Publicado por: Djalma Santos | 2 de janeiro de 2016

Os números de 2015

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2015 deste blog.

Aqui está um resumo:

Cerca de 1.000.000 pessoas visitam o Seattle Space Needle todos os anos. Este blog foi visitado cerca de 3.900.000 vezes em 2015. So fosse o Space Needle, eram precisos 4 anos para que todos o visitassem.

Clique aqui para ver o relatório completo

Publicado por: Djalma Santos | 31 de dezembro de 2015

TESTES SOBRE EVOLUÇÃO (3)

01. (UEL) Leia a tirinha e o texto a seguir.

01

Antes do século XVIII, as especulações sobre a origem das espécies baseavam-se em mitologia e superstições e não em algo semelhante a uma teoria científica testável. Os mitos de criação postulavam que o mundo permanecera constante após sua criação. No entanto, algumas pessoas propuseram a ideia de que a natureza tinha uma longa história de mudanças constantes e irreversíveis.

(Adaptado de: HICKMAN, C. P.; ROBERTS, L.; LARSON, A. Princípios Integrados de Zoologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001. p.99.)

De acordo com a ilustração, o texto e os conhecimentos sobre as teorias de fatores evolutivos, assinale a alternativa correta.

a) A variabilidade genética que surge em cada geração sofre a seleção natural, conferindo maior adaptação à espécie.

b) A variabilidade genética é decorrente das mutações cromossômicas e independe das recombinações cromossômicas.

c) A adaptação altera a frequência alélica da mutação, resultando na seleção natural em uma população.

d) A adaptação é decorrente de um processo de flutuação na frequência alélica ao acaso de uma geração para as seguintes.

e) A adaptação é o resultado da capacidade de os indivíduos de uma mesma população possuírem as mesmas características para deixar descendentes.

02. (UEM) Sobre o processo de especiação é correto afirmar que:

01. Espécies simpátricas são aquelas que ocupam a mesma região, enquanto as espécies alopátricas vivem em diferentes regiões, apresentando isolamento geográfico.

02. As mutações que ocorrem nas células somáticas são transmitidas às gerações seguintes, nas quais surgem novas características.

04. Em uma população de insetos, a alta taxa de reprodução por via sexuada fornece populações variadas, cuja quantidade de genes mutantes diferentes é alta.

08. Após um longo período de isolamento geográfico, as diferenças genéticas podem impedir o acasalamento entre os indivíduos de duas populações.

16. A reprodução sexuada não cria novos genes, mas os reúne em novas combinações, o que aumenta a variabilidade genética.

Soma das alternativas corretas:

03. (FUVEST) Certa planta apresenta variabilidade no formato e na espessura das folhas: há indivíduos que possuem folhas largas e carnosas, e outros, folhas largas e finas; existem também indivíduos que têm folhas estreitas e carnosas, e outros com folhas estreitas e finas. Essas características são determinadas geneticamente. As variantes dos genes responsáveis pela variabilidade dessas características da folha originaram-se por:

a) Seleção natural.

b) Mutação.

c) Recombinação genética.

d) Adaptação.

e) Isolamento geográfico.

04. (UPE) Observe as imagens a seguir:

04

                   (Disponível em: http://www.ib.usp.br/evosite/lines/IIhomologies.shtml)

Elas correspondem a fotos de plantas nas quais as folhas são bem diferentes das que conhecemos. Observe que, nas imagens, as folhas não desempenham a mesma função, embora possuam a mesma origem embrionária, o desenvolvimento estrutural semelhante e apresentem características similares por causa do parentesco. Considerando-se o processo evolutivo em questão, relacionado nas respectivas imagens, podemos classificá-lo como exemplo de:

a) Homoplasia.

b) Analogia.

c) Órgãos vestigiais.

d) Convergência evolutiva.

e) Homologia.

05. (UCS) Nos animais, as estruturas corporais que se desenvolvem de forma semelhante durante a vida embrionária, mas que na vida adulta podem desempenhar funções diferentes, são chamadas de órgãos ____________, como é o caso da asa de uma ave e a nadadeira de um golfinho. Já órgãos que desempenham funções semelhantes, mas que possuem origem embrionária diferentes são chamados de _____________, como é o caso das asas das aves e dos insetos: ambos estão adaptados à função de voar. Esse processo evolutivo que leva duas espécies, um tanto diferentes, como é o caso das aves e dos insetos, a apresentarem uma estrutura semelhante com a mesma função, é chamado de ___________ evolutiva.

Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas acima.

a) homólogos; análogos; convergência

b) divergentes; convergentes; deriva

c) homólogos; divergentes; divergência

d) análogos; convergentes; divergência

e) análogos; homólogos; convergência

06. (IFSC) O preá mais raro do mundo vive na Grande Florianópolis, em Santa Catarina. Ele é simpático e sociável. Vive isolado em uma pequena ilha do litoral catarinense há 8 mil anos. Da mesma família de outro preá que vive no continente (Cavia magna), o preá do arquipélago de Moleques do Sul, em Palhoça, foi descrito como uma nova espécie (Cavia intermedia) por apresentar diferenças em relação ao seu parente continental e é considerado o mamífero mais raro do planeta. Primeiro, porque o único lugar de que se tem notícia que ele habite é a ilha de 9,86 hectares. Segundo, porque o total de indivíduos da espécie não passa de 100. Mas, afinal, como foi parar lá? A hipótese mais provável é de que, oito mil anos atrás, com o fim da era do gelo, o nível do oceano subiu muito e o arquipélago, que era o topo de uma montanha ligada ao continente, acabou cercado por água e virou uma ilha. Alguns preás que estavam no local ficaram isolados.

Adaptado de: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/noticia/2010/06/prea-mais-raro-do-mundo-vive-em-santa-catarina-2935554.html Acesso: 9 mar. 2014.

Assinale a soma da(s) proposição (ões) correta(s).

01. O processo de cladogênese que separou o arquipélago do continente e com isso isolou uma população de preás na ilha, foi determinante para que, junto ao processo de anagênese, a nova espécie surgisse.

02. Certamente a diferença que existe entre os preás do continente e aqueles da ilha é resultado da lei dos caracteres adquiridos que permite que as características dos indivíduos sejam transmitidas para seus descendentes através das gerações.

04. O caso descrito no texto é um caso extremo de deriva genética, chamado de princípio do fundador. Nesse caso, uma “nova” população é fundada por uns poucos indivíduos; os indivíduos que iniciam a nova população não constituem uma amostra representativa dos alelos presentes na população original.

08. Quando o texto diz que o preá Cavia intermedia é da mesma família do preá Cavia magna, ele poderia também afirmar que os dois preás são da mesma classe, da mesma ordem ou do mesmo gênero.

16. Ao se referir aos dois preás pelo nome científico, bastaria dizer intermedia e magna. Colocar o Cavia na frente dos dois nomes é somente um formalismo desnecessário.

32. Por ser uma população pequena, é muito difícil que entre os indivíduos da espécie Cavia intermedia na ilha, os cruzamentos não sejam em sua maioria endogâmicos, ocasionando uma alta taxa de homozigose.

Soma das alternativas corretas:

07. (CEFET-MG) O comércio de remédios falsos contra a malária difundiu-se de forma significativa em países onde essa doença é comum e frequente. Apesar de não serem eficazes contra o parasita, são mais baratos e, dessa forma, mais acessíveis às pessoas com renda muito limitada. Mesmo sendo baseados em artemisinina, ingrediente mais recente e poderoso no tratamento contra essa doença, o grande problema é que podem conter quantidade muito inferior dessa substância do que o indicado.

Disponível em: <http://www.planetseed.com/pt-br/relatedarticle/medicamentos-contra-malaria&gt;. Acesso em 06 jan 2014. (Adaptado)

O problema causado pela utilização desses medicamentos falsificados é que eles:

a) Favorecem a disseminação dessa doença pelo mundo.

b) Resultam na morte de pacientes mais sensíveis ao tratamento.

c) Provocam o desenvolvimento de novas variedades de parasitas.

d) Estimulam a proliferação dos protozoários no sangue dos pacientes.

e) Ocasionam a seleção de variedades resistentes desses agentes etiológicos.

08. (MACK) Considere as afirmações abaixo:

I. Órgãos análogos são aqueles que desempenham a mesma função, mas têm origem embrionária e estruturas anatômicas diferentes.

II. A presença de órgãos homólogos é evidência a favor do parentesco evolutivo entre duas espécies.

III. As asas dos insetos e das aves são consideradas órgãos homólogos.

Assinale:

a) Se apenas I for verdadeira.

b) Se apenas II for verdadeira.

c) Se apenas III for verdadeira.

d) Se apenas I e II forem verdadeiras.

e) Se apenas I e III forem verdadeiras.

09. (IFMG)  OMS alerta: a era pós-antibiótico está próxima

Um relatório divulgado nesta quarta-feira, 30, pela Organização Mundial de Saúde alerta: estamos nos aproximando de uma era perigosa para a humanidade, em que doenças e infecções que sempre foram tratadas de maneira eficiente com antibióticos voltarão a ser letais.

O motivo: as bactérias estão cada vez mais resistentes a agentes antibióticos.

Disponível em: http://www.revistagalileu.globo.com/Revista/abril-2014. Acesso em: 13 de junho 2014 (adaptado).

Sobre a resistência bacteriana a antibióticos, pode-se afirmar que, exceto:

a) O uso de determinados antibióticos transforma bactérias sensíveis em resistentes.

b) Determinados antibióticos atuam favorecendo a seleção natural, eliminando bactérias sensíveis e permitindo a sobrevivência de bactérias resistentes.

c) Nas bactérias, os genes que conferem resistência aos antibióticos encontram-se nos plasmídeos, transferidos de um organismo ao outro durante a conjugação.

d) Recombinação gênica e mutação podem explicar a existência de variabilidade entre bactérias

10. (UFSJ) A figura a seguir destaca (conforme a seta) uma estrutura sensorial, o olho, presente em duas linhagens distintas de animais: nos protostômios e nos deuterostômios.

10

Sobre a estrutura sensorial destacada, é correto afirmar que:

a) Trata-se de uma convergência, pois os olhos da lula e os dos peixes não apresentam a mesma origem.

b) Os olhos dos peixes derivaram dos olhos da lula, que são moluscos, animais mais primitivos.

c) Os olhos da lula e os dos peixes são homólogos, pois derivaram de um mesmo ancestral.

d) Os olhos da lula derivaram dos olhos dos peixes cartilaginosos.

11. Competindo com as tartarugas gigantes pela posição de espécie mais famosa das ilhas de Galápagos, estão 13 espécies de tentilhões. Elas são conhecidas como tentilhões de Darwin porque serviram como prova para a sua teoria da evolução e seleção natural. Esses tentilhões são um exemplo de:

a) Isolamento geográfico.

b) Mimetismo.

c) Irradiação adaptativa.

d) Espécie alopátrica.

e) Camuflagem.

12. (UEPG) Darwin propôs a teoria da seleção natural. Essa teoria expõe a reprodução diferencial dos indivíduos de uma população, em que os mais bem adaptados têm maior chance de deixar descendentes. Com relação à seleção natural, assinale o que for correto.

01. O uso errôneo de um antibiótico pode acarretar na seleção de bactérias resistentes. Esse é um exemplo de seleção estabilizadora.

02. A seleção pode ser classificada por tipos, na seleção estabilizadora os fenótipos intermediários apresentam maior chance de sobrevivência e reprodução.

04. A seleção disruptiva ou diversificadora pode levar a diversificação de uma população, favorecendo os extremos e eliminando a média.

08. A seleção natural decorre das restrições que o meio impõe à sobrevivência dos organismos, tais como disponibilidade de alimento, disputa de recursos com outros seres, ação de predadores e parasitas, doenças, sucesso reprodutivo, entre outros.

16. A seleção direcional sempre favorece os indivíduos de fenótipo intermediário em uma população, os quais, por cruzamento, voltam a regenerar os extremos.

Soma das alternativas corretas:

13. (UniEvangélica) Observe a figura e leia o texto a seguir:

13

Quando Charles Darwin visitou as Ilhas Galápagos, registrou a presença de várias espécies de tentilhão que tinham aparência muito similar, exceto por seus bicos. Tentilhões do solo têm bicos profundos e largos; tentilhões do cacto têm bicos longos e pontudos; tentilhões-rouxinóis têm bicos afilados e pontudos; refletindo diferenças em suas respectivas dietas. Darwin especulou que todos os tentilhões tinham um ancestral comum que tinha migrado para as ilhas. Parentes próximos dos tentilhões das Galápagos são conhecidos no continente da América do Sul, e o caso dos tentilhões de Darwin se tornou desde então o exemplo clássico de como a seleção natural levou à evolução de uma variedade de formas adaptadas a nichos ecológicos diferentes a partir de uma espécie ancestral.

SILVA JÚNIOR, César da; SASSON, Sezar; CALDINI JÚNIOR, Nelson. Biologia. Vol. único. São Paulo: Saraiva, 2011. p. 256.

Os tentilhões de Darwin exemplificam um caso de:

a) Irradiação adaptativa.

b) Convergência evolutiva.

c) Equilíbrio de Hardy-Weinberg.

d) Deriva genética.

14. Três espécies diploides diferentes de plantas da família do girassol, convivendo em uma mesma área geográfica, geraram híbridos férteis incapazes de cruzar com as espécies ancestrais. Essas espécies novas se espalharam por uma área geográfica maior que a ocupada pelas espécies parentais. Nesse caso, o processo e o mecanismo de especiação que melhor se adaptam à situação descrita são, respectivamente:

a) A alopatria e o efeito do fundador.

b) A simpatria e a poliploidia..

c) A parapatria e o fluxo gênico.

d) A alopatria e a seleção sexual.

e) A simpatria e o efeito do fundador.

15. (PUC-MG) A análise morfofuncional das semelhanças e diferenças nas estruturas corporais de diferentes animais fornece subsídios para a classificação filogenética sendo evidências da evolução biológica. A figura abaixo representa a estrutura interna e externa dos membros anteriores de três animais.

15

Analisando-se esses apêndices articulados, é correto afirmar:

a) I, II e III surgiram em um processo de divergência adaptativa.

b) I, II e III são órgãos homólogos originados por irradiação adaptativa.

c) II e III são órgãos análogos que indicam ancestralidade comum e função homóloga.

d) I e II são órgãos análogos que foram selecionados por convergência adaptativa.

16. (UFPR) A Seleção Natural é um dos principais fatores responsáveis pela evolução, juntamente com a mutação, a deriva genética e a migração genética. Para que a Seleção Natural ocorra em uma população, é imprescindível que haja:

a) Alteração do meio ambiente, propiciando o favorecimento de alguns indivíduos da população.

b) Diversidade da composição genética dos indivíduos da população.

c) Informações genéticas anômalas que produzam doenças quando em homozigose.

d) Disputa entre os indivíduos, com a morte dos menos aptos.

e) Mutação em taxa compatível com as exigências ambientais.

17. Assinale com V (verdadeiro) ou com F (falso) o as afirmações que seguem, relativas à especiação.

( ) As espécies de tentilhão observadas por Darwin nas ilhas Galápagos se diversificaram por cladogênese.

( ) Duas espécies estabelecidas em razão de isolamento geográfico prolongado apresentam especiação alopátrica.

( ) Novas espécies são atualmente descritas segundo o conceito tipológico no qual um indivíduo é tido como padrão.

( ) As espécies atuais, por estarem em seu pico adaptativo, não estão sujeitas às forças evolutivas.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

a) V – F – V – F.

b) F – V – F – V.

c) V – F – F – F.

d) F – V – V – V.

e) V – V – F – F.

18. (UFTM) O texto ilustra um trecho de uma importante descoberta para a Biologia.

(…) Em alguns casos, essas variações – um rabo de macaco mais forte para se pendurar num galho, uma língua de sapo mais longa para capturar uma mosca, uma flor mais colorida para atrair a atenção de um polinizador – são benéficas. Consequentemente, os indivíduos portadores dessas variações sobrevivem por mais tempo e se reproduzem com mais frequência e transmitem essas características aos descendentes, enquanto variações prejudiciais ou menos eficientes são gradativamente exterminadas. ‘É uma luta pela sobrevivência, na qual os mais fracos e menos perfeitamente organizados devem sempre sucumbir’, escreveu Wallace. (…)

(O Estado de S.Paulo, 29.06.2008. Adaptado.)

Pode-se afirmar que Alfred Russel Wallace, assim como:

a) Gregor Mendel, são os elaboradores das leis de transmissão genética aos descendentes.

b) Jean Baptiste Lamarck, são os idealizadores da lei da transmissão dos caracteres adquiridos.

c) Watson e Crick, são os descobridores do modelo de dupla hélice do DNA.

d) Charles Darwin, são os elaboradores da teoria da seleção natural.

e) Thomas Morgan, são os descobridores da presença de genes ligados nos cromossomos.

19. (UFU) O princípio do equilíbrio gênico prediz que, se não existirem fatores evolutivos atuando sobre uma população, as frequências de seus genes alelos permanecerão inalteradas ao longo das gerações. Em relação às condições e aos fatores que podem atuar nessa população, marque a alternativa correta.

a) A seleção natural é um fator que altera o equilíbrio gênico de maneira aleatória e drástica.

b) Os fatores evolutivos mutação e migração alteram o equilíbrio gênico por meio da seleção sexual.

c) Para que ocorra equilíbrio gênico essa população deve ser muito grande e panmítica.

d) A deriva genética e o efeito fundador são fatores que alteram o equilíbrio gênico de maneira direcional e gradual.

20. (UNIFOR) A variedade de seres vivos em nosso planeta, isto é, a biodiversidade, tem fascinado a humanidade ao longo de sua história. De acordo com as explicações científicas, a enorme variedade de espécies viventes é resultado do processo de transformação e adaptação inerentes à própria vida, que constituem a evolução biológica. As ideias mais consistentes sobre a evolução foram propostas originalmente pelos naturalistas ingleses Charles Darwin (1809-1882) e Alfred Russel Wallace (1823-1913). Essas ideias ficaram conhecidas como Darwinismo. Com o desenvolvimento da Genética, a partir do século XX, novos dados foram incorporados às ideias darwinianas, surgindo a Teoria Moderna da Evolução. Essa teoria considera a mutação gênica, a recombinação gênica e a seleção natural como os três principais fatores evolutivos. Neste contexto, a alternativa que indica qual (is) deles é (são) responsável (eis) pela origem das variações hereditárias é:

a) Recombinação gênica e seleção natural.

b) Seleção natural e mutação gênica.

c) Mutação gênica e recombinação gênica.

d) Mutação gênica, somente.

e) Recombinação gênica, somente.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 31 de dezembro de 2015

TESTES DE REPRODUÇÃO (1)

01. (UPE) O processo de gametogênese compreende quatro fases bem distintas nos organismos de reprodução sexuada. Dentre essas fases, uma se configura como fundamental para a manutenção do número de cromossomos das espécies, pois o gameta, antes com dois conjuntos completos de cromossomos, passa a ter apenas um. Observe a figura a seguir:

01

Adaptado de Biologia – César e Sézar Ed. Saraiva

Assinale o período em que ocorre essa redução de cromossomos e o respectivo processo.

a) Período de multiplicação – Mitoses.

b) Período de crescimento – Meiose I.

c) Período de maturação – Meiose I.

d) Espermiogênese – Meiose II.

e) Período de crescimento – Meiose II.

02. (UEPG) Após a fecundação, ou seja, a fusão entre os gametas masculino e feminino, ocorre o início de uma nova vida. Esse novo ser vivo passará por uma série de etapas até que possa ser considerado um feto. Essas etapas são conhecidas como etapas embrionárias. Sobre elas, assinale o que for correto.

01. Em geral, um único espermatozoide penetra no óvulo, ficando fora o flagelo. Logo após sua entrada, a membrana do óvulo sofre uma grande modificação físico-química tornando-se espessa e impedindo a penetração de outros espermatozoides. Essa condição é conhecida como monospermia.

02. A segmentação é uma série de divisões meióticas do zigoto, que leva à formação de um grupo maciço de células, a mórula. A mórula cresce bastante, originando a blástula, com uma cavidade interna, o blastômero. É a partir da blástula que se diferenciam os folhetos embrionários que se diferenciarão nos tecidos e órgãos do novo ser.

04. A cabeça do espermatozoide, que contém o núcleo, é arrastada pelo citoplasma em direção ao núcleo do óvulo, com o qual se une, constituindo então o núcleo haploide do zigoto.

08. Na primeira divisão mitótica resultarão as duas primeiras células, os blastômeros, marcando a segmentação, que é o começo do desenvolvimento embrionário.

Soma das alternativas corretas:

03. (PUCCAMP) As figuras a seguir representam os processos de gametogênese em animais. Supondo que se trate da gametogênese humana, é correto concluir que:

03

a) Células com 46 cromossomos existem somente no período 1.

b) As divisões meióticas ocorrem nos períodos 2 e 3.

c) A partir de uma espermatogônia, formam-se dois espermatócitos primários.

d) Cada ovócito primário dá origem a um ovócito secundário.

e) A fertilização ocorre durante o período 4.

04. (MACK) A restrição excessiva de ingestão de colesterol pode levar a uma redução da quantidade de testosterona no sangue de um homem. Isso se deve ao fato de que o colesterol:

a) É fonte de energia para as células que sintetizam esse hormônio.

b) É um lipídio necessário para a maturação dos espermatozoides, células produtoras desse hormônio.

c) É um esteroide e é a partir dele que a testosterona é sintetizada.

d) É responsável pelo transporte da testosterona até o sangue.

e) É necessário para a absorção das moléculas que compõem a testosterona.

05. (UEPB) No ciclo de vida dos esporozoários o indivíduo formador de gametas é denominado:

a) Merozoíto.

b) Gametócito.

c) Esporozoíto.

d) Trofozoíto.

e) Esporogônio.

06. (UCS) Todos os mamíferos têm fecundação interna, mas o tipo de desenvolvimento embrionário varia entre os diversos grupos. Relacione as subclasses de mamíferos apresentadas na COLUNA A às características embrionárias que as identificam, listadas na COLUNA B.

COLUNA A

I. Methatheria

II. Prototheria

III. Eutheria

COLUNA B

(    ) Placentários

(    ) Ovo megalécito

(    ) Possuem marsúpio

(    ) Placenta residual ou inexistente

Assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente os parênteses, de cima para baixo.

a) II, I, III, I.

b) III, I, II, II.

c) III, II, I, I.

d) II, I, III, III.

e) I, I, II, II.

07. (UNICID) Analise as imagens.

07

De acordo com as imagens, é correto afirmar que:

a) As duas reproduções são mais frequentemente sexuadas: um organismo produz apenas um tipo de gameta para fecundar o gameta do outro, resultando na formação de um embrião.

b) Tanto minhocas quanto caracóis são animais hermafroditas e, nos dois casos, ocorre a troca de espermatozoides, que fecundarão os óvulos do animal receptor; este posteriormente libera os ovos de onde sairão as formas jovens desses animais.

c) As duas reproduções são sexuadas partenogenéticas: os óvulos fecundados geram fêmeas diploides e os não fecundados geram machos haploides.

d) Tanto minhocas quanto caracóis são animais de sexos separados e, nos dois casos, a fêmea recebe os espermatozoides do macho, liberando posteriormente os ovos de onde sairão as larvas desses animais.

e) Tanto minhocas quanto caracóis são animais monoicos e, nos dois casos, ocorre a troca de óvulos, que serão fecundados pelos espermatozoides do animal receptor; este posteriormente libera os ovos de onde sairão as larvas desses animais.

08. (CEFET-MG) O ovo é um recipiente biológico perfeito que contém material orgânico e inorgânico em sua constituição. Um de seus componentes é a clara ou albúmen, formada predominantemente por água e também por proteínas. Caso a galinha se reproduza antes da liberação do óvulo ocorrerá a formação de um embrião no interior do ovo. Porém, para que este se desenvolva é necessária uma transferência de calor, que ocorre durante o período em que essas aves chocam os ovos.

Disponível em: <http://super.abril.com.br&gt;. Acesso em 21 abr. 2015. (Adaptado).

Caso a galinha saia do ninho temporariamente durante esse período, o desenvolvimento do embrião não cessará em virtude da água no interior do ovo:

a) Diluir substâncias tóxicas.

b) Ser um solvente universal.

c) Possuir um alto calor específico.

d) Participar de reações de hidrólise.

e) Apresentar elevado valor nutricional.

09. (CESPE)

09

O ovo ilustrado na figura acima:

a) É característico de animais que apresentam fecundação externa, pois tem saco vitelino, estrutura que permite a esses animais interagirem com o ambiente externo.

b) É característico da maioria dos invertebrados marinhos.

c) Apresenta estrutura protetora contra possíveis predadores.

d) Permite ao embrião eliminar a excreta nitrogenada, que é toxica, mas, por ser solúvel em água, não afeta o embrião.

10. (UFSCar) Algumas mulheres que não desejam ter uma nova gestação, pois ainda estão em fase de amamentação, utilizam a minipílula anticoncepcional como método contraceptivo. Todas as minipílulas de uma cartela são compostas com a mesma concentração do hormônio progesterona. Os médicos geralmente indicam às mulheres a ingestão de uma pílula por vez, diariamente, e preferencialmente no mesmo horário, cuja finalidade é:

a) Variar a concentração de progesterona, o que inibe a ovulação.

b) Variar a concentração de progesterona, o que promove a ovulação.

c) Manter constante a concentração de progesterona, o que promove o fluxo menstrual.

d) Manter constante a concentração de progesterona, o que inibe a ovulação.

e) Manter constante a concentração de progesterona, o que inibe a lactação.

11. (FAMERP) A figura esquematiza o processo da espermatogênese humana, que ocorre nos testículos (gônadas masculinas).

11

Com relação à espermatogênese humana, é correto afirmar que:

a) Após formados, os espermatozoides se multiplicam pelo processo de mitose.

b) O espermatócito secundário contém em seu núcleo 46 cromossomos duplicados.

c) Os espermatócitos primários e secundários, as espermátides e os espermatozoides são haploides.

d) A espermatogônia é gerada pelo processo reducional da meiose.

e) A meiose se inicia nos espermatócitos primários e é finalizada nas espermátides.

12. (UFMS) Uma alimentação com deficiência de vitaminas ou de minerais pode influenciar todas as etapas do processo reprodutivo. Seguem alguns exemplos que não podem faltar na dieta.

Vitamina A: regula a síntese de PROGESTERONA e, durante a gestação, previne a imunodeficiência da mãe e do bebe.

Vitamina C: é um potente antioxidante que protege OS ÓVULOS E ESPERMATOZOIDES.

Vitamina D: influencia a FORMAÇÃO DO ENDOMÉTRIO.

Considerando os eventos envolvidos na reprodução humana, os segmentos grifados relacionam-se, respectivamente, com o(a):

a) Fecundação − fecundação – ciclo menstrual.

b) Ciclo menstrual − gametogênese – ciclo menstrual.

c) Gametogênese − fecundação − fecundação.

d) Fecundação − gametogênese − fecundação.

e) Ciclo menstrual − gametogêneses − fecundação.

13. (UNESP) Um casal procurou ajuda médica, pois há anos desejava gerar filhos e não obtinha sucesso. Os exames apontaram que a mulher era reprodutivamente normal. Com relação ao homem, o exame revelou que a espermatogênese era comprometida por uma alteração cromossômica, embora seu fenótipo e desempenho sexual fossem normais. Por causa dessa alteração, não ocorria o pareamento dos cromossomos homólogos, a meiose não avançava além do zigóteno e os espermatócitos I degeneravam. Desse modo, é correto afirmar que a análise do esperma desse homem revelará:

a) Secreções da próstata e das glândulas seminais, mas não haverá espermatozoides, em razão de não se completar a prófase I.

b) Sêmen composto por espermátides, mas não por espermatozoides, em razão de não se completar a espermatogênese pela falta de segregação cromossômica.

c) Espermatozoides sem cromossomos, em função da não segregação cromossômica, e sem mobilidade, em razão do sêmen não ter secreções da próstata e das glândulas seminais.

d) Uma secreção mucosa lubrificante, eliminada pelas glândulas bulbouretrais, além de espermatogônias anucleadas, em razão da não formação da telófase I.

e) Secreções das glândulas do sistema genital masculino, assim como espermatozoides com 2n cromossomos, em razão da não segregação das cromátides na anáfase II.

14. (IFNMG) O processo de formação de espermatozoides, conhecido como espermatogênese, ocorre em quatro fases, sendo elas: germinativa, crescimento, maturação e diferenciação. Sabendo-se que o espermatócito I é encontrado na fase de crescimento e a espermátide, na fase final de maturação, pergunta-se: quantos espermatozoides serão produzidos a partir de 30 espermatócitos I e 30 espermátides, respectivamente?

a) 30 e 120.

b) 120 e 120.

c) 120 e 30.

d) 60 e 60.

15. (UEPA.) Leia o texto abaixo para responder esta questão

Atualmente, os casais buscam métodos anticoncepcionais que lhes permitam um planejamento familiar, com um determinado número de filhos. Nos países em desenvolvimento, com altos níveis de pobreza, existem dificuldades no controle da gravidez, pois faltam programas de orientação sexual, educacional e, até de condições de acesso aos métodos contraceptivos. Dentre esses métodos, alguns são combinações de hormônios que impedem a maturação dos folículos e a ovulação; outros são cirúrgicos impedindo a fecundação do ovócito e; ainda, há os que também servem como prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Adaptado de BIOLOGIA: Seres Vivos, volume 2, Cesar e Sezar, 2009.

Os métodos contraceptivos tratados no texto são, respectivamente:

a) Preservativo (camisinha), pílulas anticoncepcionais e dispositivo intrauterino.

b) Preservativo (camisinha), laqueadura e pílulas anticoncepcionais.

c) Tabela, dispositivo intrauterino e laqueadura.

d) Pílulas anticoncepcionais, laqueadura e preservativo (camisinha).

e) Pílulas anticoncepcionais, laqueadura e tabela.

16. (CEFET-MG) Analise a representação da sequência de eventos que ocorrem no aparelho reprodutor feminino humano.

16

Caso não ocorra o fenômeno indicado pela seta, o destino do ovócito II é ser:

a) Degenerado.

b) Eliminado juntamente com a menstruação.

c) Mantido na tuba, aguardando outra ejaculação.

d) Retornado ao ovário para ser eliminado na outra ovulação.

e) Aderido ao endométrio para ser posteriormente fecundado.

17. (UPE) Leia o trecho da música Isso aqui tá bom demais, de Dominguinhos e correlacione-a com a figura ao lado.

17

Sobre isso, é correto afirmar que:

a) Apenas um espermatozoide entra no óvulo, pois, quando dois entram, ocorre uma gestação de gêmeos, podendo acarretar risco de vida para a mãe e a prole.

b) Com a união dos núcleos diploide do óvulo e haploide do espermatozoide, ocorre a formação do zigoto e o início do desenvolvimento embrionário.

c) Os óvulos de mamíferos são células grandes e imóveis, do tipo centrolécito; por sua vez, os espermatozoides são flagelados para permitir o deslocamento e a chance de chegada ao óvulo.

d) Óvulos e espermatozoides são gametas. Ambos são haploides e surgem por meiose, oriundos de células diploides do corpo.

e) Óvulos são “caros”, espermatozoides são “baratos”. Essa frase de senso comum reflete a formação de dois óvulos para cada quatro espermatozoides ao final da meiose.

18. (UEA) A gametogênese humana é responsável pela produção de óvulos (ovulogênese) e espermatozoides (espermatogênese). Existem diferenças e semelhanças entre os dois processos de gametogênese:

a) A ovulogênese se inicia posteriormente ao nascimento, enquanto a espermatogênese se inicia anteriormente ao nascimento; ambas ocorrem nas gônadas.

b) A ovulogênese é um processo de diferenciação celular, enquanto a espermatogênese é um processo de divisão celular; ambas ocorrem a partir da puberdade.

c) A espermatogênese consiste em apenas uma divisão meiótica, enquanto a ovulogênese consiste em duas divisões meióticas seguidas; ambas são divisões reducionais.

d) A espermatogênese dura entre 30 e 70 dias, enquanto a ovulogênese só se finaliza após a fecundação; ambas são divisões meióticas.

e) A espermatogênese ocorre sob uma temperatura em torno de 38ºC, enquanto a ovulogênese ocorre sob uma temperatura corporal em torno de 35ºC; ambas são divisões equacionais.

19. (UEA) A tartaruga-da-amazônia (Podocnemis expansa) e a harpia (Harpia harpyja) são animais típicos da Amazônia.

19

Com relação à reprodução destes animais, é correto afirmar que:

a) Apenas a tartaruga possui ovo amniótico rico em vitelo com casca calcária.

b) Apenas a harpia apresenta ovo telolécito (megalécito) e cuidado parental.

c) Tanto a tartaruga como a harpia, quando embriões, armazenam suas excretas no alantoide.

d) Tanto a tartaruga como a harpia apresentam desenvolvimento indireto, cuja fase larval é dentro do ovo.

e) Nem a tartaruga nem a harpia, quando embriões, realizam trocas gasosas através da casca do ovo.

20. (IFCE) O desenvolvimento de métodos contraceptivos revolucionou a sociedade contemporânea à media que permitiu maior liberdade sexual para as mulheres, além de ser utilizado como método de controle de natalidade. Atualmente, uma alternativa que ganha cada vez mais adeptos no controle de natalidade é a vasectomia. Sobre a vasectomia, assinale o item correto.

a) A vasectomia consiste na remoção cirúrgica dos testículos, a fim de evitar a liberação de espermatozoides durante o coito.

b) A vasectomia é um processo capaz de evitar gravidez indesejada, assim como proteger o indivíduo contra doenças sexualmente transmissíveis.

c) Após a vasectomia, o homem perde a capacidade de liberar espermatozoides junto com o sêmen, predispondo à impotência sexual.

d) A vasectomia promove grandes alterações na produção hormonal masculina, levando à esterilidade do mesmo.

e) A vasectomia é um procedimento cirúrgico que interrompe o transporte para o sêmen dos espermatozoides produzidos nos testículos.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 12 de dezembro de 2015

TESTES DE CITOLOGIA (6)

01. (UEM) Em relação à biologia celular, assinale a alternativa incorreta.

a) A fagocitose é o processo no qual a célula ingere partículas sólidas.

b) Durante a mitose, os cromossomos homólogos se emparelham na prófase e se separam na anáfase.

c) A meiose resulta em quatro células com metade do número de cromossomos da célula-mãe.

d) Durante a glicólise, ocorre a produção de ATP.

e) A membrana da célula é composta de lipídios e de proteínas.

02. (UNICAP)

I   II

0  0 – No microscópio, você pode ver uma placa celular começando a se desenvolver no meio de uma célula e núcleo se formando novamente em cada lado da placa celular. Essa célula é mais parecida com uma célula animal no processo de citocinese.

1 1 – A fonte imediata de energia que dirige a síntese de ATP pela ATP-síntese durante a fosforilação oxidativa é o gradiente de concentração de H+ através da membrana interna da mitocôndria.

2 2 – Células musculares diferem de células nervosas principalmente porque possuem diferentes tipos de cromossomos.

3 3 – As células animais apresentam um revestimento externo específico, que facilita sua aderência, assim como reações a partículas estranhas, como, por exemplo, as células de órgão transplantado. Esse revestimento é denominado interdigitações.

4  4 – Uma diferença entre células cancerosas e células normais é que as células cancerosas continuam a se dividir mesmo quando estão unidas firmemente.

03. (UNICENTRO) Observe a figura a seguir.

03

Com base na figura e nos conhecimentos sobre as células vegetais, assinale a alternativa correta.

a) I representa uma película que seleciona o que entra e o que sai da célula, mantendo o meio celular interno adequado às necessidades da célula.

b) II representa um envoltório resistente cuja função é dar rigidez ao corpo das plantas, atuando na sustentação esquelética.

c) III representa uma estrutura imersa no citosol cuja função é produzir proteínas e participar do transporte de moléculas através do citoplasma.

d) IV representa uma estrutura constituída por bolsas membranosas achatadas, dispersas no citoplasma, e responsável pela secreção celular.

e) V representa grânulos que se caracterizam por conter clorofila, cuja função é captar a luz solar com a máxima eficiência.

04. (UNIOESTE) As “algas azuis” (cianobactérias) merecem ênfase especial por sua importância ecológica, especialmente nos ciclos globais do carbono e do nitrogênio, bem como por seu significado evolutivo, compartilhando grandes semelhanças com as bactérias. Assinale a alternativa cuja estrutura está presente nas cianobactérias e ausente nas bactérias.

a) Ribossomos.

b) Pigmentos clorofilados.

c) DNA.

d) Membrana nuclear.

e) Parede celular.

05. (UEPG) Com relação às organelas citoplasmáticas e ao núcleo, assinale o que for correto.

01. O ciclo de Krebs, realizado nos cloroplastos, funciona como uma fábrica de energia para a célula.

02. A “produção” de energia pelo processo da respiração celular aeróbia ocorre na mitocôndria.

04. O núcleo celular é o centro de controle das atividades celulares, local onde ocorre também a duplicação do DNA e a síntese de RNA.

08. O Complexo de Golgi tem como principais funções a digestão intracelular e a síntese proteica.

16. É função do retículo endoplasmático rugoso a participação na síntese de proteínas.

Soma das alternativas corretas:

06. (UNIMONTES) A hemoglobina é uma proteína presente nos eritrócitos, constituindo, aproximadamente, 35% de seu peso. É um pigmento presente no sangue, responsável por transportar o oxigênio, levando-o dos pulmões aos tecidos de todo o corpo. Organelas são estruturas presentes nas células, responsáveis por funções distintas, produzindo as características de vida associada com a célula. A figura abaixo mostra algumas organelas celulares. Observe-a.

06

Considerando a figura e o assunto abordado, analise as afirmativas abaixo e assinale a que corresponde a uma organela não envolvida na síntese da proteína indicada anteriormente.

a) 1.

b) 5.

c) 3.

d) 9.

07. (UNITAU) As membranas biológicas são constituídas de bicamadas lipídicas associadas com proteínas na forma de mosaico. Considerando a importância das membranas biológicas na compartimentalização celular, afirma-se:

I. Tanto a membrana interna da mitocôndria como a externa é lipoproteica.

II. Parte das proteínas das membranas plasmáticas atua como receptores hormonais.

III. As membranas do retículo endoplasmático rugoso apresentam ribossomos associados às estruturas de membrana.

Dentre as afirmativas acima, está(ao) correta(s):

a) Apenas a I.

b) Apenas a II.

c) Apenas a III.

d) I, II e III.

e) I e II.

08. (PUC-RIO) Protistas e bactérias são seres vivos que podem ser classificados em diferentes domínios, pois:

a) Protistas se alimentam de bactérias.

b) Bactérias não são constituídas de células.

c) Protistas têm um núcleo envolto por membranas, do qual as células bacterianas carecem.

d) Bactérias decompõem protistas.

e) Protistas são fotossintéticos.

09. (UNICAMP) Considere os seguintes componentes celulares:

I. Parede celular

II. Membrana nuclear

III. Membrana plasmática

IV. DNA

É correto afirmar que as células de:

a) Fungos e protozoários possuem II e IV.

b) Bactérias e animais possuem I e II.

c) Bactérias e protozoários possuem II e IV.

d) Animais e fungos possuem I e III.

10. (UEM) Sobre um mamífero, assinale o que for correto.

01. Células de tecidos diferentes possuem forma e composição interna diferentes, por possuírem DNA diferentes.

02. Células de tecidos diferentes possuem forma e composição interna diferentes, embora possuam DNA idênticos.

04. Para a formação de um sistema em um indivíduo, é necessária a ocorrência de mitoses.

08. Para a formação do referido organismo, ocorre a diferenciação celular, processo que envolve alterações morfológicas e fisiológicas, entre outras.

16. Quase todas as suas células somáticas possuem núcleos com DNA idênticos.

32. Suas células diferenciadas são diferentes entre si por serem originadas por meiose.

Soma das alternativas corretas:

11. (UNICAP)

I    II

0   0 – É correto afirmar que a obtenção de organismos transgênicos se deve à universalidade do código genético.

1  1 – Sabe-se que a replicação do DNA é semiconservativa. Com base nesse mecanismo de replicação, o DNA original atua como molde, e cada novo DNA possui uma fita antiga e outra nova.

2  2 – Com relação às estruturas celulares encontradas nas células eucariontes, o complexo de Golgi e os lisossomos são encontrados somente em células animais.

3  3 – O reforço externo da membrana celular nos vegetais é: rígido, celulósico e não é capaz de se deslocar da membrana plasmática.

4  4 – Mitocôndrias em células eucariontes funcionam como uma fábrica na qual proteínas recebidas do retículo endoplasmático são processadas e separadas para que sejam transportadas para seus destinos.

12. (UEM) Identifique o que for correto sobre organelas, células e tecidos.

01. A membrana plasmática das células vegetais é dotada de alta permeabilidade, não constituindo barreira à entrada e saída de substâncias nas células.

02. Ribossomos, cuja função é produzir proteínas, não são encontrados nas bactérias.

04. O ciclo celular compreende a divisão celular e a interfase. A interfase é a etapa na qual a célula permanece a menor parte da sua vida.

08. Neurônios e gliócitos são células do tecido nervoso humano.

16. O tonoplasto, membrana que envolve o vacúolo das células vegetais, tem a mesma composição básica das demais membranas celulares.

Soma das alternativas corretas:

13. (FCM-PB) As células presentes na mucosa intestinal apresentam uma grande capacidade de absorção. Essa característica se deve a presença dos:

a) Microvilosidades.

b) Conexons.

c) Flagelos.

d) Desmossomos.

e) Estereocílios.

14. O esquema representa uma célula animal vista ao microscópio eletrônico, na qual algumas estruturas foram numeradas de 1 a 9.

14

Com relação às estruturas indicadas no esquema, é incorreto afirmar que:

a) 1, 5 e 6 sofrem intensas modificações na divisão celular.

b) 2, 3 e 7 sintetizam e/ou armazenam substâncias orgânicas.

c) 4 e 9 realizam digestão celular com produção de energia e liberação de CO2.

d) 5 e 9 são desprovidos de membrana lipoproteica.

15. (FURG) As seguintes afirmações referem-se aos dois tipos básicos de células: procariontes e eucariontes

I. Mitocôndrias e cloroplastos existem somente nas células eucariontes.

II. Os organismos procariontes e eucariontes diferenciam-se pela sua organização celular.

III. As células procariontes apresentam pouco material genético e por isto elas não têm núcleo.

IV. Células procariontes não tem cloroplastos e, portanto, não têm condições de realizar a fotossíntese.

V. A existência de células eucariontes pode ser explicada a partir da teoria simbionte, isto é, a ingestão de células procariontes por um organismo primitivo.

Quais afirmativas estão corretas?

a) Apenas I, II e III.

b) Apenas I, II e V.

c) Apenas II, III e IV.

d) Apenas III, IV e V.

e) Apenas I, IV e V.

16. Observe as afirmativas de 1 a 5 que completam a questão. Se um ser vivo for formado por uma célula procariótica, ele:

1. Não apresentará envoltório nuclear.

2. Poderá ser uma bactéria.

3. Não apresentará parede celular.

4. Apresentará ribossomos e lisossomos.

5. Não apresentará nucléolo e nem mitocôndrias.

Quais são as afirmações corretas?

a) 1, 2 e 3.

b) 1, 2 e 5.

c) 1, 3 e 5.

d) 3, 4 e 5.

e) 1, 2, 3, 4 e 5.

17. (VUNESP) Em relação aos componentes celulares, assinale a alternativa correta.

a) Membrana plasmática é uma estrutura lipoproteica que funciona como barreira seletiva entre o citoplasma e o núcleo.

b) Parede celular é uma estrutura exoesquelética “rígida” que circunda e protege o conteúdo das células vegetais.

c) Plastos são organelas citoplasmáticas encontradas em células vegetais, recobertas por membranas e incapazes de autoduplicação.

d) Mitocôndrios são organelas limitadas por membranas, encontradas somente em células animais e que geram energia química na forma de ATP.

e) Núcleo é uma organela revestida por envoltório nuclear, presente tanto em organismos procariontes como em organismos eucariontes.

18. (UCPel) Algumas substâncias que devem ser eliminadas da célula são, temporariamente, armazenadas no interior de estruturas citoplasmáticas membranosas do tipo bolsas. Essas bolsas se aproximam da membrana plasmática, fundem-se a ela e expelem seu conteúdo para o meio externo. A esse processo denominamos de:

a) Pinocitose.

b) Exocitose.

c) Fagocitose.

d) Endocitose.

e) Autofagia.

19. (UEPG) Há dois tipos básicos de células, a procariótica e a eucariótica. Com relação aos tipos celulares, assinale o que for correto.

01. A célula procariótica apresenta material genético desprovido de membrana protetora, a carioteca.

02. Segundo o modelo denominado “Mosaico Fluido”, aplicado à parede celular dos vegetais, a mesma seria constituída de duas camadas lipídicas e celulose.

04. Os vegetais, organismos formados por células procarióticas, possuem dois envoltórios que circundam as células: a membrana plasmática e a parede celular.

08. A membrana plasmática possui estrutura rígida e compacta, impedindo que a maioria das substâncias entre na célula, protegendo assim seu conteúdo.

16. As bactérias e as cianobactérias são procarióticas.

Soma das alternativas corretas:

20. (FATEC) Considere as características das células A, B, C e D que estão representadas na tabela abaixo, relacionadas à presença (+) ou ausência (–) de alguns componentes.

20

São exemplos de organismos que possuem células do tipo A, B, C e D, respectivamente:

a) Paramécio, pinheiro, cogumelo e cobra.

b) Cianobactéria, fungo, ameba e minhoca.

c) Paramécio, musgo, bolor de pão e gato.

d) Cianobactéria, samambaia, champignon e paramécio.

e) Bactéria, líquen, bolor do mamão e mosquito.

gab

Publicado por: Djalma Santos | 12 de dezembro de 2015

TESTES SOBRE EVOLUÇÃO (2)

01. (UNICID) Frequente em regiões lacustres, o coaxar dos sapos representa, evolutivamente, um processo biológico para sua espécie, a saber:

a) A cooperação entre indivíduos, que proporciona a maior predação.

b) A competição interespecífica, que proporciona maior variabilidade genética.

c) A competição intraespecífica, que proporciona a seleção sexual e natural.

d) A seleção de machos, que proporciona a dominância gênica.

e) A atração sexual do macho pela fêmea, que proporciona a sobrevivência dos mais aptos.

02. (FATEC) Diversas espécies de animais apresentam adaptações morfológicas as quais permitem que elas se camuflem no ambiente em que vivem, passando quase despercebidas por predadores. Os insetos conhecidos como bichos-pau são exemplos desse tipo de adaptação. Eles apresentam o corpo, as pernas e as antenas extremamente longos e finos, de modo que se confundem com gravetos quando ficam em repouso, apoiados em árvores ou arbustos, como ilustrado na imagem.

02

(http://tinyurl.com/pyay2qp

Acesso em: 18.08.2014.)

Diversas espécies de animais apresentam adaptações morfológicas as quais permitem que elas se camuflem no ambiente em que vivem, passando quase despercebidas por predadores. Os insetos conhecidos como bichos-pau são exemplos desse tipo de adaptação. Eles apresentam o corpo, as pernas e as antenas extremamente longos e finos, de modo que se confundem com gravetos quando ficam em repouso, apoiados em árvores ou arbustos, como ilustrado na imagem. De acordo com a teoria mais aceita atualmente para compreender a evolução dos seres vivos, a adaptação morfológica citada teria surgido, ao longo das gerações, devido:

a) Ao esforço de cada indivíduo em passar despercebido por predadores e se tornar o mais semelhante possível aos gravetos.

b) À proximidade espacial entre os insetos e os gravetos, o que teria levado a uma modificação corporal nos indivíduos no decorrer de suas vidas.

c) Ao acaso, sendo que os insetos que se tornaram mais semelhantes a gravetos, no decorrer de suas vidas, teriam passado essa característica a seus descendentes.

d) A uma troca de material genético entre os insetos e as plantas nas quais eles viviam, levando à manifestação de características das plantas no corpo do animal.

e) À seleção contínua dos indivíduos um pouco mais camuflados dentro das populações, os quais eram menos predados e deixavam mais descendentes.

03. (UEPG) Com relação aos princípios básicos das ideias evolutivas por seleção natural, assinale o que for correto.

01. Na disputa pela vida entre os descendentes, organismos com variações favoráveis às condições do ambiente onde vivem têm maiores chances de sobreviver quando comparados aos organismos com variações menos favoráveis.

02. A mutação é um fator evolutivo a ser eliminado das populações, uma vez que, quando ocorrem, são sempre desvantajosas.

04. Para Darwin, os indivíduos de uma população não apresentam variações em seus caracteres, sendo, portanto, idênticos.

08. Os organismos com as variações vantajosas têm maiores chances de deixar descendentes.

16. Na teoria de Darwin, todos os nascimentos chegam a idade adulta e a seleção natural age essencialmente sobre a reprodução dos organismos.

Soma das alternativas corretas:

04. (UEA) A figura ilustra dois mecanismos de especiação a partir de uma população ancestral.

04

A especiação ocorrida pelo mecanismo de:

a) Anagênese depende exclusivamente da variabilidade genética gerada pelas mutações ocorridas espontaneamente ao longo das gerações.

b) Cladogênese depende exclusivamente dos cruzamentos direcionados entre indivíduos com características heteromorfas.

c) Anagênese depende das mutações, dos cruzamentos, da variabilidade genética e da seleção natural atuando ao longo das gerações.

d) Cladogênese depende de isolamento geográfico, seguido da reunião entre as populações, com a manutenção da capacidade reprodutiva.

e) Anagênese depende da baixa variabilidade genética gerada pelos cruzamentos direcionados entre os organismos mais adaptados.

05. (UEL) O aparecimento de ovos com casca foi uma evolução adaptativa dos répteis para a conquista definitiva do ambiente terrestre pelos cordados. Além do ovo com casca, há outras adaptações que permitiram que os répteis pudessem sobreviver no ambiente terrestre quando comparadas com as adaptações dos anfíbios. Portanto, há adaptações que surgem nos anfíbios e permanecem nos répteis e há adaptações que têm sua origem pela primeira vez nesse grupo. Sobre as características adaptativas associadas à conquista do ambiente terrestre que surgiram pela primeira vez nos répteis, considere as afirmativas a seguir.

I. Pernas locomotoras e respiração pulmonar.

II. Ectotermia e dupla circulação.

III. Queratinização da pele e ácido úrico como excreta nitrogenado.

IV. Ovo amniota e desenvolvimento direto.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas I e II são corretas.

b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.

c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.

d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.

e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

06. (UDESC) Ao publicar A Origem de Espécies por Meio da Seleção Natural (1859), Charles Darwin lançou as bases da Teoria da Evolução. Em 1883 August Weismann refutou a herança das características adquiridas, contidas na obra de Darwin. Em 1894, o naturalista inglês, George J. Romanes cunhou o termo Neodarwinismo para este novo tipo de darwinismo, sem a herança das características hereditárias. Atualmente, de maneira errônea, usa-se o termo Neodarwinismo como sinônimo de Teoria Sintética da Evolução, síntese do pensamento evolucionista. Analise as proposições em relação à Teoria Sintética da Evolução e a seus pressupostos.

I. A evolução pode ser explicada por mutações e pela recombinação genética orientadas pela seleção natural.

II. As mudanças impostas pelo ambiente no indivíduo são agregadas ao seu genótipo e transmitidas aos seus descendentes.

III. O fenômeno evolutivo pode ser explicado de modo consistente por mecanismos genéticos conhecidos.

IV. O uso de determinadas partes do organismo faz com que estas tenham um desenvolvimento maior.

V. A recombinação gênica não aumenta a variabilidade dos genótipos, pois atua em nível de fenótipos.

Assinale a alternativa correta.

a) Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas III e V são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.

e) Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras.

07. (PUC-RS) No início da evolução humana, não havia olhos claros, todos os indivíduos tinham olhos muito pigmentados. A variação fenotípica “olhos claros” surgiu graças _________ que atuou diretamente no DNA.

a) à mutação

b) à adaptação

c) ao fluxo gênico

d) à deriva genética

e) à seleção natural

08. (UNESP) Considere a afirmação feita por Charles Darwin em seu livro publicado em 1859, A origem das espécies, sobre a transmissão hereditária das características biológicas:

Os fatos citados no primeiro capítulo não permitem, creio eu, dúvida alguma sobre este ponto: que o uso, nos animais domésticos, reforça e desenvolve certas partes, enquanto o não uso as diminui; e, além disso, que estas modificações são hereditárias.

É correto afirmar que, à época da publicação do livro, Darwin:

a) Estava convencido de que as ideias de Lamarck sobre hereditariedade estavam erradas, e não aceitava a explicação deste sobre a transmissão hereditária das características adaptativas.

b) Concordava com Lamarck sobre a explicação da transmissão hereditária das características biológicas, embora discordasse deste quanto ao mecanismo da evolução.

c) Havia realizado experimentos que comprovavam a Lei do Uso e Desuso e a Lei da Transmissão Hereditária dos Caracteres Adquiridos, conhecimento esse posteriormente incorporado por Lamarck à sua teoria sobre a evolução das espécies.

d) Já propunha as bases da explicação moderna sobre a hereditariedade, explicação essa posteriormente confirmada pelos experimentos de Mendel.

e) Conhecia as explicações de Mendel sobre o mecanismo da hereditariedade, incorporando essas explicações à sua teoria sobre a evolução das espécies por meio da seleção natural.

09. (UNIMONTES) A extensa variabilidade genética e fenotípica nos indivíduos de uma população é um desafio a mais quando se busca compreender a evolução como um processo marcado pelo dinamismo. Analise as imagens identificadas como I, II e III, e assinale a afirmativa correta.

09

a) I é um exemplo típico de recombinação gênica e afeta a variabilidade genética já estabelecida.

b) deriva genética está claramente demonstrada em III e é denominada efeito do fundador.

c) II e III são exemplos típicos de seleção artificial.

d) Em II, está caracterizada a seleção disruptiva; os indivíduos com fenótipos extremos são favorecidos.

10. (PUC-RIO) Três processos fundamentam a teoria sintética da evolução:

1. Processo que gera variabilidade,

2. processo que amplia a variabilidade e

3. processo que orienta a população para maior adaptação.

Esses processos são, respectivamente:

a) Recombinação gênica, seleção natural, mutação.

b) Recombinação gênica, mutação, seleção natural.

c) Mutação, recombinação gênica, seleção natural.

d) Mutação, seleção natural, recombinação gênica.

e) Seleção natural, mutação, recombinação gênica.

11. (UPE) Observe os trechos da música a seguir:

Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?

Cocoricó

Quem sabe me responde, quem não sabe advinha. Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?

…Quem acha que foi o ovo levanta a mão e canta assim.

Era uma vez um ovo … de repente, “creck-creck” se quebrou e lá de dentro saiu, … um bichinho

amarelinho que comeu … cresceu … até se transformar…numa galinha…. A minha vida começou

dentro de um ovo. Por isso eu canto assim: O ovo veio antes de mim.

Ah é? …Mas quem colocou esse ovo que veio antes de você, hein? Uma galinha…

…Quem acha que foi a galinha levanta a mão, e canta assim.

Era uma vez uma galinha … que … pôs um ovo e delicadamente sentou em cima, …chocou, chocou, até que, um dia, “creck-creck”, ele quebrou.

Daí pra frente a história continua … Galinha que nasce do ovo que nasce da galinha, que nasce do ovo da galinha. Oh! Dúvida cruel. Quem pôs o primeiro ovo, ninguém sabe, ninguém viu…

Disponível em: http://letras.mus.br/cocorico/1635028. Adaptado

Em relação à pergunta da música, colocada em termos científicos “Quem surgiu primeiro na evolução dos vertebrados terrestres, o ovo ou as aves?,” é correto afirmar que:

a) Os peixes punham ovos de dois tipos: centrolécito e telolécito amniótico; estes últimos permitiram a conquista da terra, por possuírem uma casca espessa; assim, o ovo veio primeiro.

b) Os anfíbios botavam ovos isolécitos amnióticos com casca e o suprimento líquido necessário para o desenvolvimento embrionário; assim, o ovo veio primeiro.

c) Os répteis surgiram com uma nova espécie de ovos telolécitos, contendo membranas embrionárias amnióticas complexas, que deixavam o ar entrar e sair, mas não a água; assim, o ovo veio primeiro.

d) As aves sofreram mutação em seus ovos, passando de centrolécito para heterolécito do tipo amniótico e podiam ser postos em terra; assim as aves vieram primeiro.

e) As aves desenvolveram ovos do tipo alécitos amnióticos, tornando possível o surgimento dos mamíferos, parentes próximos dessas, visto também serem homeotermos; assim, as aves vieram primeiro.

12. (IFSudeste) Observe a figura:

12

Fonte:<http://fatosdoevolucionismo.blogspot.com.br

/2013/06/provas‐da‐evolucao‐e‐suas‐crpiticas.html>.Acessoem:15/10/2014.

As asas dos morcegos, das aves e dos insetos têm origem embrionária diferente, mas apresentam a mesma função que é a de adaptar o organismo ao voo. Em Evolução, órgãos de diferentes origens embrionárias e que desempenham a mesma função são denominados:

a) Vestigiais.

b) Homólogos.

c) Análogos.

d) Recombinantes.

e) Especializados.

13. (UEM) Sobre termos e conceitos biológicos, assinale o que for correto.

01. Cladograma é a representação gráfica de todos os tipos de variação existentes entre os seres vivos, desde o nível molecular até os ecossistemas.

02. Especiação é a separação de uma espécie ancestral em duas novas espécies.

04. A seleção, pela adaptação, de organismos pouco aparentados, mas que apresentam estruturas e formas corporais semelhantes, é denominada divergência evolutiva.

08. A recombinação gênica resultante da segregação independente de cromossomos homólogos e de permuta (crossing-over) na meiose I é um dos mecanismos responsáveis pela variabilidade da população humana.

16. De acordo com o conceito atual de evolução, quanto mais os indivíduos se modificarem para se adaptar ao ambiente mais rapidamente ocorrerá a evolução.

Soma das alternativas corretas:

14. (IFTO) Baseado na teoria sintética da evolução, são fatores que tendem a aumentar a variabilidade genética da população:

a) Permutação, seleção natural e princípio do fundador.

b) Princípio do fundador, seleção natural e deriva genética.

c) Imigração, seleção natural e princípio do fundador.

d) Imigração, seleção natural e deriva genética.

e) Mutação gênica e cromossômica, além da permutação.

15. (UNCISAL) No Brasil, muitas espécies de seres vivos exóticos foram introduzidas para fins comerciais: o pinus, o javali, a abelha africana, a tilápia e outras. O caracol-gigante-africano, por exemplo, foi introduzido como tentativa de concorrência comercial ao escargot europeu. O fracasso do empreendimento levou os criadores a soltar esses animais em território brasileiro e essa espécie se reproduziu rapidamente, estando presente na maioria dos ecossistemas brasileiros. Hoje, a “praga” dos caracóis africanos traz prejuízos a diversas lavouras, além de ser vetor do verme Angiostrongylus, que causa a angiostrongilíase abdominal e a meningoencefalite eosinofílica. Uma forma de controle desses animais é a coleta (com luvas), morte por quebra do casco e enterro com cal. Qual a explicação para o aumento populacional do caracol-gigante-africano?

a) A evolução.

b) A irradiação adaptativa.

c) A colonização adaptada.

d) O isolamento geográfico.

e) A ausência de predadores naturais.

16. (IFCE) Superbactéria mata sete pacientes no Hospital de Messejana‖. Esta manchete foi publicada no dia 13 de maio de 2014 no sítio eletrônico de um grande portal de notícias do estado do Ceará. Acredita-se que a morte dos pacientes esteja relacionada a bactérias que desenvolveram resistência aos tratamentos convencionais. Sobre esse assunto, é correto afirmar:

a) A morte dos pacientes deve-se à escassez de antibióticos na rede pública de atendimento hospitalar.

b) O uso indiscriminado de antibióticos pela população pode levar ao crescimento de bactérias resistentes a vários antibióticos.

c) As superbactérias originam-se quando os pacientes se negam a receber tratamento com antibióticos.

d) As bactérias resistentes a antibióticos aumentam o tamanho de suas células, tornando-se mais agressivas aos pacientes.

e) As bactérias resistentes acometem principalmente mulheres devido às variações hormonais presentes neste grupo.

17. (IFMT) A respeito das adaptações observadas em animais de regiões frias, foram feitas as seguintes afirmações:

I. A camada de gordura sob a pele costuma ser mais grossa.

II. As camadas de pelos ou penas são mais espessas que a dois animais de outras regiões.

III. O tamanho dos animais não interfere na adaptação ao ambiente.

IV. Em muitos casos, a migração serve de adaptação à vida nessas regiões.

Está correto o que se afirma em:

a) I e II, apenas.

b) I, III e IV, apenas.

c) II e III, apenas.

d) I, II e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

18. (UniEvangélica) Sem haver interferência de outros fatores, durante 12 meses foi aplicado o pesticida DDT em ambiente controlado de laboratório com mosquitos. Foram considerados resistentes aqueles mosquitos que não haviam morrido uma hora após a aplicação de uma dose de DDT. Os dados representativos de três meses encontram-se na tabela a seguir.

18

Como esse resultado pode ser explicado?

a) A pouca mortalidade no início da aplicação demonstra a ineficiência do pesticida DDT em ambientes controlados.

b) Os insetos podem mudar o seu revestimento epidérmico e processo respiratório e se adaptar, tornando-se resistentes aos pesticidas.

c) Uma pequena quantidade de mosquitos resistentes ao DDT estava presente no início da aplicação do pesticida e a seleção natural aumentou a sua frequência.

d) Em resposta à aplicação do pesticida, a população original de mosquitos começou a produzir indivíduos resistentes ao DDT.

19. (FPS) A anatomia e embriologia comparadas são evidências da evolução. Com base nestes estudos, analise as seguintes afirmações:

1. O braço do Homem, a pata do cavalo e a asa do morcego são estruturas homólogas.

2. A hipertricose auricular em humanos, é uma característica análoga aos pelos de outros mamíferos.

3. A homologia entre estruturas de dois organismos diferentes sugere que eles se originaram de um grupo ancestral comum.

4. Quando de um ancestral comum partem várias linhagens evolutivas que originam várias espécies, fala-se em irradiação adaptativa.

5. Estruturas análogas são estruturas de mesma origem embriológica e mesma função nas diferentes espécies.

Estão corretas, apenas:

a) 1, 2 e 4.

b) 1, 3 e 4.

c) 2, 3 e 5.

d) 3, 4 e 5.

e) 1, 2 e 3.

20. (FUVEST) Considere a árvore filogenética abaixo.

20

Essa árvore representa a simplificação de uma das hipóteses para as relações evolutivas entre os grupos a que pertencem os animais exemplificados. Os retângulos correspondem a uma ou mais características que são compartilhadas pelos grupos representados acima de cada um deles na árvore e que não estão presentes nos grupos abaixo deles. A presença de notocorda, de tubo nervoso dorsal, de vértebras e de ovo amniótico corresponde, respectivamente, aos retângulos:

a) 1, 2, 3 e 4.

b) 1, 1, 2 e 5.

c) 1, 1, 3 e 6.

d) 1, 2, 2 e 7.

e) 2, 2, 2 e 5.

gab

 

Publicado por: Djalma Santos | 2 de dezembro de 2015

TESTES DE EMBRIOLOGIA (1)

01. (UNIMONTES) Analise o quadro abaixo.

01

As associações estão corretamente apresentadas na(s) situação(ões):

a) II e III, apenas.

b) I e II, apenas.

c) I, apenas.

d) I e IV, apenas.

02. (UEPG) Com relação às características gerais e funções dos anexos embrionários em craniata, assinale o que for correto.

01. A vesícula vitelina, ou vitelínica, é uma bolsa que abriga o vitelo e que participa do processo de nutrição do embrião. Ela se liga ao intestino e é bem desenvolvida em peixes, répteis, aves e mamíferos ovíparos.

02. Nos anfíbios, embora os ovos sejam ricos em vitelo, falta a vesícula vitelina típica. Nesses animais, o vitelo encontra-se dentro de células grandes (macrômeros) não envoltas por membrana vitelina própria.

04. O cório ou serosa é uma membrana que envolve o embrião e todas as demais membranas extraembrionárias. Nos ovos dos répteis e nos de aves, por exemplo, essa membrana fica sob a casca. Nesses animais, o cório junto com a alantoide participam dos processos de trocas gasosas entre o embrião e o meio externo.

08. O surgimento do chamado ovo amniótico foi um dos fatores importantes no sucesso da conquista do ambiente terrestre pelos vertebrados.

16. O isolamento do embrião no interior do ovo com casca veio associado ao surgimento da membrana extraembrionária âmnio, que delimita uma cavidade cheia de líquido, a cavidade amniótica, no interior do qual o embrião se desenvolve. Essa nova estrutura protege o embrião contra a dessecação e os choques mecânicos e persiste em todos os amniotas, com ou sem casca, em seus ovos.

Soma das alternativas corretas:

03. (IFG) A respeito dos anexos embrionários e dos processos de desenvolvimento embrionário, assinale a proposição correta.

a) A vesícula vitelínica é uma bolsa que abriga grande quantidade de vitelo, sendo a principal responsável pelo processo de nutrição em animais vivíparos, durante seu desenvolvimento.

b) A placenta é uma estrutura exclusiva dos mamíferos monotremados que possibilita a troca de substâncias entre o organismo materno e o fetal. Exerce também um importante papel na produção de hormônios durante a gestação.

c) O âmnio é uma membrana que delimita a cavidade amniótica, preenchida pelo líquido amniótico, onde o embrião se encontra submerso. Sua principal função é proteger o embrião contra choques mecânicos e contra a dessecação.

d) Após a fecundação, o zigoto gerado passa por sucessivas divisões celulares meióticas, originando inicialmente a blástula, constituída por um maciço de células.

e) Os gêmeos bivitelinos, também chamados de gêmeos dizigóticos ou fraternos, são formados a partir de um único óvulo fecundado por dois espermatozoides.

04. (FACTO) O corpo humano é constituído por diferentes tecidos que formam as estruturas de sustentação e revestimento, além de outras funções diversas. Nas alternativas que se seguem, marque aquela que corresponde à camada germinativa embrionária produzida durante a clivagem que seria responsável pela formação do esqueleto e do sistema muscular do corpo humano.

a) Epiderme.

b) Ectoderme.

c) Endoderme.

d) Mesoderme.

e) Hipoderme.

05. (UNEAL) No processo de desenvolvimento embriológico humano, após a fecundação, o zigoto passa por diversas transformações. Relacione os componentes desse processo com sua definição e assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

1. Mórula

2. Gonadotrofina coriônica

3. Nidação

4. Blastocele

(   ) Hormônio produzido pelo cório.

(   ) Cavidade interna do blastocisto.

(   ) Massa compacta de células originada a partir de sucessivas clivagens do zigoto.

(   ) Implantação do blastocisto da mucosa uterina.

a) 2 – 3 – 1 – 4.

b) 4 – 2 – 3 – 1.

c) 3 – 4 – 1 – 2.

d) 2 – 4 – 1 – 3.

e) 1 – 3 – 2 – 4.

06. (UNIFOR) Imagine que você é um cientista! Ao chegar em um laboratório de embriologia, verificou que havia um material a ser identificado no microscópio. O material tratava-se de um zigoto (ou ovo) e, com o passar dos dias, você foi observando as seguintes características:

– Pouco vitelo distribuído uniformemente nos polos vegetativo e animal

– Clivagens do tipo holoblásticas iguais

De acordo com tais características, conclui-se que o ovo pode ser classificado como:

a) Centrolécito.

b) Telolécito.

c) Mesolécito.

e) Megalécito.

e) Oligolécito.

07. (UFJF) Após a segmentação do zigoto, inicia-se a gastrulação, onde ocorre a formação dos folhetos germinativos ou embrionários, do arquêntero e do blastóporo. Uma gestante, cujo embrião encontrava-se nessa fase, sofreu irradiação com raios X, mas somente as células do ectoderma foram atingidas por tal irradiação. Quais tecidos ou órgãos poderiam sofrer alterações?

a) Fígado e cérebro.

b) Cérebro e rins.

c) Tubo neural e epiderme.

d) Baço e músculos lisos.

e) Medula espinhal e pulmão.

08. (UNEP) A partir das informações apresentadas a seguir, responda esta questão.

O ácido fólico ou vitamina B9 é requerida em quantidades 5 a 10 vezes maiores em mulheres grávidas do que em não grávidas. É fundamental para a síntese de purinas e pirimidinas, representando um composto especialmente importante para as células com maior poder de divisão, tais como as do tubo neural e da crista neural do embrião em formação. Deficiências na disponibilidade de ácido fólico para o embrião, consequentemente, levam a sérios problemas de má formação fetais, principalmente relacionados ao sistema nervoso, tais como a anencefalia e espinha bífida (meningomielocele). Para evitar a ocorrência de tais problemas, recomenda-se, de forma geral, que as mulheres grávidas realizem suplementação de ácido fólico durante o primeiro trimestre de gestão.

As más formações mencionadas no texto decorrem de problemas no desenvolvimento embrionário:

a) Da mesoderme.

b) Da endoderme.

c) Do celoma.

d) Da ectoderme.

e) Dos anexos embrionários.

09. (CEFET-MG) Em 2013, um bebê nasceu na Grécia a partir de um parto do tipo cesárea, ainda envolvido em uma espécie de membrana translúcida. O médico que realizou o parto divulgou a seguinte foto desse evento raro.

09

Disponível em: <http://www.portalanisiense.com.br&gt;.

Acesso em 21 abr. 2015.(Adaptado).

Para o feto, a função desse anexo embrionário é:

a) Proteger contra choques mecânicos.

b) Favorecer a expulsão durante o parto.

c) Garantir o suprimento de oxigênio.

d) Fornecer substâncias nutritivas.

e) Retirar impurezas produzidas.

10. (IFSul) Sobre as características dos anexos embrionários, afirmam-se:

I. O saco vitelino é uma bolsa que abriga o vitelo e que participa do processo de nutrição do embrião, sendo bem desenvolvida em peixes, répteis e aves, e reduzida nos mamíferos.

II. O âmnio é uma membrana que envolve o embrião e todos os demais anexos embrionários, sendo o anexo mais externo ao corpo do embrião, além disso, participa, juntamente com o alantoide, dos processos de trocas gasosas entre o embrião e o meio externo.

III. A placenta é um anexo embrionário que permite que o filhote receba nutrientes e oxigênio da mãe e passe para ela excretas nitrogenadas e gás carbônico, estando presente em todos os mamíferos, certos grupos de peixes e de répteis.

IV. O alantoide é um anexo embrionário que deriva da porção posterior do intestino do embrião, tendo como função, nos répteis e nas aves, armazenar excretas nitrogenadas e participar de trocas gasosas.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II, III e IV.

d) II e III.

11. (IFSC) Anexos embrionários são estruturas que derivam dos folhetos germinativos do embrião, mas que não fazem parte do corpo desse embrião. Os anexos embrionários são: vesícula vitelina (saco vitelínico), cordão umbilical, âmnio (ou bolsa amniótica), cório e alantoide. Com base na figura abaixo e com relação à placenta e aos anexos embrionários, assinale no cartão-resposta a soma da(s) proposição(ões) correta(s).

11

FONTE: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/embriologia/reproducao14.php.

Acesso: 14 jul. 2014

01. O cordão umbilical é um anexo embrionário exclusivo de mamíferos.

02. A placenta é um órgão constituído tanto de tecidos materno quanto fetais (cordão umbilical) que possuem a função de transportar nutrientes e oxigênio da circulação da mãe para o feto. O sangue da mãe se mistura com o do feto, uma vez que os vasos sanguíneos de ambos são contínuos.

04. O âmnio é uma membrana que envolve completamente o embrião, delimitando uma cavidade denominada cavidade amniótica. Essa cavidade contém o líquido amniótico, cujas funções são proteger o embrião contra choques mecânicos e dessecação.

08. O alantoide é uma bolsa contendo substâncias de reserva energética (vitelo), responsável pela nutrição do embrião. Nos mamíferos placentários, o alantoide possui pequenas dimensões, sendo a nutrição desempenhada pela placenta.

16. O cório é o anexo embrionário mais externo, presente em répteis, aves e mamíferos.

Soma das alternativas corretas:

12. (UFSC) Baseado nos esquemas abaixo, que correspondem a diferentes fases do desenvolvimento embrionário de um animal, assinale a proposição verdadeiras.

12

a) A ordem correta em que as fases ocorrem durante o processo de desenvolvimento é c – b – d – a.

b) Em a, já podemos observar a uma estrutura diblástica.

c) A fase representada em d denomina-se gástrula.

d) Em c, temos representadas quatro células denominadas micrômeros.

e) Os esquemas apresentados referem-se ao desenvolvimento embrionário de um cordado.

13. (PUC-GO) Use o texto a seguir para responder esta questão

Pronto. Assim devia terminar uma aula: com um golpe seco, incisivo, para que não se diluísse e sim germinasse, posteriormente, nos espíritos. Uma aula cujo tema ele anotaria no diário de classe como “Do ovo a Deus”, para desgosto do chefe do departamento. Olhou para o relógio e viu que ainda faltavam trinta minutos para o término regulamentar da aula de uma hora e meia. Lembrou-se, porém, das palavras de Ezra Pound. “O professor ou conferencista é um perigo. O conferencista é um homem que tem de falar durante uma hora. É possível que a França tenha adquirido a liderança intelectual da Europa a partir do momento em que a duração de uma aula foi reduzida para quarenta minutos.”

Diante disso, só lhe restava recolher o ovo, as trevas, e despedir-se altivamente. Estava de bom humor, com a sensação de um duro dever cumprido, e sua ressaca havia passado. Mas começou a ouvir algo assim como um murmúrio ritmado e grave, a princípio de forma tímida e que depois foi crescendo, permitindo-lhe que o identificasse como sendo a palavra ovo invocada cadenciadamente por trinta bocas. Viu também quando o chefe do departamento que julgava incluir-se entre as suas obrigações a de bedel, passou pelo corredor e olhou estupefacto para dentro da sala. Mas não tinha importância, pois aquela resposta da classe era como que uma verificação prática do seu método experimental. E o resultado do teste lhe parecia satisfatório, eis que, neste momento preciso em que a sua mente também se impregnava daquele mantra, foi tomado pela Grande Revelação, que, como no caso da travessia das trevas pela luz, se não era uma certeza palpável, ao menos se constituía numa hipótese de tal grandiosidade que poderia fazer de uma reles aula uma obra de arte.

A princípio foi assaltado pela tentação de escondê-la, egoisticamente, daqueles espíritos ainda verdes, que talvez a degradassem com gracejos. E poderia guardá-la para algum ensaio mantido rigorosamente em segredo até sua publicação. Mas algo assim como probidade intelectual, misturada à ansiedade diante de sua descoberta, levou-o a expô-la aos alunos, lembrando-se ainda de que o mais eminente de todos os linguistas, Ferdinand de Saussure, jamais escrevera um livro. E que seus ensinamentos se perenizaram através das anotações dos discípulos.

[…]

(SANT’ANNA, Sérgio. Breve história do espírito. 2. reimpr. São Paulo: Companhia das Letras, 1991, p. 78-79. Adaptado.)

O Texto faz referência a uma aula intitulada “Do ovo a Deus”. Sob o ponto de vista biológico, o ovo provém de uma fecundação e é elemento indispensável à perpetuação das espécies.

Analise as alternativas abaixo:

I. Denominamos cariogamia a fusão do pronúcleo masculino com o pronúcleo feminino, ambos haploides, originando assim uma célula diploide denominada zigoto ou ovo.

II. Os ovos denominados telolécitos são aqueles que apresentam pouca quantidade de vitelo distribuída de forma homogênea por todo seu citoplasma.

III. Durante as fases do desenvolvimento embrionário nos seres humanos, a mórula aparece após sucessivas divisões meióticas, originando assim uma cavidade central repleta de líquido, denominada blastocele.

IV. O valor nutritivo do ovo de galinha não se altera com o cozimento, porque suas proteínas, quando expostas ao calor, em vez de se dispersarem, se coagulam. A casca do ovo é basicamente formada por carbonato de cálcio e sua coloração, que varia de branco a marrom escuro, se dá por fatores genéticos.

Considere os itens apresentados e marque a alternativa em que todos estão corretos:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II e III.

d) II e IV.

14. (UEPG) O desenvolvimento embrionário tem início com a primeira divisão mitótica do zigoto e pode ser dividido em três etapas principais: segmentação, gastrulação e organogênese. Com relação a essas etapas do desenvolvimento embrionário, assinale o que for correto.

01. Na fase de segmentação ou clivagem, as células resultantes da divisão do zigoto são chamadas blastômeros. Nessa fase, as divisões celulares são rápidas e logo o embrião é um aglomerado compacto de dezenas de células, denominada mórula.

02. A gastrulação é o processo em quem as células embrionárias sofrem um profundo rearranjo, originando uma estrutura totalmente remodelada, a gástrula, em que o plano corporal do futuro animal é definido.

04. Durante a gastrulação, a migração de células para dentro do embrião faz com que a blastocele desapareça, enquanto uma nova cavidade cheia de líquido é formada, o arquêntero ou gastrocele.

08. Entre os animais do grupo craniata, durante a gástrula, os blastômeros se diferenciam em três conjuntos de células, denominados ectoderma, mesoderma e endoderma.

16. O mesoderma, localizado ao longo do dorso do embrião, dos lados do tubo nervoso e da notocorda em formação chama-se epímero ou mesoderma dorsal e divide-se em blocos transversais, denominados somitos.

Soma das alternativas corretas:

15. (UNIMONTES) As células dos folhetos embrionários sofrem um processo de diferenciação, de acordo com as suas funções no organismo adulto. O esquema a seguir mostra etapas desse desenvolvimento. Analise-o.

15

Considerando o esquema apresentado, o assunto abordado e que o tubo neural se origina a partir de II, analise as alternativas abaixo e assinale a que corresponde a uma estrutura de um organismo adulto representada por V.

a) Cristalino dos olhos.

b) Tecido muscular.

c) Revestimento interno da bexiga.

d) Vertebras.

16. (UEA) A figura ilustra a fase de nêurula de um cordado vertebrado.

16

(http://biologiaprofmorais.

blogspot.com.br. Adaptado.)

A fase embrionária ilustrada na figura apresenta

a) Tubo neural dorsal que, no animal desenvolvido, formará o encéfalo e a medula espinhal.

b) Quatro tecidos embrionários que, no animal desenvolvido, formarão o esqueleto ósseo.

c) Pseudoceloma que, no animal desenvolvido, formará a cavidade abdominal.

d) Notocorda que, no animal desenvolvido, formará a coluna vertebral.

e) Arquêntero que, no animal desenvolvido, formará a cavidade gastrovascular.

17. (UERN) Os óvulos podem ser classificados de acordo com a quantidade e a localização do vitelo em seu interior. Eles podem possuir muito ou pouco vitelo e se concentrar de modo uniforme ou região especifica. De acordo com a ocorrência dos tipos de ovos nos principais grupos animais, assinale a relação incorreta.

a) Centrolécito – aves.

b) Telolécito – répteis.

c) Oligolécito – mamífero.

d) Heterolécito – anelídeos.

18. (MACK)

18

O desenho acima mostra um ovo terrestre de um réptil. As setas I, II, III e IV correspondem, respectivamente, aos seguintes anexos embrionários:

a) Alantoide, cório, saco vitelínico e âmnio.

b) Alantoide, âmnio, saco vitelínico e cório.

c) Cório, alantoide, âmnio e saco vitelínico.

d) Saco vitelínico, alantoide, cório e âmnio.

e) Âmnio, alantoide, cório e saco vitelínico.

19. (UNEAL) A figura abaixo é uma reprodução do desenho de Leonardo da Vinci, feito no século XV, mostrando um feto dentro de um útero cortado e aberto. É possível que seu desenho também teve a intenção de representar os anexos embrionários que se atrofiam ou são expelidos por ocasião do nascimento.

19

Sobre os anexos embrionários nos grupos animais, analise as afirmativas e marque com V as verdadeiras e com F, as falsas.

(   ) O saco vitelínico é uma membrana que envolve o embrião de aves e mamíferos.

(   ) Nos mamíferos, o córion contribui para a fixação do embrião na parede uterina.

(   ) A placenta e o cordão umbilical são anexos embrionários exclusivos dos mamíferos.

(   ) O âmnio armazena substâncias nutritivas para o embrião de peixes, répteis, aves e mamíferos.

A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a:

a) F F V F.

b) F V V F.

c) F V F V.

d) V F V F.

e) V V F V.

20. (UniEvangélica) Analise a figura a seguir.

20

Disponível em: <http://www.bioafgj.wordpress.com/biologia/embriologia.

htm>. Acesso em: 26 set. 2013.

A figura ilustra:

a) A neurulação, quando se acentuam ainda mais o crescimento e diferenciação celular, com a formação do mesoderma e de outras estruturas.

b) O processo de segmentação ou clivagem, que é a série de divisões mitóticas a partir do zigoto, resultando na formação da mórula.

c) A implantação ou nidação, que é a fixação à parede do útero, dando início ao desenvolvimento intrauterino do embrião.

d) A gastrulação, que se caracteriza por acentuado crescimento e diferenciação das células em tecidos ou folhetos embrionários, resultando na gástrula.

gab

 

 

Publicado por: Djalma Santos | 2 de dezembro de 2015

TESTES SOBRE EVOLUÇÃO (1)

01. (ACEFE) Estudo liga dores crônicas na coluna a “defeito” na evolução

Um novo estudo afirma que pessoas com problemas na coluna lombar podem tê-los “herdados” de um defeito ocorrido ao longo do processo de evolução. Segundo cientistas, essas pessoas teriam uma coluna em formato mais parecido com a de chimpanzés, o mais próximo ancestral humano. Um “no” nos discos da coluna deixa o alinhamento das vertebras mais parecido com o dos animais do que com as vertebras normais de humanos. Os cientistas acreditam que uma lesão tivesse feito com que a coluna evoluísse de forma diferente em pessoas, conforme o ser humano evoluía para caminhar sobre duas pernas.

Fonte: BBC, 27/04/2015 Disponível em: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2015

Acerca do tema e correto afirmar, exceto:

a) De acordo com a Teoria Sintética da Evolução, a seleção natural é apenas um dos mecanismos evolutivos conhecidos. Seleção sexual, derivação genetica, mutação, recombinação e fluxo genético são os outros, podendo agir de forma a reduzir ou aumentar a variação genetica.

b) A evolução por meio da seleção natural, proposta por Charles Darwin, enuncia que indivíduos que possuem características específicas, obtidas através de mutações e recombinações, e que os tornam mais aptos a viver em determinado ambiente, têm mais probabilidade de se reproduzir e gerar descendentes.

c) A evolução pode ser definida como o processo de variação e adaptação de populações ao longo do tempo, podendo inclusive provocar o surgimento de novas espécies, fenômeno denominado de especiação.

d) A Teoria da Evolução reúne uma série de evidências e provas que comprovam o mecanismo evolucionista, podendo-se citar: fósseis, analogia, homologia, provas bioquímicas e embriológicas.

02. (PUC-RS) Responder esta questão com base na figura e nas informações a seguir.

02

Uma revolução no pensamento científico ocorreu quando Charles Darwin explicou a origem das es­pécies de seres vivos. O desenho acima, com tal explicação, está em uma de suas cadernetas de anotações. Graças a esses estudos, afirma-se:

I. Todas as espécies encontradas no planeta têm um ancestral comum.

II. Uma espécie pode desaparecer se houver fra­casso reprodutivo nas populações.

III. Mutações genéticas podem originar uma nova espécie se transmitidas à descendência.

IV. Mudanças morfológicas adquiridas em resposta a variações ambientais são passadas à geração seguinte.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I e II.

b) II e IV.

c) III e IV.

d) I, II e III.

e) I, III e IV.

03. (UEPG) A migração corresponde aos processos de entrada (imigração) ou saída (emigração) de indivíduos de uma população, geralmente associada à busca por melhores condições de vida. Com relação a esse fator evolutivo, assinale o que for correto.

01. A migração não altera as frequências alélicas das populações.

02. Quando um pequeno grupo de indivíduos migra para um novo habitat, até então não ocupado por esta espécie, a distribuição dos alelos desse pequeno grupo pode ser diferente da distribuição de alelos da população original. Esse se constitui um exemplo de efeito fundador.

04. Em populações pequenas, a migração pode alterar significativamente as frequências alélicas.

08. A migração permite que se estabeleça fluxo gênico entre populações distintas, diminuindo as diferenças genéticas entre elas.

16. Migrantes portando alelos prejudiciais não afetam a sobrevivência e reprodução da população receptora, uma vez que serão removidos por deriva genética.

Soma das alternativas corretas:

04. (MACK) Nos últimos anos, a taxa do gene para hemofilia tem aumentado muito nas populações humanas. Os hemofílicos, no passado, frequentemente não chegavam à idade de reprodução, já que para eles qualquer ferimento maior poderia ser fatal. Hoje, porém, os hemofílicos recebem o fator VIII, retirado do sangue de pessoas normais, que favorece a coagulação. Assim, a probabilidade de sobrevivência dos hemofílicos aumentou muito; também se elevaram as chances de constituírem família, transmitindo seus genes paras os descendentes. Podemos afirmar que os avanços da medicina:

a) Prejudicaram a ocorrência da seleção natural.

b) Favoreceram a ocorrência da seleção natural.

c) Prejudicaram a ocorrência de mutação.

d) Favoreceram a ocorrência de mutação.

e) Não interferiram na ocorrência da seleção natural ou na mutação.

05. (MACK) Algumas aranhas da Família Salticidae (popularmente conhecidas como papa moscas) são capazes de se deslocar por distâncias de até 400km. Isto é possível porque elas tecem uma teia em forma de para quedas, que permanece aderida ao seu abdômen e se utilizam do vento para o deslocamento. Dessa forma, elas são capazes de cruzar com indivíduos de outras populações. A esse respeito, são feitas as seguintes afirmações:

I. Não há isolamento reprodutivo entre essas populações.

II. A possibilidade de intercâmbio genético entre os grupos permite que eles pertençam à mesma espécie.

III. O fato de existir intercâmbio genético impede que ocorram mutações nos indivíduos de cada grupo.

Assinale:

a) Se somente as afirmativas I e II forem corretas.

b) Se todas as afirmativas forem corretas.

c) Se somente as afirmativas I e III forem corretas.

d) Se somente a afirmativa I for correta.

e) Se somente a afirmativa III for correta.

06. (UNICID) Durante sua viagem ao redor do mundo, a bordo do navio inglês H.M.S. Beagle, Charles Robert Darwin foi o responsável pela coleta, anotação e catalogação das espécies existentes nos mais diversos ecossistemas visitados. Essa viagem de Darwin contribuiu significativamente na formulação de sua teoria evolucionista, pois permitiu que:

a) Constatasse a diversidade biológica existente dentro de populações de diversas espécies.

b) Refutasse o processo evolutivo pela Lei do Uso e Desuso proposta por Lamarck.

c) Identificasse características genéticas dominantes selecionadas naturalmente pelo ambiente.

d) Comprovasse a ocorrência de mutações genéticas nas populações isoladas em ilhas.

e) Testasse o processo de seleção natural em populações de locais ainda desconhecidos.

07. (PUC) As ideias de Darwin serviram de base para a elaboração da teoria sintética da evolução, hoje aceita pela ciência. Fizeram-se as afirmações abaixo a respeito da evolução dos seres vivos.

I. A mutação é um dos fatores evolutivos.

II. O fator que induz a ocorrência de mutação nos indivíduos é a seleção natural.

III. A recombinação gênica ocorre durante a reprodução sexuada.

IV. As alterações provocadas pela ação do ambiente sobre as características físicas de um organismo adulto são sempre transmitidas a seus descendentes.

A teoria citada admite apenas:

a) I e II.

b) I e III.

c) I e IV.

d) II e III.

e) II e IV.

08. (CEFET-MG) Nas últimas décadas tem sido empregado o uso do material genético na reconstrução de filogenias para representar as relações de parentesco evolutivo entre as espécies a partir de um ancestral comum. Mas, para explicar a origem da biodiversidade, é necessário incluir as transformações ecológicas e geográficas. No caso da Amazônia, o local de maior biodiversidade do planeta, dados obtidos com cipós, aves, primatas e borboletas indicam que a diversificação de espécies na Amazônia ocorreu na mesma época que a formação da bacia hídrica.

Stam, G. A. Entre cipós e algas. Disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br&gt;.Acesso em 06 abr. 2015. (Adaptado).

A consequência do surgimento dessa bacia, nesse processo de diversificação, foi a:

a) Dispersão de sementes e gametas, colonizando novas áreas geográficas.

b) Disponibilização de água, favorecendo o crescimento numérico das populações.

c) Interrupção do fluxo gênico pela presença de barreira hídrica, acarretando especiação.

d) Indução de mutações, alterando o material genético das espécies e originando a diversidade.

e) Promoção do deslocamento de nichos, levando ao surgimento de espécies arborícolas e aéreas.

09. (UFRR)

09

O evolucionismo é uma teoria baseada na ideia de que os seres vivos se modificam ao longo do tempo, com novas espécies surgindo a partir de ancestrais comuns. Com base nessa informação, assinale a alternativa que apresenta somente evidências da evolução biológica:

a) Deriva genética, seleção natural e epistasia.

b) Migração, mutações e seleção natural.

c) Convergência adaptativa, deriva genética e simbiose.

d) Mimetismo, órgãos análogos e recombinação gênica.

e) Fósseis, órgãos homólogos e órgãos vestigiais.

10. (CESPE) Há anos, uma grande população de uma espécie de antílope foi concentrada em fazendas de caça na África do Sul. Como estavam cercados, os antílopes se alimentavam do que estava ao seu alcance, principalmente de folhas de acácia. Inicialmente, a proporção entre acácias e antílopes era equilibrada, entretanto, esses animais reproduziram-se muito no espaço de confinamento, e as acácias reagiram ao consumo exagerado emitindo um sinal, percebido pelas outras da espécie, relacionado à produção de etileno gasoso através dos poros de suas folhas. Esse sinal viajava até 45 metros, avisando as outras acácias da presença dos herbívoros. Uma vez que o sinal era recebido, em um período de cinco a dez minutos, as acácias intensificavam a produção de tanino em suas folhas a quantidades que eram letais para os antílopes, provocando a sua morte em poucos dias. Quando isso acontecia, até as girafas passavam a alimentar-se apenas de um pé de acácia, entre os dez que estavam próximos, evitando os que estavam a favor do vento.

Yam P. Acacia trees kill antelope in the Transvaal. Sci. Am. 1990, Dec; 263(6):28 (tradução, com adaptações).

Tendo o texto acima como referência, assinale a opção correta.

a) O sistema de defesa desenvolvido pelas acácias para advertir seus congêneres da chegada de herbívoros é identificado pelas girafas.

b) As girafas e os antílopes são considerados consumidores primários porque são predadores.

c) A ação dos antílopes é uma ameaça às espécies nativas de acácias, pois promove declínios populacionais e até extinção destas.

d) A redução da população de girafas pode interromper a relação de predação entre acácias e antílopes.

11. (UNIFOR) Observe a charge abaixo:

11

A ordem da história contada na charge refere-se, respectivamente, as teorias do(a):

a) Criacionismo e Lamarckismo.

b) Geração espontânea e Lamarckismo.

c) Darwinismo e Neodarwinismo.

d) Criacionismo e Darwinismo.

e) Darwinismo e Lamarckismo.

12. (IFG) Assinale a alternativa correta a respeito do processo evolutivo.

a) A divergência adaptativa é um processo em que organismos de diferentes espécies, mas que vivem em um mesmo tipo de ambiente por muito tempo, acaba adquirindo semelhanças morfológicas pelo processo evolutivo, graças à seleção natural.

b) Os principais fatores evolutivos que atuam sobre o conjunto gênico da população podem ser reunidos em duas categorias: fatores que tendem a restringir a variabilidade genética da população – mutação e recombinação; fatores que atuam sobre a variabilidade genética já estabelecida – migração, deriva genética e seleção natural.

c) As mutações ocorrem ao acaso e por seleção natural, são mantidas quando adaptativas ou eliminadas em caso contrário. Podem ocorrer em células germinativas ou em células somáticas; sendo, neste último caso, de fundamental importância para a evolução, pois são transmitidas aos descendentes.

d) Na seleção sexual, os traços anatômicos e/ou comportamentais influenciam o sucesso de cruzamentos. Os indivíduos que possuem as características que são interessantes, do ponto de vista genético, para o outro sexo, são escolhidos para a reprodução.

e) A teoria da seleção natural defende que apenas sobrevivem aqueles organismos que possuem qualidades superiores, em que a prevalência de uma característica torna-se favorável, à medida que é transmitida para as gerações seguintes. Os organismos inferiores, portanto, acabam sendo extintos.

13. (IFSC) Cerca de 2 milhões de espécies de seres vivos já foram descritos pelos cientistas. Com a teoria da evolução procuramos explicar como todas essas espécies surgiram na Terra; como elas podem se transformar ao longo do tempo e originar outras espécies; a razão de suas semelhanças e diferenças; e por que os seres vivos possuem adaptações que os ajudam a sobreviver e a se reproduzir em seu ambiente.

Fonte: LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje. Volume 3. São Paulo: Ática, 2013.

Em relação à origem da vida e evolução, assinale no cartão-resposta a soma da(s) proposição(ões) correta(s).

01. De acordo com o fixismo, cada espécie teria surgido de maneira independente e permaneceria sempre com as mesmas características.

02. A lei da transmissão dos caracteres adquiridos afirma que as alterações no corpo do organismo provocadas pelo seu uso ou desuso são transmitidas aos descendentes.

04. Lamarck afirmava que o meio exerce uma seleção natural que favorece os indivíduos portadores das características mais apropriadas para um determinado ambiente e num determinado tempo.

08. Para Lamarck, por exemplo, antes de evoluírem, as girafas tinham o pescoço pequeno e, ao tentarem comer as folhas das árvores por diversas vezes, tinham que esticar essa parte do corpo. Esse movimento acabou alongando o pescoço dos primeiros animais dessa espécie e, assim, os descendentes passaram a nascer com pescoços maiores, mais próximos daqueles que se observam atualmente.

16. A mutação e permutação são fatores que tendem a diminuir a variabilidade genética de uma população.

Soma das proposições corretas:

14. (UFJF) Considere as afirmativas abaixo relacionadas aos processos de especiação.

I. A especiação simpátrica considera que duas espécies possam surgir sem que haja qualquer processo de separação geográfica, em consequência de alterações cromossômicas numéricas ocorridas durante as divisões celulares.

II. A especiação alopátrica considera que o primeiro passo para a formação de duas novas espécies é a separação geográfica entre populações de uma espécie ancestral.

III. A especiação simpátrica poderia ser ocasionada pelo isolamento geográfico de populações em áreas marginais à de uma população original.

IV. A especiação alopátrica poderia ser ocasionada pela migração significativa de uma população para outra região seguida da perda de contato com a população original.

Assinale a alternativa que contenha todas as afirmativas corretas.

a) II e III.

b) III e IV.

c) I, II e IV.

d) I, III e IV.

e) II, III e IV.

15. (FATEC) As baleias-francas-austrais e os tubarões-baleia estão entre os maiores animais marinhos conhecidos. Esses animais possuem corpo hidrodinâmico com formas muito semelhantes. Além disso, ambos são animais filtradores, que se alimentam de grandes quantidades de pequenos organismos presentes na água. No entanto, as baleias-francas-austrais pertencem ao grupo dos mamíferos, enquanto que os tubarões-baleia pertencem ao grupo dos peixes cartilaginosos. A semelhança entre o tamanho, o formato do corpo e o modo de alimentação dessas duas espécies de animais deve-se a um processo evolutivo conhecido como:

a) Convergência adaptativa, evidenciado pelo fato de uma espécie apresentar coluna vertebral e a outra não.

b) Convergência adaptativa, evidenciado pelo fato de uma espécie respirar por pulmões e a outra por brânquias.

c) Irradiação adaptativa, evidenciado pelo fato de ambas as espécies possuírem o corpo recoberto por escamas.

d) Irradiação adaptativa, evidenciado pelo fato de ambas as espécies serem endotérmicas.

e) Irradiação adaptativa, evidenciado pelo fato de ambas as espécies serem ovíparas.

16. (FEI) Analisando-se as figuras abaixo, pode-se afirmar que:

16

a) Somente em I ocorre a formação de uma estrutura que é originária do óvulo fecundado.

b) Organismos pertencentes ao grupo II podem ser autotróficos ou heterotróficos.

c) Em II e III, ocorre formação de esporos, embora os dois organismos pertençam a grupos taxonômicos distintos.

d) Plantas como a do grupo IV são menos evoluídas que as dos grupos I e III, embora tenham reprodução sexuada.

e) A transição entre III e IV ocorreu por conta da evolução dos sistemas vasculares e diferenciação de tecidos.

17. (UFPR) Numa planície alagada, bastante estável há milhões de anos, existe uma espécie de arbusto tóxico que produz flores com 10 variedades de cores distintas (fenótipos). Sabendo que as cores das flores em questão são determinadas geneticamente, um pesquisador lançou a seguinte pergunta: por que arbustos que produzem flores azuis são mais abundantes que os que produzem flores de outras cores? Para tentar responder a essa pergunta, o pesquisador investigou cinco parâmetros nos arbustos que apresentam esses 10 fenótipos distintos. De acordo com a teoria da seleção natural, qual parâmetro levantado pelo pesquisador é imprescindível para responder à pergunta formulada?

a) Forma de polinização.

b) Tempo médio de vida.

c) Quantidade de toxinas.

d) Sucesso reprodutivo.

e) Resistência à decomposição.

18. (UFMS)

18

A informação apresentada tem preocupado agricultores, ambientalistas e pesquisadores. Em busca de novos cultivares de plantas adaptadas a solos com maior salinidade, pesquisadores do mundo inteiro estão intensificando estudos sobre espécies de plantas halófitas, que são naturalmente adaptadas a altas concentrações de sais no solo. Considerando-se os mecanismos gerais de evolução por seleção natural, apresentados por Darwin e Wallace, e possível inferir:

a) Futuramente, todas as espécies cultivadas estarão adaptadas ao excesso de sais no solo, pois, ao longo do seu crescimento, cada indivíduo realizará adequações metabólicas profundas que garantirão sua sobrevivência.

b) Para que as plantas se adaptem a solos com alta salinidade, basta submete-las lentamente a doses crescentes de solução salina, estimulando a ocorrência de mutações que as tornarão resistentes.

c) Poderão ocorrer mutações ao acaso em certos indivíduos, algumas delas conferindo resistência a alta salinidade e permitindo maior sucesso reprodutivo dos indivíduos portadores dessa mutação nos solos com alta salinidade, em comparação com aqueles indivíduos não portadores da mutação.

d) Poderão ocorrer mutações específicas, causadas pelo excesso de sais, que serão direcionadas pela planta para resistência à alta salinidade.

e) É inútil procurar novas plantas adaptadas à alta salinidade do solo além das já conhecidas, pois as espécies são imutáveis.

19. (UNICENTRO) As asas dos insetos e as asas das aves são exemplos de órgãos análogos, os quais possuem funções semelhantes, porém de origem embriológica distinta. Portanto, tanto as asas dos insetos como das aves desempenham função para o voo na conquista do ambiente aéreo. Com base nessas informações, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, o processo evolutivo que caracteriza essa evidência.

a) Mimetismo.

b) Seleção artificial.

c) Seleção sexual.

d) Convergência adaptativa.

e) Irradiação adaptativa.

20. (UEPG) Na evolução biológica, a seleção natural e a adaptação são fatores evolutivos que contribuem com a diversificação de populações e especiação. Com relação a esses mecanismos, assinale o que for correto.

01. Todo tipo de adaptação é, em última análise, resultado da seleção natural. A seleção natural atua ao longo das gerações para aumentar em frequência os indivíduos mais aptos ao ambiente em questão.

02. Na seleção direcional, as condições ambientais favorecem um fenótipo extremo, diferente do que representa a média da população.

04. A seleção estabilizadora favorece o aumento da frequência de indivíduos com fenótipos intermediários e diminui a frequência dos extremos da curva normal.

08. Um exemplo de seleção estabilizadora na espécie humana é o favorecimento de heterozigotos para o gene da anemia falciforme em regiões de malária.

16. Na seleção disruptiva, o ambiente favorece os indivíduos de ambos os extremos da curva de distribuição normal, enquanto os indivíduos médios levam desvantagem.

Soma das alternativas corretas:

gab

 

 

Publicado por: Djalma Santos | 26 de novembro de 2015

TESTES DE CITOLOGIA (5)

01. (UNICID) Entre os dedos de um embrião há membranas que são eliminadas durante a modelagem das mãos. Para que isso ocorra, existe um mecanismo celular que promove a remoção celular, resultando no desaparecimento das membranas. Esse mecanismo é denominado:

a) Endocitose, pois ocorre o englobamento programado de substâncias tóxicas do meio, levando à morte da célula.

b) Endossimbiose, devido à ativação dos genes presentes nas mitocôndrias, que aumentam o metabolismo e levam à morte celular por exaustão.

c) Heterofagia, pois isso leva à autodestruição de organelas membranosas diferentes.

d) Necrose celular, pois ocorre um aumento no volume das organelas e consequente destruição celular.

e) Apoptose, pois ocorre uma liberação de fatores, geneticamente programada, levando à morte da célula.

02. (CESPE-UnB)

02

Em um organismo multicelular, as células precisam comunicar-se umas com as outras, de modo a direcionarem e regularem seu crescimento, seu desenvolvimento e sua organização. Conforme mostra a figura acima, células animais comunicam-se secretando substâncias químicas que sinalizam células distantes. Na figura acima, a molécula sinalizadora hidrofóbica é:

a) Um glicídio.

b) Um hormônio esteroide.

c) Um hormônio proteico.

d) Um neurotransmissor.

e) Um gás respiratório.

03. (IFMT) A figura mostra um corte de uma célula animal e algumas de suas organelas que estão numeradas. Observe a célula, e marque a alternativa que apresenta corretamente o nome e a função da organela correspondente.

03

a) A organela VII é um lisossomo, que é responsável pela síntese das proteínas.

b) A organela VIII é um cloroplasto, que é responsável pela fotossíntese.

c) A organela IV é o complexo de Golgi, que desempenha várias funções, dentre elas, a digestão intracelular.

d) O retículo endoplasmático liso está representado pelo número II e sintetiza as proteínas.

e) A organela V é uma mitocôndria que é responsável pela produção de ATP.

04. (FEI) Sobre as células, assinale a alternativa correta:

a) O citoplasma é uma substância semelhante a um gel onde estão presentes diversas organelas (ribossomos, aparato golgiano, vacúolos etc.) e inclusões e que se localizam externamente ao núcleo e internamente à membrana plasmática de todas as células vivas.

b) Pode-se definir um lisossomo como uma organela membranosa intracitoplasmática da maioria das células, contendo diversas enzimas hidrolíticas que funcionam em digestão intracelular.

c) Uma organela citoplasmática esférica ou alongada, presente em praticamente todas as células eucarióticas e que contém material genético e muitas enzimas importantes para o metabolismo celular (como a síntese de ATP) é, muito seguramente, um ribossomo.

d) Os ribossomos são partículas citoplasmáticas de grande porte, constituídas de DNA e proteínas, em que ocorre a síntese de RNA por meio de tRNA.

e) Envelope nuclear ou carioteca é o nome dado à membrana dupla que circunda os vacúolos presentes no citoplasma.

05. (UNICAP)

I   II

0  0 – Os cloroplastos são sítios de respiração celular (célula vegetal), processo metabólico que gera ATP pela extração de energia a partir de açúcares, gorduras e outros combustíveis, com auxílio de oxigênio.

1  1 –  A principal diferença entre células procarióticas e eucarióticas é a localização do DNA, como refletido em seus nomes.

2  2 – Nas células de alguns organismos, a mitose ocorre sem a citocinese. Esse fato resulta em células faltando um núcleo.

3  3 – Podemos pensar no Complexo de Golgi como um centro de manufatura, armazenamento, classificação e remessa de produtos do retículo endoplasmático, como proteínas, que sofrem modificações e são enviados a outros destinos.

4 4 – As células somáticas da maioria das espécies são diploides, ou seja, possuem 2 cromossomos de cada tipo, idênticos em sua forma e função, denominados cromossomos heterólogos.

06. (UFPR) Um pesquisador injetou uma pequena quantidade de timidina radioativa (3H-timidina) em células com o propósito de determinar a localização dos ácidos nucleicos sintetizados a partir desse nucleotídeo, utilizando uma técnica muito empregada em biologia celular, a autorradiografia combinada com microscopia eletrônica. Assinale a alternativa que apresenta os dois compartimentos celulares nos quais o pesquisador encontrará ácidos nucleicos radioativos.

a) Núcleo e mitocôndrias.

b) Citosol e mitocôndrias.

c) Núcleo e retículo endoplasmático.

d) Citosol e retículo endoplasmático.

e) Peroxissomos e retículo endoplasmático.

07. (PUC-RS) Pesticidas do tipo bactericidas destroem procariotos por meio de diversos mecanismos: afetando a estrutura de _________, o agente inibe a formação da parede celular; destruindo _________, a toxina impede diretamente a síntese proteica; e, alterando enzimas transcricionais, a droga bloqueia a formação imediata de _________.

a) desmossomos – íntrons – RNA.

b) desmossomos – ribossomas – ATP.

c) glicocálix – fosfolipídeos – dupla hélice.

d) peptidoglicanos – ribossomas – RNA.

e) peptidoglicanos – fosfolipídeos – dupla hélice.

08. (UFAM) A figura a seguir ilustra duas células diferentes. Observe-as com atenção e analise as afirmações:

08nova

I. A célula (α) é uma célula vegetal, porque apresenta, diferentemente da célula (β), parede celular, cloroplastos e ribossomos.

II. A célula (α) é uma célula procariótica, enquanto a célula (β) é uma célula eucariótica.

III. A célula (α) é uma célula heterotrófica, enquanto a célula (β) é uma célula autotrófica.

Assinale a alternativa correta:

a) Somente as afirmativas I e II estão corretas.

b) Somente as afirmativas I e III estão corretas.

c) Somente as afirmativas II e III estão corretas.

d) Todas as afirmativas estão corretas.

e) Todas as afirmativas estão incorretas.

09. (UEA) Feita no século XVII por Robert Hooke, a figura é uma ilustração dos primeiros tecidos visualizados em um microscópio bastante rudimentar.

09

A figura indicada pela seta ilustra células:

a) Vivas da epiderme das raízes de um musgo.

b) Mortas do súber da casca de uma árvore.

c) Vivas de uma alga marinha verde.

d) Mortas do xilema de um pinheiro.

e) Vivas do parênquima clorofilado de uma samambaia.

10. (UEMA) Um indivíduo foi submetido a uma intervenção cirúrgica em que foi removida a metade do seu intestino delgado. Após alta hospitalar, o paciente passou a perder peso rapidamente em virtude da má absorção de nutrientes. A estrutura celular perdida durante esse processo cirúrgico que comprometeu a absorção de nutrientes é denominada:

a) Carioteca.

b) Interdigitação.

c) Microvilosidade.

d) Mitocôndria.

e) Cloroplasto.

11. (UNCISAL) O biólogo Ivan Wallin, na década de 20, foi o primeiro a propor que as organelas membranosas de células eucariotas seriam microrganismos. No entanto, foi somente em 1981 que Lynn Margulis sugeriu a Teoria da Endossimbiose, ao publicar o artigo “Simbiose na Evolução das Células”. Dadas as assertivas abaixo sobre a proposição de Wallin e a teoria de Margulis:

I. O sistema de endomembranas surgiu por simbiose entre células eucariotas anaeróbias e bactérias fotossintetizantes.

II. A Teoria da Endossimbiose retrata o núcleo, por ter duas membranas e material genético.

III. Bactérias aeróbias e bactérias fotossintetizantes foram engolfadas por células primitivas, formando mitocôndria e cloroplasto, respectivamente.

IV. O conjunto de organelas membranosas que são encontradas em diferentes células eucariotas tiveram suas origens explicadas.

Verifica-se que está(ão) correta(s)

a) II, apenas.

b) III, apenas.

c) I e IV, apenas.

d) I, II e III, apenas.

e) I, II, III e IV.

12. (PUC-GO) Use o texto a seguir para responder esta questão

Não gostei da reunião de ontem na Casa do Couro. A reunião em si foi excelente, a melhor desde muito tempo. Todo mundo estava inspirado e tinindo, quem quis falar falou o que quis sem medo de desagradar; e quem achou que devia discordar discordou, também sem pensar em consequências. Foi uma reunião civilizada, se posso usar essa palavra que lembra tão comprometedoramente o tempo antigo. Não gostei foi de certas ocorrências marginais que observei durante os trabalhos, e que me deixaram com uma pulga na virilha, como dizemos aqui. Pensando nesses pequeninos sinais, e juntando-os, estou inclinado a concluir que muito breve não teremos mais reuniões na Casa do Couro. É possível mesmo que a de ontem fique sendo a última, pelo menos por algum tempo, cuja duração não posso ainda precisar. As ocorrências que observei enquanto meus companheiros falavam me levam a concluir que vamos entrar numa fase de retrocessos e rejeições semelhante àquela que precedeu o fim da Era dos Inventos. Notei, por exemplo, que os anotadores não estavam anotando nada, apenas fingiam escrever, fazendo movimentos fúteis com o carvão. Isso podia significar ou que já estavam com medo de ser responsabilizados pelo que escrevessem, ou que haviam recebido ordem de não registrar o que fosse dito na reunião. Também uns homens que nunca vi antes na Casa do Couro iam fechando sorrateiramente as janelas e fixando-as com uma substância pastosa que de longe me pareceu ser cola instantânea. Notei ainda que um grupo de indivíduos estranhos à Casa, espalhados pelo grande salão, contava e anotava os luzeiros, as estátuas, os defumadores, as esteiras, banquetas, todos os utensílios e objetos de decoração, como leiloeiros contratados para organizar um leilão. Não falei de minha suspeita a ninguém porque ultimamente ando muito cauteloso. Se me perguntarem por que tanta cautela, não saberei responder. Talvez seja faro, sexto sentido. A grande maioria do povo está como que enfeitiçada pelo Umahla, para eles é o Sol no céu e o Umahla na terra, julgam-no incapaz de transgredir qualquer dos Quatrocentos Princípios, baixados por ele mesmo quando tomou as rédeas depois de evaporar o Umahla antigo. Por isso acho melhor fazer de conta que penso como todo mundo, para poder continuar pescando e comendo o bom pacu, que felizmente ainda pula em nossos rios e lagos; o que não me impede de tomar precauções para não ser confundido com os bate-caixas de hoje; e na medida do possível pretendo ir anotando certas coisinhas que talvez interessem ao novo Umahla que há de vir, se eu gostar do jeito dele; mas vou fazer isso devagar, sem afobação nem imprudências, e sem alterar o meu sistema de vida. Tanto que esta tarde vou pescar com meu irmão Rudêncio. Ele na certa vai me sondar sobre a reunião de ontem, e já armei minhas defesas. Rudêncio é meu irmão, pessoa razoavelmente correta e tudo mais, mas é casado com filha de Caincara e não devo me abrir com ele. Depois que ele casou só temos falado de pescarias, de comida — assunto que o deixa de olhos vidrados —, das festas que ele frequenta (das minhas não falo para não perder tempo ouvindo conselhos). Vale a pena contar como foi o casamento de Rudêncio. Joanda, hoje mulher dele, estudava plantas curativas e fazia longas expedições pelas matas e campos procurando ervas raras para suas experiências. Um dia ela se separou dos companheiros numa expedição à fronteira das Terras Altas, perdeu-se na mata e não voltou ao acampamento. Os companheiros esperaram, procuraram, desistiram. Dias depois apareceu um caçador dizendo que ela tinha sido raptada por um bando de Aruguas. O Caincara quis organizar uma expedição de resgate, chegou a reunir mais de cem voluntários, mas o Umahla vetou, e com boa razão. Estávamos empenhados na atração dos Aruguas, e uma expedição de resgate comandada por um Caincara violento estragaria o trabalho já feito. O Umahla preferia negociar.

[…]

(VEIGA, José J. Os pecados da tribo. 5. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005, p. 7-9. Adaptado.)

O Texto menciona a “Era dos Inventos”, que remete a descobertas e invenções tecnológicas que tornaram possível o amplo desenvolvimento das ciências. Uma invenção que revolucionou o mundo biológico foi o microscópio, que permitiu o estabelecimento de novas teorias e a descoberta da célula e de microrganismos. Leia atentamente o texto a seguir, que trata da estrutura celular, e depois assinale a resposta correta.

“Um estudante observa uma célula com o auxílio de um microscópio composto e verifica que se trata de uma célula animal, e não de uma célula vegetal”.

Marque, entre os itens a seguir, aquele que corresponde à estrutura presente somente em uma célula animal:

a) Cloroplasto.

b) Centríolos.

c) Membrana plasmática.

d) Vacúolo.

13. (UFSJ) Quanto às funções e à morfologia das células animais, é correto afirmar que:

a) A síntese de proteínas ocorre em organelas citoplasmáticas a partir de informações do núcleo celular.

b) A membrana plasmática impede a entrada e a saída de substâncias da célula.

c) O DNA e o RNA são estruturas presentes apenas nos núcleos das células animais.

d) O complexo de Golgi é a organela responsável pela síntese proteica.

14. (UniEvangélica-Anápolis)

14

Disponível em: <http://www.pt.wikipedia.org&gt;. Acesso em 03 out 2012.

O esquema acima representa uma célula eucariótica (célula animal) vista em corte e transparência, com alguns de seus componentes identificados por números. O aparato celular desempenha muitas funções da célula, entre as quais podemos citar:

– Organelas responsáveis pela respiração celular aeróbica e que disponibilizam energia para as atividades celulares.

– Coordena e comanda todas as funções celulares, contendo grande parte dos genes da célula.

Os componentes celulares responsáveis pelas funções citadas estão indicados na figura, respectivamente, com os números:

a) 8 e 6.

b) 9 e 2.

c) 6 e 1.

d) 10 e 12.

15. (UFSCar) Toda célula viva possui:

a) Membrana plasmática, mas pode não possuir núcleo e mitocôndrias.

b) Membrana plasmática e mitocôndrias, mas pode não possuir núcleo.

c) Núcleo, mas pode não possuir membrana plasmática e mitocôndrias.

d) Núcleo e mitocôndrias, mas pode não possuir membrana plasmática.

e) Núcleo, membrana plasmática e mitocôndrias.

16. (UFTM) Os eritroblastos são células que apresentam núcleo e várias organelas membranosas. Durante a diferenciação celular, formam-se os eritrócitos (hemácias), que são anucleados e não possuem organelas. Ao longo desse processo, o núcleo é:

a) Eliminado por endocitose e os lisossomos realizam a heterofagia das organelas celulares, eliminando-as da célula.

b) Eliminado por clasmocitose e os peroxissomos realizam a autofagia, autodestruindo as organelas celulares.

c) Eliminado por exocitose e os lisossomos realizam a autofagia, processo que leva à destruição das organelas.

d) Destruído no interior da célula, juntamente com várias organelas, pelas enzimas contidas nos lisossomos.

e) Destruído no interior da célula pelas enzimas dos peroxissomos e as organelas são destruídas pelas enzimas lisossômicas.

17. (UFSC)

17

 

Fonte: AMABIS, JM e MARTHO, G. Biologia das Células. 1a ed.

São Paulo: Moderna, 2004, p. 130-132.

Em relação aos desenhos acima, é correto afirmar que:

01. O desenho A representa uma célula animal, o desenho B representa uma célula vegetal e o desenho C representa uma bactéria.

02. A seta 1 indica o local de produção de ATP; a seta 2 indica a organela responsável pela produção de enzimas digestivas e a seta 3 indica elementos responsáveis pela síntese de polipeptídeos.

04. A seta 4 indica o local de produção de proteínas, que poderão ser transportadas para o local indicado pela seta 5, estrutura responsável por liberar as proteínas no meio extracelular.

08. Apesar de sua diversidade, todas as células apresentam membrana plasmática, citoplasma, núcleo e carioteca.

16. Os ribossomos são elementos complexos que aparecem somente nas células eucariotas.

32. A membrana plasmática da célula animal é frágil e flexível, ao passo que a membrana plasmática da célula vegetal é espessa e rígida, devido à celulose.

64. A clorofila é um pigmento apresentado apenas por células vegetais.

Soma das alternativas corretas:

18. (PUC-RJ) Identifique a opção que enumera as organelas celulares presentes em células vegetais e as associa corretamente com suas funções na célula vegetal.

a) Mitocôndria-respiração; centríolos-orientação da divisão; cloroplasto-fotossíntese.

b) Vacúolo-acúmulo de água; ribossomo-respiração; cloroplasto-fotossíntese.

c) Cloroplasto-fotossíntese; mitocôndria-respiração; ribossomos-digestão.

d) Mitocôndria-fotossíntese; cloroplasto-respiração; ribossomos-síntese proteica.

e) Membrana celular-revestimento; mitocôndria-respiração; cloroplasto-fotossíntese.

19. (PUC-RS) Responder à questão relacionando as estruturas presentes na coluna I com as informações presentes na coluna II.

COLUNA I

(   ) Mitocôndrios

(   ) Centríolos

(   ) DNA

(   ) Ribossomos

(   ) Proteínas

(   ) Peroxissomos

(   ) RNA

COLUNA II

1.  Presente apenas nas células eucariotas

2. Presente apenas nas células procariotas

3. Presente tanto em células eucariotas como em procariotas

A ordem correta dos parênteses da coluna I, de cima para baixo, é:

a) 1 – 1 – 3 – 3 – 3 – 1 – 3.

b) 1 – 2 – 3 – 1 – 1 – 2 – 1.

c) 2 – 1 – 1 – 2 – 3 – 1 – 2.

d) 2 – 2 – 3 – 3 – 3 – 2 – 3.

e) 3 – 1 – 2 – 3 – 1 – 2 – 1.

20. (UEG) A distinção fundamental entre células procariontes e eucariontes é a ausência e a presença de núcleo circundado por membranas, respectivamente. Em relação a outras diferenças entre essas células, verifica-se que, em procariontes:

a) As células medem de 10 a 100 μm, enquanto, em eucariontes, as células medem de 1 a 10 μ.

b) O DNA é circular com algumas histonas, enquanto, em eucariontes, há cromossomos complexos com proteínas histônicas e não histônicas.

c) Observam-se movimentos intracelulares, enquanto, em eucariontes, não se observam movimentos intracelulares.

d) A nutrição ocorre por fotossíntese, enquanto, em eucariontes, a nutrição ocorre por absorção e ingestão.

gab

 

 

 

 

Publicado por: Djalma Santos | 26 de novembro de 2015

TESTES DE ECOLOGIA (II)

01. (UEA) Os fungos fazem parte de um reino tão importante quanto os animais e plantas, mas ainda são pouco estudados. Como eles são responsáveis pela reciclagem de nutrientes nos ecossistemas terrestres, são especialmente importantes na Amazônia, onde o solo é geralmente muito pobre.

(Ricardo Braga-Neto, biólogo. http://www.globoamazonia.com)

A reciclagem da matéria orgânica do solo amazônico, realizada pelos fungos, se processa através da:

a) Assimilação das moléculas orgânicas em seus tecidos internos.

b) Degradação das moléculas orgânicas na porção interna do micélio.

c) Digestão das moléculas orgânicas por enzimas liberadas pelas hifas.

d) Decomposição das moléculas orgânicas nas células das raízes.

e) Absorção das moléculas orgânicas no interior de seus órgãos.

02. Desde o início conhecido da existência de vida na Terra, a matéria circula constantemente dentro de um ecossistema. Todo material retirado do ambiente é devolvido para ele em um ciclo contínuo. Nas chamadas “cadeias alimentares”, há uma sequência de seres vivos que servem de alimento, uns para os outros, sucessivamente, permitindo a transferência de matéria e energia. Na ilustração, está representada uma cadeia alimentar na qual MO significa matéria orgânica (composto de carbono). Nessa cadeia, suponha que, por alguma razão, os detritívoros (comedores de detritos) e os decompositores deixem de existir. Nesse caso, é esperado que:

02

a) Aconteça o fim do ambiente físico (abiótico).

b) As populações de cobras e de ratos aumentem muito.

c) Os vegetais sobrevivam, pois sintetizam substâncias orgânicas.

d) O ar fique muito poluído por causa do cheiro exalado pelos detritos.

e) Ocorra um aumento de detritos e interrupção do ciclo do carbono.

03. Em uma pequena cidade do interior, sem saneamento básico nem rede de abastecimento de água, onde as pessoas utilizam água de poços e cacimbas, foi instalada uma fábrica de beneficiamento de couro. Após dois anos da instalação da fábrica, os moradores começaram a apresentar diarreia e vômitos. Com base no ciclo da água, é correto afirmar que os resíduos dos produtos utilizados contaminaram o lençol freático pelo processo de:

a) Evaporação.

b) Transpiração.

c) Percolação.

d) Gutação.

e) Condensação.

04. (UEPG) Nos ecossistemas em equilíbrio, o tamanho das populações mantém-se mais ou menos constantes ao longo do tempo. No que diz respeito à ecologia de populações, assinale o que for correto.

01. O crescimento populacional é influenciado pelas taxas de natalidade, imigração e emigração.

02. O potencial biótico de uma população corresponde à sua capacidade potencial para aumentar, por reprodução, seu número de indivíduos em condições ideais, isto é, sem fatores que impeçam esse aum

04. Na natureza, o tamanho (densidade) das populações em comunidades estáveis permanece relativamente constante.

08. As relações desarmônicas entre os seres vivos, que representam resistência do meio para espécies hostilizadas, não são vistas como prejudiciais em relação ao ecossistema, pois participam da manutenção do equilíbrio ecológico.

16. As populações crescem ou diminuem no tempo em função da capacidade de suporte do ambiente e das interações bióticas.

Soma das alternativas corretas:

05. (ACEFE) Novo macaco nas árvores da Amazônia.

A recente descoberta de um primata na Amazônia, o zogue-zogue-rabo-de-fogo (Callicebus miltoni), demonstra que ainda há muito para se conhecer sobre a região. O animal foi primeiro avistado no estado de Mato Grosso em 2011. Agora, pesquisadores do Instituto para a Conservação dos Carnívoros Neotropicais (Pro-Carnívoros), do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamiraua e do Museu Paraense Emilio Goeldi publicaram a descrição completa da espécie na revista cientifica Papeis Avulsos de Zoologia.

Fonte: Ciência Hoje, 05/05/2015 Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/2015

Acerca das informações acima e dos conhecimentos relacionados ao tema e correto afirmar, exceto:

a) Uma espécie endêmica é aquela que ocorre somente em uma determinada área ou região geográfica. O endemismo pode ser causado por barreiras físicas, climáticas e biológicas que delimitem com eficácia a distribuição de uma espécie ou provoquem a sua separação do grupo original.

b) Pode-se conceituar ecossistema como uma unidade natural constituída de fatores abióticos e fatores bióticos que interagem ou se relacionam entre si, formando um sistema estável. Esses componentes interagem através das transferências de energia dos organismos vivos entre si e entre estes e os demais elementos de seu ambiente.

c) A especiação pode ser entendida como processo que leva à formação de novas espécies. Em virtude das diferenças surgidas no genoma, após sofrer mutações e seleção natural, o grupo isolado geograficamente desenvolve diferenciação dos outros membros da espécie inicial, podendo ou não ocorrer o isolamento reprodutivo desses grupos.

d) A Floresta Amazônica é um ecossistema que se estende além do território nacional, com chuvas frequentes e abundantes. Apresenta flora exuberante, com espécies como a seringueira, o guaraná, a vitória-régia, e é habitada por inúmeras espécies de animais como o peixe-boi, o pirarucu e a arara.

06. (UERJ) No gráfico, está indicada a concentração de um metal pesado no corpo de vários habitantes de um lago, bem como a concentração do isótopo de nitrogênio 15N, cujos valores mais elevados estão associados a níveis crescentes na cadeia alimentar. A curva de concentração de metal, nesses seres vivos, pode ser explicada pelo processo de:

06

a) Magnificação trófica.

b) Eutrofização do lago.

c) Interrupção do fluxo de energia.

d) Retenção de matéria orgânica em consumidores maiores.

07. (UNITAU) Em um ecossistema marinho, um peixe vive associado ao fundo arenoso, onde procura pequenos anelídeos poliquetos que vivem enterrados ali, e dos quais se alimenta, podendo ele mesmo também se enterrar para se esconder de seus predadores. Considerando essas informações, assinale a alternativa correta.

a) Fundo arenoso e o hábito escavador constituem o nicho ecológico do peixe.

b) Ecossistema marinho é o hábitat, e o fundo arenoso constitui o nicho ecológico do peixe.

c) Fundo arenoso é o hábitat, e a captura de poliquetos é parte do nicho ecológico do peixe.

d) Ecossistema marinho e captura de poliquetos são parte do hábitat do peixe.

e) Ecossistema marinho e fundo arenoso representam o nicho ecológico do peixe.

08. (UNICID) Em uma determinada ilha, onde havia uma espécie de ave herbívora X, foi introduzida outra espécie de ave, também herbívora, Z. Foram observadas alterações numéricas nessas duas populações ao longo de um determinado tempo e essas variações estão indicadas no gráfico. A seta azul indica o momento em que foi introduzida a espécie Z.

08

É possível afirmar corretamente que:

a) A espécie Z se adaptou melhor ao hábitat do que a espécie X.

b) As duas espécies tinham o mesmo nicho ecológico durante todo o período analisado.

c) A espécie Z não conseguiu se adaptar ao novo hábitat.

d) Não houve competição entre as espécies durante o período analisado.

e) Uma das espécies, ao menos, mudou de nicho ecológico.

09. (CEFET-MG) Pesquisas mostraram uma grande diversidade vegetal nos campos rupestres, o que surpreende, pois é um ambiente com limitação de água e nutrientes e as plantas sobrevivem e crescem sobre rochas ou em meio à areia branca. A partir do estudo da espécie Philcoxia minensis foi possível identificar uma das estratégias de sobrevivência neste habitat. Essa planta mantém suas minúsculas folhas grudentas enterradas na areia e sobre elas há enzimas produzidas pelo vegetal.

Guimarães, M. Estratégias subterrâneas. Disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br&gt;. Acesso em 06 abr. 2015.

A estratégia mencionada possui o objetivo de:

a) Aumentar a superfície de absorção de água, permitindo aporte extra ao da raiz.

b) Escapar do ataque de predadores, garantindo a permanência dos órgãos vitais da planta.

c) Reduzir a exposição ao sol, otimizando a taxa de fotossíntese e garantindo o crescimento.

d) Evitar a perda de água por transpiração, assegurando a vida na aridez dos campos rupestres.

e) Capturar vermes subterrâneos, possibilitando posterior digestão e assimilação de nutrientes.

10. (UNEAL) Em condições naturais, o crescimento de uma população é limitado pela disponibilidade de recursos do meio, como alimento, espaço e abrigo, bem como pela ação de possíveis predadores, parasitas e competidores. Um modelo que não considera esses fatores que limitam o crescimento resulta no gráfico de crescimento representado pela figura abaixo.

10

Qual é o nome da curva representada pela figura?

a) Resistência do meio.

b) Curso de crescimento real.

c) Capacidade de suporte do meio.

d) Curva de potencial biótico.

e) Flutuações no tamanho populacional.

11. (UnB) No ano de seu bicentenário, os doze profetas esculpidos em pedra-sabão por Aleijadinho, em Congonhas (MG), passaram por inédito processo de limpeza e restauração. Um dos problemas verificados nas esculturas foi a ação de liquens (associação de fungos e algas), que liberam ácidos corrosivos e cujas raízes causam pequenas fissuras nas pedras. Em 1987, as esculturas estavam quase totalmente cobertas por liquens. Foi feita uma limpeza com o antisséptico timol, mas as colônias reapareceram três anos depois. Após oito anos de estudos, o biocida escolhido para a limpeza das obras foi um derivado do ácido benzoico. As estruturas do timol, do ácido benzoico e de outro composto (composto 3) com propriedades antissépticas são apresentadas a seguir.

11

A partir dessas informações, julgue os itens seguintes.

I   II

0  0 – As algas, organismos eucarióticos fotossintetizantes que integram o reino protista, quando são multicelulares, apresentam, em sua estrutura interna, tecidos e órgãos diferenciados, similares aos dos organismos do reino Plantae.

1 1 – A reprodução dos fungos não é sexuada: realiza-se pela formação de esporos, fragmentação do micélio ou gemulação.

2  2 – O aparecimento, sobre a superfície de uma rocha nua colonizada por liquens pioneiros, de musgos e de bromélias caracterizam, respectivamente, a sucessão ecológica primária e a secundária.

3  3 – A parede celular da maioria dos fungos e constituída de quitina, substância encontrada no esqueleto dos artrópodes.

4  4 – Nos liquens, ocorre uma relação simbiótica em que o fungo se beneficia de alimentos produzidos pelas algas ou pelas cianobactérias por meio da fotossíntese, e estas, por sua vez, beneficiam-se da proteção e da maior umidade proporcionadas pelo fungo.

12. (UniCEUB) A evolução das populações de seres vivos já foi objeto de várias discussões e, até hoje, as teorias evolutivas provocam polêmicas. De acordo com a teoria da evolução por seleção natural, os indivíduos de uma população não são idênticos entre si e é enorme a diversidade de seres. Podem-se encontrar, em uma mesma região, seres fotossintetizantes; seres com intestino longo, ceco e apêndice vermiforme desenvolvidos; seres carnívoros com coração de três câmaras, os quais convivem com microrganismos saprófitas, formando uma cadeia alimentar. Para a teoria da evolução por seleção natural, a quantidade de nascimentos de indivíduos é maior que a capacidade que pode ser suportada pelo ambiente, o que promove, ao longo do tempo, modificações na população. O meio, nesse contexto, é um agente que seleciona naturalmente os indivíduos com caracteristicas que lhes conferem mais adaptação a determinada condição. A partir do texto acima, julgue os itens a seguir a respeito de aspectos por ele suscitados.

I  II

0  0 – A região a que se refere o texto representa o nicho ecológico dos seres vivos descritos.

1 1 – A cadeia alimentar e a teia alimentar compreendem uma relação de transferência de matéria e energia entre seres vivos.

2 2 – Na cadeia alimentar, entre os seres mencionados no texto, o fluxo de energia é bidirecional.

3 3 – Em uma cadeia alimentar que apresente seres fotossintetizantes, o fluxo de matéria orienta-se no seguinte sentido: dos produtores, para os consumidores e de ambos para os decompositores.

4  4 – Os saprófitas são componentes abióticos do ecossistema descrito no texto.

13. (UFJF) Espécies invasoras, introduzidas acidentalmente ou propositalmente como no caso do escargot, causam muitos danos, provocando prejuízos econômicos e ambientais. Em 1991, o mexilhão-dourado (Limnoperna fortunei), um bivalve de água doce, originário da Ásia, chegou à América do Sul, provavelmente vindo de Hong Kong ou da Coreia por água de lastro de navios. Espalhou-se rapidamente e tornou-se uma espécie invasora, inclusive no Brasil, onde chegou em 1998, e já infestou rios, lagos e reservatórios da Região Sul e do Pantanal. É correto afirmar que essa espécie invasora é capaz de:

a) Alocar recursos suficientes para sua sobrevivência, sem afetar o bem estar de todas as espécies naquele habitat.

b) Proliferar de forma controlada, sem ameaçar o equilíbrio dos ecossistemas, o qual ela vai ocupando e transformando em seu benefício.

c) Instalar-se no novo habitat, sem qualquer perturbação dos ciclos físicos, químicos, biológicos e climáticos.

d) Invadir determinadas áreas do globo, tendendo a enriquecer os ecossistemas, sem perda de biodiversidade.

e) Levar à extinção as espécies nativas, pois, ocupando o mesmo nicho ecológico, compete por alimento.

14. (UFPR) O processo de desaparecimento de animais em um ambiente, conhecido por defaunação, pode causar um dano profundo aos ecossistemas. Em florestas tropicais, muitas árvores dependem de animais como macacos e antas. Na agricultura, a produção de muitas culturas depende das abelhas, que estão desaparecendo. Os animais citados no texto, mamíferos e abelhas, atuam, respectivamente:

a) Na dispersão das sementes e na polinização.

b) Na dispersão das sementes e no controle de pragas.

c) Na polinização e na dispersão das sementes.

d) No controle de pragas e na dispersão das sementes.

e) No controle de pragas e na polinização.

15. (UNIOESTE) A proliferação de pragas urbanas, como o mosquito da dengue, baratas, cupins, formigas, pombas, dentre outras, tem explicação biológica. Ela ocorre pela falta de predadores naturais. O mosquito Aedes aegypti, por exemplo, não estaria causando tanto estrago se anfíbios como sapo, rã e perereca não estivessem quase extintos em Bauru, SP. O mesmo pode ser dito do beija-flor, um dos mais eficientes aliados contra o mosquito da dengue no perímetro urbano. Outra importante aliada é a lagartixa.

Disponível em: http://www.jcnet.com.br/Geral/2011/06/sempredadores- pragas-avancam.html (adaptado).

Com base nos conceitos de população, comunidade, cadeia e teia alimentar, pode-se afirmar que:

a) O conjunto de baratas da região forma uma comunidade, as quais são consumidoras primárias.

b) O mosquito, a rã e o beija-flor representam uma população e um exemplo de cadeia alimentar.

c) Os animais do texto podem formar uma teia alimentar, onde há a transferência total de matéria e energia.

d) Baratas e lagartixas formam uma população e, para as lagartixas, as baratas são produtoras de alimentos.

e) Mosquitos, formigas, sapos, lagartixas e beija-flores formam uma comunidade. As formigas podem ser consumidoras primárias e as lagartixas, consumidoras secundárias.

16. (UEM) Todos os organismos vivos se relacionam por interações alimentares, com alguns organismos consumindo outros para sobreviverem. Sobre essas interações, assinale o que for correto.

01. Nas interações de consumo alimentar ocorre a transferência de matéria e de energia.

02. Os consumidores são organismos autotróficos e heterotróficos.

04. A herbivoria, a predação, o parasitismo e a detrivoria são algumas interações de consumo dos organismos.

08. As plantas, os animais, os fungos e alguns grupos de bactérias obtêm a energia pela decomposição anaeróbica dos alimentos.

16. As relações herbívoro/planta, predador/presa e parasita/hospedeiro organizam as cadeias alimentares das comunidades.

Soma das alternativas corretas:

17. (UPF)

Sem chuva, interior de São Paulo vive pior seca em 70 anos

Não é apenas a capital paulista que vive a maior crise no abastecimento de água da sua história. O rico interior do estado de São Paulo enfrenta a pior seca dos últimos 70 anos. Não chove desde o final do ano passado.

17

As marcas nos pilares da ponte mostram o nível do rio antes da seca que castiga o interior paulista.

(Disponível em: http://oglobo.globo.com/brasil. Acesso em 10 set. 2014)

A escassez de água doce não é um problema localizado; ela assola diversas regiões do planeta. Nas alternativas a seguir, são citadas algumas das principais causas do problema. Assinale a alternativa que apresenta a causa menos provável para a escassez de água doce.

a) Poluição do ar causada pelas atividades humanas e aquecimento global.

b) Aumento na quantidade de fitoplâncton nos oceanos.

c) Consumo humano exagerado e desperdício na indústria, na agricultura e no uso doméstico.

d) Mudanças climáticas com alterações no regime de chuvas e umidade relativa do ar.

e) Desmatamento, pois as árvores contribuem, por meio da transpiração, para a formação de nuvens.

18. (PUC-RIO) Observe o gráfico abaixo que mostra três tipos gerais de curvas de sobrevivência para diferentes espécies de organismos.

18

Os seguintes organismos apresentam curvas do tipo I, II e III, respectivamente:

a) Roedores, seres humanos e tartarugas marinhas.

b) Seres humanos, roedores e tartarugas marinhas.

c) Tartarugas marinhas, seres humanos e roedores.

d) Roedores, tartarugas marinhas e seres humanos.

e) Tartarugas marinhas, roedores e seres humanos.

19. (UPE) Em Fernando de Noronha, uma espécie de leguminosa, denominada cientificamente de Leucaena leucocephala, foi introduzida na ilha como alimento para o gado, na década de 40. Hoje, ela está presente em aproximadamente 50% da ilha, ameaçando a vegetação nativa. Essa espécie pode ser classificada como:

a) Daninha.

b) Sucessora.

c) Introdutória recente.

d) Exótica invasora.

e) Pioneira sucessora.

20. (CEFET) As araras podem se alimentar de raízes, folhas, sementes e cocos como os das palmeiras inajá, tucum, gueroba e macaúba, sendo que algumas dessas espécies de plantas são tóxicas. As araras azuis e vermelhas fazem ninhos em árvores ou em barrancos, onde acabam ingerindo um pouco de barro quando os constroem. Cientistas descobriram que a ingestão de barro é fundamental para a sobrevivência desses animais, porque ajuda a:

Disponível em: <http://www.vivaterra.org.br/aves.htm&gt;. Acesso em: 15 jan. 2014.(Adaptado).

a) Dar consistência à estrutura do ninho.

b) Matar ectoparasitas fixados nas penas.

c) Controlar parasitoses típicas dessas aves.

d) Neutralizar o veneno contido nas plantas.

e) Afastar predadores pelo mau cheiro gerado.

gab

 

Publicado por: Djalma Santos | 15 de novembro de 2015

TESTES DE BOTÂNICA (X)

01. (UNIOESTE) Em relação à morfologia, anatomia e fisiologia vegetal, escolha a(s) alternativa(s) correta(s).

01. Crescimento aumentado dos entrenós, caule delgado com ápice voltado para baixo, folhas e raízes pouco desenvolvidas, correspondem a fototropismo negativo e geotropismo positivo.

02. As angiospermas constam de indivíduos fotossintetizantes, herbáceos ou lenhosos, com raízes axial ou fasciculada, flores, frutos e sementes.

04. Bulbos, rizomas e estolhos são raízes subterrâneas, caules subterrâneos e raízes aéreas, respectivamente.

08. Uma planta privada de O2 momentaneamente durante a fotossíntese terá a atividade da mitocôndria interrompida e não poderá fixar CO2.

16. Fotossíntese, condução da seiva elaborada e sustentação mecânica relacionam-se com parênquima cortical, xilema e parênquima paliçádico, respectivamente.

32. Alguns frutos podem ser conservados em ambientes saturados de hidrogênio ou nitrogênio sem sofrer danos, porém liberando CO2, indicando a ocorrência de um tipo de respiração.

64. Na parede celular das células da endoderme no cilindro central de uma raiz com estrutura primária, encontram-se acúmulos de suberina formando a estria de Caspary.

Soma das alternativas corretas:

02. (ACAFE) Assinale a alternativa correta que completa as lacunas da frase a seguir.

A polinização consiste no transporte do grão de pólen desde a antera até o estigma. Quando essa é processada pela ação _________, é denominada polinização _________. Neste caso, as glândulas odoríferas estão _____________ e o nectário está ________________.

a) do vento – anemófila – ausentes – ausente.

b) dos insetos – entomófila – presentes – ausente.

c) dos morcegos – quiropterófila – presente – presente.

d) das aves – falenófila – ausentes – presente.

03. (UEM) As angiospermas, normalmente, constituem a principal fonte de alimento para os seres humanos e para outros animais. Para a alimentação, são utilizados as raízes, os caules, as folhas, as flores e os frutos. Muitas espécies são utilizadas na ornamentação de ambientes, algumas têm aplicações industriais e farmacêuticas. Sobre as angiospermas, assinale o que for correto.

01. As angiospermas são consideradas fanerógamas e traqueófitas por apresentarem flores, sementes e vasos condutores.

02. As flores são as estruturas reprodutoras das angiospermas, onde são produzidos os grãos de pólen ou micrósporos e a oosfera, que constitui o gameta feminino.

04. As angiospermas, assim como as briófitas e as pteridófitas, vivem somente em ambientes muito úmidos e, por isso, apresentam dependência da água para a locomoção dos gametas durante a reprodução.

08. As angiospermas apresentam ciclo de vida com alternância entre uma fase esporofítica mais duradoura e uma fase gametofítica reduzida e passageira.

16. A polinização, que consiste no transporte do grão de pólen desde a antera até o estigma, pode ser processada pela ação do vento, de insetos e de pássaros.

32. Dos frutos produzidos pelas angiospermas, apenas os carnosos são originados do desenvolvimento do ovário e, por isso, são comestíveis.

64. As angiospermas constituem o único grupo de plantas que produzem sementes, originadas a partir do desenvolvimento do óvulo fecundado.

Soma das alternativas corretas:

04. (FEI) Assinale a alternativa que apresenta um cladograma representativo da provável filogenia das plantas:

04

05. (UNITAU) As raízes representam uma das mais características partes de uma planta, geralmente “escondidas” sob o solo, e são distribuídas em duas principais categorias, as pivotantes ou axiais, e as fasciculadas ou cabeleiras. Alguns tipos desempenham funções determinadas em condições ambientais especiais. Nesse sentido, entre as alternativas abaixo, é correto afirmar que as raízes tabulares são especializadas em:

a) Absorção de umidade.

b) Suporte.

c) Função parasitária.

d) Reserva de alimentos.

e) Fotossíntese.

06. Briófitas e pteridófitas dependem, em maior ou menor grau, da água para completarem seus ciclos reprodutivos. Essa dependência se manifesta pela necessidade de água para a ocorrência de fecundação. É correto concluir que a dependência em relação à água é:

a) Maior nas pteridófitas, porque o gametófito é o prótalo.

b) Menor nas pteridófitas, porque o esporófito é mais desenvolvido e permanente.

c) Menor nas briófitas, porque o esporófito tem curta duração.

d) Maior nas pteridófitas, porque os esporângios só se abrem quando molhados.

e) Maior nas briófitas, porque o gametófito é a própria planta.

07. (UFG) Analise a figura a seguir.

07

A figura ilustra a curva de crescimento da parte aérea de duas espécies vegetais (A e B) nativas do Cerrado, a partir da germinação da semente, durante o período de um ano. Considere que, nesse período, as condições climáticas e edáficas foram típicas da região e que a taxa de crescimento foi calculada pelo quociente entre a variação da altura (cm) e do tempo (meses do ano). A seta indica a ocorrência de queimada. Os dados apresentados mostram que o hábito de crescimento das duas espécies é distinto, pois, na espécie A:

a) A brotação é inibida pela ocorrência de queimada, enquanto, na espécie B, esse fator destrói a parte aérea preexistente.

b) O crescimento da parte aérea é menos sensível à precipitação, enquanto, na espécie B, esse fator não altera o crescimento.

c) O crescimento da parte aérea é nulo durante o período de dias longos, enquanto, na espécie B, esse fator não altera o crescimento.

d) A germinação da semente é estimulada pela ocorrência de queimada, enquanto, na espécie B, esse processo ocorre devido ao aumento da disponibilidade de água no solo.

e) O aumento da massa fresca é inversamente proporcional à temperatura média mensal, enquanto, na espécie B, esses fatores são diretamente correlacionados.

08. (UNICAMP) Cladogramas são diagramas que indicam uma história comum entre espécies ou grupos de seres vivos. Os números 3 e 4 no cladograma apresentado abaixo correspondem, respectivamente, aos seguintes grupos vegetais:

08

a) Angiospermas e gimnospermas.

b) Pteridófitas e gimnospermas.

c) Pteridófitas e briófitas.

d) Gimnospermas e angiospermas.

09. Nas briófitas, os gametas (oosfera e anterozoide) são produzidos:

a) Por mitose na fase transitória.

b) Por meiose na fase transitória.

c) Por mitose na fase permanente.

d) Por meiose na fase permanente.

e) Por meiose nas duas fases.

10. (UEM) Assinale a alternativa correta a respeito dos vegetais.

a) O tecido responsável pela distribuição da seiva elaborada é o lenho ou xilema.

b) Batata-inglesa, cebola e mandioca são exemplos de raízes comestíveis.

c) As auxinas são fitormônios que promovem o crescimento vegetal.

d) Os primeiros vegetais a apresentarem frutos foram as pteridófitas.

e) Além de sementes com um cotilédone, as monocotiledôneas apresentam raízes pivotantes e flores dímeras.

11. Um horticultor deseja obter indivíduos geneticamente idênticos (clones) a uma samambaia comercialmente valiosa. Para alcançar esse objetivo ele deve:

a) Cultivar os esporos produzidos por essa samambaia.

b) Implantar núcleos de esporos dessa samambaia em oosferas anucleadas de outras plantas.

c) Introduzir DNA extraído de folhas dessa samambaia em zigotos de outras plantas.

d) Obter fragmentos de rizoma (caule) dessa samambaia e cultivá-los.

12. (UEPG) Com relação às monocotiledôneas e dicotiledôneas, assinale o que for correto.

01. A raiz das monocotiledôneas é axial, enquanto nas dicotiledôneas é fasciculada.

02. Entre as monocotiledôneas tem-se, como exemplo, o feijão, a ervilha, a soja, o amendoim, etc.

04. As monocotiledôneas apresentam flores tetrâmeras ou pentâmeras, enquanto as dicotiledôneas têm flores trímeras.

08. As monocotiledôneas têm folhas com nervuras paralelas, enquanto as dicotiledôneas apresentam folhas com nervuras ramificadas.

16. Nas monocotiledôneas, os feixes de vasos que levam a seiva estão espalhados pelo caule, enquanto nas dicotiledôneas os feixes estão dispostos em círculos na periferia do caule.

Soma das alternativas corretas:

13. (UFSC) Assinale a alternativa que representa corretamente, no desenho, as letras referentes às partes de uma flor.

13

a) A-Carpelo, B-Estame, C-Pétala, D-Sépala.

b) A-Estame, B-Carpelo, C-Pétala, D-Sépala.

c) A-Carpelo, B-Estame, C-Sépala, D-Pétala.

d) A-Pétala, B-Sépala, C-Carpelo, D-Estame.

e) A-Sépala, B-Pétala, C-Carpelo, D-Estame.

14. (UEPG) Entre as adaptações das fanerógamas à vida terrestre, assinale o que for correto.

01. As adaptações evolutivas das fanerógamas eliminaram a necessidade de o gameta masculino ser veiculado pela água para encontrar o gameta feminino. Com isso, as fanerógamas tornaram-se altamente especializadas ao ambiente terrestre.

02. A semente é uma das adaptações essenciais para o sucesso das fanerógamas ao ambiente terrestre.

04. Os esporos femininos das gimnospermas são reduzidos, sem acúmulo de substâncias nutritivas, por isso, são chamados de micrósporos.

08. Certas sementes podem aguardar as melhores condições de umidade para a sua germinação.

16. A semente desprovida de reservas alimentares tornou as fanerógamas dependentes da fotossíntese até o aparecimento de raízes e folhas.

Soma das alternativas corretas:

15. (UDESC) Nas angiospermas as sementes são protegidas por estruturas conhecidas como frutos, que apresentam uma ampla diversidade de formas, tamanhos, consistências e cores. Assinale a alternativa correta a respeito da classificação dos tipos de frutos.

a) Frutos partenocárpicos são frutos que se desenvolvem após a fertilização do óvulo, mas não se desenvolvem do ovário.

b) Pseudofrutos se desenvolvem do ovário sem que ocorra a fertilização do óvulo.

c) Frutos partenocárpicos são derivados de vários ovários de uma única flor, após a fertilização do óvulo.

d) Frutos secos podem ser classificados em dois tipos: baga e drupa.

e) Frutos secos deiscentes abrem-se quando amadurecem, liberando as sementes.

16. (UPF) A radiação emitida pela bomba atômica de Hiroshima, no Japão, em 1945, provocou grave destruição. A primeira planta a ressurgir neste caos foi o ginco (Ginkgo biloba). Hoje usado como remédio nos tratamentos do sistema circulatório, essa planta é uma Pinófita (Gimnosperma), caracterizada por apresentar:

16

a) Habito arbóreo e fruto sem sementes.

b) Flores sem perianto e frutos sem sementes.

c) Flores sem ovário e fruto sem sementes.

d) Flores sem perianto e sementes sem fruto.

e) Folhas com braquiblastos e flores sem perianto.

17. (IFSul). Nas plantas, com exceção das Briófitas, o tecido condutor transporta as substâncias que devem ser trocadas entre os vários órgãos das plantas, como a água, sais minerais e produtos solúveis da fotossíntese. Com relação ao movimento de transporte dessas substâncias, é correto afirmar que:

a) Os vasos lenhosos ou “xilema” transportam a seiva bruta, enquanto que os vasos liberianos ou “floema” transportam a seiva elaborada.

b) A retirada de um anel circular (anel de Malpighi) de um ramo qualquer, de uma dicotiledônea, impede o transporte de seiva e a planta morre.

c) O transporte da seiva elaborada é explicado por fatores como a capilaridade, a pressão positiva da raiz e a sucção pelas folhas.

d) O transporte da seiva bruta ocorre das folhas em direção à raiz, enquanto que o transporte da seiva elaborada ocorre no sentido oposto.

18. (PUC-SP) Na evolução das plantas constata-se uma redução progressiva da fase haploide, o gametófito. Essa fase é a duradoura ou principal em:

a) Musgos e a de curta duração ou transitória em samambaias e em plantas com semente.

b) Samambaias e a de curta duração ou transitória em musgos e em plantas com semente.

c) Musgos e samambaias e a de curta duração ou transitória em plantas com semente.

d) Musgos, samambaias e pinheiros e a de curta duração ou transitória em plantas com flor e fruto.

e) Plantas com semente e a da curta duração em musgos e samambaias.

19. (UFTM) Uma planta herbácea envasada teve o caule seccionado rente ao solo e a ele foi acoplado a um tubo de vidro transparente encurvado, com mercúrio em seu interior, conforme mostra a figura abaixo.

19

Em condições ideais, com solo bem hidratado e umidade do ar elevada, a coluna de mercúrio subiu após certo tempo. Esse experimento revela que:

a) O ambiente atmosférico promove uma sucção do mercúrio, que por sua vez suga a seiva do caule.

b) Os vasos do xilema contraem-se ritmicamente fazendo a seiva subir da raiz para o caule.

c) O intenso transporte ativo de água para o interior do xilema promove a subida da seiva no caule.

d) A seiva bruta sobe devido à pressão da raiz, desenvolvida por um mecanismo osmótico.

e) A seiva elaborada é deslocada sob pressão positiva existente no interior do vaso xilemático.

20. (UFU) A figura abaixo apresenta o ciclo reprodutivo de uma samambaia.

20a

Em uma aula de Botânica, quatro estudantes fizeram as seguintes afirmações sobre esse ciclo:

20b

Qual estudante fez a afirmação correta sobre o ciclo reprodutivo apresentado?

a) II.

b) I.

c) III.

d) IV.

gab

Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 510 outros seguidores