Publicado por: Djalma Santos | 1 de agosto de 2017

TESTES DE HORMÔNIOS VEGETAIS (4)

01. (UENP) Dona Ana está muito feliz, pois seu filho Pedro finalmente conseguiu ser aprovado no vestibular da UENP, uma renomada universidade pública. Para comemorar e presenteá-lo, ela pretende fazer o quitute preferido do filho, um bolo de bananas! Porém, a penca de bananas ainda está com seus frutos bastante imaturos. Para acelerar a maturação das bananas e fazer o bolo sem demora, o que deve dona Ana fazer?

a) Manter a penca de bananas na geladeira, o que estimula a liberação de auxinas que aceleram a maturação.

b) Manter a penca de bananas na geladeira, o que inibe a ação do etileno, acelerando a maturação.

c) Envolver a penca de bananas em papel jornal e deixá-la em um local aquecido, provocando a diminuição do etileno e o aumento das giberelinas, o que leva a uma maturação acelerada.

d) Manter a penca de bananas na geladeira por 24 horas e, posteriormente, deixá-la envolvida em papel jornal em local aquecido. O choque térmico provocará a liberação de citocininas, que aceleram a maturação dos frutos.

e) Envolver a penca de bananas em um saco de papel e deixá-la em um local aquecido, o que provoca um aumento da liberação e concentração de etileno, estimulando a maturação.

02. (UFSCar) Leia o texto.

COLHEITA QUÍMICA EVITA AGRESSÃO A CRAVEIROS

Durante a colheita manual do cravo-da-índia, ramos florais e vegetativos são quebrados pelos colhedores, danificando o craveiro. A solução encontrada para esse problema é a colheita química, a qual consiste na aplicação de uma substância chamada comercialmente de Ethrel que provoca o amadurecimento precoce e abscisão dos botões florais.

(www.ceplac.gov.br. Adaptado.)

A partir do texto, pode-se concluir que esse produto químico aumenta nos botões florais a concentração de:

a) Secretina.

b) Auxina.

c) Cinetina.

d) Etileno.

e) Giberelina.

03. (UNIMONTES) As plantas, assim como os animais, sintetizam hormônios que atuam regulando suas diversas funções. No comércio de flores, é comum a aplicação de um hormônio para que elas durem mais tempo sem se estragarem, pois esse tem a capacidade de retardar o envelhecimento das células. Esse hormônio é denominado:

a) etileno..

b) ácido abscísico.

c) giberelina.

d) citocinina.

04. (UFPB) Uma prática bastante conhecida na cultura do abacaxi (Ananas comosus) no estado da Paraíba é o controle químico da diferenciação floral, realizado por volta do décimo segundo mês de cultivo. O método, além de antecipar e homogeneizar a floração promove economia de mão de obra no controle de pragas e na colheita. Na prática, consiste na adição de pedras de carbureto de cálcio na base das folhas que contêm água, resultando na liberação de um gás que se difunde nos espaços entre as células. Com base no exposto, a função de indução da floração promovida pelo gás liberado durante o processo é a mesma do hormônio vegetal denominado:

a) giberelina.

b) auxina.

c) ácido abscísico.

d) ácido Indol Acético.

e) etileno.

05. Em 1880, Darwin publicou juntamente com seu filho Francis um livro em que descreveu os movimentos dos vegetais. Algumas observações contidas nessa obra abriram caminho para a descoberta das auxinas, uma das classes de hormônios vegetais envolvidos em alguns tipos de movimento. Um experimento famoso descreve a resposta de plantas jovens de alpiste em presença de estímulos luminosos direcionados, como pode ser observado na figura abaixo.

05

Inicialmente, observaram que o coleóptilo (estrutura que protege as primeiras folhas da planta recém-germinada) crescia e se curvava em direção à luz. Ao cortarem a ponta do coleóptilo, ele não crescia nem se curvava. Com a ponta coberta por uma capa opaca, o coleóptilo crescia sem se curvar à luz. Entretanto, com a base coberta por uma capa opaca, o coleóptilo crescia e se curvava em direção à luz. De acordo com os resultados obtidos no experimento, Darwin e seu filho concluíram que a ponta do coleóptilo:

a) controla o crescimento e a luz orienta a curvatura, pois o coleóptilo com a ponta coberta cresceu e se curvou em direção à luz.

b) não controla o crescimento, mas orienta a curvatura, pois o coleóptilo com a ponta coberta cresceu, mas não se curvou em direção à luz.

c) não controla o crescimento nem orienta a curvatura, pois o coleóptilo com a base coberta cresceu e se curvou em direção à luz.

d) controla o crescimento e a luz orienta a curvatura, pois o coleóptilo com a ponta coberta cresceu, mas não se curvou em direção à luz.

e) não controla o crescimento e a luz orienta a curvatura, pois o coleóptilo com a ponta cortada não cresceu nem se curvou em direção à luz.

06. (UFPB) Um estudante de Biologia, realizando experimentos com algaroba, observou o efeito da aplicação de diferentes concentrações de auxina (ácido indolilacético – AIA) no desenvolvimento de caules e raízes. Os resultados obtidos mostraram que as concentrações abaixo de determinado ponto mínimo são insuficientes para promover o crescimento, enquanto concentrações acima de determinado ponto máximo inibem o crescimento.

06

Além disso, verificou a existência de uma concentração ótima onde o crescimento é maior. Os resultados obtidos foram representados no gráfico acima. Em seguida, para discutir com o professor e seus colegas de turma, o estudante elaborou as seguintes conclusões:

I. O ponto máximo para desenvolvimento da raiz é mínimo para o desenvolvimento do caule.

II. As concentrações de auxina acima do ponto A inibem o crescimento da raiz e estimulam o crescimento do caule.

III. A concentração de auxina ótima para o desenvolvimento da raiz é maior do que a concentração ótima para o desenvolvimento do caule.

IV. A inibição do crescimento de caules e raízes começa a ocorrer, a partir da concentração ótima de auxina para o desenvolvimento do caule.

Estão corretas apenas as conclusões

a) I, III e IV.

b) I e II.

c) I, II e IV.

d) II e IV.

e) II, III e IV.

07. (UFES) Dentre os fitormônios conhecidos, o etileno é um dos principais responsáveis pelo amadurecimento dos frutos. Para evitar que os frutos amadureçam durante o transporte, um produtor que queira exportar mamões para outro Estado deve:

a) utilizar carros frigoríficos com baixas temperaturas e altas taxas de CO2.

b) armazenar os frutos em temperaturas elevadas e com altas taxas de O2.

c) diminuir a concentração de CO2 no interior dos carros frigoríficos.

d) manter os veículos de transporte em temperatura ambiente.

e) colocar alguns frutos já maduros entre os outros ainda verdes.

08. (COVEST) Os vegetais apresentam a tendência de crescer na direção da luz (fototropismo). Sobre este fenômeno é correto afirmar:

a) a luz estimula a fotossíntese, o que explica o fototropismo.

b) o vegetal crescerá na direção onde houver maior concentração de clorofila.

c) a orientação da planta em direção à luz deve-se à fotodestruição das auxinas na face iluminada do caule.

d) a concentração de ácido indolacético (IAA), que é uma auxina natural, será maior na região iluminada.

e) o geotropismo explica este fenômeno.

09. (UNIMONTES) As giberelinas foram caracterizadas a partir de 1950. Elas constituem um grande grupo de compostos, definidos mais por sua estrutura química do que por sua atividade biológica. Todas as funções apresentadas abaixo podem ser atribuídas a esses compostos, exceto:

a) inibem a floração.

b) promovem o desenvolvimento de frutos partenocárpicos.

c) controlam aspectos da germinação como, por exemplo, quebra de dormência.

d) estimulam o crescimento do caule em plantas anãs.

10. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0  0 – A  aplicação  de auxina  no ovário  de uma  flor não fecundada, determina a formação de frutos com sementes.

1 1 – A auxina é responsável, através de distribuição desigual, pela curvatura de órgãos vegetais em resposta à luz e à gravidade.

2  2 – As auxinas são produzidas nos meristemas apicais.

3 3 –  Quando  o nível  de auxina de  uma folha  baixa  acentuadamente, podemos pressupor que ela esteja atingindo a fase senescente.

4 4 – Nas folhas senescente verifica-se manutenção do teor de auxina e formação da camada de abscisão.

11. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I   II

0  0 – Após o amadurecimento do fruto, geralmente ocorre aumento do teor de auxina e formação da camada de abscisão.

1  1 – Uma raiz jovem, colocada horizontalmente, exibe um geotropismo positivo quando a auxina se concentra na sua região inferior.

2  2 – Um caule jovem, colocado horizontalmente, exibe um geotropismo negativo, quando a auxina se concentra na sua região superior.

3  3 – Os caules  em crescimento  se voltam  para a luz  porque  há aumento  de produção de hormônios no lado não iluminado.

4  4 – As auxinas em doses altas sempre aceleram o crescimento e em doses baixas sempre retardam o crescimento.

12. (UEL) Considere o esquema a seguir.

12

Considere também as seguintes afirmações,

I. A auxina migra do lado iluminado para o não iluminado, tanto no caule como na raiz.

II.O caule passará a apresentar fototropismo positivo porque a maior concentração de auxina no lado não iluminado faz com que nele ocorra distensão celular.

III. A raiz passará a apresentar fototropismo negativo porque a maior concentração de auxina no lado não iluminado inibe no mesmo a distensão celular.

É correto o que se afirma em:

a) I, somente.

b) I e II, somente.

c) I e III, somente.

d) II e III, somente.

e) I, II e III.

13. (UFU) Iluminou-se uma planta jovem unilateralmente, como mostra o esquema abaixo:

13

Aconteceram três fatos:

1º. As auxinas concentraram-se no lado não iluminado da planta.

2º. O caule cresceu em direção à luz.

3º. A raiz cresceu em direção oposta à luz.

Baseadas nesses fatos são feitas três afirmativas:

I. O caule demonstrou fototropismo positivo e a raiz, fototropismo negativo.

II. A região não iluminada do caule cresceu mais que a iluminada, acontecendo o inverno em relação à raiz, por isso esses órgãos se curvaram conforme mostra o esquema.

III. A maior concentração de auxinas, no lado não iluminado da planta, serviu como estímulo para o crescimento do caule e como inibidor para o crescimento da raiz.

Entre as três afirmativas, foi cometido um erro:

a) apenas na afirmativa I.

b) apenas na afirmativa II.

c) apenas na afirmativa III.

d) nas afirmativas II e III.

e) em nenhuma das afirmativas.

14. (PUC-SP) Chama-se fototropismo o fenômeno observado nas plantas superiores, segundo o qual o vegetal colocado num quarto escuro e submetido a uma fonte de luz externa através de um orifício curva-se em direção a essa fonte. A explicação do fenômeno é:

a) a luz estimula a produção de hormônio de crescimento, fazendo a planta crescer em sua direção.

b) a luz destrói o hormônio de crescimento e, assim, a parte que ficou no escuro cresce mais.

c) no escuro não se forma hormônio de crescimento e só a parte que recebe luz cresce.

d) na luz se forma mais hormônio de crescimento, de modo que a parte iluminada cresce mais.

e) a necessidade de fazer fotossíntese obriga a planta a se curvar em direção à luz.

15. Sobre hormônios.

I  II

0  0 – As auxinas são fitormônios de crescimento e entre elas o Ácido Indolacético (AIA) é o mais conhecido.

1  1 – O etileno é um hormônio vegetal que provoca o crescimento do caule e das folhas e acelera a germinação das sementes.

2  2 – As citocininas regulam a abscisão de folhas e provocam a maturação de frutos.

3  3 – A aplicação de auxina no ovário de uma flor não fecundada, determina a formação de frutos com sementes.

4  4 – A auxina é responsável, através da distribuição desigual, pela curvatura de órgãos vegetais em resposta à luz e à gravidade.

16. (FUND. LUSÍADAS-SP) Um botânico notou que plantas de arroz, quando contaminadas por determinado fungo, apresentavam grande alongamento caulinar. Hoje sabemos que esse fungo produz uma substância chamada:

a) penicilina.

b) auxina.

c) giberelina.

d) ácido idolil-acético.

e) fitocromo.

17. (MACK) Algumas etapas fundamentais do desenvolvimento das plantas são controladas por fitormônios (hormônios vegetais). Faça a correta correlação de cada fitormônio listado abaixo, com a principal ação sobre o desenvolvimento do órgão vegetal, de I a V.

I. Promove o amadurecimento do fruto

II. Dormência das sementes

III. Estimula o alongamento do caule

IV. Atua no fototropismo e geotropismo

V. Estimula a divisão celular

(   ) Auxina

(   ) Etileno

(   ) Citocinina

(   ) Giberelina

(   ) Ácido abscísico

A sequência correta, de cima para baixo é:

a) I, IV, III, V e II.

b) III, I, IV, II e V.

c) I, II, V, III e IV.

d) IV, I, V, III e II.

e) II, III, I, V e IV.

18. (UNINASSAU) A Caatinga nordestina é um ecossistema tipicamente brasileiro, com flora e fauna típicas. Para se adaptar ao clima quente e seco, as plantas desta região apresentam adaptações anatômicas e fisiológicas próprias. Uma dessas é a perda das folhas com a chegada do período seco. Este fenômeno decorre da ação dos hormônios vegetais e determina o significado do nome caatinga (mata branca). Marque a alternativa a seguir que explica corretamente este fenômeno.

a) A possível explicação está na liberação de ácido abscísico (ABA) pelas raízes, que é conduzido pelo xilema até as folhas. O aumento da concentração dessa substância nas gemas caulinares estimula a queda das folhas.

b) A diminuição da concentração do gás etileno nas folhas provoca a formação da camada de abscisão, levando à queda das folhas.

c) O aumento da temperatura e a diminuição da umidade provocam uma concentração excessiva de auxina nas folhas, causando suas quedas.

d) O aumento do ácido abscísico nas folhas determina a formação da camada de abscisão em sua base, levando à queda das mesmas.

e) A proximidade do período seco determina uma diminuição do metabolismo e consequente diminuição da concentração de auxina nas folhas, levando à formação da camada de abscisão na base do pecíolo.

19. (PUCCAMP) Analise o gráfico abaixo onde AIA significa ácido indolil-acético (auxina).

19

Com base nos dados nele representados, é possível afirmar que:

a) quanto maior for a concentração de AIA, maior será o crescimento da raiz e do caule.

b) a raiz e o caule são igualmente sensíveis ao AIA.

c) o AIA, por ser um hormônio, sempre estimula o crescimento.

d) as concentrações de AIA que estimulam o crescimento do caule têm efeito inibidor na raiz.

e) não há relação entre concentração de AIA e crescimento de raiz e caule.

20. (COVEST) Iluminando-se uma plântula unilateralmente, um determinado hormônio vegetal tende a migrar de modo a ficar mais concentrado no lado menos iluminado da planta, o que estimula o crescimento das células desse lado, provocando o encurvamento do coleóptilo em direção à fonte de luz, como mostrado na figura abaixo. Este efeito é denominado de fototropismo positivo e é causado pelo seguinte hormônio:

20

a) auxina.

b) ácido abscísico.

c) giberelina.

d) etileno.

e) citocinina.

gab

Anúncios
Publicado por: Djalma Santos | 1 de agosto de 2017

TESTES DE MEIOSE (5/5)

01. (Anhembi Morumbi) A figura ilustra, de forma simplificada, o processo de permutação (“crossing-over”).

01

Tal evento é característico de uma etapa da meiose, denominada prófase:

a) I, e ocorre em função da formação do quiasma entre as cromátides irmãs.

b) II, e ocorre em função da condensação dos cromossomos homólogos.

c) I, e ocorre em função do pareamento entre os cromossomos homólogos.

d) II, e ocorre em função da troca de pedaços entre as cromátides irmãs.

e) I, e ocorre em função da duplicação das cromátides irmãs.

02. (UNICAMP) Considerando o esquema a seguir como uma representação simplificada da meiose, indique a alternativa correta.

02

a) A, B, D e F são diploides.

b) B, C, D e E são formados na telófase I.

c) A, B, D e G são células idênticas quanto ao seu material genético.

d) B, C, D e I são haploides.

03. (UNICENTRO) Um indivíduo originado do cruzamento entre dois organismos, um com genótipo SSTTUU e outro com genótipo ssttuu, poderá apresentar, após uma meiose, o seguinte número de gametas distintos:

a) 1.

b) 2.

c) 4.

d) 6.

e) 8.

04. (FMJ) Uma célula ao longo de seu ciclo se dividiu por meiose. A quantidade de DNA nas células ao longo do ciclo será equivalente:

a) em G1 e na telófase II.

b) em G2 e na telófase I.

c) na metáfase I e na telófase II.

d) em G1 e na metáfase II.

e) em G2 e na metáfase II.

05. (UNITINS) Nos animais e nas plantas, a meiose resultará, respectivamente, em:

a) gametas e esporos haploides.

b) gametas e esporos diploides.

c) esporos e zigotos haploides.

d) esporos e gametas diploides.

e) zigotos e gametas diploides.

06. (FAMERP) Um indivíduo diploide possui o genótipo AaBbCc. Sabendo-se que esses alelos se segregam independentemente durante a meiose sem mutação, assinale a alternativa que ilustra corretamente um possível espermatócito II, produzido por esse indivíduo, com os seus respectivos alelos.0607. (PUC-RIO) O gato doméstico (Felis domesticus) tem 36 pares de cromossomos em suas células somáticas. Sabendo disso, o número de cromossomos nos espermatozoides maduros do gato, o número de cromátides-irmãs existentes em uma célula que está entrando na primeira divisão meiótica e o número de cromátides-irmãs que está entrando na segunda divisão meiótica é, respectivamente:

a) 18, 72 e 36.

b) 72, 144 e 144.

c) 18, 36 e 72.

d) 36, 72 e 72.

e) 36, 144 e 72.

08. (FUVEST) Considere o processo de divisão meiótica em um homem heterozigótico quanto a uma característica de herança autossômica recessiva (Hh). O número de cópias do alelo h nas células que estão no início da interfase (A), nas células que estão em metáfase I (B) e naquelas que resultam da segunda divisão meiótica (C) é:

08

09. (UEA) O esquema mostra dois erros que podem ocorrer durante a gametogênese de uma célula diploide.

09

Considerando o esquema, conclui-se que a não disjunção na:

a) primeira divisão meiótica levará à formação de 50% de gametas normais e 50% de gametas anormais.

b) segunda divisão meiótica levará à formação apenas de gametas anormais.

c) primeira divisão meiótica levará à formação de 25% de gametas normais e 75% de gametas anormais.

d) segunda divisão meiótica levará à formação de 50% de gametas normais e 50% de gametas anormais.

e) primeira divisão meiótica levará à formação de 75% de gametas normais e 25% de gametas anormais.

10. (IFG) A Meiose é o processo de divisão celular na formação dos gametas, e ocorre em duas etapas: Meiose I e Meiose II. Na prófase da meiose I ocorre a permutação ou crossing-over entre as cromátides dos cromossomos homólogos. Esse processo favorece:

a) a mutação dos genes.

b) a variabilidade genética da espécie.

c) a mutação dos cromossomos.

d) a interação gênica entre espécies.

e) a união dos gametas.

11. (UNIFOR) Entusiasmado com as pesquisas no laboratório de genética humana, José estudava a gametogênese feminina e analisou dois tipos de óvulos: o primeiro deles obtido antes do nascimento e o segundo obtido após a ovulação. Ao observar a divisão celular no microscópio, José constatou que o primeiro apresentava formação de quiasmas, enquanto no segundo as cromátides encontravam-se no plano equatorial da célula. Sendo assim, as imagens que José observou foram respectivamente de:

a) Prófase I, Metáfase II.

b) Anáfase I, Telófase II.

c) Interfase, Anáfase I.

d) Anáfase, Metáfase.

e) Prometáfase, Citocinese.

12. (UPE) A meiose é um processo complexo. Erros na disjunção de cromossomos na meiose I e/ou II levam à formação de gametas com número anormal de cromossomos. A presença de espermatozoides cromossomicamente anormais tem sido relatada em abortos recorrentes. A figura abaixo apresenta dois espermatozoides normais (acima) e um anormal (abaixo). A marcação dos sinais coloridos, pela técnica de FISH, indica as cores e os cromossomos que as representam, respectivamente: vermelho-13, azul claro-18, verde-21, azul marinho-X e amarelo-Y.

12

Sobre isso, é correto afirmar que:

a) a alteração no número cromossômico observado é uma aneuploidia, considerada uma mutação cromossômica estrutural, visto alterar a estrutura do espermatozoide.

b) na aneuploidia representada, há um autossomo a mais; assim, quando o espermatozoide fecundar o óvulo, o bebê apresentará 47 cromossomos.

c) na alteração numérica representada, ocorre trissomia por causa da presença de um cromossomo sexual a mais.

d) o espermatozoide com a alteração irá gerar um embrião com síndrome de Down ao fecundar o óvulo.

e) o espermatozoide alterado irá gerar um embrião monossômico para o Y ao fecundar o óvulo, resultando em síndrome de Turner.

13. (MACK) Em uma célula em metáfase II, é possível observar:

a) Cromossomos homólogos.

b) Quiasmas.

c) Cromátides irmãs.

d) Carioteca.

e) Tétrades.

14. (UNICID) Considerando uma célula animal diploide com seis cromossomos (2n = 6), é correto afirmar que seu conjunto cromossômico na metáfase II da meiose será:

14

15. (UEG) O processo de divisão celular é extremamente importante nos processos biológicos. Durante a prófase da primeira divisão da meiose, os cromossomos homólogos podem passar por permutações entre si (recombinação ou “crossing over”), gerando gametas com uma combinação de alelos diferentes das combinações existentes nos cromossomos dos pais. A soma desses recombinantes é chamada de taxa ou frequência de recombinação. A figura a seguir exemplifica um caso de três genes (A, B e C) situados em um par de cromossomos homólogos.

15

GEWANDSZNAJDER, F.; LINHARES, S. Biologia hoje.

São Paulo: Ática, vol.3, 2014, p. 73.

Sobre as taxas de recombinação entre esses “loci”, verifica-se que a taxa de recombinação entre:

a) A, B e C é randomizada e inespecífica.

b) A e C é maior que entre A e B.

c) A e B é equivalente à taxa entre B e C.

d) A e B é menor que entre B e C.

16. (UEPB) A meiose I e dividida em fases. Por se tratar de uma fase longa e complexa, a prófase I e subdividida em cinco períodos. Associe corretamente a subfase com seu principal evento.

A. Leptóteno

B. Zigóteno

C. Paquíteno

D. Diplóteno

E. Diacinese

I. Ocorre a permutação ou crossing-over.

II. Os cromossomos homólogos começam a se afastar um do outro.

III. Cromossomos duplicados iniciam sua condensação por enovelamento e dobras.

IV. Surgem os ásteres e o fuso acromático.

V. Ocorre a sinapse – emparelhamento dos cromossomos homólogos.

Assinale a alternativa correta:

a) A – I; B – II; C – III; D – IV; E – V.

b) A – II; B – III; C – I; D – V;E – IV.

c) A – III; B – V; C – I; D – II;E – IV.

d) A – IV; B – V; C – I; D – II;E – III.

e) A – V; B – IV; C – II; D – I; E – III.

17. (UEPG) Considerando o ciclo celular, assinale o que for correto.

01. O ciclo celular pode ser dividido em dois períodos: interfase e divisão celular.

02. A interfase é, via de regra, a fase mais longa do ciclo e pode ser subdividida em 3 períodos: G1 (síntese de RNA e proteínas), S (duplicação do DNA) e G2 (preparação para divisão celular).

04. Na prófase mitótica, há o início da condensação do DNA para formação dos “cromossomos” e o desaparecimento da carioteca.

08. Como características da meiose, pode-se citar a redução do número de cromossomos, além da formação de gametas e esporos.

16. Durante a prófase I meiótica, ocorre o emparelhamento dos cromossomos homólogos permitindo o “crossing-over”, evento importante na variabilidade das espécies.

Soma das alternativas corretas:

18. (UFTM) A figura abaixo representa uma célula diploide realizando um fenômeno biológico (dupla permuta) que pode ocorrer durante uma divisão celular.

18

Caso a divisão celular se concretize até o final, pode-se concluir corretamente que as células produzidas terão a seguinte constituição gênica:

a) AbC e aBc.

b) Abc, AbC, abC e aBc.

c) ABc, AbC, aBc e abC.

d) AbC, Abc, aBC e aBc.

e) Abc e aBC.

19. (UFMS) Na meiose, acontecem duas divisões celulares sucessivas denominadas meiose I e meiose II. Observe o esquema abaixo e considere que a célula-mãe (célula 1) apresente o número de dezesseis cromossomos (2n = 16).

19

Em relação à meiose, é correto afirmar:

01. As células 4, 5, 6 e 7 apresentam 8 cromossomos.

02. As células 1, 2 e 3 apresentam 16 cromossomos.

04. A célula 1 passa por divisão reducional e equacional para formar as células 2 e 3.

08. As células 2 e 3 sofrem divisão reducional para formar as células 4, 5, 6 e 7.

16. As células 2, 3, 4, 5, 6 e 7 apresentam a metade do número de cromossomos da célula 1.

32. As células 2 e 3 são originadas da célula 1 por divisão reducional.

Soma das alternativas corretas:

20. (UNICENTRO) O gráfico abaixo representa o teor de DNA no núcleo ao longo do ciclo celular. Sobre ele assinale a alternativa incorreta.

20

a) O gráfico representa o ciclo celular de uma célula que passa por meiose.

b) O teor de DNA duplica no período indicado pela letra B porque o núcleo passa pelo processo de transcrição.

c) As letras A, B e C representam o núcleo no período interfásico.

d) No período indicado pela letra D pode ocorrer o fenômeno conhecido por “crossing over” ou permutação.

e) A letra E está indicando a segunda divisão meiótica, onde ocorre a formação dos núcleos haploides.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 21 de julho de 2017

TESTES SOBRE EVOLUÇÃO (14)

01. (UERJ) A população de uma espécie de roedores, com pelagem de diferentes colorações, foi observada em dois momentos: antes e depois da ocorrência de uma profunda transformação no meio em que vivem. As curvas abaixo representam esses dois momentos.

01

A alteração ocorrida na frequência do fenótipo da população de roedores, após a mudança do meio, é um exemplo de seleção denominada:

a) direcional.

b) disruptiva.

c) estabilizadora.

d) não adaptativa.

02. (FATEC) Considere que o desastre ambiental ocorrido em Mariana (MG), em 2015, tenha dividido uma população A de lagartixas em duas populações B e C, isolando-as reprodutivamente durante várias de suas gerações, conforme a figura abaixo.

02

De acordo com a Teoria Sintética da Evolução, as populações:

a) B e C constituirão uma mesma espécie.

b) B e C serão extintas, sem deixar descendentes.

c) B acasalara com C, formando uma única nova espécie.

d) B e C constituirão duas novas espécies, desde que o fluxo gênico presente em A permaneça interrompido.

e) B e C continuarão sendo da mesma espécie de A, mantendo o fenótipo que tinham antes do desastre.

03. (IFMG) Existem órgãos que se mostram desenvolvidos e funcionalmente ativos em certas espécies de animais. Porém em outras, estes mesmos órgãos aparecem pouco desenvolvidos e são chamados de órgãos vestigiais. Assinale a alternativa que não constitui um exemplo de órgão vestigial:

a) O apêndice vermiforme no intestino de animais herbívoros, que se apresenta bem desenvolvido no homem.

b) O cóccix humano, vestígio da cauda de outros animais, como o macaco.

c) Os músculos auriculares humanos, bem desenvolvidos nos cães.

d) Os olhos ou estruturas oculares em animais de ambientes sem luz, bem desenvolvidos nos humanos.

04. (Unitau) Os Cordados (do latim Chordata) reúnem um importante grupo de animais que, em alguma fase da vida, compartilham características morfológicas que indicam a existência de um ancestral comum. São organismos triblásticos, deuterostômios e celomados, adaptados tanto para a vida na água, doce e salgada, quanto na terra e no ar. Dividem-se em Protocordados, mais primitivos, e Eucordados, organismos mais elaborados. Os animais desse filo apresentam notocorda, tubo nervoso e uma cauda pós-anal. Todas essas características, ao contrário dos invertebrados, foram encontradas nesses animais durante a fase embrionária, podendo, portanto, algumas delas desaparecerem durante o seu desenvolvimento. Com relação à sequência da evolução dos Cordados, analise os cladogramas a seguir.

04

Com base nas informações dos cladogramas e nos conhecimentos sobre a evolução dos Cordados, assinale a alternativa que indica a figura com a sequência correta do surgimento das estruturas que caracterizam os grupos desse filo.

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

e) 5.

05. (UDESC) “O tamanho das populações naturais, a despeito de seu enorme potencial de crescimento, mantém-se relativamente constante ao longo do tempo, sendo limitado pelo ambiente (disponibilidade de alimento, locais de procriação e presença de inimigos naturais de parasitas, etc.).” A informação acima constitui um dos alicerces da teoria elaborada por:

a) Charles Robert Darwin.

b) Jean-Baptiste Lamarck.

c) Theodosius Dobzhansky.

d) Charles Lyell.

06. (UFAM) Os tetrápodes são gnatostomados com membros, incluindo os anfíbios, os répteis, as aves e os mamíferos. No lugar das nadadeiras, os tetrápodes têm quatro membros, que sustentam o seu corpo no ambiente terrestre. A presença dos quatro membros, neste grupo, é um caractere:

a) Compartilhado derivado.

b) Compartilhado análogo.

c) Compartilhado ancestral.

d) Resultante de evolução convergente.

e) Compartilhado monofilético.

07. (UEA) Leia o trecho do livro A origem das espécies, no qual três fragmentos foram destacados entre colchetes.

[Pode-se ainda perguntar como é que as variedades, que eu chamo espécies nascentes, acabaram por se converter em espécies verdadeiras e distintas, as quais, na maior parte dos casos, diferem evidentemente muito mais umas das outras que as variedades de uma mesma espécie?]1 [Todos estes efeitos procedem de uma causa: a luta pela existência. Devido a esta luta, as variações, por mais fracas que sejam e seja qual for a causa de onde provenham, tendem a preservar os indivíduos de uma espécie e transmitem-se ordinariamente à descendência logo que sejam úteis a esses indivíduos nas suas relações infinitamente complexas com os outros seres organizados e com as condições físicas da vida.]2 Os descendentes terão, por si mesmo, em virtude deste fato, maior probabilidade em persistir; [porque, dos indivíduos de uma espécie nascidos periodicamente, um pequeno número pode sobreviver.]3

(Charles Darwin. A origem das espécies, 1859. Adaptado.)

Uma referência à Seleção Natural; uma dedução feita por Darwin a partir da leitura dos trabalhos de Malthus sobre crescimento populacional e produção de alimentos; e uma referência à especiação estão presentes, respectivamente, nos fragmentos:

a) 1, 2 e 3.

b) 1, 3 e 2.

c) 2, 3 e 1.

d) 3, 1 e 2.

e) 3, 2 e 1.

08. (URCA) A seleção natural das espécies proposta por Charles Darwin no século XIX tem como base:

a) a transmissão de caracteres adquiridos pelos progenitores aos seus descendentes.

b) mutações que degeneram os mais fracos e com isso esses são eliminados.

c) eventos catastróficos que dizimam populações inteiras permitindo o surgimento de novas espécies.

d) a seleção dos mais aptos a um ambiente e a transmissão dessas características aos seus descendentes.

e) a vinda da vida de outros planetas através de meteoros e a posterior colonização do nosso planeta por esses seres.

09.  (UECE) Pitcairn é uma ilha vulcânica cuja prole dos primeiros colonizadores recebeu genes dos britânicos e dos polinésios. Os fatores que podem aumentar a diversidade genética da população de Pitcairn são:

a) migração e mutação.

b) consanguinidade e seleção natural.

c) migração e seleção natural.

d) consanguinidade e mutação.

10. (UEPG) Nos estudos evolutivos, um dos principais fatores para comprovar a especiação é o isolamento reprodutivo entre os organismos. Assinale o que for correto sobre os tipos e as características de isolamento reprodutivo.

01. Os mecanismos de isolamento reprodutivos são divididos em pré-zigóticos e pós-zigóticos.

02. O mecanismo de isolamento reprodutivo estacional, sazonal ou temporal ocorre quando há diferenças de comportamento entre as espécies, particularmente nos rituais de acasalamento.

04. Quando entre duas espécies ocorre um mecanismo de isolamento mecânico, diz-se que a especiação não está completa, pois há possibilidade de formação de descendentes férteis.

08. Os mecanismos pós-zigóticos do isolamento reprodutivos ocorrem em etapas posteriores à fecundação, o que impede o desenvolvimento do embrião ou provoca a esterilidade dos descendentes.

Soma das alternativas corretas:

11. (IFMT)

11

Através de vários estudos, cientistas comprovaram que as superbactérias vêm se tornando um grande alerta à medicina, pois, além de representarem grande perigo à saúde dos seres humanos, estão se reproduzindo rapidamente, manifestando-se com frequência e ficando cada vez mais resistentes aos tratamentos propostos.  Pesquisas revelam que se o ministramento dos antibióticos continuarem acontecendo de maneira incontrolada, até o ano de 2030, muitos desses medicamentos não farão mais efeito no organismo humano, provocando assim grande epidemia no mundo.

(Disponivel em <http://www.fiapodejaca.com.br/superbacterias-resumo-completo/#ixzz4F4p4aItG&gt;. Acessado em jul. 2016).

O surgimento das superbactérias é devido:

a) à proliferação excessiva das bactérias por reprodução assexuada, geram modificações genéticas, que possibilitam maior resistência delas aos antibióticos.

b) ao metabolismo bacteriano complexo que envolve várias organelas, ribossomos, retículo endoplasmático e complexo de Golgi.

c) ao contato direto das bactérias com as substâncias presentes nos antibióticos que provocam mutações nas suas paredes celulares, e assim tornam-se mais resistentes.

d) a um processo evolutivo que os seres vivos sofrem para que consigam a sua perfeição, através de mutações frequentes.

e) à seleção de bactérias resistentes que surgem por mutações ou por reprodução “sexuada”, sendo o antibiótico o impulsionador dessa seleção.

12. (UFMS) Ao longo do processo evolutivo, os seres vivos sofreram transformações que lhes possibilitaram mais chances de sobrevivência no meio ambiente, como as adaptações a seguir.

I. Presença de ovos com casca em répteis, aves e monotremados.

II. Produção de urina concentrada e fezes secas pelo camelo.

III. Presença de cutícula espessa nas folhas de algumas plantas.

IV. Presença de circulação incompleta em seres humanos.

É(são) adaptação(ões) dos seres vivos para sobrevivência em ambientes com escassez de água:

a) Apenas I.

b) Apenas I e II.

c) Apenas III e IV.

d) Apenas I, II e III.

e) Apenas II, III e IV.

13. (UENP) Em recente publicação da revista britânica Zoological Journal of the Lennean Society, cientistas descreveram uma espécie de mamífero pré-histórico que sobreviveu à extinção dos dinossauros. O Kimbetopsalis simmonsae, nome dado à recém-descoberta da espécie, era herbívoro e se assemelhava a um castor. Esses pequenos mamíferos pertencem à ordem Multituberculata (dentição especializada em mascar plantas). Foram contemporâneos dos dinossauros, durante o período Jurássico, e prosperaram por mais de 100 milhões de anos até serem aparentemente substituídos por roedores. O processo de derivação no qual um organismo tem origem a partir de outro, denomina-se:

a) Manipulação gênica.

b) Mutação.

c) Seleção natural.

d) Deriva gênica.

e) Especiação.

14. (UNICENTRO) É o tipo de seleção que favorece um valor extremo de fenótipo, causando um deslocamento da média populacional nessa direção com o decorrer do tempo, ou seja, aumenta a frequência de indivíduos de um dos extremos da curva normal. Quando ocorrem mudanças ambientais, por exemplo, um dos fenótipos, antes desfavorável, passa a ser favorecido. Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, o tipo de seleção natural descrita no enunciado.

a) Seleção direcional.

b) Seleção disruptiva.

c) Seleção diversificadora.

d) Seleção estabilizadora.

e) Seleção sexual.

15. (UEL) Leia o texto a seguir.

A sociedade contemporânea convive com os riscos produzidos por ela mesma e com a frustração de, muitas vezes, não saber distinguir entre catástrofes que possuem causas essencialmente naturais e aquelas ocasionadas a partir da relação que o homem trava com a natureza. Os custos ambientais e humanos do desenvolvimento da técnica, da ciência e da indústria passam a ser questionados a partir de desastres contemporâneos como AIDS, Chernobyl, aquecimento global, contaminação da água e de alimentos pelos agrotóxicos, entre outros.

(Adaptado de: LIMA, M. L. M. A ciência, a crise ambiental e a sociedade de risco. Senatus. v.4. n.1. nov. 2005. p.42-47.)

O uso indiscriminado e abusivo de agrotóxicos, como os herbicidas, pode acarretar a necessidade da utilização de concentrações cada vez mais frequentes e maiores de substâncias presentes nesses produtos, para obter os efeitos esperados. Depois de um longo período de tempo, esse agrotóxico não surtirá mais os efeitos desejados, ou seja, exterminar as ervas daninhas, que competem pelos nutrientes do solo em plantações de soja. Acerca da explicação para esse fenômeno, assinale a alternativa correta.

a) As pequenas doses do agrotóxico desenvolveram resistência nas ervas daninhas.

b) As ervas daninhas resistentes foram selecionadas pelo uso do agrotóxico.

c) As ervas daninhas se acostumaram e se adaptaram ao agrotóxico.

d) As ervas daninhas submetidas ao agrotóxico tornaram-se dependentes da substância.

e) O agrotóxico modificou as ervas daninhas, induzindo mutações.

16. (UCS) Em uma ilha do Pacífico, há muitos anos, ocorreu um Tsunami que vitimou grande parte da população. Dos poucos sobreviventes, alguns deles possuíam uma mutação gênica que foi transmitida para seus descendentes, fazendo com que a nova população gerada nessa ilha possuísse uma frequência de alelos diferente da população original. Esse processo chama-se de:

a) Migração Gênica.

b) Efeito Fundador.

c) Seleção Sexual.

d) Equilíbrio Gênico.

e) Convergência Evolutiva.

17. (PUC-PR) Em outubro de 2010, a Anvisa, após alguns hospitais brasileiros sofrerem com um surto da bactéria “KPC”, resolveu proibir a venda de antibióticos sem receita médica pelas farmácias. Com a nova regra, a receita médica para antibióticos ficará retida na farmácia junto com os dados do comprador. A validade da receita é de 10 dias, o que obriga o paciente a procurar novamente o médico em casos de persistência da doença. Um dos objetivos da regra é mudar o hábito do brasileiro de se automedicar, uma vez que o uso indiscriminado de antibióticos pode provocar:

a) A resistência microbiana, a qual pode tornar a bactéria resistente ao medicamento, uma vez que o uso indiscriminado de antibióticos pode induzir novas formas de bactérias.

b) A aquisição de resistência por indução de componentes antimicrobianos; com isso, as bactérias geram cepas capazes de suportar os antibióticos.

c) A resistência microbiana desencadeada pela indução de formas genéticas modificadas pela troca de pequenos plasmídeos (plasmídeo R) encarregados de levarem consigo genes que permitem a resistência antimicrobiana.

d) A necessidade de mudança por parte da população bacteriana, que se torna resistente por alterações genéticas impostas pelo uso dos antibióticos.

e) A redução da eficácia dos antibióticos devido à seleção de organismos resistentes.

18. (PUC-Campinas) Por suas características, a taxonomia zoológica classifica o homem entre os primatas. Considere o esquema abaixo, que representa uma das hipóteses sobre a filogenia desse grupo durante os últimos 60 milhões de anos.

18

Analisando-se esse esquema, é correto afirmar que:

a) O chimpanzé e o homem têm um ancestral comum.

b) O homem surgiu aproximadamente há 50 milhões de anos.

c) O gibão e o orangotango são parentes próximos dos prossímios atuais.

d) Os macacos do Novo Mundo são mais evoluídos do que os do Velho Mundo.

e) O gorila é o parente mais próximo do homem.

19, (ACAFE) Descoberta cobra com quatro patas que viveu no Brasil há 120 milhões de anos.

Em termos evolutivos, os lagartos e cobras são espécies muito próximas. Porém, somente três etapas deste processo de transição eram conhecidas. Iniciou-se com os lagartos, que evoluíram para lagartos com corpo de cobra e patas e, posteriormente, para cobras. A descoberta deste fóssil preenche um quarto estágio que seria a cobra com patas. O fóssil da cobra com patas, que viveu há 120 milhões de anos, foi descoberto na chapada do Araripe, no Ceará. Esta região é conhecida por ter inúmeros vestígios pré-históricos. A descoberta foi publicada na revista Science por pesquisadores estrangeiros e nomeada de Tetrapodophis amplectus.

Fonte: Biologia Total, 01/08/2015 Disponível em: https://www.biologiatotal.com.br

Considerando as informações contidas no texto e os conhecimentos relacionados ao tema, é correto afirmar, exceto:

a) Todo o conjunto de evidências de que dispomos, órgãos homólogos, órgãos vestigiais, embriologia comparada, fósseis, entre outras, suporta as conclusões centrais da teoria da evolução, que a vida na Terra evoluiu e que as espécies possuem ancestrais comuns.

b) A evolução tem suas bases fortemente corroboradas pelo estudo comparativo dos organismos, sejam fósseis ou atuais. É responsável tanto pelas similaridades que vemos entre as formas de vida quanto pela diversidade dessa mesma vida.

c) Segundo a Teoria da Evolução química proposta por Haldane e Oparin, a vida teria surgido a partir de um processo de evolução química, onde compostos inorgânicos combinaram-se originando moléculas orgânicas simples (açúcares, aminoácidos, bases nitrogenadas e ácidos graxos), que produziram moléculas mais complexas como proteínas, lipídeos e ácidos nucleicos. Essas moléculas originaram estruturas com capacidade de autoduplicação e metabolismo, dando origem aos primeiros seres vivos unicelulares, procariontes e aeróbios.

d) De acordo com o Neodarwinismo, a evolução é o resultado de um conjunto de fatores que atuam em uma população: mutação, fluxo gênico, seleção natural e deriva genética. A mutação aumenta a variabilidade genética das espécies, enquanto a seleção natural reduz, pois aumenta a frequência de um alelo favorável e reduz a frequência de outro.

20. (UEPG) Pesquisas em diferentes áreas da biologia têm fornecido evidências de que o processo evolutivo é o responsável pela diversidade da vida. Segundo a teoria evolucionista, à medida que a Terra era colonizada pelos primeiros seres vivos, as espécies se diversificavam, originando outras. Com base nos mecanismos da teoria evolucionista e suas evidências, assinale o que for correto.

01. A adaptação evolutiva pode levar organismos pouco aparentados a desenvolver estruturas e formas corporais semelhantes, o que é denominado convergência evolutiva.

02. As funções diferentes que órgãos homólogos apresentam são explicadas pelo fato de as espécies terem se diversificado ao longo da evolução, ou seja, cada uma se adaptou a um modo de vida particular. Essa diversificação de órgãos homólogos, decorrente da adaptação a modos de vida diferentes é denominada de divergência evolutiva.

04. As evidências anatômicas da evolução afirmam que estruturas que se desenvolvem de formas semelhantes entre organismos próximos, a partir de um ancestral comum, podem ser considerados órgãos análogos.

08. Os órgãos homólogos são estruturas que apareceram de forma independente em diferentes grupos de organismos não relacionados filogeneticamente, constituindo adaptações a modos de vida semelhantes.

Soma das alternativas corretas:

gab

Publicado por: Djalma Santos | 21 de julho de 2017

TESTES DE GENÉTICA MOLECULAR (12)

01. (UNICENTRO)

01

 

A partir da figura em destaque e com os conhecimentos sobre o assunto, pode-se afirmar:

a) Os nucleotídeos de um mesmo ácido nucleico são distintos, quando se observam seus glicídios.

b) Diante de seu caráter ácido, o núcleo de uma célula eucariótica apresenta-se acidófilo.

c) No DNA e no RNA, riboses e desoxirriboses se alternam ao longo da mesma molécula.

d) Células de paramécios, leveduras, briófitas e lulas apresentam seu DNA linear.

e) O DNA participa diretamente da tradução.

02. (Unitau) A anemia falciforme é resultado da troca de apenas um aminoácido, dentre os mais de 500 que compõem a molécula de hemoglobina, o que resulta na alteração da conformação das células sanguíneas, dando a elas a aparência falciforme. Em relação a esse tipo de anemia, é correto afirmar que:

a) se deve à alteração, em um códon, no gene responsável pelo código da hemoglobina.

b) se deve a não ativação do gene responsável pelo código da hemoglobina.

c) é gerada pela não ativação do DNA responsável pelo código da hemoglobina.

d) é gerada pela inibição do gene responsável pelo código da hemoglobina.

e) ocorre pela ativação do DNA responsável pelo código da hemoglobina.

03. (UFAM) Em 2003, após 13 anos de pesquisas, o projeto Genoma Humano foi concluído. Desde a descoberta de sua estrutura por Watson e Crick no início da década de 50 aprendemos muito sobre a molécula de DNA. Analise as alternativas a seguir sobre a estrutura e propriedades dessa molécula e assinale a correta:

a) Na molécula de DNA a informação hereditária é carregada nas ligações açúcar-fosfato.

b) Nos seres vivos a quantidade de adenina iguala a quantidade de timina e a quantidade de guanina iguala a quantidade de citosina.

c) A dupla hélice do DNA é o resultado da replicação semiconservativa e somente está presente após o período S da interfase.

d) Em uma amostra de DNA, a guanina representa 14%, logo a quantidade de adenina é 32%

04. (UPE) Leia o texto a seguir:

“… certos microrganismos continuam a causar preocupação. Um levantamento da Organização Mundial da Saúde em 114 países indicou que a resistência de bactérias a antibióticos é atualmente um fenômeno global. De acordo com o relato, várias espécies, incluindo Escherichia coli, que causa diarreias, Streptococcus pneumonia e Neisseria gonorrhea, adquiriram resistência a antibióticos.”

Disponível em: http://revistapesquisa.fapesp.br/2014/06/16/aliancas-com-os-microbios/ Acesso em: julho 2015.

Assinale a alternativa que apresenta a correta proposição sobre as bactérias e o aumento da variabilidade genética, possibilitando a resistência aos antibióticos.

a) Bactérias doadoras podem transferir DNA para uma receptora por meio de conjugação, na qual ocorre contato celular.

b) Bactérias que possuem a capacidade de captar e incorporar DNA disperso no meio sofrem transdução.

c) Bactérias têm grande poder de reprodução, pois, em poucas horas, sob condições adequadas, uma única célula pode gerar milhares de clones por mitose.

d) Fagos contendo fragmento de DNA bacteriano e resultantes da lise de uma célula podem infectar outra bactéria por transformação, e esta passa a ter nova constituição genética.

e) Plasmídeos ou cromossomos são transferidos livremente, entre bactérias, em um ambiente com nutrientes e antibióticos.

05. (UPE)

A angiogênese é um mecanismo bem regulado em nosso organismo, sendo fundamental durante o desenvolvimento embrionário. Na fase adulta, no entanto, esses vasos sanguíneos, que, às vezes, brotam fora de hora e de lugar, podem estar relacionados a problemas graves, como o câncer. Nesse caso, o tumor só consegue se desenvolver, se houver suprimento sanguíneo, que o alimenta e o ajuda a crescer e a se espalhar por outros tecidos. Há muito se sabe que os genes HIF1A e VEGFA são os principais responsáveis pela regulação da formação da angiogênese. O que os ativava ou desativava, no entanto, permanecia sendo um mistério.

Os microRNAs são moléculas, que controlam a expressão de um tipo específico de RNA mensageiro e inibem a expressão das moléculas às quais se ligam. Segundo Diana Nunes, “Quando um microRNA se liga a um RNA mensageiro, como no caso do VEGFA, ele o regula negativamente, impedindo sua tradução em proteína.”

Fonte:http://revistapesquisa.fapesp.br/2015/03/23/freios-moleculares/(Adaptado) Acesso em: julho 2015.

Sobre isso, analise os itens a seguir:

I. O RNAm descrito no texto transmite as instruções contidas nos genes, levando à produção de proteínas, que iniciam o desenvolvimento de novos vasos sanguíneos.

II. Na regulação descrita, microRNAs específicos se ligavam aos RNAs mensageiros de HIF1A e VEGFA, impedindo que eles fossem traduzidos em proteínas e, com isso, se iniciasse o surgimento de novos vasos sanguíneos.

III. Se a expressão dos microRNAs for aumentada, os RNAs mensageiros de VEGFA e HIF1A ficarão livres para produzir proteínas e iniciar a angiogênese.

IV. A regulação desses genes ocorre durante a replicação e começa quando a RNA polimerase se encaixa no promotor, iniciando a síntese do RNAm.

Estão corretos:

a) I e II.

b) I e III.

c) II e III.

d) II e IV.

e) III e IV.

06. (IFRS) As características morfológicas e fisiológicas de um ser vivo dependem dos tipos de proteínas do seu organismo. A síntese dessas proteínas, por sua vez, depende do DNA em interação com o RNA, de determinadas enzimas, de ribossomos e de outras estruturas celulares. Sobre a síntese de proteínas, marque a alternativa correta.

a) Um gene pode ser definido como um segmento de RNA que atua como molde para a produção de uma molécula de DNA.

b) No processo de produção de RNA mensageiro, denominado de transcrição gênica, as duas cadeias de DNA se separam e, via de regra, uma delas serve de molde ao RNA.

c) Um códon é uma sequência de três nucleotídeos no RNA transportador.

d) Nos procariontes, o processo de tradução gênica é realizado no citoplasma das células, enquanto que o de transcrição gênica é realizado no interior do núcleo.

e) Na transcrição gênica, a trinca de bases nitrogenadas ACT produz o códon TGA no RNA mensageiro.

07. (UCS) Alguns anos atrás, o Brasil foi notificado por exportar alimentos processados que não continham no rótulo a informação do tipo de carne componente do alimento. A análise realizada foi obtida por testes de DNA que identificaram os diferentes tipos de amostras.

07

Com base nas informações da Tabela 1, pode-se afirmar que:

a) Todas as amostras são provenientes de diferentes espécies.

b) A amostra 3 possui o mais alto conteúdo de pares A e T.

c) A amostra 2 apresenta DNA de fita simples.

d) As amostras 2 e 3 apresentam alta homologia entre seus DNAs.

e) A amostra 4 apresenta diferenças em suas bases, pois há presença de Uracil (U).

08. (UCS) O invento do microscópio possibilitou o grande avanço da ciência, principalmente a citogenética. Segundo a charge abaixo, pode-se inferir, através de análises citogenéticas, a procedência das células.

08

Assinale a alternativa que está de acordo com a análise feita pelo cientista na charge acima.

a) É possível confirmar a procedência de qualquer célula independente de sua origem.

b) Como todas as células provêm de uma divisão meiótica, sua carga genética é idêntica à do progenitor.

c) A espermatogônia, na gametogênese masculina, é a célula final do processo responsável pela doação da carga genética.

d) Toda a célula contém o material genético de células preexistentes, devido ao modelo de duplicação semiconservativa do DNA.

e) A recombinação genética das células gaméticas dos parentais evita a identificação da origem.

09. (ACEFE) O Projeto Genoma Humano (PGH) teve por objetivo o mapeamento do genoma humano e a identificação de todos os nucleotídeos que o compõem. Após a iniciativa do National Institutes of Health (NIH) dos Estados Unidos, centenas de laboratórios de todo o mundo se uniram à tarefa de sequenciar, um a um, os genes que codificam as proteínas do corpo humano e também aquelas sequencias de DNA, que não são genes. Laboratórios de países em desenvolvimento também participaram do empreendimento com o objetivo de formar mão-de-obra qualificada em genômica.

Fonte: Sobiologia, 16/05/2015 Disponível em: http://www.sobiologia.com.br

Nesse sentido, analise as afirmações a seguir e marque com V as verdadeiras e com F as falsas.

( ) A transcrição ocorre no citoplasma das células e consiste na síntese de uma molécula de mRNA a partir da leitura da informação contida numa molécula de DNA.

( ) Éxon é um segmento de bases nitrogenadas de um determinado gene eucarioto que consiste em DNA que codifica uma sequência de nucleotídeos no RNA mensageiro.

( ) Os íntrons são segmentos de DNA que não codificam qualquer parte da proteína codificada pelo gene.

( ) O íntron é inicialmente transcrito na molécula de pre-RNAm (transcrito primário), mas depois é eliminado durante o processamento ou splicing do RNA, antes de sair do núcleo celular.

( ) A replicação é um processo no qual cada cadeia de DNA origina duas cadeias filhas idênticas a ela através de um processo semiconservativo. Este processo ocorre durante a subfase G1 da interfase.

A sequência correta, de cima para baixo, e:

a) V – F – V – F – V.

b) F – V – V – V – F.

c) V – V – F – F – V.

d) F – F – F – V – V.

10. (UNITAU) Assinale a alternativa que apresenta a justificativa para o fato de o código genético ser considerado degenerado.

a) Trincas diferentes de nucleotídeos podem codificar um mesmo aminoácido no momento da tradução.

b) A cada trinca de nucleotídeos, é codificado somente um aminoácido durante o processo de tradução.

c) Existem trincas que estabelecem o início (trinca AUG) e o término (trincas UAA, UAG e UGA) da tradução.

d) Cada trinca de nucleotídeos do RNAm equivale a uma trinca de nucleotídeos do RNAt, no momento da tradução.

e) Na trinca de nucleotídeos do RNAm podem ocorrer falhas, trocas de bases, que impedem a tradução.

11. (CEFET-MG) Pesquisadores revelaram que não são apenas os genes que transmitem atributos, como a cor dos olhos, entre pais e filhos. Proteínas chamadas histonas também são responsáveis por “transmitir” características hereditárias, apesar de sua função primordial ser a manutenção do DNA na forma de cromatina e cromossomos. Algumas dessas proteínas são capazes de silenciar genes quando impedem que o DNA seja desenrolado. Modificando-as, os cientistas conseguiram criar características que foram transferidas para novas gerações sem alteração nos genes.

Marton, F. Disponível em: <http://super.abril.com.br&gt; Super interessante, 06 abr.2015. (Adaptado).

Pelo exposto, a função dessas proteínas nas alterações das características dos organismos ocorre devido à(ao):

a) Habilidade de provocar mutação deletéria.

b) Bloqueio da transcrição dos genes a serem expressos.

c) Falta de partes do material genético herdado pelos filhos.

d) Encurtamento dos cromossomos transferidos aos descendentes.

e) Migração para o citosol alterando a mensagem enviada pelo núcleo.

12. (UEM) “O recente acidente nuclear no Japão reacendeu a polêmica em torno desse tipo de geração de energia e está causando preocupação entre as populações que vivem próximas as a usinas. Mesmo em Angra dos Reis, na Costa Verde Fluminense, onde não existe risco de tsunamis ou terremotos, parte da população está ainda mais aflita com um possível vazamento radioativo nas usinas Angra 1 e 2, criadas na década de 70. Uma possível falha humana ou no reator seria o suficiente para uma tragédia na região, que possui cerca de 200 mil habitantes”. (Texto extraído de < http://jornal.ofluminense.com.br/editorias/cidades/tragedia-no-japao-deixa-angra-dos-reis-na-costaverde-do-rjem-alerta&gt;. Acesso em 13/6/2011).

Com relação à radiação e seus efeitos no organismo humano, assinale o que for correto.

01. Radiação ionizante é um agente físico que aumenta as taxas de mutação. Entretanto, essas alterações no genoma somente serão transmitidas aos seus descendentes, se ocorrerem nas células germinativas.

02. Em comparação à radiação alfa e beta, a radiação gama tem maior poder de penetração no corpo humano. Por isso, é o tipo de radiação ionizante com maior potencial de provocar mutações no genoma.

04. As mutações desencadeadas pela radiação ocorrem sempre no RNA mensageiro e não no DNA, já que o DNA está protegido deste tipo de mutação por moléculas que reparam as bases nitrogenadas alteradas.

08. As radiações solares UVA e UVB têm baixo poder de penetração em nossa pele e podem causar câncer de pele.

16. Mutações desfavoráveis (ou deletérias) podem ter sua frequência reduzida na população, por meio da seleção natural, enquanto mutações favoráveis (benéficas ou vantajosas) podem se acumular, resultando em mudanças adaptativas.

Soma das alternativas corretas:

13. (CESPE) De que lugar do planeta vieram seus antepassados? Essa pergunta até recentemente só poderia ser respondida com base na memória dos familiares, que, muitas vezes, não tinham ideia de onde seus antepassados vieram. Isso é especialmente verdade para pessoas cuja família está há muitas gerações no país para onde seus antepassados vieram e nos casos de adoção. Atualmente, porém, é possível responder esse questionamento a partir da análise de material genético, mesmo na ausência de qualquer parente. Considere que ao tomar conhecimento desse assunto, um homem resolveu buscar suas origens pelo perfil genético. Analisando seu material genético, pesquisadores descobriram que a sua linhagem materna era da África, enquanto que a sua linhagem paterna era da Europa. Nessa situação, é correto inferir que a descoberta dos pesquisadores decorreu da análise:

a) Dos cromossomos autossomos da família.

b) Do heredograma da família.

c) Do DNA mitocondrial e do cromossomo Y do homem.

d) Das hemácias e dos linfócitos do homem.

14. (UNESP)

“Homem de gelo” era intolerante à lactose e pouco saudável.

Ötzi, o “homem de gelo” que viveu na Idade do Bronze e cujo corpo foi encontrado nos Alpes italianos em 1991, tinha olhos e cabelos castanhos e era intolerante à lactose […]. Essas características surgiram da análise do DNA da múmia […]. Mutações do gene MCM6 indicam que ele não conseguia digerir a proteína da lactose encontrada no leite.

(www.folha.uol.com.br, 28.02.2012.)

Considere as afirmações:

I. O texto apresenta uma incorreção biológica, pois a lactose não é uma proteína.

II. A mutação a qual o texto se refere deve impedir que o indivíduo intolerante à lactose produza uma enzima funcional que a quebre em unidades menores, passíveis de serem absorvidas pelo intestino.

III. A mutação que torna o indivíduo intolerante à lactose é provocada pela presença de leite na dieta, o que indica que Ötzi era membro de uma tribo que tinha por hábito o consumo de leite na idade adulta.

Assinale a alternativa correta.

a) As três afirmações estão erradas.

b) As três afirmações estão corretas.

c) Apenas a afirmação I está errada.

d) Apenas a afirmação II está errada.

e) Apenas a afirmação III está errada.

15. (UDESC) A Figura 3 representa, esquematicamente, um nucleotídeo. Esta molécula é de extrema importância para todos os seres vivos em razão dos diferentes papéis que desempenha no interior das células. Um dos papéis está relacionado à sua capacidade de formar diferentes polímeros no interior das células.

15

Analise as proposições em relação ao nucleotídeo.

I. Esta estrutura molecular é encontrada nas células de todos os seres vivos.

II. Existem cinco tipos de bases nitrogenadas que podem se ligar ao açúcar.

III. O açúcar, que se une ao fosfato e à base nitrogenada, tem em sua estrutura 5 carbonos.

IV. Os nucleotídeos são as unidades que formam os ácidos nucleicos.

V. Nucleotídeos se ligam por meio de suas bases nitrogenadas, e também estabelecem ligações entre o açúcar de um e com o fosfato do outro.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I, III e V são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas I, II, III e V são verdadeiras.

e) Todas as afirmativas são verdadeiras.

16. (UNICID) As mutações gênicas são importantes para a evolução das espécies. Sobre essas mutações, é correto afirmar que:

a) As que ocorrem nas células somáticas são transmitidas aos descendentes.

b) Geram consequências desfavoráveis, independentemente do meio ambiente em que a espécie esteja.

c) Ocorrem de forma direcionada pelo meio ambiente e nunca de forma casual.

d) Alteram o DNA, entretanto, não é certo que as proteínas formadas serão alteradas.

e) Podem ser induzidas pelo ambiente, sendo possível determinar o tipo de proteína que será formada.

17. (UECE) Sobre os ácidos nucleicos (DNA e RNA) é correto afirmar que:

a) DNA é composto por uma desoxirribose e um grupo fosfato, sendo suas quatro bases nitrogenadas: adenina, citosina, guanina e timina.

b) O RNA é formado por segmentos denominados genes, responsáveis pela produção de proteínas nos seres vivos.

c) O processo de produção de uma molécula de RNA a partir de uma molécula de DNA é chamado de tradução.

d) Dentre as bases nitrogenadas, a timina e exclusiva do RNA.

18. (UFV) A sequência de nucleotídeos 5′ …… UACCUAAUC …… 3′ de um mRNA irá codificar para qual peptídio?

18a) –Tir–Leu–Ile–.

b) –Leu–Ile–His–.

c) –Cis–Leu–Ile–.

d) –Cis–Ile–His—.

19. (FACTO) Um investigador analisou uma amostra de DNA bacteriano e descobriu em seus resultados que 24% dos nucleotídeos eram compostos por timina. Assinale entre as alternativas abaixo aquela que corresponde ao percentual de citosina presente na amostra de DNA analisada.

a) 24%.

b) 48%.

c) 52%.

d) 26%.

e) 12%.

20. (UNIOESTE) Em uma das fitas de DNA de uma espécie de vírus encontram-se 90 Adeninas e 130 Citosinas. Sabendo-se ainda que nessa fita ocorre um total de 200 bases púricas e 200 bases pirimidinas, assinale a alternativa correta.

a) Na dupla fita de DNA ocorrem 180 Adeninas.

b) Na dupla fita de DNA ocorrem 140 Guaninas.

c) Na fita complementar ocorrem 300 bases púricas e 100 bases pirimidinas.

d) Na fita complementar ocorrem 70 Adeninas e 110 Citosinas.

e) Não é possível determinar a composição de bases nitrogenadas da fita complementar.

gab

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: Djalma Santos | 21 de julho de 2017

TESTES DE BOTÂNICA (12)

01. Assinale a alternativa correta a respeito das gerações gametofítica e esporofítica de um musgo e de uma samambaia.

0102. (IFNMG) No ciclo de vida de todos os vegetais, existe uma alternância entre uma fase haploide e uma fase diploide de vida, como está representado no esquema abaixo. Neste esquema, o “E!” representa mitose e “R!” representa meiose. Em relação ao ciclo de vida dos vegetais, marque a opção correta:

02

a) A meiose forma os gametas em Briófitas, Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas.

b) Nas Pteridófitas, o gametófito se encontra permanentemente conectado ao esporófito.

c) Em Briófitas, Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas, o tempo em que ocorrem tanto a fase haploide quanto a diploide é equivalente.

d) A fase temporária, de Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas é haploide.

03. (IFMT)

AZEITE DE OLIVA É FONTE DE GORDURAS DO BEM E AJUDA A PREVENIR DOENÇAS

A Oliveira, conhecida como a árvore da vida por causa da sua longevidade, fornece a azeitona, fruto do qual se obtém, através do esmagamento e prensagem, o azeite de oliva que possui muitos benefícios para a saúde, como prevenção de doenças e até melhora da pele.

(Disponível em <http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/nutricao/noticia/2015/02&gt;. Acessado em 14.07.2015)

A azeitona é classificada como fruto simples carnoso do tipo drupa, portanto apresenta pericarpo suculento. Sobre a origem do pericarpo, é correto afirmar que surge do desenvolvimento:

a) do endosperma da semente.

b) do óvulo não fecundado.

c) da parede do ovário.

d) do óvulo fecundado.

e) do receptáculo floral.

04. (UNIP) As plantas vulgarmente conhecidas por samambaias, musgos e avencas correspondem a fases dos seus ciclos reprodutores, que os biólogos denominam, respectivamente, de:

a) esporófito, gametófito e esporófito.

b) gametófito, esporófito e gametófito.

c) gametófito, gametófito e esporófito.

d) esporófito, esporófito e esporófito.

e) esporófito, gametófito e gametófito.

05. (UEM) Sobre a morfologia e a anatomia dos vegetais, é correto afirmar que:

01. A gema apical, presente no ápice do caule e dos ramos, é constituída por células meristemáticas, que se multiplicam por mitose.

02. Os tecidos condutores, xilema e floema, são observados apenas no caule das plantas vasculares.

04. Os componentes do xilema, responsáveis pela condução de água e minerais, são os elementos de vaso e traqueídes.

08. A característica mais evidente na epiderme das folhas é a grande quantidade de cloroplastos presente nas suas células.

16. A coifa ou meristema subapical radical é o tecido responsável pelo crescimento da raiz.

32. A presença de lignina e celulose nas paredes das células do colênquima determina a rigidez e a sustentação dos vegetais.

Soma das alternativas corretas:

06. (UFSJ) Todos os organismos sentem e interagem com o ambiente que os cerca. Sobre como as plantas respondem a estímulos ambientais, assinale a alternativa incorreta.

a) As respostas de crescimento das plantas respondem a estímulos internos determinados geneticamente, pois vegetais não possuem sistema nervoso e, portanto, não têm a capacidade de perceber estímulos ambientais.

b) Os hormônios são compostos fundamentais no controle da funções internas das plantas e estão intimamente ligados a sua capacidade de responder a estímulos ambientais.

c) O tropismo é a resposta no crescimento das plantas causado por estímulos externos, como luz, gravidade e contato, entre outros.

d) O fototropismo é a resposta de crescimento das plantas em direção ou contra uma fonte luminosa mediada por ação hormonal.

07. (PUC-CAMPINAS) Leia o texto abaixo para responder esta questão.

A adição de 10% de óleo de castanha-do-brasil ou um óleo mineral (parafina líquida) à composição das pastas de dentes comerciais pode ser útil para prevenir ou controlar cáries e doenças periodontais. A conclusão é de um estudo feito por pesquisadores da Pontíficia Universidade Católica de Minas Gerais. (…) No final do experimento houve uma redução estatisticamente significativa de problemas associados à higiene bucal nos dois grupos que utilizaram pasta com óleos. Com a modificação na composição, o dentifrício parece ser mais eficiente no controle às bactérias.

(Adaptado: Revista Pesquisa FAFESP. N. 191, 2012, p. 17)

O óleo da castanha-do-brasil é extraído do endosperma das sementes, um tecido que frequentemente acumula grandes quantidades de nutrientes. Esse tecido se origina:

a) do desenvolvimento dos cotilédones do embrião.

b) da fusão de dois núcleos polares e uma célula espermática.

c) da fecundação de um megásporo por um micrósporo.

d) a partir das paredes do saco embrionário ou gametófito.

e) da fusão das sinérgides e das antípodas com um núcleo polínico.

08. (UNIMONTES) Inflorescência é a parte da planta em que se localizam as flores, caracterizada pela forma como essas se dispõem umas em relação às outras. Analise as alternativas abaixo e assinale a que representa uma inflorescência do tipo corimbo.

0809. (UFTM) Gimnospermas e angiospermas são os únicos grupos vegetais classificados como espermatófitas, ou seja, que produzem sementes. Considerando o curso evolutivo dos vegetais, pode-se afirmar corretamente que a produção de sementes aconteceu:

a) antes do surgimento dos embriões e do endosperma.

b) depois do surgimento de flores e do tubo polínico.

c) depois do surgimento dos tecidos vasculares.

d) antes do surgimento das folhas e dos tecidos caulinares.

e) antes do surgimento da produção de grãos de pólen.

10. (UEFS) Colonizando as margens e invadindo os continentes, as plantas evoluem transformando os solitários espaços terrestres em palcos de permanentes espetáculos, dos quais somente os homens podem ser verdadeiros expectadores. Nesse contexto evolutivo, o surgimento das plantas vasculares foi um marco decisivo na história evolutiva da vida, com profundas repercussões sobre a Biosfera. A entrada das Pteridófitas no cenário das terras emersas, a partir dos migrantes dos mares primitivos, consolida a adaptação dos organismos clorofilados à vida terrestre, enfrentando grandes desafios. Dentre as respostas a esses desafios, é correto identificar:

a) a diferenciação de estruturas especializadas a funções de transporte e sustentação, acompanhando a evolução do ciclo vital com o predomínio da fase esporofítica.

b) a evolução do sistema foliar provido de uma película protetora capaz de incorporar as radiações ultravioletas que atingiam as plantas.

c) a ocorrência da fecundação sem a dependência de um meio externo aquoso para o encontro dos gametas.

d) a preservação da fase haploide, como uma condição mais eficiente para a dispersão dos gametas.

e) o desenvolvimento de um sistema radicular provido de células absorventes com conteúdo vacuolar hipotônico, em relação ao ambiente terrestre.

11. (UESC) A imagem abaixo apresentada ilustra o ciclo reprodutivo presente no grupo dos vegetais.

11

Considerando-se as características desse tipo de ciclo e as relações com a evolução do grupo dos vegetais, é possível afirmar:

a) o ciclo apresenta uma metagênese por alternar uma etapa assexuada – gametofítica – a partir de uma outra etapa sexuada – esporofítica.

b) os esporos, ao serem fecundados, permitem gerar organismos com o dobro da quantidade de cromossomos em suas células.

c) o indivíduo gametófito é responsável pela produção de gametas por uma meiose denominada de espórica.

d) a prevalência da etapa esporofítica sobre a etapa gametofítica, nos principais grupos vegetais, reflete, provavelmente, uma melhor adaptação desse grupo ao ambiente terrestre.

e) a etapa esporofítica é haploide como consequência da germinação de esporos por uma divisão equacional, que mantêm inalterada o número cromossômico original

12. (UFVJM) A hidroponia é a técnica de cultivar plantas sem solo. No cultivo hidropônico as raízes recebem uma solução nutritiva balanceada contendo água e todos os nutrientes, cada um absorvido na quantidade necessária ao completo desenvolvimento da planta. Para um cultivo hidropônico utilizou-se, para o preparo da solução nutritiva, entre outros, os sais nitrato de cálcio e cloreto de potássio como fonte de nutrientes. Sobre o exposto, considere V para as afirmativas verdadeiras e F, para as falsas.

( ) No preparo da solução nutritiva houve uma dissolução iônica.

( ) Os íons NH4+ e CH4 podem ser observados na solução nutritiva.

( ) O pH da solução nutritiva é alterado no decorrer do desenvolvimento da espécie cultivada.

( ) No cultivo hidropônico as plantas não alcançarão a fase reprodutiva, motivo pelo qual se cultiva apenas vegetais folhosos nesse sistema.

( ) Ao se utilizar uma dada quantidade de uma solução 1 mol/L de nitrato de cálcio para o preparo da solução nutritiva, estará disponível para a planta a mesma quantidade de cálcio e nitrogênio.

Assinale a alternativa que contém a sequência correta.

a) V, F, V, F, F.

b) V, F, V, V, F.

c) F, V, F, V, V.

d) F, V ,V, V, F.

13. (MACK) Um professor de Botânica levou os seus alunos a uma região de Mata Atlântica para mostrar alguns representantes dos seguintes grupos de organismos:

I. Fungos

II. Liquens

III. Briófitas

IV. Pteridófitas

V. Gimnospermas

VI. Angiospermas

A respeito desses grupos, é correto afirmar que:

a) todos realizam fotossíntese.

b) três deles são considerados como plantas traqueófitas.

c) apenas dois apresentam a fase esporofítica predominando sobre a gametofítica.

d) dois deles são associações mutualísticas.

e) dois deles produzem frutos com sementes.

14. (FEI) Uma das vegetações típicas do sertão nordestino corresponde às cactáceas, como, por exemplo, o cacto. Esse e outros vegetais dessa região apresentam adaptações para ambiente seco. Assinale a alternativa que explica o tipo de adaptação ao ambiente seco.

a) Folhas modificadas em espinhos, reduzindo a superfície foliar e, consequentemente, a perda de água.

b) Abertura permanente de estômatos durante o dia, favorecendo a absorção de água.

c) Epiderme rica em ceras aumentando a transpiração.

d) Epiderme pobre em ceras diminuindo a transpiração.

15. (UEM) Observe a figura abaixo. Com relação à figura e às características dos organismos representados, assinale o que for correto.

15

01. O ciclo de vida, com alternância de gerações, ocorre em todos os grupos representados na figura.

02. No esporófito (2n), algumas células sofrem meiose, produzindo esporos que originam indivíduos haploides.

04. Uma das características do esporófito das briófitas é a presença de vasos condutores.

08. A característica principal da alternância de gerações nas gimnospermas é a predominância da fase gametofítica.

16. Nas algas que possuem alternância de gerações, as fases gametofítica e esporofítica podem ser desenvolvidas e independentes uma da outra.

32. Nas plantas com sementes, a fase esporofítica é representada pelo grão de pólen e pelo saco embrionário.

Soma das alternativas corretas:

16. (UFJF) Zeyheria montana Mart., comumente chamada bolsa de pastor, é uma planta medicinal nativa do cerrado brasileiro. Estudo em anatomia vegetal dessa espécie evidenciou as seguintes características: abundantes tricomas tectores, espessamento de cutícula, estômatos apenas na epiderme inferior da folha, mesofilo dorsiventral com pequena proporção de parênquima clorofiliano, refletindo uma redução do limbo foliar. Tais características podem ser consideradas:

a) adaptações xeromórficas.

b) adaptações mesomórficas.

c) adaptações hidromórficas.

d) adaptações escleromórficas.

e) adaptações umbromórficas.

17. (SENAC-SP) Estudantes realizaram um experimento de fisiologia vegetal com um tomateiro envasado. Regaram abundantemente a planta, seccionaram seu caule e a prepararam como está representado na figura abaixo. Colocaram água no tubo de borracha e marcaram o seu nível em A. Verificaram que, após certo tempo, o nível da água elevou-se até B.

17

Esse experimento conseguiu demonstrar que, para a condução da seiva bruta, um dos fatores é:

a) a pressão exercida pela raiz.

b) a sucção exercida pelas folhas.

c) a concentração da seiva bruta.

c) o diâmetro dos vasos liberianos.

e) a coesão entre as moléculas de água.

18. (UFGD) Considere as afirmações a seguir sobre as sementes.

I. O embrião é constituído de radícula, caulículo e cotilédones.

II. O endosperma é um tecido triploide que acumula substâncias de reserva e é formado pela fecundação de dois núcleos polares.

III. O tegumento é a “casca” que envolve o cotilédone.

IV. O cotilédone é a primeira folha e sua função é absorver luz para a produção de glicose para nutrir o embrião.

Assinale a alternativa que apresenta informações corretas.

a) II, apenas.

b) I, II, III e IV.

c) I e II, apenas.

d) II e IV, apenas.

e) I, II e IV, apenas.

19. (UPE) Na maioria das espécies de plantas verdes, os indivíduos podem reproduzir-se tanto assexuada como sexuadamente. Sobre o assunto, observe a figura esquemática a seguir:

19

Com base na figura, assinale a alternativa correta.

a) Representa o ciclo de vida haplonte-diplonte de briófita.

b) Representa o ciclo de vida haplonte-diplonte de alga verde.

c) Representa o ciclo de vida de pteridófita isosporada.

d) Representa o ciclo de vida de gimnosperma.

e) Representa o ciclo de vida de angiosperma.

20. (UEPG) A luz tem grande importância no processo de germinação das sementes. Em relação ao efeito da luz sobre a germinação das sementes, assinale o que for correto.

01. O estiolamento é o conjunto das características apresentadas por uma planta que se desenvolve na presença intensa da luz.

02. Plantas que têm germinação inibida pela luz são chamadas de fotoblásticas negativas.

04. O fitocromo F é consumido nas sementes durante a fase de germinação. Este fitocromo é estimulado na ausência de luz pelo fitocromo R e impede a germinação das plantas fotoblásticas positivas.

08. Algumas plantas germinam apenas quando estimuladas pela luz. Estas são chamadas de fotoblásticas positivas.

16. As principais características de uma planta estiolada são: alta concentração de clorofila, cor verde escura e folhas grandes.

Soma das alternativas corretas:

21. (PUCCAMP) O esquema a seguir mostra a relação entre o desenvolvimento das gerações esporofítica e gametofítica, em diversos tipos de vegetais.

21

Nesse esquema, I e V representam, respectivamente, as:

a) pteridófitas e as angiospermas.

b) pteridófitas e as gimnospermas.

c) briófitas e as pteridófitas.

d) briófitas e as gimnospermas.

e) briófitas e as angiospermas.

22. (COVEST) Analise as proposições apresentadas considerando a figura dada e assinale na coluna I a(s) alternativa(s) verdadeira(s) e na coluna II a(s) falsa(s).

22

I  II

0 0 – As briófitas (1)  são plantas, na  maioria, terrestres de pequeno porte, nas quais não há um sistema vascular e a fase gametofítica é mais desenvolvida do que a esporofítica.

1 1 – As pteridófitas (2) são  vegetais,  sobretudo terrestre, sem flores, nas quais surgem, pela primeira vez na escala evolutiva vegetal, tecidos especializados no transporte de seiva.

2 2 – As gimnospermas (3),  que compreendem plantas como sequóias e ciprestes, apresentam caule tipo estipe, com na figura, e são características da Região Centro-Oeste do Brasil.

3 3 – Um aspecto marcante e exclusivo das angiospermas é a chamada dupla fecundação. Na figura (4), mostra-se uma dicotiledônea, com caule tipo tronco.

4 4 – Na figura (5), temos uma angiosperma tipo monocotiledônea, na qual se observa a inserção regular dos ramos num caule tipo colmo arbóreo.

23. (UFMG) Observe a figura:

23

O crescimento e a absorção ocorrem, respectivamente, nas regiões indicadas por:

a) 1 e 2.

b) 1 e 4.

c) 2 e 3.

d) 3 e 2.

e) 4 e 1.

24. (UFPI) O desenho esquemático corresponde a um corte transversal de uma planta lenhosa em sua estrutura secundária. As setas A, B e C correspondem, respectivamente, a:

24

a) Câmbio, floema e xilema.

b) Medula, vasos liberianos e vasos lenhosos.

c) Câmbio, xilema e floema.

d) Medula, xilema e floema.

e) Câmbio, vasos lenhosos e medula.

25. (COVEST) Na figura abaixo são mostradas algumas fanerógamas, plantas que apresentam órgãos reprodutivos evidentes e que são também conhecidas como espermatófitas, pelo fato de formarem sementes. Com relação a esse assunto, podemos dizer que:

25

 

I   II

0  0 – as fanerógamas compreendem plantas gimnospermas (A) e angiospermas (B e C). Enquanto nas gimnospermas as sementes são expostas (nuas), nas angiospermas as sementes ficam alojadas dentro dos frutos.

1 1 – a planta mostrada em (A), conífera, gimnosperma, é um organismo diploide, representando, portanto, a fase esporofítica do ciclo de vida alternante.

2  2 – numa angiosperma (B), o óvulo é revestido externamente por um tegumento quitinoso que envolve e protege os microsporângios.

3   3 – a planta mostrada em (C) exemplifica uma dicotiledônea, e é uma angiosperma.

4 4 – ao atingirem a maturidade sexual, as gimnospermas (A e B), produzem estruturas reprodutivas semelhantes a flores, nas quais são observados quatro conjuntos de folhas modificadas (sépalas, pétalas, anterídeo e arquegônio).

26. (F.OBJETIVO-SP) O esquema abaixo representa fases do ciclo reprodutor de um musgo.

26

I e II indicam, respectivamente:

a) o esporófito e o gametófito, ambos haploides.

b) o gametófito haploide e o esporófito diploide.

c) o gametófito diploide e o esporófito haploide.

d) o esporófito diploide e o gametófito haploide.

e) o esporófito e o gametófito, ambos diploides.

27. (CESGRANRIO) Escolha o esquema que o estudante fez depois de observar, ao microscópio, a epiderme de uma escama de cebola corada com azul de metileno.

27

28. (COVEST) Analise as estruturas indicadas a seguir e as proposições apresentadas a respeito das mesmas:

28

I  II

0 0 – Na  figura  é mostrado  o esquema   da flor  de uma angiosperma em fecundação.

1 1 – Em  a é mostrado o 1o verticilo floral  – a corola, formada por sépalas, de função atrativa.

2 2 – Em b tem-se o 2o verticilo  floral – cálice, conjunto de pétalas e que tem função nutritiva para o saco embrionário.

3  3 – Em c é mostrado um estame, que é formado por filete, conectivo e antera.

4 4 – Em  d  é mostrado o 4o  verticilo  floral –  o gineceu,  com indicação do ovário (1), estilete (2) e estigma (3).

29. (UPE) Marque a alternativa correta, relacionando as afirmativas de I a IV com os nomes das plantas indicadas pelos algarismos de 1 a 4.

I. Um grupo de plantas em cujo ciclo de vida ocorre alternância de geração; a geração ou fase predominante é a gametofítica – ausência de sistema condutor.

II. Grupo de plantas dotadas de sistema  condutor – apresenta alternância de geração com fase gametofífica reduzida e um protalo diminuto.

III. Classe de plantas que apresenta sementes nuas – forma estruturas reprodutoras denominadas estróbilos; femininos (megastróbilos) ou masculinos (microstróbilos).

IV. Grupo de plantas que apresenta um cotilédone, estrutura especial que se forma na semente e cuja função é nutrir o embrião – os óvulos estão encerrados no interior do ovário.

1. Cana-de-açúcar.

2. Musgo.

3. Samambaia.

4. Pinheiro.

a) I-3, II-4, III-1, IV-2.

b) I-2, II-3, III-4, IV-1.

c) I-4, II-2, III-3, IV-1.

d) I-1, II-3, III-2, IV-4.

e) I-2, II-4, III-1, IV-3.

30. A figura esquemática abaixo representa um corte transversal de caule, cujo crescimento é devido exclusivamente à atividade do meristema apical. Indique a correspondência sequencial correta:

30

a) 1-c, 2-a, 3-d, 4-b, 5-e.

b) 1-c, 2-a, 3-e, 4-d, 5-b.

c) 1-c, 2-a, 3-d, 4-e, 5-b.

d) 1-c, 2-b, 3-d, 4-e, 5-a.

e) 1-b, 2-c, 3-d, 4-e, 5-a.

gab

 

Publicado por: Djalma Santos | 21 de julho de 2017

TESTES DE MEMBRANA E PERMEABILIDADE CELULAR (1)

01. (UCS) A membrana plasmática é uma estrutura importante na delimitação dos limites celulares. Os fosfolipídios que compõem a membrana plasmática possuem uma estrutura característica que, além de delimitar o espaço celular, também fundamental para determinar a “permeabilidade seletiva” a diferentes substâncias químicas. Em relação à membrana plasmática e à sua característica de permeabilidade seletiva, é correto afirmar que:

a) ela se refere à capacidade de ser permeável aos íons, mas não permitir a passagem de gases.

b) as moléculas de fosfolipídios são hidrofílicas, ou seja, pouco solúveis na água, o que a faz ser impermeável à água.

c) os fosfolipídios são moléculas polares, ou seja, solúveis na água, permitindo que a água a atravesse livremente em todas as células do corpo humano.

d) ela possui a capacidade de deixar passar substâncias grandes, como a glicose, sem a necessidade de um transportador específico.

e) as moléculas de fosfolipídios são anfipáticas, ou seja, apresentam na mesma molécula uma porção hidrofóbica e uma porção hidrofílica.

02. (UNICENTRO) Sobre as substâncias orgânicas que compõem as estruturas celulares, pode-se afirmar:

I. Lipídios fazem parte da constituição básica das paredes das células vegetais.

II. Carboidratos fazem parte da constituição das membranas citoplasmáticas das células animais.

III. Glicídios estruturais são encontrados na membrana de reforço do levedo.

A alternativa cujas afirmativas estão corretas é:

a) I, II e III.

b) apenas I e II.

c) apenas II e III.

d) apenas I e III.

03. (PUCRS) O modelo do mosaico fluido das membranas celulares, proposto por Singer e Nicholson, corresponde a uma bicamada lipídica com proteínas associadas.

03

Relacione as proteínas de membrana representadas nas figuras acima com suas respectivas funções na célula, numerando os parênteses.

(  ) Permitem a passagem livre de certas substâncias pela membrana.

(  ) Permitem a ligação com moléculas sinalizadoras que desencadeiam processos intracelulares.

(  ) Interagem de maneira específica com algumas moléculas e íons, carregando-os através da membrana, muitas vezes contra um gradiente de concentração.

A sequência correta que preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) 1 – 2 – 3.

b) 1 – 3 – 2.

c) 2 – 1 – 3.

d) 3 – 1 – 2.

e) 3 – 2 – 1.

04. (Mackenzie) A respeito dos transportes realizados pela membrana plasmática, considere as afirmativas.

I. A utilização de proteínas transportadoras é exclusiva de transportes ativos.

II. A insulina age acelerando a difusão facilitada da glicose para o interior das células.

III. Íons são moléculas muito pequenas e, portanto, atravessam a membrana sempre por difusão simples.

IV. Em todos os tipos de difusão, a passagem de solutos acontece a favor do gradiente de concentração.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I, II e IV.

b) II e IV.

c) I, III e IV.

d) I e II.

e) II, III e IV.

05. (UFVJM) A bomba sódio-potássio ATPase participa de forma importante no processo de manutenção do gradiente intra e extracelular dos íons sódio e potássio. A função dessa bomba é transportar 3 íons sódio para fora da célula e 2 íons potássio para o interior da célula. Nesse transporte ocorre gasto energético porque:

a) a concentração de íons potássio é maior fora da célula.

b) a concentração de íons sódio é maior no interior da célula.

c) o transporte de íons sódio ocorre a favor do gradiente de concentração.

d) o transporte de íons potássio ocorre contra o gradiente de concentração.

06. (UFLA) Os cílios são especializações de membrana que estão presentes no epitélio de revestimento:

a) da bexiga.

b) do esôfago.

c) da traqueia.

d) do intestino.

07. (Unimontes) Para manter as concentrações adequadas de diversas substâncias e íons dentro e fora da célula, diversos mecanismos de transporte são ativados. Um dos mecanismos que foram intensamente estudados e detalhados foi a bomba de sódio-potássio. Em I, II e III, são feitas algumas afirmações sobre a bomba de sódio-potássio. Analise-as.

I. Pela sua atividade, pode ser considerada eletrogênica.

II. O edema intracelular pode ser desencadeado pela sua ineficiência.

III. Pelas características da sua atividade, é classificada como um mecanismo de transporte ativo secundário.

Sobre o exposto, é correto afirmar:

a) Apenas as afirmativas I e II são corretas.

b) Apenas as afirmativas I e III são corretas.

c) As afirmativas I, II e III são corretas.

d) Apenas a afirmativa I é correta.

08. (UERJ) Os diferentes tipos de transplantes representam um grande avanço da medicina. Entretanto, a compatibilidade entre doador e receptor nem sempre ocorre, resultando em rejeição do órgão transplantado. O componente da membrana plasmática envolvido no processo de rejeição é:

a) colesterol.

b) fosfolipídeo.

c) citoesqueleto.

d) glicoproteína.

09. (Unitau) A membrana plasmática, também conhecida como plasmalema, envolve as células e controla a passagem de substâncias entre os meios intra e extracelular. Com relação a essa membrana, assinale a alternativa correta.

a) A membrana é composta por lipídios que apresentam uma região polar e uma apolar. A região apolar fica em contato com o meio aquoso do exterior e do interior da célula.

b) Os desmossomos, encontrados na membrana plasmática de células, são poros pelos quais passa o citoplasma e por onde é facilitada a passagem de substâncias entre as células.

c) Glicídios ligados a proteínas de membrana formam o glicocálice, um canal responsável pela passagem de íons e de pequenas moléculas entre uma célula e outra.

d) Proteínas podem estar presentes na bicamada lipídica das membranas e podem ser receptoras hormonais ou transportadoras de substâncias.

e) Zônulas ou junções oclusivas são encontradas na membrana de células, e têm a função de diminuir a velocidade de eliminação de substâncias da célula.

10. (IFNMG) O processo de transporte através das membranas celulares é de fundamental importância para o funcionamento do metabolismo celular, já que possibilita a entrada e a saída de água, nutrientes e metabólitos residuais, proporcionando à célula um microambiente favorável para as ações catalíticas e síntese de biomoléculas.

10

Sobre o processo de transporte através de membranas celulares, de acordo com a figura acima, é correto afirmar que:

a) a osmose ocorrerá no sentido A para B com a passagem da glicose e no sentido inverso com a passagem de água.

b) ambos os processos, tanto a difusão como a osmose, acontecem de maneira independente uma da outra, sendo necessário apenas que haja diferença de concentrações nos meios.

c) a osmose é um processo passivo cuja passagem é apenas de água do meio hipotônico para o meio hipertônico, tendo como função a regulação dos níveis de água no meio intra e extracelular.

d) na figura, as moléculas de glicose tendem a passar do lado B para o lado A através de difusão, processo ativo que se fundamenta na passagem de soluto do meio hipertônico para o meio hipotônico.

11. (UFPA) As membranas plasmáticas representam a estrutura mais externa das células, separando o seu interior do ambiente. Estão constituídas principalmente por proteínas e lipídios que, além de compor a sua estrutura, também facilitam o funcionamento celular.

11

Acerca dessa estrutura celular, mostrada na figura acima, afirma-se:

I. A estrutura básica das membranas celulares obedece ao modelo do mosaico fluido proposto por Singer e Nicholson (1972), no qual proteínas distribuídas em padrão de mosaico flutuam em uma bicamada fluida de fosfolipídios.

II. Fosfolipídios e colesterol são lipídios anfipáticos que formam a estrutura básica das membranas celulares.

III. As proteínas representam o grupo de macromoléculas mais abundantes nas membranas das células.

IV. As proteínas de membrana atuam como canais iônicos, proteínas de transporte, receptores de moléculas sinalizadoras e componentes do citoesqueleto.

É correto o que se afirma em:

a) I, apenas.

b) I e II, apenas.

c) I, II e III.

d) III e IV.

e) I, II e IV.

12. (UEG) A membrana celular (A) ilustrada na figura a seguir possui uma bicamada formada por moléculas que, além da composição estrutural da célula, têm outras funções. Cada uma dessas moléculas (B) apresenta dupla polaridade e é armazenada no organismo, por exemplo, como reserva de energia.

12

Essa bicamada é constituída de:

a) lipídeo.

b) carboidrato.

c) ácido nucleico.

d) cadeia polipeptídica.

e) água e sais minerais.

13. (PUC-GO) Use o texto abaixo para responder esta questão.

LAVÍNIA

Entrou no quarto e fechou silenciosamente a porta. Não acendeu a luz, preferindo ligar um pequeno abajur que iluminou debilmente o aposento. Deu alguns passos em direção à cama e sentou-se numa banqueta.

— Lavínia — murmurou — Já estou aqui.

Suspirou.

— Demorei um pouco, porque a governanta não queria me largar. Maldita! Tive que mentir que ia ao banheiro. Não foi boa essa, Lavínia? No banheiro. Soltou uma risadinha; um cão latiu ao longe como se estivesse respondendo. Ela olhou com ansiedade pela janela. Nada viu. O gramado bem tratado brilhava à luz da lua. Folhas de plátano boiavam na piscina.

— Agora está tudo bem. Vou cuidar de ti como só eu sei fazer. Antes de mais nada, um banho; um bom banho quente, de imersão. Vou prepará-lo agora mesmo. A governanta não quer que eu me aproxime da banheira. Diz que é perigoso, para uma menina de dez anos. Ouviste esta, Lavínia? Perigoso para mim! Naturalmente, ouço e calo. Posso responder àquela ignorante? Nem sequer falamos a mesma linguagem: o meu vocabulário é maior, mais rico, mais expressivo. Leio numa semana mais livros do que ela em toda sua vida.

Abaixou-se, tirou os sapatos.

— Não devemos fazer ruído.

Do bolso do casaco extraiu um pacote.

— Adivinha o que tenho aqui, Lavínia. Não adivinhas? Pois, exatamente: marrom-glacês. Marrom- glacês! Não é ótimo? E olha que me deu trabalho surrupiá-los. Mas eu o fiz: nas ventas da governanta. Vou colocá-los aqui, na mesinha de cabeceira. Serão saboreados depois do banho, não antes: banho com o estômago cheio é perigoso, dizia papai. Calou-se bruscamente e ficou a olhar pela janela. Depois disse, sem se voltar:

— Vais vestir o teu pijama de flanela azul, deitar na cama, acender a lâmpada de cabeceira e ler o teu livro predileto, saboreando os doces. Não é uma boa ideia, Lavínia? Me diz: alguém cuida tão bem de ti como eu? Mas assim deve ser, pois todos os outros são inimigos. Mamãe, aquele homem que vem aqui e a governanta.

Inclinou-se para a cama:

— E agora vem o melhor. Sabes o que vou fazer, antes de dormires? Vou te acariciar: passarei minha mão bem de leve em teu rosto suave, em teus cabelos de ouro, em tuas pálpebras macias. E, Lavínia — bem, isto não posso prometer, mas farei todo o possível — cantarei para ti. Cantarei baixinho aquela música que papai ensinou antes de morrer, aquela em francês, te lembras? Sobre as meninas solitárias. Estarás bem enroladinha no cobertor; como uma larva no casulo. E eu te darei boa-noite…

A porta se abriu. Era a governanta, iluminada pela luz forte do corredor.

— Lavínia — disse ela, em voz baixa. — Não há ninguém aqui além de ti, vês? Estás falando sozinha — de novo. Agora, põe teus sapatos e desce; tua mãe e aquele senhor querem te dar boa-noite. Vão sair.

Arrumou-se vagarosamente. A governanta esperava, sorrindo sempre. Antes de sair, Lavínia voltou- se para cama e piscou um olho.

— Volto já — murmurou.

(SCLIAR, Moacyr. Melhores contos. 6. ed. São Paulo: Global, 2003. p. 83-84.)

Considere o seguinte trecho do Texto acima: “— Advinha o que tenho aqui, Lavínia. Não adivinhas? Pois, exatamente: marrom-glacês. Marrom-glacês!”. O marrom-glacê é um doce requintado, cuja digestão requer a participação de vários órgãos, entre eles, o pâncreas. As células desse órgão armazenam a insulina dentro de vesículas, liberando-o no lado exterior da célula quando a glicose é detectada na corrente sanguínea. Dentre os itens a seguir, marque aquele que corresponde ao processo de liberação da insulina:

a) difusão facilitada.

b) transporte ativo.

c) difusão simples.

d) exocitose.

14. (UDESC) A figura abaixo representa a estrutura proposta por Singer e Nicholson para a membrana plasmática.

14

Disponível em: http://www.mundoeducacao.com (acessado em 10/09/2015)

Analise as proposições em relação à estrutura proposta por Singer e Nicholson (figura acima) e assinale (V) para verdadeira e (F) para falsa.

(  ) A estrutura indicada por A representa a camada dupla de lipídios que compõem a membrana plasmática.

(  ) A estrutura indicada por B representa as proteínas da membrana plasmática.

(  ) A estrutura indicada por C são as fibras de celulose da parede celular.

(   ) A estrutura proposta por Singer e Nicholson para a membrana plasmática independe de ser uma célula vegetal ou animal.

(  ) Algumas proteínas presentes na membrana plasmática podem servir como receptores de substâncias para a célula.

Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo.

a) V – V – F – F – F.

b) V – V – F – V – V.

c) V – V – V – V – V.

d) F – F – F – V – V.

e) V – V – F – F – V.

15. (UCS) A manutenção de um ambiente iônico intracelular, bem como a entrada e saída de substâncias são processos importantes realizados por componentes da membrana celular. Em relação aos processos de transporte que ocorrem na membrana celular, é correto afirmar que:

a) a difusão simples é um processo de transporte de uma substância contra um gradiente de concentração.

b) a difusão facilitada é caracterizada pelo transporte de uma substância utilizando-se uma proteína transmembrana.

c) a bomba de sódio e potássio transporta os dois íons para o meio extracelular a fim de auxiliar a manutenção da carga elétrica das células.

d) o processo de osmose é um exemplo de difusão simples, no qual a água se desloca do meio mais concentrado em soluto, para o menos concentrado em soluto.

e) a bomba de sódio e potássio está presente somente nas células musculares e nervosas, onde a carga elétrica das células tem um papel fundamental.

16. (UFU) Hemácias humanas foram colocadas em três soluções com diferentes concentrações salinas (Soluções A, B e C) e as variações de seus volumes, após certo tempo, foram analisadas e ilustradas no gráfico a seguir.

16

Em relação à tonicidade do citoplasma das hemácias humanas, as soluções A, B e C são, respectivamente, classificadas como:

a) Hipotônica, hipotônica, isotônica.

b) Hipertônica, isotônica, hipotônica.

c) Hipotônica, isotônica, hipertônica.

d) Hipertônica, hipotônica, hipotônica.

17. (UFRR) Com relação à membrana plasmática, analise os itens a seguir.

I. A membrana plasmática tem como seus componentes mais abundantes os fosfolipídios, colesterol e proteínas.

II. Uma das funções das proteínas da membrana plasmática é atuar nos mecanismos de transporte celular.

III. A membrana plasmática é considerada impermeável, pois não permite a passagem de solvente e soluto.

Sobre a membrana plasmática, assinale a alternativa que contenha as afirmativas corretas:

a) Somente as alternativas I e III.

b) Somente as alternativas I e II.

c) Somente as alternativas II e III.

d) Somente a alternativa I.

e) Somente a alternativa II.

18. (UEA) Um estudante, utilizando um microscópio óptico comum, realizou o seguinte experimento com um fragmento de tecido vegetal:

– ETAPA 1: Sobre a lâmina onde se encontrava a amostra, pingou algumas gotas de solução de sacarose em concentração muito próxima à das células. Aguardou alguns minutos, observou o resultado e fez uma contagem das células.

– ETAPA 2: Removeu a primeira solução de sacarose com um papel absorvente e pingou algumas gotas de água destilada. Aguardou alguns minutos, observou o resultado e fez nova contagem.

– ETAPA 3: Removeu a água destilada com papel absorvente e pingou algumas gotas de solução de sacarose em concentração muito superior à do tecido em questão. Aguardou alguns minutos, observou o resultado e realizou a última contagem.

Se esse mesmo experimento fosse realizado com uma cultura de células animais, o estudante observaria:

a) Uma redução significativa do volume celular ao final da etapa 2.

b) Um aumento do número de células ao final da etapa 3.

c) Uma redução significativa no número de células ao final da etapa 2.

d) Um aumento do volume celular ao final da etapa 1.

e) Uma redução significativa no número de células ao final da etapa 1.

19. (FPS) A membrana citoplasmática apresenta funções especializadas que auxiliam na manutenção do equilíbrio osmótico celular. Na figura abaixo, são ilustrados os processos de transporte de oxigênio (1) e de pequenas moléculas hidrofílicas (2) através da membrana. Tais processos são, respectivamente, exemplos de:

19a) transporte passivo e transporte ativo.

b) transporte ativo e difusão facilitada.

c) osmose e bomba de sódio-potássio.

d) difusão simples e difusão facilitada.

e) difusão facilitada e osmose.

20. (IFNMG) As microvilosidades são especializações apicais das membranas celulares.

20

De acordo com a figura acima, pode-se afirmar que:

a) essas estruturas aumentam a superfície de absorção de nutrientes nas células estomacais.

b) essas estruturas aparecem nas células epiteliais de revestimento do duodeno no intestino delgado com a função de facilitar a absorção de nutrientes.

c) o glúten pode causar em pessoas predispostas geneticamente uma deformação das microvilosidades, ocasionando problemas na absorção de nutrientes, quadro clínico conhecido como doença celíaca.

d) a cirurgia de redução de estômago visa diminuir a área de absorção composta por células com essas estruturas a fim de proporcionar menor absorção de nutrientes e, consequentemente, o emagrecimento.

gab

 

Publicado por: Djalma Santos | 21 de julho de 2017

TESTES DE CITOLOGIA (14)

01. (UEPG) Analisando-se as características e peculiaridades dos procariontes e eucariontes, assinale o que for correto.

01. Os procariontes, principalmente as bactérias, são sempre nocivas aos demais seres, ora causando doenças, ora vivendo em mutualismo com os outros organismos.

02. Acredita-se que a célula eucariota tenha surgido da procariota. Por exemplo, as mitocôndrias e os cloroplastos surgiram de bactérias que invadiram as células primitivas e passaram a viver em seu interior.

04. A célula eucariota é menor que a procariota, apresentando em seu citoplasma o material genético livre de envoltório e organelas responsáveis pela síntese proteica.

08. A célula procariota apresenta DNA organizado em pequenos cromossomos protegidos por uma fina membrana. No citoplasma são encontrados ribossomos, responsáveis pela geração de energia na célula.

16. Os procariontes são fundamentais para a manutenção da vida, pois algumas espécies atuam como decompositoras, outras são fotossintetizantes, quimiossintetizantes, além de poderem também participar de processos de fermentação.

Soma das alternativas corretas:

02. (UNICENTRO)

02

Analisando-se os organismos a seguir, o único que não possui uma célula com a organização evolutiva em destaque é:

a) a mosca de fruta.

b) o camarão.

c) o lactobacilo.

d) a ameba.

03. (UEM) Assinale o que for correto.

01. Os carboidratos são moléculas orgânicas constituídas, fundamentalmente, por átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio. São também conhecidos como açúcares.

02. Considerando-se uma célula 2n = 4 cromossomos, a figura abaixo

03a

representa a metáfase II da meiose dessa célula.

04. Os aminoácidos são moléculas orgânicas constituídas por proteínas.

08. Uma importante função do retículo endoplasmático liso é a secreção da lamela média, que separa duas células vegetais em divisão.

16. A organela esquematizada na figura abaixo

03b

origina o acrossomo do espermatozoide.

32. A citocinese (processo de divisão do citoplasma que ocorre no final da telófase) das células vegetais e de muitas algas difere das células animais. Enquanto a citocinese vegetal ocorre do centro para a periferia da célula (citocinese centrífuga), a citocinese animal começa na periferia e avança para o centro da célula (citocinese centrípeta).

Soma das alternativas corretas:

04. (UFU) No metabolismo celular, as mitocôndrias convertem glicose e oxigênio em energia. Como subproduto dessa reação, formam-se radicais de oxigênio (superóxido) que são convertidos, pela enzima superóxido dismutase (SOD), em peróxido de hidrogênio. Considerando o processo metabólico apresentado, analise as afirmativas a seguir:

I. Os radicais de oxigênio são altamente reativos, podendo danificar o DNA dos cromossomos, o DNA mitocondrial e a membrana celular. Assim sendo, a SOD transforma esses radicais em peróxido de hidrogênio, que é inócuo à célula.

II. O peróxido de hidrogênio é tóxico e mutagênico. Assim sendo, com ajuda da catalase, deve ser convertido em oxigênio molecular e água, que são substância inócuas para o meio celular.

III. Peroxissomos são vesículas celulares que contêm enzimas que modificam substâncias tóxicas, tornando-as inofensivas para a célula.

Marque a alternativa correta.

a) I e II são corretas.

b) II e III são corretas.

c) I e III são corretas.

d) Apenas I é correta.

05. (UEPG) Com relação à sustentação da célula e seus movimentos, assinale o que for correto.

01. Os microtúbulos são formados pela proteína tubulina. Fornecem o suporte estrutural da célula, além de atuarem nos movimentos dos cromossomos durante a divisão celular e formação de centríolos, cílios e flagelos.

02. Os microfilamentos são formados por actina e concentram- se preferencialmente próximos à membrana plasmática, fornecendo sustentação às microvilosidades. Além disso, atuam em certos movimentos celulares, graças à capacidade de contração.

04. Os centríolos são estruturas cilíndricas compostas de nove grupos de três microtúbulos. São encontrados geralmente aos pares e dão origem aos cílios e flagelos.

08. Nos eucariotos, os cílios e flagelos são capazes de provocar correntes no ambiente líquido onde estão mergulhadas as células, sendo que estas correntes podem ser usadas para locomoção e captura de alimentos.

16. Os cílios são estruturas curtas e numerosas, sendo que nas vias respiratórias humanas atuam na expulsão de partículas estranhas ao corpo.

Soma das alternativas corretas:

06. (UEPG) Na figura abaixo estão representados esquemas de células vegetais colocadas em soluções de diferentes concentrações. Analise as afirmativas abaixo e assinale o que for correto.

06

Adaptado de: Amabis, J.M.; Martho, G.R. Biologia das Células.

2a ed. Volume 1. Editora Moderna. São Paulo. 2004.

01. Em A, está representada uma célula vegetal colocada em solução hipotônica, a qual absorve água por osmose, tornando-se túrgida. Ao contrário da célula animal, a célula vegetal não corre risco de estourar, por causa da parede celular.

02. Em B, a célula está em solução idêntica à do conteúdo celular (ou seja, isotônica). Nesse caso, as pressões de entrada e de saída de água por osmose são equivalentes.

04. A situação C representa a célula colocada em solução hipotônica, visto que a mesma perdeu água por osmose e encontra-se túrgida.

08. A célula em A está plasmolisada, ou seja, em solução isotônica, ela tende a ter seu volume celular diminuído. A pressão da parede celulósica se torna equivalente à pressão osmótica.

Soma das alternativas corretas:

07. (FCM-PB) Considere os seguintes constituintes celulares:

03. Parede celular.

05. Membrana plasmática.

06. Carioteca.

07. DNA.

08. Ribossomos.

10. Mitocôndrias.

12. Cloroplastos.

Dentre as alternativas abaixo, assinale a soma da sequência representativa de estruturas ausentes nas bactérias:

a) 30.

b) 21.

c) 28.

d) 22.

e) 51.

08. (PUC-RS) Para responder esta questão, leia as informações a seguir e relacione as colunas A e B, nume­rando os parênteses. Até cerca de 20 anos atrás, biólogos dividiam a diversidade da vida em cinco reinos: plantas, animais, fungos, eucario­tos unicelulares e procariotos. A disponibilidade de novas análises, como a comparação entre genomas, por exemplo, permite que se reavalie constantemente o número e os limites dos reinos. Assim, hoje é consenso que todos os reinos da vida estão agrupados nos domínios Eukarya, Archea e Bacteria. Considere os organismos pertencentes aos domínios da coluna A e relacione-os com as características que lhes são próprias, apresentadas na coluna B.

COLUNA A

1. Eukarya

2. Bacteria e Archea

2. Bacteria, Archea e Eukarya

COLUNA B

(  ) Constituição unicelular

(  ) Presença de carioteca

(  ) Membrana com lipídeos

(  ) Ausência de citoesqueleto

(  ) Genoma em cromossomos lineares

O preenchimento correto dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) 2 – 1 – 1 – 2 – 3.

b) 2 – 2 – 1 – 3 – 3.

c) 2 – 1 – 2 – 3 – 1.

d) 3 – 2 – 2 – 3 – 3.

e) 3 – 1 – 3 – 2 – 1.

09. (UECE) Membranas biológicas são finas películas que envolvem as células vivas, delimitando as organelas em seu interior e promovendo sua interação com outras células. Com relação a essas membranas, é correto afirmar que:

a) qualquer transporte de substâncias por meio das membranas celulares nos seres vivos exige gasto de energia.

b) suas moléculas lipídicas são anfipáticas, pois possuem uma extremidade polar (insolúvel em meio aquoso) e uma extremidade não polar (solúvel em água).

c) seu glicocálix, estrutura que confere resistência física e química e capacidade de reconhecer substâncias nocivas, é composto exclusivamente por lipídios.

d) possuem permeabilidade variável, o que significa que algumas substâncias não conseguem atravessar sua estrutura.

10. (UFLA) De acordo com o modelo do mosaico fluido da membrana, algumas proteínas estão incrustadas na dupla camada de fosfolipídios como se fossem “pedrinhas” de um mosaico. Algumas dessas proteínas formam poros, outras capturam substâncias fora ou dentro da célula, transportando-as para o outro lado, enquanto outras podem ser receptores hormonais. Com base no desenho, relacione a proteína incrustada na membrana com a função desempenhada por ela e marque a alternativa correta.

PROTEÍNAS INCRUSTADAS NA MEMBRANA

10

Função desempenhada

1. Permite a ligação com certas moléculas sinalizadoras e desencadeiam processos celulares.

2. Permite que certas moléculas e íons atravessem a membrana por transporte passivo.

3. Permite que uma célula reconheça a outra e interaja com ela.

4. Permite a interação com moléculas específicas, “ajudando-as” a entrar na célula.

a) 1-III, 2-I, 3-IV, 4-II.

b) 1-IV, 2-II, 3-I, 4-III.

c) 1-I, 2-III, 3-II, 4-IV.

d) 1-II, 2-IV, 3-III, 4-I.

11. Se fosse possível, em laboratório, “construir” uma célula viva que funcionasse tal como as células mais simples (como as de algumas bactérias, por exemplo), ela deveria ter como componentes mínimos:

a) membrana plasmática, mitocôndrias, ribossomos e cromatina.

b) membrana plasmática, hialoplasma, ribossomos e cromatina.

c) parede celular, mitocôndrias, ribossomos e hialoplasma.

d) parede celular, membrana plasmática, hialoplasma e ribossomos.

e) cromatina, hialoplasma, ribossomos e mitocôndrias.

12. (UFSC) Assinale a alternativa correta.

a) A membrana citoplasmática é exclusiva de células de vegetais.

b) O cloroplasto é responsável, exclusivamente, pelo armazenamento de nutrientes na célula.

c) A parede celular está presente nas células de animais e vegetais.

d) A mitocôndria é responsável pela respiração celular e pode ser encontrada em células de animais e vegetais.

e) O núcleo está presente somente em células vegetais.

13. (IFSC) A biologia celular é a área da Biologia destinada ao estudo das células, suas estruturas e funções. A presença de célula é uma característica dos seres vivos. Assinale as proposição(ões) correta(s).

01. As células eucariontes transcrevem porções de suas informações hereditárias em uma molécula intermediária denominada RNA.

02. Mitocôndrias e cloroplastos estão envolvidos na degradação de macromoléculas energéticas para a produção de grande quantidade de ATP intracelular.

04. Em células procariontes, a molécula de DNA encontra-se na forma circular solta no citosol, enquanto que nas células eucariontes tal molécula encontra-se exclusivamente no interior do núcleo.

08. A integração das funções do retículo endoplasmático granular e complexo de Golgi, promove a produção de glicoproteínas destinadas a diferentes locais na célula e fora dela.

16. As membranas celulares apresentam uma composição química lipoproteica. Os lipídeos ali presentes conhecidos como fosfolipídeos são moléculas anfipáticas, distribuídas em duas camadas, e que apresentam as suas porções polares voltadas ao exterior e interior da célula.

32. As proteínas canais presentes na membrana plasmática de células eucariontes permitem a passagem de solutos por meio da difusão.

Soma das alternativas corretas:

14. (UDESC) Várias substâncias, moléculas e estruturas estão presentes nos seres vivos. Ao se analisar esses seres vivos, podem-se encontrar algumas estruturas comuns às bactérias, às células vegetais e às células animais. Assinale a alternativa correta, em relação à informação.

a) Mitocôndrias, retículo endoplasmático, parede celular e ribossomos.

b) DNA, RNA, membrana citoplasmática e ribossomos.

c) Retículo endoplasmático, complexo golgiense, lisossomos e peroxissomos.

d) Vacúolos, plastos, ribossomos e membrana citoplasmática.

e) Carioteca, mitocôndria, ribossomos e lisossomos.

15. (UEM) Baseando-se no esquema a seguir, de uma célula hipotética, vista por meio de um microscópio eletrônico, assinale o que for correto.

15

01. A estrutura indicada pela seta 2 é responsável pela fabricação das proteínas celulares. Pode ser encontrada livre no citoplasma ou aderida às membranas do ergastoplasma.

02. As estruturas indicadas pela seta 1 estão relacionadas com o processo de divisão celular, estando ausentes em células de plantas superiores.

04. A estrutura indicada pela seta 3 apresenta uma cavidade interna preenchida por um fluido onde estão presentes diversas enzimas, além de DNA e RNA e pequenos ribossomos. No interior dessa estrutura, ocorre a respiração celular.

08. A estrutura indicada pela seta 4 atua como uma rede de distribuição e armazenamento de substâncias no interior das células.

16. A estrutura indicada pela seta 5 possui um eixo de sustentação denominado de fagossomo, envolvido por uma membrana lipoproteica.

32.  A estrutura indicada pela seta 7 contém e delimita o espaço interno da célula, apresentando a importante função de selecionar as substâncias que devem entrar ou sair da célula.

64. A estrutura indicada pela seta 6, encontrada nas células procariontes, é formada por duas membranas lipoproteicas que se fragmentam durante o processo de divisão celular.

Soma das alternativas corretas:

16. (UFS) Em determinado organismo foram encontradas células somáticas normais (I) e células aberrantes (II e III). Os três cariótipos dessas células estão esquematizados abaixo.

16

As aberrações cromossômicas de II e III são, respectivamente, casos de:

a) poliploidia e monossomia.

b) monossomia e trissomia.

c) monossomia e poliploidia.

d) trissomia e poliploidia.

e) trissomia e monossomia.

17. Assinale a opção que contém componentes encontrados somente em células vegetais.

a) Membrana plasmática e parede celular.

b) Carioteca e parede celular.

c) Cloroplasto e centríolos.

d) Cloroplastos e parede celular.

e) Parede celular e centríolos.

18.(UEM) Sobre a célula, assinale o que for correto.

I   II

0  0 – A fagocitose e a pinocitose são processos que evidenciam a permeabilidade da parede celular, antes da deposição de celulose.

1  1 – Testes de identificação de parentesco utilizando o DNA mitocondrial humano permitem rastrear somente linhagem materna.

2  2 – A lamela média, fina camada formada principalmente por celulose, une células vegetais adjacentes destituídas de parede celular.

3  3 – Quando comemos uma porção de fritas (batata), estamos ingerindo grande quantidade de leucoplastos desprovidos de pigmentos e repletos de amido.

4  4 – Os lisossomos associados aos cromossomos atuam na lise das bases nitrogenadas e impedem a duplicação dos genes.

19. (UFMS) Observe as figuras A e B, que são representações de dois organismos distintos, e assinale a alternativa correta.

19a) A Figura A representa um organismo eucarionte, e a Figura B representa um organismo procarionte. Apresentam diferença na forma. Em B, há a presença de membrana nuclear e cloroplasto. Em A, as enzimas responsáveis pelo processo de respiração localizam-se na mitocôndria.

b) A Figura A representa um organismo eucarionte, e a Figura B representa um organismo procarionte. Apresentam diferença no tamanho. Em B, há a presença de membrana plasmática e organelas citoplasmáticas. Em A, as enzimas responsáveis pelo processo de respiração localizam-se na membrana plasmática.

c) A Figura A representa um organismo procarionte, e a Figura B representa um organismo Apresentam diferença no tamanho. Em B, há a presença de membrana nuclear e organelas citoplasmáticas. Em A, as enzimas responsáveis pelo processo de respiração localizam-se na membrana plasmática.

d) A Figura A representa um organismo procarionte, e a Figura B representa um organismo eucarionte. Apresentam diferença na forma. Em B, há a presença de membrana nuclear e cloroplastos. Em A, as enzimas responsáveis pelo processo de respiração localizam-se no núcleo.

e) A Figura A representa um organismo procarionte, e a Figura B representa um organismo eucarionte. Apresentam diferença no tamanho. Em B, há a presença de membrana plasmática e mitocôndrias. Em A, as enzimas responsáveis pelo processo de respiração localizam-se no citoplasma.

20. (UFPB) As afirmativas a seguir exemplificam diferentes características dos seres vivos:

– Uma célula apresenta sempre uma membrana citoplasmática, ribossomos distribuídos no hialoplasma e ácido desoxirribonucleico (DNA).

– Uma série de reações químicas que ocorrem no interior de uma célula viva permite que essa célula obtenha energia para dividir-se e movimentar-se.

– Nos seres vivos, o aumento de volume (nos unicelulares) e o aumento de volume e do número de células (nos pluricelulares) são fenômenos decorrentes do metabolismo celular.

As características dos seres vivos, exemplificadas nas afirmativas, correspondem, respectivamente, à(ao):

a) organização celular, metabolismo e crescimento.

b) crescimento, metabolismo e reprodução.

c) diferenciação celular, crescimento e metabolismo.

d) organização celular, reprodução e diferenciação celular.

e) diferenciação celular, reprodução e crescimento.

21. (UFERSA) Responda esta questão considerando a figura e os procedimentos apresentados abaixo.

21

Com base no tamanho relativo das estruturas celulares seria correto substituir os números I, II e III, respectivamente, por:

a) Ribossomos, mitocôndrias e núcleo.

b) Mitocôndrias, núcleo e complexo de Golgi.

c) Mitocôndrias, ribossomos e lisossomos.

d) Lisossomos, núcleo e mitocôndrias.

22. (UTFPR) Amebas e macrófagos têm em comum:

a) as membranas rígidas que definem suas formas celulares.

b) os acrossomos, morfologicamente iguais.

c) as microvilosidades de suas superfícies absorventes.

d) os desmossomos, que conferem às células a capacidade de fixação a outras.

e) as vesículas resultantes de endocitose, que envolvem os materiais capturados.

23. (UEM) Identifique o que for correto sobre a organização e o funcionamento das células.

I    II

0  0 – Os cloroplastos apresentam organização interna que lembra pilhas de moedas, local das reações que convertem o CO2 em glicose.

1  1 – Por apresentarem a capacidade de autoduplicação, as mitocôndrias das células humanas são descendentes daquelas que estavam tanto no gameta masculino quanto no feminino.

2  2 – Glicocálix, um envoltório externo à membrana plasmática, é constituído por glicoproteínas e glicolipídios.

3  3 – Em algumas reações metabólicas, ocorre a formação de H2O2 que, apesar de não ser tóxico para as células, é rapidamente transformado em água e oxigênio. A degradação dessa molécula ocorre no vacúolo da célula vegetal e no peroxissomo da célula animal.

4  4 – Nos óvulos humanos, o complexo golgiense origina a estrutura denominada de acrossomo, importante para permitir a penetração do espermatozoide.

24. (UFTM) O desenho representa uma célula eucariótica, nas quais substâncias presentes no citoplasma migram para o núcleo (seta I) e substâncias sintetizadas no núcleo migram para o citoplasma (seta II).

24

Pode-se afirmar que as substâncias que migram no sentido da seta I são

a) ATP, RNA mensageiro e nucleotídeos, e as que migram no sentido da seta II são DNA, RNA mensageiro e enzimas.

b) RNA ribossômico e RNA mensageiro, e as que migram no sentido da seta II são enzimas e RNA transportador.

c) aminoácidos e enzimas, e as que migram no sentido da seta II são ATP, enzimas e nucleotídeos.

d) nucleotídeos, ATP e enzimas, e as que migram no sentido da seta II são RNA ribossômico e RNA mensageiro.

e) DNA, enzimas e aminoácidos, e as que migram no sentido da seta II são RNA mensageiro e RNA transportador.

25. (UFLA) As bactérias apresentam os mecanismos de transferência de genes, transformação, transdução e conjugação, que aumentam a diversidade genética. Com relação a esses processos, assinale a alternativa correta.

a) A transdução consiste na transferência de fragmentos de DNA diretamente de uma bactéria doadora para uma receptora.

b) A conjugação ocorre pela transferência de fragmentos de DNA de uma bactéria para outra por meio de vírus (bacteriófagos).

c) A transformação bacteriana se dá pela absorção de fragmentos de DNA que estão dispersos no ambiente proveniente de bactérias mortas ou decompostas.

d) A transdução é um processo em que o material genético é transferido através de um canal que conecta duas bactérias denominado “pelo sexual” ou “pilli”.

26. (UFPI) O universo biológico é formado por dois tipos de células. Observe as figuras e marque a alternativa que contempla somente informações corretas, correspondendo às estruturas celulares e suas funções, conforme indicações numéricas apresentadas nas Figuras A e B.

26

a) Figura A – 1) nucleoide (DNA); 2) membrana interna; 3) parede celular (proteção mecânica); 4) membrana externa (ação antigênica); 5) espaço periplasmático. Figura B – 1) membrana nuclear externa (continuação do retículo endoplasmático rugoso); 2) membrana plasmática; 3) complexo de Golgi (processa e monta os polipeptídeos); 4) mitocôndrias (“produzem” energia); 5) peroxissomos (processam as moléculas com o uso de oxigênio); 6) lisossomos (digerem material celular); 7) retículo endoplasmático rugoso (síntese de polipeptídeos); e 8) vesículas secretoras (transportam o material celular para a superfície).

b) Figura A – 1) mesossomo (plasmídeo); 2) membrana interna; 3) parede celular (produz celulose); 4) membrana externa (ação mecânica); 5) espaço periplasmático. Figura B – 1) membrana nuclear externa (continuação do retículo endoplasmático liso); 2) membrana plasmática; 3) complexo de Golgi (promove reações oxidativas); 4) mitocôndrias (produzem peroxissomos); 5) peroxissomos (processam oxigênio); 6) lisossomos (digerem substâncias); 7) retículo endoplasmático rugoso (síntese de polipeptídeos); e 8) vesículas secretoras (transportam moléculas).

c) Figura A – 1) mesossomo (DNA); 2) membrana interna; 3) parede celular (produz ligninas); 4) membrana externa (ação mecânica); 5) espaço periplasmático. Figura B – 1) membrana nuclear externa; 2) membrana plasmática; 3) complexo de Golgi (promovem respiração celular); 4) mitocôndrias (“produzem” oxigênio); 5) peroxissomos (processam oxigênio); 6) lisossomos (digerem material celular); 7) retículo endoplasmático liso (síntese de polipeptídeos); e 8) vesículas secretoras (transportam o material celular para o citoplasma).

d) Figura A – 1) nucleoide (DNA invasor); 2) membrana interna; 3) parede celular (ação vacuolar); 4) membrana externa (ação mecânica); 5) espaço periplasmático. Figura B – 1) membrana nuclear externa (continuação do DNA); 2) membrana plasmática; 3) complexo de Golgi (excreção celular); 4) mitocôndrias (produzem alimentos); 5) peroxissomos (processam oxigênio); 6) lisossomos (digestão celular); 7) retículo endoplasmático liso (síntese de polipeptídeos) e 8) vesículas secretoras (transportam o material celular para o complexo de Golgi).

e) Figura A – 1) nucleoide (cromossomo extra DNA); 2) membrana interna; 3) parede celular (produz vacúolos); 4) membrana externa (ação mecânica); 5) espaço periplasmático. Figura B – 1) membrana nuclear externa; 2) membrana plasmática; 3) complexo de Golgi (promove reações oxidativas); 4) mitocôndrias (produzem peroxissomos); 5) peroxissomos (processam as moléculas com o uso de oxigênio); 6) lisossomos (digerem material celular); 7) retículo endoplasmático rugoso (síntese de polipeptídeos); e 8) vesículas secretoras (transportam o material celular para o complexo de Golgi).

27. (UDESC) Leia e analise as afirmativas abaixo:

I. As bactérias possuem apenas um material genético, DNA ou RNA.

II. O cromossomo bacteriano está enovelado em torno de uma proteína histona.

III. As bactérias possuem apenas um “cromossomo”, que é circular, e algumas apresentam um material genético denominado plasmídeo, que está disperso no citoplasma.

IV. Pelo processo de transdução, muitas bactérias trocam material genético com outras bactérias.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.

b) Somente a afirmativa III é verdadeira.

c) Somente as afirmativas I, III e IV são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.

e) Todas as afirmativas são verdadeiras.

28. (UNICENTRO) As três ilustrações abaixo exemplificam células que se incluem entre os dois padrões básicos da evolução celular.

28

Uma característica que é universal entre as células ilustradas é a:

a) Ocorrência da transcrição no meio citoplasmático.

b) Realização da síntese de proteínas no compartimento nuclear.

c) Utilização da mitose como mecanismo de reprodução celular.

d) Existência do DNA como molécula que guarda a informação hereditária em um código químico linear.

e) Localização das enzimas que realizam o metabolismo aeróbico em associação com a bicamada lipídica da membrana celular.

29. (COVEST) Em protozoários, fungos, algas, animais, plantas, bactérias e cianobactérias são encontrados:

a) peroxissomos, lisossomos e mitocôndrias.

b) ribossomos, membrana plasmática e citoplasma.

c) núcleo, retículo endoplasmático rugoso e mitocôndrias.

d) retículo endoplasmático rugoso, citoplasma e membrana plasmática.

e) membrana, citoplasma e mitocôndria.

30. (UFMT) A célula bacteriana não apresenta membrana nuclear, e seu citoplasma é ocupado por DNA e por uma grande quantidade de ribossomos. Sobre essa célula, assinale a alternativa correta.

a) O material genético (DNA) da célula bacteriana denomina-se nucléolo.

b) A célula das bactérias, assim como a das cianobactérias e dos protozoários, é denominada procariótica.

c) O fato de a célula bacteriana não apresentar membrana nuclear inviabiliza a síntese de proteínas nessa célula, tornando-a dependente da síntese proteica dos eucariontes.

d) A célula bacteriana apresenta um tipo de reprodução simples, ou seja, divide-se em duas após duplicar o seu DNA.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 7 de julho de 2017

TESTES DE BIOTECNOLOGIA (VII)

01. (FPS) Vacinas de DNA são definidas como preparações purificadas de plasmídeos, contendo uma ou mais sequências de DNA, capazes de induzir resposta imune contra patógenos. Tal imunidade é conferida porque ocorre:

a) transcrição de genes de interesse no interior das células dos microrganismos alvo.

b) produção de anticorpos pelo hospedeiro capazes de reconhecer genes de microrganismos.

c) síntese de proteínas microbianas pelas células do hospedeiro, estas atacadas pelo sistema imune.

d) reconhecimento pelo sistema imune de proteínas nos microrganismos alvo.

e) reconhecimento de microrganismos por anticorpos no interior das células do hospedeiro.

02. (UCS) “As mulheres nascem com um determinado número de óvulos”. Essa máxima perdurou por muito tempo implicando em um período restrito de fertilidade em função do envelhecimento dessas células e, consequentemente, acarretando problemas na gravidez e no feto. A ciência, em 2004, descobriu as células-tronco ovarianas (CTOs), o que significa uma nova revolução reprodutiva. Sobre o enunciado acima, é correto afirmar que:

a) as mulheres nascem com um número determinado de células, pois todas suas ovogônias iniciam sua meiose no período embrionário, formando ovócitos II.

b) a identificação de CTOs impossibilita a mulher desenvolver células jovens para a reprodução que podem ser retiradas em qualquer fase do ciclo reprodutivo.

c) uma das implicações associadas à idade dos óvulos são as doenças e síndromes, que não seriam evitadas, pois a mulher já possui a predisposição.

d) a síndrome de Down apresenta uma relação de 1 caso para 700 nascimentos; como é uma doença genética, as CTOs não ajudariam neste caso.

e) a técnica mais recomendada atualmente para evitar gravidez de risco é a retirada de óvulos de mulheres em idade fértil, para posterior fecundação.

03. (UDESC) “Um número crescente de clínicas, muitas vezes em países como a Rússia ou a China, mas também na Europa e outros continentes, afirmam em seus sites que podem tratar e até curar doenças como distrofia muscular, Alzheimer, Parkinson e lesão na coluna vertebral, assim como infartos, injetando nos pacientes células-tronco que, em teoria, podem se transformar em um nervo, um músculo ou outras células e reparar danos causados por uma doença ou lesão. Relatos de atletas sobre resultados aparentemente miraculosos contribuem para um interesse crescente. Estima-se que dezenas de milhares de pacientes ao redor do mundo tenham recorrido a tais tratamentos e que o setor movimente centenas de milhões de dólares”.

Disponível em: http://nytiw.folha.uol.com.br/?url=/folha/content/view/full/44567, acessado em agosto/2016.

Analise as proposições em relação às células tronco, e assinale (V) para verdadeira e (F) para falsa.

(  ) O uso das células tronco em terapias baseia-se no princípio de que elas podem gerar qualquer tipo de célula.

(  ) Os mecanismos genéticos, que promovem a diferenciação celular, já são suficientemente conhecidos para assegurar a correta transformação das células tronco naquelas que o paciente necessita.

(  ) Não existe o risco destas células se transformarem em tumores.

(  ) Todas as células, independentemente do seu grau de diferenciação, podem ser transformadas em células tronco.

Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.

a) V – F – V – V.

b) F – V – F – F.

c) V – F – F – F.

d) F – V – V – V.

e) F – F – F – V.

04. (UPE) Leia o texto a seguir:

Atualmente, o gene considerado como o mais confiável para discriminar se um atleta tem mais força ou resistência é o ACTN3, apelidado gene da velocidade. Localizado no cromossomo 11, o ACTN3 é responsável pela produção da proteína alfa actinina 3, ativada exclusivamente em fibras musculares de contração rápida. Uma alteração em uma única base nitrogenada faz que esse gene possa apresentar duas formas na população humana: a versão “normal”, funcional, denominada R, que produz alfa actinina 3; e a variante alterada, chamada X, em que a tal proteína não é sintetizada. O gene ACTN3 assim como a eritropoietina (EPO), hormônio do crescimento humano (hGH), inibidor de genes da miostatina, endorfina, encefalina, leptina, dentre outros, são possíveis alvos primários do doping genético em humanos, por meio de terapia gênica in vivo, na qual o processo de transgenia ocorre dentro do indivíduo, ou ex vivo, no qual parte do engenheiramento genético ocorre fora do corpo, e parte, dentro.

Fontes: disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br/wp-content/uploads/2016/06/014-019_CAPA_esportes_244-1.pdf?c01c25&gt; e BAIRROS, A. V.; PREVEDELLO, A. A.; MORAES, L. L. S. Doping genético e possíveis metodologias de detecção. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Florianópolis, v.33, n.4, p.1055-1069, out./dez. 2011. Disponível em:< http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32892011000400017&gt;

Sobre ele, é correto afirmar que:

a) corredores de longa distância tendem a possuir, ao menos, uma cópia da variante R, a forma funcional, do gene ACTN3. A menor quantidade da proteína melhoraria o desempenho dos atletas em tarefas que dependem da ação das fibras rápidas.

b) corredores velocistas precisam ser resistentes ao cansaço e tendem a ser XX quanto ao gene ACTN3. A ausência parcial da proteína levaria o organismo a se adaptar melhor a exercícios de longa duração que retiram energia do consumo de oxigênio.

c) o doping genético é considerado o uso terapêutico de células, genes e elementos gênicos que venham a aumentar o desempenho físico do atleta por meio de substâncias químicas e fármacos.

d) o doping genético ex vivo envolve a transferência de genes para células em meio de cultura e reintrodução para o tecido-alvo do atleta, o que aumentaria a expressão de hormônios e outras substâncias bioquímicas, trazendo melhoria ao seu desempenho físico.

e) o princípio da terapia gênica in vivo consiste na transferência de proteínas e lipídeos para células-alvo por meio de pílulas, com o objetivo de suprir os produtos de um gene estruturalmente anormal no genoma do atleta.

05. (UEG) A pele, os epitélios intestinais e especialmente o sangue são estruturas presentes no organismo humano adulto que possuem a capacidade de regeneração por meio de um processo complexo e finamente regulado, visto que suas células são destruídas e renovadas constantemente. Esse processo de renovação se dá de forma geral conforme apresentado no esquema a seguir:

05

Com base nessas informações, verifica-se que

a) a hematopoiese resulta da diferenciação e proliferação simultânea das células-tronco que, à medida que se diferenciam, vão reduzindo sua potencialidade.

b) as diferentes linhagens hematopoiéticas geradas no sistema preservam altas taxas de proliferação e diferenciação.

c) existe um aumento gradual da capacidade de autorrenovação das células progenitoras durante esse processo.

d) células-tronco hematopoiéticas apresentam potencial para diferenciar-se em qualquer célula do corpo humano, todavia não geram outras células-tronco.

e) as células precursoras e maduras já diferenciadas são utilizadas em procedimentos de utilização de células-tronco no tratamento de alguma doença.

06. (UFMS) Pesquisadores brasileiros identificaram no café um gene com respostas adaptativas à escassez de água. Para confirmar a capacidade do gene, de proteção a seca, os pesquisadores clonaram o gene e o transferiram para outra espécie, Arabidopsis thaliana, que é utilizada como modelo em estudos genéticos. Com base nessas informações, considere as afirmativas a seguir.

I. Os pesquisadores usaram cruzamentos naturais para a transferência do gene de resistência à seca do café para Arabidopsis thaliana.

II. Os pesquisadores usaram a transgenia para a transferência do gene de resistência à seca do café para Arabidopsis thaliana.

III. As plantas de Arabidopsis thaliana que receberam o gene de resistência a seca, oriundo de plantas de café, são plantas transgênicas.

Está(ão) correta(s):

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas III.

d) Apenas II e III.

e) I, II e III.

07. (UERJ) A enzima EPSP-sintase, presente em praticamente todos os vegetais, é modificada na soja transgênica, tornando-a resistente à inibição pelo herbicida glifosato. Assim, o tratamento com esse herbicida não prejudica o desenvolvimento de culturas de soja transgênica, mas evita o crescimento de outros vegetais indesejáveis. Num estudo para a identificação da variedade transgênica de soja, foi medida, nas mesmas condições experimentais, a atividade da EPSP-sintase em extratos de folhas de diferentes tipos desse vegetal, em presença ou ausência de glifosato. As atividades da enzima nesses extratos, na ausência do inibidor, apresentaram o mesmo valor. Observe o gráfico abaixo.

07

A curva que corresponde à razão entre as atividades de uma enzima da variedade transgênica e as atividades dessa mesma enzima da soja comum é a indicada pela seguinte letra:

a) W.

b) X.

c) Y.

d) Z.

08. (UEM) A terapia gênica consiste na inserção de genes normais humanos em células humanas. Alguns atletas se utilizam desta técnica para inserir em suas células genes que codificam fenótipos atléticos, gerando vantagens esportivas. Essa técnica é considerada doping e denominada doping genético. Com base nestas informações e em assuntos correlatos, assinale o que for correto.

01. Para se atingir o fenótipo atlético desejado, além da inserção do gene, é necessário o envolvimento de fatores adequados, tais como treinos físicos e nutrição.

02. Para se atingir o fenótipo atlético desejado, além da inserção do gene, é necessário que ocorra a expressão dos genes inseridos.

04. Para se atingir o fenótipo atlético desejado, é necessário inserir no genoma do atleta sequências de DNA que codifiquem RNA. Estes serão sintetizados pela enzima RNA polimerase e traduzidos pelos ribossomos.

08. O doping genético altera tanto o genótipo como o fenótipo do atleta dopado.

16. O processo descrito no comando da questão também pode ser definido como transgênese.

Soma das alternativas corretas:

09. (UNESPAR) “No Brasil, foram plantados 40,3 milhões hectares com sementes de soja, milho e algodão transgênicos em 2013, com um crescimento de 10% em relação ao ano anterior. Esse desempenho levou o Brasil a consolidar a posição conquistada em 2009, o de segundo lugar no ranking de área plantada com transgênicos no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos”.

09

Sobre o assunto, assinale o que for correto.

a) A característica de interesse retirada de outro organismo de espécie diferente será manifestada em decorrência da transcrição do RNA transportador sintetizado a partir do DNA recombinante.

b) As enzimas de restrição empregadas na tecnologia de DNA recombinante são fundamentais porque permitem modificar sequências de bases nitrogenadas do DNA.

c) Diferentes variedades de milho podem ser obtidas com a utilização de outros genes, por meio da técnica denominada clonagem.

d) As sementes de soja, milho e algodão transgênicos são produzidas pela técnica do melhoramento genético vegetal convencional.

e) Através da tecnologia do DNA recombinante foi possível produzir plantas geneticamente modificadas com genes bacterianos que conferem resistência a pragas da lavoura.

10. (UPE) A era da biotecnologia, tal qual a revolução industrial, a revolução verde e a era da informação, promete grandes vantagens e benefícios à humanidade. Também tem gerado polêmicas e questionamentos acerca dos impactos que possam vir a causar ao homem e aos ecossistemas naturais. Com relação às características das técnicas utilizadas, ao papel desempenhado e aos processos que envolvem a biotecnologia, analise as afirmativas e conclua.

I  II

0  0 – A terapia gênica e a clonagem são técnicas desenvolvidas pela engenharia genética. Na terapia gênica, genes alterados, cujas deficiências originam diversas doenças humanas, são substituídos por genes normais.

1  1 – Com a utilização de células-tronco, temos a possibilidade da cura de várias doenças humanas. Sua maior aplicação é na prevenção da eritroblastose fetal.

2  2 – O teste de paternidade é uma metodologia da biotecnologia segura, incluindo a análise do DNA ou o exame bioquímico de identificação dos grupos sanguíneos. Através de qualquer dos métodos, é possível provar que um homem é, de fato, pai de uma criança.

3 3 – Organismos transgênicos contêm genes de outras espécies, inseridos através de técnicas de Engenharia Genética. As mulas, híbridos resultantes do cruzamento entre o jumento Equuos asinos e a égua Equuos caballus, são exemplos de transgênicos.

4 4 – DNA fingerprint corresponde à “impressão digital” genética de um indivíduo. Cada ser humano possui uma composição genômica exclusiva.

11. (FACTO) A insulina é um hormônio muito importante para o metabolismo humano, pois atua na regulação dos níveis de glicose no sangue. Pessoas que não produzem ou o fazem em quantidade insuficiente necessitam receber doses de insulina em concentrações adequadas. Uma forma de se produzir insulina é através da engenharia genética, onde por meio da técnica de DNA recombinante é possível produzir insulina utilizando microrganismos modificados. Na figura abaixo são representados os estágios na produção de uma substância como a insulina, através da engenharia genética.

11

Nas alternativas abaixo, marque a resposta que identifique respectivamente as letras S e T representadas na figura.

a) Cromossomo e plasmídeo.

b) Gene e bactéria.

c) Plasmídeo e gene.

d) Gene e plasmídeo.

e) Plasmídeo e cromossomo.

12. (UFLA) Organismos nos quais se tenham introduzido DNA de outra espécie ou DNA modificado da mesma espécie são chamados organismos geneticamente modificados ou transgênicos. Com base nisso, analise as proposições abaixo:

I. Entre os animais transgênicos, há aqueles com genes humanos para a produção de determinadas substâncias, tais como fatores para coagulação do sangue.

II. Uma das aplicações dos transgênicos é desenvolver animais em risco de extinção, com o animal se desenvolvendo no útero de outra espécie

III. Animais transgênicos transplantados com genes do hormônio do crescimento são utilizados para produzir carne menos gordurosa

IV. Com a transgenia é possível gerar um indivíduo inteiro a partir de um único animal que tenha alguma característica de interesse econômico.

É correto afirmar que são aplicações dos animais transgênicos:

a) Somente as proposições III e IV.

b) Somente as proposições II e IV.

c) Somente as proposições I e III.

d) Somente as proposições I e II.

13. (UFAM) Por meio da utilização de ferramentas de Biologia Molecular, é possível investigar comparativamente, perfis genéticos de amostras biológicas, visando à obtenção de informações valiosas sobre as diferenças entre essas amostras, em nível molecular. Para a investigação de paternidade, por exemplo, é realizada a extração de DNA das amostras coletadas, seguida da amplificação de regiões repetitivas (ex.: VNTRs) que, clivadas com enzimas de restrição, geram padrões únicos de polimorfismo para cada indivíduo. O gel de eletroforese permite a separação dos fragmentos de restrição conforme seu peso molecular, fornecendo o perfil eletroforético dos indivíduos que se deseja comparar. A figura a seguir ilustra os perfis eletroforéticos de 5 indivíduos envolvidos em um caso de investigação de paternidade: o filho (F), a mãe (M) e os prováveis pais: P1, P2 e P3:

13

Com base no enunciado da questão e no perfil eletroforético, assinale a alternativa incorreta:

a) A amplificação é optativa, porque as células da mucosa da boca fornecem DNA preservado, sendo possível obter perfis eletroforéticos confiáveis utilizando diretamente o DNA extraído em laboratório. De fato, os laboratórios de análise de DNA utilizam essa via rápida para reduzir despesa e tempo.

b) Amostras biológicas utilizadas para a realização dos testes de paternidade podem ser: células da mucosa da boca, sangue e cabelo. Esse último, desde que apresente o bulbo, que corresponde à região do folículo piloso que contém células viáveis.

c) O resultado do perfil eletroforético no enunciado mostra claramente que, mesmo sem considerar o perfil materno, o confronto do perfil do filho com os prováveis pais indicaria que apenas um deles teria chance de ser apontado como possível pai.

d) O resultado do perfil eletroforético mostra que, de todos os possíveis pais, P2 é aquele que apresenta maior divergência genética comparado a F.

e) Analisando as informações da questão, pode-se concluir que os testes de criminalística podem ser realizados utilizando a mesma ferramenta. No entanto, seria necessário confrontar o material biológico dos possíveis suspeitos com os vestígios de material biológico colhidos na cena do crime.

14. (FPS) A exposição do DNA humano a enzimas de restrição produz fragmentos que podem ser visualizados por meio de uma técnica denominada eletroforese, como ilustrado abaixo.

14

Neste caso, a identificação forense, por meio do DNA, é possível porque são produzidos fragmentos com padrões distinguíveis:

a) Entre os animais e a espécie humana.

b) Entre humanos, mesmo em irmãos univitelinos.

c) Em função do número de nucleotídeos.

d) De acordo com as sequências de nucleotídeos.

e) Em função dos tipos de nucleotídeos.

15. (UEA) A fotomicrografia mostra a introdução de um núcleo somático em um ovócito II, que se encontra preso por sucção a uma pipeta. O material genético está sendo introduzido no ovócito II por uma microinjeção intracitoplasmática.

15

O processo indicado na fotomicrografia permite a:

a) Produção de microrganismos transgênicos.

b) Clonagem de mamíferos.

c) Terapia gênica.

d) Obtenção de vacinas gênicas.

16. (UEA) Dois grupos de camundongos transgênicos foram submetidos à dosagem de glicose no sangue cerca de trinta minutos após as refeições. Os resultados foram comparados aos apresentados por um grupo controle de camundongos normais.

16

O gráfico permite concluir corretamente que:

a) Os camundongos dos grupos 1 e 2 têm uma cópia extra do gene responsável pela síntese da insulina.

b) Apenas os camundongos do grupo 1 têm uma cópia extra do gene responsável pela síntese do glucagon.

c) Os camundongos dos grupos 1 e 2 têm uma cópia extra do gene responsável pela síntese do glucagon.

d) Apenas os camundongos do grupo 1 têm uma cópia extra do gene responsável pela síntese da insulina.

e) Apenas os camundongos do grupo 2 têm uma cópia extra do gene responsável pela síntese da insulina.

17. (UNCISAL) As vacinas são classificadas em três grandes grupos (ou gerações) em razão das estratégias ou dos conceitos utilizados na preparação do princípio ativo […]. Nas vacinas de primeira geração o agente patogênico é inativado ou atenuado. Nesse grupo, destacam-se vacinas de prevenção da coqueluche, contra varíola, poliomielite, sarampo, rubéola, adenovírus […]. Na segunda geração, a indução de anticorpos é voltada para um único alvo, uma toxina, ou açúcares de superfície, que permite ao sistema imune neutralizar o agente infeccioso. Nesse grupo, destacam-se vacinas acelulares que empregam toxoides (toxinas purificadas e inativadas por tratamento químico), proteínas e polissacarídeos purificados, como as antitetânica, antidiftérica, hepatite B e as vacinas para o controle da meningite meningocócica e da pneumonia.

[…] Na terceira geração, o conceito vacinal surgiu da observação de células em que o DNA injetado conseguiu penetrar as membranas citoplasmática e nuclear e utilizar o maquinário enzimático necessário à transcrição e tradução, produzindo o antígeno que desencadeará uma série de respostas imunológicas. Embora as perspectivas depositadas nas vacinas de DNA tenham sido frustradas pela baixa imunogenicidade de diversas vacinas submetidas a testes clínicos, os resultados indicam que essas vacinas podem ser instrumentos excelentes para a ativação de respostas imunológicas citotóxicas e, consequentemente, controle de patógenos de replicação intracelular como vírus, algumas bactérias e certos tipos de câncer.

DINIZ, M.O. & FERREIRA, L.C.S. Biotecnologia aplicada ao desenvolvimento de vacinas. Estudos Avançados, v. 24, n. 70, 2010 (adaptado).

Dadas as afirmativas sobre a tecnologia do DNA recombinante na produção de vacinas:

I. As estratégias de clonagem e de introdução de mutações em genes específicos têm permitido a produção de vírus e bactérias inativos de forma mais precisa e segura do que os métodos convencionais das vacinas de primeira geração.

II. O aprimoramento das técnicas de produção de proteínas recombinantes, através de sistemas de expressão heterólogos, permite que bactérias, leveduras, células de mamíferos e insetos sejam utilizados para a produção de antígenos.

III. A tecnologia do DNA recombinante na produção de vacinas de DNA tem representado uma forma alternativa de desenvolver imunoterapias – vacinas com propriedades terapêuticas.

Verifica-se que está(ão) correta(s):

a) I, II e III.

b) I e III, apenas.

c) I e II, apenas.

d) III, apenas.

e) II, apenas.

18. (UEM) Uma nova estratégia para perder peso, baseada nas informações contidas no material genético de cada um, está ganhando espaço no Brasil e no mundo. Batizada de “dieta do DNA”, o método propõe ajudar decisivamente no emagrecimento por meio de análises das variações genéticas relacionadas à capacidade do corpo de reagir aos alimentos e ao treino físico. Ele fornece respostas a respeito da sensibilidade ao carboidrato e à gordura saturada e se há intolerância ao glúten e à lactose (Revista Isto É, 17/06/2015).

Sobre o assunto e com base nas aplicações do conhecimento genético, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

01. A dieta do DNA consiste em um método de transgenia.

02. Os resultados do Projeto Genoma Humano não oferecem nenhum avanço na identificação dos genes associados à obesidade.

04. A dieta do DNA é aceitável, pois as pessoas diferem entre si quanto ao material genético que possuem.

08. A análise do DNA, conhecida como fingerprint do DNA (impressão digital do DNA), é realizada cortando o DNA com enzimas de restrição e analisando por eletroforese.

16. A existência de diferenças genéticas entre os indivíduos de uma população é chamada de recombinação genética.

Soma das alternativas corretas:

19. (UPE) Leia o texto a seguir:

Um dos recursos existentes para o combate ao mosquito é o uso de inseticidas. O problema é que, por ser a estratégia mais utilizada, o Aedes aegypti desenvolveu resistência aos inseticidas mais comuns, à base de piretroides, e não se espanta com a maior parte dos repelentes. A ideia é encontrar estratégias para o controle de duas ou três gerações do inseto ao mesmo tempo e quebrar a sua dinâmica reprodutiva. Numa fábrica localizada em Juazeiro, na Bahia, Margareth Capurro, do ICB-USP, trabalhou com a Moscamed Brasil para implementar a produção de uma linhagem desenvolvida pela empresa britânica Oxford Insect Technologies (Oxitec). Esses mosquitos geneticamente alterados acumulam uma proteína, que faz as células das larvas entrarem em colapso, de maneira que não chegam à fase adulta. Apenas os machos são liberados na natureza para cruzar com as fêmeas selvagens, produzindo a descendência modificada.

19

Disponível em: http://revistapesquisa.fapesp.br/2015/06/14/um-vilao-de-muitas-caras/ (Texto e figura – Adaptados) Acesso em: julho 2015.

Sobre isso, assinale a alternativa correta.

a) A transgenia fornece uma única estratégia de controle para todas as regiões do país, pois os machos se adaptam a todas as variantes de fêmeas.

b) As larvas transgênicas sugarão o sangue, mas suas picadas não transmitirão a doença para os seres humanos.

c) Os indivíduos picados pelos mosquitos transgênicos herdarão os genes modificados e diminuirão a propensão para desenvolver a dengue.

d) Os machos irão transmitir o gene alterado para as fêmeas que, também, expressarão a proteína em excesso, fazendo as células larvais entrarem em colapso.

e) Os machos não picam nem carregam o vírus, por isso foram escolhidos para serem modificados geneticamente com essa estratégia.

20. (UEPA) Leia o Texto abaixo para responder esta questão.

Por meio da técnica da CLONAGEM, foi feito o sequenciamento do gene da enzima catalase em ostra do mangue (Crassostrea rhizophorae), com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento de indicadores de saneamento ambiental e saúde pública que possam ser utilizados para informar a comunidade e avaliar a qualidade de vida a partir de intervenções voltadas à proteção e recuperação de mananciais.

   Adaptado de: http://labcai.paginas.ufsc.br/projetos-em-andamento-2/ acessado em 10/09/2015

Sobre a técnica em destaque no Texto, afirma-se que:

a) Um óvulo é extraído de uma fêmea adulta de outra espécie conservando o seu núcleo.

b) Na ovelha Dolly, foram utilizadas células somáticas mamárias retiradas de um animal adulto.

c) O núcleo da célula mamária foi inserido no óvulo nucleado de outra fêmea que assim se tornou diploide.

d) O núcleo do óvulo de uma fêmea é inserido nas células da glândula mamária de outra fêmea.

e) Na ovelha Dolly, o núcleo do óvulo foi inserido na célula da glândula mamária, originando um clone do indivíduo que doou o núcleo.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 7 de julho de 2017

TESTES DE BOTÂNICA (11)

01. (UFPel)

01

As angiospermas (angio = urna; sperma = semente) representam o maior grupo vegetal e caracterizam-se por apresentar sementes abrigadas no interior de frutos. Os elementos relacionados com a reprodução sexuada encontram-se reunidos nas flores.  A figura acima representa as fases bem como as estruturas envolvidas na reprodução, neste grupo de plantas. Com base nos textos e em seus conhecimentos, analise as seguintes afirmativas.

I. Na fase 1, através da divisão meiótica, ocorre a formação dos micrósporos – que originarão os grãos-de-pólen – e do megásporo funcional – que originará o gametófito feminino (saco embrionário).

II. A fase 2 mostra o crescimento do tubo polínico, estrutura responsável por conduzir até o saco embrionário as duas células gaméticas, originadas, por meiose, de uma das células do grão-de-pólen.

III. A fase 3 mostra o processo de dupla fecundação, em que uma célula gamética fecunda a oosfera, originando o zigoto – 2n –, que formará o embrião; a outra célula gamética funde-se com os dois núcleos polares (b), originando o endosperma – 3n.

IV. As células antípodas (a), as sinérgides (d), a oosfera (c) e os núcleos polares (b) são originados após o núcleo de o megásporo sofrer quatro mitoses sucessivas.

Estão corretas apenas as alternativas:

a) II e IV.

b) I e II.

c) III e IV.

d) II e III.

e) I e III.

02. (UERN) As imagens mostram os soros visíveis a olho nu em uma folha de samambaia.

02

Em relação a reprodução das pteridófitas, é incorreto afirmar que:

a) a sincronia entre a fase do ciclo da planta e a estação úmida do local é importante para que os anterídios, haploides e flagelados atinjam o arquegônio.

b) em relação às briófitas, as pteridófitas possuem uma redução da fase gamética, sendo conhecida como fase passageira ou efêmera, e a fase esporófita denomina-se duradoura.

c) os soros são agrupamentos de esporângios que se distribuem na face inferior ou na borda dos folíolos; os esporângios são responsáveis pela produção de esporos por meio da meiose.

d) o zigoto diploide se divide por mitoses sucessivas, originando o embrião, que será nutrido por substâncias fornecidas pelo gametófito e terá suas células diferenciando-se em raiz, caule e folha.

03. No ciclo vital das briófitas, as fases e estruturas principais aparecem na seguinte ordem:

a) esporófito, protonema, gametófito.

b) esporófito, gametófito, protonema.

c) protonema, prótalo, esporófito.

d) gametófito, prótalo, protonema.

e) prótalo, esporófito, gametófito.

04. (UPF) A alternativa que apresenta características comuns a gimnospermas (Pynophyta) e a angiospermas (Magnoliophyta) é:

a) formação de soros, formação de flores, presença de fruto.

b) presença de vasos condutores, formação de flores, presença de ovário.

c) presença de estames, formação de soros, formação de fruto.

d) formação de órgãos de reprodução, produção de pólen, semente protegida.

e) presença de vasos condutores, produção de pólen, formação de semente.

05. (UECE) As flores são responsáveis pela reprodução nas fanerógamas e para isso apresentam estruturas relacionadas à reprodução, como o androceu e o gineceu, que são, respectivamente, um conjunto de:

a) carpelos e sépalas.

b) espículas e sépalas.

c) estames e carpelos.

d) pétalas e estames.

06. (PUC-GO) Use o texto abaixo para responder esta questão:

A Flor de Vidro

E haverá um dia conhecido do Senhor que não será dia nem noite, e na tarde desse dia aparecerá a luz.

Zacarias, XIV, 7

Da flor de vidro restava somente uma reminiscência amarga. Mas havia a saudade de Marialice, cujos movimentos se insinuavam pelos campos — às vezes verdes, também cinzentos. O sorriso dela brincava na face tosca das mulheres dos colonos, escorria pelo verniz dos móveis, desprendia-se das paredes alvas do casarão. Acompanhava o trem de ferro que ele via passar, todas as tardes, da sede da fazenda. A máquina soltava fagulhas e o apito gritava: Marialice, Marialice, Marialice. A última nota era angustiante.

— Marialice!

Foi a velha empregada que gritou e Eronides ficou sem saber se o nome brotara da garganta de Rosaria ou do seu pensamento.

— Sim, ela vai chegar. Ela vai chegar!

Uma realidade inesperada sacudiu-lhe o corpo com violência. Afobado, colocou uma venda negra na vista inutilizada e passou a navalha no resto do cabelo que lhe rodeava a cabeça.

Lançou-se pela escadaria abaixo, empurrado por uma alegria desvairada. Correu entre aleias de eucaliptos, atingindo a várzea.

Marialice saltou rápida do vagão e abraçou-o demoradamente:

— Oh, meu general russo! Como está lindo!

Não envelhecera tanto como ele. Os seus trinta anos, ágeis e lépidos, davam a impressão de vinte e dois — sem vaidade, sem ânsia de juventude.

Antes que chegassem a casa, apertou-a nos braços, beijando-a por longo tempo. Ela não opôs resistência e Eronides compreendeu que Marialice viera para sempre.

Horas depois (as paredes conservavam a umidade dos beijos deles), indagou o que fizera na sua ausência.

Preferiu responder a sua maneira:

— Ontem pensei muito em você.

A noite surpreendeu-os sorrindo. Os corpos unidos, quis falar em Dagô, mas se convenceu de que não houvera outros homens. Nem antes nem depois.

As moscas de todas as noites, que sempre velaram a sua insônia, não vieram.

Acordou cedo, vagando ainda nos limites do sonho. Olhou para o lado e, não vendo Marialice, tentou reencetar o sono interrompido. Pelo seu corpo, porém, perpassava uma seiva nova. Jogou-se fora da cama e encontrou, no espelho, os cabelos antigos. Brilhavam-lhe os olhos e a venda negra desaparecera.

Ao abrir a porta, deu com Marialice:

— Seu preguiçoso, esqueceu-se do nosso passeio?

Contemplou-a maravilhado, vendo-a jovem e fresca. Dezoito anos rondavam-lhe o corpo esbelto. Agarrou-a com sofreguidão, desejando lembrar-lhe a noite anterior. Silenciou-o a convicção de que doze anos tinham-se esvanecido.

O roteiro era antigo, mas algo de novo irrompia pelas suas faces. A manhã mal despontara e o orvalho passava do capim para os seus pés. Os braços dele rodeavam os ombros da namorada e, amiúde, interrompia a caminhada para beijar-lhe os cabelos. Ao se aproximarem da mata — termo de todos os seus passeios — o sol brilhava intenso. Largou-a na orla do cerrado e penetrou no bosque. Exasperada, ela acompanhava-o com dificuldade:

— Bruto! Ó bruto! Me espera!

Rindo, sem voltar-se, os ramos arranhando o seu rosto, Eronides desapareceu por entre as arvores.  Ouvia, a espaços, os gritos dela:

— Tomara que um galho lhe fure os olhos, diabo!

De lá, trouxe-lhe uma flor azul.

Marialice chorava. Aos poucos acalmou-se, aceitou a flor e lhe deu um beijo rápido. Eronides avançou para abraçá-la, mas ela escapuliu, correndo pelo campo afora.

Mais adiante tropeçou e caiu. Ele segurou-a no chão, enquanto Marialice resistia, puxando-lhe os cabelos.

A paz não tardou a retornar, porque neles o amor se nutria da luta e do desespero.

Os passeios sucediam-se. Mudavam o horário e acabavam na mata. Às vezes, pensando ter divisado a flor de vidro no alto de uma árvore, comprimia Marialice nos braços. Ela assustava-se, olhava-o silenciosa, a espera de uma explicação. Contudo, ele guardava para si as razões do seu terror.

O final das férias coincidiu com as últimas chuvas. Debaixo de tremendo aguaceiro, Eronides levou-a à estação.

Quando o trem se pôs em movimento, a presença da flor de vidro revelou-se imediatamente. Os seus olhos se turvaram e um apelo rouco desprendeu-se dos seus lábios.

O lenço branco, sacudido da janela, foi a única resposta. Porem os trilhos, paralelos, sumindo-se ao longe, condenavam-no a irreparável solidão.

Na volta, um galho cegou-lhe a vista.

(RUBIÃO, Murilo. Obra Completa. São Paulo, Companhia das Letras, 2010, p. 44-46.)

Em algumas passagens do texto há referência a flor. Sabe-se que essa e a estrutura reprodutora característica das plantas denominadas espermatófitas. Constituem plantas com o corpo diferenciado em raiz, caule e folhas, com um sistema vascular composto por xilema e floema. Dentre as alternativas abaixo, assinale aquela que representa um grupo de plantas fanerogâmicas:

a) Briófitas.

b) Pteridófitas.

c) Algas.

d) Gimnospermas.

07. (UEM) Caminhando pelas ruas da cidade, observamos árvores pertencentes a diferentes famílias botânicas, que apresentam raízes, caules, folhas e produzem flores e frutos. Entre essas árvores identificamos o ipê, a sibipiruna, a tipuana e as palmeiras. Com base na classificação e nas características dos vegetais, assinale a alternativa correta.

a) No enunciado, as plantas estão identificadas segundo as regras de nomenclatura biológica.

b) Considerando a estrutura das flores e dos frutos, essas plantas podem ser classificadas como monocotiledôneas.

c) Considerando a alternância de gerações, as árvores observadas correspondem à fase gametofítica dessas plantas.

d) No interior dos carpelos das flores, são encontrados os ovários contendo os óvulos, que correspondem à fase esporofítica das plantas.

e) Como são plantas que produzem flores e frutos, são classificadas no filo Magnoliophyta ou Anthophyta.

08. (UEM) Em uma aula de biologia, o professor solicitou aos alunos que analisassem uma árvore dicotiledônea presente no pátio da escola. Entre as muitas considerações feitas, baseadas em conceitos científicos, assinale o que for correto.

01. A árvore absorve água e elementos minerais do solo, como o fósforo, através dos pelos presentes nas raízes.

02. O caule da planta apresenta os tecidos condutores – xilema e floema –, constituídos por células denominadas traqueias, que conduzem a água e os elementos minerais.

04. As folhas apresentam tecidos condutores, além do parênquima clorofiliano, responsável pela realização do processo fotossintético.

08. O colênquima e o esclerênquima são tecidos vivos, constituídos por células alongadas, que dão sustentação esquelética à planta.

16. As flores apresentam os quatro verticilos florais. Portanto, são constituídas pelo cálice, pela corola, pelo androceu e pelo gineceu.

32. A polinização, nessa árvore e em todas as espécies de plantas, resulta na formação da semente, a partir do tubo polínico que contém o embrião no seu interior.

Soma das alternativas corretas:

09. (UNESP) Em uma aula de biologia, a professora pegou três sacos de papel permeável e colocou, em cada um deles, um par de frutas, segundo a tabela.

09

Todas as frutas estavam íntegras e com bom aspecto. Cada saco foi fechado e mantido em um diferente canto da sala de aula, que tinha boa ventilação e temperatura em torno de 30ºC. Na semana seguinte, os sacos foram abertos e os alunos puderam verificar o grau de maturação das frutas. Pode-se afirmar que, mais provavelmente:

a) as frutas maduras dos sacos 2 e 3 haviam apodrecido, e as frutas verdes dos sacos 1, 2 e 3 iniciavam, ao mesmo tempo, seus processos de maturação.

b) as frutas verdes dos três sacos haviam amadurecido ao mesmo tempo e já iniciavam o processo de apodrecimento, enquanto as frutas maduras dos sacos 2 e 3 já se mostravam totalmente apodrecidas.

c) as frutas maduras dos sacos 2 e 3 haviam apodrecido, e as frutas verdes dos sacos 1, 2 e 3 continuavam verdes.

d) as frutas verdes dos sacos 2 e 3 haviam amadurecido, e as frutas verdes do saco 1 estavam em início de maturação.

e) as frutas dos três sacos se encontravam tal como no início do experimento: as frutas verdes dos sacos 1, 2 e 3 ainda estavam verdes e as frutas maduras dos sacos 2 e 3 estavam no mesmo ponto de maturação.

10. (UERGS) Certos vegetais têm sua reprodução beneficiada por animais, que são seus polinizadores ou são dispersores de suas sementes. Essa definição contudo, não se encaixa a:

a) goiabeiras.

b) samanbaias.

c) jacarandás.

d) abacateiros.

e) araucárias.

11. (UFSJ) Analise a descrição abaixo:

I. Um pericarpo carnoso.

II. Um endosperma de monocotiledônea.

III. Um embrião de dicotiledônea.

As descrições acima podem corresponder, respectivamente, aos alimentos listados abaixo, exceto na alternativa:

a) goiaba, milho e soja.

b) batata, milho e pinhão.

c) tomate, arroz e lentilha.

d) pepino, trigo e feijão.

12. (IFNMG) O mesófilo foliar, na figura abaixo, apresenta algumas características que identificam o tipo específico de região onde se encontra: epiderme com várias camadas de células, cutícula espessa e estômatos em uma cripta com tricomas.

12

Com base em seus conhecimentos e nas informações contidas na questão, identifique o tipo de região em que se encontra esse vegetal:

a) regiões aquáticas.

b) regiões com baixa luminosidade.

c) regiões áridas.

d) regiões com altas concentrações de dióxido de carbono e de gases poluentes.

13. (UFSJ) O ambiente terrestre pode ser considerado o mais estável do planeta. Os organismos que conquistaram e se irradiaram nesse ambiente precisam apresentar mecanismos de independência do meio aquático, tanto para sobrevivência como para reprodução. Dentre os vegetais, as Gimnospermas e as Angiospermas obtiveram maior sucesso na terra devido à seguinte característica exclusiva e compartilhada pelos dois grupos:

a) o encapsulamento das sementes em frutos carnosos ou secos, o que além de auxiliar na dispersão, evita a desidratação das sementes.

b) o transporte de pólen por insetos. Os insetos, ao conquistarem o ambiente terrestre, garantiram a conquista das Gimnospermas e Angiospermas, transportando seus pólens até a oosfera.

c) a formação do tubo polínico que permite o transporte dos gametas masculinos até a oosfera. Desse modo, os gametas não precisam nadar em meio líquido como ocorre em outros grupos.

d) a presença de estômatos nas folhas, controlando as trocas gasosas e evitando a desidratação do vegetal.

14. (UEPB) Observe o esquema simplificado abaixo do ciclo de vida de um musgo. A partir da observação realizada e dos conhecimentos científicos sobre as briófitas, analise as proposições que seguem, colocando V (Verdeira) ou F (Falsa).

14

(  ) As briófitas fixam-se ao substrato através de rizoides (I), sendo que estes têm também a função de absorção de água e sais minerais. Como as briófitas são avasculares, a distribuição dessas substâncias pelo corpo da planta se dá célula a célula, por difusão.

(  ) As briófitas apresentam alternância de gerações, isto é, geração haploide (II), formadora de gametas (fase gametofítica), que é sempre a mais desenvolvida, e geração diploide (III), formadora de esporo (fase esporofítica), que cresce sobre o gametófito, dependendo dele para sua nutrição.

( ) A maioria das espécies de musgo tem sexos separados; o gametângio masculino (V) recebe o nome de arquegônio e o gametângio feminino (IV) recebe o nome de anterídio.

(  ) Em (VI) está representado o processo de eliminação dos esporos formados, por meiose, no interior da cápsula do esporófito, que corresponde, portanto, a um esporângio. Estes esporos, após a germinação, originarão gametófitos.

(  ) As briófitas dependem da água para reprodução. A fecundação ocorre quando moléculas de água, ao atingirem o ápice do gametófito masculino, fazem com que os anterozoides sejam lançados para fora da planta, atingindo o ápice de uma planta feminina, nadam em direção à oosfera e, lá chegando, ocorre a fecundação. O embrião (VII) formado dará origem ao esporófito.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

a) VFVVF.

b) FFVVF.

c) VFFVV.

d) VFFFV.

e) FVFVV.

15. (PUC-CAMPINAS) Leia o texto abaixo para responder esta questão.

Uma árvore com copa de 20 metros de diâmetro pode bombear mais de 1.100 litros de água para atmosfera por dia em sua transpiração. Cada árvore gasta, em média, 500 calorias por grama de água que transpira.

A transpiração de uma pastagem corresponde a menos da metade da realizada por uma floresta. Com menos vapor d’água, os rios voadores (correntes de nuvens que atravessam uma região) minguam e, junto com eles, as chuvas. Resultado: prejuízo para a agricultura, para a produção de eletricidade e o fornecimento de água para os centros urbanos.

(Adaptado: Revista Galileu, n. 248, 2012. p. 29)

Analise as afirmações abaixo, sobre o processo de transpiração das plantas vasculares.

I. A perda de água ocorre através da cutícula e também dos estômatos.

II. Esse processo está relacionado à absorção de nutrientes pelas raízes.

III. As plantas terrestres possuem diversas adaptações para diminuir a transpiração.

Está correto o que se afirma em:

a) I, somente.

b) I e II, somente.

c) I e III, somente.

d) II e III, somente.

e) I, II e III.

16. (CEDERJ) Uma dona de casa resolveu fazer um nhoque ao sugo, por isso comprou no mercado batata inglesa, farinha de trigo e tomate. Esses produtos são provenientes, respectivamente, dos seguintes órgãos das plantas.

a) Caule, semente e fruto.

b) Raiz, folha e flor.

c) Caule, folha e fruto.

d) Raiz, semente e flor.

17. (UNISC) Uma das características diferenciais entre briófitas e pteridófitas é a alternância de gerações apresentada em seus ciclos de vida, sendo que:

I. Briófitas apresentam geração gametofítica curta e esporofítica duradoura.

II. Pteridófitas apresentam geração gametofítica curta e esporofítica duradoura.

III. Briófitas apresentam geração gametofítica duradoura e esporofítica curta.

IV. Pteridófitas apresentam geração gametofítica duradoura e esporofítica curta.

V. Em ambas a geração gametofítica é duradoura e a esporofítica é curta.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e II estão corretas.

b) Somente as afirmativas II e III estão corretas.

c) Somente as afirmativas III e IV estão corretas.

d) Somente as afirmativas IV e V estão corretas.

e) Somente as afirmativas I e V estão corretas.

18. (UEM) Assinale o que for correto.

01. As pteridófitas reproduzem–se por alternância de gerações bastante nítida.

02. A metagênese nas briófitas engloba uma fase diploide (2n), mais desenvolvida e duradoura.

04. Nas gimnospermas, o gametófito é a geração mais desenvolvida, representado pela raiz, pelo caule, pelas folhas, pelas flores e pelos frutos com sementes.

08. As angiospermas têm flores típicas, com ovários e, portanto, frutos. Há dupla fecundação e forma–se o endosperma secundário (3n).

16. Após a fecundação do óvulo, a semente das angiospermas apresenta uma única célula, com oito núcleos haploides, dos quais um é a oosfera.

32. As monocotiledôneas apresentam feixes vasculares dispersos no caule e folhas paralelinérveas.

Soma das alternativas corretas:

19. (UCS) A árvore filogenética abaixo representa a história evolutiva das plantas, e os números 1, 2 e 3 são aquisições evolutivas que permitem a diferenciação dos quatro grupos de plantas.

19

Os números 1, 2 e 3 referem-se, respectivamente, à:

a) presença de vasos condutores, presença de sementes e presença de frutos.

b) separação entre o caule e as folhas, presença de sementes e presença de vasos condutores.

c) presença de sementes, presença de vasos condutores e separação entre o caule e as folhas.

d) presença de clorofila, presença de frutos e presença de sementes.

e) presença de vasos condutores, presença de frutos e presença de clorofila.

20. (UFF) As plantas, ao longo do processo evolutivo, apresentaram diversas características que permitiram o seu estabelecimento e perpetuação. Essas características são compartilhadas entre os grupos ou podem ser exclusivas. Os quadros abaixo apresentam três grupos vegetais (Quadro I) e algumas características do reino vegetal (Quadro II).

20

Assinale a alternativa que correlaciona corretamente cada um dos três grupos vegetais (Quadro I) com uma das características evolutivas (Quadro II) que foi fundamental para o estabelecimento do grupo.

a) 1-a; 2-e; 3-b.

b) 1-a; 2-c; 3-d.

c) 1-b; 2-a; 3-e.

d) 1-b; 2-d; 3-c.

e) 1-c; 2-e; 3-d.gab

 

 

 

Publicado por: Djalma Santos | 7 de julho de 2017

TESTES DE HORMÔNIOS VEGETAIS (3)

01. (UNICENTRO) Quando os vegetais encontram condições ideais de desenvolvimento, ocorre o crescimento e o desenvolvimento deles. Geralmente, o crescimento das plantas e aumento de sua massa são irreversíveis e se dão através das várias multiplicações celulares por meio de mitoses, fazendo com que haja uma distensão, ou seja, um aumento do volume celular. Os fatores que interferem no desenvolvimento de um vegetal podem ser internos, como alterações genéticas, taxas de hormônios e vitaminas, ou externos, como a intensidade da iluminação, a disponibilidade de água e a temperatura do ambiente em que a planta se encontra. Dentre os hormônios vegetais que viabilizam o desenvolvimento do vegetal, aquele que potencializa a germinação é

a) AIA.

b) giberelina.

c) etileno.

d) ABA.

02. (COVEST) Analise as proposições abaixo, que correlacionam certos fitormônios a diferentes fases do desenvolvimento de um vegetal, como ilustrado na figura.

02

I   II

0   0 – A floração (1) é estimulada por giberelinas, como o ácido giberélico.

1  1 – A planta libera o etileno, que atua, principalmente, no crescimento de frutos (2) e (3) e na indução de partenocarpia.

2 2 – O ácido abscísico é importante na determinação da dormência de sementes (4) e de gemas.

3 3 – As giberelinas têm, como função, entre outras, a quebra da dormência de sementes (5) e de gemas.

4 4 – As sementes em desenvolvimento (6) produzem auxinas, fitormônios que promovem o crescimento e a distensão celular.

03. (UEM) Em um experimento de fisiologia vegetal sobre a germinação de sementes de angiospermas que crescem por estiolamento, um estudante coloca tal semente em exposição direta ao sol e adiciona a ela solução com ácido abscísico. Com base no exposto e em conhecimentos correlatos, assinale o que for correto.

01. A semente do experimento germinará muito mais rapidamente do que quando enterrada superficialmente em solo com água sem o ácido abscísico.

02. O estudante deveria ter adicionado etileno ao invés de ácido abscísico.

04. O ácido abscísico é um hormônio animal e não atuará na semente.

08. A semente é fotoblástica negativa.

16. O processo de germinação e estiolamento nesta planta será devido à presença do fitocromo F (ou FR) convertido pela luz solar a partir do fitocromo R.

Soma das alternativas corretas:

04. (UNESP) Uma gimnosperma conhecida como cedrinho (Cupressus lusitanica) é uma opção de cerca-viva para quem deseja delimitar o espaço de uma propriedade. Para isso, mudas dessa espécie são plantadas a intervalos regulares. Podas periódicas garantem que o espaço entre as mudas seja preenchido, resultando em uma cerca como a ilustrada na imagem.

04

Para se obter uma cerca-viva de altura controlada, que crie uma barreira física e visual, deve-se:

a) estimular a produção de auxinas pelas gemas laterais das plantas, podando periodicamente a gema apical.

b) estimular a produção de auxinas pela gema apical das plantas, podando periodicamente as gemas laterais.

c) inibir a produção de auxinas pela gema apical e pelas gemas laterais das plantas, podando periodicamente as gemas laterais e a gema apical.

d) inibir a produção de auxinas pela gema apical das plantas, podando periodicamente as gemas laterais.

e) inibir a produção de auxinas pelas gemas laterais das plantas, podando periodicamente a gema apical.

05. (IFSudesteMG) A regulação metabólica nos vegetais ocorre, principalmente, pela ação dos fitormônios. É comum vermos algumas pessoas embalar, em folhas de jornais, frutos ainda verdes para que esses possam amadurecer. Qual é o fitormônio, produzido naturalmente pelo fruto, que estimula o seu amadurecimento?

a) Etileno.

b) Auxina.

c) Giberelina.

d) Ácido abscísico.

e) Citocinina.

06. (UDESC) A luminosidade é um fator de grande influência no crescimento dos caules pois, normalmente, eles têm um crescimento em direção à luz, o chamado fototropismo positivo. Assinale a alternativa que contém o nome do principal hormônio vegetal envolvido no fototropismo positivo dos caules.

a) Noradrenalina.

b) Citosina.

c) Giberelinas.

d) Auxina.

e) Etileno.

07. (FATEC) Leia o texto para responder esta questão.

Hormônio do crescimento de plantas é alvo de pesquisa chinesa

Um grupo de pesquisadores tem como principal objetivo desvendar o funcionamento dos hormônios nas plantas.

“Um desses fitormônios é o etileno, molécula de gás que regula uma ampla gama de processos, incluindo o amadurecimento de frutos, o envelhecimento de folhas e de flores, a tolerância ao estresse e a defesa contra patógenos”, explicou o pesquisador Hongwei Guo, professor da Escola de Ciências da Vida da Universidade de Pequim.

“Temos estudado fatores que medeiam a regulação de respostas de plantas ao etileno, como a interação com outros fitormônios. Essas interações indicam a existência de complexas redes de sinalização na ação do etileno nas plantas”. Entre esses outros hormônios, o pesquisador mencionou a citocinina, a auxina e a giberelina.

“Identificamos que os fatores de transcrição conhecidos como EIN3 e EIL1 representam uma integração fundamental nas achoes entre o etileno e outros fitormônios”, disse Guo.

<http://tinyurl.com/jrz82hw&gt; Acesso em: 24.08.2016. Adaptado.

Na caatinga brasileira, plantas como os mulungus (Erythrina spp.) são classificadas como caducifólias porque apresentam a perda sazonal das folhas. O hormônio e a adaptação diretamente relacionados a esse mecanismo fisiológico são, respectivamente,

a) ácido abscísico e aumento da transpiração.

b) auxina e diminuição da fotossíntese.

c) citocinina e aumento da transpiração.

d) etileno e diminuição da transpiracao.

e) giberelina e aumento da fotossíntese.

08. (UFAM) Popularmente, é bem conhecida a técnica de envolver frutas verdes em jornal para acelerar o seu amadurecimento. Esse processo visa aprisionar um gás produzido pela própria fruta verde, o qual contribui para esse processo. Qual alternativa a seguir indica o gás ao qual nos referimos nesta questão?

a) Citocinina.

b) Etileno.

c) Auxina..

d) Giberelina.

e) GABA.

09. (UECE) Quando Fitting, em 1909, usou o termo para descrever o fenômeno de senescência induzida pela fertilização da flor em orquídeas, o conceito de hormônio surgiu no contexto das plantas. O uso desse termo foi consolidado pelos trabalhos feitos com fototropismo na época da descoberta das auxinas. O botânico alemão Julius Von Sachs (1897) já havia postulada que as plantas produziam determinadas substâncias responsáveis pela formação de órgãos, tais como raízes e flores. Tal conceito foi recentemente desenvolvido pelo grupo do professor Leubner Metzger da Albert Ludwigs University, na Alemanha. O conceito atual inclui a função dos hormônios como mensageiros químicos na comunicação entre células, tecidos e órgãos das plantas superiores.

(Os Hormônios Vegetais, Lourdes Isabel Velho do Amaral, 2010).

No que diz respeito aos hormônios das plantas, assinale a afirmação incorreta.

a) As auxinas apresentam uma gama enorme de efeitos fisiológicos, mas sua marca típica é o envolvimento no alongamento celular e sua interação sinergética com histonas na regulação do processo de divisão celular.

b) As giberelinas (GAs) regulam a mobilização de reservas em grãos de cereais e transformam anões genéticos de milho, ervilha e arroz em plantas de altura normal.

c) O ácido abscísico (ABA) está envolvido na regulação do fechamento estomático, na adaptação a vários estresses e na indução de estruturas dormentes, como gemas de inverno de árvores decíduas da região temperada. A embriogênese e a maturação da semente, inclusive a síntese de proteínas de reserva, também são mecanismos regulados por ABA.

d) O etileno foi descoberto por seu efeito no crescimento de plântulas e no amadurecimento de frutos. Esse hormônio regula várias respostas nos vegetais, tais como germinação, expansão celular, diferenciação celular, florescimento, senescência e abscisão, embora sua ação dependa do estágio de maturação.

10. (UCPel) Um dos hormônios vegetais ou fitormônios, produzido nas folhas, caule e coifa e difundido por meio dos vasos condutores de seiva, tem como funções inibir o crescimento, promover a dormência das gemas e sementes, induzir o envelhecimento das folhas e do fechamento dos estômatos, é conhecido com o nome de:

a) Citonina.

b) Auxinas.

c) Giberelina.

d) Ácido abscísico.

e) Etileno.

11. (UNIMONTES) Analise a figura abaixo.

11

Com base na sua análise e conhecimentos associados, é correto afirmar:

a) comparativamente ás outras bananas, a banana 1 apresenta níveis mínimos de pectina, devido à elevada ação da auxina.

b) as bananas com números 2, 4 e 6 têm diferentes níveis de açúcares e níveis semelhantes de ácidos orgânicos. Essas diferenças têm relação com a sensibilidade diferenciada as ações das giberelinas.

c) nas bananas 3 e 5 são encontradas concentrações semelhantes de amido devido à ação do ácido abscísico e diferentes taxas de açúcares induzida pela ação do etileno.

d) a banana número 7 apresenta baixíssimo ou nenhum teor de compostos fenólicos, sendo que essa característica tem associação com o etileno.

12. (FPS) Os hormônios vegetais possuem papel vital na fisiologia de todas as espécies botânicas. Sobre este assunto, analise a tabela abaixo.

12

Está(ão) correta(s):

a) 1, 2 e 4, apenas.

b) 1, 2 e 3, apenas.

c) 1, 4 e 5, apenas.

d) 2, 3, 4 e 5, apenas.

e) 1, 2, 3, 4 e 5.

13. (UEPG) O desenvolvimento e crescimento das plantas são regulados pelos hormônios vegetais, também conhecidos por fitormônios. Em relação à produção e modo de atuação destes hormônios, assinale o que for correto.

01. Um efeito das citocininas é induzir o envelhecimento de folhas, flores e frutos.

02. As giberelinas são produzidas nos meristemas, nas sementes e nos frutos, promovendo o crescimento de caule e de folhas, a floração e o desenvolvimento dos frutos.

04. O etileno é uma substância gasosa produzida em várias partes da planta que promove o amadurecimento dos frutos.

08. As auxinas controlam diversas atividades nas plantas, entre elas pode-se citar o alongamento das células recém-formadas a partir dos meristemas, promovendo crescimento de raízes e caule além da formação de frutos.

Soma das alternativas corretas:

14. (UFJF) Dos hormônios vegetais abaixo, qual possui como efeito principal induzir o amadurecimento dos frutos?

a) Auxina.

b) Citocinina.

c) Giberelina.

d) Etileno.

e) Ácido abscísico.

15. (UEMA) Apesar de não possuírem sistema nervoso, os vegetais são capazes de controlar seu desenvolvimento e crescimento, de acordo com as condições ambientais, e de reagir a estímulos, como luz, gravidade e contato. Essa reação é comandada por hormônios vegetais ou fitohormônios cujas ações podem acelerar o crescimento, tornando as plantas anormalmente altas e descoloridas, com tendência a tombar, retardar seu envelhecimento, além de bloquear seu crescimento no inverno em resposta às condições adversas. Os fitohormônios atuantes em cada uma das atividades resultantes de suas ações são, respectivamente:

a) citocininas, giberelinas, auxinas.

b) citocininas, auxinas, giberelinas.

c) auxinas, ácido abscísico, giberelinas.

d) ácido abscísico, auxinas, citocininas.

e) giberelinas, citocininas, ácido abscísico.

16. (FATEC) O gráfico a seguir representa o efeito da concentração de auxina (AIA – Ácido Indol-Acético) sobre o crescimento de diferentes estruturas de uma planta.

15

De acordo com esses dados, pode-se afirmar que:

a) A concentração de auxina, que causa um crescimento ótimo no caule, inibe fortemente o crescimento da raiz.

b) A auxina em grandes concentrações acelera o crescimento radicular.

c) A mesma concentração de auxina promove crescimento igual e uniforme do caule e da raiz.

d) A auxina sempre inibe o desenvolvimento das gemas.

e) O ótimo de concentração de auxina não varia para as diferentes estruturas da planta.

17. (UFSC) A figura abaixo representa parte do gráfico que mostra os efeitos do hormônio vegetal denominado auxina sobre a raiz e o caule de uma planta.

17

Com base no gráfico acima, assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

01. Concentrações de auxinas inferiores a 1/10 mol/l inibem tanto o crescimento do caule como o da raiz.

02. As auxinas nas concentrações entre 1/1.000 e 1/10.000 mol/l têm efeito estimulante no crescimento do caule e da raiz.

04. Concentrações superiores a 1/1.000.000 mol/l têm o efeito de estimular o crescimento da raiz.

08. O máximo efeito de estímulo de crescimento do caule e da raiz é obtido com a mesma concentração do hormônio.

16. A raiz é muito mais sensível do que o caule às baixas concentrações do hormônio auxina, tanto no estímulo quanto na inibição de seu crescimento.

32. O estímulo máximo de crescimento do caule ocorre em concentrações que inibem o crescimento da raiz.

64. Pode-se concluir que concentrações menores de auxina estimulam mais o crescimento do caule do que o da raiz.

Soma das alternativas corretas:

18. (COVEST) Sobre os hormônios vegetais, pode-se afirmar:

I   II

0  0 – As auxinas  são  fitormônios  de  crescimento  e entre  elas o  Ácido Indolacético (AIA) é o mais conhecido.

1  1 – O AIA apresenta  um  deslocamento   polarizado  circulando   no  sentido ápice – base de um determinado órgão – ou seja, das regiões onde é produzido para as regiões onde promoverá o crescimento.

2  2 – O etileno é um hormônio vegetal que provoca o crescimento do caule e das folhas e acelera a germinação das sementes.

3  3 – As citocininas  regulam a abscisão  de folhas e  provocam  a maturação de frutos.

4  4 – Alguns hormônios como as giberelinas são usadas como  herbicida seletivo, provocando a morte de dicotiledôneas herbáceas.

19. (UCPel) Um produtor de pêssego, interessado em aumentar sua produção, consultou um pesquisador na área de melhoramento vegetal. A sugestão dada para aumentar a produtividade com custo baixo e rapidez foi a poda das árvores. O aumento dos frutos no pessegueiro é esperado, pois a poda:

a) favorece o fototropismo do caule.

b) aumenta a velocidade de maturação, proporcionando o aparecimento de mais frutos.

c) diminui a perda de água por meio das folhas.

d) suspende a inibição do brotamento das gemas.

e) favorece o fototropismo da raiz.

20. (CEFET-MG) Uma prática comum no cotidiano das pessoas, para acelerar o amadurecimento das frutas, e embrulhá-las em jornais. Dessa forma, a substância presente entre o jornal e a fruta denomina-se:

a) Auxina.

b) Etileno.

c) Citocinina.

d) Giberelina.

e) Ácido abscísico.

gab

 

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias