Publicado por: Djalma Santos | 29 de setembro de 2016

TESTES DO ENEM (III)

01. (ENEM) Então, a travessia das veredas sertanejas é mais exaustiva que a de uma estepe nua. Nesta, ao menos, o viajante tem o desafogo de um horizonte largo e a perspectiva das planuras francas. Ao passo que a outra o afoga; abrevia-Ihe o olhar; agride-o e estonteia-o; enlaça-o na trama espinescente e não o atrai; repulsa-o com as folhas urticantes, com o espinho, com os gravetos estalados em lanças, e desdobra-se-lhe na frente léguas e léguas, imutável no aspecto desolado; árvore sem folhas, de galhos estorcidos e secos, revoltos, entrecruzados apontando rijamente no espaço ou estirando-se flexuosos pelo solo, lembrando um bracejar imenso, de tortura, da flora agonizante…

Cunha. E. Os sertões.

Disponível em: http://pt. scribd.com. Acesso em 2 jun. 2012.

Os elementos da paisagem descritos no texto correspondem a aspectos biogeográficos presentes na:

a) Composição de vegetação xerófila.

b) Formação de florestas latifoliadas.

c) Transição para mata de grande porte.

d) Adaptação à elevada salinidade.

e) Homogeneização da cobertura perenifólia.

02. (ENEM) Para impedir a contaminação microbiana do suprimento de água, deve-se eliminar as emissões de efluentes e, quando necessário, tratá-lo com desinfetante. O ácido hipocloroso (HClO), produzido pela reação entre cloro e água, é um dos compostos mais empregados como desinfetante. Contudo, ele não atua somente como oxidante, mas também como um ativo agente de cloração. A presença de matéria orgânica dissolvida no suprimento de água clorada pode levar à formação de clorofórmio (CHCl3) e outras espécies orgânicas cloradas tóxicas.

SPIRO, T. G.; STIGLIANI, W. M. Química ambiental. São Paulo: Pearson, 2009 (adaptado).

Visando eliminar da água o clorofórmio e outras moléculas orgânicas, o tratamento adequado é a:

a) Filtração, com uso de filtros de carvão ativo.

b) Fluoretação, pela adição de fluoreto de sódio.

c) Coagulação, pela adição de sulfato de alumínio.

d) Correção do pH, pela adição de carbonato de sódio.

e) Floculação, em tanques de concreto com a água em movimento.

03. (ENEM) Para evitar o desmatamento da Mata Atlântica nos arredores da cidade de Amargosa, no Recôncavo da Bahia, o Ibama tem atuado no sentido de fiscalizar, entre outras, as pequenas propriedades rurais que dependem da lenha proveniente das matas para a produção da farinha de mandioca, produto típico da região. Com isso, pequenos produtores procuram alternativas como o gás de cozinha, o que encarece a farinha. Uma alternativa viável, em curto prazo, para os produtores de farinha em Amargosa, que não cause danos à Mata Atlântica nem encareça o produto é a:

a) Construção, nas pequenas propriedades, de grandes fornos elétricos para torrar a mandioca.

b) Plantação, em suas propriedades, de árvores para serem utilizadas na produção de lenha.

c) Permissão, por parte do Ibama, da exploração da Mata Atlântica apenas pelos pequenos produtores.

d) Construção de biodigestores, para a produção de gás combustível a partir de resíduos orgânicos da região.

e) Coleta de carvão de regiões mais distantes, onde existe menor intensidade de fiscalização do Ibama.

04. (ENEM) Um dos processos usados no tratamento do lixo é a incineração, que apresenta vantagens e desvantagens. Em São Paulo, por exemplo, o lixo é queimado a altas temperaturas e parte da energia liberada é transformada em energia elétrica. No entanto, a incineração provoca a emissão de poluentes na atmosfera. Uma forma de minimizar a desvantagem da incineração, destacada no texto, é:

a) Aumentar o volume do lixo incinerado para aumentar a produção de energia elétrica.

b) Fomentar o uso de filtros nas chaminés dos incineradores para diminuir a poluição do ar.

c) Aumentar o volume do lixo para baratear os custos operacionais relacionados ao processo.

d) Fomentar a coleta seletiva de lixo nas cidades para aumentar o volume de lixo incinerado.

e) Diminuir a temperatura de incineração do lixo para produzir maior quantidade de energia elétrica.

05. (ENEM) Normalmente, as células do organismo humano realizam a respiração aeróbica, na qual o consumo de uma molécula de glicose gera 38 moléculas de ATP. Contudo em condições anaeróbicas, o consumo de uma molécula de glicose pelas células é capaz de gerar apenas duas moléculas de ATP.

05

Qual curva representa o perfil de consumo de glicose, para manutenção da homeostase de uma célula que inicialmente está em uma condição anaeróbica e é submetida a um aumento gradual de concentração de oxigênio?

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

e) 5.

06. (ENEM) Diferente do que o senso comum acredita, as lagartas de borboletas não possuem voracidade generalizada. Um estudo mostrou que as borboletas de asas transparentes da família Ithomiinae, comuns na Floresta Amazônica e na Mata Atlântica, consomem, sobretudo, plantas da família Solanaceae, a mesma do tomate. Contudo, os ancestrais dessas borboletas consumiam espécies vegetais da família Apocinaceae, mas a quantidade dessas plantas parece não ter sido suficiente para garantir o suprimento alimentar dessas borboletas. Dessa forma, as solanáceas tornaram-se uma opção de alimento, pois são abundantes na Mata Atlântica e na Floresta Amazônica.

Cores ao vento. Genes e fósseis revelam origem e diversidade de borboletas sul-americanas. Revista Pesquisa FAPESP. No 170, 2010 (adaptado).

Nesse texto, a ideia do senso comum é confrontada com os conhecimentos científicos, ao se entender que as larvas das borboletas Ithomiinae encontradas atualmente na Mata Atlântica e na Floresta Amazônica, apresentam:

a) Facilidade em digerir todas as plantas desses locais.

b) Interação com as plantas hospedeiras da família Apocinaceae.

c) Adaptação para se alimentar de todas as plantas desses locais.

d) Voracidade indiscriminada por todas as plantas existentes nesses locais.

e) Especificidade pelas plantas da família Solanaceae existentes nesses locais.

07. (ENEM) A cariotipagem é um método que analisa células de um indivíduo para determinar seu padrão cromossômico. Essa técnica consiste na montagem fotográfica, em sequência, dos pares de cromossomos e permite identificar um indivíduo normal (46, XX ou 46, XY) ou com alguma alteração cromossômica. A investigação do cariótipo de uma criança do sexo masculino com alterações morfológicas e comprometimento cognitivo verificou que ela apresentava fórmula cariotípica 47, XY, +18. A alteração cromossômica da criança pode ser classificada como:

a) Estrutural, do tipo deleção.

b) Numérica, do tipo euploidia.

c) Numérica, do tipo poliploidia.

d) Estrutural, do tipo duplicação.

e) Numérica, do tipo aneuploidia.

08. (ENEM) Medidas de saneamento básico são fundamentais no processo de promoção de saúde e qualidade de vida da população. Muitas vezes, a falta de saneamento está relacionada com o aparecimento de várias doenças. Nesse contexto, um paciente dá entrada em um pronto atendimento relatando que há 30 dias teve contato com águas de enchente. Ainda informa que nesta localidade não há rede de esgoto e drenagem de águas pluviais e que a coleta de lixo é inadequada. Ele apresenta os seguintes sintomas: febre, dor de cabeça e dores musculares.

Disponível em: http://portal.saude.gov.br. Acesso em: 27 fev. 2012 (adaptado).

Relacionando os sintomas apresentados com as condições sanitárias da localidade, há indicações de que o paciente apresenta um caso de:

a) Difteria.

b) Botulismo.

c) Tuberculose.

d) Leptospirose.

e) Meningite meningocócica.

09. (ENEM) Os anfíbios representam o primeiro grupo de vertebrados que, evolutivamente, conquistou o ambiente terrestre. Apesar disso, a sobrevivência do grupo ainda permanece restrita a ambientes úmidos ou aquáticos, devido à manutenção de algumas características fisiológicas relacionadas à água. Uma das características a que o texto se refere é a:

a) A reprodução por viviparidade.

b) Respiração pulmonar nos adultos.

c) Regulação térmica por endotermia.

d) Cobertura corporal delgada e altamente permeável.

e) Locomoção por membros anteriores e posteriores desenvolvidos.

10. (ENEM) A palavra “biotecnologia” surgiu no século XX, quando o cientista Herbert Boyer introduziu a informação responsável pela fabricação da insulina humana em uma bactéria para que ela passasse a produzir a substância.

Disponível em: http://www.brasil.gov.br. Acesso em 28 jul. 2012 (adaptado).

As bactérias modificadas por Herbert Boyer passaram a produzir insulina humana porque receberam:

a) A sequência de DNA codificante de insulina humana.

b) A proteína sintetizada por células humanas.

c) Um RNA recombinante de insulina humana.

d) O RNA mensageiro de insulina humana.

e) Um cromossomo da espécie humana.

11. (ENEM) A liberação dos gases clorofluorcarbonos (CFCs) na atmosfera pode provocar depleção de ozônio (O3) na estratosfera. O ozônio estratosférico é responsável por absorver parte da radiação ultravioleta emitida pelo Sol, a qual é nociva aos seres vivos. Esse processo, na camada de ozônio, é ilustrado simplificadamente na figura.

11

Quimicamente, a destruição do ozônio na atmosfera por gases CFCs é decorrência da:

a) Clivagem da molécula de ozônio pelos CFCs para produzir espécies radicalares.

b) Produção de oxigênio molecular a partir de ozônio, catalisada por átomos de cloro.

c) Oxidação do monóxido de cloro por átomos de oxigênio para produzir átomos de cloro.

d) Reação direta entre os CFCs e o ozônio para produzir oxigênio molecular e monóxido de cloro.

e) Reação de substituição de um dos átomos de oxigênio na molécula de ozônio por átomos de cloro.

12. (ENEM) A talidomida é um sedativo leve e foi muito utilizado no tratamento de náuseas, comuns no início da gravidez. Quando foi lançada, era considerada segura para o uso de grávidas, sendo administrada como uma mistura racêmica composta pelos seus dois enantiômeros (R e S). Entretanto, não se sabia, na época, que o enantiômero S leva à malformação congênita, afetando principalmente o desenvolvimento normal dos braços e pernas do bebê.

COELHO, F. A. S. Fármacos e quiralidade. Cadernos Temáticos de Química Nova na Escola, São Paulo, n. 3, maio 2001 (adaptado).

Essa malformação congênita ocorre porque esses enantiômeros:

a) Reagem entre si.

b) Não podem ser separados.

c) Não estão presentes em partes iguais.

d) Interagem de maneira distinta com o organismo.

e) São estruturas com diferentes grupos funcionais.

13. (ENEM) Uma região de Cerrado possui lençol freático profundo, estação seca bem marcada, grande insolação e recorrência de incêndios naturais. Cinco espécies de árvores nativas, com as características apresentadas no quadro abaixo, foram avaliadas quanto ao seu potencial para uso em projetos de reflorestamento nessa região.

13

Qual é a árvore adequada para o reflorestamento dessa região?

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

e) 5.

14. (ENEM) Hipóxia ou mal das alturas consiste na diminuição de oxigênio (O2) no sangue arterial do organismo. Por essa razão, muitos atletas apresentam mal-estar (dores de cabeça, tontura, falta de ar etc.) ao praticarem atividade física em altitudes elevadas. Nessas condições, ocorrerá uma diminuição na concentração de hemoglobina oxigenada (HbO2) em equilíbrio no sangue, conforme a relação:

14

Mal da montanha. Disponível em: http://www.feng.pucrs.br. Acesso em: 11 fev. 2015 (adaptado).

A alteração da concentração de hemoglobina oxigenada no sangue ocorre por causa do(a):

a) Elevação da pressão arterial.

b) Aumento da temperatura corporal.

c) Redução da temperatura do ambiente.

d) Queda da pressão parcial de oxigênio.

e) Diminuição da quantidade de hemácias.

15. (ENEM) Tanto a febre amarela quanto a dengue são doenças causadas por vírus do grupo dos arbovírus, pertencentes ao gênero Fiavivirus, existindo quatro sorotipos para o vírus causador da dengue. A transmissão de ambas acontece por meio da picada de mosquitos, como o Aedes aegypti. Entretanto, embora compartilhem essas características, hoje somente existe vacina, no Brasil, para a febre amarela e nenhuma vacina efetiva para a dengue.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Fundação Nacional de Saúde. Dengue: Instruções para pessoal de combate ao vetor. Manual de Normas Técnicas. Disponível em: http://portal.saude.gov.br. Acesso em: 7 ago. 2012 (adaptado).

Esse fato pode ser atribuído à:

a) Maior taxa de mutação do vírus da febre amarela do que do vírus da dengue.

b) Alta variabilidade antigênica do vírus da dengue em relação ao vírus da febre amarela.

c) Menor adaptação do vírus da dengue à população humana do que do vírus da febre amarela.

d) Presença de dois tipos de ácidos nucleicos no vírus da dengue e somente um tipo no vírus da febre amarela.

e) Baixa capacidade de indução da resposta imunológica pelo vírus da dengue em relação ao da febre amarela.

16. (ENEM) Para diminuir o acúmulo de lixo e o desperdício de materiais de valor econômico e, assim, reduzir a exploração de recursos naturais, adotou-se, em escala internacional, a política dos três erres: Redução, Reutilização e Reciclagem. Um exemplo de reciclagem é a utilização de:

a) Garrafas de vidro retornáveis para cerveja ou refrigerante.

b) Latas de alumínio como material para fabricação de lingotes.

c) Sacos plásticos de supermercado como acondicionantes de lixo caseiro.

d) Embalagens plásticas vazias e limpas para acondicionar outros alimentos.

e) Garrafas PET recortadas em tiras para fabricação de cerdas de vassouras.

17. (ENEM) Algumas raças de cães domésticos não conseguem copular entre si devido à grande diferença em seus tamanhos corporais. Ainda assim, tal dificuldade reprodutiva não ocasiona a formação de novas espécies (especiação). Essa especiação não ocorre devido ao(a):

a) Oscilação genética das raças.

b) Convergência adaptativa entre raças.

c) Isolamento geográfico entre as raças.

d) Seleção natural que ocorre entre as raças.

e) Manutenção do fluxo gênico entre as raças.

18. (ENEM) O formato das células de organismos pluricelulares é extremamente variado. Existem células discoides, como é o caso das hemácias, as que lembram uma estrela, como os neurônios, e ainda algumas alongadas, como as musculares. Em um mesmo organismo, a diferenciação dessas células ocorre por:

a) Produzirem mutações específicas.

b) Possuírem DNA mitocondrial diferentes.

c) Apresentarem conjunto de genes distintos.

d) Expressarem porções distintas do genoma.

e) Terem um número distinto de cromossomos.

19. (ENEM) Euphorbia mili é uma planta ornamental amplamente disseminada no Brasil e conhecida como coroa-de-cristo. O estudo químico do látex dessa espécie forneceu o mais potente produto natural moluscicida, a miliamina L.

MOREIRA. C. P. s.; ZANI. C. L.; ALVES, T. M. A. Atividade moluscicida do látex de Synadenium carinatum boiss. (Euphorbiaceae) sobre Biomphalaria glabrata e isolamento do constituinte majoritário. Revista Eletrônica de Farmácia. n. 3. 2010 (adaptado).

O uso desse látex em água infestada por hospedeiros intermediários tem potencial para atuar no controle da:

a) Dengue.

b) Malária.

c) Elefantíase.

d) Ascaridíase.

e) Esquistossomose.

20. (ENEM) Em 1872, Robert Angus Smith criou o termo “chuva ácida”, descrevendo precipitações ácidas em Manchester após a Revolução Industrial. Trata-se do acúmulo demasiado de dióxido de carbono e enxofre na atmosfera que, ao reagirem com compostos dessa camada, formam gotículas de chuva ácida e partículas de aerossóis. A chuva ácida não necessariamente ocorre no local poluidor, pois tais poluentes, ao serem lançados na atmosfera, são levados pelos ventos, podendo provocar a reação em regiões distantes. A água de forma pura apresenta pH 7, e, ao contatar agentes poluidores, reage modificando seu pH para 5,6 e até menos que isso, o que provoca reações, deixando consequências.

Disponível em: http://www.brasilescola.com. Acesso em: 18 maio 2010 (adaptado).

O texto aponta para um fenômeno atmosférico causador de graves problemas ao meio ambiente: a chuva ácida (pluviosidade com pH baixo). Esse fenômeno tem como consequência:

a) A corrosão de metais, pinturas, monumentos históricos, destruição da cobertura vegetal e acidificação dos lagos.

b) A diminuição do aquecimento global, já que esse tipo de chuva retira poluentes da atmosfera.

c) A destruição da fauna e da flora, e redução dos recursos hídricos, com o assoreamento dos rios.

d) As enchentes, que atrapalham a vida do cidadão urbano, corroendo, em curto prazo, automóveis e fios de cobre da rede elétrica.

e) A degradação da terra nas regiões semiáridas, localizadas, em sua maioria, no Nordeste do nosso país.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 29 de setembro de 2016

TESTES DE GENÉTICA (XV)

01. Sabendo-se que as frequências de permutação entre os genes A e C é de 20% e entre os genes B e C é de 10%, então a distância entre os genes A e B será:

a) 10 morganídeos.

b) 30 morganídeos.

c) 10 ou 30 morganídeos.

d) 20 morganídeos.

e) 20 ou 10 morganídeos.

02. (PUCRS) A análise de 4 genes autossômicos, cada um com um par de alelos, permitiu constatar que Janaína tem o genótipo AAbbCCDD e Pedro tem o genótipo aaBBccDD. Para estes 4 genes, quantos tipos diferentes de gametas poderia produzir o filho de Janaína e Pedro?

a) 4.

b) 8.

c) 16.

d) 32.

e) 64.

03. (UEL) Considere quatro pares de genes que segregam de maneira independente. Nessas condições, um indivíduo que apresente o genótipo AaBBCcDD produzirá gametas ABCD com a frequência de:

a) 75%.

b) 50%.

c) 25%.

d) 12%.

e) 6,25%.

04. (PUC-SP) Uma mulher triplo-X é fértil e produz óvulos normais e óvulos com dois cromossomos X. Sendo casada com um homem cromossomicamente normal, essa mulher terá chance de apresentar:

a) Apenas descendentes cromossomicamente normais.

b) Apenas descendentes cromossomicamente anormais.

c) 50% dos descendentes cromossomicamente normais e 50% cromossomicamente anormais.

d) 25% dos descendentes cromossomicamente normais e 75% cromossomicamente anormais.

e) 75% dos descendentes cromossomicamente normais e 25% cromossomicamente anormais.

05. O cruzamento CD/cd x cd/cd produziu 300 descendentes. Quantos deverão ser diferentes dos pais, sabendo-se que a frequência de permutação é de 10%.

a) 30.

b) 15.

c) 270.

d) 290.

e) 45.

06. (UFRS) Um homem é heterozigoto para um gene autossômico, Aa, e possui um alelo ligado ao X recessivo b. Que proporção dos seus espermatozoides espera-se que seja A/Xb?

a) 0%.

b) 25%.

c) 50%.

d) 75%.

e) 100%.

07. Pela análise da genealogia (heredograma) abaixo, referente ao albinismo, uma doença hereditária condicionada por um par de genes autossômicos recessivos, pode-se afirmar que:

07

a) O indivíduo número 13 é heterozigoto com relação ao gene para albinismo.

b) Todos os filhos do casal formado pelos indivíduos, número 10 e 11, são portadores do gene do albinismo.

c) O indivíduo número 4 é heterozigoto com relação ao gene para albinismo.

d) A probabilidade do indivíduo número 8 ser homozigoto dominante com relação ao gene para albinismo é nula.

08. Verifique as proposições.

I   II

0   0 – É verdadeira a afirmação de que as proporções esperadas num cruzamento seletivo são sempre as proporções obtidas, porque a genética se baseia em eventos aleatórios, regidos pelas leis das probabilidades.

1   1 – O indivíduo de sangue falso O não pode ter o genótipo IAIB.

2  2 – Devido à incompatibilidade sanguínea nos sistema MN, a frequência observada de eritroblastose fetal, é menor que a esperada.

3  3 – Os acidentes durante as transfusões sanguíneas se devem, principalmente, aos anticorpos presentes nas hemácias do receptor.

4   4 – Na herança quantitativa, geralmente, a classe fenotípica menos comum é a mais mediana entre os tipos extremos.

09. (FCC) Quais dos indivíduos representados por números certamente apresentarão o caráter dominante determinado pelo gene A?

09

a) 1, 2, 3 e 4.

b) 2, 3, 5 e 6.

c) 1, 4, 5 e 6.

d) 1, 2, 5 e 6.

e) 3, 4, 5 e 6.

10. (FCMS-SP) A queratose (anomalia da pele) é derivada de um gene dominante Q. Uma mulher com queratose, cujo pai era normal, casa-se com um homem com queratose, cuja mãe era normal. Se esse casal tiver quatro filhos, a probabilidade de todos eles apresentarem queratose é de:

a) 15.6%.

b) 24.6%.

c) 12.5%.

d) 31,6%.

e) 28,1%,

11. (UFBA) No heredograma a seguir, os símbolos em preto representam indivíduos afetados pela polidactilia e os símbolos em branco, indivíduos normais. Em relação à polidactilia, conclui-se que:

11

a) os indivíduos afetados sempre são homozigotos.

b) os indivíduos normais sempre são heterozigotos.

c) pais normais originam indivíduos heterozigotos.

d) pais normais originam indivíduos homozigotos recessivos.

12. (PUC-SP) Quatro famílias em que aparece um mesmo caráter foram analisadas:

12

Alguém concluiu que o caráter em questão é dominante. A conclusão está:

a) Certa.

b) Errada, devido ao observado na família de no

c) Errada, devido ao observado na família de no

d) Errada, devido ao observado na família de no

e) Errada, devido ao observado na família de no

13. (PUC-SP) Do casamento de homem normal com mulher normal nasceram: um menino daltônico com sangue tipo A; um menino normal com sangue tipo O; uma menina normal com sangue tipo B; uma menina normal com sangue tipo O; um menino daltônico com sangue tipo AB. Isso nos leva a concluir que:

a) O pai e a mãe possuem o gene para daltonismo; o pai tem sangue A e a mãe sangue B ou vice-versa.

b) A mãe possui o gene para daltonismo, o pai não possui esse gene; o pai tem sangue A e a mãe sangue B ou vice-versa.

c) A mãe possui o gene para daltonismo, o pai não possui esse gene; o pai tem sangue AB e a mãe sangue O ou vice-versa.

d) O pai possui o gene para daltonismo, a mãe não possui esse gene; o pai e a mãe têm sangue AB.

e) A mãe possui o gene para daltonismo, o pai não possui esse gene; o pai tem sangue AB e a mãe sangue A ou vice-versa.

14. Em aves, é difícil reconhecer o sexo de filhotes recém-eclodidos, mas é fácil observar se eles têm a plumagem barrada ou não. Sabendo-se que o gene que condiciona plumagem barrada (B) é dominante e ligado ao sexo, qual dos seguintes cruzamentos permitiria determinar o sexo dos filhotes recém-eclodidos apenas pela observação de sua plumagem?

a) ZBW x ZbZb.

b) ZbW x ZBZB.

c) ZbW x ZBZb.

d) ZBW x ZBZB.

e) ZBW x ZBZb.

15. (UFMG) Analise este heredograma, que representa uma família em que há indivíduos afetados por um tipo de tumor de gengiva:

15

Considerando-se as informações desse heredograma e outros conhecimentos sobre o assunto, é incorreto afirmar que:

a) Os indivíduos normais, em todas as gerações, são homozigotos.

b) A ocorrência do tumor é uma característica autossômica.

c) O próximo filho do casal II.1 x II.2 será normal.

d) A probabilidade de o indivíduo III.2 ser heterozigoto é de dois terços.

16. (FUVEST) Uma abelha rainha tem os seguintes pares de genes alelos que se segregam independentemente: AaBbDdEe. Sabendo-se que os zangões surgem de óvulos que se desenvolvem por partenogênese, quantos genótipos diferentes, relativos a esses quatro pares de genes, podem apresentar os zangões filhos dessa rainha?

a) Um.

b) Dois.

c) Quatro.

d) Oito.

e) Dezesseis.

17. (UFSE) Na espécie humana, o caráter lobo da orelha solto é devido a um alelo dominante e o lobo aderente, ao alelo recessivo. Um homem com lobos soltos, cuja mãe tem lobos aderentes, casa-se com uma moça com lobos aderentes. É de se esperar que, dentre os filhos desse casal:

a) 25% tenham lobos soltos e 75% tenham lobos aderentes.

b) 50% tenham lobos soltos e 50% tenham lobos aderentes.

c) 75% tenham lobos soltos e 25% tenham lobos aderentes.

d) 100% tenham lobos aderentes.

e) 100% tenham lobos soltos.

18. (UFBA) Na figura abaixo, as bolinhas simbolizam os genótipos, para determinado caráter, de indivíduos descendentes de um mesmo casal:

18a

Os genótipos dos pais são:

18b

19. (UERN) Dois pares de genes (Rr e Vv) estão representados na figura abaixo, em que se destaca a situação desses genes em cromossomos homólogos.

19

A figura ilustra, essencialmente,

I   II

0   0 – O fenômeno da codominância entre alelos.

1   1 – O Princípio da Segregação independente.

2   2 – A ocorrência de lingake, com genes herdados em bloco.

3   3 – A formação de gametas com presença de permuta ou crossing-over.

4   4 – A manutenção do número diploide da espécie no final da divisão.

20. (UFPR) Em mexilhões, as cores externas das conchas são determinadas por dois alelos de um gene, sendo a cor azulada determinada por um alelo recessivo e a cor castanha, por um dominante. Em uma população de cem animais, foram encontrados 16 azuis. Com relação a essa população, considere as seguintes afirmativas:

1. Ela não pode estar em equilíbrio de Hardy-Weinberg.

2. Se houver 48 heterozigotos, ela estará em equilíbrio de Hardy-Weinberg.

3. Se houver 30 heterozigotos, é possível que a seleção natural seja a causa do aumento do número de heterozigotos.

4. A endogamia pode ser a causa do desvio em relação ao equilíbrio de Hardy-Weinberg, se houver 76 animais castanhos.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente a afirmativa 1 é verdadeira.

b) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras.

21. O heredograma abaixo refere-se a uma característica A, controlada por um único par de genes.

21

Em relação ao heredograma, pode-se afirmar:

a) A característica A é dominante.

b) Os indivíduos 1, 2, 3 e 8 são homozigotos.

c) Os indivíduos 4, 9, 10 e 11 são obrigatoriamente heterozigotos.

d) A probabilidade de o casal (7 x 8) vir a ter um filho com a característica A será de 0,5.

22. (MACK) Um homem daltônico e destro, filho de pai canhoto, casa-se com uma mulher de visão normal e canhota. O casal tem uma criança do sexo masculino daltônica e destra. Considerando que o daltonismo é condicionado por um gene recessivo ligado ao X e o uso da mão esquerda é determinado por um gene autossômico

recessivo, é correto afirmar que:

a) A criança herdou o gene para o daltonismo do pai.

b) A mulher é heterozigota para ambas as características.

c) Todos os filhos do sexo masculino desse casal serão daltônicos.

d) Esse casal pode ter filhas daltônicas.

e) Todas as crianças desse casal serão destras.

23. A estrutura apontada nas duas células humanas encontra-se em:

23

a) Todas as células haploides de indivíduos dessa espécie.

b) Apenas em células sanguíneas e epiteliais de todos os humanos.

c) Células de indivíduos do sexo feminino e cariótipo normal.

d) Células de indivíduos do sexo masculino e cariótipo triploide.

e) Células de portadores da síndrome de Turner e trissomia do 21.

24. (UNIRIO) Um cruzamento entre dois indivíduos, com genótipos DdEe x ddee, originou 42 descendentes com genótipo DdEe, 160 Ddee, 168 ddEe e 40 ddee. Sobre os genes D e E, podemos concluir que:

a) Estão ligados e há permuta entre eles.

b) Estão ligados e não há permuta entre eles.

c) Segregam-se independentemente e há permuta entre eles.

d) Segregam-se independentemente e não há permuta entre eles.

e) Não estão ligados, logo se segregam independentemente.

25. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0 0 – Considerando-se que uma criança  do sexo feminino seja daltônica, podemos concluir que seu pai é daltônico e sua é mãe normal portadora ou daltônica.

1 1 – Considerando  o heredograma  abaixo, podemos  concluir que  a anomalia é condicionada por um gene recessivo ligado ao sexo.

25

2 2 – Ainda com base no heredograma acima, qualquer que seja o genótipo do marido, 19 não poderá ser mãe de uma criança de genótipo igual ao 2.

3 3 – Sabendo-se que um casal normal tem uma criança hemofílica,  podemos concluir que ela é do sexo masculino.

4 4 – Considerando-se um casal em que o homem é hemofílico e a mulher é normal, porém filha de pai hemofílico, a probabilidade de o primeiro filho de o casal ser menino e hemofílico é 1/4.

26. (CEFET-RJ) O heredograma a seguir apresenta o tipo sanguíneo de pessoas de quatro gerações:

26

Assinale a alternativa que expressa a probabilidade de o casal II,6 e IV,2 ter um filho do sexo masculino, com sangue tipo A:

a) 1/4.

b) 1/8.

c) 1/2.

d) 1/3.

27. (FAFEID) Considerando o sistema ABO na espécie humana, é correto afirmar que:

a) Um indivíduo do grupo sanguíneo O apresenta nas hemácias os aglutinogênios A e B.

b) Um indivíduo do grupo sanguíneo A apresenta nas hemácias o aglutinogênio A e no plasma aglutinina Anti-B.

c) Um indivíduo do grupo sanguíneo AB apresenta no plasma as aglutininas Anti-A e Anti-B.

d) Um indivíduo do grupo sanguíneo B pode receber sangue de B e AB.

28. (UFPA) Os alelos que controlam o sistema MN no homem podem ser representados pelos símbolos M e N. Os três genótipos possíveis são identificados através de reações com anti-soros anti-M e anti-N. Nesse sistema, a relação existente entre os alelos é:

a) De dominância.

b) De recessividade.

c) De penetrância intermediária.

c) De co-dominância.

e) Semelhante ao do sistema Ss.

29. (UNICENTRO) Com relação à interação entre alelos de um mesmo gene, a dominância incompleta é:

a) O fenômeno de um gene condicionar ou influenciar mais de uma característica no indivíduo.

b) O fenômeno em que um alelo em um loco pode mascarar a expressão de um alelo de outro loco, que atua sobre o mesmo caráter.

c) O fenômeno no qual ambos os membros de um par de alelos se expressam no indivíduo heterozigótico, contribuindo para o fenótipo.

d) A condição na qual os indivíduos heterozigóticos apresentam o fenótipo idêntico a um dos homozigóticos.

e) A condição em indivíduos heterozigóticos, na qual o fenótipo é intermediário entre os fenótipos dos dois homozigóticos.

30. (UNIFOR) “Conhecer o padrão desses mosaicos genéticos pode ajudar no tratamento e diagnóstico de doenças e até em investigações policiais”.

Revista Época, outubro/2013.

Analisando o texto, pode-se inferir que:

a) Uma vez que o mosaicismo pode surgir a partir de mutações espontâneas que determinadas células sofrem, conclui-se que a maioria das variações será do tipo maligna.

b) Uma vez que o mosaicismo pode surgir a partir de mutações espontâneas que determinadas células sofrem, essas variações serão mais fáceis de diagnosticar.

c) Uma vez que o mosaicismo pode ocorrer antes da separação das células germinativas, a mutação será diagnosticada em 50% da prole, enquanto os outros 50% serão normais.

d) Uma vez que o mosaicismo acarreta num indivíduo células com material genético diferente, as doenças desse padrão poderão ser estudadas através de sequências nucleotídicas do indivíduo afetado.

e) Uma vez que o mosaicismo acarreta num indivíduo células com material genético diferente, será possível que alguém vá preso porque uma mutação o torna parecido com o de um criminoso.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 29 de setembro de 2016

TESTES DE ZOOLOGIA (16)

01. (UFSJ) Uma doença parasitária muito comum nos animais domésticos, principalmente em áreas rurais no Brasil, é o berne, que infesta o gado, cães e até mesmo humanos. Berne é a designação comum da larva da mosca Dermatobia hominis. O termo veterinário para essa infestação é miíase. Sobre as larvas de berne, é correto afirmar que:

a) São larvas; portanto, são da mesma classe dos vermes e dos anelídeos.

b) São insetos, dípteros, artrópodes e apresentam metamorfose completa, com adultos de vidra livre.

c) Por serem parasitos obrigatórios, não são de vida livre em nenhuma etapa da vida.

d) Não possuem metamorfose, pois esta é característica de outra classe de insetos, da qual pertencem as borboletas.

02. (PUC-CAMPINAS) Para que um animal seja identificado como um crustáceo ele deve apresentar:

a) Sistema circulatório fechado, respiração branquial e um par de antenas.

b) Sistema circulatório lacunar, respiração traqueal e dois pares de antenas.

c) Sistema circulatório aberto, respiração branquial e dois pares de antenas.

d) Sistema circulatório aberto, respiração traqueal e um par de antenas.

e) Sistema circulatório fechado, respiração filotraqueal e um par de antenas.

03. (UEA) O pirarucu (Arapaima gigas) é o maior peixe da bacia Amazônica. Sua pesca é feita por meio de arpão no momento em que ele vem à tona para:

a) Se alimentar de sementes que estão boiando na superfície da água.

b) Procurar águas ricas em zooplâncton.

c) Visualizar possíveis predadores.

d) Respirar ar atmosférico.

e) Procurar águas menos turvas.

04. (UFMG) Analise estas características de um animal na fase adulta:

– Hábitat: brejos.

– Trocas gasosas: pele e/ou pulmões.

– Nutrição: carnívoros.

– Anatomia da boca: ausência de dentes e presença de língua protátil.

Considerando-se tais características, é incorreto afirmar que esse animal:

a) Apresenta variação de temperatura corporal.

b) Se alimenta de insetos capturados com a língua.

c) Se reproduz por fecundação interna e possui ovo com casca.

d) Utiliza o oxigênio presente no ar ou dissolvido na água.

05. (PUC-CAMPINAS) Considere os caracteres abaixo:

I. Número de extremidades locomotoras.

II. Número de antenas.

III. Tipo de estruturas respiratórias.

Uma formiga e um camarão diferem:

a) Somente por I.

b) Somente por I e II.

c) Somente por I e III.

d) Somente por II e III.

e) Por I, II e III.

06. (UFLA) A bexiga natatória é:

a) O órgão sensorial olfativo dos peixes.
b) Homóloga ao ouvido interno dos vertebrados terrestres.
c) Análoga à bexiga urinária dos vertebrados terrestres.
d) O órgão de equilíbrio dos peixes cartilaginosos.
e) O órgão do equilíbrio hidrostático dos peixes ósseos.

07. (UFG) Observe a tira a seguir:

07

O invertebrado, observado por Mafalda, pertence ao filo que, evolutivamente, é o mais próximo dos cordados, por apresentarem:

a) Hábitat marinho.

b) Mesoderme.

c) Deuterostomia.

d) Fecundação externa.

e) Simetria radial.

08. (PUC-CAMPINAS) Esta questão relaciona-se à esquistossomose, causada pelo Schistosoma mansoni, cujo ciclo de vida encontra-se esquematizado abaixo.

08a

      (Sônia Lopes. BIO. São Paulo: Saraiva. 1999. p. 266)

Assinale a alternativa da tabela que contém os dados corretos sobre algumas características do filo ao qual pertence Schistosoma mansoni.

08b

 

09. (PUC-RS) As atividades humanas vêm provocando sérias alterações no meio ambiente, as quais comprometem a sobrevivência de muitos seres vivos. Os representantes da classe Amphibia, por exemplo, formam um grupo particularmente afetado pela ação conjunta da acidificação dos ambientes aquáticos (decorrente da chuva ácida) e do aumento no nível de radiação ultravioleta (resultante da destruição da camada de ozônio). Com relação às características desta classe de animais, é incorreto afirmar que:

a) São animais ectotérmicos (ou pecilotérmicos).

b) Possuem coração com três cavidades.

c) Geralmente apresentam fecundação externa.

d) São vertebrados tetrápodos.

e) Possuem pele seca e impermeável.

10. (UFPI) Os insetos são animais invertebrados, classificados quanto à presença ou não de asas e quanto à sua metamorfose. Observe a figura abaixo e marque a alternativa que indica corretamente a classificação dos diferentes grupos de insetos.

10

a) I e II são apterigotos e hemimetábolos.

b) II e III são pterigotos e holometábolos.

c) II é pterigoto e hemimetábolo.

d) I e III são apterigotos.

e) III é apterigoto e holometábolo.

11. (PUC-SP) Observe as figuras abaixo:

11

Esses seres vivos podem ser identificados, respectivamente, pelas seguintes características:

a) Excreção por tubos de Malpighi; circulação dupla e incompleta; homeotermia; metamorfose.

b) Excreção por tubos de Malpighi; metamorfose; circulação dupla e incompleta; homeotermia.

c) Metamorfose; circulação dupla e incompleta; homeotermia; excreção por tubos de Malpighi.

d) Metamorfose; homeotermia; circulação dupla e incompleta; excreção por tubos de Malpighi.

e) Circulação dupla e incompleta; excreção por tubos de Malpighi; homeotermia; metamorfose.

12. (UFPA) Ciclóstomos são parasitas de peixes, aos quais se fixam através de ventosas, sugando-lhes o sangue até mata-los. Um exemplo típico de ciclóstomos é o(a):

a) Anfioxo.

b) Ascídia.

c) Celacanto.

d) Lampreia.

e) Piramboia.

13. (UNIFOR) A minhoca apresenta respiração (I) e circulação (II). Para completar corretamente a frase, I e II devem ser substituídos, respectivamente, por:

a) Cutânea e aberta.

b) Cutânea e fechada.

c) Branquial e aberta.

d) Branquial e fechada.

e) Traqueal e fechada.

14. (UFBA) No processo digestivo das esponjas, atuam célula de dois tipos: umas englobam o alimento e fazem a digestão intracelular; outras distribuem a todas as demais células o produto dessa digestão. São elas, respectivamente:

a) Solenócitos e macrófagos.

b) Coanócitos e amebócitos.

c) Cnidoblastos e nematocistos.

c) Histiócitos e amebócitos.

e) Coanócitos e histiócitos.

15. (UFPEL) Os Chondrichthyes (peixes cartilaginosos) e os Osteichthyes (peixes ósseos) constituem dois grandes grupos do subfilo vertebrata. Os primeiros são conhecidos como raias, tubarões e quimeras. Os peixes ósseos, por sua vez, são conhecidos por sua ampla biodiversidade global e presença em nosso dia a dia, seja na culinária, como o bacalhau, a sardinha e o atum, seja na ornamentação, como as carpas coloridas, o beta e o popular guppy. Diferenças anatômicas e funcionais em seus sistemas de equilíbrio hidrostático, bombeamento e circulação de água através das brânquias, nos mecanismos sensoriais de defesa e predação, bem como no tipo de escamas, constituem as principais características que separam esses peixes em dois grandes grupos. Com relação a esses grupos, utilizando seus conhecimentos, analise as características diagnósticas a seguir.

I. Chondrichthyes – possuem um fígado oleoso e são desprovidos de bexiga natatória.

II. Osteichthyes – possuem opérculo protegendo as brânquias.

III. Chondrichthyes – alguns podem ter o corpo desprovido de escamas.

IV. Osteichthyes – possuem escamas placoides ou dermoepidérmicas.

V. Chondrichthyes – são dotados de ampolas-de-lorenzini, um tipo de célula sensorial que detecta o potencial elétrico das células das presas.

Está(ão) correta(s) apenas:

a) I, III e IV.

b) I, II e V.

c) II, IV e V.

d) I e II.

e) III.

16. (PUCCAMP) Observe o quadro abaixo.

16

 

Para que ele seja preenchido corretamente, os números (I), (II), (III) e (IV) devem ser substituídos, respectivamente, por:

a) Interna; 4 cavidades; sardinha; interna.

b) Interna; 4 cavidades; cação; interna.

c) Interna; 3 cavidades; truta; externa.

d) Externa; 3 cavidades; lagarto; externa.

e) Externa; 3 cavidades; tartaruga; externa.

17. (UFPR) Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

01. O Schistosoma mansoni é um invertebrado parasita do ser humano e causador da doença de Chagas.

02. Os mamíferos são animais vivíparos, com exceção dos monotremos, que são ovíparos.

04. O sistema ambulacrário ou hidrovascular, presente nos equinodermos, relaciona-se, exclusivamente, com a locomoção desses animais.

08. A maioria das aves é capaz de voar e, neste processo, além das asas e músculos associados ao voo, são importantes a presença do ar nos pulmões e sacos aéreos e os ossos pneumáticos.

16. Os anexos embrionários (cório, âmnio, alantoide e saco vitelínico) permitiram aos répteis e aves a conquista definitiva do meio terrestre. Além de evitarem a dessecação do embrião em desenvolvimento, permitem sua respiração, suprem-no com alimentos e armazenam suas excreções.

32. A aranha-marrom, muito perigosa e comum em Curitiba, pertence ao filo Arthropoda, classe Arachnida.

Soma das alternativas corretas:

18. (UFV) A análise de 3 organismos revelou as seguintes características:

– ANIMAL 1: corpo sem segmentação, cutícula dura e resistente, tubo digestivo completo, respiração cuticular e pseudocelomado.

– ANIMAL 2: corpo frequentemente recoberto por escamas, placas ou carapaça, respiração pulmonar, sem metamorfose, amniota e alantoidiano.

– ANIMAL 3: corpo segmentado, sistema circulatório fechado, excreção por nefrídios, tubo digestivo completo e respiração cutânea.

Pode-se identificar estes três animais como pertencentes, respectivamente, às seguintes classes:

a) Hirudinea, Insecta e Crustacea.

b) Turbelaria, Pisces e Nematoda.

c) Nematoda, Reptilia e Oligochaeta.

d) Turbelaria, Reptilia e Insecta.

e) Nematoda, Pisces e Cestoda.

19. Assinale a opção que associa corretamente as Classes do Filo Arthropoda apresentadas na coluna adiante, em algarismos arábicos, com as características morfológicas apresentadas a seguir, em algarismos romanos:

1. Insetos

2. Crustáceos

3. Aracnídeos

4. Quilópodes

5. Diplópodes

I. Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome, hexápodes.

II. Corpo dividido em cabeça e tronco: um par de patas por segmento do corpo.

III. Corpo dividido em cefalotórax e abdome: aparelho bucal mandibulado.

IV. Corpo dividido em cefalotórax e abdome: quelicerados.

V. Corpo dividido em cabeça e tronco: dois pares de patas por segmento do corpo.

a) I – 1; II – 4; III – 2; IV – 3; V – 5.

b) I – 3; II – 2; III – 4; IV – 1; V – 5.

c) I – 1; II – 5; III – 3; IV – 2; V – 4.

d) I – 2; II – 4; III – 1; IV – 5; V – 3.

e) I – 2; II – 5; III – 1; IV – 3; V – 4.

20. (UFMT) Os Cnidários são animais aquáticos de corpo mole e gelatinoso, cujos representantes mais conhecidos são as águas-vivas, as anêmonas do mar e os corais. A coluna I apresenta três classes de Cnidários e a II características e exemplos. Numere a coluna II de acordo com a I.

COLUNA I

1. Hydrozoa

2. Scyphozoa

3. Anthozoa

COLUNA II

(   ) Passa a maior parte do ciclo de vida como medusa; Aurélia.

(   ) Possui somente o estágio de pólipo em seu ciclo de vida; Corais.

(   ) Passa a maior parte do ciclo de vida como pólipo; Hydra.

Assinale a sequência correta.

a) 1, 3, 2.

b) 3, 1, 2.

c) 2, 3, 1.

d) 2, 1, 3.

e) 3, 2, 1.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 22 de setembro de 2016

TESTES DE BOTÂNICA (XI)

01.  (UEM) O desenvolvimento de uma angiosperma normalmente se inicia com o zigoto, a partir do qual se forma, por sucessivas mitoses, o embrião, contido na semente. Depois ocorrem a germinação e o crescimento da planta recém-formada, que se torna madura e produz flores, frutos e sementes. Sobre as características do desenvolvimento das plantas, assinale o que for correto.

01. Células do embrião em desenvolvimento se distendem e originam células longas (dotadas de vacúolo) que seguem em sua diferenciação, gerando os diferentes tecidos vegetais.

02. Os processos de desenvolvimento são controlados principalmente por hormônios vegetais que atuam no local de produção ou que são transportados para outras partes da planta, onde exercem seus efeitos, mesmo em baixas concentrações.

04. Em nível celular, o desenvolvimento da planta envolve as divisões celulares, controladas principalmente pelas citocininas, e a distensão celular, estimulada pelas auxinas e pelas giberelinas.

08. O crescimento das árvores em espessura é determinado pela produção de quantidades adicionais de vasos condutores, em consequência do estímulo das auxinas sobre as células cambiais.

16. A floração é uma atividade das plantas influenciada pelo fotoperíodo e relacionada ao fitocromo.

32. A germinação das sementes está relacionada à síntese da enzima alfa-amilase, estimulada pelas giberelinas produzidas pelo embrião.

64. A formação e o amadurecimento dos frutos são estimulados pelo etileno e pelo ácido abscísico.

Soma das alternativas corretas:

02. (UNIOESTE) Assinale a(s) alternativa(s) em que todas as correlações entre os grupos vegetais e as características estão corretas.

1. Algas

2. Briófitas

3. Pteridófitas

4. Gimnospermas

5. Monocotiledôneas

6. Dicotiledôneas

a. Talófitas

b. Espermatófitas

c. Fanerógamas

d. Predomínio gametófito no ciclo reprodutivo

e. Criptógamas

f. Flores trímeras

g. Traqueófitas

01. 1g, 2d, 3b, 4g.

02. 1a, 3g, 4b, 5f.

04. 1e, 2b, 5a, 6f.

08. 2d, 3g, 4a, 5d.

16. 3d, 4g, 5b, 6a.

32. 1e, 4g, 5f, 6b.

64. 2d, 3e, 5b, 6c.

Soma das alternativas corretas:

03. (UNITAU) Quanto ao ciclo reprodutivo das briófitas, do tipo musgo, podemos afirmar que:

a) Os esporos (2n) são eliminados da cápsula, para germinarem e produzirem esporófitos femininos (n) e masculinos (n).

b) O esporófito apresenta cápsula onde ocorrerá meiose para formação dos esporos.

c) Os anterozoides só alcançam a oosfera feminina com o auxilio do vento, denominado processo de anemofilia.

d) Da união entre anterozoides e oosfera resultará o gametófito (n).

e) São plantas sexuadas aquelas cujo gametófito produz esporos que germinam em solo úmido.

04. (UEM) Considere a palmeira babaçu, um fungo comestível, e a conífera pinheiro-do-paraná, e assinale o que for correto.

01. As paredes das hifas do fungo são formadas pela união de moléculas de aminoácidos, constituindo o polissacarídeo quitina.

02. Babaçu é planta típica da formação vegetal denominada de zona dos cocais.

04. Babaçu e pinheiro-do-paraná são vegetais classificados como angiospermas.

08. O fungo é um organismo eucariótico e heterotrófico.

16. No babaçu e no pinheiro-do-paraná, o processo metabólico representado pela equação C6H12O6 + 6O2 → 6CO2 + 6H2O + energia ocorre apenas no período não iluminado (noite).

Soma das alternativas corretas:

05. Os musgos são vegetais pertencentes à divisão Bryophyta. Sobre eles, pode-se afirmar corretamente:

a) Produzem gametas por meiose, mas não formam esporos.

b) São mais complexos e evoluídos do que as samambaias.

c) Transportam nutrientes minerais pelo xilema, mas são totalmente desprovidos de floema.

d) Apresentam tamanhos reduzidos porque transportam nutrientes e água por difusão.

e) Formam pigmentos fotossintéticos representados pelas clorofilas e ficobilinas, daí a coloração verde-escura que exibem.

06. (UDESC) As flores são estruturas reprodutivas das fanerógamas, responsáveis, em parte, pelo aumento da diversidade genética das espécies vegetais. Assinale a alternativa correta a respeito da flor.

a) O pistilo é formado pelo cálice, corola, ovário e estame.

b) O gineceu é formado pelo ovário, estilete e estigma.

c) O androceu é a parte masculina da flor e constitui-se de um ou mais pistilos.

d) O filete é uma estrutura carpelar que, em conjunto com a antera, forma o cálice.

e) As pétalas e sépalas das flores são folhas modificadas que produzem os grãos de pólen.

07. (UPF) Pesquisadores da Universidade de Passo Fundo estão desenvolvendo uma pesquisa sobre a Conservação e Biodiversidade no Parque Municipal de Sertão e já registraram 22 espécies de anfíbios. Além de conhecer as espécies da fauna, esses registros contribuem para a conservação de um fragmento de floresta ombrófila mista do bioma mata Atlântica, que hoje corresponde a menos de 2% da floresta original. Nesta unidade de conservação destaca-se o pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifolia), planta do grupo das Pinophytas (Gimnospermas). Essa planta tem como característica reprodutiva:

a) A polinização feita por animais como a entomofilia (insetos), ornitofilia (aves) e quiropterofilia (morcegos).

b) Estruturas produtoras de gametas pouco evidentes como nas criptógamas.

c) Sementes protegidas no interior dos frutos que se originam do desenvolvimento do ovário da flor.

d) O transporte dos grãos de pólen até o óvulo pelo vento e a transformação do óvulo em semente.

e) A dependência da água para a reprodução sexuada, porque seus gametas masculinos flagelados precisam alcançar os gametas femininos que são imóveis.

08. (IFSul) As angiospermas são o grupo de plantas com o maior número de espécies, disseminadas nos mais variados ambientes. Como sua fecundação independe da água, adaptaram-se com facilidade ao meio terrestre. Com relação as estruturas envolvidas e ao processo de reprodução dessas plantas, todas as afirmativas abaixo estão corretas, exceto:

a) Tanto o embrião quanto o endosperma, formados no processo de dupla fecundação, são estruturas diploides.

b) O grão de pólen, ao germinar, origina o tubo polínico que abriga dois núcleos espermáticos e um núcleo vegetativo.

c) Dos verticilos de reprodução, denomina-se androceu ao conjunto de estames e, gineceu ao conjunto de carpelos.

d) A semente em desenvolvimento produz AIA (acido indolilacético) e giberelinas, que promovem o desenvolvimento do ovário para a formação do fruto.

09. (CEDERJ) Acredita-se que as plantas terrestres tenham surgido a partir de um grupo ancestral de algas verdes, uma vez que existem várias características que as aproximam. Nesse contexto, as briófitas formariam o grupo de transição das plantas no ambiente terrestre. Para a identificação das briófitas como grupo de transição, as estruturas fundamentais são:

a) Raiz, cauloide e folha.

b) Rizoide, cauloide e filoide.

c) Raiz, caule e folha.

d) Rizoide, caule e filoide.

10. (UFPR) O gráfico abaixo representa uma divisão celular ao longo do tempo e as mudanças no número de cromossomos na célula, enquanto a figura representa o ciclo reprodutivo da araucária (Araucaria angustifolia), típico de uma Gymnospermae.

10

Com base na relação entre a figura e o gráfico, assinale a alternativa correta.

a) A etapa 4 do gráfico corresponde à etapa da formação da semente após a polinização na figura da araucária.

b) A etapa 2 do gráfico corresponde exatamente ao fenômeno da fecundação das araucárias.

c) A etapa 3 do gráfico indica a germinação e crescimento na fase adulta da araucária.

d) A etapa 6 do gráfico indica exatamente a polinização nas araucárias.

e) A etapa 7 do gráfico corresponde exatamente ao grão de pólen e ao óvulo nas araucárias.

11. (URCA) O gênero Ibiscus (família malvaceae) possui mais de 300 espécies cultivadas, pela beleza de suas flores, em todas as regiões tropicais e subtropicais do mundo. As setas 1 e 2 na flor de Ibiscus abaixo apontam, respectivamente, para:

11

a) Estigmas e anteras.

b) Ovário e óvulos.

c) Pedúnculo e estilete.

d) Filete e conectivo.

e) Sépalas e antípodas.

12. (UNEMAT) Pesquisadores da UNEMAT e da UnB têm investigado a diversidade das briófitas do cerrado mato-grossense. Algumas espécies ainda desconhecidas pela comunidade científica estão em processo de descrição. Sobre as briófitas, marque a alternativa correta:

a) Se os pesquisadores fizessem o cariótipo das briófitas coletadas, as células seriam diploides (2n) na parte superior (esporófitos) e haploides (n) na parte inferior (gametófitos) e nos esporos.

b) Os pesquisadores encontraram muitas briófitas no cerrado desmatado, já que briófitas são organismos pioneiros comuns na sucessão ecológica, graças à sua tolerância a ambientes secos e ensolarados.

c) Os pesquisadores precisaram usar técnicas de escalada para subir nas briófitas e coletá-las, porque esse grupo de vegetais alcança alturas consideráveis por possuírem xilema, floema e tecido de sustentação com lignina.

d) Os pesquisadores sempre coletaram as flores das briófitas, já que a forma e a composição dessa estrutura são importantes para identificar e diferenciar as espécies de briófitas entre si.

e) Os pesquisadores diriam, com razão, que a maior biomassa vegetal do cerrado é composta por briófitas, ou seja, se retirássemos a vegetação do cerrado e pesássemos cada grupo, o grupo com o maior peso seria o das briófitas.

13. (UFPel) As figuras mostram, respectivamente, a germinação de semente de feijão (A) e de milho (B).

13

Com base em seus conhecimentos e nos “textos”, é correto afirmar que as figuras A e B mostram, respectivamente, as seguintes germinações:

a) Hipógea de uma dicotiledônea e epígea de uma monocotiledônea. No primeiro caso, a plúmula é protegida pelo coleóptilo, e, no segundo, pelo cotilédone.

b) Epígea de uma monocotiledônea e hipógea de uma dicotiledônea. No primeiro caso, a plúmula é protegida pelo gancho de germinação e, no segundo, pelo coleóptilo.

c) Epígea de uma dicotiledônea e hipógea de uma monocotiledônea. No primeiro caso, a plúmula é protegida pelo coleóptilo e, no segundo, pelo gancho de germinação.

d) Epígea de uma dicotiledônea e hipógea de uma monocotiledônea. No primeiro caso, a plúmula é protegida pelo gancho de germinação e, no segundo, pelo coleóptilo.

e) Hipógea de uma monocotiledônea e epígea de uma dicotiledônea. No primeiro caso, a plúmula é protegida pelo gancho de germinação e, no segundo, pelo coleóptilo.

14. (UFU) O cladograma abaixo indica as relações filogenéticas entre os grupos de plantas atuais. As letras indicam grupos de plantas e os números indicam a aquisição de uma determinada característica.

14

Sobre o cladograma acima assinale a alternativa incorreta:

a) A letra A corresponde ao grupo das Briófitas e o número 1 corresponde aos tecidos condutores.

b) Os grupos A, B e Angiospermas são Traqueófitas.

c) A letra B corresponde ao grupo das Gimnospermas.

d) A característica 2 refere-se à presença de semente.

15. (IFG) A seguir, estão listadas algumas características vegetais:

I. Presença de estômatos na superfície inferior da folha.

II. Presença de estômatos recobertos por pelos.

III. Ausência de cutícula.

IV. Parênquima paliçádico bem desenvolvido.

V. Grande superfície foliar.

Assinale a alternativa que apresenta as características que não contribuem para a redução nas taxas de transpiração da planta.

a) Somente as características I e V.

b) Somente as características III e V.

c) Somente as características II, IV e V.

d) Somente as características II,III,IV e V.

e) Somente as características I, III, IV e V.

16. (UFJF) O fenômeno da gutação consiste na perda de seiva xilemática, em estado líquido, através dos hidatódios. As condições ideais para a ocorrência desse fenômeno são:

a) Baixa umidade relativa do ar, temperatura elevada e solo seco.

b) Alta umidade relativa do ar, temperatura elevada e solo seco.

c) Baixa umidade relativa do ar, temperatura amena e solo úmido.

d) Alta umidade relativa do ar, temperatura amena e solo úmido.

e) Baixa umidade relativa do ar, temperatura amena e solo seco.

17. (UNICENTRO) Flores polinizadas por pássaros normalmente apresentam cores variadas, produzem néctar em abundância, não exalam odores e abrem durante o dia. Comparando-se com as características das flores polonizadas por pássaros espera-se que uma flor polinizada por morcegos tenha:

a) Cores variadas, néctar abundante, sem odor e abertura vespertina.

b) Cores variadas, néctar escasso, sem odor e abertura noturna.

c) Cor branca, néctar abundante, sem odor e abertura diurna.

d) Cor branca, néctar escasso, odor forte e abertura noturna.

e) Cor branca, néctar abundante, odor forte e abertura noturna.

18. (UEPA) Leia o texto abaixo para responder esta questão.

[…] “Tudo começou com a MAÇÃ (1). Depois foi a vez da MANGA (2), do ABACATE (3), do CAJU (4), do ABACAXI (5) e outras frutas do paraíso”. Os frutos e pseudofrutos fazem parte de nossa vida, mas muitas vezes não temos a consciência do que eles são e qual sua importância na alimentação e no ambiente. No nosso organismo exercem papéis importantes, pois são fontes de água, fibras (celulose), vitaminas, sais minerais, frutose, gorduras e proteínas.

                       (Adaptado de http://treinosacademia.com.br/qual-a-importancia-dasfrutas-na-nossa-alimentacao/)

Das palavras destacadas e numeradas no Texto acima, analise as afirmativas a seguir:

I. A parte comestível de 1 origina-se do receptáculo floral.

II. 2 e 3 são originados de um único ovário fecundado.

III. 5 é originado do desenvolvimento de ovários das flores de uma inflorescência.

IV. A polpa de 4 origina-se do pedúnculo floral.

A alternativa que apresenta apenas frutos é:

a) I.

b) II.

c) I e II.

d) II e III.

e) III e IV.

19. (UEMA) Plantas que vivem preferencialmente em lugares úmidos e sombreados e que dependem da água para fecundação são conhecidas como briófitas e pteridófitas. Quanto aos vasos condutores, quanto à presença ou ausência de sementes e de frutos, esses vegetais caracterizam-se por serem, respectivamente:

a) Avasculares, sem sementes e sem frutos; vasculares, sem sementes e sem frutos.

b) Vasculares, sem sementes e sem frutos; avasculares, sem sementes e sem frutos.

c) Avasculares, com sementes e sem frutos; vasculares, sem sementes e com frutos.

d) Vasculares, com sementes e com frutos; avasculares, com sementes e com frutos.

e) Avasculares, sem sementes e com frutos; vasculares, com sementes e sem frutos.

20. (UECE) O milho, o arroz e o trigo são plantas muito utilizadas na alimentação humana e bastante importantes para a economia mundial. Com relação à morfologia externa desses vegetais, é correto afirmar-se que todas possuem:

a) Raízes fasciculadas e folhas reticuladas, simples e pecioladas.

b) Raízes pivotantes e folhas paralelinérveas, compostas e pecioladas.

c) Raízes pivotantes e folhas peninérveas, compostas e invaginantes.

d) Raízes fasciculadas e folhas paralelinérveas, simples e invaginantes.

gab

 

Publicado por: Djalma Santos | 22 de setembro de 2016

TESTES DE ZOOLOGIA (14)

01. (UNIOESTE) “Por centenas de anos as sanguessugas foram usadas no tratamento para qualquer mal – até que sumiram de cena. Agora elas estão colocando as ventosas de fora novamente. No fim do século XIX, haviam sido banidas como símbolo de uma medicina que não conhecia os riscos da contaminação por microrganismos. Mas uma substância anticoagulante presente na saliva das sanguessugas tem se mostrado uma solução eficaz para tratar hematomas decorrentes de cirurgias plásticas e até para salvar reimplantes de dedo e orelha. Ela permite que o sangue circule enquanto os microvasos sanguíneos que não puderam ser religados durante a operação não se refazem. Assim, a parte reimplantada é mantida viva até o restabelecimento da circulação.”

Disponível em http://revistaepoca.globo.com/Epoca/0,,EPT1052804-1664,00.html.

Com relação a estes organismos, e incorreto afirmar que:

a) Os hirudíneos podem ser ectoparasitas.

b) A saliva da sanguessuga apresenta substâncias anestésicas que reduzem a dor, quando insere a ventosa oral e corta a pele com os dentículos.

c) A faringe destes Polychaetas atua como uma bomba sugadora de sangue.

d) Os anelídeos são animais que apresentam o corpo segmentado e os representantes mais conhecidos são as minhocas e as sanguessugas.

e) O sangue ingerido por este invertebrado hermafrodita é digerido lentamente no sistema digestório, que possui boca e ânus.

02. (UFPel)

02

Os anfíbios receberam este nome pelo fato de a maioria de suas espécies passar uma fase da vida na água e outra fase na terra (anfi=duas, bio=vida). A figura acima representa o ciclo de vida de um anfíbio anuro com estas características.

LOPES, S. Bio. São Paulo: Ed. Moderna, 2004. [adapt.].

De acordo com seus conhecimentos e com as informações dos textos, é correto afirmar que os anfíbios representados na figura apresentam:

a) Fecundação externa, em que os espermatozoides e os óvulos são liberados na água, ambiente em que se desenvolve o girino – larva aquática que respira através de brânquias externas.

b) Fecundação interna, sendo que, após a cópula, os ovos fertilizados são eliminados na água, ambiente em que os girinos se desenvolvem até formarem, por metamorfose, os indivíduos adultos.

c) Na fase adulta, respiração branquial e cutânea, sendo esta última uma adaptação importante à vida terrestre, por representar uma maior superfície de captação de oxigênio atmosférico.

d) Respiração exclusivamente cutânea na fase larval, o que permite a captação do oxigênio diluído na água; após a transformação para a fase adulta, a respiração passa a ser pulmonar, o que garante a sobrevivência no ambiente terrestre.

e) Vida aquática somente na fase larval e na época da reprodução, pois a pele desses animais apresenta estruturas que impedem a perda de água, o que possibilita a sobrevivência dos adultos no ambiente seco.

03. (UFSJ) Os cefalópodes constituem um grupo de moluscos que conquistaram o ambiente nectônico, ou seja, passaram a nadar ativamente na coluna d’água, competindo, predando e sendo predados por vertebrados. As características morfofisiológicas presentes nesses moluscos, que possibilitaram tal modo de vida, são:

a) Maior acuidade visual, circulação fechada e respiração cutânea.

b) Substituição da rádula pelo bico quitinoso, circulação aberta e respiração pulmonar.

c) Bolsa de tinta, circulação aberta e respiração branquial.

d) Aumento da complexidade do sistema nervoso, circulação fechada e manto muscular.

04. (UEPG) O Reino Animal reúne organismos heterótrofos multicelulares que possuem tecidos corporais bem definidos. Com relação à histologia e à organologia animal, assinale o que for correto.

01. A parede do corpo de uma esponja delimita uma cavidade central denominada átrio ou espongiocela.

02. Nas esponjas, os coanócitos promovem a circulação de água com o batimento de seus flagelos e que fagocitam partículas de alimentos suspensas na água.

04. Os cnidários são os primeiros animais na escala zoológica a apresentar uma cavidade digestiva na qual ocorre parte da digestão dos alimentos.

08. O corpo de um molusco é revestido por uma epiderme rica em glândulas. Em muitas espécies existem glândulas epidérmicas que fabricam a concha, responsável pela proteção e pela sustentação esquelética do animal.

16. A minhoca e outros anelídeos possuem sistema circulatório fechado, ou seja, o sangue nunca sai dos vasos sanguíneos.

Soma das alternativas corretas:

05. (UNISC) Estes animais compreendem metazoários marinhos, celomados, com simetria bilateral na fase embrionária e pentarradiada na fase adulta, dotados de endoesqueleto calcário, recoberto, imediatamente, por uma epiderme fina que reveste, inclusive, os espinhos numerosos que fazem proeminência na superfície. Possuem um sistema especial, o sistema aquífero, substituto do sistema circulatório dos outros animais. As características descritas se referem:

a) Aos gastrópodos.

b) Aos cefalópodos.

c) Aos pelecípodos.

d) Aos equinodermos.

e) Aos crustáceos.

06. (PUC-PR) Duas espécies identificadas por biólogos brasileiros entraram no Top 10 New Species, lista anual com os 10 animais mais interessantes ou belos do mundo elaborada pela Universidade do Estado do Arizona, Estados Unidos. A primeira do Brasil a entrar na lista (a número 10) é a aranha-caranguejeira-azul, Pterinopelma sazimai. Encontrada em campos rupestres e descrita por Rogério Bertani, Roberto Nagahama e Caroline Fukushima, do Instituto Butantan, homenageia o biólogo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Ivan Sazima, o primeiro a coletar o animal. A número 2 é a água-viva Tamoya ohboya, coletada no Caribe por Antônio Marques e André Morandini, da Universidade de São Paulo e do programa Biota-FAPESP.

Disponível em: http://revistapesquisa.fapesp.br/2012/06/14/as-misses-da-natureza/. Acesso em 23/06/2012.

Comparando os animais aranha-caranguejeira-azul, Pterinopelma sazimai, e a água-viva, Tamoya ohboya, afirma-se:

a) A aranha pertence ao filo Artrópode, classe dos aracnídeos. Os aracnídeos são mandibulados. A água viva é um Cnidário. Ambos pertencem ao reino animal. O grau de semelhança embriológico entre eles é que ambos são eumetazoários, enterozoários e enterocelomados.

b) A aranha pertence ao filo dos Aracnídeos, a classe dos insetos. Os insetos são mandibulados. A água viva é um Cnidário. Ambos pertencem ao reino animal. O grau de semelhança embriológico entre eles é que ambos são eumetazoários e enterozoários.

c) A aranha e a água viva não apresentam semelhança embriológica. A água viva é um parazoário e a aranha é um eumetazoário.

d) A aranha pertence ao filo Artrópode, a classe dos aracnídeos. Os aracnídeos são quelicerados. A água viva é um Cnidário. Ambos pertencem ao reino animal. O grau de semelhança embriológico entre eles é que ambos são eumetazoários e enterozoários.

e) A aranha pertence ao filo Artrópode, classe dos aracnídeos. Os aracnídeos têm 8 patas e ausência de antenas (áceros). A água viva é um Cnidário, possui 10 patas (decápoda). Ambos pertencem ao reino animal.

07. (UEA) A figura apresenta a anatomia interna de um inseto.

07

Dentre as estruturas apresentadas, duas delas contribuíram para a adaptação à vida terrestre, uma, promovendo a filtração da hemolinfa, dela retirando o ácido úrico, e a outra, promovendo a reabsorção da água antes da eliminação das excretas. Essas estruturas são, respectivamente:

a) Proventrículo e ceco gástrico.

b) Ceco gástrico e estômago.

c) Papo e proventrículo.

d) Faringe e túbulos de Malpighi.

e) Túbulos de Malpighi e intestino.

08. Leia a tira abaixo.

08

Invertebrados como os citados na tira têm em comum:

a) Exoesqueleto de quitina.

b) Circulação fechada.

c) Respiração traqueal.

d) Excreção por meio de nefrídeos.

e) Corpo metamerizado.

09. As figuras a seguir representam dois animais invertebrados, o nereis, um poliqueto marinho e a centopeia, um quilópode terrestre.

09

Apesar de apresentarem algumas características comuns, tais como, apêndices locomotores e segmentação do corpo, estes animais pertencem a filos diferentes. Assinale a alternativa correta.

a) O nereis é um anelídeo, a centopeia é um artrópode e ambos apresentam circulação aberta.

b) O nereis é um artrópode, a centopeia é um anelídeo e ambos apresentam circulação fechada.

c) O nereis é um asquelminto, a centopeia é um platelminto e ambos não apresentam sistema circulatório.

d) O nereis é um anelídeo, a centopeia é um artrópode e ambos apresentam exoesqueleto.

e) O nereis é um anelídeo, a centopeia é um artrópode, mas apenas a centopeia apresenta exoesqueleto.

10. (UECE) Leia atentamente as afirmativas abaixo.

I. O esqueleto axial é responsável pelo suporte do corpo dos vertebrados, além de responder pela proteção dos órgãos devido à presença da caixa craniana, da coluna vertebral e da caixa torácica.

II. Artrópodes possuem exoesqueleto composto por uma substância semelhante à celulose, denominada quitina.

III. Moluscos possuem esqueleto interno muito importante para a locomoção no ambiente marinho.

IV. Esqueletos são estruturas de sustentação exclusivas dos vertebrados, portanto, insetos, aracnídeos e esponjas não os possuem.

É correto o que se afirma em:

a) II, III e IV, apenas.

b) III e IV, apenas.

c) I e II, apenas.

d) I, III e IV, apenas.

11. (UFPB) Em uma aula de Ecologia, o professor falou sobre a importância de alguns representantes do grupo dos anelídeos para o meio ambiente e de sua larga utilização no cultivo de produtos orgânicos. Sobre esses organismos, é correto afirmar que são:

a) Acelomados, possuem sistema digestório completo e corpo formado por vários metâmeros.

b) Acelomados, possuem sistema circulatório aberto e respiração cutânea.

c) Celomados, possuem sistema circulatório fechado e liberam amônia como produto de excreção.

d) Celomados, diploblásticos e possuem reprodução do tipo sexuada e assexuada.

e) Celomados, deuterostômios e possuem sistema nervoso formado por gânglios ligados por cordões nervosos.

12. (FUVEST) Um determinado animal adulto é desprovido de crânio e apêndices articulares. Apresenta corpo alongado e cilíndrico. Esse animal pode pertencer ao grupo dos:

a) Répteis ou nematelmintos.

b) Platelmintos ou anelídeos.

c) Moluscos ou platelmintos.

d) Anelídeos ou nematelmintos.

e) Anelídeos ou artrópodes.

13. (UFPI) As serpentes que possuem um par de presas móveis inoculadoras de peçonhas, localizadas na região anterior do maxilar, e com um canal interno, são denominadas:

a) Proteróglifas.

b) Áglifas.

c) Opistóglifas.

d) Opistoglifodontes.

e) Solenóglifas.

14. (IFSC) O reino Animalia (animais) compreende os organismos classificados como eucarióticos, multicelulares e com nutrição heterotrófica. Neste reino, está reunida uma grande diversidade de espécies distribuídas em vários filos.

Assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

01. O filo Chordata (cordados) reúne alguns animais invertebrados aquáticos, como as ascídias e os anfioxos, e todos os animais vertebrados: peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

02. O filo Platyhelminthes (platelmintos) reúne animais com corpo achatado dorso-ventralmente, que vivem em água doce ou salgada, em ambientes terrestres úmidos ou no interior de outros animais, como parasitas. Os platelmintes parasitas mais conhecidos são as tênias e os esquistossomos.

04. Os artrópodes constituem o maior filo de todo o reino animal e apresentam como características gerais as pernas articuladas e um exoesqueleto de quitina.

08. Dentre os vários animais incluídos no Filo Arthropoda (artrópodes), podemos destacar as formigas, os siris e as aranhas.

16. Os animais incluídos na classe Mammalia (mamíferos) apresentam glândulas mamárias, corpo total ou parcialmente coberto por pelos, presença de glândulas sebáceas e sudoríparas.

32. Um dos principais aspectos que possibilitou aos répteis conquistarem o ambiente terrestre foi o fato de seu ovo ser protegido por uma casca membranosa ou calcária, e seus embriões desenvolverem estruturas extra-embrionárias como o saco vitelínico, o âmnio e o alantoide.

Soma das alternativas corretas:

15. (UFMS) Segundo José Luiz Soares (Dicionário Etimológico e Circunstanciado de Biologia, Editora Scipione), a definição de larva é “forma imatura de qualquer organismo animal que se desenvolve através de metamorfose”.

Sobre as larvas, assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

01. Nenhum dos animais vertebrados possui uma fase de vida com forma larval.

02. Náuplio, mísis e zoé são formas larvais encontradas nos crustáceos.

04. Trocófora e véliger são formas larvais encontradas nos moluscos.

08. A presença de uma fase larval no ciclo de vida é uma das principais características das aranhas e dos escorpiões.

16. As larvas são encontradas no ciclo de vida de todos os animais marinhos.

32. Em insetos com desenvolvimento holometábolo, ocorre uma fase larval. São exemplos de larvas desses insetos: as lagartas de borboletas e as larvas de moscas.

Soma das proposições corretas:

16. (FUVEST) O esquema abaixo representa uma das hipóteses para explicar as relações evolutivas entre grupos de animais. A partir do ancestral comum, cada número indica o aparecimento de determinada característica. Assim, os ramos anteriores a um número correspondem a animais que não possuem tal característica e os ramos posteriores, a animais que a possuem.

16

As características “cavidade corporal” e “exoesqueleto de quitina” correspondem, respectivamente, aos números:

a) 1 e 6.

b) 2 e 4.

c) 2 e 5.

d) 3 e 4.

e) 3 e 5.

17. (UEL) Considerando um artrópode com cefalotórax e abdômen, de respiração branquial e com um tipo de básico de apêndice birreme, é correto afirmar ele também possui:

a) Dois pares de antenas.

b) Um par de antenas.

c) Excreção por túbulos de Malpighi.

d) Cérebro bipartite.

e) Sistema circulatório fechado.

18. (UFSC) Com relação ao Reino Animal, assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

01. Formado por animais sésseis e geralmente hermafroditas, a maioria das espécies do filo Poríferos são aquáticas, apesar de existirem algumas espécies terrestres.

02. A lombriga e a solitária (tênia), parasitas do intestino humano, pertencem aos filos Platelmintos e Nematelmintos, respectivamente.

04. Animais cujo corpo é formado por numerosos anéis repetidos (metâmeros) pertencem ao filo Anelídeos, do qual a minhoca é o representante mais conhecido.

08. O filo Cnidários é formado, basicamente, por dois tipos morfológicos de indivíduos, que são: pólipos, cujo principal representante é a água-viva, e medusas, representadas pelos corais.

16. No filo Moluscos existem indivíduos com concha externa, como é o caso das ostras e mexilhões, e também indivíduos sem ela, como é o caso da lula e do polvo.

32. De todo o reino animal, o filo Artrópodes é o que apresenta o maior número de espécies.

64. No filo Cordados, somente a classe Mamíferos apresenta circulação dupla e completa.

Soma das proposições corretas:

19. (UCPel) No cardápio de um restaurante, tem-se a seguinte sugestão para o prato do dia:

* Casquinha de siri, polvo à milanesa, camarão ao molho catupiry, filé de linguado grelhado..

A classificação correta desses animais é:

a) Crustáceo, molusco, crustáceo, peixe.

b) Molusco, crustáceo, peixe, quelônio.

c) Quelônio, molusco, molusco, peixe.

d) Crustáceo, peixe, quelônio, peixe.

e) Molusco, peixe, quelônio, crustáceo.

20. (UECE) Sobre a evolução dos anfíbios, assinale o correto.

a) Estes animais foram os primeiros vertebrados a sobreviver em ambiente terrestre e, para tanto, desenvolveram uma pele áspera e rígida, capaz de suportar a dessecação imposta pelo meio terrestre.

b) A presença de uma língua musculosa, rápida, pegajosa e protrátil, possibilitou a captura de presas, facilitando a sobrevivência desses animais no ambiente terrestre.

c) Os anfíbios são animais bem adaptados ao ambiente terrestre, uma vez que produzem ovos com casca, resistentes à dessecação.

d) Embora sejam animais adaptados ao ambiente terrestre, os anfíbios não possuem pálpebras, essenciais à proteção ocular, e, somente por isso, precisam estar sempre próximos de ambientes aquáticos para realizar a lubrificação dos olhos.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 22 de setembro de 2016

TESTES DO ENEM (II)

01. (ENEM) Os parasitoides (misto de parasitas e predadores) são insetos diminutos que têm hábitos muito peculiares: suas larvas podem se desenvolver dentro do corpo de outros organismos, como mostra a figura. A forma adulta se alimenta de pólen e açúcares. Em geral, cada parasitoide ataca hospedeiros de determinada espécie e, por isso, esses organismos vêm sendo amplamente usados para o controle biológico de pragas agrícolas.

01

A forma larval do parasitoide assume qual papel nessa cadeia alimentar

a) Consumidor primário, pois ataca diretamente uma espécie herbívora.

b) Consumidor secundário, pois se alimenta diretamente dos tecidos da lagarta.

c) Organismo heterótrofo de primeira ordem, pois se alimenta de pólen na fase adulta.

d) Organismo heterótrofo de segunda ordem, pois representa o maior nível energético na cadeia.

e) Decompositor, pois se alimenta de tecidos do interior do corpo da lagarta e a leva à morte.

02. (ENEM) Um pesquisador percebe que o rótulo de um dos vidros em que guarda um concentrado de enzimas digestivas está ilegível. Ele não sabe qual enzima o vidro contém, mas desconfia de que seja uma protease gástrica, que age no estômago digerindo proteínas. Sabendo que a digestão no estômago é ácida e no intestino é básica, ele monta cinco tubos de ensaio com alimentos diferentes, adiciona o concentrado de enzimas em soluções com pH determinado e aguarda para ver se a enzima age em algum deles. O tubo de ensaio em que a enzima deve agir para indicar que a hipótese do pesquisador está correta é aquele que contém:

a) Cubo de batata em solução com pH = 9.

b) Pedaço de carne em solução com pH = 5.

c) Clara de ovo cozida em solução com pH = 9.

d) Porção de macarrão em solução com pH = 5.

e) Bolinha de manteiga em solução com pH = 9.

03. (ENEM) O fósforo, geralmente representado pelo íon de fosfato (PO4–3), é um ingrediente insubstituível da vida, já que é parte constituinte das membranas celulares e das moléculas do DNA e do trifosfato de adenosina (ATP), principal forma de armazenamento de energia das células. O fósforo utilizado nos fertilizantes agrícolas é extraído de minas, cujas reservas estão cada vez mais escassas. Certas práticas agrícolas aceleram a erosão do solo, provocando o transporte de fósforo para sistemas aquáticos, que fica imobilizado nas rochas. Ainda, a colheita das lavouras e o transporte dos restos alimentares para os lixões diminuem a disponibilidade dos íons no solo. Tais fatores têm ameaçado a sustentabilidade desse íon. Uma medida que amenizaria esse problema seria:

a) Incentivar a reciclagem de resíduos biológicos, utilizando dejetos animais e restos de culturas para produção de adubo.

b) Repor o estoque retirado das minas com um íon sintético de fósforo para garantir o abastecimento da indústria de fertilizantes.

c) Aumentar a importação de íons fosfato dos países ricos para suprir as exigências das indústrias nacionais de fertilizantes.

d) Substituir o fósforo dos fertilizantes por outro elemento com a mesma função para suprir as necessidades do uso de seus íons.

e) Proibir, por meio de lei federal, o uso de fertilizantes com fósforo pelos agricultores, para diminuir sua extração das reservas naturais.

04. (ENEM) O despejo de dejetos de esgotos domésticos e industriais vem causando sérios problemas aos rios brasileiros. Esses poluentes são ricos em substâncias que contribuem para a eutrofização de ecossistemas, que é um enriquecimento da água por nutrientes, o que provoca um grande crescimento bacteriano e, por fim, pode promover escassez de oxigênio. Uma maneira de evitar a diminuição da concentração de oxigênio no ambiente é:

a) Aquecer as águas dos rios para aumentar a velocidade de decomposição dos dejetos.

b) Retirar do esgoto os materiais ricos em nutrientes para diminuir a sua concentração nos rios.

c) Adicionar bactérias anaeróbicas às águas dos rios para que elas sobrevivam mesmo sem o oxigênio.

d) Substituir produtos não degradáveis por biodegradáveis para que as bactérias possam utilizar os nutrientes.

e) Aumentar a solubilidade dos dejetos no esgoto para que os nutrientes fiquem mais acessíveis às bactérias.

05. (ENEM) No ano de 2000, um vazamento em dutos de óleo na baía de Guanabara (RJ) causou um dos maiores acidentes ambientais do Brasil. Além de afetar a fauna e a flora, o

acidente abalou o equilíbrio da cadeia alimentar de toda a baía. O petróleo forma uma película na superfície da água, o que prejudica as trocas gasosas da atmosfera com a água e desfavorece a realização de fotossíntese pelas algas, que estão na base da cadeia alimentar hídrica. Além disso, o derramamento de óleo contribuiu para o envenenamento das árvores e, consequentemente, para a intoxicação da fauna e flora aquáticas, bem como conduziu à morte diversas espécies de animais, entre outras formas de vida, afetando também a atividade pesqueira.

LAUBIER, L. Diversidade da Maré Negra. In: Scientific American Brasil 4(39), ago. 2005 (adaptado).

A situação exposta no texto e suas implicações:

a) Indicam a independência da espécie humana com relação ao ambiente marinho.

b) Alertam para a necessidade do controle da poluição ambiental para redução do efeito estufa.

c) Ilustram a interdependência das diversas formas de vida (animal, vegetal e outras) e o seu habitat.

d) Indicam a alta resistência do meio ambiente à ação do homem, além de evidenciar a sua sustentabilidade mesmo em condições extremas de poluição.

e) Evidenciam a grande capacidade animal de se adaptar às mudanças ambientais, em contraste com a baixa capacidade das espécies vegetais, que estão na base da cadeia alimentar hídrica.

06. (ENEM) Recentemente, foi descoberta uma nova espécie de inseto flebotomídeo, batizado de Lutzomya maruaga. O novo inseto possui apenas fêmeas que se reproduzem a partir da produção de ovos sem intervenção de machos, em um processo conhecido como partenogênese. A espécie está restrita a uma caverna na região amazônica, não sendo encontrada em outros lugares. O inseto não se alimenta de sangue nem transmite doenças, como fazem outros mosquitos de seu mesmo gênero. Os adultos não se alimentam e as larvas parecem se alimentar apenas de fezes de morcego (guano) existente no fundo da caverna. Essa dieta larval acumularia reservas a serem usada na fase adulta.

Ciência Hoje, Rio de Janeiro, v. 42, no 252, set.2008 (adaptado).

Em relação a essa descoberta, vê-se que a nova espécie de flebotomídeo:

a) Deve apresentar maior variabilidade genética que seus congêneres.

b) Deve ter uma fase adulta longa se comparada com seus congêneres.

c) É mais vulnerável a desequilíbrios em seu ambiente que seus congêneres.

d) Está livre de hábitos hematófagos e de transmissão de doenças devido à ausência de machos.

e) Tem grandes chances de se dispersar para outros ambientes, tornando-se potencialmente invasora.

07. (ENEM) Segundo a teoria evolutiva mais aceita hoje, as mitocôndrias, organelas celulares responsáveis pela produção de ATP em células eucariotas, assim como os cloroplastos, teriam sido originados de procariontes ancestrais que foram incorporados por células mais complexas. Uma característica da mitocôndria que sustenta essa teoria é a:

a) A capacidade de produzir moléculas de ATP.

b) Presença de parede celular semelhante à de procariontes.

c) Presença de membranas envolvendo e separando a matriz mitocondrial do citoplasma.

d) Capacidade de autoduplicação dada por DNA circular próprio semelhante ao bacteriano.

e) Presença de um sistema enzimático eficiente às reações químicas do metabolismo aeróbio.

08. (ENEM) Na década de 1990, células do cordão umbilical de recém-nascidos humanos começaram a ser guardadas por crio preservação, uma vez que apresentam alto potencial terapêutico em consequência de suas características peculiares. O poder terapêutico dessas células baseia-se em sua capacidade de:

a) Multiplicação lenta.

b) Comunicação entre células.

c) Adesão a diferentes tecidos.

d) Diferenciação em células especializadas.

e) Reconhecimento de células semelhantes.

09. (ENEM) A aplicação excessiva de fertilizantes nitrogenados na agricultura pode acarretar alterações no solo e na água pelo acúmulo de compostos nitrogenados, principalmente a forma mais oxidada, favorecendo a proliferação de algas e plantas aquáticas e alterando o ciclo do nitrogênio, representado no esquema. A espécie nitrogenada mais oxidada tem sua quantidade controlada por ação de microrganismos que promovem a reação de redução dessa espécie, no processo denominado desnitrificação.

09

O processo citado está representado na etapa:

a) I.

b) II.

c) III.

d) IV.

e) V.

10. (ENEM) O vírus do papiloma humano (HPV, na sigla em inglês) causa o aparecimento de verrugas e infecção persistente, sendo o principal fator ambiental do câncer de colo de útero nas mulheres. O vírus pode entrar pela pele ou por mucosas do corpo, o qual desenvolve anticorpos contra a ameaça, embora em alguns casos a defesa natural dos organismos não seja suficiente. Foi desenvolvida uma vacina contra o HPV, que reduz em até 90% as verrugas e 85,6% dos casos de infecção persistente em comparação com pessoas não vacinadas.

Disponível em: http://g1.globo.com. Acesso em: 12 jun. 2011.

O benefício da utilização dessa vacina é que pessoas vacinadas, em comparação com as não vacinadas, apresentam diferentes respostas ao vírus HPV em decorrência da:

a) Alta concentração de macrófagos.

b) Elevada taxa de anticorpos específicos anti-HPV circulantes.

c) Aumento na produção de hemácias após a infecção por vírus HPV.

d) Rapidez na produção de altas concentrações de linfócitos matadores.

e) Presença de células de memória que atuam na resposta secundária.

11. (ENEM) Em um laboratório de genética experimental, observou-se que determinada bactéria continha um gene que conferia resistência a pragas específicas de plantas. Em vista disso, os pesquisadores procederam de acordo com a figura.

11

Do ponto de vista biotecnológico, como a planta representada na figura é classificada?

a) Clone.

b) Híbrida.

c) Mutante.

d) Adaptada.

e) Transgênica.

12. (ENEM) A contaminação pelo vírus da rubéola é especialmente preocupante em grávidas, devido à síndrome da rubéola congênita (SRC), que pode levar ao risco de aborto e malformações congênitas. Devido a campanhas de vacinação específicas, nas últimas décadas houve uma grande diminuição de casos de rubéola entre as mulheres, e, a partir de 2008, as campanhas se intensificaram e têm dado maior enfoque à vacinação de homens jovens.

BRASIL. Brasil livre de rubéola: campanha nacional de vacinação para eliminação da rubéola. Brasília: Ministério da Saúde, 2009 (adaptado).

Considerando a preocupação com a ocorrência da SRC, as campanhas passaram a dar enfoque à vacinação dos homens, porque eles:

a) Ficam mais expostos a esses vírus.

b) Transmitem o vírus a mulheres gestantes.

c) Passam a infecção diretamente para o feto.

d) Transferem imunidade às parceiras grávidas.

e) São mais suscetíveis a esse vírus que as mulheres.

13. (ENEM)

13

No heredograma, os símbolos preenchidos representam pessoas portadoras de um tipo raro de doença genética. Os homens são representados pelos quadrados e as mulheres, pelos círculos. Qual é o padrão de herança observado para essa doença?

a) Dominante autossômico, pois a doença aparece em ambos os sexos.

b) Recessivo ligado ao sexo, pois não ocorre a transmissão do pai para os filhos.

c) Recessivo ligado ao Y, pois a doença é transmitida dos pais heterozigotos para os filhos.

d) Dominante ligado ao sexo, pois todas as filhas de homens afetados também apresentam a doença.

e) Codominante autossômico, pois a doença é herdada pelos filhos de ambos os sexos, tanto do pai quanto da mãe.

14. (ENEM) Na década de 1940, na Região Centro-Oeste, produtores rurais, cujos bois, porcos, aves e cabras estavam morrendo por uma peste desconhecida, fizeram uma promessa, que consistiu em não comer carne e derivados até que a peste fosse debelada. Assim, durante três meses, arroz, feijão, verduras e legumes formaram o prato principal desses produtores.

O Hoje, 15 out. 2011 (adaptado).

Para suprir o déficit nutricional a que os produtores rurais se submeteram durante o período da promessa, foi importante eles terem consumido alimentos ricos em:

a) Vitaminas A e E.

b) Frutose e sacarose.

c) Aminoácidos naturais.

d) Aminoácidos essenciais.

e) Ácidos graxos saturados.

15. (ENEM) Em um hospital havia cinco lotes de bolsas de sangue, rotulados com os códigos I, II, III, IV e V. Cada lote continha apenas um tipo sanguíneo não identificado. Uma funcionária do hospital resolveu fazer a identificação utilizando dois tipos de soro, anti-A e anti-B. Os resultados obtidos estão descritos no quadro.

15

Quantos litros de sangue eram do grupo sanguíneo do tipo A?

a) 15.

b) 25.

c) 30.

d) 33.

e) 55.

16. (ENEM) Com o objetivo de substituir as sacolas de polietileno, alguns supermercados têm utilizado um novo tipo de plástico ecológico, que apresenta em sua composição amido de milho e uma resina polimérica termoplástica, obtida a partir de uma fonte petroquímica.

ERENO, D. Plásticos de vegetais. Pesquisa FAPESP, n. 179, jan. 2011 (adaptado)

Nesses plásticos, a fragmentação da resina polimérica é facilitada porque os carboidratos presentes:

a) Dissolvem-se na água.

b) Absorvem água com facilidade.

c) Caramelizam por aquecimento e quebram.

d) São digeridos por organismos decompositores.

e) Decompõem-se espontaneamente em contato com água e gás carbônico.

17. (ENEM) Existem bactérias que inibem o crescimento de um fungo causador de doenças no tomateiro, por consumirem o ferro disponível no meio. As bactérias também fazem fixação de nitrogênio, disponibilizam cálcio e produzem auxinas, substâncias que estimulam diretamente o crescimento do tomateiro.

PELZER, G. Q. et al. Mecanismos de controle da murcha-de-esclerócio e promoção de crescimento em tomateiro mediados por rizobactérias. Tropical Plant Pathology. v. 36, n. 2, mar.-abr. 2011 (adaptado).

Qual dos processos biológicos mencionados indica uma relação ecológica de competição?

a) Fixação de nitrogênio para o tomateiro.

b) Disponibilização de cálcio para o tomateiro.

c) Diminuição da quantidade de ferro disponível para o fungo.

d) Liberação de substâncias que inibem o crescimento do fungo.

e) Liberação de auxinas que estimulam o crescimento do tomateiro.

18. (ENEM)

18

A condição física apresentada pelo personagem da tirinha acima é um fator de risco que pode desencadear doenças como:

a) Anemia.

b) Beribéri.

c) Diabetes.

d) Escorbuto.

e) Fenilcetonúria.

19. (ENEM) Embora seja um conceito fundamental para a biologia, o termo “evolução” pode adquirir significados diferentes no senso comum. A ideia de que a espécie humana é o ápice do processo evolutivo é amplamente difundida, mas não é compartilhada por muitos cientistas. Para esses cientistas, a compreensão do processo citado baseia-se na ideia de que os seres vivos, ao longo do tempo, passam por:

a) Modificação de características.

b) Incremento no tamanho corporal.

c) Complexificação de seus sistemas.

d) Melhoria de processos e estruturas.

e) Especialização para uma determinada finalidade.

20. (ENEM) Estudos de fluxo de energia em ecossistemas demonstram que a alta produtividade nos manguezais está diretamente relacionada as taxas de produção primária líquida e a rápida reciclagem dos nutrientes. Como exemplo de seres vivos encontrados nesse ambiente, temos: aves, caranguejos, insetos, peixes e algas. Dos grupos de seres vivos citados, as que contribuem diretamente para a manutenção dessa produtividade no referido ecossistema são:

a) Aves.

b) Algas.

c) Peixes.

d) Insetos.

e) Caranguejos.

GAB

Publicado por: Djalma Santos | 15 de setembro de 2016

TESTES SOBRE COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS SERES VIVOS (IV)

01. Investigação sobre determinado DNA conduziu aos seguintes dados:

1. O DNA contém 1200 pares de bases e apresenta uma proporção de 2 citosinas: 1 adenina.

2. Imediatamente após a transcrição, 32% da informação genética original e perdida.

3. O restante da informação codifica uma proteína estrutural.

Esses dados permitirão várias proposições quanto a sua organização e funcionalidade na célula.

I    II

0   0 – No DNA considerado, espera-se que 3200 pontes de hidrogênio sejam estabelecidas entre as bases complementares.

1    1 – As moléculas de DNA, resultantes da replicação semiconservativa que deve ocorrer na fase S da interfase celular, apresentam metade do conteúdo de nucleotídeos.

2    2 –  O RNAm, que difere do DNA, que lhe deu origem, por apresentar ribose e uracila e por ser unifilamentar, possui 816 bases quando sai do núcleo.

3   3 – A tradução do RNAm, que ocorre nos ribossomos, envolve a participação do RNAt como transportador de aminoácidos e de enzimas que estabelecem as ligações peptídicas entre o grupo carboxil de um e o grupo amino de outro aminoácido.

4   4 – O produto resultante da tradução possui 815 aminoácidos, uma vez que a última trinca do RNAm, que o codificou, funciona como sinal de terminalização da mensagem.

02. (UPE) Uma molécula de água é formada por dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio (H2O), que formam um ângulo, estabelecendo uma zona positiva e outra negativa. Essa disposição dos átomos favorece diferentes propriedades da água. Analise a figura abaixo e assinale a propriedade da água correspondente.

02

a) Ao congelar, torna-se menos densa.

b) Atração por substâncias polares.

c) Coesão entre moléculas, gerando alta tensão superficial.

d) Participa de reações de síntese por desidratação ou de quebra por hidrólise.

e) Poder de dissolução, tornando-a o solvente universal.

03. Os esteroides são considerados uma categoria especial de ___________, sendo o __________ o esteroide mais conhecido. As células utilizam o _________ como matéria-prima para a fabricação das ___________ e dos ________________.

a) Proteínas, colesterol, aminoácido, plantas, hormônios vegetais.

b) Carboidratos, os hormônios vegetais, amido, enzimas, carboidratos.

c) Polissacarídeos, glicogênio, amido, proteínas, hormônios vegetais.

d) Lipídios, colesterol, colesterol, membranas celulares, hormônios esteroides.

04. (PUC-RS) Responder à questão relacionando as proteínas da coluna 1 com suas respectivas funções, apresentadas na coluna 2.

COLUNA 1

1. Queratina

2. Insulina

3. Miosina

4. Hemoglobina

COLUNA 2

(    ) Proteína motriz, que gera movimento nas células.

(    ) Proteína sinalizadora, que controla os níveis de glicose no sangue.

(    ) Proteína transportadora, que transporta oxigênio nas células sanguíneas.

(    ) Proteína estrutural, que reforça as células epiteliais.

A ordem correta dos parênteses da coluna 2, de cima para baixo, é:

a) 3 – 2 – 1 – 4.

b) 1 – 4 – 2 – 3.

c) 3 – 4 – 2 – 1.

d) 3 – 2 – 4 – 1.

e) 1 – 2 – 4 – 3.

05. (IFSP) Considerando o esquema que representa, simplificadamente, algumas etapas do metabolismo do aminoácido fenilalanina, foram feitas as seguintes afirmativas.

05

I. Na falta da enzima 1, há o acúmulo do aminoácido fenilalanina, gerando também outras substâncias derivadas (ácido fenilpirúvico, fenilacético e fenil-lático), característicos da doença metabólica fenilcetonúria.

II. O albinismo clássico é uma doença causada pela falta da enzima 2 que converte a tirosina em DOPA, substância intermediária na produção de melanina, pigmento que dá cor à pele, cabelo e olhos.

III. A falta da enzima 3 leva ao acúmulo do ácido homogentísico que não é metabolizado em gás carbônico e água.

É válido o que se afirma em:

a) I, apenas.

b) II, apenas.

c) I e II, apenas.

d) II e III, apenas.

e) I, II e III.

06. A respeito dos glicerídeos podemos afirmar que:

a) São lipídeos simples de origem animal ou vegetal, como os óleos e as gorduras.

b) São lipídeos simples de origem animal ou vegetal, como as ceras e os óleos.

c) São lipídeos compostos, exclusivamente de origem animal, como as gorduras.

d) São lipídeos compostos, exclusivamente de origem vegetal, como os óleos.

e) São lipídeos compostos do tipo esteroide.

07. (UFRN) A glicose é muito importante para o processo de produção de energia na célula. Entretanto, o organismo armazena energia, principalmente sob a forma de gordura. Uma das vantagens de a célula acumular gordura em vez de açúcar é o fato de os lipídeos:

a) Apresentarem mais átomos de carbono.

b) Serem moléculas mais energéticas.

c) Produzirem mais colesterol.

d) Serem mais difíceis de digerir

08. (UECE) Coloque V (verdadeiro) ou F(Falso) para as afirmações abaixo.BLOG.2015

(  ) A substituição de apenas um aminoácido em determinadas proteínas pode causar sérias doenças ou mesmo a morte precoce de seres humanos.

(  ) Carotenoides são pigmentos presentes em vegetais de coloração amarelo-avermelhada, solúveis em óleos e solventes orgânicos.

(  ) O colesterol é um dos esteroides mais conhecidos, pelo fato de estar associado a várias doenças cardiovasculares.

(  ) A substância de reserva dos vegetais é a celulose,  enquanto os fungos armazenam glicogênio.

A sequência correta, de cima para baixo, é:

a) V, V, V, F.

b) V, V, F, F.

c) V, V, V, V.

d) V, F, F, V.

09. O exame inicial de duas proteínas mostrou que cada uma delas era constituída por 200 aminoácidos. A análise posterior revelou que as duas proteínas continham aminoácidos nas mesmas proporções: 21% de glicina, 20% de leucina, 18% de isoleucina, 14% de arginina, 10% de ácido glutâmico, 7% de lisina, 4% de triptófano, 3% de cisteína, 2% de prolina e 1% de metionina. Baseado nas informações acima e seus conhecimentos, qual a conclusão mais provável?

a) Trata-se de duas moléculas diferentes.

b) São moléculas idênticas, sem dúvida nenhuma.

c) São proteínas de defesa.

d) Podem ser duas enzimas com funções catalíticas diferentes ou iguais.

e) São duas proteínas diferentes, uma com função de defesa e a outra com papel estrutural.

10. (CEFET-PR) O caráter anfótero dos aminoácidos significa que:

a) Eles têm pH constante.

b) Eles reagem apenas com ácidos.

c) Eles reagem apenas com bases.

d) Eles são sempre neutros.

e) Eles podem reagir com ácidos e bases.

11. (UEPG) Dentro da composição química característica das células animais, 75% é representada por água. Sobre os demais 25% da sua composição, assinale a alternativa correta.

a) Além da água, todas as demais substâncias que constituem as células animais denominam-se substâncias orgânicas. Entre elas estão: ácidos nucleicos, lipídios, carboidratos, proteínas e sais minerais.

b) Os íons de carga elétrica positiva que participam de funções nas células animais são formados pelos sais minerais, geralmente encontram-se dissolvidos na água e que por serem essenciais ao metabolismo celular são necessários em grandes quantidades.

c) As proteínas são polímeros constituídos de monômeros chamados aminoácidos. Compõem-se basicamente de carbono, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio. Em cada organismo existem milhares de tipos de proteínas, que participam de praticamente todas as reações químicas que acontecem nas células.

d) Os carboidratos, também chamados de hidratos de carbono ou de glicídios, são constituídos apenas de carbono e hidrogênio, todos solúveis na água e que podem ser identificados pelo sabor. As células apresentam desde os carboidratos mais simples, denominados monossacarídeos, até os mais complexos, denominados polissacarídeos.

e) Os ácidos nucleicos estão relacionados à transmissão de características hereditárias. Eles estão presentes em todos os seres vivos e são formados pela repetição de um grupo de moléculas menores, os nucleotídeos, que, por sua vez, são elaborados a partir da combinação de 3 bases nitrogenadas denominadas: adenina, guanina e citosina.

12. (CESGRANRIO) Sobre o esquema abaixo, são feitas as seguintes afirmativas:

12

I. A formação de moléculas de proteínas é uma reação de degradação.

II. É através de reações de síntese que o ser vivo consegue energia para a sua vida.

III. O conjunto das reações de síntese e degradação constituem o metabolismo.

A(s) afirmativa(s) é(são):

a) Apenas a I.

b) Apenas a II.

c) Apenas a III.

d) Apenas a I e a II.

e) Apenas a II e a III.

13. Considere um gato siamês, que difere de outras raças de gatos por sua pelagem característica: escura nas patas, no focinho e no pavilhão auditivo, contrastando com o resto do corpo, onde é clara. As regiões escuras são mais frias e nelas, a substância que controla a produção do pigmento responsável pela pelagem escura é ativa, enquanto nas claras, que são quentes, essa substância é inativa. Pela sua ação no escurecimento da pelagem do animal, conclui-se que essa substância é:

a) Um glicídio.

b) Um lipídio.

c) Uma enzima.

d) Um glicolipídio.

e) Uma vitamina.

14. (UFC) O colesterol tem sido considerado um vilão nos últimos tempos, uma vez que as doenças cardiovasculares estão associadas a altos níveis desse composto no sangue. No entanto, o colesterol desempenha importantes papéis no organismo. Analise os itens a seguir.

I. O colesterol é importante para a integridade da membrana celular.

II. O colesterol participa da síntese dos hormônios esteroides.

III. O colesterol participa da síntese dos sais biliares.

Da análise dos itens, é correto afirmar que:

a) Somente I é verdadeiro.

b) Somente II é verdadeiro.

c) Somente III é verdadeiro.

d) Somente I e II são verdadeiros.

e) I, II e III são verdadeiros.

15. (UECE) Os esteroides constituem uma importante classe de compostos orgânicos. Sobre esteroides assinale a alternativa verdadeira:

a) Esteroides são lipídios constituídos por uma mistura de ésteres de glicerina, ácidos graxos superiores e aminoálcoois.

b) O excesso de lipoproteínas de alta densidade (HDL) na corrente sanguínea pode acarretar a arteriosclerose, enrijecendo e obstruindo as paredes das artérias.

c) O estradiol e a testosterona estimulam os caracteres masculinos como a barba, os músculos e a voz grossa.

d) O colesterol pode ser obtido pelos alimentos (carnes, ovos, derivados do leite e outros) mas pode também ser sintetizado por células do corpo humano, como as do fígado.

16. (UFAL) Uma alimentação balanceada deve ser rica em proteínas, macromoléculas importantes para o funcionamento dos seres vivos, uma vez que desempenham funções estruturais e enzimáticas. Sobre este assunto, observe a figura abaixo representando diferentes estruturas proteicas e assinale a alternativa correta.

16

a) A sequência linear de aminoácidos representada em 1 e 4 é denominada estrutura primária.

b) Os dobramentos observados nas cadeias proteicas em 2 e 3 devem-se a reações de repulsão entre aminoácidos distantes entre si.

c) Proteínas como a albumina, que apresentam somente uma cadeia polipeptídica, poderiam ser representadas em 4.

d) As estruturas 2 e 3 são chamadas, respectivamente, de alfa-hélice e beta-hélice.

e) Caso a estrutura 5 fosse uma enzima submetida a alta temperatura, esta seria desnaturada mas não ocorreria mudança em sua forma espacial.

17. (UEM) A química da vida é conduzida por moléculas que permitem a organização e a funcionalidade das células. Identifique o que for correto sobre algumas dessas moléculas.

I   II

0  0 – A “semipermeabilidade” da membrana plasmática a gases, como o O2 e o CO2, é atribuída ao caráter hidrofílico dos componentes da sua dupla camada lipídica.

1  1 – Frutose, ribose e sacarose são carboidratos classificados como dissacarídeos.

2 2 – Apesar de a água ser o componente químico mais abundante na matéria viva, a sua quantidade é variável nas diferentes partes de um organismo. Nos humanos, as células nervosas, por apresentarem maior atividade metabólica, contêm mais água do que as células ósseas.

3 3 – Aminoácidos, amido e clorofila exercem funções distintas nas células. Porém, todos apresentam os átomos de C e de H em suas moléculas.

4  4 – Cada enzima apresenta um pH ótimo para a sua atividade. Assim, uma enzima X qualquer pode apresentar o pH ótimo igual a 2,0 (meio ácido) e outra enzima Z pH 8,0 (meio básico).

18. (UNAMA) Os alimentos que ingerimos, diariamente, devem conter tanto substâncias que forneçam energia, quanto substâncias construtoras e ainda, as reguladoras das funções do corpo. Dentre essas substâncias destacamos as proteínas e as vitaminas. O quadro abaixo indica algumas funções das substâncias em destaque:

18

Assinale a alternativa correta sobre as citadas substâncias (I e II).

a) Trata-se de vitamina, em ambos os casos.

b) Trata-se de proteínas, em ambos os casos.

c) I é proteína e II é vitamina.

d) I é vitamina e II é proteína.

19. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0 0 – A nutrição  autotrófica é  própria dos  vegetais e exclusivamente realizadas através da fotossíntese, em presença da luz solar.

1  1 – Denomina-se aminoácido essencial àquele que  não é sintetizado no organismo humano.

2  2 – Todos os carboidratos têm função energética.

3  3 – Em  uma molécula de proteína, os aminoácidos se ligam uns aos outros através de ligações peptídicas.

4  4 – O encadeamento de 200 aminoácidos em um polipeptídeo é realizado por 200 ligações peptídicas.

20. (UECE) Atente para o seguinte excerto: “Os organismos vivos são compostos de moléculas destituídas de vida. Quando essas moléculas são isoladas e examinadas individualmente, elas obedecem às leis físicas e químicas que descrevem o comportamento da matéria inanimada. Não obstante, os organismos vivos possuem atributos extraordinários que não são exibidos por uma coleção de moléculas escolhidas ao acaso”.

(Lehninger, Princípios de Bioquímica, 2005).

Sobre a construção lógica dos organismos vivos, é incorreto afirmar que:

a) A maioria dos constituintes moleculares dos sistemas vivos é composta de átomos de carbono unidos covalentemente a outros átomos de carbono e átomos de hidrogênio, oxigênio e nitrogênio.

b) Os aminoácidos, nucleotídeos e monossacarídeos, servem como subunidades monoméricas de proteínas, ácidos nucleicos e polissacarídeos, respectivamente.

c) A estrutura de uma macromolécula determina sua função biológica específica, e todos os organismos vivos constroem moléculas a partir dos mesmos tipos de subunidades monoméricas.

d) Os ácidos desoxirribonucleicos (DNA) são constituídos de apenas 4 tipos de diferentes unidades monoméricas simples, os ribonucleotídeos.

GAB

Publicado por: Djalma Santos | 15 de setembro de 2016

TESTES DO ENEM (I)

01. (ENEM) Parte do gás carbônico da atmosfera é absorvida pela água do mar. O esquema representa reações que ocorrem naturalmente, em equilíbrio, no sistema ambiental marinho. O excesso de dióxido de carbono na atmosfera pode afetar os recifes de corais.

01

O resultado desse processo nos corais é o(a):

a) Seu branqueamento, levando à sua morte e extinção.

b) Excesso de fixação de cálcio, provocando calcificação indesejável.

c) Menor incorporação de carbono, afetando seu metabolismo energético.

d) Estímulo da atividade enzimática, evitando a descalcificação dos esqueletos.

e) Dano à estrutura dos esqueletos calcários, diminuindo o tamanho das populações.

02. (ENEM) Apesar de belos e impressionantes, corais exóticos encontrados na Ilha Grande podem ser uma ameaça ao equilíbrio dos ecossistemas do litoral do Rio de Janeiro. Originários do Oceano Pacífico, esses organismos foram trazidos por plataformas de petróleo e outras embarcações, provavelmente na década de 1980, e disputam com as espécies nativas elementos primordiais para a sobrevivência, como espaço e alimento. Organismos invasores são a segunda maior causa de perda de biodiversidade, superados somente pela destruição direta de hábitats pela ação do homem. As populações de espécies invasoras crescem indefinidamente e ocupam o espaço de organismos nativos.

LEVY, I. Disponível em http://cienciahoje.uol.com.br. Acesso em: 5 dez. 2011 (adaptado).

As populações de espécies invasoras crescem bastante por terem a vantagem de:

a) Não apresentarem genes deletérios no seu pool gênico.

b) Não possuírem parasitas e predadores naturais presentes no ambiente exótico.

c) Apresentarem características genéticas para se adaptarem a qualquer clima ou condição ambiental.

d) Apresentarem capacidade de consumir toda a variedade de alimentos disponibilizados no ambiente exótico.

e) Apresentarem características fisiológicas que lhes conferem maior tamanho corporal que o das espécies nativas.

03. (ENEM) O etanol é considerado um biocombustível promissor, pois, sob o ponto de vista do balanço de carbono, possui uma taxa de emissão praticamente igual a zero. Entretanto, esse não é o único ciclo biogeoquímico associado à produção de etanol. O plantio da cana-de-açúcar, matéria-prima para a produção de etanol, envolve a adição de macronutrientes como enxofre, nitrogênio, fósforo e potássio, principais elementos envolvidos no crescimento de um vegetal.

Revista Química Nova na Escola, no 28, 2008.

O nitrogênio incorporado ao solo, como consequência da atividade descrita anteriormente, é transformado em nitrogênio ativo e afetará o meio ambiente, causando:

a) O acúmulo de sais insolúveis, desencadeando um processo de salinificação do solo.

b) A eliminação de microrganismos existentes no solo responsáveis pelo processo de desnitrificação.

c) A contaminação de rios e lagos devido à alta solubilidade de íons como NO3 e NH+4 em água.

d) A diminuição do pH do solo pela presença de NH3 que reage com a água, formando o NH4OH(aq).

e) A diminuição da oxigenação do solo, uma vez que o nitrogênio ativo forma espécies químicas do tipo NO2, NO3, N2O.

04. (ENEM) Certas espécies de algas são capazes de absorver rapidamente compostos inorgânicos presentes na água, acumulando-os durante seu crescimento. Essa capacidade fez com que se pensasse em usá-las como biofiltros para a limpeza de ambientes aquáticos contaminados, removendo, por exemplo, nitrogênio e fósforo de resíduos orgânicos e metais pesados provenientes de rejeitos industriais lançados nas águas. Na técnica do cultivo integrado, animais e algas crescem de forma associada, promovendo um maior equilíbrio ecológico.

SORIANO, E. M. Filtros vivos para limpar a água. Revista Ciência Hoje. V. 37, nº- 219, 2005 (adaptado).

A utilização da técnica do cultivo integrado de animais e algas representa uma proposta favorável a um ecossistema mais equilibrado porque:

a) Os animais eliminam metais pesados, que são usados pelas algas para a síntese de biomassa.

b) Os animais fornecem excretas orgânicos nitrogenados, que são transformados em gás carbônicos pelas algas.

c) As algas usam os resíduos nitrogenados liberados pelos animais e eliminam gás carbônico na fotossíntese, usado na respiração aeróbica.

d) As algas usam os resíduos nitrogenados provenientes do metabolismo dos animais e, durante a síntese de compostos orgânicos, liberam oxigênio para o ambiente.

e) As algas aproveitam os resíduos do metabolismo dos animais e, durante a quimiossíntese de compostos orgânicos, liberam oxigênio para o ambiente.

05. (ENEM)

05

De acordo com o relatório “A grande sombra da pecuária” (Livestock‘s Long Shadow), feito pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação, o gado é responsável por cerca de 18% do aquecimento global, uma contribuição maior que a do setor de transportes.

Disponível em: http://www.conpet.gov.br. Acesso em: 22 jun. 2010.

A criação de gado em larga escala contribui para o aquecimento global por meio da emissão de:

a) Metano durante o processo de digestão.

b) Óxido nitroso durante o processo de ruminação.

c) Clorofluorcarbono durante o transporte de carne.

d) Óxido nitroso durante o processo respiratório.

e) Dióxido de enxofre durante o consumo de pastagens.

06. (ENEM) Os lixões são o pior tipo de disposição final dos resíduos sólidos de uma cidade, representando um grave problema ambiental e de saúde pública. Nesses locais, o lixo é jogado diretamente no solo e a céu aberto, sem nenhuma norma de controle, o que causa, entre outros problemas, a contaminação do solo e das águas pelo chorume (líquido escuro com alta carga poluidora, proveniente da decomposição da matéria orgânica presente no lixo).

RICARDO, B.; CANPANILLI, M. Almanaque Brasil Socioambiental 2008. São Paulo, Instituto Socioambiental, 2007.

Considere um município que deposita os resíduos sólidos produzidos por sua população em um lixão. Esse procedimento é considerado um problema de saúde pública porque os lixões:

a) Causam problemas respiratórios, devido ao mau cheiro que provém da decomposição.

b) São locais propícios à proliferação de vetores de doenças, além de contaminarem o solo e as águas.

c) Provocam o fenômeno da chuva ácida, devido aos gases oriundos da decomposição da matéria orgânica.

d) São instalados próximos ao centro das cidades, afetando toda a população que circula diariamente na área.

e) São responsáveis pelo desaparecimento das nascentes na região onde são instalados, o que leva à escassez de água.

07. (ENEM) As cidades industrializadas produzem grandes proporções de gases como o CO2, o principal gás causador do efeito estufa. Isso ocorre por causa da quantidade de combustíveis fósseis queimados, principalmente no transporte, mas também em caldeiras industriais. Além disso, nessas cidades concentram-se as maiores áreas com solos asfaltados e concretados, o que aumenta a retenção de calor, formando o que se conhece por “ilhas de calor”. Tal fenômeno ocorre porque esses materiais absorvem o calor e o devolvem para o ar sob a forma de radiação térmica. Em áreas urbanas, devido à atuação conjunta do efeito estufa e das “ilhas de calor”, espera-se que o consumo de energia elétrica:

a) Diminua devido à utilização de caldeiras por indústrias metalúrgicas.

b) Aumente devido ao bloqueio da luz do sol pelos gases do efeito estufa.

c) Diminua devido à não necessidade de aquecer a água utilizada em indústrias.

d) Aumente devido à necessidade de maior refrigeração de indústrias e residenciais.

e) Diminua devido à grande quantidade de radiação térmica reutilizada.

08. (ENEM) Dois pesquisadores percorreram os trajetos marcados no mapa abaixo. A tarefa deles foi analisar os ecossistemas e, encontrando problemas, relatar e propor medidas de recuperação.

08

A seguir, são reproduzidos trechos aleatórios extraídos dos relatórios desses dois pesquisadores.

Trechos aleatórios extraídos do relatório do pesquisador P1:

I. “Por causa da diminuição drástica das espécies vegetais deste ecossistema, como os pinheiros, a gralha azul também está em processo de extinção.”

II. “As árvores de troncos tortuosos e cascas grossas que predominam nesse ecossistema estão sendo utilizadas em carvoarias.”

Trechos aleatórios extraídos do relatório do pesquisador P2:

III. “Das palmeiras que predominam nesta região podem ser extraídas substâncias importantes para a economia regional.”

IV. “Apesar da aridez desta região, em que encontramos muitas plantas espinhosas, não se pode desprezar a sua biodiversidade.”

                  Ecossistemas brasileiros: mapa da distribuicao dos ecossistemas. Disponível em: http://educacão.uol.com.br/ciencias/ult1885u52.jhtm. Acesso em: 20 abr. 2010 (adaptado).

Os trechos I, II, III e IV referem-se, pela ordem, aos seguintes ecossistemas:

a) Caatinga, Cerrado, Zona dos cocais e Floresta Amazônia.

b) Mata de Araucárias, Cerrado, Zona dos cocais e Caatinga.

c) Manguezais, Zona dos cocais, Cerrado e Mata Atlântica.

d) Floresta Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica e Pampas.

e) Mata Atlântica, Cerrado, Zona dos cocais e Pantanal.

09. (ENEM) Suponha que o chefe do departamento de administração de uma empresa tenha feito um discurso defendendo a ideia de que os funcionários deveriam cuidar do meio ambiente no espaço da empresa. Um dos funcionários levantou-se e comentou que o conceito de meio ambiente não era claro o suficiente para se falar sobre esse assunto naquele lugar. Considerando que o chefe do departamento de administração entende que a empresa é parte do meio ambiente, a definição que mais se aproxima dessa concepção é:

a) Região que inclui somente cachoeiras, mananciais e florestas.

b) Apenas locais onde é possível o contato direto com a natureza.

c) Locais que servem como áreas de proteção onde fatores bióticos são preservados.

d) Apenas os grandes biomas, por exemplo, Mata Atlântica, Mata Amazônica, Cerrado e Caatinga.

e) Qualquer local em que haja relação entre fatores bióticos e abióticos, seja ele rural ou urbano.

10. (ENEM) Nos dias de hoje, podemos dizer que praticamente todos os seres humanos já ouviram em algum momento falar sobre o DNA e seu papel na hereditariedade da maioria dos organismos. Porém, foi apenas em 1952, um ano antes da descrição do modelo do DNA em dupla hélice por Watson e Crick, que foi confirmado sem sombra de dúvidas que o DNA é material genético. No artigo em que Watson e Crick descreveram a molécula de DNA, eles sugeriram um modelo de como essa molécula deveria se replicar. Em 1958, Meselson e Stahl realizaram experimentos utilizando isótopos pesados de nitrogênio que foram incorporados às bases nitrogenadas para avaliar como se daria a replicação da molécula. A partir dos resultados, confirmaram o modelo sugerido por Watson e Crick, que tinha como premissa básica o rompimento das pontes de hidrogênio entre as bases nitrogenadas.

GRIFFITHS, A. J. F. et al. Introdução à Genética. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

Considerando a estrutura da molécula de DNA e a posição das pontes de hidrogênio na mesma, os experimentos realizados por Meselson e Stahl a respeito da replicação dessa molécula levaram à conclusão de que:

a) A replicação do DNA é conservativa, isto é, a fita dupla filha é recém-sintetizada e o filamento parental é conservado.

b) A replicação de DNA é dispersiva, isto é, as fitas filhas contêm DNA recém-sintetizado e parentais em cada uma das fitas.

c) A replicação é semiconservativa, isto é, as fitas filhas consistem de uma fita parental e uma recém-sintetizada.

d) A replicação do DNA é conservativa, isto é, as fitas filhas consistem de moléculas de DNA parental.

e) A replicação é semiconservativa, isto é, as fitas filhas consistem de uma fita molde e uma fita codificadora.

11. (ENEM) A água é um dos componentes mais importantes das células. A tabela abaixo mostra como a quantidade de água varia em seres humanos, dependendo do tipo de célula. Em média, a água corresponde a 70% da composição química de um indivíduo normal.

11

Durante uma biópsia, foi isolada uma amostra de tecido para análise em um laboratório. Enquanto intacta, essa amostra pesava 200 mg. Após secagem em estufa, quando se retirou toda a água do tecido, a amostra passou a pesar 80 mg. Baseado na tabela, pode-se afirmar que essa é uma amostra de:

a) Tecido nervoso – substância cinzenta.

b) Tecido nervoso – substância branca.

c) Hemácias.

d) Tecido conjuntivo.

e) Tecido adiposo.

12. (ENEM) A cafeína atua no cérebro, bloqueando a ação natural de um componente químico associado ao sono, a adenosina. Para uma célula nervosa, a cafeína se parece com a adenosina e combina-se com seus receptores. No entanto, ela não diminui a atividade das células da mesma forma. Então, ao invés de diminuir a atividade por causa do nível de adenosina, as células aumentam sua atividade, fazendo com que os vasos sanguíneos do cérebro se contraiam, uma vez que a cafeína bloqueia a capacidade da adenosina de dilatá-los. Com a cafeína bloqueando a adenosina, aumenta a excitação dos neurônios, induzindo a hipófise a liberar hormônios que ordenam às suprarrenais que produzam adrenalina, considerada o hormônio do alerta.

Disponível em: http://ciencia.hsw.uol.com.br. Acesso em: 23 abr. 2010 (adaptado).

Infere-se do texto que o objetivo da adição de cafeína em alguns medicamentos contra a dor de cabeça é:

a) Contrair os vasos sanguíneos do cérebro, diminuindo a compressão sobre as terminações nervosas.

b) Aumentar a produção de adrenalina, proporcionando uma sensação de analgesia.

c) Aumentar os níveis de adenosina, diminuindo a atividade das células nervosas do cérebro.

d) Induzir a hipófise a liberar hormônios, estimulando a produção de adrenalina.

e) Excitar os neurônios, aumentando a transmissão de impulsos nervosos.

13. (ENEM) Em certos locais, larvas de moscas, criadas em arroz cozido, são utilizadas como iscas para pesca. Alguns criadores, no entanto, acreditam que essas larvas surgem espontaneamente do arroz cozido, tal como preconizado pela teoria da geração espontânea. Essa teoria começou a ser refutada pelos cientistas ainda no século XVII, a partir dos estudos de Redi e Pasteur, que mostraram experimentalmente que:

a) Seres vivos podem ser criados em laboratório.

b) A vida se originou no planeta a partir de microrganismos.

c) O ser vivo é oriundo da reprodução de outro ser vivo pré-existente.

d) Seres vermiformes e microrganismos são evolutivamente aparentados.

e) Vermes e microrganismos são gerados pela matéria existente nos cadáveres e nos caldos nutritivos, respectivamente.

14. (ENEM) Milhares de pessoas estavam morrendo de varíola humana no final do século XVIII. Em 1796, o médico Edward Jenner (1749-1823) inoculou em um menino de 8 anos o pus extraído de feridas de vacas contaminadas com o vírus de varíola bovina, que causa uma doença branda em humanos. O garoto contraiu uma infecção benigna e, dez dias depois, estava recuperado. Meses depois, Jenner inoculou, no mesmo menino, o pus varioloso humano, que causava muitas mortes. O menino não adoeceu.

Disponível em: http://www.bbc.co.uk. Acesso em: 5 dez. 2012 (adaptado).

Considerando o resultado do experimento, qual a contribuição desse médico para a saúde humana?

a) A prevenção de diversas doenças infectocontagiosas em todo o mundo.

b) A compreensão de que vírus podem se multiplicar em matéria orgânica.

c) O tratamento para muitas enfermidades que acometem milhões de pessoas.

d) O estabelecimento da ética na utilização de crianças em modelos experimentais.

e) A explicação de que alguns vírus de animais podem ser transmitidos para os humanos.

15. (ENEM)

Os Bichinhos e O Homem

Arca de Noé

Toquinho & Vinicius de Moraes

Nossa irmã, a mosca

É feia e tosca

Enquanto que o mosquito

É mais bonito

Nosso irmão besouro

Que é feito de couro

Mal sabe voar

Nossa irmã, a barata

Bichinha mais chata

É prima da borboleta

Que é uma careta

Nosso irmão, o grilo

Que vive dando estrilo

Só pra chatear

MORAES, V. A arca de Noé: poemas infantis.

São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1991.

O poema acima sugere a existência de relações de afinidade entre os animais citados e nós, seres humanos. Respeitando a liberdade poética dos autores, a unidade taxonômica que expressa a afinidade existente entre nós e estes animais é:

a) O filo.

b) O reino.

c) A classe.

d) A família.

e) A espécie.

16. (ENEM) A doença de Chagas afeta mais de oito milhões de brasileiros, sendo comum em áreas rurais. É uma doença causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e transmitida por insetos conhecidos como barbeiros ou chupanças. Uma ação do homem sobre o meio ambiente que tem contribuído para o aumento dessa doença é:

a) O consumo de carnes de animais silvestres que são hospedeiros do vetor da doença.

b) A utilização de adubos químicos na agricultura que aceleram o ciclo reprodutivo do barbeiro.

c) A ausência de saneamento básico que favorece a proliferação do protozoário em regiões habitadas por humanos.

d) A poluição dos rios e lagos com pesticidas que exterminam o predador das larvas do inseto transmissor da doença.

e) O desmatamento que provoca a migração ou o desaparecimento dos animais silvestres dos quais o barbeiro se alimenta.

17. (ENEM) Belém é cercada por 39 ilhas, e suas populações convivem com ameaças de doenças. O motivo, apontado por especialistas, é a poluição da água do rio, principal fonte de sobrevivência dos ribeirinhos. A diarreia é frequente nas crianças e ocorre como consequência da falta de saneamento básico, já que a população não tem acesso à água de boa qualidade. Como não há água potável, a alternativa é consumir a do rio.

O Liberal. 8 jul. 2008. Disponível em: http://www.oliberal.com.br.

O procedimento adequado para tratar a água dos rios, a fim de atenuar os problemas de saúde causados por microrganismos a essas populações ribeirinhas é a:

a) Filtração.

b) Cloração.

c) Coagulação.

d) Fluoretação.

e) Decantação.

18. (ENEM) Os sintomas mais sérios da Gripe A, causada pelo vírus H1N1, foram apresentados por pessoas mais idosas e por gestantes. O motivo aparente é a menor imunidade desses grupos contra o vírus. Para aumentar a imunidade populacional relativa ao vírus da gripe A, o governo brasileiro distribuiu vacinas para os grupos mais suscetíveis. A vacina contra o H1N1, assim como qualquer outra vacina contra agentes causadores de doenças infectocontagiosas, aumenta a imunidade das pessoas porque:

a) Possui anticorpos contra o agente causador da doença.

b) Possui proteínas que eliminam o agente causador da doença.

c) Estimula a produção de glóbulos vermelhos pela medula óssea.

d) Possui linfócitos B e T que neutralizam o agente causador da doença.

e) Estimula a produção de anticorpos contra o agente causador da doença.

19. (ENEM) Em 1999, a geneticista Emma Whitelaw desenvolveu um experimento no qual ratas prenhes foram submetidas a uma dieta rica em vitamina B12, ácido fólico e soja. Os filhotes dessas ratas, apesar de possuírem o gene para obesidade, não expressaram essa doença na fase adulta. A autora concluiu que a alimentação da mãe, durante a gestação, silenciou o gene da obesidade. Dez anos depois, as geneticistas Eva Jablonka e Gal Raz listaram 100 casos comprovados de traços adquiridos e transmitidos entre gerações de organismos, sustentando, assim, a epigenética, que estuda as mudanças na atividade dos genes que não envolvem alterações na sequência do DNA.

A reabilitação do herege. Época. No 610, 2010 (adaptado).

Alguns cânceres esporádicos representam exemplos de alteração epigenética, pois são ocasionados por:

a) Aneuploidia do cromossomo sexual X.

b) Poliploidia dos cromossomos autossômicos.

c) Mutação em genes autossômicos com expressão dominante.

d) Substituição no gene da cadeia beta da hemoglobina.

e) Inativação de genes por meio de modificações nas bases nitrogenadas.

20. (ENEM) A produção de soro antiofídico é feita por meio da extração da peçonha de serpentes que, após tratamento é introduzida em um cavalo. Em seguida são feitas sangrias para avaliar a concentração de anticorpos produzidos pelo cavalo. Quando essa concentração atinge o valor desejado, é realizada a sangria final para obtenção do soro. As hemácias são devolvidas ao animal, por meio de uma técnica denominada plasmaferese, a fim de reduzir os efeitos colaterais provocados pela sangria.

Disponível em: http://www.infobibos.com. Acesso em: 28 abr. 2010 (adaptado).

A plasmaferese é importante, pois, se o animal ficar com uma baixa quantidade de hemácias, poderá apresentar:

a) Febre alta e constante.

b) Redução de imunidade.

c) Aumento da pressão arterial.

d) Quadro de leucemia profunda.

e) Problemas no transporte de oxigênio.

GAB

 

 

Publicado por: Djalma Santos | 15 de setembro de 2016

TESTES DE PROGRAMA DE SAÚDE (10)

01. (UPE) A figura abaixo corresponde ao ciclo da Hidatidose ou Equinococose.

01

Assinale a alternativa que está de acordo com esse ciclo.

a) O ciclo representa uma infecção ciclozoonótica parasitária grave, causada pelos nematelmintos do gênero Echinococcus sp. Sua maior incidência em áreas rurais se deve, principalmente, à alimentação dos cães pastores com vísceras cruas, contendo o cisto hidático, à carência de educação sanitária, entre outros.

b) No ciclo, os hospedeiros definitivo e intermediário são, respectivamente, o cachorro, representado pela letra “D”, e o carneiro, pela letra “E”. No cachorro, o helminto reproduz-se sexuadamente, enquanto, no carneiro, se reproduz assexuadamente.

c) No homem representado pela letra “C”, a transmissão da doença acontece pela ingestão de alimentos e ou água contaminados com a larva das fezes do nematelminto, representada pelo número “2”.

d) No ciclo, a letra “A” indica ingestão de cistos pelo cachorro; a letra “B”, a ingestão de ovos, e a letra “C”, o hospedeiro acidental da hidatidose, cuja infecção se dá pelo contato e convívio direto com cães não vermifugados.

e) O número “1” indica o nematelminto na fase adulta, causador da hidatidose que consiste na formação de vesículas em diversos órgãos dos mamíferos domésticos e do homem.

02. (UFOP) Considerando o habitat dos parasitas no organismo humano, relacione:

A. Plasmodium falciparum

B. Entamoeba histolytica

C. Wuchereria bancrofti

D. Leishmania braziliensis

E. Schistosoma mansoni

F. Ascaris lumbricoides

1. Sistema porta-hepático

2. Células do sistema fagocitário mononuclear

3. Vasos linfáticos

4. Intestino grosso

5. Hemácias

6. Intestino delgado

Assinale a alternativa que contém a correlação correta.

a) A-5; B-4; C-3; D-2; E-1; F-6.

b) A-5; B-6; C-3; D-2; E-1; F-4.

c) A-1; B-4; C-1; D-5; E-3; F-4.

d) A-2; B-4; C-3; D-2; E-1; F-6.

e) A-5; B-6; C-1; D-2; E-3; F-4.

03. (COVEST) Muitas doenças que incidem ou reincidem em diferentes áreas do território nacional, são causadas por protozoários parasitas do homem, cujos cistos são eliminados com as fezes de pessoas ou de animais parasitados e podem contaminar a água ou os alimentos que o homem sadio ingerirá. Isso sinaliza para um rígido controle higiênico que deve ser adotado pelo poder público e por toda a sociedade. Assinale a alternativa que indica três doenças causadas da forma descrita.

a) Malária, tricomoníase e úlcera de Bauru.

b) Amebíase, giardíase e toxoplasmose.

c) Filariose, malária e tricomoníase.

d) Toxoplasmose, doença do sono e leishmaniose.

e) Amebíase, tricomoníase e doença de Chagas.

04. (PUC-CAMPINAS) Dengue, leishmaniose e malária são doenças transmitidas por mosquitos. Nos três casos, os mosquitos, ao picarem indivíduos doentes, tornam-se infectados, respectivamente, por:

a) Vírus, bactéria e protozoário.

b) Bactéria, vírus e protozoário.

c) Protozoário, bactéria e vírus.

d) Vírus, protozoário e protozoário.

e) Protozoário, vírus e vírus.

05. (UPE) “O ecoturismo traz a ameaça da febre amarela de volta às grandes cidades brasileiras.”

Esta manchete, em vários veículos de comunicação, despertava a atenção para o fato de alguns turistas, vindo da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, terem falecido de febre amarela, no retorno aos seus lugares de origem – Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Esta condição é restrita às áreas de Mata do Norte e Centro do país, uma vez que o reservatório natural do agente etiológico é o macaco. A preocupação se justifica devido à falta de tratamento para a infecção e à alta taxa de mortalidade – 10% dos afetados.

Identifique, entre as alternativas abaixo, a que trata do tema corretamente.

a) O agente etiológico da febre amarela é um vírus que é transmitido nas matas por mosquitos silvestres, mas que, nos grandes centros urbanos, pode ser transmitido pelo Aedes aegypti, o mesmo vetor da dengue.

b) A transmissão da febre amarela nas zonas endêmicas se dá pela contaminação das águas com as fezes dos macacos infectados por um retrovírus disseminado pelo hemíptero vulgarmente conhecido por barbeiro.

c) Os principais sintomas são febre e dor de cabeça, com episódios de hemorragias; os tecidos mais atingidos são os músculos esqueléticos, onde se desenvolve o protozoário causador da doença, levando a óbito por asfixia.

d) Nos centros urbanos, as medidas preventivas, singularmente importantes, são o combate ao rato, vetor da doença transmitida por sua urina.

e) A falta de tratamento para a febre amarela torna a vacina tríplice BCG a medida mais eficaz para prevenir a doença, sobretudo nas crianças de a 7 anos, devido à imaturidade do sistema imunológico.

06. (UEMS) Em qual alternativa estão relacionados corretamente o agente causador e seu vetor a uma doença provocada por protozoários?

a) Doença de Chagas: Trypanosoma cruzi; Triatoma infestans (bicho barbeiro).

b) Peste Bubônica: Yersinia pestis; Xenopsylla cheopis (pulga do rato)..

c) Dengue: Flavivirus arbovirus; Aedes aegypti; (mosquito da dengue).

d) Barriga D’água: Schistosoma mansoni; Biomphalaria sp (caramujo).

e) Tifo Epidêmico: Rickettsia prowasekii; Pediculus hunanus corporis (piolho).

07. (UFOP) O quadro apresenta características de alguns parasitas humanos.

07

 

A seguir, assinale quais são os parasitas descritos.

a) I.Trichomonas vaginalis; II. Plasmodium vivax; III. Shistosoma mansoni; IV. Entamoeba histolytica.

b) I. Ameba; II. Shistosoma mansoni; III. Plasmodium vivax; IV. Trichiuris trichiura.

c) I. Ameba; II. Plasmodium vivax; III. Shistosoma mansoni; IV. Trichiuris trichiura.

d) I. Trichiuris trichiura; II. Shistosoma mansoni; III. Plasmodium vivax; IV.

08. (UPE) O sistema imune é aparelhado para enfrentar a ação de diferentes agentes infecciosos, prevenindo doenças. Dentre as estratégias de combate aos patógenos, existem no nosso organismo proteínas, cujo mecanismo de defesa inespecífico vai atuar nos diferentes microrganismos, como acontece com a ação apresentada pelo interferon (interferão – IFN), na figura abaixo.

08

(Disponível em: http://biologia12eportefolio.blogspot.com.br/p/imunidade-e-controlo-de-doencas.html)

Sobre seu mecanismo de ação, é correto afirmar que:

a) Corresponde a um grupo de proteínas fibrosas, conhecidas como citocinas produzidas pelos vírus que aumentam a capacidade das células hospedeiras infectadas para resistir a uma nova infecção pelo vírus. Certos sintomas, tais como febre e dores musculares, estão relacionados com a produção de IFN durante a infecção.

b) Se trata de um grupo de glicoproteínas naturalmente sintetizadas em nosso corpo, pelos linfócitos T, macrófagos, fibroblastos e outros tipos de células, que atuam na primeira linha de defesa contra as infecções e fazem parte do sistema imunitário não específico.

c) Ativa as células do sistema imunológico, tais como as células assassinas naturais e os plasmócitos, resultando em memória imunológica, o que aumenta o reconhecimento da infecção pelos anticorpos de linfócitos T.

d) O IFN do tipo alfa e aquele produzido por fibroblastos infectados; o do tipo beta é aquele produzido por leucócitos infectados, e o do tipo gama aquele produzido pelas células T ativas e células NK determinadas.

e) Se constitui em um grupo de proteínas imunorreguladoras, que aumentam a capacidade dos leucócitos para destruir células tumorais, vírus e bactérias; além disso, os interferons alfa e gama podem ativar os macrófagos, que podem, por sua vez, matar as células infectadas pelos vírus.

09. (UFT) O termo vitamina é empregado para substâncias orgânicas necessárias em pequenas quantidades, desempenhando importante função biológica. Abaixo temos exemplos de vitaminas, principais funções e sintomas de deficiência.

09

 

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta para I, II, III e IV.

a) A – retinol; Síntese de queratina; Raquitismo; Pró-oxidante.

b) B8 – Biotina; Síntese de colágeno e antioxidante; Raquitismo; Pró-oxidante.

c) A – retinol; Síntese de colágeno e antioxidante; Raquitismo; Antioxidante.

d) A – retinol; Síntese de queratina e antioxidante; Raquitismo; Antioxidante.

e) B8 – Biotina; Síntese de colágeno e antioxidante; Cegueira noturna; Antioxidante.

10. (UFMT) A sexualidade tornou-se tema relevante no campo educacional, especialmente com o início precoce da atividade sexual e o advento da AIDS. As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) têm sido muitas vezes contraídas por desconhecimento. Sobre essa temática, analise as afirmativas.

I. O aumento da ocorrência de DSTs resulta exclusivamente de práticas sexuais cada vez mais precoces.

II. Além do HPV e do herpesvírus, a bactéria Neisseria gonorrhoeae pode ser transmitida por meio de relações sexuais.

III. O condiloma acuminado e a hepatite B são DSTs imunopreviníveis.

IV. É soropositivo o portador do vírus HIV que já tenha confirmado, por exame de sangue, a presença de anticorpos anti-HIV no organismo.

Estão corretas as afirmativas

a) I, II e III, apenas.

b) I e IV, apenas.

c) II e III, apenas.

d) II, III e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

11. (UESPI) O esquistossomo mais conhecido entre nós pertence à espécie Schistosoma mansoni, que causa a doença conhecida como esquistossomose. Com relação a esse assunto, é correto afirmar que:

a) Um caramujo, da família dos planorbídeos, é o hospedeiro definitivo do esquistossomo.

b) Os estágios imaturos (larvas) do parasita são desenvolvidos no interior das veias hepáticas do homem.

c) O parasita penetra no caramujo através da larva cercaria, e infecta o homem quando essa larva primária se transforma em uma larva ciliada, o miracídio.

d) A esquistossomose causa complicações intestinais, hemorragias e disfunção do fígado.

e) O esquistossomo é dioico; as fêmeas são mais curtas e mais finas que os machos, sobre os quais elas vivem.

12. (UFPA) O ciclo de determinada doença parasitária inicia-se com ovos veiculados por fezes de cão ou gato, deixados em solo quente e úmido ou areia. Nesse ambiente esses ovos eclodem em larvas infectantes que penetram ativamente a pele de um segundo hospedeiro vertebrado, quando em contato direto com solo contaminado. A pele desprotegida, geralmente dos pés, pernas ou nádegas abrigará larvas que provocarão intenso prurido; eritema e pápulas no local de entrada. Essas larvas continuarão em uma migração errática deixando na região da derme e hipoderme uma trilha subcutânea filiforme com aspecto inflamatório marrom-avermelhada. O diagnóstico é dado apenas pela anamnese e aparência clínica. Esta descrição refere-se à doença causada por helmintos do gênero

a) Necator.

b) Enterobius.

c) Dipilydium.

d) Toxocara.

e) Ancylostoma.

13. (UEL) Considere as doenças e os métodos profiláticos abaixo:

DOENÇAS

I. Malária

II. Teníase

III. Esquistossomose

MÉTODOS PROFILÁTICOS

a. Combate ao mosquito

b. Ingestão de carnes bem-cozidas

c. Combate ao caramujo

Assinale a alternativa que associa cada doença a um método usado em sua profilaxia.

a) Ia, IIb, IIIc.

b) Ia, IIc, IIIb.

c) Ib, IIa, IIIc.

d) Ib, IIc, IIIa.

e) Ic, IIb, IIIa.

14. (FCM-PB) Os vírus não são constituídos por células, embora dependam delas para a sua multiplicação. No homem, inúmeras doenças são causadas por esses seres acelulares. Praticamente todos os tecidos e órgãos humanos são afetados por alguma infecção viral. Abaixo você encontra algumas das viroses mais frequentes na nossa espécie. Associe as características relacionadas com as respectivas doenças e assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

14

 

a) III,I,II,IV.

b) III,II,IV,I.

c) II,IV,I,III.

d) II,IV,III,I.

e) IV,I,III,II.

15. (UEM) Sobre organismos patógenos e doenças da espécie humana, é correto afirmar que:

01. O vírus da AIDS (HIV) age destruindo os linfócitos T, glóbulos brancos do sangue. Com isso, a pessoa apresenta uma queda acentuada de sua imunidade, ficando suscetível a infecções.

02. A bactéria causadora da doença cólera, Vibrio cholerae, é transmitida pela picada de mosquitos hematófagos. Portanto, uma das medidas saneadoras da doença é eliminar os focos desses mosquitos.

04. A doença de Chagas, causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi, causa insuficiência cardíaca, devido a lesões na musculatura do coração.

08. A espécie Candida albicans é um fungo que causa sapinho e outras infecções nas mucosas humanas.

16. Taenia solium é adquirido pela ingestão de larvas oncosferas ou hexacantas, presentes em

verduras mal lavadas, ocasionando a cisticercose.

 Enterobius vermicularis, que causa a doença conhecida por enterobiose, é um exemplo de parasita heteroxeno, pois tem como hospedeiro intermediário um caramujo.

Soma das alternativas corretas:

16. (UPE) Louis Pasteur ficou conhecido pelos seus experimentos, realizados por volta de 1860, reforçando a hipótese da biogênese, contribuindo, principalmente, para a Microbiologia e Medicina. Sobre suas contribuições, analise os itens a seguir:

I. Observou, como primeiro cientista, a existência de microrganismos, que, posteriormente, passou a se chamar bactéria, usando um microscópio de lente simples projetado por ele mesmo.

II. Descobriu que a raiva era transmitida por um agente que não podia ser visto pelo microscópio, revelando assim o mundo dos vírus.

III. Introduziu mudanças nas práticas hospitalares, minimizando a disseminação de doenças provocadas por micróbios.

IV. Desenvolveu técnicas para vacinar cachorros contra a raiva e tratar pessoas mordidas por cães contaminados.

V. Descobriu que as mutações são mecanismos que permitem a seleção natural em bactérias e fungos causadores de doenças.

Estão corretos:

a) I e III.

b) II e V.

c) II, III e IV.

d) I, II e III.

e) III, IV e V.

17. (UESPI) A Tenia saginata e a Tenia solium são vermes prevalentes em comunidades humanas de várias partes do mundo. Considerando o ciclo de vida das tênias, ilustrado abaixo, é correto concluir que:

17

a) Ovos (1) depositados pelo homem, através das fezes, em solo ou vegetação, tornam-se a fonte de infecção de hospedeiros intermediários.

b) Animais mamíferos (2 e 3) são susceptíveis à doença, pois os ovos de tênia ingeridos eclodem no intestino causando infecção gastrintestinal.

c) Quando a infecção do hospedeiro intermediário se dá através do sangue, o cisticerco pode migrar para os tecidos musculares através da circulação.

d) Após o consumo de carne suína contaminada com a tênia adulta (5), o homem contrai a infecção e se torna o hospedeiro definitivo.

e) Os vermes adultos (6) migram do intestino humano para outros órgãos, produzindo uma infecção sistêmica que pode levar à morte.

18. (UFSC) Examine o gráfico que mostra a evolução da infecção pelo HIV. As linhas 1, 2, 3 e 4 são representativas dessa evolução. Sabe-se que a linha 1 representa os níveis plasmáticos do vírus ao longo do tempo.

18

Com relação às demais linhas, ou seja, 2, 3 e 4, é correto afirmar que:

a) A linha 2 mostra os valores dos linfócitos T CD4+.

b) A linha 2 mostra os valores dos anticorpos anti-gp120.

c) A linha 2 mostra os valores dos anticorpos anti-gp 24.

d) A linha 3 mostra os valores dos linfócitos T CD4+.

e) A linha 4 mostra os valores dos linfócitos T CD4+.

19. (COVEST) A rubéola, virose típica de crianças, voltou a crescer de forma preocupante no Brasil, tendo triplicado o número de casos nos meses de agosto e setembro de 2007. Sobre os vírus, é correto afirmar o que segue.

I   II

0   0 – Os vírus não têm metabolismo próprio; dependem das células de outros organismos para crescer e se reproduzir.

1  1 – Os vírus que infectam animais têm como material genético o RNA, independentemente do modo de reprodução utilizado.

2  2 – A infecção viral geralmente causa profundas alterações no metabolismo celular e pode causar a morte da célula, como se observa na ação do bacteriófago.

3  3 – Um vírus é formado por um envoltório de moléculas de proteínas, o capsídeo, que protege o núcleo, onde está o material genético e as outras organelas intracelulares.

4  4 – A principal característica dos retrovírus é a presença da enzima transcriptase reversa, capaz de produzir, no citoplasma da célula hospedeira, moléculas de DNA a partir do RNA, o qual se recombina com o DNA celular.

20. (UFOP) Correlacione as duas colunas abaixo:

20

 

Assinale a afirmativa que contém a correlação correta:

a) 1-C; 2-D; 3-C; 4-A; 5-B.

b) 1-E; 2-C; 3-D; 4-A; 5-A.

c) 1-C; 2-C; 3-B; 4-D; 5-B.

d) 1-E; 2-E; 3-B; 4-D; 5-B.

e) 1-E; 2-D; 3-C; 4-A; 5-B.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 8 de setembro de 2016

TESTES DE GENÉTICA (XIV)

01. (UFRJ) Admita que uma determinada doença neurodegenerativa que provoca convulsões e leve à morte em pouco mais de 10 meses seja determinada por um gene dominante. Essa doença manifesta-se tardiamente como representado no gráfico a seguir:

01

Se um casal com 35 anos tiver um filho, a chance de a criança vir a manifestar a doença corresponde a:

a) 0%.

b) 25%.

c) 50%.

d) 75%.

e) 100%.

02. (UEMA) Sara e Pedro são recém-casados e desejam formar uma família com cinco crianças, sendo três meninas e dois meninos, independente da sequência. Qual a probabilidade de isso ocorrer?

a) 10/40.

b) 10/32.

c) 5/32.

d) 6/32.

e) 5/40.

03. (FUVEST) A frequência de indivíduos afetados por uma anomalia genética autossômica recessiva, em uma dada população, era 0,16. Constatou-se a diminuição dessa frequência após:

a) A morte de 5% da população total por falta de alimento.

b) A imigração de muitos indivíduos homozigotos dominantes.

c) O casamento preferencial de indivíduos heterozigotos.

d) O crescimento da população devido à diminuição da predação.

04. (UFAL) João casa-se com Maria, sua prima. Considerando o parentesco entre ambos, resolvem fazer um aconselhamento genético e descobrem que, apesar de saudáveis, João e Maria possuem alelos para a doença X, que em Maria ocorre em heterozigose. Considerando que tal doença é condicionada por um gene que age como dominante no homem e como recessivo na mulher, é correto afirmar que João e Maria:

a) Se tiverem filhos homens, todos terão a doença.

b) Se tiverem filhas, nenhuma terá a doença.

c) Se tiverem filhos homens, possuem 25% de chance de nascerem com a doença.

d) Se tiverem filhas, possuem 75% de chance de nascerem com a doença.

e) Independentemente do sexo, todos os filhos terão a doença.

05. (UERJ) Em determinado tipo de camundongo, a pelagem branca é condicionada pela presença do gene “A”, letal em homozigose. Seu alelo recessivo “a” condiciona pelagem preta. Para os filhotes vivos de um cruzamento de um casal de heterozigotos, esperam-se as seguintes proporções de camundongos de pelagem branca e preta, respectivamente:

a) 1/2 e 1/2.

b) 1/4 e 3/4.

c) 2/3 e 1/3.

d) 3/4 e 1/4.

06. (PUC-RS) A Doença de Huntington (DH) é uma anomalia autossômica com caráter dominante cuja manifestação ocorre na fase adulta, com uma progressiva perda do controle motor e problemas psiquiátricos como demência e distúrbios afetivos. No heredograma a seguir, os indivíduos afetados por DH estão indicados em negro.

06

As afirmativas abaixo referem-se aos possíveis genótipos dos indivíduos indicados no heredograma. Assinale, nos parênteses, V para as verdadeiras e F para as falsas.

(   ) Os indivíduos I-1, I-2, II-1 e II-3 são homozigotos.

(   ) Os indivíduos II-1 e II-3 são heterozigotos.

(   ) Os indivíduos II-2 e II-4 são heterozigotos.

(   ) Os indivíduos III-1, III-2, III-3 e III-4 são homozigotos.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) F – V – F – V.

b) F – V – V – F.

c) V – F – V – F.

d) V – F – F – V.

e) V – F – V – V.

07. (UNIRIO) O popular “Teste-do-pezinho” feito em recém-nascidos pode detectar a doença fenilcetonúria. Tal doença deve-se à presença de uma enzima defeituosa que não metaboliza corretamente o aminoácido fenilalanina, cuja ingestão provoca retardamento mental. Na genealogia a seguir, os indivíduos que apresentam fenilcetonúria estão em negro. Sabendo-se que a determinação do caráter se deve apenas a um par de genes autossômicos, determine o cruzamento que permite diagnosticar a recessividade do gene que condiciona a fenilcetonúria e a probabilidade de nascer uma menina afetada a partir do cruzamento 12 x 18.

07

a) C e 50%.

b) C e 25%.

c) B e 6,25%.

d) B e 8,25%.

e) C e 75%.

08. (MACK) Em drosófilas, o caráter asa vestigial é recessivo em relação ao caráter asa longa. Um macho puro de asa longa é cruzado com uma fêmea de asa curta. Um indivíduo de F1 é retrocruzado com a fêmea parental e se obtém 480 larvas. Supondo que todas sofram metamorfose, o número esperado de indivíduos de asa curta é de:

a) 480.

b) 120.

c) 180.

d) 360.

e) 240.

09. (UEFS) Em 1934, duas crianças filhas de pais normais, com sinais de retardo mental e que exalavam um odor peculiar, foram encaminhadas para uma consulta com o Dr. Feeling, médico e químico. Usando técnicas de química analítica, o médico identificou, na urina das crianças, uma substância — o ácido fenilpirúvico —, composto que apresenta grande similaridade com a fenilalanina. A presença do ácido fenilpirúvico decorre de um erro metabólico, que envolve uma deficiência na via metabólica, que converte a fenilalanina em tirosina, e o acúmulo daquela substância era a causa do retardo mental. Posteriormente, concluiu-se que se tratava de uma doença hereditária, autossômica e recessiva, que foi chamada de fenilcetonúria. Atualmente, essa doença pode ser detectada em recém-nascidos pelo “Teste do Pezinho”. A associação da doença com a fenilalanina permitiu o controle de sua expressão por meio de uma dieta adequada, o que determina a obrigatoriedade do teste. De acordo com o padrão de herança da fenilcetonúria referido no texto, uma afirmação correta é:

a) O bloqueio na rota metabólica da fenilalanina reflete a ocorrência de uma mutação gênica.

b) A fenilcetonúria depende de um gene que se expressa em heterozigose.

c) A alteração relacionada ao erro na rota metabólica da fenilalanina traduz uma mudança no código genético.

d) Uniões consanguíneas diminuem a probabilidade da ocorrência de homozigose na descendência.

e) O gene associado à fenilcetonúria é um alelo que integra o cromossomo X.

10. (UFMG) As pessoas podem detectar a substância química feniltiocarbamida – PTC – como um gosto amargo ou, mesmo, não sentir qualquer sabor. Observe o heredograma abaixo, para a capacidade de sentir o gosto dessa substância:

10

Com base nesse heredograma e em outros conhecimentos sobre o assunto, é incorreto afirmar que:

a) O alelo para a capacidade de sentir o gosto do PTC é dominante.

b) O loco do gene em estudo está situado em um cromossomo autossômico.

c) O risco de III.3 nascer incapaz de sentir o gosto do PTC é de 50%.

d) Os indivíduos I.1 e II.1 são heterozigotos.

11. (UNIFESP) Em gatos, existe uma síndrome caracterizada, entre outras manifestações, por suscetibilidade aumentada a infecções e tendência a sangramentos. Essa síndrome é mais frequente em descendentes de casais aparentados e ocorre em machos e fêmeas em proporção relativamente igual. Ao fazer a genealogia de vários indivíduos, observou-se que a síndrome não se manifesta em algumas gerações e pode ocorrer em indivíduos que aparentemente têm pais normais. Com base nessas informações, pode-se dizer que o tipo de herança responsável por essa síndrome é:

a) Autossômica recessiva.

b) Autossômica dominante.

c) Ligada ao cromossomo X e dominante.

d) Ligada ao cromossomo X e recessiva.

e) Ligada ao cromossomo Y e recessiva.

12. (MACK) Em uma determinada planta, o padrão das nervuras foliares pode ser regular ou irregular. Do cruzamento entre duas plantas com nervuras irregulares, originou-se uma F1 composta por plantas com nervuras regulares e outras com nervuras irregulares. A partir desses dados, assinale a alternativa incorreta.

a) As plantas cruzadas são heterozigotas.

b) A proporção fenotípica em F1 é de 3/4 de indivíduos irregulares e de 1/4 de indivíduos regulares.

c) Todos os F1 com nervuras irregulares são heterozigotos.

d) Se um indivíduo F1 com nervuras regulares for cruzado com um indivíduo da geração P, surgirão indivíduos regulares e irregulares na proporção 1:1.

e) Os indivíduos F1 de nervuras regulares só podem ser homozigotos.

13. O desenho abaixo corresponde ao núcleo de uma célula em divisão de uma espécie cujo número de cromossomos é 3. Analisando a figura, é correto afirmar:

13

a) Em relação aos genes em questão, poderão ser formados 8 diferentes tipos de gametas.

b) Em relação aos genes em questão, poderão ser formados 4 diferentes tipos de gametas.

c) Como resultado de uma autofecundação entre indivíduos dessa espécie, poderão ser encontrados 8 genótipos diferentes.

d) Como resultado de uma autofecundação, poderão ser encontrados 16 genótipos diferentes.

e) Como resultado de uma autofecundação, poderão ser encontrados 64 genótipos diferentes.

14. Um homem, apresentando os primeiros sintomas da doença de Huntington, um processo irreversível de degeneração do sistema nervoso, de manifestação tardia e de herança autossômica dominante, procurou um geneticista para saber quais os riscos de que seus filhos possam apresentar o alelo causador da doença, sabendo-se que a sua mulher era normal. O geneticista respondeu que:

a) Não existem dados que permitem calcular o risco de os filhos apresentarem o alelo da doença.

b) Os filhos homens, apresentarão o alelo com certeza e desenvolverão a doença numa idade mais avançada.

c) A probabilidade de as crianças de esse homem possuírem o alelo é de pelo menos 50%.

d) Não existem riscos de os filhos serem afetados, pois a doença decorre de uma mutação tardia, que surge depois da idade reprodutiva.

e) As filhas não apresentam o alelo, pois só recebem do pai genes ligados ao sexo.

15. (UFF) O heredograma mostra a incidência de uma anomalia genética em um grupo familiar.

15

Após a análise deste heredograma, podemos afirmar:

a) Todos os indivíduos normais são homozigotos recessivos.

b) A anomalia é condicionada por um gene recessivo.

c) A anomalia ocorre apenas em homozigotos dominantes.

d) Todos os indivíduos normais são homozigotos dominantes.

e) Todos os indivíduos normais são homozigotos dominantes ou heterozigotos.

16. (UFU) Em experimentos envolvendo três características independentes (triibridismo), se for realizado um cruzamento entre indivíduos AaBbCc, a frequência de descendentes AABbcc será igual a:

a) 8/64.

b) 1/16.

c) 3/64.

d) 1/4.

e) 1/32.

17. Analise os dados apresentados a seguir, que trata dos tipos e percentuais de gametas produzidos por um indivíduo de genótipo não divulgado (indivíduo parental).

– AB = 48%

– Ab = 2%

– aB = 2%

– ab = 48%

a) Trata-se de um caso de genes de segregação independente, determinando uma distribuição 1:1:1:1:

b) 2% dos gametas apresentam combinações alélicas diferentes daquelas existentes nos cromossomos do indivíduo parental.

c) O indivíduo parental é um heterozigoto Ab/aB e, portanto, um heterozigoto “trans”.

d) O indivíduo parental é um heterozigoto ab/AB “cis”.

18. (COVEST) Em Drosophila, a asa de tamanho normal é dominante sobre asa em miniatura (m) e cor cinza do corpo é dominante sobre cor preta (p). Fêmeas homozigóticas, para asas de tamanho normal e corpo cinza, foram cruzadas com machos de asas em miniatura (vestigial) e corpo preto. As fêmeas F1 foram cruzadas com machos duplo-recessivos e obtiveram-se na F2 os seguintes resultados:

– 48,5% asa de tamanho normal/corpo cinza.

– 48,5% asa em miniatura/corpo preto

– 1,5% asa de tamanho normal/corpo preto

– 1,5% assa em miniatura/corpo cinza.

Com base nesses dados, analise as afirmativas abaixo:

I   II

0   0 – Trata-se de segregação independente, uma vez que os fenótipos parentais, assim como os recombinantes obedecem a uma proporção de 1:1.

1   1 – Nas fêmea F1, duplo-heterozigóticas, os alelos estão em configuração trans (Mp/mP).

2  2 – A distância entre os locos M e P é de 3 morganídeos.

3  3 – Trata-se de ligação gênica, em que distância genética entre os locos M e P é de 1,5 morganídeos.

4  4 – A porcentagem de fenótipo observados na F2 reflete a porcentagem de gametas formados pelas fêmeas F1.

19. Muitas aberrações cromossômicas humanas se manifestam como síndromes bem definidas e de fácil constatação pela análise do cariótipo. Na tabela a seguir são dados cinco casos cuja veracidade você deverá analisar.

19

20. Um certo casal teve três crianças:

1ª: Menino daltônico do grupo AB

2ª: Menina daltônica do grupo O

3ª: Menino normal para visão do grupo A

Baseado nos fenótipos das três crianças podemos afirmar que:

a) O casal é daltônico e do grupo B.

b) A mãe é homozigota para o daltonismo.

c) A mãe e o pai são do grupo AB

d) A pai é daltônico e do grupo O.

e) A mãe é normal e o pai é daltônico.

gab

Older Posts »

Categorias