada célula. É o arquivo com todas as informações que precisamos para funcionar. Quando uma célula nova se forma no organismo, ela precisa carregar a mensagem contida na célula-mãe. Então o DNA tem que passar pela duplicação, através da ação da enzima DNA polimerase. Ela coordena essa cópia e também vigia os possíveis enganos na combinação das bases nitrogenadas. De vez em quando uma adenina pode parear com uma citosina (ou a timina com a guanina), e então, se o erro não for corrigido a tempo, toda a informação estará perdida. No processo de correção do erro, os genes fazem a substituição pela regra e não pela sequência original, ou seja, podem trocar o par incorreto por outro par qualquer. Se naquele local estivesse originalmente um par “A-T” e com o erro ele fosse retirado e substituído pelo par “C-G”, o novo DNA estaria formado, mas seria um mutante.

 Revista Conhecer, setembro de 2011 [adapt.].04

Com base em seus conhecimentos e nos textos, é correto afirmar que a figura mostra, à direita, uma:

a) Modificação na hemácia, decorrente de alteração na hemoglobina causada por mutação cromossômica numérica, o que causa a doença falciforme.

b) Modificação do leucócito, decorrente de mutação gênica, em que ocorre substituição de um único par de nucleotídeos, o que causa a doença fenilcetonúria.

c) Modificação da hemácia, decorrente de alteração na hemoglobina causada por mutação gênica, em que ocorre deleção de pares de nucleotídeos, o que causa a doença falciforme.

d) Modificação da hemácia, decorrente de alteração na hemoglobina causada por mutação gênica, em que ocorre substituição de um único par de nucleotídeos, o que causa a doença falciforme.

e) Modificação do leucócito, decorrente de mutação gênica, em que ocorre inserção de pares de nucleotídeos, o que causa a doença fenilcetonúria.

05. (OBJETIVO-SP) Uma criança, filha de pais normais, apresentou fenilcetonúria ao nascer. Admitindo que essa anomalia seja causada por um par de genes, de herança mendeliana, assinale a única alternativa que contém uma afirmação incorreta:

a) Ambos os pais são heterozigotos para a anomalia.

b) O gene para a fenilcetonúria é recessivo.

c) A probabilidade de o casal ter, um dia, outro filho com fenilcetonúria é de 1/4.

d) A probabilidade de um irmão mais velho da criança, que não apresenta a doença, ser heterozigoto é de 2/3.

e) O “defeito” genético apresentado pela criança provavelmente consiste em uma mudança na sequência de bases de um trecho de seu DNA.

06. (UFSJ) Em um experimento laboratorial, fez-se a análise da composição de nucleotídeos do ácido nucleico que constitui o material genético de quatro organismos hipotéticos. Os resultados da análise estão descritos na tabela abaixo.

06Com base nesses resultados é correto afirmar que:

a) Os organismos A, B e D possuem DNA e RNA.

b) O DNA dos organismos A e D possui duas cadeias polinucleotídicas complementares (dupla hélice).

c) O DNA do organismo C possui uma cadeia polinucleotídica simples.

d) Os ácidos nucleicos dos organismos B e C são de cadeias polinucleotídicas simples.

07. (UFTM) Considere o seguinte trecho:

(…) apesar de suas enormes diferenças, peixes e mamíferos têm aproximadamente os mesmos genes, tal como os crocodilos e os pardais.

                                                                                                                                       (François Jacob. O ratinho, a mosca e o homem.)

O que explica a produção dessa diferença é:

a) A existência de um código genético universal e degenerado entre os seres vivos.

b) A ocorrência do mesmo tipo de transcrição e de tradução que acontecem nesses genes.

c) Que diferentes tipos de RNA mensageiro são transcritos em cada espécie.

d) A preservação do dogma central da biologia, isto é, um gene para cada proteína.

e) A existência de um ancestral comum entre os mais distintos seres vivos.

08. (UNIMONTES) A temperatura de dissociação (Tm) do DNA depende de sua sequência de bases. As bases ligadas por três pontes de hidrogênio requerem mais energia para se romper do que as ligadas por duas pontes de hidrogênio. Considerando essas informações, analise as sequências abaixo e assinale a que apresenta maior Tm.

a) CCATTGAAATCA.

b) AGTAAACGACAA.

c) CGTACCGAATTC.

d) TAAAATCCCGCA.

09. (PUC-SP) Na tira abaixo há referência a mudanças genéticas ou mutações gênicas.

09

Após a análise da tira, um professor pediu a cinco alunos que fizessem afirmações sobre o tema. Assinale a única correta.

a) Mutações são obrigatoriamente induzidas por fatores ambientais.

b) Mutações não têm relação com alterações na composição da molécula de DNA.

c) Mutações ocorrem ao acaso e os genótipos favoráveis são selecionados em um dado ambiente.

d) Na maioria das vezes, as mutações apresentam grande valor adaptativo.

e) De acordo com o darwinismo, as mutações são causadas pela poluição.

10. (UEFS) Em entrevista concedida à Ciência Hoje, a cientista Ada Yonath, prêmio Nobel de Química em 2009, explica como as interações funcionais de moléculas de antibióticos, no processo da tradução, são responsáveis pelo seu efeito terapêutico.

                                                                                                                                                                        (YONATH, 2011, p. 10-14).

Com base em conhecimentos sobre a tradução da mensagem genética em bactérias, uma ação do antibiótico que interromperia o desenvolvimento do processo seria a de:

a) Bloquear a etapa inicial do processo, ligando-se à subunidade menor do ribossomo.

b) Impedir a ligação direta do aminoácido com o RNA mensageiro, comprometendo a formação da cadeia polipeptídica.

c) Interferir na informação genética, modificando a molécula de DNA.

d) Inibir a aminoacil-RNAt sintetase, impedindo-a de catalisar as ligações peptídicas que unem, entre si, os aminoácidos na formação da cadeia.

e) Estabelecer a associação irreversível do RNA mensageiro com o RNA transportador.

11. (UNIOESTE) O corpo humano apresenta vários tipos celulares, como as células epiteliais e células nervosas. Estas células diferem na forma e função porque:

a) Expressam genes diferentes.

b) São geneticamente diferentes.

c) Seus núcleos são heterocromáticos.

d) Possuem códigos genéticos diferenciados.

e) Os cromossomos diferem em tamanho e posição.

12. (UFJF) Em setembro de 2009, foi publicada uma reportagem intitulada “O mistério das colmeias”. Nessa reportagem é relatado que, desde 2006, o sumiço de abelhas, que foi chamado Distúrbio do Colapso das Colônias (DCC), preocupa lavradores e apicultores. Cientistas dos Estados Unidos examinaram a expressão genética das abelhas de colmeias afetadas e não afetadas pelo DCC e encontraram uma quantidade anormal de fragmentos de RNA ribossômico nas abelhas das colônias afetadas. Eles acreditam que a fragmentação do RNA seja causada por vírus, mas que a infecção viral não seria o motivo direto da morte das abelhas, e sim a fragmentação do RNA ribossômico que tornaria as abelhas incapazes de reagir a pressões ambientais, como outros patógenos, pesticidas ou falta de alimento. Analise as afirmativas abaixo:

I. As moléculas de RNA ribossômico são transcritas no nucléolo e posteriormente se associam a proteínas, para só então migrarem para o citoplasma, a fim de originar os ribossomos.

II. A fragmentação do RNA ribossômico, observada no exemplo descrito, afeta a transcrição do código genético.

III. A fragmentação do RNA ribossômico, observada no exemplo descrito, afeta a síntese de proteínas pela célula.

IV. A síntese de proteínas ocorre no núcleo da célula.

V. A transcrição do código genético, contido em um trecho específico de uma molécula de DNA para a formação de uma molécula de RNA mensageiro, ocorre no núcleo da célula.

As afirmativas corretas são:

a) I, II e III.

b) I, II e IV.

c) I, III e V.

d) II, III e V.

e) III, IV e V.

13. (UFGD) Uma das descobertas mais marcantes da biologia molecular determinou que o código genético é praticamente idêntico para todos os organismos vivos, com raras exceções. Nas figuras a seguir, são apresentadas as etapas fundamentais para que o código genético seja traduzido em aminoácidos, que constituirão todas as proteínas existentes nos organismos.

13

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta dessas etapas e os locais onde elas ocorrem na célula.

a) II – replicação no núcleo celular; I – transcrição no núcleo celular; III – tradução no citoplasma.

b) III – transcrição no núcleo celular; I – tradução no citoplasma; II – Replicação no núcleo celular.

c) II – replicação no núcleo celular; III – transcrição no núcleo celular; I – tradução no citoplasma.

d) I – tradução no citoplasma; II – replicação no núcleo celular; III – transcrição no núcleo celular.

e) II – replicação no núcleo celular; III – transcrição no citoplasma; I – tradução no citoplasma.

14. (UPE) Apesar de as bactérias não possuírem reprodução sexuada, pode ocorrer mistura de genes entre indivíduos diferentes, o que é conhecido como recombinação genética. Observe a charge a seguir:

14

Disponível em: http://scienceblogs.com.br/meiodecultura/files/2010/05/

resistencia-cartoon-antibioticos.jpg (Adaptado)

Se a bactéria I aceitar o convite da outra (II), será capaz de adquirir um gene que ela não possuía (resistência à penicilina) e misturá-lo aos seus, levando vantagem em um meio contendo o antibiótico. Para essa recombinação gênica, deverá acontecer uma:

a) Mutação bacteriana, auxiliando na descontaminação de meios saturados em antibióticos, tornando-a capaz de transformá-los em substâncias inócuas.

b) Conjugação bacteriana pela transferência de DNA de uma bactéria doadora (F+), capaz de formar o pili sexual, para uma receptora (F).

c) Infecção bacteriana por meio de instalação parcial do plasmídio viral, contendo o gene para a penicilina.

d) Transdução bacteriana por transferência de segmentos de DNA de uma bactéria para outra mediada por vírus.

e) Transformação bacteriana por meio da absorção de fragmentos de DNA dispersos no ambiente, provenientes de bactérias mortas e decompostas.

15. (UNISC) Você recebeu 3 amostras de DNA dupla fita, todas do mesmo tamanho, em seu laboratório. A quantidade relativa de base Adenina foi determinada para cada uma delas. Sabemos que, quando uma amostra de DNA é submetida a um aumento progressivo de temperatura, ocorre a separação da dupla fita em fitas simples. Identifique a ordem em que o DNA dupla fita das amostras A, B e C irá se separar à medida que o submetermos ao aumento de temperatura.

15

a) C – A– B.

b) C – B – A.

c) B – A– C.

d) A– B – C.

e) B – C – A.

16. (UEMG) Leia o texto a seguir:

Estudo: bactéria E.coli alemã era combinação de 2 variantes

                                                                                                                                   22/6/2011• 10h46 • atualizado às 11h20

A agressiva E. coli que causou 39 mortes na Alemanha é uma combinação de duas variantes desta bactéria que multiplicava as complicações renais, sanguíneas e cardíacas, publicou nesta quarta-feira uma equipe de cientistas alemães na revista “The Lancet Infectious Diseases”. Concretamente, os analistas da Universidade de Münster confirmaram que a nova variante, a E. coli O104:H4, uniu os prejudiciais efeitos para a saúde da E. coli enterohemorragica, que tem a perigosa toxina “Shiga”, com a E. coli enteroagregativa, especialmente capacitada para aderir uma vez dentro do intestino.

disponível em http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5200074-EI8142,00 Estudo+bacteria+Ecoli+alema+era+combinacao+de+variantes.html – fragmentos. Acesso em 4 /8/2011.

Considerando que a E. coli 0104:H4 surgiu por recombinações entre cepas vivas, a sua origem pode ser explicada pelo processo de:

a) Fecundação.

b) Conjugação.

c) Transdução.

d) Transformação.

17. (UPE) De acordo com as informações encontradas na imagem, assinale a alternativa correta.

17

a) A figura representa uma proteína terciária que possui várias funções no organismo, dentre elas, a de participar da composição de enzimas.

b) Os aminoácidos unidos por pontes de hidrogênio formam uma proteína terciária de grande valor estrutural.

c) Por meio de ligações peptídicas, os aminoácidos da figura unem-se, formando uma molécula proteica com estrutura primária.

d) A proteína da figura representa uma proteína conjugada de estrutura primária.

e) Os 39 aminoácidos da figura estão unidos por meio de 40 ligações peptídicas, representadas na sua estrutura secundária.

18. (UFPR) Pesquisadores estão estudando cinco compostos extraídos de uma planta da região amazônica, que é utilizada pela comunidade local para o tratamento de tumores. Para viabilizar o possível uso biotecnológico dessa planta, avaliaram a atividade biológica desses compostos (extraídos da planta) sobre células tumorais. Para tanto, foi utilizado um reagente capaz de se intercalar na dupla fita de DNA e que emite fluorescência nessa situação. À medida que as células se dividem, o reagente é distribuído entre as células filhas e a fluorescência/célula diminui. Células tumorais foram incubadas com o reagente, em seguida expostas aos cinco diferentes compostos e mantidas em cultivo no laboratório. A fluorescência por célula foi medida a cada 24 horas, por 5 dias. Os resultados estão apresentados na tabela ao lado. Um grupo de células não foi tratado com qualquer dos cinco compostos (grupo “Controle”).

18

Com base na tabela, qual dos compostos apresentou o melhor potencial biotecnológico para o tratamento de tumores?

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

e) 5.

19. (PUC-RIO) As tetraciclinas constituem uma classe de antibióticos produzidos por bactérias do gênero Streptomyces. Elas atuam impedindo que o RNA transportador se fixe ao ribossomo nas células bacterianas. Em qual processo biológico este antibiótico atua?

a) Transcrição.

b) Síntese proteica.

c) Replicação do DNA.

d) Divisão celular.

e) Recombinação.

20. (UEA) Analise a tabela de códons.

20

O segmento do ácido nucleico, que servirá de modelo para transcrição responsável pela informação do peptídeo formado pela sequência metionina – valina – lisina – leucina – histidina – cisteína, é:

a) TACCAATTTGAGGTAACAATC.

b) AUGGUUAAACUCCAUUGUUAG.

c) CUCUGUCAUAAAGUUAUGUAG.

d) ATGGTTAAACTCCATTGTTAG.

e) UACCAAUUUGAGGUAACAAUC.

gsb

 

Publicado por: Djalma Santos | 6 de outubro de 2016

TESTES DE GENÉTICA (XVI)

01. (PUC-RS) Para responder esta questão, considere as informações a seguir e preencha os parênteses com V (verdadeiro) ou F (falso). Você está no trânsito quando observa que, no carro da frente, em vez de bonequinhos, há um heredograma da família do condutor (observe que o condutor está indicado pela flecha).

01

Mesmo sem conhecer o condutor, você pode concluir corretamente que:

(  ) Tem três filhos e uma irmã adotada.

(  ) Transmitiu uma característica ligada ao Y para sua descendência.

(  ) Seus avós e pais já faleceram.

(  ) A esposa de um de seus filhos é consanguínea.

(  ) Tem irmãos gêmeos monozigóticos.

O preenchimento correto dos parênteses, de cima para baixo, é

a) V – V – F – F – F.

b) V – F – V – F – V.

c) V – F – F – V – F.

d) F – V – V – V – F.

e) F – F – V – V – V.

02. (UERN) Dois pares de genes (Rr e Vv) estão representados na figura abaixo, em que se destaca a situação desses genes em cromossomos homólogos.

02

O cruzamento entre indivíduos portadores dos gametas representados produzirá:

I    II

0   0 – Um fenótipo para cada genótipo possível.

1   1 – Dois fenótipos diferentes, independente dos genótipos.

2   2 – Quatro fenótipos e nove genótipos diferentes.

3   3 – Fenótipos e genótipos correspondentes em número variável, a depender do ambiente.

4   4 – Três genótipos diferentes para dois possíveis fenótipos.

03. (FUCMT) Nos coelhos, a cor preta dos pelos é dominante em relação à cor branca. Cruzaram-se coelhos pretos heterozigotos entre si e nasceram 360 filhotes. Destes, o número de heterozigotos provavelmente é:

a) Zero.

b) 90.

c) 180.

d) 270.

e) 360.

04. (FATEC) Na espécie humana, a habilidade para o uso da mão direita é condicionada pelo gene dominante E, sendo a habilidade para o uso da mão esquerda devida o seu alelo recessivo e. A sensibilidade à feniltiocarbamida (PTC) é condicionada pelo gene dominante I, e a insensibilidade a essa substância é devido a seu alelo recessivo i. Esses dois pares de alelos apresentam segregação independente. Um homem canhoto e sensível ao PTC, cujo pai era insensível, casa-se com uma mulher destra, sensível, cuja mãe era canhota e insensível. A probabilidade de esse casal vir a ter uma criança canhota e sensível ao PTC é de:

a) 3/4.

b) 3/8.

c) 1/4.

d) 3/16.

e) 1/8.

05. (UFBA) De acordo com as indicações a seguir, espera-se, na F2, a ocorrência do fenótipo ruão na percentagem de:

05

a) 0%.

b) 25%.

c) 50%.

d) 75%.

e) 100%.

06. (VUNESP) O diagrama representa o padrão de herança de uma doença genética que afeta uma determinada espécie de animal silvestre, observado a partir de cruzamentos controlados realizados em cativeiro.

06

A partir da análise da ocorrência da doença entre os indivíduos nascidos dos diferentes cruzamentos, foram feitas as afirmações seguintes.

I. Trata-se de uma doença autossômica recessiva.

II. Os indivíduos I-1 e I-3 são obrigatoriamente homozigotos dominantes.

III. Não há nenhuma possibilidade de que um filhote nascido do cruzamento entre os indivíduos II. 5 e II-6 apresente a doença.

IV. O indivíduo III-1 só deve ser cruzado com o indivíduo II-5, uma vez que são nulas as possibilidades de que desse cruzamento resulte um filhote que apresente a doença.

É verdadeiro o que se afirma em:

a) I, apenas.

b) II e III, apenas.

c) I, II e III, apenas.

d) I e IV, apenas.

e) III e IV, apenas.

07. (PUC-SP) Na genealogia a seguir, as pessoas indicadas pelos números 1, 2, 4, 5 e 7 apresentam uma anomalia condicionada por gene autossômico dominante. Já as pessoas indicadas pelos números 3 e 6 têm fenótipo normal.

07

Após a análise da genealogia, pode-se concluir que:

a) Apenas as pessoas indicadas pelos números 1 e 2 são heterozigóticas.

b) A pessoa indicada pelo número 4 é homozigótica.

c) A pessoa indicada pelo número 3 transmitiu o gene recessivo para seu descendente indicado pelo número 7.

d) Não há possibilidade de a pessoa indicada pelo número 5 ser heterozigótica.

e) O casal indicado pelos números 6 e 7 não poderá ter descendentes com fenótipo normal.

08. (UNESP) Em organismos diploides sexuados, cada par de cromossomos é formado por um cromossomo de origem paterna e um de origem materna. Qual a probabilidade de os espermatozoides conterem apenas os cromossomos de origem materna em um organismo com quatro pares de cromossomos:

a) 1/2.

b) 1/4.

c) 1/8.

d) 1/16.

e) 1/32.

09. (UFSC) Seu José da Silva, um pequeno criador de porcos do Oeste do Estado de Santa Catarina, desejando melhorar a qualidade de sua criação, comprou um porco de raça diferente daquela que ele criava. Preocupado com as consequências de criar este animal junto com os outros porcos, ele discute com seu um vizinho sobre o assunto. Parte de seu diálogo é transcrito abaixo:

Sr. José: O porco que comprei e apelidei de Napoleão é maior, mais forte e possui peso acima da média da raça que crio. Além disso, possui manchas marrons pelo corpo todo. Gostaria que boa parte de minha criação tivesse essas características.

Vizinho: Seu José, isto vai ser muito difícil de conseguir; melhor o senhor comprar outros porcos com esse “jeitão”.

Assinale a(s) proposição(ões) correta(s) sobre o assunto.

01. As preocupações do Sr. José não se justificam, pois, animais com fenótipos distintos apresentam, obrigatoriamente, genótipos distintos para as mesmas características.

02. O vizinho do Sr. José tem razão, pois não se pode obter mistura de características cruzando animais de raças diferentes na mesma espécie.

04. Atualmente não se pode criar e cruzar porcos de raças diferentes, pois é impossível controlar a seleção das características geneticamente desejadas.

08. Quando duas raças distintas entram em contato e seus membros passam a se cruzar livremente, as diferenças raciais tendem a desaparecer nos descendentes devido à mistura de genes.

16. As manchas na pele do porco Napoleão são uma característica determinada geneticamente; já o peso e o tamanho resultam somente da oferta de boa alimentação.

32. O melhoramento genético em animais que apresentam características de valor comercial é necessariamente prejudicial ao ser humano, já que não ocorre naturalmente.

64. Muitas características animais, como a fertilidade, a produção de carne e a resistência a doenças, são condicionadas por genes e dependem muito das condições nas quais os animais são criados.

Soma das alternativas corretas:

10. (UNIMEP-SP) Sabe-se que, de uma maneira geral, cada par de genes alelos determina uma única característica, porém há casos onde um mesmo par de genes, sob determinadas condições ambientais, determina dois ou mais caracteres. Este fenômeno é conhecido como:

a) Epistasia.

b) Genes aditivos.

c) Interação gênica.

d) Pleiotropia.

e) Genes quantitativos.

11. (F.C.Chagas-SP) Os genes a e b encontram-se num mesmo cromossoma, sendo a distância entre eles de 17 unidades. A frequência de gametas AB formados por um indivíduo AB/ab é de:

a) 8,5%.

b) 17%.

c) 34%.

d) 41,5%.

e) 83%.

12. (UFPA) Do cruzamento de um díhíbrido (AaBb) com um duplamente homozigoto (aabb), resultaram 160 descendentes. A proporção esperada de descendentes com o genótipo igual ao pai dihíbrido é:

a) 6,25%.

b) 18,75%.

c) 25%.

d) 50%.

e) 56,25%.

13. (FEI) Qual a sequência mais provável dos genes A, B, C, D, localizados no mesmo cromossomo, apresentando as seguintes frequências de recombinação:

– AB – 17%      CD – 30%      AC – 5%       AD – 35%      BD – 18%

a) A – B – C – D.

b) A – C – B – D.

c) A – B – D –C.

d) C – A – B – D.

e) C – A – D – B.

14. (UFLA) Do cruzamento de duas linhas puras de feijão, ambas com flores de cor branca, foram obtidas plantas com 100% de flores de cor púrpura na geração F1. Entre os descendentes da geração F2, observou-se que 110 plantas apresentaram flores de cor branca e 135 plantas apresentaram flores de cor púrpura, numa proporção de 9 flores púrpuras para 7 flores brancas. Considerando-se essas informações, qual será o resultado esperado do cruzamento teste de plantas da geração F1?

a) 3 púrpuras : 1 branca.

b) 1 púrpura : 1 branca.

c) 3 brancas : 1 púrpura.

d) 9 púrpuras : 7 brancas.

e) 13 púrpuras : 3 brancas.

15. (F.C.CHAGAS-BA)A polidactilia é condicionada por um gene dominante P. Se um indivíduo com polidactilia, filho de mãe normal, casa-se com uma mulher normal, qual a probabilidade que têm de que, em sucessivas gestações, venham a ter 6 filhos sem polidactilia?

a) 1/16.

b) 1/32.

c) 1/64.

d) 1/28.

e) 1/256.

16. (FUVEST) O gene autossômico que condiciona pelos curtos no coelho é dominante em relação ao gene que determina pelos longos. Do cruzamento entre coelhos heterozigotos, nasceram 480 coelhinhos, dos quais 360 tinham pelos curtos. Entre esses coelhinhos de pelos curtos, o número esperado de heterozigotos é:

a) 180.

b) 240.

c) 90.

d) 120.

e) 360.

17. Sabendo-se que, na drosófila, asa vestigial é um caráter recessivo devido a um par de genes autossômicos, qual o valor esperado entre 400 descendentes de pais heterozigotos?

17

18. (FUVEST) Dois genes alelos atuam na determinação da cor das sementes de uma planta: A, dominante, determina cor púrpura e a, recessivo, determina a cor amarela. A tabela a seguir apresenta resultados de vários cruzamentos feitos com diversas linhagens dessa planta:

18

Apresentam genótipo Aa as linhagens:

a) I e III.

b) II e III.

c) II e IV.

d) I e IV.

e) III e IV.

19. (FUVEST) Num caso de investigação de paternidade, foram realizados exames para identificação de grupos sanguíneos e análise de DNA. A tabela a seguir resume os resultados parciais da análise de grupos sanguíneos (do menino, de sua mãe e do suposto pai) e de duas sequências de DNA (do menino e do suposto pai), correspondentes a um segmento localizado num autossomo e outro no cromossomo X.

19

Considerando apenas essa tabela, podemos afirmar que:

a) Os resultados dos grupos sanguíneos excluem a possibilidade do homem ser o pai da criança; os outros exames foram desnecessários.

b) Os resultados dos grupos sanguíneos não excluem a possibilidade do homem ser o pai da criança, mas a sequência de DNA do cromossomo X exclui.

c) Os resultados dos grupos sanguíneos e de DNA não excluem a possibilidade do homem ser pai da criança.

d) Os três resultados foram necessários para confirmar que o homem é mesmo o pai da criança.

e) Os resultados de DNA contradizem os resultados dos grupos sanguíneos.

20. (UNICENTRO) Na genealogia abaixo está sendo analisado um caráter autossômico recessivo. Qual a probabilidade de que o casal 5 x 6 venha a ter um descendente homozigoto recessivo?

20

a) 1/4.

b) 1/2.

c) 1/8.

d) 1/16.

e) 1/32.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 29 de setembro de 2016

TESTES DO ENEM (III)

01. (ENEM) Então, a travessia das veredas sertanejas é mais exaustiva que a de uma estepe nua. Nesta, ao menos, o viajante tem o desafogo de um horizonte largo e a perspectiva das planuras francas. Ao passo que a outra o afoga; abrevia-Ihe o olhar; agride-o e estonteia-o; enlaça-o na trama espinescente e não o atrai; repulsa-o com as folhas urticantes, com o espinho, com os gravetos estalados em lanças, e desdobra-se-lhe na frente léguas e léguas, imutável no aspecto desolado; árvore sem folhas, de galhos estorcidos e secos, revoltos, entrecruzados apontando rijamente no espaço ou estirando-se flexuosos pelo solo, lembrando um bracejar imenso, de tortura, da flora agonizante…

Cunha. E. Os sertões.

Disponível em: http://pt. scribd.com. Acesso em 2 jun. 2012.

Os elementos da paisagem descritos no texto correspondem a aspectos biogeográficos presentes na:

a) Composição de vegetação xerófila.

b) Formação de florestas latifoliadas.

c) Transição para mata de grande porte.

d) Adaptação à elevada salinidade.

e) Homogeneização da cobertura perenifólia.

02. (ENEM) Para impedir a contaminação microbiana do suprimento de água, deve-se eliminar as emissões de efluentes e, quando necessário, tratá-lo com desinfetante. O ácido hipocloroso (HClO), produzido pela reação entre cloro e água, é um dos compostos mais empregados como desinfetante. Contudo, ele não atua somente como oxidante, mas também como um ativo agente de cloração. A presença de matéria orgânica dissolvida no suprimento de água clorada pode levar à formação de clorofórmio (CHCl3) e outras espécies orgânicas cloradas tóxicas.

SPIRO, T. G.; STIGLIANI, W. M. Química ambiental. São Paulo: Pearson, 2009 (adaptado).

Visando eliminar da água o clorofórmio e outras moléculas orgânicas, o tratamento adequado é a:

a) Filtração, com uso de filtros de carvão ativo.

b) Fluoretação, pela adição de fluoreto de sódio.

c) Coagulação, pela adição de sulfato de alumínio.

d) Correção do pH, pela adição de carbonato de sódio.

e) Floculação, em tanques de concreto com a água em movimento.

03. (ENEM) Para evitar o desmatamento da Mata Atlântica nos arredores da cidade de Amargosa, no Recôncavo da Bahia, o Ibama tem atuado no sentido de fiscalizar, entre outras, as pequenas propriedades rurais que dependem da lenha proveniente das matas para a produção da farinha de mandioca, produto típico da região. Com isso, pequenos produtores procuram alternativas como o gás de cozinha, o que encarece a farinha. Uma alternativa viável, em curto prazo, para os produtores de farinha em Amargosa, que não cause danos à Mata Atlântica nem encareça o produto é a:

a) Construção, nas pequenas propriedades, de grandes fornos elétricos para torrar a mandioca.

b) Plantação, em suas propriedades, de árvores para serem utilizadas na produção de lenha.

c) Permissão, por parte do Ibama, da exploração da Mata Atlântica apenas pelos pequenos produtores.

d) Construção de biodigestores, para a produção de gás combustível a partir de resíduos orgânicos da região.

e) Coleta de carvão de regiões mais distantes, onde existe menor intensidade de fiscalização do Ibama.

04. (ENEM) Um dos processos usados no tratamento do lixo é a incineração, que apresenta vantagens e desvantagens. Em São Paulo, por exemplo, o lixo é queimado a altas temperaturas e parte da energia liberada é transformada em energia elétrica. No entanto, a incineração provoca a emissão de poluentes na atmosfera. Uma forma de minimizar a desvantagem da incineração, destacada no texto, é:

a) Aumentar o volume do lixo incinerado para aumentar a produção de energia elétrica.

b) Fomentar o uso de filtros nas chaminés dos incineradores para diminuir a poluição do ar.

c) Aumentar o volume do lixo para baratear os custos operacionais relacionados ao processo.

d) Fomentar a coleta seletiva de lixo nas cidades para aumentar o volume de lixo incinerado.

e) Diminuir a temperatura de incineração do lixo para produzir maior quantidade de energia elétrica.

05. (ENEM) Normalmente, as células do organismo humano realizam a respiração aeróbica, na qual o consumo de uma molécula de glicose gera 38 moléculas de ATP. Contudo em condições anaeróbicas, o consumo de uma molécula de glicose pelas células é capaz de gerar apenas duas moléculas de ATP.

05

Qual curva representa o perfil de consumo de glicose, para manutenção da homeostase de uma célula que inicialmente está em uma condição anaeróbica e é submetida a um aumento gradual de concentração de oxigênio?

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

e) 5.

06. (ENEM) Diferente do que o senso comum acredita, as lagartas de borboletas não possuem voracidade generalizada. Um estudo mostrou que as borboletas de asas transparentes da família Ithomiinae, comuns na Floresta Amazônica e na Mata Atlântica, consomem, sobretudo, plantas da família Solanaceae, a mesma do tomate. Contudo, os ancestrais dessas borboletas consumiam espécies vegetais da família Apocinaceae, mas a quantidade dessas plantas parece não ter sido suficiente para garantir o suprimento alimentar dessas borboletas. Dessa forma, as solanáceas tornaram-se uma opção de alimento, pois são abundantes na Mata Atlântica e na Floresta Amazônica.

Cores ao vento. Genes e fósseis revelam origem e diversidade de borboletas sul-americanas. Revista Pesquisa FAPESP. No 170, 2010 (adaptado).

Nesse texto, a ideia do senso comum é confrontada com os conhecimentos científicos, ao se entender que as larvas das borboletas Ithomiinae encontradas atualmente na Mata Atlântica e na Floresta Amazônica, apresentam:

a) Facilidade em digerir todas as plantas desses locais.

b) Interação com as plantas hospedeiras da família Apocinaceae.

c) Adaptação para se alimentar de todas as plantas desses locais.

d) Voracidade indiscriminada por todas as plantas existentes nesses locais.

e) Especificidade pelas plantas da família Solanaceae existentes nesses locais.

07. (ENEM) A cariotipagem é um método que analisa células de um indivíduo para determinar seu padrão cromossômico. Essa técnica consiste na montagem fotográfica, em sequência, dos pares de cromossomos e permite identificar um indivíduo normal (46, XX ou 46, XY) ou com alguma alteração cromossômica. A investigação do cariótipo de uma criança do sexo masculino com alterações morfológicas e comprometimento cognitivo verificou que ela apresentava fórmula cariotípica 47, XY, +18. A alteração cromossômica da criança pode ser classificada como:

a) Estrutural, do tipo deleção.

b) Numérica, do tipo euploidia.

c) Numérica, do tipo poliploidia.

d) Estrutural, do tipo duplicação.

e) Numérica, do tipo aneuploidia.

08. (ENEM) Medidas de saneamento básico são fundamentais no processo de promoção de saúde e qualidade de vida da população. Muitas vezes, a falta de saneamento está relacionada com o aparecimento de várias doenças. Nesse contexto, um paciente dá entrada em um pronto atendimento relatando que há 30 dias teve contato com águas de enchente. Ainda informa que nesta localidade não há rede de esgoto e drenagem de águas pluviais e que a coleta de lixo é inadequada. Ele apresenta os seguintes sintomas: febre, dor de cabeça e dores musculares.

Disponível em: http://portal.saude.gov.br. Acesso em: 27 fev. 2012 (adaptado).

Relacionando os sintomas apresentados com as condições sanitárias da localidade, há indicações de que o paciente apresenta um caso de:

a) Difteria.

b) Botulismo.

c) Tuberculose.

d) Leptospirose.

e) Meningite meningocócica.

09. (ENEM) Os anfíbios representam o primeiro grupo de vertebrados que, evolutivamente, conquistou o ambiente terrestre. Apesar disso, a sobrevivência do grupo ainda permanece restrita a ambientes úmidos ou aquáticos, devido à manutenção de algumas características fisiológicas relacionadas à água. Uma das características a que o texto se refere é a:

a) A reprodução por viviparidade.

b) Respiração pulmonar nos adultos.

c) Regulação térmica por endotermia.

d) Cobertura corporal delgada e altamente permeável.

e) Locomoção por membros anteriores e posteriores desenvolvidos.

10. (ENEM) A palavra “biotecnologia” surgiu no século XX, quando o cientista Herbert Boyer introduziu a informação responsável pela fabricação da insulina humana em uma bactéria para que ela passasse a produzir a substância.

Disponível em: http://www.brasil.gov.br. Acesso em 28 jul. 2012 (adaptado).

As bactérias modificadas por Herbert Boyer passaram a produzir insulina humana porque receberam:

a) A sequência de DNA codificante de insulina humana.

b) A proteína sintetizada por células humanas.

c) Um RNA recombinante de insulina humana.

d) O RNA mensageiro de insulina humana.

e) Um cromossomo da espécie humana.

11. (ENEM) A liberação dos gases clorofluorcarbonos (CFCs) na atmosfera pode provocar depleção de ozônio (O3) na estratosfera. O ozônio estratosférico é responsável por absorver parte da radiação ultravioleta emitida pelo Sol, a qual é nociva aos seres vivos. Esse processo, na camada de ozônio, é ilustrado simplificadamente na figura.

11

Quimicamente, a destruição do ozônio na atmosfera por gases CFCs é decorrência da:

a) Clivagem da molécula de ozônio pelos CFCs para produzir espécies radicalares.

b) Produção de oxigênio molecular a partir de ozônio, catalisada por átomos de cloro.

c) Oxidação do monóxido de cloro por átomos de oxigênio para produzir átomos de cloro.

d) Reação direta entre os CFCs e o ozônio para produzir oxigênio molecular e monóxido de cloro.

e) Reação de substituição de um dos átomos de oxigênio na molécula de ozônio por átomos de cloro.

12. (ENEM) A talidomida é um sedativo leve e foi muito utilizado no tratamento de náuseas, comuns no início da gravidez. Quando foi lançada, era considerada segura para o uso de grávidas, sendo administrada como uma mistura racêmica composta pelos seus dois enantiômeros (R e S). Entretanto, não se sabia, na época, que o enantiômero S leva à malformação congênita, afetando principalmente o desenvolvimento normal dos braços e pernas do bebê.

COELHO, F. A. S. Fármacos e quiralidade. Cadernos Temáticos de Química Nova na Escola, São Paulo, n. 3, maio 2001 (adaptado).

Essa malformação congênita ocorre porque esses enantiômeros:

a) Reagem entre si.

b) Não podem ser separados.

c) Não estão presentes em partes iguais.

d) Interagem de maneira distinta com o organismo.

e) São estruturas com diferentes grupos funcionais.

13. (ENEM) Uma região de Cerrado possui lençol freático profundo, estação seca bem marcada, grande insolação e recorrência de incêndios naturais. Cinco espécies de árvores nativas, com as características apresentadas no quadro abaixo, foram avaliadas quanto ao seu potencial para uso em projetos de reflorestamento nessa região.

13

Qual é a árvore adequada para o reflorestamento dessa região?

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

e) 5.

14. (ENEM) Hipóxia ou mal das alturas consiste na diminuição de oxigênio (O2) no sangue arterial do organismo. Por essa razão, muitos atletas apresentam mal-estar (dores de cabeça, tontura, falta de ar etc.) ao praticarem atividade física em altitudes elevadas. Nessas condições, ocorrerá uma diminuição na concentração de hemoglobina oxigenada (HbO2) em equilíbrio no sangue, conforme a relação:

14

Mal da montanha. Disponível em: http://www.feng.pucrs.br. Acesso em: 11 fev. 2015 (adaptado).

A alteração da concentração de hemoglobina oxigenada no sangue ocorre por causa do(a):

a) Elevação da pressão arterial.

b) Aumento da temperatura corporal.

c) Redução da temperatura do ambiente.

d) Queda da pressão parcial de oxigênio.

e) Diminuição da quantidade de hemácias.

15. (ENEM) Tanto a febre amarela quanto a dengue são doenças causadas por vírus do grupo dos arbovírus, pertencentes ao gênero Fiavivirus, existindo quatro sorotipos para o vírus causador da dengue. A transmissão de ambas acontece por meio da picada de mosquitos, como o Aedes aegypti. Entretanto, embora compartilhem essas características, hoje somente existe vacina, no Brasil, para a febre amarela e nenhuma vacina efetiva para a dengue.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Fundação Nacional de Saúde. Dengue: Instruções para pessoal de combate ao vetor. Manual de Normas Técnicas. Disponível em: http://portal.saude.gov.br. Acesso em: 7 ago. 2012 (adaptado).

Esse fato pode ser atribuído à:

a) Maior taxa de mutação do vírus da febre amarela do que do vírus da dengue.

b) Alta variabilidade antigênica do vírus da dengue em relação ao vírus da febre amarela.

c) Menor adaptação do vírus da dengue à população humana do que do vírus da febre amarela.

d) Presença de dois tipos de ácidos nucleicos no vírus da dengue e somente um tipo no vírus da febre amarela.

e) Baixa capacidade de indução da resposta imunológica pelo vírus da dengue em relação ao da febre amarela.

16. (ENEM) Para diminuir o acúmulo de lixo e o desperdício de materiais de valor econômico e, assim, reduzir a exploração de recursos naturais, adotou-se, em escala internacional, a política dos três erres: Redução, Reutilização e Reciclagem. Um exemplo de reciclagem é a utilização de:

a) Garrafas de vidro retornáveis para cerveja ou refrigerante.

b) Latas de alumínio como material para fabricação de lingotes.

c) Sacos plásticos de supermercado como acondicionantes de lixo caseiro.

d) Embalagens plásticas vazias e limpas para acondicionar outros alimentos.

e) Garrafas PET recortadas em tiras para fabricação de cerdas de vassouras.

17. (ENEM) Algumas raças de cães domésticos não conseguem copular entre si devido à grande diferença em seus tamanhos corporais. Ainda assim, tal dificuldade reprodutiva não ocasiona a formação de novas espécies (especiação). Essa especiação não ocorre devido ao(a):

a) Oscilação genética das raças.

b) Convergência adaptativa entre raças.

c) Isolamento geográfico entre as raças.

d) Seleção natural que ocorre entre as raças.

e) Manutenção do fluxo gênico entre as raças.

18. (ENEM) O formato das células de organismos pluricelulares é extremamente variado. Existem células discoides, como é o caso das hemácias, as que lembram uma estrela, como os neurônios, e ainda algumas alongadas, como as musculares. Em um mesmo organismo, a diferenciação dessas células ocorre por:

a) Produzirem mutações específicas.

b) Possuírem DNA mitocondrial diferentes.

c) Apresentarem conjunto de genes distintos.

d) Expressarem porções distintas do genoma.

e) Terem um número distinto de cromossomos.

19. (ENEM) Euphorbia mili é uma planta ornamental amplamente disseminada no Brasil e conhecida como coroa-de-cristo. O estudo químico do látex dessa espécie forneceu o mais potente produto natural moluscicida, a miliamina L.

MOREIRA. C. P. s.; ZANI. C. L.; ALVES, T. M. A. Atividade moluscicida do látex de Synadenium carinatum boiss. (Euphorbiaceae) sobre Biomphalaria glabrata e isolamento do constituinte majoritário. Revista Eletrônica de Farmácia. n. 3. 2010 (adaptado).

O uso desse látex em água infestada por hospedeiros intermediários tem potencial para atuar no controle da:

a) Dengue.

b) Malária.

c) Elefantíase.

d) Ascaridíase.

e) Esquistossomose.

20. (ENEM) Em 1872, Robert Angus Smith criou o termo “chuva ácida”, descrevendo precipitações ácidas em Manchester após a Revolução Industrial. Trata-se do acúmulo demasiado de dióxido de carbono e enxofre na atmosfera que, ao reagirem com compostos dessa camada, formam gotículas de chuva ácida e partículas de aerossóis. A chuva ácida não necessariamente ocorre no local poluidor, pois tais poluentes, ao serem lançados na atmosfera, são levados pelos ventos, podendo provocar a reação em regiões distantes. A água de forma pura apresenta pH 7, e, ao contatar agentes poluidores, reage modificando seu pH para 5,6 e até menos que isso, o que provoca reações, deixando consequências.

Disponível em: http://www.brasilescola.com. Acesso em: 18 maio 2010 (adaptado).

O texto aponta para um fenômeno atmosférico causador de graves problemas ao meio ambiente: a chuva ácida (pluviosidade com pH baixo). Esse fenômeno tem como consequência:

a) A corrosão de metais, pinturas, monumentos históricos, destruição da cobertura vegetal e acidificação dos lagos.

b) A diminuição do aquecimento global, já que esse tipo de chuva retira poluentes da atmosfera.

c) A destruição da fauna e da flora, e redução dos recursos hídricos, com o assoreamento dos rios.

d) As enchentes, que atrapalham a vida do cidadão urbano, corroendo, em curto prazo, automóveis e fios de cobre da rede elétrica.

e) A degradação da terra nas regiões semiáridas, localizadas, em sua maioria, no Nordeste do nosso país.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 29 de setembro de 2016

TESTES DE GENÉTICA (XV)

01. Sabendo-se que as frequências de permutação entre os genes A e C é de 20% e entre os genes B e C é de 10%, então a distância entre os genes A e B será:

a) 10 morganídeos.

b) 30 morganídeos.

c) 10 ou 30 morganídeos.

d) 20 morganídeos.

e) 20 ou 10 morganídeos.

02. (PUCRS) A análise de 4 genes autossômicos, cada um com um par de alelos, permitiu constatar que Janaína tem o genótipo AAbbCCDD e Pedro tem o genótipo aaBBccDD. Para estes 4 genes, quantos tipos diferentes de gametas poderia produzir o filho de Janaína e Pedro?

a) 4.

b) 8.

c) 16.

d) 32.

e) 64.

03. (UEL) Considere quatro pares de genes que segregam de maneira independente. Nessas condições, um indivíduo que apresente o genótipo AaBBCcDD produzirá gametas ABCD com a frequência de:

a) 75%.

b) 50%.

c) 25%.

d) 12%.

e) 6,25%.

04. (PUC-SP) Uma mulher triplo-X é fértil e produz óvulos normais e óvulos com dois cromossomos X. Sendo casada com um homem cromossomicamente normal, essa mulher terá chance de apresentar:

a) Apenas descendentes cromossomicamente normais.

b) Apenas descendentes cromossomicamente anormais.

c) 50% dos descendentes cromossomicamente normais e 50% cromossomicamente anormais.

d) 25% dos descendentes cromossomicamente normais e 75% cromossomicamente anormais.

e) 75% dos descendentes cromossomicamente normais e 25% cromossomicamente anormais.

05. O cruzamento CD/cd x cd/cd produziu 300 descendentes. Quantos deverão ser diferentes dos pais, sabendo-se que a frequência de permutação é de 10%.

a) 30.

b) 15.

c) 270.

d) 290.

e) 45.

06. (UFRS) Um homem é heterozigoto para um gene autossômico, Aa, e possui um alelo ligado ao X recessivo b. Que proporção dos seus espermatozoides espera-se que seja A/Xb?

a) 0%.

b) 25%.

c) 50%.

d) 75%.

e) 100%.

07. Pela análise da genealogia (heredograma) abaixo, referente ao albinismo, uma doença hereditária condicionada por um par de genes autossômicos recessivos, pode-se afirmar que:

07

a) O indivíduo número 13 é heterozigoto com relação ao gene para albinismo.

b) Todos os filhos do casal formado pelos indivíduos, número 10 e 11, são portadores do gene do albinismo.

c) O indivíduo número 4 é heterozigoto com relação ao gene para albinismo.

d) A probabilidade do indivíduo número 8 ser homozigoto dominante com relação ao gene para albinismo é nula.

08. Verifique as proposições.

I   II

0   0 – É verdadeira a afirmação de que as proporções esperadas num cruzamento seletivo são sempre as proporções obtidas, porque a genética se baseia em eventos aleatórios, regidos pelas leis das probabilidades.

1   1 – O indivíduo de sangue falso O não pode ter o genótipo IAIB.

2  2 – Devido à incompatibilidade sanguínea nos sistema MN, a frequência observada de eritroblastose fetal, é menor que a esperada.

3  3 – Os acidentes durante as transfusões sanguíneas se devem, principalmente, aos anticorpos presentes nas hemácias do receptor.

4   4 – Na herança quantitativa, geralmente, a classe fenotípica menos comum é a mais mediana entre os tipos extremos.

09. (FCC) Quais dos indivíduos representados por números certamente apresentarão o caráter dominante determinado pelo gene A?

09

a) 1, 2, 3 e 4.

b) 2, 3, 5 e 6.

c) 1, 4, 5 e 6.

d) 1, 2, 5 e 6.

e) 3, 4, 5 e 6.

10. (FCMS-SP) A queratose (anomalia da pele) é derivada de um gene dominante Q. Uma mulher com queratose, cujo pai era normal, casa-se com um homem com queratose, cuja mãe era normal. Se esse casal tiver quatro filhos, a probabilidade de todos eles apresentarem queratose é de:

a) 15.6%.

b) 24.6%.

c) 12.5%.

d) 31,6%.

e) 28,1%,

11. (UFBA) No heredograma a seguir, os símbolos em preto representam indivíduos afetados pela polidactilia e os símbolos em branco, indivíduos normais. Em relação à polidactilia, conclui-se que:

11

a) os indivíduos afetados sempre são homozigotos.

b) os indivíduos normais sempre são heterozigotos.

c) pais normais originam indivíduos heterozigotos.

d) pais normais originam indivíduos homozigotos recessivos.

12. (PUC-SP) Quatro famílias em que aparece um mesmo caráter foram analisadas:

12

Alguém concluiu que o caráter em questão é dominante. A conclusão está:

a) Certa.

b) Errada, devido ao observado na família de no

c) Errada, devido ao observado na família de no

d) Errada, devido ao observado na família de no

e) Errada, devido ao observado na família de no

13. (PUC-SP) Do casamento de homem normal com mulher normal nasceram: um menino daltônico com sangue tipo A; um menino normal com sangue tipo O; uma menina normal com sangue tipo B; uma menina normal com sangue tipo O; um menino daltônico com sangue tipo AB. Isso nos leva a concluir que:

a) O pai e a mãe possuem o gene para daltonismo; o pai tem sangue A e a mãe sangue B ou vice-versa.

b) A mãe possui o gene para daltonismo, o pai não possui esse gene; o pai tem sangue A e a mãe sangue B ou vice-versa.

c) A mãe possui o gene para daltonismo, o pai não possui esse gene; o pai tem sangue AB e a mãe sangue O ou vice-versa.

d) O pai possui o gene para daltonismo, a mãe não possui esse gene; o pai e a mãe têm sangue AB.

e) A mãe possui o gene para daltonismo, o pai não possui esse gene; o pai tem sangue AB e a mãe sangue A ou vice-versa.

14. Em aves, é difícil reconhecer o sexo de filhotes recém-eclodidos, mas é fácil observar se eles têm a plumagem barrada ou não. Sabendo-se que o gene que condiciona plumagem barrada (B) é dominante e ligado ao sexo, qual dos seguintes cruzamentos permitiria determinar o sexo dos filhotes recém-eclodidos apenas pela observação de sua plumagem?

a) ZBW x ZbZb.

b) ZbW x ZBZB.

c) ZbW x ZBZb.

d) ZBW x ZBZB.

e) ZBW x ZBZb.

15. (UFMG) Analise este heredograma, que representa uma família em que há indivíduos afetados por um tipo de tumor de gengiva:

15

Considerando-se as informações desse heredograma e outros conhecimentos sobre o assunto, é incorreto afirmar que:

a) Os indivíduos normais, em todas as gerações, são homozigotos.

b) A ocorrência do tumor é uma característica autossômica.

c) O próximo filho do casal II.1 x II.2 será normal.

d) A probabilidade de o indivíduo III.2 ser heterozigoto é de dois terços.

16. (FUVEST) Uma abelha rainha tem os seguintes pares de genes alelos que se segregam independentemente: AaBbDdEe. Sabendo-se que os zangões surgem de óvulos que se desenvolvem por partenogênese, quantos genótipos diferentes, relativos a esses quatro pares de genes, podem apresentar os zangões filhos dessa rainha?

a) Um.

b) Dois.

c) Quatro.

d) Oito.

e) Dezesseis.

17. (UFSE) Na espécie humana, o caráter lobo da orelha solto é devido a um alelo dominante e o lobo aderente, ao alelo recessivo. Um homem com lobos soltos, cuja mãe tem lobos aderentes, casa-se com uma moça com lobos aderentes. É de se esperar que, dentre os filhos desse casal:

a) 25% tenham lobos soltos e 75% tenham lobos aderentes.

b) 50% tenham lobos soltos e 50% tenham lobos aderentes.

c) 75% tenham lobos soltos e 25% tenham lobos aderentes.

d) 100% tenham lobos aderentes.

e) 100% tenham lobos soltos.

18. (UFBA) Na figura abaixo, as bolinhas simbolizam os genótipos, para determinado caráter, de indivíduos descendentes de um mesmo casal:

18a

Os genótipos dos pais são:

18b

19. (UERN) Dois pares de genes (Rr e Vv) estão representados na figura abaixo, em que se destaca a situação desses genes em cromossomos homólogos.

19

A figura ilustra, essencialmente,

I   II

0   0 – O fenômeno da codominância entre alelos.

1   1 – O Princípio da Segregação independente.

2   2 – A ocorrência de lingake, com genes herdados em bloco.

3   3 – A formação de gametas com presença de permuta ou crossing-over.

4   4 – A manutenção do número diploide da espécie no final da divisão.

20. (UFPR) Em mexilhões, as cores externas das conchas são determinadas por dois alelos de um gene, sendo a cor azulada determinada por um alelo recessivo e a cor castanha, por um dominante. Em uma população de cem animais, foram encontrados 16 azuis. Com relação a essa população, considere as seguintes afirmativas:

1. Ela não pode estar em equilíbrio de Hardy-Weinberg.

2. Se houver 48 heterozigotos, ela estará em equilíbrio de Hardy-Weinberg.

3. Se houver 30 heterozigotos, é possível que a seleção natural seja a causa do aumento do número de heterozigotos.

4. A endogamia pode ser a causa do desvio em relação ao equilíbrio de Hardy-Weinberg, se houver 76 animais castanhos.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente a afirmativa 1 é verdadeira.

b) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras.

21. O heredograma abaixo refere-se a uma característica A, controlada por um único par de genes.

21

Em relação ao heredograma, pode-se afirmar:

a) A característica A é dominante.

b) Os indivíduos 1, 2, 3 e 8 são homozigotos.

c) Os indivíduos 4, 9, 10 e 11 são obrigatoriamente heterozigotos.

d) A probabilidade de o casal (7 x 8) vir a ter um filho com a característica A será de 0,5.

22. (MACK) Um homem daltônico e destro, filho de pai canhoto, casa-se com uma mulher de visão normal e canhota. O casal tem uma criança do sexo masculino daltônica e destra. Considerando que o daltonismo é condicionado por um gene recessivo ligado ao X e o uso da mão esquerda é determinado por um gene autossômico

recessivo, é correto afirmar que:

a) A criança herdou o gene para o daltonismo do pai.

b) A mulher é heterozigota para ambas as características.

c) Todos os filhos do sexo masculino desse casal serão daltônicos.

d) Esse casal pode ter filhas daltônicas.

e) Todas as crianças desse casal serão destras.

23. A estrutura apontada nas duas células humanas encontra-se em:

23

a) Todas as células haploides de indivíduos dessa espécie.

b) Apenas em células sanguíneas e epiteliais de todos os humanos.

c) Células de indivíduos do sexo feminino e cariótipo normal.

d) Células de indivíduos do sexo masculino e cariótipo triploide.

e) Células de portadores da síndrome de Turner e trissomia do 21.

24. (UNIRIO) Um cruzamento entre dois indivíduos, com genótipos DdEe x ddee, originou 42 descendentes com genótipo DdEe, 160 Ddee, 168 ddEe e 40 ddee. Sobre os genes D e E, podemos concluir que:

a) Estão ligados e há permuta entre eles.

b) Estão ligados e não há permuta entre eles.

c) Segregam-se independentemente e há permuta entre eles.

d) Segregam-se independentemente e não há permuta entre eles.

e) Não estão ligados, logo se segregam independentemente.

25. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0 0 – Considerando-se que uma criança  do sexo feminino seja daltônica, podemos concluir que seu pai é daltônico e sua é mãe normal portadora ou daltônica.

1 1 – Considerando  o heredograma  abaixo, podemos  concluir que  a anomalia é condicionada por um gene recessivo ligado ao sexo.

25

2 2 – Ainda com base no heredograma acima, qualquer que seja o genótipo do marido, 19 não poderá ser mãe de uma criança de genótipo igual ao 2.

3 3 – Sabendo-se que um casal normal tem uma criança hemofílica,  podemos concluir que ela é do sexo masculino.

4 4 – Considerando-se um casal em que o homem é hemofílico e a mulher é normal, porém filha de pai hemofílico, a probabilidade de o primeiro filho de o casal ser menino e hemofílico é 1/4.

26. (CEFET-RJ) O heredograma a seguir apresenta o tipo sanguíneo de pessoas de quatro gerações:

26

Assinale a alternativa que expressa a probabilidade de o casal II,6 e IV,2 ter um filho do sexo masculino, com sangue tipo A:

a) 1/4.

b) 1/8.

c) 1/2.

d) 1/3.

27. (FAFEID) Considerando o sistema ABO na espécie humana, é correto afirmar que:

a) Um indivíduo do grupo sanguíneo O apresenta nas hemácias os aglutinogênios A e B.

b) Um indivíduo do grupo sanguíneo A apresenta nas hemácias o aglutinogênio A e no plasma aglutinina Anti-B.

c) Um indivíduo do grupo sanguíneo AB apresenta no plasma as aglutininas Anti-A e Anti-B.

d) Um indivíduo do grupo sanguíneo B pode receber sangue de B e AB.

28. (UFPA) Os alelos que controlam o sistema MN no homem podem ser representados pelos símbolos M e N. Os três genótipos possíveis são identificados através de reações com anti-soros anti-M e anti-N. Nesse sistema, a relação existente entre os alelos é:

a) De dominância.

b) De recessividade.

c) De penetrância intermediária.

c) De co-dominância.

e) Semelhante ao do sistema Ss.

29. (UNICENTRO) Com relação à interação entre alelos de um mesmo gene, a dominância incompleta é:

a) O fenômeno de um gene condicionar ou influenciar mais de uma característica no indivíduo.

b) O fenômeno em que um alelo em um loco pode mascarar a expressão de um alelo de outro loco, que atua sobre o mesmo caráter.

c) O fenômeno no qual ambos os membros de um par de alelos se expressam no indivíduo heterozigótico, contribuindo para o fenótipo.

d) A condição na qual os indivíduos heterozigóticos apresentam o fenótipo idêntico a um dos homozigóticos.

e) A condição em indivíduos heterozigóticos, na qual o fenótipo é intermediário entre os fenótipos dos dois homozigóticos.

30. (UNIFOR) “Conhecer o padrão desses mosaicos genéticos pode ajudar no tratamento e diagnóstico de doenças e até em investigações policiais”.

Revista Época, outubro/2013.

Analisando o texto, pode-se inferir que:

a) Uma vez que o mosaicismo pode surgir a partir de mutações espontâneas que determinadas células sofrem, conclui-se que a maioria das variações será do tipo maligna.

b) Uma vez que o mosaicismo pode surgir a partir de mutações espontâneas que determinadas células sofrem, essas variações serão mais fáceis de diagnosticar.

c) Uma vez que o mosaicismo pode ocorrer antes da separação das células germinativas, a mutação será diagnosticada em 50% da prole, enquanto os outros 50% serão normais.

d) Uma vez que o mosaicismo acarreta num indivíduo células com material genético diferente, as doenças desse padrão poderão ser estudadas através de sequências nucleotídicas do indivíduo afetado.

e) Uma vez que o mosaicismo acarreta num indivíduo células com material genético diferente, será possível que alguém vá preso porque uma mutação o torna parecido com o de um criminoso.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 29 de setembro de 2016

TESTES DE ZOOLOGIA (16)

01. (UFSJ) Uma doença parasitária muito comum nos animais domésticos, principalmente em áreas rurais no Brasil, é o berne, que infesta o gado, cães e até mesmo humanos. Berne é a designação comum da larva da mosca Dermatobia hominis. O termo veterinário para essa infestação é miíase. Sobre as larvas de berne, é correto afirmar que:

a) São larvas; portanto, são da mesma classe dos vermes e dos anelídeos.

b) São insetos, dípteros, artrópodes e apresentam metamorfose completa, com adultos de vidra livre.

c) Por serem parasitos obrigatórios, não são de vida livre em nenhuma etapa da vida.

d) Não possuem metamorfose, pois esta é característica de outra classe de insetos, da qual pertencem as borboletas.

02. (PUC-CAMPINAS) Para que um animal seja identificado como um crustáceo ele deve apresentar:

a) Sistema circulatório fechado, respiração branquial e um par de antenas.

b) Sistema circulatório lacunar, respiração traqueal e dois pares de antenas.

c) Sistema circulatório aberto, respiração branquial e dois pares de antenas.

d) Sistema circulatório aberto, respiração traqueal e um par de antenas.

e) Sistema circulatório fechado, respiração filotraqueal e um par de antenas.

03. (UEA) O pirarucu (Arapaima gigas) é o maior peixe da bacia Amazônica. Sua pesca é feita por meio de arpão no momento em que ele vem à tona para:

a) Se alimentar de sementes que estão boiando na superfície da água.

b) Procurar águas ricas em zooplâncton.

c) Visualizar possíveis predadores.

d) Respirar ar atmosférico.

e) Procurar águas menos turvas.

04. (UFMG) Analise estas características de um animal na fase adulta:

– Hábitat: brejos.

– Trocas gasosas: pele e/ou pulmões.

– Nutrição: carnívoros.

– Anatomia da boca: ausência de dentes e presença de língua protátil.

Considerando-se tais características, é incorreto afirmar que esse animal:

a) Apresenta variação de temperatura corporal.

b) Se alimenta de insetos capturados com a língua.

c) Se reproduz por fecundação interna e possui ovo com casca.

d) Utiliza o oxigênio presente no ar ou dissolvido na água.

05. (PUC-CAMPINAS) Considere os caracteres abaixo:

I. Número de extremidades locomotoras.

II. Número de antenas.

III. Tipo de estruturas respiratórias.

Uma formiga e um camarão diferem:

a) Somente por I.

b) Somente por I e II.

c) Somente por I e III.

d) Somente por II e III.

e) Por I, II e III.

06. (UFLA) A bexiga natatória é:

a) O órgão sensorial olfativo dos peixes.
b) Homóloga ao ouvido interno dos vertebrados terrestres.
c) Análoga à bexiga urinária dos vertebrados terrestres.
d) O órgão de equilíbrio dos peixes cartilaginosos.
e) O órgão do equilíbrio hidrostático dos peixes ósseos.

07. (UFG) Observe a tira a seguir:

07

O invertebrado, observado por Mafalda, pertence ao filo que, evolutivamente, é o mais próximo dos cordados, por apresentarem:

a) Hábitat marinho.

b) Mesoderme.

c) Deuterostomia.

d) Fecundação externa.

e) Simetria radial.

08. (PUC-CAMPINAS) Esta questão relaciona-se à esquistossomose, causada pelo Schistosoma mansoni, cujo ciclo de vida encontra-se esquematizado abaixo.

08a

      (Sônia Lopes. BIO. São Paulo: Saraiva. 1999. p. 266)

Assinale a alternativa da tabela que contém os dados corretos sobre algumas características do filo ao qual pertence Schistosoma mansoni.

08b

 

09. (PUC-RS) As atividades humanas vêm provocando sérias alterações no meio ambiente, as quais comprometem a sobrevivência de muitos seres vivos. Os representantes da classe Amphibia, por exemplo, formam um grupo particularmente afetado pela ação conjunta da acidificação dos ambientes aquáticos (decorrente da chuva ácida) e do aumento no nível de radiação ultravioleta (resultante da destruição da camada de ozônio). Com relação às características desta classe de animais, é incorreto afirmar que:

a) São animais ectotérmicos (ou pecilotérmicos).

b) Possuem coração com três cavidades.

c) Geralmente apresentam fecundação externa.

d) São vertebrados tetrápodos.

e) Possuem pele seca e impermeável.

10. (UFPI) Os insetos são animais invertebrados, classificados quanto à presença ou não de asas e quanto à sua metamorfose. Observe a figura abaixo e marque a alternativa que indica corretamente a classificação dos diferentes grupos de insetos.

10

a) I e II são apterigotos e hemimetábolos.

b) II e III são pterigotos e holometábolos.

c) II é pterigoto e hemimetábolo.

d) I e III são apterigotos.

e) III é apterigoto e holometábolo.

11. (PUC-SP) Observe as figuras abaixo:

11

Esses seres vivos podem ser identificados, respectivamente, pelas seguintes características:

a) Excreção por tubos de Malpighi; circulação dupla e incompleta; homeotermia; metamorfose.

b) Excreção por tubos de Malpighi; metamorfose; circulação dupla e incompleta; homeotermia.

c) Metamorfose; circulação dupla e incompleta; homeotermia; excreção por tubos de Malpighi.

d) Metamorfose; homeotermia; circulação dupla e incompleta; excreção por tubos de Malpighi.

e) Circulação dupla e incompleta; excreção por tubos de Malpighi; homeotermia; metamorfose.

12. (UFPA) Ciclóstomos são parasitas de peixes, aos quais se fixam através de ventosas, sugando-lhes o sangue até mata-los. Um exemplo típico de ciclóstomos é o(a):

a) Anfioxo.

b) Ascídia.

c) Celacanto.

d) Lampreia.

e) Piramboia.

13. (UNIFOR) A minhoca apresenta respiração (I) e circulação (II). Para completar corretamente a frase, I e II devem ser substituídos, respectivamente, por:

a) Cutânea e aberta.

b) Cutânea e fechada.

c) Branquial e aberta.

d) Branquial e fechada.

e) Traqueal e fechada.

14. (UFBA) No processo digestivo das esponjas, atuam célula de dois tipos: umas englobam o alimento e fazem a digestão intracelular; outras distribuem a todas as demais células o produto dessa digestão. São elas, respectivamente:

a) Solenócitos e macrófagos.

b) Coanócitos e amebócitos.

c) Cnidoblastos e nematocistos.

c) Histiócitos e amebócitos.

e) Coanócitos e histiócitos.

15. (UFPEL) Os Chondrichthyes (peixes cartilaginosos) e os Osteichthyes (peixes ósseos) constituem dois grandes grupos do subfilo vertebrata. Os primeiros são conhecidos como raias, tubarões e quimeras. Os peixes ósseos, por sua vez, são conhecidos por sua ampla biodiversidade global e presença em nosso dia a dia, seja na culinária, como o bacalhau, a sardinha e o atum, seja na ornamentação, como as carpas coloridas, o beta e o popular guppy. Diferenças anatômicas e funcionais em seus sistemas de equilíbrio hidrostático, bombeamento e circulação de água através das brânquias, nos mecanismos sensoriais de defesa e predação, bem como no tipo de escamas, constituem as principais características que separam esses peixes em dois grandes grupos. Com relação a esses grupos, utilizando seus conhecimentos, analise as características diagnósticas a seguir.

I. Chondrichthyes – possuem um fígado oleoso e são desprovidos de bexiga natatória.

II. Osteichthyes – possuem opérculo protegendo as brânquias.

III. Chondrichthyes – alguns podem ter o corpo desprovido de escamas.

IV. Osteichthyes – possuem escamas placoides ou dermoepidérmicas.

V. Chondrichthyes – são dotados de ampolas-de-lorenzini, um tipo de célula sensorial que detecta o potencial elétrico das células das presas.

Está(ão) correta(s) apenas:

a) I, III e IV.

b) I, II e V.

c) II, IV e V.

d) I e II.

e) III.

16. (PUCCAMP) Observe o quadro abaixo.

16

 

Para que ele seja preenchido corretamente, os números (I), (II), (III) e (IV) devem ser substituídos, respectivamente, por:

a) Interna; 4 cavidades; sardinha; interna.

b) Interna; 4 cavidades; cação; interna.

c) Interna; 3 cavidades; truta; externa.

d) Externa; 3 cavidades; lagarto; externa.

e) Externa; 3 cavidades; tartaruga; externa.

17. (UFPR) Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

01. O Schistosoma mansoni é um invertebrado parasita do ser humano e causador da doença de Chagas.

02. Os mamíferos são animais vivíparos, com exceção dos monotremos, que são ovíparos.

04. O sistema ambulacrário ou hidrovascular, presente nos equinodermos, relaciona-se, exclusivamente, com a locomoção desses animais.

08. A maioria das aves é capaz de voar e, neste processo, além das asas e músculos associados ao voo, são importantes a presença do ar nos pulmões e sacos aéreos e os ossos pneumáticos.

16. Os anexos embrionários (cório, âmnio, alantoide e saco vitelínico) permitiram aos répteis e aves a conquista definitiva do meio terrestre. Além de evitarem a dessecação do embrião em desenvolvimento, permitem sua respiração, suprem-no com alimentos e armazenam suas excreções.

32. A aranha-marrom, muito perigosa e comum em Curitiba, pertence ao filo Arthropoda, classe Arachnida.

Soma das alternativas corretas:

18. (UFV) A análise de 3 organismos revelou as seguintes características:

– ANIMAL 1: corpo sem segmentação, cutícula dura e resistente, tubo digestivo completo, respiração cuticular e pseudocelomado.

– ANIMAL 2: corpo frequentemente recoberto por escamas, placas ou carapaça, respiração pulmonar, sem metamorfose, amniota e alantoidiano.

– ANIMAL 3: corpo segmentado, sistema circulatório fechado, excreção por nefrídios, tubo digestivo completo e respiração cutânea.

Pode-se identificar estes três animais como pertencentes, respectivamente, às seguintes classes:

a) Hirudinea, Insecta e Crustacea.

b) Turbelaria, Pisces e Nematoda.

c) Nematoda, Reptilia e Oligochaeta.

d) Turbelaria, Reptilia e Insecta.

e) Nematoda, Pisces e Cestoda.

19. Assinale a opção que associa corretamente as Classes do Filo Arthropoda apresentadas na coluna adiante, em algarismos arábicos, com as características morfológicas apresentadas a seguir, em algarismos romanos:

1. Insetos

2. Crustáceos

3. Aracnídeos

4. Quilópodes

5. Diplópodes

I. Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome, hexápodes.

II. Corpo dividido em cabeça e tronco: um par de patas por segmento do corpo.

III. Corpo dividido em cefalotórax e abdome: aparelho bucal mandibulado.

IV. Corpo dividido em cefalotórax e abdome: quelicerados.

V. Corpo dividido em cabeça e tronco: dois pares de patas por segmento do corpo.

a) I – 1; II – 4; III – 2; IV – 3; V – 5.

b) I – 3; II – 2; III – 4; IV – 1; V – 5.

c) I – 1; II – 5; III – 3; IV – 2; V – 4.

d) I – 2; II – 4; III – 1; IV – 5; V – 3.

e) I – 2; II – 5; III – 1; IV – 3; V – 4.

20. (UFMT) Os Cnidários são animais aquáticos de corpo mole e gelatinoso, cujos representantes mais conhecidos são as águas-vivas, as anêmonas do mar e os corais. A coluna I apresenta três classes de Cnidários e a II características e exemplos. Numere a coluna II de acordo com a I.

COLUNA I

1. Hydrozoa

2. Scyphozoa

3. Anthozoa

COLUNA II

(   ) Passa a maior parte do ciclo de vida como medusa; Aurélia.

(   ) Possui somente o estágio de pólipo em seu ciclo de vida; Corais.

(   ) Passa a maior parte do ciclo de vida como pólipo; Hydra.

Assinale a sequência correta.

a) 1, 3, 2.

b) 3, 1, 2.

c) 2, 3, 1.

d) 2, 1, 3.

e) 3, 2, 1.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 22 de setembro de 2016

TESTES DE BOTÂNICA (XI)

01.  (UEM) O desenvolvimento de uma angiosperma normalmente se inicia com o zigoto, a partir do qual se forma, por sucessivas mitoses, o embrião, contido na semente. Depois ocorrem a germinação e o crescimento da planta recém-formada, que se torna madura e produz flores, frutos e sementes. Sobre as características do desenvolvimento das plantas, assinale o que for correto.

01. Células do embrião em desenvolvimento se distendem e originam células longas (dotadas de vacúolo) que seguem em sua diferenciação, gerando os diferentes tecidos vegetais.

02. Os processos de desenvolvimento são controlados principalmente por hormônios vegetais que atuam no local de produção ou que são transportados para outras partes da planta, onde exercem seus efeitos, mesmo em baixas concentrações.

04. Em nível celular, o desenvolvimento da planta envolve as divisões celulares, controladas principalmente pelas citocininas, e a distensão celular, estimulada pelas auxinas e pelas giberelinas.

08. O crescimento das árvores em espessura é determinado pela produção de quantidades adicionais de vasos condutores, em consequência do estímulo das auxinas sobre as células cambiais.

16. A floração é uma atividade das plantas influenciada pelo fotoperíodo e relacionada ao fitocromo.

32. A germinação das sementes está relacionada à síntese da enzima alfa-amilase, estimulada pelas giberelinas produzidas pelo embrião.

64. A formação e o amadurecimento dos frutos são estimulados pelo etileno e pelo ácido abscísico.

Soma das alternativas corretas:

02. (UNIOESTE) Assinale a(s) alternativa(s) em que todas as correlações entre os grupos vegetais e as características estão corretas.

1. Algas

2. Briófitas

3. Pteridófitas

4. Gimnospermas

5. Monocotiledôneas

6. Dicotiledôneas

a. Talófitas

b. Espermatófitas

c. Fanerógamas

d. Predomínio gametófito no ciclo reprodutivo

e. Criptógamas

f. Flores trímeras

g. Traqueófitas

01. 1g, 2d, 3b, 4g.

02. 1a, 3g, 4b, 5f.

04. 1e, 2b, 5a, 6f.

08. 2d, 3g, 4a, 5d.

16. 3d, 4g, 5b, 6a.

32. 1e, 4g, 5f, 6b.

64. 2d, 3e, 5b, 6c.

Soma das alternativas corretas:

03. (UNITAU) Quanto ao ciclo reprodutivo das briófitas, do tipo musgo, podemos afirmar que:

a) Os esporos (2n) são eliminados da cápsula, para germinarem e produzirem esporófitos femininos (n) e masculinos (n).

b) O esporófito apresenta cápsula onde ocorrerá meiose para formação dos esporos.

c) Os anterozoides só alcançam a oosfera feminina com o auxilio do vento, denominado processo de anemofilia.

d) Da união entre anterozoides e oosfera resultará o gametófito (n).

e) São plantas sexuadas aquelas cujo gametófito produz esporos que germinam em solo úmido.

04. (UEM) Considere a palmeira babaçu, um fungo comestível, e a conífera pinheiro-do-paraná, e assinale o que for correto.

01. As paredes das hifas do fungo são formadas pela união de moléculas de aminoácidos, constituindo o polissacarídeo quitina.

02. Babaçu é planta típica da formação vegetal denominada de zona dos cocais.

04. Babaçu e pinheiro-do-paraná são vegetais classificados como angiospermas.

08. O fungo é um organismo eucariótico e heterotrófico.

16. No babaçu e no pinheiro-do-paraná, o processo metabólico representado pela equação C6H12O6 + 6O2 → 6CO2 + 6H2O + energia ocorre apenas no período não iluminado (noite).

Soma das alternativas corretas:

05. Os musgos são vegetais pertencentes à divisão Bryophyta. Sobre eles, pode-se afirmar corretamente:

a) Produzem gametas por meiose, mas não formam esporos.

b) São mais complexos e evoluídos do que as samambaias.

c) Transportam nutrientes minerais pelo xilema, mas são totalmente desprovidos de floema.

d) Apresentam tamanhos reduzidos porque transportam nutrientes e água por difusão.

e) Formam pigmentos fotossintéticos representados pelas clorofilas e ficobilinas, daí a coloração verde-escura que exibem.

06. (UDESC) As flores são estruturas reprodutivas das fanerógamas, responsáveis, em parte, pelo aumento da diversidade genética das espécies vegetais. Assinale a alternativa correta a respeito da flor.

a) O pistilo é formado pelo cálice, corola, ovário e estame.

b) O gineceu é formado pelo ovário, estilete e estigma.

c) O androceu é a parte masculina da flor e constitui-se de um ou mais pistilos.

d) O filete é uma estrutura carpelar que, em conjunto com a antera, forma o cálice.

e) As pétalas e sépalas das flores são folhas modificadas que produzem os grãos de pólen.

07. (UPF) Pesquisadores da Universidade de Passo Fundo estão desenvolvendo uma pesquisa sobre a Conservação e Biodiversidade no Parque Municipal de Sertão e já registraram 22 espécies de anfíbios. Além de conhecer as espécies da fauna, esses registros contribuem para a conservação de um fragmento de floresta ombrófila mista do bioma mata Atlântica, que hoje corresponde a menos de 2% da floresta original. Nesta unidade de conservação destaca-se o pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifolia), planta do grupo das Pinophytas (Gimnospermas). Essa planta tem como característica reprodutiva:

a) A polinização feita por animais como a entomofilia (insetos), ornitofilia (aves) e quiropterofilia (morcegos).

b) Estruturas produtoras de gametas pouco evidentes como nas criptógamas.

c) Sementes protegidas no interior dos frutos que se originam do desenvolvimento do ovário da flor.

d) O transporte dos grãos de pólen até o óvulo pelo vento e a transformação do óvulo em semente.

e) A dependência da água para a reprodução sexuada, porque seus gametas masculinos flagelados precisam alcançar os gametas femininos que são imóveis.

08. (IFSul) As angiospermas são o grupo de plantas com o maior número de espécies, disseminadas nos mais variados ambientes. Como sua fecundação independe da água, adaptaram-se com facilidade ao meio terrestre. Com relação as estruturas envolvidas e ao processo de reprodução dessas plantas, todas as afirmativas abaixo estão corretas, exceto:

a) Tanto o embrião quanto o endosperma, formados no processo de dupla fecundação, são estruturas diploides.

b) O grão de pólen, ao germinar, origina o tubo polínico que abriga dois núcleos espermáticos e um núcleo vegetativo.

c) Dos verticilos de reprodução, denomina-se androceu ao conjunto de estames e, gineceu ao conjunto de carpelos.

d) A semente em desenvolvimento produz AIA (acido indolilacético) e giberelinas, que promovem o desenvolvimento do ovário para a formação do fruto.

09. (CEDERJ) Acredita-se que as plantas terrestres tenham surgido a partir de um grupo ancestral de algas verdes, uma vez que existem várias características que as aproximam. Nesse contexto, as briófitas formariam o grupo de transição das plantas no ambiente terrestre. Para a identificação das briófitas como grupo de transição, as estruturas fundamentais são:

a) Raiz, cauloide e folha.

b) Rizoide, cauloide e filoide.

c) Raiz, caule e folha.

d) Rizoide, caule e filoide.

10. (UFPR) O gráfico abaixo representa uma divisão celular ao longo do tempo e as mudanças no número de cromossomos na célula, enquanto a figura representa o ciclo reprodutivo da araucária (Araucaria angustifolia), típico de uma Gymnospermae.

10

Com base na relação entre a figura e o gráfico, assinale a alternativa correta.

a) A etapa 4 do gráfico corresponde à etapa da formação da semente após a polinização na figura da araucária.

b) A etapa 2 do gráfico corresponde exatamente ao fenômeno da fecundação das araucárias.

c) A etapa 3 do gráfico indica a germinação e crescimento na fase adulta da araucária.

d) A etapa 6 do gráfico indica exatamente a polinização nas araucárias.

e) A etapa 7 do gráfico corresponde exatamente ao grão de pólen e ao óvulo nas araucárias.

11. (URCA) O gênero Ibiscus (família malvaceae) possui mais de 300 espécies cultivadas, pela beleza de suas flores, em todas as regiões tropicais e subtropicais do mundo. As setas 1 e 2 na flor de Ibiscus abaixo apontam, respectivamente, para:

11

a) Estigmas e anteras.

b) Ovário e óvulos.

c) Pedúnculo e estilete.

d) Filete e conectivo.

e) Sépalas e antípodas.

12. (UNEMAT) Pesquisadores da UNEMAT e da UnB têm investigado a diversidade das briófitas do cerrado mato-grossense. Algumas espécies ainda desconhecidas pela comunidade científica estão em processo de descrição. Sobre as briófitas, marque a alternativa correta:

a) Se os pesquisadores fizessem o cariótipo das briófitas coletadas, as células seriam diploides (2n) na parte superior (esporófitos) e haploides (n) na parte inferior (gametófitos) e nos esporos.

b) Os pesquisadores encontraram muitas briófitas no cerrado desmatado, já que briófitas são organismos pioneiros comuns na sucessão ecológica, graças à sua tolerância a ambientes secos e ensolarados.

c) Os pesquisadores precisaram usar técnicas de escalada para subir nas briófitas e coletá-las, porque esse grupo de vegetais alcança alturas consideráveis por possuírem xilema, floema e tecido de sustentação com lignina.

d) Os pesquisadores sempre coletaram as flores das briófitas, já que a forma e a composição dessa estrutura são importantes para identificar e diferenciar as espécies de briófitas entre si.

e) Os pesquisadores diriam, com razão, que a maior biomassa vegetal do cerrado é composta por briófitas, ou seja, se retirássemos a vegetação do cerrado e pesássemos cada grupo, o grupo com o maior peso seria o das briófitas.

13. (UFPel) As figuras mostram, respectivamente, a germinação de semente de feijão (A) e de milho (B).

13

Com base em seus conhecimentos e nos “textos”, é correto afirmar que as figuras A e B mostram, respectivamente, as seguintes germinações:

a) Hipógea de uma dicotiledônea e epígea de uma monocotiledônea. No primeiro caso, a plúmula é protegida pelo coleóptilo, e, no segundo, pelo cotilédone.

b) Epígea de uma monocotiledônea e hipógea de uma dicotiledônea. No primeiro caso, a plúmula é protegida pelo gancho de germinação e, no segundo, pelo coleóptilo.

c) Epígea de uma dicotiledônea e hipógea de uma monocotiledônea. No primeiro caso, a plúmula é protegida pelo coleóptilo e, no segundo, pelo gancho de germinação.

d) Epígea de uma dicotiledônea e hipógea de uma monocotiledônea. No primeiro caso, a plúmula é protegida pelo gancho de germinação e, no segundo, pelo coleóptilo.

e) Hipógea de uma monocotiledônea e epígea de uma dicotiledônea. No primeiro caso, a plúmula é protegida pelo gancho de germinação e, no segundo, pelo coleóptilo.

14. (UFU) O cladograma abaixo indica as relações filogenéticas entre os grupos de plantas atuais. As letras indicam grupos de plantas e os números indicam a aquisição de uma determinada característica.

14

Sobre o cladograma acima assinale a alternativa incorreta:

a) A letra A corresponde ao grupo das Briófitas e o número 1 corresponde aos tecidos condutores.

b) Os grupos A, B e Angiospermas são Traqueófitas.

c) A letra B corresponde ao grupo das Gimnospermas.

d) A característica 2 refere-se à presença de semente.

15. (IFG) A seguir, estão listadas algumas características vegetais:

I. Presença de estômatos na superfície inferior da folha.

II. Presença de estômatos recobertos por pelos.

III. Ausência de cutícula.

IV. Parênquima paliçádico bem desenvolvido.

V. Grande superfície foliar.

Assinale a alternativa que apresenta as características que não contribuem para a redução nas taxas de transpiração da planta.

a) Somente as características I e V.

b) Somente as características III e V.

c) Somente as características II, IV e V.

d) Somente as características II,III,IV e V.

e) Somente as características I, III, IV e V.

16. (UFJF) O fenômeno da gutação consiste na perda de seiva xilemática, em estado líquido, através dos hidatódios. As condições ideais para a ocorrência desse fenômeno são:

a) Baixa umidade relativa do ar, temperatura elevada e solo seco.

b) Alta umidade relativa do ar, temperatura elevada e solo seco.

c) Baixa umidade relativa do ar, temperatura amena e solo úmido.

d) Alta umidade relativa do ar, temperatura amena e solo úmido.

e) Baixa umidade relativa do ar, temperatura amena e solo seco.

17. (UNICENTRO) Flores polinizadas por pássaros normalmente apresentam cores variadas, produzem néctar em abundância, não exalam odores e abrem durante o dia. Comparando-se com as características das flores polonizadas por pássaros espera-se que uma flor polinizada por morcegos tenha:

a) Cores variadas, néctar abundante, sem odor e abertura vespertina.

b) Cores variadas, néctar escasso, sem odor e abertura noturna.

c) Cor branca, néctar abundante, sem odor e abertura diurna.

d) Cor branca, néctar escasso, odor forte e abertura noturna.

e) Cor branca, néctar abundante, odor forte e abertura noturna.

18. (UEPA) Leia o texto abaixo para responder esta questão.

[…] “Tudo começou com a MAÇÃ (1). Depois foi a vez da MANGA (2), do ABACATE (3), do CAJU (4), do ABACAXI (5) e outras frutas do paraíso”. Os frutos e pseudofrutos fazem parte de nossa vida, mas muitas vezes não temos a consciência do que eles são e qual sua importância na alimentação e no ambiente. No nosso organismo exercem papéis importantes, pois são fontes de água, fibras (celulose), vitaminas, sais minerais, frutose, gorduras e proteínas.

                       (Adaptado de http://treinosacademia.com.br/qual-a-importancia-dasfrutas-na-nossa-alimentacao/)

Das palavras destacadas e numeradas no Texto acima, analise as afirmativas a seguir:

I. A parte comestível de 1 origina-se do receptáculo floral.

II. 2 e 3 são originados de um único ovário fecundado.

III. 5 é originado do desenvolvimento de ovários das flores de uma inflorescência.

IV. A polpa de 4 origina-se do pedúnculo floral.

A alternativa que apresenta apenas frutos é:

a) I.

b) II.

c) I e II.

d) II e III.

e) III e IV.

19. (UEMA) Plantas que vivem preferencialmente em lugares úmidos e sombreados e que dependem da água para fecundação são conhecidas como briófitas e pteridófitas. Quanto aos vasos condutores, quanto à presença ou ausência de sementes e de frutos, esses vegetais caracterizam-se por serem, respectivamente:

a) Avasculares, sem sementes e sem frutos; vasculares, sem sementes e sem frutos.

b) Vasculares, sem sementes e sem frutos; avasculares, sem sementes e sem frutos.

c) Avasculares, com sementes e sem frutos; vasculares, sem sementes e com frutos.

d) Vasculares, com sementes e com frutos; avasculares, com sementes e com frutos.

e) Avasculares, sem sementes e com frutos; vasculares, com sementes e sem frutos.

20. (UECE) O milho, o arroz e o trigo são plantas muito utilizadas na alimentação humana e bastante importantes para a economia mundial. Com relação à morfologia externa desses vegetais, é correto afirmar-se que todas possuem:

a) Raízes fasciculadas e folhas reticuladas, simples e pecioladas.

b) Raízes pivotantes e folhas paralelinérveas, compostas e pecioladas.

c) Raízes pivotantes e folhas peninérveas, compostas e invaginantes.

d) Raízes fasciculadas e folhas paralelinérveas, simples e invaginantes.

gab

 

Publicado por: Djalma Santos | 22 de setembro de 2016

TESTES DE ZOOLOGIA (14)

01. (UNIOESTE) “Por centenas de anos as sanguessugas foram usadas no tratamento para qualquer mal – até que sumiram de cena. Agora elas estão colocando as ventosas de fora novamente. No fim do século XIX, haviam sido banidas como símbolo de uma medicina que não conhecia os riscos da contaminação por microrganismos. Mas uma substância anticoagulante presente na saliva das sanguessugas tem se mostrado uma solução eficaz para tratar hematomas decorrentes de cirurgias plásticas e até para salvar reimplantes de dedo e orelha. Ela permite que o sangue circule enquanto os microvasos sanguíneos que não puderam ser religados durante a operação não se refazem. Assim, a parte reimplantada é mantida viva até o restabelecimento da circulação.”

Disponível em http://revistaepoca.globo.com/Epoca/0,,EPT1052804-1664,00.html.

Com relação a estes organismos, e incorreto afirmar que:

a) Os hirudíneos podem ser ectoparasitas.

b) A saliva da sanguessuga apresenta substâncias anestésicas que reduzem a dor, quando insere a ventosa oral e corta a pele com os dentículos.

c) A faringe destes Polychaetas atua como uma bomba sugadora de sangue.

d) Os anelídeos são animais que apresentam o corpo segmentado e os representantes mais conhecidos são as minhocas e as sanguessugas.

e) O sangue ingerido por este invertebrado hermafrodita é digerido lentamente no sistema digestório, que possui boca e ânus.

02. (UFPel)

02

Os anfíbios receberam este nome pelo fato de a maioria de suas espécies passar uma fase da vida na água e outra fase na terra (anfi=duas, bio=vida). A figura acima representa o ciclo de vida de um anfíbio anuro com estas características.

LOPES, S. Bio. São Paulo: Ed. Moderna, 2004. [adapt.].

De acordo com seus conhecimentos e com as informações dos textos, é correto afirmar que os anfíbios representados na figura apresentam:

a) Fecundação externa, em que os espermatozoides e os óvulos são liberados na água, ambiente em que se desenvolve o girino – larva aquática que respira através de brânquias externas.

b) Fecundação interna, sendo que, após a cópula, os ovos fertilizados são eliminados na água, ambiente em que os girinos se desenvolvem até formarem, por metamorfose, os indivíduos adultos.

c) Na fase adulta, respiração branquial e cutânea, sendo esta última uma adaptação importante à vida terrestre, por representar uma maior superfície de captação de oxigênio atmosférico.

d) Respiração exclusivamente cutânea na fase larval, o que permite a captação do oxigênio diluído na água; após a transformação para a fase adulta, a respiração passa a ser pulmonar, o que garante a sobrevivência no ambiente terrestre.

e) Vida aquática somente na fase larval e na época da reprodução, pois a pele desses animais apresenta estruturas que impedem a perda de água, o que possibilita a sobrevivência dos adultos no ambiente seco.

03. (UFSJ) Os cefalópodes constituem um grupo de moluscos que conquistaram o ambiente nectônico, ou seja, passaram a nadar ativamente na coluna d’água, competindo, predando e sendo predados por vertebrados. As características morfofisiológicas presentes nesses moluscos, que possibilitaram tal modo de vida, são:

a) Maior acuidade visual, circulação fechada e respiração cutânea.

b) Substituição da rádula pelo bico quitinoso, circulação aberta e respiração pulmonar.

c) Bolsa de tinta, circulação aberta e respiração branquial.

d) Aumento da complexidade do sistema nervoso, circulação fechada e manto muscular.

04. (UEPG) O Reino Animal reúne organismos heterótrofos multicelulares que possuem tecidos corporais bem definidos. Com relação à histologia e à organologia animal, assinale o que for correto.

01. A parede do corpo de uma esponja delimita uma cavidade central denominada átrio ou espongiocela.

02. Nas esponjas, os coanócitos promovem a circulação de água com o batimento de seus flagelos e que fagocitam partículas de alimentos suspensas na água.

04. Os cnidários são os primeiros animais na escala zoológica a apresentar uma cavidade digestiva na qual ocorre parte da digestão dos alimentos.

08. O corpo de um molusco é revestido por uma epiderme rica em glândulas. Em muitas espécies existem glândulas epidérmicas que fabricam a concha, responsável pela proteção e pela sustentação esquelética do animal.

16. A minhoca e outros anelídeos possuem sistema circulatório fechado, ou seja, o sangue nunca sai dos vasos sanguíneos.

Soma das alternativas corretas:

05. (UNISC) Estes animais compreendem metazoários marinhos, celomados, com simetria bilateral na fase embrionária e pentarradiada na fase adulta, dotados de endoesqueleto calcário, recoberto, imediatamente, por uma epiderme fina que reveste, inclusive, os espinhos numerosos que fazem proeminência na superfície. Possuem um sistema especial, o sistema aquífero, substituto do sistema circulatório dos outros animais. As características descritas se referem:

a) Aos gastrópodos.

b) Aos cefalópodos.

c) Aos pelecípodos.

d) Aos equinodermos.

e) Aos crustáceos.

06. (PUC-PR) Duas espécies identificadas por biólogos brasileiros entraram no Top 10 New Species, lista anual com os 10 animais mais interessantes ou belos do mundo elaborada pela Universidade do Estado do Arizona, Estados Unidos. A primeira do Brasil a entrar na lista (a número 10) é a aranha-caranguejeira-azul, Pterinopelma sazimai. Encontrada em campos rupestres e descrita por Rogério Bertani, Roberto Nagahama e Caroline Fukushima, do Instituto Butantan, homenageia o biólogo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Ivan Sazima, o primeiro a coletar o animal. A número 2 é a água-viva Tamoya ohboya, coletada no Caribe por Antônio Marques e André Morandini, da Universidade de São Paulo e do programa Biota-FAPESP.

Disponível em: http://revistapesquisa.fapesp.br/2012/06/14/as-misses-da-natureza/. Acesso em 23/06/2012.

Comparando os animais aranha-caranguejeira-azul, Pterinopelma sazimai, e a água-viva, Tamoya ohboya, afirma-se:

a) A aranha pertence ao filo Artrópode, classe dos aracnídeos. Os aracnídeos são mandibulados. A água viva é um Cnidário. Ambos pertencem ao reino animal. O grau de semelhança embriológico entre eles é que ambos são eumetazoários, enterozoários e enterocelomados.

b) A aranha pertence ao filo dos Aracnídeos, a classe dos insetos. Os insetos são mandibulados. A água viva é um Cnidário. Ambos pertencem ao reino animal. O grau de semelhança embriológico entre eles é que ambos são eumetazoários e enterozoários.

c) A aranha e a água viva não apresentam semelhança embriológica. A água viva é um parazoário e a aranha é um eumetazoário.

d) A aranha pertence ao filo Artrópode, a classe dos aracnídeos. Os aracnídeos são quelicerados. A água viva é um Cnidário. Ambos pertencem ao reino animal. O grau de semelhança embriológico entre eles é que ambos são eumetazoários e enterozoários.

e) A aranha pertence ao filo Artrópode, classe dos aracnídeos. Os aracnídeos têm 8 patas e ausência de antenas (áceros). A água viva é um Cnidário, possui 10 patas (decápoda). Ambos pertencem ao reino animal.

07. (UEA) A figura apresenta a anatomia interna de um inseto.

07

Dentre as estruturas apresentadas, duas delas contribuíram para a adaptação à vida terrestre, uma, promovendo a filtração da hemolinfa, dela retirando o ácido úrico, e a outra, promovendo a reabsorção da água antes da eliminação das excretas. Essas estruturas são, respectivamente:

a) Proventrículo e ceco gástrico.

b) Ceco gástrico e estômago.

c) Papo e proventrículo.

d) Faringe e túbulos de Malpighi.

e) Túbulos de Malpighi e intestino.

08. Leia a tira abaixo.

08

Invertebrados como os citados na tira têm em comum:

a) Exoesqueleto de quitina.

b) Circulação fechada.

c) Respiração traqueal.

d) Excreção por meio de nefrídeos.

e) Corpo metamerizado.

09. As figuras a seguir representam dois animais invertebrados, o nereis, um poliqueto marinho e a centopeia, um quilópode terrestre.

09

Apesar de apresentarem algumas características comuns, tais como, apêndices locomotores e segmentação do corpo, estes animais pertencem a filos diferentes. Assinale a alternativa correta.

a) O nereis é um anelídeo, a centopeia é um artrópode e ambos apresentam circulação aberta.

b) O nereis é um artrópode, a centopeia é um anelídeo e ambos apresentam circulação fechada.

c) O nereis é um asquelminto, a centopeia é um platelminto e ambos não apresentam sistema circulatório.

d) O nereis é um anelídeo, a centopeia é um artrópode e ambos apresentam exoesqueleto.

e) O nereis é um anelídeo, a centopeia é um artrópode, mas apenas a centopeia apresenta exoesqueleto.

10. (UECE) Leia atentamente as afirmativas abaixo.

I. O esqueleto axial é responsável pelo suporte do corpo dos vertebrados, além de responder pela proteção dos órgãos devido à presença da caixa craniana, da coluna vertebral e da caixa torácica.

II. Artrópodes possuem exoesqueleto composto por uma substância semelhante à celulose, denominada quitina.

III. Moluscos possuem esqueleto interno muito importante para a locomoção no ambiente marinho.

IV. Esqueletos são estruturas de sustentação exclusivas dos vertebrados, portanto, insetos, aracnídeos e esponjas não os possuem.

É correto o que se afirma em:

a) II, III e IV, apenas.

b) III e IV, apenas.

c) I e II, apenas.

d) I, III e IV, apenas.

11. (UFPB) Em uma aula de Ecologia, o professor falou sobre a importância de alguns representantes do grupo dos anelídeos para o meio ambiente e de sua larga utilização no cultivo de produtos orgânicos. Sobre esses organismos, é correto afirmar que são:

a) Acelomados, possuem sistema digestório completo e corpo formado por vários metâmeros.

b) Acelomados, possuem sistema circulatório aberto e respiração cutânea.

c) Celomados, possuem sistema circulatório fechado e liberam amônia como produto de excreção.

d) Celomados, diploblásticos e possuem reprodução do tipo sexuada e assexuada.

e) Celomados, deuterostômios e possuem sistema nervoso formado por gânglios ligados por cordões nervosos.

12. (FUVEST) Um determinado animal adulto é desprovido de crânio e apêndices articulares. Apresenta corpo alongado e cilíndrico. Esse animal pode pertencer ao grupo dos:

a) Répteis ou nematelmintos.

b) Platelmintos ou anelídeos.

c) Moluscos ou platelmintos.

d) Anelídeos ou nematelmintos.

e) Anelídeos ou artrópodes.

13. (UFPI) As serpentes que possuem um par de presas móveis inoculadoras de peçonhas, localizadas na região anterior do maxilar, e com um canal interno, são denominadas:

a) Proteróglifas.

b) Áglifas.

c) Opistóglifas.

d) Opistoglifodontes.

e) Solenóglifas.

14. (IFSC) O reino Animalia (animais) compreende os organismos classificados como eucarióticos, multicelulares e com nutrição heterotrófica. Neste reino, está reunida uma grande diversidade de espécies distribuídas em vários filos.

Assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

01. O filo Chordata (cordados) reúne alguns animais invertebrados aquáticos, como as ascídias e os anfioxos, e todos os animais vertebrados: peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

02. O filo Platyhelminthes (platelmintos) reúne animais com corpo achatado dorso-ventralmente, que vivem em água doce ou salgada, em ambientes terrestres úmidos ou no interior de outros animais, como parasitas. Os platelmintes parasitas mais conhecidos são as tênias e os esquistossomos.

04. Os artrópodes constituem o maior filo de todo o reino animal e apresentam como características gerais as pernas articuladas e um exoesqueleto de quitina.

08. Dentre os vários animais incluídos no Filo Arthropoda (artrópodes), podemos destacar as formigas, os siris e as aranhas.

16. Os animais incluídos na classe Mammalia (mamíferos) apresentam glândulas mamárias, corpo total ou parcialmente coberto por pelos, presença de glândulas sebáceas e sudoríparas.

32. Um dos principais aspectos que possibilitou aos répteis conquistarem o ambiente terrestre foi o fato de seu ovo ser protegido por uma casca membranosa ou calcária, e seus embriões desenvolverem estruturas extra-embrionárias como o saco vitelínico, o âmnio e o alantoide.

Soma das alternativas corretas:

15. (UFMS) Segundo José Luiz Soares (Dicionário Etimológico e Circunstanciado de Biologia, Editora Scipione), a definição de larva é “forma imatura de qualquer organismo animal que se desenvolve através de metamorfose”.

Sobre as larvas, assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

01. Nenhum dos animais vertebrados possui uma fase de vida com forma larval.

02. Náuplio, mísis e zoé são formas larvais encontradas nos crustáceos.

04. Trocófora e véliger são formas larvais encontradas nos moluscos.

08. A presença de uma fase larval no ciclo de vida é uma das principais características das aranhas e dos escorpiões.

16. As larvas são encontradas no ciclo de vida de todos os animais marinhos.

32. Em insetos com desenvolvimento holometábolo, ocorre uma fase larval. São exemplos de larvas desses insetos: as lagartas de borboletas e as larvas de moscas.

Soma das proposições corretas:

16. (FUVEST) O esquema abaixo representa uma das hipóteses para explicar as relações evolutivas entre grupos de animais. A partir do ancestral comum, cada número indica o aparecimento de determinada característica. Assim, os ramos anteriores a um número correspondem a animais que não possuem tal característica e os ramos posteriores, a animais que a possuem.

16

As características “cavidade corporal” e “exoesqueleto de quitina” correspondem, respectivamente, aos números:

a) 1 e 6.

b) 2 e 4.

c) 2 e 5.

d) 3 e 4.

e) 3 e 5.

17. (UEL) Considerando um artrópode com cefalotórax e abdômen, de respiração branquial e com um tipo de básico de apêndice birreme, é correto afirmar ele também possui:

a) Dois pares de antenas.

b) Um par de antenas.

c) Excreção por túbulos de Malpighi.

d) Cérebro bipartite.

e) Sistema circulatório fechado.

18. (UFSC) Com relação ao Reino Animal, assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

01. Formado por animais sésseis e geralmente hermafroditas, a maioria das espécies do filo Poríferos são aquáticas, apesar de existirem algumas espécies terrestres.

02. A lombriga e a solitária (tênia), parasitas do intestino humano, pertencem aos filos Platelmintos e Nematelmintos, respectivamente.

04. Animais cujo corpo é formado por numerosos anéis repetidos (metâmeros) pertencem ao filo Anelídeos, do qual a minhoca é o representante mais conhecido.

08. O filo Cnidários é formado, basicamente, por dois tipos morfológicos de indivíduos, que são: pólipos, cujo principal representante é a água-viva, e medusas, representadas pelos corais.

16. No filo Moluscos existem indivíduos com concha externa, como é o caso das ostras e mexilhões, e também indivíduos sem ela, como é o caso da lula e do polvo.

32. De todo o reino animal, o filo Artrópodes é o que apresenta o maior número de espécies.

64. No filo Cordados, somente a classe Mamíferos apresenta circulação dupla e completa.

Soma das proposições corretas:

19. (UCPel) No cardápio de um restaurante, tem-se a seguinte sugestão para o prato do dia:

* Casquinha de siri, polvo à milanesa, camarão ao molho catupiry, filé de linguado grelhado..

A classificação correta desses animais é:

a) Crustáceo, molusco, crustáceo, peixe.

b) Molusco, crustáceo, peixe, quelônio.

c) Quelônio, molusco, molusco, peixe.

d) Crustáceo, peixe, quelônio, peixe.

e) Molusco, peixe, quelônio, crustáceo.

20. (UECE) Sobre a evolução dos anfíbios, assinale o correto.

a) Estes animais foram os primeiros vertebrados a sobreviver em ambiente terrestre e, para tanto, desenvolveram uma pele áspera e rígida, capaz de suportar a dessecação imposta pelo meio terrestre.

b) A presença de uma língua musculosa, rápida, pegajosa e protrátil, possibilitou a captura de presas, facilitando a sobrevivência desses animais no ambiente terrestre.

c) Os anfíbios são animais bem adaptados ao ambiente terrestre, uma vez que produzem ovos com casca, resistentes à dessecação.

d) Embora sejam animais adaptados ao ambiente terrestre, os anfíbios não possuem pálpebras, essenciais à proteção ocular, e, somente por isso, precisam estar sempre próximos de ambientes aquáticos para realizar a lubrificação dos olhos.

gab

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias