Publicado por: Djalma Santos | 26 de agosto de 2011

Testes de divisão celular (5/5)

01. (COVEST) “Pela reprodução das células, a vida atravessa o tempo”.  As frases enunciadas abaixo contêm informações sobre a divisão. Identifique as corretas e incorretas.

I   II

0  0 – A replicação do DNA ocorre, necessariamente, durante a metáfase.

1  1 – Sem a meiose, que  produz  células  haploides, a reprodução sexual seria impossível.

2 2 – Num indivíduo,  as células  resultantes  da meiose e da mitose contêm a mesma quantidade de DNA, mas número diferente de cromossomos.

3 3 – Cada  uma das  células resultantes  da  divisão mitótica  possui, qualitativa e quantitativamente, a mesma informação genética que a célula que lhe deu origem.

4 4 – A fase da divisão em  que os cromossomos  se separam,  migrando para os polos determinados pelos centríolos, é denominada anáfase.

02. (URCA) Sobre a fotomicrografia a seguir, pode-se afirmar corretamente:

02

a) Mostra caracteristicamente cromossomos de um núcleo em interfase.

b) Evidencia uma célula em meiose.

c) Mostra exclusivamente cromossomos desespiralizados.

d) Mostra cromossomos posicionados com característica da anáfase.

e) Evidencia uma telófase.

03. (UFTM) A mitose e a meiose ocorrem no organismo humano e possibilitam a formação de diferentes células. A primeira ocorre em células somáticas e a segunda em células germinativas. Existem vários eventos que acontecem de forma semelhante nas duas divisões celulares; dentre eles, pode-se citar:

a) Duplicação do DNA, separação dos cromossomos homólogos e duplicação dos centríolos.

b) Separação das cromátides-irmãs, duplicação dos centríolos e permutação.

c) Condensação cromossômica, duplicação do DNA e desaparecimento do envoltório nuclear.

d) Citocinese, duplicação dos centríolos e separação dos cromossomos homólogos.

e) Separação das cromátides-irmãs, pareamento dos homólogos e formação das fibras do fuso.

04. (UFAL) Seres unicelulares e multicelulares multiplicam-se na natureza por mecanismos característicos. As fotos abaixo, por exemplo, mostram diferentes momentos do processo de divisão celular de um organismo. Ao observá-las atentamente, pode-se concluir que:

04

a) As fases 1 e 2 se sucedem durante a divisãocelular de procariontes.

b) As fases 1, 2 e 3, ocorrem após a fase S do ciclo celular.

c) Na prófase (1), os cromossomos condensam-se, e ocorre formação do fuso acromático.

d) Na metáfase (2), os cromossomos saem da região mediana da célula em direção aos polos.

a) A telófase (3) marca o início da fase M da divisão celular.

05. (PUC-PR) Uma das formas de se tratar um indivíduo com câncer é a quimioterapia. Após a aplicação do medicamento não há formação de novas células tumorais. Com base nessa informação, podemos dizer que os agentes quimioterápicos vão atuar sobre:

a) Os receptores de membrana tornando as membranas plasmáticas impermeáveis a qualquer substância.

b) Algum ponto do ciclo celular fazendo cessar as mitoses.

c) As mitocôndrias impedindo que realizem respiração aeróbica.

d) Sobre as histonas, impedindo a formação da cromatina.

e) O ciclo celular acelerando as mitoses.

06. (UFPA) A fase da divisão mitótica em que os cromossomos ficam totalmente espiralados e se organizam no plano equatorial da célula, e em cujo final as cromátides se separam, é a:

a) Anáfase.

b) Prófase.

c) Interfase.

d) Metáfase.

e) Telófase.

07. (UNIR) Assinale a alternativa que apresenta a fase do processo meiótico que se relaciona à Primeira Lei de Mendel.

a) Anáfase II.

b) Metáfase I.

c) Mitose.

d) Telófase I.

e) Prófase I .

08. (UNIPAC) Considerando o valor diploide das espermatogônias, de um homem, igual a 46 cromossomos. Durante a sua metáfase II da meiose, existem:

a) 46 cromossomos duplos.

b) 46 cromossomos simples.

c) 23 cromossomos cada um com duas cromátides.

d) 23 pares de cromossomos homólogos.

09. (UEM) Identifique o que for corretosobre a meiose e a mitose.

I   II

0  0 – O processo de mitose dos procariontes garante a reprodução sexuada.

1  1 – Por mitose, uma célula divide-se em duas, cada uma com metade dos cromossomos da célula inicial.

2 2 – Na telófase, última fase da mitose, os cromossomos condensam-se e a carioteca desorganiza-se.

3  3 – Na metáfase I, os cromossomos deslocam-se para os polos das células.

4 4 – No ciclo reprodutivo da espécie humana, a meiose origina gametas com a metade do número de cromossomos da célula inicial.

10. (UESPI) A meiose é um processo que leva à redução do número de cromossomos pela metade. Além disso, durante a formação de células germinativas, a meiose gera variabilidade genética devido à realização da (o):

a) Conjugação.

b) Transdução.

c) Mutação.

d) Crossing-over.

e) Transformação.

11. (UFMS) Mitose e meiose são processos de divisão celular que ocorrem de forma distinta e têm resultados diversos. Guardam em comum uma série de eventos, envolvendo principalmente modificações pelas quais passam os cromossomos. Na sequência de alternativa mostradas abaixo, e que fazem referência a determinados momentos desses dois processos, indique a(s) afirmação(ões) correta(s):

I  II

0 0 – Na prófase da mitose, cada cromossomo já está duplicado e suas cromátides permanecem unidas pelo centrômero até o final da telófase, embora sofram um processo de espiralização independente.

1  1 – A anáfase I da meiose e a anáfase da mitose são idênticas no tocante ao comportamento dos cromossomos, ou seja, esse é o período em que acontece a duplicação dos centrômeros e a separação das cromátides.

2 2 – Na anáfase I da meiose, as cromátides-irmãs permanecem unidas pela região do centrômero, havendo tão somente a separação dos cromossomos homólogos.

3  3 – Uma  espermatogônia  humana,  após  sofrer  as  divisões  de  maturação (divisões meióticas), dá origem a quatro espermatócitos secundários.

4  4 – A duplicação dos cromossomos homólogos, na interfase compreendida entre as duas divisões da meiose (MI e MII), é o mecanismo responsável pela manutenção do número cromossômico da espécie.

12. O trabalho de Mendel com hibridação de ervilhas, publicado em 1865, forneceu subsídios para a compreensão das observações citológicas sobre o comportamento dos cromossomos na formação dos gametas. Em seu trabalho, Mendel afirmava que os fatores, que hoje chamamos de genes, separavam-se na formação dos gametas e se uniam na formação do zigoto. Além disso, argumentava que diferentes fatores se separavam nesse processo de maneira independente entre si. Essas duas afirmações correspondem a observações citológicas da meiose, tal como esta ocorre na maioria das espécies, as quais mostram, respectivamente, que:

a) Os cromossomos homólogos se separam na fase II e a segregação de um par de cromossomos homólogos é independente da dos demais.

b) Os cromossomos homólogos se separam na fase I e a segregação de um par de cromossomos homólogos é independente da dos demais.

c) Os cromossomos homólogos se separam na fase II e a segregação de um par de cromossomos homólogos é dependente da dos demais.

d) As cromátides irmãs se separam na fase I e a segregação de um par de cromossomos homólogos é independente da dos demais.

e) As cromátides irmãs se separam na fase II e a segregação de um par de cromossomos homólogos é dependente da dos demais.

13. (UNIRIO) Sobre a reprodução típica dos animais e o ciclo haplodiplobionte dos vegetais, podemos afirmar que:

a) A meiose produz gametas tanto em animais como em vegetais.

b) A mitose produz gametas tanto em animais como em vegetais.

c) Nos vegetais, os gametas são produzidos por mitose e, nos animais, por meiose.

d) Nos vegetais, os esporos são produzidos por mitose e, nos animais, os gametas são produzidos por meiose.

e) Nos vegetais, os esporos são geneticamente idênticos, o que não acontece com os gametas dos animais.

14. (FMU-FIAM-FAAM-SP) É exclusividade da meiose:

a) Divisão de centrômeros.

b) Pareamento dos cromossomos.

c) Duplicação dos cromossomos.

d) Espiralização dos cromossomos.

e) Migração dos cromossomos ao longo do fuso.

15. (UNEMAT) Duas cromátides homólogas podem sofrer ruptura na mesma altura e o dois segmentos fragmentados podem trocar de lugar, realizando o que se denomina:

a) Fibras cromossômicas.

b) Permutação.

c) Alternância de fragmentos.

d) Cromossomos homólogos.

e) Metagêneses.

16. (PUC-SP) Um cientista, examinando ao microscópio células somáticas de um organismo diploide 2n = 14, observa nos núcleos que se encontram na fase G1 da interfase um emaranhado de fios, a cromatina. Se fosse possível desemaranhar os fios de um desses núcleos, o cientista encontraria quantas moléculas de DNA:

a) 14 .

b) 7.

c) 1.

d) 28.

e) 2.

17. (UEL) Analise as figuras a seguir.

17

Fonte: JUNQUEIRA, L. C.& CARNEIRO, J. “Biologia Celular e Molecular”. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. p. 184

As figuras I, II, III e IV dizem respeito, respectivamente, às seguintes fases da mitose:

a) Anáfase, metáfase, início da prófase, fim da prófase.

b) Início da prófase, fim da prófase, metáfase, anáfase.

c) Início da prófase, fim da prófase, anáfase, metáfase.

d) Metáfase, início da prófase, fim da prófase, anáfase.

e) Metáfase, anáfase, início da prófase, fim da prófase.

18. (PUCCAMP) Pesquisadores da Fundação Osvaldo Cruz desenvolveram um sensor a laser capaz de detectar bactérias no ar em até 5 horas, ou seja, 14 vezes mais rápido do que o método tradicional. O equipamento, que aponta a presença de microrganismos por meio de uma ficha ótica, pode se tornar um grande aliado no combate às infecções hospitalares.

                                                                                                                                                                           (Adaptado de Karine Rodrigues. http:www.estadão.com.br/ciência/notícias/2004/julho/15)

As bactérias se reproduzem por divisão binária, que:

a) É equivalente à mitose dos eucariotos.

b) É idêntica a uma mitose, em todas as sua etapas.

c) É equivalente à primeira divisão de meiose.

d) Produz células filhas recombinantes.

e) É comparável à reprodução sexuada.

19.  (FBV) O ciclo celular é representado por dois fenômenos consecutivos: interfase e divisão celular (mitose ou meiose). Observe a figura abaixo, na qual são mostradas três das quatro etapas da divisão celular, e assinale V para as afirmativas verdadeiras e F para as alternativas falsas.

19

 

I   II

0  0 – Na metáfase, os cromossomos encontram-se mais condensados e dispostos no equador da célula, presos ao fuso acromático, como é mostrado na célula III.

1  1 – A célula I indica a movimentação polar dos cromossomos, no momento da divisão celular que ocorre logo após o estágio descrito na célula III.

2  2 – Após os eventos que caracterizam a telófase, podem ser observadas as modificações estruturais que se processam no interior da célula II.

3  3 – Na célula II, os cromossomos iniciam um processo de espiralização, já duplicados em duas cromátides, desde o período “G1” da interfase.

4  4 – A anáfase, fase em que se observa a duplicação dos centrômeros com a disjunção das cromátides-irmãs, está representada na célula I.

20. (PUC-MG) É comum entre meiose e mitose:

a) Separação de homólogos.

b) Duplicação prévia de DNA.

c) Divisão reducional.

d) Formação de gametas.

e) Crossing-over.

21. (UEPA) A figura abaixo esquematiza um ciclo celular, sobre o qual é correto afirmar:

21

I   II

0  0 –  A ocorrência do processo se restringe ao período de desenvolvimento embrionário.

1  1 – Os pontos de checagem são indicativos de interações no ambiente celular, resultando em um controle do ciclo.

2  2 – A formação de cromátides-irmãs está intimamente ligada a eventos da fase S.

3 3 – Na mitose, proteínas específicas se polimerizam de modo a orientar a dinâmica dos cromossomos recém-replicados.

4  4 – Os neurônios, por peculiaridades morfofisiológicas, são impedidos de entrar na fase G0.

22. Na mitose, a prófase constitui a fase:

a) Terminal, onde a célula se divide.

b) Inicial, onde os cromossomos se duplicam e a célula armazena energia para o processo de duplicação.

c) Intermediária, onde os cromossomos atingem o grau de condensação máxima.

d) Inicial, onde a carioteca e o nucléolo desaparecem e se forma o fuso mitótico.

d) Intermediária, onde os centrômeros se dividem e as cromátides-irmãs migram para os polos da célula.

23. O quadro a seguir apresenta algumas diferenças entre mitose e meiose. Assinale a alternativa correta.

MITOSE

MEIOSE

a

Na prófase os cromossomos estão duplicados. Na prófase I os cromossomos não estão duplicados.

b

Na anáfase cada cromossomo tem 4 cromátides. Na anáfase II cada cromossomo tem 2 cromátides.

c

Formam-se 2 células filhas ao final do processo. Formam-se 4 células filhas ao final do processo.

d

Na metáfase os cromossomos homólogos estão pareados. Na metáfase I os cromossomos homólogos não estão pareados.

e

As células filhas formadas não são idênticas à célula mãe. As células filhas formadas são idênticas à célula-mãe.

24. (PUC-MG) Observe os esquemas a seguir, que representam uma importante etapa da mitose. No esquema 1, amitose não prossegue e é interrompida na metáfase e no esquema 2, amitose continua, passando da metáfase para anáfase.

24

Com base nos esquemas, pode-se afirmar que as forças balanceadas envolvem, exceto:

a) Apenas um componente do citoesqueleto.

b) Formação correta do fuso mitótico.

c) Alinhamento das cromátides na placa equatorial.

d) Participação dos centríolos.

25. (MACK)

25

O esquema acima é válido:

a) Para todas as plantas e muitas algas.

b) Somente para briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas.

c) Somente para angiospermas e gimnospermas.

d) Somente para as angiospermas.

e) Sara todas as plantas e todas as algas.

26. (PUC-SP) O gato doméstico (Felis domestica) apresenta 38 cromossomos em suas células somáticas. No núcleo do óvulo normal de uma gata, são esperados:

a) 19 cromossomos simples e 19 moléculas de DNA.

b) 19 cromossomos duplicados e 38 moléculas de DNA.

c) 38 cromossomos simples e 38 moléculas de DNA.

d) 38 cromossomos simples e 19 moléculas de DNA.

e) 19 cromossomos duplicados e 19 moléculas de DNA.

27. (UFPEL) O ciclo celular envolve a interfase e as divisões celulares, que podem ser mitose ou meiose. Durante as fases de divisões celulares, ocorrem vários eventos importantes que envolvem o material genético, as organelas e as estruturas celulares. O ciclo celular mitótico garante a reposição celular, o crescimento dos organismos multicelulares e a reprodução assexuada, enquanto o ciclo celular meiótico é um processo importante para a reprodução sexuada. Com base no texto e em seus conhecimentos, é correto afirmar que:

a) A interfase é um período do ciclo celular que apenas antecede a mitose ou a meiose; nela não ocorrem eventos importantes para a geração de novas células.

b) Ocorre, tanto na anáfase mitótica quanto na anáfase I meiótica, a separação das cromátides- irmãs, as quais são puxadas para os polos opostos da célula.

c) São formadas duas células diploides no final da mitose masculina, enquanto que, no final da meiose, são formadas quatro células diploides, considerando a espécie humana.

d) Todas as células animais e vegetais iniciam a citocinese (divisão do citoplasma) da mesma forma, pela invaginação da membrana plasmática (movimento centrípeto).

e) Na fase da telófase mitótica, ocorre a reorganização do envoltório nuclear e do nucléolo, que foram desorganizados no início do processo de divisão.

28. (PUC-MG) A segunda fase da meiose (meiose II) é semelhante à mitose em vários aspectos. Em cada núcleo produzido pela meiose I, os cromossomos se alinham na placa equatorial na metáfase II, as cromátides se separam, e os novos cromossomos filhos movem-se para os polos na anáfase II. No entanto, alguns aspectos são distintos entre as duas divisões, em células de um mesmo indivíduo. São diferenças entre meiose II e mitose, exceto:

a) O DNA se replica antes da mitose, mas não entre meiose I e meiose II.

b) Na mitose, as cromátides irmãs são sempre idênticas, mas na meiose II podem diferir entre si.

c) O número de cromossomos na placa equatorial da meiose II é a metade do número de cromossomos na placa equatorial mitótica.

d) A recombinação gênica pode acontecer no final da prófase da meiose II e em qualquer uma das etapas da mitose.

29. (UFMS)É por meio da divisão celular que os organismos unicelulares se reproduzem e as células dos organismos multicelulares se multiplicam, possibilitando o crescimento e reprodução. As afirmativas a seguir fazem referência à divisão celular. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

I   II

0  0 – A divisão do centrômero ocorre na metáfase da mitose e da meiose I, mas não ocorre na metáfase da meiose II.

1  1 – Se células em divisão são tratadas com colchicina, a mitose prossegue normalmente até a metáfase, quando o processo é interrompido, pois não há fuso para puxar os cromossomos para os polos da célula.

2  2  – Nossas unhas e cabelos crescem graças à incessante formação de novas células na extremidade dessas estruturas.

3  3 – Na mitose e na meiose II, cada cromátide associa-se a fibras provenientes de polos opostos do fuso.

4  4 – Na anáfase da mitose e da meiose II, cada cromossomo é constituído por uma cromátide; na anáfase da meiose I, cada cromossomo é constituído por duas cromátides.

30. (UFSC) A meiose caracteriza-se pela ocorrência de apenas uma duplicação do material genético para cada duas divisões nucleares, e é responsável pela formação de células haploides a partir de células diploides.  Em relação a esse tipo de divisão celular, é correto afirmar que:

I   II

0  0 – O crossing over ocorre na prófase da meiose I e caracteriza-se pela permuta entre os segmentos das cromátides irmãs do mesmo cromossomo.

1  1  – A primeira divisão meiótica é reducional, enquanto a segunda é equacional, já que a partir delas são formadas duas células diploides e quatro células haploides, respectivamente.

2  2 –  Na anáfase I ocorre a separação dos pares de homólogos, havendo a migração polar dos cromossomos duplicados.

3  3  – As anáfases I e II são semelhantes entre si, à medida que os centrômeros se dividem e as cromátides de cada díade migram para o polo da célula.

4  4 – Na metáfase I, os pares de cromossomos homólogos duplicados encontram-se na placa equatorial da célula.

31. (FUVEST) No processo de divisão celular por mitose, chamamos de célula-mãe aquela que entra em divisão e de células-filhas, as que se formam como resultado do processo. Ao final da mitose de uma célula, têm-se:

a) Duas células, cada uma portadora de metade do material genético que a célula-mãe recebeu de sua genitora e a outra metade, recém-sintetizada.

b) Duas células, uma delas com o material genético que a célula-mãe recebeu de sua genitora e a outra célula com o material genético recém-sintetizado.

c) Três células, ou seja, a célula-mãe e duas células-filhas, essas últimas com metade do material genético que a célula-mãe recebeu de sua genitora e a outra metade, recém-sintetizada.

d) Três células, ou seja, a célula-mãe e duas células-filhas, essas últimas contendo material genético recém-sintetizado.

e) Quatro células, duas com material genético recém-sintetizado e duas com o material genético que a célula-mãe recebeu de sua genitora.

32. (UFSCA) Células eucarióticas diploides em interfase foram colocadas para se dividir em um tubo de ensaio contendo meio de cultura, no qual os nucleotídeos estavam marcados radiativamente. Essas células completaram todo um ciclo mitótico, ou seja, cada uma delas originou duas células filhas. As células filhas foram transferidas para um novo meio de cultura, no qual os nucleotídeos não apresentavam marcação radiativa, porém o meio de cultura continha colchicina, que interrompe as divisões celulares na fase de metáfase. Desconsiderando eventuais trocas entre segmentos de cromátides de um mesmo cromossomo ou de cromossomos homólogos, a marcação radiativa nessas células poderia ser encontrada.

a) Em apenas uma das cromátides de apenas um cromossomo de cada par de homólogos.

b) Em apenas uma das cromátides de ambos os cromossomos de cada par de homólogos.

c) Em ambas as cromátides de apenas um cromossomo de cada par de homólogos.

d) Em ambas as cromátides de ambos os cromossomos de cada par de homólogos.

e) Em ambas as cromátides de ambos os cromossomos de cada par de homólogos, porém em apenas 50% das células em metáfase.

33. (UEL) Analise o gráfico a seguir.

33

Com base no gráfico e nos conhecimentos sobre a meiose, é correto afirmar.

a) A linha horizontal contínua (não tracejada) representa a variação no número de cromossomos durante a meiose.

b) A permuta entre os cromossomos homólogos deve ocorrer após o tempo 2 e antes do tempo 5.

c) A separação dos cromossomos homólogos ocorre entre o tempo 10 e o tempo 11.

d) A linha horizontal tracejada corresponde à variação na quantidade de DNA durante a meiose.

e) A replicação do DNA, que ocorre durante a fase S da interfase, tem início no tempo 0.

34. (UPE) A mitose é um processo contínuo de divisão celular, que permite a renovação e a formação de novas células. Associe as figuras dessa divisão às suas respectivas características e a cada fase da mitose.

34

A.Os cromossomos estão alinhados na região equatorial da célula e presos às fibras do fuso pelos centrômeros.

B. As fibras do fuso começam a encurtar e, como consequência, cada lote de cromossomos irmãos são puxados para os polos opostos da célula.

C. Os cromossomos iniciam o processo de desespiralização, e os nucléolos reaparecem nos novos núcleos celulares formados.

D. Os cromossomos se condensam, e, em torno do núcleo, organiza-se um conjunto de fibras originadas a partir dos centrossomos, constituindo o fuso mitótico.

   I – PRÓFASE          II – METÁFASE      III – ANÁFASE       IV – TELÓFASE

Assinale a alternativa que apresenta a associação correta entre as colunas.

a) Figura 3-D-I.

b) Figura 2-B-IV.

c) Figura 4-A-II.

d) Figura 1-C-III.

e) Figura 3-C-II.

35. (COVEST) No esquema abaixo está representado um fenômeno X.

35

Esse fenômeno ocorre numa determinada fase da divisão de certas células. Assinale a alternativa que indica: o fenômeno X, a fase da divisão e o tipo de divisão celular em questão.

a) Recombinação, prófase, mitose.

b) Permutação, prófase I, meiose.

c) Quiasma, metáfase, meiose.

d) Permuta, anáfase II, meiose.

e) Permutação, interfase, meiose.

36. O desenho mostra uma célula (1) durante a (2).

36

Os números 1 e 2  podem ser substituídos, respectivamente, por:

a) Vegetal, metáfase.

b) Vegetal, telófase.

c) Animal, anáfase.

d) Animal, telófase.

e) Animal, metáfase.

37. No gráfico abaixo, a que intervalo de tempo corresponde o período denominado interfase?

37

a) Apenas T1.

b) Apenas T1 e T2.

c) Apenas T1, T2 e T3.

d) T1, T2, T3 e T4.

38. (PUC-RS) Uma célula com 46 cromossomos sofre o processo de meiose. Quantos cromossomos espera-se encontrar em cada célula, como resultado da meiose I e da meiose II, respectivamente?

a) 46 e 46.

b) 46 e 23.

c) 92 e 46.

d) 23 e 46.

e) 23 e 23.

39. Afigura abaixo representa, esquematicamente, um estágio da meiose. A seguir deverá ocorrer:

39

 

I   II

0  0 – Separação dos cromossomos homólogos.

1  1 – Pareamento dos cromossomos homólogos.

2  2 – Duplicação dos centríolos.

3  3 – Desintegração da carioteca.

4  4 – Permuta entre as cromátides.

40. (COVEST) Analise as proposições, após observar cuidadosamente a ilustração do ciclo celular definido para indivíduos (2n) de uma determinada espécie biológica.

40

I   II

0  0 – Os períodos: de crescimento celular pós-divisão; de duplicação do material genético; e de complementação do crescimento celular pré-divisão, estão indicados, respectivamente, em (1), (2) e (3).

1  1 – Uma célula 2n = 46, com uma quantidade 2c de DNA, deverá ter 4c de DNA em (3), (4 ) e (5).

2  2 – Uma célula 2n do homem, na fase (6), deverá apresentar o dobro da quantidade de DNA apenas ao final da citocinese.

3  3 – Uma célula 2n = 46, ao sofrer mitose, terá em (1) e em (7) uma igual quantidade de DNA.

4  4 – Na fase ilustrada em (5), os cromossomos atingem o grau máximo de condensação e a célula apresenta o dobro da quantidade de DNA observada em (1).

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

FVFVV

D

C

B

B

D

A

C

FFFFV

D

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

FFVFF

B

C

B

B

A

B

A

VVFFV

B

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

FVVVF

D

C

A

A

A

E

D

FVFVV

FFVFV

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

A

B

B

A

B

C

C

E

VFFFF

VVFVV

 

 

About these ads

Responses

  1. Me explique a numero 3.

    • Cara Lorena
      Veja abaixo a explicação que você solicitou
      03. (UFTM) A mitose e a meiose ocorrem no organismo humano e possibilitam a formação de diferentes células. A primeira ocorre em células somáticas e a segunda em células germinativas. Existem vários eventos que acontecem de forma semelhante nas duas divisões celulares; dentre eles, pode-se citar:
      a) Duplicação do DNA, separação dos cromossomos homólogos e duplicação dos centríolos.
      b) Separação das cromátides-irmãs, duplicação dos centríolos e permutação.
      c) Condensação cromossômica, duplicação do DNA e desaparecimento do envoltório nuclear.
      d) Citocinese, duplicação dos centríolos e separação dos cromossomos homólogos.
      e) Separação das cromátides-irmãs, pareamento dos homólogos e formação das fibras do fuso.
      – a) Duplicação do DNA, separação dos cromossomos homólogos e duplicação dos centríolos. INCORRETO
      * Separação dos cromossomos homólogos não ocorre na mitose. Ela ocorre na meiose I (anáfase I).
      – b) Separação das cromátides-irmãs, duplicação dos centríolos e permutação. INCORRETO
      * Permutação (“crossing-over”) não corre na mitose. Ela ocorre na meiose I (prófase I).
      – c) Condensação cromossômica, duplicação do DNA e desaparecimento do envoltório nuclear. CORRETO
      * Todos os eventos referidos nessa alternativa ocorrem tanto na mitose quanto na meiose.
      – d) Citocinese, duplicação dos centríolos e separação dos cromossomos homólogos. INCORRETO
      * Separação dos cromossomos homólogos não ocorre na mitose e sim na meiose I (anáfase I). Ver explicação da alternativa (a) acima.
      e) Separação das cromátides-irmãs, pareamento dos homólogos e formação das fibras do fuso.
      * Na mitose não corre pareamento de homólogos (sinapse cromossômica). Esse pareamento ocorre na meiose I, no zigóteno (subfase da prófase I). Lembramos que, nessa subfase, ainda não é possível visualizar, ao microscópio óptico, as quatro cromátides dos cromossomos homólogos emparelhados, em face de elas estarem pouco condensadas e intimamente associadas. Esse conjunto, chamado tétrade ou bivalente, torna-se bem visível no paquíteno, subfase seguinte.
      Um forte abraço
      Djalma Santos

  2. Professorme explica por favor porque a questao 13 a resposta nao pode ser a letra D…fiquei em duvida :(

    • Prezada Fernanda
      13. (UNIRIO) Sobre a reprodução típica dos animais e o ciclo haplodiplobionte dos vegetais, podemos afirmar que:
      a) A meiose produz gametas tanto em animais como em vegetais.
      b) A mitose produz gametas tanto em animais como em vegetais.
      c) Nos vegetais, os gametas são produzidos por mitose e, nos animais, por meiose.*
      d) Nos vegetais, os esporos são produzidos por mitose e, nos animais, os gametas são produzidos por meiose.
      e) Nos vegetais, os esporos são geneticamente idênticos, o que não acontece com os gametas dos animais.
      – Nos vegetais, tanto nos criptógamos (briófitas e pteridófitas), como nos fanerógamas (gimnospermas e angiospermas), a meiose é espórica (produz esporos). Nesses seres há dois tipos de organismos, denominados: gametófito (haploide), que produz gametas e esporófito (diploide), que origina esporos. Os gametas, formados por mitose, e não por meiose, unem-se, graças à fecundação, produzindo o zigoto. Esse se desenvolve por mitose, originando o esporófito, que, através de meiose, produz esporos, unidades assexuadas de reprodução. A germinação dos esporos origina gametófitos haploides, que, na maturidade, formarão gametas, completando o ciclo, denominado diplobionte. Esse fenômeno, em que uma fase diploide, formadora de esporos por meiose, alterna-se com uma fase haploide, formadora de gametas por diferenciação, é conhecido como metagênese ou alternância de gerações.
      – ALTERNATIVA D (“Nos vegetais, os esporos são produzidos por mitose e, nos animais, os gametas são produzidos por meiose.”) – INCORRETA
      * Nos vegetais, os esporos são produzidos por meiose (meiose espórica) e não por mitose, como consta nesta alternativa.
      Um abraço
      Djalma Santos

  3. Professor me explica a 33 por favor.

    • Prezada Karina
      Veja abaixo a explicação que você solicitou
      – O gráfico se refere à meiose, haja vista que as células filhas apresentam metade do número de cromossomos da célula original (2n reduzido para n).
      – A linha contínua representa a variação da quantidade de DNA durante a meiose.
      – A linha tracejada representa a variação do número de cromossomos durante a meiose.
      – O intervalo de tempo 5-6 representa o término da primeira divisão da meiose (meiose I), que é reducional em relação ao número de cromossomos e em relação a teor de DNA, como mostra o gráfico.
      – O intervalo de tempo 10-11 representa o término da segunda divisão da meiose (meiose II), que é equacional em relação ao número de cromossomos e reducional em relação ao teor de DNA, como mostra o gráfico.
      – Na meiose I (anáfase I) ocorre migração de cromossomos homólogos duplicados (constituídos por duas cromátides), para os polos da célula. Nela não há duplicação de centrômeros.
      – Na meiose II (anáfase II) ocorre migração de cromossomos “irmãos” (ex-cromátides irmãs) simples (constituídos por uma única cromátide), para os polos da célula. Nela há duplicação de centrômeros.
      – Não esqueça:
      * Havendo duplicação de centrômeros migram cromossomos “irmãos” [simples (não duplicados)] – meiose II e mitose.
      * Não havendo duplicação de centrômeros migram cromossomos homólogos (duplicados) – meiose I.
      ALTERNATIVA CORRETA: B
      (“A permuta entre os cromossomos homólogos deve ocorrer após o tempo 2 e antes do tempo 5.”)
      JUSTIFICATIVA
      – ALTERNATIVA A (“A linha horizontal contínua (não tracejada) representa a variação no número de cromossomos durante a meiose.”) – INCORRETA
      * A linha horizontal contínua (não tracejada) representa a variação da quantidade de DNA durante a meiose e não a variação do número de cromossomos durante a meiose.
      – ALTERNATIVA B (“A permuta entre os cromossomos homólogos deve ocorrer após o tempo 2 e antes do tempo 5.”) – CORRETA
      * No intervalo 2-5 está ocorrendo a meiose I e nela tem lugar o crossing-over (permutação gênica), que ocorre na prófase I. Esta correta, portanto, a alternativa B.
      – ALTERNATIVA C (“A separação dos cromossomos homólogos ocorre entre o tempo 10 e o tempo 11.”) – INCORRETA
      * O intervalo 10-11 representa o final da meiose II, na qual ocorre separação de cromossomos “irmãos” e não homólogos, como consta nesta alternativa. Lembramos que a separação de cromossomos homólogos ocorre na meiose I. Ver explicação acima.
      – ALTERNATIVA D (“A linha horizontal tracejada corresponde à variação na quantidade de DNA durante a meiose”) – INCORRETA
      * A linha horizontal tracejada corresponde à variação do número de cromossomos durante a meiose e não à variação na quantidade de DNA durante a meiose, como consta nesta alternativa.
      – ALTERNATIVA E (“A replicação do DNA, que ocorre durante a fase S da interfase, tem início no tempo 0.”) – INCORRETA
      * A replicação do DNA, que tem lugar no período S da interfase, ocorre no intervalo 1-2 (nesse intervalo, como mostra o gráfico, o DNA passa de 2C para 4C) e não no início do tempo 0, como consta nesta alternativa.
      Um grande abraço
      Djalma Santos

  4. Por que a 27 não pode ser a letra B?

    • 27. (UFPEL) O ciclo celular envolve a interfase e as divisões celulares, que podem ser mitose ou meiose. Durante as fases de divisões celulares, ocorrem vários eventos importantes que envolvem o material genético, as organelas e as estruturas celulares. O ciclo celular mitótico garante a reposição celular, o crescimento dos organismos multicelulares e a reprodução assexuada, enquanto o ciclo celular meiótico é um processo importante para a reprodução sexuada. Com base no texto e em seus conhecimentos, é correto afirmar que:
      a) A interfase é um período do ciclo celular que apenas antecede a mitose ou a meiose; nela não ocorrem eventos importantes para a geração de novas células.
      b) Ocorre, tanto na anáfase mitótica quanto na anáfase I meiótica, a separação das cromátides-irmãs, as quais são puxadas para os polos opostos da célula.
      c) São formadas duas células diploides no final da mitose masculina, enquanto que, no final da meiose, são formadas quatro células diploides, considerando a espécie humana.
      d) Todas as células animais e vegetais iniciam a citocinese (divisão do citoplasma) da mesma forma, pela invaginação da membrana plasmática (movimento centrípeto).
      e) Na fase da telófase mitótica, ocorre a reorganização do envoltório nuclear e do nucléolo, que foram desorganizados no início do processo de divisão.
      Cara Ingrid
      – ALTERNATIVA B (“Ocorre, tanto na anáfase mitótica quanto na anáfase I meiótica, a separação das cromátides-irmãs, as quais são puxadas para os polos opostos da célula.”) – INCORRETA
      * ANÁFASE MITÓTICA: nesta fase ocorre, realmente, separação das cromátides-irmãs (“cromossomos” irmãos ou “cromossomos” filhos) e sua migração para os polos da célula.
      * ANÁFASE I MEIÓTICA: esta fase se caracteriza pela migração dos homólogos duplicados (constituídos por duas cromátides), para os polos da célula, fenômeno que se deve ao encurtamento das fibras cromossômicas. Convém lembrar que, ao contrário da mitose e da divisão II, na divisão I, não ocorre duplicação dos centrômeros. Por essa razão, na divisão II e na mitose, os cromossomos que migram são irmãos e simples, formados por apenas uma cromátide.
      – NÃO ESQUEÇA:
      I. Quando há duplicação de centrômeros, migram cromátides-irmãs (anáfase mitótica e anáfase II da meiose).
      II. Não ocorrendo duplicação dos centrômeros, migram cromossomos homólogos (anáfase I da meiose).
      Um forte abraço
      Djalma Santos.

  5. Professor, não entendi a 32. Obrigado

    • 32. (UFSCA) Células eucarióticas diploides em interfase foram colocadas para se dividir em um tubo de ensaio contendo meio de cultura, no qual os nucleotídeos estavam marcados radiativamente. Essas células completaram todo um ciclo mitótico, ou seja, cada uma delas originou duas células filhas. As células filhas foram transferidas para um novo meio de cultura, no qual os nucleotídeos não apresentavam marcação radiativa, porém o meio de cultura continha colchicina, que interrompe as divisões celulares na fase de metáfase. Desconsiderando eventuais trocas entre segmentos de cromátides de um mesmo cromossomo ou de cromossomos homólogos, a marcação radiativa nessas células poderia ser encontrada.
      a) Em apenas uma das cromátides de apenas um cromossomo de cada par de homólogos.
      b) Em apenas uma das cromátides de ambos os cromossomos de cada par de homólogos.*
      c) Em ambas as cromátides de apenas um cromossomo de cada par de homólogos.
      d) Em ambas as cromátides de ambos os cromossomos de cada par de homólogos.
      e) Em ambas as cromátides de ambos os cromossomos de cada par de homólogos, porém em apenas 50% das células em metáfase.
      Prezado César
      Veja, a seguir, a resolução da questão acima.
      – Cada cromossomo, não duplicado, é formado por apenas uma molécula de DNA (teoria uninêmica).
      – Cada DNA apresenta duas cadeias nucleotídicas (modelo de Watson e Crick), portanto, cada cromossomos não duplicado apresenta duas cadeias DNA.
      – Por ocasião da duplicação do DNA, cada DNA filho apresenta uma cadeia antiga e uma nova (duplicação semiconservativa). Como a duplicação ocorreu em meio com nucleotídeos radioativos (ver enunciado), a cadeia nova será radioativa, enquanto a antiga não apresentará radioatividade. Dessa forma, em cada célula filha, os cromossomos apresentaram DNA com uma das cadeias marcadas.
      – As células filhas foram transferidas para meio não radioativo (ver enunciado). Após a duplicação do DNA, nesse novo meio, serão formados dois tipos de DNAs: (a) ambas as cadeias não radioativa (cadeia nova radioativa, formada tendo a não radioativa como molde) e (b) uma das cadeias radioativa (cadeia nova não radioativa, tendo como molde a cadeia antiga radioativa). Dessa forma, o DNA (a) formará cromátide não radioativa e o DNA (b) formará cromátide radioativa.
      – Com a interrupção na metáfase pela colchicina, as células apresentarão duas cromátides presas pelo centrômero. Neste caso, uma das cromátides, constituída pelo DNA (a) não será radioativa, enquanto a outra, constituída pelo DNA (b) será radioativa.
      – Do exposto, podemos concluir que apenas uma das cromátides de cada par de homólogos, a constituída pelo DNA (b) apresentará radioatividade, já a outra, constituída pelo DNA (a) não exibirá radioatividade.
      – ALTERNATIVA CORRETA B (“Em apenas uma das cromátides de ambos os cromossomos de cada par de homólogos.”).
      Um abraço
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 250 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: