Publicado por: Djalma Santos | 8 de agosto de 2013

Testes de respiração aeróbica e de fermentação

01. (PUC-CAMPINAS) As atividades dos seres vivos exigem ATP obtido nas reações de fermentação ou respiração aeróbica. A tabela abaixo compara o rendimento desses processos em sementes de arroz quando germinam em ambientes que diferem no teor de oxigênio.

PORCENTAGENS

DE O2 NO AR

0

5,2

10,4

20,8

Taxas relativas

de utilização de glicose

Fermentação

75%

40%

18%

0

Respiração aeróbica

0

6%

10%

18%

Esses dados levaram às seguintes afirmações:

I. Na ausência de O2, as sementes obtêm ATP exclusivamente nas reações da glicólise.

II. À medida que aumenta o teor de O2 no ar, as sementes passam a economizar glicose, pois para cada molécula de açúcar oxidada, a respiração produz mais ATP do que a fermentação.

III. Quando o teor de O2 alcança 20,8%, as reações da glicólise cessam e todo o ATP que as sementes utilizam provém exclusivamente do ciclo de Krebs.

É correto o que se afirma em:

a) I, somente.

b) II, somente.

c) I e II, somente.

d) II e III, somente.

e) I, II e III.

02. (FAVIP) As células transformam as calorias dos alimentos em trabalho celular a partir de reações metabólicas energéticas. Em relação a este assunto, é correto afirmar que a fermentação de carboidratos:

a) Ocorre em aerobiose.

b) Produz 4 ATPs como saldo energético.

c) Gera etanol como produto final.

d) Transforma ácido pirúvico em ácido oxalacético.

e) Consome 2 ATPs da célula.

03. (UEG) Os fungos são importantes organismos popularmente conhecidos como leveduras, bolores, mofos e cogumelos de chapéu. Participam ativamente de processos de fermentação, como no caso da fabricação de vinho e de pão, que dependem de produtos liberados pelas leveduras durante sua atividade fermentativa. Os principais produtos das reações químicas que interessam mais diretamente à fabricação do vinho e do pão são:

a) Ácido lático e álcool etílico.

b) Álcool etílico e ácido acético.

c) Álcool etílico e gás carbônico.

d) Gás carbônico e ácido lático.

04. (FATEC) A respiração aeróbica se processa em três etapas: Glicólise, Ciclo de Krebs e Cadeia Respiratória, que visam à liberação de energia a partir da quebra de moléculas orgânicas complexas. Assinale a alternativa correta com relação a essas etapas.

a) Através da cadeia respiratória, que ocorre nas cristas mitocondriais, há transferência dos hidrogênios transportados pelo NAD e pelo FAD, formando água.

b) Das etapas da respiração, a glicólise é uma rota metabólica que só ocorre nos processos aeróbios, enquanto o ciclo de Krebs ocorre também nos processos anaeróbios.

c) O ciclo de Krebs e a glicólise ocorrem no citoplasma.

d) No ciclo de Krebs, uma molécula de glicose é quebrada em duas moléculas de ácido pirúvico.

e) A utilização de O2 se dá no citoplasma, durante a glicólise.

05. Considerando o diagrama abaixo é correto afirmar:

05

I    II

0  0 – A etapa 2 ocorre na matriz mitocondrial e a etapa 3 está relacionada com as cristas mitocondriais.

1 1 – Numa preparação isolada de mitocôndrias poderão ocorrer, simultaneamente, as sequências: 1-3, 1-4 e 1-5.

2  2 – A sequência 1-5 refere-se à fermentação láctica, como ocorre na produção da coalhada. Este processo resulta da precipitação das proteínas do leite, provocada pela elevação do pH, devida à redução na concentração de ácido láctico.

3  3 – Na sequência 1-3 há maior produção de moléculas de ATP que na sequência 1-5.

4  4 – O NADH é uma enzima comum às três vias metabólicas: 1-3, 1-4 e 1-5.

06. (UECE) As mitocôndrias são organelas presentes no citoplasma das células eucarióticas, caracterizadas por suas propriedades morfológicas, bioquímicas e funcionais, e são consideradas as usinas energéticas das células. Com relação às mitocôndrias é correto afirmar que:

a) São organelas responsáveis pela oxidação de moléculas ricas em energia, como a glicose, e pela produção de água e de gás carbônico.

b) Estocam ATP produzido na digestão de alimentos gordurosos.

c) São capazes de absorver energia luminosa utilizada na síntese de ATP.

d) Produzem ATP a partir da queima de energia para a síntese de glicogênio.

07. (UNCISAL) A célula precisa da glicose como fonte de energia para sobreviver. Uma forma de se obter energia pode ser por meio de uma reação, como a ilustrada a seguir.

C6H12O6   →  2 C2H5OH  +  2 CO2 + 2 ATP

Essa reação ilustra a:

a) Fermentação láctica.

b) Fermentação alcoólica.

c) Respiração aeróbica.

d) Quimiossíntese.

e) Fotossíntese.

08. (FAVIP) Os carboidratos representam as principais fontes energéticas do organismo e devem estar presentes na alimentação. Tal energia é disponibilizada através de reações metabólicas celulares que:

a) Transformam os carboidratos em compostos de mais alta energia por meio de reações catabólicas.

b) Degradam os carboidratos em compostos de menor energia por meio de reações anabólicas.

c) Armazenam toda a energia liberada de reações “endotérmicas” na molécula de ATP.

d) Armazenam parte da energia livre de reações “exotérmicas” na molécula de ATP.

e) Produzem 2 ATPs por molécula de glicose em processos de respiração aeróbia.

09. (URCA) Assinale abaixo a alternativa com todos os produtos do Ciclo de Krebs:

a) CO2, ATP, NADH2 e FADH2.

b) Acetil-CoA, O2, ATP, H2O e ATP.

c) Acetil-CoA, NADH2, FADH2, O2, H2O e ATP.

d) CO2, O2, NADH, e H2O .

e) O2, ATP, H2O e ATP.

10. (PUC-MG) Considere o esquema a seguir, referente ao processo respiratório de uma célula eucariota:

10

Assinale a afirmativa incorreta.

a) Para que I se transforme em II, é necessário o gasto de ATP.

b) As fases I e II ocorrem fora da mitocôndria.

c) Na conversão de II para III, não há produção local de ATP.

d) Em IV ocorre liberação de COe formação local de ATP.

e) Em V há quebra da molécula de água, com liberação de oxigênio.

11.  (COVEST) A energia não pode ser criada ou destruída, mas apenas transformada de uma forma a outra. Considerando que as reações metabólicas são o meio que a célula possui para transformar “energia potencial” em “energia cinética” e, portanto, realizar trabalho celular, considere as proposições a seguir.

I   II

0  0 – A participação de enzimas no conjunto das reações metabólicas celulares diminui a energia de ativação dos compostos reagentes.

1  1 – Além de energia, a oxidação de ácidos graxos e carboidratos, tanto na respiração aeróbica de eucariotos quanto na fermentação de procariotos, gera como produtos finais gás carbônico e água.

2  2 – A fermentação de carboidratos gera um saldo energético de 2 ATPs, que resulta da transferência de fosfatos inorgânicos para moléculas de adenosina difosfato.

3  3 – As reações do ciclo do ácido cítrico que ocorrem na matriz mitocondrial liberam íons hidrogênio que convertem as coenzimas NAD e FAD em suas formas reduzidas.

4  4 – A teoria quimiosmótica aponta que a passagem de íons H+ através da enzima ATP sintetase, localizada na membrana das cristas mitocondriais, é responsável pelo principal  saldo energético da respiração celular.

12. (UERJ) A tabela a seguir resume alguns processos celulares de oxirredução realizados pelos organismos para atender a suas necessidades energéticas.

PROCESSO

HIDROGÊNIO

PRODUTOS FINAIS

Fonte

Aceptor

I

Ácido graxo

Oxigênio

Gás carbônico e água

II

Glicose

Ácido pirúvico

Ácido lático

III

Água

Gás carbônico

Glicose

IV

Glicose

Oxigênio

Gás carbônico e água

A evolução desses processos está relacionada à evolução das condições ambientais da terra.  Assim, dos processos celulares acima, aquele que surgiu primeiro é o de número:

a) I.

b) II.

c) III.

d) IV.

13. (PUC-SP) Analise o esquema abaixo sobre etapas da respiração.

13

Numa célula eucariótica normal, as etapas 1, 2 e 3 ocorrem, respectivamente:

a) Na mitocôndria, no hialoplasma e na mitocôndria.

b) Na mitocôndria, na mitocôndria e no hialoplasma.

c) No hialoplasma, no hialoplasma e na mitocôndria.

d) No hialoplasma, na mitocôndria e na mitocôndria.

e) Na mitocôndria, no hialoplasma e no hialoplasma.

14. (UEL)                                   Observe a figura abaixo:

14

Com base na ilustração e nos conhecimentos sobre o tema, analise as afirmativas a seguir:

I. O Ciclo de Krebs é o último evento das várias reações que ocorrem numa via comum de produção de moléculas fornecedoras de energia, onde a oxidação dos grupos fosfatos libera a energia armazenada nas ligações acetila.

II. As mitocôndrias podem ser encontradas, por exemplo, no epitélio ciliado, onde se acumulam perto dos cílios; nos espermatozoides, ao redor da porção inicial do flagelo, onde tem início a movimentação ciliar; e nas células musculares estriadas, entre os feixes de miofibrilas.

III. As mitocôndrias estão presentes em um tecido adiposo específico, o qual se constitui como fonte de calor importante em animais que hibernam, em animais adaptados ao frio e em alguns animais recém-nascidos, incluindo humanos.

IV. Uma peculiaridade do DNA mitocondrial é sua origem paterna, porque se origina das mitocôndrias encontradas nos espermatozoides, sem participação das mitocôndrias do óvulo, pois o sexo é definido geneticamente pelos cromossomos sexuais do pai.

Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas.

a) I e II.

b) II e III.

c) III e IV.

d) I, II e IV.

e) I, III e IV.

15. (UNIOESTE) Com relação à energética da célula, é correto afirmar que:

a) Tanto o processo de respiração aeróbica como a fermentação ocorre em três etapas: glicose, ciclo de Krebs e cadeia respiratória.

b) Lipídios e proteínas não são utilizados como combustíveis pela célula, mesmo na ausência de glicose.

c) A partir de 2 moléculas de glicose são produzidas 6 moléculas de piruvato e 12 moléculas de ATP.

d) A glicólise e o ciclo de Krebs ocorrem no interior das mitocôndrias.

e) Uma célula muscular passa a transformar ácido pirúvico em ácido láctico em condições anaeróbicas.

16.  (FUVEST) Em uma situação experimental, camundongos respiraram ar contendo gás oxigênio constituído pelo isótopo 18O. A análise de células desses animais deverá detectar a presença de isótopo 18O, primeiramente:

a) No ATP.

b) Na glicose.

c) No NADH.

d) No gás carbônico.

e) Na água.

17. (UFMA) Após correr 21 Km na maratona das olimpíadas de Sidney, um atleta foi obrigado a parar em virtude de uma fadiga muscular. Esse fato foi decorrente:

a) Do excesso de oxigenação dos músculos, aumentando o nível de mioglobina.

b) De uma oxigenação insuficiente dos músculos, levando à fermentação e ao acúmulo de ácido láctico nos músculos.

c) Do acúmulo de ATP, devido ao excesso de conversão aeróbica da lactose.

d) Do excesso de ácido láctico e ATP, resultante da transformação aeróbica da glicose.

e) Do acúmulo de neurotransmissores nos músculos, devido à sobrecarga de estímulos nervosos.

18. (PUC-RJ) O Pró-Álcool, programa de produção de combustível etanol no Brasil, baseia-se na obtenção de um produto resultante de:

a) Respiração aeróbia do açúcar da cana-de-açúcar por bactérias.

b) Respiração anaeróbia do amido da cana-de-açúcar por protozoários.

c) Fermentação do açúcar da cana-de-açúcar por levedura.

d) Acidificação do amido de sementes da cana-de-açúcar.

e) Oxidação completa do açúcar da cana-de-açúcar.

19. (UFRN) Sobre a respiração celular, é correta a afirmação:

a) No processo de respiração aeróbia, a degradação total de moléculas de glicose resulta na formação de ácido pirúvico, e, na respiração anaeróbia, é formado o álcool etílico.

b) Na respiração aeróbia, os hidrogênios são combinados com o O2, formando moléculas de água, enquanto, na respiração anaeróbia, os hidrogênios se combinam com o N2

c) A fosforilação oxidativa é um processo comum às respirações aeróbia e anaeróbia, das quais resultam, respectivamente, 38 ATP e 2 ATP para cada molécula de glicose.

d) A glicólise ocorre no citoplasma das células, durante a respiração aeróbia dos seres eucariontes, e, nos mesossomos, durante a respiração anaeróbia dos seres procariontes.

20. (COVEST) Havendo oxigênio e enzimas necessárias na célula, a glicose é mobilizada por uma série de reações que constituem a respiração celular. Em relação à respiração aeróbica é correto afirmar que:

I  II

0 0 – As reações que constituem o processo de respiração celular podem ser agrupadas em três etapas, glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória.

1 1 – A glicólise e o ciclo de Krebs ocorrem no hialoplasma e têm em comum o fato de fornecerem para reações posteriores, gás carbônico, NADH2, ATP e FADH2.

2 2 – A  fosforilação  oxidativa,  que ocorre  no ciclo  de Krebs, determina a ocorrência de quatro ciclos para a liberação total da energia contida em cada molécula de glicose.

3 3 – Na cadeia respiratória a produção de ATP é dada em três pontos, o que não significa que em outros “degraus”, dessa cadeia, não haja liberação de energia. Na verdade, isto ocorre, só que, essa energia não sendo suficiente para a produção de ATP, dissipa-se sob a forma de calor.

4 4 – Em cada volta do ciclo de Krebs, três NAD e um FAD são reduzidos a três NADH2 e um FADH2, respectivamente, e esses transportarão seus hidrogênios à cadeia respiratória.

21. (UECE) Sabe-se que um grande “salto” no processo evolutivo foi o aparecimento dos mesossomos nas bactérias. A novidade evolutiva possibilitada por tais estruturas foi a concentração de enzimas que conferem às bactérias a capacidade de realizar o(a):

a) Fermentação.

b) Digestão intracelular.

c) Transporte de substâncias.

d) Respiração aeróbia.

22.  (UERJ) O gráfico mostra o resultado de um experimento onde se avaliou o consumo de oxigênio de uma solução, pela mitocôndria, em presença de adenosina difosfato (ADP) e adenosina trifosfato (ATP).

22

A partir deste resultado, podemos afirmar que, em relação à taxa de consumo de oxigênio, ocorre:

a) Aumento pela adição de ATP e produção ADP.

b) Aumento pela adição de ADP e produção de ATP.

c) Diminuição pela adição de ATP e produção de ADP.

d) Diminuição pela adição de ADP e produção de ATP.

e) Permanece constante durante todo o processo.

23. (CESGRANRIO)          LEIA AS INFORMAÇÕES (FOLHA, 06.08.98)

– 6000 a.C.: babilônios e sumérios utilizam lêvedo para produzir cerveja.

– 4000 a.C.: egípcios descobrem como fazer pão fermentado.

– Ainda na Antiguidade: transformação do leite em iogurte e uso de mofo na elaboração de queijo.

As informações contidas no artigo anterior envolvem um processo biológico fundamental para os seres vivos que o realizam. Todas as opções apresentam conceitos corretos sobre esse processo, exceto uma. Assinale-a:

a) Na fabricação de iogurte e queijo o produto formado é o ácido láctico.

b) Na fabricação de cerveja e pão os produtos formandos são etanol e gás carbônico.

c) Nesse processo a molécula orgânica utilizada é degradada a ácido pirúvico.

d) O saldo energético obtido nos dois processos é de 2 ATP.

e) Os seres que realizam esse processo objetivam conseguir matéria-prima para sua nutrição.

24. (UFMG) À massa usada na fabricação do pão é acrescentada certa quantidade de fermento biológico (lêvedo), para que ela cresça e, depois de assada, fique saborosa. O crescimento da massa deve-se:

a) A uma reação da farinha do trigo com a água, servindo o lêvedo para dar sabor ao pão.

b) A uma reação química entre a água e o lêvedo.

c) À utilização da massa como alimento pelo lêvedo, com liberação de gás.

d) Ao crescimento excessivo do lêvedo, empurrando a massa e fazendo-a crescer.

e) Ao preenchimento, com ar atmosférico, dos espaços resultantes do consumo da massa pelo lêvedo.

25. Havendo oxigênio e enzimas necessárias na célula, a glicose é mobilizada por uma série de reações que constituem a respiração celular aeróbica. Em relação a esse processo energético, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

I   II

0 0 – A fosforilação oxidativa, que caracteriza o ciclo de Krebs, determina a ocorrência de quatro ciclos para a liberação total da energia presente na molécula de glicose.

1 1  – As reações que constituem o processo de respiração celular aeróbica podem ser agrupadas em três etapas: glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória.

2  2 – Em cada volta do ciclo de Krebs, três NAD e um FAD são reduzidos a três NADH e um FADH2, respectivamente, e eles transportarão seus hidrogênios à cadeia respiratória.

3 3 – A glicólise e o ciclo de Krebs ocorrem no hialoplasma e têm em comum o fato de fornecer, para reações posteriores, CO2, NADH, FADH2 e ATP.

4  4 – Na cadeia respiratória, a produção de ATP ocorre em três pontos, o que não significa que em outros “degraus” dessa cadeia não haja liberação de energia.

26. (UFSC) Se um músculo da perna de uma rã for dissecado e mantido em uma solução isotônica em recipiente hermeticamente fechado, o músculo é capaz de se contrair algumas vezes quando estimulado, mas logo deixa de responder aos estímulos. No entanto, se a solução for arejada, o músculo readquire a capacidade de se contrair quanto estimulado. A explicação para o fenômeno é que o ar fornece o gás:

a) Nitrogênio, necessário à transmissão do impulso nervoso ao músculo.

b) Nitrogênio, necessário à síntese dos aminoácidos componentes da miosina.

c) Oxigênio, necessário à oxidação da miosina e da actina que se unem na contração.

d) Oxigênio, necessário à respiração celular da qual provém a energia para a contração.

e) Carbônico, necessário à oxidação do ácido lático acumulado nas fibras musculares.

27. (OSEC-SP) O esquema abaixo mostra as etapas da degradação da glicose no interior das células para obtenção de energia:

27

Os fenômenos assinalados como 1, 2, 3 e 4 correspondem, respectivamente, a:

a) Glicólise – fermentação – cadeia respiratória – ciclo de Krebs.

b) Fermentação – glicólise – cadeia respiratória – ciclo de Krebs.

c) Glicólise – fermentação – ciclo de Krebs – cadeia respiratória.

d) Fermentação – glicólise – ciclo de Krebs – cadeia respiratória.

e) Glicólise – ciclo de Krebs – fermentação – cadeia respiratória.

28. (MACK) A respeito da equação abaixo, que representa uma das etapas da “produção” de energia em uma célula, é correto afirmar que:

28

a) Essa etapa ocorre no citoplasma das células, tanto em processos aeróbicos como anaeróbicos.

b) Trata-se da cadeia respiratória.

c) A produção aeróbica de ATP, na etapa seguinte a esta, não depende da existência de mitocôndria.

d) Nessa etapa ocorre a maior “produção” de energia.

e) Se o ácido pirúvico se depositar em células musculares, ocorre o fenômeno conhecido como fadiga muscular.

29. (UFRJ) As leveduras são utilizadas pelos vinicultores como fonte de etanol, pelos panificadores como fonte de dióxido de carbono e pelos cervejeiros como fontes de ambos. As etapas finais do processo bioquímico que forma o etanol e o dióxido de carbono estão esquematizadas abaixo.

29

Além da produção de tais substâncias, esse processo apresenta a seguinte finalidade para a levedura:

a) Reduzir piruvato em anaerobiose.

b) Reoxidar o NADH2 em anaerobiose.

c) Produzir aldeído acético em anaerobiose.

d) Iniciar a gliconeogênese em aerobiose.

30. (FCMS-SP) Dos organismos abaixo, os que consomem maior quantidade de glicose para sintetizar 100 moléculas de ATP são os:

a) Heterótrofos em geral.

b) Autótrofos em geral.

c) Aeróbios facultativos.

d) Aeróbios estritos.

e) Anaeróbios estritos.

31. (UFBA) Foi Louis Pasteur quem observou, pela primeira vez, na década de 1860, que, quando o oxigênio é introduzido em uma suspensão de células que estão consumindo glicose em alta velocidade, em anaerobiose, essa velocidade diminui significativamente, à medida que o oxigênio passa a ser consumido. Ao mesmo tempo, cessa o acúmulo de lactato. O “efeito Pasteur”, descrito anteriormente, se relaciona a aspectos da fisiologia e da estrutura celular, tais como:

I   II

0  0 – A dependência de membranas celulares para síntese de ATP, no processo aeróbico de produção de energia.

1  1 – O bloqueio da glicólise pela presença de oxigênio nas células aeróbicas.

2  2 – A síntese de lactato como produto final do metabolismo energético mais rentável.

3  3 – O consumo do oxigênio no processo de degradação completa da molécula de glicose.

4 4 – A relação entre o mecanismo bioenergético utilizado e a quantidade de glicose consumida.

32. (PUC-MG) Pasteur foi o primeiro pesquisador a intuir que era possível ocorrer vida na presença ou ausência de oxigênio. Certa vez, colocou uma gota de leite sobre a lâmina de vidro cobrindo-a com uma lamínula e observou ao microscópio. Percebeu que a gota fervilhava de bactérias que se concentravam no meio da lâmina e não nas bordas da lamínula. Interprete esses resultados e leia, com atenção, as deduções a seguir.

I. As bactérias dessas duas regiões poderiam apresentar diferentes processos metabólicos.

II. Na região central da lâmina, as bactérias poderiam estar crescendo na ausência de oxigênio.

III. Nas bordas da lamínula, as bactérias poderiam estar utilizando mais facilmente o oxigênio disponível.

São deduções corretas:

a) Apenas I e II.

b) Apenas II e III.

c) Apenas I e III.

d) I, II e III.

33. (UERJ) Observe o esquema a seguir, que representa uma mitocôndria de uma célula hepática.

33

Os números correspondentes à estrutura ou compartimento mitocondrial onde se localizam a enzima ATP sintetase, os ribossomas, e as enzimas que geram CO2 são, respectivamente:

a) 5, 1, 2.

b) 4, 5, 3.

c) 3, 2, 2.

d) 2, 1, 5.

34. (UFOP) O esquema abaixo resume reações químicas que podem ocorrer no metabolismo celular:

34

Com relação aos processos em questão, assinale a afirmativa correta:

a) A etapa 2 torna-se mais intensa no músculo esquelético durante atividade física, pois produz, por mol de ácido pirúvico transformado, mais energia na forma de ATP do que a etapa 3.

b) A etapa 2 é extracelular e ocorre sem participação de enzimas.

c) A etapa 3 ocorre em todas as células do corpo humano e representa a respiração celular.

d) Há participação de enzimas na etapa 1 e essa só ocorre na presença de oxigênio.

e) A etapa 2 torna-se mais intensa quando não há oxigênio suficiente para manter a etapa 3.

35. (VEST-RIO) Interessado em demonstrar um determinado fenômeno vegetal, um grupo de alunos realizou o experimento esquematizado abaixo:

35A

Os três frascos foram fechados de tal forma a só permitir a entrada de ar pelos tubos. Nos frascos A e B, foi colocada uma solução de hidróxido de bário, e no frasco I, uma porção de sementes em germinação. Ao se fazer circular o ar pelo sistema, no sentido indicado pelas setas, o hidróxido de bário no frasco A reteve o CO2 do ar, deixando passar para o frasco I apenas o O2. No frasco B, ao final de algum tempo, pôde-se observar a formação de um precipitado branco de carbonato de bário, obtido segundo a reação abaixo:

35B

Essa experiência permitiu aos alunos demonstrar, indiretamente, o seguinte fenômeno vegetal:

a) Transpiração.

b) Fotossíntese.

c) Respiração.

d) Reprodução.

e) Nutrição.

36. (FCC) Considere as seguintes afirmações:

I. Uma preparação de mitocôndrias isoladas reagirá com ácido pirúvico, dando CO2.

II. Uma preparação de mitocôndrias isoladas reagirá com glicose, dando álcool.

III. Uma preparação de citoplasma isolado reagirá com glicose, dando ácido pirúvico.

Dessas afirmações:

a) Apenas I e II são verdadeiras.

b) Apenas I e III são verdadeiras.

c) Apenas II e III são verdadeiras.

d) I, II e III são verdadeiras.

e) Apenas II é verdadeira.

37. O consumo de 1 mol de glicose na respiração aeróbia produz:

a) Mais ATP e mais CO2 do que na fermentação.

b) Mais ATP e menos CO2 do que na fermentação.

c) Menos ATP e mais CO2 do que na fermentação.

d) Menos ATP e menos CO2 do que na fermentação.

e) ATP e CO2 nas mesmas quantidades produzidas na fermentação.

38. (PUC-SP) Certa substância foi introduzida em um meio de cultura contendo células em crescimento. Após algum tempo, as células tiveram seu metabolismo alterado, uma vez que a substância bloqueou a atividade de algumas enzimas catalisadoras de reações da glicólise. Pode-se dizer que a substância em questão atuou nas células no nível de:

a) Hialoplasma.

b) Mitocôndria.

c) Ergastoplasma.

d) Núcleo.

e) Ribossoma.

39. (CESGRANRIO) A partir da glicose, os processos de respiração celular levam à formação de gás carbônico e de água, com liberação de energia. Esta transformação decorre da ação encadeada de diversos processos metabólicos. Uma sequência correta desse encadeamento corresponde a:

a) Glicólise, ciclo de Krebs, cadeia respiratória.

b) Ciclo de Krebs, glicólise, cadeia respiratória.

c) Glicólise, cadeia respiratória, ciclo de Krebs.

d) Cadeia respiratória, ciclo de Krebs, glicólise.

e) Ciclo de Krebs, cadeia respiratória, glicólise.

40. (UFSC) O esquema a seguir se refere à respiração celular. Em relação a esse processo é correto afirmar:

40

I   II

0  0 – I representa a glicólise.

1  1 – II é conhecido como ciclo de Krebs.

2  2 – II ocorre dentro de um organoide citoplasmático denominado mitocôndria.

3  3 – A utilidade desse  conjunto  de reações é o armazenamento, nos polímeros biológicos, de energia pelas células.

4  4 – Esse  processo  ocorre  apenas  em  células  heterotróficas,  não  sendo observado nas autotróficas.

41. (UECE) O aparecimento do oxigênio na atmosfera terrestre deu oportunidade de se revelar como positiva a seguinte variabilidade genética:

a) Possibilidade de realizar a fotossíntese, evidenciada, inicialmente, pela presença de estromatólitos, secreção produzida pelas cianobactérias.

b) Capacidade de realizar a respiração aeróbia, na qual a produção de energia é irrisória quando comparada com a fermentação.

c) Surgimento dos seres amnióticos, reforçando a capacidade de realizar a fecundação externa.

d) Aparecimento das bactérias putrefativas capazes de produzir CO2 e H2O a partir do seu metabolismo energético, usando o oxigênio como aceptor final de elétrons.

42. (COVEST) Quando três moléculas de glicose são fermentadas pelo levedo.

a) Três moléculas de ácido pirúvico são produzidas.

b) São liberadas seis moléculas de gás carbônico.

c) Durante o processo são formadas seis moléculas de ATP.

d) Formam-se seis moléculas de ácido acético.

e) Cada molécula de ácido pirúvico é convertida em duas de CO2 e uma de álcool etílico.

43. (CESGRANRIO) As reações de oxidação são responsáveis pela liberação de energia utilizável pelas células. Realizam-se por processos de oxigenação, desidrogenação e remoção de elétrons. Considerando a atividade respiratória das células, são feitas três afirmações:

I. A aerobiose é o processo de maior rendimento, quanto à liberação de energia, em contraste com a fermentação.

II. A remoção e transferência de elétrons constituem o principal processo de oxidação ao longo da cadeia respiratória.

III. A formação de produtos orgânicos altamente oxidados, como os ácidos pirúvico e láctico, na fermentação, faz-se por oxigenação.

Assinale:

a) Se somente I for correta.

b) Se somente II for correta.

c) Se somente III for correta.

d) Se somente I e II forem corretas.

e) Se I, II e III forem corretas.

44. (SANTA CASA) Considere a seguinte equação:

C18H36O2 (Ácido esteárico) + 26 O2   →  18 CO2 + 18 H2O + energia.

O quociente respiratório do ácido esteárico é:

a) 1,41.

b) 1,33.

c) 1,00.

d) 0,81.

e) 0,69.

45. (MED.ABC) Na respiração celular, o oxigênio (O2) intervém:

a) Somente na glicólise.

b) Somente como aceptor final de hidrogênio.

c) Somente no ciclo de Krebs.

d) Na glicólise e no ciclo de Krebs.

e) Na glicólise e como aceptor final de hidrogênio.

46. (SANTA CASA-SP) Considere os seguintes processos:

I. Glicólise.

II. Conversão de ácido pirúvico em acetil-coenzima A.

III. Conversão de ácido pirúvico em ácido lático.

IV. Reações do ciclo de Krebs.

V. Reações da cadeia respiratória.

Oxidação de aceptores de hidrogênio reduzidos ocorrem apenas em:

a) I, II, III.

b) I, IV, V.

c) I,V.

d) III, IV, V.

e) III, V.

47. (PUC-SP) Comparando-se a respiração aeróbica e a fermentação, através dos esquemas abaixo, fizeram-se as seguintes afirmações:

47

I. Na respiração aeróbica o aceptor final dos hidrogênios é o oxigênio e na fermentação é a própria substância orgânica formada.

II. A diferença entre a fermentação e a glicólise aeróbia é o destino dos hidrogênios durante o processo.

III. Os aceptores intermediários de hidrogênio que participam dos dois processos são diferentes.

Assinale:

a) Se as afirmativas I, II e III estiverem certas.

b) Se apenas a afirmativa I estiver certa.

c) Se apenas a afirmativa II estiver certa.

d) Se as afirmativas I e II estiverem certas.

e) Se todas as afirmativas estiverem erradas.

48. (CESGRANRIO) No esquema abaixo, que representa a respiração celular, os retângulos identificados pelos 1, 2 e 3 devem corresponder às séries metabólicas citadas nas opções. As setas numeradas (4 e 5) indicam as substâncias de alto valor energético, derivadas do metabolismo em causa. Indique, no quadro abaixo, a opção que contém todas as legendas corretas para os números 1, 2, 3, 4 e 5.

48

1

2

3

4

5

a

Glicólise

Ciclo de Krebs

Cadeia

respiratória

ATP

NADH2

b

Cadeia

respiratória

Ciclo de Krebs

Glicólise

ATP

NADH2

c

Ciclo de Krebs

Cadeia

respiratória

Glicólise

ATP

NADH2

d

Glicólise

Ciclo de Krebs

Cadeia

respiratória

NADH2

ATP

e

Cadeia

respiratória

Glicólise

Ciclo de

Krebs

NADH2

ATP

 49. (F.U.-ABC) O esquema a seguir representa, resumidamente, 3 vias metabólicas (I, II e III) de células vivas.

49

Sobre o esquema acima, é correto afirmar que:

a) O NADH é uma enzima comum as três vias metabólicas I, II e III.

b) Etanol e ácido láctico possuem o mesmo número de átomos de carbono, em suas moléculas.

c) A via I é realizada tanto por organismos aeróbicos, quanto por anaeróbicos.

d) A via II pode ser realizada por células musculares, desde que em condições anaeróbicas.

e) A via III é a mais frequentemente realizada pelas leveduras.

50. (UFRGS) Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações que seguem, referentes à respiração celular.

(  ) A respiração celular é constituída por três rotas: a oxidação do piruvato, o ciclo do ácido cítrico e o ciclo das pentoses.

(  ) Nas transferências de íons hidrogênio ao longo da cadeia respiratória, há liberação de elétrons que vão sendo captados por transportadores intermediários como os citocromos.

(  ) No ciclo do ácido cítrico, ocorre uma “maior produção” de ATP do que durante a fase de glicólise.

(  )  Nos eucariontes, a fase de glicólise ocorre no interior das mitocôndrias e na ausência de oxigênio.

a) F F F V.

b) F V F V.

c) V V V F.

d) V F V V.

e) F V V F.

51. (UFGO) Uma pessoa explicava ao filho uma parte da tarefa de ciências que se referia aos fenômenos energéticos em plantas e animais: “As plantas, durante o dia, respiram o oposto dos animais, isto é, os animais absorvem oxigênio e liberam gás carbônico; as plantas absorvem o gás carbônico e eliminam o oxigênio. À noite, plantas e animais respiram de igual forma. Animais comem vegetais ou outros animais; já os vegetais fabricam seu próprio alimento”… Analisando as explicações acima, à luz dos processos que envolvem gases e matéria orgânica nos animais e plantas, pode-se afirmar que:

I  II

0  0 – A pessoa acertou quando concluiu que os vegetais respiram diferentemente durante o dia e durante a noite.

1  1 – A  pessoa errou  ao confundir  a respiração aeróbica dos seres vivos com fotossíntese nas plantas.

2  2 – A pessoa errou ao afirmar que a captação de gás carbônico e a eliminação de oxigênio pelas plantas durante o dia se chama respiração.

3  3 – A pessoa acertou  ao concluir  que o processo da respiração dos vegetais sofre inversão na ausência de luz.

4  4 – A pessoa acertou quando disse que, durante o dia, as plantas, em  condições normais, absorvem gás carbônico.

52. (COVEST) O maior rendimento energético do processo de respiração aeróbica (acoplada à cadeia transportadora de elétrons) sobre a glicólise é principalmente devido a:

a) Maior atividade específica das enzimas envolvidas.

b) Maior difusão das enzimas no meio da reação.

c) Muito menor energia de ativação requerida.

d) Completa oxidação da glicose a CO2 e H2O.

e) Compartimentação e ordenação das enzimas envolvidas.

53. Três balões de vidro foram preenchidos com as seguintes misturas:

53

Os três balões foram mantidos em estufa, a uma temperatura de 36oC.  Depois de seis horas, foi constatado que, do balão 1, se havia desprendido um volume V de CO2. Nesse mesmo tempo, qual deve ter sido a soma dos volumes de CO2 liberado nos balões 2 e 3?

a) V/3.

b) 2V.

c) 2V/3.

d) V/2.

e) V.

54. (ASCES) O pH intracelular é de aproximadamente 6,9, mas pode ser menor nas células musculares após exercício físico intenso. Nessas condições, tal fato pode ser explicado devido:

a) À desidratação celular que concentra soluto e ácido no meio intracelular.

b) Ao metabolismo energético fermentativo nas células musculares.

c) À produção de ácido oxalacético durante o Ciclo de Krebs na respiração celular.

d) À produção de ácido lático derivado da respiração celular.

e) À síntese de compostos alcalinos derivados do metabolismo anaeróbio celular.

55. (MACK) O dinitrofenol (DNP) é uma substância que interfere na produção de ATP. Se uma célula receber uma dose dessa substância, o processo de ……… será prejudicado e, consequentemente, essa célula não poderá ………. . Assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente as lacunas da frase acima.

a) respiração celular; realizar osmose.

b) fotossíntese; realizar difusão.

c) respiração celular; realizar trocas gasosas.

d) fotossíntese; se reproduzir.

e) respiração celular; gerar impulsos nervosos.

56. (ENC-MEC) O esquema abaixo resume reações químicas que podem ocorrer no metabolismo celular.

56

Tais reações passam a ocorrer nas fibras musculares humanas quando a atividade física:

a) Cessa e há grande quantidade de moléculas de ATP armazenadas.

b) É moderada e há oxigênio suficiente para a respiração aeróbica.

c) É moderada e o oxigênio passa a ser liberado durante a glicólise.

d) É muito intensa e o oxigênio se torna insuficiente para a respiração aeróbica.

e) É muito intensa e cessa a produção de moléculas de NAD.

57. (UFRS) As hemácias humanas foram selecionadas ao longo da evolução de modo a que desempenhassem hoje em dia suas funções de maneira eficiente. Durante esse processo evolutivo, as mitocôndrias e os núcleos foram perdidos na fase madura. Quais dos processos biológicos a seguir continuam a ocorrer nas hemácias maduras, apesar dessa adaptação?

a) Cadeia transportadora de elétrons.

b) Ciclo de Krebs.

c) Glicólise.

d) Replicação.

e) Transcrição.

58. (UFMG) Na fabricação de iogurtes e coalhadas, utilizam-se “iscas”, isto é, colônias de microrganismos que realizam a fermentação do leite. Em relação a esse processo, é correto afirmar que:

a) Consiste em respiração aeróbica.

b) É realizado por vírus anaeróbicos láticos.

c) Resulta de liberação de ácido lático e energia.

d) Resulta na formação de ácido acético e CO2.

59. (FCC) Na glicólise, para cada molécula de glicose que se converte em ácido pirúvico a célula utiliza:

a) 1 molécula de ATP e forma 4.

b) 1 molécula de ATP e forma 2.

c) 2 moléculas de ATP e forma 2.

d) 2 moléculas de ATP e forma 4.

e) 4 moléculas de ATP e forma 2.

60. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

I  II

0 0 – A glicólise ocorre ao nível do hialoplasma e tem como produto final o ácido pirúvico.

1 1 – O processo  fermentativo ocorre  em ausência  de oxigênio e apresenta um saldo de quatro moléculas de ATP por molécula de glicose.

2 2 – A partir da glicose, os processos  de respiração celular levam à formação de gás carbônico e de água, com liberação de energia. Essa transformação decorre da ação de uma cadeia representada, esquematicamente, na figura abaixo, onde 1, 2 e 3 indicam, respectivamente, glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória.

60 22

3 3 – O oxigênio proveniente da  fotossíntese  é usado  na respiração aeróbica, especificamente, no ciclo de Krebs.

4  4 – Na fermentação alcoólica, os estágios da glicose até piruvato são diferentes dos que se verificam na glicólise dos mamíferos.

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

10

C

E

C

A

VFFVF

A

B

D

A

E

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

VFVVV

B

D

B

E

E

B

C

D

VFFVV

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

D

B

E

C

FVVFV

D

C

A

B

E

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

VFFVV

D

C

E

C

B

A

A

A

VVVFF

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

D

B

D

E

B

E

D

D

C

E

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

FVVFV

D

A

B

E

D

C

C

D

VFVFF

 

Anúncios

Responses

  1. Bom, professor, meu comentário aqui não está relacionado ao posto, mas já explico! Procurei rapidamente por um e-mail seu para um contato mais direito, mas não encontrei. Enfim, vou direto ao ponto!

    Queria deixar expresso os meus enormes agradecimentos pelo trabalho realizado por você. Seu blog é de um excelente nível e tem ajudado muitos vestibulandos aflitos, com certeza! Falo isso porque vivi essa realidade por cinco anos quando buscava minha vaga em medicina. Buscava eu falei, pois com a ajuda do seu trabalho aqui realizado e dos estudos ao longo desse tempo consegui finalmente minha vaga. Concluí já meu primeiro semestre do curso de medicina na Universidade de Brasília e já dei início ao meu segundo semestre.

    Obrigado e continue com esse blog!

  2. Professor me explica a questão 29) ???

    • Pedro Henrique
      Veja, abaixo, a resolução da questão que você solicitou.
      ALTERNATIVA CORRETA: B (“Reoxidar o NADH2 em anaerobiose.”)
      JUSTIFICATIVA
      – Esta questão se refere à fermentação, que é a degradação “incompleta” de moléculas orgânicas, principalmente glicose, na ausência de O2 (processo anaeróbio), com liberação de energia que é usada na formação de ATP. Merece especial destaque, as fermentações alcoólica (tratada nesta questão), láctica e acética.
      – A figura constante desta questão representa a transformação do ácido pirúvico (C3H4O3) em álcool etílico (C2H5OH), passando por acetaldeído (CH3COH), reação não destacada na citada figura. A transformação de ácido pirúvico em acetaldeído se dá pela ação da descarboxilase pirúvica e o acetaldeído é reduzido à álcool etílico graça a ação da álcool desidrogenase.
      – Embora haja diferentes espécies de seres dotados da capacidade de realizar a fermentação alcoólica, inclusive certas bactérias, o organismo mais utilizado pelo homem é o Saccharomyces cerevisiae (lêvedo de cerveja), que é um fungo microscópico. O homem utiliza os dois produtos dessa fermentação. O álcool etílico (C2H5OH) na fabricação de bebidas alcoólicas (vinhos, cervejas, cachaças, etc.) e o gás carbônico, importante na fabricação do pão, sendo por isso conhecido, popularmente, como fermento de padaria. O CO2 produzido no processo, é armazenado, em pequenas câmaras, no interior da massa, fazendo-a crescer. Deve ainda ser mencionado que a fermentação do caldo da cana e sua posterior destilação produzem aguardente e álcool etílico, este último, largamente utilizado na indústria e como combustível. Segundo alguns pesquisadores, o fato de os fungos terem evoluído como organismos fermentadores, pode ter-lhes dado um maior domínio no ambiente que ocupam já que o álcool produzido torna difícil a sobrevivência de um grande número de seres que com eles competem.
      ALTERNATIVA A (“Reduzir piruvato em anaerobiose.”) – INCORRETA
      – Não se trata de redução do ácido pirúvico e sim de oxidação.
      ALTERNATIVA B (“Reoxidar o NADH2 em anaerobiose.”) – CORRETA
      – O NADH2 é, realmente, reoxidado em anaerobiose.
      ALTERNATIVA C (“Produzir aldeído acético em anaerobiose.”) – INCORRETA
      – O processo tem por finalidade formar álcool etílico (fermentação alcóolica) e não aldeído acético.
      ALTERNATIVA D (“Iniciar a gliconeogênese em aerobiose.”) – INCORRETA
      – Não se trata de gliconeogênese e sim de fermentação alcoólica.
      Sugiro que faça uma revisão envolvendo bioenergética, particularmente respiração celular e fermentação.
      Djalma Santos

  3. Professor, ainda em sobre a questão 29, o correto não seria NADH ou invés de NADH2? Agradeço desde á (:

    • Veja o texto abaixo, relacionado com os seus comentários.
      – O NAD+ (nicotinamida adenina dinucleotídeo oxidado) é, vez por outra, indicado, embora de forma incorreta, por NAD e o NADH (nicotinamida adenina dinucleotídeo reduzido) é representado, às vezes, também de forma incorreta, por NADH2. Observação semelhante deve ser feita em relação ao NADP+ e ao NADPH, utilizados na fotossíntese (ver FOTOSSISTEMAS, matéria publicada neste blog no dia 24/03/2016).
      – Infelizmente, na questão em foco, a comissão utilizou as formas NADH2 e NAD.
      Um abraço
      Djalma Santos

  4. Professor, poderia me dizer a justificativa da questão 19? Agradeço desde já =)

    • 19. (UFRN) Sobre a respiração celular, é correta a afirmação:
      a) No processo de respiração aeróbia, a degradação total de moléculas de glicose resulta na formação de ácido pirúvico, e, na respiração anaeróbia, é formado o álcool etílico.
      b) Na respiração aeróbia, os hidrogênios são combinados com o O2, formando moléculas de água, enquanto, na respiração anaeróbia, os hidrogênios se combinam com o N2.
      c) A fosforilação oxidativa é um processo comum às respirações aeróbia e anaeróbia, das quais resultam, respectivamente, 38 ATP e 2 ATP para cada molécula de glicose.
      d) A glicólise ocorre no citoplasma das células, durante a respiração aeróbia dos seres eucariontes, e, nos mesossomos, durante a respiração anaeróbia dos seres procariontes.
      Prezada Anna
      Veja, a seguir, a resolução da questão acima.
      ALTERNATIVA CORRETA: D (“A glicólise ocorre no citoplasma das células, durante a respiração aeróbia dos seres eucariontes, e, nos mesossomos, durante a respiração anaeróbia dos seres procariontes.”).
      ALTERNATIVA A (“No processo de respiração aeróbia, a degradação total de moléculas de glicose resulta na formação de ácido pirúvico, e, na respiração anaeróbia, é formado o álcool etílico.”) – INCORRETA
      – A respiração aeróbia consiste de uma série de reações enzimáticas, através das quais os produtos da glicólise (fase anaeróbia) são metabolizados para proporcionar uma maior liberação de energia. Ela está estritamente relacionada com a glicólise, sendo esta, na realidade, um preparatório para a degradação total da glicose. O ácido pirúvico, formado na fase anaeróbia, após sofrer algumas modificações químicas, entra na fase aeróbia propriamente dita, na qual é degradado a CO2 e H2O. As várias reações que compõem essa fase ocorrem no interior das mitocôndrias e constituem o ciclo de Krebs (ciclo do ácido cítrico ou ciclo do ácido tricarboxílico) e a cadeia respiratória (cadeia oxidativa ou cadeia transportadora de elétrons).
      * Como você pode constatar, a degradação total de moléculas de glicose não resulta na formação de ácido pirúvico, como consta nesta alternativa.
      ALTERNATIVA B (“Na respiração aeróbia, os hidrogênios são combinados com o O2, formando moléculas de água, enquanto, na respiração anaeróbia, os hidrogênios se combinam com o N2.”) – INCORRETA
      – Ao contrário do que consta nesta alternativa, na respiração anaeróbia, o aceptor final de hidrogênio é um composto orgânico e não o oxigênio, como na respiração aeróbia.
      ALTERNATIVA C (“A fosforilação oxidativa é um processo comum às respirações aeróbia e anaeróbia, das quais resultam, respectivamente, 38 ATP e 2 ATP para cada molécula de glicose.”) – INCORRETA
      – A respiração anaeróbia não envolve a fosforilação oxidativa (cadeia respiratória, cadeia oxidativa ou cadeia transportadora de elétrons), etapa característica da respiração aeróbia. Ver justificativa contida na alternativa A.
      ALTERNATIVA D (“A glicólise ocorre no citoplasma das células, durante a respiração aeróbia dos seres eucariontes, e, nos mesossomos, durante a respiração anaeróbia dos seres procariontes.”) – CORRETA
      – A glicólise, que se processa no citoplasma, ocorre tanto na respiração anaeróbia, quanto na aeróbia dos seres eucariontes. Ressaltamos que a respiração aeróbia se dá em três etapas fundamentais: glicólise (ciclo de Embden e Meyerhoff), ciclo de Krebs (ciclo do ácido cítrico ou ciclo do ácido tricarboxílico) e cadeia respiratória (cadeia oxidativa ou cadeia transportadora de elétrons). A primeira ocorre no hialoplasma, o ciclo de Krebs ocorre na matriz mitocondrial e a cadeia respiratória nas cristas mitocondriais.
      – Mesossomo: invaginação da membrana plasmática, presente nas bactérias, que penetra no hialoplasma. Ele se assemelha às cristas mitocondriais e atua na respiração celular. O mesossomo também se associa, de modo complexo, ao material nuclear, estando, dessa forma, relacionado com a replicação do “cromossomo” bacteriano.
      – Sugiro que faça uma revisão envolvendo os conceitos básicos de bioenergética, em particular respiração celular.
      Djalma Santos

  5. Professor, não entendi a 4ª alternativa da questão 50. Qual o saldo de ATP no ciclo de krebs?

    • Bárbara
      Veja, abaixo, a explicação que você solicitou.
      – ATENTE PARA O TEXTO A SEGUIR: para cada molécula de acetil-CoA que entra no ciclo de Krebs, formam-se 3 NADH, 1 FADH2 e 1 ATP. Os NADH e o FADH2 são levados para a cadeia respiratória, onde cada um deles forma 3 e 2 ATPs, respectivamente. Dessa forma, para cada “glicose”, formam-se, no ciclo de Krebs, 24 ATPs, conforme a descrição abaixo:
      I. 2 ATPs na passagem de Succinil-CoA para Succinato.
      II. 18 ATPs provenientes de 6 NADH levados à cadeia respiratória (ver texto acima).
      III. 4 ATPs provenientes de FADH2 levados à cadeia respiratória (como descrito no texto acima).
      Djalma Santos

  6. Me explique a questão 7

    • Keilli
      – ALTERNATIVA CORRETA: B (“Fermentação alcoólica.”).
      – Ver I. FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA OU ETÍLICA em FERMENTAÇÃO, matéria publicada neste blog no dia 30/06/2016.
      – Nível da questão: muito fácil.
      Djalma Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: